Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 02/09/2017 - Ano 23 - N.º 1.115 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

R$ 3,00

Santa Rosa chega aos 107 anos com 26 mil habitantes Rogerio Menta Monici - facebook.com/dronenasalturas

Faxineira e empresário são os novos vereadores Cidinha e Everton militam no voluntariado; ela é faxineira, e ele, empresário. Na retotalização dos votos – feita na última segunda-feira –, seus nomes emergiram para substituir os vereadores Bode e Laércio Arruda, cassados pelo TRE-SP.

Hasteamento das bandeiras abre eventos cívicos do aniversário da cidade Vem aí a “9ª Caminhada da Fé”

Santa Rosa volta a ter desfile na 'Presidente Vargas' após 5 anos Centenas acompanharam o 2º 'Auto da Padroeira' Santa Rosa FC tem semana movimentada Uma luz para os “arvão” - Os dois exemplares de Copaíbas, na avenida professor José Dilermando Ribeiro, conhecidos como “arvão”, com cerca de 300 anos de idade, passaram por um check-up esta semana. Até tomografia fizeram neles (foto). O resultado será divulgado na próxima semana.

Campanha contra a raiva vacinou 5 mil animais


PÁGINA 2

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

DE OLHO NA CIDADE

Moradores questionam pista de motocross

PÁGINA 3

Santa Rosa bate a marca de 26 mil habitantes pela primeira vez Gabriel Carmello Caldas

Prefeitura cita os benefícios

A construção da pista está a todo vapor e já tem até gente testando Esta semana o Jornalzão recebeu algumas reclamações sobre a construção da pista de motocross, dentro do recinto “Toninho Amici”. Os munícipes questionaram a quantidade de horas máquina e o número absurdo de viagens de terra, que os cmainhões da prefeitura dão diariamente. Enviamos um e.mail à prefeitura perguntando o custo, o benefício da pista e mais informações. A assessoria de comunicação do município disse que “a ideia da pista surgiu através de uma indicação do vereador Renato França no início do ano. Houve desmembramento de parte do Centro de Eventos para isso e a pista levará o nome de Carlos Baleiro, motociclista que faleceu anos atrás. Sobre o custo, apesar de termos constatado “in loco” que a terra não é do mesmo local, que houve várias viagens de terra e inúmeras horas máquina, a prefeitura respondeu que “não houve compra de nenhum material. A terra utilizada é do próprio local e o restante de outras áreas públicas. As máquinas e profissionais são da própria Prefeitura”. O Jornalão questionou também quais seriam os benefícios da pista e a resposta foi que “trata-se de um local de prática esportiva, que poderá receber motociclistas e eventos que visem fortalecer o esporte e o turismo na cidade. Além disso, por tradição, sempre este tipo de evento tem cunho social, pois há a abertura para instalação de barracas de entidades. Mesmo não sendo o objetivo principal, também é uma forma de auxiliar a área social do município. A prefeitura disse ainda que “foi feito um projeto pelo setor de Engenharia que contou inclusive com consultas aos motociclistas da cidade e região, a fim de elaborar uma pista adequada para receber treinamentos e eventos com segurança” Sobre a inauguração, a prefeitura disse que “a inauguração acontecerá dia 23 e 24, com uma prova que contará com dezenas de pilotos da região.”

Santa Rosa chegou aos 107 anos com a marca de 26.067 habitantes, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí stica (IBGE ), com data referente a 1º de julho de 2017, divulgados na última quarta-feira (30), no Diário Oficial da União. Em relação a ano passado, o município cresceu 0,77%, um aumento de 198 novos moradores. Esta tendência de crescimento pode ser notada também nas cidades vizinhas. Cajuru teve um acréscimo demográfico maior (0,8 3%), saltando 25.445 para 26.550. São Simão foi para 15.225 habitantes, uma elevação de 0,40%. O que menos cresceu foi Tambaú, com apenas 26 moradores novos, ampliando em 0,11% seus 23.267. Seguindo o mesmo caminho dos munícipios menores, Ribeirão Preto espichou 1,17%, aproximadamente 7,9 mil novos moradores, atingindo 682.302 mil habitantes. Assim como a nova Região Metropolitana de Ribeirão Preto, criada ano passado (formada por 34 municípios) agregou mais 16,2 mil novos habitantes ao seu total 1,6 mi-

lhão de moradores. Em 107 anos, Santa Rosa quase triplicou - De acordo com dados do IBGE divulgados pela Divisão judicial da fazenda Lagoa, a primeira estatística demográfica de Santa Rosa, aconteceu no ano de 1910, e revelou 10 mil habitantes. A segunda contagem foi divulgada apenas em 34, onde houve um recuo de santa-rosenses para 8.092. Após seis anos, o munícipio chegou a 9.195, sendo que a part i r daí , eram divulgados os números da zona rural e urbana, sendo que apenas 1.7 95 residiam neste segundo. Só no ano de 1980, a população urbana sobre-

A população na nossa região Cidade ..............................................................População Ribeirão Preto ...................................................... 682.302 Cravinhos ................................................................34.651 Santa Rita do Passa Quatro ..................................27.590 Santa Rosa de Viterbo ........................................26.067 Cajuru .......................................................................25.655 Tambaú ....................................................................23.267 São Simão ...............................................................15.225 Luís Antônio ............................................................14.021

pôs a rural, sendo 11.666 contra 2.846. Nos anos de 91 e 96 , o número to tal estabilizou, em 19 e 20 mil morado res, respect i vamente. Brasil cre sceu o mesmo que Santa Rosa Esta pesquisa do IBGE ainda revelou que o Brasil chegou a 207.660.929 habitantes. No ano passado, este mesmo levantamento registrava 206,08 milhões de brasil eiro s, um crescimento populacional de 0,77%, a mesma porcentagem atingida por Santa Rosa. Metodologia - Segundo o IBGE, a população

de cada cidade brasileira foi estimada por meio de um procedimento matemático, que se baseia no resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por procedimentos demográficos, entre seus munícipios. Este método de cálculo baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento das municipalidades, determinadas pela quantidade de indivíduos nestes municípios nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 201 0). Estas esti mati vas municipais ainda incorporam alterações de limites territ oriais das cidades ocorridas após 2010.


PÁGINA 4

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

A difícil matemática para calcular quem entra na Câmara Passo a passo de como é feito o cálculo para preencher as vagas da Câmara 1 Somam-se todos os votos válidos para vereador

2 Retiram-se todos os votos do PROS, SD e PMN

(nominal e legenda)

(nominal e legenda)

Nas eleições municipais de 2016 os candidatos e legendas obtiveram

Os 2.393 votos desta coligação foram declarados nulos. Então sobram

14.090 votos válidos

11.697 votos válidos

3 Quociente Eleitoral (QE) Divide-se o número de votos válidos pelo número de cadeiras

11.697 votos válidos divididos pelas 11 cadeiras resultam num QE de 1.063...

