Page 1

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

abril 2017

Oleiros Magazine

Oleiros Magazine Suplemento

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

Este suplemento é parte integrante do Oleiros Magazine n.º 62. Os textos foram produzidos por professores e alunos do agrupamento.

Editorial No dia 24 março, o nosso Bispo, D. Antonino, relembrou o DIA INTERNACIONAL PELO DIREITO À VERDADE, proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 2010. Uma excelente chamada de atenção para um problema que parece crescer na nossa sociedade, em que assistimos diariamente a violações dos Direitos Humanos e à Dignidade das Vítimas. A comunicação social parece hoje alimentar-se desse tipo de informação; digamos que o sensacionalismo e populismo é atualmente a norma social aceite de que a imprensa se alimenta, sem que se trate, profilaticamente, o problema. Assim, a reflexão que quero fazer não é propriamente sobre o Arcebispo Dom Óscar Romero e a Sua luta, mas, sim, sobre a nossa luta quotidiana em fazer o correto: ser justo e ser interventivo em prol da Verdade e da Justiça na sociedade que nos rodeia. No nosso dia a dia, a luta pelo direito à Verdade faz-se na luta pelos princípios, valores e virtudes que regem a nossa existência, sendo os princípios comuns a todos os povos, culturas, eras e religiões. Estes são, na minha humilde opinião, os fundamentais. Na verdade, podemos ter valores e não ter princípios; conhecer os princípios não implica a adoção de valores. Um exemplo disso é como a supremacia racial hoje volta a ser tema de foco nos mass media. Quem singra na vida com valores, sem princípios, podemos dizer que é pessoa que esqueceu as virtudes, pois estas são decorrentes daqueles, e a ambição desmedida, por vezes, torna as pessoas obcecadas pelos seus valores e interesses, que contrastam com os princípios universais. Quem evidência princípios, valores e virtudes, integralmente alinhados com a sua concepção de vida, luta por causas nobres e evidencia um ponto comum: a dignidade humana e a preocupação real com todos os que o rodeiam. Há muito exemplos de pessoas que são personalidades singulares, que inspiram exemplos para a humanidade, como Mahatma Gandhi, Madre Teresa de Calcutá e muitos outros. Não seguir princípio algum não é sinal de insucesso, não nos enganemos. Muitos enriquecem, assumindo papéis relevantes na sociedade. Mas, de facto, riqueza material não deve ser a única medida de sucesso. Mas se é lei, então porque conseguimos viver com tanta “pequena” mentira, com tanta injustiça? A verdade, na minha opinião, é simplesmente comodidade, ou seja, é mais fácil não ver, calar, fazer de conta que está tudo bem, definitivamente dá menos problemas ignorar, desviar-se do caminho. Em conclusão, estou certo de que a defesa dos princípios e das virtudes é da responsabilidade de todos, seja a direção, docentes, não docentes, encarregados de educação, alunos, enfim todos os que vivem em Democracia. Com as atitudes do nosso dia a dia, podemos mudar o futuro! São coisas simples; dar o exemplo é o mais importante. É fundamental deixar de fechar os olhos e fazer a diferença! O Diretor António Cavaco

21 de março

Comemoração dos Dias da Árvore e da Poesia No dia 21 de março comemorou-se o Dia da Árvore e também o Dia da Poesia. A Biblioteca Escolar associou os dois temas e preparou uma Árvore da Poesia onde todos aqueles que quiseram puderam decorar a árvore com frases e poemas alusivos aos dias em questão. Assim, a árvore foi-se enchendo de folhas verdes e, como se assinalava também o início da primavera, acrescentámos flores que deram cor à nossa árvore. Os alunos do 2.º ciclo participaram ainda numa sessão de Kahoot, um jogo online, subordinado ao tema das plantas em que os alunos utilizaram os seus telemóveis, tablets ou portáteis para responder a questões de resposta múltipla elaboradas pela professora bibliotecária.

22 de março

Comemoração do Dia da Água No dia 22 de março, comemorou-se o Dia da Água. O Eco clube preparou cartazes e panfletos alusivos ao dia e, em colaboração com a Câmara Municipal, projetou um filme sobre a água no mundo, na Casa da Cultura. Os alunos do 5.º ano, na disciplina de Ciências Naturais, espalharam grandes gotas de água com mensagens importantes, que visam a sensibilização para a poupança de água. A Biblioteca Escolar também quis assinalar o dia e preparou um jogo interativo online (Kahoot) com questões sobre o ciclo da água, os estados físicos, a preservação e importância da água para o ser humano. Os alunos do 2.º ciclo participaram ainda numa no jogo online e alguns utilizaram os seus telemóveis, para responder a questões de resposta múltipla elaboradas pela professora bibliotecária. Os restantes utilizaram os computadores da BE. Alunos sensibilizados fazem com que a mensagem chegue a casa e abranja um maior número de cidadãos… A prof.ª bibliotecária Emília Lages

I


II

Oleiros Magazine

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

14 de março

abril 2017

BREVES

Dia do Pi

No dia 14 de março, comemorou-se o Dia Internacional do Número Pi. Também na nossa escola assinalámos este dia com a realização de um “Pi humano”, com a participação de mais de cem elementos, que ficou fantástico! Este número irracional, tão conhecido de todos, foi também o mote para o lançamento do desafio do Concurso do bolo do Pi, no qual a turma do 10.ºB - Curso Profissional de Cozinha e Pastelaria - participou com um lindo e delicioso bolo alusivo ao tema.

No âmbito desta atividade, houve também oportunidade para falar um pouco mais sobre este número: o que é o número Pi, a descoberta ao longo dos tempos das suas aproximações e a divul-

gação de sites com atividades relacionadas com o número Pi. Foi uma atividade divertida, que despertou todos para a magia e infinidade deste número tão especial que é o Pi!

projeto SOBE

Esc. Básica e Sec. Padre António de Andrade

Dia da Saúde Oral

No dia 20 de março, comemorou-se o Dia da Saúde Oral. Aliada ao projeto SOBE (Saúde Oral na Biblioteca Escolar) a Biblioteca Escolar do AEPAA assinalou o dia com uma exposição de materiais e livros alusivos ao tema. Os alunos mais novos participaram numa sessão online de kahoot relativa à higiene oral, utilizando dis-

Na distrital da Literacia 3D

positivos móveis para dar resposta a questões elaboradas pela professora bibliotecária. Segundo os alunos do 2.º ciclo, “a sessão foi divertida e aprendemos coisas novas sobre os cuidados a ter com os dentes e a sua higiene”.

A Literacia 3D é uma iniciativa da Porto Editora, consiste num desafio nacional dirigido aos alunos dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico de todo o país, com o propósito de avaliarem as suas competências em três dimensões do saber: leitura, matemática e ciência. Os alunos Afonso Martins do 5ºB e Cátia Alves do 6º A participaram, no passado dia 8 de março, na final distrital que se realizou em Castelo

A prof.ª bibliotecária Emília Lages

7 de fevereiro

Branco, nas provas de leitura e matemática, respetivamente. Estes alunos já tinham sido apurados, na primeira fase desta iniciativa, em Oleiros, onde participaram todos os alunos dos 5ºs e 6ºs anos da escola sede do Agrupamento. A grande final está agendada para dia 26 de maio, onde os melhores alunos de cada distrito irão competir pelo título de Campeão Nacional de Literacia.

Dia da Internet mais Segura No dia sete de fevereiro comemorou-se o Dia da Internet mais Segura com a realização de duas palestras subordinadas ao tema “Marca a Diferença: Unidos por uma Internet Melhor!” promovidas pela Escola Segura GNR da Sertã, nas quais participou ainda a professora de TIC, Marta Belo, que complementou com informações e com exemplos reais e testemunhos próprios de situações de risco na navegação de internautas. Ao longo da semana, na Biblioteca Escolar, estiveram disponíveis para toda a comunidade escolar jogos didáticos, fornecidos pela SeguraNet e uma exposição de cartazes dos alunos do oitavo ano, elaborados nas aulas da disciplina de TIC e do Clube de TIC. A professora Marta Belo re-

forçou esta temática com várias ações de sensibilização para as “boas práticas” da navegação online e com a realização de atividades interativas na Sala de Informática às turmas que leciona. Sob o lema “Marca a diferença: Unidos por uma Internet

melhor!” o objetivo foi proporcionar aos alunos momentos informativos e lúdicos, de partilha de boas práticas na Rede, bem como o acesso a ferramentas, recursos e conselhos que promovam a utilização segura da Internet. Professora Marta Belo

educação especial

Cozinhar é divertido Numa escola inclusiva, em que a dinâmica demonstra ser uma tónica totalmente integrada, a concretização de sonhos provém da oportunidade de realizar atividades lúdicas e propícias ao desenvolvimento Pessoal, Social e Emocional. Ao longo do ano, os nossos alunos com Necessidades Educativas Especiais usufruíram de novas experiências, preparando e confecionando várias receitas. As compotas com frutos do outono ficaram ótimas, aprenderam a confecionar, também, uma delícia gastronómica característica do Porto, a famosa “francesinha”, sopa de alho francês e sopa de abóbora. Experimentámos a Alheira de Mirandela, simpaticamente oferecida pela professora Alzira, e algumas

tartes (de amêndoa, maçã e de nata), salame de chocolate e bolo de bolacha. Tudo isto permitiu transmitir aos alunos um conhecimento diferente, enriquecedor e proporcionou uma grande interação com os colegas e professores da escola.

Antes de confecionar os referidos pratos, pesquisámos receitas, fizemos listas de ingredientes e fomos às compras, fizemos trocos e, acima de tudo, divertimo-nos imenso. Conceição Gomes Docente de Educação Especial

Hora do Conto

Bibliotecas de Mãos Dadas De 13 a 17 de março, os alunos do 1.º ciclo do AEPAA participaram, novamente, em atividades da Hora do Conto do projeto “Bibliotecas de Mãos Dadas” – projeto que envolve a Biblioteca Escolar e a Biblioteca Municipal de Oleiros, rentabilizando os recursos humanos. Com a ajuda das novas tecnologias e de ferramentas da Web 2.0, conseguimos com que os mais pequenos aprendessem de maneira diferente com e na Biblioteca Escolar. Todos gostaram dos poemas musicados de Cecília Meireles, que puderam visualizar no Youtube, dos livros digitais “O Beijo da Palavrinha”, de Mia Couto e “As Fadas Verdes”, de Matilde Rosa Araújo, e do vídeo da história popular portuguesa “Corre, corre Cabacinha” de

Alice Vieira, mas a parte preferida foi, sem dúvida, o jogo online no kahoot sobre os livros explorados! Uma forma diferente de realizar uma ficha de leitura e avaliar a capacidade de compreensão e interpretação dos nossos alunos. No dia 13 de março, a atividade esteve online, diretamente para Lyon, França, para que a aluna da turma do 4.º ano pudesse participar e interagir com os colegas de turma na exploração da obra “O Beijo da Palavrinha” de Mia Couto. Foi uma experiência nova e diferente!! Para que estas situações de aprendizagem se possam realizar com maior frequência e com melhores condições, faltam ainda algumas ferramentas básicas, como tablets e novos computadores portáteis.

www.oleirosmagazine.com


Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

abril 2017

Geronimo Stilton visita a Biblioteca

biblioteca escolar ganha prémio

Noite dos livros do Harry Potter

Testemunhos dos alunos do 4.º ano da EB1 de Oleiros em relação à atividade: - “Foi uma noite espetacular!” (Mariana Matias) - “Foi uma noite divertida e mui-

III

AEPAA

BREVES

A Biblioteca Escolar do AEPAA ganhou o prémio de melhor decoração da Noite dos Livros de Harry Potter 2017. A Biblioteca aderiu à comemoração da Noite dos Livros do Harry Potter 2017, que é assinalada a nível mundial e tem por objetivo transmitir a magia dos famosos livros de J.K. Rowling à próxima geração de leitores, bem como celebrá-la com os fãs mais fiéis. Este ano, o tema – Os Professores de Hogwarts – incorpora ideias dos sete livros mágicos da série. Ao longo do mês de janeiro, a Biblioteca Escolar parecia um clube de artes. A pouco e pouco, tudo começou a tomar forma até que se transformou numa escola de magia… Com a colaboração da Câmara Municipal de Oleiros, dos professores de Educação Visual e de alguns alunos e técnicos operacionais preparouse uma noite diferente na Biblioteca Escolar e no concelho. No dia 2 de fevereiro, realizou-se a tão esperada e anunciada Noite dos Livros do Harry Potter - Os Professores de Hogwarts, entre as 20H e as 22H30, estando aberta a toda a comunidade escolar e também à população em geral. Além da decoração a rigor, a atividade contou com o seguinte programa: 20h – Sessão de Abertura: Boas Vindas aos participantes; visita guiada às salas (sala de aula do professor Snape; a estufa da professora Sprout; o gabinete do Diretor Dumbledore); 20h15 – Cerimónia de Seleção com o Chapéu Selecionador; seleção dos alunos da escola de feitiçaria e formação de 4 equipas; 20h30 – Leitura de Excertos das obras; 20h45 – Jogos Mágicos: aula de cuidados com as criaturas mágicas de Hagrid e aula de defesa contra a magia negra do Prof. Snape; 21h15 – Leitura de excertos das obras; 21h30 – Fichas de Magia; 21h45 – Quiz do Quadro de Honra de Hogwarts; 22h – Caça ao tesouro em Diagon-Al; 22h30 – Sessão de Encerramento: distribuição de marcadores de livro à equipa vencedora e de certificados de participação a todos os presentes.

Oleiros Magazine

to engraçada que fez com que começasse a conhecer o mundo de Harry Potter!” (Guilherme Lages Milheiro) - “Foi uma atividade mágica porque quando entrámos na Biblioteca parecia que estávamos noutra dimensão!” (Pedro Espinho) - “Foi uma atividade interessante e criativa. Eu não conhecia as histórias do Harry Potter e esta atividade fez com que passasse a conhecer, ficando interessada em ler mais e mais!” (Júlia Martins) - “Foi espetacular, diverti-me imenso e fiquei a conhecer novos livros!” (André Fernandes) - “Foi uma atividade divertida, gira em que fiquei a conhecer mais sobre o Harry Potter!” (Beatriz Pinto) - “Eu gostei muito dessa noite, porque foi uma noite diferente!” (Afonso Pedroso) - “Foi uma noite alegre, criativa e o que gostei mais foi a caça ao tesouro!” (Leonor Lourenço) - “Foi uma noite incrivelmente animada e o que gostei mais foi da caça ao tesouro!” (Guilherme Batista) A fotorreportagem foi realizada por um encarregado de educação, Rui Espinho, a quem mais uma vez agradecemos pela disponibilidade e pela qualidade do trabalho, que permitiu mostrar também a qualidade da atividade. A espera foi longa mas no dia 6 de março a notícia chegou… o AEPAA tinha sido premiado, em ex aequo com o agrupamento de Caldas da Rainha. Segundo a editora, “A Editorial Presença felicita a sua escola pela original organização do evento de celebração da Noite dos Livros do Harry Potter, em Portugal. As diversas iniciativas, ilustradas pelo criativo trabalho de fotorreportagem que nos enviaram, tornaram esta data uma efeméride inesquecível, assinalada um pouco por todo o mundo. Pela excelência do trabalho apresentado, anunciamos que a sua escola foi uma das grandes vencedoras deste concurso, e como tal, irá receber o Prémio Especial Noite dos Livros do Harry Potter constituído pelas edições ilustradas - Harry Potter e A Pedra Filosofal e Harry Potter e A Câmara dos Segredos -, Harry Potter e A Criança Amaldiçoada e a novidade Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los”. A BE agradece mais uma vez a todos os que colaboraram na preparação desta atividade e que permitiram alcançar este prémio!! A prof.ª bibliotecária Emília Lages

Nascido em Ratázia, a capital da Ilha dos Ratos, Geronimo Stilton é formado em Ratologia da Literatura Rática e em Filosofia Arqueorrática Comparada. Dirige o Diário dos Roedores, o jornal mais famoso da Ilha dos Ratos, fundado pelo seu avô Torcato Viravolta. Nos tempos livres, Geronimo coleciona cascas antigas de queijo do século XVIII, mas sobretudo adora escrever livros que têm um êxito excecional. No dia 9 de janeiro, a Biblioteca Escolar e os alunos do 1.º e do 2.º ciclo preparam-se para receber o Geronimo Stilton, o rato mais famoso da Ratázia. Alguns dos alunos com Necessidades Educativas Especiais também quiseram participar e pintaram, com a ajuda da prof.ª Dra. Emília Lages, um cenário com o famoso rato, para que este se sentisse bem recebido. Os alunos do 1.º ciclo puderam ouvir uma história dos Pré-Historratos, com o Stilton-uto e as suas aventuras ratonas na Idade da Pedra. De seguida, chamaram o Geronimo e todos gostaram de falar com ele e de mexer nas suas grandes orelhas. Compraram livros para lerem em casa e tiveram direito a carimbautógrafos e uma pequena lembrança.

mo despediu-se com “carimbautógrafos”, um abraço e uma lembrança. Uma tarde muito divertida, engraçada, fantástica... Gostámos muito de conhecer o Geronimo Stilton! Testemunho dos alunos do 4.º ano da EB1 de Oleiros: Gostámos imenso de trabalhar as obras do Geronimo Stilton, ficar a conhecer o mundo fantástico da Ratázia e todas as as suas incríveis personagens. Também adorámos fazer os marcadores de livros que o Geronimo fez o favor de autografar. Ainda recebemos um estojo do Geronimo Stilton como lembrança.

Foi muito divertido e o Geronimo era muito engraçado! A visita do Geronimo foi apreciada por toda a comunidade escolar, incluindo alguns alunos mais velhos que, apesar de já não lerem os livros, se lembram deste famoso rato e das suas aventuras. Por isso, não quiseram deixar passar o dia sem tirar uma foto com o velho amigo. Geronimo Stilton é uma série de livros infantis publicada pela Editorial Presença em Portugal. Foi publicado originalmente em Itália pela Edizioni Piemme, em 2000. A verdadeira escritora dos livros de Geronimo Stilton chama-se Elizabetta Dami.

Testemunho dos alunos do 5.º A: A atividade foi muito animada. Recebeu-nos uma amiga do Stilton que nos explicou como participar na sessão e nos apresentou a única aventura passada em Portugal, “Na rota do Vasco da Gama”, vimos vídeos, demos respostas, fizemos perguntas e falámos de queijo, do preferido do Geronimo. À saída havia livros para apreciar e comprar e o Geroni-

17 de março

St. Patrick’s Day O dia 17 de março assinala a morte de S. Patrício, o santo patrono da Irlanda. Aquilo que no passado era uma celebração religiosa, tornou-se, hoje em dia, um autêntico festival da cultura irlandesa, que acontece não apenas na “Ilha Esmeralda” mas um pouco por todo o mundo onde existem comunidades irlandesas. Vários são os símbolos associados a esta data. Desde logo, a cor verde que

é obrigatória, mas também o trevo (um dos métodos de evangelização que o Santo teria usado para explicar a doutrina da Santíssima Trindade aos pagãos Celtas), o duende (Leprechaun) que guardava o seu precioso pote de moedas de ouro no fim do arco-íris, a cobra (que S. Patrício teria afugentado de toda a ilha) e a cruz Celta, resultado da fusão da cruz solar (forte símbolo irlandês) com a

cruz cristã. As professoras de inglês do Agrupamento de Escolas, em colaboração com a Biblioteca Escolar, não quiseram perder a oportunidade de assinalar este importante acontecimento cultural do mundo anglosaxónico e expuseram os trabalhos realizados pelos seus alunos. A todos os que participaram, o nosso agradecimento. Prof. Paula Tavares

Dia de São Valentim anima a comunidade escolar

Amor em Quatro Línguas A semana do Dia dos Namorados apaixonou a escola com a atividade Amor em Quatro Línguas, organizada pelo Departamento de Línguas em colaboração com a Biblioteca da Escola Básica e Secundária Padre António de Andrade em Oleiros. O Amor em Quatro Línguas foi uma iniciativa que desafiou os alunos a fazer postais sobre o amor em português, francês, inglês e espanhol. Os que quiseram, escreveram

poemas em corações que foram depois pendurados numa árvore desenhada num papel grande, colocado na Biblioteca da Escola. Os alunos do 11ºA suspenderam bandeiras à porta da Biblioteca e no bloco B, junto à cantina, onde se podia ler a palavra AMO-TE em várias línguas, algumas bem estranhas. Os alunos acharam a iniciativa criativa e muito romântica, já que possibilitou aos apaixonados a oportunidade de dar asas aos seus me-

lhores sentimentos. Neste dia, até os mais tímidos e envergonhados têm a oportunidade de abrir o coração e libertar as emoções. A celebração do Dia de São Valentim é todos os anos um motivo de festejo e é sempre bem-vinda porque a Escola fica com um ar mais colorido e interessante. 8.ºA Bernardo Luís, nº3 Daniela Mateus, nº 6 Daniela Fernando, nº 7 Miguel Espinho, nº 15


IV Oleiros Magazine

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

abril 2017

BREVES pré-escolar

Projeto “Nossa Terra, nossas Tradições” Inseridas na exploração do tema “Nossa terra, nossas tradições”, as crianças do Jardim de Infância de Oleiros efetuaram visitas de estudo a algumas instituições e a uma empresa de Oleiros:

20 e 22 de fevereiro

Parlamento dos Jovens Nos passados dias 20 e 22 de fevereiro realizaram-se, no Instituto Português da Juventude e Desporto, em Castelo Branco, as Sessões Distritais do Parlamento dos Jovens do ensino secundário e do ensino básico, respetivamente. A propósito da comemoração dos 40 anos da Constituição da República Portuguesa, os temas propostos para análise este ano foram, no ensino básico: “Os Jovens e a Constituição: Tens uma palavra a dizer” e no ensino secundário: “40 anos de Constituição: A que temos, a que queremos. Desafios ao Poder Local”. Mais uma vez o Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade de Oleiros marcou presença nesta interessante iniciativa

da Assembleia da República, que se assume de grande importância na educação para a cidadania dos jovens e lhes permite conhecer as regras da democracia e do processo democrático de eleição dos representantes dos cidadãos na esfera governativa. Os alunos envolvidos nesta atividade estão de parabéns pela postura irrepreensível que tiveram ao longo das sessões e pelas boas propostas que apresentaram à discussão. Foi, certamente, uma experiência muito enriquecedora para todos. Gostaríamos de agradecer o contributo da Câmara Municipal de Oleiros, que facultou o transporte a todos os intervenientes. Prof. Paula Tavares

- Pirotecnia Oleirense: Vimos um filme e a D. Amélia mostrou-nos os diferentes tipos de foguetes:

- Filarmónica Oleirense: Vimos as salas de aula, de ensaio e o museu.

Visita ao Tortosendo

“Portugal entre Gerações” A turma do 10.º B participou na 5.ª Edição de “Portugal entre Gerações”, no dia 14 de fevereiro, no Tortosendo. Segundo o presidente da AHRESP, este tipo de atividade peca por pouco valorizada, a formação é uma mais-valia na dinamização da economia, mas não só. Através deste tipo de eventos pretende-se conseguir mais competitividade, mas sobretudo maior assertividade nas diversas relações entre os vários parceiros, sendo que um deles é a população estudantil. E foi a este grupo que os vários orado-

res apelaram, lembrando que a formação profissional está ligada à dinamização do potencial humano. Deste modo, há que apostar em diversas competências: pro-atividade, autonomia e polivalência para singrar no mundo profissional. Concluindo, muito foi dito ao longo desta palestra, mas a ideia que perpassa é que a aprendizagem deve ser contínua. Um dos oradores parafraseou um grande escritor português “Põe tudo o que és no mínimo que fazes!”

- Rancho Folclórico e Etnográfico de Oleiros: Visitámos a sede e vimos alguns dos trajes e instrumentos de trabalho usados antigamente.

Também fomos visitar a Câmara Municipal

11ºc

Alunos de Curso Profissional em Formação na Lousã Entre os dias 13 e 17 de fevereiro, os alunos do 11ºC realizaram uma formação de trabalho na COTF (Centro de Operações e Técnicas Florestais), situada na Lousã, onde puderam colocar em prática os seus conhecimentos e aprender mais sobre os cuidados a ter quando é realizado um trabalho florestal. Nesta formação, foi demonstrada a constituição e o funcionamento da motorroçadora e da motosserra, e dada a explicação de como realizar uma boa manutenção, conservação e utilização das mesmas, de forma segura e adequada. Antes da realização do trabalho prático, os alunos foram sensibilizados para as

consequências que podem advir do facto de uma pessoa não usar o respetivo EPI (Equipamento de Proteção Individual), o que acontece com grande frequência. Os alunos ainda tiveram a oportunidade de experimentar um Forworder com cabeça de abate, manusear uma grua florestal e de conduzir um Skider. Durante essa semana, a turma foi acompanhada pelo professor Abilio Fidalgo, por João Fernandes e pelos monitores António Ferreira e José Santos. A todos os alunos agradecem, pelo profissionalismo com que foram tratados. Susana Henriques, 11.ºC

E tirámos a foto para a posteridade

Suplemento - Oleiros Magazine março 2017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you