__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Fevereiro 2021 - Nº 302 - Ano 33 - Zona Sul de Porto Alegre / RS - jornal@jornalecao.com.br - 3246-0848 / 98403.6513 Foto: César Lopes / PMPA

Vacinômetro acompanha vacinação contra Covid-19 Página 3

LEIA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO: O Jornalecão é tema de TCC para graduação de jornalista

Sport Vida realiza trabalho social no bairro Vila Nova

Sicredi União Metropolitana RS realiza Assembleia

Turma do Guaíba: autor participa de live em escola da Restinga

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 5

Pág. 8


Editor: Guilherme Cruz da Silveira Jornalista: Gustavo Cruz da Silveira Reg. Prof. MTBRS 9793 Arte / Projeto Gráfico: Jean Pico Edição: GuiCS Edições CNPJ: 11.774.659/0001-11 Impressão: Gráfica Araucária Colaboração: Adília Cruz da Silveira e Valtor José Rodrigues da Silveira

N° 302 - Ano 33 - Fevereiro de 2021 Chapéu do Sol

Aberta dos Morros

- Bazar Del Rio - Bar e Armazém Ica - Mini Mercado e Lancheria Zucco - Mercado e Ferragem Lima - Mercado Jardel

Belém Novo

- Loteria Sorte Certa - NCC Belém Novo

Cristal

Camaquã

Espírito Santo

- Super Hoffman

- Padaria e Confeitaria Vaccari - Super Teutônia

Cavalhada O Jornalecão é distribuído, gratuitamente, em mais de 15 bairros da Zona Sul de Porto Alegre

- Agafarma Cavalhada - Celular Sul - Dauge - Mundo D’água - Supermercado Bassani

Hípica

- Dapelle Fármacia de Manipulação - Mercado e Açougue Navegantes - Moser Água Mineral - Padaria e Confeitaria Milleum - Posto do Vale - Super Kan - Tri da Sorte Loterias

- Mini Mercado e Açougue Ortiz Ipanema - Padaria Montevideo - Academia Plus Point - Agafarma Farmácia Guarujá - Agropal - Farmácia Popular Med - Clube do Professor Gaúcho - Mini-Mercado Riboli - Galeria Ipanema - Mini Shopping Maria - Ipanema Sports - Padaria e Confeitaria Trevisan - Lotérica Portal da Sorte - Padaria Muniz - Lotérica Texacão - Supermercado Santa Rita - Mini Mercado David

- Mini Mercado WD - Minimercado Casca - Restaurante Bangalô - Restaurante Mirante do Guaíba - Super Postal - Super Tchê Barbaridade - Supermercado Irmãos Lunardelli - Tabacaria Ipanema - Tudo pra Bicho

Jardim Urubatã

- Bar do Luiz - Casa do Pão - Mercado Urubatã

Jardim Isabel

- Posto Pasqualini

Pedra Redonda

- Sociedade de Engenharia RS

Ponta Grossa

- Ferragem Müller - Padaria e Armazém da Dinda - Padaria Pão da Hora - Padaria Ramires Machado - Rona Bazar e Ferragens - Supermercado DiSul - Supermercado Muller

Tristeza

- Gelson Lanches - Panus & Mangas

Vila Nova

- Super Hoffmann

O Jornalecão destacado como exemplo de jornalismo hiperlocal Jornalista Sarah Acosta identificou a proximidade da informação com o leitor como um dos motivos do sucesso do jornal Quando ainda estudava na Uniritter para se tornar jornalista, a moradora da Zona Sul Sarah Coproscki Acosta decidiu privilegiar a sua realidade local para realizar o Trabalho de Conclusão de Curso de sua graduação “Jornalismo hiperlocal na zona sul de Porto Alegre - uma análise dos critérios de noticiabilidade de O Jornalecão”, orientado pelo professor Felipe Maciel Xavier Diniz. Com base em 23 manchetes retiradas das capas das edições de 2018 e 2019, Sarah fez uma análise que identificou que o critério Proximidade é o fator mais determinante para as matérias publicadas em O Jornalecão, identificando, também, que o jornal é um exemplo de jornalismo hiperlocal, cujo conteúdo circunscreve-se aos interesses locais. Nascida e criada na Zona Sul, Sarah é filha do saudoso líder comunitário João Francisco Acosta, cujas iniciativas pela comunidade da Ponta Grossa foram inúmeras vezes notícia em O Jornalecão, e é irmã de Paula Fernandes Acosta, que já foi nossa colaboradora. Ou seja, antes de se tonar uma colega de profissão, Sarah já era leitora do jornal há muito tempo e conhece parte da nossa história, que está ligada à própria história de sua

Arquivo pessoal

família. Em seu trabalho, ela identifica que O Jornalecão, “ao longo de seus 33 anos de existência, conquistou respaldo, conseguiu crescer e mantém a circulação estável dentro da comunidade onde se insere, mesmo em meio à crise dos impressos”, uma realidade que, ao mesmo tempo, nos orgulha, mas que também nos entristece, porque a maioria dos jornais de bairro que dividiam a tarefa de produzir e repercutir as notícias locais não existe mais. Sarah diz, ainda, que “O Jornalecão também acaba por se tornar um refúgio para os moradores se informarem sobre os seus acontecimentos, sem entrar em méritos ideológicos, que, atualmente, são fortes fatores editoriais na mídia convencional e de massa, e assuntos que têm gerado cada vez mais polarização e controvérsia dentro da sociedade”. Para ela, a lógica de O Jornalecão é que não bas-

ta cobrar os interesses da comunidade, a própria população deve pleitear seus interesses junto aos governantes, e uma comunidade polarizada não consegue fazer isso de forma ordenada. Em suas conclusões finais, Sarah Acosta destaca que “O Jornalecão opta por adotar também um papel conciliador, como um lembrete à comunidade de que não importa se o governo está nas mãos da esquerda, da direita ou do centro, ainda existem problemas locais para serem corrigidos por estes governantes”. Segundo a mais nova jornalista, a população carece de ler, ouvir e assistir veículos que coloquem os seus problemas em destaque, que deem protagonismo para suas dificuldades, mas que também valorizem seus pontos positivos, captando exatamente o espírito que conduz O Jornalecão desde 1987 e que, hoje, tornou-se nossa linha editorial. A equipe de O Jornalecão agradece a Sarah Acosta pelo seu interesse em nosso trabalho, pelas palavras tão reconfortantes quanto encorajadoras e pelo olhar atento e curioso que é requisito indispensável no jornalismo e que, com certeza, guiará uma carreira de sucesso! Obrigado e pode contar sempre conosco, colega!

Previsões para Março de 2021 ÁRIES – Livre-se das teimosias inúteis. Solte ao vento o que passou e viva os novos movimentos. Caminhe para a frente e não caia em falsas promessas.

LIBRA – Sonhos e romantismo ocupam a mente como uma brisa suave. Se você não acordar agora, os fatos o farão despertar.

TOURO – Cuidado com as novidades do coração. As expectativas podem trazer turbulências.

ESCORPIÃO – Não desanime, continue caminhando. No final, tudo dará certo.

GÊMEOS – Analise profundamente as suas ideias. A visão do futuro pode ajudar na resolução dos problemas.

SAGITÁRIO – Os ventos estão favoráveis. A segurança, conquistada na fase mais difícil, produziu bons frutos.

CÂNCER – Alegria e animação povoam a mente. A sua segurança nas ações garante um período promissor.

CAPRICÓRNIO – Otimismo e confiança no futuro aliviam a alma. Mas, se você aceitar as mudanças, será ainda melhor.

LEÃO – A situação parece ser irreal e nebulosa. Acredite nas suas ações e o Sol iluminará o caminho.

AQUÁRIO – Novos tempos, novas ideias e muito movimento. Não esqueça de considerar os pequenos detalhes da vida.

VIRGEM – Se você insiste em exagerar no que está fazendo, o resultado poderá ser confuso. Evite desgastes inúteis. Procure outras opiniões.

PEIXES – O Sol ilumina mais um ano. Com cautela e pés no chão, os sonhos poderão tornar-se em realidade.


COMUNIDADE

Porto Alegre / RS

Fevereiro 2021

3

Vacinômetro acompanha números de vacinação contra Covid-19 na cidade

Pandemia traz Nossa Senhora dos Navegantes até a Zona Sul

Foto: Adília Cruz da Silveira / O Jornalecão

A 146ª festa dedicada à Nossa Senhora dos Navegantes teve comemoração diferente, em Porto Alegre, no dia 2 de fevereiro, em virtude da necessidade de distanciamento social como prevenção ao contágio do novo coronavírus. As homenagens se iniciaram com a missa celebrada pelo arcebispo Dom Jaime Imagem da santa Spengler, assistida presenpassou pelo Guarujá cialmente por reduzido número de pessoas e transmitida on-line para todos que quisessem ver e ouvir de casa. Após, a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes não foi levada em procissão pelas ruas do Centro de Porto Alegre até o Cais do Porto – como acontece, tradicionalmente, há muitos anos -, antes de ser levada de barco em procissão fluvial pelo Guaíba até sua casa: a igreja de Nossa Senhora dos Navegantes. Desta vez, a imagem da santa padroeira da cidade foi transportada em grande carreata pelas ruas centrais e também bairros afastados da cidade, indo ao encontro dos paroquianos de cinco igrejas. Uma delas foi a de Santa Rita de Cássia, no Guarujá, bairro onde se localiza a sede de O Jornalecão. E é claro que nós estávamos lá esperando em frente à igreja com vários outros vizinhos e amigos. Todos procurando uma sombra amiga para proteger-se do sol forte do meio-dia. O carro que transportava a imagem foi recebido com muitas palmas, louvores e orações. Ficou algum tempo em frente ao santuário, para a alegria dos fiéis que recebiam rosas como recordação. Depois de algum tempo, a comprida carreata dirigiu-se a outro bairro e outra igreja, sob o sol escaldante (um dos outros santuários visitados foi o de Nossa Senhora Aparecida, no bairro Ipanema, também na Zona Sul da cidade). Foi uma homenagem diferente, mas não menos bonita, para Nossa Senhora dos Navegantes. Que ela nos ajude a enfrentar o mar da vida em 2021!

Para divulgar os dados relacionados à vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Porto Alegre disponibilizou, desde 21 de janeiro, o vacinômetro para a população poder acompanhar a evolução da campanha. A ferramenta apresenta a soma de doses registradas no sistema de informações, público-alvo das fases da campanha, porcentagem do público-alvo vacinado para a fase atual da campanha e gráficos com doses administradas diariamente e registradas, além de número acumulado

de doses aplicadas. Os dados são atualizados a cada hora a partir da inserção de registros no sistema de informação da campanha pelos estabelecimentos de saúde. Também é possível consultar o quantitativo de doses registradas por estabelecimento de saúde. De acordo com os regis-

tros, o vacinômetro indica que, até 17 de fevereiro, foram vacinadas 92.942 pessoas. Cada públicoalvo tem uma estimativa da quantidade de pessoas a serem vacinadas, sendo que, até o momento, já receberam a primeira dose, 70% dos profissionais da saúde, 76% dos idosos a partir dos 83 anos e 67% da população indígena e quilombola. Já em relação às pessoas com deficiência institucionalizados ou idosos acamados, o número de vacinados já superou a previsão inicial.

Associação Cultural Sport Vida realiza trabalho social no bairro Vila Nova A Associação Recreativa e Cultural Sport Vida é uma entidade que tem a finalidade de promover assistência social e educativa de jovens no bairro Vila Nova. Trabalhando em prol de crianças e adolescentes de 6 a 15 anos em situação de vulnerabilidade social, o objetivo desenvolver vínculos e potencializar as habilidades dos jovens através de oficinas de esporte (capoeira, futebol e ballet) e de musicalização (flauta e violão). A associação também oferece o Serviço de Apoio à Rede de Atendimento (SARA) três vezes por semana, com atendimento no contraturno escolar, em

quatro coletivos nos turnos da manhã e da tarde, na sede da entidade, na Rua Fernando Pessoa, 300, no bairro Vila Nova. A plena execução do projeto só é possível por meio de contribuições com recursos físicos, humanos e financeiros. As doações podem ser realizadas por meio do Funcriança (fundo municipal que tem por objetivo financiar programas e projetos de promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes, criado em 1991, a partir da implantação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente -

Divulgação Sport Vida

CMDCA), acessando o site (doacoes.prefeitura.poa.br/ projeto/1626) e apoiando o projeto “Proteção e Esperança – o futuro se faz hoje”. Informações pelo site (sportvida.com.br) ou com Joel Junior, diretor e coordenador da associação, através de e-mail (joelsportvida01@ gmail.com) e pelo telefone 3519-0722.

Escola Mundo Mágico da Alegria tem espaço exclusivo para bebês Divulgação Mundo Mágico da Alegria

A Mundo Mágico da Alegria, tradicional Escola de Educação Infantil que atende a Zona Sul de Porto Alegre há 23 anos, possui muitos diferenciais, como a qualidade do espaço e As crianças se divertem dos profissionais, além no espaço dos bebês do atendimento acolhedor. Mas um dos principais, to e carinho, sendo atendisem dúvida, é a Casa dos das por uma equipe pedaBebês, uma área destinada, gógica especializada e que exclusivamente, para crian- sempre busca o desenvolças de 4 meses a 2 anos vimento integral da criança, e 11 meses. O espaço foi contando, ainda, com uma concebido para receber as nutricionista especializada crianças com todo o confor- em educação infantil e que

acompanha os pequenos para proporcionarlhes uma nutrição adequada. “Nos primeiros anos de vida, as crianças se desenvolvem e é, neste período, que se forma a base de tudo. Por isso, a importância desse primeiro contato ser em um ambiente que busca o desenvolvimento integral, oportunizando carinho, amor, acolhimento, brincadeiras e descobertas”, destacam as diretoras Vera Lucia De Camillis e Greice De Camillis Meurer.


SAÚDE e BEM-ESTAR

4

Porto Alegre / RS

Fevereiro 2021

Alimentação nas férias – Por Laura Morshak Todo ano tem Carnaval e verão. Todo ano, temos feriados e ocasiões em que saímos da nossa rotina alimentar. Cada um aproveita esses momentos da forma que prefere, seja pegando mais sol, comendo sorvete ou tomando cerveja com os amigos. E tudo isso continua fazendo parte de uma vida saudável, de uma alimentação equilibrada. É importante descansar, sair do caos cotidiano e se permitir respirar também. Mas, se você exagerou em qualquer ponto no feriado, existe algumas formas de ajudar o corpo a processar os excessos de uma maneira mais acessível: consumir alimentos com propriedades antioxidantes, que auxiliam contra a oxidação das células causada pela exposição solar e o consumo de álcool, por exemplo. Alimentos com

Arquivo pessoal

Betacarotenos, geralmente, são mais conhecidos quando falamos sobre a pigmentação da pele, sendo aliados para melhorar o bronzeado no verão. São exemplos deles os vegetais e as frutas amarelo-alaranjadas como cenoura, mamão, moranga, batata-doce, manga e beterraba. Já o Licopeno pode atuar na fotoproteção natural da pele e é encontrado

em alimentos vermelhos, como tomates maduros, melancia e goiaba. A vitamina E também faz parte da recomposição da pele e são fontes alimentares as sementes/oleaginosas (como castanhas e nozes), abacate e azeite de oliva. Além disso, não esqueça de comer diariamente alimentos com vitamina C, representados por laranja, bergamota, acerola, couve e brócolis. Você deve, sim, aproveitar os dias de descanso, mas sempre lembrando de seguir o equilíbrio na alimentação. Comer sem culpa é tão importante quanto consumir alimentos naturais e ajudar o corpo a se manter saudável nesses períodos de férias. Nutricionista Laura Morshak CRN 15624 @nutrimorshak

Óleo de fritura pode ser entregue em 77 pontos na Capital Por meio de convênio do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) com a empresa Ecológica, o óleo de fritura usado nas cozinhas dos porto-alegrenses pode ser descartado em um dos 77 pontos de coleta distribuídos na cidade, denominados PEOF (Pontos de Entrega Voluntária de Óleos de Fritura). Algumas pesso-

as não sabem, mas apenas um litro de óleo é suficiente para contaminar um milhão de litros d’água. Como o óleo é menos denso que a água, forma uma película sobre ela, o que provoca a retenção de sólidos, entupimentos e problemas de drenagem quando colocados em pias ou vasos sanitários, que são redes coletoras de

esgoto. Nos arroios e rios, a película formada pelo óleo de cozinha dificulta a troca de gases entre a água e a atmosfera, causando a morte de peixes e outros seres vivos que necessitam de oxigênio. Como entregar o óleo de fritura no PEOF Reserve o óleo de cozinha usado em sua casa, colocando em recipientes como garrafas de plástico ou vidro, e leve até um dos PEOF mais próximos. O óleo recolhido nestes pontos é transformado em biodiesel, dando um destino ambientalmente correto ao resíduo e preservando o meio ambiente.

Para conhecer os 77 PEOF, acesse o link abaixo:

lproweb.procempa.com.br/pmpa/prefpoa/smam/usu_doc/oleodefritura-listadepeof.pdf

Projeto Nadando pelos Cartões Postais esteve no bairro Belém Novo Foto: Sandronne Imagens

Foi em Belém Novo, às margens do lago Guaíba, espaço de natureza bucólica, com áreas produtivas e de preservação ambiental que os nadadores do Projeto Nadando Pelos Cartões Postais estiveram, no feriado do dia 2 de fevereiro, para treinar natação em águas abertas e também prestar sua homenagem a Nossa Senhora dos Navegantes, padroeira de Porto Alegre. Participaram os nadadores e triatletas Rubens Porto, Marcos Straub, Hilton Dias, Helena Barros, Carlos Lara, Caroline Glembotzky, Sandro Cardoso e Francismar Siviero. “Para os triatletas e nadadores é importante ter o contato com águas abertas em um treino, pois a visibilidade da piscina não existe durante uma prova em mar, rios e lagoas, sem falar nas ondas, água fria, correnteza e densidade da água”, comenta o nadador master Francismar. O projeto Nadando Pelos Cartões Postais tem como objetivo promover atividades esportivas e beneficentes divulgando as águas abertas. Saiba mais como participar e apoiar este projeto no site francisswim.com.br.


COOPERATIVISMO

Porto Alegre / RS

Fevereiro 2021

5

Sicredi União Metropolitana RS realiza Assembleia para definir uso dos recursos da cooperativa O Sicredi, primeira instituição financeira cooperativa do Brasil, fundada em 1902, aqui no Rio Grande do Sul, cujo modelo de negócio prioriza uma cadeia de valor que busca sempre beneficiar tanto o associado quanto a região que atua, realizará, no dia 23 de fevereiro, sua assembleia de núcleo para definir, junto aos seus associados, a destinação dos recursos para construir um mundo mais próspero e com oportunidades para todos. Com mais de 4,9 milhões de associados, presença em 23 estados brasileiros e no Distrito Federal, além de mais de 2 mil agências distribuídas em 108 cooperativas, em um trabalho que envolve mais de 30 mil colaboradores, o Sicredi realiza o evento, anualmente, em todas as regiões em que atua, dando a oportunidade de o associado colocar em prática o seu papel de dono e decidir conjuntamente os rumos da cooperativa.

Foto: Divulgação Sicredi

No ano passado, a Assembleia de Núcleo do Sicredi aconteceu antes da pandemia de Covid-19 e, portanto, foi presencial, mas, em 2021, será realizada virtualmente Acreditando que o protagonismo social é um posicionamento necessário diante dos problemas enfrentados, nas Assembleias o associado do Sicredi exerce papel de protagonista ao participar dos processos de decisão que vão orientar o uso de

recursos da sua cooperativa. Além de ficar por dentro dos principais acontecimentos do ano na cooperativa e seus números, a assembleia de núcleo é uma oportunidade de conhecer os resultados gerados, de escolher as lideranças para o próximo

ciclo e de definir como os resultados financeiros serão distribuídos ou investidos, já que, além de repartir esses dividendos entre todos os associados, eles ainda ficam dentro da própria região que trouxe os recursos para fortalecer, sempre, a

economia local. Para participar do evento, é necessário ser associado da cooperativa e fazer o seu cadastro na plataforma da Assembleia 2021 do Sicredi. Para mais informações, consulte a agência mais próxima ou acesse o link (sicredi.com.br/assembleiadigital). Para mais informações, contate pelo WhatsApp (51) 3358-4770 ou consulte a agência mais próxima. Para o morador ou moradora da Zona Sul de Porto Alegre se tornar um associado Sicredi, é necessário contatar uma das três agências da cooperativa na região sul, no bairro Ipanema (Avenida Eduardo Prado, 1844 – Fone 3249-8507), no bairro Hípica (Avenida Juca Batista, 453 – fone 3258-9500) ou no bairro Lomba do Pinheiro (Estrada João de Oliveira Remião, 4415 – fone 30228001) ou qualquer agência nos municípios de atuação da Cooperativa.


Porto Alegre / RS

CLASSIFICADOS

6 ADVOGADOS

CABELEIREIRO

DELIVERY

ELETRICISTA CHAVEIRO

FOTÓGRAFO

Fevereiro 2021 MÁQUINAS DE COSTURA

SERVIÇOS GERAIS

JARDINAGEM PET SHOP

Técnico Eletricista João Batista (Eletricista Senac) - Residencial e Comercial. Orçamento sem compromisso. Fone: 98194-1635 / 991763932 / 98272-5581 WhatsApp.

VIDRAÇARIA

LOJAS CONTABILIDADE BICICLETAS

RAS Contabilidade - serviços contábeis em geral. Regularize sua empresa. Evite multas! DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA - Fone: 3060-6101 / 98587-5261.

CONTROLE REMOTO

PODOLOGIA ESMALTERIA


VARIEDADES Direto da Ucrânia, receita de Torta Napoleão Nos anos 50, um casal de imigrantes ucranianos chegou em Ipanema para morar na Rua Pio Ângelo, próxima ao Colégio Odila Gay da Fonseca, e montar um estúdio fotográfico. Eram Vera e Wladimir Kurylenko, que, entre muitas lembranças e tradições, trouxeram da Ucrânia uma receita que sempre deliciou parentes, amigos e vizinhos, tanto na sua terra natal quanto na sua nova casa, na Zona Sul de Porto Alegre: a Torta Napoleão. Como forma de homenagear a memória de seus antepassados e oferecer uma bela dica de sobremesa para festas, a neta de Vera e Wladimir compartilha conosco a receita dessa torta maravilhosa, vinda diretamente da Ucrânia. Ingredientes Para a Torta Napoleão: Massa: - 2 ovos - 3 colheres de sopa cheias de açúcar - 1/3 de pacote de manteiga - 1 colher de sopa rasa de fermento em pó - 2 xícaras e meia de farinha - 1 colher de sopa de açúcar de baunilha

Creme: – 1 litro e meio de leite – 6 gemas de ovo – 9 colheres de sopa cheias de açúcar – ¾ de xícara de maisena – 1 colher de sopa de essência de baunilha

Modo de preparo: Colocar, em uma bacia os ovos, o açúcar, a baunilha e a manteiga derretida, misturando tudo. Ir colocando a farinha misturada com o fermento aos poucos. Quando não der mais para mexer, passar para a mesa enfarinhada e ir sovando até ficar uma bola lisa. Deixar descansar por meia hora em temperatura ambiente. Depois, fazer um rolinho e cortar em sete rodelas. Pegar cada uma, espichar com o rolo, cortar em formato de prato pequeno (um palmo de largura). Ir juntando as rebarbas para fazer outro bolachão. Antes de assar, pode dar mais uma espichada para ficar mais fininho. Untar uma frigideira anti-aderente com apenas uma gota de óleo de oliva e ir assando os bolachões em fogo baixo, virando até dourarem bem e ficarem endurecidos. Para o creme, é só misturar tudo muito bem numa panela. Colocar no fogo mexendo até ferver. Deixe ferver uns minutinhos para cozinhar a maizena. Tirar do fogo e esfriar mexendo para não criar película. Importante: o creme deve estar muito frio. Portanto, faça ele bem antes. Agora é só intercalar os bolachões com camadas fartas de creme. Dê uma calculada e junte dos lados se sobrar creme. Deixe um bolachão para esmigalhar com o rolo e colocar por cima e pelos lados. Como variante, pode cobrir com ganache de chocolate, rechear com nozes, frutas, etc. Receita enviada por nossa leitora Délia Morshak, moradora da Zona Sul e neta do casal que trouxe esta delícia da Ucrânia.

Porto Alegre / RS

Fevereiro 2021

7

Fala Belmonte! Memórias do cronista esportivo Foto: Cia Jornalística Caldas Júnior

Jornalista e radialista com mais de quatro décadas de experiência, morador do bairro Ipanema, na Zona Sul de Porto Alegre, de 1977 a 2013, além de vencedor de prêmios Belmonte no Morumbi, importantes, como o na década de 70 Bola de Ouro, concedido em nível nacional, e o Prêmio ARI de nista. Outras foram resgataJornalismo em mais de uma das durante a produção do oportunidade, João Carlos livro, junto aos veículos de Belmonte está lançando um comunicação e colaboradolivro memorialista. res. A ordem das narrativas A obra tem prefácio de não segue uma linha cro- Roberto Villar Belmonte, nológica. Foram editadas doutor em comunicação em sequência, conforme os pela UFRGS, edição e inacontecimentos vieram à trodução do escritor e jornatona na tempestade de re- lista Caco Belmonte, ambos cordações desencadeada filhos do autor. O design grána memória de Belmonte, fico é da talentosa Vanessa a partir do estímulo de es- Correa, com a supervisão crever as reminiscências de editorial de Auber Lopes de uma trajetória pessoal que Almeida (Farol3 Editora). O se mistura às histórias do livro inclui dezenas de fotos rádio e o futebol no estado, históricas inéditas, do arquidesde a segunda metade do vo pessoal do cronista e obséculo 20. Algumas imagens tidas por meio de pesquisa que ilustram a obra vieram em jornais de Porto Alegre de arquivo pessoal do cro- e outros estados, como é o

caso do flagrante de Belmonte a um Leivinha lesionado, publicado em São Paulo com os créditos para o renomado fotógrafo Reginaldo Manente, vencedor de vários prêmios Esso. Apenas uma de tantas histórias que ele conta em detalhes. Furos de reportagem, bastidores do rádio gaúcho, a cobertura das Olimpíadas em Los Angeles e os mundiais de seleções, entre 1970 a 1994, além da conquista do Grêmio em Tóquio e as excursões do Inter pela Europa, entre outros temas que interessam aos amantes do rádio e do futebol, estão registrados ao longo de 120 páginas ilustradas. A previsão de início das vendas é para a segunda quinzena de março. “Fala, Belmonte! Memórias do Cronista Esportivo” será comercializado pela loja online da editora (www. farol3.com.br) e diretamente com o editor do livro (cacobelmonte@gmail.com).

TURMA do GUAÍBA

Anjas de Batom realizam campanha de volta às aulas A empresa de festas de amor voluntário Anjas de Batom, reconhecida por promover comemorações e levar alegria para asilos, orfanatos e abrigos há quatro anos, está realizando mais uma campanha para arrecadar, simultaneamente, material escolar para crianças de famílias carentes de duas regiões em Porto Alegre: a comunidade da Coronel Aparício Borges, que atende cerca de 50 crianças no bairro Cidade Baixa, e a comunidade Vila Gaúcha, que atende cerca de 80 crianças no bairro Santa Tereza, na Zona Sul da capital. Estão sendo solicitados os seguintes materiais: 105 cadernos grande e pequeno (com 96 folhas), 20 cadernos (grandes, com 200 folhas), 120 borrachas, apontadores, tesouras escolares, réguas e tubos de cola, mais 200 lápis de escrever, 120 canetas (cores diversas), caixas de lápis de cor e de canetinhas (ambas com 12 unidades), caixas de giz de cera, pa-

cotes de folha de ofício, pastas de ofício, estojos, além de 80 caixas de tinta têmpera e de massinha de modelar. Mochilas, mesmo usadas (desde que em bom estado), também são bem-vindas. As Anjas de Batom terão dois pontos de coleta para a campanha, um em cada bairro no qual acontecerão as ações: na Rua João Alfredo, no bairro Cidade Baixa (agendar com Vanessa, pelo fone 98445-0756) e na Rua Coronel Massot, 1443 (de terça a domingo, das 8h às 20h). Como a ação de entrega dos materiais doados acontecerá no dia 6 de março, as doações podem ser feitas até dois dias antes (4 de março), nos pontos de arrecadação mencionados. Para mais informações sobre como colaborar, acesse as redes sociais (facebook.com/AnjasdeBatom e instagram.com/anjas_de_batom) ou contate pelo fone (WhatsApp) 98265-8019.


Fevereiro 2021 - Nº 302 - Ano 33 - Zona Sul de Porto Alegre / RS - jornal@jornalecao.com.br - 3246-0848 / 98403.6513

160° aniversário de Landell de Moura Considerado o maior inventor porto-alegrense e pioneiro do rádio, o padre cientista também é o patrono dos radioamadores brasileiros

Como, infelizmente, acontece com muitos brasileiros exemplares, mais de 100 anos após suas invenções, Padre Roberto Landell de Moura ainda não recebeu o reconhecimento merecido em sua terra natal. “Pai do rádio no Brasil”, o patrono dos radioamadores brasileiros é considerado o primeiro homem a transmitir a voz humana sem fio com sucesso. Entre 1893 e 1894, fez transmissões por meio de ondas eletromagnéticas, em São Paulo, a uma distância de 8 km, bem antes do italiano Guglielmo Marconi, que levou a fama de ter inventado o rádio. Além de patentear o rádio no Brasil e nos Estados Unidos, no início do século 20, e ser pioneiro em trans-

Divulgação

missão radiofônica, Padre Landell projetou aparelhos para transmissão de imagem que, mais tarde, seriam conhecidos como televisores e estudou o uso de luz para envio de mensagens (princípio das fibras óticas). No dia 21 de janeiro, o padre cientista estaria completando 160 anos se vivo estivesse. Por mais incrível que

pareça, o aniversário do padre cientista e maior inventor porto-alegrense (e um dos maiores do Brasil) foi pouco comemorado por seus conterrâneos. Além disso, apesar de todos estes inventos, o religioso só começou a receber o reconhecimento merecido em 2011 (quando completaram-se 150 anos de seu nascimento), com a inclusão de seu nome no Livro dos Heróis da Pátria, por meio de lei federal, e a confecção de um selo dos Correios. Em Porto Alegre, nosso mais famoso cientista foi homenageado com denominação de uma rua localizada no bairro Hípica, na Zona Sul da cidade (porém, ainda, uma pequena lembrança para tão ilustre conterrâneo).

Turma do Guaíba em live na Restinga Na manhã do dia 16 de dezembro, Jean Pico participou de uma live com alunos e professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora do Carmo, da Restinga. A iniciativa faz parte do programa de incentivo à leitura Adote um Escritor, realizado pela prefeitura de Porto Alegre desde 2002, que direciona verba para equipar as bibliotecas da rede municipal e proporcionar contato direto com autores e autoras de forma a fomentar nos estudantes o interesse pelas questões relacionadas ao processo de escrita e de leitura. A conversa foi intermediada pelo professor de Filosofia da escola, André D. Pares, e a professora de Artes, Aline Pereira Ribeiro. Antes da live, a escola recebeu três vídeos do autor, nos quais se apresentava, falava de sua obra, de saneamento básico e de desenho,

trazendo elementos para os alunos pensarem, discutirem e questionarem durante a conversa virtual, já que as atividades presenciais ainda estão proibidas em decorrência da pandemia do coronavírus. A estudante Ana Carolina, por exemplo, perguntou como poluir menos o ambiente e cuidar da água, dando oportunidade para Jean Pico falar sobre a importância de mudarmos o nosso olhar sobre o lixo, para entendermos que o lixo só é ruim quando é muito, fruto do consumismo desenfreado, e quando ele está no lugar errado, já que, se o lixo for direcionado ao local adequado, nos fornecerá

matéria-prima e, portanto, reduzirá a quantidade de recursos naturais necessários para a produção de novas coisas. A professora Magda Vieira, que indicou o Jean Pico à escola, disse que achou os exemplares em uma loja de Ipanema e levou para a sala de aula. “Todos os anos eu trabalho com o Alan Bari”. Conforme Jean Pico, assim que as atividades presenciais nas escolas forem possíveis novamente, ele faz questão de ir pessoalmente até a escola, a primeira adquirir o primeiro livro de Alan Bari e a Turma do Guaíba, para continuar o bate-papo. Para adquirir o livro de Alan Bari e a Turma do Guaíba, que tem 36 páginas e custa R$ 20, ou para solicitar informações sobre oficinas com o autor, contate pelo e-mail picoartesvisuais@gmail.com ou pelo telefone (WhatsApp) 98183-1773.

Você sabia? Zona Sul conta com três ruas Landell de Moura Apesar de receber poucas homenagens, o Padre Roberto Landell de Moura, pioneiro da comunicação sem fio à distância, tem três logradouros que homenageiam seu sobrenome na Zona Sul de Porto Alegre. Muitas pessoas pensam que estas ruas se referem ao nosso padre inventor, mas cada uma delas destaca um membro de sua família. No bairro Tristeza, encontramos a Rua Landel de Moura (com um L só). Esta rua homenageia seu antigo morador Ricardo Landell de Moura, filho do capitão do Exército José Ferreira de Moura e de Sara Mariana Landell, ambos de tradicionais famílias gaúchas do século 19. Seus pais tiveram 14 filhos. Entre eles, o padre Roberto Landell de Moura e o farmacêutico Ricardo. Após comprar de Ludovico Capra uma chácara na Tristeza, Ricardo dedicou-se à agricultura e também montou uma farmácia no local, onde atendia os moradores da região e também prestava atendimento nas suas casas, indo de carroça. Mais tarde, foi nomeado escrivão da 4ª zona de Porto Alegre. Faleceu em 1934. Sua farmácia ficava onde, hoje, é o número 309 da rua que, em sua homenagem, leva seu sobrenome. No bairro Hípica, existe a Rua Padre Roberto Landell de Moura, que homenageia o mais conhecido integrante da família, devido aos seus estudos e experimentos científicos relativos à comunicação à distância. Tornouse padre por influência do pai, José Ferreira Moura, e do irmão Guilherme, também sacerdote. Suas teorias e criações não foram bem aceitas pelos fiéis na época, uma vez que a Igreja Católica não aceitava a comunicação entre os mundos, o que ele queria provar com seus experimentos. Por este motivo, criou aparelhos que acabaram não sendo mostrados em sua totalidade. O padre Roberto Landell de Moura morreu devido à tuberculose, em 1928. Na Aberta dos Morros, a Avenida Vereador Roberto Landell de Moura homenageia o filho do farmacêutico Ricardo e sobrinho do padre Roberto. Seu nome é o mesmo do tio, mais um motivo que leva à provável confusão entre o nome das ruas. Este gostava de esportes. Jogou futebol no Clube Canoense e, depois, no Internacional de Porto Alegre. Foi titular da delegacia do bairro Tristeza. Elegeu-se vereador em 1953. Foi secretário municipal dos Transportes na década de 60. Faleceu em 1974. Muitas décadas depois, descendentes da família Landell de Moura ainda residem na Zona Sul. Entre eles, o engenheiro Ricardo Landell de Moura, que é proprietário da Domótica Engenharia, empresa sediada na Tristeza, e que, assim como o tio-bisavô cientista, também seguiu na mesma área, demonstrando que a vocação do padre cientista para desenvolver novas tecnologias permaneceu nos genes e na história da família.

Profile for O Jornalecão

O Jornalecão (Fevereiro / 2021) - Edição 302  

O Jornalecão - Jornal de Bairro da Zona Sul de Porto Alegre/RS – Brasil

O Jornalecão (Fevereiro / 2021) - Edição 302  

O Jornalecão - Jornal de Bairro da Zona Sul de Porto Alegre/RS – Brasil

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded