Page 1

®

Diretor: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Santa Rosa de Viterbo, 16/04/2016 - Ano 22 - N.º 1.043 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

R$ 3,00

GREVE DOS SERVIDORES

Segunda feira tem Números mostram que santa-rosense só fica doente de segunda a sexta feira audiência de conciliação no TRT Nos finais de semana atendimentos no PS caem quase pela metade Diretora perde cargo após comida para grevistas ser feita em escola estadual

Feira se muda hoje para Estação

Jovem craque conta um pouco da rotina na Europa

Vereadora chora por causa de facebook 'Invasores do Sertão' arruma malas para tocar no Forró da Lua Cheia

Começou de novo - Cercada de canaviais a cidaade volta a ter queimadas com o início da safra em usinas da região. Sobrou-nos apenas as fagulhas.

Apagão de terça foi causado por sabotagem, diz CPFL Felipinho foi passear em Londres

Você acredita em hipnose ?


PÁGINA 2

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 3

GREVE DOS SERVIDORES

Segunda feira tem audiência de conciliação no TRT Prefeito e Sindicato ficarão frente a frente na próxima segunda feira, em Campinas, no Tribunal Regional do Trabalho, na audiência de conciliação que pode acabar com a greve dos servidores públicos municipais. Os servidores, em greve há 10 dias, pedem 10,35% de reposição salarial. O prefeito ofereceu 2,5%. O TRT tentará nesta audiência de conciliação que as partes entrem em acordo. Mas caso isso não ocorra o departamento jurídico da prefeitura deverá protocolar sua defesa para que o Juiz decida pelalegalidade ou não, e o índice de aumento. O Jornalzão falou ontem com o Sindicato dos Servidores e eles confrmaram que a estimava continua em pouco mais de 30% o número de servidores parados. A assessoria de comunicação passou uma estimativa dos servidores parados e bate com a estimativa do Sindicato:

Diretora perde cargo após comida para grevistas ser feita em escola estadual Denúncia partiu da Diretoria Municipal de Educação Reprodução facebook do Sindicato dos Servidores Municipais

Servidores que aderiram a greve: 285, sendo Motoristas 17 Serviço Social 4 Educação 118 Saúde 69 Merenda 8 Empresa 69 O J orna lzã o de u uma volta pelas repartições públicas. Os serviços de saúde estão todos funcionando. As escolas municipais e creches funciona m pa rc ia lme nte . O transporte de alunos está parado. A merenda funciona. A coleta de lixo funciona norma lmente e a empresa parcialmente.

DE OLHO NA CIDADE Nhumirim visto de cima Foto aérea de Nhumirim feita pelo drone do Cléver Campanili mostra como é bonito e arborizado nosso bairro

Tranquilidade - A greve até aqui ocorre em um clima de total tranquilidade. Apenas dois fatos mais graves chamaram a atenção: o episódio da comida feita na escola estadual (leia ao lado) e uma denúncia de que grevistas pararam o caminhão de som em frente a casa da mãe do prefeito, na avenida Presidente Vargas, falando palavras de ordem contra a Cassinho. A mãe do prefeito, que tem problemas de saúde, passou mal e teve que ser socorrida na Cardioclin. O irmão do prefeito, que é advogado, iria dar queixa na polícia.

Vereadores que foram em frente a prefeitura dar uma força aos grevistas, acabam degustando, sem saber, uma “merenda” feita na escola estadual

O promotor de justiça Daniel Ardevino Fonseca do Nascimento flagrou na última quinta feira duas servidoras municipais em greve utilizando da cozinha da escola estadual Teófilo Siqueira para fazer comida aos grevistas que faziam vigília em frente à prefeitura. O promotor foi alertado pelo Diretor Municipal de Educação Fábio de Melo, que segundo disse, recebeu denúncia anônima. "Recebi uma denúncia que o fato havia acontecido na quarta feira e estaria acontecendo na quinta também. Na hora fui procurar o Promotor que tomou as providências", disse Melo. O promotor falou ao Jornalzão que ainda vai analisar o grau da irregularidade pa ra tomar as medidas cabíveis. "A irregularidade existe e vamos

analisar qual a sua conseDiretora perde carquência", explicou. go - A prefeitura protocolou quinta feira, na DiretoO promotor entrou na ria Regional de Ensino, em escola pelo portão lateral, Ribeirão Preto, uma dedefronte ao fórum, depois núncia contra a Diretora do que viu a movimentação de Teófilo Isabel Rodrigues. um carro que estaria indo Levaram fotos de mesas buscar a comida. Chegan- que seriam da escola e insdo à cozinha, o promotor trumentos da fa nfa rra, perguntou às merendeiras sendo utilizados em frente para quem era aquela co- à prefeitura pelos grevismida. As merendeiras afir- tas, bem como documento maram que era para os gre- atestando a diligência do vistas. O cardápio do dia promotor no dia anterior. era macarrão. No dia anterior teve galinhada. Ontem, por telefone, Isabel disse ao Jornalzão Mesas da escola - que "o prefeito havia conMas parece que a ajuda do seguido o que ele queria, Teófilo Siqueira não ficou que era tirá-la da Direção só na comida. As mesas do Teófilo e fazê-la voltar utilizadas na frente da pre- para São Simão". A Direfeitura também são da es- tora disse que foi comunicola. cada ontem, em Ribeirão A diretora da escola Preto que ela havia perdiTeófilo Siqueira também é do a Direção da escola, professora na rede muni- após a denúncia da prefeicipal e está em greve. tura local.


PÁGINA 4

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

EDITORIAL Segunda feira tem a audiência de conciliação. Torcemos para que as partes entrem em acordo sem prejuízos aos servidores grevistas. Greve política? - Alguns questionam que a greve é política, pois o presidente do Sindicato seria cunhado do ex-prefeito Nando e é apoiada pelos vereadores Gonini e Dr. Renato. Mas o vereador Bode também apoia a greve e é correligionário de Chiaperini. Ou seja, a greve é realmente por melhores salários. Incrível - Os números divulgados pela Santa Casa mostram uma coisa incrível: o santa-rosense só fica doente de segunda a sexta. E os três principais motivos disso - conforme matéria nesta edição - devem ser estudados para que providências sejam tomadas. O custo disso sai dos cofres públicos e se estudados e detectados os problemas, traria bastante economia ao município. CPI da merenda - A CPI da merenda, aberta pelos vereadores esta semana é necessária e faz parte das atribuições dos vereadores, que é fiscalizar. Se não abrem, poderíamos dizer que estão prevaricando, pois estariam omissos diante de um crime aparentemente explícito. Álcool baratinho - Animador o preço do álcool na cidade e no posto Terra Santa. O uso do combustível passou a ser vantajoso nos carros flex.

Feira se muda hoje para Estação A feira livre passa a ocupar, a partir de hoje, as réplicas da Estação da Cultura construídas em frente à estação ferroviária que já serviu à Mogiana. Com a presença da banda Filarmônica da cidade, o evento marca a retirada da feira da praça Primo Cunalli, onde estava desde seu começo, na década 1980. No local (Espa ço Mogiana) estará instalada, especialmente para a inauguração da feira, uma unidade móvel do poupatempo para prestar serviços gratuitos de emissão de carteiras profissionais à população em geral. Ela começou com 10 barracas- A 1ª feira livre de Santa Rosa foi inau-

gurada no dia 22 de junho de 1980, na Praça Primo Cunalli. A prefeitura ofereceu as 10 barracas utilizadas no primeiro dia, mas, com o aumento do número de interessados, ampliou para 13, no segundo, e 17 no terceiro. "Aos poucos as pessoas vão chegando entre desconfiadas e curiosas. Tempo chuvoso, frio que Deus manda", reportou o jornal Santa Rosa Notícias sobre a estreia da feira. Segundo o jornal, fogos de artifício e a banda Santa Cecília, do maestro Plácido Bertoccco, foram atrações no evento. Na terceira feira, uma das 17 barracas estava reservada para venda exclusiva de peixes, e outra para queijo, cujo proprietário era de Cajuru.

ACI se incomodou na época Em fevereiro de 1990 o jornal O Santa Rosa reparou o ressurgimento da feira, "Bem que a prefeitura tentou incentivar o nascimento de uma feira livre em Santa Rosa. Aos poucos ela foi se esvaziando até morrer. Em janeiro deste ano a população que passava pela praça Dr. Primo Cunalli, mesmo local da outra, começou a notar algumas bancas de frutas, verduras e legumes". José Donizeti Meneses (Zé Verdureuro), vice prefeito de Cajuru, começava a fazer feira também em Santa Rosa, a exemplo do que já fazia em outras cidades da região, mesclando produtos da zona rural cajuruense e da Ceasa de Ribeirão. Segundo o jornal, havia feira de quarta e sábado, com número crescente de feirantes, inclusive o dono do 'Varejão da Pres. Vargas'. A presença do cajuruense incomodou a ACI, cujo presidente declarou a O Santa Rosa que 'o prefeito deveria incentivar o comércio local, ao invés de ficar trazendo ambulantes de outras cidades'.

FUNDO DO BAÚ

Jovem promessa - Conversamos esta semana com o jovem talento do futebol Felipinho Clemente, que está na Roma da Itália. Nota-se claramente que o garoto está focado, tem responsabilidade e o principal, tem talento para o futebol. Podemos cravar que veremos Felipinho marcando muitos gols pelos gramados do mundo. Novo local para a Feira - Depois de décadas, a Feira Livre experimenta novo local a partir de hoje. O local é bom e tem infraestrutura para atender aos feirantes e clientes. Tomara que dê um novo ânimo e a Feira volte a ser o que era.

EXPEDIENTE O JORNALZÃO é uma publicação da editora André Nagib Moussa ME - Redação: rua José Garcia Duarte, 182 - Centro - Santa Rosa de Viterbo-SP - CEP 14.270-000 Fone/fax: (16) 3954 3289 Usuário Papel Imune: UP-08109/014 - Diretor de Redação: André Moussa Free lancer - Gabriel Caldas e Romeu Antunes - Colaboradores: Ana Lígia, Clélia Zanardo, Serginho Gomes e Rogério Moscardini - Contato Comercial: Joana Dobras Tiragem: 2.500 exemplares - Circulação: Santa Rosa de Viterbo Periodicidade: Semanal - R$ 3,00 por exemplar - E-mail:ojornalzao@ojornalzao.com Impressão: Grafisc, São Carlos. “Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do jornal.” O Jornalzão se reserva o direito de resumir cartas que considerar inadequadas ao espaço disponível. O JORNALZÃO É AFILIADO À ABRARJ

Desfile de aniversário da cidade em 1972. Jair de Mello, Antonio, Henrique Panzeri, Juarez Carvalho e em cima do caminhão o Francisco Mello


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

Vereadora chora por causa de facebook A vereadora Roseli Guideli chorou na tribuna da última sessão da Câmara por causa de coisas escritas no facebook a seu respeito. Muito abalada a vereadora disse que tomou rivotril para poder participar da sessão. Segundo Roseli, pessoas teriam dito que ela era contra a greve dos servidores e colocou palavras em sua boca, que segundo ela, nunca disse. "Essas palavras que disseram que eu falei, não fazem parte do meu vocabulário", disse. Roseli disse que é servidora há 30 anos e hoje com cinco quinquênios ganha R$ 1.050 de salário. "É claro que nosso salário está baixo e defasado", disse. A vereadora diz que pessoas no facebook se aproveitam para falar sem nenhum conhecimento. "Eu não tenho tempo pra ficar em facebook", disse.

Redução de salários de assessores não entra em pauta O Projeto de Lei Complementar enviado pelo prefeito, que reduz os salários de seus 37 assessores e cargos comissionados em 25% não entrou em pauta na última sessão da Câmara. Segundo o prefeito a redução vale de maio a outubro e foi acertada com os seus cargos de confiança em reunião, na qual o prefeito também se comprometeu a devolver 25% de seus vencimentos líquido.Para que a redução tenha efeito a Câmara precisa aprovar.

PÁGINA 5

Câmara cria a 'CPI da merenda' Todos os vereadores assinaram Foi criada na última sessão da Câmara, 11/04, a Comissão Especial de Inquérito - CEI, que popularmente é chamada de 'CPI', para investigar as irregularidades encontradas nas compras de produtos para a merenda escolar, relativas à agricultura familiar. Todos os 10 vereadores assinaram a abertura - o Presidente não precisa assinar. Por sorteio ficou escolhido o vereador Luís dos Reis Augusto, o Bode, como presidente; Adalberto Gonini Junior, relator e Roseli Guidelli, membro. A Comissão já solicitou da prefeitura cópias das licitações que a COAF foi vencedora, nos anos de 2012 a 2015, bem como os editais de abertura das licitações e cópias das notas fiscais. A Comissão tem 90 dias para encerrar os trabalhos, podendo ser prorrogado e se encontrada alguma irregularidade pode pedir a abertura de uma 'CP' Comissão Processante, que pode culminar com a cassação do

prefeito. Irregularidades Documento obtido e publicado pelo Jornalzão, motivou o pedido de abertura da 'CPI' pelo ve reador Gonini Junior. Posteriormente uma gravação telefônica, autorizada pela justiça, mostra conversa entre dois funcionários da COAF onde o assunto é uma chamada pública em Santa Rosa, dando a entender que houve fraude e superfaturamento na compra de produtos alimentícios para a merenda escolar em dezembro de 2015. Suco de laranja - O produto que a COAF mais apostava como sendo seu carro chefe era o suco de laranja natural em embalagem de 200ml. A Cooperativa variava o preço do produto de R$ 0,80 a 1,83. Em Aramina vendeu a R$ 0,80, em Araras a R$ 1,20, Campinas a R$ 1,50 e R$ 1,69, Valinhos R$ 1,69, Santa Rosa R$ 1,60 e R$ 1,80 e em Altinópolis a R$ 1,83.

Contando propina - A Polícia Civil apreendeu, durante as investigações da Alba Branca, uma foto em que o vendedor da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf) Carlos Luciano Lopes aparece cercado de blocos de notas de R$ 50, R$ 20, R$ 10 e R$ 2. Para os investigadores, Carlos Luciano Lopes exibe na imagem o dinheiro que ganhou de propina junto à máfia da merenda escolar. A foto foi apreendida pela polícia no celular de um dos investigados na Alba Branca. A imagem foi divulgada com exclusividade pelo repórter Walace Lara, no jornal Hoje, da TV Globo.


PÁGINA 6

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

VERSO E PROSA

CHICO XAVIER

COLUNA GOSPEL

por Evandro Junior

Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

por Rogério Moscardini

Levantai os olhos

Em todos os momentos

A Greve continua O povo fechou a rua Tem gente que apoia Tem gente que critica Segunda é audiência para ver como é que fica Segundo números do PS parece até brincadeira O povo só fica doente de Segunda a Sextafeira No caso da Merenda a Câmara abriu CPI Pra ver se a história era laranja, manga ou abacaxi Se houve superfaturamento ou se está tudo certinho Quem não deve não teme é o que diz o Prefeito Cassinho Uma notícia boa Não aguentava mais andar nesse Sol Vou abastecer meu carro Por aqui abaixou o Etanol Fiquem todos com Deus Um ótimo Sabadão É o que deseja o Evandro Jr e a família O Jornalzão

"Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos e vede as terras que já estão brancas para a ceifa." - Jesus (João, 4:35.)

O mundo está cheio de trabalhos ligados ao estômago. A existência terrestre permanece transbordando emoções relativas ao sexo. Ninguém contesta o fundamento sagrado de ambos, entretanto, não podemos estacionar numa ou noutra expressão. Há que levantar os olhos e devassar zonas mais altas. É preciso cogitar da colheita de valores novos, atendendo ao nosso próprio celeiro. Não se resume a vida a fenômenos de nutrição, nem simplesmente à continuidade da espécie. Laborioso serviço de iluminação espiritual requisita o homem. Valiosos conhecimentos reclamam-no a esferas superiores. Verdades eternas proclamam que a felicidade não é um mito, que a vida não constitui apenas o curto período de manifestações carnais na Terra, que a paz é tesouro dos filhos de Deus, que a grandeza divina é a maravilhosa destinação das criaturas; no entanto, para receber tão altos dons é indispensável erguer os olhos, elevar o entendimento e santificar os raciocínios. É imprescindível alçar a lâmpada sublime da fé, acima das sombras. Irmão muito amado, que te conservas sob a divina árvore da vida, não te fixes tão-somente nos frutos da oportunidade perdida que deixaste apodrecer, ao abandono. Não te encarceres no campo inferior, a comtemplar tristezas, fracassos, desenganos!... Olha para o alto!... Repara as frondes imortais, balouçando-se ao sopro da Providência Divina! Dá-te aos labores da ceifa e observa que, se as raízes ainda se demoram presas ao solo, os ramos viridentes, cheios de frutos substanciosos, avançam no Infinito, na direção dos Céus. Emmanuel Página extraída do livro "Vinha de Luz" - Psicografia de Chico Xavier.

CONVITE PALESTRA O Grupo Espírita "Bezerra de Menezes", por sua diretoria, convida a todos os confrades, simpatizantes e demais interessados, para assistirem à palestra a ser proferida nesta segunda-feira, dia 18/04/2016, às 20 horas, em sua sede, sita à Rua Eugenio Melloni, 195 Jardim Planalto, nesta cidade de Santa Rosa de Viterbo, pelo distinto palestrante, Dr. Francisco Sérgio Nalini, da USE-Ribeirão Preto, que abordará o tema: "O Livro dos Espíritos - Importância e Significado". Desde já, ficamos agradecidos pela honrosa presença de todos.

Quando Jesus enviou Seus discípulos, deu-lhes esta promessa: "Eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século" (Mateus 28:20). Literalmente, as palavras "todos os dias" significam "sempre", conforme afirmam os estudiosos da língua grega. Jesus não disse simplesmente "sempre", mas "todos os dias". Tal afirmação inclui nossas atividades, as circunstâncias boas e más que nos cercam, as responsabilidades que temos no transcurso dos nossos dias, as nuvens tempestuosas e o brilho do sol. Jesus está conosco, não importa o que cada dia trouxer. Pode ser alegria ou tristeza, doença ou saúde, sucesso ou fracasso. Não importa o que nos acontecerá neste dia, Jesus está caminhando ao nosso lado, dando-nos forças, amando-nos, enchendo-nos de fé, esperança e amor. Quando Ele nos envolve com silenciosa tranquilidade e segurança, nossos inimigos se afastam, e nossos temores, aflições e dúvidas começam a diminuir. Nós podemos suportar qualquer situação e circunstância porque sabemos que o Senhor está perto, assim como falou a Paulo em Atos 18:10: "Porquanto eu estou contigo". Faça uma pausa em meio ao seu dia atarefado e diga para si mesmo: "O Senhor está aqui". E ore para que você possa ver aquele que é invisível. Buscai o Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Isaías 55:6


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 7


PÁGINA 8

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

Informe Publicitário


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 9


PÁGINA 10

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 11

Santa-rosense fica mais doente de segunda a sexta Dados dos atendimentos no PS indicam que população tem boa saúde aos sábados, domingos e feriados Números levantados pela Diretoria do Hospital, que cuida do Pronto Socorro Municipal, revelam que a procura pelo atendimento no PS quase dobrou nos últimos meses e que a população de Santa Rosa só fica doente de segunda a sexta feira. Aos sábados, domingos e feriados a procura por médicos cai sensivelmente. Pa ra s e te r uma ideia, em dezembro de 2015 e janeiro de 2016, a média diária de atendimento no Pronto Socorro era de 155 atendimentos. Já na

última medição, de 1º de março a 11 de abril de 2016 a média subiu para 254 atendimentos. Aumento de 65%. O curioso é que a popula ção procura por atendimento médico com mais frequência de segunda a sexta feira (veja quadros ao lado). Es te a umento de 65% preocupa a direção da Santa Casa, pois os custos de manutenção do serviço subiram muito, e o valor do repasse financeiro da prefeitura diminuiu. "Não podemos afirmar

PS fica cheio de segunda a sexta feira com exatidão o motivo desse aumento", diz o presidente da Santa Casa, Elizeu Sabino dos Santos. Sabino não aponta, mas alguns motivos podem ser os reponsáveis: ineficiência do atendimento na rede, que faz os usuários procurarem o PS, ineficiência do atendimento dos convênios médicos e busca por atestados médicos. A Santa Casa, inclusive, tem publicado no Jornalzão pedido para que o usuário procure o Pronto Socorro apenas em casos

de urgências e emergências, o que não está acontecendo. "Como o atendimento melhorou e por sempre ter dois médicos no PS, fez com que a população procurasse atendimento de rotina onde deveria apenas em caso de urgências", diz Sabino. Rede e convênio Os atendimentos na rede e pelos convênios deixam a desejar, segundo os usuários, e isso também é motivo para o aumento do número de atendimento no PS.

"É comum um conveniado da São Francisco sair do hospital, para ser atendido no PS porque o médico do convênio está dormindo", disse um funcionário da saúde local. "Isso já aconteceu até com vereador", completa. Na rede a mesma coisa, o usuário às vezes não atendido ou não satisfeito com o atendimento e procura no PS uma "segunda opinião. Outro motivo é a busca por atestados médicos em dias de semana.

Custos elevados Mas independente do motivo, a Santa Casa, que é entidade sem fins lucrativos, começa a ter problemas de caixa com um número tão alto de "consultas", pois entidade além de atender urgências e emergências, está fazendo um papel que cabe a rede de saúde, que é atender consultas regulares, alem de atender um alto número de clientes de planos de saúde, que não cumprem suas obrigaç õe s de coloc ar plantonistas no hospital.


PÁGINA 12

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

DE OLHO NA CIDADE Apagão de terça foi causado por sabotagem, diz CPFL Parte da cidade ficou às escuras na quartafeira desta semana, por três horas consecutivas. Em nota à imprensa, a CPFL informou que a queda de energia foi causada por sabotagem: "Pela interferência de uma barra de ferro atirada por terceiros na rede elétrica, em um ato de vandalismo, o fornecimento de energia elétrica para 3,9 mil clientes de Santa Rosa do Viterbo foi interrompido, no dia 13/4, às 17h35. Após 1h53 minutos, o serviço foi restabelecido para 1,3 mil clientes. O desligamento foi completamente normalizado às 20h34". Uma moradora da rua Ibiquara disse que sua televisão começou a oscilar, e ela percebeu que alguma coisa estava errada com a energia. - Eram umas 6 horas quando a luz apagou, e ficou se força por hora e meia, mais ou menos. Uma cunhada minha, que mora no Teto (bairro LUA) disse que lá só voltou a acender às 9 horas.

PÁGINA 13

Você acredita em hipnose? Gabriel Carmello Caldas

Um pequeno tumulto se formou em frente à Matriz da Paróquia Santa Rosa, na madrugada de sexta. Normalmente é briga, mas as pessoas estava m rindo. Dec idi me aproximar. Um rapaz, com uma blusa xadrez, com os naipes do baralho tatuado no braço, barba na cara e jurando ter 17 anos, (até mostrou o RG para provar), pegou um óculos e dis s e a outro ra paz. "Quando você colocar esses óculos, vai ver todo mundo pelado". Dito e feito, todos ficaram nus aos olhos do rapaz. Os que ali estavam diziam que aquilo era hipnotismo. "Ah, para! Maior mentira isso!", pensei. Mas o olhar dele estava realmente diferente, aquilo me chamou a atenção. Continuei observando. O ca ra de xa drez hipnotizou um amigo meu, fã do rapper Projota, induzindo-o acreditar que eu era esse cantor. Ele me abraçou e começou a chorar, como se realmente

fosse seu ídolo. Depois ele ainda atacou um copo acreditando que era um vilão de desenho animado japonês. Fiquei convencido de que aquilo era real! Outras pessoas entraram em transe. Um acreditou ter a bra ça do o c antor Eminem, outro, o jogador Casillas, alguns falaram até chinês. Depois de horas mostrando o talento, descobri o nome daquele jovem: Artur Massaro, o hipnotista. A exte ns ão dos poderes - Massaro explicou que qualquer um pode ser hipnotizado, alguns com maior, outros com menor facilidade, desde que se permita entrar em transe. Porém existe um limite. "A pes soa não esta sobe meu controle. Na realidade esta consciente, e escolhe o que fará. Durante o estado de tra ns e hipnótic o, faç o uma sugestão que passa direto para o subconsciente que, se julgar aquilo errado, não realizará meu comando." Ainda sim, Artur se-

gue um código de ética. Sua intenção é criar um ambiente de diversão, nunca envergonhar, humilhar ou prejudicar alguém. Ele não faria ninguém ficar pelado ou beijar outra pessoa, por exemplo. De acordo com o hipnotista, é impossível ficar em um transe eterno. Mesmo que ele não tire o hipnotizado deste estado, uma hora perce be que nada acontece e simplesmente acorda. O tempo para isso varia, é caso a caso. "Não tem perigo, o máximo que pode acontecer, se eu não fizer a pessoa voltar, é ela se sentir um pouco confusa, ter um pouco de dor de cabeça." O despertar da força - O primeiro hipnotizado por Artur demorou um pouc o para entra r e m transe, e ficou bê bado sem beber absolutamente

nada. "Fiquei muito feliz, mal consegui dormir de tanta felicidade," lembra emocionado o hipnotista. A magia começou na vida dele aos 8 anos, em uma festa de família, quando ficou impressionado com um show de um mágico, e decidiu aprender. Procurou vídeos e livros. Há dois anos se interessou pela hipnose e fez dois cursos à distância, um em espanhol, e o outro em português, além de muita leitura sobre o assunto. Próximo passo será um curso presencial em São Paulo. Ele explica que existe diferença entre hipnose e mágica. "A mágica sempre tem algum truque por trás. Já na hipnose, tudo é feito na mente do indivíduo que esta sendo hipnotizado, apesar de muitas vezes alguns shows me sclarem os dois para entreter o público." Além da diversão, o jovem ainda tem interesse científico. "A hipnoterapia pode ajudar muito, com tratamento de traumas, fobias, emagrecer, curar tabagismo, são diversas as possibilidades."


PÁGINA 14

Homem é preso após discutir com esposa e dar uma 'foiãozada' em vizinho No início da tarde do último domingo (10), C.R.R (45) casado com S.A.C. (40), foi preso por Policiais Militares com base na Lei Maria da Penha, no Franco Montoro.De acordo com o B.O, o casal estava discutindo até que um vizinho interveio. Irritado, C.R.R foi até sua casa, pegou um facão de cortar cana e começou a agredir o vizinho. Um dos golpes acertou o braço esquerdo, tendo que levar 10 pontos. O agressor foi contido por outros populares. Ele fugiu e deixou a arma do crime para trás. Na versão de populares, após o ele teve que fugir. "Depois disso o povo quis linchá-lo e ele fugiu", disse um deles - no whatsapp está circulando um vídeo com cenas do episódio.Segundo um segundo Boletim de Ocorrência, C.R.R retornou para a sua casa de S.A.C que encontrava-se deitada em sua residência no bairro Montorão, quando o marido C.R.R começou a agredi-la com palavras e ameaçando-a de morte. Ele ainda estava com a faca (que foi apreendida pelos militares), e partido em sua direção. A mulher então saiu correndo da casa em direção à sua vizinha para pedir ajuda.A equipe de Policias que atendeu a ocorrência encontrou C.R.R na avenida Luíza Garcia Ribeiro, onde após revista pessoal foi lhe dado voz de prisão com base na Lei Maria da Penha.

Após desentendimento, homem tenta matar vizinho com 'Foião' Dois moradores da Vila Mendes se desentenderam e um deles ameaçou o outro com um 'foião', domingo (10).Os vizinhos estavam discutindo por problemas com plantações em um terreno. Após o desentendimento, um dos indivíduos foi até sua casa, pegou um facão de cortar de cana e foi até a residência do seu desafeto querendo matá-lo, sendo impedido pela a esposa dele.Ambos foram levados para a delegacia e a arma foi apreendida.

Motoqueiro vai parar no PS após 'fechada' de ônibus Um motoqueiro foi 'fechado' por um circular segunda (11), no Centro da cidade.O motoqueiro alega que conduzia pela Avenida Rio Branco e tinha um ônibus na sua frente, encostando para estacionar na Praça da 'Matriz'. Ele decidiu ultrapassar, porém, o motorista desistiu da manobra e o fechou, fazendo-o cair. O condutor da moto informou que havia dois funcionários no transporte público. Um deles desceu para ver o que estava acontecendo e pediu para anotar o número do coletivo e fizesse um B.O, para mais tarde, resolverem o acontecido. Porém, os dígitos não foram informados para a PM. A vítima foi levada para o Pronto Socorro.

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

Dos eleitos, só o vice prefeito e dois vereadores mudaram de partido Daqueles políticos locais que foram eleitos na última eleição municipal três devem concorrer às eleições por outros partidos. Carlos Alexandre Ferreira, o Lê da Farmácia, vice de Cassinho, o vereador Carlos Messias e o vereador Bode, foram os únicos políticos eleitos da cidade que mudaram de partido até a última janela de 18 de março. Lê saiu do PTB e foi para o PSDB, depois que aventou-se a possibilidade de Cassinho ir para o PTB. Bode trocou o PT pelo Solidariedade . J á C arlos Messias saiu do PDT, de Cassinho, e foi para o PROS.

O quadro partidário dos eleitos ficou assim: Prefeito Cassinho - PDT / Vice prefeito Lê da Farmácia - PSDB Vereadores Adalberto Gonini Júnior (Dr. Gonini) - PMDB Carlos Alberto Messias (Carlos Messias) - PROS Francisco Justino Mota Neto (Chicão) - PPS Gisleine Ap. Badan Eleutério (Gisa Badan) - PSDB Heitor Aparecido Bertocco (Heitor Bertocco) - PSDB João Roberto Vilas Boas Ribeiro (Joãozinho Vilas Boas) - PSD Luís dos Reis Augusto (Bode) - Solidariedade Luiz Miguel Fudugli de Aquino (Miguel do Posto) - PSD Renato Palma Rocha Júnior (Dr. Renato) - PMDB Roseli das Graças Vieira Guidelli - PTB Sérgio Silva (Sérgio do Escritório) - PPS Prefeituráveis - Daqueles que devem disputar a eleição os partidos, por enquanto, são estes, pois eles ainda podem mudar: Nando Gasperini - Democratas Tadeu Chiaperini - Solidariedade Professora Estelinha - PSOL Stela Dalécio - PT Fernando Engenheiro - PSD Tadeu Cicolani - PV

EDITAL DE PROCLAMAS PARA C ASAMENTO EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2195 Faço saber que pretendem se casar e apresentam o s do cumento s exigido s pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do C ó digo Civil, o s pretendentes: // LEONARDO NITSCH FALAGUASTA e ANDREA CHRISTIANO //. Ele, natural de Rio de Janeiro , Estado do Rio de Janeiro , nascido ao s vinte e três (23) de ago sto de um mil novecento s e setenta e quatro (1974), profissão geó lo go , estado civil so lteiro, domiciliado e residente à Rua 7 de Setembro , 353, C entro, na cidade de Santa Rosa de Viterbo , Estado de São Paulo, filho de JOSE ROBERTO FALAGUASTA e de do na MARILISA NITSCH FALAGUASTA. Ela, natural de Bebedo uro, Estado de São Paulo, nascida ao s vinte e quatro (24) de dez embro de um mil no vecentos e setenta e um (1971), pro fissão psicó lo ga, estado civil solteira, domiciliada e residente à Rua Luis Marques Henrique Pinatti, 130, Campo Bello , na cidade de Mo nte Apraz ível, Estado de São Paulo, filha de VALDIR DE JESUS C HRISTIANO e de do na TEREZINHA APAREC IDA BAPTISTA CHRISTIANO. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2196 Faço saber que pretendem se casar e apresentam o s do cumento s exigido s pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do C ó digo Civil, o s pretendentes: // LUIS FERNANDO FERREIRA DA SILVA e C ÁSSIA CRISTINA MARTINS DAMAC ENO //. Ele, natural de Franca, Estado de São Paulo, nascido ao s vinte e seis (26) de dezembro de um mil nov ecento s e o itenta e um (1981), profissão mo to rista, estado civil divorciado, do miciliado e residente à Rua Jo sé Gentil, 445 Fundos, Jardim Petropolis, na cidade de Santa Rosa de Viterbo , Estado de São Paulo, filho de SANTOS FERREIRA DA SILVA FILHO e de do na ANA CELESTINO DA SILVA. Ela, natural de Santa Ro sa de Viterbo, Estado de São Paulo , nascida ao s vinte e sete (27) de abril de um mil novecento s e noventa e quatro (1994), pro fissão do lar, estado civil so lteira, do miciliada e residente à Rua José Gentil, 445 - Fundo s, Jardim Petro po lis, na c idade de Santa R o sa de V iterbo , Estado d e São Pa ulo , filha de VALDECIR APAREC IDO DAMACENO e de do na KELI C RISTINA MARTINS. EDITAL DE PROCLAMAS nº. 2197 Faço saber que pretendem se casar e apresentam o s do cumento s exigido s pelo artigo 1.525, nº. I III e IV do C ó digo Civil, o s pretendentes: // ARMANDO LUIZ e ANA PAULA PORFIRIO //. Ele, natural de Lagoa Branca - C omarca de C asa Branca, Estado de São Paulo , nascido ao s vinte e do is (22) de setembro de um mil no vecento s e cinquenta e um (1951), pro fissão so ldado r apo sentado , estado civil v iúvo , do miciliado e residente à Rua Jo ão Gonçalves de Queiro z, 77, Delduque Ribeiro Garcia, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo , filho de ADELINO LUIZ e de do na TEREZA SAC CO. Ela, natural de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, nascida aos vinte e nove (29) de setembro de um mil no vecento s e o itenta e cinco (1985), pro fissão do lar, estado civil so lteira, domiciliada e resident e à Rua Jo ão Go nçalves de Queiroz, 77, Delduque Ribeiro Garcia, na cidade de Santa Rosa de Viterbo, Estado de São Paulo, filha de LUIZ SERGIO PORFIRIO e de do na MARIA C RISTINA DOMINGOS PORFIRIO. (Co nversão de União Estável) Se alguém so uber de algum impedimento ao casamento de algum do s contraentes acima, o po nha-o na fo rma da lei. Eu, Gisele C alderari Co ssi - Oficial.


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 15


PÁGINA 16

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 17


PÁGINA 18

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 19

DE OLHO NA CIDADE

SAUDADE DA FAZENDA AMÁLIA

Valor do etanol despenca em postos de Santa Rosa

Santa Rosa fica sem a centenária usina Amália

Santa-rosenses que foram aos postos de combustíveis nesta semana se surpreenderam com a queda no preço do etanol. O litro nas bombas pode ser encontrado a té por R$ 2,31. Segundo o Sincopétro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo) a redução é comum, devido à abertura da safra da cana 2016 /2017. Levantamentos feitos pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) revelam que a tendência de desvalorização vem ocorrendo desde março. Entre os dias 13 e 19, o valor médio do etanol era de R$ 2,67. Na semana posterior, o litro custava a R$ 2,64 e depois a R$ 2,61. De 3 e 9 de abril, a média era R$ 2,51. O Posto Titarelli ilustra bem esse valor decrescente. No começo do mês, a bomba marcava R$2,89. Na segunda caiu para R$2,69 e na quinta, bateu R$2,39. "Ainda tenho combustível antigo, e já abaixei o preço mesmo assim. Mas quando chegar a nova remessa, a perspectiva é de queda", informa o proprietário Marinho Titarelli. Até semana passada os postos Rotatória e Nova Roma, também anotavam R$2,89, ambos já reajustaram para R$2,39, assim como o Terra Flores. O Iguatemi tem o menor preço da cidade: R$2,31. Na região é possivel encontra o etanol a R$1,99 no posto Terra Santa, entre Santa Rosa e São Simão. Em São Simão, o álcool custa R$2,29, em Tambaú R$2,79 e em Cajuru R$2,65o litro.

Faltavam dois anos para o fim do século XIX quando Henrique Santos Dumont derrubou matas e começou a plantar cana nas primeiras glebas de terra iniciadoras da Fazenda Amália, no município de São Simão. Seu pai - um dos reis do café de Ribeirão - falecera em 1892. Com a herança recebida, Henrique comprou a fazenda Santa Constança, em 18 de janeiro de 1894. E foi comprando mais terras, quase que uma por ano, até 1920 quando faleceu, e a propriedade foi vendida a uma sociedade da qual fazia parte Francesco Matarazzo. A Fazenda Amália estava no território que, em 1910, veio a constituir o novo município de Ibiquara, hoje chamado San-

A usina Amália dos anos 30, com a chaminé original do Engenho Central Dumont ta Rosa de Viterbo. Vitorino Falaguasta (1907 - 1984) escreveu um histórico da formação da Amália em que está o se-

guinte trecho: "Em 1900 inicia o Dr. Dumont a montagem da primeira usina de açúcar, tendo adquirido as máquinas em Barra do Pi-

rahí, RJ. Logo depois vende essas máquinas ao cel. Francisco Schmidt, adquirindo uma usina maior em Cachoeira do Itapemirim, ES".

Capela foi incendiada por fagulha lançada pela chaminé A chaminé daquela usina - denominada Engenho Central Dumont - era de tijolo, com altura de 38 metros. Segundo testemunhas, brasas atiradas por ela incendiaram, em 1932, a capela de Nossa Senhora da Glória que ficava muito próxima. O conde Francisco Matarazzo Jr. mandou fazer mais uma chaminé - também de tijolo - no início dos anos 40. Derrubou as duas, apenas dez anos depois, para erguer outras duas, pré-moldadas, na grande reforma que mandou fazer na usina. José Militão, hoje com 87 anos, labutou naquela obra. - O Ácido Cítrico, onde eu trabalhava, parou a produção, e mandaram a gente pra usina. Para desmontar tudo, nos deram prazo de 30 dias. O conde apareceu lá, ficou sabendo e achou um absurdo. Deu uma contra ordem aumentando esse prazo para 50 dias. Sabe em quanto tempo realizamos a tarefa? Em 11 dias - garante Militão. Sebastião Bazon, 77 anos, outro que derramou suar naquela reforma, lembra. - Eu tinha 15 anos e trabalhava com marteleta pra desmanchar a base da chaminé. Com carriolas pesadas, o pessoal puxava a metralha para os vagões que levavam tudo embora. Era aquela ferraiada de ponta, e a gente no meio daquilo. Era perigoso demais!

Tranquilidade reinou durante arrendamento aos irmãos Biagi As safras de cana-de açúcar prosseguiram, ano após anos, até que o grupo Matarazzo entrou em crise, nos anos 90. A aflição, que tomou conta da cidade, teve alívio quando a usina foi arrendada pela empresa Irmãos Cury, dona da usina Santa Rita. Cinco safras depois, nova crise se instalou. Batalhas judicias foram travadas entre donos e arrendatários, até que, em 1998, a usina foi retomada e arrendada, por 17 anos, aos Irmãos Biagi, donos da usina da Pedra, de Serrana. A tranquilidade reinou durante todo esse período, findo o qual o contrato não foi renovado. Depois de mais de um século de produção, geração de empregos e impostos municipais o Engenho Central Dumont - que se chamou também usina Amália e usina Ibirá - realizou sua última safra em 2014.


PÁGINA 20

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 21

Colegas de Trick Nic 'desconfiam' que ele seja santa-rosense Um vídeo veic ulado e s ta s e ma na p e lo Sesc São Paulo, no fac e bo ok - a té o nt e m, com 3.100 visualizações - coloca "em dúvida" a na c iona lida de de Andrea Farneta ni, o palhaç o Tric k Nic que fe z gra nd e s u c e s s o na a pre s e nta ç ã o do C ircuito Sesc das Artes na cidade , há 15 dia s. Segundo desconfiados depoimentos, ele não seria italiano, mas brasileiro, nascido em... Santa Rosa de Viterbo. - A pergunta que não quer calar: Andrea Fa rne ta ni é de Sa nta Ros a de Viterbo? Um jeitinho bra s ileiro ele tem! - diz uma mulher

no primeiro depoimento. Um homem ac res c enta . - Andre a ? Ita lia no? Tenho minhas dúvidas! Ele é mais brasileiro que muito bras ileiro que eu c onheço! Uma mo ç a qu e e s te ve na c ida de , na a pre se ntaç ã o do 'C ircuito', palpita. - E s s e s o ta qu e de le , e u sempre a chei meio fingido. Eu ac ho que ele nas c eu a í e m Santa Rosa e fez o curso intensivo de italiano. Dois dos três palhaços , que também se apre sentara m aqui, especulam: - Eu acho que não é da Itália, não! - diz o

primeiro. - P ra ge nt e , e l e nasc eu em Santa Rosa do Viterbo, e está e scondendo o jogo - reforça o outro. O próprio Andrea esclare ce, no final - arranhando o português , de rra ma ndo c a rinho sobre a cidade que muito be m o rece beu. - Oi pess oal, s ou A nd re a F a r ne t a ni , e moro e m Viterbo, mas não em Brasil, na Itália! Apr e s e nte i e m Sa nta Rosa de Viterbo, pe lo circuito Sesc, enc ontrei muitos irmãos bra sileiros, e fiquei bem feliz por que existe uma Vite rbo na Itália, e uma Viterbo no Brasil.

Andrea Farnetani é italiano de Viterbo

Ellen Braga e Bruno Bonifácio trocam de time A jogadora de vôlei, Ellen Braga, que neste ano defendeu o Sesi na Superliga Feminina, vai mudar de time. Pelo menos é o que ela insinua, ao postar, pela rede social facebook: "Ultrapassados os 6 mil likes na FanPage! Obrigada ga-

lera! Em breve, o anúncio está mudando de catego- book ele se diz "muito feliz oficial do meu novo time! ria é o piloto Bruno Boni- em anunciar a minha parAguardem!". Seu pai - e fácio. Também pelo face- ticipação no Renault Sport procurador -, José Marcos Braga também faz suspense. Prometeu resolver o enígma na última quarta, mas, até ontem, nada. Outro esportista que

Ellen (2) mudará de time

Bruno, agora na Oregon Team

Trophy com a equipe Oregon Team. Uma grande oportunidade, muito trabalho feito e muito trabalho pela frente! Já estamos na Espanha pra primeira corrida do Campeonato neste fim de semana, em Ara-

gon". Ele começou a carreira em 2011 e chegou a correr pela Fórmula Renault Alps. Nenhum dos dois é de Santa Rosa, embora seus avós sejam santa-rosenses.


PÁGINA 22

DE OLHO NA CIDADE

Projeto realiza atividades com meninas

Um projeto intitulado 'Recriar' fornece diversas atividades físicas e culturais para cerca de 20 meninas, entre 6 e 15 anos, na Cohab 3. O projeto é experimental, não visa nenhum lucro e existe a cerca de um ano. Leva esse nome, pois a intenção é a transformação das meninas, pegar algo ruim e recriar algo bom em cima. Por isso as mães com filhas que possuem alguns problemas de peso, socialização, timidez acabam procurando o 'Recriar'. O grupo é composto por cinco mulheres voluntárias. As atividades ocorrem de terça e sexta. No primeiro dia, as meninas participam de um curso de dança. Na sexta, elas têm contato com culinária, além de sempre serem submetidas a ações surpresas, que podem variar entre exercícios na academia ao ar livre, uma tarde de leitura na biblioteca, afazeres referentes a datas comemorativas como páscoa e dia das mães, praticar meditação, plantar, navegar e fazer pesquisas na internet, levar outras meninas para conhecer o funcionamento 'Recriar' e brincadeiras realizadas dentro do projeto. Além disso, todas as crianças assistidas recebem alimentação.

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

Sábado foi dia de musical infantil no Centro Cultural O e s petá culo "A Lenda do Vale da Lua" se apresentou no Centro Cultural, neste sábado (9), às 19h, para cerca de 160 pessoas, sendo mais da metade do público formado por crianças. O evento faz parte do Circuito Cultural Paulista e foi gratuito. O teatro musical infantil é a adaptação do livro homônimo de João das

Neves, é bem ao estilo cordel, mesclando poesia com música e brincadeiras. Em cena, são quatro atores, Daniel Granieri, Sabrina Petraglia, Jacqueline Sato e Vitor Placca que revezavam nos papéis de uma família, que mora no Vale da Lua, e não conseguem ver as estrelas. O que mais agradou a criançada, além das fanta sias gigantes, como de uma ema, foi a

grande interação que os personagens tiveram com elas. A trilha sonora é composta por Chico César e cantada ao vivo. O grupo se apresentou durante os dois meses de circuito em oito cidades (Ouroeste, Jales, Tupã, Ribeirão Pires, Igarapava, Miguelópolis, Santa Rosa de Viterbo e São Simão). E na página do facebook deles, informaram que fo-

ram prestigiados por 2.217 pessoas. As atrações do Circuito Cultural Paulista, são divulgada s a c ada dois meses, e neste bime stre , Santa Ros a já havia recebido no mês pa ss ado, o e spetá culo 'Sete Tempos - Nós Somos Benjamin de Oliveira'. As atrações de maio e junho ainda não foram reveladas.

'Invasores do Sertão' arruma malas para tocar no Forró da Lua Cheia A banda 'Invasores do Sertão', da qual faz parte o baixista santarosense Raul Marostegan, está entre as cinco mais votadas, por internautas, para tocar no '26º Forró da Lua Cheia'. O festival acontece de 20 a 22 de maio próximo, no Vale das Grutas, em Altinópolis. Segundo Raul, as cinco bandas mais votadas entram direto, mais a sexta a ser escolhida entre as que tiverem mais de 700 votos. Quem quiser participar, basta acessar a fan page da 'Invasores' e votar até o dia 20/04 (próxima quarta), às 23h59min. As bandas escolhidas estão em começo de carreira, e vão conviver no '26º Forró' com as atrações já confirmadas: Trio Juazeiro, Trio Façua, Trio Potiguá, Forró da Mesa, Marcelo D2, Cidade Negra, A banda mais bonita da cidade, Jorge Bem Jor, Geraldo Azevedo, Trombone de Frutas, Jorge do Rojão, Cidade Verde, Trio Mariaz, Nando Nogueira, Juntos e Misturado.

3954 3371 - 3954 6920


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 25


PÁGINA 26

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 27

A ROTINA DE LUIZ FELIPE NA ITÁLIA

Futebol, futevôlei, passeio e "pasta pomodoro e petto de pollo" Conselhos do Maicon e Castan, e selfie com o mito Totti marcaram Luiz Felipe Clemente saiu de Santa Rosa em janeiro acompanhado de um coordenador da escolinha de futebol Primavera / Donis oc ce r pa ra um mundo, segundo ele, "totalmente diferente". Chegou à Itália para jogar nas categorias de base da Roma, pois havia sido aprovado em um teste no Brasil. Seu primeiro treino foi difícil, pois não conhecia os companheiros, e o idioma e a timidez atrapalharam. Mas foi só no primeiro dia. Nos treinos seguintes ele falou a linguagem do futebol: "gol, gol e mais gols". Ratificou o apelido que havia ganhado no seu teste no Brasil, de "Novo Imperador", com seus 28 gols em 13 coletivos. Disputou um torneio parecido com a Copa São Paulo de Futebol Junior, contra os grandes clubes do futebol italiano: fez gol, deu assistências e a Roma ficou em terceiro lugar. O caso de Luiz Feli-

pe é semelhante ao de Alexandre Pato, quando foi para Europa: menor de idade, hoje com 16 anos, sem cidadania, só pode assinar contrato após completar 18 anos. E a Roma faz de tudo para segurar o garoto. Semana passada ele foi passear na Inglaterra, para carimbar novamente seu passaporte para mais 90 dias nas terras italianas.

o que mais gosto é, vou falar em italiano: 'Pasta Pomodoro e petto de pollo' (macarrão com molho de tomate e peito de frango)".

cesco) é mito. Deu tremedeira, mas ele foi bem gente fina e fizemos a foto".

Londres - "Meu visto estava vencendo e me levaram para passear em Moradia - "Estou Londres e assim carimbar alojado no Centro de Trei- meu passaporte para que namento. Tem de tudo eu fique mais 90 dias sem aqui, o local é muito con- problemas. Adorei o pasfortável e aconchegante, e seio, tudo é muito bonito." a molecada do time fica toda aqui. É bem legal." Roma - "Rapaz, Roma é muito lindo. Todos Amizades - "Já fiz os lugares chamam a atenamiza de com todos do ção. O Coliseu, o Vaticameu time e também com no, Porta Santa, vários lualguns profissionais. Lean- gares. Tudo é histórico." dro Castan, Emerson, Maicon são muito humildes e Família - "A saudaconversam bastante comi- de bate todo dia. Mas tem go. Outro dia fomos jogar hora que bate mais, e aí a futevôlei lá na casa do gente tem que ser forte. A Castan, foi bem legal. Eles internet diminui a distância, me deram muitos conse- mas sinto muita falta de lhos, sempre perguntam se todos que eu amo em Saneu estou precisando de ta Rosa". algo, se eu estou bem." Re cado aos amiO ídolo - "Ahh, tirei gos e familiares - "Quefotos com quase todos da ro dizer a todos que estou Roma, mas o Totti (Fran- muito feliz aqui".

Conversamos com Felipinho esta semana e ele nos contou como está sendo seus dias na Europa. Idioma - "Nos primeiros dias tive muita dificuldade, não entendia nada do que eles falavam e isso atrapalhava dentro do campo também. Mas agora está bem tranquilo, pois entendo um pouco do italiano e também do espanhol." Comida - "Ahh, a comida é muito boa. Tudo é muito bom e bem feito e

Barcelona SRV vai disputar campeonato em Palmeiras A equipe Barcelona SRV de futebol, comandada pelo técnico Wagner Venâncio, estreia na Copa Verão neste domingo (16), às 10h, contra a equipe Paraíso FC, no Clube Palmeirense. A competição conta com oito equipes que foram separadas em duas chaves, quatro destas são de Santa Cruz das Palmei-

ras, e as outras, convidadas de duas outras cidades: Santa Rosa (Barc elona SRV) e Tambaú (Fut Rap e ADC Atlas e Juventude). No Grupo A estão E.C Palmeirense, Novo Horizonte, Fut Rap e ADC Atlas. No Grupo B, que é do Barcelona SRV, os adversários são o Paraíso F.C, Columbia F.C. / Cantoia e Juventude.

Os jogos serão realizados apenas aos domingos, todos na parte da manhã e no campo do Clube Palmeirense. As duas equipes com as melhores campanhas avançam para a semifinal, que será disputada no dia 22 de maio. A grande final será no domingo posterior. Segundo Wagner Venâncio os atletas da equipe estão praticamente definidos. "Nós vamos muito forte para a competição. Lutaremos para poder trazer esse campeonato para Santa Rosa de Viterbo."


PÁGINA 28

GRAMÁTICA NA MEDIDA As dicas de hoje são sobre tempo... É comum o uso do verbo "fazer" para se exprimir essa ideia. Porém, muitas pessoas cometem um equívoco: escrevem ou falam "fazem seis meses". Contudo, deve-se escrever ou falar assim: "faz seis meses". Sempre no singular. Outra inconsistência comum refere-se ao se informar horas: diz-se ou se escreve "meio-dia e meia", por exemplo. Por que escrever "meia" e não "meio"? Porque estamos falando de "meia" como "metade de uma hora". Como se fosse "meio-dia e meia hora" (trinta minutos). E assim, continua-se: "uma e meia", "duas e meia", "três e meia". Depois dessa, acho que até nosso diálogo do dia a dia vai se enquadrar mais na norma culta! Não é por que somos de uma cidade pequena que não podemos ter mais cuidado com o que falamos e escrevemos. E o que é melhor: podemos fazê-lo sem perder a simplicidade e humildade! Fique de olho! Aline Vilela é professora de Português das redes pública e privada de ensino e corretora de vestibulares. "#gramáticanamedida

FALA NOSSO TETO

Serginho Gomes

Oficio que pede ônibus no Montorão ainda sem resposta O ofício encaminhado em 16 de fevereiro deste ano pela Associação dos Moradores do bairro à prefeitura, ainda está sem resposta. No documento a Associação pede mudança na rota do ônibus circular para que ele passe dentro do bairro Montorão. A reivindicação partiu de moradores daquele bairro que alegam dificuldade de usar o coletivo, por causa da distância dos pontos de parada. Segundo informações da prefeitura, o oficio aguarda pela formação de uma nova Comissão de Trânsito para ser avaliado.

Morcego erra o voo e acerta mulher Uma mulher de 28 anos caminhava pela rua Luiz Nogueira em companhia do marido e da filha quando, inusitadamente, um morcego a atingiu. O fato aconteceu por volta das 19h da última segunda-feira (11). Segundo ela, o animal bateu em seu corpo e antes que tivesse tempo de reagir, o bicho causou-lhe um ferimento no braço esquerdo. -Não sei se ele me mordeu ou arranhou, mas saiu sangue- disse ela. Ainda segundo ela, o local onde ocorreu o incidente é escuro por causa das árvores:- Tinham muitos morcegos voando por ali. Acho que eles estavam comendo os frutos das árvores- ponderou. Morcegos, entre outras doenças, podem transmitir ao homem o vírus da raiva. É aconselhável procurar auxílio médico em caso de contato.

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

Arborizando a "Joaquina" A prefeitura está plantando mudas de árvores diversas no canteiro da avenida Joaquina Custódia Ribeiro.

Ganhando cores

Já estão em fase de conclusão as 12 casas que faltam ser entregues do Montorão. Esta semana elas já estão sendo pintadas..


A LZÃO Z Ã O - ED. OOJOJ ORRNNAL 1.043 Zanardo - 16/04/2016 Clélia ED IÇ Ã O 1.043 16/04/2016

cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA 29 Inf orme PÁGINA Publicitário

29


PÁGINA PÁGINA30

30

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

O J-O16/04/2016 RNALZÃO OClélia JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

ED IÇ Ã O 1.043 16/04/2016


O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JO R N AL ZÃO - ED. 1.043 - 16/04/2016

O Jornalzão, edição 1043  
O Jornalzão, edição 1043  

Jornal semanal de Santa Rosa de Viterbo

Advertisement