Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 04/08/2018 - Ano 24 - N.º 1.162 - Semanal - Preço do exemplar R$

Copersucar estoca álcool em Amália Cerca de 50 milhões de litros de álcool estão sendo armazenados nos tanques da usina Amália

É DO TRICOLOR

Felipinho assina com o São Paulo FC E ele já está treinando no Centro de Treinamento de Cotia

3,00

Candidata afirma que usina pode voltar a funcionar este ano Stela Dalécio fez afirmação na Feira da Mogiana, na noite de quinta, durante visita do candidato a Governador do Estado pelo PT, Luiz Marinho Stela faz selfie com candidato a Governador dutante visita a Santa Rosa

Prefeitura começa adequação no estádio Rubens Bellizze

Craque posa para o Jornalzão com a camisa de seu novo clube, o Tricolor do Morumbi

“Loirinha do Forró” quer formar banda e cantar na Feira da Mogiana

Santa-rosense constrói bairro com 20 torres em Ribeirão


PÁGINA 2

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 3

ELEIÇÕES 2018

Na ‘Feira da Mogiana’ candidata afirma que usina Amália pode voltar a funcionar este ano Em campanha na cidade, Luiz Marinho, candidato a Governador do Estado, diz que a rejeição ao PT é relativa O candidato do PT a governador, Luiz Marinho, esteve em Sa nta Rosa na última quinta-feira (2), caminhou pela feira, conheceu o Espaço Mogiana e conversou com alguns munícipes. Em sua companhia, caminhou também Stela Dalécio, santa-rosense candidata a deputada federal. Marinho já esteve na região de Ribeirão na campanha de 2002, quando era o vice do José Genuíno. Segundo o candidato, melhorar a educação é prioridade, assim como a segurança pública, mas acha que é preciso olhar as especificidades da região, e identificar, com os moradores, os problemas de cada região do Estado. Entre as especificidades locais, Stela elegeu a falta de emprego. “Nós tínhamos a empres a Matara zzo, fábrica de sabonete, usina de açúcar e álcool; todas elas fecharam e tiraram mais de 8 mil postos de trabalhos de Santa Rosa”, explicou a candidata. O emprego, de acordo com Marinho, faz parte do seu programa de governo, e é um problema de todo o Estado e o Brasil. “Se você olhar 2002, quando a gente elegeu o presidente Lula, a situação estava mais ou menos a mesma de agora. O Brasil no atoleiro, desemprego, fome, desespero, FMI determi nando o que fazia e o que não fazia, e nós tiramos o país desta situação”. E continuou. “A partir do ‘Golpe’, do final do mandato da Dilma, isso gera de novo um processo,

especialmente com as decisões das políticas do Temer, de novo voltando aos problemas como desempregos e a té proble mas e xtintos como a Febre Amarela, sarampo; nós precisamos voltar investir para gerar economia”, concluiu. Para solucionar este problema conceitualmente, o petista disse que pretende recriar a estrutura do Estado pra fomentar as pequenas e micro empresas, trabalhar com o tripé, educação, esporte e cultura, para fomentar a geração de oportunidade nas universidades, para poder financiar estudante com teses inovadoras. Além de apoiar empresas e diminuir pedágios que inibe o funcionamento da economia. Especificamente sobre a geração de empregos em Santa Rosa, Stela conta que já fize ram algumas ações para gerar emprego ainda este ano; já foram 160 em 2018, disse sem especificar onde. Ela ainda contou que tem um projeto relacionado com a usina, ainda não quis revelar o que seria, mas garante que vai beneficiar o povo santa-rosense. E a candidata soltou uma bomba: “A gente tem algumas alianças para gerar emprego ainda este ano. É uma surpre sa que Santa Rosa vai  ter que  está relacionada à usina; a gente espera, esse ano ainda, fazer a usina funcionar”. Rejeição ao PT - Há 24 anos o PSDB governa São Paulo e o PT tem certa

rejeição no Estado. “A rejeição do PT é muito relativa, nós governamos várias cidades, mais de 62% do eleitorado do Estado de São Paulo, mas nunca conseguimos encaixar a vitória para governador” – explica Marinho. E acredita que o momento é propício para mudanças, já que o PSDB está rachado em três candidaturas: Skaff, Dória e Márcio França, do PSD, mas com apoio do PSDB. Na aval iaçã o de le, nestes 24 anos de governo, se observar o Estado como um todo, a segurança piorou, c onstruí ram muitos presídios, mas não resolveram o problema da violência e da criminalidade; os indicadores educacionais são piores que os de 95, a saúde também piorou, e, com tanto tempo no poder, são problemas que deveriam estar resolvidos. Outro ponto que o candidato aponta como um possível trunfo pa ra s ua

Marinho conversa com eleitores na Feira da Mogiana

eleição é o fato do ‘Golpe’ estar s e re vertendo em apoio e recuperação ao PT. Assume que de 2014 a 2016 foi um período muito difícil para o partido, porém

quem defendia que tirar o PT as coisas iriam melhorar, e afirmavam que com a Dilma estava ruim, hoje dize m que es tá tudo mui to pior. “A tal da ponte para o

futuro, foi a ponte para o inferno do desemprego e desesperança. Nós vamos ter um eleitorado silencioso votando em nós em São Paulo e no Brasil”, avaliou.


PÁGINA 4

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 5

Copersucar estoca 50 milhões de litros de álcool em Amália Cerca de 50 milhões de litros de álcool estão sendo a rmazenados nos tanques da usina Amália. Os tanques for am a luga dos pela Copersucar e o álcool é produzido em usinas da região. O J orna lzão entrou em contato com o gr upo Pedra Industrial que informou: “Esse armazenamento é momentâneo e de responsabilidade da Copersucar; o álcool armazenado não é do grupo Pedra, mas si m de outras usi nas da Cooperativa”. Circulou pela cidade boatos de que a usina poderia ser reativada, ou que este armazenamento geraria empregos diretos em Santa Rosa: “Não há possibilidade de abertura de vagas, visto que é algo momentâneo”, informou a assessoria de imprensa do grupo Pedra. No local o movimento de caminhões é contínuo. Anteontem um motorista, de Sertãozinho, que tinha acabado de descarregar 38 mil litros de álcool, disse que ainda faria uma segunda viagem no mesmo dia. Funcionários da Pedra controlam o acesso dos caminhões. A cota diária mínima descarregada é de 1 milhão de litros, e o armazenamento deve durar por, pelo menos, mais duas semanas A Copersucar - Maior comercializadora global de açúcar e etanol, a Copersucar S.A. registrou lucro líquido de R$ 147,2 milhões no Ano-Safra 2017-2018, com importante contribuição dos ganhos das operações diretas, notadamente os serviços logísticos, e a comercialização de etanol e açúcar no mercado interno. O faturamento líquido atingiu R$ 28,6 bilhões. “Na Safra 2017-2018, mantivemos a trajetória de

consolidar o posicionamento relevante da Copersucar nos mercados mundiais de açúcar e etanol, alinhada à ambição estratégica de ganhos de escala e ampliação de margens estruturais dos nossos negóc ios”, afirma Luis Roberto Pogetti, presidente do Conselho de Administração. Com e ndividamento líquido de estoques de R$ 1,539 bilhão, a Copersucar demonstra melhora no perfil da dívida e nos índices de liquidez. Os vencimentos de curto prazo passaram de 44%, no fim da Safra 2016-2017, para 26% no último exercício, e o índice de liquidez circulante passou de 1,13 para 1,51. Os investimentos somaram R$ 209 milhões (R$ 313,1 milhões no ano anterior), destinados principal mente a aportes de capital na Logum, empresa que opera o sistema dutoviário de etanol da qual a Copersucar é sócia, e ao fortalecimento da estrutura logística da EcoEnergy, subsidiária que comercializa etanol nos Estados Unidos. Come rcializ ação No Ano-Safra 2017-2018, as Usinas-Sócias da Copersucar processaram 85 milhões de toneladas de canade-açúcar (2,3% a menos que na safra anterior), variação que foi compensada pela melhor qualidade da matéria-prima decorrente de condições climáticas favoráveis. A participação do açúcar no mix de produção da s us inas sóc ias foi de 42,4% (contra 46% no período 2016-2017). Foram comercializados, ao todo, 14,1 bilhões de litros de etanol no mercado global (5,2% acima do período anterior), sendo 9,8 bilhões movimentados pela subsidiária Eco-Energy e 4,3 bilhões de litros pela

matriz brasileira. Desse volume, 3,6 bilhões de litros foram destinados ao mercado interno e 0,7 bilhão de litros para exportação. Os volumes come rcializados de açúcar mantiveram o total de 4,5 mi-

lhões de toneladas verificados na safra anterior, dos quais 1,6 milhão de tonelada s fora m de sti nadas ao mercado interno e 2,9 milhões de toneladas ao mercado externo. Nas últimas duas sa-

SEU DIREITO Por Dr. Carlos Cruz

Quem vive em união estável tem direito a Herança? União estável é a relação de convivência entre dois cidadãos que é duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição família. Em recente decisão o Supremo Tribunal de Justiça seguiu o mesmo entendimento do Supremo Tribunal Federal ao declarar que quem convive em regime de união estável tem o mesmo direito de herança de quem é casado. Carlos Cruz OAB/SP 394.253 Rua Jose Garcia Duarte, nº 167, sala 01, Centro. Fone: (16) 9 9777-8615

fras, a Copersucar consolidou-se como um importante operador logístico para o setor sucroenergético, atingindo o objetivo de estruturar a s ua logísti ca c omo uma unidade de negócio da Companhia e assim, maximizar a utilização de seus ativos por meio da prestação de serviços para a Al-

vean e outros clientes. Do total de 5,5 milhões de toneladas de açúcar transportadas, 48% tiveram como origem usinas não sócias. Outro importante fator de competitividade foi o volume transportado por ferrovias, que representou 56% do volume total destinado às exportações.


PÁGINA 6

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

EDITORIAL

CHICO XAVIER

PROSEANDO

Bagunça no céu – E o Paulo Rosa chegou ao céu, que a partir de então jamais será o mesmo. Imagino a bagunça que ele deve estar aprontando. Beijando todo mundo “na boca”, xingando todos de FDP e fazendo aquilo que ele amava: cantar e tocar. Fique com Deus, Paulo Rosa. Nossos sentimentos à família.

Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

Por Zé Pretinho

Donativos menosprezados

Dança da chuva 2

Cumprir os próprios deveres sem esperar que os amigos nos teçam láureas de gratidão. Calar toda queixa. Abster-se do gracejo nas conversas de fundo edificante para não desencorajar a responsabilidade nascente. Grafar páginas consoladoras e construtivas sem a pretensão de sermos compreendidos ou elogiados. Prestar favores oportunos ao próximo sem a ideia de que o próximo venha, por isso, dever-nos qualquer cousa, ainda mesmo o agradecimento mais simples. Reconhecer que as faltas dos outros podiam ser nossas, a fim de que saibamos desculpá-los sem condições. Não supor que o ouvinte ou os ouvintes sejam obrigados a pensar pela nossa cabeça. Escutar os erros de quem se exprime numa assembleia, sem sorrisos de mofa, para que o iniciante no cultivo do verbo superior não se sinta frustrado em seus intentos de bem fazer. Não atribuir a outrem essa ou aquela falha havida em serviço. Auxiliar aos irmãos menos felizes sem exprobarlhes a conduta passada. Não acusar e nem criticar pessoas sob o pretexto de estarem ausentes. Silenciar diante dos grandes ou pequeninos escândalos, sem considerações deprimentes, orando em favor daqueles que os provocaram. Não reclamar homenagens afetivas nessa ou naquela circunstância. Ouvir com respeito a palavra ou a dissertação supostamente fastidiosas, sem ofender a quem fala. Evitar a maledicência em derredor de gestos, atitudes e frases sob nossa observação. Substituir espontaneamente e sem qualquer apontamento desfavorável, nas boas obras, o seareiro em falta nas atividades previstas. Executar com sinceridade as obrigações que a vida nos preceitua sem a preocupação de invadir as tarefas alheias. Não opor contraditas às opiniões do interlocutor e sim ajudá-lo, sem presunção, a entender a verdade em torno disso ou daquilo, no momento adequado. Esquecer as obsessões em que os outros se envolvem e sim meditar nas obsessões de que ainda somos vítimas. Amar sem pedir que os entes amados se convertam em bibelôs dos nossos caprichos. Não exigir das criaturas humanas a perfeição moral que todos estamos longe de possuir. Deixar os companheiros tão livres para encontrarem a própria felicidade quanto aspiramos a ser livres por nossa vez. Militão Pacheco

Segundo os roceiros da mata Graciosa, há décadas passadas o cio da terra acontecia regularmente, no final de julho quando entra agosto. A primeira chuva caia, exalava o gostoooso cheiro da terra! A terra pronta para ver seu seio rasgado pelo arado e receber as sementes para germinar o pão nosso de cada dia... Quando a cortina de chuva cobriu a serra da Graciosa, as Saracuras deram um viva para Deus! Depois de dezasseis semanas sem chuva, cantarolando os cânticos sagrados ao Senhor e molhar o pé do cruzeiro numa tradição centenária, Três pingos d’água caíram sobre a cruz e a chuva veio! Centenas e centenas de bichos dançando na chuva extasiados. Macaco exalta o Senhor Deus: - Grande é o grande Deus! Não se esquece de mandar a chuva sagrada, mesmo com o bicho homem quebrando seus mandamentos e deplorando o planeta! Chove chuva, chove sem parar, vem minha terra molhar, aí a certeza que na mesa o pão não vai faltar! Cabrito que capinava o café, vendo a procissão de gratidão passar, berrou: - Ô meus Deus manda da chuva grossa que da fina o patrão não gosta! Tá duro no cabo dessa enxada de quatro libras e duas caras e meia! Obrigado Senhor, sem água, nada feito. Gambá na janela de seu ranchinho de taquara, olha para o céu, faz seu agradecimento: - Chove lá fora e pinga em nóis aqui dentro! Oh que chuva boa meus Deus! Grato. O sábio Sabiá entoando uma linda canção para Deus, da uma pausa e diz: - Agradecemos ao Senhor pela chuva, e também agradecemos pela seca. A natureza é sábia tem época que manda uma geada brava, outro tempo vem chuva além do necessário, e esse ano veio a longa estiagem. Não reclame, a natureza sabe o que faz, tudo tem sentido. A procissão de gratidão a Deus seguia com todos os bichos felizes. Os bichos pararam em frente a cachoeira e fizeram uma linda oração ao Criador. Macaco lembrou o poder da natureza em se regenerar: - Vejam todos, há uns dois meses esses campos eram pura cinza, depois de um incêndio criminoso. Bastou uma chuvinha e o verde renasceu! A natureza é imbatível! Só que tem um porém; Deus perdoa, a natureza nunca... Ao longo da caminhada de fé para agradecer o milagre de molhar o pé da cruz, foi aumentando o número de fiéis debaixo da chuva que Deus dava, uma felicidade geral, chegando ao pé da Santa Cruz passava de três mil bichos presentes. Tinha bicho de tudo quanto é religião das mais de mil espalhadas mundo afora. Encerrando a procissão de gratidão, cento e duas Saracuras num lindo coral, encenaram uma magnífica dança da chuva e todos ergueram as mãos para o céu e numa só voz entoaram a oração mais poderosa do mundo, o Pai Nosso...

Elogios – A matéria sobre o hospital e a ausência de partos que publicamos semana passada foi elogiada nas redes sociais. Agradecemos, mas isso não pode parar por aqui. A população tem que começar a cobrar àqueles que cortaram o subsídio sem nenhum conhecimento básico do assunto. São os mesmos que cortaram votaram a favor do novo ITBI, os mesmos que não se levantaram contra a possibilidade de cobrança de IPTU suplementar ainda este ano, o que é ilegal. Cobrem a nossa Câmara para que fiscalize o executivo e não andem de braços dados. Acorda, Santa Rosa. Parabéns, polícias – Em ação conjunta da Civil e Militar esta semana resultou em grande apreensão de drogas, com cerca de 3 kg de maconha. Diariamente as polícias apreendem drogas e traficantes pequenos, e a cada prisão de um, aparecem três novos. Mais de 90% das ocorrências policiais são motivadas pela droga. E a cada dia vemos jovens entrando no ramo. E o que nós vemos do poder público para prevenir isso? Nada. Nossos jovens estão jogados às traças, sem motivação nos estudos – onde são formados analfabetos, sem perspectivas futuras de emprego, sem lazer adequado, sem orientação. Nossa polícia é composta de heróis, pois ano após ano, PM e PC são sucateadas pela ausência de uma política adequada de segurança pública no Estado. A guerra é desleal, pois os bandidos são muito mais aparelhados que a polícia e isso parece ser conveniente ao Governo. Em Santa Rosa não é diferente. Gastam-se fortunas em desnecessários ônibus e nenhum centavo é investido no ensino à prevenção contras drogas. Investir na conscientização é preciso. Começar na base, no primeiro ano escolar. Uma horinha por semana basta. Droga é um problema social, educacional, de saúde, que causa problemas como dissolução de famílias, além de ser porta de entrada para o crime organizado.

Página extraída do livro “Ideal Espírita” – Psicografia de Chico Xavier.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO CNPJ 24.933.354/0001-57 Redação: rua Condessa Filomena Matarazzo, 58 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP- CEP 14.270-000 Fone/fax: (16) 99164.4623 Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Daniel Pereira Tiragem: 2.000 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Pe riodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - E-mail: ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

Jovens desabafam sobre más condições de transporte escolar Jovens estudantes do Senai de Ribeirão Preto usaram as redes sociais para protestar contra a qualidade do transporte que os leva diariamente até Ribeirão. O transporte é da prefeitura. Alunos do Senai viajam juntos com alunos da AMA e vão diariamente a Ribeirão, inclusive aos sábados. Esta semana eles tiveram que ir em um veículo improvisado – micro ônibus amarelo – e segundo informações o veículo tinha que ir desviando de onde havia fiscalização por não estar regular. Além disso, eles reclamam que tem que viajar com ônibus do município e pagar mensalidade à ASE – Associação dos Estudantes Santa-rosenses. “Nossa indignação é pagar para ir com o mesmo transporte publico que há décadas foi gratuito. E além dos ônibus já serem ruins, vira e mexe nos mandam com os ônibus escolares amarelinhos, que até onde eu sei só podem andar dentro da cidade, não podendo pegar pista em hipótese alguma.”, diz trecho do desabafo. Os alunos alegam que os bancos dos ônibus amarelinhos foram projetados para o transporte de crianças e para jovens é muito apertado. A ASE publicou um comunicado informando que o veículo é apto para fazer essas viagens.

IMPRENSA ANTIGA

Santa Rosa - “A Gazeta” é o título de um semanário que começou a publicar-se aqui, habilmente dirigido pelo sr. Aires Henley de Azevedo. - No salão do Grêmio Operário realizou-se, no domingo passado, às 12 horas, uma conferência presidida pelo advogado sr. dr. Carlos Bruno, com intuito de angariar donativos para as vítimas italianas, na atual conflagração europeia. O orador foi bastante aplaudido, organizando-se depois uma comissão composta dos srs. Germano Perroni, agente consular; Marcos De Sandre, Caetano Conti, Cesare Testa, Ricardo Rangon e outro, e que acompanhada de uma comissão de senhoritas percorreu as ruas principais, angariando auxílio à Cruz Vermelha. - Seguiram de mudança para Botucatu o sr. João Portugal e sua exma. família. - No próximo dia 1º de julho chegará a esta cidade o sr. D. Alberto, bispo da diocese, que aqui vem em visita pastoral. A fim de receber o ilustre prelado foi eleita uma comissão presidida pelo sr. revmo. Cônego Themudo que muito tem trabalhado para que s. exe. aqui tenha uma brilhante recepção. - Esteve na importante Faz. Amália, deste distrito, uma comissão de banqueiros norte-americanos que foi visitar aquela importante propriedade agrícola e industrial. (Correio Paulistano, 04 de dezembro de 1917)

PÁGINA 11

”ANIVERSÁRIO DA CIDADE”

Camerata Darcos vai tocar Vivaldi ao ar livre A músic a cl ássi ca será uma das atrações das festividades comemorativas do 108º aniversário do município. A orquestra ‘Camerata Darcos’ (foto), de São Paulo, composta por violinos, vai tocar “As quatro Estações”, de Vivaldi, no Espaço Cultural, às 19 horas do próximo dia 06 de setembr o. A Darc os e stá inclusa no Circuito Cultural da Secretaria de Estado da Cultura. O show será ao ar livre. - A gente ainda está negociando dois shows – com banda e dupla sertaneja – para o mesmo dia, em seguida à apresentação da Camerata Darcos – revela

Clél ia Zanar do, Dire tora Municipal de Cultura. As comemorações pelo ‘Dia da Cidade’, come-

çarão com desfile no dia 02, com o tema, “A música e o mundo das artes”. Além das escolas locais, a diretoria de

Cultura espera a participação de bandas de outros municípios que ainda não responderam a convites feitos.

Coral inicia ensaios segunda

CRÔNICA DA SEMANA

Começam depois de amanhã os ensaios do coral municipal para o qual 11 pessoas já se inscreveram. A direção estará à cargo de Raul Marostegan, músico da banda sinfônica. Os ensaios acontecerão às segundas e quintas-feiras, das 17 às 20 horas na Escola de Música ‘Plácido Bertoco’ (Estação da Cultura).

Daniel Almada

Oficinas - No dia seguinte (7) será iniciada a oficina de desenho, ministrada pelo artista plástico João Augusto Pereira, que se estenderá até o dia 2 de outubro, no Centro Cultural, das 19 às 22 horas. A partir de hoje, e até o dia 25 deste mês, acontece uma oficina de histórias em quadrinhos, orientada por Jessé Suursoo. O horário é entre 09 e 11 horas, no centro “Pica Pau”, localizado na rua Benedito Pereira dos Santos, 2657, Cohab 3.

Acervo do Grêmio vai para Centro de Memória O acervo fotográfico e de documentos do Grêmio Recreativo vai ser transferido para o Centro de Memória Jornalista José Hamilton Ribeiro. A informação foi dada esta semana pelo advogado Juliano de Oliveira que assessorou a diretoria da sociedade – fundada por italianos em 1907 – no processo de sua extinção. As fotos deverão ser digitalizadas e colocadas à disposição popular, via internet, enquanto que o arquivo físico ficará guardado no Centro de Memória, localizado na Cadeia Velha, inaugurado no início deste ano.

O carteiro e o poeta Um carteiro, outro poeta. Irmãos calados e quase esquecidos de si na fluência dos dias. Só vez ou outra deixavam transparecer o óbvio de suas personalidades: a doce solidão, um desejo mudo pelos mistérios da vida. Um entregava correspondências com a leveza e a discrição dos grandes carteiros de tempos idos, o outro escrevia avidamente belos versos rimbaudianos em papeis de última hora. Viviam a essência do silêncio dos homens de bem e a dor e o destempero sempre pareciam passar ao largo, não eram problema nem solução para nenhum deles. Bastavam-se, e naquela calma e pequena cidade de pequenas coisas sempre caminhavam entre nuvens, evitando esbarrar nos sons e espaços dos conterrâneos que os admiravam também em silêncio, eternamente gratos por tanta solidariedade muda, por tanto amor sublimado jamais confessado nem ao vento nem ao pó.

caução


PÁGINA 12

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

REUNIÕES TODAS AS TERÇAS FEIRAS 19h30 às 21h30- Rua José Garcia Duarte, 182, sala 01 Toda primeira reunião do mês é aberta às famílias

APOIO DO JORNALZÃO


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 13

Prefeitura começa adequação no estádio Rubens Bellizze SRFC se prepara para disputar Estadual

Funcionários municipais fazem caixa para o relógio de energia O estádio Rubens Bellizze está passando por adequações para que a equipe do Santa Rosa Futebol Clube possa disputar o Campeonato Estadual de Futebol Amador, com início previsto em setembro. Interditado pela Justiça, a prefeitura está fazendo boa parte daquilo que foi solicitado em Ação Civil Pública proposta pelo Promotor, como o isolamento do relógio de energia, retirada das pedras britadas na entrada do estádio, fixação dos ba ncos de concreto, colocação de gradil na bomba d’água, fixação das tampas dos bueiros e a reforma total do alambrado no entorno do gramado. Fábio Sachetto, Diretor de Obras do Município explicou ainda que a prefeitura, a pedido da Diretoria do Leão, vai instalar um tanque de 10 mil litros de água e o SRFC vai providenciar um s istema de irriga ção. “Tínhamos este tanque pa-

rado na empres a e c omo eles solicitaram demos uma reformada nele e vamos instalar nos fundos do estádio”, explicou. O Leão já está providenciando bombas e mangueiras, além dos aspersores, para que o gramado fique verdinho para o Estadual. Ve rbas e me lhorias – A Diretoria do Leão está buscando recursos para fazer mais melhorias no estádio. O grupo liderado pelo Doutor Marc o Sé rio que fazer uma reforma total no estádio, inc lusive com a construção de arquibancadas. Nesta segunda feira o Deputado Estadual Rafael Silva, ciente dos problemas no estádio, fará uma reunião com a Diretoria para quem sabe viabilizar recursos para a reforma e adequação. “O Deputado sabe dos problemas e entende que o esporte é o caminho mais curto para tirar os jovens

das drogas e quer ajudar a Diretoria do Leão e a prefeitura a fazer toda adequaçã o”, expl icou Fe rnando Mesquita, Diretor do Leão que agendou a visita. Re forços – Acreditando que haverá um acordo para a liberação do estádio, a Diretoria do Leão está se mexendo em busca de reforços visando o Estadual 2018. Marquinhos Cortês e Alexandre Vi la são nomes da dos c omo c er tos. Vila depende de pequenos detalhes ainda. O volante Douglas, que começou no Botafogo- SP e fez carreira em vários times pe l o pa í s, ta mbé m deverá ser contratado. Fábio Aurélio, ex-São Paulo, Grêmio e Seleção Brasileira, que fez carreira no exterior no Valência e Liverpool, foi convidado e dará a resposta na semana que vem. Além destes, vários jovens do time de juniores serão utilizados.

Felipinho Clemente assina com o São Paulo FC Depois de três temporadas na Itália, o craque santa-rosense Felipinho Clemente, 19, agora é do São Paulo. Ele já está no Centro de Treinamento de Cotia treinando com jogadores do sub-23. E tudo aconteceu meio que por acaso. De férias no Brasil ele foi ao CT do São Paulo para aprimorar a forma física por uma semana. O tricolor pediu que ele ficasse mais uma semana e ele ficou 2 dias. Voltou à Santa Rosa e se preparava para voltar à Itália quando o convite para assinar o contrato com o clube do Morumbi foi feito, por te lefone. “Estou muito feliz, a estrutura daqui é fantástica”, disse com exclusividade ao Jornalzão. Felipinho explicou que o contrato será longo, mas não revelou as bases e nem a duração. “É meu primeiro contrato profissional e justamente com um gigante do futebol brasileiro. Foi muito bom pra mim e minha família”, disse. E quem conhece o futebol do garoto crava que ele vai arrebentar no tricolor. “Estou bastante animado e vou dar tudo de mim para estrear o mais rápido possível”, disse. Um garoto do bem e muito humilde, Felipinho faz questão de agradecer à sua família. “Sem o apoio deles eu não estaria aqui. Faço tudo por eles e aproveito o espaço para dizer que amo muito todos vocês”, disse. “Novo Imperador”O futebol de Felipinho apareceu no seu primeiro teste. Ele foi descoberto pelo Diretor do SRFC Nei da Vila, que o levou à escolinha de futebol do Roma / Primavera. Com 17 anos

Felipinho foi fazer um teste em Ribeirão Preto para um olheiro da equipe do Roma da Itália e arrebentou. Foi levado à Europa para as categorias de base do time da capital italiana. Ga nhou o a pe lido de “o novo Imperador”, devido aos gols e força física. Fez amizades com craques do time principal, como Totti e Leandro Castan. Foi então que chamou a atenção do Atalanta, clube com a melhor categoria de base da Itália, na cidade de Bérgamo onde assinou seu primeiro contrato. Muito jo-

vem, ficou por lá disputando torneios juvenis até que foi emprestado, para pegar experiência e atender a legislação local, mas sempre se destacando e marcando seus gols. E agora a chance de ouro apareceu no tricolor: “Quero a agradecer a Deus por esta oportunidade de estar jogando em um clube fantástico como o São Paulo”. Quem sabe não sairá de seus pés o gol que colocará fim ao jejum de títulos que vive o tricolor do Morumbi?


PÁGINA 14

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 15

DARCI ROCHA

Dom Bosco 2 dorm, sala, coz, wc, garagem, murada com portão ............................................................ R$ 140 mil Centro Praça Sto Antonio, precisa de reforma ................................................................................... R$ 160 mil Jardim Aquarius 3 dorm, sala, coz, varanda, garagem ........................................................................ R$ 170 mil Luiz Gonzaga 3 dorm, sala, copa, coz, garagem, área lazer, de frente a ETEC. ac casa menor valor ............. R$ 350 mil Salão comercial Centro próx. biblioteca, com 50m2, terreno 250m2 ................................................... R$ 150 mil Ari Carneiro 2 dorm, sala, coz .................................................................................................... .... R$ 115 mil Casa nova no Ari carneiro 2 dorm, sala, coz .................................................................................... R$ 120 mil Apto. Ribeirão 69 m2, com 2 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavanderia, armários, próx. Catedral ..... R$ 300 mil Avenida Jd. das Flores 3 dorm, sala, copa, coz, lavanderia, despensa, área churras com garagem .............. R$ 285 mil Jardim Aquarius 4 terrenos juntos ................................................................................................ R$ 320 mil Dom Bosco nova, 3 dorm, sala, coz, wc social, piso porcelanato, murado, portao, quintal parte ciment. .... R$ 200 mil Ari Carneiro 2 dorm, sala, coz, murada ............................................................................................ R$ 115 mil Próximo a Capela esquina, 2 dorm, sala, copa, coz, despensa, wc, mais edícula ind, com quarto sala coz .. R$ 380 mil Vila Mendes 2 dorm, sala, cozinha, precisa de boa reforma, terreno amplo ............................................... R$ 65 mil Cohab 3 - 2 dorm, sala, coz, área serviço coberta mais despensa ampla .................................................. R$ 115 mil Casa centro próx. Grick e Matriz, 2 dorm, sala, copa, coz, varanda, lavanderia, terreno amplo. ót. local .... R$ 200 mil Nhumirim 2 dorm, sala, coz, garagem ................................................................................................. R$ 120 mil Itamaraty 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia e edicula no fundo ............................................ R$ 180 mil Casa Centro ao lado Banco do Brasil, 2 dorm, sala, coz, terreno 176m2 ............................................... R$ 270 mil Dom Bosco 3 dorm, garagem 2 carro, área no fundo, murada ................................................................... R$ 200 mil Luiz Gonzaga 3 dorm, sala, copa, coz, área churrasco, garagem, ac. casa ou ap em Ribeirão .......................... R$ 270 mil Casa e salão comercial rua Piauí, rua do Magu, ót. ponto comercial ...................................................... R$ 190 mil Dois barracões 1900m2, na área industrial, Bento Quirino, terreno 3.587,50m2 ............ R$ 1.500.000,00 ac. proposta Nhumirim 145m2 const, 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, terr.600m2, ac imóv. menor valor ........................ R$ 230 mil Barracão com mesanino energia trifásica, próx. superm. Real ............................................................... R$ 180 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, copa, arm emb, lavand, gar, aquec. solar, acab 1ª ..................... R$ 450 mil Rua Francisco Zaac 2 drm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavand, garagem, terr. 608m2 ............................. R$ 350 mil Jardim Aquarius, 3 dorm, suite, sala, copa, coz, área lazer, gar, 3 wc saociais, terreno 600 m2 ................... R$ 400 mil Morumbi 3 suites, 3 salas, copa, coz, wc social, escritório, salao de festas, área churrasco + 3 dorm nos fundos, wc social, sala, cozinha, casa toda com aquecedor solar, garagem 4 carros 493,15m2 de constr em dois terrenos de 676 m2R$ 900 mil Barracão rua Amazonas 2 salas, 2 wc e galpão, 150m de const. ........................................................... R$ 250 mil Próximo rodoviária 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, wc, gar., lavanderia ................................................ R$ 240 mil Próximo Solar 3 dorm, sala, coz, lavand, garagem, salão comercial com wc .............................................. R$ 240 mil Salão comercial esquina, antigo HSBC, 220m2, terreno de 330m2, oportunidade única ........................ R$ 280 mil Júlio Moretti 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, á. serv, gar. e ed. ..................... R$ 270 mil ac carro, ap. Rib., casa - valor Salão comercial ótimo ponto comercial, rua Mário Carneiro da Cunha ................................................ R$ 250 mil Casa próx. Estrela Azul 3 dorm, sendo 1 suite, sala ampla, coz, garagem, area serviço ............................... R$ 350 mil

8 terrenos juntos próximo ao Cruzeiro, final av. bosque, planos, 8x20 (160m2), todos com infra ..... R$ 40 mil cada 2 terrenos Nova Roma, av Nicolas Yasbeck, med. 20x50 ou seja, mil metros cada um, murado ...... R$ 250 mil cada 2 terrenos juntos Jd. Itamaraty 2 com 230m2 cada ................................................................ R$ 60 mil cada um Terreno amplo 3800m2, ótimo local para área de lazer, com pequena represa .................................... R$ 250 mil Jd. Aquarius 10x25 .................................................................................................... ................. R$ 42 mil Centro com cerca de 1.200m2, todo murado (aceito casa na troca) .................................................... R$ 450 mil Terreno de frente a praça Matriz 1375 m2, ao lado e fundo da caixa Federal ................... R$ 200 mil Terreno Luiz Gonzaga 4 terrenos rua Roberto Armbrust, ....................................................... R$ consulte-nos Terreno AV São Paulo esquina com 200m2 de frente ao centro cultural ............................................ R$ 190 mil Temos terrenos no Jardim Itamaraty 2 - Consulte-nos

Centro próx. ao gremio, 3 dorm, sala, copa, coz, lavanderia, garagem, salão comercial .............................. R$ 250 mil Jd. Primavera 2 dorm, sala, coz, wc, lavand, gar, murada, quintal ciment, portão eletr, com financiamento . R$ 110 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz planejada, lavand, área churras, esq .............................. R$ 380 mil Jd Aquarius 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavanderia, garagem (próx rodoviária) ......................... R$ 200 mil Nova Roma 114 m2, 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, garagem e port. 153 m2 de terreno ......... R$ 160 mil Cohab 3 esquina, 3 dorm, 2 salas, copa, coz, área lazer, garagem + edícula ............................................. R$ 220 mil Filtro 3 dorm, sendo 1 suite e closet, sala, copa, coz, garagem, portão, ................................................... R$ 220 mil Casa Jardim do Sol (esquina) 02 dorm, sala, cozinha, murada..................................................................................R$ 180 mil Jd. das Flores 2 dorm, sala, coz, wc, salão de jogos, garagem 4 carros, piscina ....................................... R$ 320 mil Rua Prudente de Morais 3 dorm, sala, copa, coz, lavanderia e garagem ................................................. R$ 210 mil Centro seminova, de frente ao antigo correio, 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, area churras ..... R$ 250 mil Nova Roma 2 dorm, sala, coz, area serviço, murada e portão ................................................................ R$ 200 mil Avenida Fiuta 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia ................................................................... R$ 180 mil Morumbi velho 275 m2 de const. 2 terr. med. 663 m2, 3 dorm, sendo 1 suite, 2 salas, copa, coz, ed. fundo . R$ 590 mil Casa com sobrado e salão comercial Nosso Teto, esquina próxima ao Nota 10 .................................... R$ 160 mil Nova Roma, esquina, 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavand, área churras, garagem, amplo terreno ......... R$ 250 mil Casa Primavera 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavand, gar. terreno 400m .................................. R$ 230 mil Av. Fiuta 2 dorm, sala, coz, copa, lavanderia, garagem, murada, quintal cimentado, portão, perto Solar ....... R$ 220 mil CasaItamaraty, 3 dorm, copa, sala, coz, garagem, quintal cimentado, portão (terreno 12x25) ..................... R$ 200 mil Salão comercial Ótimo ponto comercial, rua Mário Carneiro da Cunha ................................................. R$ 250 mil Casa Centro róximo ao HSBC, com 353,94m2 const, acabamento de 1ª, terr. 1.045m2, murado, portões ... R$ 700 mil Nova Roma 4 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, garagem, construída em 2 terrenos ............................ R$ 400 mil Nova Roma 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, copa, garagem, ótimo acabamento ...................................... R$ 230 mil Jd. do Sol 2 dorm, sala, coz, área de lazer, terreno 10x38,5 ................................................................... R$ 190 mil Cohab1 esquina, 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, garagem, área serviço ................................................ R$ 110 mil Próx. praça Fuim (avenida) 3 dorm, sala, copa, coz, garagem, alpendre, terreno 10x30 ............................ R$ 260 mil Rua do Comércio 2 dorm, sala, cozinha, amplo terreno ....................................................................... R$ 350 mil Cohab 1 esquina, com 3 dorm, sendo 1 suite, sala estar, sala TV, cozinha, garagem, varanda. ót local ......... R$ 135 mil Nova Roma 184m2, 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, área serv + edicula (2 terr.) ............................ R$ 420 mil Sobrado Nosso Teto com 3 aluguéis ................................................................................................. R$ 120 mil Barracão com edícula Julio Moretti ................................................................................... R$ 180 mil ac. troca Barracão próx. avenida Pres. Vargas, atrás do Vergínio melloni ........................................................... R$ 220 mil Casa Nova Luiz Gonzaga, 2 dorm, sala, coz ....................................................................................... R$ 125 mil Edícula Luiz Gonzaga 1 dorm, sala, coz, varannda e lavanderia ........................................................... R$ 100 mil Edícula Ari Carneiro 1 dorm, sala, coz, lavanderia, murada, portão eletr., próx a quadra .......... R$ 45 mil + prestação Centro próx. Gricki, 2 dorm, sala, copa, coz, área serviço, garagem ........................................................ R$ 210 mil

Chácara fundo Cohab 1 1.100m2, com casa de 4 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavand, despensa, área de lazer com currasqueira, pomar ............................................................................................... R$ 450 mil Área urbana 1.500m com casa e edícula sem acabar, curral, chiqueiro, fundo da Cohab 1 ......... R$ 180 mil Área de 1.000 m2 com toda infra estrutura ............................................................................... R$ 160 mil Sítio 16 alqueires (sem benfeitorias) forma de pagamento à combinar ............................... R$ 1.100.000,00 Área urbana Jd Elite com casa, 1047m2, ótimo para investimento, pode desmenbrar até 8 lotesR$ 260 mil TEMOS VÁRIOS SÍTIOS E FAZENDAS À VENDA, CONSULTE-NOS

Terreno Jd. Primavera

CASA MORUMBI

TERRENO JD. AQUARIUS

Dois terrenos juntos de 12 metros de frente cada, murado do lado e frente. R$ 85 mil cada

3 dorm, sendo 1 suite, duas salas, duas copas, cozinha ampla, banheiro sosial, churrasqueira, despensa, garagem, + 1 suite, sacada, terreno 13x26. R$ 700 mil

plano, medindo 10x25, ou seja 250m2, face sombra, imperdível. R$ 39 mil, sendo entrada de R$ 4 mil + 24 parcelas de R$ 1.460,00 fixas

TERRENO JD AQUARIUS

plano, med. 5 x 25, ou seja, 125m2, estrutura ok, oportunidade única imperdível. R$ 23.500,00

CASA NOSSO TETO 3 dorm, sala, coz, reformada, murada, piso e forro PVC. Ac. carro ou financiamento. R$ 95 mil


PÁGINA 16

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 19

Empreendedor santa-rosense constrói um bairro inteiro em Ribeirão Romeu Antunes Um bairro inte iro, com 20 torres de apartame ntos de luxo. Esse é o novo empre endimento da Habiart e cujo dono é o santa-rose nse Paulo Tadeu, filho do e x-pre feito Elias Baú. Em 33 anos a empresa já construiu, em Ribe irão, mais de 3 mil apartame nt os. Ape s ar de sse status, o e ngenhe iro não e sque ce sua orige m. O ex-prefeito local, Elias Manoel de Barros, nasceu em Sto. Antônio da Alegria, no Morro do Baú. Ainda garoto, mudou-se para Cajuru, levando o apelido que o acompanharia a vida inteira. Casado com a cajuruense Anita Rivalta, mon-

ta ram pens ão na e staç ão ferroviária da Corredeira, no Ramal de Cajuru. Dali o ca-

Ele já se sentou à mesa com diretores da Fazenda Amália sal veio para Santa Rosa fundar o Bar Central e gerar dois de seus 5 filhos: André (a primeira criança nascida no hospital Santo André, na Fazenda Amália) e Paulo Tadeu. Este se formou engenheiro civil na Politécnica (USP), e começou a trabalhar, no final da década 1960, com um tio cajuruense, aqui mesmo, na empresa Barc. Tadeu – casado com Maria José de Andrade, com quem teve 3 filhos – chegou a se sentar à mesa com diretores da em-

presa dos Matarazzo, mas logo se mudou para Ribeirão Preto. Em julho passado sua empresa – que já se chamou Habiarte Barc, hoje só Habiarte – completou 33 anos. Nos 40 empreendimentos realizados na ‘capital do café’, ela já construiu mais de 3 mil apartamentos. A obra atual, ‘Ilhas do Sul’, que está sendo lançada agora (com veiculação de comerciais pela TV) segue o que o próprio Paulo Tadeu diz em vídeo institucional: “A Habiarte é uma empresa que sempre teve os olhos voltados para o futuro, mas sempre lastreada pelos empreendimentos realizados no passado”. Trata-se de um bairro inteiro, 160 mil metros quadrados de área total, dotado de 20 torres com apartamentos de alto luxo.

Paulo Tadeu (centro), cultivador de amizades

“Adoro conviver com minhas raízes” Paulo Tadeu – goleiro praça Mariah Pia, centro de do Santa Rosa FC em sua Santa Rosa. “A revolução do juventude – continua a fre- mercado de alto padrão em quentar sua terra natal com Ribeirão Preto começou na grande assiduidade. Av. João Fiuza, e a Habiarte - Adoro conviver com estava presente”, salienta, minhas raízes – costuma di- no mesmo vídeo, seu filho zer. Mais de uma vez foi João Marcelo, diretor coconvidado a disputar a pre- mercial e financeiro da Hafeitura de Sanbiarte. “O Mita Rosa. Emrante Morro “Não me aperta não, bora nunca tedo Ypê, com que eu sou de nha aceitado, suas 8 torres Santa Rosa”. a c o mp a n ha de construvivame nte a ções suspenpolítica local. E não esque- sas, foi eleito o metro quace essa origem, nos mais drado mais valorizado de mínimos detalhes. O Miran- Ribeirão por 6 anos consete Morro do Ypê – condo- cutivos, pela revista Exame”, mínio lançado há 8 anos, em observa uma de suas filhas, Ribeirão, com 8 torres de Maria Luiza, gerente de maaparta mentos luxuosos – rketing da mesma. À frente tem portal desenhado à se- de uma empresa que empremelhança do portão de en- ga 500 pessoas, abridor de trada da Fazenda Amália, na novas fronteiras em Ribei-

rão, Paulo Tadeu continua a trabalhar diariamente, com seus quase 70 anos. Sua raiz não sai nunca do horizonte,

seja numa gôndola de supermercado, falando com amigos de infância, ou diante de diretores de grandes bancos

com quem costuma negociar. É aí mesmo que gosta de revelar de onde veio. Diante de assuntos espinhosos, de

Imagem virtual do que será o Ilhas do Sul

difícil solução, o engenheiro adora sair-se com essa: “Não me aperta não, que eu sou de Santa Rosa”.


PÁGINA 20

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

Morre Paulo Rosa, sanfoneiro e motorista de caminhão

O sanfoneiro tocando, em 1986, com o Trio Santa Rosa, no ato público pelo Rio Pardo, realizado na praça Guido Maestrello Faleceu no último domingo Paulo Vitor Rosa, de 71 anos. Arritmia e angina provocaram nele seis infartos, diz um de seus 5 filhos (que lhe deram 6 netos). - No último dia 9 ele foi ao hospital daqui por causa de uma dor, e de lá foi transferido para Santa Casa de Ribeirão de onde não voltou com vida – contou Paulinho Rosa anteontem. Caminhoneiro profissional aposentado, Paulo Rosa tocava sanfona, de ouvido, desde os 15 anos. Participou do conjunto Trio Santa Rosa, e, ultimamente, tocava na Banda Tropical. Era um dos 4 filhos de Sebastião Rosa, antigo embaixador de Reis. Suplente de vereador, chegou a assumir uma cadeira na Câmara local, por 6 meses, com o falecimento do titular Jesus Ferreira, na década 1980. Trabalhou certo tempo na Prefeitura e também na Artivinco. - No último sábado ele parecia bem, e meu irmão entregou uma imagem de N. S. Aparecida para que meu pai fizesse suas reflexões lá no hospital. Às 04h05 do domingo recebemos o telefonema comunicando seu falecimento – lembrou Paulinho. Seu sepultamento foi marcado por cantorias e um buzinaço proporcionado por colegas que estacionaram seus caminhões diante do cemitério local.

PÁGINA 21

“Loirinha do Forró” quer formar banda e cantar na Feira da Mogiana Em bom dici onár io “norde stinês”, Ali ne Nogueira Teixeira, a “Loirinha do Forró”, é “arretada” e está com a “bixiga taboca”. Com ela não tem “pantim”. É decidida e “avexa” em perseguir seu sonho - ser cantora de Banda de Forró. Vinda de São José do Rio Preto, onde morou com o ex-marido, Aline conta que chegou há três anos na cidade para morar com o restante da família, composta por nove pessoas, todas residentes numa casa situada à rua José Val. Ela nasceu há 28 anos em Curral Velho, cidade localizada a 500 km de João Pessoa, capital da Paraíba. Filha do casal, José Teixeira Campos e Januária Nogueira Campos - a dona “Creuzinha”desde que aqui chegou, a vida da “Loirinha do Forró” não tem sido fácil. Para sobreviver trabalha ao lado da mãe na roça, corte e plantio de cana, colheita de laranja e café. Com parte do suado dinheiro que ganha, Aline investe no seu futuro musical: - Comprei uma caixa de som e microfones para praticar em casa. No começo meu pai pedia para eu parar de cantar porque “não tinha voz”, dizia ele. Todo mundo ficava bravo comigo e pedia para eu parar porque não estavam suportando o barulho, r ecorda rindo do fato. Hoje, a família reconhece o talento da moça e quando ela canta em casa, encanta. Todos dançam e também vão assistir às suas

apresentações: -A família é tudo na vida, sentencia ela. Já dissemos que ela é “arretada? “ Pois é, certa ocasião a paraibana foi assistir a um show de forró em Ribe irão Pre to. Por meio de um bilhete pediu para a banda deixá-la cantar uma música: - Nem deram bola! Sem des animar, escre veu entã o uma ca rta enorme na qual apelava para subir ao palco. Pela teimosia, conseguiu! - No palco falei que oferecia a música - Quica na Latinha / Aviões do Forró, para meus irmãos, mas eles haviam sumido da mesa de vergonha de mim, chega a gargalhar ao se lembrar do fato. Naquela noite, a “Loirinha do Forró” não se aba-

Vendo terreno no residencial Alto do Morumbi. Otima localização, com 331,72 m2 com toda infraestrutura. Local privilegiado, ultimas unidades. Este inclusive, um dos maiores. Informações no cel 16991712838

lou e não cantou uma, mas cinco músicas incentivadas pela banda e pelo público. Enquanto narra sua história, Aline, repetidas vezes, fala da sua maior incentivadora - a mãe “Creuzinha”- mulher brava e que acolhe todo mundo, garante a filha. Seu ídolo musical é Alemão do Forró (artista de prestígio no nordeste e vocalista da banda que leva o seu nome). Eles tocam o tipo de forró que eu gosto, “pisadinha” (um forró tocado mais rápido, explica ela). A paraibana vem se apresentando na Feirinha do Teto e nas cidades de Ribeirão Preto e Luís Antônio. No se u repertório músicas como: Aceita que dói menos/ Trio Parada Dura - Marília Mendonça e Sama-

ra / Capa de Revista e outras de duplas consagradas como Gino e Geno, que ela adaptou para o funk. -Aguardo um convite pa ra c anta r na Fe ira da Mogiana, diz ela animada com a possibilidade. Para continuar perseguindo seu sonho, ela está à procura de músicos para montar uma banda - tecladista, sanfoneiro, baterista e alguém para colocar músicas nas letras que compõe . Pe ssoa s que, c omo ela, sonham conquistar os palcos do Brasil e do mundo com sua arte. Quer ir de “bigú” no “pipôco” da “Loirinha do Forró?” O contato para os intere ssados é o c elul ar (16) 99228-7124

Vocabulário “norde stinês”: Pantim - ficar cheia de não me toques ou frescura, Se avexar - ligeiro ou se apressar, Com a bixiga taboca - está com tudo, Ir de bigú – carona, Arretada - corajosa, valente, Pipôco - estouro (musical).


PÁGINA 22

Festival Evangélico agitou público no Anfiteatro Waldomiro Lima

O 1º Lights Festival agitou o público no Anfiteatro Waldomiro Lima, no último sábado, na Praça do Nosso Teto, às 16h. O evento reuniu várias bandas e cantores evangélicos da cidade, gratuito e aberto a todas as pessoas. Ainda teve o momento de proclamação da Palavra de Deus através do Pastor Tato Domingues, de Alfenas-MG. "Obrigada Senhor por nos proporcionar estes momentos, por nos dar amigos, nos preparar lideres que nos auxiliam a ser mais como Cristo, moldar o nosso caráter, sermos um, somos parte do corpo mais sabemos que se não estivermos ligados a Cristo de nada teríamos utilidade", comentou umas das integrantes do grupo no facebook. A Prefeitura Municipal e a Fundação Cultural apoiaram o evento.

Funcionários do Setor de Educação participam de planejamento No último dia de julho, os funcionários ligados ao Departamento de Educação participaram de uma reunião de planejamento que foi realizada na quadra de esportes da escola Prof. José Roberto Costa Bruno. A reunião teve como objetivo alinhar com os profissionais do setor alguns pontos importantes para a volta às aulas, que acontece nesta quarta-feira. O prefeito Luís Fernando Gasperini participou do evento tanto pela manhã, quando falou com os professores de educação básica, quanto no período da tarde, quando a plateia era formada por pajens e monitores. Além do prefeito, a Diretora de Educação Meire Pedersoli e a Diretora de Cultura, Clélia Zanardo participaram do evento. Em sua fala, o prefeito destacou a importância do Setor de Educação na estrutura da Prefeitura, sendo responsável por 48% dos funcionários públicos municipais. Atualmente, cerca de 2.500 alunos são atendidos na Educação Infantil, Fundamental e Ensino Médio Técnico no município.

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

Alunos do Vergínio Melloni participam de criação de horta A ideia de implantar o Projeto Horta surgiu durante o planejamento escolar realizado no mês de fevereiro, com objetivo de trabalhar com a educação ambiental, alimentação saudável e conscientização do aproveitamento de espaços com o cultivo de hortaliças promovendo a integração dos alunos da escola e na mudança de hábitos. Para a implantação do projeto foi realizada uma parcer ia com a ETC Prof. Francisco dos Santos de São Simão que permitiu a participação de Daniel Moreira Soares, Eduardo de Souza Leigo, José Renato Q. Rodrigues de Faria e Vitor Hugo Pimenta ex-alunos do Vergínio. A horta foi elaborada em três etapas. Primeiro, os alunos da ETC apresentaram uma palestra explicando a importância da preparação do solo, e os espaçamentos adequados para o cultivo. Na sequência, os estudantes do 7º e 8º ano se organizaram para a preparação de três canteiros juntamente com os alunos da ETC e professores. E por fim, houve o plantio, que foi feito no início do mês de junho e no retorno das aulas em agosto, os alunos se surpreenderam com o resultado do trabalho. Na merenda foi servida uma salada de rúcula colhida pelos próprios alunos que perceberam a diferença de consumir um produto fresco. Com o resultado significativo os alunos se prontificaram em aumentar o número de canteiros.

Palestra sobre Amamentação no Ambulatório do Nosso Teto

PAT está novamente em pleno funcionamento

Na próxima segunda-feira (6) a Equipe de Estratégia de Saúde da Família promoverá uma palestra sobre Amamentação e Alimentação do bebê após os seis meses de idade. A palestra é gratuita e será realizada às 9h no Ambulatório Paschoal Cagliari, no Nosso Teto. As palestrantes serão a enfermeira Natália Spinetti, a nutricionista Denise Martinelli e a pediatra Dra. Lidiane Valezin Castro.

O Posto de Atendimento ao Trabalhador está, desde a última segunda-feira, com todos os seus serviços funcionando normalmente. É possível novamente dar entrada no seguro-desemprego e tirar a Carteira de Trabalho, serviços que ficaram indisponíveis por uns dias devido a atualizações do sistema do Governo de SP. O PAT fica na Praça Guido Maestrello, 180 na Antiga Rodoviária.

Prefeito participa de seminário sobre leitura no sistema prisional A FUNAP, órgão vinculado à Secretaria de Administração Penitenciária do Governo de SP promoveu no último dia 26 de julho o Seminário “Cidadania e remição pela leitura no Sistema Prisional”, realizado no auditório do DAEE em Ribeirão Preto. O evento teve como objetivo discutir o poder de transformação e remição da pena pela leitura. Participaram do evento o Secretário de Estado da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, o Diretor Executivo da FUNAP, Fernando Gomes de Moraes, a vereadora ribeirão-pretana Gláucia Berenice, o renomado escritor Menalton Braff, o presidente da Fundação Observatório do Livro e da Leitura, Galeno Amorim e Carlos Andrade, egresso do sistema prisional, ex-monitor da Funap e estudante de Direito. O prefeito Luís Fernando Gasperini também participou do evento, participando da mesa de autoridades. Gasperini, que é educador por formação, atuou como professor no sistema prisional antes de assumir a gestão da Prefeitura Municipal pela terceira vez, em janeiro de 2017. Parte da equipe gestora do Departamento de Educação da prefeitura também esteve presente no evento representando o município de Santa Rosa de Viterbo.


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

AGRICULTURA FAMILIAR

Associação dos produtores protocola pedido para ampliação de sua sede Aproveitando a visita do Deputado Federal e ex-Secretário da Agricultura de SP, Arnaldo Jardim (PPS) no último dia 20 de julho em Santa Rosa, a Ass ocia ção dos Produtores Rurais protocolou um pedido para aquisição de materiais e mão-de-obra para adequação, reforma e ampliação de um barracão sede da entidade. No local será feita a recepção e armazenamento de leite in natura, assim como uma mini fábrica de hortifrúti minimamente processado. A Associação conta hoje com cerca de 40 associados, boa parte deles com as documentações necessárias para vender seus produtos ao setor de Alimentação Escolar. Com este novo projeto, espera-se viabilizar infraestrutura aos pequenos agricultores por meio da aquisição de materiais e mão-de-obra para a ampliação do barracão, contribuindo para o acesso de pequenos e médios agricultores às práticas de mecanização, elevando a competitividade da agricultura familiar, importante setor da economia local. O investimento para a ampliação do barracão é de cerca de R$ 270 mil.

SUTACO: após assinatura de novo convênio, começa cadastro de artesãos O prefeito Luís Fernando Gasperini assinou no início de julho, em São Paulo, um novo convênio com a SUTACO – Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado. O objetivo do convênio é promover a cooperação, intercâmbio de informações e o desenvolvimento de ações que permitam o cadastramento dos artesãos do município, além de estimular a produção e comercialização dos produtos artesanais, gerando emprego e renda. Durante o mês, os Agentes de Cooperação foram treinados e já estão aptos a atuar no município. Fabrício Luiz e Henrique Gil serão os agentes responsáveis pela interlocução entre a SUTACO e os artesãos do município. Dentre as funções dos agentes destaca-se a capacitação de artesãos, multiplicadores, associações, cooperativas e grupos produtivos em técnicas artesanais e ferramentas de gestão de negócios. O cadastro dos artesãos locais começa a ser feito na próxima segunda-feira, 06 de agosto, no Centro de Memória Jornalista José Hamilton Ribeiro (Cadeia Velha). Informações pelo telefone 3954-8866.

PÁGINA 27

Santa Rosa terá 236 mesários nesta eleição Ainda há tempo para se cadastrar para as vagas como suplente O posto de atendimento ele itoral infor mou essa semana que todas as vagas de mesário para a eleição deste ano já estão preenchidas. Serão 236 voluntários que irão trabalhar no dia 7 de outubro, e estão convocados para um eventual segundo turno, no dia 28 do mesmo mês. Os mesários serão divididos nas 59 sessões eleitorais espalhadas pelas escolas da cidade. Em cada sessão ficarão quatro deles, um deles será nomeado presidente, outro secretário e dois restantes serão os mesários. Os voluntários recebe rão vári os benefícios, entre eles, dois dias de folga no emprego da pessoa para cada dia trabalhado, se ndo que o treinamento também contará, ou seja, se a eleição chegar ao segundo turno, o mesário receberá seis dias de folga e um vale refeição no valor R$30 para cada turno. Outra vantagem é poder usar esse trabalho voluntário em alguns concursos como critério de

desempate de vaga e ainda como horas complementares para cursos. Quem ainda se interessar em trabalhar nas eleições pode se candidatar como me sári o eventual, para substituir alguém que esteja impossibilitado de exercer a função no dia 7 de outubro, e recebe r os

Prefeitura convoca mais sete aprovados em Concurso Nesta semana a Prefeitura convocou mais sete profissionais aprovados em Concurso Público. Os novos servidores públicos foram aprovados nos dois últimos concursos realizados pela Prefeitura, em 2015 e 2017. Dos sete novos servidores, três ocuparão o cargo de auxiliar de consultório odontológico, além de uma professora de educação infantil, uma coordenadora de programa social, uma procuradora jurídica e um diretor de escola municipal. O prefeito Luís Fernando Gasperini recebeu os novos servidores na manhã desta terça-feira (31) para dar as boas-vindas e ressaltar a importância do funcionário público no desenvolvimento do município. Além dos sete novos servidores, uma estagiária da área de Pedagogia também foi convocada.

mes mos be nefíc ios. Para isso, a pessoa pode se inscrever pelo site do TRE, ligar ou ir presencialmente ao posto de atendimento, das 12h às 18h, ter mais de 18 anos e título eleitoral regularizado na cidade. Dúvidas - A biometria ainda não será obrigatória na

eleição deste ano em Santa Rosa, porém, passará a ser adotada a partir da próxima. O eleitor que ainda precisa tirar a segunda via do título poderá retirar até o dia 27 de setembro. Qualquer dúvida ou irregularidade sobre eleições ou título, ligue para o númer o 3954-2878 ou 3954-2658.

Consultor de negócios da CPFL visita Prefeitura Júlio César de Oliveira, consultor de negócios da CPFL esteve em Santa Rosa na última segunda-feira (30) visitando a Prefeitura Municipal. O consultor foi recebido pelo prefeito Luís Fernando Gasperini. Durante a reunião, o prefeito solicitou a ampliação da iluminação pública em alguns pontos da cidade, com objetivo de aumentar a segurança do cidadão. O prefeito também pediu para que o consultor levasse à direção da companhia as reclamações de moradores e empresários sobre as quedas de energia que estão acontecendo no município. Segundo Oliveira, a CPFL tem um canal direto para atender tais reclamações e qualquer cidadão pode utilizar através do número 0800-0101010 e a companhia pode ressarcir o usuário em caso de alguma avaria. Após a reunião, o consultor visitou alguns pontos da cidade que receberão melhorias na iluminação. Dentre os pontos visitados está a Ciclovia dos Ipês.


FALA NOSSO TETO

PÁGINA 28

Faleceu Paulo Rosa Faleceu no último dia 29 de julho, Paulo Vitor Rosa. Segundo familiares, Paulo Rosa, como era conhecido, procurou socorro médico com sintomas de falta de ar. Logo em seguida sofreu um AVC- Acidente Vascular Cerebral. Na madrugada do último domingo, após 19 dias de internação não resistiu e morreu. Foi sepultado na tarde do mesmo dia no cemitério local, sob forte comoção popular e “buzinaço” de caminhoneiros. Caminhoneiro de profissão, sempre que podia alegrava as festas do bairro com sua irreverência e a inseparável sanfona. Paulo Rosa tinha 70 anos, deixou esposa, cinco filhos e seis netos.

Teve santa-rosense na Corrida Rústica de Serrana A atle ta a madora de corrida, Renata Nunes, de 42 anos, representou Santa Rosa na II Corrida Rústica do Minerim, evento realizado na cidade de Serrana, no último dia 29/07/18. Ela correu pela equipe- Coração Saudávelde Ribeirão Preto, equipe treinada pelo Personal TrainerEli one Cardoso (CREF: 084178-G/SP). Renata percorreu o trajeto de 4km em 37 minutos. No c aminho muita poe ira, buracos, mato e lavoura de cana, revelou ela orgulhosa de representar a cidade. - O importante não é correr para chegar em primeiro lugar e ser campeão. O que importa é você vencer a si mesmo, saber que tem poder para conseguir o que quer, basta ter força de vontade, frisou ela. Renata correu ao lado de Regiane Nunes e Neusa Tudine, companheiras de equipe.

Incineraram o campo

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

Quadra de maia A Quadra de Maia, localizada ao l ado do antigo Centro Comunitário do bairro, vem atraindo ca da vez mais intere ssados na prática do esporte. Moradores de outros pontos da cidade estão descobrindo a Quadra e se juntam aos daqui na diversão. Pequenos reparos ainda são necessários no local, assim como a instalação de bancos e mesas, mas isso não tira a alegria dos jogadores nas manhãs de domingo.

Bastou a faísca de um isqueiro ou a chama de um único palito de fósforo para incinerar quase toda a grama do estádio de futebol- Kleber Alessandro da Silva (Clebinho). O gramado, que já não é dos melhores, vem sofrendo com a estiagem prolongada e as constantes disputas de futebol. “O fogo deu o golpe de misericórdia”, disse um jogador. Recentemente um morador ligou na Prefeitura para avisar que haviam botado fogo do lado de fora do campo, desta vez foi do lado de dentro. Um poço foi perfurado e instalado uma caixa d’água no local para irrigação e limpeza. Já foram pagos com dinheiro público, mas nunca funcionaram- senhores vereadores.


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

PÁGINA 29


PÁGINA 30

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.162 - 04/08/2018

O Jornalzão, edição 1162  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

O Jornalzão, edição 1162  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement