Page 1

Oleiros Magazine

agosto 2017

Oleiros Magazine

www.oleirosmagazine.com

Jornal do Concelho de Oleiros • Diretora: Daniela Silva • Edição e propriedade: RVJ - Editores, Lda • Periodicidade: Trimestral www.rvj.pt • agosto 2017 • nº63 • Ano XV • Preço: 1 Euro

Devesas Altas ganham nova vida Projeto está a ser preparado. Pág. 3

PJ detém sapador florestal por suspeita de atear o fogo no Mosteiro Pág. 8 solidariedade

Loja Social já funciona

Pág. 7

desporto

Oleiros e Estreito já mexem

Pág. 17

Espetáculo inovador

Galileo brilha na Feira do Pinhal

A Feira do Pinhal decorre de 9 a 13 de agosto, em Oleiros. O evento, promovido pela Câmara, pretende dinamizar a economia regional e promete um programa aliciante. Págs. 4 e 5


2

Oleiros Magazine

Publicidade

agosto 2017


Destaque

agosto 2017

Oleiros Magazine

3

Editorial

Oleiros Magazine 15 anos a informar O Oleiros Magazine entra este mês no seu 15º ano de existência. Uma década e meia que foi percorrida num ápice, à velocidade do pulsar do Concelho de Oleiros, das suas gentes, das suas empresas, do seu comércio, e dos nossos leitores. Desde a primeira hora que nos associamos ao desenvolvimento do concelho, apoiando muitas associações, estando ao lado da população nos momentos difíceis e felicitando-a nos dias de sucesso. Há 15 anos começámos um caminho na comunicação social do concelho. Na imprensa escrita somos o jornal concelhio mais lido e orgulhamonos de ser exclusivo do nosso concelho publicando, apenas, as notícias que lhe dizem respeito. Não ambicionamos a mais e a nossa ousadia de criar uma publicação exclusivamente dedicada a Oleiros e às suas gentes, impressa num papel de alta qualidade, e distribuído a todos quanto o querem ler de forma livre, deu-nos razão no caminho a seguir. Inovámos também com um portal na internet, em www. oleirosmagazine.com, com notícias atualizadas diariamente, com interação com os nossos leitores através de partilhas diretas nas redes sociais. Também aí fomos pioneiros. Vivemos o concelho com a mesma intensidade de cada um dos seus habitantes. Imprimimos o rigor jornalístico que nos carateriza e reforçámos a criatividade. 15 anos depois, olhamos para trás e sentimos fazer parte da tribo dos oleirenses e daqueles que amam o concelho. E assim vamos continuar, sempre com o propósito de defender os interesses dos oleirenses e o desenvolvimento do concelho. A todos boas leituras e um abraço do tamanho do concelho. A Direção

Projeto está a ser elaborado

Devesas Altas, o novo espaço nobre da vila A zona das Devesas Altas, onde anualmente se realiza a Feira do Pinhal, e que semanalmente acolhe o mercado, vai ser totalmente requalificada. O projeto está a ser elaborado e a obra, que vai transformar por completo aquele espaço, será alvo de uma candidatura a fundos comunitários. Está prevista a construção de um edifício que irá acolher diversas atividades da autarquia, um espaço exterior multiusos, um parque infantil e uma zona destinada ao público mais sénior. Já durante a apresentação da Feira do Pinhal, essa requalificação foi anunciada. Na altura, o vereador Paulo Urbano referiu que a próxima edição do certame dificilmente se iria realizar nas Devesas Altas, uma vez que “o espaço será totalmente requalificado. O espaço que hoje conhecemos vai ser alvo de uma profunda remodelação e irá receber novas valências”, disse . Aquele responsável disse que “futuramente aquele será um recinto bastante funcional que vai revolucionar por completo o centro da vila, nomeadamente no que se refere à sua imagem e ao usufruto que dele podemos retirar”. Segundo apurámos junto do vice-presidente da autarquia, Vítor Antunes, o projeto está a ser desenvolvido “no âmbito Qualificação e Modernização de Espaço Público Devesas Altas”. A memória descritiva revela que “a requalificação deste espaço tem por objetivo promover o enquadramento de um novo edifício a

construir, possibilitando simultaneamente a implantação de espaços de estadia e lazer adequados a diferentes estágios etários. A articulação entre os diferentes espaços é assegurada através dos percursos pedonais que de uma forma contínua fazem a ligação de todo o espaço”. Diz o mesmo documento que o objetivo passa por “transformar esta zona num espaço exterior multiusos, onde se pretende que os utentes do espaço possam usufruir de recreio ativo e passivo, bem como acontecimentos culturais que irão acontecer nos diferentes espaços para o efeito propostos (anfiteatro e espaço juvenil)”. Além da área de construção, o espaço envolvente divide-se por três espaços: a zona do anfiteatro, a zona do parque infantil e juvenil, e ainda uma zona de estadia associada aos séniores. O projeto prevê ainda a colocação de vegetação de maior porte, promovendo o ensombramento natural.


4

Destaque

Oleiros Magazine

agosto 2017

Evento apresentado em Conferência de Imprensa

Feira do Pinhal com economia e música O espetáculo internacional Galileo, produzido pela Pirotecnia Oleirense e pelo grupo francês de teatro circense “Deux Ex Machina”, e o artista português Mickael Carreira, são os cabeças de cartaz da 17ª edição da Feira do Pinhal, que decorre em Oleiros de 9 a 13 de agosto. O certame foi apresentado no passado dia 9 de junho, no Hotel Santa Margarida, em Oleiros, numa conferência de imprensa em que marcaram presença os presidentes da Câmara, Fernando Jorge, e da Assembleia Municipal, José Marques, o vice-presidente do município, Vitor Antunes, e o vereador Paulo Urbano. Fernando Jorge, presidente da autarquia, diz que “a Feira do Pinhal é um momento que leva Oleiros a Portugal inteiro”. A Feira do Pinhal deste ano terá 115 expositores. Paulo Urbano, vereador da cultura, revela que o objetivo é “apresentar uma oferta surpreendente e variada, mantendo os padrões de excelência com que temos habituado os mais diferentes públicos”. O espetáculo Galileo volta a marcar a noite de sexta-feira, que já é uma referência e que atrai muitos visitantes à vila. Paulo Urbano sublinhou ainda o facto do espetáculo envolver empresas de Oleiros e de ser o maior investimento do certame, em matéria de concertos. A noite de sexta-feira prosseguirá com uma festa de dança através dos DJ’s Menasso e Gouse. De acordo com o programa, a 9 de agosto (quarta-feira),

atuam Mickael Carreira e Miguel Agostinho, dando-se também início à mostra musical do concelho, com a atuação do acordeonista Abílio Alves. A mostra musical do concelho é também uma referência na Feira do Pinhal. Para quintafeira está prevista a atuação do Grupo de Músicas e Cantares do Gaio, na sexta-feira da Filarmónica Oleirense, e no sábado do Rancho de Oleiros. Augusto Canário e de Tiago Silva sobem ao placo na quinta-

feira, mas ao longos dos dias da feira haverá animação de rua com grupos EX Sapadores, Banda Rumtátá e Brinquedos Gerigonças. O teatro infantil, “Fungaguinho”, marca a tarde de sábado (18H30), enquanto que os Bombos da Casa do Benfica em Proença-a-Nova passarão pelo recinto no domingo. Dia do Concelho O Dia do Concelho, a 14 de agosto, encerra a semana de fes-

ta e Oleiros. Na noite de domingo para segunda-feira realiza-se o maior espetáculo piromusical da zona centro do país, denominado “Estrelas” a cargo da Pirotecnia Oleirense. Para segunda-feira está previsto o içar da bandeira para as 12H00, e a passagem de testemunho das Festas de Santa Margarida (19H30). Os concertos dos grupos Átoa e da banda Função Pública (23H00) encerrarão o Dia do Concelho.

estreito

Confraria mostra a sua força A Confraria do Cabrito Estonado realizou, no passado dia 6 de maio, em Oleiros, o seu segundo capítulo. No evento participaram 32 confrarias de todo o país. A Confraria do Cabrito Estonado de Oleiros tem-se afirmado como uma associação dinâmica, tendo sido aceite na Federação Portuguesas das Confrarias Gastronómicas. Nesta curta existência, a Confraria participou em muitos capítulos de congéneres suas

Sílvia M.ª Afonso da Silva Garcia Guerra

e em diversos eventos, como o aniversário da TAP. Foi ainda madrinha da nova confraria do Bucho, de Pedrógão Grande. Um dos momentos altos do capítulo da Confraria do Cabrito Estonado foi a entrada de sete novos confrades e a entronização de Maria de Lourdes Modesto como Confrade de Honra, que na ocasião elogiou este prato típico do concelho, destacando ainda o papel importante que a Confraria tem tido na sua divulgação e preservação.


Destaques

agosto 2017

Oleiros Magazine

5

freguesias

Festa

Berg e Tributus na Santa Margarida O artista Berg e a banda Tributus são as grandes atrações das Festas em honra de Santa Margarida, na vila de Oleiros. O primeiro atua na noite de 13 de agosto, enquanto que a banda sobe ao palco um dia antes. No dia 12 a banda Tributus presta tributo aos Pink Floyd, Su-

pertramp e Queen, seguindo-se uma festa de dança com o Dj Mark Guedes. O programa inclui ainda, no dia 13 as atuações do Rancho Folclórico de Oleiros, dos artistas Miguel Agostinho, Elsa Gomes & Friends. A noite termina com o DJ Hugo Rafael e o Dj Shark.

Espetáculos inovadores

Galileo e Estrelas em Oleiros

OLEIROS

Feira de Sótão animou Jardim O Jardim Municipal de Oleiros acolheu, a 14 maio, mais uma edição da Feira de Sótão. A iniciativa contou com a presença de 15 expositores num espaço diferente do habitual, dando nova vida ao centro da Vila. A Feira de Sótão mostrou ser um evento com po-

tencial de expansão promovendo a oportunidade de dar uma nova vida a peças de colecionismo, louças, mobiliário, discos, livros, aparelhos elétricos, utensílios domésticos, ferramentas, entre muitos outros achados em bom estado de conservação.

A 17ª edição da Feira do Pinhal volta a trazer para o seu programa um espetáculo multimédia de exceção numa co-produção do Município de Oleiros, da Luso Events e da companhia de teatro francesa Deux Ex Machina. Para além deste grande teatro ao vivo, a Pirotecnia Oleirense, que integra a Luso Pirotecnia e a Luso Events, promove na noite de 13 para 14 de agosto, o espetáculo pirotécnico Estrelas. No dia 11 de agosto, pelas 01H10, em frente à Câmara Municipal vai poder assistir-se durante 50

minutos a “Galileo”, que como João Paulo Ribeiro da Luso Pirotecnia refere “é essencialmente teatro aéreo e que resulta para grandes plateias porque toda a gente consegue ver. É um espetáculo muito circense, com efeitos especiais e depois terá um final de fogo de artifício mais emblemático”. “Galileo”, tal como o nome indica, tem inspiração em Galileu Galilei, físico, matemático, astrónomo e filósofo, nascido em Itália no século XVI, com enorme contributo para a ciência. Muitas das suas descobertas,

levaram-no a defender o Heliocentrismo (os Planetas em volta do Sol e não o oposto). O foco no dia 11, serão os Astros e o Homem, num grande evento aéreo entre 15 a 30 metros do chão que inclui projeções monumentais de nebulosas e constelações como retrato do século XVII. João Paulo Ribeiro sublinha ainda que “é a primeira vez que está em Portugal [o espetáculo], com uma companhia reconhecida a nível internacional e que está nas capitais de todo o Mundo, e também está em Oleiros!”.


6

Concelho

Oleiros Magazine

Oleiros

Regeneração urbana com mais 60 mil euros

A Câmara de Oleiros acaba de garantir um acréscimo de financiamento de 60 mil 713,54 euros para ações de Regeneração Urbana. O protocolo de cooperação foi assinado pelo presidente da Câmara de Oleiros, Fernando Jorge. Em nota de imprensa, é explicado pelo município, que “este incentivo surge por parte da Comissão Interministerial de Coordenação do Acordo de Parceria ( CIC Portugal 2020) no âmbito do Acelerador de Investimento Municipal”. Na mesma nota é referido que “com esta taxa de majoração de 10% o Município de Oleiros totaliza 667.848,90 euros para o financiamento do PARU (Planos de Ação de Regeneração Urbana) que foi alvo de candidatura ao Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)”. Deste modo a Coordenação CIC Portugal 2020 considerou que o “plano do Município de Oleiros reúne uma série de condições necessárias para que esta taxa de majoração seja concedida. Esta decisão teve em conta a importância do in-

breves

Turismo sénior

vestimento municipal face ao seu papel na melhoria das condições de vida das populações e na promoção da coesão territorial”. Recorde-se que o Município de Oleiros candidatou ao FEDER dois

projetos que totalizam um investimento final de 785.704,59€. Nesta candidatura que a autarquia vê agora reconhecida, estão integrados o Parque de Feiras e Mercados e as Devesas Altas.

Autarquia financia formação

Curso de produtos envolveu 700 pessoas

Cerca de 700 pessoas participaram em ações de formação totalmente pagas pela Câmara de Oleiros, no âmbito da Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos. Aqueles cursos passaram a ser obrigatórios desde 26 de novembro de 2016 e teve como destinatários agricultores e/ou aplicadores, com menos de 65 anos, que apliquem ou venham a aplicar produtos fitofarmacêuticos profissionais. Em nota de imprensa, a autarquia revela que “para fazer face a esta obrigação e no sentido de minimizar os riscos para o aplica-

agosto 2017

dor, o ambiente, as espécies e organismos visados assim como os seus consumidores, o Município investiu cerca de 80 mil euros”. O curso teve a duração de 35 horas e é homologado pela Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro. O objetivo é promover o desenvolvimento pessoal e profissional dos agricultores

que utilizam Produtos Fitofarmacêuticos, ou seja, produtos químicos utilizados para combater e evitar pragas e doenças agrícolas. Além disso, permite ao formando obter o cartão de aplicador para aquisição destes produtos químicos, obrigatório de acordo com o estabelecido na Lei nº26/2013 de 11 de abril.

Mais de mil a visitar Portugal O Programa CLDS 3G “Novos desafios” em parceria com o Município de Oleiros, voltou a organizar Passeios Seniores destinados a todas as freguesias do concelho, informou a Câmara de Oleiros, em nota enviada à imprensa. “Devido ao sucesso de adesão, foram realizados 12 passeios entre maio e julho que juntaram cerca de 1000 participantes”, pode ler-se no documento. A todas as freguesias (Cambas, Estreito-Vilar Barroco, Álvaro, Isna, Orvalho, Mosteiro, Sobral, Sarnadas de São Simão, Madeirã e Oleiros-Amieira) foi dado a escolher um destino, sendo que os favoritos foram as cidades do Porto, Lisboa e ainda Belmonte. No Porto os seniores visitaram Caves do Vinho do Porto e o Museu do Carro Elétrico com direito a uma viagem de Elétrico ou ao Cruzeiro das 7 pontes. Em Lisboa, o Passeio contou com uma visita ao Oceanário e ainda ao Pavilhão do Conhecimento ou uma viagem de teleférico. Por fim, em Belmonte foi possível visitar a Rota dos Mu-

seus (Museu dos Descobrimentos, Ecomuseu do Zêzere, Museu Judaico, Museu do Azeite); a Sinagoga; o Bairro Judaico (antiga judiaria); Torre de Centum Cellas; Castelo de Belmonte e Igreja de Santiago. De acordo com o eixo 2 de atuação do CLDS, estes passeios integram-se no âmbito das ações socioculturais que promovem o envelhecimento ativo e autonomia das pessoas idosas, assim como ações de combate à solidão e isolamento. Neste sentido, os idosos tiveram a possibilidade de participar de forma totalmente gratuita nestes passeios, sendo o transporte assegurado pelo Município (e Junta de Freguesia nos casos que assim se justifique) e os custos restantes de alimentação e entradas nos locais a visitar, assegurados pelo Programa CLDS e pelas Juntas de Freguesia. A acompanhar os Passeios Seniores esteve sempre a equipa CLDS, em conjunto com funcionários de cada Junta de Freguesia afeta ao respetivo passeio.


agosto 2017

Concelho

Oleiros Magazine

7

Desde maio

Loja Social funciona em Oleiros

A Loja Social de Oleiros foi inaugurada, no passado dia 31 de maio, e pretende apoiar famílias carenciadas, através da atribuição de um crédito que permitirá o acesso a artigos novos ou usados, doados por cidadãos e/ou entidades públicas/particulares. Em nota de imprensa, a autarquia de Oleiros revela que este projeto “procura dar resposta a necessidades essenciais e prioritárias das famílias mais vulneráveis, através da prestação de um apoio social (mediante a atribuição de um crédito em “Pinheiros”, nome da moeda social criada para o efeito) que facilitará o acesso a bens como vestuário, calçado, brinquedos entre outros”.

Diz o mesmo comunicado que “para além desta resposta prevê-se ainda o encaminhamento para outras respostas institucionais do concelho/distrito, sempre que se evidenciem outras necessidades”. De referir que este é um projeto do CLDS 3G “Novos Desafios de Oleiros”, em parceria com o Gabinete de Ação Social do Município, a SustentAbraços e a Santa Casa da Misericórdia de Oleiros. Nesta fase inicial, o período de funcionamento da loja será às terças-feiras das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00 que está localizada no 1º andar do edifício da Santa Casa da Misericórdia de Oleiros. Na inauguração estiveram presentes ele-

lazer

Semanas Termais com inscrições abertas na autarquia de Oleiros As inscrições para as Semanas Termais que decorrerão em agosto e setembro nas Termas da Ladeira (em Envendos, Mação), encontram-se abertas na autarquia de Oleiros. Em nota de imprensa, o município refere que “esta iniciativa destina-se à população residente no concelho com idade igual ou superior a 60 anos. Além do transporte gratuito assegurado pelo CLDS 3G `Novos Desafios´, os inscritos através do Município beneficiam ainda de um desconto de 25% nos tratamentos de Balneoterapia e Otorrinolaringologia”.

As Termas da Ladeira de Envendos, estão enquadradas pela beleza agreste dos montes que a rodeiam e oferecem um conjunto de práticas termais que utilizam, desde há mais de cem anos, a riqueza hidro-mineral da água que brota da rocha a 21ºC, que contribui para o restabelecimento da qualidade de vida de quem as procura. Para mais informações, ou para inscrições deverá dirigir-se ao Gabinete do CLDS situado no edifício da Câmara Municipal de Oleiros, ou utilizar o contacto: 272 680 130.

mentos do Conselho Local de Ação Social de Oleiros como as IPSS do concelho, as Juntas de Freguesia, o Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, GNR, BVO, Centro de Saúde de Oleiros, Câmara Municipal de Oleiros, Pinhal Maior, Segurança Social e IEFP, contando também com a presença da Proteção Civil Municipal e CPCJ. Estas entidades serão uma peça chave em futuras sinalizações. Também esteve presente a SustentAbraços, parceira do CLDS neste projeto. De destacar a presença do diretor do Centro Distrital de Segurança Social de Castelo Branco, António Melo Bernardo, do diretor do IEFP de Castelo Branco, Le-

opoldo Rodrigues e ainda do coordenador da Pinhal Maior, Augusto Nogueira. Todos convergiram na opinião comum de esta ser uma loja de solidariedade e não de caridade, com produtos de qualidade e que dignificam o projeto. O presidente da Câmara, Fernando Jorge, destacou ainda o importante trabalho que tem sido feito pela equipa do CLDS, coordenada por Filipe Domingues. A Loja Social é um dos projetos-chave dinamizados pelo CLDS, a par da Universidade Sénior que colaborou também para esta nova loja, com a identificação da mesma feita em madeira.


8

Freguesias

Oleiros Magazine

PJ detém indivíduo

breves

Sapador detido pelo fogo de Mosteiro A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve um homem de 25 anos de idade, casado, sapador florestal, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal. Em comunicado enviado ao nosso jornal, a Polícia Judiciária, revela que “o suspeito ateou o incêndio utilizando um engenho incendiário e teve como motivação o participar no combate às chamas”. Este incêndio começou nas proximidades de Mosteiro, Oleiros, pelas 15h50 do passado dia 17 de julho, tendo atingido grandes dimensões e ardido cerca de 291 hectares de terreno povoado por mato, pinheiros e eucaliptos. A Polícia Judiciária contou com a colaboração da GNR de

agosto 2017

Contra os incêndios

Mosteiro cria mais pontos de água A Junta de Freguesia de Mosteiro construiu mais dois pontos de água na freguesia, nas localidades de Mosteiro e de Vale do Souto. Estas duas estruturas pretendem servir o combate aos incêndios florestais. Entretanto, a Junta, em colaboração com a Câmara de Oleiros, vai requalificar a antiga escola pri-

mária. A estrutura está a ser utilizada pelo Rancho e pelo Centro de Dia. As obras deverão começar em agosto, após a Feira do Pinhal. Ainda na Freguesia do Mosteiro, mas em Vale do Souto, a Associação ARCVASO agendou para o primeiro domingo de agosto, o tradicional festival de harmónios e cantares ao desafio.

Sistema de incentivos Oleiros e da Sertã. O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes, para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação

Vale das Fragosas

tidas por adequadas. No corrente ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 42 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Orvalho valoriza património da Fraga de Água d’Alta

No âmbito do protocolo de cooperação assinado pelo Município de Oleiros e pela empresa Abastena, no Dia do Concelho´16, estão a ser implementadas várias ações de valorização do Vale das Fragosas e da Fraga de Água d´Alta, no Orvalho, as quais culminarão na sua classificação como Monumento Natural. A informação é prestada pela autarquia, em nota enviada ao nosso jornal. Na mesma nota é referido que “esta valorização pressupõe a realização de várias iniciativas, como passeios pedestres de divulgação; a elaboração de um guia de interpretação; o controlo de espécies invasoras; a conservação de uma importante mancha de Azereiro (Prunus lusitanica) e do bosque-relíquia da Floresta Laurissilva onde se insere; o seu enriquecimento em biodiversidade; a certificação florestal da área e a sua candidatura a Monumento Natural”.

Visite-nos na Feira do Pinhal

Empresas em sessão de esclarecimento A Casa da Cultura de Oleiros acolheu, em junho, uma sessão de esclarecimento sobre o Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E). A apresentação esteve a cargo de Pedro Dias da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) e de Augusto Nogueira, da Pinhal Maior (Associação de Desenvolvimento do Pinhal Interior Sul). Perante uma plateia repleta de empresários, explicaram as diferentes possibilidades de candidaturas em função das áreas territoriais e dos montantes de investimento: para investimentos até 100.000€, candidaturas submetidas aos avisos dos Grupos de Ação Local (GAL) - (AVISO CENTRO-M8-2017-25) correspondente à GAL PINHAL

MAIOR; para investimentos entre 100.000€ e 235.000€, candidaturas submetidas aos avisos das Comunidades Intermunicipais (CIM) - (AVISO CENTRO-M8-2017-23), correspondente à Comunidade InterMunicipal da Beira Baixa (CIMBB). Os destinatários destas medidas são micro e pequenas empresas criadas há menos de 5 anos ou há mais de 5 anos para expansão ou modernização. Para ambas as opções de financiamento, a criação de postos de trabalho é um critério de elegibilidade obrigatório. Nesta sessão foram clarificadas ainda as áreas de negócio não elegíveis, os níveis de apoio e as despesas elegíveis entre outras informações adicionais.


Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

agosto 2017

Oleiros Magazine

9

Oleiros Magazine Suplemento

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

aGRUPAMENTO DE ESCOLAS PADRE ANTÓNIO DE ANDRADE

Editorial Há quase quatros anos, que disponibilizamos o nosso saber a favor das crianças, dos jovens e das famílias deste concelho. Tenho consciência que a matéria prima da escola (essas crianças e jovens), são o garante do futuro desta região do Pinhal Interior. Uma boa formação académica e de valores é fundamental para o sucesso como indivíduo, como cidadão e para o nosso desempenho coletivo enquanto sociedade. Chegados aqui, é fundamental refletir sobre o trabalho desenvolvido, fazer o ponto de situação e procurar um caminho seguro para o trabalho a desenvolver. A transmissão de conhecimento e de valores é talvez o Pilar onde assenta quase toda a atividade pedagógica da Escola, mas a escola hoje é muito mais que isso. Hoje olhamos para a escola quase como um “ser vivo”, que interage com o meio e é ela em si mesma, um ser aprendente, em constante aperfeiçoamento na procura da excelência na sua prestação. Assim é com humildade que admitimos alguns erros e alguns constrangimentos. Mas diz-se comummente que aprender com os erros, corrigindo-os é um sinal de maturidade. A procura constante das instituições em melhorar, leva a que exista um empenho maior, um apurar dos processos e a sua consequente “afinação”. Sublinhando que há constrangimentos que não são resolvidos facilmente e que nos causam grande transtorno, como é a falta de pessoal na Secretaria, que tanto nos preocupa e que não tendo autonomia para a resolver, tem sido alvo de constante informação da nossas preocupação tanto para o Conselho Geral, como para as instâncias superiores. Lamentavelmente, continua a ser o maior constrangimento e o nosso maior foco de preocupação. Outro problema é infelizmente a diminuição dos alunos da escola, que é consequência da desertificação do interior. Aqui, as parcerias com a Câmara Municipal e com outras instituições têm feito a diferença, embora ainda haja muito a fazer. Temos ultrapassado juntos (Direção, Professores, Pessoal Não Docente, Alunos e Encarregados de Educação) a maioria dos problemas que têm surgido. Oxalá consigamos continuar no mesmo sentido e a melhorar dia a dia. Não me canso de dizer o que mais admiro nos jovens deste concelho: São pessoas simples de coração, fortes, sinceras, corajosas e que cativam por serem genuínos. Gostava de deixar um desejo para os próximos anos: que os pais venham mais à escola e sejam parceiros no trabalho que desenvolvemos com os seus educandos, pois o nosso sucesso depende, em muito, também desse envolvimento. Boas férias António Cavaco

Projeto “Justiça para Todos” A turma do vocacional do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, participou no projeto “Justiça para Todos”. Trata-se de um projeto de promoção dos valores democráticos que coloca a Educação para a Justiça e o Direito (em especial os Direitos Humanos, direitos das minorias e não discriminação) como ferramenta cívica fundamental num Estado-de-Direito. Este projeto desenrola-se através de ações de sensibilização, divulgação, workshops e jogos de simulação de um ou mais casos em Tribunal e é dirigido aos jovens, entre os 12 e os 25 anos. O projeto procura dar particular atenção a grupos desfavorecidos, grupos de risco e grupos sujeitos a discriminação (designadamente jovens com medidas tutelares educativas, imigrantes, etnias minoritárias, reclusos, ex-reclusos, jovens em risco). Porquê? • O fortalecimento da democracia depende do bom funcionamento do Estado-de-Direito e este necessita de cidadãos/ãs conscientes do papel da Justiça e do Direito; • O nível de literacia e confiança da população portuguesa no Direito e na Justiça, enquanto ferramenta de cidadania do Estado democrático, é baixo; • Esta relação frágil “cidadã(o)/sistema de justiça” contribui também para o mau funcionamento da justiça (quer por excesso, quer por defeito de acesso ao sistema); • O panorama só se alterará através de um esforço persistente de formação das novas gerações para o papel da Justiça e dos Direitos Humanos nas sociedades modernas; • No processo educativo, não se proporciona aos jovens espaço de educação cívica para a Justiça e o Direito; • A compreensão do sistema judicial é frágil e a relação direitos/deveres incoerente; • A Justiça e o Direito surgem frequentemente como realidade distante, ameaça ou inimigo e raramente como proteção e promoção da cidadania. Objetivos • Promover valores democráticos por reforço da compreensão do funcionamento do Estado-de-Direito. • Reforçar o valor da participação cívica ativa, informada e responsável. • Criar canais eficientes de aproximação que proporcionem uma comunicação saudável entre jovens cidadãs(os) e o sistema judicial. • Despertar a consciência para a importância de analisar e compreender vários pontos de vista e promover soluções comprometidas com os Direitos Humanos.

• Permitir, através de uma fórmula alternativa, introduzir no portfolio de aprendizagens básicas, a educação para a Justiça e os Direitos Humanos. • Ajudar a perceber como a lei pode promover a coesão social e provocar mudança social. Competências a adquirir pelos jovens • Apurar o sentido da Justiça; • Valorizar a Lei e dos Direitos Humanos e o seu papel nas sociedades democráticas • Compreender do processo legislativo e do papel dos tribunais como órgãos de soberania; • Compreender dos dilemas da justiça, do risco de erro e da procura da verdade • Desenvolver a capacidade de comunicar as suas ideias, convicções e opiniões sobre a Lei e os Direitos Humanos; • Desenvolver a capacidade de entendimento quando e como a lei se aplica a factos específicos; • Desenvolver capacidade de análise de um problema, argumentação e defesa de um ponto de vista; • Construir consenso sobre deliberação, negociação, compromisso e resolução de conflitos; •Promover o espírito de participação; • Criar canais de comunicação entre agentes da justiça e jovens. Este projeto foi realizado e executado no dia 28 de abril com a simulação de julgamento no tribunal de Oleiros, onde estes 20 jovens tiveram a oportunidade de vivenciar e representar em tribunal o papel de Advogados, Juízes, Delegados do Ministério Público, Procurador do Ministério Público, GNR, testemunhas de defesa e acusação, entre outras. Abordaram dois casos que os alunos da turma escolhe-

ram e trabalharam, nomeadamente um caso de homicídio com dois arguidos e um caso de violência no namoro, que a turma foi desenvolvendo e trabalhando ao longo do período, com o Diretor de Turma. Esta atividade contou com a preciosa colaboração da GNR na pessoa do 2º Sargento, Comandante Ivo Sitima e Cabo José Antão; Tribunal Judicial da Comarca de Oleiros na pessoa da Meritíssima Juíza Rita Martins, Dr.ª Inês Torgal Digna Procuradora do ministério Público e restantes elementos; Advogados, Drº Miguel Marques e Drº Bruno Bráz, que, de uma forma voluntária, colaboraram para o sucesso do projeto nas suas diversas vertentes. O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, nas pessoas do seu Diretor e Diretor de Turma do Percurso vocacional, João Paulo Natário, de forma reconhecida, agradecem publicamente toda a colaboração e auxílio prestados. Só com o enorme empenho e contributo dado por todos foi possível tornar esta atividade uma realidade. Certo da importância da Justiça e dos Valores nela defendidos, estamos convictos que este tipo de cooperação entre escolas e entidades judiciais são fundamentais para que os nossos alunos se tornem no futuro cidadãos mais conscientes dos seus direitos e deveres e consequentemente melhores cidadãos. O nosso Muito Bem-Haja, O Diretor de Turma João Paulo Natário O Diretor António Cavaco


10 Oleiros Magazine

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

11.º C do Curso Prof. de Recursos Florestais e Ambientais

Curso Profissional no terreno com a Proteção Civil de Oleiros No dia 2 de maio, os alunos do 11.º C do Curso Profissional de Recurssos Florestais e Ambientais voltaram a atuar no terreno, desta vez no Orvalho, no âmbito de uma formação de controlo de plantas invasoras lenhosas, em especial a Acácia. No início da manhã, os alunos seguiram para a junta de Freguesia do Orvalho, onde foi realizada uma palestra para informar melhor os alunos e alguns funcionários da Câmara e da APFAM sobre as espécies invasoras e quais as formas mais adequadas para que estas sejam controladas ou eliminadas. A formação foi ministrada pelas engenheiras Hélia e Elisabete, da Universidade de Coimbra e da Escola Superior Agrária de Coimbra. Durante a tarde, os alunos colocaram em prática aquilo que lhes foi apresentado durante a manhã, controlando uma das espécies conhecidas devido à sua propagação e

infestação, nomeadamente as Acácias, mais conhecidas por Mimosas. Nesta atividade os alunos colocaram em prática o descasque, uma das técnicas mais usuais para controlar esta espécie, que consiste em secar a Ácacia e evitar que esta se propague. Uma das grandes vantagens deste método é o facto de ser amigo do ambiente, uma vez que

não utiliza nenhum produto Fitofármaco. Durante esta formação, os alunos foram acompanhados pelo professor Abílio Fidalgo, por alguns membros da Câmara Municipal de Oleiros e também por alguns membros da Proteção Civil. Susana Henriques, 11.º C

agosto 2017

BREVES Alunos do Curso Profissional

Realizam trabalho de campo com GPS No dia 31 de março, a turma do 11.º C, do Curso Profissional de Recursos Florestais e Ambientais, realizou uma atividade com GPS ao longo do percurso da ribeira do concelho. Durante o percurso, os alunos marcaram pontos referenciais no GPS, no qual também preencheram uma base de dados para que, ao clicar no ponto, se soubesse qual o tipo de meio de transporte mais indicado a usar e se esse ponto era de fácil ou difícil acesso. Estes pontos referenciais serão colocados em placas com diversos números distintos para, em casos

de emergência ou desorientação das pessoas, estas não só referirem GR38, mas também o número da placa e poderem ser localizadas mais facilmente pelos bombeiros. Esta atividade realizou-se para que os alunos adquirissem mais conhecimentos e conseguissem efetuar trabalhos de campo com o GPS. Durante esta operação, os alunos foram acompanhados pela professora Laurinda Cabeças, pelo engenheiro Luís Mendes e por Luís Antunes, da Proteção Civil, que explicaram e orientaram os alunos no trabalho com o GPS.

Eco-Notícias

Global Action Day Os Global Action Days ou Community Action Days visam dar visibilidade ao trabalho desenvolvido pelas Eco-Escolas em todo o mundo, motivando para que durante as semanas de 5 a 15 de novembro e 20 a 30 de abril, comuniquem e divulguem algumas das muitas ações que realizam em prol do ambiente. A divulgação das ações realizadas ou a realizar nesta semana serão divulgadas na página internacional dos Global Action Days. No início do 3.º período, como forma de comemorar também o Dia da Terra (22 de abril), o programa Eco-Escolas e o Gabinete de Am-

biente da Câmara Municipal de Oleiros realizaram um Global Action Day que consistiu em diversas palestras, englobando três dos temas que foram trabalhados este ano letivo: resíduos, água e energia. Estas palestras, também abertas à comunidade, pois decorreram na Casa da Cultura, visaram sensibilizar os alunos e estimulá-los para melhorarem o seu desempenho ambiental e provocar alterações de comportamentos. O cartaz da atividade pode ser consultado em: https://globalactiondays.abae.pt/project/19-deabril-global-action-days Anabela Dias

Alunos do Curso Profissional

Demonstram capacidades na limpeza dos pontos de água No dia 29 de março, os alunos do 11.º C, do Curso Profissional de Recursos Florestais e Ambientais, realizaram de operação limpeza dos pontos de água situados no Roqueiro e junto à Zona Industrial do Açúde Pinto. Nesta operação, os alunos tiveram a oportunidade de demonstrar

as suas capacidades e de aplicar os seus conhecimentos de maneira autónoma com motosserras e motorroçadoras. Foram acompanhados por alguns membros da Proteção Civil que permaneceram no local e ajudaram sempre que possível. As normas de segurança foram sempre lembradas

e os devidos EPI (Equipamentos de Proteção Individual) para cada tipo de atividade. No final, ainda tiveram a oportunidade de realizar uma caminhada desde a Praia Fluvial até ao Hotel “Santa Margarida” ao longo da ribeira, com o intuito de proceder à limpeza do percurso pedestre.

concurso nacional

Construção do Eco-Código O Concurso Nacional Eco-Código, que se realiza todos os anos, pretende estimular a participação e a criatividade dos jovens envolvidos no Programa Eco-Escolas através da produção de um trabalho de comunicação: o poster. O Eco-Código deverá expressar uma declaração de objetivos, traduzidos por ações concretas, que todos

os membros da comunidade deverão seguir, constituindo assim o código de conduta ambiental da escola. Todas as escolas candidatas à Bandeira Verde devem ter o seu Eco-Código e a nossa escola realizou, pela primeira vez, o seu Eco-Código que será posteriormente colocado no site do Agrupamento. Clube Eco-Escolas

Junta de Freguesia de Isna

Venha conhecer a nossa Freguesia


agosto 2017

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

BREVES

Concurso Artistas Digitais

pré-escolar

“Se acontecer, saberei o que fazer…”

Visita à casa “Refúgios do Pinhal”

Registo de visita de estudo à casa de turismo rural “Refúgios do Pinhal” Vimos o moinho de água a funcionar.

O Centro de Competência “Entre Mar e Serra” promove, desde o ano letivo 2000/2001, a iniciativa “Artistas Digitais”, para alunos desde a Educação Pré-escolar até ao 2.º Ciclo do Ensino Básico, promovendo o uso criativo da tecnologia como pretexto para abordar a temática dos Valores em contexto escolar. O Município de Oleiros, em parceria com o Centro de Competência “Entre Mar e Serra” (CCEMS), promoveu o Concurso “Artistas Digitais” que pretendeu incentivar a criatividade das crianças a frequentar esses níveis de ensino. Pretendia-se que as crianças realizassem trabalhos de desenho e de texto com recurso à utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação, a partir da temática “Riscos e Proteção Civil - Se acontecer, saberei o que fazer”. As crianças refletiram sobre os comportamentos de segurança e de prevenção e sobre o que fazer em situações de risco. O Município de Oleiros atribuiu prémios aos três trabalhos com maior classificação e um prémio à Escola do aluno vencedor. Em 1.º lugar ficou Pedro Alexandre Raimundo Espi-

Oleiros Magazine 11

nho da turma do 4.º ano da EB1 de Oleiros que recebeu um Tablet e a sua escola, a sala do 4.º ano da EB1 de Oleiros ganhou um computador portátil. O 2.º lugar foi entregue a Guilherme Lages Milheiro, também do 4.º ano, que ganhou um Tablet. Em 3.º lugar tivemos a Ana Rita Mendes Alves do Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Oleiros que recebeu como prémio uma Mesa Digitalizadora. Este concurso inseriu-se nas Comemorações do Mês da Proteção Civil a nível concelhio, sendo que os trabalhos dos alunos oleirenses ficarão ainda habilitados aos prémios do Concurso promovido pelo CCEMS a nível nacional.

oleiros

AEPAA nas Marchas Populares As ovelhas a pastar

E os lindos espaços envolventes

pré-escolar

Atividades com as crianças do 1º ano do 1º Ciclo

Eles vieram à nossa escola

A Professora leu-nos uma história

E nós lemos outra, a história de Carocinha de Luísa Ducla Soares, que decoramos com muito trabalho e empenho.

No dia 24 de junho, pelas 21h30, realizou-se mais uma edição das Marchas Populares junto à Câmara Municipal de Oleiros, com a participação de 6 grupos de marchas. O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade participou mais uma vez nas Marchas Populares de Oleiros, apresentando uma marcha com um tema pouco habitual… Comemoram-se 20 anos dos livros de Harry Potter no dia 26 de junho e o agrupamento não quis deixar de assinalar a data. A marcha intitulava-se Marcha do Harry Potter e foi interpretada pela Rita Lourenço. Os arcos e adereços foram aproveitados da decoração da Noite dos Livros do Harry Potter que se realizou no dia 2 de fevereiro em todo o mundo e em que o Agrupamento obteve o 1.º prémio em relação à decoração do espaço a nível nacional. O tema musical foi o já bem conhecido “Cheira bem, cheira a Lisboa” com letra da professora Emília Lages e dos alunos do Clube de Marchas Populares. Com um total de 40 participantes de vários

níveis de ensino, desde o 4.º ano até ao 11.º ano, tornou-se um pouco difícil juntar todos os elementos para ensaiar a coreografia também da responsabilidade da professora Emília Lages. Muitos contribuíram para a concretização desta atividade, começando pelos próprios alunos e alguns professores, nomeadamente prof.ª Ana Margarida Pires, prof. Alexandre Milheiro, prof.ª Anabela Dias, prof.ª Virgínia Pires e prof.ª Nelma. Todos participaram de forma animada e foram muito aplaudidos pelo público que considerou a marcha do AEPAA original. A responsável pelo Clube de Marchas Emília Lages


12 Oleiros Magazine

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

8 e 11 de maio

11.ª Edição da Semana da Leitura e Feira do Livro 2017 A 11.ª edição da Semana da Leitura, cujo tema estava relacionado com o prazer de ler, realizou-se entre os dias 8 e 11 de maio. Entre as várias atividades, destaca-se a Feira do Livro do AEPAA que teve, mais uma vez, a colaboração da Câmara Municipal de Oleiros e que este ano se realizou na sala de alunos da escola sede do agrupamento. Com uma variedade de livros mais direcionada para os mais novos (1.º e 2.º ciclos), o espaço da Feira incluiu atividades da Semana da leitura como a Hora do Conto (“A menina que detestava livros”), documentários sobre a importância da leitura e o visionamento de filmes de animação como “Os fantásticos livros voadores do sr. Lessmore”. A Semana da Leitura incluiu ainda a Flash Mob “Ler a dançar”, uma feira de troca de livros usados e uma caça aos livros na BE para as turmas do 2.º ciclo. Para espanto de muitos, os alunos do Jardim de Infância de Oleiros brindaram os alunos mais velhos presentes no espaço da Feira do Livro com a leitura conjunta de um conto. Foi muito interessante! A atividade terminou com o já habitual Sarau Cultural, no dia 11, pelas 20h30, em que participaram os vários níveis de ensino com leitura de poemas, apresentações dos alunos de música, teatro, dança e canções. A prof.ª bibliotecária Emília Lages

agosto 2017

BREVES

fábrica de ciência viva e lancha “praia da costa nova”

Visita de estudo a Aveiro No dia 31 de março, realizou-se a visita de estudo dos alunos do 2.º ciclo à Fábrica Centro da Ciência Viva de Aveiro, situada junto à Universidade desta cidade. Foram acompanhados pelos docentes Alexandre Milheiro, Anabela Dias, Isabel Gonçalves e Ana Fernandes. Quanto às atividades realizadas neste espaço, destacamos a oficina dos robôs com a construção, programação e montagem de robôs em lego, e o laboratório da fábrica onde fomos convidados a extrair o ADN do tomate e do Kiwi. De seguida, almoçámos na lancha “Praia da Costa Nova” que nos levou durante 2 horas a passear pelos canais da ria de Aveiro. A lamentar

o facto do Navio Museu St.º André se encontrar em manutenção, não podendo ser visitado. No entanto, tivemos oportunidade de o ver a ser rebocado pelas lanchas dos pilotos da barra e reposicionado. Os alunos puderam ainda realizar escalada com os militares e observar os cães que os acompanhavam, apesar de não estar previsto, já que se comemorava o Dia da Unidade de Infantaria 10 de São Jacinto. Em termos gerais, foi uma atividade positiva e inesquecível sendo para alguns um batismo de navegação. Os alunos do 6.ºA

visita de estudo

A ida ao jardim zoológico Na sexta-feira, dia 26 de maio, fizemos uma visita de estudo ao Jardim Zooloógico de Lisboa. Nós tivemos que acordar muito cedo para chegarmos a tempo. Mas, os autocarros atrasaram-se e perdemos a visita guiada. A viagem correu bem, mas com muito barulho. No Zoo vimos muitos animais e o espetáculo do Bosque Encantado e o dos golfinhos e leões marinhos. Havia macacos, girafas, zebras, elefefantes, rinocerontes, camelos, ur-

sos, leões e muitos outros. Também vimos papagaios, araras, corujas, mochos e uma avestruz. No reptilário havia cobras, jibóias, piranhas, iguanas, tartarugas e lagartos. O que mais gostámos de ver foi o espetáculo dos golfinhos e leões marinhos. A viagem foi interessante e divertida porque vimos animais que nunca tínhamos visto e brincámos muito. Texto coletivo 2.º ano

Turma B do 11.ºAno

Visita à cidade do Porto Nos passados dias 4 e 5 de maio, os alunos do 11.º ano da turma de ciências socioeconómicas acompanhados pelo professor Anselmo Gonçalves, da disciplina de Geografia, e pela professora Paula Tavares, da disciplina de inglês, realizaram uma visita de estudo à cidade do Porto. Depois de uma saída por volta das 7h da manhã, os alunos chegaram a Gaia por volta das 10h onde começaram por visitar as caves da Graham’s, uma das marcas mais conceituadas de vinho do Porto. Nestas caves, puderam conhecer um pouco mais da família Syminghton, atual proprietária e principal responsável pelo sucesso da marca, e ainda ver o processo de envelhecimento de alguns vinhos, assim como a sua história. Depois da visita às caves, o almoço realizouse perto do Castelo em Queijo, em Matosinhos, onde os alunos puderam desfrutar do almoço com vista para o mar e com um estado do tempo muito agradável. A última visita do dia estava guardada para a fábrica de conservas Ramirez, a empresa de conservas mais antiga do Mundo, com cerca de 164 anos, situada agora em Matosinhos. Depois

de um breve vídeo onde puderam conhecer as inovações da fábrica tanto a nível do processo produtivo como a nível de infraestruturas, os alunos deslocaram-se pra uma zona onde presenciaram a produção de todas as conservas. Por volta das 17h, o grupo de alunos chegou à pousada da juventude do Porto, conheceram o espaço e instalaram-se. Pelas 18h30, os alunos dirigiram-se para o Norte Shopping, através da rede de autocarros implementada na cidade, onde iria decorrer o jantar. Foi uma viagem tranquila e confortável. Depois de uma bela francesinha, os alunos voltaram para a pousada para o merecido descanso! No último dia da viagem, os alunos tomaram o pequeno-almoço na pousada e visitaram o aeroporto Francisco Sá Carneiro, onde entraram por volta das 10h. Aqui, conseguiram ter uma perceção do dia-a-dia do aeroporto, desde o check-in, do arrumo das bagagens e até mesmo das partidas e das chegadas. Depois do aeroporto, e com a visita terminada, o almoço realizou-se durante a viagem de regresso, com uma paragem no Fórum Coimbra. Os alunos do 11.º B


agosto 2017

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

EB1 de Oleiros

Escola assinala

Dia Internacional do livro infantil No dia 2 de abril, comemorou-se o Dia Internacional do Livro Infantil e este ano cumprem-se 50 anos da celebração do Dia Internacional do Livro Infantil, uma iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens para a promoção do livro e da leitura, que coincide com o dia de aniversário do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen. A Biblioteca Escolar convidou alguns dos alunos mais novos do agrupamento para o comemorar o dia. Os alunos do Jardim de Infância de Oleiros ouviram a história “A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas”, cantaram a canção sobre a história e jogaram jogos on line sobre a mesma. Nos dias seguintes, realizaram alguns trabalhos sobre a histó-

Oleiros Magazine 13

ria que foram expostos na escola sede. Também os alunos do 4.º ano estiveram presentes para ouvir o conto “Os Sapatinhos Vermelhos” de Hans Christian Andersen e participar numa sessão de kahoot sobre o conto. Mais uma vez, a atividade esteve ligada via Skype para França. Todos os anos há uma mensagem associada a este dia, assinada por escritores diferentes e a deste ano é do russo Sergey Makhotin sobre a importância de crescer com a leitura e com o objeto livro. “A leitura não serve apenas para desenvolver sentimentos e personalidades, ela é, acima de tudo, um prazer”, afirma o escritor russo. A prof.ª bibliotecária Emília Lages

Ser criança, segundo os alunos do 4º ano - Uma alegria inesquecível. (Afonso Alves) - É brincar e ao mesmo tempo aprender. (Guilherme Batista) - É a melhor coisa que há no mundo. (Rodrigo Francisco) - É ver o perigo como uma fantasia. (Júlia Martins) - É divertirmo-nos até não podermos mais. (Eva Ventura) - É viver com muita amizade e carinho. (Afonso Pedroso) - É ter amigos para brincar. (Guilherme Milheiro) - É ser feliz, ter paz e muito amor. (Leonor Lourenço)

- É tudo o que se possa imaginar. (João Pedro Dias) - É divertirmo-nos com muita alegria. (Leandro Mateus) - É sorrir para a vida. (André Fernandes) - É ter esperança no amanhã. (Pedro Espinho) - É simplesmente ser feliz. (Duarte Almeida) - É receber carinho e dar alegria. (Mariana Matias) - É crescer feliz e poder brincar muito. (Margarida Farinha) - É receber e dar amor. (Beatriz Pinto) Texto coletivo – EB1 de Oleiros – Turma 4º ano

Mês da cereja pelos mais novos O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade promoveu a atividade Maio – Mês das cerejas, a qual resultou num conjunto de textos produzidos pelos alunos. Aqui fica um bom exemplo.

Esteja connosco na Feira do Pinhal Património

Gastronomia

Artesanato

Paisagem

Lazer


Oleiros

14 Oleiros Magazine

agosto 2017

Percurso pedestre

Trilhos do Cabrito para passear A Junta de Freguesia de Oleiros/Amieira tem já concluído o percurso pedestre “Pelos Trilhos do Cabrito”. O percurso circular, de pequena rota (PR), incentiva a descoberta da caprinicultura Oleirense, presente nas margens da Ribeira de Oleiros. Jorge Antunes, presidente da Freguesia Oleiros/Amieira, revela que o “percurso tem saída e chegada no Posto de Turismo de Oleiros e ficará, permanentemente, marcado em ambos os sentidos com sinalização pedestre. No interior da vila de Oleiros são desvendados a sede da Sociedade Filarmónica Oleirense, a belíssima Igreja da Misericórdia, edificada no séc. XVI e a

Igreja Matriz que constitui um tesouro artístico de interesse municipal. Após

estas passagens, o percurso segue para o Largo dos Viscondes e inicia a desci-

da para a margem direita da Ribeira de Oleiros”. Ao entrar na margem,

palmilham-se caminhos e trilhos, que levam à descoberta da nostálgica “Fonte dos Braços”, à observação do imponente Açude da Salina, do parque de merendas da Tapadona, da recuperação do “carreiro da escola” (entre a Tapadona e o Gozendo), da passagem do “miradouro do Gozendo” para observar a várzea da Ribeira de Oleiros e da paisagem serrana e recuperação da “vereda das cabras” (nas Tojeiras) que é um trilho a meio da encosta, que a população antigamente utilizava para pastorear a “cabrada” aquando “gaiatos”. Ao fim deste trilho, o percurso percorre caminhos florestais que atra-

vessam uma vasta área agrícola e florestal até à Ponte Grande, dando acesso à “Fonte das Freiras” e ao monumental “Freixo do Adro”. O percurso segue para a Praça da República, Jardim Municipal e termina no Posto de Turismo. MILRICO E se o percurso “Pelos Trilhos do Cabrito” já pode ser utilizado, a Freguesia de Oleiros/ Amieira está já a preparar o outro denominado “Rota do Callum”, que ligará as localidades de Oleiros e Milrico. O percurso será feito, segundo Jorge Antunes, junto às margens da ribeira e ficará pronto em setembro.

BREVES

Oleiros-Amieira

Freguesia leva seniores à cidade do Porto Com o intuito de promover a interação social, o convívio entre os utentes e o enriquecimento cultural, nos passados dias 1 e 8 de junho, a Junta de Freguesia de Oleiros/Amieira realizou, à imagem de anos anteriores, as suas viagens séniores. O local escolhido foi o Porto, cidade considerada o “Melhor Destino Europeu 2017”. Esta viagem contemplou, pela manhã, uma visita às Caves do Vinho do Porto e um passeio nos típicos Barcos Rabelos, onde os fregueses puderam ad-

mirar as 6 pontes sobre o Rio Douro e toda a zona ribeirinha do Porto e Vila Nova de Gaia. Logo após, veio o almoço, na Quinta da Boucinha. Depois da refeição e algum tempo de confraternização, seguiu-se com destino à Praia de Mira. Este momento foi caracterizado pela partilha de lanches e de boa disposição. Esta iniciativa acontece anualmente, sendo que, desta vez, envolveu cerca de 480 pessoas, em ambos os dias e contou com o apoio do projeto CLDS 3G “Novos Desafios”.

www.oleirosmagazine.com


Freguesias

agosto 2017

ESTREITO-VILAR BARROCO

Oleiros Magazine 15

Sarnadas de S. Simão

Freguesia protege habitats A Freguesia Estreito - Vilar Barroco tem um curso um projeto que pretende promover a proteção de habitats e a biodiversidade de galerias ripícolas. O projeto de valorização de dois troços da ribeira das Casas da Zebreira e um troço no ribeiro de Perbeques, surgiu da necessidade de introduzir novas lógicas de atuação ao nível do património natural existente, da preservação da biodiversidade e da gestão sustentável da água. Nessa perspetiva, foram delineadas várias ações com o objetivo de requalificar estes três troços ripícolas da união de freguesias devolvendo a toda a zona uma paisagem de reflorestamento e de reconversão das linhas de água, que antes estavam cobertas de mato. “Estamos a limpar e a fazer um aproveitamento das espécies autóctones nas galerias ripícolas, para permitir a melhoria da qualidade ambiental ao longo dessas linhas de água criando um bosque espontâneo, típico e com água”, avança Filipe Bártolo, presidente da Junta de Freguesia. No âmbito da aprovação das candidaturas ao PDR2020, a Freguesia de Estreito - Vilar Barroco está empenhada em melhorar assim a qualidade ambiental nas zonas ribeirinhas.

12 de agosto

Sarnadas de S. Simão fazem convívio Vai realizar-se um convívio na freguesia de Sarnadas de São Simão, a 12 de agosto, com o objetivo de criar e dinamizar entre os residentes, e não só, momentos de alegria e bem-estar. O programa começa pelas 10h30, com uma missa na Igreja Matriz para todos os familiares dos presentes já falecidos. Seguese, pelas 13h00, o almoço servido no pavilhão local. Às 15h00 há cantigas do nosso tempo e atua o artista Manuel

Emídio, que animará o convívio com a sua boa música. Jogo da malha e baile à moda antiga são outras propostas da tarde, para todas as idades. Às 16h00 realiza-se o churrasco ajantarado, sempre com muita animação. O convívio tem o apoio da Freguesia de Sarnadas de S. Simão. Inscrições através dos telefones 272 105 344, 934 516 377 ou 934 381 580.

Sobral

ESTREITO-VILAR BARROCO

Rede melhorada A Freguesia de Estreito - Vilar Barroco será alvo de uma intervenção na rede de saneamento e águas residuais, informou aquela autarquia em nota de imprensa enviada ao nosso jornal. Os trabalhos incluem a construção da rede de drenagem de

águas residuais domésticas nas localidades de Ameixoeira/Retaxo e Roqueiro e da respetiva ETAR na localidade de Roqueiro. Será também realizada a ampliação da rede de esgotos, nomeadamente na localidade de Rebisca. Estas obras surgem na sequên-

cia da aprovação de candidaturas submetidas pelo Município de Oleiros, cofinanciadas pelo POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos), Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão.

Sobral

Calçadas e limpezas estão terminadas A freguesia do Sobral tem novas calçadas em várias das suas povoações. A obra, que decorreu nos últimos meses, já se encontra concluída. Além disso, no Sobral proce-

Nino de Palma PARAPSICÓLOGO

deu-se também à limpeza de áreas florestais. As intervenções foram realizadas pela Junta de Freguesia do Sobral com o apoio da Câmara de Oleiros.

Freguesia de Mosteiro

Medium

Depressão, ansiedade, auto-estima, fobias, enxaquecas, perturbações, problemas pessoais Hipnose, Bioenergia, Magnetismo, Imposição de mãos

Facebook: Nino de Palma

Contacto: 924 123 421

A Junta de Mosteiro associa-se a todos os visitantes da Feira do Pinhal e convida-os a visitar a Freguesia


Cultura

16 Oleiros Magazine

agosto 2017

Festival juntou bandas

Oleiros a rockar A 3ª edição do Oleiros Rock Tour superou as expetativas e reuniu milhares de pessoas, nos passados dias 7 e 8 de julho. A iniciativa contou com a presença de quatro bandas, que atuaram em dois palcos, em locais distintos da vila. A rotatividade entre os palcos posicionados em praças diferentes do centro da Vila conferem uma dinâmica diferente de tudo o que se faz na zona. Este ano, a carrinha pão-de-forma transportou os Dj’s Raquel Martins e Bruno Freitas que animaram a transição entre palcos pelas ruas decoradas a rigor. Também o bar itinerante não deixou ninguém apeado e circulou pelas ruas ao som da música. Os Pearl Jam marcaram presença em Oleiros, ou assim parecia pela prestação dos Pearl Band. O evento contou ainda com a atuação dos

música

Fado nas freguesias grupos Mr. Jones Acoustic, Os Rock N’ Stock, Oitentamente e The Rockets. O Oleiros Rock Tour

foi organizado pelo Município de Oleiros em parceria com a conhecida Rádio de Rock: SuperFM.

Feira internacional de artesanato

Concelho mostra-se na FIL O concelho de Oleiros marcou presença na Feira Internacional do Artesanato, de 24 de junho a 2 de julho, no Parque das Nações, em Lisboa. A presença pretendeu promover o artesanato de Oleiros com a presença nesta edição de três artesãos locais. Procurando

mostrar a diversidade do artesanato local, nesta edição estiveram presentes produtos diferentes dos que foram expostos em 2016. No stand do Município de Oleiros foi possível ver trabalhos de linho, madeira torneada e ainda trabalhos elaborados em ferro.

A Câmara de Oleiros está a animar as noites de Verão com mais uma edição do evento Fados no Largo. Em nota de imprensa, a autarquia fala em 10 concertos, que decorrem sempre às 21 horas. A digressão já passou pela Isna, Oleiros, Estreito e Sarnadas de S. Simão. O Adro da Igreja da Madeirã recebe o espetáculo a 17 de agosto. O mesmo sucede,

a 19 de agosto, mas em Cambas a 19 de agosto, Sobral a 20 de agosto, no Orvalho a 23 de agosto, em Álvaro a 25 de agosto e no Mosteiro a 31 de agosto. Pelo sucesso que foi a edição anterior, este ano a fadista Ana Paula Martins passará por todas as freguesias acompanhada de diferentes músicos de Guitarra Portuguesa, Viola de Fado e inclusive outros fadistas.

Estreito- Vilar Barroco

Peregrinação a Fátima Inseridas na Comemoração do Centenário das Aparições, realizaram-se duas peregrinações ao Santuário de Fátima promovidas pela Junta de Freguesia e Paróquia de

Estreito. As iniciativas ocorreram nos meses de abril e maio e levaram muitos fiéis ao Santuário de Fátima. Os fiéis foram acompanhados pelo Pároco, Padre António Neto.

opinião CróNICA

O sol quando se põe é para todos À partida, todos deveremos ter as mesmas oportunidades para alcançar o sucesso. O sol quando se põe, ou quando nasce, fá-lo para todos do mesmo modo. Independentemente da raça, género, religião, valor de IMI que pagamos, ou qualquer outra condição, a Natureza encarrega-se diariamente de nos proporcionar este espetáculo, ao qual qualquer um poderá assistir ou sentir, com maior ou menor frequência. Vivamos no Litoral ou no chamado Interior (para alguns, porque isto é tudo muito subjetivo), o que importa é tirar partido dos recursos de que dispomos. Para todos os Portugueses, “para trás do sol-posto” fica o Atlântico, ou os Estados Unidos da América. Para os Oleirenses, fica a Sertã ou Lisboa. Estando o sol a nascente ou poente, atrás ou à frente, em Castelo Branco ou na Figueira da Foz, em Paris ou em Nova Iorque, a posição relativa de quem o vê é mesmo isso, muito relativa. Nesta questão, se há uma coisa absoluta, é o efeito causal da nossa atitude sobre o local onde habitualmente assistimos ao nascer ou ao pôr-do-sol, assim como a nossa influência no meio onde nos inserimos. Do mesmo modo, para além da nossa liberdade e da igualdade de oportunidades que possamos ter, se não soubermos aproveitar os recursos disponíveis de uma forma responsável, sustentável e eficaz, poderemos estar a inviabilizar e a comprometer o futuro ou o sucesso das nossas ações. Está visto que a Este ou a Oeste é possível empreender, gerar riqueza, criar oportunidades e acrescentar valor aos territórios. Em

cada local existe um manancial de recursos que podem ser explorados, basta saber-ver e saber-fazer. Mas permitam-me que realce aqui o saber-ver, fundamental nos dias de hoje. E temos alguns exemplos bem-sucedidos disso... Potencialmente, cada um pode alcançar “o seu lugar ao sol” e merece-o, se tiver tido a audácia e o empenho para tal. E não nos esqueçamos que de um pôr-do-sol (ou de um sunset, se quisermos um termo mais em voga) se pode tirar muito proveito. Todos têm à sua frente os recursos que, aplicados de forma eficaz, se poderão traduzir em mais-valias. De frente ou de costas, o sol quando nasce, nasce para todos. Inês Martins (Engenheira Agrónoma)


Desporto

agosto 2017

Oleiros Magazine 17

Campeonato Nacional de Futebol

Oleiros fez história e prepara nova época Percurso pedestre

Georota no Orvalho A Junta de Freguesia de Orvalho realizou, no dia 27 de maio, a 12ª edição da Georota do Orvalho. O evento foi composto por duas partes: o Passeio Pedestre e a Ceia Medieval. O Passeio Pedestre contabilizou um total de 8.9 Km, com uma

duração aproximada de 3h30 e um desnível acumulado de 906 metros (subida). O itinerário deste percurso contemplou a passagem por geomonumentos classificados pela UNESCO integrados no Geopark Naturtejo da Meseta Meridional.

A Associação Recreativa e Cultural de Oleiros conseguiu um feito histórico ao conquistar a manutenção no Campeonato Portugal Prio, em futebol. A equipa do Pinhal recebeu e venceu o Vilafranquense, por 2-1, no último jogo da prova. O encontro foi de emoções e foi o último para o treinador Paulo Machado e para o capitão David Facucho. Conquistada a manutenção, a equipa de Oleiros olha já para o novo campeonato que se inicia em agosto. Com um novo treinador ao leme da equipa (Natanael Costa) e com o histórico capitão David Facucho a assumnir as funções de adjunto, a formação do Pinhal está a tentar constituir um plantel competitivo que garante a manutenção. Para já estão garantidos os se-

Depois da festa, o Oleiros prepara nova época

guintes jogadores: Luís Pedro, como guarda-redes; Bruno Cardoso, Tiago Gomes e Telmo (ex_Sertanense), como defesas; Leandro e Marco Farinha, como médios; João Silva (ex-

Naval), Jackson, Santolini (ex-Casa do Benfica em Oleiros), Diego e Ivan Fidalgo (ex-Mafra). O primeiro jogo do campeonato será, fora de portas, com o Gafanha.

Campeonato de Portugal Prio

Oleiros Night run

100 atletas a participar A segunda edição do Oleiros Night Run realizou-se no sábado, dia 3 de julho, e contou com a participação de cerca de 100 pessoas entre as modalidades de corrida e de caminhada. Devido ao sucesso da estreia deste evento em 2016, o modelo manteve-se com a junção destas duas modalidades num

registo noturno ao contrário dos habituais passeios pedestres. O vencedor da prova foi Ricardo Guilherme António com o tempo de 00:40:17, seguindo-se de José António Garcia em segundo lugar com 00:44:22, e Bruno Miguel Nunes em terceiro com 00:44:43.

Estreito inicia preparação com vista à manutenção A formação do Águias do Moradal, depois de ter subido ao campeonato de Portugal Prio, está já a preparar a época, com treinos diários e com vários jogos de preparação pelo meio. Francisco Pires, o treinador da equipa, tem já um plantel às suas ordens de 19 jogadores. Aqui ficam os nomes já garantidos pelo clube

do Estreito: Quim Marques, João Salvado, Paulo Freitas e Bruno Taborda (transitam da época passada), Pedro Garcia (ex-Sacavenense) e Gonçalo Nunes (ex-Politécnico), guarda-redes; Diogo Gaspar (ex-Sp. Covilhã), Diogo Tereso (ex-Politécnico), Elton Tavares (ex-Gafetense) e João Lourenço (ex-Alcains), defesas; Ricardo Bouças (ex-Sp. Covilhã),

Guilherme Jorge (ex-Politécnico), Filipe Fernandes (ex-BC Branco), João Barros (ex-Reguengos), médios; Henrique (ex-Pontassolense), Gil Eanes (ex-Sp. Pombal), Jessi Tati (ex-Prainha) e Weiser (ex-BC Branco), avançados. O primeiro jogo do campeonato decorre a 20 de Agosto, no Campo do Ventoso, com o Nogueirense.

todo-o-terreno

Baja pelos trilhos do pinhal Piscina Municipal

Futevólei tem vencedores A Piscina Municipal de Oleiros promoveu mais um Torneio de Futevólei que se realizou no passado dia 21 de julho. Este ano o Torneio contou com quatro equipas de dois participantes cada, tendo sido vencedores Alexandre Luís e João Lourenço.

A Piscina Exterior e a zona envolvente é dinamizada todos os anos, nos meses de julho, agosto e setembro com aulas de Hidroginástica, Corridas Matinais, Torneio de vólei e Futevólei entre outras atividades.

A Baja TT do Pinhal recebeu cerca de centena e meia de equipas. Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã acolheram a fina flor do TT nacional em automóveis, motos, quads e SSV. Durante dois dias, as pistas definidas pela Escuderia Castelo Branco para mais esta ronda dos respectivos campeonatos foram o palco de discussões emotivas. Nuno Almeida Santos, diretor da prova, considera que “a Baja TT do Pinhal e a Escuderia Castelo Branco voltaram a merecer a confiança dos principais pilotos e equi-

Foto: ECB - Pedro Simões

pas que normalmente competem nos campeonatos nacionais. Para a edição deste ano, a organização op-

tou por manter a estrutura e optimizar alguns aspectos em relação à prova da última época”.


Desporto

18 Oleiros Magazine

Futsal

agosto 2017

breves

Casa do Benfica é campeã mundial A Casa do Benfica em Oleiros sagrou-se, em julho, campeã no Mundial de Futsal das Casas do Benfica. Nesta que foi a quarta edição do evento e também a quarta participação desta associação oleirense, a equipa de federados masculinos que já se tinha estreado no primeiro ano como campeã mundial - repetiu o feito, informou a Câmara de Oleiros em comunicado. A Casa do Benfica em Oleiros arrecadou ainda prémios individuais para o melhor marcador (Diogo Mendes) e para o melhor guarda redes (André Farinha). A equipa dos Órgãos Sociais desta associação alcançou também um honroso 2º lugar e o prémio de melhor guarda redes (Carlos Lourenço). O Mundial de Futsal decorreu no Pavilhão n.º 2 da Luz e contou com 11 Casas distribuídas por

De outros tempos

Roqueiro fez passeio de motas três categorias: Órgãos Sociais com Braga, Caldas da Rainha, Leiria, Oleiros, S. Arroches, S. Brás Alportel, Seixal e Viseu; federados masculinos com Golegã, Oleiros, São Brás de Alportel, Seixal e Viseu e federados femininos com Aveiro, Leiria e Mortágua.

Na mesma nota, a autarquia de Oleiros adianta que “em simultâneo com este evento, decorreu ainda o Mundial de Sueca onde a Casa do Benfica em Oleiros também marcou presença. A 7.ª edição do Mundial de Sueca contou com 168 equipas, distribuídas por 84 mesas”.

A Associação do Roqueiro promoveu, no passado dia 16 de julho, o seu tradicional Passeio de Motorizadas Antigas. A iniciativa reuniu 180 pessoas numa jornada de convívio pelas estradas do concelho. Na Adega dos Apalaches, ainda no Roqueiro, realizou-se o primeiro ato gastronómico. Com estômago recomposto, a comitiva seguiu para o Miradouro do Mosqueiro onde o grupo GAIO, do Orvalho, recebeu os participantes com a animação

musical que retrata a região. A paragem seguinte foi no Vilar Barroco na Associação OS CUCOS onde as máquinas descansaram antes de passar para o outro lado da Serra do Muradal, na direcção de Sarnadas de S. Simão. Foi aqui que os participantes tiveram a oportunidade de visitar a Adega de João Farinha. O Passeio terminou na Sede da Associação com o almoço e convívio entre todos os participantes.

Achigã Challenge

Álvaro recebeu prova europeia A albufeira de Álvaro acolheu a segunda maior prova da Europa de pesca embarcada ao achigã. A iniciativa juntou 78 equipas e o Achigã Challenge 2017 – 1º Circuito de Pesca Aldeias do Xisto, organizada pela Associação Recreativa e Cultural de Oleiros, ganhou este ano uma projeção internacional aliando esta prova ao Circuito “Achigã Challenge” das Aldeias do Xisto. Para Rui Simão, coordenador da ADXTUR- Agência para Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, “a adesão ao Circuito comprova a excelência do nosso território para esta modalidade e a capacidade dos agentes locais na organização de provas desportivas de alcance internacional, mas também a afirmação do produto estratégico ‘Água’ no portefólio de oferta da marca Aldeias do Xisto, juntamente com as Praias Fluviais e a

Portugal Lés-a-lés

1800 motociclistas passaram em Oleiros GRZ- Grande Rota do Zêzere”. Para Nuno Mateus, da ARCO, “este foi o 7º Encontro de Pesca Embarcada ao Achigã organizado pela ARCO, e transformá-lo num circuito com alguma dimensão era um sonho que acalentávamos há já algum tempo. Tivemos 78 barcos na água na etapa de Oleiros, o que ultrapassa todas as nossas expectativas”. De referir que até outubro, as

águas das albufeiras das barragens do Cabril e de Castelo de Bode vão receber alguns dos melhores praticantes da pesca embarcada ao Achigã. O Achigã Challenge 2017 - 1º Circuito de Pesca Aldeias do Xisto, divide-se em seis etapas e é uma competição sem morte. Na totalidade do Circuito estão já inscritas 42 equipas, o que o torna o maior de Portugal.

Cerca de 1800 motociclistas passaram, no passado mês de junho, por Oleiros, na 19ª edição do Portugal de Lés a Lés. Este é o maior evento moto turístico do país e os participantes fizeram uma paragem no Camping Oleiros para degustação de produtos oferecidos pelo Município. O Lés a Lés agrupa uma série de três eventos, de cariz moto turístico, com a chancela da Federação de Motociclismo de Portugal. Cada um

dos eventos é dedicado a um tipo de motociclo ou de percurso específico, como por exemplo o tradicional Portugal de Lés a Lés, pelas estradas mais pitorescas do nosso país; o Lés a Lés off-road dedicado aos motociclos de tipologia trail e maxi-trail; e o Lés a Lés Quad/UTV para veículos de 4 rodas. Em qualquer deles o objetivo é cruzar Portugal de extremo a extremo contemplando paisagens e lugares de enorme esplendor.

No Estreito


agosto 2017

Publicidade

Oleiros Magazine 19


20 Oleiros Magazine

Oleiros Magazine Publicação periódica nº 123920

Publicidade

agosto 2017

Diretora: Daniela Silva • Edição e Propriedade: RVJ - Editores, Lda. Empresa Jornalística nº 221610 Gerência: Vitor Tomé, João Carrega e Rui Rodrigues (accionistas com mais de 10 por cento do capital social) Redacção, Serviços Administrativos e Comerciais: Av. do Brasil, 4 R/C • 6000-909 Castelo Branco • Telefone/Fax 272324645 • oleirosmagazine@rvj.pt • www.oleirosmagazine.com • Impressão: Gráfica Almondina - Rua da Gráfica Almondina, Zona Industrial, 2350-909 Torres Novas • Trimestral • 4000 exemplares de tiragem • Estatuto Editorial: www.oleirosmagazine.com

Oleiros Magazine Agosto 2017  
Oleiros Magazine Agosto 2017  

Jornal do Concelho de Oleiros

Advertisement