O Jornalecão (Abril / 2022) - Edição 315

Page 1

Abril 2022 - Nº 315 - Ano 35 - Zona Sul de Porto Alegre/RS - jornal@jornalecao.com.br - 3246-0848 / 98403-6513 Divulgação Ascom Prefeitura de Porto Alegre

Número de casos de dengue bate recorde em Porto Alegre Página 8

Fatores climáticos favoreceram a proliferação do Aedes aegypti e o aumento dos contágios

LEIA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO: Procissão de Santa Rita de Cássia será realizada em 15 de maio

Unidade de Saúde Moradas da Hípica passa por obras de ampliação

Criador da Turma do Guaíba em programa de TV sobre os 250 anos de Porto Alegre

Zoravia Bettiol, artista do bairro Ipanema, homenageada em exposição

Pág. 2

Pág. 4

Pág. 7

Pág. 8


Editor: Guilherme Cruz da Silveira Jornalista: Gustavo Cruz da Silveira Reg. Prof. MTBRS 9793 Arte / Projeto Gráfico: Jean Pico Edição: GuiCS Edições CNPJ: 11.774.659/0001-11 Impressão: Gráfica Araucária Colaboração: Adília Cruz da Silveira, Aline Vargas e Valtor José Rodrigues da Silveira

N° 315 - Ano 35 - Abril de 2022 Chapéu do Sol

Aberta dos Morros

Hípica

- Flora e Bazar Mix - Bar e Armazém Ica - Mini Mercado e Lancheria Zucco - Mercado e Ferragem Lima - Mercado Jardel

Belém Novo

- Loteria Sorte Certa - NCC Belém Novo

Cristal

Camaquã

Espírito Santo

- Super Hoffman

- Padaria e Confeitaria Vaccari - Super Teutônia

Cavalhada O Jornalecão é distribuído, gratuitamente, em mais de 15 bairros da Zona Sul de Porto Alegre

- Dapelle Farmácia de Manipulação - Lotérica Tri da Sorte - Mercado e Açougue Navegantes - Moser Água Mineral - Padaria e Confeitaria Milleum - Posto do Vale - Super Kan

- Agafarma Cavalhada - Celular Sul - Dauge - Mundo D’água - Supermercado Bassani

- Mini Mercado e Açougue Ortiz Ipanema - Academia Plus Point - Padaria Montevideo - Agafarma Farmácia Juca Batista Guarujá - Agropal - Agafarma Farmácia Guarujá - Clube do Professor Gaúcho - Farmácia Popular Med - Galeria Ipanema - Mini-Mercado Riboli - Ipanema Sports - Mini Shopping Maria - Lotérica Portal da Sorte - Padaria e Confeitaria Trevisan - Lotérica Texacão - Supermercado Santa Rita - Marcão Tabacaria

Grupo de nadadores refaz trajeto dos fugitivos da Ilha do Presídio Da Ilha das Pedras Brancas (também conhecida como Ilha do Presídio e Ilha da Pólvora) até a Praia do Cachimbo, na Vila Conceição, Zona Sul de Porto Alegre, são quase 3 quilômetros por água. Este foi o trajeto realizado, na manhã de 3 de abril, por Gustavo Brenner, Márcio Weber, Maurício Bohn, Vilmar Araújo e Francismar Siviero, que participam do projeto Nadando pelos Cartões Postais, que tem o objetivo de chamar a atenção para locais turísticos e para a natação em praias

Soraya Siviero

A água fria não intimidou os nadadores

abertas. O grupo fez o percurso a nado, tendo o coordenador Francismar, de barco, no apoio. Era uma manhã fria, chuvosa e com alguns momentos de vento, o que dificultou a missão do grupo, que também chamava atenção

para a situação de abandono em que se encontra, atualmente, este lindo lugar localizado em nosso lago Guaíba, bem perto de Porto Alegre, e que é, atualmente, administrado pelo município de Guaíba. O trajeto, que foi completado em uma hora, fazia alusão às várias tentativas de prisioneiros que empreendiam fuga do local na época em que um presídio esteve em atividade na ilha. Informações sobre o Projeto Nadando pelos Cartões Postais em https://www.facebook. com/worldswim/.

Você Sabia? A HISTÓRIA DA ILHA DO PRESÍDIO A ilha é conhecida por três nomes: Ilha da Pólvora, Ilha do Presídio e Ilha das Pedras Brancas. O local foi escolhido ainda na época do Império para abrigar a Casa da Pólvora. A construção do prédio, realizada pelo Exército Imperial, durou três anos (de 1857 a 1860) e este serviu como depósito para as munições do Exército e da Marinha até 1930, quando os militares abandonaram a ilha. Em 1940, a ilha passa a ser administrada pelo estado, sendo, no local, instalado um laboratório de pesquisa animal entre 1947 e 1948, com o objetivo de descobrir uma vacina contra a peste suína. Em 1956, o prédio foi adaptado para funcionar como presídio de segurança máxima. Em 1964, com a instalação do regime militar, o presídio tornou-se lugar de detenção de prisioneiros políticos. Em 1973, o presídio foi desativado. Já em 1981, o cardeal Dom Vicente Scherer foi sequestrado em Porto Alegre, e isto motivou o então governador, Amaral de Souza, a reabrir o presídio, para os presos de maior periculosi-

Soraya Siviero

Os nadadores do projeto Nadando pelos Cartões Postais com a Ilha do Presídio ao fundo

dade, os que tentavam fugir ou que cometiam crimes em outras penitenciárias. Desta época, muitas histórias de tentativas de fugas inusitadas são contadas, como sair a nado, remando em panelas, etc, a maioria levando a mortes por afogamento. Em abril de 1983, após muitas denúncias de maus-tratos e de apelos dos adeptos dos direitos humanos, o então governador Jair Soares fechou a prisão. No mesmo ano, a administração da Ilha passou para a Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul. E, a partir de então, começou o processo de vandalismo e destruição, até só restarem os esqueletos dos prédios históricos construídos. Em 2005, a Prefeitura de Guaíba foi autorizada a ex-

plorar a ilha, mas o abandono continua. Os prédios ali construídos revelam a solidez arquitetônica das construções antigas, mas só restam as paredes. A Ilha do Presídio tem rara beleza paisagística, o que a diferencia das demais ilhas próximas. Terrenos cristalinos e pedras claras levam a pensar na evolução geológica que ali aconteceu. Existem vestígios de prováveis ocupações pré-coloniais. Por estes motivos, a Ilha do Presídio está registrada no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e no IPHAE (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado) como um sítio arqueológico.

- Mini Mercado David - Mini Mercado WD - Minimercado Casca - Restaurante Bangalô - Restaurante Mirante do Guaíba - Super Postal - Super Tchê Barbaridade - Supermercado Irmãos Lunardelli - Tabacaria Ipanema - Tudo pra Bicho

Pedra Redonda

Jardim Urubatã

Tristeza

- Bar do Luiz - Casa do Pão - Mercado Urubatã

Jardim Isabel

- Posto Pasqualini

- Sociedade de Engenharia RS

Ponta Grossa

- Ferragem Müller - Padaria e Armazém da Dinda - Padaria Ramires Machado - Rona Bazar e Ferragens - Supermercado DiSul - Supermercado Müller - Gelson Lanches - Panus & Mangas - Dauge

Vila Nova

- Super Hoffmann

Caminho de Porto Alegre volta a ser realizado

Após dois anos sem realização em função da pandemia, caminhada de 21 km retorna entre os eventos dos 250 anos da cidade Adília Cruz da Silveira / O Jornalecão

Dia 24 de abril foi a data escolhida para retomada da realização do Caminho de Porto Alegre. O lindo dia de sol incentivou os participantes da 4ª edição do evento. A caminhada anterior havia acontecido em abril de 2019, pois a pandemia de covid-19 impediu a realização da atividade nos anos de Caminhantes foram recebidos 2020 e 2021. Mas, agora, o percom bandeirada no Santuário curso já faz parte do Calendário Santa Rita de Cássia Oficial de Porto Alegre e deve acontecer, novamente, a cada ano, no mês de abril. A caminhada deste ano contou com participação de mais de 900 pessoas, que saíram da Catedral Metropolitana de Porto Alegre, passando por vários bairros e igrejas da cidade, até o Guarujá, na Zona Sul, com ponto de chegada no Santuário de Santa Rita de Cássia, e fez parte das comemorações dos 250 anos da cidade. No momento de conclusão da caminhada, sempre muito gratificante, os peregrinos foram recebidos com bandeirada e música da vitória. O Caminho de Porto Alegre pode ser usado como complemento ao Caminho de Compostela, somando quilômetros aos percorrido na rota que existe desde o século 9, na Europa, e que leva à Santiago de Compostela, na Espanha. Mas a caminhada também pode ser feita como roteiro religioso, exercício espiritual e contemplativo, diversão entre amigos e até como atividade turística. Qualquer pessoa pode participar, independente de crença religiosa, seguindo seu próprio ritmo, parando para descansar, apreciar a belezas do passeio e, depois, voltar a caminhar. Quem quiser participar da próxima caminhada, em abril de 2023, pode fazer a inscrição no site www.acasargs.com.br ou buscar mais informações pelo e-mail contato@ acasargs.com.br.

Procissão de Santa Rita de Cássia marcada para 15 de maio Tradicional celebração religiosa da Zona Sul de Porto Alegre, os festejos dedicados a Santa Rita de Cássia são destaques do mês de maio na paróquia sediada na Avenida Guarujá, 303. As homenagens promovidas pelos devotos em honra à santa se iniciam com o tríduo, com missas no santuário nos dias 12 e 13, às 20h, e 14 de maio, às 18h30, com a posterior realização de Procissão do Adeus, logo após terceira missa, com o transporte da imagem da Senhora do Impossível até a Igreja de Nossa Senhora Aparecida, na Praça Senador Alberto Pasqualini, em Ipanema. No dia seguinte (15 de maio), domingo, a partir das 9h, Santa Rita retorna para seu santuário no Guarujá, acompanhada pelos fiéis, em romaria, pelos bairros Ipanema, Espírito Santo e Guarujá. Nesta mesma data, serão realizadas missas de hora em hora, das 8h até as 17h, no Santuário de Santa Rita de Cássia. Os festejos se estendem até 22 de maio, Dia da Padroeira, também, com missas de hora em hora, das 8h às 19h. Mais informações pelo site www.santuariosantarita.net.br e e-mail santaritadecassia@arquipoa.com ou pelo telefone 3248-4010.


COMUNIDADE Brique de Ipanema promove edições especiais alusivas à Páscoa e ao Dia das Mães Nos meses de abril e maio, os expositores participantes do Brique do Ipanema estão promovendo uma série de edições especiais, em diferentes locais da região, sempre com opções variadas em produtos de artesanato, antiguidades, artes e alimentos. Além das edições nas imediações do calçadão, tradicional local de realização do evento, nos dias 12, 13 e 14 de abril, foi realizada, pelos participantes, uma Feira de Páscoa no Shopping Jardim Verde. Já nos dias 23 e 24 de abril, foram iniciadas as edições de Dia das Mães, com realização nos Supermercados Santa Rita, Bom e na orla de Ipanema, respectivamente. E, nas duas primeiras semanas de maio, as edições de Dia das Mães seguem com o Brique de Ipanema, no dia 1º de maio (domingo), na orla de Ipanema, na Avenida Guaíba, entre a Rua das Laranjeiras e a Avenida Jardim, e em outros quatro locais diferentes: dias 4 e 5 (quarta-feira e quinta-feira), no Shopping Jardim Verde, na Avenida Eduardo Prado, 1954; dia 6 (sexta-feira), na Cassol Center Lar, na Avenida Eduardo Prado, 415; dia 7 (sábado), no Supermercado Bom, na Avenida Juca Batista, 1030; e dia 14 (sábado), no Clube do Professor Gaúcho, na Avenida Guaíba 12060, com um chá especial das mães. A programação poderá ser alterada em caso de chuva e os horários e mais detalhes sobre cada uma das edições podem ser conferidos no Instagram (@brique. de.ipanema) e no www.facebook.com/briquedeipanema. Mais informações também pelo WhatsApp 99009-5858.

Samuel A. Viegas

OAB/RS 121.771

Direito Eleitoral 98139-0769

samuel.viegas@icloud.com

Porto Alegre / RS

Abril 2022

3

Renovação de serviço de compartilhamento de bicicletas também renova esperança de criação de uma estação em Ipanema Para a comunidade local, bairro da Zona Sul de Porto Alegre, que conta com a primeira ciclovia da cidade, merece estação própria Brayan Martins / PMPA

Em abril, a Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU) e da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), divulgou ter recebido duas propostas para exploração, instalação, manutenção e operação do serviço de compartilhamento de bicicletas na cidade. Atualmente, apenas a M1 Transportes aluga bicicletas na capital gaúcha, através do Bike Itaú. Além da atual operadora do sistema, a prefeitura também recebeu proposta do Consórcio Mobilidade Compartilhada, formado pelo Grupo Imobi, E-Moving e Bike Fácil. Enquanto os pedidos de credenciamento são analisados pela equipe técnica da prefeitura, visando cumprir o regramento estabelecido pelo edital, reacendeu a velha esperança dos frequentadores da orla em Ipanema: possuir uma estação de aluguel de bicicletas no bairro. A atual detentora do direito de oferecer o serviço à população trabalha em um

modelo de aluguel no qual as bicicletas devem ser retiradas e devolvidas em estações espalhadas em pontos da cidade, com tempo limitado a uma hora diária, o que tornaria necessária a construção, também, de uma estação no entorno do bairro Tristeza para que Ipanema possa, finalmente, receber uma estação para o aluguel de bicicletas, dentro do modelo utilizado no momento. Por enquanto, o que se sabe é que, além do serviço ser disponibilizado das 6h às 22h, como acontece hoje, os termos de credenciamento e permissão de uso serão assinados pelo período de 12 meses com possibilidade de renovação anual. Também supõe-se que a atual detentora do direito de prestar o serviço

aos porto-alegrenses deve manter o mesmo modelo, o que, portanto, só tornaria possível a realização do sonho do frequentador da orla de ter uma estação própria de bicicletas para alugar na região com a construção de mais estações na Zona Sul, ou que a outra proponente ofereça outro modelo de compartilhamento, a exemplo de outubro de 2019, quando a Yellow executou o serviço em Ipanema e espalhou várias bicicletas pelo bairro e arredores durante alguns meses, até desistir do negócio. Essa breve experiência de compartilhamento de bicicletas só aumentou o apetite dos frequentadores da orla em contar com o serviço, já que a ciclovia em Ipanema, inaugurada na década de 90, é a primeira da cidade, o que torna a disponibilidade do serviço na região mais do que um reconhecimento à importância para a saúde e o desafogo das vias públicas, mas, também, um simbolismo importante de que o bairro Ipanema é pioneiro nesse reconhecimento.

Novo consultório oferece terapias integradas CCD promove 1ª Feira Cultural com objetivo de possibilitar mais qualidade Expositores e produtores locais ofereceram de vida aos moradores da Zona Sul produtos e diversas atrações para a população

No dia 23 de abril, os moradores da Zona Sul de Porto Alegre puderam participar da 1ª Feira Cultural do Centro Cultural Zona Sul (CCZS), na sede do CCD – Centro Comunitário de Desenvolvimento da Tristeza, Pedra Redonda e Vilas Conceição e Assunção, na Rua Landel de Moura, 430, no bairro Tristeza. O evento, realizado na antiga fábrica do Artesanato Guarisse, que também já sediou o Fórum da Tristeza, contou com atividades como exposição de feirantes e artesãos, apresentações musicais, feira de adoção de filhotes, performances com bolhas de sabão gigantes, exibição de curta-metragem de animação da Mostra Tela Indígena, entre outras atrações.

A empresária e pedagoga Vera Lucia De Camillis, sócia fundadora da tradicional Escola de Educação Infantil Mundo Mágico da Alegria, sediada na Zona Sul de Porto Alegre, inaugurou, no dia 19 de abril, o consultório Vera De Camillis Terapia Integrada, onde são oferecidas, aos moradores da região, diversas terapias destinadas à promoção do

equilíbrio pessoal, como psicologia transpessoal, florais, homeopatia, reiki e ThetaHealing. Estas e outras terapias que vierem a ser incluídas posteriormente entre as práticas desenvolvidas no local, por meio de parcerias com outros profissionais, contemplam corpo, mente e espírito, possibilitando que cada pessoa se enxergue por inteiro, garantindo melhor qualidade

de vida. As terapias integradas desenvolvidas no consultório da Avenida da Serraria, 543, sala 312, tem como foco o autoconhecimento, com objetivo resumido na frase “aquele que olha para fora sonha; aquele que olha para dentro acorda”. Mais informações sobre os atendimentos no WhatsApp 98339-0770.


SAÚDE e BEM-ESTAR

4

Unidade de Saúde Moradas da Hípica fechada para reformas durante quatro meses Após a conclusão das obras, número de profissionais e de atendimentos à população será ampliado no local Cristine Rochol / PMPA

Prédio deverá ter a área construída ampliada para 400 metros quadrados

Por um período de cerca de quatro meses, os usuários da Unidade de Saúde Moradas da Hípica serão atendidos em outros locais da Zona Sul de Porto Alegre em razão das obras de reforma e ampliação do espaço físico do prédio localizado na Rua Geraldo Tollens Linck, 235, bairro Hípica, que teve início em 20 de abril. Após a conclusão

das obras, a área construída da Unidade de Saúde Moradas da Hípica passará a ser de 400 metros quadrados (o dobro da área atual), com sete consultórios, duas salas de odontologia e uma sala de grupos para a comunidade, o que possibilitará o aumento do número de profissionais que atenderão os usuários, além de outras melhorias.

Atendimento dos usuários está sendo direcionado para USs Guarujá e Beco do Adelar Durante este período, os atendimentos inicialmente programados para acontecer na Unidade de Saúde Moradas da Hípica serão realizados nas unidades de saúde Beco do Adelar, na Avenida Juca Batista, 3480, e Guarujá, na Avenida Guarujá, 303, local onde também serão distribuídos insumos para diabetes. Apesar deste direcionamento dos atendimentos para estas duas USs, as demais unidades da região também atenderão os usuários da US Moradas da Hípica, que continuarão recebendo visitas domiciliares, caso sejam pacientes acamados ou gestantes e puérperas, por exemplo. Em caso de dúvidas, está disponível para contatos o WhatsApp 3289-5586.

Porto Alegre / RS

Abril 2022

O Jornalecão (OJ) entrevista Renata R. Eifler, fundadora da Anjos da Guarda Care Arquivo Pessoal

O Jornalecão: Como surgiu a ideia de criar a Anjos da Guarda Care? Renata Eifler: Então, depois de anos atualmente como Técnica de Enfermagem em CTI, enfrentando toda a pandemia de perto, pude acompanhar o verdadeiro sentimento de graRenata Ribeiro Eifler tidão pelos pacientes que se recuperavam e voltavam para suas casas, e eu gostaria de poder resolver o problema daquelas pessoas que precisavam de um acompanhamento humanizado e de qualidade, no conforto de suas casas, para todo o processo de recuperação. Pensando nisso, veio a ideia da home care, que, para nós, é cuidado humanizado em casa. OJ: O que significa Home Care? Renata: Home Care significa cuidados em casa. Para nós, da Anjos da Guarda Care, vêm a ser cuidado humanizado em casa. OJ: O que é cuidado humanizado? Renata: O cuidado humanizado é a nossa prioridade. É a proximidade com o paciente, procurando lembrar que ele está vivendo um momento especial e difícil. É aproximarse dele como se fosse um familiar e lembrando que ele é um ser único e individual, que, naquele momento, de fragilidade necessita de atenção e carinho. OJ: E como funcionam estes cuidados? Renata: Primeiramente, a equipe vai até a casa do paciente em uma primeira visita e realiza, digamos, uma entrevista para alinhar tudo o que o nosso residente precisa para ter um atendimento de qualidade no conforto de sua casa.

Spaan solicita alimentos e materiais de higiene A Spaan (Sociedade Porto-Alegrense de Auxílio aos Necessitados), tradicional instituição filantrópica de assistência social da pessoa idosa, sediada na Avenida Nonoai, 600, no bairro Nonoai, na Zona Sul de Porto Alegre, está solicitando à

comunidade a doação de alimentos e materiais de higiene. Entre os alimentos, a entidade está necessitando de leite em pó, leite de caixinha de qualquer marca, e também sem lactose, café, feijão, adoçantes, gelatinas diet e normal. Fraldas geri-

átricas (G e GG) e desodorantes spray também estão entre as necessidades. As doações podem ser entregues diretamente na portaria da Spaan, atrás da Avenida Nonoai, na Rua Frederico Etzberger, 635. Informações, ligue 3247-7400.

Educandário precisa de repelentes O Educandário São João Batista - sediado na Rua Ten. Cel. Mário Doernte, 200, Ipanema-, entidade filantrópica para crianças e jovens com deficiências, pede o apoio da comunidade para doações de repelentes. A entidade oferece tratamento clínico e escola de educação especial para 158 crianças e jovens com deficiências. Com o aumento dos casos de dengue, o medo é o risco da doença, que aflige as famílias em situação de vulnerabilidade social assistidas pela entidade.

O repelente é uma das formas de combater a doença, evitando que as crianças se contagiem. Entretanto, o valor do produto não é acessível, tornando quase impossível que as comunidades carentes consigam se proteger. O Educandário está aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. A entidade também está arrecadando inseticida em aerosol e mata mosquito repelente elétrico. Para mais informações pelo 3246-5655 ou pelo WhatsApp 98141-0120.

OJ: O atendimento é diário? Renata: Nossa Home Care disponibiliza atendimento 24 horas por dia com cuidadores altamente qualificados e treinados para atender de maneira única e humanizada cada pessoa. OJ: Qual o diferencial da Anjos da Guarda Care? Renata: Atendemos de maneira única e humanizada cada pessoa, visando um atendimento personalizado de excelência e qualidade, com foco na assistência continuada, e com o diferencial de estar praticamente 24 horas com o suporte direto entre o profissional e a família. OJ: Algumas pessoas podem pensar que um cuidado tão especial, assim como o que a Anjos da Guarda Care disponibiliza, pode ser muito dispendioso. Elas estão corretas tendo este pensamento? Renata: O investimento a ser agregado em ter profissionais qualificados 24 horas por dia em sua residência se baseia no valor que a pessoa pagaria em uma clínica, mas a diferença é que, em casa, nós sabemos como nosso ente querido está sendo tratado e sabemos o potencial de recuperação e melhoria contínua que tem o cuidado humanizado na residência, dentro do seu lar, com seus familiares, no convívio com quem se ama, tendo sua liberdade e convívio social com a família e amigos, e isso não tem preço. Colocando na ponta do lápis, as despesas são pequenas, considerando uma internação em CTI ou em uma clínica. OJ: Como contatar a Anjos da Guarda Care? Renata: Entre em contato através do nosso site, www.anjosdaguardacare.com.br, ou pelos telefones 98573-1998 e 98587-0195.


O queridinho dos brasileiros, e do seu negócio também. Aqui, temos Pix isento para empresas.

Simples Você só precisa escolher a forma que deseja receber o Pix (chave, QR Code ou Pix Copia e Cola) e compartilhar com o seu cliente.

Rápido O pagamento cai na sua conta em instantes, o que é ótimo para o seu fluxo de caixa.

Seguro A segurança do Pix para empresas é garantida pelo Sicredi e regulamentada pelo Banco Central.

Aproveite! O Pix entrou para o dia a dia de todos e se tornou o queridinho dos brasileiros, que já não vivem mais sem ele. O Pix do Sicredi é um jeito rápido e seguro para sua empresa receber, a qualquer dia e horário, inclusive nos finais de semana e feriados. Aqui na Sicredi União Metropolitana RS, o Pix segue isento para pessoas físicas e jurídicas. Tarifa zero. Tudo para oferecer a você a melhor experiência financeira. Fale com a agência mais próxima.

Fale com o seu gerente e solicite: Hípica Avenida Edgar Pires de Castro, 1570 (51) 3247.4350 Eduardo Prado Avenida Eduardo Prado, 1844 (51) 3249.8507 WhatsApp do Sicredi (51) 3358.4770

Abra a sua conta: Sicredi União Metropolitana RS


Porto Alegre / RS

CLASSIFICADOS

6 ADVOGADOS

CHAVEIRO

IMÓVEIS

PET SHOP

Abril 2022

TERRA

Aluga-se - duas peças pequenas por R$ 420,00, próximo a Av. Juca Batista. Tratar fone: 3392-2582 ou 986196645.

LANCHES

CONTROLE REMOTO

PODOLOGIA VIDRAÇARIA

BICICLETAS

INFORMÁTICA LOJAS

CABELEIREIRO

RELOJOARIA

VINHOS


VARIEDADES Previsões para Maio 2022

ÁRIES – As coisas mudam porque a vida é dinâmica. Aproveite e relaxe. Continue tranquilo para progredir, sem perder a segurança emocional. TOURO – Sensações profundas produzem leveza na alma. Caminhe firme, porque o Sol traz um novo horizonte e ilumina o trajeto. GÊMEOS – O período de calmaria é para você preparar-se para o que virá no decorrer do mês. Fique atento aos sinais, quase invisíveis, no momento. CÂNCER – Se tudo está certo neste período, por que tanta preocupação? Aproveite o momento para repor as energias. Cuidado com a alimentação. Não exagere. LEÃO – Chegou o momento de materializar alguns sonhos. Aceite as alterações que a vida prática impõe e vá em frente. Trabalhe de forma econômica sem desperdiçar recursos. VIRGEM – Quando tudo para, você é quem tem que iniciar a ação. O que você fizer agora será positivo, porque muita coisa ainda está para acontecer. Não se deixe ser pego(a) de surpresa. LIBRA – Você parece estar no paraíso, onde tudo é belo, sem conflito. Mas a vida traz o fogo da realidade, e ele queima. Ação contínua e firme evitará surpresas desagradáveis. ESCORPIÃO – Você sabe que a imaginação é poderosa. Então, imagine e concretize o que está sendo planejado. Preste atenção no que deve ser alterado. Nada é eterno quando vem para a matéria. SAGITÁRIO – Você está num período propício para realizar coisas nobres e belas. Ofereça o melhor de puder para as pessoas. A riqueza da alma não se esgota. CAPRICÓRNIO – Aja como se nada estivesse acontecendo. Coisas ruins devem ser esquecidas. Busque sempre a paz no coração. AQUÁRIO – Ficar olhando em volta, à cata de algo novo, não resolve. Seja você o agente da mudança que tanto espera dos outros. PEIXES – Você está passando por um período que levará décadas para acontecer novamente. É uma chance de elevação espiritual. Mas, se não for bem entendido, pode trazer falsas realidades. Olhos abertos e pés no chão.

TURMA do GUAÍBA

por Jean Pico

Porto Alegre / RS

7

Abril 2022

O Jornalecão entrega cerca de cem quilos de tampinhas para Educandário e AAPECAN Divulgação

conscientizando quanto O Jornalecão entreao destino dos resíduos gou, no mês de abril, às plásticos. O material que entidades Educandário as entidades entregam São João Batista (que é vendido às empreatende, gratuitamente, sas transformadoras do crianças e adolescentes plástico e o valor arrecom deficiências neurológicas e motoras), e Diretores de O Jornalecão, Guilherme e Adília cadado é entregue integralmente às entidades Associação de Apoio às Cruz entregam as tampinhas as entidades assistenciais que particiPessoas com Câncer (AAPECAN) cerca de 100 cadou mais de 800 tonela- pam do programa. Com este quilos de tampinhas reco- das de tampinhas plásticas valor recebido, as mesmas lhidas em conjunto com os em cinco anos de existên- podem cobrir suas despesas amigos leitores nos últimos cia e é criação do Instituto de manutenção, medicameses. As duas instituições SustenPlast, com apoio do mentos, alimentos, equipaassistenciais estão cadas- Movimento Plástico Trans- mentos essenciais, etc. Saiba mais a respeito do tradas no Projeto Tampinha forma, tendo como objetiLegal, que auxilia entidades vos evitar que este material Projeto Tampinha Legal, as devidamente inscritas no seja descartado na natu- empresas e entidades partiprograma, como: APAEs, reza, e valorizar o trabalho cipantes e os pontos de coligas femininas, escolas, admirável que as entidades leta mais próximos visitando ONGs, asilos, associações assistenciais desenvolvem. o site tampinhalegal.com.br Assim, conseguem também ou nas redes sociais YouTue hospitais. O programa socioambien- incentivar a modificação do be, Linkedin, Twitter, Instatal Tampinha Legal já arre- comportamento de massa, gram, Facebook e TikTok.

Autor da Turma do Guaíba em especial da TV Assembleia RS Jean Pico participou de programa especial sobre os 250 anos de Porto Alegre e falou sobre projeto de valorização do lago Jean Pico, colaborador de O Jornalecão desde 1998 e autor do projeto permanente de valorização do principal lago de Porto Alegre “Alan Bari e a Turma do Guaíba”, uma série de quadrinhos infantis de temática ambiental e local, participou de um programa especial sobre os 250 anos de Porto Alegre realizado pela TV Assembleia Legislativa do RS. Entrevistado pelo jornalista Antonio Czamanski, o Zazá, Jean Pico falou sobre suas motivações para criar o peixinho Alan Bari e sua turma, de sua paixão pela arte e de seu caminho com a educação, além de contar o histórico do projeto e da importância de O Jornalecão para sua produção.

TV Assembleia RS

Trabalho realizado no jornal O Jornalecão também foi destacado durante a entrevista

Alan Bari e a Turma do Guaíba O Projeto Alan Bari e a Turma do Guaíba já lançou nove revistas e distribuiu 47 mil exemplares gratuitamente, atendendo milhares de crianças e dezenas de escolas até o momento. Com previsão de lançamento de mais uma revista ainda na primeira metade deste ano, dando sequência à história que conta, através de tirinhas, como o saneamento básico é importante para a saúde do lago e de todos que precisam dele, quem quiser apoiar o projeto e colaborar com seu crescimento, pode contatar pelo telefone e WhatsApp 98416-8631 e consultar valores de anúncios ou comprar o livro.


Porto Alegre / RS

VARIEDADES

8

Casos de dengue batem recorde em Porto Alegre

Desde que passou a ser contabilizado o número de contágios, em 2000, nunca tantas pessoas haviam sido infectadas e morrido em decorrência da doença no Rio Grande do Sul Pela primeira vez, desde o início dos registros de casos de dengue no estado, em 2000, o número de óbitos causados pela dengue atingiu a marca de 12 em um só ano, superando as 11 mortes contabilizadas em 2021, que, até então, constituía-se no recorde de fatalidades, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES). Mas o número que mais impressiona em Porto Alegre e dá uma dimensão do problema é o de pessoas infectadas dentro da cidade, que não pegaram a doença em outro município ou estado: os chamados casos autóctones. No ano passado, foram identificados 21 casos autóctones de dengue na capital gaúcha, enquanto, neste ano, já ultrapassam os 1.500, segundo o boletim semanal de casos que a prefeitura disponibiliza pela internet. No fim de abril, a SES emitiu um comunicado oficial que coloca o Rio Grande do Sul em alerta máximo para a dengue, já que, em menos de cinco meses, foram 13.881 casos confirmados, e, ainda que 85% dos casos se concentrem em 24 municípios (onde mora cerca de um quarto da população gaúcha), mais de 440 cidades das 497 que formam o estado foram consideradas infestadas pelo mosquito

Cristine Rochol / PMPA

Aedes aegypti, transmissor da dengue. Em Porto Alegre, os casos da doença são registrados em todas as regiões da cidade, com prevalência para os bairros Vila Nova, Bom Jesus e Jardim Carvalho, seguidos por Partenon, Vila São José e Vila Jardim. Os dados estão sujeitos à revisão em virtude da permanente qualificação e podem ser conferidos no Painel de Casos de Dengue, Zika e Chikungunya, no link https://pentaho-pmpa. procempa.com.br/pentaho/ api/repos/%3Apublic%3ASMS%3AIndicadores%3ADengue%3Adengue.wcdf/ generatedContent. O primeiro sintoma de dengue que a população deve estar atenta é a febre alta (maior que 38°C), de início abrupto, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de muito cansaço. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, náuseas, vômitos persistentes e

sangramento de mucosas. A prefeitura segue realizando ações e visitas em diversas regiões da cidade, com agentes de combate a endemias prestando orientação aos moradores, fazendo busca ativa de pessoas com sintomas compatíveis com a dengue, auxiliando os moradores na eliminação de criadouros do mosquito e identificando situações que necessitem atuação de outros setores da prefeitura. Para que a população saiba os cuidados necessários, a prefeitura disponibilizou também o site Onde está o Aedes? (disponível em https://prefeitura.poa.br/sms/ onde-esta-o-aedes/cuidados-com-casa), no qual a população pode se informar melhor. Embora o frio esteja chegando e costume diminuir a infestação de mosquitos, é importante lembrar que os ovos do Aedes aegypti podem perdurar por cerca de um ano sem água nenhuma, ficando ativos assim que a umidade permitir que eclodam. Por isso, é importante manter o cuidado permanente com focos de água parada e manter tudo devidamente higienizado, para que não corramos o risco de que, no ano que vem, esse triste recorde de casos e mortes seja batido mais uma vez.

Abril 2022

Zoravia Bettiol homenageada com exposição Além da mostra, trabalho da artista também foi destacado com incursão em seu ateliê no bairro Ipanema Igor Sperotto

Zoravia Bettiol

Até 8 de maio, a artista Zoravia Bettiol recebe, como homenagem, a realização de uma exposição na Galeria Ecarta (Avenida João Pessoa, 943), por meio da exposição Zoravia Bettiol – A artista e sua cidade, uma dupla homenagem, que tem entrada franca e pode ser visitada das 10h às 18h. A mostra, com 48 obras (pinturas, gravuras, desenhos, tapeçarias e headdress), é, também, uma homenagem à artista de 86 anos, moradora de Ipanema, bairro da Zona Sul de Porto Alegre, e que já realizou mais de 500 exposições individuais e coletivas em diversas partes do mundo, além de fazer parte das comemorações dos 250 anos de Porto Alegre e integrar a quinta edição do projeto Seleção Ecarta, que homenageia um artista a cada ano. No dia 25 de abril, por meio do projeto Ecarta Visita, foi realizada, ainda, uma incursão ao atelier de Zoravia, na Rua Paradiso Biacchi, 109, em Ipanema, mostrando seus espaços, processos de criação e obras, com o objetivo de aproximar ainda o público das artes visuais. Mais informações em www.ecarta.org.br.