Issuu on Google+

Maceió, domingo, 1º de maio de 2011 | www.ojornalweb.com | e-mail: Igor93279039@hotmail.com

Pneus verdes

Redução de consumo e emissões

de CO22


O JORNA L JORNAL 2

Domingo, 1º de maio de 2011 | www.ojornalweb.com | e-mail: igor93279039@hotmail.com

AVON E IÓDICE LANÇAM CAMISETA PARA UM AMANHÃ MAIS VERDE No mês em que se comemora o Dia da Terra, a Avon lança em seus catálogos uma coleção de camisetas exclusivas feitas com malha produzida a partir da reciclagem de garrafas PET. A ação é resultado de uma promissora parceria da empresa com a grife brasileira Iódice Denim, que assina o conceito e o design das peças. A venda das camisetas faz parte da campanha global da Avon Viva o Amanhã mais Verde, que tem como objetivo recuperar ecossistemas vitais do planeta ameaçados pela devastação. No Brasil, 100% do lucro obtido com as vendas será revertido para a ong internacional

The Nature Conservancy, para aplicar em um programa de recuperação da Mata Atlântica, incluindo reflorestamento, proteção das fontes de água potável e desenvolvimento sustentável das comunidades locais. Este mesmo destino será dado à verba arrecadada nos demais países da América Latina, com a venda de outros produtos. As camisetas podem ser encontradas em modelo masculino, feminino (ambas a R$ 19,90) e infantil (16,90). Para mais informações, procure uma revendedora de produtos Avon ou acesse o site www.avon.com.br.

Governo Japonês vai usar escombros para a produção de energia

Os escombros deixados pelo terremoto seguido pelo tsunami, de março, no Japão, serão usados para a produção de energia no país. A decisão foi tomada pelo Ministério da Agricultura, que anunciou a queima da madeira dos restos de construções para gerar energia elétrica, uma das maiores necessidades dos japoneses. Pelos cálculos dos especialistas, deverão ser queimados cerca de 2 milhões de toneladas de madeira que vão gerar 200 mil quilowatts de energia. Com a decisão, o governo japonês espera compensar o déficit energético, estimado para os meses de julho, agosto e setembro, quando aumenta o uso do ar condicionado. O material vai ser queimado em seis fábri-

cas de geração de energia elétrica da região de Tóquio e do Nordeste do Japão. O governo japonês estima um déficit máximo de 15 milhões de quilowatts nas zonas que eram abastecidas pela Tokio Electric Power Co (Tepco) - empresa responsável pela administração da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, onde houve acidentes radioativos. Apenas para a compra de máquinas e a remoção de escombros o governo japonês calcula que irá gastar 2,5 milhões de euros. Além disso, as autoridades japonesas limitaram o consumo de energia em 25% em todo país. O Japão, país energeticamente dependente do exterior, importa por dia quatro milhões de barris de petróleo.

O JORNA L JORNAL EDITORA DE JORNAIS DE ALAGOAS LTDA www.ojornal-al.com.br ojornal@ojornal-al.com.br / veiculos@ojornal-al.com.br

Diretor-Executivo Luciano Goes lucianogoes@ojornal-al.com.br Editor-Geral Deraldo Francisco deraldo@ojornal-al.com.br Diretora Administrativo-Financeiro

Silvia Sacuno

Coordenador Editorial Voney Malta vfamalta@ojornal-al.com.br Diretora Comercial Eliane Pereira comercial@ojornal-al.com.br

Editor Igor Pereira igor93279039@hotmail.com veiculos@ojornal-al.com.br

ENDEREÇO Rodovia AL 101 Norte, Km 06, 3600, Jacarecica - Maceió/AL - CEP: 57038-800

Gabriel Mousinho

Colaboradora editorial Jakeline Siqueira

ATENDIMENTO AO ASSINANTE (82) 4009-1919 CLASSIFICADOS (82) 4009-1970

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÂO REFLETEM A OPINIÃO DE O JORNAL

REPRESENTANTE NACIONAL FTPI

SÃO PAULO: (11) 2178-8700 RIO DE JANEIRO: (21) 3852-1588 BRASÍLIA: (61) 3326-3650 RECIFE: (81) 3446-5832 www.ftpi.com.br


O JORNA L JORNAL Domingo, 1º de maio de 2011 | www.ojornalweb.com | e-mail: igor93279039@hotmail.com

Compromisso da Toyota com excelência ambiental é reconhecido por Agência de Proteção Ambiental dos EUA A Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) conferiu a Toyota nos EUA o prêmio Energy Star 2011, por conta de sua contínua liderança em matéria de proteção ao meio ambiente, partindo dos conceitos de eficiência energética e de gestão. O prêmio foi entregue a Toyota em uma cerimônia realizada na última terçafeira em Washington, EUA. Mais

de 12.000 organizações participaram do programa. De acordo com membros da EPA, a liderança e o compromisso em longo prazo da Toyota quanto à eficiência energética demonstra os tipos de realizações possíveis de serem alcançadas com relação à redução das emissões de gases de efeito estufa e proteção ambiental global.

Dentre as metas que classificam a Toyota como uma empresa de Excelência Sustentável, destaca-se a redução do consumo total de energia em 13% nos veículos produzidos desde 2002, além da redução do consumo de água em 18% desde 2011. Essas melhorias realizadas pela Toyota renderam uma economia de US$ 20 milhões por ano, além da redução de cerca

de 150 mil toneladas de CO2. O prêmio Energy Star envolve apenas companhias que se comprometem a alcançar metas agressivas e abordagens inovadoras com o objetivo de reduzir a emissão de poluentes. Essa premiação reconhece desde produtos energeticamente eficientes até serviços e construções ecologicamente corretas.

Empresa alerta sobre emissões de poluentes nos veículos Por meio da Inspeção de Diagnóstico, empresa examina o veículo de forma criteriosa para que o usuário tenha uma viagem tranquila e segura As preocupações com o meio ambiente aumentam a cada dia, em todo o mundo. Pensando nisso, a DEKRA, empresa líder no mercado de vistoria, possui a Inspeção de Diagnóstico, que averigua mais de 120 itens de segurança do automóvel e sinaliza ao proprietário os problemas do carro, por meio de um relatório elaborado por um técnico habilitado. Esta análise aponta também índices de CO, CO2 e HC, de acordo com as normas e legislações vigentes. Em todo o mundo, principalmente nos grandes centros urbanos, são exigidas inspeções periódicas dos veículos em circulação. No Brasil, cidades como São Paulo e Rio de Janeiro possuem exigências anuais para verificar as emissões de toda a frota de veículos. Além da emissão de gases poluentes, veículos desregulados e em mau estado de conservação têm um consumo de combustível excessivo, que causam prejuízo ao meio ambiente e gastos desnecessários por parte do proprietário. "As Estações de Segurança Veicular da DEKRA foram criadas para oferecer aos consumidores um espaço no qual o veículo possa ser inspecionado, com equipamentos de última geração e por profissionais altamente capacitados. Nosso objetivo é conscientizar o motorista dos benefícios do diagnóstico preventivo, que não só é fundamental para segurança, mas também evita gastos de manutenção corretiva, normalmente superiores", declara Luis Neca, diretor Comercial da DEKRA.

3


4

Domingo, 1º de maio de 2011 | www

PIRELLI INOVA AO LANÇAR LINHA COMPLETA DE PNEUS VERDES A família Green Performance - Cinturato P1, Cinturato P7 e Scorpion Verde All Season - alia economia de combustível a desempenho e cobre todos segmentos de mercado, de veículos pequenos e médios aos de alta potência, passando por picapes e SUVs Os novos Cinturato P1, Cinturato P7 e Scorpion Verde All Season, formam a linha de produtos Pirelli Green Performance projetada especialmente para apresentar menor resistência ao rolamento, o que permite reduzir o consumo de combustível e, consequentemente, as emissões de CO2 dos automóveis, aliados à máxima performance. Compostos, materiais, estrutura e design da banda de rodagem foram desenvolvidos para interagir em perfeito equilíbrio e garantir também redução do ruído, melhor frenagem e dirigibilidade, tanto em pistas secas quanto molhadas, além de permitir um desempenho constante ao longo de toda a vida útil dos pneus. Estes novos produtos pesam cerca de 8% a menos que os correspondentes tradicionais e utilizam materiais inovadores. Os três novos pneus trazem quatro símbolos nos flancos, que representam suas principais características ecológicas: Redução do consumo de combustível; Menor emissão de CO2; Alta e quilometragem; e Redução de ruído.

Selos de impacto ambiental Redução do consumo de combustível Alta quilometragem

Menor emissão de CO2 Redução de ruído, conforto

O Cinturato P1, o Cinturato P7 e o Scorpion Verde All Season chegam ao mercado latino-americano com uma gama completa de medidas para as mais diversas aplicações urbanas e estarão disponíveis no mercado de reposição a partir deste mês. Os produtos já nascem homologados como equipamento de série de automóveis de algumas das maiores montadoras do mundo. As medidas disponíveis, vide fichas técnicas, cobrem mais de 75% dos veículos a que os produtos são destinados para o mercado brasileiro. O posicionamento de preço indicado para os pneus Cinturato P1 e Cinturato P7 será 3,5% superior aos seus equivalentes das linhas atuais, e para o Scorpion Verde All Season, 5%.

Redução de consumo e emissões de CO2 De acordo com a forma como é usado na cidade ou na estrada, um pneu pode ser responsável por até 20% do consumo de combustível e, consequentemente, das emissões de CO2 de um veículo devido à sua resistência ao rolamento. Esta resistência depende tanto de fatores externos ao pneu (velocidade, peso do veículo, conservação do veículo, pavimento, temperatura, calibragem semanal) e fatores internos, como estrutura, compostos e desenho da banda de rodagem. Na concepção das novas linhas, a Pirelli interferiu nos fatores internos para melhorar a interação entre o perfil do pneu, composto e desenho da banda de rodagem. Os compostos utilizam componentes

inovadores como, por exemplo, sílica e polímeros funcionais. Estas soluções combinadas levam o Cinturato P1, o Cinturato P7 e o Scorpion Verde All Season a diminuir a resistência ao rolamento e a contribuir com uma economia de combustível no patamar de 6%, dependendo das condições de piso, aplicação, periodicidade da manutenção do veículo e calibragem dos pneus. Uma economia de 6% no consumo de combustível de um automóvel reduz as emissões de CO2 em até 10 gramas por quilometro rodado. Considerando as condições de utilização acima, é possível também interpretar a economia para o consumidor em termos financeiros. A tabela de referência abaixo foi elaborada com base em um veículo que roda 20 mil quilômetros por ano e em condições ótimas de direção.

Os três produtos foram projetados no sentido de oferecer segurança e ótima performance graças à utilização de compostos e desenho da banda de rodagem inovadores. A concepção com sulcos longitudinais profundos, que servem para aumentar a drenagem da água, e reforços nos ombros externos, que otimizam aderência lateral em todas condições de asfalto, proporciona melhor segurança em superfícies molhadas. Segurança: menor distância de frenagem no molhado e no seco


O JORNA L JORNAL 5

w.ojornalweb.com | e-mail: igor93279039@hotmail.com

Em uma situação de chuva, o desenho da banda de rodagem do Cinturato P7 possibilita drenagem de 30 litros de água por segundo a 80 km/h, calculados sobre a medida 225/50 R17. Estes avanços representam melhor desempenho em curvas nas estradas, principalmente com piso molhado e distância de frenagem 4% menor a 80 km/h. Em uma estrada seca, a distância de frenagem a 100 km/h é igual ao produto atual. Já o Cinturato P1 sobre piso molhado reduz a distância de frenagem em 3% a 80 km/h, enquanto em superfície seca a redução da distância percorrida numa frenagem a 100 km/h permanece igual ao produto correspondente. Na chuva, o desenho da banda de rodagem do Scorpion Verde All Season possibilita drenagem de até 50 litros de água por segundo a 80 km/h, cálculos sobre a medida 255/60R17. Estes avanços representam distância de frenagem 5% menor a 80 km/h, em piso molhado. Em uma estrada seca, a distância de frenagem a 100 km/h é igual ao produto atual.

Segurança e performance O projeto integrado destes pneus assegura um comportamento previsível na estrada e boa dirigibilidade. Os ombros reforçados, sobretudo os externos pois são de desenhos de banda de rolamento assimétricas, reduzem as deformações e aumentam o controle do motorista, graças ao melhor contato dos pneus com o asfalto. O uso de materiais de reforço, que controlam e estabilizam as deformações pelas quais o pneu passa por causa das forças que agem sobre ele, também contribuem para garantir o contato ideal da banda de rodagem com a estrada, mesmo em altas velocidades. Redução do ruído com maior vida útil e a mesma performance Graças ao seu projeto integrado, os três pneus oferecem uma redução de ruído percebido de 30% em comparação com pneus semelhantes, o que significa maior conforto e menor estresse ao motorista. A concepção integrada também é responsável pelo desgaste uniforme, o que permite um desempenho constante ao longo de toda a vida útil destas novas linhas, que é equivalente ao dos pneus convencionais, porém com todos os ganhos extras de performance.

Para obter o máximo de desempenho do pneu, é fundamental que o consumidor proceda à manutenção periódica corretamente, que, além da calibragem semanal, consiste do rodízio e alinhamento e balanceamento a cada 10 mil quilômetros. Esses cuidados influenciam na quilometragem total, que também depende de outros fatores, como a maneira de dirigir, manutenção do veículo, conservação do piso, e escolha correta para cada tipo de aplicação. A nova geração de pneus verdes da Pirelli é herdeira da pioneira P3000 Energy, lançada mundialmente em 1999, e que oferecia uma gama completa de medidas com menos resistência ao rolamento, característica que hoje define os pneus verdes. As ações da Pirelli para cuidar do meio ambiente vão além dos muros das suas fábricas, pois a empresa sempre disseminou os seus princípios de responsabilidade socioambiental para toda a sua cadeia de fornecedores. Agora, essa iniciativa irá se estender a um novo patamar, porque, a partir de junho, serão inauguradas as primeiras lojas da Rede Oficial de Revendedores Pirelli, composta por 600 pontos em todo o País, dentro dos padrões ecológicos do Programa Atitude Verde. É uma ação que incentiva as lojas a aprimorar as suas práticas sustentáveis, que vão desde o uso racional de água e energia às mudanças arquitetônicas. Este programa visa também, além das melhorias no projeto arquitetônico e na experiência de compra do consumidor, a qualidade de vida dos profissionais da rede. Como empresa líder de mercado, a Pirelli também é a maior financiadora do programa Reciclanip, que de 1999 a 2010 coletou e destinou 311.554 toneladas de pneus inservíveis.


O JORNA L JORNAL 6

Domingo, 1º de maio de 2011 | www.ojornalweb.com | e-mail: igor93279039@hotmail.com

Etanol celulósico será produzido pela primeira vez em escala comercial Duas multinacionais com unidades no Brasil fazem parceria para produzir o biocombustível na Itália Dez vezes maior que a principal planta de demonstração para fabricar etanol celulósico, situada na Dinamarca, começa a operar, ano que vem, a primeira unidade de produção do biocombustível em escala comercial, dessa vez na Itália. É o resultado de uma parceria entre a Novozymes A/S, que domina o mercado mundial de enzimas, e a Mossi & Ghisolfi Group (M&G), indústria química italiana especializada em fabricação e venda de resinas para embalagens de alimentos. A unidade fabril será levantada em Crescentino, noroeste italiano, com capacidade para produzir anualmente 50 milhões de litros. O etanol celulósico é igual ao etanol conhecido hoje, mas é produzido a partir de restos agrícolas, como bagaço de cana-de-açúcar, palha de milho, palha de trigo ou lascas de madeira. A planta de Crescentino foi desenhada para operar com diversas matérias-primas e será autossuficiente em termos energéticos: a lignina, um coproduto extraído da biomassa durante a produção do etanol, será queimada em uma planta anexa para gerar eletricidade. "A implantação dessa unidade prova que o etanol celulósico pode ser produzido de forma sustentável, mas as pesquisas não param por aqui. Estamos avaliando substitutos biotecnológicos para toda uma gama de produtos químicos e petroquímicos", disse o presidente da M&G, Vittorio Ghisolfi. "Biocombustíveis a partir de biomassa lignocelulósica não são mais um sonho distante", disse Poul Ruben Andersen, diretor de marketing no setor de bioenergia da Novozymes. "A tecnologia está pronta e as plantas industriais produzirão em escala comercial, oferecendo uma alternativa convincente à gasolina", arrematou. A Novozymes é líder mundial em bioinovação e mantém uma unidade fabricante de enzimas industriais em Araucária, no Paraná. Já a M&G é a maior produtora de resinas PET para embalagens do mundo. No Brasil a M&G possui operações industriais em São Paulo (Paulínia e Indaiatuba), Minas Gerais (Poços de Caldas) e Pernambuco (Cabo e Porto de Suape).


O JORNA L JORNAL Domingo, 1º de maio de 2011 | www.ojornalweb.com | e-mail: igor93279039@hotmail.com

7

Adaptação de veículos para pessoas com mobilidade reduzida Empresa líder de mercado em seu segmento lançou novo modelo de negócios durante a Reatech 2011, maior evento do setor Referência no mercado brasileiro com o desenvolvimento de equipamentos de adaptação veicular, a Cavenaghi desenvolveu um Sistema de Concessão de Marca e visa atrair investidores que também pretendem atuar neste segmento. Durante a Reatech 2011 - Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação e Inclusão, a empresa lançou seu novo modelo de negócios, que é isento de taxas de royalties ou taxa de franquia. Um dos principais objetivos da Cavenaghi é expandir sua atuação neste mercado, que é composto por cerca de 15% da população brasileira segundo dados do último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. "Nossa meta é atender a este público especial com equipamentos e acessórios ideais para gerar maior qualidade de vida, possibilitando maior independência na realização de atividades", afirma Mônica Cavenaghi, diretora comercial da empresa. Os concessionários serão munidos de todas as informações necessárias para planejar, implantar, operar e administrar uma unidade Cavenaghi de acordo com os padrões estabelecidos e nos moldes necessários à reprodução do empreendimento. As lojas trabalharão com todas as linhas de produtos Cavenaghi: Autonomia,

Direção, Transporte, Adequação Postural, Cadeiras de rodas e acessórios; além de oferecer suporte e assistência técnica aos consumidores já firmados. "Apresentaremos todo o know how de uma marca consolidada a novos empreendedores e interessados em gerenciar uma unidade Cavenaghi e as lojas atenderão a

um número maior de pessoas", diz Mônica. "É um modelo de negócio promissor, além de consciente e responsável social. Um prazer atender e garantir mais melhoria de vida a essas pessoas tão especiais", conclui. Para os próximos meses, a Cavenaghi tem previsão de abertura de lojas em São Carlos, Santos e Salvador.

Sobre a Cavenaghi Líder no mercado brasileiro de adaptação veicular para pessoas

com mobilidade reduzida, a Cavenaghi acaba de completar 42 anos de existência. A história da empresa sempre foi marcada pelo desenvolvimento e aperfeiçoamento de diversos produtos e serviços voltados às necessidades das pessoas com deficiência. Pioneira no mercado de adaptação veicular no país, a Cavenaghi sempre colocou a alta tecnologia à disposição desse público tão especial, desenvolvendo equipamentos inovadores com intuito de oferecer maior independência e qualidade de vida. www. cavenaghi.com.br.


O JORNA L JORNAL 8

Domingo, 1ยบ de maio de 2011 | www.ojornalweb.com | e-mail: igor93279039@hotmail.com


ACAO SUSTENTAVEL 01/05/2011