Page 1

Página 1

Edição 772 - 14/03/2015

Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 14/03/2015 -

Acusado de matar jovem a facada é condenado á 24 anos de reclusão

Ano 16 - N.° 772 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes

Cajuru participará do “Circuito SESC de Artes 2015”


Página 2

Edição 772 - 14/03/2015


Página 3

Edição 772 - 14/03/2015

CIDADE ACONTECE CID ADE

Cajuru terá Coleta de Lixo Eletrônico no dia 28 de março A Prefeitura Municipal de Cajuru e o grupo da Cruzada Ambiental promoverão no dia 28 de março (sábado), a partir das 8h30min, a coleta de Lixo Eletrônico. O local escolhido é a Praça Central, em frente à Prefeitura de Cajuru e serão recolhidos aparelhos eletroeletrônicos. A ação será em parceira com a Led Reciclagem Tecnológica, empresa especializada em coleta e destinação correta desse material.

Taça EPTV de Futsal 2015 A equipe de Futsal de Cajuru, participando da 31ª Taça EPTV de Futsal, participando da primeira rodada, joga no dia 23 de março (segunda-feira) na cidade de

Santa Rosa de Viterbo, contra a cidade de Altinópolis. No dia 26 de março (quintafeira) Cajuru joga em casa contra a cidade de Cravinhos. Vale lembrar que são

chaves de 3 cidades e somente uma se classifica. Convidamos a população para prestigiarem o o jogo que será realizado em casa.

Secretaria de Esportes Informa O Departamento de Esportes informa a toda população que já estão abertas as inscrições paras as seguintes modalidades: BASQUETE/VOLEIBOL (masculino e feminino) E FUTSAL FEMINIMO - de 08 à 14 anos. - Segunda-feira - a partir das 13:00 horas - Quarta-feira - a partir das 13:00 horas FUTEBOLDECAMPO - Sub 11 - terça, quarta e quinta-feira às 14:00 horas - Sub 13 - terça e sexta-feira, às 8:00 horas e às 15:30 horas - Sub 15 - terça e sexta-feira, às 9:30 horas - Sub 15 - quarta e sexta-feira, às 15:30 horas - Sub 17 - terça e quinta-feira, às 16:30 horas VOLEIADAPTADO (3ª IDADE) - segunda e quarta-feira, às 7:00 horas VOLEIADULTO(LIVRE) - segunda e quarta-feira, às 19:00 horas Todas essas modalidades se iniciam a partir de segunda-feira (09 de março). As inscrições podem ser feitas no Ginásio de Esportes e Campo de Futebol. Participe, esporte é saúde, esporte é integração.


Página 4

Edição 772 - 14/03/2015

ESPORTE

2ª Etapa do maior campeonato por Etapas do país será na estrada vicinal que liga Cajuru a Santa Rosa de Viterbo 2ª Etapa do maior campeonato por Etapas do país será na estrada vicinal que liga Cajuru a Santa Rosa de Viterbo, que a cada ano vem ganhando a atenção de todos os ciclistas brasileiros. A cidade de Cajuru será sede da 2ª Etapa da Copa São Paulo de Ciclismo 2015, evento que integra as comemorações do mês da mulher na cidade. A prova será realizada no dia 15 de março, a partir das 9:00hs,por motivo de logística neste ano toda concentração da prova será feita em frente a academia Vila Atlética ,a largada oficial totaliza o máximo de 4 voltas (21,5 km por volta, contando ida e volta) até o Rio Cubatão, percorrendo um total de 86 km. Na quinta-feira do dia 26 de fevereiro foi feita a visita e a supervisão do local através do comissário da Federação Paulista de Ciclismo, Wéder Teixeira, que é um dos diretores da Copa, que juntamente com o Secretario de Esportes Luciano e a Diretora de Esportes Renata Segantini, da Secretaria de Esportes , os detalhes da prova, em um evento que reunirá algumas das melhores equipes de ciclismo e seus atletas do Estado de SP e do triângulo mineiro (Uberaba, Uberlândia, Araguari, Monte Santo de Minas, Itamogi, São Sebastião do Paraiso, Passos, Guaxupé e outras), com a presença de atletas também da equipe Ciclo Race de Brasilia-DF, numa das provas de estrada mais técnica da temporada. Nos moldes de outras competições de estrada realizadas em outras localidades do Estado de São Paulo, a estrada vicinal que liga Cajuru a Santa Rosa de Viterbo sempre foi escolhida por possuir excelente pavimento, com to-

tal isolamento de trânsito e terreno misto com trechos de longa subida na volta para a cidade, o que testará além da força e resistência dos ciclistas, também a técnica e a habilidade. Serão 14 categorias oficiais em disputa, que vão desde a Infanto/Juvenil, para ciclistas entre 14 anos, até os Masters B, para ciclistas acima de 60 anos, cujo destaque fica para a categoria Mountain Bike Feminino, que, excepcionalmente foi inserida pelos diretores da Copa São Paulo de Ciclismo, pela grande adesão do público feminino da cidade de Cajuru, que na edição de 2014 foi de grande destaque. “Poucas são as cidades que possuem um número de adeptas tão expressivamente como a cidade de Cajuru e esta categoria não passou despercebida pelos Organizadores”, comenta o Diretor da prova Weder Teixeira, que também destaca o excelente trabalho e dedicação do Prefeito Luiz Estevão Pereira através do Secretario de Esportes Luciano e a Diretora Renata, que com muito carinho e dedicação proporcionará, pela 3ª vez, essa diversidade esportiva dentro do município: “São pessoas que vislumbram na diversidade esportiva a oportunidade de oferecer uma prática diferenciada a população, e justamente por isso toda a cidade vem realizando um excelente trabalho, que já é reconhecido inclusive por nós da CSPC/ Federação Paulista de Ciclismo. Temos certeza de que para esse ano a prova

será ainda mais prestigiada, pois cada ano a estrada vicinal que liga Cajuru a Santa Rosa vem ficando famosa entre os competidores, pois as competições em estradas são as mais aguardadas e a participação de atletas são maiores que em provas de circuito de rua”, ressalta Weder Teixeira. Para as categorias principais (Elite Masculino – 19 a 29 anos e a categoria Senior A – 30 a 39 anos) é esperada uma prova de elevado nível técnico, pois contará, entre outros nomes, com a presença de José Reginaldo Cardoso (Associação Riopretense de Ciclismo/ SMEL/ São José do Rio Preto-SP), tetracampeão da Copa São Paulo de Ciclismo, além da equipe Team Barra Bonita de Ciclismo, que é a maior equipe da Copa (26 integrantes) e a campeã do ranking 2014, destacando também a equipe do Centro de Excelência da cidade de Iracemápolis, que é a maior equipe de ciclismo de base do país, com atletas de 12 a 18 anos, além de equipes campeãs do ranking Brasileiro 2014, como a equipe São Francisco Saúde/ Biosev/ SME, de Ribeirão Preto-SP. A 2ª Etapa da Copa São Paulo de Ciclismo em Cajuru tem a realização e apoio da Prefeitura Municipal e Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo da cidade, a organização da Associação Nacional do Desporto Amador e de Rendimento (ANDAR) e supervisão da Federação Paulista de Ciclismo.

A secretaria de Esportes comunica que devido a logística , em conjunto com a federação Paulista de Ciclismo a concentração da prova será em frente a academia Vila Atlética .


Página 5

Edição 772 - 14/03/2015

ACONTECE

De selfie em selfie, padre busca mais fiéis para a igreja

Fies: sonho do curso superior vira pesadelo

Pároco do Simioni usa a internet como instrumento de evangelização

Universitários não conseguem renovar nem se inscrever em programa de financiamento estudantil; MEC alega problema no site

Ele não é papa, mas também é pop. Quando acorda, o WhatsApp já tem mais de 900 novas mensagens. No Facebook, são cinco mil amigos no perfil pessoal e três mil seguidores na página de figura pública. Já no Instagram, seis mil pessoas acompanham as fotos dele. O padre Anderson Xavier Lopes, pároco da paróquia Nossa Senhora dos Canaviais, no Simioni, busca de selfie em selfie conquistar cada vez mais fiéis para a igreja católica. O padre fica online 24 horas. Entretanto, quem quiser comentar e compartilhar as postagens dele ou conversar pela internet terá que aguardar até o dia 26, pois o pároco está em jejum virtual. “Fiz a penitência de ficar sem as redes sociais durante a quaresma. Volto a postar somente na quinta-feira antes do Domingo de Ramos, quando vou a pé de Varginha para Aparecida. Durante a romaria, postarei fotos e mensagens”. Anderson, 37 anos, não é de uma família católica. Nunca foi coroinha. Fez a primeira comunhão aos nove anos de idade e só voltou a pisar em uma igreja aos 19. Foi aí que o desejo de ser padre surgiu e desde então trilhou um caminho de aproximar cada vez mais jovens da religião. (Leia mais abaixo). “Pra todo mundo ele é o padre das selfies”, diz a estudante Gabriela Andrez, 23 anos, integrante do grupo de jovens da paróquia Nossa Senhora dos Canaviais. A estudante Maria Júlia Mascarenhas, 15 anos, conta que o grupo aumentou de 20 para 60 pessoas no último ano, desde que o padre Anderson chegou à paróquia. “Uma simples mensagem que o padre posta consegue cativar o jovem que não tinha tanta ligação com a igreja”. Não só os jovens são cativados. “A homilia dele é maravilhosa”, diz a doméstica Neusa Aparecida de Paula, 64

anos, que adora curtir e compartilhar as postagens do padre. “Acho bom a igreja se modernizar. Um padre com cabeça jovem, o rebanho só aumenta”, afirma a técnica de enfermagem Dalva Elena Mascarenhas, 45 anos. Com suas postagens, Anderson diz que pretende acabar com a ideia de que o padre é um ser distante, que fica apenas no altar da igreja. “Quando posto ‘Deus abençoe o seu dia’ e muitos comentam ‘Amém’, isso é sinal de que as pessoas leram e se aproximaram de Deus. Posto também frases do evangelho do dia, comentários bonitos das missas e informações da paróquia”. Mas, o padre enfatiza que apesar de a internet aproximar o pároco dos fiéis, para certas coisas o contato pessoal é insubstituível. “Confessar por inbox não pode. Quando recebo uma mensagem e vejo que o assunto é delicado convido para uma conversa aqui na igreja”. Foi na paróquia do Simioni que Anderson decidiu ser padre A família do padre Anderson é uma das primeiras a morar no Simioni. Ele, os pais e mais dois irmãos ainda vivem no bairro. “Aqui não tinha asfalto, era um terrão vermelho, não tinha nada”, conta. Aos nove anos de idade, Anderson recebeu a primeira eucaristia na paróquia do Simioni. Depois, só voltou

à igreja dez anos mais tarde. “Não sou de uma família católica. A minha mãe, por exemplo, foi fazer a primeira eucaristia só depois que eu fui ordenado padre”. Foi quando decidiu entrar num grupo de jovens, aos 19 anos, que a ideia de ser padre surgiu. “Muitas pessoas pensam que quem decide ser padre é porque não arrumou serviço ou porque teve algum problema amoroso. Mas, comigo nada disso aconteceu. Eu era técnico em edificação, trabalhava numa empresa de pesquisa e fiz vestibular para engenharia. Mas, conversando com um padre eu perguntei a ele o que era ser padre e se precisava estudar para isso. Visitei alguns seminários e decidi seguir esse caminho”. Aos 22 anos, Anderson entrou em um seminário. “Um pouco antes, uma moça disse que rezou para mim e que Deus dizia assim: ‘És meu?’. Desde então, todos os dias eu respondo a essa pergunta”. Este ano, padre Anderson comemora sete anos de ordenação. “Quero que a mensagem de Deus chegue a mais pessoas e, por isso, estamos com o projeto Imagem e Evangelização. Fazemos algumas fotos e colocamos frases de motivação e de evangelização para postar nas redes sociais. Os jovens montam e eu posto, porque eu sou um analfabeto tecnológico”, brinca.

Estudantes de Ribeirão Preto estão com dificuldades de se inscrever e de renovar seus contratos com o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Na tarde de ontem, a sala de matrícula da UNIP (Universidade Paulista) estava lotada de alunos enfrentando problemas para se cadastrar no site do programa. O FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) alega que os transtornos ocorrem em função da instabilidade do sistema, enquanto a Anup (Associação Nacional das Universidades Particulares) garante que o MEC (Ministério da Educação) não tem dinheiro para honrar os contratos existentes. Segundo Elizabeth Guedes, vice-presidente da Anup, o orçamento do MEC é de R$ 12 bilhões, sendo que seriam necessários mais R$ 5 bilhões para dar continuida-

de aos financiamentos já firmados. “Estão reduzindo o número de alunos veteranos na ‘marra’, fingindo que é o sistema. O MEC está mentindo para o Brasil. Na verdade foi uma falha de previsão do orçamento.” De acordo com a Anup, 60% dos 1,6 milhão de brasileiros que eram contemplados com o financiamento até o ano passado não conseguiram realizar os aditamentos. “Estão cometendo uma desumanidade deixando esses estudantes na rua”, comenta Elizabeth. O FNDE afirma, no entanto, que “devido à forte demanda dos últimos dias, o sistema passou por problemas de performance”. O órgão informou que está trabalhando para garantir a estabilidade do SisFies (Sistema Informatizado do Fies) e que todos os contratos celebrados estão assegurados. “Sistemas de grande

volume de acessos passam por esse tipo de situação de forma sazonal.” Curso de arquitetura está ameaçado A estudante Ana Carolina Lima da Silva, 19 anos, está no segundo ano de arquitetura da Unip, mas até agora não tem certeza se vai continuar cursando a faculdade, porque ainda não conseguiu renovar seu contrato com o Fies. “Tento entrar no site, mas não carrega”, conta. O sonho do diploma de ensino superior está cada vez mais distante. “A mensalidade custa R$ 1 mil. Não tenho condições de pagar”, diz a jovem que trabalha como manicure. Filha de pai pedreiro e de mãe doméstica, Ana Carolina seria a primeira da família a ter uma graduação. “Se não der certo, vou ter que trancar minha matrícula”, lamenta.


Página 6

Edição 772 - 14/03/2015


Edição 772 - 14/03/2015

Página 7


Página 8

Edição 772 - 14/03/2015


Página 9

Edição 772 - 14/03/2015

ADE CIDADE ACONTECE CID

PSF Cohab em comemoração ao Dia Internacional Da Mulher PSF Cohab em comemoração ao Dia Internacional Da Mulher que foi realizado dia 08/03/2015. E no dia 06/03/15 uma

tarde dedicada somente a elas, com muitas homenagens, mensagens, vídeos, bingos com prendas é um delicioso café da tarde;

Cajuru participará do “Circuito SESC de Artes 2015”

oranizados pelas Agentes Comunitárias de Saúde! Essa foi nossa homenagem a todas as Mulheres batalhadoras e guerreiras....

Realizado no último dia 06 de março (quinta-feira), uma visita técnica com o pessoal do SESC/RP. A Diretora de Esportes Renata Jacob e o funcionário Renato Vieira, acompanharam os técnicos Carlos Lavrador (Técnico de Audiovisual), Camila Onofre (Animadora Sociocultural), Sergio Souza (Supervisor de Comunicação) e Thais Ribeiro (Assessora de Imprensa). O local visitado foi a Praça Central, onde será realizado o Circuito SESC de Artes, no dia 08 de maio (sexta-feira),

das 17:00 às 22:00 horas. O Circuito Sesc de Artes realiza a circulação de espetáculos e intervenções artísticas por diversas cidades do Estado de São Paulo. A programação é gratuita, voltada para todas as idades e ocorre em espaços públicos, em parceria com as prefeituras. Grupos nacionais e internacionais apropriam-se de ruas, praças e parques para promover uma suspensão no cotidiano das cidades, criar um diálogo com os cidadãos

e provocar os seus sentidos. Na nossa região próxima, somente Cajuru foi incluído para participar do Circuito SESC de Artes 2015, desde já agradecemos ao nosso parceiro SESC Ribeirão Preto, que sempre nos contempla com alguma atividade de Esporte e Cultura. Convidamos a toda população para assistirem esse belo espetáculo de Dança, Música, Teatro e muitos outros. Circuito SESC de Artes, conectando lugares, circulando idéias.


Página 10

Edição 772 - 14/03/2015

HOL O-COL UN HOLO-COL O-COLUN UNA A

371. Karl Marx e Friedrich Engels

LEMBRANÇAS Bom dia a todos. Na última coluna falamos do início da Semana Universitária Cajuruense, a SUC, há quarenta anos. Quanta lembrança. Muitas pessoas vieram falar comigo sempre lembrando com saudade alguma coisa da época. O amigo Tadeu Ré, gostou muito da reportagem. Ele também participava dos jogos, e ainda me lembrou que tudo começou no querido Clube Renascença. Jogos, bailes, reuniões... Verdade Tadeu. Jamais eu poderia deixar de citar o Renascença, ele fez parte da nossa juventude. Já o amigo Mané da lotérica me lembrou de uma difícil prova da gincana. Trazer o maior número de Marimbondo Cavalo (vivos). Mané e seus companheiros de equipe, foram até o sítio do saudoso Toninho Menta e capturaram vários Marimbondos, e muitas picadas também. Guardaram a prova na sede da equipe, lá no antigo Posto Ipiranga, que na época pertencia aos sócios José Roberto Abdala e Tolô, companheiros do Mané na SUC. Quando foram buscar a prova e apresentar os Marimbondos veio a surpresa: O “comportado” Adilson Magalhães Zacari, o popular Lagarto, entrou pelo telhado do posto e soltou todos Marimbondos do Mané. Naquele dia Lagarto correu muito. Não de moto, que é a sua especialidade... Já o amigo Paulo Romanini, o Xixi, me disse: “Escreve aí que eu fui o maior campeão de Dama”. Tá escrito amigo. Mas eu não sei e não lembro de nada. Cadê as medalhas ??? Destaco ainda o grande campeão de futebol o amigo Carlão Orsi. Craque de bola. Calma gente. Não estou louco. Ele era bom de futebol. Não no campo ou na quadra, mas lá no Bar São Paulo, no famoso Pebolim.... Nisso o Carlão era bom. SORVETERIA DO ZÉ A famosa soveteria do Zé em Cajuru, com certeza já faz sucesso em muitas cidades. O meu primo Luis Antonio, todas as vezes que vem em Cajuru, jamais deixa de tomar (e levar) o famoso sorvete de Muricy. “Não encontro sorvete como esse em lugar nenhum” diz ele. Já minha priminha Ligia, de apenas dez anos de idade, moradora da cidade de Campinas, deixou curiosa e com

água na boca a sua professora, ao colocar na redação, que a melhor sorveteria do mundo fica na cidade de Cajuru. O meu primo André, que assim como eu aprecia uma boa conversa,acompanhada de uma cervejinha, e várias “saideiras”, também mudou seus hábitos por causa do famoso sorvete. Nos últimos tempos, o primo tem trocado a última saideira, por um sorvete do Zé. “É que em São Paulo tem cerveja igual aqui, mas esse sorvete eu jamais encontro igual” diz o paulistano. Qual o segredo para tamanho sucesso? Foi pensando nisso, que fomos procurar o amigo Zé, para uma entrevista, e quem sabe obter o segredo para tamanho sucesso. Vamos acompanhar a entrevista: O JORNALZÃO: Bom dia Zé, já estive aqui na sua casa às 10:00h da manhã mas você estava dormindo. Você pode me conceder a entrevista agora? Zé: É claro, eu acordo sempre às 9:00 da madrugada, mas hoje me atrasei um pouco. O J: Qual o segredo do sucesso da SORVETERIA DO ZÉ ? Zé: O maior segredo é o meu trabalho, que é muito duro. Tem que haver dedicação e força de vontade para vencer. O J: Você faz tudo sozinho? Zé: Não, minha esposa Dora as vezes me ajuda um pouco O J: Descreva o trabalho de vocês Zé: A luta começa as 4:00h da madrugada. A Dora levanta, vai para o sítio, tira o leite, trata dos animais, rega e colhe as frutas. Na volta, arruma a casa, faz o meu almoço e daí vai para a sorveteria para fazer o sorvete. O J: Mas você não faz nada na parte da manhã ? Zé: Faço é claro. Eu almoço, durmo mais um pouco e vou para a sorveteria, pois tenho que experimentar o sorvete... O J: Mas daí você faz mais sorvete, faz compras, faz a limpeza... Zé: Não, isso é com a Dora... O J: Então você serve os clientes, paga os fornecedores... Zé: Não, não, não, isso é com a Dora. O J: Mas você não faz nada a tarde ?

Zé: Faço é claro. Vou jantar mais cedo, descanso um pouco e volto para o trabalho O J: A noite o movimento é grande na sorveteria, e agora, você descansado, faz sorvete, serve clientes, lava os talheres... Zé: É claro que não, o serviço pequeno continua com a Dora, pois eu tenho medo de que ela se canse muito. Eu só faço o serviço pesado... O J: Afinal de contas, qual o seu serviço na sorveteria além de experimentar sorvete ? Zé: É a noite o meu trabalho mais pesado. Tenho que sentar na porta da sorveteria e ficar conversando com meus amigos Lair, Zezé, Roxinho... O J: Mas conversar com amigos não cansa nada, e o serviço pesado? Zé: Bom, fim da noite você não pode imaginar. É limpeza, reposição de estoque, preparar o sorvete... mas isso eu deixo por conta da Dora, pois o mais difícil e cansativo eu faço, que é contar o dinheiro. Estou cansado. O J: Obrigado amigo Zé, por essa ótima “entrevista”, e que Deus ilumine sempre a sorveteria e o sucesso continue sempre, e que o delicioso sorvete continue a adoçar as nossas vidas, para que elas não se tornem amargas. SOZINHO NÃO Os turcos de Cajuru, tem a injusta fama de que comem e bebem muito. Essa historia começou nos anos 50, quando correu um boato de que meu avô materno havia comido um carneiro assado, sozinho. Este meu avô, Domingos Elias, um turcão de 1,97m e 160 kg, teve que matar a curiosidade de um vizinho seu, que foi saber se a história era verdadeira. Um tanto envergonhado e trêmulo, o vizinho que media 1,60m e pesava 48 kg, chegou na casa de meu avô e gaguejando disse: “ Se se se seu Do Do Do Domingos, é ve ve verdade que o senhor co co comeu um ca ca carneiro assado so so so sozinho ?” Em alto e bom som meu avô respondeu: “ SOZINHO NÃO, COMI COM PÃO !!!!!!” BOM FINAL DE SEMANA A TODOS E FIQUEM COM DEUS

Trier, a mais antiga cidade alemã, foi fundada pelo imperador romano Augusto em 16 a.C. como Augusta Treverorum. Mas, muitos séculos antes dos romanos chegarem, os Celtas ocuparam essa área. Trier tornouse a residência preferida de vários imperadores romanos, inclusive Constantino, o primeiro imperador cristão. Ao findar o poder romano,os francos tomaram a cidade em 459. Por ficar entre a Alemanha e a França Trier foi disputada nos períodos de guerras entre estes dois países; em 1794, como resultado das guerras napoleônicas, a cidade tornou-se francesa. Contudo, os franceses foram derrotados em 1815 e Trier voltou para a Alemanha até hoje. Foi no dia 15 de maio de 1818, em Trier, que nasceu Karl Marx, filho de Heinrich, advogado, e de Henriette Pressburg, dona de casa. Ambos de origem judaica. Estudou em Bonn e mais tarde em Berlim, onde se laureou em 1841, com uma tese sobre a Diferença entre a filosofia da natureza de Demócrito e a de Epicuro. Em 1836 noivou em segredo com Jenny von Westphalen, “a mais graciosa jovem de Trier”, moça de família aristocrática que Marx desposará em 1843. Bloqueado no caminho da livre-docência em Bonn, passou ao jornalismo, tornando-se redator da “Gazeta Renana”, órgão dos burgueses radicais de Renânia, onde escreviam homens como Herwegh, Ruge, Bruno Bauer e seu irmão Edgar, assim como Moses Hess. Logo Marx tornou-se redator-chefe do jornal, que no dia 21 de janeiro de 1843 foi interditado. Neste mesmo ano publica em Paris a Crítica do direito público de Hegel, e entra em contato com Proudhon e Blanc e conhece Engels. Em 1844 escreve os Manuscritos econômico-filosóficos; e no ano seguinte

afasta-se da esquerda hegeliana, justamente contra Bruno Bauer, publica A sagrada família, trabalho escrito com o amigo Engels. Já residindo em Londres e ajudado economicamente por Engels, aprofunda-se em pesquisas que darão como resultado o primeiro volume de O Capital, publicado em1867. Os outros dois volumes serão publicados póstumos em 1867 e 1894. Participou ativamente de movimentos dos operários; em 1859 é publicada a obra Crítica da economia política. Sua dissensão com a doutrina de Ferdinand Lassalle se verifica na Crítica ao programa de Gotha. de 1875. Ele vem a falecer em 14 de março de 1883( há exatamente 132 anos), sendo sepultado no cemitério de Highgate. Segundo Marx, Feuerbach tem razão ao dizer que é o homem que cria Deus e não vice-versa. Todavia, Feuerbach parou no ponto mais importante: por que o homem cria Deus? E Marx responde: existe o mundo fantástico dos deuses porque existe o mundo irracional e injusto dos homens. “A miséria religiosa é em um sentido a expressão da miséria real, e em outro sentido o protesto contra a miséria real. A religião é o suspiro da criatura oprimida, o sentimento de um mundo sem coração, o espírito de situações em que o espírito está ausente. Ela é o ópio do povo”. Mas as ilusões não se desvanecem se não forem eliminadas as situações reais que as criam: “os filósofos interpretaram o mundo de modo diverso; agora trata-se de mudá-lo” esta é uma das Teses sobre Feuerbach. Assim, a crítica da religião se torna a crítica do direito, a crítica da teologia se torna crítica da política. A crítica do céu se transforma em crítica da terra. E aqui, na terra, Marx encontra um homem alienado. O homem não alie-

nado é um homem que se realiza transformando ou humanizando, segundo seus planos, com os outros, a natureza, para satisfazer suas necessidades. O que Marx vê é um homem alienado, ou seja, expropriado do seu próprio valor de homem por causa da expropriação do trabalho. A força-de-trabalho é uma mercadoria especial, uma vez que produz mais-valia. O capitalista reinveste esta maisvalia para não sucumbir à concorrência. No fim, o capital estará sempre em menos mãos, enquanto aumentará o grande exército dos proletários, sempre conscientes do desfrutamento sofrido. Friedrich Engels e a fundação do Diamat. Engels (1820-1895) - amigo e colaborador de Marx por quarenta anos, com o qual assinou obras importantes como A sagrada família, a Ideologia alemã, e o Manifesto do partido comunista - é o teórico do Diamat, isto é, do materialismo dialético; ele considera três as leis da dialética: 1) a lei da conversão da quantidade em qualidade; 2) a lei da compenetração dos opostos; e 3) a lei da negação da negação. Para ele, a dialética é uma “representação exata” do desenvolvimento da ciência, da história dos homens e da própria realidade física. A Holosofia repassa ao PHS (Programa Holosófico de Saúde) o delicado papel de complementar as atividades da medicina social em si com informações, as quais são consideradas como ferramentas de obtenção e preservação da saúde, assim como um fator positivo para o posicionamento social do cidadão. Conhecer, pois, um pouco mais dos pensamentos destes dois filósofos amigos é aconselhável e bom. Prof. Me. Sebastião Saraiva, Maitreya Médico, holósofo e filósofo Cel. (098) 98282.9888 Site: www.holosofia.com.br


Página 11

Edição 772 - 14/03/2015

Acusado de matar jovem a facada é condenado á 24 anos de reclusão Na última quinta-feira (12), foi a julgamento pelo Juri Popular de Cajuru, Amauri do Carmo Rodrigues, acusado de matar a facadas no dia 24 de janeiro de 2014, Marcio Aparecido dos Reis Gouveia, jovem cajuruense que na época dos fatos tinha apenas 19 anos de idade. Amauri foi condenado a 24 anos de reclusão em regime fechado, por homicidio duplamente qualificado. O crime ocorreu na praça central de Cajuru,e teria sido motivado por ciumes do réu que

era casado e possuia um relacionamento extraconjugal. A defesa do acusado irá recorrer da decisão,

uma vez ter sustentado a tese de homicidio passional, modalidade previlegiada de homicidio prevista no Código penal brasileiro.

VENDE-SE Casa no Jd. Nova Cajuru. Tratar 993159081. VENDE-SE Picadeira Menta Super 20 com triturador mais Motor com 10Cv, trifásico. Tratar 99289-

6985 ou 99996-6090. VENDE-SE Corsa Classic, ano 2004, 4 portas, som, trava, alarme, ótimo estado de conservação. Tratar 99261-0159 ou 991089234.

PROCURA-SE Empregado para cuidar de idosa. Tratar 99226-4377 ou 997291203. PROCURA-SE Emprego de caseiro em sítio ou fazenda. Tratar 99133-8191.


Página 12

Edição 772 - 14/03/2015

ARMA DE FOGO QUEM PODE TER ? Todo cidadão tem o direito de possuir uma arma de fogo para proteger sua família desde que cumpra os requisitos exigidos por lei, o que hoje é quase impossível. Depois do desarmamento, as pessoas de bem agindo de boa fé, entregaram suas armas e se tornaram vitimas indefesa , desde então só os bandidos passaram a ter o direito de usar arma porque eles o governo não consegue desarmar. Propaganda através de Intelectuais , Artistas na TV são usados para enganar o povo que dizem, o cidadão portar arma de fogo é perigoso, que arma em casa causa muito acidente, e se você reagir contra um bandido é perigoso, mas grande parte da população não concorda com estes argumento os fatos mostram que nunca se matou tanto ou morreram tantas pessoas inocentes como acontece hoje em que as pessoas andam desarmadas. A verdade é que os governos não querem a população armada, por que temem uma

reação contra eles mesmo. citando (Maquiavel) em sua obra o Príncipe (SÓ UM GOVERNO INJUSTO DEVERIA TEMER O SEU POVO ARMADO.) Eles não dão a mínima pela sua vida e com a violência que estamos vivendo. A TV mostra todos os dias pessoas inocentes , policias, GMS sendo assassinados, e a gente não vê nenhum governo vir a publico mostrar solidariedade, ou apresentar algum projeto de lei que pelo menos intimide os bandidos. Querem diminuir a idade penal para 16 anos e eu sou contra por que é e foi o estado que jogou o menor no mundo do crime quando implantou o E.C.A estatuto do menor e adolescente e em seguida o estatuto do desarmamento . Então eu pergunto por que não diminuir a idade para os menores poderem trabalhar ,ao invés de manda-los para cadeia, algum intelectual ira dizer , que trabalhar é insalubre pergunto de novo a cadeia não é insalubre? Os cidadãos de bem

devem exigir a flexibilização da lei para ter o direito de andar armado, a não ser por uma questão ideológica ou religioso. a população do Brasil votou contra o desarmamento mas o presidente da época ignorou o resultado e contra a vontade do povo aprovou a lei. A população armada vai criar um efeito psicológico que pode intimidar o bandido, que na intenção de praticar um assalto ele pode pensar que sua vitima poderá estar armada e reagir. Uma arma de fogo devidamente legalizada pode ajudar a policia a solucionar crimes de assassinato através da balística e do registro da arma (o desarmamento condenou as pessoas a morte e o estado não pode garantir nossa segurança pois não é ONIPRESENTE. A CONSTITUINTE NOS DA O DIREITO A LEGITIMA DEFESA, MAS O ESTADO NOS TIROU OS MEIOS. SEBASTIAO GERALDO ROSA EX GUARDA MUNICIPAL EX COMISSARIO DE MENOR

DESCONSTRUÇÃO DA FAMILIA E DA SOCIEDADE Foi aprovado em junho de 2014 a lei da palmada uma lei desnecessária e tendenciosa um tiro de misericórdia no que restava de autoridade na entidade chamada família já drasticamente enfraquecido pelo E.C.A (OU ESTATUTO DO MENOR E ADOLECENTE ) a onde os ,menores passaram a ter o direito de desrespeitar PAE e MAE , PROFESSORES, AUTORIDADES DE SEGURANÇA, depois que a lei foi aprovada se um PAE ou uma MAE der uma palmada no seu filho eles podem ser denunciados e encaminhados a psicólogos e psiquiatras para serem tratados como se fossem doentes , é o estado mais uma vez interferindo no seio da família que ainda existe disciplina . estado que não consegue resolver , nem os problemas dos menores marginais viciados em droga . fumando , bebendo se prostituindo nas noites. OS PAIS agora farão o papel de reprodutores e depositários fieis dos próprios FILHOS

sob supervisão do estado, foi o que disse um jurista. Assim como aconteceu com a geração do estatuto (E.C.A), estes FILHOS não receberão palmadas dos PAIS provavelmente serão os futuros delinquentes e marginais de amanha. O estado deveria transformar todo o PAI e MÃE em psicólogo , já que a orientação hoje é só conversar , detalhe os PAIS hoje estão sozinhos lutando contra um mundo da influencia que existe , na TV , e na internet , o que era errado ontem agora é certo. Aqui ninguém é a favor da violência , o que o estado deveria se preocupar é com o espancamento não com um simples palmada que um FILHO recebe de um PAI ou de uma MAE ,o( PAPA FRANCISCO ) parece que mandou um recado para o BRASIL . em sua santa sabedoria ele falou (qual de nós adulto hoje já não levou algumas palmadas dos PAIS quando criança ? ) Eles aprovam hoje a lei da palmada , amanha

algemam seu FILHO, atiram no seu FILHO, prendem e espancam seu FILHO , classificados como marginais e ainda vão culpar e responsabilizar os PAIS por não terem cuidado e os educado. (Tomara que a lei da palmada seja respeitada quando os menores estiverem presos sob custodia do estado ) cidadãos , pais e mães , não se iluda com essa lei ela é só mais um passo na ( desconstrução da família ) por que a família é a base da sociedade família fraca sociedade fraca, fácil de manipular, e em um pais a onde o estado é forte é um perigo para sociedade porque seus governantes tendem a se tornar ditadores e opressores , nos temos que nos unirmos em torno de ideias que fortalece a sociedade para não deixarmos que o estado decida o que é melhor para nós. ESTAMOS VIVENDO UMA DITADURA INVISIVEL. SEBASTIÃO GERALDO ROSA EX COMISSARIO DE MENOR


Edição 772 - 14/03/2015

Página 13


Página 14

Edição 772 - 14/03/2015

O Jornalzão  
O Jornalzão  

Edição 772

Advertisement