Issuu on Google+

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

abril 2014

Oleiros Magazine

9

Oleiros Magazine Suplemento

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

AEPAA

Olimpíadas da Matemática

Mais uma vez, como em todos os anos letivos, decorreram na nossa escola as Olimpíadas Portuguesas da Matemática. A primeira eliminatória aconteceu no dia 13 de novembro e contou com a presença de 7 alunos, dos 8º, 11º e 12º anos de escolaridade. Foram apurados para a 2ª eliminatória, realizada no dia 15 de janeiro, os alunos José Rodrigues (8ºA) e Joshua Winter (11ºA). Apesar do empenho e boa prestação dos alunos nas provas, ainda não foi desta vez que se conseguiu apuramento para a Final Nacional

que, este ano, se realizou entre os dias 3 e 6 de abril, em Aveiro. Continuar-se-á a tentar para o próximo ano! Alexandra Gonçalves

PROJETO “OLEIROS EDUCA”

Inscrições abertas

2 e 3 de abril

Dias abertos na escola

Nos dias 2 e 3 de abril, realizaram-se no AEPAA os “Dias Abertos”, dinamizados pelos grupos disciplinares de Ciências Naturais, Biologia, Físico-Químicas, Matemática, Geologia e Tecnologias da informação e Comunicação (TIC). Um dos principais objetivos desta atividade foi motivar toda a comunidade escolar para a importância dos diversos ramos da ciência e da sua aplicação/relação com o dia-a-dia. Os alunos contactaram com experiências simples de caráter lúdico e outras que envolvem técnicas mais específicas. No âmbito das Ciências Naturais, as experiências estiveram relacionadas com conteúdos programáticos lecionados ao longo do ano letivo, não esquecendo a parte lúdica de produção de megamonstros e a “Feira das Plantas”. No âmbito da Biologia, as experiências estiveram relacionadas com a observação de células ao microscópio.

Decorreu uma pequena exposição com cartazes alusivos a esta temática e ao estudo da “Imunidade Celular”, “A vida em condições extremas”, “Os planetas” e “Seres vivos em ambientes extremos”. No âmbito da Geologia, destaca-se, mais uma vez, a simulação do vulcão, elaboração de fósseis, e exposição/venda de “Minerais”, atividades muito apreciadas por todos os alunos. O grupo de Matemática apresentou vários jogos que permitiram treinar o raciocínio lógico e abstrato, motivando os alunos para o ensino da disciplina. Relativamente às TIC, foi dinamizada a palestra “Ser digital - Novos Desafios”, por um docente externo à escola, Vitor Hugo Ângelo, e ainda um workshop pela docente de TIC: Como fazer um filme em “Movie Maker”. Maria de Lurdes Almeida

O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade (AEPAA), de Oleiros, e a Câmara Municipal de Oleiros, em colaboração com a Diocese de Portalegre e Castelo Branco, estão a iniciar, num cariz de parceria, um projeto ambicioso para combater a exclusão social e, simultaneamente, aumentar o número de alunos nas escolas do concelho. Trata-se do projeto “Oleiros Educa”. No AEPAA trabalhamos todos os dias para conseguirmos promover uma formação global e equilibrada de jovens cidadãos e gostaríamos de proporcionar uma escola de excelência aos atuais alunos e a muitos mais.

Esta iniciativa tem, pois, como divisas nucleares a qualidade de ensino, do 1º ao 12º ano de escolaridade; a segurança e o acompanhamento próximo e efetivo, numa ambiência familiar, ao nível pessoal e escolar; e a formação de saberes e consciências, que permitam a prossecução integral e positiva em termos de pessoa e de futuro. A prioridade centra-se em crianças e jovens oriundos de famílias com carências económicas e/ou outros, que manifestem interesse e consciência por uma educação concreta, com a obtenção de resultados considerados nobres. O apoio neste âmbito específico concretizar-se-á com o re-

curso à Residência de Estudantes, em termos de alojamento, com a comparticipação, ao nível da alimentação e de manuais escolares, por parte do Município, e com o apoio da Igreja, no que diz respeito à formação pessoal, à aquisição de valores e ao fomento de uma ambiência familiar, num espírito de comunidade e partilha. Encontram-se já abertas as inscrições para o ingresso neste projeto, em que a prioridade são os alunos do concelho. Para quaisquer informações adicionais, contacte-se o Agrupamento, através do telefone 272680210 ou do endereço eletrónico aepaaoleiros. dir@mail.telepac.pt.

Departamento de Expressões do Agrupamento de Escolas

Desfile de Carnaval No dia 28 de fevereiro, o Carnaval folião invadiu as ruas de Oleiros, organizado pelo Departamento de Expressões do Agrupamento de Escolas. As cores dos trajes, a alegria contagiante de pequenos e grandes colocaram sorrisos em quem assistiu. Super Homens, princesas, palhaços e muitas outras personagens permitiram uma vez mais um dia diferente à comunidade.


Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

10 Oleiros Magazine

palestra no âmbito dos dias do Departamento

BREVES

Observação de astros e simuladores

No dia 4 de abril, realizou-se uma palestra no âmbito dos dias do Departamento sobre instrumentos óticos de observação de astros e simuladores, com o doutor em Astronomia António Paralta e o engenheiro António Caria. Os alunos do 7º ano e os alunos do 11º ano, turma A, puderam cimentar algumas das aprendizagens das disciplinas de Física e Química, de Ciências Naturais ou Biologia/ Geologia e Matemática, nomeadamente sobre os corpos celestes e respetivas coordenadas observáveis a olho nu ou com instrumentos óticos. O palestrante António Paralta fez uma breve apresentação dos instrumentos óticos mais comuns como telescópios, binóculos e simuladores da esfera celeste, e o palestrante António Caria explicou as várias teorias sobre a Origem do

Carpe Diem

Reflexões …

Universo. Os alunos foram bastante participativos e expuseram as dúvidas e questões com uma postura correta e com vontade de aprender. Sendo Oleiros um local privilegiado para as observações astro-

nómicas noturnas, devido à pouca poluição luminosa, foi pertinente a realização desta palestra para motivar os alunos oleirenses para uma prática recreativa e cultural. Carla Marques

Tradições francesas

La Chandeleur açucarados ou com chocolate. As docentes ainda distribuiram marcadores com a receita do doce e uma pequena explicação sobre esta tradição francesa. A atividade foi alargada, à tarde, aos alunos do 2ºCiclo e aos utilizadores da Biblioteca Escolar. Escusado será dizer que não sobrou nenhum crepe.

Cumprindo uma das mais doces tradições francesas, os alunos que aprendem a língua de Molière, tiveram a oportunidade de provar os famigerados crepes franceses, na manhã do dia 5 de fevereiro. Após o visionamento de filmes franceses, “Le petit Nicolas” e “Bienvenue au Nord” na Biblioteca Escolar, onde ainda estiveram expostos trabalhos de francês da turma A do 7ºano, os presentes saíram para o átrio onde decorreu a degustação dos crepes, simples,

Mª da Piedade Ferreira Cristina Santos Mª do Céu Vaz

alunos dos 8º e 9º anos

Visita de Estudo a Coimbra No dia 27 de março, os alunos dos 8º e 9º anos fizeram uma visita de estudo: destino Coimbra. Num primeiro momento pararam para retemperar forças, no Pastor. A viagem prosseguiu e seguiu-se para a Quinta das Lágrimas. Por entre plantas únicas, mata de bambus e uma paisagem de cortar a respiração, foi explicado o significado daquela pedra vermelha, junto da Fonte das Lágrimas. Ficção e realidade misturadas e já com uma lágrima a pespontar perante aquela paixão impossível entre Pedro e Inês, continuou-se a visita rumo ao Fórum para o tão almejado almoço. De seguida, visitou-se o Exploratório onde os alunos dedicaram

abril 2014

uma parte da tarde à descoberta e à experiência. Mexeram, experimentaram e, no geral, adoraram.

Por fim deu-se o regresso, depois de um dia bem passado que deixou todos com algumas saudades.

No passado dia 23 de janeiro de 2014, um interessante tema surgiu, por acaso, na aula de português, “Carpe Diem”. Pelo que andei a pesquisar esta é uma das expressões mais antigas da literatura e significa “(…) aproveitar o tempo presente(…)” ou “(…) aproveitar o dia da melhor maneira possível, vivendo assim ao máximo (…)”. Tornou-se numa mensagem muito importante, numa filosofia de vida para certas pessoas; mas será que devemos realmente aproveitar todos os dias da nossa vida como se fossem os últimos? Será que esta não é uma filosofia enganosa? Dizem que a vida é curta e bem… vou ter de concordar com isso visto que sinto que o tempo passa a correr. Olho para trás e relembro as memórias que tenho bem guardadas, parece que ainda foi ontem, parece que a minha vida não passou de um longo e exaustante dia, parece que me lembro de tudo, ou melhor, de quase tudo; aqueles momentos de que não me lembro foram aquelas alturas em que parei para descansar e dormi uma pequena sesta, talvez…. Sinto que se calhar estou a escrever graves e compridos despautérios… estou agora a comparar todos os meus anos de vida a apenas um dia? É estranho fazê-lo, ou melhor, é excêntrico fazê-lo! De facto, a vida é curta, pelo menos parece-nos curta, demasiado curta. A vida pode acabar a qualquer momento, a qualquer momento o meu coração pode deixar de trabalhar, assim como a qualquer momento os teus olhos podem fecharse para sempre. Posso afirmar que a qualquer momento poderemos sentir o nosso corpo gelar, o nosso interior arder e a nossa alma voar, voar para um sítio ainda desconhecido. Penso que não devemos viver o presente sem pensar no futuro, visto que um dia o futuro será o presente. É necessário agir no presente, de cabeça firme e fresca e, assim, o futuro, com certeza, será bem mais caloroso do que o normal. Apenas aconselho que não te deites ao fim de um fatigante dia e te arrependas

de não ter feito algo; isso, sim, é das piores sensações que alguém poderá ter. Talvez tu saibas… Não tenhas medo do futuro; sei que me vou contradizer agora, mas… quando tiveres de esquecer o futuro por pequenos instantes, esquece-o e faz o que tens a fazer, diz o que tens a dizer e aí, aí, tenho a certeza que mais tarde serás recompensado. Esta filosofia (“Carpe Diem”) pode arruinar a vida de alguém se não for interpretada da melhor maneira. Penso que sim, é verdade, sem dúvida que a vida deve ser bem aproveitada, devemos viver todos os segundos o mais intensamente possível; porém viver intensamente, na sociedade atual baseia-se em apenas algumas palavras como dinheiro, jogo, sexo e bebida. Mas isto está errado, não está? Oh! É claro que está, qualquer ser racional percebe isso! As pessoas têm de ter a perfeita noção de que viver ao máximo não anda apenas à volta daquelas palavras; “Carpe Diem” é muito mais que isso. Viver ao máximo é comunicar, é respeitar, é valorizar, é sobretudo amar a vida. Bolas! Mas será que não percebem? Se eu amo a vida, eu amo viver; se eu amo viver, eu obrigatoriamente vivo intensamente! Viver intensamente pode tornar-se algo tão simples como sorrir ou como fazer os outros sorrir. As mais pequenas palavras podem tornar o teu dia no melhor de todos, assim como os mais verdadeiros gestos podem tornar o dia seguinte no melhor de todos. Todos os dias podem ser os melhores, apenas é necessário que faças para isso e que te ajudem a fazê-lo. Quem te rodeia irá com certeza ter um papel fundamental para te ajudar a aproveitar a vida ao máximo. O futuro aproxima-se, o presente mantém-se e o passado, oh, sim, o passado afasta-se, se não guardares dele nem que sejam algumas pinceladas vivenciais. Por isso, lembra-te, pensa no futuro, vive o presente e não esqueças o passado. Assim… assim poderás afirmar com todas as tuas forças que vives intensamente todos os dias da tua vida! Carpe Diem! Adriana Ventura, 10ºA


Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

abril 2014

Oleiros Magazine 11

2º período

BREVES

AEPAA

Criatividade em azulejos O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, de Oleiros, participou no concurso de pintura de azulejos promovido pela PREBUILD, com o tema “As Tradições da Minha Terra”. A escola participou com dois trabalhos; um, desenvolvido no 2º ciclo, pela turma B do 6º ano e outro, do 3º ciclo pela turma A do 9 ano. A turma A do 9 ano foi uma das selecionadas para a segunda fase do concurso. O painel elaborado reflete as tradições da nossa terra, costumes/ características que nos distinguem das demais, a floresta composta por pinheiros, castanheiros e medronheiros, que nos definem a paisagem, as deliciosas castanhas, os medronhos e a sua famosa aguardente e algumas das lendas mais tradicionais. Espera-se que a turma consiga atingir os seus objetivos e trazer um prémio para a escola. Alguns dos dados ilustrados: O milagre de Santa Margarida “Conta o povo que quando uma praga de gafanhotos invadiu a região, devorando tudo, o povo de Oleiros pediu à Santa que o livrasse de tão terrível flagelo. Esta atendeu ao seu pedido e os gafanhotos, fazendo longas filas, encaminharam-se para a ribeira, onde morreram afogados. O povo, agradecido, decidiu fazer todos os anos uma grande festa em honra da Santa Margarida”. A lenda de Santo António “Conta o povo oleirense que a nossa ribeira de S. António era farta em belas trutas. Certo dia, um cidadão espanhol resolveu também ele a sua sorte, como pescador. Mas o tempo passava e nenhuma truta mordia o isco. Já desesperado, virou-se para a capela que ficava mesmo atrás de si e pediu: - Santo António, se eu apanhar só que seja uma truta dou-te um litro de azeite. Ditas estas palavras, eis que uma

truta morde o anzol. Muito satisfeito, virou-se para a capela e exclamou: - Querias um litro de azeite? Já chega para fritar esta truta. O peixe dá um salto e regressa de novo à água. De súbito diz: - Santo António não aguentas uma brincadeira!!!” A lenda A Horta da Santa “No tempo da terceira invasão Francesa, que passou por Oleiros, a igreja serviu de paiol e os franceses, quando se foram embora, fizeram-na explodir. No entanto, a imagem da Santa foi encontrada intacta numa horta. O povo afirmava que era um milagre, o milagre da Horta da Santa”. A lenda da Serra da Lontreira: “No decorrer das campanhas militares da guerra de sucessão de Espanha, em que Portugal se envolveu, a Beira Baixa foi palco de confrontos sangrentos. Exércitos espanhóis estiveram na nossa região, onde vasculharam tudo em busca de provisões, cereais, azeite e reses. Reza a tradição que estes saquearam os sinos e a imagem de Nossa Senhora da Conceição, retirados da igreja. Ao subirem a Serra da Lontreira, junto ao coruto, local onde se deixa de avistar Oleiros, toda a tropa estacou e não conseguiu arredar pé. Supersticiosamente abandonaram ali a imagem e os sinos, mas primeiro tentaram parti-los, atirandoos fortemente ao chão sobre o lajeado rochoso. Essa laje ainda existe e na superfície podem observar-se rasgos profundos e semicirculares, uns maiores e outros menores, que o povo diz serem do bater do rebordo dos sinos e das ferraduras dos cavalos.”

AEPAA

Testemunho… E.M.R.C. Para mim a semana da E.M.R.C. foi muito positiva, pois fizemos várias atividades para a celebrar. Um dos objetivos concretizados com esta semana foi o reforçar do contributo desta disciplina junto de toda a comunidade escolar. As atividades realizadas constaram de uma exposição com uma enorme variedade de trabalhos, a englobar as várias religiões abraâmicas, onde havia jogos, labirintos, puzzles,

bibliografia do papa Francisco…, e um peddy-paper, onde todos os alunos puderam participar nos desafios propostos, com alegria, amizade e partilha. Com a elaboração dos trabalhos, pudemos enriquecer a nossa cultura, as nossas aprendizagens e também utilizar diferentes técnicas que só nos fizeram progredir, descobrir e evoluir. Joana Carolina Luís Barata, 7ºA

Oleiros Magazine

Páscoa Feliz

Reserve já o seu espaço para a edição da Feira do Pinhal Contacto: 272 324 645 • Email: rvj@rvj.pt

Atividades desportivas Ao longo deste período, os alunos participaram em diversas atividades no âmbito do Desporto Escolar. No dia 20 de fevereiro, cerca de trinta atletas estiveram presentes em Castelo Branco, no Corta Mato Distrital, em representação do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade. No dia 7 de março, na Covilhã, participou-se no Mega Sprint. Foram vários os atletas nas provas de salto em comprimento, na velocidade quarenta metros, e na milha. Também as nossas equipas de futsal masculino de infantis e iniciados iniciaram a sua participação com presença nos encontros

na Escola Faria Vasconcelos, em Castelo Branco, e na Escola Pedro da Fonseca, em Proença-a-Nova. Os nossos alunos potenciaram ainda as suas capacidades

futebolísticas em infantis em Vila Velha de Ródão, e no Instituto Sobreira Formosa e Vila de Rei em iniciados. João Natário

turma do 9º A

Concurso de Espantalhos

A turma do 9º A aceitou o desafio proposto pela Casa da Cultura de Oleiros e deitou mãos à obra, dando vida a quatro espantalhos que levou a concurso. Os trabalhos ficaram muito originais e de certeza que irão desempenhar corretamente o seu papel, afastando a passarada das sementeiras. Os espantalhos foram realizados com a participação de todos os alunos e ainda se pôde contar com a ajuda dos professores Fernando Naves, André Morais, Sérgio Simões e das assistentes operacionais Maria dos Anjos e Graça Esteves. Sérgio Simões

SEMANA DA DISCIPLINA DE EMRC 2014

Pelos caminhos de Francisco…

A semana da disciplina de Educação Moral Religiosa Católica (EMRC) aconteceu no Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, em Oleiros, de 10 a 14 de março, como etapa fundamental de um caminho já longamente percorrido no presente ano letivo. Ao aproximar-se a Páscoa, quisemos contribuir para uma maior aproximação dos alunos aos valores de uma vida nova trazida por Jesus, reconhecendo o quanto Ele pode dar sentido à nossa própria vida, apresentar-lhes o testemunho da alegria, da simplicidade, da abertura a Deus e da atenção aos outros, que nos traz o Papa Francisco de uma forma tão bela, aberta e atual. Foi com alegria e entusiasmo que os alunos viveram esta experiência, de uma forma dinâmica,

deixando-se envolver criativamente nas diferentes atividades propostas para a semana: jogos diversos; pintura livre sobre o tema da semana; construção de um mural em suporte de tecido ou papel; visualização de filmes sobre o Papa Francisco; visita à exposição dos trabalhos de E.M.R.C. ao longo do ano; Peddy Paper “À Descoberta de Personagens, Valores e Tradições de Oleiros à luz do Papa Francisco…” O dia 12 de março foi celebrado em cheio com a participação no referido Peddy Paper pelas ruas da vila de Oleiros. De salientar a valiosa colaboração das entidades que colaboraram com a escola: o Tribunal, com uma sessão na Sala de Audiências para os nossos alunos; a Casa da Cultura, com uma encenação na antiga Prisão, onde os presos pediam comida e onde

a população partilhava generosamente o que tinha com eles; a passagem pela Capela do Espírito Santo e Igreja Matriz, onde o Chefe Martins se disponibilizou para acompanhar os alunos; ainda a apresentação da Benfeitora D. Mª Augusta pelo Senhor Provedor da Santa Casa da Misericórdia, na Capela de N. Senhora Mãe dos Homens, entre outros espaços preparados para esta atividade. Neste Peddy Paper participaram, com muito interesse, alunos do 2º e 3º Ciclos e ainda do Ensino Secundário, acompanhados pelos professores que generosamente prestaram esse serviço. Foi uma tarde muito rica para todos. Um muito obrigada a quantos tornaram possível este evento. Ir. Manuela Santos


12 Oleiros Magazine

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

Agrupamento

Atividades na Biblioteca Escolar Neste segundo período letivo, a Biblioteca Escolar apostou em atividades um pouco diferentes, do âmbito da animação e literacia da informação, mas também da promoção da leitura. Foram muitas as ações levadas a cabo e que permitiram aos alunos desfrutar de um espaço que é o coração da escola, no que respeita à literacia. Foi neste prisma que o Projeto SOBE (Saúde Oral Biblioteca Escolar) foi divulgado e trabalhado junto dos alunos do Ensino Pré-escolar e do 1ºCiclo de todas as escolas do Agrupamento, com atividades de leitura de obras sugeridas pelo projeto e Plano Nacional de Leitura, com fichas, experiências práticas, canções, visionamento de filmes de animação e lançamento de um concurso criativo de ilustração/escrita. Todos os trabalhos dos alunos serão expostos na Semana da Leitura, entre os dias 28 e 30 de abril. Os vencedores serão divulgados através do Blogue da Biblioteca Escolar e da página de Facebook do Agrupamento. A Biblioteca foi ainda palco da Exposição de Castelos e trabalhos vários de História e Educação Visual, dos alunos do 5ºano, aproveitando-se o tema para promover os livros sobre Castelos e Histórias Medievais. Esta atividade decorreu de 13 a 17 de fevereiro. A “Feira de Troca de Livros”, que decorreu entre os dias 17 e 23 de fevereiro, permitiu aos alunos renovar a sua biblioteca pessoal, de uma forma gratuita e simples, bastando para isso trazer livros, em bom estado, e contribuindo para o banco de livros, onde podiam trocar os seus. No Dia da Internet Segura, para além da colaboração com a docente de Tecnologias de Informação, Marta Belo, a Biblioteca levou a cabo um concurso de Banda Desenhada sobre a segurança na Internet. A Biblioteca comemorou ainda o Dia dos Namorados, com uma decoração a rigor e o fomento de mensagens de amor com caixa de correio, e comemorou o Dia do Pai com a “Hora do Conto” no Ensino Pré-Escolar e as histórias “Querido Pai” de Angélique Pelletier e Orianne Lallemand e “O meu Pai” de Anthony Browne. Os pequenos ainda visionaram um pequeno filme de animação e ouviram uma canção sobre o pai. O Carnaval, o Dia da Poesia, o Dia da Árvore, o Dia das Mentiras (comemorado pelos alunos de Francês como “Poisson d’Avril”) e, claro, a aproximação da época pascal inspiraram decorações dos mais variados estilos, que deram cor e animação ao espaço da Biblioteca e originaram, ainda, as “leituras adocicadas”, que encorajam os nossos alunos a ler durante o período de férias escolares. Para mais informações sobre todas as atividades da Biblioteca Escolar, convidam-se os leitores a consultar o nosso blogue em http:// leraprenderecrescer2.blogspot.pt Mª do Céu Vaz

abril 2014

BREVES

SEMANA DA INTERNET

SeguraNet 2014 No âmbito das comemorações da Semana da Internet Mais Segura, nos dias 10 a 14 de fevereiro, em associação ao tema ”Juntos vamos criar uma Internet melhor” e em parceria com a entidade SeguraNet, as professoras Céu Vaz e Marta Belo promoveram variadíssimas atividades, que a seguir se passam a explanar: a palestra “Ação de esclarecimento e sensibilização para crianças de 2º Ciclo”, dinamizada e proposta pelo Espaço Internet da Câmara Municipal de Oleiros; exposições de cartazes alusivos ao tema “Segurança na Internet”, no âmbito das Atividades Extracurriculares - TIC, 2º, 3º e 4º anos de Oleiros e AEC-TIC - Orvalho e 8º anos; debates em contexto de sala de aula, na disciplina de TIC do 6º, 7º, 8º anos e nas Atividades Extracurriculares de TIC ao 2º,3º,4º anos do Orvalho; concurso na Biblioteca Escolar de tiras de Banda de Desenhada sobre “Segurança na Internet”, dirigida a toda a comunidade escolar; e projeção, para toda a comunidade

escolar, também na Biblioteca Escolar, de um documentário intitulado “Vítimas do Facebook”, sobre os perigos na Internet. Estas atividades tiveram como objetivo consciencializar os alunos sobre os perigos que a Internet apresenta, induzir boas práticas e tornar a navegação na Internet uma experiência mais segura. Foram experiências enriquecedoras, tornando-se uma fonte de saber e prática, não só para a vida escolar dos alunos, mas também para a sua vida ativa. Maria do Céu e Marta Belo

Centro de Ciência Viva Infante D. Henrique

Visita de estudo ao Exploratório No dia 7 de fevereiro, os alunos do Curso Profissional Técnico de Gestão Ambiental (TGA), turma B do 11º ano, no âmbito das disciplinas de Física e Química e Projetos em Ambiente, lecionadas pelos docentes Carla Marques e Anselmo Gonçalves, respetivamente, visitaram o Exploratório - Centro de Ciência Viva de Coimbra. O primeiro centro interativo de ciência em Portugal, constituído em 1995, tenta iniciar a descoberta científica, despertando a curiosidade dos jovens através de experiências interativas e orientadas para a consolidação de aprendizagens realizadas em contexto sala de aula ou na vivência do quotidiano. Os alunos visitaram os módulos “Luz e

Cor”, “Eletricidade” e “Som”, inseridos no programa curricular das supramencionadas disciplinas, onde puderam realizar várias experiências com a devida explicação científica e divertirem-se com as mesmas.

Visita de estudo

Museu das Comunicações No passado dia 21 de março, realizou-se uma visita de estudo ao Museu das Comunicações em Lisboa, com as turmas 7º A e 11ºB - Curso Profissional de Técnico de Gestão do Ambiente. Os alunos caminharam e também almoçaram na zona ribeirinha de Belém. Este espaço é uma área espaçosa, com amplos jardins e imponentes monumentos, como o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos e o Centro Cultural de Belém. A visita de estudo cimentou os seguintes objetivos: o estímulo do gosto e interesse pelas várias áreas da Informática e Ciências Físico-Químicas e Educação Física; a concessão aos alunos da emoção da descoberta e da inovação; o aperfeiçoamento da capa-

cidade de observação; a promoção das relações interpessoais; e o fomento da prática da cidadania. O Museu das Comunicações apresentou às turmas a exposição Futuro Infinito com novas soluções tecnológicas. Neste espaço, alunos e professores experimentaram um conjunto de novas soluções tecnológicas avançadas, potenciadas por redes de grande capacidade e velocidade, que convergem numa teia multidimensional, num conceito de futuro infinito. A visita de estudo constituiu uma fonte de saber e experiência, não só para a vida escolar dos alunos, mas também para a sua vida ativa. Foi um sucesso na partilha de bons momentos. Carla Marques, Martins e Marta Belo


Suplemento Oleiros Magazine Abril 2014