Page 1

®

Diretor Administrativo: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Editor: Victor Cervi (Mtb 11226) - Santa Rosa de Viterbo, 03/05/2014 - Ano 20 - N.º 941 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

Vice diz que está ao lado do prefeito e pronto para assumir

R$ 2,00

Câmara cria CP que ameaça mandato de Cassinho e paga quatro vezes mais a jornal por publicações de atos durante três anos Por unanimidade de votos, a Câmara aprovou, segunda passada, a criação de Comissão Processante para apurar denúncia, feita por um ex-assessor municipal, sobre irregularidades em obras públicas, cujo desfecho pode levar à cassação do mandato do prefeito Cassinho. Paralelamente, foi descoberto que a mesma Câmara pagou, indevidamente, R$ 12 mil ao jornal “Folha Favorita” por publicação de atos oficiais.

Lê da Farmácia diz acreditar que CP inocentará Cassinho e que prefeito é pessoa honrada e honesta, mas se for chamado para assumir, estará pronto.

Registrados apenas 3 casos de dengue na cidade

Bebê de três meses escapa de acidente no "Trevo da Morte"

Federais procuram em Santa Rosa dinamite que estourou caixas em Cajuru "Zé da Loja" é o nosso personagem - Ele começou a trabalhar com 12 anos e comprou a loja do patrão

Vacina contra gripe vai até dia 9

Samu dá primeiros socorros às vitimas do acidente


ENTREVISTA

PÁGINA 2

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

Lê da Farmácia confia em Cassinho, mas diz estar "pronto para assumir" xandre Ferreira Francisco, Lê da Farmácia, de 40 anos. Ele tem certeza de que tudo será esclarecido e que quem saiu ganhando foi o município, mas disse que se tiver que assumir o cargo, estará pronto. Lê adiantou ao J ornalzão que o prefeito Cassinho marcou uma reunião com todos os vereadores, para a próxima terça-feira, na qual irá explicar, com todos os detalhes, os pontos da denúncia do ex-assessor. "Claro que não houve dolo ao município, mas tudo será explicado na reunião", disse.

Cassinho vai explicar

"O Cassinho é um homem de caráter, e a gente sabe a trajetória da vida dele, de homem sério, honesto, de um cara que se mpre ajudou as entidades sem nunca pedir nada em troca. Cassinho é um homem que jamais vai precisar tirar alguma coisa da prefeitura em prove ito próprio. A vida dele mostra isso." As s im c omeçou o bate papo do Jornalzão com o vice-prefeito Carlos Ale-

Lê da Farmácia não adiantou a pauta da reunião, tampouco desmentiu a matéria do Jornalzão da última semana segundo a qual, a verba para uma obra foi usada em duas. Ele deixou entender que é isso que o prefeito irá explicar aos vereadores. Lê acha que a Câmara faz o seu papel. "Fiscalizar é o papel da Câmara, o do jornal é noticiar, da população é cobrar. Cabe à gente assimilar as cobranças e fazer a nossa parte, que é administrar". O viceprefeito diss e ainda que a cidade sairá fortalecida com este mal estar criado com a denúncia. "Acreditamos na

Câmara", enfatizou. Afirmando que jamais teve qualquer atrito com o prefeito Cas sinho o vice afirma que s empre esteve ao seu lado nestes 17 meses de administração. "Sempre dou uma passada na prefeitura. Todos os dias. Se está mais tranquilo fico pouco, se o clima está mais pesado, fico mais, mas estou todos os dias fazendo o meu papel de vice-prefeito".

Obras

Ele aponta divers as obras que Cassinho está fazendo e ainda tem por fazer, inclusive desenrolando "pepinos" de administrações anteriores. "Veja bem, recapeamos o Nova Roma e vamos asfaltar as ruas de lá que ainda não tem asfalto. Conseguimos duas creches e vamos terminar uma que estava enrolada havia anos. Desenrolamos e vamos terminar a escola do jardim Aquarius. A c ic lovia das Cohabs valorizou o local e trouxe qualidade de vida. O Samu nos dá uma tranquilidade na saúde. Recapeamos diversas ruas. Trouxemos várias especialidades médicas. Estamos concluindo os galpões ao lado da estação. Estamos ampliando o galpão do agro negóc io. E muito mais, não é pouca coisa". Mas ele reconhece

que tem os erros. "Claro que temos erros, todos tem. Rec onhecemos. Mas nos erros também tiramos proveitos. A gente erra tentando acertar. Devagar a gente chega lá"

Ser prefeito

Lê garante que quer ver Cassinho terminar seu mandado, com tranquilidade e com muitas obras. "Tenho certeza de que deixaremos nossa marca na cidade. Cassinho e Lê", diz. Mas não foge da pergunta: "Se for chamado estarei pronto para as sumir. T rabalhei, acompanhei, aprendi muito nesse tempo como vice prefeito. Vivencio os problemas da cidade diariamente e tenho capacidade sim de adminis trar, se for o c aso", disse. Lê é do PTB, partido do ex-prefeito Vicente Cintra. Perguntado sobre nomes para uma futura administração ele diz que nem pensa nisso. "Não sei e não perco tempo com isso. O pensamento é na administração Cassinho, que é meu prefeito e amigo. Pess oa que aprendi a admirar pelo seu caráter, pela sua conduta e hones tidade. Uma pessoa que só faz o bem, que pode até errar, mas não merece passar o que está passando. Nem ele nem sua família", finalizou.


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

CRÔNICA & CONTEXTO por João de Bem

Roberto Jefferson fazendo escola Não na mesma proporção ou com a mesma razão. O delator do Mensalão provocou uma avalanche monumental de denúncias que danificou irreparavelmente a casa do PT e seus aliados. Ele, o delator, como tal, também foi atingido. Delatores assim como quem comete delitos, na verdade, são farinha do mesmo saco. No caso do Mensalão - apelido usado por Jefferson ao esquema - o que ficou subtendido é que seu partido o PTB também partilhava do produto do roubo. Por que Jefferson denunciou? Não vamos bancar os ingênuos - ele só denunciou porque se sentiu particularmente prejudicado na partilha! Não foi por ser justiceiro ou bonzinho com o povo que o elegeu! Queria mais! Nada teria acontecido se a ganância de Jefferson fosse satisfeita! Voltando ao chão de casa - a Câmara Municipal de nossa cidade ficou lotada na última segunda-feira. O motivo maior - a denúncia protocolada por um ex-servidor contra a administração municipal. Sem comparações de mérito ou valores, o problema tem algo em comum - envolve administradores públicos - políticos eleitos pelo povo. Aqui, das profundezas da Mata da Graciosa, sai o folclórico Tirisco portando documentos denunciadores de irregularidades na administração do autocrático cidadão feito prefeito por força das urnas. Se confirmados os denunciados fatos, nosso alcaide está em maus lençóis. A Comissão Processante pode recomendar a cassação do mandato. A decisão ficará por conta da maioria na Câmara. Afinal, o que motivou nosso Roberto Jefferson caboclo a denunciar, fatos conhecidos por ele há tempos, somente agora? Não há dúvida - sua exoneração do cargo que ocupava na administração municipal. Ficou desempregado. Por um lado o prefeito denunciado, no mínimo, terá que explicar e comprovar que a coisa não é bem assim. Por outro, a denúncia abre uma brecha na transparência da administração com relação a aplicação do dinheiro público. Relativamente ao orçamento anual do município o valor evidenciado na denúncia é financeiramente pequeno. O problema não é o valor e sim o mérito. Ladrão de galinha - quando para comer - tem o mesmo tratamento que ladrão de valores bilionários. O crime no âmbito constitucional é o mesmo. A variação da pena para o delito fica por conta de como foi praticado - se furto, roubo ou latrocínio. Então como ficamos - o prefeito tem culpa expressa (sabia e concordou com o que foi feito) ou simplesmente achou que podia desviar recursos (caso de aplicação em outra área) ou ainda se sua "leiguice" no meio o projetou para essa situação? Em qualquer caso que se encaixe, se os fatos denunciados forem comprovados - e nisso não há dúvida - a responsabilidade é do Executivo Municipal. Vamos aguardar o resultado das investigações pela CP. Mesmo que o "dedurante" tenha efetuado a denúncia por vingança, sintomaticamente por ser atingido pessoalmente com a demissão, o povo merece uma resposta esclarecedora!

POLÍTICA

PÁGINA 3

Câmara abre Comissão Processante para investigar Prefeito

O popular “Neca”, que não perde uma sessão, fez o sorteio dos vereadores que seriam mebros da CP

Diante de um plenário lotado - e o recorde de 100 ouvintes ac ompanhando pela internet, - a Câmara Municipal aprovou por unanimidade, na última segunda-feira, a abertura de uma CP - Comissão Processante para investigar a responsabilidade do prefeito Cassinho nas irregularidades apontadas em obras municipais. A decisão foi tomada apenas três dias depois do recebimento da denúncia feita pelo ex-assessor municipal, Vanderlei Avelino. Os vereadores Chicão do Depósito (presidente), Carlos Messias (relator) e Gisa Badan (membro) compõem a CP que terá 90 dias para elaborar seu relatório

que pode levar à cassação do prefeito. Segundo a denúncia, a prefeitura recebeu, no primeiro semestre do ano passado, R$ 102 mil do Fehidro - Fundo Estadual dos Recursos Hídricos - para c ons trução de ' galerias , bueiros e caixa de postagem no Jardim Elite'. Quando o recurso chegou, cerca de metade do serviço já havia sido executada, ainda em 2012, parte pelo loteador do Jardim Paloma, parte pela prefeitura. Mesmo as sim, a prefeitura abriu licitação, que foi vencida pela empresa Agnaldo Belc hior Vito ME. O denunciante dis se que a empres a recebeu por inúmeros s erviços que não exe-

cutou e ainda usou maquinário e pessoal da própria prefeitura, trazendo prejuízos aos cofres municipais. Recurso do Fehidro sem autorização O Jornalzão apurou que, como sobrou mais da metade do numerário, a empresa Brechó executou o restante do serviço de galerias na rua José Francisco Guidelli, entre as ruas Bahia e Minas Gerais, em setembro de 2013. Esta mudança de local só poderia ter ocorrida com a anuência do Fundo Estadual, com Lei e aval da Câmara Municipal, o que não ocorreu. Em s etembro de 2013, na edição 908, pági-

na 13, o Jornalzão mostrou a exec ução do serviço de galerias na rua José Francisco Guidelli. Segundo a matéria, que pode ser acessada pelo site do Jornalzão na Internet, o engenheiro Luiz Antônio Fernandes afirma que a verba para aquela obra veio do Fehidro, e que a ampliação das galerias dependiam da liberação de mais verbas. O Jornalzão entrou no s ite do Fehidro, em prestação de contas , e o únic o c onvênio assinado para liberação de verbas para Santa Rosa é o do jardim Elite, no valor de pouco mais de R$ 102 mil, sendo R$ 91 mil do Fehidro e R$ 11 mil da prefeitura, como contrapartida.


PÁGINA 4

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 5


OPINIÃO

PÁGINA 6

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

EDITORIAL

CARTAS À REDAÇÃO

A calma e cautela pregadas pelo presidente Bode foram para o espaço. Rapidamente a Câmara instaurou CP. Em um dia útil. E por unanimidade. Passou direto pela CEI. A investigação séria dos fatos é necessária, e que tudo seja transparente, sem paixão. Porém, o único técnico que a Câmara ouviu para a instauração da CP foi o advogado. Deveria ouvir engenheiros, arquitetos, construtores, contadores e o prefeito também. Não o fizeram. Acreditamos que passaram o carro na frente dos bois. A denúncia é legítima, bem fundamentada, mas até ela pede diligências, que os vereadores não fizeram. Denúncia requer investigação e não linchamento moral. A CEI era o caminho natural. Provado algo, que venha a CP, a cassação e vida que segue.

Podia ser pior?

Errou tem que pagar - Errada, atravessada ou correta, certo mesmo é que a CP instaurada tem 90 dias para concluir seus trabalhos. E seja lá quem foi que errou, se houve erro, que pague. Ou com suspensão, ou com dinheiro ou com o cargo. Dinheiro público é sagrado. O que temos visto em tempos de Copa são absurdos com dinheiro do povo. Temos que dar o exemplo aqui, na nossa cidade. Errou tem que pagar. Seja quem for. Que não acabe em pizza. Será? - Agora uma denúncia é contra a Câmara. É difícil crer que nenhum jornal ou outra empresa não saiba o preço que cobra. É difícil crer que um jornal ou outra empresa qualquer não saiba que está cobrando quatro vezes mais do que seu preço habitual. Mas quem somos nós para julgar se houve dolo ou não? É complicado para nós, emitir uma opinião sobre um "co-irmão". Queremos pensar que ali houve apenas um erro de cálculo mesmo, nada mais que isso. Mas fica a pergunta que não quer calar: "Se o jornal estivesse cobrando quatro vezes menos, será que seus donos perceberiam o erro"? Jornal oficial - O certo mesmo era a prefeitura, Câmara e judiciário manter um jornal oficial, com periodicidade quinzenal pelo menos, e com uma tiragem de pelo menos dois mil exemplares. Acabariam-se os problemas, as puxações de saco, os papagaios de pirata e o município gastaria menos, informando mais o povo sobre seus atos e leis, com periodicidade, tiragem e preço honestos.

EXPEDIENTE O JOR NA LZÃ O é um a pub lic açã o da edi to ra And ré Na gib Mo uss a ME Re da çã o: rua C ond ess a F ilo me na Mat ara zz o, 95 - C en tro - San ta Ro sa de Vi ter bo- SP - CEP 14 .27 0- 000 Fo ne/ f a x: (16 ) 395 4 3 289 Us uár io Pap el Im un e: UP - 081 09 /01 4 - Di ret or Ad min ist ra tivo: And ré Mou ssa - Dir eto r d e R ed açã o: Vic to r C erv i - Free lancer - Romeu Antunes - Co la bor ad ore s: Ana Lígia, P a dre A lex, C lél ia Za nar do, S erg inh o G omes, João de Bem e Ro gér io Mos ca rdi ni Ar te f i nal ist a: Gráfica Egidio - Co nta to Co mer cia l: Jo ana Dobras Ti ra ge m: 2.700 exempla res - Ci rc ula çã o: San ta Ros a d e Vit e rb o Pe r i o d ic i d a d e : Se ma n a l - R $ 2,0 0 p o r e xe mp l a r Emai l:o jor nal zao @oj or nal zao .co m Im pre ssã o: Gra fi sc, Sã o C ar los . “ A rt igo s a ssi na dos s ão de in tei ra res pon sa bil ida de de se us aut ore s, nã o r epr ese nta nd o n ece ssa ri ame nte a opi ni ão do jor na l.” O Jor nal zão s e r ese rva o di rei to de res umi r c art as que co nsi dera r i nad equ ada s a o e spa ço dis pon íve l. O JOR NA LZÃO É AFIL IADO À A B RA RJ

Ler sobre uma família desesperada expres sar através de um jornal a grande indignação e repúdio com a política municipal de ensino, da administração atual, é terrível, principalmente porque faço parte desta equipe que faz o que pode, mas, infelizmente encontrase desfalcada e, alunos, pais e nós professores, não podermos fazer nada!!!!! O pai escreve a este jornal: "Como iremos confiar nosso filho e sua educação nas mãos de um sistema que não cuida e educa". Portanto creio que a manchete da última carta enviada a este conceituado jornal, por aquele pai, que quer o melhor para seu filho poderia ser "PAIS LUTAM POR ENSINO EM BRAILLE" ou "PAIS LUTAM POR TRANSPORTE ESCOLAR", ou ainda "Pais lutam para CLASSE REGULAR COM POUCOS ALUNOS onde seu filho seja acompanhado por um profissional especializado como

prevê a Lei". O que é um município, na verdade, senão uma grande família. Uma família com suas necessidades de conforto, de progresso, de vida espiritual, de saúde, de trabalho, de riqueza. Porém neste momento estamos todos a "navegar em águas turbulentas". Vários jornais locais estampam em suas manchetes a vergonha, o descaso e a falta de planejamento do setor público, principalmente com a Educação. Portanto alguém precisa informar ao s etor res pons ável; que EDUCAÇÃO não é espaço para improviso. Planejamento é fundamental, pois estamos lidando com crianças em formação. Em educação não tem espaço para culpados e sim para RESPONSÁVEIS. Por isso toda ação deve ser amplamente discutida e planejada! O que se esperar de uma adminis tração que não respeita o que o Conselho do FUNDEB apro-

Sem estrutura No dia 30/04/14, foi realizada uma reunião de rotina entre pais e mestres na EMEI- Maria Helena Salim Sordi. Muitos problemas que ac ontecem no cotidiano das crianças foram es clarecidos , porém, sem que houvesse solução. Nós, pais e mães, fic amos indignados em saber que: Não tem merenda suficiente para todas as crianças que ficam período integral na escola - há falta de cobertor - lençóis e colc hões - tiraram as apostilas e os alunos es tão sem material de aprendizagem – as crianças es tão sem rec reação (parque, brinquedos, televis ão), e ficam das 7h até às 17h sem atividade dinâmic a. Quando nossos filhos fic avam na creche não oc orriam tais problemas, pois, havia estrutura excelente onde as crianças tinham recriação, ensino e merenda de qualidade. A únic a coisa que queremos é solução para o problema, que não deveria sequer existir. Nathalie Rose da Silva, Mariliza da Silva Lim a, Valério Vaci

vou por UNANIMIDADE. Sim, porque foi aprovado a compra de máquinas de Xerox para todas as Unidades Escolares , um pedido antigo dos profissionais de Educação. Quando uma administração tem dinheiro sobrando, uniforme para aluno é importante. Escola de período Integral, melhor ainda. Onde a criança deverá comer em refeitório decente; ter esportes diversos e várias oficinas de criação. O nos s o grupo de educadores é muito bom e graças ao nível dos profissionais da rede, a "peteca" ainda não caiu e nem vai cair!!!!! Com competência e dedicação pessoal dos profissionais, que chegam a gas tar DINHEIRO DO PRÓPRIO BOLSO para garantir a qualidade do ensino, eliminam os empecilho para continuar o trabalho educacional com qualidade. Aos governantes do executivo e legislativo deste mandado ficam perguntas no ar... Escolas devem ser fec hadas , como a de Escola Modelo de Nhumirim? Por que Diretores renomados não aceitam ou ficam pouco tempo no cargo? Por que poucos querem ser coordenadores? Por que o salário do professor é um dos menores da região?Por que não abre concurso para

professor substituto? Uniforme é mais importante que apostila? Livro usado é igual a livro novo? Classes devem ser extintas sem motivo? Ou, formadas , principalmente as do primeiro e segundo anos, com mais de 20 alunos? Como o profissional vai garantir ao aluno com dific uldade, a qualidade de ensino? Escola em período integral sem estrutura física pode funcionar adequadamente? Por que faltam faxineira e inspetor de aluno? Quem pode substituir profes sores da rede fundamental, além de outro professor? Estagiário pode ter regência de classe? Estagiária pode ser responsável pelo aluno c om neces s idades es pec iais , como o caso que deu origem a carta do ocorrido c om o aluno da Es cola Lourdes Pereira Massaro? Parece que a administração atual segue a filosofia de bater todos os recordes negativos e piorar o máximo possível em tudo que pode nos primeiros anos para depois dar uma de bonzinho e salvador. Mas, o povo tá esperto! Parodiando o famoso es critor Mário Quintana: "Todos estes que aí estão atravancando o meu caminho, Eles pas sarão. Eu... PASSARINHO". Professora Estela

Agradecimento Queremos aproveitar o espaço deste conceituado semanário para expressar nossa gratidão para com trabalhadores que nos fazem acreditar que ainda existam profissionais que se realizam em seu trabalho. No último domingo (27), nosso pai necessitou de atendimento no Pronto Socorro local e Deus nos enviou anjos, que com toda atenção dedicada nos convenceu de que o mundo ainda é humano. São eles: Dirceu, Karina, Mirian, Silvia e Tereza. Obrigada. Família Angeli


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PROSEANDO por Zé Pretinho

O ESTRANHO Alguns anos depois que nasci meu pai conheceu o estranho, recém-chegado à nossa cidade. Desde o princípio, meu pai ficou fascinado com este encantador, e o convidou a viver com nossa família. O estranho aceitou e até hoje está conosco. Enquanto eu crescia, nunca perguntei sobre seu lugar em minha família; Meus pais eram; operário e empregada doméstica, eles me ensinaram sobre o certo e o errado, e a obedecer. Mas o estranho era nosso narrador. Mantinha-nos enfeitiçados por horas com aventuras, mistérios e comédias. Ele sempre tinha respostas para qualquer coisa que quiséssemos saber de política, história ou ciência. Conhecia tudo do passado, do presente e até podia predizer o futuro! Levou minha família ao primeiro jogo de futebol. Fazia-me rir e chorar. O estranho nunca parava de falar, meu pai não se importava. Às vezes, minha mãe se levantava cedo e calada, enquanto o resto de nós ficava escutando o que tinha que dizer, mas só ela ia à cozinha para ter paz e tranquilidade. Meu pai dirigia nosso lar com certas convicções morais, o estranho nunca se sentia obrigado a honrá-las. As blasfêmias, os palavrões, por exemplo, não eram permitidos em nossa casa. Nem por parte nossa, nem de nossos amigos ou de qualquer um que nos visitasse. Entretanto, nosso visitante de longo prazo, usava sem problemas sua linguagem inapropriada que às vezes queimava meus ouvidos e que fazia meu pai se retorcer e minha mãe se ruborizar. Meu pai nunca nos deu permissão para tomar álcool. Mas o estranho nos animou a tentá-lo regularmente. Fez com que o cigarro parecesse fresco e inofensivo. Falava livremente sobre sexo. Seus comentários eram às vezes evidentes, outros sugestivos, e geralmente vergonhosos. Agora sei que meus conceitos sobre relações foram influenciados fortemente durante minha adolescência pelo estranho. Repetidas vezes o criticaram, mas ele nunca fez caso aos valores de meus pais, mesmo assim, permaneceu em nosso lar. Passaram-se mais de cinquenta anos desde que o estranho veio para nossa família. Desde então mudou muito; já não é tão fascinante como era ao princípio. Não obstante, se hoje você pudesse entrar na guarida de meus pais, ainda o encontraria sentado em seu canto, esperando que alguém quisesse escutar suas conversas ou dedicar seu tempo livre a fazer-lhe companhia... O nome do estranho é TELEVISOR, tem uma esposa chamada INERNET e um filho que se chama CELULAR. PS - Devemos ter muito cuidado com estes dois novatos, já que o primeiro foi a lareira da sala de visitas de nossas vidas, onde queimamos nossas raízes...

POLÍTICA

PÁGINA 9

Câmara paga indevidamente R$ 12 mil a jornal local O jornal ‘Folha Favorita’ rec ebeu, indevidamente cerc a de R$ 12 mil da Câmara Municipal por public ações de atos ofic iais durante os anos de 2012, 2013 e 2014, e será notific ado a devolver o valor aos cofres públicos. A cons tatação foi feita a partir de uma carta atra-

vés da qual um cidadão solicitou, há duas semanas, informações sobre quanto o Legislativo es tava gastando com publicações em jornal local. Com a proposta de R$ 0,44 por c entímetro de coluna, a “Folha Favorita” venceu licitação vis ando à contratação de espaço para

as publicações . O jornal calculava o valor que deveria receber e multiplic ava o resultado por quatro. A Câmara foi pagando sem contes tar. No período c itado, o jornal recebeu R$ 250 por página de publicação, quando deveria rec eber em torno de R$ 65,00. Deveria ter recebido R$ 4

mil, mas recebeu, efetivamente, R$ 16 mil. A irregularidade se deu durante as presidências dos vereadores Heitor Bertocco e Luiz dos Reis Augus to (Bode). O Jornalzão foi convidado a enviar propos tas, mas preferiu não partic ipar.


PÁGINA 10

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

NA BOCA DO POVO O Jornalzão enviou perguntas para a assessoria de comunicação da prefeitura para que respondesse sobre assuntos que estão na boca do povo. Veja abaixo as perguntas e as respostas. 1- A Diretora da Saúde pediu demissão? R: Não pediu. 2- O vereador Miguel do Posto fez denúncia na tribuna, na última sessão da Câmara, de que médicos não acompanham os pacientes nas ambulâncias. Isso procede?

GERAL

PÁGINA 11

Safra na Ibirá não deve passar de agosto A safra da usina Ibirá deve durar pelo menos 3 meses, segundo fontes ouvidas pelo Jornalzão. Era para ser mais curta, entre 30 a 40 dias, mas o grupo arrendatário conseguiu obter mais cana, segundo as mesmas fontes.

Ainda não há novidades sobre um novo contrato de arrendamento, entre a empresa dona da usina e o grupo Irmãos Biagi, dono da usina da Pedra, de Serrana. A asses soria de imprensa do grupo não confirmou, nem desmentiu es-

R: Não. Para o acompanhamento, depende da classificação do risco. Havendo a necessidade, os pacientes são acompanhados sim. 3- Ambulâncias estão indo sem médico até Ribeirão? R: Não. Somente vai médico junto para Ribeirão em caso de acidentes graves, tal como, paciente entubado. Em casos mais graves, desta forma necessitando de acompanhamento, vai um médico junto. 4- Onde estão as novas ambulâncias adquiridas pela prefeitura. Houve algum problema de licitação ou documentação? R: Não houve problema no processo licitatório. Porém as ambulâncias vieram com alguns itens em inconformidade com o que foi licitado. Assim foi solicitado às empresas vencedoras do certame que efetuassem a troca do veículo sob pena de a Prefeitura acioná-las judicialmente. Assim, as ambulâncias que foram entregues e que se encontram em desconformidade com o que foi licitado encontram-se no pátio Municipal, aguardando a vinda das ambulâncias com todos os equipamentos licitados para serem entregues ao uso da população. As empresas se comprometeram a entregar as ambulâncias o mais breve possível. 5- Como o prefeito reagiu à abertura de CPI por unanimidade? R: Com grande indignação, porém muita tranquilidade, mesmo porque já havia sido instaurada sindicância administrativa para apurar os fatos, conforme informado na edição passada.

3954 3371 - 3954 6920

sas especulações na mensagem enviada ontem ao Jornalzão, com o seguinte teor: "Conforme já mencionado em e-mails anteriores, não temos maiores informações a acrescentar sobre a Usina Ibirá. Reiteramos que a safra da unidade terá início no

dia 1º de junho". O arrendamento teve seu primeiro contrato assinado em 1998 com vencimento previsto para o final do corrente ano. Os Biagi ainda não receberam retorno à proposta que fizeram, no ano passado, para renovação do contrato.


PÁGINA 12

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 13


PÁGINA 14

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

DE OLHO NA CIDADE

GERAL

PÁGINA 17

De volta pra casa Depois de passarem um tempo no exterior, eles estão de volta ao país. Estamos falando de santa-rosenses cujas vidas acadêmicas permitiram essas experiências. Rosicler, formada em biologia na Unicamp, volta depois de três anos em Paris. Murillo Romero cursa Engenharia de Materiais e foi a Dresden, Alemanha, fazer estágio de 7 meses no IFW. Ambos foram personagens de matérias aqui no Jornalzão, quando foram. Agora estão de volta.

Para Rosi, franceses trabalham menos e melhor

Duas vezes quebrado - Enquanto os alunos aguardam uma nova licitação para a escolha da empresa de transporte que vai levar estudantes para Ribeirão, aumentam as reclamações com a empresa que faz o serviço. Esta semana o ônibus quebrou, e o outro ônibus enviado para o socorro também quebrou. Muitos alunos reclamam que estão chegando atrasados. Esta semana os alunos começaram a receber o boleto da mensalidade que caiu dos 220 para 180 reais mensais, depois de intervenção do Ministério Público na Associação dos Estudantes.

Murillo reparou que alemães são educados e honestos

Rosi com marido e filho em Paris Murillo em Dresden, rio Elba ao fundo Rafael - primeiro filho dela e do trompetista Rubinho Antunes - ainda não tinha 1 ano quando a família pegou o avião para França, em fevereiro de 2011. - Trabalhei lá por 3 anos em laboratório synchrotron, na área de biologia estrutural - diz Rosicler Lázaro Barbosa, 35 anos, que até os 14 morou na Amália. Bióloga pela Unicamp, ela fez também doutorado em biologia molecular no laboratório nacional de synchrotron. Antes da França, um trabalho de pós-doutorado no Instituto Butantã, em São Paulo onde reside. 'A França foi experiência positiva', diz Rosi ressalvando as dificuldades na conciliação de trabalho científico e vida familiar em outro país. - Profissionalmente, o que mais me chamou atenção foi a seriedade com que se comprometem com o trabalho (apesar de trabalharem muito menos tempo que nós). O bom servido público faz com que o filho do patrão estude no mesmo colégio que o filho do empregado. Fizemos bons amigos por lá, mas é verdade o estereótipo do Francês frio e mal humorado. É impressionante como até as crianças sorriem menos e se comportam como pequenos adultos. Acho que em 10 minutos no parque Villa-Lobos em São Paulo - ou no bosque, em Santa Rosa - conhecemos mais pessoas que em 10 meses de França. E é esse calor no coração que mais me fez falta por lá resume a bióloga.

Desde 2010 ele cursa Engenharia de Materiais na Universidade Federal de São Carlos onde surgiu a oportunidade de estagiar por 7 meses em Dresden, Alemanha, no IFW. - Aprendi muitas coisas conhecendo gente de muitos lugares - relata Murillo Romero, 23 anos. A cidade em que ficou foi destruída pelas bombas aliadas, na Segunda Guerra. - Dresden foi reconstruída, depois da guerra, exatamente como era. Sua arquitetura barroca é chamarisco especial para turistas. O estudante não aprendeu alemão, mas aprimorou o inglês que já sabia, e pôde observar o jeito de ser alemão. - As pessoas são muito organizadas, educadas e honestas, mas são menos receptivas quando comparadas com os brasileiros. O trabalho no instituto ocupava quase todo seu tempo. Entretanto, conseguiu viajar para conhecer Berlim, Paris e Londres. - Voltei o mesmo para o Brasil, mas com bagagem cultural ampliada. Engordei um pouco no começo da minha estadia, pois o povo alemão tem costume de comer batata, carne de porco e tomar muita cerveja, que por sinal é muito boa. Deixei muitos amigos por lá.


PÁGINA 18

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

COLUNA GOSPEL por Rogério Moscardini

Cristo na tempestade Rembrant, aos 27 anos, pintou a paisagem marítima de Cristo na tempestade no mar da Galileia, fundamentado na história relatada no livro de Marcos, capítulo 4. Com seu contraste de luz e sombra característico, a pintura de Rembrant exibe um pequeno barco prestes a ser destruído numa furiosa tempestade. Enquanto os discípulos lutam contra o vento e as ondas, Jesus está sereno. O aspecto mais notável, no entanto, é a presença de um13º discípulo no barco, que os especialistas em arte dizem assemelhar-se ao próprio Rembrant. O evangelho de Marcos descreve a mais intensa lição dos discípulos sobre quem é Jesus e sobre o que Ele pode fazer. Enquanto todos tentavam freneticamente salvar um barco afundando, Jesus dormia. Será que Ele não se importava com o fato de que todos estavam prestes a morrer? Após Jesus ter acalmado a tempestade, Ele fez a pergunta pungente: "Por que sois assim tímidos? Como é que não tendes Fe? E eles, ainda mais assustados, exclamaram uns aos outros: "... Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?!" Poderíamos nos colocar nesta história e descobrir, assim como os discípulos o fizeram, que a cada pessoa que confia em Jesus Ele revela Sua presença, compaixão e controle em qualquer tempestade da vida. Deus é o nosso abrigo durante as tempestades da vida.

ESPORTES Dia do Trabalho Com participação popular, aconteceu na última quinta-feira, 1º de maio, os Jogos do Trabalhador. Durante o dia todo, o Bosque Municipal ficou movimentado e várias competições esportivas aconteceram. Logo pela manhã, para iniciar os jogos comemorativos, a corrida pedestre abrilhantou o evento. Em seguida, a bola rolou valendo a classificação para a grande final do torneio de futebol society, além dos torneios de truco e bocha. No período da tarde, para esquentar o clima de descontração e alegria que esteve presente durante todo o evento, foram à vez do dominó, damas, malha e a final do futebol society. A classificação e as fotos de todas as modalidades estarão disponíveis à partir de segunda-feira no site da prefeitura, www.santarosa.sp.gov.br

PÁGINA 19

Bruno Bonifácio é vice-líder na Fórmula Renault Eurocup

O piloto durante a premiação, sábado passado

Mountain Bike No último domingo, 27 de abril, aconteceu a 1ª etapa de MTB Intercity de mountain bike na cidade de Santa Lúcia, próximo a Araraquara. Adriano Correia, representando o município de Santa Rosa de Viterbo fez bonito. Apesar do problema com o pneu enfrentado no final da prova, nosso atleta conseguiu a 1ª colocação em sua categoria e 6º colocado na classificação geral. Seu tempo foi de 01h35:18. A próxima etapa será no dia 27 de julho.

Copa dos Campeões Pró Voleibol A equipe de Santa Rosa de Viterbo de voleibol adaptado feminino, categoria de 50 a 59 anos, participou do 1º festival Pró Voleibol realizado na cidade de Cristais Paulista. A equipe santa-rosense fez bonito, pois pelo placar de 2 a 0 (15/11 e 15/03) venceu Brodowski e os donos da casa por 2 a 1 (13/15, 15/07 e 15/07). Contra Santa Rita do Passa Quatro apesar de muita luta o jogo terminou 2 a 0 para a equipe adversária, placar de 2 a 0 (15/05 e 15/ 07). O próximo festival acontece na cidade de Santa Rita do Passa Quatro, dia 17 de maio, para a equipe de voleibol adaptado feminino acima de 60 anos.

Municipal de Futebol Neste domingo no campo municipal Rubens Bellizzi tem rodada válida pelo Campeonato Municipal de Futebol 2014. Serão quatro jogos, às 08h30min os Galácticos entram em campo para enfrentar a equipe do Divino, em s eguida jogam Poderoso e Barcelona. A partir das 14h30min acontece o primeiro jogo da tarde entre PSG e Leões, em seguida se enfrentam Brahmeiros e Neris e Amigos. Mais informações ac esse o site na internet www.santarosa.sp.gov.br, clique em + mais.

Bruno Bonifacio - piloto de 19 anos, cujo avô nasceu em Santa Rosa - encerrou o primeiro fim de semana da temporada 2014 da Fórmula Renault Eurocup com muitos motivos para comemorar. Depois de conquistar um pódio no sábado, no circuito de Motorland, o único brasileiro da categoria fechou o domingo (27 de abril) com outro bom resultado em Aragón, Espanha. Travou intensa batalha com o holandês Nyck de Vries, e cruzou a linha de chegada na terceira colocação, da segunda corrida do campeonato, com o carro #20 da Prema Powerteam. Após 14 voltas, a prova, com 31 carros no grid, teve como vencedor o francês Andrea Pizzitola.


PÁGINA 20

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 21


CLASSIFICADOS

PÁGINA 22

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

Os Classificados para particulares são gratuitos (máx. 10 palavras). Empresas e demais pagam R$ 2,00 por cada 10 palavras. Não pegamos classificados por telefone. Entrega até às 17:00h da Quinta-feira.

FAÇO CARRETO COM SAVEIRO semanais, sábados, domingos e feriados. 39546003/ 9145-3447/ 9145-2869

VENDO casa na praça do

VENDO lote comercial no

fuim inicio da Presidente Vargas. 3954-

Jd Canaã ótima localização. 39541000. 9 8198-9641/

1000. 9 81989641/ 9 93332344- 9 96190070

9 9333-2344- 9 9619-0070 VENDO

VENDO corsa classic ano 2011/2012. 9 8100-9096/ 9 9133-2494 VENDO moveis para loja completa. 9 92941763/ 3954-1373

casa no Jd do Sol CASA NOVA ALUGO VENDO bem localizada. vendo no Julio casa na vila casa próximo ao 3954-1000. 9 Moretti a 40 m do estrela azul 3954mendes. 39548198-9641/ 9 Solar, 3 dorm., 373/ 9 9294-1763 1000. 9 81989333-2344- 9 suíte, sala ampla, 9641/ 9 93339619-0070 cozinha, banheiro VENDO 2344- 9 9619azulejado e maquina de 0070 VENDO lavanderia com costura antiga de chácara com ótima armários, VENDO casa. 3954-1000. 9 ferro R$ 300,00. 9 aquecedor solar, 9247-5012 casa de esquina 8198-9641/ 9 portão eletrônico e na 7 de setembro 9333-2344- 9 jd. de inverno, aceito imóvel. 9619-0070 direto com o 3954-1000. 9 VENDO proprietário. 91668198-9641/ 9 VENDO maquina antiga 3028 9333-2344- 9 imóvel comercial datilografia 9619-0070 terreno completo funcionando R$ VENDO R$ 80 mil. 3954casa nova 92m² 250,00. 9 9247VENDO 1000. 9 8198-9641/ rua Albina 5012 terreno comercial 9 9333-2344- 9 Pedresqui 125 na Av Rio Branco 9619-0070 Luiz Gonzaga 2º VENDO 350m². 3954rua 3 dorm.,, sala, radio antigo 4 1000. 9 8198VENDO cozinha e w c. faixas Am- FM R$ 9641/ 9 9333notebook por R$ 9166-3028 200,00. 9 92472344- 9 9619700,00. 9 88285012 0070 2797 VENDO

VENDO portao 2 folhas para garagem R$ 250,00. 9 92475012

PROCURO chácara para morar, sou aposentado, corto grama e limpo piscina. 9 91635604/ 9 94173941

VENDO ALUGO chácara dentro da perua kombi e cidade com furgão diesel R$ 5 piscina, salão de mil. 9 9247-5012 festa por R$ 150,00 diaria, entrar em contato no Bar do Deti VENDO perto da quadra chassis de Brasilia coberta R$ 180,00. 9 PROCURO 9247-5012 casa para alugar até R$ 370,00. 9 ALUGO 9319-8472 3 cômodos para comercio na rua PROCURO serviço para Paraná, 153 R$ passar roupas. 9 350,00. 9 92479319-8472 5012 MÁRCIA BISCUIT faço VENDO lembrancinhas escada de caracol para todas as de ferro. ótimo ocasiões, preço 9 9111-6613 casamentos, batizados Rua: Vicente aniversários, topo Alves de Castro, de bolo etc. 395451 7138/ 9 91966613 VENDO VENDO CANOA 4 mts, máquina de Pantanáltica, bordado eletrônico borda média e da Brother, preço a combinar. 3954MOTOR 4 hp, 7138/ 9 9196Evinrudi, tudo 6613 novinho, R$ 5.000,00. Aceito ALUGO 2 cômodos. tratar proposta, fone: no Bar do Deti 16-99166.4258

duas casas no VENDO VENDO bairro Ari Carneiro, chácara proximo a fusca branco R$ 2 dorm., sala, VENDO Igreja Matriz 3800,00. 9 9243- portal peroba rosa cozinha, w c, azulejados, 60m² e 1300m². 39544726 2,40x2,20 R$ 61m². 9166-3028 1000. 9 819880,00.9 92479641/ 9 9333ALUGO 5012 MUDAS 2344- 9 9619salão para eventos com o Baixinho VENDO frutas 0070 ou para outros (Cajuru) maracuja, graviola, VENDO cama de solteiro mamão, lichia, comercios na rua vitro capelinha nova R$ 120,00. 9 goiaba, uva com vidro VENDO Frederico Rose, 9373-8026/ 3954VENDO japonesa, acerola, 1,50x0,60 R$ 2968 chácara dentro da 109 Jd do Sol, pitanga, guaco, PASSA-SE O 70,00. 9 9247alamanda, espada cidade 2950m² antiga cascata. PONTO, 5012 VENDO de sao jorge, com casa. 39543954-3746/ 9 comigo nimguem gol GL 1.8 ano 92 LOJA~NOVA pode, acacia, VENDO cinza. 9 92731000. 9 81989359-7383 CENTRO DE pimenta. 3954barracao em 3601/ 9 81239641/ 9 93333270 S.SIMÃO,COM frente a escola do 7946 2344- 9 9619DOA-SE TODAS Jd Aquárius aceito 0070 um cachorro troca. 9 9247INSTALAÇÕES VENDO 5012 par de auto pastor alemão MOBILIÁRIO E VENDO falantes 69 Buster VENDO capa preta. 9 ESTOQUE, Policorte Ferrari R$ 100,00. 9 VENDO disco 12 motor lote Itamarati ao 9251-9345 Di SOMENTE R$ 9143-0888 casa. 3954-7917/ 03cv completa. 9 lado do club de 25.000,00,MOTIVO 9 9137-4006 9216-2928 campo 520m2. VENDO VENDO MUDANÇA DE ALUGO 3954-1000. 9 máquina de CIDADE. CONTATO corsa w ind 95 cor PROCURO salão para festas 8198-9641/ 9 estampar bonés. 9 COM CARLOS verde documentos sítio para em frente o 9333-2344- 9 8100-9096/ 9 FONE OK R$ 5990,00. 9 trabalhar. 9 9224buracanã. 39549619-0070 9133-2494 9 93683536 91143-0888 1956 2822

VENDO filmes originais, cabos de audio e video . 9 93198472 VENDO caixa selada com buster de 12 cornetas e um tw iter R$ 320,00. 9 9143-0888 VENDO chácara cercada 5700m² R$ 65 mil aceito carro no negocio. . 9 92016078 VENDO moto cg 99 toda revisada R$ 1700 + documentos R$ 500,00. 9 92016078 PROCURO serviço. 9 91984404 VENDO Casa Jardim Itamaraty 100m2 de frente para ciclovia, murada, toda cimentada, área de serviço, portão eletrônico. Contato( 16 ) 993417535 COMPRO papelão, garrafas, ferro velho, alumínio em geral. 3954-7287/ 9 9185-6772 VENDO casa no Jd Petropolis R$ 85 mil. 9 8241-8110/ 9 8104-5426 PRECISO de um guarda roupas ou cômoda para doação para criança de 3 anos. 9 9365-7955 VENDO sky Livre. 9 92708656

VENDO serra fita para açougue semi nova. 3954-5215

VENDO vestido de noiva. 9 9155-1599/ 9 93135829

VENDO gondolas para comercio e 10 prateleiras semi nova. 3954-5215

VENDO carro galvanizado para irrigação. 9 9297-8344

VENDO 2 toldos para qualquer comercio 1 zinco reforçado 1 lona de 5 metros ótimo preço.39545215

VENDO cortador de frios eletrico. 9 92978344 VENDO peças de fusca. 9 9297-8344

VENDO máquina elétrica de cortar pães de VENDO forma ou torradas. motor de corcel 3954-5215 completo R$ 500,00. 9 9297-8344 MARIDO DE ALUGUEL faço tudo que precisar de reparos com diárias de R$ 70,00. 3954-6425/ 9 9393-9597 ESQUADRAO DA LIMPEZA faxina geral, pós obra , faxina pesada tudo com nosso material. 3954-6425/ 9 9393-9597 VENDO antena KU com LNB universal. 9 9174-9180/ 9 9273-0737

VENDO perua kombi 76 branca R$ 3 mil. 9 9297-8344 VENDO fusca ano 80 branco documentos OK R$ 3800,00. 9 9297-8344 VENDO fusca ano 73 vermelho motor OK R$ 3500,00. 9 92978344

VENDO filhotes de labrador, preto, marrom e caramelo, ultimos filhotes com 3 dias. 9 91895151

VENDO terreno Itamaraty murado 12x27 plano. 9 93159389/ 3954-6071

VENDO casa NOva Roma 3 dorm., área avarandada, garagem para 2 carros, próximo a ciclovia. 9 9315-9389/ 3954-6071

VENDO motor para portão eletrônico kit completo. 9 9315-9389/ 3954-6071

VENDO fogão 6 bocas, Dako automatico. 9 9315-9389/ 3954-6071

VENDO TV 29 polegadas LG com entrada VENDO para DVD e cavalo manga larga video game. 9 com cela R$ 1500,00. 9 91019315-9389/ 7745 3954-6071

VENDO monitor led novo 20 VENDO VENDO casa no Dom celular LG L7P705 polegadas. 9 9101ALUGO 7745 Bosco 2 dorm., salão comercial na novo com 4 meses aceito rua Major João de uso branco VENDO financiamento. 9 Garcia Duarte, android 4.0 R$ lavatorio de 9315-9389/ 765. 9 9122-4474 cabelereira. 3954400,00. 9 91693954-6071 VENDO 1787/ 9 9125-3106 4733 máquina de assar PROCURO frangos 40 CONSERTOS Emprego de unidades semi ALUGO de estofados em doméstica ou nova. 3954-5215 cahacara para geral. 9 9125-3106/ cuidar de idoso, finais de semana 3954-1787 tenho VENDO na estrada do experiência. fusca ano 76 9.9177-7404/ VENDO branco impecável tenente a 1km da 9.93069856 1300 4 pneus cavalo com cela por novos dpcumentos cidade. 9 9176R$ 1500,00. 9 9101OK. 9 9216-2928 1457/ 3954-3673 7745/ 3954-6331 COMPRO VENDO COMPRO Geladeira e VENDO casa no Jd do Sol mesa área externa tela de computador cama de solteiro. face 2 perto da reciclagem indo em ferro fundido nova 20 polegadas. R: Fátima Salim 169, Centro, para nhumirim. 9 pago a vista. 9 9 9101-7745/ 3954falar com 9174-0948 Eunice 9254-5687 ou José 6331 Jessica.


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 23

Centro - 450m2 de construção, excelente ponto, em 2 terrenos (700m de terreno), com 5 quartos (sendo 2 suites), escritório, lavanderia, duas salas amplas, duas cozinhas, 3 banheiros, ampla área de lazer com piscina e churrasqueira, ampla garagem, ampla edícula no fundo com quarto, sala, banheiro e cozinha, etc .......... R$ consulte-nos Cohab 3 3 dorm, sala, copa, coz, garagem, toda em laje e piso frio ........................................ R$ 170 mil Luiz Gonzaga 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, garagem, lavanderia .............................. R$ 260 mil Nhumirim 145m2 const, 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, terr.600m2, ac imóv. menor valor ..... R$ 200 mil Jardim Aquarius (nova) 2 dorm, sala, coz, wc social, aceito financiamento ............................. R$ 140 mil Luiz Gonzaga 2 dorm com arm. emb, sala, copa, coz planejada, gar 2 carros ........................... R$ 220 mil Jd Aquarius 2 dorm, sala, coz, wc social, murada .............................................................. R$ 140 mil Próx. av. Pres. Vargas esq, 3 dorm, sala, copa, coz, despensa+garagem ................................. R$ 330 mil Vila Ranzani 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, ´parea churrasco .................................... R$ 350 mil Próx. Cohab 3 1 dorm, sala, coz, wc social, murada (ac. financ) ........................................... R$ 110 mil Cohab 4 2 dorm, sala, coz, área churrasco, garagem, portão elet, piso frio, forro, quitada .............. R$ 90 mil Edícula Vila Ranzani 2 dorm, sala, coz, wc social, varanda, amplo terreno ............................ R$ 110 mil Jardim Primavera 136m2 const, 3 dorm, sala, copa, coz, lavand, gar, quintal ciment, murada ... R$ 200 mil Jardim Aquarius 170 m de construção, 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, garagem ampla + edicula, lavanderia, terreno de 425m2 ........................................................................................... R$ 250 mil Sobrado Cohab 1, esquina, 2 dorm, sala, coz, wc social, garagem ....................................... R$ 180 mil Luiz Gonzaga 3dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, garagem, meio terreno ..................... R$ 105 mil Rua São Sebastião 3 dorm, sala, coz, lavanderia (forro e piso frio), não ac. financiamento ............ R$ 85 mil Rua São Sebastião (esquina), próx av. São Paulo, 2 dorm, sala, coz, área serviço e garagem ..... R$ 160 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, garagem, murada ................................................... R$ 75 mil + prestações Rua Rio Pardo 3 dorm, sala, coz, área serviço, garagem ...................................................... R$ 145 mil Vila Ranzani 2 dorm,suite, sala, cozinha, lavanderia e ampla garagem .................................... R$ 150 mil Residencial Nova Viterbo - 3 dorm, 1 suite, sala,copa, coz, garagem, edicula ........................ R$ 220 mil Monte Alto 2 dorm, sala, coz, garagem, lavanderia, toda murada, portão, 94m2 de construção ..... R$ 160 mil Centro, sendo 3 dorm, 2 wc, sala, copa, coz, garagem, área lazer, lavanderia, piscina ................. R$ 330 mil Jd Aquarius 3 dorm, sala, coz, wc social, área serviço e garagem .......................................... R$ 170 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, edícula + pequeno salão comercial ............................ R$ 90 mil + prestações

Áreas urbanas de frente à pista de 1.000 a 5.000m2, imperdível ................ a partir de R$ 130,00 o m2 Morumbi Novo 12x30 ou seja, 360m2 ........................................................................... R$120 mil Terreno Luiz Gonzaga 4 terrenos rua Roberto Armbrust, ............................................ R$ consulte-nos Terreno esquina loteamento Ari Carneiro ...................................................... R$ 12 mil + prestações Área 3.000 m2, Saracura, com casa, 3 dorm, sendo 1 suite, área churrasco, 2 poços artesianos consulte-nos Jd Dom Bosco (2 terrenos juntos quitados) ................................................................ R$ 60 mil cada Centro ótima localização, med 475m2, sendo 25,9m de frente ............................................ R$ 160 mil Terrenos “ Ari Carneiro” ............................................................................................ Consulte-nos

Casa Próximo ao Solar III 3 dorm, suite, sala, coz + - 180mts de construção com terreno ao lado todo murado de 440m2 (área total do terreno 660m2) ............................................................................. R$ 230 mil Casa Morumbi de esquina 3 dorm, suite, sala, copa, coz, garagem ........................................ R$ 480 mil Casa de madeira, Nova Roma, 3 dorm, sala, coz, wc, terreno 11x25, murada e portão ............. R$ 100 mil Casa Rua São Paulo 2 dorm, sala, coz, wc, murada, garagem (próximo a Sabesp) ................... R$ 160 mil Casa + salão comercial esq. da av. Nosso Teto (salão com montagem p/ restaurante) ................ R$ 120 mil Nova Roma 240 m2 de construção, com 5 suites, sendo 1 com hidro, sala ampla, copa, coz, wc social, amplo salão de festa com cozinha (terreno com 750m2) .................................................................. R$ 380 mil Casa próx Estação 2 dorm, sala, copa, coz + edícula .......................................................... R$ 120 mil Centro próx Grêmio, 250m2 de construção, 3 dorm, sala, copa, coz, 2 wc, ampla área de lazer, despensa com wc, garagem, piscina, terreno 541m2, aceita imóvel em São Paulo ou ABC ................................... R$ 320 mil Casa Nova Roma 3 dorm, sala, copa, coz, 2 wc, área churrasco com wc, piscina, murada, ótima localização, terreno de 20x50, ou seja, 1000 m2 .................................................................................. R$ 420 mil Cohab 3 2 dorm, sala, coz ..................................................... R$ 72mil + saldo devedor de R$ 5.200,00 Jd. das Flores 3 dorm, sala, copa, coz, edícula, portão, toda murada ...................................... R$ 300 mil Nova Roma, sendo 3 drm, sala, copa, coz, edícula, área churrasco, garagem 9semi nova) ........... R$ 290 mil Barracão comercial com casa, excelente ponto, próx av. pres. Vargas, 2 aluguéis ...................... R$ consulte Nova Roma 3 dorm, sala, coz, wc social, varanda, garagem (troco por casa no Teto) ................ R$ 180 mil Nova Roma 60m2 de constr. 2 dorm, sala, coz, wc social (ac financ) ...................................... R$ 115 mil Vila Mendes 3 dorm, sala, coz, + edícula, garagem, murada, terreno amplo ............................. R$ 100 mil Nova Roma esq, 3 dorm. sendo 1 suíte, sl, coz, wc social, ár.serv, gar, quint ciment., murada .... R$ 170 mil Casa+Edícula casa 2 dorm., sala, coz, ár. serv. e outra de 1 dorm. sala, coz e ár serv, ót.aluguel . R$ 180 mil Rua Pestalozzi 3 dorm, sala, coz, garagem, + salão comercial ............................................... R$ 150 mil Nova Roma 3 dorm, sala, coz, garagem, terreno 368m2 ....................................................... R$ 215 mil Nova Roma edícula com 1 dorm, wc, área lazer + 2 wc e piscina. ót para locação ..................... R$ 180 mil Julio Moretti esquina, sala, copa, coz, 3 dorm, sendo 1 suite, garagem ................................... R$ 240 mil Dom Bosco nova, 3 dorm (1 suite), sala, coz, wc social, a. serv, garagem + edicula e piscina ...... R$ 320 mil Edícula Jd. do Sol 1 dorm., sl, coz, wc social varanda, murada portão eletr. em terreno 10x25m R$ 140 mil

Sítio 1 alq próx. cidade, ót. para morar ou alugar, sendo 1 casa sede com 200m2, casa de caseiro com 60m2, piscina, pomar, baia, plantação de eucalípto ...................................................................... R$ 550 mil Sítio, 1,18 alq com casa, piscina, pomar, troca por casa na cidade ........................................ R$ 350 mil Sítio 33 alqueires em mato (para reserva) ........................................................... R$ 30 mil o alqueire Chácara 2.955 m2, com casa de 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, toda cercada, dentro da cidade, ao lado da Cohab 1 .................................................................................................... R$ consulte-nos TEMOS VÁRIOS SÍTIOS E FAZENDAS À VENDA, CONSULTE-NOS

CASA NO CENTRO

CASA JD ITAMARATY

CASA VILA RANZANI

3 dormitórios, 2 WC, sala, copa, cozinha, garagem, área de lazer, lavanderia e piscina. Portão eletrônico. R$ 320 mil

2 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, cozinha (ótimo acabamento), terreno todo murado, medindo 12x26 R$ 210 mil

3 dorm, sendo 1 suite, copa, cozinha, terreno 10x30, garagem e lavanderia R$ 260 mil

SOBRADO MORUMBÍ VELHO Parte de baixo, garagem para 3 carros, escritório com lavabo, área de lazer e lavanderia. Parte de cima, 3 dorm. sendo 1 suíte, wc social, armários embutidos, sala 2 ambientes, cozinha e varanda, terreno de 342m2 de frente a praça - R$ 450 mil

CASA NOSSO TETO 3 dorm., sl, copa, coz, wc social, murada, quintal cimentado (piso e forro) Consulte-nos


PÁGINA 24

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

GERAL

CHICO XAVIER

Dengue sob controle

Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

Até ontem, haviam sido registrados apenas 3 casos de dengue no município, segundo informações da diretoria da saúde. Nestes quatro meses, foram registradas 20 notificações de casos suspeitos, que não foram confirmados. No ano passado, no mesmo período, foram registrados 6 casos da doença. Segundo o setor de combate a vetores, por enquanto a situação está sob controle com a realização de combate ao mosquito com visitas aos bairros e campanha de conscientização de moradores quanto à limpeza de quintais e erradicação de águas armazenadas em latas e vasos.

Perguntas e Respostas 109 - O período infantil é o mais importante para a tarefa educativa? - O período infantil é o mais sério e o mais propício à assimilação dos princípios educativos. Até aos sete anos, o Espírito ainda se encontra em fase de adaptação para a nova existência que lhe compete no mundo. Nessa idade, ainda não existe uma integração perfeita entre ele e a matéria orgânica. Suas recordações do plano espiritual são, por isso, mais vivas, tornando-se mais suscetível de renovar o caráter e estabelecer novo caminho, na consolidação dos princípios de responsabilidade, se encontrar nos pais legítimos representantes do colégio familiar. Eis por que o lar é tão importante para a edificação do homem, e por que tão profunda é a missão da mulher perante as leis divinas. Passada a época infantil, credora de toda vigilância e carinho por parte das energias paternais, os processos de educação moral, que formam o caráter, tornam-se mais difíceis com a integração do Espírito em seu mundo orgânico material, e, atingida a maioridade, se a educação não se houver feito no lar, então, só o processo violento das provas rudes, no mundo, pode renovar o pensamento e a concepção das criaturas, porquanto a alma reencarnada terá retomado todo o seu patrimônio nocivo do pretérito e reincidirá nas mesmas quedas, se lhe faltou a luz interior dos sagrados princípios educativos.

Raio destrói aparelhos eletrônicos no Nova Roma Uma casa na rua Maria Campanini no Jardim Nova Roma teve todos os aparelho eletro-eletrônicos queimados por um a raio que atravessou o muro de tijolos e deixou um buraco. No mesmo dia telefones e computadores também sofreram estragos em várias partes da cidade. Até o último dia 24 deste mês choveu em nove dias no município, num total de 109,9 milímetros. Os dias 15,16 e 17 tiveram chuvas seguidas e o dia que mais choveu foi no dia 13, com 32 milímetros, seguido do dia 24, quando choveu 25,7 milímetros, Além da chuva forte naqueles dias, houve trovoadas seguidas de raios.

Bueiro aberto

( Página extraída do livro "O Consolador" - Psicografia de Chico Xavier)

Vai até o dia 9 a campanha de vacinação contra a gripe para crianças e idosos Idosos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, indígenas, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puerperais (até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, detentos e os funcionários do sistema prisional que ainda não se vacinaram contra a gripe têm até o dia nove deste mês de maio para procurar uma Unidade de Saúde. A vacinação faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza que tem a finalidade de prevenir a ocorrência da gripe e suas complicações nos grupos mais vulneráveis à doença. Promovida pelo Ministério da Saúde, a Campanha acontece no período de 22 de abril a 09 de maio. Em Santa Rosa, a vacina está disponível na UBS do Monte Alto. Neste ano, a novidade é a inclusão das crianças de dois anos até cinco anos incompletos, aumentando o contingente de pessoas a serem vacinadas. Desde o início da imunização contra a gripe, em 1999, houve um impacto positivo na redução das internações hospitalares, gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias e mortes evitáveis em decorrência de complicações da gripe.

SABESP vai trocar hidrômetros vencidos A Sabesp enviou cartas aos consumidores esta semana informando que dentro de 30 dias vai trocar hidrômetros com data de validade vencida em residências da cidade, através de programa de substituição e adequação recomendados pelo Instituto Nacional de Metrologia pela ABTN, Associação Brasileira de Normas Técnicas e normas internas da empresa. Segundo a SABESP, o serviço é inteiramente gratuito, a não ser que haja irregularidades no hidrômetro que for substituído.

110 - Qual a melhor escola de preparação das almas reencarnadas, na Terra? - A melhor escola ainda é o lar, onde a criatura deve receber as bases do sentimento e do caráter. Os estabelecimentos de ensino, propriamente do mundo, podem instruir, mas só o instituto da família pode educar. É por essa razão que a universidade poderá fazer o cidadão, mas somente o lar pode edificar o homem. Na sua grandiosa tarefa de cristianização, essa é a profunda finalidade do Espiritismo evangélico, no sentido de iluminar a consciência da criatura, a fim de que o lar se refaça e novo ciclo de progresso espiritual se traduza, entre os homens, em lares cristãos, para a nova era da Humanidade. Emmanuel

PÁGINA 25

Um bueiro na avenida Henrique Alonso, nas proximidades do Ginásio Portugal Gouvea, está entupido e causando estragos nas rodas de caminhões que passam por ali e ficam "atolados", conforme reclama um morador. Ele diz que já reclamou várias vezes do problema, mas até ontem o caso não tinha sido resolvido. Na foto, um carro que caiu no bueiro.


PÁGINA 26

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

GERAL

PÁGINA 27

Perfil

Zé Aiala começou a trabalhar com 12 anos e comprou a loja do patrão

Zé Aiala, e ao lado a loja onde ele começou a trabalhar, década de 50 José Aiala, o "Zé da Loja" como sempre foi conhecido pelos moradores mais velhos da cidade está com 79 anos e começou a trabalhar na antiga Loja São João, na praça Santo Antonio com 12 anos, daí o apelido, Zé da Loja. Ele conta que naquele tempo morava com a família na Porteira Preta que ficava na estrada para Amália, logo depois de um pequeno córrego que hoje não existe mais,. "Vinha a pé trabalhar, era perto", diz ele. Isto foi em 1946, quando João Fonseca veio de Cajuru para montar a Loja São João, filial de Santa Rosa. "O gerente era o Ricardo Baroni e o balconista era o "Nelson da Loja", que morou muito tempo na cidade e ficou amigos de todos." Zé Aiala aprendeu o ofício, era trabalhador e o dono gostava muito dele.

Em 1958, João Fonseca se cansou da loja e queria vender. "O Baroni me propôs c omprar em s ociedade, mas eu disse que só comprava sozinho e foi o que fiz, pagava 25 mil por mês em dinheiro da época". Apesar de instalada num prédio velho a "Loja Nova", como também era chamada era uma das maiores da cidade, tinha de tudo, menos alimentos e a freguesia só aumentava. Zé conta que nos anos 60, não lembra bem a data, resolveu construir um prédio novo, mas esbarrou numa lei da prefeitura que obrigava a deixar um recuo de dois metros da guia, mas com isso, perderia espaço. "Aí, resolvemos fazer um sobrado com a loja embaixo. Deu certo e o Antonio Titarelli e o Paulo Sordi fizeram o prédio em 6 meses, um recor-

de naquela época. E se tornou a maior loja da cidade, com tecidos, relógios, armarinhos, freguesia sempre aumentando e vendas cresc endo a cada dia. "Mas acho que em 66 por aí, os empregados de Amália entraram em greve, foram todos despedidos e como eu vendia a prazo, o pessoal foi deixando de pagar e o prejuízo aumentando, porque tão tinha condições de repor as mercadorias. 90% da fregues ia era de Amália", contabiliza. Ideia - Ele diz que teve que fazer empréstimos a juros altos para sobreviver e a situação ficava dia a dia pior. Foi aí que teve a idéia de propor para o Guilherme Pasti a venda da loja para ele e o Guilherme e a sua esposa Dulce toparam. Guilherme pagou o que ele

pediu e o negócio foi feito, Zé ficou c om a cas a do Guilherme para onde s e mudou, reformou e mora nela até hoje, depois de uma boa reforma. Naquele tempo, comprou o antigo Bar do Venâncio onde é o Bar do Sarney, e ficou por três anos . Vendeu o bar e montou uma lotec a, vendeu e não quer mais s aber de negóc ios, só c urtir a apos entadoria com a espos a, dona Célia e os três filhos, dois deles morando fora da c idade. "Vamos tocando o barco", diz. Ele aproveita para informar que jogou futebol no juvenil de Santa Rosa, que era formado por 32, Tedão e Zé da Loja, Fanta, Esc ambau e Saúva. "O res to não lembro. Minha vida daria dois livros , se fos se c ontar tintim por tintim".


PÁGINA 28

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 29


PÁGINA 30

Receita Federal procura dinamite usada em explosão em Cajuru Uma equipe da Receita Federal e outra da Polícia Federal estiveram em Santa Rosa na semana passada para investigar a origem de bananas de dinamite usadas para explodir caixas eletrônicos em Cajuru na semana passada. Os agentes receberam denúncia anônima de que bandidos teriam furtado a dinamite de uma mineradoar na região e escondido em Santa Rosa, para depois fornecer aos bandidos que explodiram os caixas em Cajuru. Segundo as informações, a denúncia não tinha fundamento, e os agentes descartaram a hipótese de a dinamite ter sido furtada na região. Na semana passada 10 homens utilizando dinamites, explodiram três caixas eletrônicos da agência da Caixa Federal localizada na rua José, Bonifácio, bem no centro de Cajuru. Após pegar todo o dinheiro dos caixas eletrônicos, a quadrilha fugiu em três carros, saindo da cidade em direção a Santa Rosa . No mesmo dia aconteceu outro ataque em Ribeirão Preto e de acordo com a Polícia, só nestes quatro primeiros meses já foram 50 ataques a bomba em agências bancárias na região de Ribeirão Preto. Recentemente aconteceram explosões de caixas eletrônicos em Altinópolis, Cássia dos Coqueiros, Serra Azul e agora em Cajuru. O caso foi assumido pela Polícia Federal, que não divulgou informações.

Palestra para produtores de cana no Centro Cultural Aconteceu na ultima terça feira (29), no Centro Cultural uma palestra com o Professor Doutor da Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP-ESALQ), Godofredo Cesar Vitti. A palestra, promovida pela COPLACANA, AFOCAPI (Associação dos Fornecedores de Cana de Piracicaba) e Heringer, teve como objetivo qualificar os produtores de cana de açúcar da nossa região. Participaram produtores de Santa Rosa, Tambaú, Cajuru e São Simão. Os cerca de 50 produtores presentes participaram da palestra extremamente técnica, onde a nutrição da cana de açúcar foi tema explorado pelo palestrante, que também falou sobre as deficiências do solo, as necessidades que a cultura exige e as recomendações para uma melhor exploração do solo e maior produtividade.

GERAL

MEMÓRIA

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

Cadê o relógio da torre? Depois da chamada 'Revolução de 30' - quando Getúlio Vargas assumiu o poder da República, as cidades brasileiras tiveram suspenso o trabalho de suas Câmaras entre 1930 e 1934. O segundo dos prefeitos nomeados para Santa Rosa, Theóphilo Siqueira, apresentou relatório do que realizou entre 1934 e 36 à nova Câmara empossada em 02 de julho de 1936. Entre diversos assuntos abordados, o então prefeito menciona ter colaborado com 550 mil reis para a compra do relógio que foi instalada na torre da igreja Matriz da paróquia Santa Rosa de Viterbo. Esta foto - de data ignorada - foi feita em momento anterior, quando o relógio ainda não estava lá.


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 1852 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do C ódigo C ivil, os pretendentes: // JOSÉ RIC ARDO DA SILVA e JURAC I APAREC IDA RAMOS //. Ele, natural de C asa Branca, Estado de São Paulo, nascido aos oito (08) de agosto de um mil novecentos e sessenta e nove (1969), profissão Operador de Desmedulador, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Rua José Hipolio Xavier, 376, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de ANTONIO GONÇ ALO DA SILVA e de dona LAURA LAUDELINA DA SILVA. Ela, natural de Tambau, Estado de São Paulo, nascida aos quatorze (14) de julho de um mil novecentos e sessenta e dois (1962), profissão C ozinheira, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Rua Rua José Hipolio Xavier, 376, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de GONÇ ALO GALDINO RAMOS e de dona C AROLINA DE OLIVEIRA RAMOS. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 1853 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do C ódigo C ivil, os pretendentes: // TIAGO DONIZETI RODRIGUES e JUSSIANA PEREIRA DE JESUS //. Ele, natural de São Simão, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e dois (22) de janeiro de um mil novecentos e oitenta e oito (1988), profissão auxiliar de produção, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua José Val, 126, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de SEBASTIÃO DONIZETI RODRIGUES e de dona MARIA DE LOURDES DA SILVA. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos vinte e cinco (25) de dezembro de um mil novecentos e oitenta e oito (1988), profissão do lar, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua José Val, 126, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de JOSÉ PEREIRA DE JESUS e de dona DOMINGAS C OELHO DA SILVA. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 1854 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do C ódigo C ivil, os pretendentes: // ISAAC DONIZETI ALEXANDRE e SANDRA C RISTINA GONÇ ALVES //. Ele, natural de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, nascido aos dois (02) de fevereiro de um mil novecentos e setenta e dois (1972), profissão funcionário publico, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Anselmo Vessoni, 439, Jardim Alto da Boa Vista, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de e de dona OLGA ALEXANDRE FARIA. Ela, natural de São Simão, Estado de São Paulo, nascida aos quatorze (14) de janeiro de um mil novecentos e setenta e dois (1972), profissão ajudante serviços gerais, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Anselmo Vessoni, 439, Jardim Alto da Boa Vista, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de OSMAR GONÇ ALVES e de dona C ELINA FRANC ISC A DE JESÚS. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi - Oficial.

GERAL

Saúde em perigo

O vereador Gonini Junior está propondo a formação de um consórcio da saúde entre municípios da região para tentar melhorar o atendimento aos moradores que enfrentam dificuldades na hora de procurar médicos ou hospitais e faz um alerta: "A maioria dos doentes espera por uma regulação para ser tratada em hospitais de Ribeirão Preto. Mas o que acontece é que os hospitais daquela cidade também estão entrando em colapso, quase não podem atender mais ninguém e já temos gente morrendo na cidade por falta de atendimento e vão morrer muitos mais, se não tomarmos providências urgentes". Segundo Gonini um consórcio entre municípios vizinhos poderia resolver o problema, ou pelo menos amenizar a situação. "Cada cidade atenderia uma especialidade médica onde já existe a especialização e isso aliviaria o atendimento feito por Ribeirão Preto que só atenderia casos de alta complexidade". A proposta de Gonini foi feita na última reunião da Câmara e a maioria dos vereadores apoiou a mesma, propondo a formação de uma comissão para discutir o assunto e visitar regiões onde este tipo de consórcio já existe.

Vereadores de Cajuru visitam Câmara local Os vereadores Juliano dos Reis; João Gregório; João Marcos e o assessor jurídico da Câmara de Cajuru, Osmar Eugênio de Souza, estiveram presentes na sessão que aprovou a formação da CP para apurar as denúncias contra o prefeito Cassinho. "Uma lição de democracia", disseram.

PÁGINA 33

Mães reclamam de "caos" na creche do Nosso Teto Mães de crianças que frequentam a pré escola em período integral do Nosso Teto reclamaram esta semana ao Jornalzão de que a escola não oferece a mínima condição de higiene porque falta material de limpeza e também falta alimentação para os filhos. Segundo dona Maria de Fátima, o filho dela chega esfomeado da escola à tarde, porque a merenda servida é insuficiente e que algumas professoras compram bolachas com dinheiro do bolso para distribuir às crianças. Ela revela que ficou sabendo da situação depois de uma reunião de pais e mestres ocorrida no último dia 30. "A gente achava que estava tudo bem, mas aí ficamos sabendo da verdadeira situação tem apenas 10 colchões numa sala para 16 crianças. O álcool gel para desinfetar os colchões acabou e é comprado pelas funcionárias, de manhã as crianças comem apenas um pãozinho, falta material de limpeza, o parquinho não funciona, tiraram a biblioteca, está um caos", frisa. Ela diz ainda que quando assumiu, o prefeito prometeu muitas coisas para a creche, mas até agora, não cumpriu. "Votamos e acreditamos nele e agora estamos cobrando as promessas que ele fez".

“Municipais” participam de capacitação Nos dias 16 e 17 de Abril de 2014, funcionários municipais participaram da "Oficina Regional de Redução de Riscos" na cidade de Ribeirão Preto, envolvendo Brigadistas e membros da Defesa Civil. O treinamento teve como objetivo principal capacitar agentes para atuação nos problemas decorrentes no período de estiagem nas cidades da região, levando conhecimento àqueles que direta ou indiretamente estão comprometidos com tal matéria.

Santa Rosa é recorde em Solidariedade! A Campanha do Agasalho 2014 deixou uma grande lição para todos nós: com Solidariedade e Amor é possível transformar o frio em calor. Cobertores, blusas, calças, calçados e até alimentos foram entregues com o prazer de doar. Muitas pessoas saíam de suas casas e ficavam esperando a equipe chegar, sempre com um sorriso estampado no rosto. A Presidente do Fundo Social de Solidariedade e Primeira Dama Marialda Ap. Bertocco Assis Cunha, em suas próprias palavras, agradece a colaboração dada pelos motoristas da Prefeitura, cargos comissionados e gratificados, estagiários e voluntários que contribuíram para que a Campanha do Agasalho se realizasse com grande sucesso. "Os nossos Munícipes são muitos solidários e o calor humano demonstrado durante a Campanha contribuirá muito para diminuir o frio de muitas famílias. Que Deus nos abençoe", finaliza Marialda. Quem ainda não doou poderá ir até o Fundo Social de Solidariedade na Rua Santa Catarina, 659.


PÁGINA 34

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

Festa do bairro, mais um ano de sucesso Uma grande festa em comemoração ao 32º aniversário do bairro, ocorrida no último fim de semana, proporcionou alegria, diversão, saúde e lazer para a população. Durante três dias seguidos, sexta, sábado e domingo, a praça "Zuleika" recebeu um grande público da cidade e região. Os shows foram elogiados pelo público e os artistas da cidade em nada ficaram devendo em qualidade musical, repertório e atuação de palco aos bons artistas que vieram de fora. "... Adiferença entre os artistas de fora e os nossos é que eles não moram na cidade", chegou a dizer o locutor Evandro Júnior. Outro ponto de destaque foi a organização que ficou a cargo da Fundação Cultural e Associação dos Moradores. A festa repercute mais a cada ano na região e atrai visitantes de cidades vizinhas que vêm para se alegrar e se divertir.

FALA NOSSO TETO

Serginho Gomes

PÁGINA 35

Bebê de três meses escapa de acidente no "Trevo da Morte" Um grave ac idente envolvendo um carro Gol e um Ford Escort aconteceu por volta das 18h do último sábado (26), no trevo Adriano de Castro Gil, o "Trevo da Morte" que fica na rodovia Conde Francis c o Matarazzo Junior. Segundo informações, da Polícia Militar e Soc orris tas do Samu, o Gol, dirigido por Claudinei da Silveira, seguia no sentido, Santa Rosa - São Simão com cinc o pessoas, a mulher do motorista, Alessandra Pereira Lima da Silveira, a sogra, Terezinha Aguiar Pereira de Souza a cunhada, Joelma Soares, mãe de um bebe de três meses que es tava com ela no carro. Segundo a versão do motorista do Gol, a família seguia em direção a um sítio pela rodovia "Conde" quando, ao c ruzarem o "Trevo da Morte" na entrada do "Teto", o motorista do Escort, que vinha no mesmo sentido e estava na alça de aces so ao bairro, teria desrespeitado o sinal de Pare - e avançado sobre a pista ocasionando a batida. Ainda abalado Claudinei disse: "Não tive tempo de fazer nada e bati no meio do carro dele. Como ele conseguiu fazer uma coisa dessas? Ele podia ter nos matado". O Samu atendeu no

loc al Ales s andra Pereira Lima da Silveira, vítima mais grave da colisão que apresentava sangramentos e suspeita de fratura da perna direita. Os demais foram levados de ambulância para atendimento no Pronto Socorro. Segundo um parente das vítimas que compareceu no loc al durante o episódio e ac ompanhou o s ocorro, Alessandra Pereira de Lima da Silveira, passou a noite em observação no hospital e foi liberada no dia seguinte. As outras vítimas que tiveram escoriações e ferimentos estão se recuperando em casa: "Apenas o Claudinei está com suspeita de fratura do cotovelo e irá fazer exames", disse o parente das vítimas - a suspeita teve confirmação essa semana. A mãe do garotinho com corte e sangramento na testa aguardou atendimento com ele no colo. O bebe foi o único que escapou ileso à batida. O motorista do Escort não quis dar declarações e permaneceu no local até a chegada da Polícia Rodoviária. Ele aparentemente nada sofreu e segundo informações posteriores ao fato, ele teria s ido conduzido até a Delegacia de Polícia e pago fiança de mil e quinhentos reais para não ficar preso

Com o sangue escorrendo pela cabeça, mãe segura o nenê aliviada, enquanto aguarda atendimento

porque estaria alcoolizado. Ess e foi o primeiro registro de ac idente no "Trevo da Morte" depois que a rodovia Conde Fran-

cisco Matarazzo foi modernizada e entregue aos usuários no mês de amrço. A lista de acidentes no local é extensa.


PÁGINA 36

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014


O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

PÁGINA 37


PÁGINA PÁGINA38

38

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

OClélia JOR NAZanardo LZÃ O - ED . 941 O -JO 03/05/2014 RN AL Z ÃO cleliazanardo@bol.com.br

ED IÇ ÃO 941 03/05/2014


JO RN Z ÃO OOJOR NAAL LZÃ O - EDClélia . 941 - 03/05/2014 Zanardo ED IÇ ÃO 941 03/05/2014

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA PÁGINA 39 Informe Publicitário

39


PÁGINA 40

O JOR NA LZÃ O - ED . 941 - 03/05/2014

O Jornalzão, edição 941  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you