4 Separamos todos os votos dos partidos e coligações (nominal e legenda) DEM + PMDB = 3.244 PPS + PHS = 1.955 PV = 1.536 PTB + PSB = 1.531

PSDB = 1.452 PEN / PT / Pc do B / PSD = 1.421 PSOL = 558

O PSOL não obteve o QE então o partido não participa dos cálculos posteriores

5 Primeiro cálculo preenche 8 vagas

6 Segundo cálculo preenche mais uma vaga

Número de votos da coligação dividido pelo quociente eleitoral (despreza os decimais) - Neste primeiro cálculo são preenchidas 8 vagas

Número de votos da coligação dividido pelo número de vagas preenchidas de cada partido acrescentando + 1. Quem tiver a maior média elege mais um

DEM / PMDB = 3.244 / 1.063 = 3 eleitos (Fabrício, Roberta e Nerinho) PPS / PHS = 1.955 / 1.063 = 1 eleito (Chicão do Depósito) PV = 1.536 / 1.063 = 1 eleito (Marinho) PTB / PSB = 1.531 / 1.063 = 1 eleito (Dr. Paulo Wiezel ) PSDB = 1.452 / 1.063 = 1 eleito (Heitor Bertocco) PEN / PT / Pc do B / PSD = 1.421 / 1.063 = 1 eleito (Fabíula)

DEM / PMDB = 3.244 / 3 eleitos +1 = 811 PPS / PHS = 1.955 / 1 eleito + 1 = 977,50 - Mais um eleito (Perereca) PV = 1.536 / = 1 eleito +1 = 768 PTB / PSB = 1.531 / 1 eleito +1 = 765,50 PSDB = 1.452 / 1 eleito +1 = 726 PEN / PT / Pc do B / PSD = 1.421 / 1 eleito +1 = 710,50

7 Terceiro cálculo preenche mais uma vaga Número de votos da coligação dividido pelo número de vagas preenchidas de cada partido acrescentando + 1. Quem tiver a maior média elege mais um DEM / PMDB = 3.244 / 3 eleitos +1 = 811- Mais um eleito (Cidinha Estevan) PPS / PHS = 1.955 / 2 eleitos +1 = 651,66 PV = 1.536 / 1 eleito + 1 = 768 PTB / PSB = 1.531 / 1 eleito +1 = 765,5 PSDB = 1.452 / 1 eleito +1 = 726 PEN / PT / Pc do B / PSD = 1.421 / 1 eleito +1 = 710,50

8 Quarto cálculo, o 11º e último eleito Número de votos da coligação dividido pelo número de vagas preenchidas de cada partido acrescentando + 1. Quem tiver a maior média elege mais um DEM / PMDB = 3.244 / 4 eleitos +1 = 648,8 PPS / PHS = 1.955 / 2 eleitos +1 = 651,66 PV = 1.536 / 1 eleito + 1 = 768 = coloca o 11º vereador (Everton Luís) PTB / PSB = 1.531 / 1 eleito +1 = 765,5 PSDB = 1.452 / 1 eleito +1 = 726 PEN / PT / Pc do B / PSD = 1.421 / 1 eleito + 1 = 710,50 * Se tivessem mais vagas, este cálculo deveria ser repetido até preenchê-las


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 5

Faxineira e empresário assumem cadeiras dos cassados na Câmara A faxineira Aparecida Do nizete Estev am (DEM) e o e mpresá rio Everton Luiz Rodrigues (PV) são os novos vereadores da Câmara local na qua l ing re ssa m, no pró ximo dia 11 , e m substituição a os ca ssados Bode e Laércio Arruda. Só a retotalização dos v oto s e fe tua da na

última se g unda -fe ira , no Ca rtó rio Ele itora l, permitiu e identificação do s do is, já que os v otos que ele geram Bode e Laércio, foram anulado s. O Ministério Público entrou com ações pedindo i mpugnaçõ es das chapas do PSDB e da col i gação P ROS, P MN e

Cidinha chorou muito ao receber a notícia Cidinha caiu no choro assim que ouviu a voz do filho no celu lar, “Parabéns, vereadora!”, na última segundafeira, por volta de 15 h00. Apareci da Donizete Estevam, 56 ano s, casada, dois filhos, só acreditou quando ele revelou que estava em frente ao Cartório Eleitoral, dentro do qual acabara de ser tomada a decisão. Cidinha acha que com o cargo de vereadora vai ter muito mais oportunidade de ajudar a quem precisa, no trabalho voluntário que está acostumada a prestar. Com 209 votos obtidos nas eleições de 2016, ela chegou a sonhar com o lugar de Gonini Jr., já que era suplente quando ele renunciou, em abril deste ano. Não conseguiu por apenas 11 votos. - Eu falo que tudo nessa vida é no tempo de Deus – ensina a nova vereadora – Até que chegou a minha hora. Faço trabalho voluntário desde que me conheço por gente, sempre ajudando as pessoas necessitadas. Santa-rosense, católica, ela admite que ‘ficha ainda não caiu’. As eleições do ano passado foram sua primeira experiência de candidata. - Mexo com política há muito tempo, faz 17 anos que trabalho pro Renatinho nas campanhas de vereador. Fui convidada a me candidatar muitas vezes, mas, por causa disso, sempre recusei – explica, referindo-se ao atual vice-prefeito, Renato Rocha Jr. De 12 aos 26 anos trabalhou colhendo cana, café e laranja. Atualmente é faxineira em uma padaria da cidade. Mas diz que pode deixar o trabalho. - Não é justo eu ter o cargo na Câmara e pegar serviço de quem precisa. Eu saio pra ceder o lugar pra quem precisa mais que eu.

SDD alegando fraude eleitoral, sob o argumento de que elas se utilizaram da cota de reserva às mulheres (30% das vagas) para au ment ar o nu mero de candidatos homens. Duas candidatas tucanas e 3 da coligação não tiveram voto algum. O juiz local julgou i mprocedent es os do i s pro cesso s. O pro mo t o r

recorreu, e, no último dia 2 , o TRE -SP refo rmo u u ma sent ença, cassando os diplomas dos vereadores Bode e Laércio Arruda da co li gação . No dia seguinte o mesmo tri bunal mant eve a sentença que absolveu o PSDB. Em consequência da cassação dos dois vereadores, juiz Alexandre Ribeiro, o pro-

Orgulhoso por gerar empregos, Everton destaca voluntariado Everton ficou sabendo que assumiria uma cadeira na Câmara Municipal através do presidente do PV pelo qual se candidatou e obteve 187 votos. Casado, santa-rosense, padeiro desde 13 anos, ele já foi – por quatro anos – ‘professor de padaria’ no Senai, em Ribeirão, atendendo programas nas cidades da região. Agora tem uma fábrica de salgados, com três salgaderias na cidade, além de trabalhar com bufê em festas. Candidatou-se, no ano passado, pela segunda vez (na primeira foram 46 votos, em 2000). - O Tadeu Cicolani, que é meu amigo, me convidou para ser candidato. Costumo trabalhar com voluntariado em entidades da cidade. Sua campanha, diz ele, foi de casa em casa, visitou a cidade inteira e acabou suplente do único eleito do partido, Marinho Titarelli - Sendo vereador, acho que a gente pode lutar bastante pela cidade, trabalhar juntos, o legislativo e o executivo, fiscalizar as obras, ver os pontos negativos e positivos. E continuar com o voluntariado por que é um bem que ajuda a gente mesmo. A gente fica satisfeito em saber que pode estar ajudando as pessoas. O novo vereador enfatiza o orgulho por empreender na cidade, com o negócio de salgados, com mais de 20 empregos diretos e indiretos, e admite não ter ficado feliz pela circunstância que o levou à Câmara, por Laércio e Bode terem perdido os cargos, embora diga que assume com alegria. - Fiquei triste por eles terem sido cassados. Mas também feliz por ter essa oportunidade de buscar coisas melhores para a cidade.

motor Daniel Adervino, o president e da Câmara, Chicão, mais os presidentes dos parti dos envolvidos no caso se reuniram, na úl tima segunda-feira, para pro cederem à ret otalização dos votos dados aos vereadores em 2016. O o bjetivo era descobrir quem substituiria os eleitos Laércio Arruda (PMN)

e Bode (SOLIDARIEDADE . Aparecida Do ni zete Estevam (DE M) e Everton Luiz Rodrigues (PV) surgiram como su bsti tuto s dos cassados. Mas a posse de ambo s só será dada na sessão do próximo dia 11, já que a Câmara não trabalha depois de amanhã, feriado no município.

Cassados demonstram frustração e surpresa Laércio Costa Arruda, vereador de 1982 a 1992, admite que está frustrado por ter que deixar a Câmara. - Fiz tudo que me foi pedido. Fiz minha campanha a pé, rodei a cidade duas vezes. Contratei escritório e fiz a contabilidade corretamente. O erro foi do PROS. Se eu soubesse que alguma dessas mulheres não teria voto nenhum, eu mesmo teria votado nela. Não sou nem do diretório do meu partido (PMN), fiz tudo que a Justiça pediu – desabafou um dos cassados. Bode (SDD) ficou com uma sensação ambígua pela interrupção de seu terceiro mandato de vereador. Primeiro se mostra surpreso com a decisão do TRE. - É uma questão que foge inteiramente da responsabilidade da gente enquanto candidato. Elas (as mulheres que não tiveram votos) participaram de todos os atos de pré-candidatura que eu participei. Participaram da convenção, assinaram a ata, foram à sessão de fotos para a urna eletrônica, gravaram as chamadas para a internet. De boa fé eu acho que elas estavam. Depois de refletir um pouco, admite. – Mas também eu me sinto aliviado, pela pressão de três mandatos e a atual situação política e econômica do país.


PÁGINA 6

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

EDITORIAL

CARTA À REDAÇÃO

Esta semana um vereador foi cobrado por um eleitor para fazer o seu papel de fiscalizar, pois na visão dele, muito se gasta em supérfluos enquanto, por exemplo, medicamentos estão em falta. Ele disse ainda que semana passada deu dinheiro a uma paciente, pois na farmácia pública não tinha dipirona. Ele cobrou uma posição mais firme do vereador. O nobre edil, como resposta, disse que não dá para indispor com o executivo por causa dessas coisas. Esta resposta resume bem aquilo que este jornal, neste espaço, vem falando há anos. Infelizmente, o representante do povo, aquele que é a nossa voz, o que deveria sempre se indispor com o executivo, está ali apenas pelo “salarinho” que pinga religiosamente todo mês. E só. Não temos representatividade nenhuma, quer aqui, em Brasília, nas outras Câmaras. Assim como os sindicalistas, ser vereador virou profissão e que se lasque o povão. Apenas um, quiçá dois, cumprem as suas funções. o restante, nada. Ganham “5 pila” mensais para nada. É muito pelo pouco que fazem. Indispor é obrigação, questionar, cobrar, fiscalizar é o seu papel, vereador. Se quiserem fazer “social”, que se candidatem em alguma instituição. Vão lá tentar reerguer o Grêmio Recreativo. Sentimos vergonha de sermos tão mal representados. E a culpa não é do eleitor não, pois este votou em quem acreditou, em quem tinha certeza de que faria algo pelo município. O máximo que fazem é nada, perto daquilo que a função lhes exige.

Incoerências em nosso Brasil

O motocross, o rodeio e as prioridades - A prefeitura está gastando, pelo menos, 10 mil reais na construção de uma pista de motocross para um evento. Ali, em 60 dias, teremos apenas mato e erosão assim como aconteceu com a pista do “Ari Carneiro”, que foi construída no começo do ano e está lá, abandonada, cheia de mato e erosões gigantescas. Se estivéssemos num tempo de “vacas gordas’ o investimento até poderia valer pelo lazer que irá proporcionar. Mas hoje, quando falta dipirona, que custa R$ 1,99 na Drogal, vale a pena gastar esta fortuna para um evento? Já o rodeio, que é terceirizado e segundo a prefeitura não terá custo ao município, vem mobilizando servidores municipais e dando gastos aos cofres públicos, sim, senhor. Esta semana nos deparamos com uma grande movimentação de mão de obra pública no recinto “Toninho Amici”. Se houve um “chamamento público” e o local está disponibilizado a terceiro, porque o município está gastando ali? A “paulada” está chegando - E para pagar estes gastos não prioritários é preciso de dinheiro. E a conta quem vai pagar é você, caro leitor, pois vem aí a nova planta genérica do município que vai aumentar e muito o IPTU e o ITBI. E quando este projeto chegar à Câmara, vão aprovar rapidinho, pois ali, ao que parece, ninguém gosta de se indispor, né? Viva o pão e circo e que se dane a dipirona. Seguuuuuuuuuura, povão!

Nas últimas semanas a política local passa por momentos de instabilidade devido a aplicação da Lei 12.034/09 (COTA DE GÊNERO), que assegura o percentual mínimo de 30% e máximo de 70% para candidaturas de cada sexo. O objetivo da referida Lei é estimular a participação das mulheres no cenário político e reverter a história secular de discriminação. Mas qual a participação das mulheres na sociedade? Somam 51% da população de acordo com o último censo (2013), mas na última eleição conquistaram 12% dos cargos disponíveis. A Lei 12.034/09 não assegura o mínimo de 30% para cada gênero nos cargos eletivos. Em Santa Rosa

de Viterbo as mulheres conquistaram 18% das vagas disponíveis na Câmara Municipal. Com base nesses resultados a sociedade brasileira está corrigindo o histórico de discriminação? Parece que a Lei 12 .034 /09 gera fraudes, principalmente porque os po líti cos não encaram a igualdade ent re gêneros como um fato! No últi mo pleit o, 16.131 candi datu ras não receberam nenhu m vo to das qu ais 14.417 são de mulheres. Mas quais os reais motivos para um candidato não receber ao menos seu voto? Podemos sugerir alguns motivos: falta de recursos financeiros, imprevistos, afastamento do trabalho (serviço público), ou

VEM AÍ a "9ª CAMINHADA DA FÉ " Santa Rosa de Viterbo a Tambaú Dia 10 / 11/ 2.017 Saída em frente ao Salão do Zezão Reserva de camiseta ou Inscrições : Bar do Sarney Praça Santo Antônio - Santa Rosa de Viterbo Homenagem a Santo Agostinho

ainda, a chamada "candidatura laranja" para cumprir a Lei 12.034/09. Segundo o Magistrado Herman Benjamin "Os juízes do Tribunal Superior Eleitoral ou de qualquer instância da magistratura brasileira federal ou estadual, julgam fatos como fatos, e

não como expedientes políticos de conveniência oscilante". Nos resta saber se em todos os casos, partidos e coligações foram punidos. O Brasil precisa mudar... Eduardo Andrade Bressan

MENSAGEM CRISTÃ João Murari

Conserto especializado Se você já tentou consertar algum objeto e não conseguiu, vai gostar da placa que vi do lado de fora de uma oficina mecânica: Consertaremos o que o seu marido já consertou! Se o problema for o carro, o encanamento ou um eletrodoméstico, geralmente, estará melhor nas mãos de alguém capacitado e confiável. O mesmo acontece com o pecado e com nossas batalhas internas que resistem aos nossos esforços para consertá-los. Jeremias denunciou os profetas e sacerdotes gananciosos do seu tempo que "curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz" (Jeremias 6:14). Eles não podiam nem transformar a si mesmos nem conduzir o povo a uma transformação espiritual. Assim, o Senhor convocou o povo a seguir o Seu caminho: "...ponde-vos à margem no caminho e vede, perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para a vossa alma..." (Jeremias 6:16). Séculos mais tarde, Jesus o Filho de Deus, declarou: "Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei" (Mateus 11:28). As mãos de Deus podem restaurar as áreas da nossa vida que já tentamos consertar e nas quais fracassamos. Pela fé em Cristo, podemos ser restaurado s. Quando Deus perdoa, Ele remove o pecado e restaura a alma.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO CNPJ 24.933.354/0001-57 Redação: rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone/fax: (16) 9.9164.4623 Usuário Papel Imune: UP-08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Daniel Pereira Tiragem: 2.000 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal R$ 3,00 por exemplar - E-mail:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. Reprodução de conteúdo somente com prévia autorização. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 11

DARCI ROCHA

Cohab 3 - 2 dorm, sala, coz, área serviço coberta mais despensa ampla ..................................................... R$ 115 mil Casa Vila Mendes 1 dorm, sala, coz, wc, terreno com 503 m2 .......................................... 110 mil com financiamento Casa Nova Roma 2 dorm, sala, coz, murada .......................................................................................... R$ 115 mil Casa centro próx. Grick e Matriz, 2 dorm, sala, copa, coz, varanda, lavanderia, terreno amplo. ót. local ..... R$ 200 mil Casa nova (Ari Carneiro) 2 dorm, sala, coz, murada, portão ................................................................. R$ 115 mil Jd Aquarius precisa reformar, terreno 10x36 ......................................................................................... R$ 150 mil Jd Aquarius 1 dorm, terreno 10x25 ...................................................................................................... R$ 110 mil Nhumirim 2 dorm, sala, coz, garagem ..................................................................................................... R$ 120 mil Luiz Gonzaga 3 dorm, sendo 1 suite, com hidro e closet, sala, copa, coz, área lazer, piscina aquecida, gar 2 carros, portão eletronico e aquecedor solar com acabamento de primeira ....................................................................... R$ 400 mil Itamaraty 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia e edicula no fundo ............................................... R$ 180 mil Casa Centro ao lado Banco do Brasil, 2 dorm, sala, coz, terreno 176m2 .................................................. R$ 270 mil Dom Bosco 3 dorm, garagem 2 carro, área no fundo, murada ...................................................................... R$ 200 mil Nova Roma - 200m2 de const., 3 dorm, sala, coz, lav, var, gar, murada, em dois terrenos com 696m2 (24x29) . R$ 350 mil Luiz Gonzaga 3 dorm, sala, copa, coz, área churrasco, garagem, ac. casa ou ap em Ribeirão ........................... R$ 270 mil Ap. Recanto Lagoinha 2 dorm .............................................................................................................. R$ 160 mil Casa e salão comercial rua Piauí, rua do Magu, ót. ponto comercial ........................................................ R$ 190 mil Dois barracões 1900m2, na área industrial, Bento Quirino, terreno 3.587,50m2 ............. R$ 1.500.000,00 ac. proposta Nhumirim 145m2 const, 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, terr.600m2, ac imóv. menor valor ........................ R$ 230 mil Barracão com mesanino energia trifásica, próx. superm. Real ................................................................. R$ 180 mil Rua Pestalozzi 3 dorm, sala, coz, garagem, + salão comercial .................................................................... R$ 140 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, copa, arm emb, lavand, gar, aquec. solar, acab 1ª ...................... R$ 450 mil Rua Francisco Zaac 2 drm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavand, garagem, terr. 608m2 .............................. R$ 350 mil Jardim Aquarius, 3 dorm, suite, sala, copa, coz, área lazer, gar, 3 wc sociais, terreno 600 m2 ...................... R$ 400 mil Rua Goiás 3 dorm, sala, coz, varanda, garagem ....................................................................................... R$ 230 mil Morumbi 3 suites, 3 salas, copa, coz, wc social, escritório, salao de festas, área churrasco + 3 dorm nos fundos, wc social, sala, cozinha, casa toda com aquecedor solar, garagem 4 carros 493,15m2 de constr em dois terrenos de 676 m2R$ 900 mil Barracão rua Amazonas 2 salas, 2 wc e galpão, 150m de const. .............................................................. R$ 250 mil Próximo rodoviária 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, wc, gar., lavanderia .................................................. R$ 240 mil Próximo Solar 3 dorm, sala, coz, lavand, garagem, salão comercial com wc ................................................ R$ 240 mil Ap. Ribeirão 48m2 (parque dos lagos) 2 dorm ........................................................................................ R$ 165 mil Apartamento Ribeirão Preto, jardim Paulistano, 1 dormitório (reformado) .............................................. R$ 160 mil Dom Bosco 3 dorm, sendo 1 suíte, sala, copa, coz, área lazer, garagem, acab. 1ª ........................................... R$ 320 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, área serviço, garagem, edícula separada, ótimas p/aluguel .............................. R$ 100 mil

Centro com cerca de 1.200m2, todo murado (aceito casa na troca) ....................................................... R$ 450 mil Terreno de frente a praça Matriz 1375 m2, ao lado e fundo da caixa Federal ....................R$ 200 mil Jd. Bela Vista ................................................................................................................. R$ 13 mil + prestação Luiz Gonzaga aterrado 5x25 .............................................................................................................. R$ 45 mil Luiz Gonzaga de frente a escola de Química, murado, com portão, med. 10x25 ....................................... R$ 65 mil Itamaraty 2 comércio, de frente pra pista (entrada + parcelas) ........................................................... consute-nos 02 terrenos Canaã ............................................................................. Entrada + parcelas de R$ 470,00 cada um Terreno Ari Carneiro 200m2 ........................................................... entrada de 18 mil + parcelas de R$ 442,00 Terreno Luiz Gonzaga 4 terrenos rua Roberto Armbrust, .......................................................... R$ consulte-nos Terreno AV São Paulo esquina com 200m2 de frente ao centro cultural .............................................. R$ 190 mil

Terreno Ari Carneiro murado, 3 lados, com alicerce ................................ R$ 12 mil + prestações de 597,00 Dois terrenos juntos Nova Canaã med 250 metros cada, quitado .......................................... R$ 60 mil cada

Júlio Moretti 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, á. serv, gar. e ed. ....................... R$ 270 mil ac carro, ap. Rib., casa - valor Monte Alto esquina, 3 dorm, sendo 1 suite, 2 salas, copa, coz, lavand, garagem ampla .................................. R$ 290mil Casa próx. Estrela Azul 3 dorm, sendo 1 suite, sala ampla, coz, garagem, area serviço ................................ R$ 350 mil Luiz Gonzaga de frente escola de Química, 2 dorm, sala, coz, banheiro ...................................................... R$ 130 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz planejada, lavand, área churras, esq ............................... R$ 380 mil Jd Aquarius 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavanderia, garagem (próx rodoviária) .......................... R$ 200 mil Nova Roma 114 m2, 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, garagem e port. 153 m2 de terreno ......... R$ 160 mil Cohab 3 esquina, 3 dorm, 2 salas, copa, coz, área lazer, garagem + edícula ............................................... R$ 220 mil Filtro 3 dorm, sendo 1 suite e closet, sala, copa, coz, garagem, portão, ..................................................... R$ 220 mil Nosso Teto de frente a praça, 3 dorm, (troco por casa na cidade) ............................................................. R$ 160 mil Cohab 4 esquina, 2 dorm, sala, coz, garagem ............................................................................................ R$ 90 mil Edícula Ari Carneiro 02 dorm, sala, coz, wc, murado, portão eletr., ...45.000,00+parc. do terreno no valor de R$ 500,00 Casa Jardim do Sol (esquina) 02 dorm, sala, cozinha, murada..................................................................................R$ 180 mil 02 terrenos juntos Luiz Gonzaga - murado 3 lados , lado cima (10x25 cada)..............................................................210 mil Luiz Gonzaga 1 dorm, sala, coz, murada, portão, terreno 10x25 ............................................................... R$ 125 mil Jd. das Flores 2 dorm, sala, coz, wc, salão de jogos, garagem 4 carros, piscina ......................................... R$ 320 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, cozinha, wc social, area lazer, serviço, piscina, gar 2 carros R$ 420 mil Rua Prudente de Morais 3 dorm, sala, copa, coz, lavanderia e garagem ................................................... R$ 210 mil Centro seminova, de frente ao antigo correio, 2 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia, area churras ..... R$ 250 mil Nova Roma 2 dorm, sala, coz, area serviço, lazer ................................................................................... R$ 200 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, copa, coz, garagem, lavanderia ..................................................................... R$ 150 mil Avenida Fiuta 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavanderia ...................................................................... R$ 180 mil Morumbi velho 275 m2 de const. 2 terr. med. 663 m2, 3 dorm, sendo 1 suite, 2 salas, copa, coz, ed. fundo . R$ 590 mil Casa com sobrado e salão comercial Nosso Teto, esquina próxima ao Nota 10 ..................................... R$ 160 mil Nova Roma, esquina, 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, lavand, área churras, garagem, amplo terreno ......... R$ 250 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, varanda, área lazer, garagem, murada, portão basculante .......................... R$ 160 mil Nova Roma 3 dorm, sala, coz, wc social, garagem .................................................................................. R$ 170 mil Casa Primavera 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavand, gar. terreno 400m ................................... R$ 270 mil Nosso Teto precisa reforma ..................................................................................................................... R$ 55 mil Nova Roma, esquina 2 dorm, sala, coz, lavanderia, garagem, murada, quintal cimentado .......................... R$ 158 mil Jd. das Flores nova, na avenida, esquina, 2 dorm, sala, coz, wc social, para construir ............................... R$ 130 mil Rua Pestalozzi 2 dorm, sala, coz, wc, murada, para construir ................................................................... R$ 130 mil Cohab 4 2 dorm, sala, coz, lavanderia, murada, portão, forro e piso frio ................................... R$ 90 mil + prestações Filtro 3 dorm, sala, coz, lavanderia, despensa, garagem, forro de pvc ........................................................ R$ 110 mil

1 alqueire dentro da cidade, ót. locl para loteamento ................................................................... R$ 650 mil Área urbana 1.500m com casa e edícula sem acabar, curral, chiqueiro, fundo da Cohab 1 ......... R$ 180 mil Área de 1.000 m2 com toda infra estrutura ................................................................................... R$ 160 mil Área urbana Jd Elite com casa, 1047m2, ótimo para investimento, pode desmenbrar até 8 lotesR$ 260 mil Área Jd Primavera 2370 metros com asfalto, urbano, excelente localização ............................... R$ 250 mil Sítio 1 alqueire 2 casas, 2 represas e 2 poços, café, cana e pasto, 800 metros do asfalto. Ac. casa R$ 230 mil Sítio defronte a pista de São Simão a Santa Rosa, 1 alqueire, com casa simples, 8 forno pra carvão e 2 mil pés de eucalíptos com 2 anos .............................................................................................................. R$ 200 mil TEMOS VÁRIOS SÍTIOS E FAZENDAS À VENDA, CONSULTE-NOS

Temos terrenos no Jardim Itamaraty 2 - Consulte-nos

AVENIDA NOSSO TETO

SÍTIO 20 MIL M2

4 Salões comerciais e uma residência na esquina defronte ao Solar. R$ 125 mil (ac. carro, estudo parcelar)

Módulo rural a 300m do asfalto, escritura ok, estuda parcelamento. Consute-nos

CASA COHAB 3 PARABÉNS, 2 SANTA dormitórios,ROSA, sala, copa, cozinha, varanda, quartiPELOS 107 nho nos fundos. Toda ANOS murada. DE LUTAS R$ 115 mil E GLÓRIAS

CASA JD. DO SOL

TERRENO CANAÃ

Esquina com 3 dorm., sala, cozinha, lavanderia, wc social, garagem, murada, quintal cimentado. próx. escola. R$ 120 mil

Ótima localização, próxima ao Nova Roma, medindo 10x25, ou seja 250m2. R$ 60 mil quitado


PÁGINA 12

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

Câmara Municipal de Santa Rosa de Viterbo Ata da Vigésima Quarta Sessão Ordinária do ano de dois mil e dezessete, realizada aos vinte e um dias do mês de agosto. Ata da Vigésima Terceira Sessão Ordinária do ano de dois mil e dezessete, realizada aos catorze dias do mês de agosto. Deliberação: Aprovada por unanimidade. Indicação n. 228/17, de autoria dos Vereadores: Francisco Justino Mota Neto (Chicão do Depósito) e Luís dos Reis Augusto (Bode), que solicitam adicional especial aos motoristas lotados no Departamento Municipal de Educação. Indicação n. 229/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que solicita disponibilizar calendário municipal de eventos esportivos. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 230/17, de autoria do Vereador Fabrício da Silva Luiz (Fabrício da Capoeira), que solicita permitir atividade comercial no Conjunto Habitacional André Franco Montoro. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 231/17, de autoria do Vereador Renato França de Oliveira (Renato da Borracharia), que solicita disponibilizar atendimento odontológico na EMEF "Professor Maurílio de Oliveira". Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 232/17, de autoria do Vereador Francisco Justino Mota Neto (Chicão do Depósito), que solicita revitalizar e disponibilizar academia ao ar livre na área institucional localizada na Rua do Vereador José Luiz Feltrin. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 233/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que solicita barras de alongamento na ciclovia dos ipês. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 234/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que solicita instituir o "Projeto Pé na Faixa". Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 235/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que solicita instituir no município a semana de valorização da pessoa com deficiência. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Indicação n. 236/17, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), que solicita disponibilizar sinalização com redutor de velocidade nas principais ruas do Bairro Luiz Gonzaga. Deliberação: Encaminhada ao Executivo. Projeto de Lei Complementar n. 12/17, de 02 de agosto de 2017, de autoria do Executivo Municipal, que "Dispõe sobre a redução de jornada de trabalho dos empregos públicos que especifica, e dá outras providências". Deliberação: Aprovado por unanimidade em segunda e última votação. Requerimento n. 11/17, de dezoito de agosto de 2017, de autoria do Vereador Mário Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli), "Requer informações sobre veículos abandonados nas vias públicas". Deliberação: Aprovado por unanimidade.

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2401 EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2400 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretenexigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os dentes: pretendentes: // PAULO AUGUSTO RÔSE e LANA CRISTINA MELO FREITAS / // FLAVIO ALEXANDRO MENDES FERRI e ANDREZA FERNAN/. DA BELINI //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nasciEle, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos sete (07) de maio de um mil novecentos e oitenta e oito do aos trinta e um (31) de janeiro de um mil novecentos e oitenta (1988), profissão engenheiro químico, estado civil solteiro, domie sete (1987), profissão operador de pá mecânica, estado civil ciliado e residente à Rua Major João Garcia Duarte, 638, Jardim solteiro, domiciliado e residente à Rua Luiz Nogueira, 127, Nosso Boa Vista, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, Paulo, filho de ALFREDO RÔSE e de dona MARIA REGINA MASfilho de JOSÉ MARINO FERRI e de dona MARIA IGNEZ MENDES SARO RÔSE. FERRI. Ela, natural de Santa Vitória, Estado de Minas Gerais, nascida aos Ela, natural de Sete Lagoas, Estado de Minas Gerais, nascida aos vinte e um (21) de setembro de um mil novecentos e noventa e oito (08) de junho de um mil novecentos e oitenta e um (1981), quatro (1994), profissão do lar, estado civil solteira, domiciliada e profissão comerciante, estado civil divorciada, domiciliada e resiresidente à Rua Padre Francisco Breyner, 120, Centro, na cidade de dente à Avenida São Paulo, 1293, Vila Barros, na cidade de Santa Santa Vitória, Estado de Minas Gerais, filha de ORLANDINO ANRosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de FRANCISCO BELITÔNIO DE FREITAS e de dona ANA MARIA DE MELO FREITAS. NI e de dona MARIA C LAIR BARBOSA MEIRA. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi - Oficial.


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

IMPRENSA ANTIGA

Candidato único em Santa Rosa de Viterbo Em virtude de acordo entre as forças representativas do município, haverá apenas um candidato ao posto de prefeito de Santa Rosa de Viterbo, o sr. João de Souza Lage, dinâmico industrial nesse município. Para o posto de vice-prefeito haverá também um candidato, o sr. Vergínio Melloni.

Candidatos a vereador Pelo PSP – José Dilermando Ribeiro, Antônio Guimarães, Ovando Cintra, Francisco Pereira da Silva, Guilherme Buzzi, Daniel Aiala, Osvaldo Finoti, Osvaldo de Sousa, Tomaz E. Abreu, Antônio Ribeiro Tavares, Mauro R. Vilas Boas, Bernardo Ataídes Passos e Dirceu Ferreira. Pela UDN – Moacyr Cintra, Mário Morgon, Primo Cunalli, Teófilo Siqueira, Miguel Curi, Cássio A. Cunha, João Gentil, Antônio Maimone, Daniel Sordi, José Bonadia, Francisco F. dos Santos e Lazinho de Oliveira. Pelo PTB – Santo Stefanelli, Ângelo Mônici, José Massaro, Durval Lima Pedroso, José Teixeira da Silva, Luiz Nogueira, Antônio Fiurini, Atílio Francisco Possato, Francisco F. dos Reis, Cassiano Oliveira, Lauriston Dutra Cunha, Raimundo Rodrigues e Benedito Farinholi. (Jornal de Notícias, sábado, 13 de outubro de 1951)

DE OLHO NA CIDADE

Dedicação e devoção - “Seu” Gino mostra muito carinho como devoto e zelador da imagem de Santa Rosa, exposta na praça do Estrela Azul.

PÁGINA 13

Santa Rosa volta a ter desfile na 'Presidente Vargas' após 5 anos O desfile de aniversário da cidade retorna para a avenida 'Presidente Vargas' amanhã, após 5 anos. A última vez aconteceu foi em 2012, no derradeiro ano da Administração do Chiaperini. Cassinho até fez desfile, porém, na Avenida Professor José Dilermando Ribeiro (Aveni da do Bosqu e), nos anos de 2013 e 14. O event o deste ano teve sua programação divulgada na quarta-feira (30), em uma coletiva de imprensa com a presença das diretoras da educação Meire e da cultura Clélia Zanardo. Começará às 8h e tem pre-

visão de duração de 4h. A organi zação pede para o público chegar cedo, para não haver atrasos e as crianças ficarem muito tempo expostas ao sol. O palco foi montado na esqu ina da Rua João Bueno dos Reis com a Avenida Presidente Vargas, ao l ado da esco la Vergí ni o Meloni. Segundo a organização, a justificativa de escolha do local é pela mel ho r di spersão de quem desfilar, facilitando assim a segurança. Passado e futuro - A ideia do evento é trabalhar

com a temática do passado e futuro de Santa Rosa, com fantasias e três carros alegóricos que simbolizam a co loni zação, profi ssões, cul tura, progresso, ent re outros. Para tanto, são esperadas 1500 pessoas para desfilar. A Banda da Po lícia Militar abrirá o evento, seguidos da Famusa, Banda P ro f. Renat o Massaro , bandas e fanfarras da região, escolas locais, 'Cãominhada' com os voluntários da ABA, participantes de projetos espo rti vos e culturais, entidades sociais, e grupo s co mo o de

carros rebaixados, motociclistas, jipeiros e gaioleiros e cavaleiros e três blindados do exército. Gastos apenas com som e segurança - A assessoria de imprensa da prefeitu ra informou que os gastos serão apenas com segurança e som. A produção das roupas, acessórios e carros alegó ri co s, são matérias que as escolas já ti nham. Informou ainda que a Sabesp disponibilizará um caminhão com água potável, tanto para quem desfilar, quanto para os espectadores.

'Arvão' do bosque passa por exame de tomografia O Dr. Demóstenes Ferreira Silva Filho, da USP/ESALQ de Piracicaba realizou na tarde da última terça-feira (29), tomografias nos dois 'Arvão' na Avenida Professor José Dilermando Ribeiro (Avenida do Bosque). A tomografia mostra o tamanho e a posição de possíveis lesões nas árvores, analisa as raízes e a localização precisa dos defeitos. O método utiliza sensores que localiza as regiões fracas e as áreas com menores espessuras de paredes residuais das árvores. Tendo em mãos estas informações, Demóstenes irá emitir um laudo para cada 'Arvão' com a recomendação adequada do procedimento a ser seguido, desde poda, adubação até remoção ou substituição. Camila Fedel, chefe do setor de meio ambiente, e Thiago Ferreira, engenheiro de segurança da prefeitura, acompanharam de perto a avaliação, que apontará a real situação das árvores. O laudo completo será entregue na próxima semana. Camila relatou que a árvore, que fica na esquina, está visivelmente comprometida, e que em um primeiro momento, serão cortados aqueles galhos que apontarem riscos a segurança dos pedestres. A outra, aparentemente, estava mais saudável. Caso as árvores sejam mesmo condenadas, novas serão plantadas no local, porém, qualquer medida será tomada apenas após o laudo técnico.


PÁGINA 14

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 19


PÁGINA 20

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

DE OLHO NA CIDADE Campanha contra a raiva vacinou 5 mil animais A campanha de vacinação contra a raiva animal 2017 vacinou 5.334, sendo 4.305 cachorros e 1.029 gatos. O prazo para a aplicação das doses, deveria ter se encerrado no dia 16 de agosto, mas por conta de alguns imprevistos com a zona rural, chegou ao final apenas no último sábado (26). A veterinária Ana Rita Fonseca revelou que não houve problemas durante todos esses meses, e que bateram a meta que era de comtemplar 5 mil animais. A vacinação teve inicio em 21 de junho passando por todos os bairros da cidade, de segunda a sexta, sempre em pontos chaves para facilitar e agilizar a vacinação. Os donos dos pets que não conseguiram a dose, ainda pode se dirigir ao posto fixo de vacinação, que funciona durante o ano todo, localizado na Associação Bicho Amigo (Avenida Alexandre de Angelis, 109), segunda a sábado, das 8h às 11h.

PÁGINA 21

Centenas acompanharam o 2º 'Auto da Padroeira' "A Festa da Padroeira começo u, e começou em grande estilo, cheia de gente boa, trazendo a memória viva aos olhos e coração", finalizou assim a 2ª 'Encenação do Auto da Padroeira', realizada no último sábado (26), na Praça Dr. Guido Maestrello, em frente à Igreja Matriz, por volta das 21h. Um elenco recheado com 130 pessoas, sendo atores e equipe de apoio, apresentou a histó ria de Santa Rosa de Viterbo para mais de dois mil espectadores. A peça contou com três passagens de tempo. A primeira foi ambientada nos séc XX, retratando como um engano deu o nome a cidade. Um mascate vendeu uma imagem de Santa Rosa de Viterbo para pessoas daquela época, que na verdade procuravam Nossa Senhora Aparecida, porém, a imagem não foi devolvida e a santa acabou

virando a padroeira desta ci dade. Na sequência, o espetáculo foi para o século XIII recontar a vida da santa, o difícil relacionamento com o pai, os milagres de transformar pão e rosa e do corpo que não de decompôs mesmo após a morte dela. E por fim, os personagens voltaram para os tempos modernos, contando algumas curiosidades

do município, como o fato de já ter tido outros nomes (Ibiquara e Icaturama), e terminou com a imagem da padroeira sendo levada para dentro da igreja. Após a apresentação, uma silhueta de luz de Santa Rosa fo i projet ada na igreja, enquanto uma chuva de fo go s il u mi no u o céu e o hino da cidade foi to cado.

F estividades - Começou ontem o tríduo em ho menagem à sant a, que acontecerá hoje e amanhã, na Igreja Mat ri z. E st á acontecendo também uma quermesse no Salão Capela. Amanhã a i magem da padroeira fará o translato sai ndo da P raça "Co nde Francisco Matarazzo" (Estrela Azul) até voltar para a Matriz.


PÁGINA 22

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 27


PÁGINA 28

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

ARTIGO Guerreira Guerreira desde outrora, perdura o coração de mãe até os tempos novos. Tal o artista cuja obra fala por si, dispensa vanglórias. Basta conhecê-la para, em um átimo de segundo, perceber que Santa Rosa é uma cidade de alma generosa. Sua localização faz com que ela seja estranhamente acolhedora. Abriga seus 26 mil habitantes nesta abençoada margem do Rio Pardo, não muito distante da importante Ribeirão Preto. Existe aqui vida pulsando ao eco de trabalho. Longe de remoer desatinos do passado como o duro declínio de Amália: perdas de divisas, empregos e renda, desastrosas à época. Abraça o passado sem nele se perder. Mais que uma sobrevivente. Vive! Apáticas e frustrantes, umas mais, outras menos, tacanhas gestões públicas parecem não diminuir o amor de nosso povo à sua terra querida. Revolta e indignação talvez; em vista a tudo que se perde, ao que se poderia fazer por ela e frente aos atrasos irreparáveis. Porém a vida segue. Para este que escreve, viver em Santa Rosa é razão de felicidade. Dividir espaços com pessoas que, apesar de tudo, sonham com o melhor, acreditam e lutam, fazendo o social acontecer... Gente que tem fé e nunca desiste, cujo otimismo acolhe os que chegam, marca e encanta os que por aqui passam. É bom apreciar a visão que dela temos, com a sensação de quem visita um velho amigo que não se vê com frequência. Quem conhece sabe: é uma cidade mais que vencedora. Nossa sede, nossa força. Os pássaros cantam mais alto quando ficamos velhos. Obrigado Santa Rosa! Parabéns pelos seus 107 anos. José Tadeu Chiaperini

PÁGINA 29

Hasteamento das bandeiras abre eventos cívicos do aniversário da cidade Aconteceu ontem (1) o hasteamento das bandeiras, o primei ro evento cívico em comemoração aos 107 anos de Santa Rosa, na Praça das Bandeiras, em frente à Estação da Cultura às 9h. O evento se iniciou com a Banda Prof. Renato Massaro, que intercalava músicas com a Banda Sinfônica. Na sequência, a banda do Tiro de Guerra de Santa Rita do Passa Quatro marchou e se apresent ou para o público, formado por sua maioria de crianças, das escolas de Santa Rosa. As três bandeiras, do Brasil, São Paulo e Santa Rosa foram hasteadas pelo Prefeito Nando, Vice Renatinho e presidente da câmara Chicão do Depósito, nesta ordem, durante o hino nacional. Nas réplicas da estação enfermeiras estavam aferindo a pressão e tinha a exposição de desenhos dos alunos da rede pública de ensino. Para finalizar o evento, aconteceu uma apresentação do Canil da Polícia Militar em frente ao Centro Cultural.

Banda Sinfônica toca hoje na Praça da Matriz

A Banda Sinfônica de Santa Rosa de Viterbo sob a regência do maestro Maurílio de Oliveira Júnior toca neste sábado, dia 02 de setembro, às 18:00 horas no Largo da Praça da Matriz de Santa Rosa de Viterbo. A apresentação da banda, integra as festividades do 107º aniversário do muni cípio. No repertório destacamos as músicas "Crush" de Robert W. Smith, "Celebrations and Dance" de James Swearingen, duas seleções com canções populares das bandas inglesas "The Beatles" e Coldplay. O concerto é uma realização é da Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Santa Rosa de Viterbo.


PÁGINA 30

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 33


PÁGINA 34

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 35


PÁGINA 36

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 37

Santa Rosa FC tem semana movimentada O “Leão da Comarca” começa amanhã uma semana movimentada e com muito futebol. Neste domingo, 03, às 15h00 a equipe recebe Santa Cruz das Palmeiras, em amistoso preparatório para o estadual que começa dia 10 de setembro. Já no dia 07 de setembro, feriado, às 8h30 os vet eranos do Santa Rosa recebem os veterano s do Comercial_RP, recheado de craques. Após os veteranos acontece a final do municipal de futebol de campo. E no dia 10 de setembro, 15h, a grande estreia da equipe no maior campeonato de futebol amador do país, contra o Vasco de São José do Rio Pardo. Compareça e prestigie o esporte local. Refo rma - A no va Diretoria do Santa Rosa começou uma pequena reforma no bar do campo. Para o jogo do dia 07 já estará terminada. Taça Record de futsal - Santa Rosa irá enfren-

Era uma vez João Garcia A jornalista Rosana Zaidan – jornal A Cidade, de Ribeirão P reto – assina matéria publicada pelo site ‘Observatório da Imprensa’, no último dia 31, que fala sobre seu colega, o santa-rosense João Garcia Duarte Neto (1947 – 2012). A seguir, um trecho da reportagem Era agosto de 1974 quando vi João Garcia pela primeira vez na redação do Diário, em Ribeirão Preto. Moço magro, moreno, misterioso, de andar característico, com um certo gingado que lhe dava ares de quem estava sempre com pressa. Pressa para a reportagem, ou, para pegar o ônibus de volta para Santa Rosa de Viterbo. Mais tarde, brincando na redação, ele usava essa flexibilidade para trançar as pernas, imitando Elvis Presley. Era um

O jornalista santa-rosense faleceu há 5 anos imitador nato. E com um ouvido fantástico. Conversou com Tom Jobim por telefo ne, algu mas vezes, negociando com ele a trilha sonora do Canto da Piracema(1990 ). Tom não fez, mas passou o trabalho para o filho Paulo Jobim. Pois bem, as conversas com Tom, nessa época, rende-

ram divertidas simulações com o timbre exato do maestro. Era delicioso de ouvir. João também gostava de soltar, do nada, frases curtas, jargões que viravam senhas ent re nós: “Jack, não se mova! Há perigo no desfiladeiro!” Ou, proféticas palavras: “o mocinho morre no fim!”.

Recordes da pequena Santa Rosa de Viterbo tar a fortíssima equipe de Ipuã na Copa Record de Futsal Masculino, na próxima terça-feira (9), na cidade de Brodowski. O jogo será válido pela segunda fase da competição, a Série Pra-

ta, com as equipes que ficaram do 9º até o 46º lugar no ranking geral, quem perder dá adeus a competição. Ipuã é uma equipe com muita tradição no futsal, atual vicecampeã da Taça EPTV.

Mas, em 1974, João ainda falava pouco na redação do Diário, na rua Américo Brasiliense. Ouvia e observava. E fazia reportagens com esse novo DNA que trazia. Simplicidade, inteligência. Um olhar novo, sempre questionador. O Brasil, sob governo militar, dava de presente enviesado a Ribeirão Preto dois gênios “exilados”, depois de perseguidos em São Paulo por ideias políticas. Foram resgatados por um homem de alma grande, o

empresário João Dib, depois do sim do então controlador do Diário, Marcelino Romano Machado. O resultado é que eles trouxeram uma escola fantástica de jornalismo. Somos todos filhos deles. Um desses gurus era o editor Sérgio de Souza, que havia formatado a melhor época do texto da revista Realidade, da Editora Abril. Uma lenda. Um jequitibá. Outro, o repórter José Hamilton Ribeiro, primo de João e também nascido em Santa

Rosa de Viterbo, fato que confere à cidade a estatística de maior número de grandes jornalistas per capita. Curiosamente, tanto João quanto Zé Hamilton se notabilizaram por matérias no Vietnã, outro recorde da pequena Santa Rosa. Hamilton, em tempos de guerra, o que lhe custou uma perna e reconhecimento internacional. João, em tempos de paz, o que lhe rendeu um especial no Globo Repórter, via EPTV, sobre o mundo do café.


PÁGINA 38

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 39


PÁGINA 40

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 41


PÁGINA 42

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 43

MISTÉRIO DESVENDADO

Ibiquara foi invenção dos deputados estaduais Romeu Antunes Um projeto da Câmara dos Deputados de São Paulo, aprovado em 19 05, mudou nomes de município s e Distrito s de P az de todo Estado, sob a justificativa de enc urtá-los e fa cilita r a ação do Serviço Público. Sa nta Ro sa de Viterbo (a inda Distrito de P a z) virou Ibiqua ra, equiv alente tupi de ‘te rra ondula da’, ma s ta mbé m

‘lugar de buraco’, ‘cemitério’. Só em 1920 o projeto foi rejeitado e enviado para arquivo. Em forma de folhetim, ‘Triste Fim de Policarpo Quaresma’, de Lima Barreto, foi publicado pela primeira vez em 1911, ano em que Santa Rosa foi criado com o nome Ibiquara. O protagonista da história defendia que a língua oficial brasileira fosse o tupi, uma das diversas extrava-

gâncias que lhe abriram as portas do hospício. O município – criado em 21 de dezembro de 1910 – se antecipou ao anseio de Quaresma: nasceu co m u m nome que nenhum habitant e queria. O pro fesso r José Dilermando Ribeiro especulou: “Esse vocábulo tupi é por muitos considerado sinônimo de cemit ério . (...) Acredi to qu e tenha havido um lapso na grafia do nome ‘Ibiquara’, quando deveria ser ‘Ibica-

ba’ (Ibi= terra; caba= lugar). Para nós, filhos desta terra, é ela, em verdade, o lugar dos lugares, o lugar por excelência”. (Folha de Santa Rosa – 13 de julho de 1958). Depoiment o de João (‘Gaspar’) E vangel ista Vi ll as Boas (18 8 8 – 1 98 4 ), dado a José Hamilton Ribeiro, em 1983, revela que Maneco da Silveira teve que fugir da cidade para evitar ser agredido, por ter “tirado o nome de Santa Rosa”.

Papel timbrado da Prefeitura, em 1911

Esforço pela independência começou em 1905 Maneco era Manoel José da Silveira, primeiro presidente da Câmara, um sergipano que chegou por aqui no final do século XIX e montou farmácia. Afora o testemunho de João Gaspar, não se conhece outro indício a acusá-lo desse “crime”. Uma estação do ramal ferroviário ‘Dumont’, que ligou Santa Rosa à linha Mogiana, ganhou nome Tupi. Ele passava pelo povoado da ‘Rocinha’ que virou ‘Nhumirim’ (Nhu = roça, mirim = pequena) depois que a Mogiana comprou a via férrea para transformá-la no ‘Ramal de Cajuru’. A estação do atual bairro foi inaugurada em 10 de julho de 1910. A primeira investida da população, do então distrito, para ser “município de Santa Rosa de Viterbo”, foi feita através ofício – via diretório do Partido Republicano Paulista – datado de 04 de maio de 1900. A Câmara dos Deputados solicitou, em 11 de agosto de 1900, “informação da Câmara (de São Simão) a respeito dos limites que convier estabelecer, e informações que provem a existência de edifícios próprios para cadeia e casa da câmara no lugar indicado para sede do município”. Mas em 20 de julho de 1905 o projeto foi arquivado, “visto aquela localidade não ter as condições exigidas para ser município”.

Barretos perdeu “Espírito Santo”, e Santa Rita virou “Cabrália” Naquele mesmo ano, em 14 de setembro, foi aprovado o Projeto nº 30, da Assembleia Legislativa, que impôs, goela abaixo, novos nomes a diversos municípios e Distritos de Paz do Estado, compostos por uma única palavra, para “simplificar a pronúncia e facilitar o trabalho do Serviço Público”. Por exemplo, Conceição de Itanhaém, virou Itanhaém, Espírito Santo de Barretos, Barretos, Santa Cruz das Palmeiras, Palmeiras, Santa Rita do Passa Quatro, Cabrália, entre outros, e o distrito de Santa Rosa de Viterbo, no município de São Simão, virou Ibiquara. Cada troca teve sua justificativa. No caso de Santa Rosa foi a seguinte: “Tanto o nome atual como o proposto são de pura fantasia. Viterbo é nome estrangeiro, sem justificação, e também sem justificação será Ibiquara, “terra ondulada”, que tem, ao menos, o mérito de ser expressão tupi e, igualmente, fácil de pronúncia”.

Maneco da Silveira acusado sem provas

Em 1920, o ‘dito’ ficou pelo ‘não dito’ Em 12 de dezembro de 1910, apenas 9 dias antes do decreto que criou o município, uma emenda fez a correção: “Em vez de “Santa Rosa”, diga-se “Ibiquara”. Por certo, um cioso funcionário da Assembleia descobriu o Projeto nº 30 que sepultara Santa Rosa de Viterbo havia 5 anos. A sequência da história é conhecida: em 01 de agosto de 1912, motivado por abaixo assinado popular, Ibiquara virou Santa Rosa, que virou Icaturama, em 1º de janeiro de 1945, que tornou-se Santa Rosa de Viterbo em 1º de janeiro de 1949. Em 1920 “a Comissão de Justiça, Constituição de Poderes, revendo os seus papéis encontrou, entre eles, o Projeto nº 30, de 1905, que muda a denominação de diversos municípios e distritos de paz do Estado. O referido projeto deve ser dado para a ordem do dia e rejeitado pela Câmara (atual Assembleia Legislativa), pois sua parte aproveitável já foi convertida em lei”.


PÁGINA 44

CONSEG tem nova diretoria Tomou posse no Centro Cultural a nova diretoria do CONSEG- Conselho Comunitário de Segurança. A diretoria foi eleita no início do mês de agosto e foi empossada no dia 29, terça-feira. O novo presidente se chama Luiz da Paz. Uma das finalidades do CONSEG é propor às autoridades policiais a definição de prioridades na segurança pública.

União das Associações de Moradores Uma comissão de moradores do bairro André Franco Montoro, até recentemente, estava juntando documentos com vistas a criar a Associação de Bairro do local, porém desistiram da iniciativa. Segundo informações, o grupo optou por se unir a Associação LUA/JP, do Nosso Teto. Sueli Corato, presidente da Associação Lua /JP, disse que o motivo da decisão foi a proximidade dos bairros. "A dependência do André Franco Montoro em relação ao Teto é muito grande. Por exemplo, como irão reivindicar uma UBS se já sabemos que não será construída? E há benfeitorias que o Teto dispõe que eles poderão aproveitar", conclui ela. Outro ponto que Sueli avalia é a força extra para reivindicarem juntas. Os documentos estão sendo redigidos para consolidar a união.

Orações e coração de motos Com as orações do Pai Nosso e Ave Maria, familiares e amigos de Juarez Junior de Melo Guimarães, falecido num acidente com motocicleta, renderam-lhe homenagens em frente ao posto "Estrela Azul", local onde ocorreu a tragédia no dia 20 de agosto. De mãos dadas, abraçaram simbolicamente o local. Logo após, seguiram para o campo de aviação da Fazenda Amália. Lá posicionaram várias motos na forma de um coração, como tributo ao saudoso jovem que gostava de andar sobre duas rodas.

FALA NOSSO TETO

Serginho Gomes

Água continua parada por falta de canaleta A prefeitura ainda não deu atenção ao problema da água parada na rua José Antônio de Oliveira, esquina com a avenida Joaquina Custódia Ribeiro. Segundo os moradores reclamam, há tempos a água causa mau cheiro e é fonte de bebida para animais domésticos, além de provável criadouro do mosquito da Dengue. - Se fizerem uma canaleta a água escorre e pronto, concluem eles.

Limpando a casa para a festa Na manhã do último sábado (26), uma equipe da prefeitura limpou, aparou grama e pintou o canteiro central da rodovia Conde Francisco Matarazzo Junior, na altura da rotatória Edison Alves de Castro- rotatória do Cristo. Um dos objetivos da "faxina" é o aniversário da cidade que ocorrerá no próximo dia 4 de setembro. "A casa tem que estar limpa e arrumada", ressaltou um dos trabalhadores.

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

GRAMÁTICA NA MEDIDA Devemos falar e escrever "para eu fazer", "para eu comprar" e "para eu ir", e não usar o "mim" ("mim fazer"). Hoje, sou contra aquela piada de "mim ser índio", pois na universidade aprendi que indígenas têm a mesma dificuldade em aprender Português como qualquer outra pessoa teria em aprender outra língua - e podemos ter dificuldades semelhantes com inglês, japonês etc. Então, vamos procurar falar de forma adequada simplesmente por isso: é a nossa língua, o Português. Nossa identidade e o que identifica nosso povo. Fique de olho e diga não ao preconceito! Aline Vilela é professora das redes pública e privada de ensino e corretora de vestibulares. #gramáticanamedida


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

PÁGINA 45


PÁGINA 46

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017


O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

PÁGINA 47


PÁGINA 48

O JORN ALZÃO - E D . 1.115 - 02/09/2017

O Jornalzão, edição 1.115  
O Jornalzão, edição 1.115  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement