Page 1

O JORNAL DO NOSSO BAIRRO Atestamos que a tiragem da edição de Abril/2016 é de 10 mil exemplares

Abril 2016 - Porto Alegre/RS - Ano 29 - Nº 247 - 3737.1378 - 8403.6513 - jornaljornalecao@gmail.com - www.jornalecao.com.br

Zona Sul clama por segurança Manifestações, reuniões, reivindicações, propostas... a comunidade sai às ruas para pedir paz!

Pág. 3

Movimento Segurança Urgente Zona Sul

CONFIRA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO : Maio contará com muitos Escolas estaduais buscam Juca Batista: o eventos dedicados às mães apoio para driblar falta de verbas pioneiro da Zona Sul Pág. 5

D I S T R I B U I Ç Ã O

Pág. 8

Pág. 12

G R A T U I T A


2

N° 247 - Ano 29 25 de Abril de 2016

Adília Cruz da Silveira, Aurora Cristina Cecatto, Cleiton Freitas, Fernando Viegas, Guilherme Cruz da Silveira, Gustavo Cruz da Silveira, Jean Pierre Corseuil, Jorge Luís Cardoso Pereira, Marcia Morales Salis, Simone Carvalho, Thássio Rosa e Valtor José Rodrigues da Silveira

Poesia do leitor

PONTOS DE DE DISTRIBUIÇÃO DISTRIBUIÇÃO PONTOS

Versos a minha saudosa mãe

Aberta dos Morros

- Lago’s Restaurante

Av. Juca Batista, 2971

- Mercado e Açougue Navegantes

- Bazar e Vidraçaria Aliança

Quando menino escrevia versinhos com seus enredos; e minha mãe os ouvia, que eram plenos de segredos...

Av. Juca Batista, 3243

- Mercado, Fruteira e Ferragem Milla

Av. Juca Batista, 3227

- Minimercado e Açougue Escobar

- Ferragem Nova Ipanema - Mini Mercado e Lancheria Zucco Av. Juca Batista, 2980

Assunção - A Padaria

Av. Pereira Passos, 74

Neles punha meus desejos, os amorzinhos da infância; e assim foram os solfejos para sair da ignorância.

Belém Novo

- Loteria Sorte Certa

Rua Doutor Cecílio Monza, 11050

- NCC Belém Novo Av. Juca Batista, 7570

Belém Velho

- Supermercado Zanella

Eu queria ser poeta e conquistar as gurias; não sei se atingi a meta com minhas simples poesias.

Avenida Belém Velho, 2751

Camaquã

- Padaria e Confeitaria Vaccari R. Camaquã, 149

- Super Carboni

R. Dr. Pereira Neto, 1749

- Super Teutônia

E aí estão os meus versos, rolando de pago em pago; são meus anelos dispersos, sempre em busca de um afago.

Rua General Rondon, 1701

Campo Novo

- Mercado Telmoeni

Estr. Cristiano Kraemer, 1916

- Super Tchê Barbaridade Beco do Paladino, 77

Cavalhada

Ialmar Pio Tressino Schneider Morador do bairro Tristeza

- Agafarma Cavalhada Av. Cavalhada, 2593

- Celular Sul

Av. Cavalhada, 2593

- Mundo D’água

Av. Cavalhada, 2206

TURMA DO GUAÍBA - picoartesvisuais@gmail.com

- Ótica Brilho no Olhar

Av. Eduardo Prado, 501 loja 5

- Supermercado Bassani Av. Coronel Massot, 1507

Chapéu do Sol

- Bar e Armazém Ica R. Paulo F. Gastal, 266

- Mercado e Ferragem Lima Estr. Chapéu do Sol, 2809

- Mercado Jardel

Estrada Chapéu do Sol, 2389

- Minimercado Lula Av. Juca Batista, 6556

Cristal

Av Serraria, 207

- Floricultura Rainha das Flores Av Serraria, 159

- Mercado Katatau

Rua Olegário Dias Maciel, 300

- Mini Mercado e Açougue Ortiz Rua Carijós, 240

- Supermercado Postal Rua Carijós, 405

Guarujá

- Academia Ponto de Equilíbrio Av Serraria, 609

Av. Edgar Pires de Castro, 1545

- Tri da Sorte Loterias

Av. Edgar Pires de Castro, 1620 - Loja 01

Ipanema

- Agafarma Farmácia Av. Juca Batista, 2205

- Central do Piso Juca Batista, 799

- Churrascaria Brasão Av. Cel. Marcos, 2111

- Clube do Professor Gaúcho Av. Guaíba, 12060

- Cor da Terra

Eduardo Prado, 2150

- Dapelle Farmácia de Manipulação Av. Eduardo Prado, 2080, lojas 102 / 103

- Ipanemão Loterias

Av. Tramandaí, 480, Loja 08

- Ipanema Sports

Av. Coronel Marcos, 2353

- Lotérica Portal da Sorte

Eduardo Prado, 1954 - Shop. Jardim Verde

- Lotérica Texacão Av. Juca Batista, 2277

- Mini Mercado WD

Rua Conselheiro Xavier da Costa, 3174

- Minimercado Casca Av. Tramandaí, 565

- Mini Mercado Peg e Pag Rua Pitrez, 30

- Restaurante Mirante do Guaíba Av. Cavalhada, 5956

- Sabor de Café

Eduardo Prado, 1954 - Shop. Jardim Verde

- Super Davi

Av. Juca Batista, 2051

- Super Postal

Av. Cristiano Kraemer, 5124

- Super Tchê Barbaridade Av. Juca Batista, 2154

- Supermercado Irmãos Lunardelli R. Dona Elvira, 199

- Travessia Café e Crepe Av. Guaíba, 10810

- Upgrade Informática Av. Juca Batista, 2396

- Posto Pasqualini

Jardim Urubatã - Bar do Luiz

Av. Celestino Bertolucci

- Bazar e Papelaria Tio Toninho Francisco Mattos Terres, 51

- Mercado Urubatã

Av. Celestino Bertolucci, 50

- Supermercado Carboni Av. Juca Batista, 3821

- Variedades Bertolucci

Av. Celestino Bertolucci, 520

Medianeira

- Supermercado Pezzi

Av. Dr. Carlos Barbosa, 1301

Rua Reinaldo Müller, 222

Av Orleans, 444

- Mini Shopping Maria

Paulo Ricardo Gossler Morador do bairro Ponta Grossa

- Super Kan

Ponta Grossa

- Mini-Mercado Riboli

Rogério Soares da Silva Morador do bairro Ponta Grossa

Av. Edgar Pires de Castro, 1620 lj 01

- Mini-Mercado Casa do Filé R. Agenor Mendes Ouriques, 549

Ruas e casas da Ponta Grossa sofrem com alagamentos

- Posto do Vale

- Farmácia Popular Med Av Serraria, 1490

Informo que a Ponta Grossa sofre com descaso absoluto. Estamos pagando, na conta da água, uma taxa referente a esgoto, mesmo vivendo há anos com esgoto a céu aberto. No início do ano, começaram uma obra na minha rua, colocando caixas de esgoto em cada moradia, mas, quando chegou na metade, a obra parou, e minha casa e a de muitos outros foram atingidas. Ao acionar a Prefeitura, me falaram que as obras acabaram por falta de verba. Agora, só Deus sabe quando irão acabar. Com isso, os valos da rua enchem, trazendo água pra dentro das casas. Não podemos lavar uma roupa ou puxar a descarga do banheiro que a água volta, além do risco de andar pelo esgoto para poder sair pra trabalhar. Antes tínhamos medo das cheias do inverno, mas hoje basta dar uma chuva forte que alaga. E, além disso tudo, ainda temos que viver constantemente com o mau cheiro dos esgotos. Chega a ser desumana a situação em que vivemos, pois querem nos fazer pagar taxas, como IPTU, mas não fazem nada para mudar esta situação. Em época de eleição, muitos vêm aqui prometer, mas, depois, nunca mais aparecem.

Av. Edgar Pires de Castro, 1001

Av. Coronel Marcos, 1926

- Cheiro de Pão Padaria e Confeitaria

Maria Lúcia Debom

- Padaria e Confeitaria Milleum

- Super Hoffman

Espírito Santo

Reclamações quanto ao esgoto da Ponta Grossa

Av. Juca Batista, 6025

Jardim Isabel

Rua Coronel Claudino, 584

A Voz do Leitor

Rua Dorival Castilho Machado, 444

- Mercado Italiano

Av. Coronel Massot, 692

Há mais de quatro anos, venho reclamando no DEP de Belém Novo dos esgotos entupidos: eles fazem vistorias, falam que o esgoto está obstruído e que tem que jatear. O que acontece depois da negligência da visita do DEP: ficamos sempre com os esgotos entupidos. Quando chove mais forte na Ponta Grossa, o pátio e toda a minha casa ficam alagados. Com isso, já tive muitos prejuízos com a perda de todos os meus móveis. Estamos preocupados porque mora criança pequena e a proliferação de mosquitos e ratos aumentou aceleradamente em nossa rua.

Av. Edgar Pires de Castro, 1840 - lojas 3 e 4

- Cyber Lancheria e Café Mendonça Av. Edgar Pires de Castro, 2649

Av Serraria, 1617

- Padaria Lelé da Cuca Av. Serraria, 1034

- Supermercado Santa Rita Av. Serraria,1557

Hípica (Nova Ipanema) - Armazém Paredi

Rua Dorival Castilho Machado, 636

- Boa Escolha Hortifruti

Av. Edgar Pires de Castro, 977

- Ferragem Müller

- Mini Mercado Luna Av. Juca Batista, 7346

- Padaria Pão da Hora

R. das Espatódeas, 260 - Loja1

- Padaria e Armazém da Dinda Estr. da Ponta Grossa, 1800

- Padaria Ramires Machado R. das Espatódeas, 390

- Rona Bazar e Ferragens

Estr. Retiro da Ponta Grossa, 4501

- Supermercado Muller R. Reinaldo Muller, 313

- Supermercado Sanhudo

Estr. Retiro da Ponta Grossa, 1135

Serraria

- Casa do Pão

Rua Amigos, 304

Tristeza

- ABC Vidraçaria

Av. Wenceslau Escobar, 2966

- Buongiorno

Av. Otto Niemeyer, 1207

- Gelson Lanches

Dr. Armando Barbedo, 300

- Lupel Papelaria

Rua Dr. Armando Barbedo, 332, Loja 4

- Panus & Mangas

Rua Dr. Armando Barbedo, 424

- Tudo Fácil

Av. Wenceslau Escobar, 2666

- Vivaz Moda Íntima

R. Armando Barbedo, 490 loja 101

Vila Nova

- Super Hoffmann

Estr. João Salomoni, 1397

- Tospanne Pães e Doces Av. Vicente Monteggia, 1000


COMUNIDADE COMUNIDADE

Porto Alegre / RS

Abril 2016

3

Zona Sul mobilizada por segurança Nos meses de março e abril, moradores da Zona Sul de Porto Alegre expressaram, através de vários protestos e reuniões, o seu descontentamento com a insegurança pública. A preocupação com o aumento da criminalidade está motivando a organização de entidades e reações de moradores de vários bairros.

Assassinatos impulsionam manifestações pedindo paz e justiça Centenas de pessoas se reuniram para pedir paz e justiça nos bairros Cavalhada e Tristeza no final de março e nas primeiras semanas de abril. As caminhadas, realizadas após assassinatos em ambas as regiões, visavam chamar a atenção dos órgãos de segurança para o medo constante da po-

pulação. No bairro Tristeza, uma manifestação com mais de 200 pessoas pedia mais policiamento ostensivo nas ruas para reduzir a criminalidade. Os manifestantes fizeram caminhada pelas ruas Dr. Pereira Neto, Santa Vitória, Dr. Mário Totta e pela Aveni-

Na Zona Sul, até igreja foi assaltada A noite de 7 de abril foi tensa no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Ipanema. Aproximadamente 20 fiéis e o padre tiveram os pertences roubados por dois indivíduos durante encontro do grupo de orações e ficaram presos em uma sala até os criminosos fugirem.

Movimento Segurança Urgente Zona Sul

Deboche

O “balão símbolo” utilizado em manifestações realizadas no início de abril foi roubado após ser colocado em frente à Igreja Nossa Senhora das Graças, na Tristeza.

da Wenceslau Escobar, alguns dias após um caso de um assassinato ocorrido na região. Na mesma semana, os moradores da Cavalhada se reuniram a amigos e familiares de um jovem de 16 anos, assassinado no dia 18 de março, para realizar A Caminhada pela Paz, à noite, pelas ruas do bairro.

Protesto também em frente à residência do governador

E, na tarde de 10 de abril, foi a vez de moradores da Zona Sul protestarem contra a precariedade da segurança pública em frente ao prédio onde mora o governador José Ivo Sartori, no bairro Cristal. Além de faixas, o grupo utilizou um balão inflável para chamar a atenção para a insegurança pública. Antes, os participantes percorreram cerca de 3 km (com veículos, bicicleta ou a pé), desde o bairro Tristeza, para tentar falar com o governador, mas, apesar dos pedidos, não foram recebidos.

Manifestações prosseguem

Com a comunidade se movimentando, em diversos bairros da Zona Sul, para pedir melhorias na segurança pública, quem deseja participar das atividades para se somar às reivindicações pode integrar ações como a mateada pela segurança, dia 30 de abril (sábado), a partir das 10h, com concentração na Praça Comendador Souza Gomes, a principal do bairro Tristeza. No dia seguinte (1º/05 – domingo), uma passeata terá início às 11h, logo após a missa na Igreja Nossa Senhora Aparecida, em Ipanema, percorrendo ruas do bairro.

Abaixo-assinado é outro recurso Um deles é o do Segurança Urgente Zona Sul, que pretende reunir 50 mil assinaturas a serem apresentadas ao governador. Considerando a insatisfação da população com o aumento da criminalidade, é uma meta que pode ser alcançada.

Outros encontros deste tipo, reivindicando mais segurança, estão sendo programados, com divulgação pela internet. No dia 27 de abril, em assembleia na sede da 1ª Região Tradicionalista, com a participação de órgãos ligados à segurança pública, será lançada a ideia da campanha Reaja Cidadão, apresentada pelo movimento Segurança Urgente Zona Sul (movimento apartidário e impessoal criado em março, após o assassinato do capitão Carlos Norberto na Rua Pereira Neto, na Tristeza). Os objetivos são incentivar a participação da população em protestos e ações e também exigir que o Governo do Estado faça investimentos na área da segurança pública. O grupo também prepara um grande protesto no mês de maio contra o que chamam de “prende e solta”, ou seja, a rápida liberação de criminosos, por parte do Judiciário, após serem presos pela Polícia.

Uso do WhatsApp é uma das estratégias da população As redes de comunicação de vizinhos para trocar informações por meio do WhatsApp, para garantir mais segurança a todo o grupo, estão se espalhando em todos os lugares, e na Zona Sul de Porto Alegre não podia ser diferente. Em pequenos grupos, formados por pessoas que se conhecem e se comunicam frequentemente, alertando sobre eventuais situações de perigo para sua família e para os vizinhos ou algum crime que possa estar sendo cometido no local, as redes que utilizam o WhatsApp trocam informações entre si, aperfeiçoando formas de uso, definindo regras de utilização para garantir a segurança e a confiabilidade dos participantes e sugerindo mudanças para que os outros grupos possam fazer o mesmo, se desejarem.

Um dos projetos que utilizam há mais tempo este tipo de comunicação é o Vizinhança Segura, que foi apresentado, em 20 de abril, em reunião do Fórum Regional de Justiça e Segurança da Região Sul realizada no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora Aparecida (Rua Leme, 441 - Ipanema). A Associação Ipanema Eu Moro Eu Cuido (realizadora do projeto Vizinhança Segura) também está relatando a experiência em reuniões em outros bairros. No dia 15, por exemplo, a presidente Waneza Vieira participou de uma reunião no Guarujá, onde as entidades SAG e Acomazs e grupos de vizinhos estão planejando a implantação de redes de comunicação e estavam interessados em saber como já funciona a rede de vizinhança no bairro Ipanema.

Entidades e comunidades buscam outras alternativas para segurança Diante da insegurança atual, a comunidade se une como pode para encontrar alternativas que ofereçam ao cidadão um pouco mais de tranquilidade. Em março, a Associação dos Moradores do Bairro Ipanema (AMBI) realizou reunião para conversar com vizinhos e empresários da região

sobre um projeto para instalação de câmeras de videomonitoramento no bairro, iniciando diálogo com os representantes dos órgãos de segurança sobre a possibilidade de implantação de um projeto deste tipo. Paralelamente a reuniões de associações e movimentos,

acontecem encontros como os dos Conselhos Escolares, com o objetivo de melhorar as condições nas unidades de ensino. Em março, por exemplo, na Escola Estadual Professores Langendonck, no bairro Guarujá, a primeira reunião do ano já tratou do assunto segurança.

Obras concluídas em parques da Zona Sul Parque Tristezense A chuva do dia 23 de abril adiou a reinauguração oficial do Parque Tristezense à comunidade da Zona Sul de Porto Alegre para 30 de abril, a partir das 14h30, mas os moradores da região já estão aproveitando o espaço revitalizado, na esquina das ruas Professora Cecília Corseuil e Landel de Moura. Nos 6 mil m² da área, foram remodelados o campo de futebol, a pista de caminhada e o recanto infantil e o parque ganhou novos equipamentos, entre eles, academia de ginástica ao ar livre, além de mais bancos e lixeiras. A reivindicação da comunidade da Tristeza e bairros vizinhos foi realizada como obrigação legal do empreendedor proveniente de parcelamento do solo (como contrapartida de um empreendimento na região), com mais de R$ 439 mil investidos e realização da Torke Engenharia.

Parque Guarujá Com os novos equipamentos em pleno uso pela comunidade (incluindo duas academias de ginástica ao ar livre), o Parque Guarujá – Zeno Simon está prestes a ser reinaugurado. A inauguração deve acontecer em um domingo, possivelmente em 15 de maio. A programação da entrega oficial

aos frequentadores ainda está sendo definida, assim como ainda está em análise os pedidos de alterações no projeto, pois alguns deles, como reposicionamento de bancos, podem ser realizados até mesmo antes da reinauguração, caso sejam aprovados. Leia mais em www. jornalecao.com.br

Escola preocupada com segurança dos alunos durante obra de macrodrenagem

Maria Lúcia Debom

A coordenação e as famílias de cerca de 200 crianças e adolescentes atendidos pelo Projeto São Francisco estão preocupado com a segurança dos estudantes que fazem no local a pré-escola ou o turno inverso à escola. Desde que começou a obra de macrodrenagem que objetiva conter os alagamentos históricos no bairro Ponta Grossa, os alunos de 4 a 15 anos passam ao lado do canal da obra em execução. Segunda as Instituição pede troca coordenadoras do projeto, Neli Aperta da proteção simples Fernandes e Nilva Ruivo, em dezembro por uma que foi solicitada a colocação de uma grade efetivamente evite de proteção para evitar quedas de crianpossíveis quedas ças e, no mesmo mês, representantes das crianças do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) estiveram no local para verificar a situação e tomar providências. Até o momento, no entanto, o problema continua sem solução. Foi colocada apenas uma proteção simples, que não impediria a queda de um aluno que escorregue, por exemplo.

50 líderes comunitários recebem homenagem em maio No dia 3 de maio, às 19h, em sessão solene na Câmara Municipal de Porto Alegre, 50 líderes comunitários serão homenageados pelo trabalho realizado em prol de comunidades de diversos locais. A lista ainda não foi divulgada porque os homenageados estão sendo indicados por vereadores e pela Mesa Diretora, autora do projeto. Os nomes serão conhecidos dias antes da homenagem. Como alguns são moradores da Zona Sul de Porto Alegre, O Jornalecão divulgará os nomes, assim que forem anunciados, em www.jornalecao.com.br.


4

SAÚDE e BEM-ESTAR

Porto Alegre / RS

Abril 2016

Ecobarreira começa a funcionar no Arroio Dilúvio

Parceria entre empresa privada e a Prefeitura, com duração de até 5 anos, viabilizou projeto Luciano Lanes / PMPA

Começou a operar, no dia 28 de março, a Ecobarreira do Arroio Dilúvio, uma iniciativa pioneira que visa melhorar a qualidade da água que, através dos arroios, chega até o Guaíba. A Ecobarreira coleta os resíduos sólidos que flutuam em até 20 centímetros de profundidade, tratando, com ajuda de plantas, em um processo natural, um pouco da água antes de se misturar ao lago. O equipamento, instalado na Avenida Ipiranga, entre as avenidas Borges de Medeiros e Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio), retém os resíduos sólidos e o lixo flutuante acumulado nas margens. Com custo de implantação de R$ 250 mil, o projeto da Ecobarreira foi criado por Luiz Carlos Zancanella Júnior, vice-presidente da empresa Safeweb Segurança da Informação Ltda. Sua efetivação foi possibilitada por parceria da Prefeitura de Porto Alegre com as empresas privadas Safeweb e Ecotelhado, que são responsáveis pelo desenvolvimento físico do projeto, enquanto o DMLU retira o lixo e o DEP fiscaliza a operação do equipamento e verifica a coleta de entulhos capturados pela barreira ecológica, em trabalho conjunto com a SMAM. Após um ano de funcionamento, serão realizados ajustes e, após analisar os resultados, o Município definirá se manterá a operação da Ecobarreira ou se a desativará. A experiência também poderá influenciar na sua adoção para recepção e coleta de lixo, podendo ser experimentado também em outros arroios.

No primeiro mês de funcionamento, mais de 13 toneladas de lixo foram recolhidas As ilhas flutuantes são uma forma mais econômica de tratar os canais urbanos poluídos pela mistura de esgoto cloacal e sujeira que escorre com a água da chuva. Seguindo as leis da Biomimética (uma área da ciência que se inspira na natureza para desenvolver funcionalidades úteis aos seres humanos), as Ilhas Flutuantes funcionam como ilhas artificiais elaboradas a partir de materiais descartados, onde são plantadas várias espécies vegetais, que fazem o tratamento da água. Ao longo das ilhas flutuantes, há um pórtico, como se fosse uma “grade”, concentrando o lixo coletado. No primeiro mês de atividade, mais de 13 toneladas de resíduos, entre garrafas PET, madeira e até animais mortos, foram retidos pela ecobarreira e, portanto, impedidos de chegar ao Guaíba. A retirada dos resíduos acontece duas vezes por dia, quando uma equipe do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) iça a gaiola com os detritos recolhidos até a superfície e os encaminha aos locais adequados.

Projeto prevê ciclovia na Ponta Grossa Emenda à Lei Orçamentária prevê projeto para construção de ciclovia na principal via do bairro A pedido da comunidade, o vereador Márcio Bins Ely apresentou uma emenda à Lei Orçamentária Anual (LOA) para elaboração de projeto que visa à implantação de uma ciclovia no bairro Ponta Grossa. O custo previsto para realização do estudo é de R$ 40 mil. A proposta foi aprovada e, assim, mais um passo foi dado em direção à construção de uma via exclusiva para ciclistas na Avenida Principal da Ponta Grossa (até 2015, este trecho era conside-

Cinthya Py / Divulgação PMPA

Ciclofaixas estão em diversos pontos da cidade

rado a parte inicial da Estrada Retiro da Ponta Grossa). A melhoria possibilitará que os moradores da região utilizem

ainda mais a bicicleta como meio de locomoção para trabalhar, fazer compras, passear, etc. Além disso, a faixa exclusiva para ciclistas também favorecerá a redução no número de acidentes, pois a via é estreita e sem calçamento e a bicicleta é um meio de locomoção muito utilizado na região Extremo Sul. A criação de ciclofaixas está prevista na Lei Complementar 626, de 2009, que estabelece o Plano Diretor Cicloviário, no Anexo II.


EVENTOS EVENTOS Floricultura realiza Feira do Dia das Mães

Nos dias 7 e 8 de maio (sábado e domingo), das 8h às 19h, artesãos da Zona Sul de Porto Alegre participam de uma exposição de artesanato, cerâmica, chocolate, pachwork, tecidos, arranjos, buquês, cartões, cestas, decorações e muito mais. No dia 8 de maio (Dia das Mães), as 50 primeiras mães a participar ganharão um presente, desde que cheguem ao local acompanhadas de seu(s) filho(s). O evento será realizado na Avenida da Serraria, 159, na sede da Floricultura Rainha das Flores, responsável pela organização da promoção.

Mais informações pelos telefones 3094-4659 e 9861-7657 (com Leda Lopes) ou ainda em www.floriculturarainhadasflores.com.br

Santuário em reforma para Festa de Santa Rita Gustavo Cruz / O Jornalecão

Nova cor substituiu o branco

O Santuário de Santa Rita de Cássia, situado na Avenida Guarujá, 303, na Zona Sul de Porto Alegre, desde março passa por reformas. A igreja está recebendo nova pintura e outras melhorias, como a troca de vitrais, a troca do piso, do forro e da escadaria, além de restauração na torre e três novos presbitérios (espaços junto ao altar). As obras foram possibilitadas por doações e pelo dízimo dos fiéis e serão concluídas a tempo da 56ª Festa do Santuário Santa Rita de Cássia.

Homenagens a partir de 12 de maio; procissão marcada para dia 15 As homenagens à Santa Rita iniciam na noite de 12 de maio, às 20h30, com a primeira missa do tríduo, com o tema “Obras de misericórdia corporais”. Nas noites seguintes, os assuntos serão: “Obras de misericórdia espirituais” (13/05, às 20h30) e “Santa Rita e o Jubileu da Misericórdia” (14/05, às 18h30). O domingo, dia 15, está reservado para a principal atividade, a procissão na qual os fiéis acompanham a imagem da santa por cerca de 3 quilômetros, desde o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Ipanema, até o bairro Guarujá. A primeira atividade será realizada às 8h: missa no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Ipanema. A romaria tem início logo depois, sendo finalizada antes das 10h, horário de início da missa campal, em frente ao Santuário de Santa Rita, com D. Aparecido Donizeti de Souza. Durante o dia, diversas missas (12h, 13h, 14h, 15h, 16h, 17h, 18h e 19h) e outras atividades (como almoço – galeto e mocotó, além de chá, tortas, pastéis e lanches, à tarde) dão prosseguimento às homenagens. No Dia de Santa Rita (22 de maio, domingo), o encerramento dos festejos acontece com missas, de hora em hora, em diversos horários (com início das 8h às 19h), além de galeto, às 12h, lanches e chá, à tarde. No dia anterior (21/05 - sábado), missas às 15h e às 17h. Mais informações: (51) 3248-4010.

Porto Alegre / RS

Abril 2016

5

Maio começa com eventos na orla de Ipanema Eventos e atividades paralelas, simultaneamente, no dia 1º Dois eventos mensais que acontecem na Avenida Guaíba, junto à praia de Ipanema, estão agendados para o feriado de 1º de maio (domingo). Como os dois são realizados a duas quadras de distância, será possível aos frequentadores conferir (e comprar) produtos de um maior número de expositores e ainda participar de atividades paralelas gratuitas. Confira a seguir algumas informações.

Brique de Ipanema 1º de maio – domingo - Das 10h às 17h Av. Guaíba, entre Rua das Laranjeiras e Av. Jardim. Mais de 40 expositores de artesanato, antiguidades, alimentos funcionais e artes visuais da Zona Sul de Porto Alegre, além de atividades paralelas, divulgadas em www.facebook.com/briquedeipanema

Orla Vive – Especial Mães 1º de maio – domingo - Das 12h às 18h Esquina da Avenida Guaíba com Rua Leblon, junto ao Travessia Café e Crepe. Inclui o Bazar de Ipanema, com dezenas de expositores de artesanato e confecção local, atrações musicais e piquenique na orla. Informações no Facebook, em Orla Vive - Bazar Ipanema/RS.


6

Espaço Vida Saudável sedia 21ª Confraria do Clube de Vantagens Gustavo Cruz / O Jornalecão

Juliana Paz também deu dicas para uma vida mais saudável

A noite de 4 de abril foi de realização da 21ª Confraria do Clube de Vantagens Zona Sul. Foi a ocasião perfeita para que os integrantes do grupo de empresários e profissionais liberais que estão demonstrando na prática como fazer bons negócios e oferecer vantagens aos clientes pudessem conhecer o Espaço Vida Saudável, sediado na Avenida da Serraria, 609 - loja 6 (fone 8118-1976).

Além de apresentar o espaço, Juliana Paz destacou produtos e sorteou brindes A anfitriã do evento, Juliana Paz, preparou uma série de atividades para os presentes, começando com a apresentação de todos os produtos da Herba-

life. Degustação de salgados, chás, miniflans e espetinhos de frutas (todos feitos com os produtos) também fez parte da programação, que contou ainda

com sorteios e também avaliação de biopedência, possibilitando aos participantes saber como está sua saúde, peso, percentual de gordura, etc.

Produtores de filme universitário também participaram Estudantes da disciplina de Processo Criativo, do 1º semestre de Publicidade e Propaganda da ESPM-Sul (Escola Superior de Propaganda e Marketing), participaram da Confraria para divulgar a produção de um filme curta-metragem, produzido pelos próprios alunos, que será baseado em contos do livro “Os dragões não conhecem o paraíso”, de Caio Fernando Abreu.

Gustavo Cruz / O Jornalecão

Alunos de Publicidade e Propaganda apresentaram projeto na Confraria

Para executar o projeto de forma profissional e com o objetivo de concorrer em festivais, o grupo de estudantes está captando recursos com apoiadores e patrocinadores. Mais informações com iMagine Productions: 9945-6087 (Leonardo) e 9120-1840 (Natasha).


7

Bernardes & Prati Advogados Associados agora em novo endereço O escritório de advocacia Bernardes & Prati Advogados Associados inaugura seu novo espaço de trabalho e atendimento aos clientes no mês de maio de 2016. Agora localizado na Rua Vigário José Inácio, 547, sala 1405, no Centro de Porto Alegre, o escritório conta com ampla sala de espera , sala de reuniões, espaço para atendimento e 5 advogados que atuam nas áreas trabalhista, cível, família, tributário e previdenciária. As advogadas e sócias do escritório Karina Bernardes e Fernanda Prati contam que a ampliação da estrutura ocorreu em razão da necessidade de oferecer mais conforto nos atendimentos e pelo crescimento no número de colaboradores à disposição e poder assim abranger mais áreas de atuação. Os profissionais já estão atendendo no novo endereço. Mais informações podem ser obtidas por e-mail (contato@bernardeseprati. adv.br) ou pelo telefone do escritório: 3226-0117.

Confira algumas dicas para uma alimentação mais saudável:

Divulgação

visualletras@visualletras.com.br

Equipe da Bernardes & Prati Advogados Associados

Bem-vinda, Valentina!

Arquivo Pessoal

whatcanipaint.com

Comer devagar – ao triturar o alimento com os dentes, você facilita e agiliza a digestão Menos açúcar – diminua o consumo de açúcar e de calorias vazias (exemplos: balas, doces e álcool), que não contribuem com nutrientes benéficos para o organismo Diminuir a carne – devem ser evitados, principalmente, os cortes mais gordos (com grande quantidade de gordura saturada) Preferir os sucos – troque o refrigerante (rico em açúcares) por suco natural Mais atividade física – Praticar atividade física gera melhorias como bom humor, mais energia e ainda reduz o risco de doenças Sem sal – diminua a quantidade de sal, pois este provoca acúmulo de líquidos, tornando o metabolismo mais lento, favorecendo o aumento de peso e até a hipertensão Mais frutas, legumes e verduras – alimentos essenciais para a nutrição Evite refinados – eles dificultam a metabolização porque são pobres em nutrientes Juliana Paz - Coach do Bem Estar Consultora Independente Herbalife Fone: 8118-1976

Nasceu no dia 22 de abril, às 6h53, no Hospital Moinhos de Vento, mais uma moradora da Zona Sul de Porto Alegre. Valentina Dutra da Rosa é filha de Tiago Rosa e Kely Dutra, da Kely Hair Company. Parabéns papai e mamãe!


EDUCAÇÃO e e CULTURA CULTURA EDUCAÇÃO

8

Voluntários fazem mutirão na escola Odila Gay da Fonseca Com dificuldades devido ao atraso de meses no repasse de verbas, a Escola Estadual Odila Gay da Fonseca (sediada em Ipanema, na esquina das avenidas Tramandaí e Osvaldo Gonçalves Cruz) está contando com a ajuda da comunidade escolar para fazer a limpeza e a manutenção e a alternativa encontrada, desde março, é a realização de mutirões, com arrecadação de material doado pelos próprios voluntários: professores, funcionários, estudantes, familiares e amigos. No segundo mutirão, dia 16 de abril, foram realizadas ações como: pintura das salas de aula, colocação de novas cortinas, corte de grama e limpeza.

Abril 2016

Narciso X Comunidade Por Marcia Morales Salis - gestora cultural - marcia_ms@msn.com

Guilherme Cruz / O Jornalecão

Comunidade se uniu para ajudar

Para não ficar na dependência das verbas atrasadas e ainda sem previsão de repasse por parte do Governo do Estado (que ainda não sinalizou uma data para destinar para a escola os valores relativos aos meses atrasados), a direção e o Círculo de Pais e Mestres

Professores e alunos da Zona Sul pedem respeito No dia 8 de abril, foi realizado abraço simbólico à Escola Padre Reus, na Tristeza. O dia de seguinte foi de aula ao ar livre, na Praça Chuí, onde alunos se encontraram com estudantes de outras escolas da Zona Sul de Porto Alegre. À noite, foi realizada ainda uma caminhada luminosa. E, para arrecadar recursos, foi realizado um brechó, no dia 13 de abril, na Praça Comendador Souza Gomes, no bairro Tristeza,com toda a receita destinada aos professores que estão enfrentando dificuldades devido aos parcelamentos de salários por parte do governo estadual.

Oficina de teatro gratuita na Usina do Gasômetro

O grupo Cambada do Teatro oferece, até junho, aulas teatrais gratuitas na Usina do Gasômetro, de terça à sexta, das 19h às 22h. Programadas para jovens (a partir de 13 anos) e adultos, as atividades consistem em jogos dramáticos, exercícios de expressão corporal e improvisação. Mais informações: levantafavela@hotmail.com e (51) 3276-1093 e (51) 9111-1083.

Porto Alegre / RS

Divulgação

Danielle Rosa é coordenadora das atividades

(CPM) já estão preparando o terceiro mutirão, para o mês de maio. A expectativa é de que cada vez somem-se mais voluntários, entre eles, vizinhos, empresários da região e ex-alunos da escola. Participe! Informações pelo fone e WhatsApp (51) 9645-7449.

Zona Sul ganhará nova biblioteca comunitária O Centro Comunitário de Desenvolvimento da Tristeza, Pedra Redonda, Vilas Conceição e Assunção (CCD) inaugurará, em breve, uma biblioteca comunitária, em sua sede no bairro Tristeza (Rua Landel de Moura, 430). Duas associadas, Delta Henriques e Deisi Teixeira, prepararam grande parte da biblioteca. Segundo Jacqueline Custódio, presidente do CCD, os integrantes da entidade serão responsáveis por definir como funcionará o novo espaço e a data de sua abertura ao público. Mais informações: www.facebook.com/ccdtristeza

Tentando compreender a atualidade, leio em “O declínio do homem público”, de Richard Sennett (2014), sobre o “narcisismo”, quando o autor se refere aos princípios que regem uma “sociedade intimista” como a nossa, cuja característica principal está relacionada à “valorização da comunidade”. Em uma passagem do livro, Sennett nos recorda que o narcisismo “é a busca da gratificação do eu que ao mesmo tempo evita que tal gratificação ocorra, [...] uma possibilidade de caráter para qualquer pessoa”. Assim, se nos acostumamos a idealizar o que queremos e que irá servir aos nossos interesses e também aquilo que não queremos ou não nos serve, somos motivados a “testar a realidade”. Se uma comunidade é também uma identidade coletiva, com pessoas que se abrem emocionalmente umas às outras por acreditar que esta abertura cria uma espécie de “tecido” que as mantêm unidas em um “laço social” (ainda que, de modo não tão diferente do que acontecia no século XVIII, “onde aquilo que as pessoas compartilhavam eram disfarces e máscaras”), vamos nos agrupando a partir do sentimento comum de construção coletiva de algum projeto, ou porque houve uma ameaça a alguma conquista nossa - outro exemplo significativo. Isto, porque, quando acontece de pessoas ou grupos se sentirem ameaçados em suas conquistas, principalmente, “nos períodos em que a vida pública está em erosão”, parece evidente que a origem dos fenômenos formadores desses grupos pode estar no fato de que o engajamento desses indivíduos - motivados a “testar a realidade” - tem a ver com os seus próprios comportamentos de “purificação”, “rejeição” ou “castigo”... que nada mais é do que a “exclusão” daqueles que não são mais comuns ou afins. E pode ser justamente neles - os excluídos, os diferentes de nós - que projetamos a nossa própria responsabilidade - aquela mesma do negligente Narciso. Mas, enfim... lendo, vivendo e aprendendo.

Copa Rio-Grandense: finais do 1º turno em maio

A chuva nos finais de semana não tem ajudado e causou o adiamento de algumas rodadas, mas se, desta vez, não atrapalhar, as fases decisivas da Copa Rio-Grandense de Futebol Amador (realizada no Lami, Zona Sul de Porto Alegre), devem acontecer antes do final de maio, assim como o início do 2º turno. A previsão é das quartas de final no dia 7 de maio, com as semifinais no sábado seguinte, 14/05, e a final do 1º turno, que garante ao vencedor uma vaga na final da competição, dia 21. Assim, se “São Pedro colaborar”, dia 28, voltam a campo, para a disputa do 2º turno, as 12 equipes parti-

cipantes do campeonato. Mas, antes, ainda restam dois jogos para encerrar a fase classificatória do 1º turno. Cinco equipes já estão classificadas para os jogos eliminatórios (Bukaneros, HL, Holanda, Imperial e Ta Noix). A definição das outras três vagas e os confrontos da próxima fase dependem dos resultados das partidas do dia 30 de abril: Vitória x Gedeon (14h) e Dinamite x Montana (16h30). Leia mais, assista aos vídeos e veja as fotos em

www.copariograndense.com.br e www.facebook.com/coparg2016


VARIEDADES

Porto Alegre / RS

Abril 2016

9

Previsões para Maio 2016 ÁRIES – Ideias, planos, objetivos... Tudo parece difícil de andar para frente. Não é o momento de agir impulsivamente. Reveja os planos e ideias e procure uma saída criativa. O primeiro passo é vencer os limites interiores que sabotam as atitudes positivas.

LEÃO – Uma sensação de segurança e conforto da alma invade os(as) nativos(as) deste signo. Período de reflexão sobre o passado, visando uma melhor forma de viver o aqui e agora.

SAGITÁRIO – Pare, pense e tenha paciência de recomeçar. O alvo ficou mais longe, mas ainda está lá. Talvez o arco ou a flecha tenham que ser ajustados. Olhe mais para dentro de si mesmo e reflita sobre as suas atitudes.

TOURO – Período de aproveitar a tranquilidade do lar. O Sol neste signo, juntamente com a Lua nova do dia 06/05, trazem tranquilidade para o aniversário dos taurinos e das taurinas. Aproveitem ao máximo as boas sensações para recarregar as baterias.

VIRGEM – A partir do dia 23/05, a mente clareia e a comunicação melhora. Evite a tensão interior deixando de criar problemas inexistentes. A perfeição não é típica do ser humano.

CAPRICÓRNIO – Não fique como um ermitão. Leve o seu conhecimento a quem pode progredir com ele. Tenha fé e confiança em quem pode ir adiante. Leve luz ao invés de pessimismo. Você sabe como agir para construir algo sólido.

GÊMEOS – Momento pede calma e quietude para os geminianos. Criatividade e concentração ajudarão a superar as dificuldades deste período.

LIBRA – Período de muita sensibilidade e sensação de segurança interior. Procure levar a paz e a harmonia para quem necessita destes sentimentos.

CÂNCER – Durante este mês, os(as) nativos(as) de Câncer experimentarão uma certa rebeldia em relação às atitudes e maneiras de ser. Cuidado com os mal entendidos. Melhor é falar o menos possível.

ESCORPIÃO – Procure vencer a descrença e a amargura frente à atual situação. Não é o momento de se entregar. Busque aquela força de reação tão típica deste signo. Cuide de você mesmo.

AQUÁRIO – Não adianta ficar nervoso com os sentimentos que parecem indomáveis. Não raciocine, não pense e nem fale. Apenas sinta e ouça a voz interior. Se quiser, você pode e deve chorar.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

PEIXES – Preste muita atenção às finanças. Procure não entrar em dívidas neste período. Espere até o final de junho para investir nos seus planos. Há algo oculto que pode trazer prejuízos.

QUADRINHOS TURMA DO GUAÍBA

Por Jean Pico

CAMINHADA NA ORLA

Por Jorginho


PROCUR CUREI, EI, ACH ACHEI EI PRO

10

CLASSIFICADOS CLASSIFICADOS ADVOGADOS

CHAVEIRO

LANCHES

PET SHOP

ELETRICISTA

FARMÁCIA

LAVAGEM PODOLOGIA

CONSTRUÇÃO E REFORMA

AULA PARTICULAR Auxílio ao Tema / Acompanhamento Escolar - Leciona-se Ensino Básico e Ensino Médio, Concursos e Supletivo. Também a domicílio. Tratar: 9682.0529 (vivo) / 9817-0525 (oi).

Chame o vizinho! Pequenos consertos e outros serviços (elétrica, hidráulica, pintura, etc). Profissional experiente. Dagoberto. Fone: 9716.6479.

LOJAS

GÁS

CONTROLE REMOTO

AULAS DE GUITARRA

RELIGIÃO ELETRICISTA

INFORMÁTICA

Técnico Eletricista João Batista (Eletricista SENAC) - Residencial e Comercial. Orçamento sem compromisso. Fones: 8194-1635/8682-0401.

FOTÓGRAFO

BICICLETAS

MÁQUINAS

REFORMAS

Vendo máquinas de costura: uma reta semi-industrial, para tecido pesado – R$ 300,00 / uma Singer zinguezague, 220 volts – R$ 250,00. Fones: 8460-3350 (Oi) e 9944-1505 (Vivo).

MÓVEIS RELOJOARIA

IMÓVEIS

Relojoaria Homero - Consertos de Relógio de pulso, parede, mesa e eletrônicos. Conserto e fabricação de jóias. R. Dr. Armando Barbedo, 338 - Tristeza. Fone: 3312.6878.

Vende-se casa c/ terreno 415m²: Desocupada, lado do futuro Bourbon ipanema. Rua Ladislau Neto, ótima localização. R$ 400 mil. F: 3248-1782 / 9952-3920. Vende-se terreno na Ponta Grossa (10m x 30m), direto com proprietário. R$ 45 mil à vista. Ligue já: 99253671. Vendo sítio em Itapuã (20m x 50m), por R$ 50 mil. Fone: 9859-6790. Vendo terreno em Itapuã (10m x 50m), por R$ 25 mil. Fone: 98596790.

BRIK

Vendo terreno (10m x 30m), próximo ao clube Lajeado. R$ 55 mil. Tratar: 9859-6790.

Brik - Compra e venda de móveis novos e usados. Rua Argemiro Ogando Correia, 302 - Serraria. Fones: 32640593 / 8459-2841.

VIDRAÇARIA

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIOS Trabalhamos com kit de Semijóias consignado. Ótima qualidade, com 1 ano de garantia. Quer uma renda extra? Ligue: 8119.4485 (tim) / 9817.0525 (oi).

Revenda Avon - Lucro e prêmios exclusivos em todas as campanhas. Fale comigo - Simone Fermiano. Fone: 3228-3993 / 9749-2418 / 83575618. Av. Serraria, 1844 - sala 05.

INFORMÁTICA

Vendo brechó com mais de 5 mil peças, araras, espelhos, trocador, vestuário completo. Superpromoção: R$ 3 mil. Contatos: 8564-8471.

Vendo netbook, 7 polegadas, Windows Starter, com teclado alemão – R$ 300,00. Fones: 8460-3350 (Oi) e 9944-1505 (Vivo).

Vendo máquinas de costura: 1 reta industrial (R$ 700,00), 1 galoneira semi-industrial (R$ 500,00) e 1 overloque semi-industrial (R$ 500,00). Ligue: 8564-8471.

TRANSPORTE


Cantinho do Auxílio Jurídico Aurora Cristina Cecatto (consultora jurídica) - edaraujo@via-rs.net

Pensão Alimentícia II Para as Futuras Mamães

As mulheres grávidas também têm a legitimidade para propor a ação de alimentos, esse fato denominase alimentos gravídicos. É um direito de a futura mamãe buscar o auxílio financeiro de seu companheiro, que, muitas vezes, a abandona por se tratar de uma gravidez inesperada. Alimentos gravídicos é a pensão que cobre as despesas do período de gravidez e que sejam dela decorrentes, da concepção ao parto, inclusive alimentação especial, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas indispensáveis, a juízo do médico, além de outras que o juiz considere pertinentes. Assim, é assegurada uma gestação saudável e segura. Para ter direito aos alimentos gravídicos, a gestante deve indicar as razões em que a gravidez ocorreu e convencer, sobre a paternidade alegada, o juiz, que fixará os alimentos até o nascimento da criança. Não há a necessidade de casamento ou união estável entre as partes, basta ter indícios de paternidade. Através dos indícios de paternidade, caberá ao juiz determinar a fixação dos alimentos gravídicos. Ambos serão válidos até o nascimento da criança, quando serão convertidos em pensão de alimentos independentemente do reconhecimento da paternidade. Com os alimentos gravídicos convertidos em pensão alimentícia, as partes poderão solicitar uma revisão da pensão fixada. O suposto pai poderá também pleitear exoneração, caso declarar mediante prova pericial que o recém-nascido não é seu filho. Por fim, é garantido à futura mamãe o direito ao amparo sobre as dificuldades que passar na sua gestação. Também será sempre aplicado o princípio da dignidade humana, trazido pela Constituição Federal. Como estamos chegando ao mês das Mães, o escritório de Advocacia Cecatto e Araujo Advogados deseja às mamães um Feliz Dia das Mães! Para mais informações ou outras dúvidas judiciais, estamos à disposição dos leitores de O Jornalecão. Cecatto & Araujo Advogados

Rua Paulo Derly Strehl, 101(Ao lado do Zaffari da Juca Batista) Contatos: 3286-1192 / 8433-4922 WhatsApp para informações imediatas: 9808 4922 E-mail: edaraujo@via-rs.net

Cris Haensel

OPINIÃO

Que momento é este? Cleiton Freitas vereador de Porto Alegre e delegado de Polícia

Está difícil acharmos algo positivo para falar. É crise para todo lado, em todas as questões, de diferentes níveis. Do financeiro ao ético. Do moral ao estético. Onde perdemos nossas referenciais para chegarmos neste ponto? Desde muito tempo se fala que educação é o único meio de resgatar cidadania e possibilitar um protagonismo, no qual cada um possa fugir da tentação de se tornar massa de manobra. Hoje, não mais, como antigamente, para questões políticas, mas sim para alimentar esta sociedade consumista e superficial, ingressando em um mundo artificial que cede às tentações que o submundo do tráfico oferece e a sua total falta de valores e princípios. Concordo com o ex-presidente uruguaio quando diz “em casa se aprende a: cumprimentar, agradecer, ser limpo, honesto, correto, pontual, ser solidário, respeitar os semelhantes, mastigar com a boca fechada, não roubar, não mentir, cuidar das suas coisas e das dos outros, ser organizado. Na escola se aprende: matemática, português, ciências, geografia e reforço aos valores que nossos pais ensinaram”. Valores e princípios são as referências que nós, humanos, precisamos para buscar informações suficientes e necessárias para traçar nossos objetivos e focos para a vida. Pensemos que desde uma simples escolha até importantes decisões são influenciadas pelo nosso nível de informação/formação e é isto que buscamos com a escolarização. Para esta escolarização efetiva, precisamos de professores estimulados e atualizados, democratização do acesso e permanência na escola, universalização do ensino, atualização dos meios e métodos, modernização de técnicas e recursos. A escola de tempo integral é a melhor alternativa para tirarmos nossas crianças das ruas, da exposição ao caos urbano e a vulnerabilidade que esta guerra urbana está nos submetendo e, assim, investirmos na formação do ser bem mais humano.

Porto Alegre / RS

Abril 2016

11

Dicas Imobiliárias Por Simone Carvalho simone.carvalho@lfsul.com.br

Passo a passo para escolha do primeiro imóvel Comprar um imóvel não é uma tarefa muito fácil: é preciso um bom planejamento. Irei passar algumas dicas para organizar a compra do seu imóvel. Primeiro passo é definir quanto você terá de entrada e até quanto poderá financiar junto ao agente financeiro. Deixe seu financiamento pré-aprovado e terá a certeza de que, quando encontrar o imóvel, poderá comprá-lo, porque estará dentro do seu orçamento. Gosto de salientar que o prazo do financiamento é até 35 anos, então, você terá atenção para a parcela mensal, que deverá ficar em torno de 30% do seu salário mensal. Definidos os valores de entrada e financiamento, é necessário escolher a localização, o tipo de imóvel (casa ou apartamento), se será novo ou usado, o número de quartos e garagens e a metragem. Com a definição acima, vamos ver se a realidade financeira estará de acordo com o que pretende adquirir... Às vezes, idealizamos um lugar para morar, mas, por ser uma zona mais valorizada, o imóvel se torna mais caro. Pode-se verificar no bairro vizinho o imóvel nas mesmas condições e assim comprar... Além dos cuidados com a documentação que o seu corretor deverá orientar, você terá que ter uma reserva para pagamento das taxas, como ITBI, Registro de Imóveis, Despesas do Agente financeiro... tenha, sempre, no mínimo, 4% do valor do imóvel guardados para estas despesas. Fico à disposição para maiores esclarecimentos pelos fones: 3026-8102 e 9132-7920. E-mail: atendimento@lfsul.com.br. LF SUL Corretora de Imóveis - Empresa familiar há mais de 40 anos no ramo imobiliário


O JORNAL DO NOSSO BAIRRO

12

Atestamos que a tiragem da edição de Abril/2016 é de 10 mil exemplares

Abril 2016 - Porto Alegre/RS - Ano 29 - Nº 247 - 3737.1378 - 8403.6513 - jornaljornalecao@gmail.com - www.jornalecao.com.br

Por Janete da Rocha Machado - Historiadora e professora

As origens de Ipanema: o Passo do Capivara e a Fazenda de Juca Batista

Acervo da família

Durante muitos anos, o Arroio Capivara serviu como demarcador das terras dos primeiros estancieiros, região onde hoje se encontram alguns bairros da Zona Sul. As águas do arroio faziam fronteira entre as escassas fazendas e o Guaíba. O Arroio Capivara serviu, durante muitos anos, à população local, ajudando a desenvolver a economia da Zona Sul da cidade. As águas, provenientes de fontes da Vila Nova e de Belém Velho, eram utilizadas para irrigar a plantação e dar de beber ao gado leiteiro. Entre as poucas fazendas existentes no local onde hoje é o bairro Ipanema, encontrava-se a chácara de João Batista de Magalhães - mais conhecido por Juca Batista -, símbolo de prosperidade e opulência na região. Acervo da família

Juca Batista (à direita e no detalhe) era um dos veranistas de Ipanema

Juca Batista: o grande pioneiro da Zona Sul

De origem portuguesa, Juca Batista, juntamente com sua esposa, Otília Flores de Magalhães, empreendeu nos cerca de 80 hectares deixados por seu pai um império fundamentado no trabalho e na ajuda ao próximo. Nascido no século 19, Juca soube aproveitar a prodigiosa natureza da região, desenvolvendo a plantação de árvores frutíferas e a criação de gado leiteiro. A extensão de suas terras abrangia desde o Belém Velho até o atual bairro Ipanema. Sua residência ficava nas imediações da avenida que hoje leva seu nome - estrada que, no passado, apesar do chão batido, era a única possibilidade de deslocamento entre o Centro e a Zona Sul da cidade. Também eram limites de suas terras, a Lomba do Capitão Alexandre, atualmente conhecida por Avenida da Cavalhada, e as terras de Bernardo Dreher, onde hoje estão os bairros Pedra Redonda e Jardim Isabel e o Morro do Osso. Por muitos anos, Juca Batista empreendeu ações em prol da comunidade carente, tanto de sua região como nas vizinhanças. Deslocando-se, de barco, pelo rio, fornecia produtos oriundos de sua fazenda a outras regiões da cidade. Em 1896, presenteou aos pioneiros colo-

D I S T R I B U I Ç Ã O

nos italianos da Vila Nova com as primeiras mudas de árvores frutíferas e verduras. Desenvolvia seu lado filantrópico através do trabalho social com algumas instituições de caridade, entre elas a Santa Casa de Misericórdia, o Pão dos Pobres e o Asilo Padre Cacique. Em plena Primeira Guerra Mundial, diante da crise e do racionamento de alimentos, Juca Batista entregava ranchos aos pobres das vizinhanças. Em 1917, teria recebido do Exército Brasileiro uma faca de ouro gravada com agradecimentos e permitido a utilização da beira do rio, parte integrante de sua propriedade, para os soldados em treinamento militar. Anos depois, na beira da praia, as terras de Juca Batista transformaram-se no Balneário Juca Batista. Juca Batista foi ainda fundador da primeira casa comercial no bairro, a “Ferragem Juca Batista”, possibilitando aos moradores locais o acesso a diversificados produtos. Inaugurada em 1878, a antiga casa de campanha era o local onde se podia comprar de tudo: desde o alfinete até alimentos perecíveis como açúcar e o café. Era um estabelecimento típico de “secos e molhados”, onde a população local recorria sempre que necessitava. Juca Batista doou uma parte de suas terras para a construção do cemitério da Vila Nova. Anos mais tarde, ele cedeu outro lote para edificação da escola hoje denominada Escola Estadual Odila Gay da Fonseca, em Ipanema. Hoje, o nome de Juca Batista é lembrado em avenida e linha de ônibus, que liga Ipanema ao Centro de Porto Alegre, uma forma de homenagear aquele que foi o grande pioneiro da Zona Sul.

G R A T U I T A

Profile for O Jornalecão

O Jornalecão (Abril/ 2016) - Edição 247  

O Jornalecão - Jornal de Bairro da Zona Sul de Porto Alegre/RS - Brasil

O Jornalecão (Abril/ 2016) - Edição 247  

O Jornalecão - Jornal de Bairro da Zona Sul de Porto Alegre/RS - Brasil

Advertisement