Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 28/05/2016 - Ano 22 - N.º 1.049 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

Felipinho troca de ares e é campeão na Itália

R$ 3,00

FRAUDE NA MERENDA

Prefeitura pagou R$ 50 mil, mas não recebeu mercadoria da COAF Agente preso da COAF afirma em depoimento que não pagou propina em Santa Rosa. ‘Entrega parcelada’ complica situação de servidores. Prefeitura entra com ação na justiça para receber de volta o valor pago

Zika é descartada em gestantes

Pronto Socorro com três médicos é inviável

Felipinho Clemente deixou a Roma foi campeão pelo Atalanta e recebeu troféu de artilheiro e melhor jogador

Santa Rosa deve abandonar o 'Caminho da Fé'

Para ser infinito, não é necessário aliança

Jovem acidentado sai de CTI e vai para o quarto Barcelona SRV cai na semi da Copa Verão Ladrão usa facão para roubar dinheiro e joias de mulher

Cidade celebra Corpus Christi


PÁGINA 2

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 3

Pronto Socorro com três médicos é inviável O aumento considerável no número de pacientes do Pronto Socorro - cerca de 60% a mais que ano passado levou a Diretoria a fazer algumas mudanças que entrarão em vigor em breve no PS local. As principais mudanças são que pacientes que vão atrás de receitas e atestados médicos não serão mais atendidos. Estes deverão procurar o médico da rede nos postos de saúde. Os pacientes que buscam medir pressão também serão orientados a procurar os médicos da rede (UBS). "Resumidamente, Pronto Socorro é para atender paciente com dor. Um acidentado, um infartado, alguma crise aguda... Não podemos ficar atendendo paciente para trocar receita, fornecer atestado, pois o custo

A diferença entre UBS e Pronto Socorro

PS é mais procurado de segunda a sexta feira é muito alto", disse Elizeu Sabino dos Santos, Presidente da Santa Casa, que gerencia o PS local. A entrada de pessoas acompanhando pacientes também ser á pr oibida. "Exceto aqueles pacientes que precisam de acompanhamen-

Os atendimentos no PS

to como crianças e idosos", disse Sabino. Ventilou-se a possibilidade da contratação de um terceiro médico, mas a ideia foi deixada de lado pelos altos custos. "Acredito que se a gente contratar um terceiro médico, amanhã precisaremos de um quarto, depois do quinto...", disse Elizeu. "Vamos atender realmente quem deve ser atendido e para isso dois médicos devem ser suficientes", disse. Doente de segunda a sexta - O que o presidente da Santa Casa disse, o Jornalzão publicou na edição de 16 de abril de 2016. A busca por atestado e troca de receitas é visivelmente comprovada pelo número de atendimentos de segunda a sexta feiras, superiores aos atendimentos nos finais de semana. O jornal mostrou que o santa-rosense "fica doente" 'apenas' de segunda a sexta (veja tabela ao lado). "A gente tem publicado no Jornalzão, em es-

paço cedido gratuitamente, que o povo deve procurar o PS apenas em casos de urgências e emergências e é bom o povo ir se acostumando, pois o atendimento será estritamente para este fim", diz Elizeu. Cancelamento de consultas - Se no Pronto Socorro a procura aumentou, nas UBSs o índice de comparecimento só diminui. Segundo a Diretoria Municipal de Saúde, os pacientes faltam em cerca de 30% das consultas e dos exames agendados. E isso é dinheiro jogado fora. O paciente falta no atendimento de rotina na rede para procurar um atendimento mais rápido no PS e isso aumenta os gastos do município na saúde, uma vez que o pronto atendimento custa bem mais caro que o de rotina. Tanto o Diretor de Saúde Ch ico Vacis, quanto Elizeu Sabino concordam em uma coisa: "Rotin a, p revenção é n as UBSs. Urgência e emergências no PS, e o povo precisa se acostumar".

Você sabe aonde ir quando está gripado? E quando seu filho está com febre, para onde o leva? Ao hospital do município? E se sua tia cair e fraturar a bacia, o que você vai fazer? Conheça melhor o que cada unidade de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) está habilitada para atender, e saiba o que fazer em casos de emergência ou quando sintomas desagradáveis aparecerem. Os problemas de saúde mais comuns, o dia-adia da saúde e os exames de rotina devem ser feitos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), mais conhecidas como postos de saúde. O objetivo desses postos é atender até 80% dos problemas de saúde da população, sem que haja a necessidade de encaminhar aos hospitais. Já para os casos de agravo, urgências, como acidentes, fraturas, infartos e AVCs, o paciente será encaminhado para o Pronto Socorro. UBS - As UBSs são a porta de entrada do SUS. É na Unidade Básica de Saúde que os cidadãos têm as consultas regulares, recebem acompanhamento, medicamentos e vacinas. Os postos costumam estar dentro dos bairros e abrangem uma determinada região, estão próximos de onde as pessoas trabalham, estudam e vivem. Têm o mais alto grau de descentralização e capilaridade no território nacional. As equipes das UBSs devem conhecer a realidade local e as pessoas que ali vivem. Pronto Socorro - Já Pronto Socorro 24h é a unidade fixa de urgência e emergência. É um serviço da alta-complexidade e está diretamente ligado ao SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. No PS, o paciente será apenas estabilizado, pois não é uma unidade de internação. Estima-se que 90% dos problemas de saúde que chegam até essas unidades são resolvidos sem necessidade de encaminhar o paciente ao pronto-socorro de um hospital.


FRAUDE NA MERENDA

PÁGINA 4

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

Prefeitura pagou R$ 50 mil, mas não recebeu mercadoria da COAF Agente da COAF afirma que não pagou propina em Santa Rosa. Entrega parcelada complica situação de servidores A prefeitura pagou antecipadamente a COAF R$ 50.242,50 referente a duas notas fiscais - números 9962 e 9963, mas a mercadoria nunca foi entregue. Foi o que constatou uma sindicância interna, instaurada depois da deflagração da Operação “Alba Branca", do GAECO, que investiga fraudes na compra de merenda escolar em diversas prefeituras paulistas e também no Governo do Estado. As notas fiscais fazem parte de uma chamada pública, feita em novembro de 2015. Segundo o Portal da Transparência do Município, o pagamento da no ta 9962 ( R$ 43.564,50) foi feito um dia após sua apresentação. A nota 9963 (R$ 6.678,00) foi paga em seis dias após sua apresentação. As mercadorias não foram entregues até ontem 17h. Ação na justiça Depois do que foi apurado

pela sindicância, o departamento jurídico da prefeitura entrou com uma Ação Civil Pública de Cobrança contra a COAF - Cooperativa Orgânica de Agricultura Familiar - pedindo a devolução do dinheiro pago. Segundo o procurador do município, doutor Fernando Henrique Vieira Garcia, a descoberta de que os produtos não haviam sido entregues só foi possível graças a instauração da sindicância. "Deste modo, Excelência, com base no relatório preliminar apresentado pela Comissão de Sindicância, conforme documento em anexo (doc. 05), não resta alternativa ao REQUERENTE, visando resguardar o interesse público, e principalmente, o tesouro municipal, senão postular o ressarcimento dos valores pagos pelo REQUERENTE, à REQUERIDA, através das notas fiscais nº: 9963 e nº: 9962, haja vista,

que os produtos não foram entregues pela REQUERIDA, conforme apurado pela comissão de Sindicância Municipal, conforme comprova documento em anexo (doc. 05)", diz o pedido do procurador municipal. E ele completa: "Ora, Excelência, diante dos fatos anteriormente explanados, é irrefragável a existência de ato ilícito, decorrente da própria conduta do REQUERI DO , eis q ue cumulada de irresponsabilidade, e que veio a causar prejuízos de grande extensão ao REQUERENTE". Juiz quer inclusão dos servidores municipais responsáveis - O despacho do Juiz Alexandre Cesar Ribeiro é claro e pede a inclusão de agentes públicos como corresponsáveis pelo pagamento irregular feito à COAF. O Juiz entende que o prejuízo ao município foi causado também pelos atos ilegais de servidores municipais - "tanto do agente público que atestou

o recebimento das mercadorias, quanto do agente público que autorizou o pagamento pelas mercadorias não entregues". Disse o Juiz: "Tratando-se de ação civil pública decorrente de ressarcimento ao erário público por pagamento indevidamente autorizado (pagamento decorrente de mercadorias não fornecidas), determino que, no prazo de quinze dias, o au to r da ação emende a petição inicial para inclusão, no polo passivo da demanda, de todos os agentes públicos que concorreram para o ato ilegal (tanto do agente público que atestou o recebimento das mercadorias, quanto do agente público que autorizou o pagamento pelas mercadorias não entregues) - uma vez que é evidente que se pagamentos houve por produtos não recebidos, houve concurso de servidores públicos municipais no esq uema d e pagamento (qualquer criança sabe que só se faz pagamentos e só se recebem notas fis-

cais depois do efetivo recebimento das mercadorias - inclusive porque se as mercadorias em tela não foram entregues, elas fizeram falta à administração pública e houve notícias da falta dessas mercadorias no âmbito interno da municipalidade)." O Ju iz Alexand re conclui seu despacho assim: "Insta ressaltar a fragilidade da documentação que veio aos autos até este momento (baseada tão somente na omissão da parte ré quanto à apresentação de comprovantes de

entrega de mercadorias); de tal modo que se a parte ré apresentar, no curso do processo, documentos de fornecimento das mercadorias, o autor da ação, além de perder a demanda, terá de pagar custas e verbas de sucumbência; de tal modo que é de rigor que a documentação autorizativa dos pagamentos atinentes às notas fiscais venha também a ser juntada aos autos, para que a Justiça e o MP saibam quem são os agentes públicos que deram guarida aos pagamentos ilegais."

O que a prefeitura pagou e não levou Nota fiscal 9962 1.000 abacaxi - R$ 3.130,00 200 abóbora cabochá descascada - R$ 2.030,00 200 alho higienizado e embalado - R$ 4.540,00 500 cenoura descascada, higienizada - R$ 3.695,00 500 goiaba - R$ 1.970,00 1.000 mamão formosa - R$ 3.990,00 500 mandioquinha processada - R$ 5.130,00 500 mix batata, cenoura e vagem - R$ 4.575,00 6.290 suco de laranja tetrapack 200ml - R$ 11.322,00 250 vagem processada - R$ 3.182,50 Nota fiscal 9963 3.710 sucos de laranja tetrapack 200ml - R$ 6.678,00


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

FRAUDE NA MERENDA

PÁGINA 5

Entrega parcelada de produtos foi feita também em 2014 A Chamada Pública em questão era para a entrega imediata dos produtos e pagamento à vista. Mas o Jornalzão apurou que, depois da licitação, o "combinado" era que a mercadoria fosse entregue parceladamente ao longo do ano, com o pagamento à vista mantido. Tal fato poderia ser legal se constasse do edital a entrega parcelada e o pagamento também parcelado, o que não aconteceu. Daí a grave irregularidade que trouxe prejuízo de 50 mil reais aos cofres públicos com a investigação sobre a COAF. A Lei de Licitações proíbe pagamen tos an tecip ad o s a qualquer fornecedor do serviço público.

Um ser vido r, q ue não quis se identificar, disse que a entrega parcelada foi feita em 2014 também. "A empresa dava uma carta fiança no valor da compra (assim como fez em 2015) e fazia a entrega parcelada para a prefeitura", disse o servidor. O Jornalzão consultou um advogado ligado à área. Ele afirmou que os servidores poderão ser responsabilizados criminalmente, pois ajudaram a fraudar uma licitação pública (na modalidade Chamada Pública). "Se o pagamento foi à vista e a entrega combinada parcelada, isso deveria constar em edital, pois outros concorrentes poderiam fazer preços menores do que os

cobrados. Isso é ilegal e os servidores devem ser responsabilizados", afirmou, praticamente com as mesmas palavras do Juiz. "Não houve propina," diz Português - O Jornalzão conseguiu com exclusividade, em Bebedouro-SP, ler o depoimento de Luiz Carlos da Silva Santos, conhecido como Português, um dos agentes da COAF presos naquela cidade pela "Operação Alba Branca", que foi flagrado em escuta telefônica confessando que fraudou a licitação de 2015 em Santa Rosa, superfaturando preços e entregando três envelopes de "empresas coligadas". Ele afirma, neste depoimento, que a

Viatura do GAECO na prefeitura em janeiro deste ano quando foi deflagrada a Operação “Alba Branca”

COAF não pagou propina a nenhum servidor público de Santa Rosa e que as irregularidades no município

foram o superfaturamento e os três envelopes, conforme já havia mostrado a gravação telefônica auto-

rizada pela justiça. Os depoimentos dos outros envolvidos o jornal não teve acesso.

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2212 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // ALDO RODRIGUES e MARIA ÂNGELA DA SILVA //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos vinte e seis (26) de janeiro de um mil novecentos e sessenta (1960), profissão operador de empilhadeira, estado civil divorciado, domiciliado e residente à Rua Clotildes Pozzato, 212, Luiz Gonzaga, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de MANOEL LUIZ RODRIGUES e de dona ROSALINA DA SI LVA RODRI GUES. Ela, natural de Santo Antonio da Alegria, Estado de São Paulo, nascida aos dezenove (19) de setembro de um mil novecentos e sessenta e oito (1968), profissão pedagoga, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Rua Clotildes Pozzato, 212, Luiz Gonzaga, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de LOURENÇO CAETANO DA SILVA e de dona BENEDITA BARBOSA DA SI LVA. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2213 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documentos exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código Civil, os pretendentes: // LUCIANO DE SOUSA e MARIA DE FÁTIMA FREITAS //. Ele, natural de Cajuru, Estado de São Paulo, nascido aos trinta e um (31) de março de um mil novecentos e setenta e sete (1977), profissão tratorista, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Americo Moimaz, 523, Luiz Gonzaga, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filho de dona ZULMIRA DE SOUSA. Ela, natural de Bocaiúva, Estado de Minas Gerais, nascida aos trinta (30) de setembro de um mil novecentos e setenta e oito (1978), profissão do lar, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Americo Moimaz, 523, Luiz Gonzaga, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de DIVINO PEREIRA DE FREITAS e de dona MARIA LUIZA DE FREITAS. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Cossi - Oficial.


PÁGINA 6

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

EDITORIAL É muito grave - A constatação de que a prefeitura pagou e não recebeu os produtos da COAF é grave. Imbutido aí tem alguns crimes. Mesmo que os produtos fossem entregues parceladamente já seria crime, pois o edital não previa isso. E pelo jeito isso acontecia frequentemente, o que é mais grave ainda. O município não pode ficar com este prejuízo e os reponsáveis devem pagar por isso. Primavera - O show do Pixote foi bom. Teve brigas, sim, teve. Mas no geral foi excelente. Ninguém faz evento pro cidadão ir lá e brigar. A briga acontece porque é o cidadão, desequilibrado, o causador disso. Se um não quer, dois não brigam. O Primavera tem que seguir esta linha de transparência e oferecer sim entretenimento ao associado e visitante. O que cabe ao clube é ver quem são os brigões e proibir de entrar nos próximos eventos, e parece que estão fazendo isso. O resto é conversa fiada. PS e UBS - Correta a não contratação de um terceiro médico para o PS. O que tem que ser feito é otimizar os atendimentos cada um no seu local. Rotina é UBS. Urgência é PS. Os palpiteiros de plantão, sem nenhum conhecimento de causa, pedem mais médicos. Por eles, deveriam ter 80 médicos no PS, não interessando seu custo. Mas não é por aí. O cidadão tem responsabilidade neste atendimento. A partir do momento que ele falta a uma consulta de rotina, ou a um exame, ele está contribuindo para que o sistema falhe. Quando ele vai no PS apenas em busca de um atestado, ele está contribuindo para que o sistema falhe. Aí vem gente reclamar que demorou 40 minutos para ser atendido. Absurdo! Meu, nem em consultório particular o paciente é atendido tão rápido. Levanta a mão pro céu e agradeça o que você tem na cidade e em vez de atrapalhar, amigo, ajude. Caminho da Fé - Paga isso, prefeito. Parcele em algumas vezes e deixe Santa Rosa no consórcio. Em uma época ‘braba’ de crise e pessimismo, o que resta é a Fé. E se o senhor tirar isso, ... Felipinho - O menino está com a bola toda. Maduro, inteligente, articulado e bom de bola. Já é um vencedor. Parabéns, garoto. Queremos ver você no Timão um dia.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO é uma publicação da editora André Nagib Moussa ME - Redação:rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone/fax: (16) 3954 3289 Usuário Papel Imune: UP-08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Joana Dobras Tiragem: 2.500 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - E-mail:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ

DE OLHO NA CIDADE

COLUNA ROTÁRIA

Zika é descartada em gestantes

Henrique Gil

As duas gestantes que estavam com suspeitas de ter contraído Zika Vírus estão aliviadas com o resultado negativo dos exames. Hoje são 25 os casos de zika na cidade, nenhum em gestante. Já os casos de dengue acumulados passaram dos mil. O índice de incidência indica 1.031 casos positivos da doença na cidade desde o início do ciclo, segundo os números divulgados pela Vigilância Epidemiológica do município.

Senado comemora 100 anos da Fundação Rotária

A Fundação Rotária ajuda a patrocinar nossas atividades humanitárias, que vão de projetos comunitários a iniciativas globais. Além disso, lidera as campanhas mundiais do Rotary para erradicar a pólio e promover a paz. Com os subsídios da Fundação, os rotarianos podem enfrentar desafios como a pobreza, o analfabetismo e a subnutrição com soluções sustentáveis de impacto duradouro. No Brasil, através de Lei Federal Nº 6.843 de 03 de novembro de 1980, foi instituído o Dia Nacional do Rotary International, a ser comemorado sempre no dia 23 de fevereiro, data da fundação da organização mundial em 1905, pelo advogado Paul Harris e seus parceiros de negócios, Gustavus Loehr, Silvester Schiele e Hiram Shorey. O Rotary International busca estimular líderes comunitários, homens de negócios e profissionais a ela filiados a empreender serviços à sociedade, além de incentivar o comportamento ético entre seus associados e nas suas relações profissionais e de negócios. Em 2016, comemoram-se 111 anos de fundação do Rotary International e 100 anos da Fundação Rotária. O Senado homenageou a Instituição, através de vários nomes importantes da política brasileira, como Cristovam Buarque, Hélio José e José Serra. Você pode acompanhar gratuitamente a gravação realizada pela Rádio Senado em http://bit.ly/ 100anosFR. Faça uma doação para a Fundação Rotária e ajude nas campanhas contra a Polio, Analfabetismo ou Subnutrição. Saiba mais: http://facebook.com/rotarysrv Rotary Club de Santa Rosa de Viterbo - Av. Henrique Alonso Martins, 275


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

REUNIÕES TODAS AS TERÇAS E SÁBADOS 19h30 - Rua Alagoas, 370 APOIO DO JORNALZÃO


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 11

PARA SER INFINITO, NÃO É NECESSÁRIO ALIANÇA

Eva e Sperim celebraram Bodas de Ébano ontem Gabriel Carmello Caldas

Era final de maio de 1950, Eva Rodrigues Michelassi e Sperim Michelassi, hoje com 86 anos cada, já tinham marcado a data do casório, mas faltava um simples detalhe: A aliança. A noiva não tinha dinheiro, o noivo, menos ainda. Eva se lembrou de que sua mãe havia se casado sem a joia, e decidiu que faria o mesmo. No dia 27, se casaram, usando o adereço emprestado da madrinha de Eva, e devolveram no dia seguinte. Dizem que usar o anel de outra pessoa dá azar ao relacionamento, mas isso não passa de lenda, pois ontem, celebraram 66 anos de matrimônio, mostrando que o simbolismo de eternidade que existe naquele objeto circular, sem começo e nem fim, não significa absolutamente nada, se não tiver amor e cumplicidade entre os amantes. Sapinho de cabelo ondulado - Aos 15 anos, Eva morava com os pais

na Fazenda Terezinha, entre as cidades de Cajuru e Santa Rita de Cássia. Certo dia chegou uma nova família por aqueles lados, e um jovem lhe chamou atenção. "Mãe, olha que bonitinho, parece um sapinho gordinho de cabelo ondulado", porém ela não esperava uma resposta, "Não caçoa, que um dia você pode catar ele". Eva não deu muita moral, jamais imaginaria que aquela frase seria uma profecia na sua vida.O jovem tinha a mesma idade que ela e se aproximou muito de Adão, (o irmão mais velho dela). "Adão era muito meu amigo, fazíamos de tudo juntos, desde trabalhar, sair pra festa e tocar viola", lembra Sperim. Essa p ar cer ia fez com que Eva e Sperim se aproximassem muito, se tornando grandes amigos. Eles viviam brincando e implicando um com o outro, então foi a vez do pai de Eva perceber que toda essa implicância entre eles significava que estava nascendo

uma história de amor. Nada além de cinco minutos - Somente alguns anos depois, Eva entendeu o que seus pais diziam. "Assim que conheci Sperim, eu já namorava ele, só que de longe", ela confessa. Mas apenas aos 19 anos que Sperim pediu a

mão da amada para o sogro, e ainda conta que precisou da ajuda do pai, pois era muito vergonhoso. Mesmo enlaçado há tanto tempo, o casal jura que o máximo que ficaram sem se falar foram cin co min u to s. Deste amor, nasceram cinco filhos, 16 netos, 22 bisnetos e quatro tataranetos.

Há cerca de 40 anos, vieram mo rar em Santa Rosa, perto da Avenida Presidente Vargas, e de-

pois para o 'Teto', onde foram uns dos primeiros moradores, e residem por lá até hoje.


PÁGINA 12

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

VERSO E PROSA

COLUNA GOSPEL

CHICO XAVIER

por Evandro Junior

por Rogério Moscardini

Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

Ele é suficiente ?

Bilhete fraterno

Prefeitura pagou a Coaf E não foi pouco, 50 Mil E onde está a Merenda? Até agora ninguém viu Cidade deve abandonar o Caminho da Fé Que atravessava Gerações Só não podemos abandonar a Fé que vive em nossos corações Essa fé no dia-a-dia é extremamente importante Vejam só foi descartado o Vírus Zika em Gestantes E o garoto Felipinho? Tá batendo um bolão Artilheiro na Itália Quem sabe seleção? Talento ele já mostrou que tem Quem vê jogando se encanta Titular absoluto no Famoso Atalanta Ainda falando de Fé Esse sentimento forte Motociclista acidentado não corre mais risco de Morte Saiu da UTI, que notícia maravilhosa Logo estará conosco matando a saudade de Santa Rosa Casal faz Boda Ébano Um exemplo de União 66 de Casados são Destaque no Jornalzão O Amor lapidado com carinho forma uma bela escultura Será que também vai longe esse amor de Coaf e Prefeitura? Aí eu vou à loucura...

Jesus é suficiente? Esta é uma pergunta que muitos cristãos precisam se fazer. Os cristãos que possuem bens materiais em abundância dependem de Jesus ou de suas posses? As Escrituras não condenam a posse de riquezas, desde que as prioridades estejam em ordem e que as necessidades dos outros sejam atendidas. Alguns de nós que possuímos relativa riqueza devemos nos lembrar de que Jesus nos sustém - não os nossos bens. O apóstolo Pedro nos auxilia a compreender isto com a história do homem coxo mendigando no portão do templo em Jerusalém. Este homem pediu dinheiro a Pedro, que lhe respondeu: "Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!" (Atos 3:6) O homem assentado à porta do templo pensou que a resposta aos seus problemas naquele dia seria dinheiro, mas Pedro demonstrou-lhe que a resposta era Jesus. E Jesus Cristo ainda hoje é a resposta. Li sobre um grupo de cristãos chineses que têm muito a nos ensinar à medida que buscam divulgar o evangelho em sua pátria e além dela. Estes cristãos dizem: "Não temos condições de promover grandes programas ou apresentações evangélicas bonitas. Jesus é tudo o que temos a oferecer." Jesus é suficiente para os nossos irmãos chineses. Ele é suficiente para os pobres. E para você é Ele é suficiente? No ssa s maio res rique zas sã o a s que possuímos em Cristo.

"Qualquer que vos der a beber um copo d'água em meu nome, em verdade vos digo que não perderá o seu galardão". - Jesus. (Marcos, 9:41).

Meu amigo, ninguém te pede a santidade dum dia para outro. Ninguém reclama de tua alma espetáculos de grandeza. Todos sabemos que a jornada humana é inçada de sombras e aflições criadas por nós mesmos. Lembra-te, porém, de que o Céu nos pede solidariedade, compreensão, amor. Planta uma árvore benfeitora à beira do caminho. Escreve algumas frases amigas que consolem o irmão infortunado. Traça pequenina explicação para a ignorância. Oferece a roupa que se fez inútil agora ao teu corpo, ao companheiro necessitado que segue à retaguarda. Divide, sem alarde, as sobras de teu pão com o faminto. Sorri para os infelizes. Dá uma prece ao agonizante. Acende a luz de um bom pensamento para aquele que te precedeu na longa viagem da morte. Estende o braço à criança enferma. Leva um remédio ou uma flor ao doente. Improvisa um pouco de entusiasmo para os que trabalham contigo. Emite uma palavra amorosa e consoladora onde a candeia do bem estiver apagada. Conduze uma xícara de leite ao recém-nascido que o mundo acolheu sem um berço enfeitado. Concede alguns minutos de palestra reconfortante ao colega abatido. O rio é um conjunto de gotas preciosas. A fraternidade é um Sol composto de raios divinos, emitidos por nossa capacidade de amar e servir. Quantos raios libertaste hoje do astro vivo que é o teu próprio ser imortal? Recorda o Divino Mestre que teceu lições inesquecíveis, em torno do vintém de uma viúva pobre, de uma semente de mostarda, de uma dracma perdida... Faze o bem que puderes. Ninguém espera que apagues sozinho o incêndio da maldade. Dá o teu copo de água fria. Emmanuel Página extraída do livro "Segue-me!..." Psicografia de Chico Xavier.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 13

DE OLHO NA CIDADE

Santa Rosa deve abandonar o

12º Agronegócios Copercana será realizada em junho

'Caminho da Fé'

Feira oferece excelentes oportunidades de compras, com oferta de crédito e condições vantajosas de pagamento Sertãozinho, maio de 2016 – A Copercana (Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo) realiza entre os dias 21 e 24 de junho, o 12º Agronegócios Copercana, uma feira de máquinas, equipamentos e agroquímicos, especialmente para cooperados do Sistema Copercana, Canaoeste e Sicoob Cocred. Nesta edição, em torno de 80 expositores irão apresentar seus produtos e tecnologias para a produção de cana-de-açúcar como também para as culturas de soja, amendoim e milho, levando novidades e grandes oportunidades aos mais de cinco mil visitantes esperados. Pelo terceiro ano consecutivo, o evento acontece no Centro de Eventos Copercana, em Sertãozinho-SP, e irá proporcionar aos visitantes a possibilidade de realizar bons negócios através do acesso a produtos, equipamentos e serviços, oferecendo oportunidades de compras, com oferta de crédito e condições vantajosas de pagamento. “A feira é realizada no final do primeiro semestre porque é o período indicado para os cooperados investirem em suas plantações, adquirindo produtos e maquinário para aumentar o desempenho de suas lavouras”, explica Antonio Eduardo Tonielo, presidente da Copercana e Sicoob Cocred. Segundo ele, mesmo com o cenário econômico e político incerto do Brasil, o agronegócio continua sendo a locomotiva do país e tem futuro promissor, por isso, os investimentos devem voltar e o Agronegócios Copercana é uma vitrine de produtos para atender a demanda dos cooperados. Serviço: Data e Horário: 21 a 24 de junho, das 13h às 19h Local: Centro de Eventos Copercana – localizado na Estrada Municipal Hermínio Bizzio, n° 28 - Recreio Planalto, ao lado do Cred Clube Copercana, Sertãozinho, SP

A prefeitura não colocou em dia a taxa de manutenção do "Caminho da Fé", que já passa dos 12 mil reais e deve abandonar o consórcio que faz a manutenção da atração religiosa. O Caminho atrai para a cidade, esporadicamente, turistas peregrinos que se hospedam na cidade. A prefeitura não tem um estudo do que o Caminho da Fé agrega à economia do município. Anualmente, em novembro, a cidade assiste a Caminhada da Fé, de Santa Rosa a Tambaú, que começou com um peque-

no grupo de amigos e na setas amarelas e compossua última edição atraiu to por trechos de estradas cerca de 400 peregrinos. de terra, asfalto, trilhas dentro de fazendas e trilhos O que é - O Cami- de trem compondo um pernho da Fé é um trajeto de curso de cerca de 400 km, peregrinação brasileiro ins- incluindo municípios do espirado no Caminho de San- tado de São Paulo e tamtiago de Compostela (Es- bém do Estado de Minas panha). Gerais. Inicialmente feito por Tem seu inicio na cialguns peregrinos em dire- dade de Tambaú e fim na ção ao Santuário de Apa- cidade de Aparecida. recida, em uma rota alterOs principais objetinativa a outras, predomi- vos do caminho são possinantemente, pavimenta- bilitar, simultaneamente, das, a rota foi oficializada, momentos de reflexão e de em 2005. fé, saúde física e psicolóO Caminho da Fé é gica através do exercício uma rota sinalizada por da caminhada, ou seja, a

integração do homem com a natureza e com a religião. A infraestrutura é composta por pousadas e hotéis de categorias diversas (em regiões urbanas ou rurais). Demora-se, em média, de 12 a 15 dias para finalizá-lo a pé. Alternativamente, há pessoas que o fazem com bicicletas. No trajeto também há pessoas simples, que se dispõem, além de dar o conforto para o peregrino descansar, a contar suas experiências de vida e estórias características do povo do interior do Brasil.

Santa Rosa encerra participação nos Jogos Regionais dos Idosos com bons resultados A delegação santarosense ficou em 31º lugar, empatado com Américo Brasiliense, Ipuã e Nuporanga, entre as 60 cidades participantes do 20º Jogos Regio nais d os I do so s (JORI), que ocorreu em Brod owski de 19 a 22 maio. O evento contava com 14 modalidades, subdivididas em categorias, que somavam mais de 50 formas de disputa, e destas, os 30 atletas locais participaram apenas de seis. Como já demos semana passada, Estela Aparecida Belavenuto, 82, foi medalha de prata no atletismo. E na categoria coreografia feminina, informamos que Santa Rosa

havia alcançado o 19º, mas houve uma correção, e a real classificação foi 25º. Na dança de salão, Alberto Caetanos da Silva e Norma das Graças da Silva, ficaram em 20º. Duas representantes, em catego-

rias diferentes, disputaram a natação feminina, Maria de Lourdes da Silveira Lima, foi 4ª e Adair Soares Cunha 6ª. No vôlei feminino, as esportistas santa-rosenses conquistaram a 4ª posição.

Par ticiparam do s Jogos,aproximadamente três mil atletas. As três primeiras colocadas foram Ribeirão Preto, Jaboticabal, e Sertãozinho. A dona da casa, Brodowski, se garantiu na 16ª colocação.


PÁGINA 14

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

FUNDO DO BAÚ

Bar do Leonino, 1964 Onde hoje está o Stivalleti's bar (em frente à escola 'Teófilo') já esteve o bar do Leonino. No fundo dele havia um campo de bochas que deu lugar a um prédio que hoje (abandonado) pertence ao município. Parte do mesmo foi sede do Correio. Ampliado, serviu à churrascaria Leon, do mesmo Leonino Marques. O pessoal do bar utilizava o campo de bochas para jantares noturnos entre amigos, como este da foto. Os rosto com iluminação excessiva, em primeiro plano, não foram identificados. O de bigode, batendo palmas, à esquerda, é Maurício Vieira Garcia. No sentido horário seguem: Tomazinho de Abreu, Alceu Vicentini, o administrador de sua fazenda em Cajuru, também não identificado, Toninho Cachorréia, Zito Morgon, Ige Tártaro, Waldir Caetano (Finim) e Fordinho. Segundo Cachorréia (com Finim, únicos sobreviventes) a foto foi feita por volta de 1964.

PÁGINA 19

Santa-rosense foi uma das primeiras mulheres catedráticas do Brasil Um d ocumentário da TV Cultura, realizado em 1974, enf ocand o a psicóloga Noemy da Silveira Rudolfer, informa que em 1914 ela 'mudase definitivamente para São Paulo, após o pai ter sofrido prejuízo em suas atividades agrícolas'. Faltou mencion ar que ela saiu e Santa Rosa de Viterbo, onde nasceu em 08 de agosto de 1902. Seu pai, o sergipano Manoel José da Silveira, chegou ao municí-

pio de São Simão no final do século XIX onde montou farmácia no povoado de Santa Rosa que se emancipou em 1910. Maneco, como aqui era conhecido, foi o primeiro presidente da Câmara local. Segundo a tradição oral, teria sido ele o mentor da ideia que batizou o novo município de "Ibiquara", o revoltando os habitantes a ponto deles o expulsarem. Nenhuma evidência histórica comprova a lenda.

Noemy da Silveira em foto de 1947

Noemy representou o Brasil em Congresso Internacional de Educação Em São Paulo, Maceco retomou o negócio de farmácia. Sua filha formou -se p rofessora em 1918, aos 16 anos. Em 1929 ingressou na Universidade de Colúmbia, nos EUA. Em 1935 foi a primeira colocada no concurso de ingresso na recém criada USP, o que fez dela uma das primeiras mulheres catedráticas do país. Naqu ele an o caso u- se com o engenheiro civil Bruno Rudolfer que faleceu em 1942. No ano anterior, a psicóloga representou o Brasil no oitavo Congres-

so Internacional de Educação nos EUA. Seu primeiro livro, de 1935, virou referência em Psicologia Educacional. No documentário de 1974, diante da pergunta 'o que é a Psicologia Educacional nos dias de hoje, a filha do Maneco respondeu: "A psicologia educacional, não só nos dias de hoje, tem por base esclarecer os meios de que se dispõe para educar bem". Seu falecimento ocorreu na capital paulista em 16 de dezembro de 1980.


PÁGINA 20

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 21

SAUDADE DA FAZENDA AMÁLIA

Matarazzo contratou italiano para ornamentar fachada da capela Uma foto do engenho Central Dumont, de 1913, mostra que a capela de Nossa Senhora da Glória já estava lá, na rua que passava atrás da usina produtora de açúcar e álcool. Uma fagulha lançada pela chaminé da usina Amália sucessora do Engenho, a partir de 1920 - provocou o incêndio que destruiu, em 1932, o templo afiliado à Paróquia Santa Rosa de Viterbo, construído por Henrique Santos Dumont, dono original da fazenda. O Conde Francesco Matarazzo, seu sucessor na pr op riedade, man do u, construir a atual capela de São Francisco, em 1934, com planta que veio de Castellabate, sua cidade natal na Itália. Em 1947, Francisco Matarazzo Jr. reso lveu ornamentar a fachada da igreja. Para tanto contratou o pintor italiano Giu-

O italiano Rosso pintando sua fachada em 1947 lio Rosso (1897 - 1976). Nascido em Florença em 1897, Rosso emigrou para o Brasil. Ele foi ativo na Itália durante os anos do fascismo, e par ticipou dos maiores e mais interessantes trabalhos decorativos de espaços públi-

cos na época, colaborando com os arquitetos mais importantes. - Em São Paulo trabalhou para clientes como Júlio e Francisco Llorente, e o Conde Matarazzo Jr. Para este, decorou a igreja da Usina Amália,

Capela de São Francisco foi construída em 1934 em 1947 - salientou o pesquisador Antônio David Fiore, 35 anos, italiano de Fondi, doutor pela Open University, em Milton Keines, Inglaterra, pesquisador da vida do artista. - Minha p esq uisa

tem como objetivo estudar o trabalho de Guilio Rosso - que foi esquecido na Itália -, e analisar a sua importância e seu papel no desenvolvimento das artes decorativas, na Itália e no Brasil - explica.

Bem conservada, a capela de São Francisco tev e padre fixo até os anos em que a Fazenda Amália era dotada de colônia de morados, década de 1970. Hoje em dia abre suas portas só para celebrações eventuais.

COMO ERA E COMO FICOU

O prédio original tinha gravada uma data da década 1930 em algum ponto da fachada, provável registro de quando ele foi construído para servir ao 'Hotel Santa Rosa'. Com o fim deste, a entrada principal, esquina da Av. Rio Branco com Praça Guido Maestrello, virou 'chaveiro', com outros cômodos reformatados para salas comerciais. Recentemente foi transformado no que pode ser considerado o primeiro shopping center da cidade. A primeira foto, de 1953, mostra, à esquerda, a fachada do hotel na Rio Branco. A segunda, outubro de 2014, flagra a reforma que transformaria o prédio no que é hoje, terceira foto, feita ontem à tarde.


PÁGINA 22

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

Acidentado sai de CTI e vai para o quarto Mas seu estado ainda inspira cuidados O jovem João Pedro Piazentini, 22 anos, que sofreu acidente de moto em 10 de maio, saiu ontem da CTI e foi transferido para o quarto no Hospital das Clínicas Centro de Ribeirão Preto. Ele não corre risco de morte, mas seu estado inspira cuidados. João Pedro ainda não está falando por causa de uma traqueostomia, mas está consciente, ele não pode receber visitas. O acidente - João Pedro se envolveu em um acidente grave ao se chocar com um carro, na Avenida Presidente Vargas, esquina com a rua Bahia, terça-feira (10), por volta das 13h. O motorista do veículo, o vereador Sérgio Silva, relatou no BO que estava atravessando a avenida, sentido centro bairro, no cr uzamento d a r ua Bahia, quando um motociclista, em alta velocidade, colidiu com a parte da frente do seu veículo, pró-

Ladrão usa facão para roubar dinheiro e joias de mulher Uma mulher foi roubada dentro da própria casa, quarta-feira (25), por volta das 15h, no Luiz Gonzaga. A vítima informou no B.O que estava na residência quando um indivíduo desconhecido pulou o muro lateral e com um facão anunciou o roubo. Ele levou vários objetos, entre eles corrente de ouro, brinco, anel e R$90. Antes de fugir, trancou a mulher no banheiro. A PM foi acionada e fez patrulhamento ao redor, mas não conseguiu encontrar o criminoso e nem os objetos roubados. Até o momento, o ninguém foi preso.

Polícia apreende maconha com jovem no Jardim Gurilândia Um jovem foi surpreendido pela PM com maconha, sábado (21), por volta das 20h, no Jardim Gurilândia. Em patrulhamento pelo bairro, a PM avistou um rapaz em atitude suspeita. Este, ao perceber que estava sendo vigiado, tentou fugir. Ele se escondeu em uma matinha e resistiu ao ser abordado. Com o indivíduo foi encontrado uma trouxinha com 4g de maconha. Foi feita uma varredura pelo local, mas como o mato estava muito alto, dificultou o trabalho da polícia. O dono da droga alegou ser usuário.

Jovem é levado para a delegacia com cocaína na 'Praça da Matriz' ximo ao passageiro. O rapaz 'voou' alguns metros e bateu a cabeça, convulsionou no local e foi levado com emer-

3954 3371 - 3954 6920

gência pelo SAMU para o Pronto Socorro. Mais tarde foi transferido para Ribeirão. João Pedro ficou em coma induzido. Ele

teve uma lesão grave no cérebro, quebrou a face em 3 lugares. Pelo corpo teve escoriações e quebrou um dedinho da mão.

Um jovem foi detido com cocaína,sábado (21), pouco depois da meia noite, na 'Praça da Matriz'. Em ronda pelo centro da cidade, uma equipe policial desconfiou de uma dupla que andava pelo local e os abordou. Com um deles, nada foi encontrado, mas o outro tinha quatro capsulas de cocaína. Foi dada voz de prisão para o dono da droga, que foi levado para a delegacia, junto com o outro indivíduo e o entorpecente. A droga foi apreendida, e os dois foram liberados.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

Leões F.C empata e se classifica para a semi do torneio 'Amigos do Leões' Já estão decididos três, dos quatro semifinalistas do torneio 'Amigos do Leões'. Os dois primeiros classificados saíram do Grupo B:O time santa-rosense, Leões F.C e Amigos do Sandrinho, de Luiz Antônio. Ambos chegaram à última rodada classificados, com campanhas idênticas, três pontos ganhos, dois gols marcados e um sofrido. A decisão da liderança ficou para o último domingo (22), no Estádio Municipal Rubens Bellizzi (Campão). O duelo terminou 3 a 3, e pelo critério de desempate, que era o número de cartões vermelhos, Leões acabou a fase de grupos em primeiro lugar, pois não havia recibo nenhum, ao passo que o rival somava um. Do outro lado, na chave A, saiu o outro classificado, o Nova Geração, de Cajuru, que bateu o Amigos do Serjão, de Serra Azul, por 2 a 1. A equipe cajuruense fez seis pontos, e se classificou com uma rodada de antecedência, a disputa da outra vaga esta aberta, entre Amigos do Serjão e o time local, Real Primavera ambos com um ponto e o Barcelona SRV, que ainda não pontuou. Porém, os dois times santa-rosenses se enfrentam amanhã, às 8h30, no Estádio Municipal Rubens Bellizzi, jogo único na rodada.

Barcelona SRV cai na semi da Copa Verão Chegou ao fim a caminhada do Barcelona SRV pelo título da Copa Verão 2016. A equipe foi derrotada pelo Palmeirense por 2 a 1, no último domingo (22), no Clube Palmeirense, em Santa Cruz das Palmeiras. Barcelona SRV não fez uma grande partida. Levou o primeiro gol, mas não se deixou abater e buscou o empate, com Gutinho Corato, sempre ele, marcando seu quarto gol em cinco jogos. O resultado levaria a decisão para os pênaltis, mas o Barcelona não resistiu à pressão e levou o segundo gol. "Perdemos para nós mesmo, porque tínhamos mais futebol que o adversário, só que nem sempre o melhor ganha. Não estávamos bem nessa partida, e acabamos sendo eliminados da competição", lamenta o técnico Wagner Venâncio. Não haverá disputa pelo terceiro lugar, sendo assim, o time santa-rosense, encerra sua participação na Copa Verão, e aposta todas suas fichas no Torneio 'Amigos do Leões', que já começou com derrota, e jogará a segunda partida amanhã, contra a agremiação do Real Primavera, também de Santa Rosa. Já a final da Copa Verão, será disputada pelos dois times locais, Palmeirense e Colúmbia Cantoia, também neste domingo.

PÁGINA 27

Felipinho troca de ares e é campeão na Itália É Atalanta. O garoto santa-rosense Felipinho Clemente deixou a Roma, onde ficou por 135 dias, e deve assinar com o Atalanta, time de melhor estrutura nas categorias de base da Itália. A mudança se d eu po r q ue n a Roma foi exigido um passaporte italiano que Felipinho não tem. No Atalanta não houve esta exigência. O sucesso do garoto de 16 anos - faz 17 em junho - na Europa despertou o interesse de diversos times. E sua estreia no Atalanta foi em grande estilo. No torneio 10º Memorial "Federico Pisani", com 32 equipes italianas ele foi artilheiro - cinco gols em três partidas - e eleito melhor jogador, o que lhe rendeu seu primeiro troféu na "bota". Felipinho está em Santa Rosa. Chegou na quarta feira de manhã em São Paulo e embarca novamente dia 25 de julho

para Bergamo, cidade do Atalanta. Matou a saudade da família, mas ainda está se acostumando com o fuso horário. "Estou acordando cinco da manhã e não conseguindo dormir mais", disse Felipinho. Lá, são cinco horas a mais que aqui. A rotina do garoto até a sua volta será de treinamentos. "Irei treinar na Donisoccer Primavera e em Ribeirão na AS Roma para não perder o condicionamento físico", disse Felipinho. O contrato - Nesta próxima semana o ex-goleiro das seleções brasileira e Corinthians Doni, que é empresário de Felipinho, vem a Santa Rosa para tratar dos detalhes do contrato com a família do garoto. Segundo Ney da Vila, assessor de Doni, serão tratados valores e em qual momento a família de Felipinho deve ir morar com ele na Europa.

Ontem, em Santa Rosa, ele posa com o troféu

Zé Bala se reabilita na Aliga com terceiro lugar em Cravinhos Com o terceiro lugar conquistado da categoria Elite, do Mountain Bike do 'Crossrock', em Cravinhos, na 4° etapa a Aliga, no último domingo (22), o ciclista santa-rosense José 'Zé Bala' Jurandir, subiu de quinto para quarto no ranking geral da competição. Ele está a 26 pontos atrás do líder, Juliano Oliveira, e 11 do segundo colocado, Thomas Antelmo. Essa distância pode ser ultrapassada com uma vitória - que garantem 30 pontos - faltam mais duas provas. O resultado de Zé foi muito comemorado também por sua equipe, Alta Mogiana de Orlândia, que passou de terceiro para segundo no ranking geral de equipes. A corrida agregou cerca de 420 atletas do sul de minas e de todo sudoeste paulista, e teve inicio às 9h, no Parque Ecológico de Cravinhos. Segundo o atleta santa-rosense, o circuito estava muito pesado, pois tinha chovido na sexta. Do meio para o fim, da prova de quase 43 km, ele se manteve entre os cinco líderes. Faltando pouco para acabar a prova,fez um 'sprint final' fantástico que lhe garantiu a medalha de bronze. "Estou super feliz com mais este resultado. Está sendo um ano com muitos resultados expressivos. Só tenho a agradecer a Deus, aos meus apoiadores e a todos aqueles que de alguma forma estão me ajudando e torcendo por mim", agradece o ciclista. Zé terá agora quase um mês para se preparar para a 13ª Maratona 100km dos Canaviais, em Ribeirão Preto, no dia 26 de junho. A 5ª etapa da Aliga será no dia 31 de julho, em Dumont.


PÁGINA 28

FALA NOSSO TETO

Serginho Gomes

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

É hoje no Anfiteatro

A vida se renova

Corpus Christi

Logo mais, a partir das 15:30h, será realizado no Anfiteatro da praça Zuleika de M. Moura Balbão- praça do Teto- o Projeto Missão é Vida em Santa Rosa de Viterbo. Segundo os organizadores, além da Ministração e Adoração- Deus tem uma Palavra para você, a tarde será de programação para crianças, juniores e família e também de atividades para crianças, música, danças, teatro de fantoches, brincadeiras, contação de histórias, saquinho de surpresa, entre outras atrações. -O projeto foi muito bem acolhido nas cidades que passou. Esperamos que aqui não seja diferente. Venha e traga sua família, convida um dos organizadores.

Depois que o fogo destruiu a vegetação ao redor da nascente do córrego Gaspar- há cerca de um mês- a vegetação do local está se recompondo. O plantio de mudas na APP (Área de Preservação Permanente) do Jardim Nova Canaã, iniciado recentemente pelo loteador do terreno, deve contribuir com a preservação do local. Já pelo lado do Montorão - da mesma APP- 95% das aproximadamente 2000 mudas plantadas há mais ou menos três anos, formam perdidas.

O galo ainda não havia cantado na madrugada da última quinta-feira (26), e um batalhão de devotos de todas as comunidades que compõem a Igreja de São Judas Tadeu já confeccionava o tapete de bagaço de cana, pó de café, anilina e outros produtos, para a procissão de Corpus Christi. O tapete, com temas da passagem da vida de Cristo, ocupou sete quarteirões da rua José Gentil, a começar da Igreja de São Judas Tadeu, até o cruzamento desta com a avenida Luíza Garcia Ribeiro. Nos últimos dois anos a tradição de enfeitar a rua havia sido interrompida, mas voltou esse ano com força e animo redobrado dos devotos. Pela primeira vez, a Missa que antecede a procissão, foi realizada no Anfiteatro da praça Zuleika de M. Moura Balbão. Após cumprir o ritual, padre Alex elogiou o localQue lugar gostoso para celebrar a Missa, disse ele. Logo após, a procissão seguiu pela rua José Gentil, até alcançar a Igreja de São Judas Tadeu, onde a multidão que havia lotado as dependências do Anfiteatro, se dispersou após uma última benção do "Cristo". A festa de Corpus Christi acontece sempre 60 dias depois do domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, representado a quinta-feira Santa, quando Jesus instituiu o sacramento da eucaristia.

Anfiteatro receberá o nome do músico Waldomiro Lima O Anfiteatro deve mesmo receber o nome do músico Waldomiro Lima, falecido há pouco tempo. O nome foi escolhido pelo prefeito Cassinho. A Associação dos Moradores, em nome dos seus associados aspirava outro nome para a construção. O fato gerou "saia justa" entre as partes e constrangimentos às famílias dos envolvidos. Cassinho, segundo informações teria "peitado" a construção do prédio na praça do Teto porque, na época haveria movimento contrário à ideia.

GRAMÁTICA NA MEDIDA Evitemos o uso da palavra "coisa". È uma palavra vaga, imprecisa... Uma "coisa" pode ser "qualquer coisa". E se formos pensar bem, sempre dá para reformular a palavra, substituindo-a por outra mais adequada e clara. Por exemplo, ao invés de escrever ou falar "o rapaz fez uma coisa errada", pode-se usar "o rapaz tomou uma atitude errada". Ou ao invés de dizer "pegue aquela coisa ali", pode-se substituir por "pegue aquele objeto ali". Vamos nos "descoisar". Sejamos mais cultos e claros. Nas avaliações, no dia a dia e na vida! Fique de olho! Aline Vilela é professora das redes pública e privada e corretora de vestibulares. #gramáticanamedida

Aniversário No próximo dia 31, terça-feira, Fernando Bianchesi completará 54 anos, por isso ele recebe os parabéns dos familiares e amigos.


JORN ALZÃO ÃO- E DClélia OOJ ORNALZ . 1.049 Zanardo - 28/05/2016 E D IÇ ÃO 1.049 28/05/2016

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA PÁGINA 29 Informe Publicitário

29


PÁGINA PÁGINA30

30

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

O -JORN ALZ ÃO O Clélia J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 28/05/2016 Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

E D IÇ ÃO 1.043 1.049 16/04/2016 28/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O J ORNALZ ÃO - E D . 1.049 - 28/05/2016

O Jornalzão, edição 1049  
O Jornalzão, edição 1049  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement