Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 30/09/2016 - Ano 22 - N.º 1.067 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

R$ 3,00

19.590 eleitores escolhem prefeito e onze vereadores São cinco candidatos a prefeito e 149 a vereador. Juiz Eleitoral disse que esta é a eleição mais tranquila dos últimos tempos É TETRA, É TETRA

Banda é tetracampeã paulista Cassinho protocola 66 pedidos de verbas em Brasília

Tema Livre - Os cinco candidatos a prefeito respondem a última pergunta do Jornalzão, que deixou tema livre para todos. No domingo saberemos quem sentará nesta cadeira pelos próximos 4 anos.

Leilão da Santa Casa Foi uma tarde agradável o leilão em prol da Santa Casa realizado no último sábado. A criançada se divertiu, teve almoço bem servido e tudo muito bem organizado, mas a arrecadação e participação ficou muito abaixo do esperado, infelizmente. O balanço ainda não terminou, mas quando se encerrar será publicado.

Menos de 10% dos candidatos tem idade inferior a 30 anos Sexta feira tem 2ª feira de artesanato

Mobilização e resultado - Chayenne, mãe que virou notícia ao lutar pela guarda do filho Guga, retido pelo pai, nos EUA, por quase 50 dias, fala - com exclusividade ao Jornalzão - sobre o drama que mobilizou a população de Santa Rosa, e que teve final feliz.

Mãe embriagada tenta agredir filho e neto com faca

Promotor pede regularização do ‘Vila Venice’

Aliança, eletrônicos e dinheiro são furtados no Luiz Gonzaga

Loteamento perto do Centro vai vender lotes a preços promocionais


PÁGINA 2

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

EDITORIAL

CRÔNICA E CONTEXTO

Aqui tem democracia - Tirando uma coisinha aqui ou outra ali, coisas pequenas, Santa Rosa deu um exemplo nesta eleição. E todos os candidatos estão de parabéns. Uma eleição limpa se faz assim. Até o Juiz Eleitoral elogiou. Até no facebook, onde as coisas costumam esquentar a coisa pegou bem de leve. Bem diferente do que vemos em diversas cidades do país, onde até mortes tem acontecido.

por João de Bem

Obrigado - O Jornalzão agradece publicamente todos os candidatos a prefeito. Obrigado, Chiaperini, Cicolani, Estelinha, Fernando e Nando, pelas respostas dadas aos nossos questionamentos. Desejamos boa sorte a todos e que o vencedor faça uma excelente administração para TODOS. Importante - Tão importante quanto o voto para prefeito é o voto para vereador. Um voto sem qualidade significa que ficaremos quatro anos sem representatividade na Câmara. E a gente sabe que um vereador atuante faz uma administração andar nos eixos. Faz tempo que não vemos isso, e agora temos a chance de fazer acontecer. Vote consciente, não venda seu voto. Se alguém te deu alguma coisa de presente, vote no outro que te negou, certamente ele é melhor. Salário do vereador - Como esta Câmara foi omissa e não atendeu os anseios da população quanto a redução dos seus próprios salários, altos demais para o pouco (ou nada) que produzem, esperamos que os próximos eleitos para a Câmara deixem de pensar nas parcelas de seus carros e reduzam o subsídio para 1 salário mínimo, que até é muito, se levarmos em conta o que esta atual Câmara produziu. Nós, do Jornalzão vamos cobrar novamente, já que este ano, estes aí venceram e nada fizeram. Não nos damos por derrotados, vereador tem que receber NO MÁXIMO 1 SALÁRIO MÍNIMO. Do próximo prefeito cobraremos - Uma reforma administrativa, plano de carreira aos servidores, planta de valores do IPTU mais justa, administração honesta do dinheiro público, cumprimento das leis de lixo e entulho nas ruas, lei do carro velho e outras. Cobraremos transparência e aplicação do dinheiro onde a necessidade for maior, sem desperdício. Cobraremos gente competente ocupando cargo público, que pelo menos saiba falar e escrever corretamente. Cobraremos geração de empregos, saúde, esporte e cultura. Boa eleição a todos e que vença o melhor para a cidade.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO é uma publicação da editora André Nagib Moussa ME - Redação: rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone/ fax: (16) 3954 3289 - CNPJ 62.922.6641/0001-21 - Usuário Papel Imune: UP08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - GabrielCaldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Daniel Pereira Tiragem: 2.300 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - Email:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ

Pois é, e... agora? Estamos aí - é domingo que a comunidade tirisquenha escolherá o Alcaide favorito. É possível que ninguém mais mude a escolha que fez - de hoje até o momento de digitar no teclado da urna o número do candidato em mente, que vencerá ou não o pleito. Não será também por considerações que fazemos por aqui quando sugerimos ao cidadão eleitor olhar a vida pregressa do indivíduo candidato. Mesmo assim vamos repetir algumas razões que podem auxiliar o votante a eleger o melhor. O "trajetar" da figura, sua formação, seu caráter, sua experiência, sua ocupação na vida privada, com quem se relaciona, realizações pessoais e o reflexo desse conjunto de fatores na sociedade, podem compor a análise sobre em quem devemos votar. O município - não só a cidade - deve ser administrado por um cidadão exemplar, considerando que devemos enxergar nele mais qualidades que defeitos, específicos e em relação aos concorrentes. Isso envolve caráter, honradez, decência, humildade, competência, tolerância, solida-

riedade, educação e acima de tudo confiança! Se votarmos por impulso ou por motivos particulares, sem considerar nessa análise a inclusão de nossos conterrâneos, é provável que escolhamos o pior deles. Depo is de apert ar a tecla "CONFIRMA" não tem mais volta ou arrependimento que faça a reversão da "cagada" impensada! Meu falecido cunhado tinha esse jargão aí do título - Pois é. E...Agora? Sempre que alguma coisa já feita, sem raciocinar muito, desse errado. Na vida doméstica, familiar ou mesmo em grandes assuntos sociais ou políticos. Particularmente sei que quem vota é adulto teve criação sob alguma orientação familiar ou social, teve também educação em algum momento, se relaciona e interage com gente conhecida ou desconhecida - e faz parte do meio social em universo comum - com poucos ou muitos amigos. Pensar que cada cidadão é obrigado, por lei, a votar, e esse cidadão não sabe quase nada sobre política, não pergunta, não se informa, não pesquisa. Que

acerto pode ter na escolha do administrador ideal para sua cidade? É exatamente aí que entra o político profissional, o pior de todos os candidatos. Aquele - que acena com algum tipo de favor, ou cobra favores, que se apresenta imerso em sorrisos, aperto de mão caloroso com direito a tapinha no ombro do eleitor e agrados às crianças remelentas, com nariz escorrendo. Que faz elogios gratuitos à inteligência do vivente humilde, indefeso e sem argumento para questionar, ao menos, como o sorridente candidato, se eleito, fará por seu bairro ou pelo município, sendo o mesmo há muito conhecido fazendo as mesmas pro messas, não por uma vez, mas por muitas vezes e com mais de um mandato cumprido. A peregrinação dos contendores se dá somente

nessa época, como ave de arribação. Chegam em bando, se alimentam de votos e desaparecem por mais outros quatro anos. Depois que o sujeito toma posse, adeus gente humilde e crianças remelentas. Ninguém mais consegue se aproximar do agora senhor prefeito ou vereador! Melhor seria se tivéssemos - de muito tempo - educação política e políticos sérios. Por enquanto esse sonho é utopia - está longe de termos essa condição, exatamente pela própria condição do eleitor, analfabeto político, que escolhe mal seu representante para o executivo e legislativo!


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

CHICO XAVIER Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

Seguindo à frente "Assim que se alguém está em Cristo nova criatura é..." - Paulo (Coríntios, 5:17.)

PÁGINA 3

Domingo tem eleição: o que pode e o que não pode Dr. Alexandre diz que nenhuma ocorrência grave aconteceu e elogia o papel da imprensa local

Dificuldades, fracassos, conflitos e frustrações... Possivelmente, faceaste tudo isso, restando-te unicamente largo rescaldo de pessimismo. Apesar de tudo, a vida te busca a novas empresas de trabalho e renovação. * O Sol brilha, o mar de oxigênio te refaz energias, o progresso trabalha, o chão produz e parece que a noite te abriga no ser. Ergue-te em espírito e empreende a jornada nova. Uma estrada se continua em outra estrada, uma fonte associa-se à outra. * Tens contigo a riqueza do tempo a esperar-te na aplicação dela própria, a fim de que a felicidade te favoreça. * Varre os escaninhos da alma, expurgando-te de lembranças amargas, e deixa que a luz do presente consiga alcançar-te por dentro das próprias forças. * Renova-te e segue adiante, trabalhando e servindo. E à medida que avances, caminho afora, entre a bênção de compreender e o contentamento de ser útil, perceberás que todos os obstáculos e sombras de ontem se fizeram lições e experiências, enriquecendo-te o coração de segurança e de alegria, para que sigas em paz, no rumo de conquistas imperecíveis, ante o novo amanhecer. Emmanuel Página extraída do livro "Ceifa de Luz" - Psicografia de Chico Xavier.

O Juiz Eleitoral Alexandre Cesar Ribeiro (foto) disse na manhã de quarta feira que o papel da imprensa local foi exemplar nesta eleição, quando deu oportunidade aos eleitores de ler as pro postas de to dos os candidatos. "isso é muito importante para que o eleitor forme opinião", disse. Ribeiro reuniu os jornais locais para esclarecer o que pode e não pode no dia da eleição, e pediu para que os jornais divulgassem e orientassem os eleitores. Du rant e o "bate papo", ele considerou esta a eleição mais tranquila desde que chegou à cidade. "É minha terceira eleição aqui, e sem dúvida nenhuma esta é a mais tranquila de todas, talvez pela falta de dinheiro, pelo tempo curto, não sei, mas está bem tranquila", destacou. Nenhuma ocorrência de maior gravidade aconteceu, segundo o Juiz Eleitoral. "Tudo muito sossegado ninguém representou co ntra ninguém e isso é muito bom", disse Ribeiro. Confira as dicas do Juiz para os candidatos e eleitores: F orração de santinhos - O Juiz Alexandre Cesar Ribeiro disse que não vai tolerar os candidatos que sujarem as ruas. "Haverá sim punição para quem sujar as ruas", disse. Se você flagrar algum candidato sujando a rua, filme e denuncie. Sistema Biométrico - O sistema biométrico ainda não funcio nará nesta eleição e por isso o eleitor

que já se cadastrou neste sistema ainda deve levar um documento com foto e o título de eleitor na hora de votar. "Acredito que este novo sistema só vai funcionar a partir da próxima eleição", disse o Juiz Alexandre Cesar Ribeiro. Candidatos a prefeito fora das sessões - O Juiz disse que orientou os candidatos a prefeito a não permanecerem nas sessões eleitorais para que não tumultuem a votação. "Apesar de a lei permitir, a gente acordou que aqui não devem permanecer para que não haja tumultos", disse o Juiz. Sem Lei seca - Haverá venda de bebida alcoólica nos bares. Carreatas - Os candidatos planejam fazer carreatas neste sábado. O Juiz eleitoral disse que é possível, desde que não haja coincidência de horário e itinerário. "E já aviso que trio elétrico não pode e vou es-

tar de olho", disse. Justificativa de votos - Uma novidade este ano é que o eleitor de outra cidade pode justificar o voto em qualquer sessão eleitoral. "O ideal é que este eleitor chegue com o formulário já preenchido, que ele pode requisitar no cartório eleitoral ou internet, para que a justificativa seja bem rápida. Que ele escolha a sessão eleitoral que estiver mais vazia", disse o doutor Alexandre. Ele acrescenta que eleitores com menos de 18 e mais de 70 anos de outras cidades não precisam justificar o voto. A urna eletrônica Um lembrete importante feito pelo Juiz é que o primeiro voto é no vereador e depois que se vota no prefeito. "Isso é importante, pois se o eleitor inverter, o voto do vereador vai para a legenda", explicou. F iscais - Os fiscais partidários não podem estar com as vestimentas pa-

dronizadas. A única identificação é um crachá ou adesivo. "Vale lembrar que os candidatos a vereador também são fiscais", disse. Site do TSE - O Juiz sugeriu que os eleitores entrem no site do TSE e através do DivulgaCand acompanhe tudo sobre os candidatos. Ali tem os gastos, as receit as, as propo stas e tudo sobre os candidatos a prefeito e vice. Estes foram as principais dicas do Juiz Eleitoral, lembrando ainda que aglomerações, boca de urna, manifestações explícitas de candidatos são totalmente proibidas e hoje com os celul ares fica fácil provar quem desrespeitou a Lei.


PÁGINA 4

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 5


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

para vereador Marcos Durando nº 65.000 a sua voz na Câmara Coligação Renova Santa Rosa

CNPJ 25.730.033/0001-18 - R$ 50,00

PÁGINA 6


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 9

Menos de 10% dos candidatos tem idade inferior a 30 anos

As cinco principais propostas de cada candidato

Prefeituráveis registraram Plano de Governo no TSE Os candidatos a prefeito quando pedem o registro de suas candidaturas são obrigados a registrar um plano de governo no cartório eleitoral. O Jornalzão leu todas e fez um resumo com as cinco principais, do jeitinho que elas estão escritas. Leia a seguir. Quem quiser acompanhar todas as propostas dos candidatos, podem acessar o site do TSE e acionar o DivulgaCand de Santa Rosa de Viterbo.

Chiaperini 1 2 3 4 5

- Implantação dos planos de carreira para os servidores do quadro permanente, corrigindo distorções atuais - Construção de distritos industriais e incubadoras de empresas - Atualizar o plano de carreira dos professores - Atualização da Lei que cria a Fundação Municipal do Esporte e sua ativação - Atuar intensamente na prevenção, detecção e tratamento da dependência química

Fernando Engenheiro

Dos 149 candidatos que sonham em se eleger vereador no mês que vem, apenas 11 possuem menos 30 anos, ou 7,4%. Este número só não é menor por causa de dois aspirantes com 70 anos e um de 80. A maior parte dos postulantes está entre 30 e 49 anos. Seguidos por 22,1% entre 50 e 59, 12% entre 60 e 69. Todos disputam os 19.590 votos pra as 11 cadeiras legislativas do próximo ano, e estão divididos em três coligações: 'Reconstruir Santa Rosa' (DEM / PMDB / PTB / PPS / PHS / PSB), 'Renova Santa Rosa' (PT / PEN / PC do B / PSD), 'Santa Rosa de Novo no Coração' (SD / PMN / PROS / PSDB), além de campanhas isoladas de PV e PSOL.

1 - Ampliação do Programa de Saúde da Família (PSF) 2 - Criação da diretoria ou departamento de agricultura, para tratar da agricultura familiar 3 - Reestruturar a escola de música, oferecendo cursos mais dinâmicos e que atendam a necessidade da população e não formar apenas músicos para as bandas 4 - Criar a Fundação Municipal de Esportes, a fim de facilitar a captação de recursos através de Leis de Incentivo e dar mais autonomia na contratação de profissionais 5 - Criar o novo distrito industrial, de acordo com a legislação a fim de trazer empresas ao município

Nando 1 - Aprovar o Plano de Carreira do Servidor, após ampla discussão com todos os setores da prefeitura e o Sindicato Municipal dos Servidores Públicos 2 - Criação de projeto para implantação da guarda municipal com objetivo de garantir a proteção do patrimônio publico municipal bem como outros bens 3 - Transformar a Diretoria Municipal de Educação do Município em Secretaria Municipal de Educação 4 - Aprovar o projeto do primeiro Distrito Industrial do município 5 - Tornar obrigatória a utilização de métodos sustentáveis na construção de novos prédios públicos ou na reforma dos existentes (beneficio econômico e ambiental)

Professora Estelinha 1 - Criar GRUPO DE ESTUDO para elaborar projeto de Lei para estimular e implantar parcerias com os diversos segmentos empresariais para atrair empresas e aumentar a geração de empregos 2 - Transformar os ambulatórios do L.U.A, em atendimento 24 horas, por ser localizado próximo a pista para Ribeirão Preto e melhorar o atendimento de urgência médica na comunidade santa-rosense 3 - Ampliar a educação através de escolas de período integral com contra turno com esportes, ciência, química e cultura 4 - Implantar patrulha de tratores e implementos agrícolas para atender aos pequenos produtores rurais do município 5 - Realizar desfile de Blocos de Carnaval

Tadeu Cicolani 1 - Revisão do Plano de Cargos e Salários dos Servidores, visando a melhoria no atendimento aos cidadãos 2 - Facilitar e incentivar a implantação de empresas no município, para geração de emprego e renda no sentido de melhorar a condição de vida dos cidadãos 3 - Criar política pública no sistema PPP (Parceria Público Privada), para a coleta seletiva de lixo urbano, com criação de Cooperativa de Catadores 4 - Implantação do Sistema de geração de energia fotovoltaica em todos os prédios municipais 5 - Reorganização do projeto integral nas Escolas Municipais e aumento do número de vagas nas creches


PÁGINA 10

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 11


PÁGINA 12

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 13


PÁGINA 14

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 15

Nando Gasperini

Chiaperini

Ao povo, caberá a incumbência de "nos livrar de todo mal", amém! Obrigado pela leitura

Ser candidato é oferecer meu trabalho para a cidade que há mais 30 anos tão bem me recebeu

Quero utilizar este espaço para me despedir dos eleitores santa-rosenses. Obrigado pelo carinho, atenção, pelos abraços, pelas lágrimas que vi escorrer na face de tantas pessoas que me abraçaram com o sonho de dias melhores. A vida ensina com o sofrimento - e o eleitor santa-rosense está mais maduro com tudo o que vive u nos últimos oito anos. As falsas promessas das eleições passadas serviram de lição, no mesmo momento em que a política é marcada por escândalos. Há exatos quatro anos, vivíamos uma eleição nos moldes mais perfeito de um "estelionato e le itoral", corone lismo puro, imprensa duvidosa jogando sujo (com a justiça reconhecendo isso depois da eleição), plantando mentiras em favor de um todo poderoso. Tenho a convicção que o eleitor reconhece que governei com os pés no chão, enfrentamos dificuldades gigantescas, mas, ainda assim, colocamos ordem na Prefeitura, recuperamos o nome e o crédito do município, pagamos dívidas de governos passados sem estourar rojões por causa disso. Com recursos da própria prefeitura fizemos algo inédito: adquirimos uma enorme área destinada à construção do conjunto "Montorão" e do futuro conjunto de casas populares. Imaginava que os dois prefeitos seguintes (tão sintonizados) iriam alavancar nosso Distrito Industrial, porém, justo

eles que se diziam especialistas em gerar empregos, não avançaram um único passo. O polo de desenvolvimento que eu imaginava ter contribuído com a parte mais importante - que era adquirir e pagar pela área - está parado, do jeito que deixamos, esperando por um prefeito que tenha vontade de fazer acontecer. O futuro prefeito terá o grande desafio de reconstruir nossa cidade, precisa ser sensível, valorizar os servidores e respeitá-los como figura mais importante da administração. Sem eles não há serviço público de qualidade. Penso que o eleitor quer um pre feito que trate a mere nda e sc olar c omo algo sagrado, que se preocupe em ofe re ce r um cardápio balanceado e nutritivo e não permita desvios na merenda e nenhum outro setor. Enquanto recebemos prêmio federal de qualidade e boa gestão da merenda, mães relatam que a merenda, hoje, está de dar dó. Além dos escândalos, sob o silêncio

complacente dos que se dizem ser a "verdade ". Fomos re fe rê nc ia e m eventos, apoiamos os produtores, a economia local, gove rna mos de porta s abertas tratando cada cidadão com respeito. Tenho a convicção de que além da experiência que a vida nos traz com os anos que se passam, tenho força política ainda maior para obter conquistas que muito nos ajudarão, seja no governo do estado, seja no governo federal. Tenho me emocionado com as declarações dos eleitores. Muitos dizem que querem "me ver" prefeito sem eu precisar prometer nada. Isso se chama confiança, não tem preço, não se compra, não se consegue na marra. Estará nas mãos de Deus o futuro de Santa Rosa. Eu peço que Ele ilumine os eleitores. Se for da vontade do povo, que Ele nos abençoe para esta missão que será árdua. Ao povo, caberá a incumbência de "nos livrar de todo mal", amém! Obrigado pela leitura. Abraço do Nando e do Dr. Renato!

Só faltam dois dias para a eleição. Para os candidatos pode parecer pouco ou muito tempo, depe ndendo da maneira com que fazem suas campanhas. Certamente para o eleitor é tempo suficie nte rac iocina r. Agora cabe ao cidadão o papel de julgador, mas sua decisão pode lhe reservar no futuro o papel de vítima. Te m candidato dos s onhos que vai trazer empregos pra todo mundo. Não deixará faltar médicos, nem remédio. Transforma rá pra ça s, rua s e avenidas em belos jardins floridos. Ele garante casa e comida. Fará as festas mais dive rtidas . Enfim trará o pa raís o à terra. Dinheiro pra tudo is so não vai faltar e se faltar ele dá um jeito. Ele é ético, bonzinho e humano. Se seus apoiadores mais próximos saem espalhando por aí boatos e calúnias s obre a dversá rios e suas famílias, não é culpa dele. Isso ele não apoia, mas entende. Afinal precisa ganhar a eleição. Ele não promete nada. Só te pede o voto e oportunidade de mostrar seu trabalho. Ess e c andida to já chegou até você? Nele você acredita? Há se is atrás um candidato a deputado dizia vota no Tiririca, pior que tá não fica. Ficou pior ou não? São dois dias pa ra analisar: propostas, passado e pres e nte , vida pre gre s s a , conquistas e realizações, compromissos e relacionamentos dos candidatos. Trocar ideias e informa-

ções com pessoas de sua confiança. Das comparações que fizer sairão os elementos para sua escolha. Escolher entre o que é promessa e o que é possível. Escolher o que vai ser justo e melhor pra sua família, seus parentes e amigos. Ser candidato é a oportunidade de oferecer meu trabalho e minha história de homem público e empres ário pa ra a cidade que há ma is 30 anos tão bem me recebeu. Aqui me casei, criei meus filhos e minha empresa: é a família Chiaperini da qual muito me orgulho. Esta semana assessor do adversário e sua esposa professora postaram na internet que eu estaria obrigando funcionários da Chiaperini participar de minha campanha. Foi geral a indignação deles com mais essa mentira. Que moral pode ter essa professora para ensinar o

que é certo ou errado aos alunos? Meus professores foram sempre espelho de verdade e saber. Perdoem meu desabafo. Na campanha apresentei meu plano de governo e minhas realizações como prefeito. Eles são referências para compara ções as sim como é meu trabalho de empresário. A crise econômica do país também bateu em nossa empresa. Ao invés de choro, trabalho. Vencemos a crise e ainda ajudei meu filho montar a Mercadão Lojista, empresa que já emprega 15 pessoas. Despeço-me respeitosamente de todos: eleitores e adversários. Depende de você. Se for eleito dedicarei mais quatro anos a Santa Rosa. Se não for volto a trabalhar na Chiaperini. Afinal não sou político profissional e não dependo de cargo arrumado por deputado pra me sustentar.


PÁGINA 16

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

Tadeu Cicolani Salve Santa Rosa! Nos últimos 30 dias de campanha política, o Jornalzão prestou um relevante serviço aos cidadãos santa-rosenses, abrindo democraticamente suas páginas para que os candidatos a prefeito nas eleições deste ano, respondessem perguntas que interessam a todos os moradores da nossa querida Santa Rosa de Viterbo. Neste dois de outubro, os eleitores de nossa cidade terão cinco candidatos concorrendo à prefeitura, para escolher o que achar melhor. Bem diferente das eleições de 2012, onde tivemos só dois candidatos e deu-se, praticamente, um plebiscito para escolher o prefeito. Naque-

la ocasião, muitos votaram por exclusão, pelo fato de não haver outras opções. O resultado disso foi o que estamos vendo, nestes quase quatro anos de autoritarismo e incompetência. Na eleição deste ano, nosso povo terá candidatos para todos os gostos e cada um deles com suas propostas respeitáveis. Até aqui, salvo um ou outro entrevero, as campanhas têm se mantido num ambiente civilizado. Entretanto, existe algo que o eleitor está prestando muita atenção e que fará a diferença:- a capacidade de se efetuar uma mudança real de postura e de princípios, que as candidaturas de Tadeu Cicola-

ni e Fabinho da Autoescola representam para administrar nosso município. Sem muito barulho - diferentemente de alguns candidatos - visitando os eleitores de casa em casa, por toda a cidade, sítios, fazendas, distritos, escolas e outros locais, Tadeu Cicolani tem oferecido sua experiência de vida, sua capacidade administrativa e afirmado que sua gestão terá um foco: a Educação, pois fora da Educação não há salvação. Outros candidatos têm falado que resolverão todos os problemas, como num passe de mágica. E os eleitores de Santa Rosa, bem informados da situação atual de esvaziamento dos co-

fres da prefeitura, já desconfiaram que aqueles candidatos querem mesmo é vender ilusão ao povo. Como resolver todos os problemas, se não tem dinheiro nem para pagar o custeio da máquina pública? Pois é nisso que Tadeu Cicolani se diferencia daque le s pe sc a dore s de águas turvas. Tadeu tem um foco; já eles prometem tudo para, ao final, nada poderem cumprir. Fiquem atentos a esse fato, eleitores amigos:- O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) tem esclarecido:- Não vote em candidatos que não te representam! E, se existe um resto de herança moral na política de Santa Rosa,

ela tem um nome: Tadeu Cicolani. A mudança está e m noss a s mã os. Vote consciente. Vote 43. Tadeu Cicolani, o voto da mudança. Dê uma chance à competência. Viva Santa Rosa!

Tade u Cic olani é c a ndid ato a pr e fe i to pe lo P arti do Ve rde P V. Nº 43. F abinho da Autoe sc ola - Vic e


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 17

Fernando Engenheiro

Professora Estelinha

Não é nenhum minuto que você gasta para votar, mas em um minuto você pode mudar nossa história

POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO, VOCÊ DECIDE! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50!

Entrei nessa campanha porque não concordo com o que está acontecendo em nossa cidade Portanto peço 5 minutos de sua atenção: Um minuto para aquele dia que ficou até 6 horas no posto de saúde, Um minuto pra você pensar quantos currículos entregou na cidade e não arrumou emprego, Um minuto para refletir sobre os medicamentos que faltaram na hora da necessidade, Um minuto pra refletir cada vez que teve que dizer "não" a uma vontade do seu filho, Um minuto que teve que equilibrar o orçamento para não faltar o básico. Quantos minutos mais teremos que passar por isso? Você sabe que é o único responsável pelos antigos e novos problemas da cidade? A hora é de vocês. Avançar não é repetir os mesmos erros, Pedimos desculpas as casas que não conseguimos visitar, infelizmente a campanha é curta, e nosso recurso é pouco, não temos campanha milionária, porém, nosso Plano de Governo chegou! Não é nenhum minuto que você gasta para votar, mas em um minuto você pode mudar nossa história . Vote 55.

POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO, VOCÊ DE CIDE ! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50! No ssa moti vação, nesta eleição, baseou-se em dois pilares: Ajudar nossa gente, pri ncipalmente as crianças, e a paixão por nossa cidade. Junto com você travamos uma batalha como a de DAVID X GOLIAS, onde a disputa foi contra a elite da política profissional. Juntos, com foco, fé e força, venceremos, pois não nos falta vontade e dignidade de representar cada voto consciente de que a mudança é necessária. POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO, VOCÊ DE CIDE ! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50! Com a força da família e juventude ergueremos Santa Rosa de Viterbo. Os indicadores de desemprego não são bons. Ninguém vem e se estabelece numa cidade falindo. POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO, VOCÊ DE CIDE ! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50! O nosso compromisso é o de abrir frente de trabal ho emergenci al com mais médicos, mais professores e mais serviços gerais e não o de preencher cargos de confiança para sanguessugas que há mu ito atrapalham o município. POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO,

VOCÊ DE CIDE ! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50! Estamos à disposição para trabalhar para o bem comum. Com o amadurecimento da participação da comunidade e parceria nas ações, os resultados certamente acontecerão. POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO, VOCÊ DE CIDE ! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50! Nosso compromisso é o de Reposicionar Santa Rosa no patamar da principal cidade da Região de Ribeirão Preto em educação.

Desenvolver economia verde e melhor aproveitar os recursos dos agricultores locais. Estimular a qualificação e a requalificação da população co m vi stas às novas ocupações profissionais. Buscar micro empresas. Estimular a inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais. A história a ser escrita está em suas mãos. Nesta eleição o cidadão através do voto decide o futuro de Santa Rosa de Viterbo. POR AMOR À SANTA ROSA DE VITERBO, DIA 02 DE OUTUBRO, VOCÊ DE CIDE ! PARA RENOVAR SÓ HÁ UMA ÚNICA CHANCE, VOTE 50!


PÁGINA 18

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

"Foi desesperador", diz Chayenne sobre sequestro do filho D

epois que a Justiça americana aceitou, em audiência realizada no último dia 8, os argumentos de Chayenne Menegassi, e devolveu-lhe a guarda do filho Gustavo (Guga), ambos retornaram ao Brasil. O garoto passou quase 50 dias retido pelo pai, nos EUA. Guga, com licença da mãe, viajou em 26 de junho para retornar um mês depois. - Agora tá tudo bem, estou dormindo até demais para compensar as noites mal dormidas - disse a mulher de 37 anos com exclusividade ao Jornalzão. Na véspera do dia marcado para o filho retornar, Chayenne - americana nascida no Tennesse - entrou em contato com o também americano Samuel Gaskin, pai de Guga, com quem ela viveu por 5 anos. Ouviu, como resposta, que o menino não voltaria mais. Calvário da mãe já havia começado quando o excompanheiro avisou que não mais se comunicaria com ela, embora confirmasse o retorno do garoto de 13 anos. - F oi desesperador! Mas eu já estava esperando essa atitude dele, e contratei logo uma advogada. Invocamos, na Justiça, a convenção de Haia segundo a qual discussão de guarda de filhos só pode ser feita onde a criança mora. Não se tratou de sequestro, mas de 'retenção ilegal' de menor. Só que o procedimento a tomar é o mesmo.

Advogada americana brilhou na audiência

Mãe e filho de volta à rotina

Nos EUA, para onde viajou, Chayenne soube do comportamento estranho - e até violento - do pai de seu filho pelos próprios parentes dele, embora Guga não tenha sofrido violência física. - Só agora descobri que o Samuel é um sociopata. Ele se isol ou com Guga e a mãe, comprou um 'trailer' e iriam viajar pelos

EUA. Se o Guga quisesse morar l á, pra mim t udo bem, mas teria que acabar a escola aqui em Santa Rosa antes. Uma advogada americana, especializada em criança, foi de grande valia na audiência, já que soube demonstrar a desorientação do menino diante da pressão psicológica que lhe fez o pai.

- A advogada soube qu esti onar o Guga e demonstrar, ao juiz, que ele é imaturo e estava envolvido pelo pai. Nem foi discutido o mérito da guarda. Isso só pode acontecer no Brasil, onde Guga tem residência habitual. Mas o pai dele não ira deixar sua zona de conforto pra vir reivindicar o filho aqui.

Guga tirou dez na prova que fez na primeira aula Chayenne diz que chorou muito sozinha, durante a espera para reencontrar o filho, mas conseguiu manter a racionalidade. Para ela, Samuel fez tudo isso só para fazê-la sofrer. - Ele queria voltar a me controlar. O relacionamento do casal desandou porque, segundo Chayenne, Samuel só dormia a jogava poker. - Eu trabalhava fora,

levava dinheiro pra casa, e ele não dava conta de cuidar do Guga, conforme estava combinado. Prometeu arrumar emprego e conduzir a reforma de uma casa que eu comprei lá. Não fez nada disso. Vim para Santa Rosa com o Guga e resolvi não voltar mais para os EUA. Passado o susto, Guga retomou a rotina em Santa Rosa - cidade que se comoveu com o drama -,

onde Chayenne reside há 5 anos. O epi só dio l evou Chayenne a tomar conheci ment o de ou tros casos semelhantes cujos personagens estão sempre em contato com ela, por whatsapp, em busca de informações. - Agora Guga está ótimo. Na primeira semana ele não foi à escola. Quando foi, na segunda feira, fez uma prova e tirou nota dez.

A cada três dia, um "Guga" no Brasil O jornal O Estado de São Paulo publicou matéria sobre o mesmo assunto, esta semana, que começa assim: "O governo brasileiro registra um caso de sequestro internacional de criança a cada três dias. Dos 287 nos últimos dois anos e meio, 56% são pedidos de devolução feitos por outros países ao Brasil. Nesse período, entre janeiro de 2014 e agosto deste ano, 55 crianças voltaram para seus países e 25 regressaram ao Brasil em função de negociação internacional".


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 19


PÁGINA 20

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 21


PÁGINA 22

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

VERSO E PROSA por Evandro Junior Chegando nos dias Finais Domingo tem eleição Cinco candidatos colocaram-se a disposição Responderam perguntas Apresentaram Propostas Até currículo mostraram É assim que o povo gosta Uma briguinha aqui Outra acolá Discussões desnecessárias Em nada podem acrescentar Nunca é demais lembrar Vivemos a Democracia O Cidadão tem o direito de Exercer a Cidadania O que é preciso tomar cuidado É com o Tal do Voto comprado Isso é Contribuir para a Corrupção Auxílio aos necessitados Já é direito do Cidadão Analise as propostas Ainda dá tempo Frente a frente com a Urna Vote consciente e atento Você vai escolher os Funcionários do Povo Quem for eleito tem a obrigação de trazer um Rumo Novo E Por fim que sigamos em Paz Essa Cidade nos pertence Afinal acima de tudo Somos todos Santa-rosenses...

PÁGINA 23

Promotor pede regularização do ‘Vila Venice’ A mudança de local da portaria do loteamento Vila Venice fez com que o Promotor embargasse as construções que estavam sendo feitas no local. Segundo o promotor Daniel Ardevino Fonseca do Nascimento, apesar da engenharia da prefeitura ter liberado o loteamento, a CETESB deu parecer técnico negando a licença de operação, devido a mudança de local da portaria do loteamento, que seria no Jardim das Flores e mudou para a avenida Professor José Dilermando Ribeiro. "Não entendi porque a prefeitura liberou as construções sem esta liberação da CETESB", disse ontem o promotor ao Jornalzão. Segundo ele, a CETE SB emitiu parecer de que o loteamento está em desconformidade com os projetos aprovados na prefeitura. O Jornalzão ligou para o engenheiro da prefeitura, Fábi o Sassi, mas sem sucesso.

Mudança de local da portaria não estava no projeto

A regularização do loteamento deve atrasar em 45 dias as construções que estavam sendo feitas no local. "Já tinha uma casa sendo construída e a construção tem que parar", disse o promotor. Loteamento fechado - O promotor ainda está

averiguando o impacto dos muros do referido loteamento. "Ali não pode ser configurado como loteamento fechado porque isso na cidade é proibido, não tem lei que rege o assunto", disse o promotor. Segundo ele, a única Lei que fala sobre o assunto é inconstitucional. "No-

tei que na cidade tem um vício de o poder legislativo fazer leis que não lhe cabem, como esta lei dos loteamentos fechados. A iniciativa teria que partir do executivo e não do legislativo, o que torna a lei sem efeito pela inconstitucionalidade", afirmou doutor Daniel.

Loteamento perto do Centro vai vender lotes a preços promocionais O loteamento Monte Verde, que fica a um minutinho do Centro da cidade vai fazer uma campanha para a venda de lotes a preços promocionais. Serão 20 lotes com preços de 200 reais o metro quadrado. O loteamento foi construído onde ficava a chácara do Dezinho, na avenida Fiuta e a venda dos lotes poderá ser à vista ou financiado, com banco ou direto na construtora, sem consulta. Também será o ferecido aos clientes a oortunidade de financiamento já com a construção. O lançamento será dia 22 de outubro.


PÁGINA 24

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

MEMÓRIA Santa Rosa, Santa Rita e as coincidências farmacêuticas

PÁGINA 25

Sem nada na cabeça, banda local é tetracampeã paulista

(Final)

João Gouvea e família, no início da década 1980

Iracy Leme foi proprietário da farmácia Santa Rosa (atual farmácia do Zizico, na rua Delduque Garcia Ribeiro). Por naturalidade ou por adoção, ele e vários familiares assinaram, em 11 de fevereiro de 1917, a ata para a construção da nova igreja matriz de Santa Rita. Cássio de Assis Cunha era santa-ritense, e deu à sua farmácia, na rua Cel. Garcia, o nome de sua cidade natal. É provável que seu primeiro nome, como testemunharam antigos santa-rosenses, também seja homenagem a Santa Rita de Cássia, a padroeira. Ele veio para Santa Rosa auxiliar Thomaz Eugênio de Abreu, e por aqui ficou. Outras coincidências não integram o contexto enumerado nesta matéria, mas merecem ser citadas. João Bueno dos Reis, o terceiro prefeito nomeado na 'Era Vargas', era farmacêutico na Fazenda Amália, e sua mulher chamava-se Rita. Ele assinou um folheto publicado para denunciar o fracasso da construção de uma rodovia, na década de 1940, para ligar Santa Rosa a... Santa Rita do Passa Quatro. Por fim, João Baptista Gouvea (em sociedade com seu irmão José de Castro Gouvea), que adquiriu, em 1951, a farmácia que foi de Thomas Eugênio de Abreu, ficando à frente dela até a década 1980. Informações obtidas nesta semana dão conta que o 'seu' Thomaz receitou 'limonada purgativa' a um cliente, e este, ao perguntar se era 'tiro e queda', obteve a seguinte resposta: "Toma a limonada purgativa que, depois, é de casa no café, do café em casa". Naquele tempo não havia o que hoje chamamos de 'banheiro', e o cafezal tinha outras utilidades além de produzir café... Encerrando essa história, João Batista Gouvea, nunca teve nada com Santa Rita do Passa Quatro, mas seu primogênito mudou-se para lá, casou-se com uma santa-ritense e está criando seus dois filhos em nossa vizinha de fronteira seca... (Texto de Romeu Antunes baseado em relato de Paulo de Tarso Ribeiro)

Resu lt ado do co ncurso de domingo, em Santa Ri ta, foi retificado na quarta, já que um jurado, contrariando regulamento, deixou de dar nota porque nossos músicos não usaram quepe durante a apresentação. Pela quarta vez consecutiva a Banda Sinfônica Municipal venceu o Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras, no último domingo, durante o Festival Zequinha de Abreu, em Santa Rita do Passa Quatro, mas só pode comemorar t rês dias depois. A primeira fase do concurso, no dia 21 de agosto, na capital, classificou quatro bandas para a finalíssima (Santa Rosa em primeiro, e Dois Córregos, em segundo lugar). A terceira e quarta colocadas não puderam vir a Santa Rita para a etapa final. - Depois das apresentações de do mingo, Dois Córrego s fo i dada como campeã, o que me surpreendeu. Mas examinei as planilhas dos jurados e descobri um equívoco - explicou, anteontem, o maestro Maurílio de Oliveira Jr. Um dos jurados - que analisou o aspecto 'Apresentação, uniformidade e instrumental' deixou de atribuir uma nota pelo fato dos músicos locais não usarem quepe. Com isso Dois Córregos teve 8 pontos a mais - O regulamento do concurso dispensa quepe,

Maestro Maurílio regendo a banda no concurso de domingo ou quaisquer adereços de cabeça, para bandas musicais de concerto, categoria pela qual concorremos. Os organizadores acataram meu recurso verbal e, por portaria, retificaram o resultado: nossa banda ficou em primeiro lugar. Os quesitos musicais de julgamento não deixaram dúvidas, e deram ampla vantagem para a banda de Santa Rosa. Maurílio nem recebeu o troféu de vice. O de campeão do 'Paulistão - 2016' foi para Dois Córregos. Mas a organização do concurso - que confirmou o título santa-rosense na Portaria informou que vai mandar fazer outro para enviar à banda de Santa Rosa.

COLUNA GOSPEL por Rogério Moscardini

Contentamento A comovente fotografia de uma senhora idosa sentada numa pilha de lixo me fez refletir. Ela sorria enquanto se alimentava com a comida que havia apanhado da lata de lixo. Era preciso tão pouco para a mulher se satisfazer. Fala-se muito sobre as dificuldades econômicas e o aumento do custo de vida. E muitos estão ficando cada vez mais ansiosos quanto ao seu sustento. É possível atender ao ensino do nosso Senhor Jesus descrito em Mateus 6:25: "não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir". Nosso Senhor não estava dizendo que não precisamos trabalhar; que não precisamos comer, ou que não deveríamos nos incomodar sobre como nos vestimos. Ele estava nos advertindo para que essas coisas não se tornassem tão importantes a ponto de nos fazer escravos do dinheiro, em vez de confiarmos em Jesus. Ele afirmou: "Ninguém pode servir a dois senhores" (Mateus 6:24). Buscar primeiro "o seu reino e a sua justiça" (Mateus 6:33) é reconhecer que não importa o quanto nos esforçamos para construir uma vida melhor para nós e nossas famílias, ao final é o Senhor que cuida das nossas necessidades. E como Deus é nosso Pai Celestial, teremos sempre o suficiente.


PÁGINA 26 Por solicitação do cartório Eleitoral, publicamos a lista completa dos candidatos a vereador e prefeito. Candidatos Cargo: Prefeito / Vice-Prefeito Candidato (Nome Para Urna) 25 - Luis Fernando Gasperini (Nando) Vice-Prefeito: Renato Palma Rocha Junior (Dr. Renato) 43 - Geraldo Tadeu Cicolani (Tadeu Cicolani) Vice-Prefeito: Fabio Rogerio Isidoro (Fabinho Da Auto Escola) 50 - Maria Estela Belavenuto Esteves (Professora Estelinha) Vice-Prefeito: Edmar Titarelli Esteves (Edmar Esteves) 55 - José Fernando Lopes Da Silva (Fernando Engenheiro) Vice-Prefeito: Claudio Afonso Pires (Claudio Do Miro Da Barraca) 77 - Jose Tadeu Chiaperini (Chiaperini) Vice-Prefeito: Carlos Henrique Wiezel (Carlim Wiezel) Candidatos Cargo: Vereador Candidato (Nome Para Urna) 13000 - Anderson Alves Moreira (Anderson Do Mercado) 13013 - Vivian Cristina Pereira (Vivian Pereira) 13162 - Eduardo Teles Dos Santos (Eduardo Santos) 13333 - Wilson Felipe Soares Cunha (Felipe Cunha) 14000 - Sandro De Oliveira Leigo (Sandro Leigo) 14123 - Tony Falconi (Tony Da Funeraria) 14140 - Alexandre Paulino (Alexandre Le) 14230 - Ronaldo Luis Dos Santos (Ronaldo Da Papelaria) 14231 - Luciana De Souza Pereira (Luciana De Souza Pereira) 14240 - Rodrigo José Fernandes (Rodrigo Da Informatica) 14250 - Ana Lucia Da Silva Gonçalves (Ana Enfermeira) 14266 - Paulo Henrique De Mello Wiezel (Dr Paulo) 14270 - Roberto Alves Santana (Roberto Santana) 14323 - Jose Roberto Aires Montenegro (Jose Roberto Da Van) 14444 - Paulo Rogerio Marcussi (Paulo Investigador) 14555 - Edna Maria Bento (Diná) 14714 - Marinete Virginio De Araujo (Marinete Do Fórum) 14789 - Vicente José Sério Cintra (Vicente Cintra) 14800 - Roseli Das Graças Vieira Guidelli (Roseli Da Assistência Social) 15000 - Adalberto Gonini Junior (Dr Gonini) 15111 - Silvio Luiz França (Siri) 15123 - Roberta Cristina De Andrade Alves Pereira (Roberta "Banespa") 15678 - Ana Flavia Garcia (Ana Flávia) 23000 - Adilson Afonso Camilo (Adilson Camilo Tião) 23023 - Mario De Oliveira Junior (Marim Do Bar) 23123 - Cleomara Aparecida Pinto Campanini (Cleomara Enfermeira) 23190 - Florival Barbareli Sobrinho (Lebrinha) 23444 - Maria Jose Da Silva Soares (Zélia) 23456 - Francisco Justino Mota Neto (Chicão Do Depósito) 23654 - Vanuza Corato (Vanuza Corato) 23663 - Sergio Silva (Sérgio Do Escritório) 23777 - Maria De Jesus Martins (Maju Da Quitanda) 25000 - Marcos Lucio Neri (Marcos Neri Nerinho) 25005 - Ricardo Bueno Aparecido (Ricardo Bueno) 25025 - Maria Cristina Gasperini (Cristina Gasperini Irmã Do Nan) 25100 - Ricardo Luiz Zilio (Ricardo Zilio) 25113 - Rosana Ferreira Da Silva Serrani (Rosana Serrani) 25123 - Jarbas Luis Beltrame (Jarbas Motorista) 25200 - João Batista Rosa Júnior (Professor Branco White) 25234 - Marina Cecilia Domingues Zerba (Marina Zerba) 25333 - Lindomar Alves (Onça) 25500 - Tatiane Garcia Balbão (Tati Balbão) 25555 - Aparecida Donizete Estevam (Cidinha Estevan) 25567 - Ricardo Donizeti Alves Pereira (Kiko Verdureiro) 25654 - Evandro Teixeira Rodrigues (Evandro Junior) 25666 - Fabricio Da Silva Luiz (Fabricio Da Capoeira) 25678 - José Leandro Aguiar Da Silva (José Leandro Combate À Dengue) 25777 - Gerson Aparecido Da Silva (Gersinho Pintor) 25888 - Roberto Aparecido Moracci (Robertinho Motocross) 31000 - Antonio Carlos Da Silva (Chimiti) 31123 - Celso De Nazareth Ribeiro (Celsinho Do Tenente) 31192 - Andre Salomão Salomen Nader (Andre Nader) 31221 - Jose Alves Dos Santos Filho (Bigode Do Cachorro Quente) 31231 - Luis Fernando Justino (Skibe) 31234 - Marli De Souza Pegoraro (Marli Pegoraro) 31310 - Renato França De Oliveira (Renato Perereca) 31480 - Ilse Correa Fonseca (Rainha Da Paz) 31555 - Luciano Durando (Martelim) 31567 - Aparecida Olimpia De Souza (Aparecida Da Reciclagem) 31650 - Luiz Antonio Fernandes (Luizinho Engenheiro) 31669 - Luiz Fernando Eugenio (Sorriso Motos) 31999 - Luciano Fudugli De Aquino (Luciano Srv) 33000 - Laercio Costa Arruda (Laercio Arruda) 33123 - Michelle Pozitano Lima Reis (Michelle Pozitano) 33222 - Reginaldo De Paula (Nado Do Posto)

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016 33325 - Alex Sandro Ghiotti (Alex Dos Leões) 33333 - Paulo Cesar Dos Anjos (Paulinho Cornetti) 33366 - Fatima Imaculada Patrocinio (Fatima Patrocinio) 33520 - Karina Rodrigues Pereira (Karina Rodrigues) 33555 - Augusto Cezar De Oliveira (Guto Da Minasçucar) 40011 - Fernando José Mesquita (Fernando Mesquita) 40123 - Luzinete Soares Bandeira (Nete Bancauto) 43000 - Sergio Francisco Gomes (Seginho Gomes) 43001 - Maria Odara Zilio Barboza (Odara Zilio Barboza) 43043 - Fagner De Souza Figueira (Fagner Figueira) 43107 - Isabel Cristina Cicolani Da Silveira (Bel Cicolani) 43111 - Adair Soares Cunha (Adair Cunha) 43123 - Carlos Rosa Nogueira (Carlão Do Leite) 43125 - Adilson Santos Viana (Mineiro) 43127 - Marta Aparecida Galhardi (Marta Gualhardi) 43143 - Mario Marco Barbosa Titarelli (Marinho Titarelli) 43333 - Diego Hermano Porto Vidal (Diego Vidal) 43421 - Sebastiao De Paula Leite (Sebastiao De Paula Leite) 43456 - Marcia Aparecida Dos Santos (Marcia Santos) 43555 - Joao Batista Queiroz (Joaozinho Da Dengue) 43633 - Everton Luiz Rodrigues (Everton Luiz) 43777 - Marcos Antonio Basso (Marcao Basso) 43975 - Geraldo Dias De Araujo Junior (Geraldo Do Escritorio) 45007 - Arlindo Jose Caetano Da Silva (Arlindão) 45045 - Bruno Donizeti Abachi (Bruno Abachi) 45123 - Heitor Aparecido Bertocco (Heitor Bertocco) 45124 - Sergio Correa De Andrade (Abeia Vidraçeiro) 45136 - Maria Izabel Sanguine (Maria Izabel) 45145 - Maria Aparecida Dias Malheiros (Nina) 45234 - Joao Manoel Ferreira (João Rolinha) 45270 - Carlos Alexandre Ferreira Francisco (Le Da Farmácia) 45456 - Joao Pereira Vidal (Pofi) 45545 - Jovelina Aparecida Crispim Martins (Jovelina) 45612 - Osmar Dos Santos (Grilo) 45678 - Gisleine Aparecida Badan Eleuterio (Gisa Badan) 45789 - Jose Geraldo Dos Santos (Zé Pretinho) 50000 - Luiz Carlos Tomaz Filho (Luizinho Da Funerária) 50015 - Daniela Cristina Hilário De Oliveira Bianchini Da Silva (Dany Bianchini) 50027 - Wilson França (Wilson França (Cabeleireiro) 50111 - Jonatan Luiz De Carvalho (Jou Carvalho) 50123 - Celso Ricardo Bessoni (Celso Bessoni)

50124 - Rosane Donizeti Breve (Rosane Breve) 50125 - Zilda Siqueira (Zilda Siqueira (Izildinha) 50177 - Mariana Formalhio De Oliveira (Mariana Da Academia) 50222 - Débora Creusa Gomes (Débora Boca Rica) 50277 - Renato Vinícius Justino (Renato Justino) 50500 - Alexandre Aguiar (Alexandre Aguiar (O Gaúgho) 50555 - André Luis Dos Santos Malta (André Malta) 50650 - Maria Eliene Sepryano Dos Santos (Eliene (Lena) 50666 - Hélio José Soares (Hélio Do Real) 50716 - Neuza Militão De Souza (Neuza (Mãe Do Lek-Lek) 51000 - Elica Lidiane Aguiar Da Silva (Elica Da Silva) 51051 - Fabiula Fernanda Bezerra Moura (Fabiula Bonacim) 51111 - Adrielli Monique Zanela (Adrielli Zanela) 51500 - Cleber Da Silva Aguiar (Cleber Aguiar) 51515 - Luciano Aparecido Da Costa (Luciano Costa) 51999 - Quelcio Henrique De Paiva (Quelcio Da Informatica) 55000 - Jonas Martins De Souza (Marão) 55123 - Luiz Miguel Fudugli De Aquino (Miguel) 55295 - Marcus Soares (Marcus Santista) 55333 - Maria Regina Costa Carvalho (Regina Do Cantinho Do Céu) 55445 - Vitor Vilas Boas Teles (Professor Vitor) 55555 - Gislene Aparecida Dos Santos (Lene) 55654 - Gleber Junior Clemente (Alemão Do Sindicato) 55963 - João Roberto Vilas Boas Ribeiro (Joãozinho Vilas Boas) 65000 - Antonio Marcos Durando (Marcos Durando) 65111 - Ferdinando Marcos Bianchesi (Nando Da Praça) 65123 - Telma Lucia Pereira Espuri (Telma Enfermeira) 65435 - Ademir Flauzino (Ademir Do Sindicato) 77000 - Ailton Antonio Argeri (Ailton Argeri) 77123 - Luis Dos Reis Augusto (Bode Do Sindicato) 77177 - Marinete Pastora Da Silva (Marinete Pastora) 77234 - Abner Henrique Wiesel Monteiro (Abner Do Banco De Negócios) 77456 - Marcio Zerbini (Marcio Zerbini) 77777 - Romualdo Vinicius Ferreira Rosa (Dô) 90000 - Carlos Alberto Messias (Carlos Messias) 90013 - Lucimar Silva Magalhães Ribeiro (Lucimar Magalhães) 90053 - Jacinto Felipe Gomes (Jacinto Gomes) 90090 - Josimeire Moreira (Meire Cabelereira) 90091 - Fernanda Aparecida Da Silva (Fernanda Da Silva) 90100 - Antonio Carlos Da Silva (Carlinho Terra Nova) 90200 - Alex Geraldo Genari (Alex Genari) 90800 - Rivelino Lopes Da Silva (Rivelino Mecânico)

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2267 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // PAULO HENRIQUE FERNANDES PARREIRA e SHYCHARLAT LIANDRA DOS SANTOS GRACIUTH //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e sete (27) de fevereiro de um mil novecentos e noventa e três (1993), profissão auxiliar gráfico, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Antonio Geraldo Balbão, 120, Cohab 3, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de CARLOS JOSÉ PARREIRA e de dona LINDALVA APARECIDA FERNANDES PARREIRA. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos vinte e sete (27) de outubro de um mil novecentos e noventa e cinco (1995), profissão autônoma, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Antonio Geraldo Balbão, 120, Cohab 3, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de ELIAS GRACIUTH e de dona IRIS REGINA DOS SANTOS. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2268 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // GILDNEI CASSIANO ARAUJO e MAIARA HELENA MOREIRA //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos quinze (15) de agosto de um mil novecentos e oitenta e seis (1986), profissão técnico administrativo, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Julia Armbrust Wiezel, 177, Jardim do Sol, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de GERALDO DIAS DE ARAUJO e de dona NATALINA MARIA XAVIER ARAUJO. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos vinte e seis (26) de julho de um mil novecentos e noventa e dois (1992), profissão professora, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Maria Aparecida Ferreira, 256, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de ANTONIO DA SILVA MOREIRA e de dona MARCIA HONORIA MOREIRA. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi - Oficial.


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 27


PÁGINA 28

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 29


PÁGINA 30

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

CRÔNICA DA SEMANA

Sexta feira tem 2ª feira de artesanato

Daniel Almada

Com o sucesso da primeira da feira de artesanato que reuniu cerca de 25 barracas, entre artesanatos e produtos alimentícios, a prefeitura fará a segunda edição na próxima sexta-feira (7), no Espaço Mogiana. Os visitantes poderão encontrar bolsas, camisetas, artigos de decoração, vidros decorados, artigos em MDF, enxoval para bebe, artigos de cama, mesa e banho, pintura em tecido, bordados em geral, chinelos decorados crochê, tricô, macramê, capas para almofadas, colcha, biscuit, flores artificiais, bonecas em pano, toalhas, tapetes, sabonetes e aromatizador de ambientes, além de comidas.

As mãos sujas da soberba Notícias jorram da capital, e percebe-se o chão ceder ao peso da vergonha e do espanto. É como se, de repente, não houvesse mais país, e nossas faces se escondessem de si; é como se, de repente, quebrássemos todos os espelhos humilhados, definitivamente marcados pelas cicatrizes de uma guerra surda provocada pelas mãos sujas da soberba. Eles são poucos para tanta fome, são nada para tanto orgulho e, no entanto, fizeram nossa sua guerra do absurdo, pelo absurdo. Notícias jorram da capital, e de nossas feridas brotam sangue e desespero, uma estranha culpa pelo jamais feito.

Mãe embriagada tenta agredir filho e neto com faca Um homem e seu filho quase foram agredidos pela mãe, na madrugada de quarta para quinta-feira (29), na COHAB III. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima acionou a PM três vezes pedindo socorro pelo fato de sua mãe estar embriaga e agressiva na sua casa. Para fugir das agressões, trancou-se no quarto com seu filho de 11 meses no colo. A mulher estava com muita raiva e munida de uma faca de cozinha desferiu golpes na porta. Quando a polícia chegou ao local, acalmou a situação e apreendeu a faca. O conselho tutelar também foi chamado. A vítima e o filho foram levados para a casa do pai.

Quarteto rouba propriedade rural Quatro homens, um deles armado com uma arma de fogo, roubaram, na última sexta-feira (23), por volta das 23h, uma propriedade rural próximo a Estação Santos Dumont. Segundo consta no B.O, a vítima dirigia pelo local levando o morador da propriedade quando foram surpreendidos e rendidos pelo grupo. Da propriedade levaram uma arma de fogo (carabina), televisão de 28 polegadas, dois botijões de gás, entre outros, da motorista o celular e o carro, e o celular de uma terceira pessoa que também estava de carona. A polícia foi chamada, fez patrulha pelos arredores, mas não conseguiu encontrar os suspeitos.

Aliança, eletrônicos e dinheiro são furtados no Luiz Gonzaga Uma casa foi furtada por volta das 19h30, na última terça-feira (27), no Luiz Gonzaga. A vítima relatou na ocorrência que estava chegando em casa após um dia de trabalho e notou a porta da cozinha arrombada. Ao entrar, descobriu que levaram seu notebook, celular, aliança de ouro, relógio de pulso, máquina fotográfica, secador de cabelo, chapinha e R$100. A PM foi acionada, mas até o momento, ninguém foi preso.

Teatro no Centro Cultural Uma parceria entre a Prefeitura Municipal, a Fundação Cultural, a Secretaria Estadual da Cultura e a APAA - Associação Paulista dos Amigos da Arte, trás ao Centro Cultural, no próximo sábado (8), às 20 horas, a peça teatral gratuita do Circuito Cultural "HuisClos - A Portas Fechadas", do grupo Blauengel Produções.

Cinema da Terça O Programa Pontos Mis - Museu da Imagem e do Som exibirá no Centro Cultural, na terça-feira (4), às 19h30 dois filmes. O curta metragem "CAVALO" e o longa metragem "SE DEUS VIER, QUE VENHA ARMADO".


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

GRAMÁTICA NA MEDIDA É incrível como a inserção de um sinal de pontuação, como a vírgula, pode modificar o sentido de uma frase. Por exemplo: I. Não vá! II. Não, vá! Perceba que, em I, pede-se que a pessoa fique. Mas em II, é como se não se importasse que ela fosse embora. Ou mesmo se pedisse isso. Então, muito cuidado ao se comunicar por escrito, pois a pontuação pode ser decisiva na construção de uma mensagem! Fique de olho! Aline Vilela é professora da rede privada de ensino e corretora de vestibulares. #gramáticanamedida

Doe brinquedos! Faça uma criança Feliz! Este é o slogan criado pela coordenadoria do Recriança para a campanha que visa arrecadar brinquedos, para montar uma brinquedoteca no prédio do Centro Comunitário João Cândido dos Reis- candinho- onde o projeto funciona. Segundo Adelaine Roberta Pereira, coordenadora do projeto, durante o mês de outubro eles estarão recebendo as doações:- Não precisa ser brinquedo novo. Quem quiser doar basta vir aqui e entregar, disse ela. O Recriança atende crianças de seis a nove anos, de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h com diversas atividades. Faça uma criança feliz! Doe!

FALA NOSSO TETO

PÁGINA 33

José e Joana comemoram bodas de diamante José da Cruz e Joana de Aguiar Cruz sopraram velinhas no último domingo (27), em comemoração a bodas de diamante do casal. O festejo dos sessenta anos de casamento reuniu a família ligada pelo amor e pela fé cristã. Filhos, netos, bisnetos, noras, genros e demais familiares. José da Cruz, aos 87 anos, feliz com a data, diz que conheceu sua amada nos idos dos anos 50 - lá no século passado- quando ele, recém-chegado do vilarejo de São Pedro dos Morrinhos se deparou com sua amada nas proximidades do Cemitério local. Jo-

ana, hoje, tem 80 anos. Terceiro de uma linhagem de quatro irmãos, e ela de sete irmãos também a terceira, quatro meses depo is da troca de o lhares apaixonados, trocaram alianças no altar. Fato registrado no dia vinte e dois de setembro de 1956. A vida do casal sempre foi de luta. Criar e educar os oito filhos que sucederam do casamento não foi tarefa fácil. José ganhava a vida como operador de tráfico de trens nos áureos tempos da Fazenda Amál ia, até que uma oportunidade fê-lo se transferir daquele trabalho para a condição de motorista

de caminhão. Profissão que o ajudou a sustentar a família até a aposentadoria. Enquant o o mari do fazia longas viagens até a capital com o caminhão 1113, Joana zelava do lar e dos rebentos e em orações velava por ele, na boleia do caminhão. Hoj e, passados 60 anos desde o primeiro encontro e da troca de olhares fortuitos, o casal vive feliz e rodeado da família que formaram. Fátima A. C. Gomes, filha mais velha do casal,

disse: - Que Deus est eja sempre com nossos pais e diante do exemplo deles de vida e amor ao próximo possamo s crescer co mo seres humanos sensíveis e caridosos.


PÁGINA 34

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 35


PÁGINA 36

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016


O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

PÁGINA 37


PÁGINA PÁGINA38

38

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

O -JORN ALZ ÃO OClélia JORN ALZÃO - E D . 1.067 30/09/2016 Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

E D IÇ ÃO 1.043 1.067 30/09/2016 16/04/2016


JORNALZÃO ALZ ÃO- E DClélia OOJORN . 1.067 -Zanardo 30/09/2016 E D IÇ ÃO 1.067 30/09/2016

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA PÁGINA 39 Informe Publicitário

39


PÁGINA 40

O JORN ALZÃO - E D . 1.067 - 30/09/2016

O Jornalzão, edição 1067  
O Jornalzão, edição 1067  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement