Page 23

O JORNALZÃO E D I Ç Ã O 824 04/02/2012

PÁGINA

GERAL

Rotatória é elogiada por motoristas

23 MENSAGEM DE FÉ por Padre Alex Cássio

Fábio Gonçalves, motorista, gostou da novidade que construíram na avenida Dilermando Ribeiro com a rua Porto Alegre. Na opinião de Fábio uma rotatória que ainda está em fase de acabamento, já organizou o trânsito no local, que segundo ele é intenso e complicado. Fábio acredita que a novidade vai evitar acidentes, pois há um cruzamento de ruas bem naquele ponto. "Ficou bom pra quem sobe a Vila Mendes. Pra quem desce das Cohabs e para quem entra ou contorna a avenida. Agora só falta colocarem placas sinalizadoras para o transito fluir bem", recomenda Fábio. Márcio Dias também aprovou. "Aqui era um cruzamento perigoso, agora vai ficar muito bom. Principalmente porque vai ter um novo loteamento e isso vai facilitar bem o transito. Só acho que agora falta sinalização e também asfaltarem essa avenida e essas ruas da Cohab".

O povo está com fome...

DE OLHO NA CIDADE

Obra acabada, sujeira esquecida - Uma concessionária de telefonia móvel construiu uma torre na Cohab IV ao lado de uma escola. Até aí, apesar de algumas reclamações, nada demais. Mas dois fatos preocupam e incomodam moradores. O primeiro é o fato de não haver nenhuma lâmpada no alto da torre para sinalizar a altura da torre. Outro problema, é que do jeito que deixaram os entulhos, pedras e outras coisas mais, ali ficou, no meio da rua. Até mato cresceu no entulho. "Já tem meses que a torre foi construída e que a sujeira continua no meio da rua e a lâmpada não foi colocada. Acho que deve ter alguma fiscalização", reclama Anderson Oliveira Moraes.

Aposentado lamenta descuido de bairro Parte da Vila Mendes foi asfaltada recentemente, menos as ruas Curitiba e Recife. Quem mora ou passa por elas todos os dias reclama. "Deveriam asfaltar essas ruas também, mas fazer o que, se esse é o bairro mais esquecido da cidade?". Essas são as palavras do aposentado João Batista dos Santos. Senhor simples, mora em um sítio e todos os dias visita a filha que mora no começo da Vila Mendes. "Acho que já que asfaltaram tudo, deveriam ter asfaltado essas duas ruas também. Assim ia ficar todo mundo contente", diz João Batista.

O povo de Deus que todos os finais de semana se faz presente em nossas comunidades está com muita fome pois o mundo só oferece alimentos que são, como se diz por aí, "Para enganar o estômago". As igrejas cristãs têm diante de Deus essa grande responsabilidade de alimentarem esse povo sobre o qual Jesus lança um olhar de compaixão. E aqui convém se fazer uma pergunta provocadora:" Será que nossos irmãos e irmãs saem das nossas celebrações saciados? A Palavra de Deus, proclamada pelos nossos leitores e depois pelo celebrante que a reflete, enche os olhos e o coração do povo, ou quando voltam para suas casas já vão "desmaiando" pelo caminho? Nota-se hoje uma necessidade cada vez mais fremente dos nossos pregadores da Palavra das comunidades, terem um bom preparo espiritual e teológico, não para fazer belos discursos, mas para satisfazer o nosso povo que anda faminto de esperança, paz, justiça e amor de Deus. Para isso é importante percebermos também que, quando o pouco que temos, no caso 7 pães e alguns peixinhos, é colocado á disposição da comunidade, o milagre acontece. Pão e peixe eram alimentos comuns na vida do povo, Jesus faz um "Banquete" com coisas simples, a Igreja não precisa de Doutores para a pregação, mas de pessoas que , mesmo tendo pouco a dar, sempre dão o melhor de si. Claro que a responsabilidade em alimentar a assembléia não é só daquele que preside, mas de toda a liturgia, leitores, cantores, proclamadores da palavra, instrumentistas, acolhida e etc. Os indicadores de que o povo de Deus está sendo bem alimentado não está na quantidade, mas na qualidade da vida de Fé , dos irmãos e irmãs da nossa comunidade. Deus quer vida e liberdade para todo o homem e isso é manifestado na Igreja, que está a servido de toda a humanidade. O povo está com fome, não de liturgias excessivamente pomposas, frases de efeito, êxtases e emoções incontidas, tudo isso serve apenas para "enganar a fome", o povo quer a Palavra de Deus em sua essência, que lhes exorte e toque o coração, que lhes fale de esperança apontando horizontes aos quais, o homem só chegará pela graça de Deus....O Povo quer a Palavra que liberta e que leva o homem á sua realização plena como Filho de Deus. Deus abençoe a todos!

O Jornalzão edição 824  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo, semana de 4 a 10 de fevereiro de 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you