Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 1º/11/2019 - Ano 25 - N.º 1.225 - Semanal - Preço do exemplar

R$ 3,00

Prefeito envia Câmara deve abrir CP contra Nando projeto para pegar por causa de álcool desaparecido dinheiro emprestado Câmara tem que autorizar empréstimo de 4,8 milhões de reais. Com carência de um ano, a alta conta vai ficar para os próximos 3 prefeitos

Quatro vereadores já assinaram abertura de CPI, mas por já haver condenação judicial grupo deve ir direto à CP - Comissão Processante, por sumiço de 5.150 litros de álcool dos tanques da prefeitura

Prefeitura parcela débitos com a São Francisco Clínicas

Ainda não começou – Apesar da prefeitura ter emitido um laudo atestando o início das obras de revitalização do Bosque, ontem à tarde não havia nenhuma movimentação no local. Um almoxarifado e a placa foram instalados há algum tempo e só. A obra será financiada pela Artivinco em acordo com o Ministério Público, que transformou uma multa da empresa em obras no município.

Em pleno voo – Victória Gomes, miss santa-rosense (na foto com o namorado, voando para a Europa anteontem), vai representar o Brasil no concurso ‘Miss Face Of The World 2019’ no próximo dia 8, em Londres.

Operação conjunta de polícias prende quadrilha do tráfico

O que nossos vereadores tem feito de bom?


PÁGINA 2

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 3

Prefeitura envia projeto à Câmara para pegar R$ 4,8 milhões emprestados da CEF Juros são de 11,1% e conta vai ficar para os próximos três prefeitos. Nando não pagará nenhuma parcela O prefeito Luís Fernando Gasperini encaminha hoje, 1º, projeto de Lei para ser apreciado pelos vereadores de Santa Rosa de Viterbo, cujo tema trata de autorização para o município contrair empréstimo da Caixa Econômica Federal para investimentos em obras de infraestrutura e asfaltamento de ruas. O projeto do prefeito se resume em levar asfalto (novo e recape) a 52 ruas da cidade a um custo de 4,8 milhões de reais, que seriam financiados pela linha de crédito Finisa da CEF. A prefeitura poderá pagar em até 10 anos, com carência de 12 meses. Os juros são de

5,7% ao ano, mais a variação do CDI – Certificado de Depósito Interbancário, hoje de 5,4% a.a., totalizando 11,1% ao ano, mais 2% de tarifa sobre o valor total solicitado – 96 mil reais. O empréstimo pode ser pago em 96 até 120 parcelas. Caso opte por 96, o valor da prestação mensal que os próximos prefeitos pagarão será de no mínimo R$ 84 mil. Se for em 120 meses a parcela ficaria em pelo menos R$ 73,7 mil. Os cálculos consideram os juros de 11,1% anuais. Para fazer este empréstimo a prefeitura necessita de aprovação da Câmara Municipal.

O projeto – A estimativa do setor de engenharia da prefeitura é que com este valor seja possível a recuperação e construção de quase 70 mil m² de ruas e avenidas que apresentam péssimo estado de conservação ou que ainda não possuem infraestrutura. A construção de galerias, guias e sarjetas também fazem parte do projeto. Boa parte das ruas da cidade necessitam

deste tipo de manutenção. Nesta administração não houve nenhuma operação tapa-buraco eficiente, o que contribuiu para deteriorar de vez as vias do perímetro urbano. Todo financiamento exige uma garantia e a Caixa, como instituição de crédito do governo federal, não está liberando recursos visando comprometer as finanças das Prefeituras no futuro, e nem

emprestando dinheiro para as Prefeituras que não apresentam capacidade para honrar o financiamento. As garantias exigidas pelo banco são os repasses do ICMS, FPM e União. “É uma grande oportunidade de avançarmos nessa questão de infraestrutura, a cidade acumula problemas nesse sentido, poderemos melhorar a in-

fraestrutura da cidade e beneficiar toda a população com essas obras”, disse o prefeito Nando Gasperini, em nota enviada pela sua assessoria de comunicação. A Caixa Federal apresentou um documento mostrando que prefeituras como de Cravinhos, Tambaú, Casa Branca, entre outras, fizeram o financiamento.

SARAMPO

Saúde vai intensificar vacinação na próxima semana A partir da semana quem vem, a Diretoria Municipal de Saúde vai promover uma campanha de intensificação vacinal – contra diversas doenças – para pessoas adultas com idades entre 20 e 29 anos. Até a semana passada a campanha visou às crianças. Os que não puderem comparecer, devem enviar, por outra pessoa, sua carteirinha de vacinação. - Esta vacinação não será indiscriminada, é só para quem precisa. Temos um banco de dados que fica defasado pelo fato de algumas pessoas tomarem vacina em outros municípios. Pedimos as carteirinhas pra ver se a pessoa está em dia, e aproveitamos para atualizar nosso banco – explicou a diretora Paula Salvador, acentuando que a cidade está tranquila em relação ao sarampo. A vacinação contra a doença consiste em duas doses nas pessoas desta faixa etária. Mais um caso de dengue - Mais um caso de dengue foi confirmado em Santa Rosa na semana passada. Do primeiro dia do ano até a última quarta-feira, dentre as 169 notificações, 44 tiveram resultado positivo para a doença. - Daqui pra frente temos que ficar alertas. Quanto mais cedo a gente segura, menos problemas lá na frente – raciocina Paula Salvador. O caso da semana passada motivou bloqueio pelos agentes de saúde nas imediações de onde reside o novo doente.

O termômetro endoidou? – Faltando 20 minutos para as 11h00 de ontem o termômetro da entrada da cidade, instalado no início da Av. Presidente Vargas, marcava 40º (foto). Já o google informava, para Santa Rosa de Viterbo, na mesma hora, uma temperatura de 25º. Um exagero, com certeza os 40º! Tal temperatura não é comum nem no Rio de Janeiro. Em todo caso, o termômetro da Avenida, aparentemente doido, merece uma inspeção para deixar de confundir a população.


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 4

CARTA À REDAÇÃO

EDITORIAL Nesta edição mostramos o trabalho dos vereadores, segundo eles mesmos. O que cada um fez de bom. E esta semana tem uma das votações mais importantes da atual legislatura: o empréstimo de 4,8 milhões de reais que a prefeitura quer fazer e vai comprometer os próximos 11 anos. A prefeitura poderia usar os 2,1 milhões que vai receber pelo leilão do pré-sal para fazer asfalto, mas não quer. Vai querer um empréstimo que é mais caro do que o que você, leitor, paga do seu carro, financiado pela BV Financeira, que é de 0,9% ao mês. A prefeitura vai pegar 4,8 milhões que vão se tornar 9 milhões cujos próximos prefeitos pagarão. A população tem que acordar e ir às próximas sessões e pressionar os vereadores a não aprovar tal empréstimo. A diretora financeira da prefeitura deve achar que nesta cidade só tem otários ou idiotas. Risível a explicação que ela deu ao vereador Heitor Bertocco sobre a dívida da prefeitura com o plano de saúde. No mesmo documento, na linguagem popular, ela diz que o Jornalzão mentiu ao afirmar que a prefeitura tinha dívidas com a São Francisco. Em seguida ela afirma que “as dívidas” foram parceladas e depois afirma que a prefeitura deve cerca de quase 300 mil conto ao grupo de saúde. Quem, na verdade parece que faltou com a verdade foi ela, pois afirma que parcelou 550 mil reais de dívidas, referentes aos meses de julho e agosto, mas a parcela mensal é de cerca de 167 mil. 167 + 167 é igual a 334 mil e não 550. Ou ela não sabe fazer conta, ou o documento dela é mentiroso ou o Portal da Transparência não é tão transparente assim.

Grêmio: omissão " A culpa não é minha! Votei em fulano(ou Beltrana). Vocês que votaram nisso aí, são os responsáveis. Lavo minhas mãos." Provavelmente as frases acima sejam repetidas diariamente por um sem número de pessoas de diferentes matizes ideológicos. Talvez isso sirva como argumento a nós mesmos para tentar justificar nossa OMISSÃO. Em que pese certo alento que possa nos proporcionar, essa atitude em nada contribui para cessar o desperdiço de recursos que vai, tal qual uma ferrugem, corroendo o patrimônio de um país, de uma cidade, de uma sociedade. Interesses poderosos, nada republicanos, cotidiana e sorrateiramente teimam em forjar nossa mente para agirmos como justiceiros e não como justos. Com isso pessoas de diferentes conteúdos ideológicos se degladiam na luta para punir os possíveis malfeitos de seus opostos e ao

mesmo tempo tentar poupar seus afins. Enquanto isso mãos quase invisíveis manejam impiedosos funis com intuito de drenar pra si preciosas seivas, elaboradas com a labuta de todos. No caso específico do GRÊMIO RECREATIVO foi nossa omissão que permitiu sua destruição como entidade representativa da sociedade santa-rosense. O momento em que vimos quase concretizada sua venda como mera sucata serve para nos levar a reflexões. É a história de tanta cultura, tanta música, tanta dança e tantos amores se fechando em um melancólico final. Resta apenas a sólida, porém mal conservada , edificação. Onde estarão dezenas de mesas, cadeiras e outros mobiliários? Qual terá sido o destino dos aparelhos de ar condicionado? Que fim teve aparelhos de som e iluminação? A passarela desmontável onde garotas e garotos da época se apre-

sentavam em memoráveis desfiles de modas e beleza qual rumo tomou? Todos esses bens foram vendidos? Doados? Quem autorizou? Se houveram vendas qual o destino do dinheiro apurado? Formulo essas questões não com intenção de ver alguém punido, mas para que as coisas se clarifiquem. Essas indagações, que não são só minhas, carecem de respostas objetivas. Se por um lado precisamos ter fé que a negociação possa ser transparente, de outro lado devemos nos acautelar. Afinal, em muitas vezes, fé demais não cheira bem. Na iminência de o município utilizar recursos públicos para adquirir o imóvel, nos preocupa a situação nebulosa em que a instituição Grêmio Recreativo se viu mergulhada. Uma boa auditoria na dívida anunciada da entidade é mais que salutar para atestar a lisura dos atos que originaram os débitos. Órgãos de fiscalização e controle do

município: Câmara Municipal, Ministério Público e Tribunal de Contas precisam atuar preventivamente para certificar a viabilidade do negócio em questão. Ademais fosse tão importante e estratégica para a municipalidade uma aquisição dessa natureza, ela deveria ter sido planejada e inserida no PPA (Plano Plurianual) elaborado pela atual administração em 2017. Isso não foi feito. Agora que a gestão aproxima de se adentrar no seu quarto final é temerosa a realização de uma compra dessa magnitude. Não é só o dinheiro da compra. As adequações no prédio quanto irão custar? Há previsão e provisão de recursos ou a conta será jogada para as futuras administrações? São cuidados importantes e necessários para que se evite que dinheiro público, inadvertidamente, possa ser utilizado na compra de gato por lebre. Alberto Lerco Coelho - Ex-Presidente do Grêmio Recreativo (82/85 e 88/89)

Vem aí a CP do álcool. E poderia vir a das TVs, dos notebooks, etc. Não sei se isso vai dar em algo, mas o mínimo que o cidadão espera é que os prejuízos que a prefeitura vem sofrendo sejam ressarcidos. Não há prêmio de seguro, não há segurança real ou virtual, não há zelo pela coisa pública.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO CNPJ 24.933.354/0001-57 Redação: rua Condessa Filomena Matarazzo, 58 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Celular e whatsapp: (16) 99373.25 33 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Daniel Pereira Tiragem: 2.000 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo, São Simão, Tambaú e Cajuru Periodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - E-mail: ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ

3954 3371 - 3954 6920


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 5

PREFEITO NANDO NA MIRA Prefeitura parcela Vereadores querem Comissão Processante débitos com a São Francisco Clínicas dos 6.500 litros de álcool desaparecido Depois de matérias veiculadas no Jornalzão sobre o atraso da prefeitura no pagamento do plano de saúde dos servidores municipais, desde julho de 2019, o vereador Heitor Bertocco buscou informações sobre o que estava ocorrendo. O Jornalzão baseou suas matérias pelas informações do Portal da Transparência do município, onde constava que o último pagamento integral foi referente ao mês de junho e que o mês de julho havia sido pago apenas a metade, e depois disso nada mais foi pago, apesar dos valores estarem descontados mensalmente nos holerites dos servidores, o que caracterizaria apropriação indébita. A prefeitura enviou esta semana, um documento ndatado de 23 de outubro com algumas incoerências, mas explicando que a dívida com o grupo de saúde havia sido parcelada em 5 parcelas mensais, das quais três já estão quitadas. “Primeiramente o fato publicado pelo periódico o Jornalzão sobre o não pagamento do convênio médico não encontra guarida com a verdade. Trata-se de notícia sem fundamento”, diz o primeiro trecho do documento que a prefeitura enviou ao vereador. Logo após desmentir o jornal, a Diretora de Planejamento e Finanças Ana Maria Belavenuto e Freitas afirma que fez uma renegociação com a empresa São Francisco Clínicas das dívidas em atraso com o plano dos meses de julho e agosto no valor de aproximadamente 550 mil, das quais 3 parcelas já foram pagas, restando duas no valor de cerca de 88 mil reais. Na parte final ela afirma que a prefeitura deve pouco mais de 268 mil reais ao grupo São Francisco por problemas na data do vencimento e termina afirmando que “tecnicamente a prefeitura não encontra em débito com a São Francisco Clínicas”.

Em 2017 a prefeitura interditou a Cristálcool e depositou os 6.500 litros álcool, que sumiram e estragaram, em seus tanques dentro da Empresa Municipal Os vereadores Heitor Bertocco, Marinho Titarelli, Roberta Andrade e Everton Luiz devem assinar o pedido para abrir uma CP - Comissão Processante para investigar e punir os responsáveis pelo sumiço de 5.150 litros de álcool dos tanques da prefeitura e por outros

1.350 litros terem estragado. A ideia inicial dos vereadores era de abrir uma CPI, que tem o poder de investigar, mas como a justiça já condenou a prefeitura em recente decisão do Juiz Alexandre Cesar Ribeiro, o grupo deve optar por abrir

diretamente a CP, que tem o poder de punir o responsável, segundo alguns vereadores, o prefeito Nando Gasperini. “Em uma CPI a gente iria investigar se houve dano, mas a justiça já disse que houve, então devemos ir direto à CP e punir, na forma da Lei, o responsável por este ato irresponsável que causou danos ao erário público em cerca de 13 mil reais”, afirmou ontem o vereador Heitor Bertocco.

Em 2017 a prefeitura interditou a empresa Cristálcool, que envasava álcool, e guardou em seus tanques na Empresa Municipal o produto. Em setembro ficou constatado que a maior parte do álcool sumiu e uma pequena parte estragou. Em outubro a prefeitura foi condenada na justiça a indenizar a empresa Cristálcool por não garantir o produto à disposição da empresa em boas condições.


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 6

O que nossos vereadores tem feito de bom? O Jornalzão solicitou do presidente da Câmara Nerinho quais as 10 ações mais importantes da Câmara na atual legislatura. O presidente argumentou que seria interessante que cada vereador enviasse três dos seus mais importantes trabalhos na Casa Legislativa. O jornal aceitou e publicamos a seguir aquilo que cada vereador nos enviou. Os vereadores Paulo Wiezel e Fabiúla não enviaram. Segundo o site do TSE - Tribunal Superior Eleitoral, “ao vereador cabe elaborar as leis municipais e fiscalizar a atuação do Executivo – no caso, o prefeito. São os

vereadores que propõem, discutem e aprovam as leis a serem aplicadas no município. Entre essas leis, está a Lei Orçamentária Anual, que define em que deverão ser aplicados os recursos provenientes dos impostos pagos pelos cidadãos. Também é dever do vereador acompanhar as ações do Executivo, verificando se estão sendo cumpridas as metas de governo e se estão sendo atendidas as normas legais. Os vereadores também têm o poder e o dever de fiscalizar a administração, cuidando da aplicação dos recursos e observando o orçamento. É dever deles acompanhar o Poder Executivo, principalmente em relação ao

cumprimento das leis e da boa aplicação e gestão do dinheiro público.” A obrigação de buscar verbas e executá-las é do executivo, no caso o prefeito, mas o vereador faz também o trabalho político junto a seus partidos, buscando com seus deputados as absurdas “emendas parlamentares”, ferramenta usada para o famoso toma lá, dá cá, que mantém vivo o curral eleitoral de deputados. Câmara e prefeitura são poderes distintos e o papel dos vereadores é fundamental nas premissas apontadas pelo TSE. A Câmara terá em suas mãos, nos próximos dias, dois projetos que devem ser analisados minu-

ciosamente, pois pode comprometer o município para os próximos 11 anos. O primeiro é a compra do Grêmio, cujos credores não sabemos quem

são, além dos custos da reforma e isso deve ficar transparente com a atuação da Câmara. O segundo é o empréstimo de 4,8 milhões com juros abusi-

vos cuja conta ficará para os próximos três prefeitos. O povo tem o direito e obrigação de cobrar atuação dos vereadores no interesse coletivo.

Número de sessões realizadas 2017

2018

2019 (até 14/10/19)

40 Ordinárias

40 Ordinárias

32 Ordinárias

03 Extraordinárias

12 Extraordinárias

03 Extraordinárias

Atos

2017

2018

2019 (até 14/10/19)

Indicações

450

349

243

Requerimentos

36

24

17

Moções

22

65

34

124

124

Projetos Aprovados 113

Fotos: site da Câmara SRV

Heitor

Everton

Meu trabalho legislativo, que é o que acho que foi solicitado por este jornal, tem se pautado na fiscalização da coisa pública, onde constantemente solicito informações de licitações e demais atos feitos pelo executivo municipal. Não me escondi em nenhum dos pedidos de abertura de CPI nesta casa. Assinei todos. Votei contra o abusivo aumento do ITBI. Fui contra o “Tifu”, que pegou nossos comerciantes de surpresa. Busco comunicar ao Ministério Público em tudo aquilo que não concordo, como, por exemplo, o desconto em folha dos servidores do Plano de Saúde, mas que não vem sendo pago pela prefeitura, caracterizando a meu ver, apropriação indébita. Fiscalizar e denunciar abusos é o que tenho feito no meu papel como vereador.

- O Requerimento nº 02/18, sendo um dos autores do mesmo, que deu origem na criação da CPI 01/ 2018, tendo em vista, supostas e eventuais irregularidades ocorridas no procedimento de licitação e contratação realizado pela Prefeitura do Município de Santa Rosa de Viterbo, que teve por objeto, em suma, a prestação de serviços de demarcação viária na Rua Major João Garcia Duarte. - O Ofício nº 140/18, sendo o primeiro autor do mesmo, referente utilização de máquinas da Administração Municipal, onde serviços foram realizados para particular. E em resposta foi apresentado o valor total de taxas lançadas, referentes ao total apurado de horas/máquina utilizados. - Verba de R$ 55.000,00 para recapeamento das Ruas (trechos) Dr. Renato Palma Rocha, Francisco Carvalho de Andrade e parte da Rua São Luiz. (com apoio do Dep. Chico Sardelli).

Chicão Dentre os vários projetos e atividades como vereador, destaco os três mais relevantes ao interesse público: - R$ 363.365,00 para investimentos no setor de Saúde do município, sendo estes para custeio da articulação básica em saúde e compra de medicamentos (Emenda 2356.0031030, 120152 e 890035). Além de aquisição de equipamentos e material permanente para as UBS do município (Emenda 23560011). - R$ 232.380,95 para recapeamento das Ruas: Onézimo Wiezel, Idalino S. dos Santos, Luiz Carraro, Chico Lopes, Faustino Titarelli, Anibal Ceoldo e Tereza R. Galão. - 500.000,00 para construção e revitalização de Praças do município.


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 7

Roberta e Cidinha

Renato

Nerinho e Fabrício

- Indicação nº 35/ 17, para instalação de braços de luz na Rua Francisco Carvalho de Andrade e atendida pelo Executivo Municipal. Indicação 66/18 solicitando a aquisição de ônibus para Administração Municipal realizar transporte de pacientes. Concretizado no final de 2018 pela compra de 2 (dois) ônibus para Saúde. - R$400.000,00 destinados a Santa Casa de Misericórdia, destes R$ 300.000,00 com finalidade de zerar a fila de mais de 2.000 exames de ultrassom na rede municipal e R$ 100.000,00 para atender as necessidades da entidade. - R$ 490.0000,00 para aquisição de veículos, onde R$290.000,00 foram para compra de 02 ambulâncias para melhor atender as necessidades dos munícipes que utilizam deste transporte para atendimento médico na região. E R$200.000,00 para compra de uma Van totalmente equipada para atender as necessidades dos pacientes que utilizam deste transporte para se locomoverem até Ribeirão Preto para realizarem sessões de Hemodiálise. - R$ 250.000,00 para total Recape Asfáltico do Bairro Jardim do Sol, recape esse que já foi realizado. -R$200.000,00 para duas entidades do município, onde R$100.000,00 foram destinados ao Asilo São Vicente de Paulo para atender algumas necessidades tais como aquisição eletroeletrônicos e eletrodomésticos, de forma a melhorar a qualidade de vida e bem estar de todos os idosos residentes lá. E os outros R$100.000,00 destinados a APAE de modo a proporcionar uma melhoria no ensino como um todo aos usuários da instituição. - R$122.000,00 para aquisição de um novo trator destinado ao Departamento de Obras e Serviços, de modo a realizar os constantes serviços deste setor no município. - R$250.000,00 que será destinado à construção do Portal de Boas Vindas da Cidade.

- Verba no valor de R$ 150.000,00, junto ao Deputado Federal Lobbe Neto, utilizada para a compra de 03 veículos para área da saúde. - Em fiscalização, busquei o valor gasto com a conta de energia elétrica e fiz a indicação de nº 175/19, para instalação de "placas fotovoltaicas" para redução no valor destas. Pedi o requerimento nº 14/19, que se trata destes valores e estou buscando tramitar junto à administração para execução, uma vez, que será de muita economia para o município.

Marinho - Aquisição de Kit livro para a biblioteca municipal com mais de 300 títulos (apoio do Dep. Chico Sardelli). - Colocação de defensas metálicas (guard rail) na Rodovia Conde F. Matarazzo ao lado da Ciclovia dos Ipês, pedido feito para o DER. - Verba de R$ 55.000,00 para recapeamento das Ruas (trechos) Dr. Renato Palma Rocha, Francisco Carvalho de Andrade e parte da Rua São Luiz. (com apoio do Dep. Chico Sardelli).

- R$325.000,00 por meio do FEH - Fundo Estadual de Habitação para execução e obras de infra-estrutura urbana no Conjunto Habitacional Liliana Urtiaga Andreazza "Nosso Teto". Além do Recapeamento das Ruas: Domingos Silva Coelho, Bernardo A. de Passos, Luiz Nogueira, José A. de Oliveira, Ricardo Sordi, Orestes Murari, Francisco Ferreira de Andrade e Agostinho Tavares Pereira do Conjunto Habitacional Liliana U. Andreazza. Todos estes com apoio do Dep. Rodrigo Garcia. - R$150.000,00 para custeio de remédios e insumos para diabéticos. - R$274.050,00 para aquisição de ônibus de 23 lugares adaptável da Convenção Caminho da Escola do FNDE. - Articulação junto ao Dep. Federal Rodrigo Garcia para com o decurso do prazo para inauguração da Creche Isadora, e a mesma veio acontecer após nossa atuação. - Repasse previsto no valor de R$460.000,00, através do Dep. Geninho Zuliane, para setor de infra-estrutura (recape) para o ano de 2020. - Indicação 66/18 solicitando a aquisição de ônibus para Administração Municipal realizar transporte de pacientes. Concretizado no final de 2018 pela compra de 2 (dois) ônibus para Saúde. Indicação 170/18 solicitando reparos no Campo de Futebol "Kleber Alessandro da Silva". Atendido onde houve reforma dos banheiros , cerca, dentre outros.


PÁGINA 8

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

Campeonato de futsal agita domingo no 'Estrela Azul'

O 1º Campeonato de Futsal do Estrela Azul aconteceu no último domingo (27). Participaram oito equipes: Audax, Meninos da vila, Evangelina (São Simão), Ajax, Sharks, Fermenta, Shalk 04 e Galatos. A disputa foi feita através de mata-mata simples, começando pelas quarta de final, com início às 13h. Durante o intervalo de algumas partidas, tiveram apresentações de dança das meninas das academias da Bubu Fitness e da Korpus, além de música durante todo o evento. Após oito jogos, os finalistas foram os Meninos da Vila e Evangelina. Por 7 a 5, o campeão foi o time de São Simão, que ainda teve o Ueslei como melhor goleiro do campeonato. O artilheiro foi o Fernando, do Meninos da Vila, com 9 gols. A organização do torneio ficou por conta do Chocolate "Agradeço muito o pessoal que participou do torneio", disse. Além disso, ainda convida os atletas para uma nova disputa que realizará, dessa vez com o tema dos quatro grandes times paulistas, cada torcedor irá jogar para seu respectivo time.

PÁGINA 9

Jovens santa-rosenses participam de oficina de "Livre Dublagem" Cerca de 20 jovens participaram da oficina "Livre Dublagem", ministrada pelo cinegrafista Ítalo Yuri, que aconteceu na manhã de ontem no Centro Cultural. A oficina é uma parceria entre o Departamento de Cultura de Santa Rosa com o Museu da Imagem e do Som (MIS) e explorou um método recreativo para ensinar a dublagem. Ela foi dividia em duas partes, sendo que na primeira, os alunos tiveram um pouco de embasamento teórico analisando diversos empregos dessa técnica na TV e no cinema, a história da dublagem e sua evolução. Na sequência, os participantes formaram quatro grupos, onde tiveram que criar um roteiro e dar vida as suas ideias em um vídeo curto. Depois disso, os grupos fizeram uma nova dublagem em cima do vídeo de outro grupo. Ao final, todos os curtas foram apresentados para os alunos poderem prestigiar o resultado. Os alunos receberam um certificado de participação e alimentação.

Feriado da República promete Começa neste domingo a muito esporte em Santa Rosa 1ª Copa Chiaperini de Futebol Para comemorar o dia da Proclamação da República (15 de novembro) acontecerá o 1º Torneio da República, no 'Nosso Teto'. A organização está sendo por conta de Serginho Gomes, Antônio Flaviano (Cavalo Verde) e Gleber Clemente (Alemão do Sindicato) e a data foi escolhida porque tradicionalmente não há eventos na cidade. É um feriado 'frio' e já pensando no Natal, a ideia é cobrar alimentos não perecíveis dos participantes (exceto sal) para posteriormente doar a entidades da cidade. O torneio irá atender cinco modalidades: Maia, truco, dominó, dama e futebol (com troféu e medalha para os primeiros colocados). As inscrições podem ser feitas no local mediante apresentação do alimento, mas como as vagas são limitadas, a organização aconselha a chegar cedo para evitar eventuais problemas. Já o futebol, dado a complexidade de fazer a tabela dos jogos, quantidade de times inscritos e duração das partidas, terá suas inscrições aceitas até dia 10 de novembro e será cobrado, além de 1Kg de alimento de cada jogador, uma taxa simbólica de R$30 por time para cobrir os gastos com a arbitragem. Os interessados devem entrar em contato com Alex Guiotti 992748640. A dupla melhor classificada na Maia irá representar a cidade em torneio em Tambaú.

A 1ª Copa Chiaperini de Futebol começa neste domingo com o clássico local entre Juventus SRV e Leões, no Campão, às 9h. Irão participar desta competição seis equipes da cidade que foram divididas em dois grupos. No grupo A foram sorteados Wolfs, Leões e Juventus SRV. Já no Grupo B, Só Noiz, XV de Nhumirim e Desportivo Amália. As equipes jogarão entre si em seus grupos e depois enfrentarão outro time da outra chave, de forma sorteada, para que todas possam fazer três partidas na primeira fase, esse confronto foi nomeado como jogo extra. Os dois primeiros de cada chave avançam, para a semi, no dia 8 de dezembro. A disputa de terceiro lugar e a grande final serão disputadas no dia 15 de dezembro. Ao todo, a Copa Chiaperini terá 13 jogos. Os quatro primeiros colocados receberão medalhas e troféus. Haverá também troféu para o artilheiro, melhor goleiro e jogador de linha. Ao final de cada partida um atleta receberá a premiação de melhor jogador. Esta copa foi uma iniciativa do empresário Tadeu Chiaperini que sempre ajuda as equipes locais com o apoio do Eduardo Simionato, departamento de esporte e prefeitura municipal.


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 10

C O M U N I C A D O AO E L E I T O R Se você é eleitor do município de SANTA ROSA DE VITERBO e fez alistamento eleitoral ou transferência para o município até 20/09/2015, DEVE COMPARECER PESSOALMENTE no Cartório Eleitoral, até o dia 29/11/2019 para revisão da inscrição eleitoral, devendo apresentar os seguintes documentos: 1. documento de identidade. Por exemplo: carteira de identidade, carteira profissional, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira nacional de habilitação - CNH (exceto para os alistandos), etc.; 2. comprovante de residência que tenha sido expedido nos 3 meses anteriores ao comparecimento do eleitor no Cartório (Por exemplo: conta de água, conta de luz, conta de telefone, etc.); 3. Observação: a apresentação do título de eleitor é facultativa.

IMPORTANTE O PRAZO PARA REVISÃO ELEITORAL É ATÉ 29/11/2019. PORÉM, RECOMENDA-SE NÃO DEIXAR PARA A ÚLTIMA HORA, PARA EVITAR FILAS E DEMORA NO ATENDIMENTO. O NÃO COMPARECIMENTO DO ELEITOR OU A NÃO APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS EXIGIDOS ACARRETARÁ O CANCELAMENTO DA INSCRIÇÃO ELEITORAL E IMPEDIRÁ O ELEITOR DE VOTAR, ALÉM DE PREJUDICAR O ELEITOR DO EXERCÍCIO DE DIREITOS (PARTICIPAÇÃO EM CONCURSOS PÚBLICOS OU LICITAÇÕES, IMPOSSIBILIDADE DE MATRÍCULA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO, REGISTRO DE DIPLOMA OU PREJUÍZO AO EXERCÍCIO DE ALGUMAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS). Informações: (16) 3954-2878


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

MISS SANTA-ROSENSE

Vitória foi representar o Brasil na Europa

Nem bem desembarcou em Madrid, ela já abriu a bandeira brasileira Na companhia da mãe e do namorado, a santarosense Victória Ribeiro, 20 anos, embarcou num avião, na capital paulista, anteontem, às 15h30, que pousou em Madrid às 02h00 da manhã de ontem. Lá os três aguardariam o voo para Londres, às 07h50. Victória vai representar o Brasil no concurso ‘Miss Face Of The World 2019’ (categoria adulto), evento que começa hoje e se estende até o próximo dia 8. Ela se qualificou para esta disputa no concurso ‘Beleza Fashion Brasil’ realizado no dia 20 de outubro do ano passado, em Campo Grande, MS. Conforme já noticiamos, de ontem até 03/11 Victória ficará em Folkestone (cidade costeira da Inglaterra). Depois irá a Paris, ficando até dia 05/11, para uma etapa na Eurodisney, e voltará a Londres onde acontecerá a grande final (dia 08/11).

PÁGINA 11

Marcha das famílias contra as drogas Acontece em Santa Rosa no próximo domingo, 3, a Marcha das Famílias contra as drogas. Organizada pela Febraci e com apoio de entidades religiosas e escolas locais, o evento acontecerá em várias cidades do país e é um alerta para chamar a atenção para uma votação que acontece no STF no próximo 6 de novembro, quando o órgão irá decidir pela constitucionalidade ou não do artigo 28 da Lei 11.343/2006 - que prevê medidas não encarceradoras a quem é surpreendido na posse de substâncias psicoativas ilícitas - para consumo pessoal. “Se o STF entender pela inconstitucionalidade desse artigo 28, no dia seguinte quem for flagrado com cannabis, heroína, cocaína, drogas sintéticas, etc..., não responderá por nada. A Polícia Militar irá apreender a substância e levá-la à Delegacia, lavrar-se á um auto de constatação pro-

visória da natureza da substância, para posterior perícia pelo Instituto de Criminalística. Nada mais, arquive-se”, informou um dos organizadores. A marcha começa-

rá na sede da Febraci, que fica em frente à Casa da Criança e termina na praça Dr. Guido Maestrello. Quem quiser mais informações sobre o evento, pode ligar ou en-

viar whatsapp pelo número 99381-4411. A manifestação, segundo os organizadores, é apartidária e não tem cunho religioso. “É a defesa da família”.

Amanhã tem campanha de Doação de Sangue no “Maurílio” Acontece amanhã a Campanha de Doação de Sangue e cadastro de medula óssea na Escola “Maurilio de Oliveira”, a partir das 7h. A coleta é uma parceria entre o Hemocentro de Ribeirão Preto e a Prefeitura de Santa Rosa, através do Departamento Municipal de Saúde. Serão distribuídas 200 senhas no local e os doadores serão atendidos por ordem de chegada. Para doar é necessário levar um documento com foto, estar com a saúde boa (sem gripe, resfriado, diarreia ou alergias), sem feridas ou machucados pelo corpo ou na boca, ter entre 18 e 69 anos, Pesar mais de 50kg (homem) ou mais de 51kg (mulher) e evitar alimentos gordurosos ante da doação. De acordo com Hemocentro, cada doador pode salvar até três vidas. Estoques em baixa - O site do hemocentro é atualizado diariamente e mostra a quantidade de bolsas de sangue em seis cidades, incluindo Ribeirão Preto. Os gráficos de ontem (31), revelam que dos oito tipos de sangue, cinco estão com estoque abaixo do ideal: A-, AB-, B-, O+ e O-. Medula óssea - O Hemocentro também fará o cadastro de doador de medula óssea. O interessado precisa ter entre 18 e 54 anos, não ter antecedentes de câncer, estar em bom estado de saúde e apresentar a cédula de identidade.


PÁGINA 12

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 13


PÁGINA 14

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 15

HISTÓRIA ANTIGA

Operação conjunta de polícias Comerciante arrebentou imagens prende quadrilha do tráfico do santo que falhou com ele

Nesta foto, da época dos fatos, Victório é o último à direita, e Antônio Lerco está no centro, com gravata borboleta Depois de ler a sessão ‘Imprensa Antiga’ em nossa edição do último dia 26, o geólogo Paulo de Tarso Ribeiro enviou mensagem ao Jornalzão, lançando luzes sobre aquele notícia, publicada pelo Correio Paulistano no dia 26 de fevereiro de 1926, dizendo o seguinte: “Acaba de ser preso em São Simão, segundo comunicação recebida pela Delegacia de Vigilância e Capturas, o indivíduo Adolpho Lolo dos Santos, casado, jornaleiro, nacional, de idade ignorada, autor de um furto de que foi vítima Victorio Falaguasta, em dias de fevereiro corrente, na cidade de Santa Rosa”. O geólogo conta ter ouvido do professor José Dilermando Ribeiro, o seguinte. - O meu pai contava que, certa vez, à noite, a loja do Victório Falaguasta foi roubada, e parece

que levaram muita coisa. No dia seguinte, de manhã, ele ficou muito bravo com o santo de sua devoção que não tinha protegido seu estabelecimento. Quebrou todas as imagens de Santo Antônio, que tinha à venda em sua loja, juntou tudo e jogou na rua. Será que foi essa vez? Padres fecharam a escola por medo de revolucionários Ele pergunta, e ele mesmo sinaliza com dados históricos que insinuam a resposta. - Nessa época, meu pai estava morando com minha avó e irmãos, aqui em Santa Rosa, e cuidava do sitio. Ele estudava no

Liceu Salesiano, em Campinas, mas em 1924 – com a revolta do Isidoro em São Paulo – veio embora, e não voltou mais; havia um boato de que os revoltosos iam abandonar São Paulo e invadir Campinas, e os padres, apavorados, dispensaram os alunos. Só em 1927 meu pai foi para São Simão fazer a escola normal. Como vocês podem ver, enquanto o Antônio Lerco dava tiros em São Paulo, o José Dilermando fugia assustado para Santa Rosa. Antônio Lerco, santa-rosense por adoção, participou da revolta tenentista de 1924, conforme os nossos leitores já tiveram oportunidade de ler no Jornalzão.

A quarta-feira, 30, não foi boa para os traficantes da cidade. Em uma operação conjunta das polícias civil e miltar, sob os comandos do delegado Gabriel Freiria das Neves e do comandante Garbuglio, foram presas seis pessoas, duas no interior do Bosque Municipal e quatro no Jardim do Sol.

No Bosque foram presos dois traficantes com 19 pedras de crack e dois pinos de cocaína. Já na casa do Jardim do Sol foram presos mais quatro traficantes, acusados de comandar o tráfico na “mata do Nova Roma”. Na casa em que eles estavam foram encontradas grande quantidade de drogas -

meio quilo de maconha e 52 pinos de cocaína, 27 deles com capacidade maior, além de rádios transmissores para comunicação entre eles, balança de precisão e dinheiro. Os seis bandidos são de Cajuru e foram autuados pelo crime de tráfico e associação e estão à disposição da justiça.

IMPRENSA ANTIGA Ramal Santos Dumont Será assinada, brevemente, a escritura de compra que a Cia Mogyana fez do Ramal de Santos Dumont a Santa Rosa, propriedade do Dr. Henrique Santos Dumont. (Correio Paulistano, 14 de dezembro de 1909) Grupo Escolar de Santa Rosa O senhor secretário do interior Oficiou à Câmara de Santa Rosa comunicando que oportunamente será criado, naquela localidade, um Grupo Escolar. (A Gazeta, 29 de junho de 1916) O sr. secretário do interior nomeou o sr. Antônio Thomaz de Carvalho para exercer o cargo de porteiro do Grupo Escolar de Santa Rosa. (Última Hora, 09 de janeiro de 1917)


PÁGINA 16

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 17


PÁGINA 18

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

PÁGINA 19


PÁGINA 20

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

PÁGINA 21


FALA NOSSO TETO - POR SERGINHO GOMES

PÁGINA 22

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

No sábado, 26

Na segunda, 28

Na terça, 29

No sábado (26), a Sabesp interditou a avenida Prof.ª Luíza Garcia Ribeiro, entre as ruas Sebastião de Campos e Luiz Nogueira. A interdição serviu para a empresa de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, realizar obras de manutenção e melhorias na rede de esgoto.

Segunda-feira, 28 de outubro, foi celebrado pela comunidade católica, o Dia de São Judas Tadeu- tido como o Santo das causas impossíveis e padroeiro da paróquia do bairro, que leva o seu nome. São Judas Tadeu é um dos Santos mais populares do País. Em sua devoção, uma missa com grande adesão de fiéis foi celebrada pelo padre Alex Cássio Pereira, com participação do Cônego Pedro Cruz, os padres, Tom e Ivonei e demais diáconos. A Missa aconteceu às 19h30, no Anfiteatro Waldomiro Lima, localizado na praça Zuleika de Mello Moura Balbão. Em seguida, o público saiu em procissão carregando os andores com os Santos que compõem a comunidade de São Judas Tadeu, vinte e quatro ao todo. São Judas Tadeu foi levado à frente, seguido pelo povo. Cada um com a sua causa, rogou por sua intercessão junto a Deus. Respectivamente à Missa, ao lado do Anfiteatro, uma Igreja Evangélica realizou seu culto. Sem que houvesse qualquer perturbação, de uma ou de outra parte.

Uma semana após a prefeitura limpar a rua Ângelo Sordi, e retirar dali caminhões de lixo e entulho; alguém se prontificou a sujar novamente.

No domingo, 27 No domingo (27), por volta das 11h, um curto circuito na rede de distribuição de energia da CPFL, provocou um apagão no bairro. Muita gente ficou parada nas filas dos supermercados. O problema foi causado pela queda de um galho de eucalipto sobre fios de alta tensão, localizados nas proximidades do Centro de Reciclagem, no cruzamento das ruas Onézimo Wiezel, com Venâncio C. Carvalho. Moradores das redondezas disseram ter ouvido um grande estrondo antes da queda da energia. -Pensei que o transformado tinha explodido, disse um deles. Uma equipe de manutenção da CPFL chegou rápido ao local e reestabeleceu a energia.

EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2749 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // PEDRO AUGUSTO SALIM CASTRO e BEATRIZ MURARI DE ANGELIS //. Ele, natural de Paraíso do Tocantins, Estado do Tocantins, nascido aos sete (07) de outubro de um mil novecentos e noventa e quatro (1994), profissão fisioterapeuta, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Francisco Feliciano, 131, Centro, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de DIOGENES GASPAR DE CASTRO e de dona SUMAIA SALIM DE CASTRO. Ela, natural de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, nascida aos dez (10) de janeiro de um mil novecentos e noventa e nove (1999), profissão auxiliar administrativo, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Alzira Sério, 130, Jardim Morumbi, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de MAURO DE PAULA DE ANGELIS FILHO e de dona TATIANA CARLOS MURARI DE ANGELIS. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2750 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // JULIANO APARECIDO FARIA e MARIA ILZA OLIVEIRA FONSECA//. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos vinte (20) de maio de um mil novecentos e oitenta e nove (1989), profissão vigilante, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Caetano Conti, 37, COHAB I, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de ISMAEL FARIA e de dona MARIA APARECIDA DE CAMARGO. Ela, natural de Coronel Murta, Estado de Minas Gerais, nascida aos dezesseis (16) de outubro de um mil novecentos e setenta e oito (1978), profissão empregada doméstica, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Rua Caetano Conti, 37, COHAB I, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de MODESTO DE DEUS FONSECA e de dona DIVA OLIVEIRA FONSECA. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi - Oficial.


O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

SOCIAIS DA CLÉLIA ZANARDO

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JORNALZÃO - ED. 1.225 - 1º/11/2019

Profile for O Jornalzão

O Jornalzão, edição 1225  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

O Jornalzão, edição 1225  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement