Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 04/03/2017 - Ano 23 - N.º 1.089 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

R$ 3,00

Santa Rosa botou o bloco na rua Foto de Maria Augusta Mussolim Lagoeiro

Foto de Marcelo Zílio

Foto Pretel

Milhares de pessoas participaram do Carnaval de Santa Rosa, que este ano teve opções para todos os gostos. Bloquirim foi a sensação, o de rua foi “na paz”, depois de três anos ausente. O Primavera teve lucro e a marchinha reinou no salão Capela. O Jornalzão foi às ruas ouvir o povo, que aprovou a festa de Momo. Confira tudo nesta edição, com páginas especiais e muitas fotos.

Ninguém achou o Tesouro de Momo

Excesso de buracos incomoda motoristas

Prefeitura oferece 5,47% de reajuste a servidores Este percentual, oferecido a toda categoria, é para equiparar os menores salários da prefeitura, deixando-os no patamar do salário mínimo. O Sindicato vai se reunir para ver se aceita esta contraproposta do município. Ano passado o sindicato recusou 2,5% de reajuste mais 30 reais a mais no vale o que daria cerca de 1 milhão de reais anuais a mais no bolso do servidor municipal.

Romeu Antunes desenterra o baú

A 37ª Caça ao Tesouro de Momo terminou sem vencedor neste carnaval. Ninguém encontrou a peça de madeira que estava enterrada na praça Mário Oruz, mesmo local de 2008 quando também não foi encontrada. Nas páginas 16 e 17 o enigma está decifrado.


PÁGINA 2

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 3

Coletivo Biquirim calcula 4 mil presentes ao 'carnaval maravilhoso' "Um evento maravilhoso", foi o que disse um membro do Coletivo Biquirim falando sobre o carnaval da última segunda feira em Nhumirim. Mas Raquel Mussolim Fonseca postou na rede social facebook uma frase ainda mais alentada quando se referiu ao 3º Bloquirim, sábado de carnaval, na praça Santo Antônio: "Até tentei, mas não pude prever o quanto esse carnaval seria sensacional". Apesar disso, o CB quase cancelou a festa de Nhumirim, e Raquel - porta voz do grupo - explica. - A gente teve um contratempo com um ambulante (na Sto. Antônio), e ficamos receosos de acontecer algum estranhamento em Nhumirim. Mas conversamos muito e vimos que nossa preocupação, apesar de válida, não era motivo pra cancelar o evento. Eu não conheço o cara; fomos alertá-lo de que não poderia vender bebida, porque ele não tinha licença pra isso, e ele foi desrespeitoso com a gente. Admitindo não ter meios exatos de quantificar o número de pessoas presentes, o CB calcula "que tinha cerca de 2 mil em cada dia".

E diz que eventos geraram 'pequeno lucro' Na avaliação do grupo, o de sábado foi o Bloquirim mais concorrido dos três realizados, e a preocupação com o de Nhumirim deveu-se ao espaço limitado. E lá a muvuca também foi surpreendente, mais gente do que o esperado. - Tivemos que interditar a estrada de terra, de acesso ao bairro, por mais ou menos uma hora, porque havia muita gente na rua, muita criança. Ficamos preocupados com a segurança por conta da circulação de carros e motos. A pedido do Coletivo, a PM enviou duas viaturas para o local. - Nós sempre pedimos apoio da PM, em todas as ações que fazemos, e em Nhumirim ela esteve presente por mais tempo, já que lá teria mais público num espaço menor - salientou Raquel. O grupo ainda não fechou as contas, mas admite 'pequeno lucro'. E diz que ainda não pensou sobre as realizações futuras: "Ramal Cultural", em setembro próximo, e 'Bloquirim 2018'. A 'Charanga da Estação', que privilegiou antigas marchinhas, tocou nos dois eventos do CB.

Povo tomou conta da Sto. Antônio (Foto Marcelo Zílio)

Em Nhumirim, foliões subiram o palco para cantar com a 'Charanga' (Foto Marcelo Zílio)


PÁGINA 4

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

DE OLHO NA CIDADE

Fibra ótica - A SkyMax, empresa local de internet via rádio está ampliando e instalando fibra ótica para distribuir se sinal. Esta semana eles estavam no Centro da cidade. Segundo informações, em 30 dias o sistema estará todo funcionando através de fibra ótica, dando mais qualidade ao serviço prestado.

Eita avenida difícil - O canteiro da Joaquina está todo dia sujo. Moradores insistem em jogar ali seus lixos de construção, de quintal e orgânico. Lamentável.

Será que vamos ver um jogo aqui? - O campo de futebol do Nosso Teto é o retrato do abandono e do descaso com a coisa pública.

PÁGINA 5

Na rua, 1500 dançam por dia Dias de muita alegria, diversão, paz e principalmente, segurança. Essa foi a marca do Carnaval de Rua em Santa Rosa. Reali zado após três anos de paralisação, a festa organizada pela Fundação Cultural com apoio da Prefeitura e Câmara Municipal teve um clima de muita alegria e diversão. Milhares de foliões passaram pelo recinto montado no Espaço Mogiana, entre a Estação da Cultura e o Centro Cultural. A animação ficou por conta do Trio Elétrico Pretel com DJ Pretelzinho e dos apresentadores Evandro Jr, Genésio Serrani e Anderson. Dezenas de homens fizeram a segurança do local que também dispunha de 16 câmeras de alta qualidade monitorando todo o espaço, o ferecendo assim mais tranquilidade aos foliões. A estrutura ainda comportava banheiros e praça de alimentação. Segundo a P olícia Militar, o Carnaval de Santa Rosa foi o mais seguro da região com índice baixíssimo de ocorrência. A participação de várias famílias e de muitas crianças e adolescentes trouxeram ao evento um clima leve, de diversão e muita paz. Cerca de 1.500 pessoas por dia compareceram ao evento, que terá balanço divulgado na semana que vem. No encerramento, o prefeito Nando Gasperini garanti u qu e em 201 8 o evento será muito melhor. Primavera contabiliza lucro - O Primavera Country Club também fez um excelente Carnaval de salão, com ótimo público. Animado pela banda Lança Xote, o público, em sua maioria de jovens, ficou satisfeito. Já no salão Capela, as marchinhas tomaram conta do carnaval e fizeram a festa do pessoal mais velho.

DJ Pretelzinho animou os foliões nos três dias de evento

Na terça teve “mangueirão” para refrescar os foliões

No Primavera a animação ficou por conta da banda Lança Xote


PÁGINA 6

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

EDITORIAL

MENSAGEM CRISTÃ

CRÔNICA E CONTEXTO

Carnaval nota 10 - Carnaval de rua com 1500 pessoas em média por dia. Dois eventos do Biquirim perfeitamente organizados e superlotados. O Primavera sorri com os lucros do carnaval "Lança Xote", e os bailes à moda antiga na 'Capela' animaram todas as idades. Repúblicas dentro do espírito de Momo. Tesouro realizado, apesar de ninguém ter achado. Para quem gosta da folia, teve para todos os gostos. O Carnaval em Santa Rosa foi nota 10.

João Murari

João de Bem

O vaso rachado e o vaso perfeito

Denominador comum, sem chance!

O vaso rachado e o vaso perfeito. Um carregador de água na Índia tinha dois grandes vasos que colocava nos extremos de um pau que ele levava acima dos ombros. Um dos vasos tinha uma rachadura, enquanto que o outro era perfeito e entregava a água completa ao final do largo caminho a pé, desde o riacho, até a casa de seu patrão. Quando chegava, o vaso rachado só continha a metade da água. Por dois anos completos, isto foi assim diariamente. Desde logo, o vaso perfeito estava muito orgulhoso de seus resultados. Era perfeito para os fins para o qual fora criado. Porém, o pobre vaso rachado estava muito envergonhado de sua própria imperfeição e se sentia miserável porque só podia conseguir a metade do que se supunha devia fazer. Depois de dois anos, falou ao aguador, dizendo-lhe: "Estou envergonhado de mim mesmo e quero me desculpar contigo"… "por quê?" Lhe perguntou o aguador. "Porque devido às minhas rachaduras, só podes entregar a metade de minha carga. Devido às minhas rachaduras, só obténs a metade do valor do que deverias". O aguador ficou muito enternecido pelo vaso e com grande compaixão lhe disse: "quando regressarmos à casa do patrão, quero que notes as belíssimas flores que crescem ao largo do caminho". Assim o fez e, com efeito, viu muitíssimas flores ao longo de todo caminho, porém de todo modo se sentiu muito triste porque ao final só levava a metade de sua carga. O aguador lhe disse: "Deste conta de que as flores só crescem no lado do teu caminho? Sempre tenho sabido de tuas rachaduras e quis obter vantagem delas, semeei sementes de flores ao longo de todo o caminho por onde tu vais e todos os dias tu as têm regado. Por dois anos eu tenho podido recolher estas flores para decorar o altar de meu Mestre. Se não fosse exatamente como és, Ele não teria tido essa beleza sobre a sua mesa". E você ? Também tem achado que já não tem valor algum e nenhuma serventia? Deus tem usado das coisas loucas e fracas para confundir as sábias e fortes. (1 Co. 1.27-29).

A vida do brasileiro comum continua descendo ladeira abaixo enquanto a dos políticos profissionais se eleva exponencialmente à órbita dos bilhões de reais. Quem acredita que essa desigualdade na equação possa ter um denominador comum em termos de justiça social, com melhor relação trabalho/renda, pode se dirigir a qualquer manicômio que será imediatamente internado. A turma de Temer cada vez aumenta mais em número de clone Barrabás e em grau de crueldades. Raposas com pelos grisalhos se ajuntam em matilhas expondo dentes amarelados na edição de projetos nocivos aos súditos do Reino das Bananas. Ninguém mais está se manifestando. Não há mais indignação em verde-amarelo. Os grilhões fabricados no Congresso Nacional, por deputados e senadores em formato de leis gerais, como a reforma da previdência em pauta e o limite de gastos por vinte anos, já aprovado, engessam o crescimento e empobrecem a população por reduzirem quase a zero o livre movimento da economia de mercado, sugando recursos do meio circulante para os cofres do sistema financeiro, via cobrança de impostos, para pagamento da impagável dívida pública. O povão está praticamente escravizado pelos algozes de Brasília. Os assalariados pagam impostos diretos, ou melhor, são extorquidos na folha de pagamento. Indiretamente em tudo que compram, em média, são assaltados em quase 40%. Se são mutuários do sistema habitacional pagam eternamente o que compraram, isto quando conseguem pagar. Se ficam sem pagar o banco toma. Quem é dono de quê nessa terra? Tudo é do governo ou dos bancos. Então, concluímos que somos um contingente de escravos a serviço de facínoras que tomaram o poder. Os escravos na época do Brasil Colônia tinham comida, casa e saúde. Hoje em "liberdade" estamos escravos de um sistema perverso, predador e desumano com poder constitucional de confisco de bens, que põe na marginalidade milhões de brasileiros todos os dias, alijandoos de saúde, trabalho, educação, comida, esperança, segurança - em suma, de tudo que a Constituição, em tese, garante! São mais de 12 milhões desempregados e um número incontável de marginalizados fora da estatística. Enquanto isso os senhores feudais se divertem em Brasília com o suor daqueles empresários e trabalhadores que lutam desesperadamente para sair do corredor da morte, condenados que foram, por governantes incompetentes, insensíveis e desonestos, a morrerem esvaídos de recursos, sangrados que foram pelo e governo e o sistema financeiro!

Custo - O carnaval de rua praticamente não teve custo ao município. Barracas e patrocínios garantiram custo quase zero. É claro que teve uma hora extra aqui, outra ali, um combustível e outras despesas miúdas, mas nada exorbitante que pudesse atrapalhar outros setores. Prova de que, quando se quer, se faz. Respeito - Nesta época, tem quem gosta da folia, tem quem gosta de se retirar, tem quem gosta de descansar, viajar, caçar tesouro, rezar, enfim, uns se "acabam", outros não. Mas o que todos devem ter É RESPEITO pela opção do próximo. A cada dia, IDIOTAS ganham mais espaço, destilando veneno, contra tudo e todos. Sem argumentos, o que resta a estes seres, é ODIAR. "Faça amor, não faça a guerra", idiota. Escorpião - Em uma matéria do G1, o diretor de saúde do município deu uma escorregada, disse que falou com a Sucen, mas não falou. Ficou ruim para o Diretor, pois a matéria o desmentiu. Escorregou, cachimbo caiu". Ainda bem que no chão não tinha escorpião. Buracos - A cidade está se acabando em buracos de rua e não vemos a prefeitura se mexer. Buracos enormes que, com as chuvas, se tornam arapucas para motoristas e principalmente motociclistas. Esta semana morreu um motociclista em Ribeirão, depois de cair de sua moto por causa de buraco. A prefeitura, com os cofres cheios por causa do IPVA, deveria fazer valer o imposto e usar para conservação das ruas. Uma operação tapa buracos minimizaria e muito a situação. Mãos à obra.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO CNPJ 24.933.354/0001-57 Redação: rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone/fax: (16) 3954 3289 Usuário Papel Imune: UP-08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Daniel Pereira Tiragem: 2.000 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal R$ 3,00 por exemplar - E-mail:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. Reprodução de conteúdo somente com prévia autorização. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

IPTU 2017:

Aposentados e Pensionistas têm descontos especiais

De acordo com a Lei Complementar n° 281/16, de 19 de dezembro de 2016, terão direito ao desconto os aposentados e pensionistas proprietários de um único imóvel e que tenham rendimento mensal de até dois salários mínimos nacionais, ou seja, valor máximo de R$ 1.874,00. No pagamento em parcela única, o desconto é de 65% (sessenta e cinco por cento) e no pagamento parcelado, o desconto é de 40% (quarenta por cento) fixando o mínimo de R$ 25,00 (vinte e cinco reais) para cada parcela. O desconto será concedido mediante requerimento do interessado, em modelo fornecido pelo Setor de Tributação da Prefeitura, no prazo de 10 (dez) dias antes do vencimento da parcela única ou da primeira parcela. O período para requerer o desconto se encerra na próxima sexta-feira, dia 10. Informações pelo telefone 3954-8822 ou pessoalmente no setor de Tributação da Prefeitura.

CRÔNICA DA SEMANA Daniel Almada

Pêndulo iluminado de mundo Nasci desentendido de mim, torto na revolta com uma leve queda à esquerda, como aquele anjo de Drummond. Mas logo enxerguei que o mundo estava além, fora do alcance das mãos. Restavam os sonhos, os desejos, flores, os animais, algumas almas gêmeas e as cores, todas as cores que se multiplicavam à medida que os olhos abriam e a consciência se expandia, explodia no casulo da vida. Meio século depois das descobertas essenciais dadas ao acaso, continuo na mesma pegada do gostar: cachorros, araras, grilos, búfalos, continuo dialogando com as almas gêmeas e irmanado aos sonhos e desejos, completo, resolvido amante do arco-íris. As conquistas, todas e poucas, continuam ali, sagradas, à beira dos sentimentos que são, sempre, espelhadas nas águas de rios e mares verdes, azuis, da cor que queira meu coração, pêndulo iluminado de mundo.

PÁGINA 11

FGTS pode ser sacado nas lotéricas Se você t em menos de 3 mil reais para sacar de sua conta inativa do FGTS, pode fazer direto em uma casa lotéri ca. Segundo Eduardo Moimáz, da Lotérica Boa Sorte, o cidadão pode sacar na lotérica de quantas contas ele tiver, desde que o valor não ultrapasse os 3 mil reais. "Se o valor for maior, ele deve procurar a agência da Caixa", disse. Moimaz explica ainda que o saque na loteria só vale para quem tem o cartão cidadão. "Sem o cartão ele só pode sacar na Caixa, independente do valor", disse. Ele explica ainda que cada emprego que o trabalhador teve, gera uma conta. "Tem gente que pode sacar de cinco ou seis contas", explicou. É grana - Cerca de 30,2 milhões de trabalhadores poderão sacar o dinheiro de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. São R$ 43,6 bilhões em cerca de 49,6 milhões de contas inativas, segundo o governo, mas uma pessoa pode ter mais de uma conta inativa em seu nome. O pagamento será feito de 10 de março a 31 de julho, seguindo um calendário de saques (publicado ao lado). Quem pode sacar Pode sacar o dinheiro de conta inativa o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

Não pode sacar quem não tem dinheiro em contas inativas do FGTS ou deixou o trabalho a partir de 1º de janeiro de 2016. Número importante - Antes de tudo, é preciso saber o número do PIS/Pasep ou o NIT (Número de Identificação do Trabalhador). O NIT é um código de identificação fornecido pela Previdência Social para quem não tem inscrição no PIS ou no Pasep --como o trabalhador doméstico, por exemplo. Esses números podem ser localizados no cartão PIS/Pasep ou na carteira de trabalho. Se não encontrar, é possível ligar na Central de Atendimento da Previdência Social: telefone 135, funciona de segunda-feira a sábado, das 8h às 23h. Como conferir se tem dinheiro no FGTS - O trabalhador pode ir direto na agência da Caixa ou virtualmente pelo melhor canal que

e n c o n t r a m o s : www.caixa.gov.br/contasinativas Como sacar - Os trabalhadores terão quatro opções para receber os valores de contas inativas do FGTS, segundo o governo: Crédito em conta

(para clientes da Caixa) Caixas eletrônicos (para valores até R$ 3.000) Agências l otérias e correspondentes (para valores até R$ 3.000) Agências da Caixa (também será possível transferir o dinheiro para outros bancos, sem custo).


PÁGINA 12

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2335 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // MAICON CRISTIANO VIRGINIO e PATRICIA ARAUJO //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e um (21) de setembro de um mil novecentos e oitenta e oito (1988), profissão designer grafico, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Orestes Murari, 67, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de MARCOS ANTONIO VIRGINIO e de dona MARCIA RAIMO VIRGINIO. Ela, natural de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, nascida aos dezesseis (16) de agosto de um mil novecentos e noventa e quatro (1994), profissão estudante, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Mauro Vilas Boas Ribeiro,76, COHAB IV, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de CLAUDIO CHAGAS DE ARAUJO e de dona SANDRA LUCIA NASCIMENTO. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2336 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // PAULO EDUARDO DOS SANTOS ANDRADE e JÉSSICA MARIA APARECIDA SIMÕES //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e quatro (24) de março de um mil novecentos e oitenta e dois (1982), profissão motorista, estado civil divorciado, domiciliado e residente à Rua Professor Luiz Antonio Ribeiro, 164, Cohab I, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de VALDECIR PAULO DE ANDRADE e de dona MARIA DE FATIMA DOS SANTOS ANDRADE. Ela, natural de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, nascida aos quinze (15) de maio de um mil novecentos e noventa e um (1991), profissão do lar, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Rua Professor Luiz Antonio Ribeiro, 164, Cohab I, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de JOSÉ MARTINS SIMÕES e de dona MARIA DA GLORIA BROZINGA. (Conversão de União Estável) Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi - Oficial.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

DE OLHO NA CIDADE

PÁGINA 13

COMPORTAMENTO

Aposentado cria pássaros para se manter em atividade

Liberado - O Jardim Itamaraty 2 está liberado para receber construções. Segundo informações do Departamento de Obras do Município, a loteadora cumpriu com todas as suas obrigações, inclusive mostrando laudo de qualidade do asfalto.

O filhote de curió - quer nasceu na casa de Júlio César Reis, no último dia 18 - chegou de maneira inesperada. Já não era mais tempo de procriação quando a fêmea cantou com desenvoltura, no momento em que o criador guardava as gaiolas para o pernoite dentro da casa onde mora há 17 anos, em Nhumirim. - Mesmo recolhida, ela continuou cantando, e os machos ficaram doidos; virou um concerto. Deixei a gaiola dela encostada à do Big Bang, que é neto de campeão nacional; abri uma comunicação e aconteceu ao acaso lembra-se Júlio. Logo apareceu o ovo que gerou o 5º curió ali nascido. - Não tenho natureza de ficar parado. Quando me aposentei, resolvi fazer alguma coisa. Curió tem valor de mercado. Comprei em vários criatórios, e a intensão é fazê-los procriar. É tudo autorizado, anilhado, com documento do Ibama.

Filhote de curió nasceu fora do tempo

Cuidado - Buracos e mais buracos tomam conta das ruas da cidade, principalmente nos bairros periféricos. Motoristas já reclamam do descaso.

Abandonada - Praça entre as Cohabs 1 e 2 está abandonada e merece um “trato”.

Na casa, ele não tem só curiós na criação iniciada há uns 10 anos. Mesmo da rua é possível ouvir também canto de trinca ferro, pintassilgo, bicudo, sabiá, azulão (além do latido dos cães que se encarregam da segurança). A busca pela qualidade se estende ao sítio que Júlio arrenda, no qual cria gado, cavalos e burros de boa qualidade genética. O aposentado, de 54 anos, que trabalhou por 36 na Fermenta (Mercocítrico), já comprou 5 gaiolas especiais para equipar o quarto de procriação que estará funcionando na próxima temporada, passagem de ano. O momento atual é de troca de penas. Mesmo assim, Big Bang eriça as da cabeça, e canta pro filhote, se Júlio coloca sua gaiola próximo à àquela em que mãe e cria residem. Planejando o futuro da criação, Júlio informa que a gaiola com o macho deve ser colocada entre duas fêmeas, que não se visualizam, em gaiolas de procriação. - O canto vai estimulando até que uma delas começa a carregar, para o ninho, ramos que a gente coloca à disposição. Aí tá no ponto; é só abrir a comunicação para o macho entrar, e semear o próximo curiozinho - explica Júlio Reis.

Júlio com gaiola de curió

O filhote nasceu há duas semanas

'Cutelinho' é homenagem a Antônio Xandó

Assim tá bom - Os fundos do Bosque foram limpos. estava dando medo de andar por ali.

Cada gaiola da criação tem um documento escrito, e cada curió tem um nome. Por residir na casa em que morou Antônio Carlos Xandó (1918 - 1997), Júlio batizou de 'Cuitelinho' um dos filhotes ali nascidos. Xandó recolheu a música - sucesso de Pena Branca e Xavantinho - em andanças pelo vale do rio Paranapanema, e se tornou autor da mesma, parceiro de Paulo Vanzolini que acrescentou algumas estrofes à letra. O pássaro recém-nascido é tratado com ração especial e gema de ovo cozido de galinha caipira, que a mãe se encarrega de lhe ofertar. Ele tem estirpe: será bisneto de campeão, por parte de pai. O canto da mãe é denominado 'praia clássico' (o de Big Bang é 'selo ouro'). Segundo o criador, o filhote acaba cantando o que ouve. Nesse caso, o bebê da criação de Júlio estará muito bem servido quando resolver soltar a voz...


PÁGINA 14

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

Eleitores que não votaram nas três últimas eleições devem regularizar sua situação. No município de Santa Rosa de Viterbo 307 eleitores poderão ter o título cancelado O eleitor que não regularizar a sua situação não poderá ter emitida sua certidão de quitação eleitoral e sofrerá uma série de restrições, entre as quais não tirar passaporte, não poder se candidatar a concurso público ou se matricular em instituição de ensi no ofi cial. Quem tiver o nome incluído na relação abaixo, caso ainda não tenha regularizado a sua situação, deverá comparecer ao cartório eleitoral até o dia 02 de maio de 2 017, portando documento oficial (RG, certidão de nascimento ou casamento , carteira de trabal ho, et c.). O cartório el eitoral situa-se na Rua F rancisco Carvalho de Andrade nº 208, com funcionamento ao públ ico de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.

Relação dos eleitores faltosos aos últimos três pleitos em Santa Rosa de Viterbo Nome do Eleitor ............................................................ Título de Eleitor Ad amas tor Moret to ................................................................ 243 534680 108 Ad elin o Rib eiro De Ca st ilho ................................................... 294 847440 183 Ad elson Fran cis co Lisb oa ....................................................... 243 540850 108 Ad emir Migu el Da Silva ......................................................... 057 812940 124 Ad ilson Dos Sa nt os Lima ....................................................... 208 187370 159 Ad riano L uiz Ferreira .............................................................. 294 855010 175 Ae lo an Ca rolin e Gomes ......................................................... 397 387680 175 Ails on Mo is es Da Silva ........................................................... 182 150650 183 Alde ne id e C rist ina Marqu es ................................................... 208 189320 175 Aless and ra Siq ueira ................................................................ 243 538000 167 Alin e C ristina Ferreira ............................................................ 320 806630 141 Alin e Hon ora to Da Silva Lima ............................................... 411 368440 132 Alin e P ra do Dias ..................................................................... 182 163880 116 Alla n De yvid Viana C ardo so .................................................. 411 366170 132 Aman da Ch it ero Silva ............................................................ 365 492690 183 Aman da Ga briela Alves ......................................................... 370 413770 167 An a Ma ria Rib eiro ................................................................... 243 561820 124 An a Pa ula P ecci De Fre it as ................................................... 411 365610 141 An de rs on Ma rcelino Ge rvas io Gu ed es .................................. 243 536810 108 An dreia Ris sa s Rib eiro ........................................................... 219 478740 116 An dres sa Ba ru co Co elho ........................................................ 208 189790 132 An ge lo E dua rd o Baran Bis ca .................................................. 294 851400 124 An se lmo Mend es Da Silva ..................................................... 269 462210 108 An to nia Maria Res en de De O liveira ...................................... 057 879390 175 An to nio Alves De Oliveira ...................................................... 010 381221 384 An to nio Apa recid o De Mo ra es ............................................... 165 015080 108 An to nio Joã o Da Silva Tavares ............................................. 083 091500 850 An to nio Jose Fre derico C os ta ............................................... 163 032670 108 An to nio Rea lino Da Silva ....................................................... 294 854060 116 Ap arecida Divina Alves .......................................................... 057 833130 132 Arge miro Arcen io Da Silva ..................................................... 018 589650 507 Aria ne Vieira Alves ................................................................. 358 671070 183 Artu r Dias ................................................................................ 057 815630 116 Au gu sto C aglia ri Me lo ni ......................................................... 208 192240 175 Bá rb ara Táblit a Macha do ....................................................... 390 037910 159 Be at riz Apa recid a P ereira ...................................................... 294 844810 132 Be at riz Ara ujo De Mo ra es ...................................................... 328 875120 116 Be ne dit o Don iz et e Ramos ..................................................... 057 833850 116 Be ne dito Ro drigu es Ba rreiro .................................................. 057 883000 191 Brun a E sp ind ola Gomes ......................................................... 397 387950 141 Brun o Da Silva Rib eiro .......................................................... 404 212490 124 Brun o Edu ardo Do s Reis Le al ................................................ 384 195080 132 Ca in ara Rafa ela Pereira ........................................................ 376 949450 175 Ca io Felipe Do s Re is De Oliveira .......................................... 404 212560 159 Ca mila Ap arecida Alacrino ..................................................... 390 038540 175 Ca rina Cris tin a Ba tis ta Da Silva ............................................ 320 810080 191 Ca rina Ro drigu es De Sou za .................................................. 370 412090 159 Ca rlos E dua rd o Stiva llet ti ...................................................... 243 539630 116 Ca rlos Ra imu nd o Neves Ju nior ............................................ 358 668030 141 Ca rmelucia Do s Reis Lima ..................................................... 057 834210 116 Ca rmo Da C os ta .................................................................... 165 011090 124 Ce lia Apa re cid a Domician o Ga licio li ..................................... 057 883920 116 Ce lia Eliza ma De Sou za ......................................................... 294 843300 124 Ce ls o Luiz De lb ue ................................................................... 057 816590 108 Cice ro Ro be rto Gan da ........................................................... 057 834390 132 Clau de miro Cas se miro .......................................................... 057 834510 124 Clau dio Bald uino .................................................................... 294 850470 132 Clau dio Robe rt o L op es .......................................................... 243 558950 132 Cleb er Silva Mag alh ae s Rib eiro ............................................ 208 188730 183 Cleide Va le nt im Da Silva ....................................................... 358 667760 132 Cleiton Jun ior C armo Lucio Da Silva .................................... 358 671560 167 Clelia Ap arecid a Martins ........................................................ 057 853030 175 Cleo mara Ap are cida Ga rcia ................................................... 182 161070 124 Cleyto n Ant on io Po rfirio ......................................................... 397 386240 191 Clovis Ag naldo Mu ra ri ............................................................ 057 853100 108 Cris tiane De Pau la Ribe iro Da Cruz ...................................... 243 536580 159 Cris tian o Silva Do s Sa nt os .................................................... 033 412761 767 Da niel He nriqu e Da Silva C os ta ............................................ 320 806440 183 Da niela C ristina Nascimen to ................................................. 243 564060 167 Da nielle Vieira Go bi ................................................................ 411 366830 116 Da ys a Crist in a C as tro E Silva ............................................... 404 212380 175 De nilso n Corre a Nun es .......................................................... 036 367420 370 Dieg o Da Silva Sa nt os ........................................................... 320 807660 159 Do nize ti Ap are cido De Brito ................................................... 057 886230 175 Do ug las Henriq ue Pa ulam ..................................................... 357 721710 132 Do ug las W en del Dos Sa nt os ................................................. 397 385120 191 Du lcine ia Ap arecida C arvalho ............................................... 243 553630 132 Ed elva n De Ass is Dos Sa nt os ................................................ 384 193180 183 Ed er Fabricio Vieira ................................................................ 294 851730 191 Ed ileuz a Mo reira Da Silva ..................................................... 320 808910 124 Ed ilson Mon teiro Da Silva ..................................................... 204 235640 124 Ed ir C arlos Silva ..................................................................... 208 193500 124 Ed na De P aiva Du arte ........................................................... 057 886810 141 Ed nils on Evan gelis ta Da Silva ............................................... 294 849390 141 Ed riane Aparecid a Silva Lima ................................................ 243 562390 108 Ed so n Luiz Dias ...................................................................... 048 541760 116 Ed ua rda C icola ni De P au la .................................................... 320 808310 191 Ed ua rd o Dua rt e Rib eiro ......................................................... 057 887010 124 Ed ua rd o Ferreira Dos Sa nt os ................................................ 243 545410 108 Elaine Cris tin a De Arau jo ...................................................... 358 672320 159 Elaine Cris tina De Sou za ....................................................... 243 563520 132 Elaine Cris tina Flau zino ......................................................... 294 840100 191 Elaine Ro sa Mun iz .................................................................. 243 553590 159 Elie dso n Pan do rf .................................................................... 050 515360 655 Elis a Reg in a Da Silva Barbo sa .............................................. 014 680421 945 Elis an gela Can dida Da Silva .................................................. 243 551140 124 Elis an ge la Ro sa lia P ereira ..................................................... 243 534670 116 Emellyn Rib eiro Do s Sa nt os .................................................. 298 897960 124 Emma nue lle Amo rim Dos Sa nt os ......................................... 411 368770 108 Erne st o L op es Da Silva .......................................................... 165 018400 124 Es th er Ma ria na Alve s Moreira ............................................... 390 038880 116

Es th er Pereira Ces ário ........................................................... 404 212310 108 Evan i Da Silva ........................................................................ 358 670920 167 Expe dit o Silva no Da Silva ..................................................... 057 888210 132 Fa bio Camilo De Mo ra es ....................................................... 297 904260 141 Fa tima De C as sia Vieira Dos Sa nt os .................................... 390 040710 116 Fe lipe Ce sa r P ereira .............................................................. 376 950530 167 Fe lipe Ga briel Band eira Ma ia ................................................ 404 209240 167 Fe rn and a Crist in a Rod rigue s Arcan ge lo ............................... 390 039900 108 Filipe Au gu sto C amp an in De O liveira .................................. 358 670330 116 Fioraluz Ra mo s De Me lo ....................................................... 094 553800 175 Flavian a Mo reira Da Silva Ro drigu es ................................... 294 840840 124 Flavia ni Es tu la no Fran ça ....................................................... 404 210280 175 Flavio Ma nu el Dos Sa nt os ..................................................... 320 806350 191 Fran cisco De Ass is Da Silva Ca bral ...................................... 050 482470 850 Fran cis co Ma rt in s De Almeida ............................................... 275 874520 141 Ga brie l C hriso st omo Gon za ga ............................................... 358 671920 124 Ga briela Macen a Eug en io ...................................................... 404 209210 116 Ga brie la Ma ra Sordi ............................................................... 376 948780 175 Gé rcio De O liveira Da Silva ................................................... 358 673830 167 Ge re mias Fe rreira De Sou za ................................................. 294 848630 116 Ge re mia s Rob erto .................................................................. 411 369000 183 Gils on Te odo ro Teixeira ......................................................... 243 552910 124 Giovan i Fra ca ro li .................................................................... 208 184270 191 Gise le De O liveira Co elho ..................................................... 404 212460 183 Gu st avo Jos é Ben aven ut o De Me lo ...................................... 404 211920 159 He le nilda Nu ne s Silva ........................................................... 065 272750 779 He rb erth Co rd eiro Da Silva Gon ça lves ................................. 390 040470 191 He riso n Jho nne Apa recid o And ra de ...................................... 370 413990 175 Higo r Fra ncisco Paiva De P au la ............................................ 370 412910 159 Hild a Apa re cida Do s San to s Moreira .................................... 358 671880 141 Hu elit on Rich ard Ferna nd es .................................................. 376 948550 183 Hu go Pe re ira Vid al ................................................................. 358 673900 191 Ia pon an Pe rez Fe rn and es ..................................................... 294 858050 191 Icaro Sch us te r Martins Da C os ta .......................................... 384 194590 116 Ig or Ales sa ndro Gameleiro .................................................... 411 368420 175 Ig or Rafa el Da Silva No gu eira .............................................. 397 388570 183 Is ra el Edu ardo ........................................................................ 248 691080 124 Ivan Mess ia s Da Silva Gan da ............................................... 208 184920 191 Ivon ete C os ta Da Silva Ros alez ........................................... 304 597810 132 Ja cira Da Pe nh a Macha do ..................................................... 057 892010 167 Ja qu elina Da Silva Po nt es .................................................... 358 670680 132 Je an C arlo De Oliveira .......................................................... 384 193090 191 Je ffers on Co st a Moreira ........................................................ 320 809280 159 Je fferso n De Lima As su ncao ................................................. 262 685300 124 Je fferso n Fra ncisco Ca mp os ................................................. 376 950080 116 Je fferson Jun ior L op es Flau zino ........................................... 411 367860 124 Je ovane Aparecid o Faria ....................................................... 404 211380 116 Je rb ald o Nog ue ira Jun s Filho ............................................... 057 820020 132 Jo an a Da rc Me sq uita ............................................................. 243 556840 159 Jo ão C es ar Da Silva Ju nior ................................................... 411 368940 108 Jo ao E van ge lista C alixt o Ferna nd es .................................... 057 893420 108 Jo ao Nilt on C ele st in o Almeida .............................................. 057 893720 116 Jo ão Vict or Ramos ................................................................. 411 369040 116 Jo el An to nio Dos Sa nt os ........................................................ 057 894100 183 Jo rg e Jus tinian o P ereira ........................................................ 057 858750 167 Jo rg e Mat eus P ereira Ros alez .............................................. 245 615290 167 Jo rg e Ro drigu es Do s Sa nt os ................................................. 294 848920 141 Jo se Ary Pinh eiro Le al ........................................................... 219 716750 175 Jo se Aug ust o Ma rtins Silva ................................................... 397 385360 167 Jo se Augu st o Ne to ................................................................. 208 192500 167 Jo se Ba tista Da Silva ............................................................. 163 270560 124 Jo se C arlos Vena ncio Da C os ta ............................................ 384 195280 183 Jo se Fe rreira .......................................................................... 066 987340 124 Jo se He nriq ue De Oliveira .................................................... 417 745080 175 Jo se Isra el Alves .................................................................... 294 854400 116 Jo se L ourival Da Silva ........................................................... 195 395530 116 Jo se Lu iz Aug us to ................................................................... 243 557710 108 Jo se Rein aldo Dos Sa nt os ..................................................... 057 896280 132 Jo sé Rica rd o Fra nco Dos Sa nt os .......................................... 417 747330 116 Jo se Ro be rt o C os ta ............................................................... 390 040070 108 Jo sé Ro be rto Flau zino ........................................................... 411 367920 175 Jo se Ro be rto Mesq uita .......................................................... 057 839960 141 Jo siane Gervas o Rod rigu es ................................................... 243 538310 167 Jo siane Maria Arcan ge lo ........................................................ 294 855540 183 Jo sias Ro drigu es .................................................................... 182 161910 191 Ju lia Ro sa Me sq uita ............................................................... 057 840240 159 Ju lio Ces ar C os ta ................................................................... 208 184760 175 Ju lio Ces ar Ju ss ia ni ............................................................... 376 951120 159 Ka rina Da Silva Rib eiro ......................................................... 320 807400 116 Ka tia Ela in e Be na ................................................................... 294 840360 124 La divino Ap arecido Tad eu ...................................................... 157 563560 116 La ud emir Jes us Da Silva ....................................................... 070 073830 108 Le an dro Romeiro Fe rreira ..................................................... 294 852140 108 Le on tin a Baldu in o Dos Sa nt os .............................................. 057 822930 108 Le ticia Alves De Mou ra .......................................................... 411 365890 141 Ligia Ca mila Arau jo ............................................................... 294 858920 108 Lilian Cris tin a Sa nta na Q uerin o P ereira ............................... 376 949390 124 Lu ca s Apa re cid o De Oliveira .................................................. 411 368390 175 Lu ca s Edu ardo Fe rn and es Fe rreira ....................................... 390 038480 124 Lu ciana C ristina De Sou za Villa s Bo as .................................. 243 562240 116 Lu cian o De Ca rvalh o Sa nt os ................................................. 243 540790 159 Lu cicléia Maria Do s Sa nt os .................................................... 350 878240 124 Lu cile na Ribe iro Da Silva P ed ro ............................................ 182 162200 167 Lu cineia Orlan do Da Silva ..................................................... 243 546240 167 Lu cio And re Be lchio r Vito ....................................................... 201 924400 141 Lu is Au gus to Bu rian ............................................................... 370 413840 191 Lu is Aug ust o Silva P ereira ..................................................... 411 367990 141 Lu is C arlos Dos Sa nt os .......................................................... 201 922010 116 Lu iz Anto nio Gua lq ue ............................................................. 208 187840 175 Lu iz Anto nio P imen ta Ju nior .................................................. 208 188890 141 Lu iz C arlos Graciu ti ................................................................ 057 899150 116 Lu iz Ot ávio Cu nh a Gon za ga .................................................. 397 386000 116 Lu iz P ed ro Da Silva ................................................................ 243 564900 124

Lu iz Rica rd o De Ab reu Bra ga ................................................. 294 855040 116 Ma ikon Vinicius Ge rvas io Gu ed es ......................................... 376 951270 132 Ma ira De Oliveira ................................................................... 365 489900 159 Ma is a Reg ina Dos Sa nt os Ro drigu es .................................... 370 411250 116 Ma rcelo Dos Reis Maria no ..................................................... 294 849990 183 Ma rcia Va leria Ferreira .......................................................... 365 491810 116 Ma rcos An dre De Sou za ........................................................ 243 559820 183 Ma rcos C ost a Arrud a Ju nior .................................................. 384 195110 132 Ma rcos Ro bs on Ro drigu es De And ra de ................................ 243 541680 167 Ma rcos Ro gério Ro drig ues Siqu eira ...................................... 182 155030 108 Ma ria Ang ela Vacis ................................................................. 195 395160 167 Ma ria Apa recid a De Lima ...................................................... 057 863400 175 Ma ria Apa re cid a San to s Moreira ........................................... 397 386720 191 Ma ria Crist in a P ereira Mo nt eiro ............................................ 243 561980 191 Ma ria De Fa tima Con ce ição .................................................. 384 193680 141 Ma ria De Lo urd es P asq ua lini ................................................. 057 842660 132 Ma ria Do Ca rmo Gon ca lves ................................................... 057 903200 141 Ma ria Ine s De So uz a Fra ncis co ............................................. 057 864550 116 Ma ria Jo se Da C un ha ............................................................ 165 012020 116 Ma ria Jos e Do s San to s Rod rigu es ........................................ 057 904330 124 Ma ria Lucia De Almeida ......................................................... 103 585570 159 Ma ria L ucia Pa ixao ................................................................. 243 552590 191 Ma riana P at ricia Da Silva ...................................................... 370 410540 183 Ma rina lva C rist ina P ereira ..................................................... 182 156480 167 Ma rio Se rgio Pa du an .............................................................. 057 865830 132 Ma rllo n Dan illo Pa du an .......................................................... 320 806190 175 Ma rlon Alves C lemen te ......................................................... 294 850520 108 Ma th eus Fre que te Ba tista Dos Sa nt os ................................. 376 951370 116 Ma th eus P ere ira L op es .......................................................... 376 951510 167 Ma th eus Scat en a Ama ro ....................................................... 208 193240 132 Ma urino Men don ca De Sou za ............................................... 294 843740 141 Ma uro Gua lq ui ........................................................................ 411 367490 183 Mich ele C rist ina De So uza C un ha ......................................... 243 539760 124 Mich elle Crist ina Mag alh ãe s Alves ........................................ 404 209380 167 Mo is es Bis ca ........................................................................... 057 866490 108 Mo za ir Gu ima ra es .................................................................. 182 156780 183 Mu rilo Ga briel Alves ............................................................... 365 492120 141 Mu rilo He nriq ue Te ixeira ........................................................ 411 366560 141 Na ira Reg ina C arvalho .......................................................... 397 385720 124 Na is e Apa re cida Lima Do C armo .......................................... 376 951590 116 Na ya ra Do s San to s Mun iz ..................................................... 397 385950 116 Na yra C hrist in a Mas sa ro ....................................................... 370 413590 183 Ne ls on Go mes Da Silva ......................................................... 057 827170 167 Ne ls on Ro sa Filho .................................................................. 182 161030 108 Niva ld o Mirand a Dias ............................................................. 404 209830 116 Ot avio Clau dino Da Rocha Ju nior ......................................... 290 001370 141 Pa trick Vie ira Alves ................................................................ 390 040730 183 Pa ulo Ces ar De lp hino So ares ................................................ 057 908880 159 Pa ulo Don iz eti Dos Sa nto s Arcan ge lo ................................... 208 184790 116 Pa ulo Hen riqu e Rod rigu es ..................................................... 358 671000 116 Pa ulo P imen ta ........................................................................ 057 909060 175 Pa ulo Rog er Ca rvalho ............................................................ 384 194870 175 Pe dro Bat is ta Da Silva ........................................................... 044 370980 795 Pe dro Rog erio Do Nasciment o Ne to ..................................... 411 366450 191 Ra dlle m W es llem Da Silva Co rrea ........................................ 404 211320 116 Ra fa el Ma rt in s De Aq uino ...................................................... 358 672660 108 Ra nieri De Sou za Pe go ra ro ................................................... 294 853990 159 Ra ph ae l De Me lo Ramos ...................................................... 370 410600 124 Ra ph ae la De Sou za Figu eira ................................................. 390 039960 191 Rica rdo Mate us P ego ra ro ...................................................... 294 854860 108 Rina ldo Da Silva ..................................................................... 057 909920 108 Ro drig o Apa re cid o Pereira Da Silva ...................................... 331 564140 191 Ro drig o Don iz et e P ereira ...................................................... 384 194510 167 Ro drig o Don iz et te Co rrêa ...................................................... 411 368970 141 Ro drigo L uiz L eigo ................................................................. 294 849630 175 Ro drig o Vicen te Fe rreira ........................................................ 196 073850 159 Ro na ld o Da Silva Jus tino ...................................................... 294 844020 132 Ro na ld o Don iz et ti Da Silva ................................................... 057 910560 116 Ro na ld o San ta na ................................................................... 040 428970 141 Ro ne Co st a Moreira ............................................................... 411 366270 116 Ro siane C ris tina Jo ao ............................................................ 243 545370 116 Ru an Ju nior Da Silva Ata liba ................................................ 397 387780 141 Sa ra Procop io Da Silva Pimen ta ........................................... 057 869630 141 Se rg io Ca rlo s Cicillini ............................................................. 121 558510 175 Se rg io To bias .......................................................................... 370 413230 175 Sidn ei And re ........................................................................... 182 159070 183 Silvia Alve s Marqu es .............................................................. 057 830030 175 Ta mire s Q ue zia Berna rd o P ereira .......................................... 411 366050 108 Ta tiana Tita re lli Zurlo ............................................................. 294 856180 183 Ta yn ara C ristina C ost a Lima ................................................. 411 366440 116 Te re zin ha Ribe iro De Almeida ............................................... 092 971780 141 Th ia go Ra fae l Duran do ......................................................... 365 490280 183 Tiag o Ben to Da Silva ............................................................. 038 049661 708 Ulis ses P inh eiro Cardo so ....................................................... 294 845930 132 Va gn er Do s Sa nt os Ca mp os .................................................. 294 845300 159 Va ld en ir Jo se Bad an .............................................................. 057 873920 159 Va ld ir Erne st o Olferma nn ...................................................... 203 824240 159 Va lq uiria Elie ne De O liveira ................................................... 243 558190 183 Va nd er Domician o Galicio li .................................................... 294 859380 116 Va nia Alves ............................................................................. 243 550190 175 Ve ra L úcia Da Silva ................................................................ 016 665510 116 Vice nt ina Maria Co rrea .......................................................... 027 667090 108 Vict or José L ot erio Mu ra ri ...................................................... 390 039640 116 Vinicius Jo sé Ro ch a Remon ti ................................................ 411 368330 183 Wa lt er An tu ne s De Ca mpo s Ne to ......................................... 411 366310 191 Wa ne ss a De Jes us Dos Sa nt os ............................................. 294 854280 124 We llend ia na Wiez el ............................................................... 397 385600 191 We lt on Ricardo Ca milo .......................................................... 376 951560 175 W illiam Alvim C le me nt e ........................................................ 397 386350 141 Willia n And erso n Gaiardo ...................................................... 358 667820 183 Wils on Jose Jacin to ............................................................... 173 430610 191 Wils on Marqu es ...................................................................... 202 403100 167 Zo ra id e Apa re cida Alacrino .................................................... 057 876800 116


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

Praça Mário Oruz maltrata, de novo, os caçadores Ninguém levou o prêmio de R$ 1 mil oferecidos pelo Jornalzão e patrocinadores para quem encontrasse o tesouro no carnaval deste ano. Ele estava enterrado na praça Mário Oruz, mesmo local da 28ª edição do evento, em 2008, que também não teve vencedor. Aqui republicamos 'O Enigma' elaborado pelo jornalista e historiador, Romeu Antunes, bem como a decifração pelo mesmo.

Sob olhares curiosos, Romeu cava com uma colher o Tesouro, ontem

Dentre as possibilidades de fuga, um filho de rei abre a porta da mineração, o herdeiro da honraria demanda o bandeirante, e as ginetas galopam para o vale. O rodeio se dá a partir da negociação, e sobe a colina com a senhora para conectar-se ao perito, mergulhar em certa unidade federativa, que não se liga à congênere graças a um hiato, mas salta o vazio para a ela se agregar, alcançar o princípio da liberdade e voltar à estaca zero. Combinações similares rondam a periferia do périplo. O curso d'água, a sepultura e o professor atravessam o país, de norte a sul, reinando no meio da petizada. Saindo do nada, marchando para um encontro que nunca marcou, ela se desconfigura no toque dos extremos. Outra, proveniente do mesmo vazio, espreme, com aquela, o membro remoto da edilidade que se apega ao beato genioso. Três máximos mandatários coexistem nas imediações de nobre senhora. O capacete divino define o que escolta a figura celeste, paralela ao pregador, que se derrama para sucumbir no palco das danças frenéticas. Quem buscou o contato, na esquina da brenha percorre as hastes periféricas, descendo a colina, para reverter o rumo 90 graus à direita, seguir para a próxima semelhante e parar no meio da rota, no justo fim do ramo rastejante.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

O enigma da 37ª Caça ao Tesouro de Momo começa falando das três saídas da cidade: a rua Henrique Dumont (alusão ao Rei do Café), rodovia Conde Francisco Matarazzo Jr., que herdou o título do pai, e rua Amazonas (ginetas). As "combinações similares" são de ruas da cidade, conjuntos delas próximos às três saídas. A partir da rua do Comércio ('negociação') subir pela Fiúta ('senhora', 'colina'), Professor ('perito') José Dilermando Ribeiro, Piauí, que não se liga a São Paulo, mas salta o hiato e, por esta, vai até a sete de setembro, fechando o rodeio, de volta à rua do Comércio. Na periferia desse périplo ('rodeio') existem três combinações de ruas: Rio Pardo, Ibiquara e Pestalozzi que atravessam o Jardim Gurilândia ('petizada'), cortando ruas com nomes de estados brasileiros; João Baptista Garcia, Ângelo Mônici e Anselmo Vessoni e Floriano Peixoto, Prudente de Morais e Marechal Deodoro, presidentes ('máximos mandatários') próximas à Condessa F. Matarazzo ('nobre senhora'). Cada um desses sistemas próximos às saídas referidas. Era preciso escolher. Olhando no mapa, a rua João Baptista ('pregador') Garcia começa do nada, na divisa com Amália, bem como a Ângelo Mônici (antigo vereador de Santa Rosa, e 'Ângelo = figura celestial'). Anselmo (Elmo Divino) Vessoni é paralela às duas. Pela Ângelo Mônici, ao chegar à praça Mário Oruz, descer a ladeira, dobrando à esquerda, acompanhado árvores da praça ('brenha' é selva, arvoredo) e entrar na mesma, 90 graus à direita, no rumo de um galho quase no chão. O Tesouro estava enterrado na ponta desse galho.

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 19

CULTURA

ESPORTES

Pelo segundo ano, comemoração do Dia das Mulheres será no 'Primavera'

Taça EPTV começa hoje, mas Santa Rosa só joga dia 16

O XVI Encontro do Dia da Mulher acontecerá na próxima quarta-feira (8), às 19h, pelo segundo ano consecutivo no Primavera Club, em Santa Rosa. Organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM), com apoio da Prefeitura e Câmara Municipal e da Fundação Cultural, o evento é feito para homenagear as mulheres e terá como destaques musicais a cantora Sueli, o músico Raul Marostegan, o DJ Giovanni Siqueira com a apresentação do cantor e locutor Evandro Jr. A festa ainda terá dicas de beleza, vídeo motivacional, apresentação de dança e muitos brindes para serem sorteados entre as participantes. A entrada será gratuita. Homenagem - No dia 8 de março de 1857, operárias de um fábrica de tecidos de Nova York, entraram em greve reivindicando a diminuição das mais de 16h que eram submetidas de trabalho para 10. Além de uma melhoria no salário, que era de apenas 1/3 do que recebia os homens. Mas uma tragédia aconteceu, os patrões não concordaram com o movimento e fecharam as portas e mandaram atear fogo no prédio que elas estavam. Aproximadamente 130 mulheres foram assassinadas. Mas de 50 anos depois, no ano de 1910, uma conferência realizada na Dinamarca em homenagem aquelas, definiu 8 de março como o Dia Internacional da Mulher.

Teatro conta um pouco da história do carnaval Os alunos do Projeto Oficiantes - Programa de Iniciação Artística destinado a crianças e adolescentes - apresentaram o especial cênico ' Carnaval - A Festa das Festas', na última sexta-feira (24), às 20h, no Centro Cultural Municipal. Cerca de 100 pessoas compareceram para acompanhar a peça que teve a duração de 35 minutos. Começou com os atores mirins em uma espécie de sala de aula, com três professores, que ensinaram a eles algumas das diversas formas de se comemorar o carnaval no Brasil. Conforme a espetáculo ia se desenvolvendo, eles aprofundaram um pouco mais o tema, tendo apresentação do Frevo, uma espécie de marcha com ritmo frenético que acompanha esta dança tradicional de Pernambuco, o Bloco das Baianas, escolas de samba e a famosa festa momesca do Rio de Janeiro, entre outras. O projeto - O grupo que conta com cerca de 20 atores, teve apenas um mês pra poder ensaiar a peça, que foi um pedido da Diretora da Cultura Clélia Zanardo. O professor Richard Oliveira, e toda a galerinha toparam na hora. Antes de vir para Santa Rosa, em outubro do ano passado, ele deu aulas em outras cidades e já formou mais de 500 alunos.

A 33ª edição da Taça EPTV de Futsal de Ribeirão começa hoje e contará com a participação de 60 cidades, divididas em 19 grupos. A cerimônia e o jogo de abertura serão em Sertãozinho, com os donos da casa enfrentando Santa Cruz da Esperança. Uma parte da equipe da equipe de Santa Rosa estará a cidade no evento. Santa Rosa caiu no grupo 6 ao lado da fortíssima equipe de Serrana, seis vezes campeã do torneio e de São Simão. Destas, duas equipes se classificam para a próxima fase. A estreia de Santa Rosa será no dia 16 de março no Ginásio de Esportes de Santa Cruz da Esperança, contra São Simão. Uma semana depois, o time viaja até Serrana para enfrentar os donos da casa, e definir seu futuro.

'Projeto Ginástica para todas as idades' As aulas do 'Projeto Ginástica Para Todas As Idades', começam nesta segunda (6), e conta com o acompanhamento de professores de Educação Física do Departamento de Esportes. Confira os horários: - Praça Guido Maestrello (Matriz): segunda e quarta-feira das 07h às 08h - Praçaúde (Estrela Azul): segunda e quarta-feira das 19h às 20h

Escolinha de Esportes está com as inscrições abertas A escolinha de esportes da Prefeitura em parceria com o SESI já retornou as atividades. As inscrições estão abertas, mas as vagas são limitadas. Por isso, os interessados devem ser rápidos e comparecer ao Ginásio de Esportes para fazer se inscrever. Informações pelo telefone 3954-3629. Confira os horários: Basquete Masculino 11 e 12 anos: Terça e quinta às 14h. 13 e 14 anos: Terça e quinta às 15h. 15 a 17 anos: Terça e quinta às 16h30. Futebol de Campo Masculino (2 turmas) 11 e 12 anos: Segunda e quarta às 8h e às 15h. 13 e 14 anos: Terça e quinta às 8h e às 14h. 15 a 17 anos: Terça e quinta às 9h30 e às 15h30. Futebol de Campo Feminino (2 turmas) 13 e 14 anos: Sexta às 8h e às 14h. 15 a 17 anos: Sexta às 9h30 e 15h30 / Terça e Quinta às 15h30. F utsal Masculino 11 e 12 anos: Quarta às 14h e sexta às 15h. 13 e 14 anos: Quarta às 15h e sexta às 16h. 15 a 17 anos: Segunda e sexta às 17h. Vôlei F eminino 11 e 12 anos: Segunda e sexta às 14h 13 e 14 anos: Segunda às 15h e quarta às 16h 15 a 17 anos: Segunda às 16h e quarta às 17h

Homem é detido com 1 kg de maconha no Jardim das Flores Um homem foi detido com maconha e dinheiro na quinta-feira (23), por volta das 23h15, no Jardim das Flores. Consta na ocorrência que a PM recebeu denúncias de tráfico de drogas em uma casa no Jardim das Flores. O Dono da residência, ao avistar a polícia tentou fugir para os fundos. A equipe da PM entrou no local e pegou o suspeito. Ele afirmou ter apenas 50g de maconha para uso próprio, que estava enterrada em um vaso. A polícia fez buscas e encontrou um tijolo de 1 kg do entorpecente e R$ 300, que foram apreendidos. Ele foi preso em flagrante e levado para a delegacia.

Fogão e botijão de gás são furtados na Cohab 4 Uma casa foi furtada na última terça-feira (28), por volta das 20h15, na Cohab 4. A vítima declarou no B.O que estava trabalhando na cidade de Jaboticabal e quando chegou em casa, deparou com a janela do quarto estourada e deu falta de um botijão de gás e um fogão. A polícia compareceu ao local, porém, até o momento, ninguém foi preso.

Carro e moto se envolvem em acidente no Jardim Sol Nascente Uma moto se chocou com um carro quinta-feira (23), por volta das 11h40, no Jardim Sol Nascente. Segundo Consta no boletim de ocorrência, o veículo trafegava pela Avenida Amazonas no sentido Centro Bairro, e ao passar pela Rua João Esteves foi retornar, pois pretendia estacionar em frente a uma loja de equipamentos de segurança, quando uma moto colidiu com a parte da frente direita do carro. O motoqueiro alega não ter visualizado a manobra, e acabou batendo. O SAMU foi até o local e levou a vítima ao PS para receber os cuidados médicos.

Equipe do Exército visita cidade para ajudar no combate à dengue Uma equipe do Exército Brasileiro visitará Santa Rosa na próxima segunda-feira para fazer palestras em escolas e ações nas ruas, com objetivo de alertar à população no combate à dengue. A ação está sendo realizada em diversos municípios e prevê a realização de palestras em escolas de Ensino Médio, panfletagem e orientação a moradores em alguns bairros. As palestras serão realizadas na ETEC e na Escola Salustiano Lemos e os militares serão acompanhados de funcionários dos setores de vigilância epidemiológica e do Programa de Agentes Comunitários de Saúde da Prefeitura.


PÁGINA 20

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

Os Classificados para particulares são gratuitos (máx. 10 palavras). Empresas e dem ais pagam R$ 2,00 por cada 10 palavras. Não pegam os classificados por telefone. Entrega até às 17:00h da Quinta-feira.

VENDE-SE PROCURO Smartv Led 4K Bicicleta para Sony, 55’’, semi comprar nova, ainda na 99264-4363/ garantia de 3 99414-6609 anos. R$ 3.000,00 99119-9872. VENDO TERRENO No Jardim Itamarati ALUGA-SE 2, esquina, 315 Salão comercial. metros. Falar com Rua Alagoas, 276 Ronaldo. 99243-4061 VENDO ALUGO Bar montado. Edicula com Rua Alagoas, 272 garagem e quintal Cel: 99371-5940 PROCURO Chácara ou sítio para trabalhar. ALUGO CASA 99224-1956 Na Rua Cristiano Ambrusti, 515 VENDO Jd. Aquarius. Um televisor de 99140-7296 39’’ R$ 320,00 015 99141-6694 99264-4363 VENDO Um Makita R$ 350,00 99264-4363 VENDO Um riscador de piso R$ 120,00 99264-6443 VENDO Boneca Namoradeira grande e pequena 99308-1926 VENDO Suporte para microondas ou outros 99308-1926 VENDO Geladeira climax 240L 99308-1926 TROCO 5 mil metros de terra ou 10 mil metros de terra por Casa na cidade. 99414-6609 PROCURO 1 antena parabólica para comprar 99264-4363/ 99414-6609

VENDO Voyage 2012 1.6 Flex Trend. Com DVD, vidro elétrico, 4P, trava, alarme, IPVA já pago, com menos de 20.000 Km rodado. Tratar com Bruno da GB 3954-6270 VENDE-SE MUDAS DE FRUTAS Graviola, pinha, uva, linchia, achachariú, cajamanga, abacate, limão cravo, limão taiti, limão galego, pitanga, mamão, cainito, jurubeba, guabiroba, abiu, jaca, pitanga, romã, tamarindo, acerola, uvaia, jenipapo, boldo, ornamentais. 3954-3270/ 99410-7920

ALUGA-SE CASA Na Rua Maceio, 415 - Vila Mendes Grande, VENDO com 3 quartos, Mudas de pupuna, 2 salas, tratar pelo telefone 3954-1732 copa, cozinha, garagem. VENDO R$ 600,00 Um celular 99294-1763 Sansung R$ 70,00 99414-6609 VENDO VENDO 2 terrenos lado a lado (500m2) na 1º rua do Nova Canaã. Tel: 3954-2062.

1 par de 6/9 da Buster cromado, 120 W, RMS cada um. Total de potência 240. R$ 100,00 os dois. 99414-6609

VENDO 2 Terrenos lado a lado, totalizando 500 mts. Na primeira rua do Nova Cannã Tel: 3954-2062 VENDO Mudas de Pupunha Tratar: 3954-1732 VENDE-SE Honda Fit Lx 13/14, flex, cinza metálico , 2 dono, ar, direção, airbag, alarme, sensor de ré, 30.000 Km, revisado Koí 3954-2803 VENDEO TERRENO Ari Carneiro 236,22 metros, alicerce pronto. R$ 10 mil + 169 prestações de 541,67 Aceito moto de entrada. ALUGA-SE Área de lazer com alguns dias de Março disponíveis. 99121-0013 VENDO 1 DVD grande R$ 80,00 ou troco numa TV. 99114-6609 VENDO Maquina de Costura motorizada Sunger R$ 400,00 ou troco. 994146609 COMPRO 1 antenas Parabolica. 99414-6609 TROCO 5 mil metros ou 10 mil metreos de terra por casa na Cidade 99414-6609 PROCURO Serviço de pedreiro. 99414-6609 TROCO Celular Sansung por Tv 99414-6609 VENDO 1 carburador de Santana Quantum R$ 300,00. 99414-6609

FUNDO DO BAÚ O Cine Don Juanico, na Fazenda Amália, ainda resiste ao processo de desmanche que já apagou da memória santa-rosense alguns itens que lhe eram preciosos. Naquele salão também eram realizados os bailes. A foto mostra um deles, com o ex-vereador Antônio Teodoro Manso (Taiquara) e sua família, em primeiro plano. No fundo estão Geremias N. Juns (farmacêutico) e sua esposa, Salma Cury. À direita, vestido branco, Sônia Calantônio com o marido, Francisco Moretto.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

MEMÓRIA

Baiano teria furtado carteira de Pedro Russo

PÁGINA 21

Caçadores de escorpiões, casal já capturou 124 escorpiões em casa na Cohab 1 "Se você viesse aqui à noite, iria caçar escorpião junto com a gente. Viramos caçadores de escorpiões", disse Valderini Cristina Vacis, sobre a infestação que sua casa vem sofrendo desde julho do ano passado.

Ocorrêrncia se deu na construção desse aterro O aterro de acesso às indústrias da antiga Fazenda Amália - hoje Polo Industrial Amália - foi construído na mesma época daquele que dá acesso ao 'palacete' residencial da família Matarazzo, na segunda metade da década 1940. Toda a terra necessária para as obras, bem como as pedras, foram transportadas por carroças puxadas por burros. Um dos empreiteiros foi Pedro Dobrew, imigrante fugido da revolução soviética que aqui recebeu a alcunha de Pedro Russo. O Diário Oficial do Estado publicou, em sua edição de 8 de maio de 1947, um edital que remete àquela construção. O juiz Dácio Aranha de Arruda Campos, através do mesmo, 'avisava' Antônio Pereira, vulgo 'Baiano', sobre a obrigatoriedade de sua presença no fórum de São Simão para o interrogatório que investigava furto de carteira, cuja vítima era Pedro Russo. O acusado, analfabeto, residia em Icaturama, município que só seria comarca independente na década seguinte, já com o nome de Santa Rosa de Viterbo. O edital falava na "ação penal que o Ministério Público da Comarca lhe move como incurso no Código Penal por ter subtraído para si, do bolso do paletó de Pedro Dobrew, no dia 31 de março do corrente, às 12h30, mais ou menos, numa pedreira da Fazenda Amália, no município de Icaturama, uma carteira contendo a importância de Cr$ 1.830,00, onde ambos trabalhavam, escondendo numa moita de capim distante uns 20 metros do rancho". Baiano, que estava foragido, deveria comparecer ao Fórum de São Simão no dia 4 de junho para a audiência.

Valderini mora com o marido e dois filhos gêmeos. E conta que não tem nenhum dia que não acha o pequeno animal. De quinta para sexta foram mais uns cinco exemplares capturados e adicionados a sua co leção em uma garrafa com querosene, tanto para matá-los, quanto para caso alguém seja picado e precise identificar o dono da picada. Um do s seus filhos levou uma ferroada há cerca de um mês, "Foi assustador, ele gritava para arrancar o pé dele do tanto que doía", lembra Valdireni do pânico que passaram naquele dia, mas por sorte, nada precisou ser arrancado, a situação foi controlada graças à rapidez no atendimento. O menino foi levado para PS onde o veneno foi bloqueado. Já em casa, ele foi orientado a retornar imediatamente, caso vomitasse, mas conseguiu

se recuperar sem mais problemas. Mistério - De acordo com a morada, a infestação começa por volta das 8h da noite, quase sempre na mesma parede, do lado de fora da cozinha, muito raramente no chão. "Durante o dia eles ficam enrolados, como se tivessem mortos", ela explica. São de vários tamanhos diferentes, mas aparentemente, todos da mesma espécie. É um mistério de onde eles estão vindo, pois a casa é bem limpa, não tem entulhos, lixo ou reciclável. A família já dedetizo u to da a casa, que por dois dias ficou livre dos aracnídeos, que reapareceram novamente. Valdireni contou que equipes da zoonose e da vigilância sanitária já foram no local, mas não conseguiram encontrar a origem do problema. Especula que o 'ninho' pode estar vindo do bosque municipal, onde já viu alguns escorpiões ou de alguma casa naquela rua. A assessoria de imprensa da prefeitura disse que fez um pedido formal a Sucen para que o caso fosse verificado e as providências tomadas.


PÁGINA 22

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

O JORNALZÃO NAS RUAS

O que você achou do Carnaval de Santa Rosa? Fomos às ruas e perguntamos ao santa-rosense sobre a folia de Momo. Veja as respostas. por Eduardo Fedi

Felipe Baleiro, 20 "Foi ótimo, segurança boa e organização nota 10."

Ruan Henrique, 18 "Foi bom e já quero de novo."

53

40

"Fui ao carnaval da rua, e estava tranquilo e organizado."

Lucas Caetano, 20 "Foi tranqüilo, muito legal e gostei muito."

Niedson de Oliveira da Silva, 24 "Passei com meu filho na chácara e foi bom demais."

Luiz Messias da Silva,

Eloína Feliciano da Silva, 25 - "Foi bom, não tinha há muito tempo, e precisa ter, para manter nosso povo aqui no nosso carnaval."

51 "Esteve muito bom, bem organizado."

José Aparecido Bento,

Carlos Alves Proença, "F oi u m carnaval bom, passei em Nhumirim e foi muito legal."

Cai que César Vi dal Ribeiro, 23 "Estava bom, dei uma volta pelo carnaval de e gostei."

Edmundo Dias Lima, 55 - "Pro pessoal que sabe curtir foi muito bom, pena que sempre tem os engraçadinhos."

Mariane Cristina Ferreira, 27 "Foi muito bom, sem brigas, pu de passar com minha filha e adorei."

Guilherme Reis, 18 "Organizado, bom e divertido. Só acabou muito cedo."

Pablo Henrique Maximo Rodriguez, 18 "O carnaval foi bom, com a família e sossegado."

Mayara Stefane Rosa, 29 - "P assamos ouvi ndo moda de viola no sítio. Mas achei interessante a arrecadação dos alimentos na entrada."

Mariana Tol edo de Oliveira, 26 "Foi um carnaval sossegado e tranquilo, adorei muito."

Fabio Augusto, 19 "Não go stei mui to, poderia ser melhor em vários aspectos."

Sabrina dos Santos Garcia da Silva, 22 - "Foi ótimo, as pessoas que passei junto foram maravilhosas, e o carnaval tranquilo."

Rodrigo Rossi, 34 "Eu gostei da organização e da segurança, foi bom pra todos e ir com a família."


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

Academia ao ar livre está abandonada Deveria ser um local destinado à prática esportiva e melhoria do bem-estar, no entanto, a academia ao ar livre, da praça Zuleika de M. Moura Balbão, está abandonada. Sem manutenção os aparelhos deterioram a cada dia, impossibilitando que sejam aproveitados. Vândalos agem livremente no local e contribuem para o atual estado de penúria da academia ao ar livre. As lâmpadas também foram destruídas. O que restou da academia está às escuras.

Deu cupim no poste-dizem moradores Moradores estão preocupados com a situação de um poste, de energia. Segundo eles o poste está tomado por cupins e temem que o mesmo venha a cair por causa do fato. O poste está localizado na rua José Antônio de Oliveira esquina com a avenida prof.ª Luíza Garcia Riberio.

Concretada laje da Mini Rodoviária Esta semana os operários que estão construindo a Mini Rodoviária na praça Zuleika de M. Moura Balbão, armaram e concretaram a laje da obra.

GRAMÁTICA NA MEDIDA Constantemente, quando ocorre um acidente no qual morreram pessoas, dizem que "houve vítimas fatais". Triste, muito triste! Contudo, pensemos: o que foi fatal? O acidente! Logo, pode-se dizer que "o acidente foi fatal", pois este ocasionou mortes. Estejamos preparados e sejamos cuidadosos, seja ao fazer uso da língua ou quanto às adversidades da vida. Fique de olho! Aline Vilela é professora da rede privada de ensino e corretora de vestibulares. #gramáticanamedida

FALA NOSSO TETO

Serginho Gomes

Fim da Piracema, pescadores voltam ao Rio Pardo No entardecer da última terça-feira (28), a poucas horas do fim do defeso -período de proibição da pesca por causa da Piracema- (decretado no mês de novembro do ano passado), fomos até a margem direita do Rio Pardo- lado de Cajuru- para prosear com pescadores que estavam pelo local. Não avistamos ninguém na margem oposta- lado de Santa Rosa. Os que encontramos estavam reunidos em grupos de amigos ou com familiares. Os mais afoitos cumpriam o ritual da pesca preparando a tralha. Segundo nos disseram, a ansiedade pela liberação da pesca era grande: -Depois de tanto tempo sem dar "banho na minhoca" não vejo a hora de fisgar um peixão, disse um deles. Apesar da "seca" de quatro meses sem poder lançar linha e chumbada no Rio Pardo, os pescadores contiveram suas varas e redes - não surpreendemos ninguém com o anzol na água -não é estória de pescador. -Se na Piracema eu tirar um peixe do rio, não é apenas um, são milhares. Tem que proibir a pesca mesmo e fiscalizar, porque tem muito predador disfarçado de pescador no nosso Pardo. Se o peixe não se reproduz, ele acaba- frisou um pescador. A pesca foi liberada à zero hora do dia 01/03.

PÁGINA 27


PÁGINA 28

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

PÁGINA 29


PÁGINA 30

SOCIAIS DO ÉDI CARLOS

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JORN ALZÃO - E D . 1.089 - 04/03/2017

O Jornalzão, edição 1089  
O Jornalzão, edição 1089  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement