Page 1

®

Diretor Administrativo: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Editor: Victor Cervi (Mtb 11226) - Santa Rosa de Viterbo, 16/11/2013 - Ano 20 - N.º 917 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

Segurança invade casa e quebra os dois braços de moça com taco de basebol

R$ 2,00

Pernilongos irritam e tiram o sono dos moradores

Apreendidas mais seis máquinas caça-níqueis

Mais uma vez a Vivo deixou a cidade sem telefones e Internet. Os bancos fecharam mais cedo na terça-feira

Cristina Divino e Ana Júlia agradecem a todos que colaboraram com doação em dinheiro e sangue. Um grupo de pessoas está fazendo campanha para ajudar a menina Ana Júlia Costa Divino, de sete anos, que está com leucemia e precisa urgente de doadores de sangue. O sangue dela é A positivo e como ela está passando por quimioterapia, precisa de transfusões constantes. Luciana Pretel do foto Pretel está arrecadando doações em dinheiro para ajudar a família, que passa por dificuldades, já que o pai da menina teve um infarto e está internado em Ribeirão Preto. O telefone da Luciana é 3954 1229, ou falar com Ana, tia da menina, no 9 9935 0741

Quarta é feriado Dia 20, quarta-feira, é o Dia da Consciência Negra, feriado municipal. Não abrem comércios, bancos e repartições públicas. No Estado, 101 das 625 cidades decretaram feriado nesta data. Na região, apenas Ribeirão Preto e Santa Rosa comemoram a data.

Santa Casa faz leilão dia 15 - São 90 itens Asfalto novo - Na quinta-feira começaram as colchões, móveis camas, tudo novo, doados pelo obras do novo asfalto do bairro Nova Roma. Diversas Magazine Luiza. ruas serão recapeadas, em obra de quase 500 mil reais. na foto acima, também na quinta-feira, máquinas começaram o asfalto que liga a rodovia “Padre Donizetti” a avenida Joaquina no Nosso Teto, em caminho pelo novo trevo recém construído.

O Jornalzão faz 19 anos


PÁGINA 2

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

GERAL

PÁGINA 3

Pernilongos atacam e ninguém consegue dormir direito A cidade está vivendo um verdadeiro ataque de pernilongos na última semana e não há quem não reclame. Segundo a pesquisadora da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, Sirlei Antunes Morais, altas temperaturas, chuvas intercaladas e o precário saneamento básico em algumas regiões propic iam maior proliferação e desenvolvimento de diversas espécies de insetos que podem ser vetores de doenças para os humanos . "Ess es fatores "aceleram o ciclo biólogico do Culex quinquefasciatus, o pernilongo, provocando um aumento exagerado da população". Este culex é primo chegado do aedes, que transmite a dengue. Morador no centro da cidade na rua Prudente de Morais diz que à noite as paredes do quarto fic am "pretas" de tanto pernilongo. "São daqueles grandões, pretos, que deixam muita c oc eira quando picam a gente". Onitede Luis Ceoldo que mora na rua Con-

dessa Filomena Matarazzo reclama. "Eles atacam à noite inteira, não tem jeito". Em todos os lugares de cidade a reclamação é a mesma. Grande parte dos incomodados usa inseticidas mata-mosquitos ou repelentes, mas não tem adiantado muito. Dona Maria da rua do Comércio diz que já gastou vários tubos de veneno, mas mesmo assim, o ataque é cruel. "Não tem adiantado nada, eles aparecem e vão atacando, principalmente de tardezinha. Não sei mais o que fazer". Quem mais reclama são as mães de bebês recém nascidos. "O berço tem cortina de filó e mesmo assim eles atravessam o tecido e picam a criança. De manhã cedo, a menina amanhece com as perninhas roxas todas manchadas da picada do mosquito" diz dona Aparecida. Quem não tem do que reclamar são as farmácias e supermercados que vendem os mata mosquitos e repelentes, de várias marcas e qualidade, desde au-

tomáticos ligados à energia elétrica até os sprays comuns. Perigo - Mais do que incomodar, coçar e zumbir nos ouvidos, os mosquitos podem trazer perigos às pessoas. Em primeiro lugar, "a picada pode desencadear processos alérgicos, dependendo do sistema imune da pes soa", explica a pesquisadora. A primeira medida de prevenção, é não deixar água parada em vasos de plantas, pneus, garrafas e tudo que possa ser um procriador de larvas de mosquitos. Manter os quintais limpos e não jogar lixo a céu aberto são outras medida essenciais. Dentro de casa, o uso de repelentes elétricos e telas finas nas janelas são indicados. Saneamento básico também é de extrema importância, preocupação esta dividida com o poder público do município, que também deve cuidar da limpeza e coleta de lixo da região.

CHOCOLATERIA BUZZI BOM GOSTO E REQUINTE NA CHOCOLATERIA TEM AR REFRIGERADO PARA SEU CONFORTO! APRECIE NOSSAS CRIAÇÕES EM CHOCOLATE! PRODUZIMOS O MELHOR SORVETE DA CIDADE.

Estamos bem ali ao lado do Correio, na Avenida Rio Branco. Chega lá! Telefone: 3954 6521

BOLOS, TORTAS, PAVÊS, BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS, SUCOS. PÃO-DE-QUEIJO, EMPADA, CROISSANT, CAFÉ GOUMERT E MUITO MAIS DELÍCIAS.


OPINIÃO

PÁGINA 4

EDITORIAL Lei tem que cumprir, senhor prefeito - Ontem mais dois bares foram flagrados com máquinas caça níqueis. E ambos foram denunciados anonimamente por mulheres. Um deles, inclusive, é reincidente. Existe uma Lei que diz que o alvará destes estabelecimentos deve ser cassado, quando flagrados com caça níqueis, que tanto mal faz às famílias dos “viciados”. E pelo jeito ela não é cumprida pela prefeitura. O delegado prende, comunica a prefeitura, que nada faz. Assim, o dono do estabelec imento coloca de novo as máquinas, e o delegado prende e nada acontece. Vamos, prefeito. Simbora cumprir a Lei. Semana que vem voltaremos ao assunto. Caso Rodolfo - O médico publica informe publicitário nesta edição expondo o seu lado. Ele nega salário “astronômico”, nega sobrecarga de trabalho e nega que tenha pedido para sair da coordenação do Pronto Socorro. Como dissemos na semana passada, com os documentos pedidos pela Câmara e a sindicância aberta pela prefeitura, o tempo nos dirá quem tem razão.

EXPEDIENTE O JOR NA LZÃ O é um a pub lic açã o da edi to ra And ré Na gib Mo uss a ME Re da çã o: rua C ond ess a F ilo me na Mat ara zz o, 95 - C en tro - San ta Ro sa de Vi ter bo- SP - CEP 14 .27 0- 000 Fo ne/ f a x: (16 ) 395 4 3 289 Us uár io Pap el Im un e: UP - 081 09 /01 4 - Di ret or Ad min ist ra tivo: And ré Mou ssa - Dir eto r d e R ed açã o: Vic to r C erv i - Free lancer - Romeu Antunes - Co la bor ad ore s: Ana Lígia, P a dre A lex, C lél ia Za nar do, S erg inh o G omes, João de Bem, Mário Egidio e Ro gér io Mo sca rdi ni Ar te f i nal ist a: Ju nio r - Co nt ato C ome rc ia l: Joa na Dobras Ti rage m: 3 .000 exe mpla res - Ci rcul açã o: S anta R osa d e Vit e r b o Pe r i o d ic i d a d e : Se ma n a l - R $ 2 ,0 0 p o r e xe mp l a r - E mai l:o jor nal zao @oj or nal zao .co m Im pre ssã o: Gra fi sc, Sã o C ar los . “ A rt igo s a ssi na dos s ão de in tei ra res pon sa bil ida de de se us aut ore s, nã o r epr ese nta nd o n ece ssa ri ame nte a opi ni ão do jor na l.” O Jor nal zão s e r ese rva o di rei to de res umi r c art as que co nsi dera r i nad equ ada s a o e spa ço dis pon íve l. O JOR NA LZÃO É AFIL IADO À A B RA RJ

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

RESISTÊNCIA Chico Alencar* "Imprensa é oposição. O resto é armazém de secos e molhados", dizia Millôr Fernandes, com se u habitual s arcasmo. Isso não o impediu de trabalhar em muitos jornais e revis tas do sis tema... com independência! Fazer bom jornalismo, ainda mais em pequenas cidades, onde o jogo de interesses é direto e todo mundo se conhece, é difícil. Os pedidos de apadrinhamento, favores e para 'maneirar' são constantes.

As tentativas de cooptação, com as verbas da publicidade oficial ou até mesmo de cargos comissionados na administração, são frequentes. Há mesmo aqueles poderosos que, sinceros, dizem que "jornal se compra, não só na banca, mas na redação, na sala do editor, na casa do dono". Por isso O Jornalzão tem que comemorar seus 19 anos de existência. Passaram-se governos, a Câmara Municipal trocou vereadores, empresas surgi-

ram, outras faliram (há 'Eikes Batistas' em todo o Brasil) ou foram embora. As pressões e tentativas de influência existiram e existem por parte de quem tem dinheiro, prestígio e poder. Mas nada disso tirou a qualidade da informação que esse simpático tablóide, na esteira do Santa Rosa Notícias e outros pioneiros, veicula. Nascido na véspera da Proclamação da República, O Jornalzão tenta conservar princípios republicanos de não ser 'chapa branca' (nem 'do contra' só por ser). Não estou entre os que consideram que a internet vai acabar com o jornal impresso. Ele continuará, as sim c omo o rádio não acabou com o advento da televisão. Não desaparece-

rá o objeto jornal, com sua textura, sua materialidade, seu jeito bom de poder ser colocado na mesa, quando s e toma o c afé matinal. Aquelas tintas no papel nos permitem ler o mundo, o país, a cidade, o bairro, a rua, nos s a humanidade grandiosa e miúda, estúpida ou solidária. Nossas festas, nosso luto. Parabéns ao O J ornalzão, minha leitura esperada e sabatina quando estou aí na querência distante. E minha saudade aplacada na telinha, quando estou em Brasília ou no Rio. Ler ou não ser!

*Chico Alencar é professor de História e deputado federal (PSOL/RJ)


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 5


PÁGINA 6

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 7


GERAL

PÁGINA 8

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

Tesourinha, adestrador de cães Carlos Umberto Fernandes, o Tesourinha, tem 52 anos é PM aposentado e adestrador de cães desde que entrou na corporação. Em São Paulo, fez curso de c inofilia porque gostava muito de cães e passou a fazer parte do Batalhão de

Choque trabalhando com o cão Tobi na guarda de praças e jardins e em eventos cívicos. Ficou 8 anos em São Paulo, dois anos em Santa Rosa e se aposentou em São Simão depois de 16 anos de trabalho. Na cidade vizinha adestrava cães

nas horas de folga e ainda trabalha lá com vários cães. Ele diz que sempre gostou muito de cães, tem uma ligação muito forte com os animais e muitos conselhos a dar para os donos de primeiro cão - Primeiro é preciso gostar muito do animal e tratar o cão como cão porque ele não é humano. "Além disso, todos da família tem que tratar o cão do mesmo jeito, porque ele não se educa e perde as referências". Outro conselho de Tesourinha é quanto ao espaço do cão. "Ele tem que ter o seu lugar, sua casa, seus brinquedos. Nada de c ão dentro de casa". Tesourinha ressalta que não existe cão malvado, mas cão mal treinado. "Um pitbull criado num espaço de um por um vai ser um animal estressado e certamente vai agredir o dono em algum momento". Quanto à raça, ele diz que cada uma tem a sua qualidade, dependendo do que o dono precisa dele - "Cão de guarda, cão de companhia, cada raça tem uma tendência, mas no fundo cão tratado com amor e respeito, sempre vai ser um animal de boa conduta e confiança de seu dono". E por final, ele diz que um cão é essencial para crianças, tanto para ajudar na socialização como para aprender a lidar com um animal com amor e sem medo.

DE OLHO NA CIDADE

"Chora na rampa" - Um cliente do Fórum, onde sempre vai responder a processos, não resistiu quando viu a rampa de entrada do prédio quase pronta. E tascou: "Chora na rampa aqui fora e chora lá dentro prô Juiz"


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


MÍDIA

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 11

O Jornalzão, 19 anos circulando sem parar Sem medo de polêmicas e abraçando causas sociais

Na feira, o povo compra pastéis e O Jornalzão O jornal de Santa Rosa que mais tempo circulou, sem interrupções, completa amanhã 19 anos. A primeira edição de O J ornalzão, public ada no dia 17 de novembro de 1994, ainda não tinha c ores, a distribuição era gratuita, e s ua c irc ulação, quinzenal. - Ele começou como public ação de apoio à ad-

minis tração do prefeito Omar Nagib. Eu entrei depois - rec orda o jornalis ta André Nagib Mous sa, 46 anos, atual diretor. Sob sua coordenação, o jornal logo pas sou a ser semanal e ganhou c ores. A experiênc ia inicial ele adquiriu em outro jornal, O Santa Ros a, fundado em 1989. - Eu fazia parte da sociedade da qual partic i-

pavam Nilo Sartini, João Agapito, Luiz Tertuliano e João Garcia. Pes quis as recentes dão a dimensão do que repres enta O J ornalzão para a cidade. - Quando s e pergunta, 'qual jornal da cidade você lê', OJ aparece c om cerca de 80% nas respostas dos pes quisados . E se a pergunta é, ' qual jornal local que voc ê conhece', ess e perc entual chega a 98% - ass egura o diretor. Outro dado que ele diz ter detec tado, através de p es quis a , é q ue o exemplar de OJ não fica em uma residênc ia: pas sa de mão em mão.

A participação ativa na vida de Santa Rosa fez O J ornalzão mergulhar em momentos polêmic os na política, e André Moussa lembra alguns dos mais notórios. - Registramos vários epis ódios as sim, como o caso do ônibus de Bauru, o lance do pãozinho, a c as s ação do prefeito Decão, a renúnc ia da vereadora Roberta Amic i, o epis ódio chave da c idade, carnaval milionário, além de, há vários anos , o jornal publicar, c om exclus iv idade , o e nigma da Ca ça ao T es our o de Momo. O jornalista obs erva que os epis ódios que cita envolveram polític os de

André Moussa: equidistância das posições políticas variadas posições no c enário loc al, e que o jornal sempre ficou equidis tante des sas pos ições. Ele des taca também o envolvimento do s ema-

nário em caus as sociais. - Somos parceiros de divers as entidades loc ais , e abra çamos um s em número de c aus as que muito nos orgulham.

Waldir é o campeão de vendas Os 'oss os do ofício', que qualquer public ação pode ter que enfr ent ar, p ara O J o rnalzão não tem c ausado es tragos . - Jamais c ens uramos nossos colaboradores. Tanto os jornalistas quanto articulistas escrevem livremente aqui. Em

toda nossa história enfrentamos apenas três processos, em um saímos vitoriosos, e, nos outros, fizemos acordo judicial (publicamos indevidamente o nome de um menor de idade). Atualmente O J ornalzão circ ula com uma equipe compos ta por 8 colaboradores fixos , e cerca

de 40 vendedores c uidam de sua dis tribuição. - Na distribuição dos cerca de 3 mil exemplares semanais, não podemos esquec er dos dois c ampeões: s eu Waldir, que vende 350, e dona Cida, nada menos que 18 0 - fina liza And ré Mouss a.


PÁGINA 12

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

CRÔNICA & CONTEXTO por João de Bem

ESPERE SENTADO No horizonte político federal nada de novo, a não ser o aumento do número de partidos mais recentemente homologados e outro em fase de liberação - total de trinta e dois caminhando para trinta e três. Mais de duzentos e oitenta milhões é o valor em reais alimentado aos partidos só neste ano via Fundo Partidário - criado pelos próprios beneficiados com o dinheiro arrecadado da população. Os principais partidos têm raízes na oligarquia dos tempos do Brasil Colônia. Seus comandantes são descendentes diretos daqueles que estruturaram a política tupiniquim lá atrás mantendo suas bases até hoje. Os nomes em caras novas que aparecem como candidatos estão apenas repetindo o que aprenderam com seus ascendentes diretos - como se manter no poder político sem nunca ter trabalhado. É o caso dos Neves e Andradas em Minas Gerais, dos Sarneys no Maranhão, dos Magalhães na Bahia, dos Vasconcellos e Arraes em Pernambuco, os Collors e Calheiros em Alagoas, os Barbalhos no Pará e muitos outros, abrangendo todos os estados brasileiros. As famílias oligarcas são a melhor escola para a formação de políticos profissionais. Essas famílias são as verdadeiras donas dos partidos e por extensão ditam as regras para as candidaturas - quem e quando se candidatar. Dessa maneira estarão sempre no poder extorquindo o povo brasileiro. Eles não dão moleza - ninguém entra na cidadela do poder sem anuência deles. É a corte perdulária disfarçada em partidos continuando com as mordomias proporcionadas pelo poder político. Vejamos - Aécio é neto de Tancredo. Pelo histórico biográfico sempre esteve vivendo de política. Não se tem notícia de que tenha tido alguma outra ocupação fora da política. A deduzir - político profissional por excelência e tradição. É bom para governar o Brasil? Eduardo Campos é outro no páreo - está governador de Pernambuco. Ouvi entrevista dele no Programa do Jô na madrugada de terça, 12/10. Não trabalha desde os vinte anos quando se formou precocemente na UFP em administração. Iniciou-se com Miguel Arraes, seu avô, misturado com outros oligarcas tradicionais da política pernambucana. Desde a formação só lidou com política foi deputado estadual, deputado federal por três legislaturas seguidas, ministro do Lula, eleito e reeleito governador do estado. Também é político profissional - não tem histórico de trabalho fora da política. Pressionou Dilma para nomear sua mãe, Ana Arraes para ocupar o cargo que ocupa hoje - o de Ministra do TCU. Antes da ditadura havia uma esperança de distensão política via alternativas ideológicas. Com a ditadura as oligarquias conservadoras se fortaleceram e hoje comandam o Brasil político. O arremedo de mudança proporcionado pela abertura política pós-ditadura com o surgimento de partidos de esquerda logo se fechou no mesmo esquema de poder bandido. Para nós brasileiros comuns não há saída sem reforma política - e reforma política os oligarcas não querem. Estima-se que mais de 60% do Senado e metade da Câmara estão nas mãos dos tradicionais conservadores. "Relaxar e gozar" como disse a Marta é quase impossível diante desse quadro. Mas a Copa do Mundo no Brasil está aí. A maioria fanática anestesiada pelo futebol nem vai sentir o "pepino" que vai levar dos políticos em 2014!

GERAL

PÁGINA 13

Memória política

Desafio de Quércia à ditadura começou em Santa Rosa Em n ovembr o de 1974 Santa Rosa foi pioneira na apuração dos votos da eleição que levou Orestes Quércia para o Senado Federal. Ele pertencia ao MDB, e sua vitória representou duro golpe ao partido oficial - Arena - que apoiou Carvalho Pinto. O jornal O Diário, de Ribeirão, noticiou o fato: "Santa Rosa de Viterbo foi a primeira c idade do Bras il a começar as apurações. O primeiro voto foi 'cantado' pelo escrutinador José Borges Garcia, às 17h45, para Orestes Quércia". O jornal,

cujo editor na época era o s anta-ros ense João Garc ia , des tac ou o ve rbo 'c antado' pelo fato do escrutinador ter sido cantor da orquestra loc al Eldorado, dos anos 50. "Alguns minutos depois - prosseguiu O Diário - o vereador Márcio Antônio de Pádua Guimarães c omunicava a uma rádio de Ribeirão o resultado de duas urnas apuradas; e a rádio comunic ou à Rede Globo de televis ão que espalhou por todo o país a notícia da vantagem de Quércia na cidade".

Orestes Quércia, (1938 - 2010) foi também Governador de São Paulo

Segundo “O Diário”, Paulo Egídio 'passou sabão' no prefeito Depois de ouvir a notíc ia pela T V, o povo 'c orreu orgulhoso ao fórum para ass istir também ao fato histórico', registrou o jornal segundo o qual 'correu boato pela cidade que a apuração seria impugnada, pois s eu inic io deveria ser no dia seguin-

te, às 8 horas', mas o juiz eleitoral (Geraldo Peres) considerou que a apuração inédita não afrontava a legislação vigente. Assim que soube da vantagem de seu nome - 3 por 1 - sobre Carvalho Pinto, Quércia telefonou para agradecer a seus correligi-

onários. Mes ma atitude teve Paulo Egídio Martins (então futuro governador), só que este ligou para reclamar. O Diário contou como foi: "Minutos depois (de Quércia) ligou o outro lado: Paulo Egídio falou com Francisc o Antônio da Silva, o prefeito de Santa

Rosa. Segundo pessoas ligadas ao prefeito, o futuro governador teria dado um pito danado no prefeito". Quércia esteve na cidade depois, e foi recebido com faixas alusivas a este fato. Uma delas dizia: "Bem vindo, senador, aqui começou nossa vitória".


PÁGINA 14

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

GERAL

PÁGINA 19

Faz quase cem anos que a luz elétrica ilumina a cidade

Sindicalista voa alto com Federação Ele era um craque do futebol. Mas não foi no futebol que o corintiano Luiz Carlos Ramos alçou voo. A frente do Sindicato da Alimentação de Santa Rosa ele tomou posse como Diretor da Fetiasp - Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Estado de São Paulo, um dos principais órgãos sindicais do país, com mais de 500 mil filiados. A solenidade foi concorrida, na Casa de Portugal em São Paulo e contou com a presença do governador do Estado Geraldo Alckimin.

EFEMÉRIDES DE NOVEMBRO

A primeira eleição pós 'Ditadura Vargas' Completou 66 anos, no último dia 09, a primeira eleição municipal depois da ruptura institucional ocorrida em 1930, quando Getúlio Vargas assumiu o poder no Brasil. Apenas dois candidatos concorreram para o cargo de prefeito, e o vencedor, Antônio Guimarães, derrotou Theóphilo Siqueira que ocupara o cargo por nomeação, entre 1934 e 38. Os 13 vereadores eleitos foram: Antônio Sério, Primo Cunalli, Moacyr Cintra, João Norberto Villas Boas, Santo Stefanelli, Ângelo Mônici, Virgínio Melloni, Paschoal Cagliari, Gelindo Bertocco, José Massaro, José Jesus Rodrigues, José Dilermando Ribeiro e Ermelino Matarazzo.

Jardim Petrópolis, anos 22 No dia 7 de novembro de 1991 foi inaugurado 'Jardim Petrópolis', com 246 casas, em solenidade comandada pelo então prefeito Decão, com a presença do Secretário da Habitação, José Machado Campos Filho. Construídas pela CDHU, as casas mediam 35,72 m2, dotadas de quarto, sala, cozinha e banheiro. Apesar dos boatos sobre possíveis manifestações durante a entrega, 'somente um ovo, atirado de longe, atingiu o palanque, borrifando de leve os vereadores João Rolinha e Grilo', segundo noticiou o jornal 'O Santa Rosa'.

A família Tenca diante de casa com lampião a querosene Fa z 98 an os q ue Santa Rosa des fruta de energia elétric a, disponibilizada aos moradores em novembro de 1915. Até então as ruas da c idade, fundada em 1910, eram iluminadas por lampiões a querosene. O benefíc io s ó foi pos s ível porque Henrique Santos Dumont cons truiu, a par-

tir de 1909, a hidrelétrica Itaipava, no rio Pardo. A notícia de uma festa realizada na cas a dele, em 1911, revela que a Fazenda Amália já dispunha desse privilégio. Um abaixo as s inado, c om 110 nomes , enviado à Câmara em 17 de abril de 1915, mos tra a an s iedade da população pela chegada

Itaipava inundada em 1929; cidade às escuras por 3 meses da eletric idade. Nele os 'proprietários , indus triais e negociantes ' da cidade expõem o temor diante da possibilidade de não verem o sonho realizado, e pedem 'à ilustre edilidade que se digne providenciar para que seja instalada, com a brevidade pos sível, a Força e Luz ne s s a c idade ; por quanto consta que a em-

presa já ordenou para que des s e outra direção aos postes já em vias de assentá-los, afastando-os desse lugar. Esperam, pois, que os dignos repres entantes des te próspero município não consentirão que seus munícipes fiquem privados de um dos maiores privilégios que s e pode almejar: a iluminação elétrica'.

Caminhada da Fé reforça crença dos fiéis Mais de trezentas pessoas participaram da Caminhada da Fé na noite de sexta-feira passada, um recorde de participantes desde quando começou. Araí Rodrigues, que participou como chefe da manutenção, informa que foram consumidas 40 dúzias de banana, quatros caixas de água mineral e dezenas de laranja.Edson Gomes, do Bar do Sarney, onde tudo começou, diz que houve algumas desistências de pessoas que se cansaram, e que o que vale mesmo é a fé. " Nós fazemos a caminhada por fé e amor,por isso o número de participantes aumenta a cada dia. A fé é fundamental".


PÁGINA 20

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

GERAL

FUNDO DO BAÚ

Logo depois de diplomados no início de 1983, prefeito, vice e vereadores eleitos no ano anterior (com exceção de Onofre Neto da Silva) posaram na porta do Fórum, com diploma na mão e orgulho no rosto. A cerimônia foi conduzida pelo juiz Wando Henrique Cardim Filho. Eis os personagens, a partir do alto à esquerda: Renito Capeletti, Vicente Silva, João Andrade, João Venâncio, Nico Villas Boas (suplente de vereador), Mário Esteves, Nagib Moussa (prefeito), Romeu Terra, Sérgio Silva, Fernando de Almeida, Jesus A. Ferreira, Laércio Arruda e Zezé Coelho (vice-prefeito).

PÁGINA 21

SABESP reforma estações de tratamento de esgoto A SABESP está investindo 500 mil reais nas estações de tratamento de esgoto da Santa Constância e do Nosso Teto para obter a c ertificação ISO 14000, que, s egundo a empresa deve melhorar em muito a qualidade da água que é despejada no Córrego do Bibiano. A reforma das estações já começou com a construção de uma estrada de brita ao redor da lagoa e agora começa a segunda etapa que é a dragagem da lagoa de decantação e retirada do lodo do fundo que será utilizado no aterro posteriormente. A estação de Santa Constância recebe 40 litros de esgoto por minuto e tem capacidade de 18 milhões de litros. Depois de decantada, a água vai para outra represa menor e daí, depois de tratada naturalmente, vai para o córrego, já livre das

impurezas. Ricardo Barbosa, gerente loc al da SABESP, diz que com a obtenção do certific ado ISO 14401, Santa Rosa s erá muito beneficiada. "Com a certificação, atingimos padrões internacionais". Ele explica ainda que a obtenção da certificação exigiu muito trabalho e dedicação e que poucas estações de

tratamento já obtiveram a mesma.


PÁGINA 22

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

Esclarecimento à população de Santa Rosa de V Eu, Rodolfo Aparecido da Silva, médico atuante nesta cidade, carinhosamente chamado pela população de Dr. Rodolfo, venho através desta, a pedido da população desta maravilhosa cidade, manifestar repúdio as declarações prestadas por jornal de grande circulação desta cidade, bem como pelo atual Prefeito e seu vice, e esclarecer à população o seguinte: Foi com pesar que deixei de atuar na coordenação do Pronto Socorro desta cidade, porém não porque eu quis, como publicado, mas porque fui notificado extrajudicialmente a fazê-lo, pela diretora do Departamento de Saúde do município, conforme prova documento, na integra, ora publicado (veja ao lado). A atual administração não só faltou com verdade ao publicar que "não interessava mais" a mim a coordenação do PS, como ainda expôs minha vida profissional de forma negativa, destoando da realidade, possivelmente no intuito de me prejudicar. Não fiz pedido para me mudarem da coordenação do PS e não tenho problemas com indisponibilidades de tempo, sendo inverídica a informação de acúmulo de serviços e cancelamento de agendamentos, o que pode ser confirmado pela própria população que sempre atendo e atenderei com presteza e carinho. Descontentamento maior me causa, não por ter um dia servido e hoje não servir mais, mas por publicarem inverdades sobre minha vida profissional, desrespeitando, a meu ver, até mesmo a população que depende de meu atendimento, que sempre prestei com dedicação. Diferentemente do que foi publicado, não ganho "salário astronômico", e sinceramente, não sei de onde veio essa informação já que nem mesmo o departamento jurídico da Santa Casa mencionou tal valor. Porque não revelam a fonte que teria informado tal valor? Será que não é séria? Infelizmente, querida população, alguns oportunistas, talvez marqueteiros, não se interessaram em veicular a verdade sobre minha atuação como médico nesta cidade, talvez porque não desse "ibope", mas tiveram o trabalho de me difamar, e transformar em notícia por toda a cidade, fatos não verdadeiros e desprovidos de prova. Continuarei meu trabalho como médico, mesmo que reduzido pela administração, com o mesmo empenho que venho cuidando da população durante esses anos, e sei que posso contar com o apoio de vocês nesta jornada. Finalizando, quero agradecer as várias manifestações de carinho e solidariedade que tenho recebido da população e de autoridades da cidade, o que me engrandece ainda mais como ser humano. Que Deus abençoe a todos vocês! Um grande abraço. Santa Rosa de Viterbo 14 /11/ 2013 Dr. Rodolfo


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 23 Informe Publicitário

Viterbo

Esta foi a notificação que o Dr. Rodolfo recebeu em Santa Cruz das Palmeiras, avisando que ele não era mais coordenador do Posto de Saúde da cidade


PÁGINA 24

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


POLÍCIA

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

COLUNA GOSPEL por Rogério Moscardini

Palavras do Nosso Pai Jim Davidson estava descendo o Monte Rainier quando caiu de uma ponte de neve em uma fenda. Enquanto sangrava, machucado naquela caverna de gelo escura, refletiu sobre sua infância. Ele se lembrou de como o seu pai tinha repetidamente lhe falado que poderia realizar grandes coisas se afligido pela adversidade. Aquelas palavras ajudaram a sustentar Jim enquanto ele passou as cinco horas seguintes escalando aquela caverna escura de gelo com pouco equipamento e em circunstâncias extremamente difíceis. O salmista pareceu sair de sua própria fenda de aflição e dor, recordando as palavras de seu Pai celestial. Ele admitiu que, se Deus e a Sua Palavra não o tivessem sustentado com alegria, ele teria morrido em sua miséria (Salmo 119:92). Expressou plena confiança na Palavra eterna do Senhor (v.89) e na fidelidade do Seu caráter (v.90). Como resultado da fidelidade de Deus, o salmista fez um compromisso de jamais esquecer as palavras de Deus, pois elas tiveram um papel central no resgate de sua vida, trazendo-lhe força. Em nossas mais sombrias cavernas e momentos de aflição, as nossas almas podem ser revigoradas pelo nosso Pai no céu ao recordarmos e preenchermos as nossas mentes com Suas palavras encorajadoras. Lembrar as palavras de Deus revigora a nossa alma.

3954 3371 - 3954 6920

PÁGINA 27

Segurança invade casa e quebra os braços de moça Um s egurança particular arrombou a c as a de uma jovem na rua Henrique Dumont no final de s emana porque ela teria furtado o páss aro de um criador da cidade deles e vendido para outra pess oa por vinte reais para comprar droga. Por caus a de

um s imples pas s arinho, quas e arrebentou os dois braços da moça com um taco de "beisebol", além de provoc ar outros ferimentos . A moça teve um braço trincado em dois lugares e o outro quebrado. O criador de trinca-ferro diz que o pas sarinho tem

c ertific ado do Ibama e alto valor no mercado paralelo de c ompra e venda na região. A moça alega que comprou o passarinho de outra pessoa e não s abia que ele tinha sido roubado. A informação do BO registrado, é que, curios amente tudo ac onteceu

numa mesma noite - o furto do pas sarinho, a s urra na moça e a entrada da polícia no caso. Os ac usados de ferir a moça responderão a inquérito em liberdade por arrombamento e agres são, já que não houve flagrante do caso.

Esclarecida onda de furtos na cidade A Polícia Civil esclareceu seis furtos que ocorreram na cidade nas últimas semanas e ac redita que a "onda de furtos" deve parar, porque os responsáveis já foram devidamente identificados e penalizados. "Os la-

drões são pessoas conhecidas e muitos deles reincidentes. São pequenos objetos furtados, aparelhos de cabeleireira, máquina furadeira e até pássaros. Todos eles relacionado ao crack, porque eles furtam para c omprar

droga. Os moradores podem ficar s ossegados que eles não voltam ao c rime tão cedo". Gonini esclarece ainda que estes furtos são feitos em casas onde não tem morador ou o morador saiu e nestes casos, aconselha a

instalação de alarme eletrônico. "Eles tem receio de alarme e ao primeiro sinal vão embora. Aconselho os moradores que viajam ou mesmo chegam tarde m casa a instalar um alarme para melhor segurança".


PÁGINA 28

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

CHICO XAVIER Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

LUTAR Bastas vezes referimo-nos à luta. "É preciso lutar." "Não desistir de lutar." Habituamo-nos a repetir esses apelos, de uns para os outros, em nosso relacionamento recíproco. Entretanto é preciso saber como e com quem. Em todas as ocasiões, nas quais as circunstâncias nos peçam resistência no combate a isso ou aquilo é justo anotes se te encontras no bom combate, aquele em que os nossos interesses pessoais são esquecidos, em prol dos semelhantes. É necessário:- lutar, adentro de nós mesmos, a fim de que a nossa agressividade não se expresse através de azedume e impaciência, complicando os problemas, ao invés de resolvê-los; esforçar-nos para que a tolerância construtiva nos governe os impulsos para que as nossas atuações nas ocorrências da vida não se mostrem contraproducentes; empenhar-nos à harmonia interior, a fim de que a verdade, em nossas mãos, não se converta em tacape da violência; dedicar-nos ao trabalho de tal maneira que no nossos gestos falem mais alto que as palavras. Agir no bem será sempre descobrir a fórmula da paz e da segurança de todos os que nos cercam, sem que nos transformemos em agentes de faccionismo e dominação. Lutar pela extinção do desequilíbrio na própria alma, pela conquista do auto-controle, pelo esquecimento do mal e pela edificação do bem, por dentro de nós mesmos são tarefas das mais importantes no trabalho em que se nos realiza o aprimoramento. O esforço de viver ou sobreviver é comum a todos. Lutar, todos lutam. Observa, porém, para que lado se te dirige a luta no cotidiano, para que as tuas inquietações e dificuldades naturais, ao termo de cada dia, possam significar parcelas de dever cumprido, abençoando-te a consciência com a soma da paz. Emmanuel (Página extraída do livro "Pronto Socorro" Psicografia de Chico Xavier)

CONVITE PALESTRA Nesta segunda-feira, dia 18/11/2013, às 20 horas, estaremos recebendo a visita do Dr. Alfredo J. Rodrigues, da USE - Ribeirão Preto, que abordará o tema "As diferenças na Casa Espírita". Estão convidados todos os confrades e simpatizantes para mais um momento de aprendizado e confraternização. Serão sorteados livros ao final da palestra. O Grupo Espírita "Bezerra de Menezes", está localizado à Rua Eugênio Melloni, 195 - Jardim Planalto. Obrigado pela presença.

POLÍCIA

PÁGINA 29

Apreendidos mais seis caça-níqueis na cidade O delegado Gonini e equipe apreenderam seis caça níqueis em dois locais de cidade, na quinta-feira à tarde, num deles pela segunda vez em menos de um mês. Quatro foram apreendidos numa garagem na avenida Dilermando Ribeiro,ao lado de um bar com a mesma pessoa. Os caça níqueis estavam dentro de um carro, pronto para a fuga, mas não deu tempo. Os outros dois foram apreendidos num bar na esquina da avenida Dilermando Ribeiro logo abaixo de uma padaria. O dono do bar informou que faturava quatro mil reais por semana com as máquinas. Elas foram levadas para a delegacia e os dois vão res ponder a inquérito pela contravenção em liberdade. O delegado diz que há uma lei municipal de sua autoria, que autoriza a cassação do alvará de localização e funcionamento de estabelecimentos comerciais que instalarem, mantiverem, locarem, guardarem ou depositarem máquinas caça-níqueis de vídeo-bingo, vídeo-poquer e asseme-

Investigador de polícia observa os caça níqueis na traseira de uma camioneta lhadas. "A lei existe e está em vigor, mas não é devidamente c umprida. Por isso, os contraventores voltam a praticar o crime, fazem acordo na Justiça, pagam uma c es ta básica e nada mais. Se o estabelecimento for fechado, vão pensar duas vezes antes de voltar à contravenção". Segundo o delegado, as denúnci-

as são feitas por familiares de jogadores que chegam a perder todo o salário num único dia. "É comum um aposentado receber a aposentadoria e perder tudo no jogo. Todas as denúncias que recebemos são deste tipo. Além de perder o dinheiro a pessoa perde a família. A lei existe e tem que ser cumprida", frisa.


PÁGINA 30

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 31


CLASSIFICADOS

PÁGINA 32

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

Os Classificados para particulares são gratuitos (máx. 10 palavras). Empresas e demais pagam R$ 2,00 por cada 10 palavras. Não pegamos classificados por telefone. Entrega até às 17:00h da Quinta-feira.

FAÇO CARRETO COM SAVEIRO semanais, sábados, domingos e feriados. 39546003/ 9145-3447/ 9145-2869

VENDO casa na rua Ibiaquara, 309 com 5 cômodos. 308m² monte Alto. 9 9407-6682/ 9 9243-4726 PROCURO serviço 3x por semana. 39546582

CASA NOVA vendo no Julio Moretti a 40 m do Solar, 3 dorm., PROCURO suíte, sala ampla, serviço de cozinha, banheiro ajudante de azulejado e pedreiro ou pintor. lavanderia com 9 9136-4673 armários, aquecedor solar, portão eletrônico e VENDO jd. de inverno, jogo de cozinha direto com o branco 3 peças proprietário. 9166- semi novo. 39543028 6582/ 9 91364673 VENDO casa nova 92m² ALUGO rua Albina ponto comercial Pedresqui 125 na Avenina Luiz Gonzaga 2º Presidente rua em fase de vargas. 3954acabamento com 3 1485/ 9 9243dorm.,, sala, 9871 cozinha e w c. 9166-3028 ALUGO sítio para finais de VENDO semana e feriado. duas casas no 3954-1485/ 9 bairro Ari Carneiro, 9243-9871 2 dorm., sala, cozinha, w c, VENDO azulejados, 60m² e piscina 3000L. R$ 61m². 9166-3028 400,00. 9 92167363 VENDO fusca ano 75 branco placa srv VENDO R$ 3.300,00. 9 casa na rua 8243-1251/ 9 Sebastião de 9248-0373 campos, 382. 3954-0840 VENDO Age 1.4 preto VENDO completo 2010/ casa na rua Maria 2011. 9 9137Aparecida 0614/ 3954-3903 Ferreira, 46. 39540840 VENDO escort ano 92 1.8 VENDO original alcool cinza R$ 8 mil. 9 9333-7099

vectra branco 99. 3954-0840

VENDO 5 prateleiras de formica semi novas. 3954-1984

ALUGO casa na rua Angelo Caetano, 85. 9 9146-2955

VENDO casa no Jardim Aquarius. 39547917/ 9 9332-0826

VENDO curso de costura profissionalizante com apostilas e dvds. 9 93885177

VENDO dormitório solteiro completo colonial, embuia laqueado de rosa. 39546468/ 9 9223-2648 VENDO cavalo e égua. 9 9101-7745

ALUGO kit net no filtro R$ 350,00. 9 92720806 VENDO caminhão agregado na artivinco R$ 50 mil. 9 9234-0706

VENDO casa no centro na VENDO rua 7 setembro. 9 máquina que faz 8198-9641/ 9 sorvete de massas 9333-2344/ 9 a palito. 3954-6909 9619-0070 VENDO casa 100m² R$ 125 mil . 9 9174-1818 VENDO casa 90m² R$ 115 mil. 9 9174-1818 VENDO gol 2001 rodas de liga flex R$ 12.500,00. 9 91741818

PROCURO chacara ou sítio para trabalhar. 9 9224-1956 PROCURO serviço de ajudante geral. 9 9224-1956

VENDO lote no Luiz Gonzaga ótima localização. 9 8198-9641/ 9 9333-2344/ 9 9619-0070 VENDO casa ao lado do Estrela Azul ótimo

para comércio. 9 8198-9641/ 9 9333-2344/ 9 9619-0070 VENDO chácara com 1730m² , construção pequena, ao lado do Bosque. 9 8198-9641/ 9 9333-2344/ 9 9619-0070

TROCO imóvel comercial por residencial. 9 8198-9641/ 9 9333-2344/ 9 9619-0070

PRECISA-SE de salgadera com prática. tratar na rua: São Benedito 126 Vila ranzani. horario comercial. VENDO banca de madeira. 9 784-0175/ 9 8244-4030 VENDO cabrito e carneiro. 9 9784-0175/ 9 8244-4030 VENDO moenda de cana. 9 9784-0175/ 9 8244-4030 VENDO filhotes de poddle toy com 30 dias. 9 8165-3995/ 9 8106-2424

VENDO VENDO duas casas Jet Ski Kaw asaki juntas, nao da MUDAS SX 750 com financiamento R$ carretinha Super 90 mil . 9 8198tamarindo 9641/ 9 9333Sport Mow ster. maracuja, graviola, 2344/ 9 96193954-1250 manga, marolo, 0070 jurubeba, ameixa, VENDO acerola, guariroba, VENDO 3 casas na rua cajamanga, lichia, casa no Júlio Orestes Murari. abacate, jambo, Moretti, 3954-0840 acabamento goiaba, limao impecável. 9 cravo, boldo COMPRO 8198-9641/ 9 chileno, plantas casa com edícula 9333-2344/ 9 ornamentais. R$ 9619-0070 no fundo. 9 92433,00 cada. 39544726 3270 VENDO casa no Jardim Aquárius. 9 81989641/ 9 93332344/ 9 96190070

VENDO casa no Jd Aquarius com 3 dorm., sala, copa, cozinha R$ 130 mil. 3954-5620

VENDO cristaleira de madeira maciça, vidro porte grande. 39543260

VENDO casa no Jardim do VENDO Sol, grande. 9 PROCURO 8198-9641/ 9 Galaxy LG. 9 emprego de ENCONTRADO 9333-2344/ 9 9395-8621 aceito doméstica ou para fo encontrado um 9619-0070 tv + R$ 400,00. cuidar de idosos. molho de chaves 99408-8967 9 9239-2356/ 9 em frente o 9306-9856 hospital. entrar em VENDO VENDO contato no O lote ao lado do casa na rua ALUGO Jornalzão club de campo, Moacir Juns quarto na rua 522m². 9 8198cohab 4, 97 R$ 90 Angelo Caetano, VENDO 9641/ 9 9333mil. 9 9181-6591/ 62. R$ 180,00 capota S10 de 2344/ 9 9619mensais. 9 9179- 9 8226-2088 casa fibra. 9 9278-8122 0070 1091 quitada

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO

EDITAL DE PROC LAMAS nº. 1768 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I, III e IV do C ódigo C ivil, os pretendentes: HENRIQUE FERREIRA DE C ASTRO GIL e SAMARA C RISTINA ONO DOS SANTOS. Ele, natural de São Simão, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e quatro (24) de outubro de um mil novecentos e noventa (1990), profissão professor, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Mato Grosso, 410, Monte Alto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de PEDRO DE C ASTRO GIL e de dona MARIA FERREIRA DE C ASTRO GIL. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos dezenove (19) de fevereiro de um mil novecentos e oitenta e oito (1988), profissão telefonista, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Mato Grosso, 410, Monte Alto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de SILVINO LAURINDO DOS SANTOS NETO e de dona SOLANGE APAREC IDA ROSA SANTOS. EDITAL DE PROC LAMAS nº. 1769 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I, III e IV do C ódigo C ivil, os pretendentes: ADEMIR DE OLIVEIRA e ELISÂNGELA DOS SANTOS PAULINO. Ele, natural de Lençóis Paulista, Estado de São Paulo, nascido aos , profissão C aminhoneiro, estado civil divorciado, domiciliado e residente à Sitio Aguas C laras, Zona Rural, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de LEONILDO DE OLIVEIRA e de dona TEREZA PEREIRA DE OLIVEIRA. Ela, natural de Limeira, Estado de São Paulo, nascida aos vinte e dois (22) de fevereiro de um mil novecentos e oitenta e um (1981), profissão do lar, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Sitio Águas C laras, Zona Rural, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de JOÃO ANTONIO PAULINO e de dona IVONE AC IOLI DOS SANTOS. EDITAL DE PROC LAMAS nº. 1770 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I, III e IV do C ódigo C ivil, os pretendentes: DONIZETE BUENO APAREC IDO e HELENA APAREC IDA MAXIMO . Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos trinta (30) de dezembro de um mil novecentos e sessenta e sete (1967), profissão soldador, estado civil divorciado, domiciliado e residente à Rua Rio Grande do Norte, 281, Jardim Gurilandia, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de SEBASTIÃO BUENO APAREC IDO e de dona VIC ENTINA DE JESUS APAREC IDO. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos vinte e três (23) de dezembro de um mil novecentos e sessenta e dois (1962), profissão comerciante, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Rio Grande do Norte, 281, Jardim Gurilandia, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de MANUEL MAXIMO e de dona VITÁLIA HERC ULANO MAXIMO.

Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele C alderari C ossi - Oficial.


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 33

Celulares 8112 1222 e 8139 0699 e.mail: imobiliariaunimoveis@hotmail.com

CASAS

Nova Roma, 2 dorm, sala, coz, wc social, murada, portão ................................................... R$ 120 mil

Nova Roma 2 dom, sala, coz, wc, murada, garagem ........................................................... R$ 140 mil Nova Roma, 2 dorm, sala, coz, wc, murada, ótima oportunidade, não ac. financ. ...................... R$ 68 mil

Jd Aquarius 3 dorm, suite, sala, copa, coz, wc social, área serviço e garagem ......................... R$ 200 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, edícula + pequeno salão comercial .......................... R$ 90 mil + prestações

Jardim das Flores (nova) 2 dorm, sala, coz, wc social ac, financ. ........................................ R$ 115 mil Luiz Gonzaga 3dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, garagem, pequeno salão comercial .... R$ 148 mil

Nosso Teto quitada (esq. avenida) 3 dorm, sala, copa, coz, lavand, laje e piso frio, 98 m2 const. R$ 120 mil Casa Próximo ao Solar III 3 dorm, suite, sala, coz + - 180mts de construção com terreno ao lado todo murado de 440m2 (área total do terreno 660m2) ............................................................................ R$ 230 mil

Luiz G0nzaga 3dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, garagem, meio terreno .................... R$ 105 mil Rua São Sebastião 3 dorm, sala, coz, lavanderia (forro e piso frio), não ac. financiamento ........... R$ 82 mil

Casa Morumbi de esquina 3 dorm, suite, sala, copa, coz, garagem ....................................... R$ 480 mil Av. São Paulo 2 dorm, sala, copa, coz, wc social, lavand, terreno de 15x28 defronte rodoviária .. R$ 200 mil

Condomínio Viterbo 2 dorm, sala, coz, wc social, murada, área churrasco ............................. R$ 130 mil Rua São Sebastião (esquina), próx av. São Paulo, 2 dorm, sala, coz, área serviço e garagem .... R$ 150 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, garagem, murada .................................................. R$ 75 mil + prestações

Nova Roma sobrado, 3 dorm, sala, coz, 2 wc, garagem, portão ............................................ R$ 330 mil Casa de madeira, Nova Roma, 3 dorm, sala, coz, wc, terreno 11x25, murada e portão ............ R$ 110 mil

Jd. Dom Bosco (nova) 3 dorm, sala, coz, wc social ............................................................ R$ 125 mil Rua Pestalozzi 2 dorm, sala, coz, wc social, toda murada .................................................... R$ 160 mil Monte Alto 3dorm, sala, coz, mais edícula (não aceita financiamento). precisa reforma ................. R$ 70 mil Rua Rio Pardo 3 dorm, sala, coz, área serviço, garagem ..................................................... R$ 140 mil Vila Ranzani 2 dorm,suite, sala, cozinha, lavanderia e ampla garagem ................................... R$ 150 mil Jardim Aquarius 3 dorm, sala, coz, lavanderia, garagem, portão basculante, de esquina .......... R$ 160 mil Edícula L. Gonzaga 1dorm, sala, coz, a. serv, varanda, 54m2 const, terr. 141,36m não ac. financ. R$ 75 mil Residencial Nova Viterbo - 3 dorm, 1 suite, sala,copa, coz, garagem, edicula ....................... R$ 220 mil

Vila Ranzani semi nova, próx. rodoviária, 2 dorm, sendo 1 suíte, sala, copa, coz, gar. e edicula R$ 250 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, lavanderia + edicula (2 alugueis) ........................................ R$ 105 mil Monte Alto 3 dorm, sala, cozinha, wc social, garagem ........................................................ R$ 150 mil Casa Rua São Paulo 2 dorm, sala, coz, wc, murada, garagem (próximo a Sabesp) .................. R$ 160 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, garagem ........................................................................ R$ 150 mil Casa + salão comercial esq. da av. Nosso Teto (salão com montagem p/ restaurante) ............... R$ 120 mil Nova Roma 240 m2 de construção, com 5 suites, sendo 1 com hidro, sala ampla, copa, coz, wc social, amplo salão de festa com cozinha (terreno com 750m2) ................................................................. R$ 300 mil

Centro próx. saracura, 2 dorm, sala, ampla coz, lavanderia e garagem .................................... R$ 120 mil Monte Alto 2 dorm, sala, coz, garagem, lavanderia, toda murada, portão, 94m2 de construção .... R$ 160 mil

Casa próx Estação 2 dorm, sala, copa, coz + edícula ......................................................... R$ 120 mil Casa rua Rio Pardo 2 dorm, suite, sala, cozinha, wc social, terreno 11x39 ............................ R$ 140 mil Centro próx Grêmio, 250m2 de construção, 3 dorm, sala, copa, coz, 2 wc, ampla área de lazer, despensa com wc,

Centro, sendo 3 dorm, 2 wc, sala, copa, coz, garagem, área lazer, lavanderia, piscina ................ R$ 330 mil Dom Bosco 2 dorm, sala, coz, wc entrada de R$ 85 mil + saldo devedor de R$ 52 mil, parcelas de R$ 430,00

garagem, piscina, terreno 541m2, aceita imóvel em São Paulo ou ABC .................................. R$ 350 mil Casa Nova Roma 3 dorm, sala, copa, coz, 2 wc, área churrasco com wc, piscina, murada, ótima localização,

Centro 4 dorm, sala, coz, wc, mais edícula ....................................................................... R$ 130 mil Monte Alto geminada, próx. Helenotur, sendo 1 dorm, sala, coz, wc social, lavanderia (cada uma)R$ 110 mil

terreno de 20x50, ou seja, 1000 m2 ................................................................................. R$ 400 mil

Centro (nova) R$ 300 mil 3 dorm, 3 wc, sala, copa, coz, lavanderia, despensa, área lazer, garagem, portão eletrônico

Casa Luiz Gonzaga 3 dorm, sala, coz, wc social, sacada, ampla garagem, 230 m2 construção (2 terrenos de 500 metros quadrados)

R$ 250 mil

TERRENOS Morumbi Novo 12x30 ou seja, 360m2 ................................................................................ R$120 mil

Casa (ótima localização) - Consulte-nos 800m2 de construção, 5 dorm, sendo 3 suites com hidro, salas, copa, coz, tudo com armários embutidos, garagem coberta 3 autos e área livre para 10 carros, lavanderia, sauna, piscina, quadra de esporte, acabamento de 1ª, construída em 4 terrenos

SÍTIOS e FAZENDAS Chácara dentro da cidade 1.212 m2 toda formada, com água, energia, asfalto, esgoto, murada, com casa, pomar, área de

Terreno de frente quadra da Jas12x26 ............................................................................... R$ 85 mil

churrasco, fogão lenha, a 3 quarteirões da avenida São P aulo ................................................................................. consulte-nos

Terreno de frente quadra da Jas 936m2 ........................................................................... R$ 160 mil

Fazenda 120 alq (90 alq em cana) restante em pasto e reserva .......................................................................... R$ 6.500.000,00

Terreno Luiz Gonzaga 4 terrenos rua Roberto Armbrust, ................................................. R$ consulte-nos

Sítio 33 alqueires em mato (para reserva) .......................................................................................................R$ 30 mil o alqueire Sítio 20 mil m2 com casa, energia e água .......................................................................................................................... R$ 200 mil

Terreno esquina loteamento Ari Carneiro ........................................................... R$ 12 mil + prestações Área 3.000 m2, Saracura, com casa, 3 dorm, sendo 1 suite, área churrasco, 2 poços artesianos .... consulte-nos

Áreas urbanas de frente a pista de 1.000 m2 a 5.000 m2 (imperdível) A partir de R$ 130,00 o m2

TEMOS VÁRIOS SÍTIOS E FAZENDAS À VENDA, CONSULTE-NOS

Chácara 2.955m2 Com casa de 3 dorm, sendo 1 suite, sala, cozinha, lavanderia, toda cercada, dentro da cidade, ao lado da Cohab 1

R$ consulte-nos


PÁGINA 34

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

Recompensa para descobrir assassino de animais Cães e gatos estão sendo mortos por envenenamento no Franco Montoro. Segundo alguns moradores, essa semana pelo menos cinco animais teriam morrido de forma semelhante. "Estamos oferecendo recompensa para quem denunciar o assassino", diz uma mulher que perdeu um cachorro.

FALA NOSSO TETO

por Serginho Gomes

Reunião do Conseg As reuniões do Conselho de Segurança Municipal (Conseg), sempre produzem benefícios para a população. Na última que aconteceu recentemente no Centro Comunitário, ficou de ser solicitada à prefeitura a instalação de iluminação atrás do campo de futebol, na ligação do "Teto" com o Jardim Dom Bosco. O motivo é a escuridão que as pessoas têm de enfrentar ao passar por ali e isso também diz respeito à segurança do cidadão. A ausência de representantes da Polícia Civil na reunião foi questionada pelos participantes, além de vários assuntos debatidos.

Morador pede rampa de acessibilidade O morador Osmar pede a prefeitura que construa uma rampa de acessibilidade na praça "Zuleika", esquina com a rua José Gentil. Segundo ele mulheres com carrinho de bebê e cadeirantes se arriscam na avenida porque não tem rampa para subirem na calçada. "No "bico" de cima da praça, ainda não taparam o buraco que tem na rampa", diz ele.

Prefeitura conclui galeria na "Joaquina" e asfaltamento começa A prefeitura concluiu essa semana a galeria de águas pluviais na avenida Joaquina Custódia Ribeiro, na altura da empresa Minasçúcar. O serviço deve acabar com a erosão, um antigo problema daquela região. Assim que terminou a obra da galeria começou o asfaltamento do trecho até a rotatória de acesso ao bairro, que está sendo construída na rodovia padre Donizetti. Segundo trabalhadores da empresa responsável o asfaltamento deve terminar em poucos dias. "se nada atrapalhar", disseram. O asfalto está sendo aplicado apenas em uma das pistas, no sentido bairro - rotatória.

PÁGINA 35

Loja do Miro encerra as atividades

Esse mês a tradicional Loja do Miro da Barraca encerrou as atividades, após dezoito anos servindo a população. A história da loja começou em 1995 com uma pequena barraca que Claudiomiro Pires e sua mulher armavam aos fins de semana na avenida Luíza Garcia Ribeiro, ao lado do Ambulatório Paschoal Cagliari, segundo Renata Nunes, ex- funcionária da Loja. Logo se tornou referência comercial no bairro e dez anos depois, a barraca cedeu lugar à Loja do Miro, ainda nas proximidades do Ambulatório, na rua Sebastião de Campos. Com uma variada gama de produtos, que passava por alianças e relógios a brinquedos e cintos, a Loja arrebanhou um grande número de clientes que seu dono conhecia pelos nomes. A Loja do Miro da Barraca ou simplesmente a Loja do Miro, deixa seu nome escrito na história do bairro e se confunde com ela em muitos capítulos. Por muito tempo será lembrada e referenciada por clientes e moradores. "A Loja está mudando de mãos. Não temos sentimento de derrota porque fizemos tudo que estava ao alcance. É um sentimento de perda", disse Renata Nunes. O novo proprietário fechou a loja para reforma e avisou que reinaugurará com novos produtos e outro nome.


PÁGINA 36

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


JO RN Z ÃO OOJOR NAAL LZÃ O - EDClélia . 917 - 16/11/2013 Zanardo ED IÇ ÃO 917 16/11 /2013

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA PÁGINA 37

37


PÁGINA 38

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 39


PÁGINA 40

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013


JO RN Z ÃO OOJOR NAAL LZÃ O - EDClélia . 917 - 16/11/2013 Zanardo ED IÇ ÃO 917 16/11 /2013

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA PÁGINA 41

41


PÁGINA PÁGINA42

42

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

O JO RN AL Z ÃO O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013 Clélia Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

ED IÇ ÃO 917 16/11 /2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

PÁGINA 43


PÁGINA 44

O JOR NA LZÃ O - ED . 917 - 16/11/2013

O Jornalzão, edição 917  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo