Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 21/10/2017 - Ano 23 - N.º 1.122 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

Novo ITBI ainda está em estudos Câmara não deve votar projeto na próxima semana Foto: Marcelo Zílio

R$ 3,00

Concurso da prefeitura deve ser em dezembro

Heróis locais - Incêndio de grande proporção quase no Centro da cidade, entre a chácara Paturi e a Vila Mendes, mostrou que os meninos que combatem incêndios na cidade são verdadeiros heróis

Incêndio em serrarias assusta moradores 9ª CAMINHADA DA FÉ

Peregrinação é destaque no “Fantástico” da Rede Globo

Falta de energia – O apagão que atingiu a cidade na última sexta feira, 13, proporcionou as condições ideais para a realização desta foto, da Matriz de Santa Rosa. A falta de energia foi motivada por um problema na subestação de energia da usina Itaipava que abastece a cidade. O apagão atingiu inclusive a zona rural, até Nhumirim.

“Leão” é eliminado do Paulista Amador

Município fará leilão PM de Santa Rosa de veículos realiza parto na capital que não usa


PÁGINA 2

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

Novo ITBI ainda sem data para votar A polêmica mudança no Código Tributário, em seus artigos 68 e 69, que prevê alterações na planta genérica de valores dos terrenos dos imóveis locais enviada pela prefeitura à Câmara ainda não deve ser votada nesta próxima semana. O projeto está para estudo nas comissões. Com incoerências, o projeto divide os vereadores. Se aprovada, a nova planta genérica deve elevar o valor do ITBI – Imposto de Transmissão de Bens Imóveis e também do IPTU. O Presidente da Câmara, Chicão do Depósito, não tem previsão sobre quando ocorrerá a votação. - Não vai ser na próxima segunda, já que ele ainda está em estudos, mas, sem dúvidas, o projeto irá à votação – assegurou. O vereador admite não ter como saber se será aprovado, nem revela qual será seu voto, mas opina. - A mudança no cálculo do ITBI, não é só Santa Rosa, todas as cidades vão ter que fazer – declara – Quantos anos que não se mexe no valor venal? Sei que Santa Rosa já está atrasada; tem muita cidade que já fez isso. O interesse é do município; ele vive de impostos! Todos vão ter que fazer. “Se fosse votado esta semana, o projeto seria rejeitado”, garantiu um vereador. O Partido Verde, que tem dois vereadores, vai orientar seus edis a votarem contra. “Isso tem que passar por um estudo mais amplo, debatido por pessoas da área, para se chegar a valores mais coerentes”, disse Douglas Freitas, presidente do PV. O Jornalzão procurou alguns corretores de imóveis da cidade e nenhum foi consultado para opinar sobre a planta genérica, que determina os valores venais dos terrenos. Na edição passada mostramos algumas incoerências dos valores apresentados na planilha que a prefeitura enviou à Câmara, como por exemplo, no Centro e Jardim Aquarius. Mostramos também que se aprovada a lei da prefeitura, o ITBI e IPTU do Nosso Teto ficará mais caro que o Centro e outros bairros.

‘Centro Zé Hamilton’ deve ser aprovado segunda Está prevista para depois de amanhã a votação de outro projeto do executivo, através do qual a prefeitura criará o “Centro de Memória Jornalista José Hamilton Ribeiro”, com sede na ‘Cadeia Velha’. A intenção do prefeito Nando Gasperini é remover o Conselho Tutelar, sediado no local, para a antiga sede do Correio (rua Condessa F. Matarazzo). O jornalista, considerado o mais premiado do Brasil, doou todo seu acervo à cidade onde nasceu. - Esse projeto vai ser aprovado, sem dúvida, meu voto é a favor. É uma coisa boa pra Santa Rosa a memória do jornalista. Ele tá doando o acervo dele, e a gente tem que receber de braços abertos.

PÁGINA 3

Veículos que o município não usa serão vendidos em leilão A P refeitura espera fazer, até o fim deste ano, um leilão de veículos apreendidos, abandonados ou que recebeu em doação. Levantamento feito até o momento estabeleceu 25 lotes compostos por automóveis, ônibus, picadeiras, caçambas, pás carregadeiras entre outros. - Temos veículos aí, reunidos a partir de 1982, cuja recuperação não com-

pensa, em razão do custo muito alto – justifica Marcelo Felizardo, Chefe de Gabinete do prefeito Nando Gasperini – Estamos tentando legalizar documentos da maior parte deles para alcançar melhores preços de venda, já que sucata vale menos. A empresa ‘Fidalgo Leilões’, vencedora da licitação, vai organizar o leilão que deve ser on line e presencial, ao mesmo tempo.

Apagão deixa cidade mais de 3 horas no escuro A noite da sexta feira 13 em Santa Rosa foi escura, graças a um apagão de energia elétrica. A luz “foi embora” por volta de 20h e só voltou pouco depois das 22h30, e ainda assim alguns bai rros continuaram sem energia até a meia noite. Bom para quem pôde ver o céu brilhante da cidade, ruim para bares, restaurantes e sorveterias, que em uma noite quente tiveram que improvisar para atender seus clientes. O Jornalzão ent rou em contato com a CPFL, que através de sua assessoria de imprensa divulgou a seguinte nota: “A CPFL Paulista informa que - em vir-

tude de um defeito no transformado r da Subestação Itaipava, em Santa Rosa do Viterbo – ocorreu a interrupção no fornecimento de energia para 10 mil clientes na cidade. A  int erru pção  teve início às 20h23 e após uma manobra na rede, às 21h45, foram restabelecidos 9.800 clientes, restando 200 clientes desligados. Finalizados os trabalhos da equipe técnica, às 23h59, o fornecimento de energia foi totalmente normalizado.  A Companhia  informa ainda que está analisando o mo tivo do defeito apresentado pelo equipamento.”

Concurso para 44 cargos na Prefeitura pode acontecer em dezembro A Prefeitura pretende realizar, no próximo dia 03 de dezembro, as provas do concurso para preenchimento de diversos cargos, segundo informa a assessoria do prefeito Nando Gasperini. Anteontem, a comissão responsável por ele revisou o edital que deve ser publicado nos próximos 10 dias, e as inscrições deverão ser abertas em novembro. A previsão é preencher 44 cargos, com destaque para 12 médicos, um arquiteto, auditores fiscais, coordenadores de programas sociais (neste caso há um TAC firmado com o Ministério Público), fiscais de obras e postura, e procurador jurídico.

Revisão do edital foi feita anteontem


PÁGINA 4

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 5

9ª CAMINHADA DA FÉ

Heróis anônimos arriscam a vida Peregrinação é para manter o sossego da população destaque no Fantástico da Rede Globo

O programa passou por Santa Rosa A 9ª Caminhada da Fé acontecerá no dia 10 de novembro deste ano. O trecho de aproximadamente 34 km deve ser percorrido por 400 pessoas a pé ou de bike, de Santa Rosa a Tambaú. A saída é do Salão do Zezão aproximadamente às 22h00, antesm às 21h30 haverá uma bênção do Cônego Pedro. Os peregrinos terão todo o apoio durante a viagem com carros entregando água e também atendimento médico para quem precisar. A volta é feita de ônibus depois de tomarem café da manhã e assistirem a uma bênção em Tambaú. As inscrições podem ser feitas no bar do Sarney e custam 10 reais. Quem preferir pode adquirir a camisa oficial da trilha por 30 reais que garante a inscrição e um almoço. Este ano o grupo organizador homenageará Santo Agostinho. “Ano passado mesmo com chuva tivemos uma participação maciça dos fiéis e este ano esperamos mais gente que no ano passado”, disse Gilberto Rangon, um dos organizadores da Caminhada. Fantástico – O programa dominical da Globo mostrou, no último domingo, os 571km do Caminho da Fé. Três repórteres percorreram a trilha, partindo de Sertãozinho. Passaram por Santa Rosa e Tambaú, exatamente o trecho que será percorrido pela 9ª Caminhada da Fé. Este trecho total também já foi percorrido por bikers de Santa Rosa – mostrada em reportagem do Jornalzão. A reportagem do Fantástico pode ser assistida no site do programa.

Santa Rosa não tem bombeiros, nem uma brigada de incêndio e nem defesa civil. Não temos também guarda municipal e muitas outras coisas que não temos no set or de segurança. E para su prir a falta disso tudo, dependemos de pessoas, muitas vezes anônimas, para manter a segurança dos cidadãos santa-rosenses. Verdadeiros heróis que arriscam suas vidas. Na segunda feira, 16, o Jo rnalzão acompanhou de perto um grande incêndio em uma mata no perímetro urbano, entre a chácara Paturi e a Vila Mendes. O fogo, provavelmente cri minoso, co nsumia tudo o que encontrava pela frente. Quando nossa reportagem chegou havia no local a Polícia Militar orientando os moradores que se agl omeravam na ru a. Em pouco tempo chegou um caminhão pipa da prefeitura e nele, dois rapazes, Cristiano e Celso, servidores municipais, que com muita coragem enfrentaram e dominaram o fogo. Pararam o caminhão na rua, pois o local era de difícil acesso, e ligaram o canhão de água, que não foi suficiente para chegar ao

fogo. Sem pestanejar, com a ajuda de moradores, desenrol aram a mangueira, pularam um muro alto e se meteram no meio do fogo, em um ato de muita coragem. O vento mudou de direção e a fumaça densa, veio em direção a Polícia Militar, nossa reportagem e a moradores que aco mpanhavam de perto. E aí o negócio ficou tenso. Faltou ar, visão, os olhos arderam, o chão faltou, a respiração não vinha. Saímos correndo sem saber a direção. E os rapazes lá, no meio do fogo, que em minutos foi controlado. Cristiano, Celso e os outros servidores que trabalham no setor, a partir de agora vocês são nossos heróis. Mesmo sem equipamentos apropriados, talvez até sem treinamento, vocês enfrentam o medo e combat em u m inimigo feroz para manter a segurança de quem está em casa, no conforto, na frente do computador, às vezes criticando porque vocês demoraram dez minutos a mais do que deveriam, sem saber que podiam estar em outro incêndio, dando a vida de vocês para salvar a dos outros. Fica aqui o registro do

Do Centro - luzes ao fundo - era possível ver o fogo da última segunda feira Jornalzão, em homenagem a estas pessoas, pedindo sempre que mantenham a cautela e que não se arris-

quem mais do que podem, pois suas vidas também são muito valiosas para todos. Obrigado, senhores!


PÁGINA 6

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017

EDITORIAL

MENSAGEM CRISTÃ

O site da transparência municipal, no que se refere a compras diretas está fora do ar. O cidadão não consegue acessar para ver onde o município está gastando sem licitação. E pelo que recebemos de informação, a compra direta, sem licitação, chega a 100 mil reais mensais – não podemos confirmar por estar fora do ar. Valor alto para este tipo de modalidade de compras. Vamos aguardar o site voltar, para vermos onde é que estão gastando esse valor.

João Murari

Ainda o ITBI – A Diretora de Finanças garantiu que o novo ITBI não tem nada a ver com o IPTU, mas tem. A nova planta genérica, feita meio que “nas coxas”, incide diretamente no valor do tributo. Podemos afirmar que o IPTU do Nosso Teto, por exemplo, será mais caro que o do Centro, Santa Terezinha, Vila Mendes, Jardim Paloma, entre outros, e terá quase o mesmo preço que o Nova Roma. A prefeitura, que só pensa em arrecadar, erra feio e vai punir o contribuinte mais humilde. Porque não fazem um “planilhão”, com três faixas de preços, baseado nas avaliações dos corretores locais. Ficaria mais perto da realidade e não puniria ninguém. Ahh, não fazem porque dá trabalho. “Tendi”. Heróis – Acompanhamos o trabalho de dois rapazes da prefeitura no combate a incêndios. São heróis esses meninos que se arriscam. Como é perigoso estar no meio destes incêndios que assolam a cidade. E eles fazem de cara limpa, sem equipamentos apropriados. Esta na hora de olharmos para eles com mais atenção, oferecendo equipamentos eficazes no combate ao fogo e equipamentos de segurança, além de bonificação salarial, porque o que eles fazem é de enorme periculosidade e certamente não ganham tanto para isso.

Rotinas que escravizam As férias são minha parte do ano favorita. Amo os dias despreocupados em que posso deixar de lado algumas rotinas, sem me sentir culpado. Fazer coisas novas, ver lugares diferentes e permitir-me o tempo de ir “pelo caminho com a vista mais bonita” revive o meu espírito e renova o meu entusiasmo pela vida e pelo trabalho. Férias, no entanto, podem ser também uma época perigosa para quebrarmos alguns bons hábitos. Certas rotinas são boas. Elas aumentam nossa eficiência e nos asseguram que as coisas importantes sejam feitas. Afinal, precisamos de momentos e lugares fixos para certas atividades, ou o mundo seria caótico. A criação foi feita para funcionar no horário definido, e, como parte dela, nós também fomos. Precisamos de alimento e sono em intervalos regulares. Algumas vezes ouvimos advertências legítimas sobre permitir que os roteiros nos escravizem. A Bíblia, entretanto, indica que ter tempo estabelecido para certas atividades é bom. Davi indicou que a manhã era a hora apropriada para ele louvar a Deus e pedir a Sua direção (Salmos 5:3; 143:8). Daniel, por sua vez, orava três vezes por dia, e nem mesmo a ameaça de morte o fez mudar sua rotina (Daniel 6:10). Enquanto estivermos gozando de dias despreocupados, não devemos nos tornar descuidados com o tempo que investimos com Deus. Saborear o sustento espiritual é uma rotina para todas as estações do ano. Os que esperam no Senhor renovam suas forças. (Isaías 40:31)

IMPRENSA ANTIGA

Posto de Assistência Médico – Sanitária (Do correspondente, 30) – Por ato do governador do Estado vem funcionando, regularmente, em prédio adaptado, à rua Cel. Garcia, o Posto de Assistência Médico – Sanitária, sendo designado para sua direção o médico Mário Silva.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO CNPJ 24.933.354/0001-57 Redação: rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone: (16) 9.9164.4623 Usuário Papel Imune: UP-08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Daniel Pereira Tiragem: 2.000 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - E-mail:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Interpress, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. Reprodução de conteúdo somente com prévia autorização. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ

A produção do leite – Devido à estiagem que se verificou, as pastagens estão em péssimo estado, e a produção do leite sofre consideravelmente. Essa situação é ainda agravada pela dificuldade, por parte dos produtores, para a aquisição do farelo de trigo, de farelinho e refinazil. Não obstante estarem sendo atribuídas, regularmente, as guias de liberação dessas forragens, pelas Casas da Lavoura, os moinhos só efetuam as entregas em grande atraso prejudicando, seriamente, os produtores. Aniversários – No dia 23, o sr. Antônio Guimarães, prefeituo municipal que terá ocasião de receber, nessa data, expressiva manifestação de apreço. (Jornal de Notícias, sábado, 05 de novembro de 1949)

A oficina Aqueles que por ventura ali passassem, não poderiam imaginar nada de alvissareiro adentro àquela acanhada portinha, na rua simples de um afastado bairro paulistano. Pudera! Ela quase que escondia a então modesta oficina de consertos de máquinas usadas. Para mim, um castelo. Infante na época, penugens no rosto, esperando pelo primeiro corte, entre tantas espinhas na mesma face, eram contrapostas pelo orgulho no peito com o rei do local. Este rei, meu pai! É bem verdade que, sob uma eventual auditoria especializada em organização e métodos, o local teria uma baixa avaliação; mas na santa bagunça, nada escapava ao radar do experiente mecânico. Bastava uma fração de minutos, o suficiente para ele ter à mão o que precisava para executar o trabalho. E que trabalho! Impressionava as testemunhas que participavam vendo da chegada daquelas rotas bombas d’água, aqueles compressores moídos e as dilaceradas propulsoras de graxa e quão novinhas em folha elas saíam... Prontas para o uso. “Têm seis meses de garantia”, bradava o homem, no tempo em que um fio de bigode valia a palavra. Aliás, que vistoso e imponente “mustache” compunha a personalidade do mestre. Com o tempo, de visitante e mero espectador, principalmente nas tardes chuvosas— que me separavam das caneladas do futebol de rua, do empinar pipas e as disputas de laça no céu, das brincadeiras de taco que quase sempre rendiam uma vidraça quebrada e das rodas de bolinha de gude que terminavam em brigas do relou não relou— fui passando a aprendiz, engrossando a fila dos que tinham a sorte de desfrutar do carinho e ensinamentos do sempre gentil tutor. O lugar era perfeito. Ali não se aprendia apenas a furar peças, tornear eixos, soldar aços, apertar porcas ou parafusos... A verdadeira ênfase estava em saber o funcionamento, a aplicação e a utilidade daquelas coisas. A cada dia uma novidade, outra razão, novo desejo. Desafios que fomentavam a astúcia e a imaginação, desinquietando. Profícuo ambiente que aguçava as mentes a pensar. Na prática, velada incubadora de ideias. Uma energia que não podia ser medida senão por aquele coração inquieto, tantas vezes flagrado estagnado, com uma chave na mão, no meio a um torque de parafuso, que podia esperar. Parecia mirar para além-parede, para o futuro que já lhe pertencia. A portinha deu espaço a outras maiores que chamavam a atenção nas avenidas. Em um enorme terreno foi construída a indústria onde já passaram centenas de funcionários, produzindo milhões de produtos. O primeiro DNA permanece. Podem-se encontrar células de fé, de confiança, de entusiasmo... O tempo revela-se nosso amigo quando damos oportunidades às portinhas que estão dentro de nós. E são muitas. O homem de bigode, da chave na mão, que ensinava o que sabia, abraçou a sua, do seu jeito, na sua simplicidade. Fez dela uma nova vida, igualmente para muitos. Tantos compreenderam que no apertar de parafusos ali estavam frestas que dão passagem para um mundo melhor, que transporta do antigo ao novo, do mesmo ao diferente e que o recriar nunca tem fim.


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 11


PÁGINA 12

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017

Câmara Municipal de Santa Rosa de Viterbo Ata da Trigésima P rimeira Sessão Ordinária do ano de dois mil e dezessete, realizada aos dez dias do mês de outubro. Ata da Trigésima Sessão Ordinária do ano de dois mil e dezessete, realizada aos dois dias do mês de outubro. Deliberação: Aprovada por unanimidade. Indicação n. 307/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que indica construção de rampa de acesso para canoas na margem do Rio Pardo. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 308/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que indica mudança da disposição do estacionamento da Praça Conde Francisco Matarazzo. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 309/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que indica encaminhamento de Projeto de Lei que especifica. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 310/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que indica prolongamento de tubulação e galeria pluvial. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 311/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que indica regulamentar por Decreto Executivo a Lei n. 3.922/12. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 312/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que indica abrir e reparar a SRV 10/218. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 313/17, de autoria do Vereador/Presidente Francisco Justino Mota Neto (Chicão do Depósito), que indica georeferenciamento de todos os sítios e fazendas do município de Santa Rosa de Viterbo. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 314/17, de autoria do Vereador/Presidente Francisco Justino Mota Neto (Chicão do Depósito), que indica disponibilizar torres de telefonia móvel para celular, no Bairro Liliana Urtiaga Andreazza e no Distrito de Nhumirim. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 315/17, de autoria do Vereador/Presidente Francisco Justino Mota Neto (Chicão do Depósito), que indica construção de “valeta ou depressão” na Rua José Costa. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 316/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que indica construção de canaleta na Rua José Val. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 317/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que indica construção de canaleta na Avenida Fiúta Ribeiro Garcia, esquina com a Rua Vicente Sério. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 318/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que indica construção de canaleta na Rua José Antônio de Oliveira, esquina com a Avenida Joaquina Custódia Ribeiro. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 319/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que indica vistoria geral, limpeza e desentupimento nos bueiros da cidade. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 320/17, de autoria da Vereadora Aparecida Donizete Estevam (Cidinha Estevam), que indica retirada do entulho e roçada do mato na Rua do Comércio. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 321/17, de autoria da Vereadora Aparecida Donizete Estevam (Cidinha Estevam), que indica reparar o asfalto da Rua Cícero Martinelli. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 322/17, de autoria da Vereadora Aparecida Donizete Estevam (Cidinha Estevam), que indica reparos em toda extensão da Rua Doacir Antônio Bueno. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 323/17, de autoria do Vereador e Presidente Francisco Justino Mota Neto (Chicão do Depósito) e dos Vereadores Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), Roberta Cristina de Andrade Alves Pereira (Roberta do Banespa), Aparecida Donizete Estevam (Cidinha Estevam) e Marcos Lúcio Neri (Nerinho), que solicitam o estabelecimento da Corporação do Tiro de Guerra no Município. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 324/17, de autoria da Vereadora Roberta Cristina de Andrade Alves Pereira (Roberta do Banespa), que indica colocação de redutor de velocidade na Rua Joaquim Teixeira Primo. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 325/17, de autoria da Vereadora Fabíula Fernanda Bezerra Moura (Fabíula Bonacin), que indica municipalização da Rodo-

via Conde Francisco Matarazzo Júnior – SP 253. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 326/17, de autoria do Vereador Everton Luiz Rodrigues, que indica proibir o estacionamento dos dois lados da Rua Miguel Santiago, nas proximidades do encontro com a Rua Amazonas. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Projeto de Lei Complementar n. 15/2017, de primeiro de setembro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Dispõe sobre o Plano de Urbanização Territorial com permissão a título precário das áreas públicas, vias de circulação e área de lazer para constituição de loteamentos fechados”. Deliberação: Aprovado com nove votos favoráveis e uma abstenção do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli, em segunda e última discussão e votação. Projeto de Lei Complementar n. 16/2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Dispõe sobre o parcelamento do solo rural e o reconhecimento deste como área de expansão urbana ou zona de urbanização específica, conforme o caso, para efeito de regularização de chácaras de recreio no município de Santa Rosa de Viterbo e dá outras providências”, com Emenda Modificativa 01/17. Deliberação: Aprovado com oito votos favoráveis e duas abstenções dos Vereadores: Francisco Justino Mota Neto e Marcos Lúcio Neri, em segunda e última discussão e votação. Projeto de Lei n. 71/17, de 25 de setembro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “dispõe sobre a obrigatoriedade do locador, antes do início da venda de lotes, realizar plantio de árvores e implantar o espaço árvore no viário”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Lei n. 72/ 17, de 25 de setembro de 2017, de autoria do Executivo, que “Dispõe sobre a instituição do Programa IPTU Verde e dá outras providências”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Lei n. 73/17, de 25 de setembro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Dispõe sobre a obrigatoriedade das concessionárias de automóveis plantarem árvores para a mitigação do efeito estufa e dá outras providências”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Lei n. 74/17, de 25 de setembro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Institui a obrigatoriedade de melhores condições de vida as árvores urbanas criando o local específico e dispõe sobre conceito, parâmetros, disciplina e instalação do “espaço árvore”, no Município de Santa Rosa de Viterbo e dá outras providências”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Lei n. 75/17, de 26 de setembro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Institui a política municipal de serviços ambientais, regras para o programa de apoio e incentivo à preservação e recuperação do meio ambiente, estabelecendo formas de controle e financiamento. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Lei n. 76/17, de 27 de setembro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Altera a redação e acrescenta parágrafos ao artigo 4º e artigo 6º, da Lei Municipal 1071/83, que Dispõe sobre a criação do Fundo Social de Solidariedade de Santa Rosa de Viterbo, e dá outras providências”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Lei n. 79/17, de 02 de outubro de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que “Dispõe sobre a abertura de um crédito adicional suplementar no orçamento vigente no valor de R$ 69.500,00 (sessenta e nove mil e quinhentos reais) para reforço de dotações do orçamento da Fundação Cultural de Santa Rosa de Viterbo”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Projeto de Resolução n. 002/17, de 22 de setembro de 2017, autoria da Mesa Diretora, que “Institui a ouvidoria geral da Câmara Municipal”. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Requerimento n. 17/17, de 06 de outubro de 2017, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que “Requer informações sobre a atual situação dos passeios públicos da cidade e quais providências serão adotadas. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. Requerimento n. 18/17, de 06 de outubro de 2017, de autoria do Vereador Everton Luiz Rodrigues, que “Requer informações sobre possível leilão de veículos, máquinas e equipamentos. Deliberação: Aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes.


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 13

Festas do 'Dia da Criança' animaram a cidade Baruzzi pelo olhar do índio M at é ri a publicada no último dia 05 pelo jornal eletrônicco da Escola Paulista de Medicina – assinada por Rosangela Demetrio – exalta a importância do médico Roberto Baruzzi (1929 - 2016) para a saúde dos índios do Parque Xingu, segundo a fala de um deles: “O Bartuzzi é nosso pai”. Durante muito tempo, Baruzzi frequentou Nhumirim onde era dono de uma casa ainda muito visitada pela sua família. Só ele e Orlando Villas Boas (que já foi seu hóspede em Nhumirim) foram homenageados com o ritual Kuarup, reservado apenas aos mortos ilustres indígenas. A seguir os principais trechos da matéria: ”O Baruzzi  é nosso  pai. Ele  e o  Orlando. Nós  estamos aqui hoje por causa deles. Antigamente, a gente ia acabar. Muita doença, sarampo. Muita gente morreu. Depois quando o Orlando trouxe o Baruzzi, ele trouxe as equipes e as vacinas. Hoje, você pode ver quantas crianças estão correndo por aí na aldeia. A gente cresceu na mão de vocês, da Escola Paulista, na mão do Baruzzi.” A fala acima é do Takuman, um importante pajé Kamaiurá do Alto Xingu, e reflete o pensamento de todas as etnias presentes no Kuarup em homenagem ao professor Baruzzi, realizado na aldeia Kamaiurá, no Parque Indígena do Xingu, nos dias 5 e 6 de agosto passado. Demonstra também a importância conquistada por um homem branco, médico e professor que, por 50 anos, representou a esperança para aqueles povos.  

A molecada de Santa Rosa teve muito pra comemorar com várias festas do 'Dia das Crianças'. A Associação Assistencial Filhos da África Brasil (AAFAB), realizou a 2ª Confraternização do Dia das Crianças, das 9h ao meio dia, na própria associação, no Franco Monto ro. As quase 200 crianças de vários bairros da cidade puderam se divertir com pulapula, música, se empanturrar co m pi poca, algodão doce, bolo, refrigerante, saquinhos surpresa, participaram de sorteios de vários brinquedos e ainda ganharam corte de cabelo gratui-

to por voluntários. O idealizador do projeto é professor de capoeira e vereador, Fabrício Luiz. As empresas Skymax e a Mega Impacto, ju nto com a associação de bairro do 'Nosso Teto' realizou sua festa na praça "Zuleika de Melo Moura Balbão". Os pequenos tiveram das 9h até o meio dia para se deliciarem com algodão doce, pipoca, água e se divertirem com palhaço e pula-pula. Continuação - Para não conflitar com os outros eventos do dia 12, o Mac Dinei, que realiza uma festividade para as crianças há

DE OLHO NA CIDADE

Só ele e Orlando tiveram Kuarup Somente dois caraíbas (como os brancos são chamados pelos Kamaiurá) foram homenageados com a realização de um Kuarup: Orlando Villas Boas e Baruzzi. “Ver a homenagem dos índios ao meu pai foi algo muito especial para nossa família – disse Márcia Baruzzi – Nossos filhos, meus e de meus irmãos, ficaram surpresos de ver o carinho, a importância e a deferência com que os índios se referiam a meu pai. Os depoimentos e as histórias contadas por eles nos emocionaram, e ver escrito nas costas do índio Mutuá, “Obrigado Baruzzi”, durante o ritual de dança, foi muito tocante para nós (O Jornalzão publicou essa foto quando noticiou o ritual). A cerimônia, cheia de simbolismo, cantos e choros, deu significado às nossas saudades e tristeza, e também conforto, pois no dia seguinte, de acordo com o ritual, a alma sai do tronco e segue seu caminho e não se chora mais. Agora está em paz! Dá para entender hoje porque meu pai se dedicou de corpo e alma a este trabalho, e o tornou a sua missão de vida. E até sua morte foi conduzida pelos espíritos índios, pajelança realizada no hospital e a morte na mesma noite” completou a filha do doutor Roberto Baruzzi.

Galhos na esquina – Moradores da Cohab 1 reclamam que uma árvore foi cortada na esquina da Rua Fortunato Lerco com a Antônio. C. Morari há cerca de duas semanas. A madeira foi retirada, os galhos menores que podem causar acidentes de moto, ainda continuam.

12 anos, decidiu fazer no domingo (15). A festança teve início por volta das 8h em frete à lanchonete e terminou após o meio dia e teve cerca de 400 crianças. Como é tradição, foram feitos bolos confeitados e recheados, medindo um metro cada, esse ano foram 12 (foto). Além disso, foi distribuído sorvete, pipoca, algodão doce, mini cachorro quente e muito refrigerante. A prefeitura também realizou sua confraternização na manhã do dia 15, no bosque municipal. A entrada do l ocal foi enfeitada com um arco de bexigas e trabalhos das crianças. As

apresentações foram da Famusa, Banda 'Renato Massaro' e uma peça de teatro. Para se divertir, os pequenos tiveram tênis de mesa, damas, pintura facial, escorregador e pula-pula.


PÁGINA 14

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 19


PÁGINA 20

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PM de Santa Rosa realiza parto na capital Policial militar há 3 anos e 5 meses, Tiago Wiezel Rose (foto), de 25 anos nasceu em São Simão, mas de família Santa-rosense passou aqui toda sua infância e juventude. Ingressou na Polícia Militar em 2014 e após concluir o curso de formação, foi designado para servir a população paulista no bairro do Capão Redondo, zona sul da cidade de São Paulo. Na noite de 10 de outubro, ele e seu companheiro de viatura foram enviados a uma residência do bairro para socorrer uma mulher gestante que entrara em trabalho de parto. Em contato com a futura mãe a avaliação dos policiais foi certa, não haveria tempo suficiente para levá-la até o pronto socorro, o Soldado Tiago Wiezel e o Sargento Vieira a auxiliaram no parto, conduzindo o bebê durante o nascimento. Porém durante o procedimento, os policiais foram surpreendidos com um fato complicador, que até para médicos em centros cirúrgicos, merecem cuidados e extrema atenção, a criança nasceu com o cordão umbilical envolto a seu pescoço. Com calma e os cuidados necessários o Soldado Tiago Wiezel aparou o bebê e o Sargento Vieira desobstruiu o pescoço do recém nascido, estimulando-o para que desse seu primeiro folego de vida. Cientes da gravidade da situação socorreram de imediato a mais jovem paulistana até a maternidade do Campo Limpo onde, após avaliação médica, foi concluído que estava com a mais perfeita saúde. Uma segunda viatura que esteve no local socorreu a mãe que também passa bem. Não há que se negar que estes policiais fizeram a diferença na vida desta mãe e de sua filha.

PÁGINA 21

Santa Rosa FC empata fora e fica em sétimo no amador O Leão empatou fora de casa contra o Brasinha de Atibaia e foi eliminado no Campeonato Paulista Amador de Futebol. O jogo do último domingo foi em Atibaia e nossa equipe precisava da vitória para classificar, pois perdeu em casa por 2 a 1. E o Santa Rosa foi melhor os 90 minutos, comandando as ações da partida, mas pecando na hora da finalização. A equipe local se fechou toda e nossa equipe não conseguiu marcar o gol que manteria viva a chama da semifinal. Com a eliminação o Santa Rosa FC fará agora três amistosos preparatórios para o Campeonato Amador Regional de fevereiro de 2018. O primeiro amistoso agendado é contra Batatais, que foi vice campeão da Copa São Paulo de Futebol Junior deste ano, perdendo a final para o Corinthians. O jogo será dia 29, domingo, 10h00, no campão Rubens Bellizze de portões abertos. Quatro novos jogadores farão suas estreias pelo Leão.

“Vamo s mant er a nossa base e refo rçar a equipe em algumas posições para co mpormo s o elenco para o amado r”, disse Juni nho Madru ga, técnico da equipe. Segundo Nei da Vila, Diretor de Futebol, a equipe a ser montada é para ganhar o amador. “Nosso objetivo é ser campeão do amador regional para chegarmos fortes no Estadual 2018”, disse. Segundo da Vila, alguns garotos do juvenil que não tinham idade para disputar o Estadual deste ano, também subirão para o time principal. “Temos dois ou três garoto s qu e vamos aproveitar também”, completou. As semifinais do maior campeonato amador do Brasil começam a ser disputadas neste final de semana por Bandeirante de Brodowsky x Ferroviário de Bragança Paulista e Corinthians de São Bernardo x Brasinha de Atibaia. Ferroviário e Brasinha jogam a segunda partida em casa po r terem as melhores campanhas.

Santa Rosa posa para foto em Atibaia. Cerca de 40 torcedores acompanharam o time Refo rma do g ra mado – A Di ret o ri a do Santa Rosa deve fazer uma refo rma no gramado , aproveitando a parada deste final de ano e começo do ano que vem. O enge-

nheiro agrônomo Eduardo Bressan vai supervisionar todo o trabalho. A análise do solo já foi feita, a empresa Ph7 já doou o calcário e no mês de dezembro começa.

Conde e Teófilo foram as escolas com mais vitórias no JEM O Conde Francisco Matarazzo e o Teófilo Siqueira foram as escolas com mais medalhas de ouro no JEM (Jogos Escolares do Município), que aconteceu durante a semana passada no Ginásio de Esportes (Quadra Coberta). As escolas participantes foram o Conde Francisco Matarazzo, Teófilo Siqueira, ETEC, Salustiano Lemos, Vergínio Meloni e COC. Elas foram separadas em duas categorias, Mirim para atletas de até 14 anos e Infantil, para alunos de 15 a 17 anos, para disputarem nove modalidades: Basquete, Vôlei, Futsal, Handebol, Dama, Xadrez, Tênis de Mesa, Embaixadinha e Lance Livre Ao todo foram 35 disputas, sendo 18 na Infantil, e 17 na Mirim, esta última teve uma a menos, por falta de times femininos no futsal. No mirim, o Teófilo foi quem mais faturou medalhas de ouro, 7 e ainda ganhou 5 pratas, o COC levou 5 ouros e 6 pratas, Vergínio 3 ouros e 3 pratas e o Salustiano 2 ouros e 1 prata. Já no infantil, o Conde foi o líder em ouros com 8 e conquistou 5 pratas, ETEC levou 7 ouros e 9 pratas, COC teve três ouros e 3 pratas e o Salustiano uma prata.


PÁGINA 22

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

FALA NOSSO TETO

PÁGINA 27

Incêndio em serrarias

Festa de São Judas Tadeu

Amanhã haverá políticos na Feira

Segundo populares, botaram fogo na serraria do “Tavinho”, localizada na rua José Hipólito Xavier. O fato aconteceu na tarde do último sábado (14). Vizinhos do local (corajosamente), combateram o incêndio com baldes e mangueiras d’água. A serraria não foi a única vítima do suposto criminoso. O fogo atingiu também o terreno ao lado do Centro de Triagem de Reciclados, situado em frente à serraria, e pulou para outra serraria que fica nos fundos do prédio público, a serraria do “Baixinho”. Moradores que ajudaram no combate disseram: “Dava para ver as labaredas de longe”. Um caminhão pipa da Usina Moreno (a quem os moradores agradecem), conteve o incêndio antes que atingisse um grande depósito de madeira armazenada no local. Se isso ocorresse, haveria risco de se espalhar pelas imediações onde estão o prédio do Crás, e o Depósito de Recicláveis Márcio Sucatas.

Na próxima semana acontecerá a Festa Religiosa e Social de São Judas Tadeu. Tríduo de São Judas Tadeu- dias 25,26 e 27 Dia 28 de outubro- Dia de São Judas Tadeu 10h Missa dos Enfermos e 19:30h Missa Solene Nos dias, 26,27,28 e 29, haverá Quermesse com barracas de salgados, bebidas, espetos, doces, batidas, brinquedos, etc. Dia 29 às 14h a tradicional Ação entre Amigos (bingão).

O empresário, apresentador de TV, radialista e deputado estadual pelo PMDB, Léo Oliveira, visitará a Feira do L.U.A. amanhã. Léo, segundo informações, foi convidado pelas vereadoras Roberta e Cidinha, que recentemente estiveram no gabinete do político. -Vichi! O que vai ter de político comendo pastel e bebendo garapa não está escrito - comentou um morador. A feira funciona das 8h às 13h.

Abrigo para ponto de ônibus Funcionários da Prefeitura estão instalando um abrigo de ônibus na avenida Joaquina Custódia Ribeiro. Segundo eles, também irão fazer uma rampa de acesso para cadeirantes no local.

GRAMÁTICA NA MEDIDA Quem nunca se deparou com um lindo jardim ou gramado? Geralmente, em locais públicos, há uma placa com os dizeres “não pise na grama”. Interessante, e a maioria das pessoas entende a mensagem (embora algumas não sigam o conselho). Porém, existe uma pequena inconsistência aí: deve-se escrever “não pise a grama”. Quem “pisa”, “pisa algo” e não “em algo” (em+o = no e em +a = na). Fique de olho! Aline Vilela é professora das redes pública e privada de ensino e corretora de vestibulares. #gramáticanamedida

Prefeitura resolve problema de água empossada A água empossada no cruzamento da rua José Antônio de Oliveira com a avenida Joaquina Custódia Ribeiro, deixou de ser um problema para a vizinhança. No local não tem bueiro e moradores reclamavam do mau cheiro e outros problemas causados pelo fato. Esta semana a prefeitura abriu uma canaleta no asfalto para que a água escorra.


PÁGINA 28

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017

EDITAIS DE PROCLAMAS EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2423 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // DIEGO APARECIDO ISIDORIO e MEIRYELLI SILVA JARDIM //. Ele, natural de São Paulo, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e quatro (24) de junho de um mil novecentos e oitenta e quatro (1984), profissão operador de empilhadeira, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Maria Aparecida Ferreira, 107, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de LAERCIO ISIDORIO e de dona VILMA BATANOV ISIDORIO. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos doze (12) de setembro de um mil novecentos e noventa e seis (1996), profissão operadora de telemarketing, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Maria Aparecida Ferreira, 27, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de ANTONIO EVANI PINHEIRO JARDIM e de dona ELAINE APARECIDA DA SILVA. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2424 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // MAURICIO DELLA JUSTINA e JULIA DOS SANTOS ROSA //. Ele, natural de Rodeio, Estado de Santa Catarina, nascido aos vinte e cinco (25) de fevereiro de um mil novecentos e oitenta (1980), profissão estudante, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua João Batista Garcia, 225, Monte Alto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de TARCISIO DELLA JUSTINA e de dona IVONETE DELLA JUSTINA. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos trinta (30) de março de um mil novecentos e noventa e nove (1999), profissão estudante, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua João Batista Garcia, 225, Monte Alto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de IGOR JOSÉ ROSA e de dona PRISCILA FERREIRA DOS SANTOS. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2425 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // LAURO LEANDRO MALASPINA NETO e PAMELA ISKARLLAT LIMA FERNANDES //. Ele, natural de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, nascido aos quatro (04) de novembro de um mil novecentos e noventa e quatro (1994), profissão mecânico, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Wilson Vital, 70, Ari Carneiro, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de LUIZ CARLOS MALASPINA e de dona MARIA APARECIDA MALASPINA. Ela, natural de São Paulo, Estado de São Paulo, nascida aos dezoito (18) de julho de um mil novecentos e noventa e seis (1996), profissão estudante, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Wilson Vital, 70, Ari Carneiro, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de TARCIANO JOSE FERNANDES e de dona MARIA APARECIDA LIMA FERNANDES. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2426 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // FRANCISCO NASCIMENTO DE CARVALHO e MARIA EZELIA VIEIRA DE SOUSA //. Ele, natural de Campo Belo, Estado de Minas Gerais, nascido aos vinte e três (23) de fevereiro de um mil novecentos e quarenta e oito (1948), profissão pedreiro, estado civil viúvo, domiciliado e residente à Rua Tamaki Kawasaki, 56, Jardim Moretti, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de LEOPOLDO ANTONIO DE CARVALHO e de dona ANA CANDIDA DE JESUS. Ela, natural de Ibicuí, Estado da Bahia, nascida aos treze (13) de outubro de um mil novecentos e cinquenta e cinco (1955), profissão cozinheira aposentada, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Rua Tamaki Kawasaki, 56, Jardim Moretti, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de ANISIO PEDRO DE SOUSA e de dona JUDITE VIEIRA DE JESUS. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi – Oficial.


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

PÁGINA 29


PÁGINA 30

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

O JORN ALZÃO - E D . 1.122- 21/10/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.122 - 21/10/2017

PÁGINA 31


O Jornalzão, edição 1122  
O Jornalzão, edição 1122  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement