Page 1

dezembro de 2013

Suplemento do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

Oleiros Magazine

9

Oleiros Magazine

Suplemento Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade Editorial Desafios de pedagogia diferenciada e profícua no universo escolar de Oleiros… foi assim que o Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade iniciou o ano letivo 20013/14. Este (re)começo trouxe consigo uma nova equipa de trabalho, em termos de Direção, convicta da suma responsabilidade da sua tarefa e desejosa de poder construir uma ESCOLA plena de sucessos; trouxe igualmente um novo grupo de professores, conhecedores da relevância do seu trabalho; trouxe também um conjunto de alunos, a razão do “Ser Escola”, ávidos de descobertas; trouxe similarmente um agregado de assistentes técnicos e operacionais, conscientes da importância das suas funções no bom funcionamento de todos os serviços; trouxe ainda uma comunidade educativa cada vez mais ativa e participante na vida escolar. A Visão do nosso Agrupamento é clara: “Construir o futuro, hoje!”. Atendendo a que nada é permanente, exceto a mudança, e que o olhar apenas e tão somente para o passado distante ou para aquilo que há de vir e ainda não veio, fará certamente perder o rumo do futuro, queremos olhar para o dia de amanhã, a partir do que vivemos e aprendemos ontem e hoje. Assumimos como Missão o Ensino pleno, transmitindo saberes, formando espíritos em projeção, educando consciências, incutindo valores, fornecendo situações e soluções inovadoras, de elevada qualidade, numa rentabilização efetiva de recursos. Queremos exceder requisitos e expectativas, gerando jovens de espírito empreendedor e dinâmico, capazes de calcorrear os caminhos vindouros, ainda incógnitos, mas que se desejam auspiciosos. O segredo é … não desistir. Hoje, aqui, agora, amanhã, sempre… acreditar que, com esforço, dedicação e perseverança, se vencem os obstáculos, se superam os desafios mais empolgantes e se conseguem tornar reais os sonhos mais quiméricos. Nesta época natalícia, quadra especial de reflexão e de partilha, o AEPPA deseja a todos um Santo Natal, repleto da ternura do passado, do valor do presente e da esperança no futuro. António Cavaco

Dia Internacional dos Direitos Humanos

Oleiros entre os melhores do país Realizou-se no passado dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, no Salão Nobre do Centro Ismaili, em Lisboa, a cerimónia de entrega da distinção Escola Intercultural. O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade (AEPAA), em Oleiros, ficou entre as 20 escolas do país que mais se destacaram na promoção de práticas reconhecedoras e valorizadoras da diversidade, entendida como oportunidade e fonte de aprendizagem para todos. A iniciativa da Direção-Geral da Educação (DGE) e do Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI, I.P.), inscreveu-se no âmbito da medida 30 do II Plano para a Integração dos Imigrantes (2010-2013). O AEPAA foi assim selecionado como um dos 20 agrupamentos de escolas/ escolas não agrupadas e estabelecimentos de ensino particular e cooperativo mais pontuados no que se refere à implementação de boas práticas promotoras do diálogo intercultural.

dia do diploma

Excellentia em Oleiros O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, em Oleiros, celebrou, a oito de novembro, mais um Dia do Diploma. A cerimónia de louvor aos alunos do Agrupamento decorreu no auditório da Santa Casa da Misericórdia de Oleiros e contou com a presença de toda a comunidade educativa, desde membros da autarquia e instituições locais, a professores, discentes, pais e encarregados de educação e assistentes operacionais. Foi um momento especialmente marcante para todos, decorado com recontos narrados e poemas declamados por alunos, e emoldurado, no final, pelo Hino do Estudante “Gaudeamus Igitur”, nas vozes dos alunos laureados. Os alunos dos diferentes níveis de ensino foram distinguidos com o Prémio de Excelência, pelo valor da avaliação académica obtida no ano letivo de 2012/2013. Foi ainda entregue um diploma ao Melhor Aluno do Ensino Secundário, bem como o Diploma

de Conclusão do Ensino Secundário aos alunos que terminaram o 12º ano. Foi uma noite cheia de palavras e atitudes, eivadas de satisfação pessoal e cole-

tiva e reflexo do empenho e dedicação de alunos, professores e restante comunidade educativa. Cristina Santos


10 Oleiros Magazine

Suplemento do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

Biblioteca da Escola sede do Agrupamento

dezembro de 2013

BREVES

Remember, remember the 5th of November! … e lembrado foi o dia 5 de novembro, no Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade. Respondendo ao desafio lançado pela professora de Inglês, os alunos das turmas A, B e C do oitavo ano do ensino básico e do décimo ano do ensino secundário pesquisaram sobre este importante episódio da história da Inglaterra. Foi através dessa indagação que recolheram informação acerca do polémico Guy Fawkes, do papel que desempenhou em contexto histórico e da razão pela qual esta data é, ainda hoje, celebrada. Depois de recolhida a informação, os alunos elaboraram cartazes e outros tra-

dia internacional

Bibliotecas Escolares balhos interessantes, que foram dados a conhecer à comunidade escolar através de uma exposição que esteve patente na Biblioteca da Escola sede do Agrupamento,

entre os dias cinco e onze de novembro, e que suscitou o interesse de todos os visitantes. Paula Tavares

No passado dia 28 de outubro, festejou-se o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares, integrado nas atividades do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares. Este ano o tema foi “Biblioteca Escolar: uma porta para a vida”. Em jeito de comemoração, a Escola realizou pequenas ações junto dos seus utilizadores, com vista a uma sensibilização para a utilização da Biblioteca e para a importância da Leitura. Os alunos visionaram pequenos filmes de incentivo à Leitura, nomeadamente uma película

sobre a imprensa e Gutenberg. Os alunos do 5ºA realizaram um bibliopaper, intitulado “Uma porta aberta para... a aventura”, que lhes permitiu descobrir a Biblioteca Escolar; os alunos do 7ºA, no âmbito da disciplina de Francês, participaram também num bibliopaper, apelidado de “Uma porta aberta para... as línguas”. Os utilizadores da Biblioteca Escolar puderam ainda elaborar o seu próprio marcador. Maria do Céu Vaz

Polícia Judiciária – Diretoria de Coimbra

Ação Formativa “Internet Segura”

No dia 4 de dezembro, realizou-se no auditório da Escola Sede do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, em Oleiros, uma Ação Formativa intitulada “Internet Segura”, dirigida aos alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, que foi orientada pelo Inspetor- -Chefe Celestino Pais e pelo Inspetor Rui Silva da Polícia Judiciária – Diretoria de Coimbra. Foram explorados vários temas, nomeadamente os benefícios da utilização da Internet, os riscos existentes e as respetivas prevenções. Um dos momentos altos da palestra foi quando o Sr. Inspetor-Chefe Celestino Pais informou o público acerca de legislação importante, nomeadamente a Lei 109/2009 – Lei de Cibercrime e a Lei 67/98 – Lei Proteção de dados

e Código Penal. Os alunos ficaram surpreendidos porque desconheciam a gravidade de determinadas utilizações da Internet. A ação teve como objetivo desenvolver uma cultura de participação, inovação e responsabilização de todos os elementos do Agrupamento; fomentar o gosto e interesse pelas várias áreas da Informática; e proporcionar aos alu-

nos a emoção da descoberta e da inovação. A atividade decorreu de acordo com o previsto, podendo-se concluir que teve um grande sucesso, pois os participantes demonstraram interesse face ao tema da ação e participaram interventivamente ao colocarem inúmeras questões. Anselmo Gonçalves Marta Belo

pré-escolar

Hora do Conto A Biblioteca Escolar tem desenvolvido junto dos mais pequenos, no Ensino Pré-Escolar de Oleiros, a Hora do Conto. Os petizes, sempre atentos, curiosos e bem-dispostos, responderam aos desafios lançados pela professora bibliotecária com trabalhos originais de ilustração das várias histórias ouvidas: “O Nabo Gigante” de Niamh Sharkey e Alexis Tolsto; “Maria Castanha” de Maria Isabel Mendonça Soares; “Desculpa” de Norbert Landa; e “A Estrela dos Desejos” de M. Christiana Butler. A leitura é um processo comple-

xo, influenciado por numerosos fatores linguísticos, cognitivos e sociais. Apesar da sua complexidade, está, em grande medida, dependente da linguagem oral. A leitura reveste-se de especial importância na faixa etária mais jovem, uma vez que é nesse período que se começa a construir o imaginário e a desenvolver o vocabulário. Promover experiências de leitura é uma das prioridades das Bibliotecas Escolares que pretendem formar os leitores do amanhã. Maria do Céu Vaz


dezembro de 2013

Suplemento do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

Oleiros Magazine 11

ESCOLA PADRE ANTÓNIO DE ANDRADE

BREVES

Ação Missionária envolve e interpela professores e alunos

PES

Projeto Educação para a Saúde Com o objetivo de Educar para a Saúde, este projeto consiste em dotar as crianças e os jovens de conhecimentos, atitudes e valores que os ajudem a tomar opções e decisões adequadas à sua saúde e ao seu bem-estar físico, social e mental. O PES surge para dar cumprimento ao estabelecido pelo Ministério da Educação no Despacho nº 25/995/2005 (2ª série), que determina que todos os agrupamentos e escolas dos ensinos básico e secundário devem incluir no seu Projeto Educativo temáticas relacionadas com a Promoção e Educação para a Saúde. Foi neste âmbito que se desenvolveram várias ações de sensibilização sobre temas como a Alimentação, no Dia Mundial da Alimentação, a 16 de outubro; o Tabagismo, no Dia do Não Fumador, a 17 de novembro; e o VIH, nos dias que antecederam e sucederam o dia um de dezembro, o Dia Mundial de Luta contra a Sida.

A maioria dos trabalhos foi da autoria dos alunos do 2º Ciclo; os restantes foram da responsabilidade dos alunos do 3º ciclo e do Ensino Secundário. Os trabalhos foram desenvolvidos sob orientação da professora de Ciências da Natureza, Maria de Lurdes Almeida (também coordenadora do PES), e foram expostos no átrio do Bloco A da Escola sede do Agrupamento e nos painéis de acesso à Biblioteca Escolar. Os trabalhos surpreenderam pela sua originalidade e qualidade. Foram ainda distribuídas peças de fruta no Dia Mundial da Alimentação e foi realizado um panfleto informativo que irá ser distribuído pelas várias escolas do Agrupamento até ao final do primeiro período. A Biblioteca Escolar disponibilizou ainda pequenos vídeos e informação em PowerPoint. Maria de Lurdes Almeida

Foi com muita alegria que a nossa escola abriu as portas e o coração ao Missionário e Médico Franciscano Irmão Victor Henrique para um momento forte de Evangelização. Foi um Testemunho de Vida Missionária ao vivo. Tinha-se a impressão de que vivíamos com ele em terras de Missão. Com palavras simples ao jeito de Francisco, ele tocou os nossos corações, semeando em todos o desejo de partir para terras de missionários. O silêncio, a atenção, a admiração dos alunos pelo que estavam vendo e escutando mostraram bem que valeu a pena esta atividade, que a todos tocou. Damos Graças a Deus pela abertura do Professor António Cavaco, Diretor da nossa escola, que possibilitou, em primeira instância, que esta atividade fosse uma realidade. Agradecemos também a toda a Direção e a todos os professores que, de alguma forma, colaboraram, para tornar possíveis momentos tão fortes e interpelativos!... Os nossos alunos foram fantásticos, quer na participação, quer na sua forma de estar. Finalmente, a nossa gratidão

o seu testemunho de Vida Missionária. Manuela Santos

Jardim de Infância de Oleiros

Confeção de chapéus de palha e afins Tendo como ponto de partida a história “O Espantalho Tomás e os seus amigos”, lançámos um desafio aos pais, no sentido de decorarem chapéus de palha e outros, envolvendo deste modo as famílias na vida do Jardim de Infância. Este projeto foi acolhido com muito empenho e entusiasmo, tendo as famílias trazido, para o Jardim de Infância, chapéus muito engraçados, utilizando para o efeito materiais muito diversificados. A comunidade educativa do 1º ciclo de Oleiros também participou na eleição dos três chapéus mais engraçados e originais, aos quais foram atribuídos prémios. É de valorizar o interesse, a motivação e participação de todos os envolvidos neste projeto.

Boas Festas

ao Irmão Vítor que, com tanta simplicidade e sabedoria, nos presenteou com a Palavra e com

O nosso muito obrigado a todos!

Boas Festas

Conceição Bento Celeste Saraiva

Deseja-lhe Boas Festas


12 Oleiros Magazine

Suplemento do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

dezembro de 2013

BREVES

Águas do Centro

Visita de estudo à Estação Associação de Estudantes do AEPAA de Tratamento de Águas São Martinho na Escola!

No dia 27 de novembro, os alunos do Curso Profissional Técnico de Gestão Ambiental (TGA), turma B do 11º ano, no âmbito das disciplinas de Física e Química e Projetos em Ambiente, lecionadas respetivamente pelos docentes Carla Marques e Anselmo Gonçalves, visitaram as instalações da ETA da empresa Águas do Centro. O Subsistema de Santa Luzia serve uma população de 7.504 habitantes residentes, das freguesias de Cabril, Janeiro de Baixo, Machio, Pampilhosa da Serra, Portela do Fojo (Pampilhosa da Serra), Amieira, Cambas, Estreito, Mosteiro, Oleiros, Orvalho, Sarnadas de São Simão, Vilar Barroco (Oleiros), Troviscal, Sertã e Várzea dos Cavaleiros (Sertã). Os alunos puderam observar o tratamento da água captada na barragem de Santa Luzia e todos os processos adequados que possibilitam o consumo público,

sem reservas, com todos os parâmetros físicos, químicos e bacteriológicos dentro das normas estabelecidas pelas Leis do país e da União Europeia, muito bem apresentados pelos engenheiros que nos acompanharam. Os discentes visitaram a sala de controlo automatizada e o laboratório de controlo de qualidade, onde puderam beber um copo do precioso líquido. Foi feita a sensibilização para um uso racional da água no consumo doméstico e possíveis métodos de reaproveitamento das águas resultantes das lavagens. Após o almoço, em Casal de Cambas, os alunos participaram numa pequena palestra ministrada pelo Arquiteto da Câmara de Pampilhosa da Serra sobre o Percurso Pedestre - Caminho do Xisto da Barragem de Santa Luzia. Carla Marques

No passado dia 13 de novembro, realizou-se na Escola sede do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, em Oleiros, um magusto-convívio entre toda a comunidade escolar (alunos, professores e funcionários). Esta atividade foi dinamizada pela Associação de Estudantes do AEPAA. Este magusto foi promovido com vista a desenvolver o convívio entre a comunidade escolar, no espírito da época de São Martinho. O Sol acompanhou-nos durante toda a tarde e permitiu um bom momento de lazer entre todos. As castanhas quentinhas tiveram o papel principal e aconchegaram todas as “barriguinhas”. Os mais pequeninos da Pré-Escola não foram esquecidos e recebe-

ram também cartuxos com castanhas para poderem também assinalar este dia. A atividade cumpriu, em amplitude, os objetivos previstos e revelou-se bastante recetiva, tendo-se verificado a colaboração de todos na realização da mesma. Um agradecimento especial à Junta de Freguesia de Oleiros - Amieira e à Câmara Municipal de Oleiros pelos apoios prestados na concretização deste evento, à Direção do Agrupamento que desde cedo demonstrou prontidão na orientação do mesmo, bem como a todos aqueles que participaram alegremente neste magusto. Associação de Estudantes do AEPAA

Dia de S. Martinho

“Jogos com Maneiras” No passado dia 13 de novembro, realizaram-se, no Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, em Oleiros, no âmbito da comemoração do Dia de S. Martinho, os “Jogos com Maneiras”. É uma atividade que tem decorrido ano após ano no Agrupamento, com o objetivo de assinalar esta data. Mais uma vez, foi com grande emoção, entusiasmo, empenho e diversão que o segundo ciclo do ensino básico, composto pelas turmas dos quintos e sextos anos, num total de setenta alunos, participou na atividade. A diversidade dos jogos, constituída por corrida de andas, perna atada, tiro ao alvo, tração à corda, jogo da colher de pau, jogo da farinha e do rebuçado, bowling, corrida de sacos, entre outros, conduziu os participantes a dar o melhor de si na interpretação e execução nos diferentes entretenimentos,

já que se encontravam a competir por equipas e, dessa forma, a tentar alcançar o sucesso, quando em confronto com os outros pares. Desta forma, procurámos incentivar os alunos para a prática dos jogos tradicionais na comunidade educativa, dar a conhecer aos alunos alguns jogos tradicionais portugueses, promover o convívio e estreitar relações entre professores, alunos, assistentes técnicos e operacionais. É de realçar o grande envolvimento de toda a comunidade educativa, a boa organização do espaço, a forma como a operacionalização da atividade se concretizou e a participação dos alunos na dinamização e orientação da mesma. João Natário

Oleiros Magazine Suplemento Dezembro 2013  

Oleiros Magazine Suplemento Dezembro 2013