Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 21/05/2016 - Ano 22 - N.º 1.048 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

R$ 3,00

Loteamentos oferecem quatro mil terrenos.

Quem quer comprar?

Posto do Betinho agora é Copercana Escritora santa-rosense recebe prêmio e é convidada para a Academia de Artes no Rio de Janeiro Cadê o reflorestamento? - Mudas plantadas ano passado por crianças de escolas municipais não vingaram e o que sobrou foram entulhos, bueiros entupidos e reclamações de moradores.

Vaca é encontrada morta com tiro no pescoço

Jovens de Santa Rosa são premiados em evento da ABIGRAF

O ‘Vila Venice’ foi liberado esta semana e já pode receber construções. Na cidade, todos os loteamentos oferecem 4 mil terrenos. Corretor de imóveis diz que preço caiu e venda aqueceu.

CMDCA e Conselho Tutelar fazem campanha contra abuso sexual

Mudança no estacionamento da Matriz já causa polêmica

Barcelona SRV vence e avança para a semi na Copa Verão Santa Rosa enfrenta cidade do Chile no Dia do Desafio


PÁGINA 2

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 3

DE OLHO NA CIDADE

Loteamentos oferecem quatro mil terrenos.

Vai faltar água

Quem quer comprar?

A Sabesp efetuará obras entre as avenidas José Dilermando Ribeiro e Av. Ângelo Melloni, onde será interligada a adutora existente ao novo loteamento Jardim Bela Vista I. Durante a execução dos serviços será interrompido o abastecimento de água, das 21:00 horas do dia 21/05/2016 (sábado) com previsão de retorno ás 08:00 horas do dia 22/05/2016 (domingo). Bairros que ficarão sem abastecimento nesse período: - Cohabs I, II, III e IV - Júlio Moretti - Vila Mendes - Luiz Gonzaga - Jardim das Flores - Ari Carneiro

FDE Libera R$ 460 mil para conclusão da “Costa Bruno” Obras também serão no entorno Aconteceu na última segunda feira uma reunião entre a Prefeitura Municipal de Santa Rosa de Viterbo e o FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação) para o acerto dos últimos detalhes do inicio das obras para o fechamento, telamento da quadra, divisão das salas e colocação de grades de proteção na E.M.E.F. José Roberto Costa Bruno, a popular Escola do Jardim Aquárius. Estiveram presentes na reunião o Prefeito Cassinho, o Diretor de Educação Fábio Alves de Mello, engenheiro Sérgio Roberto Bigaram Abrahão, o responsável pela Uliarte Emerson de Souza Pedro, o representante do FDE Márcio Figueiredo Costa e o engenheiro do FDE Fábio Alexandre Brasil de Freitas. O valor liberado para a conclusão da escola é de R$ 460 mil. A previsão é que as obras se iniciem no segundo semestre.

Portal de entrada do “Vila Venice”, ao lado do cruzeiro da avenida professor José Dilermando Ribeiro. Apesar de ter portaria e ser totalmente murado, o loteamento é considerado aberto Mesmo com crise e incertezas, um negócio que cresceu no município for am os loteamentos. Três novos já estão liberados para construção: Vila Venice (na avenida do Bosque), Monte Verde (do Dezinho) e Jardim Paloma (ao lado do Jd. Elite) . Mais dois estão em fase fin al, o No va Canaã e o Jardim Itamarati 2. O primeiro falta terminar um trevo na avenida Joaquina Custódio Ribeiro e o segundo uma estação elevatória da Sabesp. Concluídas estas obras, estarão liberados. O Jardim Bela Vista (1 e 2) ainda tem toda infraestrutura para ser feita e

na prefeitura tem projetos para mais seis loteamentos. Segundo o engenheiro Fábio Aguilar Sassi, responsável pelo setor na prefeitura, chegaria a quatro mil o total de lotes oferecidos em todos estes loteamentos quando aprovados. O co r r eto r Dar ci Rocha, 52, há 20 anos no mercado, explica que com a maior oferta os preços caíram. "Os preços já caíram bastante. Lote de 80 caiu para 60 e os de 60 para 50. Com mais ofertas os preços devem cair mais um pouco e estabilizar", disse. O correto r festeja um aquecimento nos ne-

gócios, detectado nos últimos dias. "Parece que foi a Dilma sair para o povo animar. Fechamos muitos negócios esta semana tanto em lotes quanto em casas e rurais. Estava bem par ado e agor a par ece que o povo animou", festeja Rocha. Segundo disse, os ter r en o s mais b ar ato s são os que geram mais procura.

Vice liberou loteamento do prefeito - O loteamento Vila Venice, da família do prefeito, foi liberado esta semana depois anuência do vice pre-

feito, Carlos Alexandre Ferreira, o Lê da Farmácia. Por determinação da Promotoria, o pr efeito Cassinho não poderia assinar nada relativo ao seu próprio loteamento e com isso, qualquer ato refer en te a este loteamento deveria partir do vice prefeito, até a sua aprovação. E esta semana o loteamento foi liberado. "Consultei o jurídico, a engenharia, vi os pro jetos e estava tudo dentro da Lei e por isso foi liberado", disse Lê da Farmácia. O loteamento, apesar de fechado por muros e ter uma portaria, é aberto.


PÁGINA 4

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

EDITORIAL Promessas mentirosas - Dizem que promessa de candidato e mentira são a mesma coisa, pois é difícil encontrar um candidato a algum cargo eletivo que tenha feito uma promessa e cumprido. Aliás, está difícil achar um que fale alguma verdade. Pelo menos recentemente. Pelo menos aqui. Tem um candidato a prefeito que está oferecendo cargos que não pode preencher e fazendo promessas que não pode cumprir. Hoje são 41 os cargos de confiança que podem ser preenchidos. E nada mais. 41, marca aí. Depois não adianta vir chorar e dizer que foi “traído”, coisa comum de acontecer na política local. Prometer cargos é o jeito mais fácil de conquistar o voto, ainda mais numa crise desta e ainda mais um empreguinho que é uma verdadeira “boquinha”. Os “dinos” ficam doidos com a esperança. Outra promessa que o candidato faz pela cidade é que vai legalizar as chácaras rurais que foram divididas em diversos pontos da cidade e que agora estão sendo investigadas pelo Ministério Público. Amigos, ele não vai legalizar nada. Ele vai é acatar exatamente o que a justiça mandar. É assim que funciona. O que cabe ao prefeito ali é dizer “sim, senhor”, ao Promotor e Juiz. Por falar em eleição - Temos visto por aí, principalmente no facebook, que a briga na eleição será feia. Feia para o eleitor, pois nenhum candidato tem projeto algum, pelo menos apresentado até agora. O que eles fazem é um discurso longo, chato que dá dó, sem nenhuma objetividade. São discursos pobres, voltados para um passado de poucas realizações, sem nenhum olhar para o futuro. Infelizmente não se ouve falar em reforma administrativa com plano de carreira, uma nova planta genérica, para um IPTU com incentivos para quem cuida e sobretaxa para quem é desleixado. Planos de demissões voluntárias e terceirizações para o enxugamento da máquina pública. Um projeto para a cutura, educação e esporte. Um novo projeto urbano. Um plano de desenvolvimento econômico, com amplo estudo voltado para conhecer a vocação da mão de obra local, além de dotar uma área com infraestrutura para abrigar novas empresas, pequenas e médias, principalmente. Estudos mais aprofundados na saúde para não se gastar esse rio de dinheiro que se gasta sem ter resultado algum... Se aparecer alguém com este discurso, olha, a gente até abraça.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO é uma publicação da editora André Nagib Moussa ME - Redação:rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone/fax: (16) 3954 3289 Usuário Papel Imune: UP-08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes Contato Comercial: Joana Dobras Tiragem: 2.500 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - E-mail:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ

CARTAS À REDAÇÃO

Sabesp destaca e esclarece Em relação à coluna “De olho na cidade”, publicada no dia 7 de maio, a Sabesp destaca que a água distribuída à população de Santa Rosa de Viterbo atende a todos os padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Conforme informou em 2013, a Lei Paulista nº 12.684/07, que proíbe o uso de produtos, materiais ou artefatos que contenham quaisquer tipos de amianto, permite, em seu artigo 4°, a utilização desses materiais ou artefatos até que haja a substituição definitiva, proibindo a exposição para concentrações de poeira. No caso das tubulações de água, não há qualquer exposição, pois o material encontra-se em estado inerte, garantindo a segurança da população. Já sobre a matéria “Sabesp diz que Saúde municipal é responsável pela qualidade da água”, publicada no dia 14 de maio, a companhia esclarece que o Relatório de Qualidade da Água é enviado anualmente para os moradores não apenas na cidade de Santa Rosa de Viterbo, mas para todos os municípios atendidos pela companhia. O comunicado que atende à legislação vigente é um direito do consumidor e pode ser obtido também pelos canais de atendimento da empresa. Assessoria de Imprensa da Sabesp

EDITAL DE PROCLAMAS PARA CASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2210 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documento s exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código C ivil, os pretendentes: // JOSÉ MARIA DOS SANTOS e RAQUEL DE AZEVEDO //. Ele, natural de Angelin, Estado de Pernambuco, nascido aos quinze (15) de junho de um mil novecentos e sessenta e seis (1966), profissão auxiliar de produção, estado civil divo rciado, domiciliado e residente à Rua São Sebastião, 448, Jardim Aquarius, na cidade de Santa Rosa de Viterbo , Estado de São Paulo, filho de JOSÉ MARIANO DOS SANTOS e de do na DIAMANTINA LEITE DOS SANTOS. Ela, natural de São Caetano do Sul, Estado de São Paulo, nascida aos vinte (20) de março de um mil novecentos e setenta e sete (1977), profissão auxiliar de escrita fiscal, estado civil divorciada, domiciliada e residente à Rua São Sebastião, 448, Jardim Aquarius, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de JOSÉ CARLOS DE AZEVEDO e de dona NANC I DINIZ DE AZEVEDO. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2211 Faço saber que pretendem se casar e apresentam os documento s exigidos pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do Código C ivil, os pretendentes: // VAL DIR ANTÔNIO DOS SANT OS e SOLAN GE DOS SANTOS SILVA //. Ele, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascido aos dez (10) de janeiro de um mil novecentos e sessenta e seis (1966), profissão lavrado r, estado civil solteiro, domiciliado e residente à Rua Domingo s Silva Coelho, 66, Nosso Teto, na cidade de Santa Ro sa de Viterbo , Estado de São Paulo, filho de PAULO ANTÔNIO DOS SANTOS e de dona LUIZA C AMILO DOS SANTOS. Ela, natural de Pirassununga, Estado de São Paulo, nascida aos seis (06) de outubro de um mil novecentos e setenta e oito (1978), profissão faxineira, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Domingos Silva Coelho, 66, Nosso Teto, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de RUBENS NOGUEIRA DA SILVA e de do na REGINA C ELIA DOS SANTOS. Se alguém souber de algum impedimento ao casamento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Gisele Calderari Co ssi - Oficial.

COLUNA ROTÁRIA Henrique Gil

Rotary International e o desafio à educação mundial

100 milhões de crianças não completaram a educação básica ano passado. Ainda, a maioria dos países não aloca 20% do seu orçamento nacional para a educação. Esses são os dados do Relatório de Monitoramento Global de Educação Para Todos, documento anual divulgado pela UNESCO de 2000 a 2015. O Rotary International apoia projetos que proporcionam tecnologia educacional, treinamento para professores, equipes de formação profissional, programas de merenda e livros didáticos para ajudar as comunidades a apoiar a educação básica, oferecer oportunidades educacionais iguais para ambos os sexos e aumentar a alfabetização entre os adultos. Na imagem abaixo, estudantes de Les Cayes, no Haiti, durante aula da francês da Escola St. Famille, reconstruída depois do terremoto de 2010 graças a um fundo de assistência criado pela Fundação Rotária. O Rotary é um grupo de líderes que se reúnem a fim de discutir ideias e colocá-las em prática. Seja ajudando famílias menos privilegiadas ou lutando para erradicar a pólio no mundo, seus associados causam mudanças positivas local e internacionalmente. Em Santa Rosa de Viterbo, o Rotary Club realiza ações em prol do Asilo, Santa Casa, APAE, entre outros projetos sociais. Estamos trabalhando na coleta de anéis de latinha, em diversos estabelecimentos comerciais, para a aquisição de cadeiras de rodas. Ajude! http://facebook.com/rotarysrv Rotary Club de Santa Rosa de Viterbo - Av. Henrique Alonso Martins, 275


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 5

Greve dos municipais rendeu relíquia, mas ainda não teve decisão Prefeitura testa novo DE OLHO NA CIDADE

estacionamento na 'Praça da Matriz'

Para tentar fluir melhor o trânsito e arrumar mais vagas para os carros pararem na Praça Dr. Guido Maestrello (Praça da Matriz), a prefeitura municipal, mudou esta semana, o sentido dos estacionamentos, passando da horizontal para a diagonal. A mudança que não é definitiva, já causou polêmica. "Como vai ser quando o caminhão vier fazer carga e descarga no meu estabelecimento se tiver com carros parados em frente?", questionou um comerciante. Ainda segundo ele, o espaço deixado nas vagas é muito grande, e não vai ajudar em nada. "Só contar. Se virar os carros novamente, dá o mesmo tanto". Moradores ainda reclamaram que agora, o som alto ligado dos carros no final de semana, entrará direto nas casas.

"Quando forem contar a história da greve, daqui a alguns anos, tem essa relíquia aí" - disse, se disfarçar a ironia, um funcionário municipal, apontando para uma frigideira toda amassada que está pendurada, como relíquia, na parede na sala em que fica a galeria de ex-prefeitos municipais. Na paralização, entre os dias 7 e 20 de abril passado, os grevistas fizeram muito barulho em frente à prefeitura. A frigideira foi encontrada no jardim do 'Paço Dr. Moacyr Cintra' alguns dias depois do fim do movimento, junto com a chave de fenda que serviu de baqueta ao manifestante. Venceu, na última

A frigideira já não pode fritar mais nada quarta-feira (18) o prazo emitir a sentença que vai estipulado pelo Tribunal decidir o impasse entre Regional do Trabalho para funcionários e prefeitura,

mas até ontem, às 14h00, nenhuma decisão havia sido publicada.

Agora é Copercana A Copercana - Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado, com sede em Sertãozinho, comprou o tradicional Posto do Betinho (atual Terra Flores), na avenida Presidente Vargas e deve iniciar uma reforma para depois reabrir. Na cidade, a notícia trouxe um ar de otimismo; "Se a Copercana for mesmo investir na cidade é porque vislumbram algo de bom ali na frente", disse um comerciante. A cooperativa, que já tem uma loja de produtos agrícolas e uma agência bancária na cidade, não informou a data prevista para inauguração do posto de combustíveis.


PÁGINA 6

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

VERSO E PROSA

COLUNA GOSPEL

CHICO XAVIER

por Evandro Junior

por Rogério Moscardini

Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

Pra que tanta violência? Pergunto eu... Lá no Jardim Aquarius uma vaca morreu.

Nível de Corte

Recursos

Coitadinha deu adeus e seu último suspiro Foi tirada desse Mundo através de um tiro

Todos os anos, os alunos do último ano do Ensino Médio se inscrevem em vestibulares e aguardam o resultado de seus exames para descobrir se serão aprovados ou não. Para os adolescentes da época do Novo Testamento era diferente. Os meninos judeus frequentavam as escolas rabínicas até a idade de 13 anos. Após isto, os melhores e mais inteligentes eram escolhidos para seguir como aprendizes. Esse seleto grupo iria para onde o rabino fosse e comeria o que ele comesse - modelariam suas vidas a partir deste aprendizado. Aqueles que não atingissem o nível esperado seguiriam o ofício de carpinteiro, pastor de ovelhas ou pescador. Meninos como Simão, André, Tiago e João não conseguiriam atingir o nível de corte e serem aprovados e dedicaram-se aos negócios da família. É interessante que Jesus procurou homens que o rabino local havia rejeitado. Em vez de almejar os melhores e mais inteligentes, Jesus fez o Seu convite: "Sigamme", aos pescadores comuns. Que honra! Eles seriam seguidores do supremo Rabino. Jesus estende a mesma honra a você e a mim não porque somos os maiores e mais inteligentes, mas porque Ele precisa de pessoas comuns como nós para ser modelo de Sua vida e para resgatar as pessoas em Seu nome com amor. Portanto, siga-o e permita que Ele faça algo bom com sua vida. Mesmo as pessoas comuns e desprezadas podem ser usadas por Jesus.

"...Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza, porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui."- Jesus. (Lucas, 12:15.)

Certeiro, direto, fatal. Me pergunto outra vez Quem é o animal? Luzes apagadas, pessoas dispensadas Ninguém pra atender e cones nas calçadas O que parecia boato e gerou rumores Coopercana acaba de comprar o Terra Flores Ufa, menos mal Uma porta fechou Mas abriu outra igual Quem sabe melhor? Com mais Oportunidades A Rede é forte e Bem vinda. na cidade Como anda a moradia? Quer sair do aluguel? Loteamentos na cidade estão saindo do papel Virando realidade, 4 mil terrenos à venda Dê o primeiro passo, comprove a sua renda Seu Barriga perdoava 14 meses de aluguel Aqui no Brasil o negócio é mais cruel...

Frequentemente, quando nos referimos à propriedade, recordamos, de imediato, posses e haveres de expressão material e reconstituímos na lembrança a imagem dos nossos amigos que carregam compromissos com a fortuna terrestre, como se eles fossem os únicos responsáveis pelo equilíbrio do mundo. Entretanto, assim agindo, escorregamos, inconscientemente para a fuga de nossos próprios deveres, sem que isso nos isente das obrigações assumidas. * Simbolicamente, todos retemos capitais a movimentar, de vez que, em cada estância regeneradora ou evolutiva em que nos encontremos, somos acompanhados por valiosos créditos de tempo, através dos quais a Divina Providência nos considera iguais pela necessidade e, simultaneamente, nos diferencia uns dos outros pela aplicação individual que fazemos deles. * Somos todos, desse modo, convocados não apenas a empregar dinheiro, mas também saúde, condição, profissão, habilidade, entendimento, cultura, relações e possibilidades outras de que sejamos detentores, em favor dos outros, porquanto pelas nossas próprias ações somos valorizados ou depreciados, enriquecidos ou podados em nossos recursos pela Contabilidade da Eterna Justiça. * Permaneçamos, assim, atentos às menores oportunidades de ajudar que se nos ofereçam, na experiência cotidiana, aproveitando-as, quanto possível, porque, se as nossas reservas de tempo estão sendo realmente depositadas no Fundo de Serviço ao Próximo, no Banco da Vida, a Carteira do Suprimento Espontâneo nos enviará, estejamos onde estivermos, os dividendos de auxílio e felicidade a que tenhamos direito, sem que haja, de nossa parte, nem mesmo a preocupação de sacar. Emmanuel Página extraída do livro "Ceifa de Luz" - Psicografia de Chico Xavier.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 11

ESCRITORA SANTA-ROSENSE

DE OLHO NA CIDADE

Jovens de Santa Rosa são premiados em evento da ABIGRAF Aconteceu na manhã de ontem (20) em Santa Rita do Passa Quatro a etapa 2016 do Projeto Bibliotecas – Leitura para Todos, promovido pela SINDIGRAF-SP, em conjunto com a ABIGRAF-SP. O projeto que em 2015 contemplou Santa Rosa de Viterbo, este ano revitalizou a biblioteca da cidade vizinha. Todos os anos a ABIGRAF premia os jovens que mais leram durante todo o ano e nesta edição os vencedores são três jovens santa-rosenses: em primeiro lugar Ágata Cuchi Silvestre que leu 213 livros e ganhou uma bicicleta, a segunda Ana Paula Silva Martins que leu 99 livros e ganhou jogos pedagógicos e em terceiro lugar Pedro Ghioti, que leu 57 livros e ganhou jogos pedagógicos. Ana Paula e Pedro, também ganharam bicicletas, doadas por um empresário da cidade. Para prestigiar a premiação dos jovens santa-rosenses, estiveram presentes o Prefeito Cassinho, a Primeira Dama Marialda, o Diretor de Cultura e Esportes Ricardo Costa, além dos diretores da ABIGRAF e autoridades de Santa Rita. (Assessoria de Comunicação)

Carol Bonacim recebe prêmio e é convidada para a Academia de Artes no Rio de Janeiro Gabriel Carmello Caldas

Há pouco mais de um mês, a advogada Carol Bonacim, 30, recebeu um email que lhe causou estranheza. Na mensagem, uma mulher, chamada Vanessa Rodrigues, se apresentou como vice-presidente da Academia de Artes de Cabo Frio, RJ (ARTPOP), e informava que a santa-rosense havia sido contemplada com o prêmio 'Personalidade 2015', além de ser indicada para ingressar nessa academia. "Foi um choque pra mim! De cara achei que era algum spam, vírus, pois tinha até número de conta de banco", revelou. Curiosa, Carol pesquisou sobre a ARTPOP, que até então não conhecia. Visitou facebook, blog, certificou até que a conta era de empresa e não nominal. Começou a conversar com Vanessa, mas ainda não tinha entendido como havia recebido esse convite, se nem ao menos tinha feito inscrição. Vanessa lhe explicou que viu uma entrevista dela na internet, se interessou, pesquisou sobre a escritora e

avalio u que pelo livro 'Operação Arcádia', ela poderia muito bem representar a academia e merecia ser premiada. Festa de gala - A premiação foi no último sábado (14), em Cabo Frio, no RJ. A escr ito ra f oi acompanhada pela mãe. "Ainda estava um pouco preocupada, mas encontrei uma mulher que também dizia que estava indo receber o prêmio, aí eu relaxei de vez", brinca. "O jantar foi bem bacana, tinha muito doutor, poeta, advogado com o mais alto grau de cultura, porém, o evento não era voltado apenas para escritores, a Academia dá prêmios para várias outras categorias como grafite, músicos, jornalistas", descreveu. Carol recebeu um diploma e a Medalha 'Personalidade 2015', na categoria arte literária como romancista. Recebeu ainda outra medalha, diploma e uma pelerine, representando que ela empossou na academia como membro correspondente. Ela faz parte do primeiro grau da

ARTPO P, e con fo rme ações vai subindo de nível, podendo ganhar títulos de marquesa, por exemplo. Para isso, precisa somar pontinhos. Seu primeiro passo, será uma tarde de autógrafos na 16ª Feira do Livro em Ribeirão Preto, no dia 12 de junho, às 15h30. Carreira meteórica - O primeiro romance, de quatro previstos para serem lançados, teve um prélançamento no dia 26 de setembro, no Centro Cul-

tural, em Santa Rosa, e a estreia oficial, 14 de novembro, na livraria Cultura, no Shopping Iguatemi, em Ribeirão Preto. Em Março de desse ano, palestrou na Feira do Livro de Poços de Caldas, é acadêmica e recebeu sue primeiro prêmio. "Estou recebendo muita ajuda, nunca imaginei que teria um retorno tão rápido". O liv ro p od e ser comprado no site da Editora Chiado ou com a própria escritora, por R$ 40.


PÁGINA 12

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 13

HISTÓRIA DE AMOR

DE OLHO NA CIDADE Workshop Vitória Quintal movimentou o Fundo Social O workshop com a ‘tricoteira’ Vitória Quintal movimentou o Fundo Social de Solidariedade no último sábado (14). O evento, que teve início as 14h, agradou a todas presentes que aproveitaram a experiência para assimilar dicas de tricô, crochê e outras artes artesanais. Durante o workshop Vitória apresentou seus trabalhos, que são sucesso na internet e na TV, onde a artesã é figura carimbada de diversos programas. Vitória ensinou a fazer cachecóis, xales, saias, bonés, entre outras obras de vestuário, usando apenas a lã e a agulha. Natural de Santa Rosa de Viterbo, interior paulista, a tricoteira mora em Campinas há 18 anos. Conquistou seu publico pela determinação, pois, sabia o que queria, foi atrás, mesmo sem se preocupar com o retorno financeiro, ao contrário primeiro quis mostrar o seu potencial e o seu trabalho. A Primeira Dama Marialda Cunha agradeceu o workshop ministrado: “A Vitória realiza um trabalho lindo e mais que isso, encoraja a todas nós com suas palavras; é muito importante para nós a visita de alguém que nos ensine essa arte, que ajuda a melhorar a autoestima, e que pode aumentar a geração de renda familiar. Além de excelente profissional, Vitória nos presenteou com palavras fortalecedoras. Nós do Fundo Social só temos a agradecer pela oportunidade.” (Assessoria de Comunicação)

Simplesmente Mulata pra Domingos "Domingos era baixo, magro como uma vara de anzol". É desse jeito que Agnaldo José define seu pai, Domingos da Silva Coelho, no texto que escr ev eu , d en omin o u 'Simplesmente Mulata' e publicou, em 2009, na coletânea 'Jornalistas Lite-

rários'. Domingos era viúvo quando faleceu em 2008. Filho do fazendeiro Marcelino da Silva Coelho, foi vítima de paralisia infantil: "Desde pequeno convivia com um problema sério: um de seus braços era bambo, encostado sempre na p erna.

Sua mão direita, virada para trás, servia apenas para apoiar alguma coisa que a esquerda pegava" - escreveu Agnaldo. Mas o defeito não o impedia de lutar pela vida: carregava carroça de cana e cortava lenha com o braço bom, na lida diária na pro-

priedade do enérgico pai, junto com a irmandade de 9 pessoas. Domingos era o mais novo dos homens. E já que ele tirou de letra os defeitos que a vida lhe impusera, nada mais justo que ela retribuir com um grande amor de presente.

Festa em 1921 no sítio de Marcelino Coelho onde morou Mulata

Resplandina na janela Aos 21 anos ele conheceu Resplandina, a Mulata, sobrevivente de uma tragédia: o pai dela, que bebia muito, brigou com a mulher e colocou fogo na casa de taipa, no sítio em que moravam. E se deu mal: faleceu por causa das queimaduras. Mulata escapou do fogo nos braços da mãe que fugiu para a cidade. Arrumou outro marido e deixou a garota com a madrinha, que o autor do texto identifica como Maria Antônia, "dona de uma pensão na cidade. Servia refeição para moças que vinham de outros lugares para estudar em Santa Rosa". Até os 14 anos a Mulata trabalhou na pensão e, quando parecia ter se aprumado no trabalho, a mãe veio buscá-la. Mas a sua permanência em Cravinhos foi pouca. A mãe pediu a Maria Antônia que reempregasse a filha. Ela se negou e apresentou a moça a uma professora que lecionava na fazenda de Marcelino Coelho, e o destino foi caprichando no enredo.

Padre Sócrates amansou a fera Mulata, que morava na escola, com a professora, gostava de apreciar o mundo pela janela, e por ali Domingos começou a gostar de passar... Mercelino percebeu e tratou de

implicar com o filho: afinal Resplandina era negra, seu pai fora um bêbado e sua mãe, amasiada! O flerte continuou até que Marcelino ordenou que Mulata voltasse para os cuidados

da madrinha. A pensão dela ficava na praça Guido Maestrello, em frente à casa Paroquial. O padre Sócrates percebeu o amor dos dois observando os encontros furtivos. E inter-

veio junto a Marcelino que era muito católico fazendo com que o namoro proibido se transformasse em um casamento que durou 70 anos e rendeu 9 filhos.


PÁGINA 14

DE OLHO NA CIDADE CMDCA e Conselho Tutelar fazem campanha contra abuso sexual

Desde 1973, 18 de maio foi instaurado como Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Em Santa Rosa, o CMDCA e Conselho Tutelar, saíram as para pregar cartazes e entregar 8000 mil panfletos sobre o assunto. Eles passaram por creches, escolas e nos semáforos. No panfleto, tinha um slogan, 'Faça bonito, proteja nossas crianças e adolescentes'. O papel incentiva quem tiver suspeita ou conhecimento de alguma criança ou adolescente que esteja sofrendo violência a procurar o conselho tutelar pelos números: 3954 -7759 e 99147-6995. Porém, algumas pessoas ainda têm algum receio de fazer essa denúncia, por acreditar ser parente de alguma conselheira, se expor, ter a voz reconhecida, esses podem ligar para o disque 100, linha direta com os Direitos Humanos em Brasília, que repassa o caso para cá, sendo uma ferramenta tão eficaz quanto os números locais. O papel ainda alerta para a população prestar atenção em alguns sinais de que a criança ou adolescente foi abusado. Entre eles, a repentina mudança de comportamento, se tornando mais retraído, triste ou agressivo, começar a falar palavrões, gestos obscenos e interesse exagerado pelas genitais, mostra medo inexplicável sobre certa pessoa, recusar ir para lugares que gostava, fugir de casa, falar sobre suicídio, coceira, vermelhidão ou machucados nos órgãos e finaliza dizendo que é muito importante acreditar nas crianças, pois é muito difícil que elas mintam ou fantasiem sobre abuso sexual.

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

Audiência pública revela números da segurança de Santa Rosa Uma audiência pública organizada pela Polícia Militar trouxe a público, pela primeira vez na cidade, os dados locais sobre o trabalho realizado pela instituição, no Centro Cultural, segunda-feira (16), às 19h. Ela foi presidida pelo Sargento da PM Responsável pelo Comando do 1º Pel/PM de Santa Rosa, Adão Pereira, Capitão Freitas e Major Fabbis, e contou com pouco mais de 20 pessoas. Os objetivos da reunião foi estreitar os laços com a comunidade, criar uma rede de cooperação, dialogar, fortalecer a prevenção primária e promover a cultura de segurança. Além disso, foram apresentados dados comparativos sobre o trabalho dos 16 PMs do efetivo local, relativos a janeiro a abril de 2015 e estes mesmos meses de 2016. Foi explanado que houve um aumento de 20% de roubos, passando de 10 em 2015, para 12 em 2016, porém, todos esclarecidos. Já o os furtos caíram consideravelmente de 88 para 72, uma queda de 18,18%. "A maioria desses registros são de documentos que a pessoa perde e registra como furto, proprietários que deixam as construções abertas e sentem falta de objetos, ciclistas que deixaram a bicicleta desprotegida. E com a implantação do 190 sendo atendido pelo COPOM, a tendência é diminuir ainda mais, pois temos mais policiais nas ruas," esclareceu Adão. Os roubos e furtos de veículos entram em outra estatística. O primeiro teve dois casos em ambos os anos. O segundo, apresentou um redução de 7 para 4. Segundo Adão, a maioria destes furtos foram realizados a motos, e por menores da própria cidade. No ano passado, foram feitos 55 flagrantes de crime, e neste, 36, consequentemente, o número de presos foi menor, diminuindo de 73 para 44. Em contrapartida as apreensões de menores pulou de 6 para 16. A próxima audiência está marcada para o dia 15 de agosto, no mesmo horário e local. Dados da PM

2015 2016

Roubos de veículos Furtos de veículos Roubos Furtos Vistorias Motos abordadas Flagrantes por crimes Pessoas presas Flagrante p/ atos infracionais Adolescentes apreendidos Armas apreendidas Infração de trânsito

2 7 12 88 2574 818 55 73 5 6 4 1023

2 4 12 72 2362 653 36 44 15 16 5 906

Vaca é encontrada morta com tiro no pescoço

A vaca, segundo informações, estava prenhe Uma vaca foi encontrada morta na Vila Ranzani, na última segunda-feira (16), por volta da meia noite. A PM foi até o local averiguar a denúncia, e constatou que no animal havia uma perfuração no pescoço, aparentando ser um ferimento causado por um tiro de arma de fogo. Foi feito contato com a prefeitura para fazer a retirada, que foi feita apenas durante a manhã. Até o momento, a polícia não sabe quem praticou o crime e nem a quem pertencia a vaca.

Dupla furtou casa no Nova Roma e fugiu Uma casa foi furtada no Nova Roma, na última quarta-feira (18), por volta das 7h30. A vítima declarou que havia saído de casa, e logo retornou, e se deparou com dois indivíduos dentro de sua residência, com sua TV, botijão de gás, celular e R$30 nas mãos. Quando eles avistaram o dono da casa, fugiram, mas levaram o dinheiro e o aparelho telefônico, pulando o muro dos fundos, a porta da cozinha estava arrombada. Ninguém foi preso.

Moto roubada é apreendida em lava-rápido Uma moto foi aprendida, no Jardim Planalto, quintafeira (19), por volta das 8h. A PM foi até um lava-rápido atender uma denúncia sobre uma moto verde com a placa adulterada, e possivelmente roubada. O motoqueiro foi abordado pela polícia, e alegou não ter documentos. O rapaz disse que comprou a moto há duas semanas e sabia que os documentos estavam atrasados, e já tinha aquela placa quando adquiriu. O veículo e a placa foram apreendidos e levados para perícia, o autor foi liberado.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

DE OLHO NA CIDADE

PÁGINA 19

SAUDADE DA FAZENDA AMÁLIA

Conde chama comerciante de 'sem vergonha e mentiroso'

O prédio do antigo correio, abandonado no centro da cidade está tomado pelo mato

Conta-se que o conde Chiquinho não tolerava poeira, embora tenha se recusado a asfaltar as ruas de sua propriedade - e a estrada entre ela e a cidade - para que não perdesse 'o aspecto de fazenda'. Todos sabiam daquele capricho do chefe. Ou quase todos. Um comerciante da cidade, que vendia móveis pelas colônias, passou por lá, certo dia, com sua caminhonete, em alta velocidade, levantando poeira, sem saber que o dono estava presente. Depois de observar o 'poeirão', Francisco Matarazzo Jr. mandou que o parassem. Debruçou na janela da caminhonete, olhou bem para o motorista e disparou. - O senhor é um sem vergonha! Francisco Matarazzo (de branco) Não sabe que não gosto de poeira, e que em solenidade no Grêmio em 1971 é proibido dirigir em alta velocidade aqui na Amália? - Não, seu conde, eu não estava correndo! - defendeu-se o comerciante. - Ah, então quer dizer que, além de sem vergonha, o senhor é mentiroso também!?

Um 'balão' no Pacaembu A Cocred está mudando de endereço. A rua é a mesma, mas o número é diferente. Agora ela está defronte ao Destacamento da Polícia Militar

Não tem jeito. O povo é muito ‘porco’. Ao longo do canteiro da avenida Joaquina, entre o Montorão e o Nosso Teto é possível ver como falta educação aos moradores, que jogam lixo de todos os tipos no canteiro da avenida recém asfaltada e duplicada.

Antônio Carlos Xandó (1918 - 1997) nasceu em Campos Novos Paulistas e passou boa parte da infância em Santa Rosa. Foi alfabetizado pela tia, Licínia Nogueira Magalhães, na escolinha de Nhumirim. Tornou-se fiscal de rendas do Estado, aposentou-se e voltou a morar em Santa Rosa, onde faleceu e está sepultado. Grande guardador de histórias, ele contou que foi, certa vez, ao Pacaembu assistir a um jogo entre o seu Corinthians e a seleção da Checoslováquia. Espremido na arquibancada lotada, viu um zagueiro dar um chutão para o alto - um balão, como se diz -, e imediatamente ouviu alguém da plateia, que não pode identificar, exclamar alto e bom som. - Eh Eh, Fazenda Amáááááália!!!


PÁGINA 20

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

Comemorando 66 anos de Casados (Bodas de Ébano), Eva Rodrigues Michelassi e Sperim Michelassi. Homenagem de toda a família nesta data tão especial


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 21

Cadê o reflorestamento que estava aqui? No dia 3 de junho do ano passado, em uma das atividades comemorativas sobre o Dia Mundial do Meio Ambiente, O Jornalzão acompanhou 51 alunos do CEMEC plantando cerca de 560 mudas de árvores, em um terreno ao lado do cruzamento entre a Estrada Municipal Pedro Titarelli e Ângelo Mônici. A secretária de Meio Ambiente na época, Beatriz Cervi, explicou que o reflorestamento no local foi necessário por dois motivos: Primeiro, descia muita água dos bairros próximos causando erosão, e como tentaram fazer obras de melhoria, arrancaram algumas árvores. Segundo, era a finalização de um projeto em que professoras explicaram para os alu-

nos do CEMEC que Santa Rosa tinha excesso de árvores exóticas (que não pertencem a essa região) e estavam predominado sobre as naturais, e para tentar equilibrar, deveria plantar nativas do cerrado. Entre as mudas escolhidas para o reflorestamento, tinha Aroeira-Vermelha, Pau-formiga, Cedro Rosa, Açoita-cavalo, AngicoVermelho e Branco e Cabreúva. Passado quase um ano, O Jornalzão retornou ao local para averiguar a situação do terreno, porém, para a nossa sur presa, quase todas aquelas mudas plantadas sumiram. Moradores alegam que faltava cuidado, "Não é apenas plantar e deixar crescer sozinha, precisa cuidar",

disse um morador, "Nunca vi ninguém da prefeitura tomando conta do local", afirmou outro. Outra con statação que tivemos, é que a água proveniente de enxurradas, continuam descendo com muita força naquele bairro, os poucos bueiros que possuem estão todos entupidos, com muito barro, galhos, folhas e entulho. Geraldo Pontes tem uma propriedade na esquina da praça, nas conflências da Mauro Marangoni, Francisco Pimenta, Angelo Mônici e a estrada Pedro Titarelli. “A água entra tudo aqui, porque o bueiro está alto, acima do nível da rua, e entupido e os outros estão entupidos. Já cansei de pedir uma reforma, mas até agora nada”.

À direita a propriedade que fica inundada quando chove e na frente a praça onde alunos plantaram mudas no ano passado

COMO ERA E COMO FICOU

A foto da esquerda foi feita no dia 23 de fevereiro de 1989, e mostra uma das primeiras edificações da av. Prof. José Dilermando Ribeiro. O comerciante Áureo Bertocco foi o responsável pela construção na qual montou oficina de rádio e som. O prédio acolheu, em 1990, comitê eleitoral dos candidatos Maluf (a governador) e Léo Oliveira (deputado estadual). A foto da direita, feita na semana passada, no mesmo ângulo, mostra o atual estágio da avenida aberta na gestão do prefeito Chicão (entre 1973 e 1976) e asfaltada em 1991. O prédio em questão, quase escondido pelos que vieram depois, é aquele em frente ao qual três pessoas estavam passando no momento em que a foto foi feita.


PÁGINA 22

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

ARTIGO

As Santas Copaíbas de Viterbo Gostar não basta é preciso amar árvores e demonstrar até porque p ragmaticamente não existiríamos se não houvessem árvores. Desde a muito um moço português defendeu durante a invasão moura que sua amada fosse levada ao harém de um sultão e com pauladas usando um ramo de uma figueira dizimou a patrulha designada p ara buscar donzelas e safou-se com seu amor, o início de sua família, os figueiredo. Há os nogueira, os oliveira, os silva e esta lista vai longe e até um povo, os brasileiros que da árvore pau brasil originaram uma nomenclatura a sua pátria: Brasil. É muito antigo o uso d a imagem d a ár v or e como símbolo do crescimento interior do ser humano e aquele que se interessa por história, por arte, mitologia vai encontrá-la na gênese e no desenrolar de todas as culturas. Qu isera d evaneio fosse, entre elas e os homens há uma afinidade evidente e o carbono que carregamos e contemos pode ter sido um dia de um vegetal pioneiro uma san-

gra d'água, uma embaúba, um óleo de copaíba, uma flor do campo, ora, ora, gostaria que fosse de um jequitibá. Somos parecid os, temos a mesma estrutura e os mesmos ciclos, inclusive da vida, a árvore vai mais longe provê a sua própria comida pela fotossíntese, beneficia a todos, pois faz evapotranspiração e ferida procede a compartimentalização. A árvore que um dia germinará, para crescer, multiplicar-se florescendo e esparramando seus filhos ao mundo já está contida em estado de dormência na semente. Conosco dá-se o mesmo carregando em estado germinal, no âmago do nosso inconsciente, aquilo que podemos vir a ser um dia. Olhando uma árvore podemos enxergar o lado desconhecido do nosso interior, serve de espelho. Qual o reflexo das árv or es extremamente mutiladas que nos rodeiam? Exemp lo clar o e cristalino nas nossas ruas e avenidas com o abandono total de duas grandes senhoras genitoras, matriarcas, idosas com bem mais de cem anos deno-

minadas Óleo de Copaíba típicas espécies do nosso bioma. Abandonadas pelo Poder Público que jamais estend eu u m olhar de compaixão que fosse à elas, necessitam de trato cultural, de adubo químico e orgânico, de zelo fazendo as podas de limpeza, tratamento fitossanitarios, mas, principalmente de carinho, de amor. Estão ali na Avenida Prof. José Dilermano Ribeiro, àquela Copaíba localizada na esquina necessita descansar, ser retirada, pois oferece os sintomas de quem já passou desta para melhor, fungos saprófitas ao pé, super brotações típicas de vegetal que faz um último esforço de propagar-se, não aguentou os maus tratos dos homens, daqueles que insensíveis, cegos momentaneamente que são os administradores locais. Sua companheira de

infortúnio localizada mais adiante, ainda aguenta o baque mais alguns anos mormente se a tempo ainda lhe ministrarem cuidados, tinha uma grande podridão em seu tronco resquícios de maus podadores, sofreu curativo em 2012, mas necessita de muito mais atenção e tratos culturais. Ah, tem um jatobazão lá na rua Rio Grande do Sul perto da avenida São Paulo, um espetáculo, precisa também de cuidados, proteção legal, tratos culturais, que tal torná-lo público, nobres edis e tombá-lo como patrimônio histórico natural do Município? Tem também uma série de abençoadas Sibipirunas mutiladas e esparramadas pela cidade necessitando de olhar e atenção. Seria son har muito alto? É impossível localizar e cuidar de todas no perímetro urbano e no rural? Levando junto nossas crianças, através da

Educação Ambiental, mostrando à todas o que esperamos no futuro: Conscientização, que nossas crianças façam o que nós não fizemos, amá-las. Árvores mutiladas como a mutilação interior que muitos carregam e não serão jamais capazes de perceber, vão passar pela vida sem saber a que vieram, pobres de espírito que são. Vivendo em profundo descompasso com a natureza que habita em si, em desacordo com o eu, com medo de crescer e atingir a plenitude humana é o espelho claro das ações sobre as árvores. A manifestação esplendorosa que habita nas árvores provoca ira naqueles que não se realizam pela própria limitação e necessitam de bússola para se nortearem, vejam a denúncia que se encerra nas árvores que nos rodeiam porque trazem no seu exterior a pequenez interior destes pobres ho-

mens que fogem de sua alma. Uma boa luta é lutar pelas árvores. José Walter Figueiredo Silva, Engenheiro Agrônomo pela ESALQ/ USP, com pós graduação em g estão d e cid ad es pela FAAP, gestão ambien ta l p ela U FSCAR e cursando pericia ambiental pelo SENAC. Gerente do Programa Município VerdeAzul, desenvolveu o projeto e implantou em todo o Estado de São Paulo. Foi escolhido pela AEASP, associação de seus pares como Engenheiro Agrônomo Ambiental do ano.


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 23

Nhumirim 2 dorm, sala, coz, garagem ............................................................................................ R$ 120 mil Nova Roma - 200m2 de construção, sendo 3 dorm, sala, coz, lavanderia, varanda, garagem, murada, portões, construída em dois terrenos com 696m2 (24x29) ............................................................................. R$ 350 mil Edícula Jd. Primavera reformada, sala, coz, 1 dorm amplo, lav, murada, quint ciment. ac financ. R$ 105 mil Dom Bosco 2 dorm, sala, coz, wc social, varanda, murada .............................................................. R$ 130 mil Luiz Gonzaga 3 dorm, sala, copa, coz, área churrasco, garagem, ac. casa ou ap em Ribeirão ......... R$ 270 mil Cohab 2 - 2 dorm, sala, copa, coz, portão, murada ......................................................................... R$ 130 mil Casa Nova Roma esquina, 2 dorm, murada, portão ........................................................................ R$ 160 mil Duas edículas próx. Real .............................................................................................................. R$ 110 mil Ap. Recanto Lagoinha 2 dorm ...................................................................................................... R$ 160 mil Nova Roma 54m, para construir, terreno 10x20, ac. financiamento ................................................. R$ 115 mil Casa e salão comercial rua Piauí, rua do Magu, ót. ponto comercial ............................................. R$ 190 mil Edícula Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, wc e garagem .................................................................. R$ 80 mil Dois barracões 1900m2, na área industrial, Bento Quirino, terreno 3.587,50m2R$ 1.500.000,00 ac. proposta Julio Moretti esq, 3 dorm, sala, coz, wc social, murada, portão eletrônico ..................................... R$ 180 mil Nhumirim 145m2 const, 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, terr.600m2, ac imóv. menor valor ...... R$ 230 mil Luiz Gonzaga 2 dorm com arm. emb, sala, copa, coz planejada, gar 2 carros ................................. R$ 220 mil Sobrado Cohab 1, esquina, 2 dorm, sala, coz, wc social, garagem .............................................. R$ 180 mil Casa de madeira, Nova Roma, 3 dorm, sala, coz, wc, terreno 11x25, murada e portão ............... R$ 110 mil Barracão com mesanino energia trifásica, próx. superm. Real ....................................................... R$ 180 mil Rua Pestalozzi 3 dorm, sala, coz, garagem, + salão comercial ....................................................... R$ 140 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, copa, arm emb, lavand, gar, aquec. solar, acab 1ª ... R$ 450 mil Centro ao lado do fórum, 2 dorm, sala, copa, coz, lavand., garagem, área churrasco, terreno amplo .... consulte Casa Jardim Elite 2 dorm, sala, coz, lavanderia, garagem, terreno amplo ..................................... R$ 130 mil Rua Francisco Zaac 2 drm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, lavand, garagem, terr. 608m2 ............. R$ 350 mil Casa Luiz Gonzaga 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, á. serv, á. churras, gar, aq. solar ........ R$ 430 mil Nova Roma seminova, 3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz, garagem, lavand, portão, murada .. R$ 250 mil Jardim Aquarius, 3 dorm, suite, sala, copa, coz, área lazer, gar, 3 wc sociais, terreno 600 m2 ... R$ 400 mil Rua Goiás 3 dorm, sala, coz, varanda, garagem.............................................................................. R$ 230 mil Sobrado com Comércio, de frente a escola Conde .......................................................................... R$ 330 mil Rua Alagoas esquina, 2 dorm, sala, coz, wc social, garagem e salão comercial .............................. R$ 170 mil Morumbi 3 suites, 3 salas, copa, coz, wc social, escritório, salao de festas, área churrasco + 3 dorm nos fundos, wc social, sala, cozinha, casa toda com aquecedor solar, garagem 4 carros 493,15m2 de constr em dois terrenos de 676 m2 ............................................................................................................................................. R$ 900 mil

Nova Roma 12x25, plano, murado de 3 lados, ót. para desmembrar ...................................................... R$ 80 mil 02 terrenos Canaã ............................................................................. Entrada + parcelas de R$ 470,00 cada um 2 terrenos juntos Nova Roma 10x20 cada .................................................................................. R$ 52 mil cada Morumbi Novo ............................................................................................................................... R$ 105 mil Terreno Ari Carneiro 200m2 ............................................................ entrada de 18 mil + parcelas de R$ 442,00 Terreno Luiz Gonzaga 4 terrenos rua Roberto Armbrust, .......................................................... R$ consulte-nos Morumbi Novo 2 terrenos de esquina medindo 388m2, plano, ótima localização (imperdível) ..... R$ 110 mil cada Loteamento Canaã 10x25, ............................................................................... entrada + parcelas de R$ 560,00 Temos terrenos no Jardim Itamaraty 2 - Consulte-nos

Centro esquina, 2 dorm, sala, cozinha, wc social, lavanderia, garagem, murada ............................. R$ 130 mil Barracão Jardim do Sol, com cozinha, wc, bar e edícula parte de cima, 265m de const. .................. consulte Casa Jadim do Sol 2 dorm, sala, coz, wc, garagem, depósito com 2 wc, 177 m constr. .............. R$ 200 mil Centro 50m construído, 2 dorm, sala, coz, murada ......................................................................... R$ 120 mil Barracão rua Amazonas 2 salas, 2 wc e galpão, 150m de const. ................................................... R$ 250 mil Próximo rodoviária 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, wc, gar., lavanderia .................................... R$ 240 mil Próximo Solar 3 dorm, sala, coz, lavand, garagem, salão comercial com wc ................................. R$ 240 mil Cohab 1 3 dorm, sala, coz, copa, área churras, lavand, garagem, esquina ....................................... R$ 140 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, murada .......................................................................................... R$ 98 mil Edícula Nova Roma, para construir, 2 dorm, sala, coz, terreno 5,5x25 ........................................ R$ 105 mil Dom Bosco 3 dorm, sala, coz, wc social, em construção ................................................................. R$ 150 mil Jd Elite 2 dorm, sala, coz, semi nova, ................................................... R$ 55 mil + prestações de R$ 390,00 Edícula Nova Roma, 2 dorm, sala, coz varanda, com churrasqueira e garagem ............................. R$ 200 mil Ap. Ribeirão 48m2 (parque dos lagos) 2 dorm............................................................................... R$ 165 mil Apartamento Ribeirão Preto, jardim Paulistano, 1 dormitório (reformado) .................................. R$ 160 mil Dom Bosco 3 dorm, sendo 1 suíte, sala, copa, coz, área lazer, garagem, acab. 1ª ........................... R$ 365 mil Dom Bosco 2 dorm, murada, portão ................................................................................................. R$ 145 mi Cohab 1 4 dorm, + edícula, garagem ampla ................................................................................... R$ 120 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, copa, cz, garagem ................................................ R$ 90 mil + prestações de R$ 550 Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, área serviço, garagem, edícula separada, ótimas p/aluguel ............... R$ 100 mil Júlio Moretti 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, á. serv, gar. e ed. ... R$ 270 mil ac carro, ap. Rib., casa - valor Sobrado Jd Primavera 3 dorm (1 suite), sala, copa, coz, lavabo, área churras, piscina, ót local ... R$ 400 mil Av. Rio Branco 3 dorm, sala, copa, coz, garagem, armário embutido coz, terreno 11,60x28,40 .... R$ 380 mil Oportunidade única Duas casas + salão comercial, próx ao Magu ............................................... R$ 250 mil rua Rio de Janeiro 3 dorm, sala, copa, coz, wc social, lavanderia, área churras, gar 2 carros ........ R$ 220 mil Nosso Teto esquina, 2 dorm, sala, coz, 2wc, área churrasco .............................................................. R$ 95 mil Cohab 3 3 dorm, sala,copa, coz, lavanderia, murada (alugada) ......................................................... R$ 95 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, cozinha, wc social, sacada, terreno 11x25 .......................................... R$ 110 mil Monte Alto esquina, 3 dorm, sendo 1 suite, 2 salas, copa, coz, lavand, garagem ampla .................. R$ 290mil Julio Moretti 2 dorm,sala, coz, portão eletrônico ........................................................................... R$ 120 mil Filtro 120 m, 3 dorm, sendo suite,sala, copa, coz, área serviço, murada, portão (ót. acab) ............ R$ 200 mil Centro rua 7 de Setembro, 285 m2, 3 suites, com 2 closets, sala de visita e TV, copa, coz, lavanderia, garagem (falta acabamento) terreno de 570 m2 ............................................................................................... R$ 420 mil

Sítio 2.18 alqueires, em Cajuru, terra roxa -ót. plantio) com casa e água corrente ...................... R$ 320 mil Área urbana 1.500m com casa e edícula sem acabar, curral, chiqueiro, fundo da Cohab 1 ......... R$ 170 mil Área de 1.000 CPM toda infra estrutura ....................................................................................... R$ 160 mil Área urbana Jd Elite com casa, 1047m2, ótimo para investimento, pode desmenbrar até 8 lotesR$ 260 mil Área Jd Primavera 2370 metros com asfalto, urbano, excelente localização ............................... R$ 250 mil Sítio 20.000m2 comcórrego no fundo, energia próxima, ac casa na troca ..................................... R$ 150 mil Sítio 29.795m2 córrego no fundo, mina, eneria próx, ac troca por casa ........................................ R$ 200 mil Sítio defronte a pista de São Simão a Santa Rosa, 1 alqueire, com casa simples, 8 forno pra carvão e 2 mil pés de eucalíptos com 2 anos .............................................................................................................. R$ 200 mil TEMOS VÁRIOS SÍTIOS E FAZENDAS À VENDA, CONSULTE-NOS

CASA NOVA ROMA

OPORTUNIDADE ÚNICA

TERRENO GRANDE JD. PALOMA

CASA NOVA ROMA

211 metros de construção, 3 dormitórios, sendo 1 suite, sala, cozinha, lavanderia, área lazer com garagem, 2 wc, piscina, imperdível R$ 320 mil

Duas casas a serem construídas de frente a escola de química no Luiz Gonzaga, sendo uma de esquina e a outra ao lado. Aceita financiamento. Consulte-nos

Medindo 632 metros, sendo 15x42, com toda infraestrutura. Liberado para cnstruir R$ 190 o m2, saldo devedor de 21 mil. Entrada ac carro e divide em 4x. Total 120 mil

3 dorm, sendo 1 suite, sala, copa, coz planejada, lavanderia, área churrasco, fgão à lenha, churrasqueira, despensa com wc, terreno de esquina, 300m2 R$ 380 mil

12 terrenos juntos No Jardim Aquarius, escritura individual, todos cercados, com uma casa, com infraestrutura. R$ 380 mil


PÁGINA 24

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

DE OLHO NA CIDADE Santa Rosa enfrenta cidade do Chile no Dia do Desafio Na edição deste ano do Dia do Desafio, Santa Rosa de Viterbo enfrentará a cidade chilena de San Clemente. A expectativa da Diretoria de Cultura e Esporte é que cerca de 5 mil santa-rosenses participem do Dia do Desafio. Nesse dia, pessoas de todas as idades se envolvem em uma competição amigável entre cidades do mesmo porte, na tentativa de mobilizar a maior porcentagem de participantes, tendo como base de calculo o numero oficial de habitantes do município. A competição é apenas estímulo à participação. Quem sai ganhando são os envolvidos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário. O Dia do Desafio foi criado nos anos 1980, no Canada, com a proposta de despertar o interesse das pessoas pela prática de esportes e atividades físicas, por meio de uma competição entre cidades. Coordenado pelo Sesc, desde 1995, o Dia do Desafio é uma iniciativa da TAFISA – The Association For International Sport for All - conta com o apoio da ISCA – International Sport and Culture Association – e da UNESCO e trata-se de uma realização das Prefeituras Municipais. É um movimento comunitário que envolve poderes públicos, instituições privadas e cidadãos trabalhando em parceria para mobilizar o maior percentual de participantes em relação ao seu total de habitantes. Junte seus amigos e participe!

PÁGINA 27

Barcelona SRV vence e avança para a semi na Copa Verão O Barcelona SRV se classificou para a semifinal da Copa Verão, ao bater o time do Juventude, de Tambaú, por 2 a 1, em grande partida individual de Gutinho Corato, no último domingo (15), no Clube Palmeirense, em Santa Cruz das Palmeiras. A equipe local precisava de apenas um empate para se garantir na pró-

xima fase da competição, pois liderava a chave B com 4 pontos, com Paraíso F.C e Juventude em segundo com 2, e, na lanterna, o Columbia que somou um ponto. Porém, para não correr o risco de passar em segundo, pegar um adversário teoricamente mais fácil e chegar mais empolgado, a equipe foi pra cima, e comandada pelo capitão

Gutinho Corato, que fez um gol de pênalti, e participou da jogada do gol do Gu. O Juventude também fez o seu em uma penalidade máxima. Corato agora é o artilheiro da equipe com três gols e ainda têm na conta quatro assistências. "Foi um jogão, a torcida de Palmeiras estava toda torcendo pra gente, porque jogamos um futebol hones-

to, sem pontapé," relatou o técnico Wagner Venâncio. Dono de uma campanha invicta, com duas vitórias e um empate, o Barcelona chega com moral. "Temos grandes chances de avançar para final," ressalta Wagner. A semifinal será disputada amanhã contra o Palmeirense, que é o dono da casa.

VÔLEI

Ellen Braga troca Sesi-SP por Dentil/Praia Clube Após uma temporada no time de vôlei do Sesi-SP, onde jogou ao lado das campeãs olímpicas Jaqueline e Fabiana, a pernambucana Ellen Braga, cujos pais são de Santa Rosa (seus avós ainda residem na cidade), aceitou o desafio de defender o Dentil/Praia Clube, de Uberlândia, vice-campeão da última edição da Superliga. Neste torneio, a ponteira (que completa 25 anos em junho) foi responsável por 247 pontos do Sesi-SP ao longo da competição, ficando atrás apenas das selecionáveis Fabiana (295 pontos) e Jaqueline (260). Além disso, foi um dos destaques da série quartas de final, contra o próprio Dentil/Praia, vencedora do Troféu Viva Vôlei, na partida em que o time da capital paulista saiu com a vitória. "Acho que esse foi mais um passo importante, e será mais um grande desafio em minha carreira. Poder representar o Dentil/Praia, equipe que conquistou tantos resultados expressivos na última temporada, será uma honra e garantia de muito aprendizado", disse a jogadora. (Fonte: melhordovolei.com)

Santa Rosa manda 30 para os Jogos Regionais dos Idosos A delegação de Santa Rosa, com 30 integrantes, compareceu na abertura do 20º Jogos Regionais dos Idosos (JORI) nesta quinta-feira (19), às 13h, no ginásio de esportes do Centro de Lazer do Trabalhador "Vicente Quércia", em Brodowski. A cerimônia foi bonita e rápida, com a presença da primeira-dama de estado, Lu Alckimin, com entrada das delegações, apresentações artísticas, as patinadoras do Brodowski Patins Show, entraram com as bandeiras dos municípios participantes e o acendimento da tocha olímpica. Logo na sequência teve a disputa de coreografias. O tema do grupo das 11 'meninas' santa-rosenses foi 'Descobridor dos sete mares', no qual se vestiram de piratas. Entre 33, elas ficaram em 19º. O grande destaque santa-rosense foi a prata no atletismo feminino, acima de 80 anos, conquistada pela Estela Belavenuto, que finalizou a prova de 600m em 4min e 34seg, e por pouco mais de 10 segundos, não abocanhou o ouro. Participaram 29 atletas nesta modalidade. No primeiro jogo do vôlei adaptado, Santa Rosa derrotou a equipe da casa por 2 sets a 0, e ainda está batalhando por medalhas. A delegação local ainda irá disputar o dominó e natação feminino e a dança de salão. Estão participando do evento, que vai até este domingo, 61 cidades, com cerca de três mil atletas que competem em modalidades como coreografia,vôlei adaptado, atletismo, dança de salão, natação, bocha, buraco, malha, tênis, tênis de mesa, truco,damas, xadrez e dominó. O JORI está sendo realizado pela Prefeitura de Brodowski, Fundo Social de Solidariedade (Fussesp) e Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Governo do Estado de São Paulo.

Segundo dia do Amigos do Leões tem jogos equilibrados A bola rolou no Estádio Municipal Rubens Bellizzi (Campão), neste domingo (15), pelo segundo dias de jogos do 1º torneio 'Amigos do Leões'. O Real Primavera, de Santa Rosa, tropeçou por 2 a 2, contra o Amigos do Serjão, de Serra Azul. Os gols foram marcados por Artur. Real era única equipe local que ainda não havia iniciado a competição, as outras duas (Leões F.C e Barcelona SRV), estrearam na semana passada. O empate deixou o Grupo A bem tumultuado. O líder é o Nova Geração, de Cajuru, com três pontos, seguidos de perto por 'Amigos do Serjão' e Real Primavera, com um ponto cada, e na lanterninha, o Barcelona SRV sem pontuação. Os classificados do Grupo B para a semifinal, que será no dia 19 de junho, já estão definidos, graças a vitória do 'Amigos do Sandrinho', de Luiz Antônio, por 2 a 1, contra Santa Fé de Cajuru. Como essa chave tem apenas três equipes, e o Santa Fé perdeu os dois jogos, já está eliminado. O que falta decidir é o primeiro e o segundo lugar. Leões e 'Amigos do Sandrinho' estão rigorosamente empatados, com três pontos, um gol marcado e um sofrido. As equipes vão definir as posições amanhã, às 8h, no 'Campão'. A outra partida do dia será entre Nova Geração e 'Amigos do Serjão'.


FALA NOSSO TETO

PÁGINA 28

Noventa anos Não é para qualquer um completar noventa anos de idade. Bem de saúde então, uma raridade. Por isso, registramos os parabéns ao senhor Joaquim Machado, que essa semana realizou essa proeza.

Serginho Gomes

O colecionador de tijolos antigos

Tijo lo s an tigo s guardados como relíquia pelo aposentado, Enedino José Ramos, 86, historiam a presença da família Projeto Missão é Vida Segundo um dos organizadores, o projeto já pas- Dumont em Santa Rosa sou por várias cidades e é aberto a todos, independente e de sua sucessora, a família Matarazzo. da religião. Os tijolos, sete ao todo, carregam as siglas dessas Ele será apresentado no Anfiteatro da praça Zuleika de M. Moura Balbão, no dia 28 de Maio, confor- famílias forjadas na argila no ato da fabricação- H.DI.R.F.M- U.A- F.A, que respectivamente se referem a: me divulgado. -Haverá teatro de fantoches, saquinho de surpre- Henrique Dumont, Industrias Reunidas Francisco Masa para as crianças, e muito mais. O projeto foi muito tarazzo, Usina Amália e Fazenda Amália. Eles foram, segundo ele diz, obtidos em épocas bem acolhido por onde passou, esperamos que aqui não diferentes e cada um tem uma história. seja diferente, disse um dos organizadores. O mais antigo deles- F.A (Fazenda Amália)- um tijolão que seguramente pesa mais de dois quilos, EneProjeto Missão é Vida em Santa Rosa de Viterbo dino obteve no "terreirão" da Graciosa- local onde eram Tarde de programação para crianças, juniores e esparramados grãos de café para secar, lá pelos idos família. dos anos 70, quando este estava sendo desmantelado. 28/05- Na praça Zuleika de M. Moura BalbãoH.D (Henrique Dumont) vem na sequencia da Nosso Teto. aquisição. Ele foi removido, ainda segundo ele, da antiA partir das 15:30h- Atividade para crianças música, ga sede do Bananal, uma das tantas colônias que o danças, brincadeiras, contação de histórias e muito Conde Matarazzo mantinha na época na propriedade mais. adquirida dos Dumont. Ministração e adoração: "Esse eu consegui quando fui pegar manga. A casa Deus tem uma palavra para você. tinha sido demolida. Encontrei e o guardei. Foi mais ou menos no ano de 92", frisou ele. Convidamos você e toda a sua família Os demais tijolos, todos bem conservados, também têm o peso e o tamanho parecidos com o primeiro. Há poucos dias um pedreiro fez um serviço na casa do colecionador de tijolos. Após ver os tijolos cuiVocê já parou para pensar na diferença entre dadosamente amontoados, ele os pediu para cortar e “onde” e “aonde”? Não? Não é questão somente de tapar buracos: diferença de grafia (maneira de escrever), mas es- De jeito nenhum! Os tijolos são para meus filhos sas palavras têm usos específicos. mostrarem para os filhos deles a terra onde eles foram “Onde” é usado quando não se tem a ideia de criados- desabafou com o homem. “movimento”. Por exemplo: “onde você está?” Já o Enedino também guarda um macacão dos tempos “aonde” é usado quando se tem a ideia de movimenem era funcionário da usina Amália. to. Por exemplo: “aonde você vai?” Há ainda uma expressão que é equivalente a esta última: “para onde”. Na dúvida, dá para substituir e checar qual expressão usar. Não daria para escrever, por exemplo, “para onde você está?” (pois aqui se estaria parado), mas sim “para onde você vai?” (ideia de movimento)... Fique de olho!

GRAMÁTICA NA MEDIDA

Aline Vilela é professora de português na rede privada de ensino e corretora de vestibulares. #gramáticanamedida

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

De grão em grão... Um d itad o dos mais antigos: "De grão em grão a galinha enche o papo". O conhecido ditado popular se aplica aos pequenos montes de entulhos que moradores estão depositando na rua Ângelo Sordi, sem qualquer fiscalização para inibir a ação. De monte em monte, o trecho da rua- sem asfalto na altura do bairro, está se enchendo de entulhos. Tal e qual a galinha com seu papo.

Placas sem função Um morador da rua José Antônio de Oliveira, observou que duas placas de "PARE" no trecho da citada rua, compreendido entre a avenida profª Luíza Garcia Ribeiro e a rua Lazinho Antônio de Oliveira, não estão servindo de nada. Uma porque uma planta a está encobrindo, a outra porque só tem mastro.


JORN ALZÃO ÃO- E DClélia OOJ ORNALZ . 1.048 Zanardo - 21/05/2016 E D IÇ ÃO 1.048 21/05/2016

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA PÁGINA 29 Informe Publicitário

29


PÁGINA PÁGINA30

30

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

O JORN ALZ ÃO OClélia JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016 Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

E D IÇ ÃO 1.048 1.043 16/04/2016 21/05/2016


O J ORNALZ ÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JORN ALZÃO - E D . 1.048 - 21/05/2016

O Jornalzão, edição 1048  
O Jornalzão, edição 1048  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement