Page 1

Junho 2016 - Porto Alegre/RS - Ano 30 - Nº 249 - 3737.1378 - 8403.6513 - jornaljornalecao@gmail.com - www.jornalecao.com.br

Inverno começa rigoroso em Porto Alegre

Guilherme Cruz / O Jornalecão

Com chegada de frio e cerração, aumenta a preocupação com moradores de rua

Páginas 8 e 9 CONFIRA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO : Como transformar a crise em oportunidade

Manifestações por segurança tomam as ruas da Zona Sul

Porto Alegre sem agrotóxicos e transgênicos?

Trânsito nas avenidas Cel. Marcos e Wenceslau Escobar terá melhorias

Pág. 2

Pág. 4

Pág. 3

Pág. 12

Página 3


2

N° 249 - Ano 30 25 de Junho de 2016

Poesia do Leitor Chasque ao Negrinho do Pastoreio Ialmar Pio Schneider

No mundo em que levamos esta vida, as coisas acontecem de repente, mas para nossa sorte, simplesmente, temos alguém na estrada percorrida... Assim eu fui cumprindo a minha lida e chego aqui sonhando e descontente pela falta de quem, estando ausente, bem representa uma ilusão perdida. Ao Negrinho do Pastoreio, eu peço que me ajude a encontrar aquela prenda que deixei no rincão; e já me apresso para acender uma velinha nova e aguardar que Ele veja e compreenda deste meu grande amor a forte prova! Arquivo Pessol

Adília Cruz da Silveira, Fernando Viegas, Guilherme Cruz da Silveira, Jean Pierre Corseuil e Valtor José Rodrigues da Silveira

A Voz do Leitor

PONTOS DE DE DISTRIBUIÇÃO DISTRIBUIÇÃO PONTOS Aberta dos Morros

Agradecimento

- Ferragem Nova Ipanema - Mini Mercado e Lancheria Zucco

- Loteria Sorte Certa - NCC Belém Novo

- Armazém Paredi - Mercado e Açougue Navegantes - Mercado, Fruteira e Ferragem Milla - Minimercado e Açougue Escobar - Padaria e Confeitaria Milleum - Posto do Vale - Super Kan - Tri da Sorte Loterias

Belém Velho

Ipanema

Eu, como líder comunitário do Beco do Adelar, gostaria de fazer, através de nosso O Jornalecão, um agradecimento especial para o proprietário da Madeireira Progressul, o senhor Rodolfo Santiago, pela consciência e atitude tomada ao saber que seu motorista, num pequeno descuido, estava com a carroceria aberta e arrebentou os fios de um poste. O senhor Rodolfo, ciente dos fatos, solicitou ao seu motorista que verificasse os danos causados e, em menos de 72 horas, já estávamos com luz novamente, por isso, em nome da comunidade dou parabéns! É por isso que acredito que este país tem jeito: se mais pessoas fossem como o senhor, não precisaríamos tanto de justiça! Grato, um abraço!

Assunção

Nilson Gomes (Giba)

Cavalhada

Crise e Oportunidade Por Felipe Augusto (mktfelipe@yahoo.com.br)

Em tempos de crise, é comum ser discutido o corte de investimentos e gastos em algumas áreas. As empresas tendem a diminuir o número de funcionários, reduzir custo... além disso, geralmente os investimentos reduzidos são aqueles em Publicidade. As crises econômicas têm esse efeito bola de neve, em que, deixandose de investir em determinado setor, toda uma classe que depende deste setor acaba sofrendo as consequências negativas da falta de verba. E, consequentemente, outras classes também sofrerão em uma espécie de reação em cadeia. Os empresários que tomam consciência de alguma crise e cortam em primeiro plano as verbas em Publicidade são os que menos têm uma visão ampla de mercado. Mal sabem eles que justamente é nesse momento que deve-se investir mais em publicidade. Ou ao menos manter os investimentos atuais. As empresas devem ter a noção de que as propagandas com folder, anúncio em guias e jornais de bairro podem ser simples, mas são de grande valor, pois são mais acessíveis, focam seu negócios em uma determinada região e cada vez mais se alinham com seu público, fazendo dele cada vez mais um cliente e não um mero consumidor. Encerro com uma frase de Henry Ford que para mim é o significado da publicidade: “Se eu tivesse um único dólar, investiria em propaganda”.

Felipe Augusto é Gestor Comercial e pesquisador de estratégias de varejo e comportamento do consumidor

Hípica (Nova Ipanema)

- A Padaria

Belém Novo

- Supermercado Zanella

Camaquã

- Padaria e Confeitaria Vaccari - Super Carboni - Super Teutônia

Campo Novo

- Mercado Telmoeni - Super Tchê Barbaridade - Agafarma Cavalhada - Celular Sul - Mundo D’água - Ótica Brilho no Olhar - Supermercado Bassani

Centro

- Câmara Municipal

Chapéu do Sol

- Bar e Armazém Ica - Mercado e Ferragem Lima - Mercado Jardel - Minimercado Lula

Cristal

- Super Hoffman

Espírito Santo

- Cheiro de Pão Padaria e Confeitaria - Floricultura Rainha das Flores - Mercado Katatau - Mini Mercado e Açougue Ortiz - Supermercado Postal

Guarujá

- Academia Ponto de Equilíbrio - Farmácia Popular Med Santa Rita - Mini-Mercado Riboli - Mini Shopping Maria - Padaria Lelé da Cuca - Padaria Muniz - Supermercado Santa Rita

- Agafarma Farmácia - Central do Piso - Churrascaria Brasão - Clube do Professor Gaúcho - Cor da Terra - Dapelle Farmácia de Manipulação - Ipanemão Loterias - Ipanema Sports - Lotérica Portal da Sorte - Lotérica Texacão - Mini Mercado WD - Minimercado Casca - Mini Mercado Peg e Pag - Restaurante Mirante do Guaíba - Sabor de Café - Super Davi - Super Postal - Super Tchê Barbaridade - Supermercado Irmãos Lunardelli - Travessia Café e Crepe - Upgrade Informática

Jardim Isabel

- Posto Pasqualini

Jardim Urubatã

- Bar do Luiz - Bazar e Papelaria Tio Toninho - Mercado Urubatã - Supermercado Carboni - Variedades Bertolucci

Ponta Grossa

- Ferragem Müller - Mini Mercado Luna - Padaria Pão da Hora - Padaria e Armazém da Dinda - Padaria Ramires Machado - Rona Bazar e Ferragens - Supermercado Muller

Serraria

- Casa do Pão

Tristeza

- ABC Vidraçaria - Buongiorno - Gelson Lanches - Lupel Papelaria - Panus & Mangas - Tudo Fácil - Vivaz Moda Íntima

Vila Nova

- Super Hoffmann - Tospanne Pães e Doces


Cris Haensel

Sociedade violentada

Porto Alegre / RS 3 COMUNIDADE COMUNIDADE Junho 2016 Manifestações por segurança pela Zona Sul

Cleiton Freitas vereador de Porto Alegre e delegado de Polícia

Nos últimos meses, manifestações exigindo ações do Governo do Estado para qualificar a segurança pública se tornaram comuns. Mensalmente, O Jornalecão vem destacado algumas das que estão acontecendo na Zona Sul de Porto Alegre. Confira manifestações realizadas em junho.

Nossa história é cheia de períodos de crises, guerras, dificuldades que talvez sejam impulsionadoras do desenvolvimento e dos saltos de qualidade. Não vivi guerras armadas, mas sei que crises são ultrapassadas com muito trabalho e superação. As dificuldades precisam ser analisadas na origem para que proposições e caminhos sejam visualizados. Porém, atualmente, é preciso registrar que nosso fardo está muito pesado. Não há criatividade que ajude, nem otimismo que anime. Não vemos luz no horizonte. São homens e mulheres que já não sabem em que e em quem acreditar. Crise ética, moral, econômica, social. Estamos sendo violentados não só pela violência urbana, armada e dissipada por todos os lugares e modos. Somos violados nos nossos direitos, sem que tenhamos a quem reclamar. Vivemos a era dos deveres secundarizados, do regramento social sem parâmetros. Tudo pode para quem não se importa com o outro. Nada pode para quem acredita em uma sociedade mais humana e solidária. Adolescentes estão sendo monstruosamente assassinados. Trabalhadoras perseguidas e maltratadas até a morte com requintes de crueldade. Bandidos agem com ousadia e provocação às instituições. Que mundo é este? O que dizer às crianças? Como este momento ficará registrado nos livros e bancos escolares? De onde tirar forças para encarar o período e conseguir passar para outra etapa? Sempre acho respostas na Educação. É nela e por ela que conseguiremos mostrar para a sociedade que precisamos de direitos mais humanos, de equidade social, de consciência da parte que cada indivíduo é responsável. Precisamos fazer diferente, só assim o resultado também será diferente. Merecemos uma sociedade melhor! Podemos ter uma melhor convivência. Precisamos do outro para nos configurarmos como humanos, por que perdemos esta humanidade? É chegada a hora de buscar juntos alternativas que nos encaminhem para um futuro mais promissor, e isto faremos e teremos quando começarmos a nos escutar mais, quando voltarmos a ver pessoas, necessidade e possibilidades. É preciso olhar para o outro e reconhecer minhas falhas e o que posso e devo mudar para ter este tal mundo melhor!

Moradores da Ponta Grossa pedem ajuda a vereador

O bairro Ponta Grossa é um dos que mais apresentam problemas na Zona Sul de Porto Alegre. Preocupados com a situação atual e as dificuldades do poder público em atender às demandas, moradores estão agora buscando apoio Adeli Sell de vereadores para tentar fotografou trechos em acelerar o atendimento de que as valas entopem demandas. No dia 24 de jucom mais frequência nho, quem esteve na região para ouvir as demandas da comunidade foi o vereador Adeli Sell, que, após a reunião, foi conferir alguns dos problemas citados e prometeu verificar o que pode ser feito para atender as demandas. Durante o encontro, os participantes indicaram os problemas que mais preocupam os moradores, entre os quais, os constantes alagamentos na região. Desde o ano passado, a comunidade vem reclamando que mais casas estão sendo atingidas pela água (quando chove) desde que foi iniciada a construção de um canal cuja obra está paralisada atualmente. Após o término, deve reduzir os alagamentos no bairro, mas não há previsão para sua conclusão. Outra grande preocupação da comunidade é quanto à segurança, pois moradores estão sendo vítimas de assaltantes que agem, principalmente, utilizando motos e carros, pegando as pessoas de surpresa, seja entrando ou saindo de casa, escola ou estabelecimentos comerciais. Semanas antes, um destes casos acabou em morte e levou a comunidade a se manifestar com uma passeata. Também foi destacado o atraso dos ônibus da linha Ponta Grossa. Gustavo Cruz / O Jornalecão

Gustavo Cruz / O Jornalecão

Vizinhos mobilizados contra assaltos

Em reunião na tarde de 4 de junho, moradores da região da Rua Cirino Prunes realizaram reunião sobre assuntos que estão preocupando a vizinhança, principalmente, a falta de segurança no loteamento localizado entre a rua e as avenidas Juca Batista e Serraria. Moradores relataram que são obrigados a fazer caminhos mais longos para evitar assaltos e que, por questão de segurança, diversos moradores deixaram de utilizar a Praça Maurílio Alves Daiello, no centro do loteamento. Além dos moradores, também participaram do encontro o coordenador do Comitê Permanente de Segurança Metropolitano, Luis Fernando Malabarba, e o Gestor Comunidade mobilizada por segurança de Excelência em Serviços do CAR Centro-Sul, Fabiano Silva de Souza. Gustavo Cruz / O Jornalecão

Moradores da Ponta Grossa bloqueiam trânsito em protesto

Manifestantes lembraram vizinho assassinado

Em 5 de junho, moradores do bairro Ponta Grossa, na Zona Sul de Porto Alegre, protestaram, durante cerca de duas horas, contra a falta de segurança na região e também lembraram o jovem Thiago Gomes, de 22 anos, que perdeu a vida em um latrocínio quatro dias antes. Muito emocionados, familiares, amigos e vizinhos, portando cartazes e gritando palavras de ordem, caminharam pela Avenida Principal da Ponta Grossa (anteriormente, este era o trecho inicial da estrada Retiro da Ponta Grossa) até chegarem à rótula com a Avenida Juca Batista e a Estrada Chapéu do Sol. Indignados com o constante número de assaltos (muitos com criminosos utilizando carros para assaltar pessoas a pé), manifestantes solicitaram que sejam tomadas providências quanto ao grave problema.

Mateada da Segurança Também no dia 5 de junho ocorreu a 2ª Mateada da Segurança, desta vez realizada no calçadão de Ipanema (a primeira edição aconteceu em abril na Tristeza). O Gabinete do Vereador Delegado Cleiton recebeu as sugestões e demandas da comunidade, além de recolher 112 assinaturas para um abaixo-assinado por mais segurança. Também houve a solicitação de moradores das imediações para a colocação de placas de advertência sobre os limites sonoros, previstos em lei (de autoria do vereador) que estabelece multa para o caso de utilização de som automotivo cuja emissão sonora ultrapasse os níveis de intensidade permitidos. Gustavo Cruz / O Jornalecão

Abaixo-assinado deve reunir 50 mil assinaturas

Cris Hensel

Gabinete do Vereador Delegado Cleiton ouviu as reivindicações

Milhares de manifestantes na Carreata pela Segurança

Na manhã de 19 de junho, centenas de pessoas participaram de carreata promovida pelo movimento Segurança Urgente para chamar a atenção para a segurança pública. Em veículos e bicicletas, os manifestantes se deslocaram do estádio Beira-Rio até a Usina do Gasômetro acompanhando o balão-símbolo do grupo e fazendo um buzinaço que recebeu apoio de motoristas e pedestres que cruzaram com a carreata. Após a chegada, foram realizadas diversas atividades, como a coleta de assinaturas em documento que será entregue ao Governo do Estado solicitando melhorias e ações mais efetivas contra a criminalidade. O objetivo é chegar a 50 mil assinaturas (mais de 60% da meta já foi atingida). Também foi feita colocação de cartazes com frases questionando a política de segurança e lembrando os crimes cometidos e as vidas perdidas para a criminalidade. Movimento Segurança Urgente

Caminhada lembrou mais uma vítima da violência

Velas lembraram vidas perdidas

Moradores da região da Cavalhada, na Zona Sul de Porto Alegre, realizaram mais uma manifestação pela segurança pública. Dezenas de velas foram acesas durante o trajeto para lembrar as vítimas da criminalidade. A Caminhada pela Sara foi dedicada a mais uma vizinha assassinada em um latrocínio: Sara Votto Tótaro, 23 anos, morta no dia 23 de junho, em frente aos familiares, por demorar a sair do carro que estava sendo roubado.

Qualificação dos espaços públicos é valorizada Entre 2013 e 2016, período em que exerceu o cargo de secretário-adjunto (primeiramente, na SME e, depois, na SMIC), um dos principais objetivos de Paulo Marques foi a qualificação dos espaços públicos. Na Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (SME), o morador de Ipanema colaborou com a qualificação da Orla e considera como muito positiva a parceria com a Associação Brasileira dos Esportes de Praia (ABEP), período no qual foram revitalizadas quadras de areia e também realizados eventos, como o Skol Beach Fest em 2014. O trabalho não se restringiu apenas à Zona Sul: Paulo Marques também incentivou o esporte e o lazer como forma de ocupação dos espaços urbanos.

Paulo Marques atuou na criação de novos briques

Aumento do número de briques possibilita geração de emprego e renda Desde 2015 na Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (SMIC), o trabalho do secretário Paulo Marques (agora pré-candidato a vereador) passou a desenvolver o fomento a briques e feiras, ação que teve início no Gabinete do Vice-Prefeito Sebastião Melo. Neste período, o número de briques e feiras vem aumentando, chegando aos atuais 29, em toda​​a ​c​idade. Alguns deles estão localizados na Zona Sul, como em Ipanema, que conta com Bazar e Brique mensalmente​, mas há outros bairros que deverão receber este serviço em breve. Em Belém Novo, por exemplo, já estão sendo realizadas reuniões neste sentido e a inauguração poderá acontecer ainda em julho. “Fomentar o trabalho e a renda, em um momento de crise sócio-econômica, e qualificar os espaços públicos para bem ocupá-los,​ junto à comunidade, é uma ação positiva para todos”, diz Paulo Marques, ao destacar que​ as ações,​os locais e as datas são definid​a​s pelos participantes juntamente com o setor de Fomento de Feiras e Briques da SMIC, através de um GT (grupo de trabalho)​, envolvendo todas as comunidades interessadas,​que acontece todas às qu​intas-feiras​.​


4

SAÚDE e BEM-ESTAR

Porto Alegre / RS

Junho 2016

Projeto prevê Porto Alegre sem agrotóxicos e transgênicos

PMPA / Divulgação

Se depender do vereador Engenheiro Comassetto, Porto Alegre será a primeira capital brasileira livre do uso de agrotóxicos e de sementes transgênicas. O vereador protocolou na Câmara Municipal o projeto de lei que visa à criação de programa de fortalecimento da agricultura ecológica e da produção orgânica na Capital. O objetivo da proposta é diminuir os riscos oriundos da utilização de agrotóxicos e melhorar a qualidade do alimento consumido pela população da capital gaúcha. “A iniciativa busca atender a necessidade de fortalecimento da agricultura familiar mediante mecanismos capazes de atender a demanda por alternativas tecnológicas ambientalmente apropriadas, compatíveis com os distintos sistemas Vereador Engenheiro Comassetto é o autor da proposta culturais e que levem em consideração as dimensões econômica e social do desenvolvimento agrícola e rural. Ademais, devem ser alternativas geradoras de renda e ocupações e que, ao mesmo tempo, assegurem melhores condições de saúde e de qualidade de vida para a população rural”, destaca Comassetto, engenheiro agrônomo de formação e coordenador da implantação da Feira Ecológica de Porto Alegre. Na década de 1980, como militante e ativista social, participou também da construção do maior movimento em defesa da agricultura alternativa do Brasil, o EBAA. E, para divulgar o projeto e fortalecer os apoios necessários à sua aprovação, Comassetto tem entregue cópias da matéria a várias entidades da sociedade civil Ampliação da área dedicada organizada. “Ninguém faz nada sozinho, não somos uma ilha. Temos feito reuniões com representantes da à agricultura ecológica Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural é uma das propostas (Agapan), por exemplo, que muito contribuiu na formulação da proposta, além do encaminhamento do Entre as diretrizes do projeto, estão o aumenprojeto aos coordenadores da rota turística Caminhos to da quantidade de terras agrícolas que usem Rurais, ao Conselho Regional de Nutricionistas e à agricultura ecológica e produção orgânica no Acelbra, que é a Associação de Celíacos do Brasil”, município de Porto Alegre; o apoio e o fomento enumera o vereador. aos sistemas de produção agroecológicos e orgânicos consolidados e em transição agroecológica e orgânica e a garantia da segurança e da soberania alimentar, através de apoio e incentivo à implantação e ao fortalecimento de sistemas de produção diversificados e da valorização da agrobiodiversidade. “A proposta é ampla e inclui o apoio ao fortalecimento das organizações da sociedade civil e redes sociais de economia solidária, cooperativas, associações e empreendimentos econômicos que promoverem, assessorarem e apoiarem a agroecologia e a produção orgânica”, acrescenta Comassetto. Guilherme Almeida/CMPA

Com aumento do frio, aumenta preocupação com população de rua Com o rigor deste início de inverno, a preocupação com a saúde da população de rua aumenta tanto quanto o frio das últimas semanas. Algumas das alternativas para os moradores de rua são os albergues ligados ao Município, que integram o serviço de Ações de Atenção à População Adulta de Rua, realizada pela Prefeitura de Porto Iniciada campanha contra Alegre, através da Fundação de Assistência maus-tratos e abandono de animais Social e Cidadania (Fasc). Entre os serviElson Sempé Pedroso/CMPA Está sendo realizada desde maio a visita a em- ços oferecidos, além dos albergues (quatro presas porto-alegrenses que atendem animais para são indicados pela Prefeitura e podem receafixação de cartazes da campanha de conscientiza- ber, em média, 100 pessoas por dia), existe ção contra abandonos e maus-tratos. A iniciativa faz parte de ação da Frente Parlamentar Porto Alegre sem Maus-tratos, presidida pela vereadora Lourdes Sprenger, que também é a autora do projeto de lei aprovado, por unanimidade, na Câmara Municipal, Vereadora Lourdes Sprenger em abril. No mês de maio, foi sancionada pelo prefeito José Fortunati. A lei municipal obriga que clínicas veterinárias, pet shops, agropecuárias, canis e gatis comerciais, feiras de animais, hotéis pet e os estabelecimentos similares fixem cartazes que alertem que a violência contra os animais e abandonos são crimes e os procedimentos para denunciar pelo fone 156, na Polícia Civil ou no Ministério Público.

também o Serviço de Atendimento Social de Rua, que aborda, identifica e convida os moradores de rua a integrar a rede de atendimento, na qual vai encontrar assistência social, saúde, habitação, geração de renda e alfabetização. Ao ver alguma pessoa na rua precisando de um lugar para dormir, você pode solicitar abordagens através do telefone 32218578, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 18h. À noite e nos finais de semana, as solicitações devem ser feitas pelo fone 3346-3238. benfeitoria.com

Banho Solidário é outra iniciativa Além do poder público, existem iniciativas da sociedade civil que também buscam dar mais dignidade a quem vive nas ruas. Uma delas é o Banho Solidário, um projeto social sem fins lucrativos, sem qualquer ligação partidária ou religiosa, que se propõe a ajudar as pessoas em situação de rua a tomar um banho quente. O projeto consiste basicamente num reboque adaptado que funciona como casa de banho, com compartimento masculino e feminino com chuveiros, que estaciona alguns dias da semana em locais de fácil acesso às pessoas em situação de rua. Para acompanhar o projeto, Banho Solidario oferece banho você pode seguir a fanpage em www.facebook.com/ quante aos moradores de rua banhosolidariors. Outra iniciativa é o Jornal Boca de Rua, editado pela jornalista Rosina Duarte, com o apoio da ONG Alice (Agência Livre para Informação, Cidadania e Educação), produzido e vendido por aproximadamente 30 moradores de rua, buscando dar voz e visibilidade a essas pessoas, ignoradas pela grande mídia, além de ser uma fonte de renda.


Nosso LAR na ZONA SUL

Cantinho do Auxílio Jurídico Aurora Cristina Cecatto (consultora jurídica) - edaraujo@via-rs.net

O Uso Obrigatório dos Faróis nas Rodovias As férias de inverno estão chegando e, juntamente com elas, será sancionada a lei que obriga o uso dos faróis nas rodovias. Com isso, para quem pretende viajar nesse período, muita atenção a partir do dia 7 de julho, quando entrará em vigor a Lei 13.290/ 2016. A nova lei alterará o Código de Trânsito Brasileiro, que dispõe sobre deixar de manter a luz baixa quando o veículo estiver em movimento, durante a noite; de dia, nos túneis providos de iluminação pública; de dia e de noite, tratando-se de veículo de transporte coletivo de passageiros, circulando em faixas ou pistas a eles destinadas ou quando tratar de ciclomotores; e em caso de chuva forte, neblina ou cerração. Com a nova alteração, será obrigatório o uso dos faróis acesos do veículo, utilizando luz baixa, durante a noite e durante o dia, nos túneis providos de iluminação pública e nas rodovias. A nova lei tem o objetivo de aumentar a segurança nas estradas e de contribuir para a redução da ocorrência de acidentes nas rodovias, além salvar inúmeras vidas. Dessa forma, os motoristas terão uma melhor visualização dos outros veículos a tempo de evitar colisões. No caso de descumprimento, o motorista será autuado por infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. Para prevenir esse transtorno, a Polícia Rodoviária Federal estará orientando os condutores durante as abordagens e em ações educativas. Por fim, a partir de julho, os veículos flagrados com o farol desligado nas rodovias durante o dia serão multados. Essa será uma maneira de aumentar a atenção nas estradas e de diminuição da acidentalidade; evitando, em especial, os acidentes fatais.

Porto Alegre / RS

Junho 2016

5

Organização de armários na mudança de estação Passou o verão e o frio chegou. Precisamos guardar as roupas usadas na estação quente para que tenham espaço as roupas mais grossas e volumosas que iremos usar a partir de agora. Uma boa solução são as caixas organizadoras, nas quais podemos guardar as roupas que não são da estação. Assim, evitamos o acúmulo e, consequentemente, a bagunça. Existem no mercado

Para mais informações ou outras dúvidas judiciais, estamos à disposição dos leitores de O Jornalecão. Cecatto & Araujo Advogados

Rua Paulo Derly Strehl, 101 (Ao lado do Zaffari da Juca Batista) Contatos: 3286-1192 / 8433-4922 - E-mail: edaraujo@via-rs.net WhatsApp para informações imediatas: 9808 4922

Dica da Dona Bilica Tendências da Moda para este outono/inverno 2016 Veja 10 dicas de tendências de moda para a estação mais fria do ano: 1 - Estilo retroativo aos anos 70/80, como calças boca de sino, gola rulê, ombros mais marcados. 2 - Jaquetas colegiais feitas em couro (falso, né), lã e até moletom, com estampas de números grandes ou referentes a escolas. Podem ser com mistura de cores, bordados, paetês ou aplicações de estampas. Combinam com jeans, calças de alfaiataria, saias e até vestidos. 3 - Moleton com capuz. 4 - Influência militar: casacos com abotoamento duplo. 5 - Retorno do tricô. 6 - Sobreposições: uso de vestidos, túnicas ou saias sobre calças. 7 - A volta do totalmente jeans: podem ser peças do mesmo tom ou tons diferentes. 8 - Xadrez: em vestidos, saias, jaquetas, calça, casacos ou sobretudos. 9 - As cores principais são preto x branco, bege (é em tom mais forte do que o nude - que ficou por tempo demais) e ainda estão em alta as estampas de minimalismo (oncinhas, zebras e girafas). 10 - Que tal procurar em seu guarda-roupa algo que esteja de acordo com as sugestões acima? Talvez as roupas da moda estejam por lá guardadas, caso contrário, lembre que as lojas de moda da Zona Sul estão com lindas sugestões que seguem as tendências acima.

vários modelos de caixas com tamanhos e materiais variados, adequados à necessidade de cada um. Se não quiser gastar com as caixas, pode colocar as roupas bem dobradinhas e limpas em sacos plásticos ou feitos em TNT. Depois, é só colocar nos nichos ou prateleiras acima do roupeiro. Por falar nas roupas limpas que serão guardadas, vamos indicar um amaciante de roupas natural e barato que foi um truque de nossas avós (que sabiam tudo e usavam produtos bem mais naturais). Ele foi perdendo o uso e sendo esquecido depois da chegada dos amaciantes de fábrica.

O vinagre branco tem a mesma característica química do amaciante comum: um pH ácido. A maioria dos sabões tem um pH mais elevado e a acidez neutraliza o pH do sabão, que deixa as roupas ásperas. Então, é só colocar meio copo de vinagre na última enxaguada da máquina e suas roupas ficarão macias.

Alimento do Mês: Batata-doce Até pouco tempo atrás, a batata-doce era lembrada apenas nas festa juninas, mas, atualmente, ganhou fama de amiga das dietas de emagrecimento e dos esportistas. Isto porque descobriu-se que ela é fonte de carboidratos complexos, ou seja, garantidora de energia prolongada para os músculos e, assim, impede a perda de massa muscular. A batata-doce é rica em carboidratos, contém alta taxa de vitamina A (responsável pela saúde dos olhos e da pele), de vitaminas do complexo B (que fortalecem os nervos), além de sais minerais como cálcio, ferro

e fósforo. Também suas folhas têm alto valor nutritivo e podem ser preparadas como qualquer outra verdura de folha, com excelentes resultados. Para reduzir as perdas nutritivas e não desperdiçar a polpa, convém cozinhar as batatas-doces com casca, pois é nela que se concentra o maior número de vitaminas e sais minerais. Após o cozimento, é só raspá-las que saem facilmente. Se forem cozidas com outros ingredientes, como guizados ou legumes, devem ser descascadas, picadas e deixadas de molho em água até a hora de serem levadas à panela, para não escurecerem.

Receita relacionada:

Batata-doce assada rápida no micro-ondas Escolha batatas pequenas ou médias. As muito grandes ficarão meio cruas (por dentro) ou queimadas (por fora). Lave-as bem, esfregando-as com uma escovinha. Faça furos com garfo em toda a volta para o vapor sair durante o cozimento. Embrulhe em um guardanapo de papel umedecido. Coloque em um prato e leve ao micro-ondas por mais ou menos 3 minutos para cada batata. Para saber se está cozida, espete um garfo e veja se está macia. Se achar que não está, coloque por mais alguns segundos. Remova o papel toalha e pronto. Agora, é só comer assim mesmo, o que é uma delícia, mas pode criar: temperar com sal, ervas, cobrir com molho, requeijão, fazer pirê, etc…


6

Empreendedorismo na crise foi o tema do encontro de junho A 23ª Confraria do Clube de Vantagens Zona Sul, realizada na Escola de Educação Infantil Mundo Mágico da Alegria (Rua Cirino Prunes, 292 - Ipanema), reuniu empresários e profissionais da região que estão demonstrando na prática como fazer bons negócios e oferecer vantagens aos clientes. Além de confraternizar com a direção da escola que comemorou seu 19º aniversário durante o mês, os participantes assistiram a um workshop especial.

Divulgação

Consultor Jorge Sant’Anna Junior (ao centro) deu dicas sobre como enfrentar as dificuldades

Empreendedorismo na Crise de clientes. Jorge Vicente também enfatizou que é necessário ampliar a rede de relacionamentos, promover treinamento e criar ferramentas para evitar a inadimplência, além de oferecer ao cliente mais formas de pagamento. Mais informações: 8122-0175 e jorge@goldenimobiliaria.com.br

Kumon ganha o prêmio Melhores Franquias do Brasil

Divulgação

O consultor Jorge Vicente Sant’Anna Junior (que também é corretor de imóveis) realizou um workshop sobre Empreendedorismo na Crise, com dicas fundamentais para o período atual. Entre as sugestões, o consultor destacou a definição de metas possíveis de serem alcançadas e também a qualificação dos serviços e um esforço extra na captação

Por seu desempenho e excelência na gestão da rede, o Kumon (que conta com unidade no bairro Ipanema) recebeu o prêmio Melhores Franquias do Brasil 2016, conferido por Pequenas Empresas & Grandes Negócios. A homenagem se deve ao fato de ter sido escolhida como a melhor microfranquia do Brasil.

Diretora da Escola Mundo Mágico da Alegria assume a presidência do Rotary

Jéssica Hlebania

A fundadora e diretora da Escola de Educação Infantil Mundo Mágico da Alegria, Vera Lúcia De Camillis, agora também é presidente do Rotary Clube de Porto Alegre Iguatemi (Distrito 467), assumindo o cargo em junho, juntamente com seu Conselho Diretor, em cerimônia realizada no Ritter Hotel.

visualletras@visualletras.com.br

Vera Lúcia De Camillis agora também está à frente do Rotary Iguatemi


7

Arraial da Mundo Mágico da Alegria dá início à contagem regressiva dos 20 anos

Jean Pierre Corseuil / O Jornalecão

Apresentações das turmas foram muito prestigiadas pelo público Na tarde de 11 de junho, foi realizada a comemoração dos 19 anos da Escola de Educação Infantil Mundo Mágico da Alegria, durante o tradicional arraial da unidade de ensino, que todos os anos conta com a presença de centenas de alunos e seus familiares, equipe da escola e a comunidade local. Além dos pratos típicos juninos, brincadeiras e apresentações da comunidade, também foi lançada no evento a revista número 4 da Turma do Guaíba. A festa junina da Mundo Mágico da Alegria marcou o início da contagem regressiva para o 20º aniversário da escola, que será comemorado em junho de 2017.

4ª revista da Turma do Guaíba faz sucesso nas escolas Após o lançamento da sua 4ª edição, em junho, a revista da Turma do Guaíba começou a ser distribuída e, como nas publicações anteriores, as mais interessadas são as crianças e as escolas, dado o caráter lúdico e, ao mesmo tempo, pedagógico da obra. Até o início de julho, o autor, o professor e cartunista Jean Pico, visitou três escolas (EEEF Monte Líbano, EMEF Chapéu do Sol e Escola Desenvolver, todas na Zona Sul de Porto Alegre, escopo inicial do projeto) para falar sobre preservação ambiental, saneamento básico, desenho e

produção de fanzines. Já o lançamento oficial da revista aconteceu em 11 de junho na festa junina da Escola de Educação Infantil Mundo Mágico da Alegria. A revista da Turma do Guaíba é uma compilação das tirinhas publicadas semanalmente na internet (através do blog aturmadoguaiba.blogspot.com.br) e a impressão é garantida graças ao apoio dos comerciantes locais, que, com a utilização dos espaços publicitários, garantem que aos exemplares sejam distribuídos gratuitamente.

Andrea de Carli

Autor ministrará curso de histórias em quadrinhos em julho

Jean Pico, criador da Turma do Guaíba, visitou 3 escolas em junho

Em julho, o autor da Turma do Guaíba vai ministrar curso de Histórias em Quadrinhos para jovens de 8 a 14 anos, no Azul Anil Espaço de Arte (Rua Dona Eugênia, 836 - Santa Cecília). As aulas ocorrerão em dois dias (13 e 20 de julho), das 18h30 às 21h30, e serão dedicadas à linguagem das HQs (charge, cartum e tirinha), pesquisa, esboço, arte-final e construção de histórias. Os materiais necessários são papel (ofício comum), lápis, borracha e caneta preta. O custo das oficinas é de R$ 120,00, com inscrição via depósito bancário. Mais informações: azulanilcurso@gmail.com.


8

EDUCAÇÃO e e CULTURA CULTURA EDUCAÇÃO Os eventos culturais e comerciais em ambiente público Por Marcia Morales Salis - gestora cultural - marcia_ms@msn.com

Em Ipanema, atualmente, realizam-se dois eventos em vias publicas que comercializam o resultado do trabalho de indivíduos ou grupos: o Brique de Ipanema e o Bazar Ipanema. O primeiro é um evento comunitário cultural e comercial em que o expositor não paga pelo espaço publico utilizado, e isto sempre foi um dos objetivos do projeto que começou a ser construído em agosto de 2015, antes de ser levado à Secretaria Municipal de Produção, Industria e Comércio, para ser colocado em prática em dezembro daquele mesmo ano com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo e da Secretaria Municipal de Cultura. Por ser um evento comunitário, é administrado por moradores de Ipanema e de bairros próximos de forma voluntária e colaborativa, sem que as suas coordenadoras recebam qualquer rendimento pelo trabalho que executam. O Brique de Ipanema, na Cultura, pode ser considerado também um Coletivo, já que o grupo de quarenta expositores fixos ou convidados dos segmentos Artesanato, Artes Visuais, Antiguidades e Alimentos Artesanais continuam engajados no projeto, e a grande maioria reside nas regiões sul e extremo sul da cidade. O grupo reúne-se uma vez por mês para decidir sobre cada edição do evento que costuma promover apresentações artísticas que evidenciam e valorizam a cultura local, e para discutir assuntos relacionados à economia criativa, à cultura e ao empreendedorismo. Já o evento Bazar Ipanema (assim como outros eventos que se realizam na cidade como o Mega Bazar ou o Me Gusta, por exemplo) é um evento privado que aluga o espaço público para o expositor de produtos de vários outros segmentos. Vale lembrar que um evento assim é considerado privado porque é organizado por uma empresa ou empresário que visa o lucro. Mas, importa ressaltar que esses dois tipos de eventos costumam ser muito bem recebidos peNo Brique de los expositores e o comércio local, pela comuniIpanema, a artesã dade e os visitantes, e, embora sejam proposLyane Ferraz tas diferentes, devem continuar co-existindo, Rodrigues executa apesar de carecermos ainda de uma legislação uma manta de lã ou regramento municipal eficaz que discipline o no tear manual uso comercial dos espaços públicos. Divulgação

Dupla sertaneja direto da Restinga

Junho 2016

Brique de Ipanema contou com desfile e até participação de personagem da TV Divulgação

Além dos produtos de dezenas de expositores de artesanato, antiguidades, alimentos funcionais e artes visuais estarem à disposição dos visitantes, a edição extra do Brique de Ipanema, realizada no dia 19 de junho, contou com muitas novidades. Além da decoração alusiva aos festejos juninos, as atrações foram bem variadas: coleta de assinaturas pela preservação da Fazenda Arado, em Belém Novo; apresentação do projeto Formiguinha, realizado por voluntários que fazem comida e a entregam a moradores de rua pela cidade, além de arrecadar alimentos e roupas para os mais necessitados; apresentação musical da banda Annie Hall Ragtime Group; Brechó Solidário, com expositores de diversos locais da cidade; e desfile com Gustavo Cruz O Jornalecao roupas de festa confeccionadas com tecidos em que se utilizam materiais reciclados, unidos a fibras naturais e sintéticas (criadas por Bruna Marquez), apresentado por modelos da Faces Model’s que são alunas do professor Gugas Konrad. No final da tarde, até o personagem japonês Jaspion (representado por Glaucos Nogueiras, que atende pelo fone 8292-7226) veio conferir as novidades do Brique de Ipanema, fazendo poses e tirando fotos com os fãs. Leia mais em www.facebook.com/briquedeipanema

Copa Rio-Grandense embola no final da fase classificatória

A disputa por uma vaga nas quartas de final do 2º turno da Copa Rio-Grandense de Futebol Amador ficou ainda mais acirrada após a realização da 4ª rodada, a penúltima da fase classificatória. Até os jogos realizados no dia 25 de junho, somente o Laçador garantiu a classificação às quartas de final. Na luta pelas vagas, sete entre as outras 11 equipes estão empatadas com 4 pontos cada.

A decisão dos confrontos das quartas de final ficou para dia 2 de julho, quando acontecem os três jogos restantes da fase. Após, no dia 9, iniciam os jogos eliminatórios, até ser conhecido o vencedor do 2º turno, que disputará o título da Copa Rio-Grandense com o Dinamite (campeão do 1º turno). Leia mais, veja fotos e assista aos vídeos em: www.copariograndense.com.br www. facebook.com/coparg2016

CTG Descendência Farrapa comemora 31º aniversário

A dupla sertaneja Erick & Diego está levando o som feito na Restinga para fora da Zona Sul de Porto Alegre. Erick, que faz a 1ª voz, é morador do bairro e, com seu parceiro, canta músicas consagradas e apresenta também composições próprias, como “Se Fraga”, single de trabalho de 2015. Eles estão se tornando cada vez mais conhecidos do público e realizando, inclusive, apresentações fora da cidade, como na Kern Haus, em Canoas, em evento que reuniu diversos grupos de pagode, funk e sertanejo. Mais informações sobre Erick & Diego no site da dupla (www. erickediego.com.br) ou pelo fone 9304-6372.

Juca Batista ganha nova academia Inaugurou no dia 20 de junho a Studio 315, sediada na Avenida Juca Batista, 315 (antes localizada no Ipanema Sports, a academia mudou de endereço para melhor atender à Zona Sul). Especializada em artes marciais (jiu-jítsu, muay thai, boxe), defesa pessoal e yoga, a academia foi idealizada pelo faixa-preta Giovanne Guedes. Na inauguração, um aulão com Mário Reis, líder da Alliance (equipe 11 vezes campeã mundial). Mais informações: 3391-5365 e www.facebook. com/UniversidadeDaArteSuave.

Porto Alegre / RS

Arquivo pessoal

Sediado no Parque Ipanema (Avenida da Cavalhada, 6735), na Zona Sul de Porto Alegre, o CTG Descendência Farrapa estará em festa, na noite de 2 de julho (sábado), a partir das 20h30, para as comemorações dos 31 anos da entidade, que atualmente é comandada pelo patrão Luiz A. C. Oliva (Laco). O jantar-baile terá animação do grupo Gaúchos lá de Fora e o cardápio contará com churrasco, salsichão, galeto, arroz, feijão e saladas. O ingresso é vendido a R$ 30,00 (mas os sócios pagam R$ 15,00) e pode ser adquirido no local ou, de forma antecipada, pelos fones 3246-8523 e 8175-8951.

Próximos eventos já estão em preparativos

No dia 7 de agosto, o Descendência Farrapa promove a tradicional Domingueira do Idoso, com alimentação gratuita fornecida pelo CTG, com apoio de entidades e empresas parceiras. A previsão é de que participem mais de 450 pessoas da terceira idade. Em novembro, a entidade oferece entretenimento e alimentação gratuita às crianças carentes excepcionais dos abrigos da Fundação de Proteção Especial do Rio Grande do Sul (FPE). Outro evento comunitário sediado no local, realizado em dezembro em parceria com a Comissão de Eventos da Região Centro-Sul, é o baile dos “15 Anos Comunitário”, no qual são Aulão de jiu-jítsu foi o destaque da inauguração beneficiadas jovens de 15 a 20 anos de famílias de baixa renda.


Porto Alegre / RS

EVENTOS

Junho 2016

Inaugurado banco comunitário da Cascata Em evento que coincidiu com a festa junina da escola Professor Oscar Pereira, aconteceu no dia 25 de junho a inauguração do Banco Comunitário da Cascata, com a presença de Clube de Trocas Estadual, Caritas RS, AVESOL, NEGA -UFRGS, Grêmio Estudantil da escola Oscar Pereira, empreendimento de economia solidária Viva Moara, Eco livros e grupo Misturando Arte. O evento começou às 10h e se estendeu até as 13h, mas, devido à feira de trocas, cerca de uma hora antes já havia pessoas no local esperando a abertura do evento. Além de roupas e utensílios, também foi possível trocar os produtos

pela moeda local, a “antena”. Os alunos da escola e as crianças da comunidade foram protagonistas das atividades, limpando o local e juntando garrafas PET para construção do lastro do Banco Comunitário Cascata, além de promover e participar de oficinas durante a semana (oficinas do papel, de trocas, de economia solidária e rodas de conversa sobre a ocupação da escola com o Grêmio Estudantil). Informações sobre o Banco Comunitário Cascata, acesse a fanpage em: www.facebook.com/bancocomunitariocascata

Projeto Formiguinha leva alimentos e agasalhos à população de rua Todas as quintas-feiras, os voluntários do projeto Formiguinha levam esperança para moradores de rua de Porto Alegre. Além de mantas, colchas, lençóis, cobertores e outros agasalhos (fundamentais no inverno porto-alegrense), os mais necessitados ganham também um sopão, feito por voluntárias com doações próprias e de empresas e colaboradores que apoiam o grupo. Venda de camisas ajuda a ampliar as ações

Divulgação

Ações acontecem às quintas-feiras

A fim de aumentar a arrecadação, o projeto oferece aos interessados uma camiseta do Projeto Formiguinha, por R$ 25,00, valor que é destinado para custear as despesas do grupo, que começou no bairro Guarujá e é composto por muitos moradores da Zona Sul de Porto Alegre, mas já é visto circulando em diversas ruas da cidade. Para informações, contato pelos fones/WhatsApp (8541-0370 e 86457627) ou pelo facebook (www.facebook/RitaCristinaPF).

9

Dicas Imobiliárias Por Simone Carvalho simone.carvalho@lfsul.com.br

Como fazer uma boa compra ainda em 2016 No começo de 2016, ficamos apreensivos com o mercado imobiliário. Passado esse primeiro semestre, verifiquei que o mercado não parou, como eu imaginava. As vendas aconteceram em uma intensidade até maior que no mesmo semestre do ano de 2015. Com tanta procura, tentei buscar uma explicação. As pessoas estão adquirindo seus imóveis pela facilidade de negociação entre quem compra e quem vende. Nada escapa: hoje, encontrar o imóvel certo está mais fácil, a oferta está maior que a procura e, com isso, o mercado criou alternativas, como pagamento parcelado direto com o proprietário, imóvel, carros... Identifico um amadurecimento na hora da efetivação do negócio. As Instituições financeiras estão com os juros mais altos e restringindo o financiamento, mas ainda é vantajoso financiar, pois os juros variam entre 5% a 11% ao ano. Então, para este segundo semestre, aconselho organizar a sua compra. Os preços dos imóveis estão mais baixos e o mercado está aberto a grandes ofertas. No caso de você ter financiamento, verifique seu extrato do FGTS. Se tiver 12 parcelas do seu financiamento, abata no saldo devedor, pois os juros anuais do FGTS são, com certeza, menores do que você deve estar pagando na parcela mensal do financiamento. Então, estas são as dicas para este segundo semestre. Fico à disposição para mais esclarecimentos pelos fones 30268102 e 9132-7920 e no e-mail atendimento@lfsul.com.br. LF SUL Corretora de Imóveis - Empresa familiar há mais de 40 anos no ramo imobiliário

Voluntários arrecadam doações para Janta Solidária O grupo Conscientização Voluntária, que colabora com ONGs, entidades e pessoas necessitadas, está recebendo doações por meio da Campanha do Alimento. Mensalmente, o grupo entrega o que foi arrecadado para instituições que atendem crianças, idosos, dependentes químicos e, ainda, animais. Além disso, o grupo incentiva outras pessoas a também serem voluntárias.

Claudinho faz doações no Beco do Adelar Arquivo pessoal

Calçados, cobertores, roupas e alimentos foram entregues pelo palhaço Claudinho a 30 famílias da comunidade Beco do Adelar no mês de maio. As doações foram realizadas por ouvintes de seu programa “Comunidade Solidária”, na Rádio Itapuã, que colaboraram com a iniciativa de Claudinho, realizador deste tipo de ação em diversas comunidades da Zona Sul de Porto Alegre e também de Viamão. Informações: 8459.2841

Moradores de rua serão beneficiados na noite de 23/07 Entre as ações do Conscientização Voluntária, está prevista a realização da Janta Solidária, com alimentos arrecadados. Além dos ingredientes (arroz, salsicha, feijão, molho de tomate, sal e batata), também estão sendo arrecadados potes de marmitex (alumínio) e colheres descartáveis. Os voluntários também estão recebendo roupas para entregar aos necessitados durante a Janta Solidária. Mais informações: pelo e-mail conscientizacaovoluntaria@gmail. com, nos fones/WhatsApp 9784-3480 e 9756-0973 ou no Facebook (em Conscientização Voluntária- Porto Alegre).

Instituto Libertação festeja 5º aniversário O Instituto Libertação completou cinco anos de atividade comemorando a recuperação de dezenas de dependentes químicos atendidos. A festa do 5º aniversário será realiza-

da no dia 10 de julho (domingo), às 12h, em uma feijoada comemorativa aberta à comunidade e que também contará com a presença de colaboradores da entidade e autoridades. O ingresso custa R$ 20,00 e pode ser adquirido pelo fone 8470-7694. Os participantes também poderão conhecer a sede do Instituto Libertação, em uma área que conta com casas, áreas coletivas, açude e horta cultivada pelos próprios internos. A entidade, sediada na Zona Sul de Porto Alegre, conta com doações

de empresas, entidades e pessoas físicas para qualificar ainda mais o atendimento realizado com o objetivo de interagir e recuperar pessoas que em determinado momento perderam o controle de sua dependência química e trabalhar para sua reintegração à sociedade, além de apoiá-las neste novo modelo de vida. Informações: 8470-7694 e no Facebook, em Comunidade Terapêutica e Residencial Instituto Libertação RS.

Arco promove festa comunitária No dia 17 de julho (domingo), a partir das 16h, a Associação Recreativa dos Correios do Rio Grande do Sul promove sua Festa Julina, aberta a associados e a comunidade. Brincadeiras, músicas, prêmios, doces, salgados, bebidas e muita diversão aguardam os participantes na Estrada Retiro da Ponta Grossa, 2450, na sede campestre da entidade (que comemorou em junho seu 27º aniversário). Mais informações: www.arcors.com.br, arco@arcors.com.br, 3028-3095 e 3211-2358.

Evento debaterá preservação da Fazenda do Arado Velho

O movimento Preserva Belém Novo e o Coletivo Ambiente Crítico promovem uma festa julina diferente, cujo objetivo é debater com a comunidade a preservação da Fazenda do Arado Velho, local onde está prevista a construção de centenas de casas em uma área de preservação ambiental. Um dos objetivos do grupo é tentar evitar o aterro de banhados e várzeas da região. A atividade será realizada na tarde de 9 de julho (sábado), a partir das 15h30, no CTG Piquete da Amizade (Rua Dr. Carlos Flores, 31), em Belém Novo, na Zona Sul de Porto Alegre. Mais informações no Facebook, nas páginas do Preserva Belém Novo e do Coletivo Ambiente Crítico.

Cooperativismo de Habitação Popular é tema de seminário A Assembleia Legislativa sediou o Seminário de Cooperativismo da Habitação Popular. O evento, realizado em 16 de junho no Auditório Dante Barone, foi aberto ao Autoridades e líderes público interessado no de entidades participaram do evento assunto, especialmente integrantes de cooperativas habitacionais. A realização foi do Governo do Estado (por meio da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo) e do Instituto Urbis Porto Alegre, com apoio da Fracab - Federação Riograndense das Associações Comunitárias de Moradores e de Bairros e do Sistema Ocergs - Sescoop/RS. Divulgação


PROCUR CUREI, EI, ACH ACHEI EI PRO

10

CLASSIFICADOS CLASSIFICADOS ADVOGADOS

CABELEIREIRO

CURSOS RAS Cursos - Cursos de RH, com especialização em Departamento Pessoal. Turmas reduzidas. Teoria e Prática. Fone 3062-2799.

ELETRICISTA Técnico Eletricista João Batista (Eletricista SENAC) - Residencial e Comercial. Orçamento sem compromisso. Fones: 8194-1635/8682-0401.

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIOS

ELETRICISTA

CONTATO COMERCIAL - Quer aumentar seus ganhos trabalhando na Zona Sul? Entre em contato pelo e-mail jornalecao@jornalecao.com. br ou pelo telefone 3246.0848.

PET SHOP

FARMÁCIA

IMÓVEIS CHAVEIRO

Vende-se casa c/ terreno 415m²: Desocupada, lado do futuro Bourbon ipanema. Rua Ladislau Neto, ótima localização. R$ 400 mil. F: 3248-1782 / 9952-3920. Vendo terreno no Lami, parada 21, (10m x 35m), c/ duas frentes. Plano. Pronto para construir. Valor R$ 49 mil. Aceito proposta. Fone: 8238-8705.

AULA PARTICULAR

INFORMÁTICA

Auxílio ao Tema / Acompanhamento Escolar - Leciona-se Ensino Básico e Ensino Médio, Concursos e Supletivo. Também a domicílio. Tratar: 9682.0529 (vivo) / 9817-0525 (oi).

PODOLOGIA

GÁS

Vendo netbook, 7 polegadas, Windows Starter, com teclado alemão – R$ 300,00. Fones: 8460-3350 (Oi) e 9944-1505 (Vivo).

LAVAGEM

AULAS DE GUITARRA

CONSTRUÇÃO E REFORMA

INFORMÁTICA

Chame o vizinho! Pequenos consertos e outros serviços (elétrica, hidráulica, pintura, etc). Profissional experiente. Dagoberto. Fone: 9716.6479.

RELIGIÃO

LOJAS

REFORMAS

BICICLETAS

CONTABILIDADE RELOJOARIA

RAS Contabilidade - serviços contábeis em geral. Regularize sua empresa. Evite multas! Declaração de Imposto de Renda. Fone: 3062-2799/ 8587-5261.

CONTROLE REMOTO

MÁQUINAS Vendo máquinas de costura: uma reta semi-industrial, para tecido pesado – R$ 300,00 / uma Singer zinguezague, 220 volts – R$ 250,00. Fones: 8460-3350 (Oi) e 9944-1505 (Vivo).

BRIK

CUIDADORA

MARCENARIA

Relojoaria Homero - Consertos de Relógio de pulso, parede, mesa e eletrônicos. Conserto e fabricação de jóias. R. Dr. Armando Barbedo, 338 - Tristeza. Fone: 3312.6878.

VIDRAÇARIA

TRANSPORTE


VARIEDADES

Porto Alegre / RS

Junho 2016

11

Previsões para Julho 2016 ÁRIES – O momento atual pede ação, mudança e criatividade. As questões financeiras serão resolvidas quando houver iniciativa. TOURO – Momento oportuno para transações imobiliárias. A Lua em Touro atrai simpatia e tranquilidade. Espere até o dia 04/07 para fazer qualquer transação financeira. GÊMEOS – Tudo anda meio parado e confuso. A partir de 04/07, as coisas melhoram. Iniciativas e novos projetos estarão em fase favorável. CÂNCER – Todas as dúvidas serão sanadas a partir do dia 04/07. A Lua nova será em Câncer e, junto com o Sol, terá apoio de Marte para qualquer ação benéfica.

LEÃO – Criatividade, crianças, romances... todos os assuntos leoninos estão em alta neste momento. Aproveite. VIRGEM – Com dedicação e amor ao trabalho, as dificuldades serão superadas. Procure aceitar de coração aberto as ideias filosóficas das outras pessoas. Isto pode facilitar a vida. LIBRA – Fase de uma leve nostalgia. Tente criar coisas novas para ir adiante. O momento é favorável. ESCORPIÃO – Romantismo e desejo de intimidade. É o momento certo para isso. Aproveite e recarregue as baterias. SAGITÁRIO – O trabalho está pesando? Quer viajar e não consegue? É o momento de superar as dificuldades com o estudo. Mas tem que ter foco e perseverança. É um teste.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

TURMA DO GUAÍBA

CAPRICÓRNIO – Sempre tem um momento em que as defesas e as certezas se diluem. O invisível aparece e o oculto se manifesta. Hora de alterar as percepções da realidade. AQUÁRIO – Conflitos ideológicos e filosóficos fazem parte da sua vida. Porém, há momentos que requerem cautela e tato para lidar com as diferenças. Talvez suas ideias ainda estejam fora do contexto atual. Espere o momento certo para divulgá-las. PEIXES – No mundo do sonho e das ilusões tudo é perfeito. Mas a realidade pede passagem. Não se deixe abalar pelos males do mundo. Faça a sua parte para melhorá-lo. Nem que seja escrever poesias.

Por Jean Pico


Junho 2016 - Porto Alegre/RS - Ano 30 - Nº 249 - 3737.1378 - 8403.6513 - jornaljornalecao@gmail.com - www.jornalecao.com.br

Medidas prometem melhorar circulação na Avenida Coronel Marcos Wenceslau Escobar também ganhará projeto de qualificação e segurança viária Hildo Gaspar / Divulgação PMPA O trânsito de veículos nas avenidas Coronel Marcos e Wenceslau Escobar está atrasando a vida de quem trafega na região, seja no transporte coletivo ou em veículo particular. A lentidão na região dos bairros Ipanema, Tristeza, Pedra Redonda, Jardim Isabel, Vila Conceição e Sétimo Céu já está se tornando tradicional. Por isso, o projeto de qualificação e segurança viária das vias foi tema de reunião realizada em 23 de junho na sede campestre da Sociedade de Engenharia do RS. Além do vice-prefeito Sebastião Melo, Previsão é de reduzir 15 minutos no tempo de circulação participaram da reunião representantes da Empresa Pública de Transporte e Cir- (ATL), do Consórcio Viva Sul, da Brigada Miculação (EPTC), da Secretaria Municipal de litar, da Associação do Pessoal da Caixa EcoObras e Viação (Smov), do Departamento de nômica Federal do Rio Grande do Sul (APCEF/ Esgotos Pluviais (DEP), do Centro Administra- RS) e do Colégio Marista Ipanema. Moradores tivo Regional Sul (CAR Sul), da Associação e líderes comunitários da região também estide Transportadores de Passageiros (ATP), da veram no encontro para conhecer as proposAssociação de Transportadores de Lotações tas da Prefeitura.

Faixa reversível é uma das alternativas

Entre as propostas apresentadas, está a possibilidade de implantação de uma faixa reversível semaforizada no trecho final da Avenida Wenceslau Escobar, entre a Avenida Coronel Marcos e a Rua Professor Xavier Simões, no acesso ao Sétimo Céu. A definição do sentido da faixa reversível seria definida pelos horários de maior fluxo de veículos. Mas há outras propostas: garantir largura de faixas constantes na Coronel Marcos (eliminando gargalos) e a retirada de canteiros centrais na avenida; realocação de algumas paradas de ônibus, garantindo mais conforto e segurança; fim do terceiro tempo semafórico no cruzamento da Coronel Marcos com a Rua Déa Coufal e a Avenida Tramandaí; revisão e qualificação dos locais de travessias de pedestres, etc.

Lombadas e controlador de velocidade também foram propostos A implantação de mais duas lombadas e controlador eletrônico de velocidade nas proximidades da intersecção das avenidas Coronel Marcos e Wenceslau Escobar também foi proposta. A alternativa foi sugerida após a realização de estudos técnicos.

Medidas preveem redução de 15 minutos no trânsito A implantação das medidas de qualificação e segurança viária está prevista para o segundo semestre. A expectativa é de que, após sua efetivação, o ganho na circulação de veículos possa chegar a 15 minutos. No total, trafegam no trecho cerca de 26 mil veículos por dia e são realizadas, aproximadamente, 820 viagens diárias por sentido, totalizando 80 mil passageiros em 14 linhas de ônibus. “A zona Sul foi uma das áreas da cidade com maior crescimento nestes últimos anos. Com a dedicação das nossas equipes técnicas e apoio da população, estamos enfrentando este desafio para eliminar os gargalos nestas principais vias, garantido mais qualidade no deslocamento dos cidadãos”, destacou o vice-prefeito Sebastião Melo.

Profile for O Jornalecão

O Jornalecão (Junho / 2016) - Edição 249  

O Jornalecão - Jornal de Bairro da Zona Sul de Porto Alegre/RS - Brasil

O Jornalecão (Junho / 2016) - Edição 249  

O Jornalecão - Jornal de Bairro da Zona Sul de Porto Alegre/RS - Brasil

Advertisement