Issuu on Google+

MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 TERÇA-FEIRA

ANO 18 NÚMERO 388 R$ 1,50 1,5

www.j2011.com.br

Exemplar de Assinante

O Jornal

Lei Rouanet “cancela” turnê de 80 anos de João Gilberto

Adriano Gabiru vai reforçar o CSA no Campeonato Alagoano de 2012

A13

B1

ALE REAGE

Nenhum deputado é afastado Mesmo com decisão judicial, parlamentares editam decreto que mantém nos cargos João Beltrão e Cícero Ferro

A2

INTERDIÇÃO

Entram em vigor as novas regras para atendimento

Militares são transferidos de presídio da PM para complexo

A Agência Nacional de Saúde (ANS) determinou redução no prazo para que os planos de saúde atendam seus usuários em diversos procedimentos. Ficou decidido que os clientes não poderão esperar mais de sete dias úteis por A4 E A9 uma consulta.

Dezoito PMs que estavam no Presídio Militar foram transferidos para o Baldomero Cavalcanti, no complexo prisional, por ordem do juiz José Braga Neto, das Execuções Penais. O presídio foi interditado pelo Conselho Estadual de Segurança.

Yvette Moura

PLANOS DE SAÚDE

Antes da transferência, PMs fizeram exames no IML

REVISTA

HEMOAL

Bope encontra 26 telefones celulares no Baldomero

EMPREGO

Divulgação

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) faz hoje, das 7h às 16h, coleta de sangue no Calçadão do Comércio. A campanha tem o objetivo de reforçar o estoque de sangue do hemocentro para atender à demanda de transfusões que sempre aumentam nos períodos de festas. O estoque de sangue do Hemoal está hoje abaixo do limite mínimo.

Quantidade de celulares apreendidos impressionou os policiais

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada esta semana comprovou que o comércio brasileiro vive um momento de pleno emprego. Com as vendas em alta, o setor contratou mais e os salários dos trabalhadores temporários estão 30% maiores em relação ao ano passado. A8

NO CENTRO

SDS desmente arrastão, mas vai reforçar policiamento

Dário Cesar se reuniu com lojistas e prometeu mais policiais para o Centro

COTAÇÕES DÓLAR (COMPRA)..................................1.8630 DÓLAR (VENDA)....................................1.8650 POUPANÇA..........................................0,5735

Yvette Moura

PRISÕES Cinco homens acusados de envolvimento em assaltos a bancos no Estado foram presos, ontem, por policiais civis, em cumprimento a mandados de prisões expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital. Outros três suspeitos deveriam ser presos A10 durante esta madrugada.

Uma revista no Presídio Baldomero Cavalcanti mostrou que os presos estavam armados e bem informados. Foram apreendidos 26 telefones celulares e acessórios para os aparelhos, além de espetos de ferro, facas e facões artesaA9 nais.

EURO (COMPRA)....................................2.4239 EURO (VENDA)......................................2.4251

MARÉS 05h47.............0.4 11h51.............1.7

18h09.............0.4

FASES DA LUA NOVA.........27/12..12h22

CHEIA.........12/12..16h38

CRESCENTE..05/12..21h25

MINGUANTE..19/12..10h30

Mesmo assegurando que não houve arrastão domingo, no centro de Maceió, o secretário de Defesa Social, coronel Dário Cesar, se reuniu com representantes de entidades do Comércio e garantiu que haverá reforço no A10 policiamento. A SSINATURAS : 82 4009.1919 CLASSIFICADOS : 82 4009.1930

P UBLICIDADE : 82 4009.1961 PABX : 82 4009.1900


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A2

Política

www.j2011.com.br politica@ojornal-al.com.br

CONFRONTO

PautaGeral Da Redação pautageral@ojornal-al.com.br

Eu fico

A

o saber que Arthur Lira pode ser afastado do mandato de deputado federal, o secretário estadual de Saúde, Alexandre Toledo, afirmou que não estava com planos de assumir o cargo de sair da Sesau neste momento de insegurança jurídica, já que é o primeiro suplente. Com isso, o mandato deve ficar com o ex-deputado João Caldas.

Queimado Entre os mais próximos assessores do governador Teotonio Vilela Filho, os elogios ao secretário de Defesa Social, Dário Cesar, cessaram. Ele foi apontado como inoperante, ao não ter tomado providências quando o primeiro ônibus foi queimado pelo PCC. Dali se criou o clima de pânico e aflição.

Só conversa

Exclusividade

Frase de um empresário que participou da reunião com a cúpula da Defesa Social de Alagoas para falar da onda de arrastões e tentar montar um esquema de segurança: “Não me convenceram. Vou seguir com medo”.

A operação policial que culminou com a prisão de assaltantes em Cruz das Almas foi acompanhada com exclusividade pelo site j2011. Este tem sido um dos diferenciais do novo portal do Sistema Jornal. Estar sempre onde a notícia acontece.

Animação O deputado Ricardo Nezinho anda sorrindo à toa. Sua iniciativa de criar a região metropolitana do Agreste terminou dando frutos. O deputado Sérgio Toledo conseguiu aprovar a região do Vale do Paraíba, e o deputado Jefferson Morais assegurou a região da Zona da Mata.

Recado

Assembleia não aceita nenhum afastamento Agência Câmara

Deputados aprovam decreto legislativo que impede efeitos de decisão contra alvos da Taturana THIAGO GOMES politica@ojornal-al.com.br

C

om base em um parecer da Procuradoria-Geral, a Assembleia Legislativa baixou um decreto ontem em que protege o mandato dos deputados Cícero Ferro (PMN) e João Beltrão (PRTB). Os dois foram alvo de decisão do juiz Helestron Costa, da 17ª Vara da Fazenda Pública, proferida na sexta-feira da semana passada, e deveriam ser afastados do mandato imediatamente por estarem entre os investigados na Operação Taturana, em 2007, que revelou um esquema de desvio de mais de R$ 300 milhões do Poder Legislativo. Assim que foi informado da decisão, o magistrado afirmou que o decreto é inconstitucional e que a sua decisão fica mantida. Além disso, Helestron

Plenário foi convocado em cima da hora pelo presidente Fernando Toledo para votar decreto; só dois foram contrários

Costa ainda preparava nova sentença, no final da noite de ontem, em que atingia outros réus do mesmo processo. Ele afirmou que ainda não havia sido informado oficialmente sobre a determinação da Mesa Diretora do Legislativo em não cumprir a ordem judicial e que iria aguardar o comunicado. Entretanto, adiantou que a decisão dele deveria ser

cumprida, na íntegra, por se tratar de casos envolvendo atos de improbidade administrativa. Mas, a maioria dos deputados estaduais presentes na sessão extraordinária, convocada pelo presidente Fernando Toledo, por meio do Diário Oficial de hoje, concordou que o juiz de primeira instância não teria a compe-

tência para determinar o afastamento – mesmo que temporário – de parlamentares. O decreto fundamentado na procuradoria é, de acordo com a Mesa Diretora, baseado em uma decisão já proferida pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em que define as normas para alcançar deputados no exercício do mandato.

Prefeito e deputado federal continuam nos cargos

Um detalhe na reunião do PSD em Piaçabuçu chamou a atenção das lideranças da região sul. A participação do pré-candidato a vice-prefeito de Atalaia, Fernando Lyra. Idealizador dos encontros regionais, ele acredita que esse tipo de reunião fortalece os políticos locais.

Por outro lado, o juiz justifica que a sua sentença tem validade com base justamente na lei que trata nos atos de improbidade administrativa. As penalidades, segundo ele, para quem comete este tipo de crime, são variadas e uma delas é o afastamento do mandato por 60 dias e ainda pode ser prorrogado por igual período, a depender do entendimento da Justiça. A decisão atingiu ainda o deputado federal Arthur Lira (PP), o prefeito de Roteiro,

Não sai

TROCA DE FARPAS

SEM PRIORIDADE

Deputados divergem sobre depósito

Policiais criticam Orçamento 2012 na Segurança

A deputada federal Célia Rocha apareceu ao lado de Ricardo Teófilo e começaram a surgir as especulações de que ele seria o seu candidato a prefeito em Arapiraca. Por enquanto, a movimentação serviu mais de recado ao secretário de Articulação Política, Rogério Teófilo – que tenta ser candidato com o apoio do governo.

Crescimento

O presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo, era de longe o mais irritado com a decisão de afastamento judicial de deputados envolvidos na Operação Taturana. Ele passou o final de semana sendo alvo das consultas dos demais parlamentares. Nas conversas, cobranças de que não aceitariam o afastamento e que, ao acatar a ordem, se abriria um precedente sem tamanho. Deu no que deu. A Assembleia decretou que não tira ninguém do cargo.

Estou aqui O deputado estadual João Beltrão apareceu na Assembleia Legislativa no momento em que estava sendo decidido seu futuro político. Ele não saiu do Estado como chegou a ser ventilado - por ter passado mais de oito meses foragido da Justiça. Sabendo que não seria mais afastado do cargo, mostrou muita tranquilidade, fazendo, inclusive, análise do próximo período eleitoral.

Diretas Judiciário e Ministério Público, tanto na esfera estadual, quanto na federal, iniciam hoje o recesso de fim de ano. Voltam aos trabalhos no dia 2. O Programa Ufal em Defesa da Vida exige o fim da impunidade em Alagoas e divulga uma nota cobrando punição para os assassinos da deputada Ceci Cunha. Crime completou 13 anos sem nenhum julgamento. Técnicos do Tribunal de Contas do Estado de iniciaram ontem a coleta de documentos na Prefeitura de Maceió. Atendem a um pedido do conselheiro Cícero Amélio. Em pronunciamento, o deputado Gilvan Barros destacou a importância do Polo Moveleiro de Arapiraca, que será inaugurado esta semana.

Fábio Jatobá, o ex-deputado Celso Luiz e a filha de João Beltrão, Jully Beltrão. Eles também tiveram bens bloqueados e estão impedidos de exercer cargos. E a decisão do magistrado alagoano também não foi cumprida com relação ao deputado federal Arthur Lira e o prefeito de Roteiro, Fábio Jatobá. Os dois se mantém no cargo e exercem as prerrogativas normalmente, embora os advogados estejam trabalhando para recorrer da deci-

são no Tribunal de Justiça. Com relação ao parlamentar, a Câmara Federal ainda precisa ser comunicada sobre o que ficou decidido no Estado. A partir da notificação oficial, é que a Casa poderá agir, logicamente com base no que preconiza o regimento interno. Caso exista uma aresta em que permita o afastamento de quem está no exercício do mandato, o presidente daquele legislativo deverá cumprir a ordem judicial. Do contrário, se for

O

presidente da Assemb l e i a L e g i s l a t i va , Fe r n a n d o To l e d o (PSDB), afirmou que o deputado João Henrique Caldas (PTN) não tinha devolvido, até a última sexta-feira, à Assembleia Legislativa, os R$ 650 mil disponíveis ao gabinete dele. O valor é referente à Gratificação por Dedicação Excepcional (GDE), alvo de denúncias feitas pelo próprio JHC durante sessão plenária no final do mês passado. Para O Jornal, ele reafirmou a devolução e especulou que a intenção de Toledo é mudar o foco. “O que tem que ser respondido é o ofício que protocolei e não devo mais explicações. Tudo o que deveria ser feito já fiz. Eu não posso entrar nesse jogo da Mesa Diretora, cuja intenção é desvirtuar do foco”, comentou JHC. Para ele, a intenção da presidência do Legislativo seria “mudar a atenção da sociedade e tornar pedido de

averiguado que o magistrado alagoano não tem competência, Lira não será atingido. Da mesma forma, a defesa de Fábio Jatobá trabalha para mantê-lo na prefeitura sem arranhões. Ele afirmou, para O Jornal, que os seus advogados trabalham para o recurso que será impetrado em seu favor. “Ainda nem fui notificado oficialmente sobre a decisão do juiz. Mesmo assim estamos preparando a defesa e temos quinze dias para recorrer”, afirmou o prefeito. T.G.

A Presidente questionou o deputado e alegou que depósito ainda não foi feito

explicação sem crédito”. O parlamentar denunciou um suposto esquema de pagamento da GDE sem o mínimo de controle, inclusive sem o registro nos contracheques dos funcionários beneficiados. Desde o início das denúncias, Toledo faz questão de frisar que a gratificação não é ilegal, está sendo paga da forma correta e que foi aprovada dentro dos padrões regimentais da Assembleia. Fernando Toledo dispa-

rou que não tinha o conhecimento de que JHC havia devolvido o valor integral ao Tesouro Estadual, por meio de um depósito na conta única do Estado, como divulgou na sessão plenária e à imprensa. “Não tenho este conhecimento da devolução até a última sexta-feira”, falou o presidente do Legislativo. João Henrique rebateu a acusação mantendo a palavra de que cumpriu o que expressou em plenário.

informação de que o Orçamento 2012 prevê uma redução na verba para a segurança pública não foi bem recebida pelos sindicatos que defendem as categorias ligadas ao setor. O Jornal apresentou ontem que a Secretaria de Defesa Social ficará com R$ 118,4 mi, pouco mais de R$ 6 milhões a menos com relação a este ano. As lideranças criticaram o posicionamento e disseram que a segurança vive em caos. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Josimar Melo, acusou o governo de omissão e lamentou a falta de recursos para um investimento apropriado nos policiais e no aparelhamento das corporações. Mesma opinião do presidente da Associação dos Oficiais Militares de Wellington Fragoso. Ele destacou que a redução no orçamento na segurança reflete a falta de interesse do governo.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A3

Política

Contexto Roberto Vilanova bobvilanova@hotmail.com

Ações ousadas

É

verdade que o mês de dezembro traz, concomitantemente, o aumento do número de assaltos e roubos, mas também é verdade que está havendo alguma facilidade para as ações dos delinquentes que afrontam a sociedade e a lei. Os ônibus queimados, os arrastões e os assaltos são orquestrados, e o próprio secretário de Defesa Social, coronel Dário Cesar, admitiu ao identificar a “voz de comando” de dentro do presídio para as ações criminosas que queimaram ônibus. Encurralada, a sociedade se desespera porque sobrevive sob a dúvida quanto à eficiência do aparato de segurança pública para defendê-la. É necessário que o poder público dê a resposta imediata que a sociedade exige, com razão; do contrário, a perda do controle da situação deixará todos – inclusive o governo – como refém de uma criminalidade que se expande e se diversifica com ações ousadas. Não dá para separar o que está acontecendo em Maceió com os acontecimentos recentes na cidade do Rio de Janeiro, porque os métodos (do crime) são os mesmos. Queimar ônibus e promover arrastões são ações criminosas originárias do Rio de Janeiro.

O basta

Ele viu

Os senadores Renan Calheiros (PMDB) e Benedito de Lira (PP) desembarcaram, ontem, em Brasília dispostos a resolver de vez o problema da escalada da violência em Alagoas, que está descambando para a baderna pura e simples.

– “Ninguém me contou nada. Eu mesmo vi” – disparou o senador Benedito de Lira, ao relatar ter sido testemunha do “arrastão” no domingo, que causou pânico à população. Já o senador Renan disse que o “arrastão” é inadmissível.

Além da imaginação Para o senador Renan Calheiros, o “arrastão” significa que a violência em Alagoas “ultrapassou todos os limites”.

Forçar

Isento

Disseram ao governador Téo Vilela (PSDB) que os “arrastões” – ou os boatos sobre eles – têm origem e endereço certos, e que têm por objetivo “criar pânico” e forçar o governo a retroceder em algumas medidas na área policial.

O deputado federal Arthur Lira (PP) “está tranquilo” porque foi informado de que o juiz Helestron Costa “não tem autoridade” para pedir o seu afastamento da Câmara. O deputado Arthur foi denunciado na “Operação Taturana”.

www.j2011.com.br politica@ojornal-al.com.br

Após um ano e meio, governo entrega casas Divulgação

Famílias ficaram desabrigadas por um ano e meio desde as enchentes; governo assinou TAC EDITORIA DE POLÍTICA política@ojornal-al.com.br

S

ão José da Laje e União dos Palmares serão os primeiros municípios a receber as casas construídas por meio do Programa da Reconstrução. Hoje, às 9h30, o governador Teotonio Vilela Filho faz a entrega dos primeiros 166 imóveis do programa, no residencial Armando Lyra, em São José da Laje. Depois, ele segue para União dos Palmares, onde entrega, no residencial Newton Pereira, mais 365 unidades. As famílias estão desabrigadas desde junho do ano passado. De acordo com o TAC assinado no último dia 9 entre o Governo de Alagoas, o Ministério Público Estadual, as prefeituras e as empresas envolvidas nas obras habitacionais, até o próximo dia 24 serão entregues 1.479 casas para as famílias desabrigadas vivendo nas barracas montadas pelo governo. O secretário estadual de

Casas estão quase prontas e repasse às vítimas será feito dentro de um cronograma até o dia 23, antes do Natal

Infraestrutura, Marco Fireman, ressaltou o empenho das equipes que trabalham na reconstrução dos municípios e comemora a entrega dos primeiros imóveis. “É uma alegria para todos nós do governo estadual cumprir o compromisso firmado com as famílias dos acampamentos e entregar as primeiras casas neste mês de dezembro, garantindo um Natal mais feliz para esses homens e mulheres que sofreram tanto com a tragédia do ano passado. Parabéns a cada uma das pessoas que trabalharam no programa

e não mediram esforços para que esse objetivo fosse concretizado”, diz Fireman. OBRAS HABITACIONAIS Seguindo o cronograma, o governo entrega, na quarta-feira (21), 37 casas em Cajueiro e 40 em Capela. Na quinta-feira (22), Branquinha recebe 144 casas e Rio Largo, 238. Já na sexta(23), antevéspera de Natal, o governo estará em Murici, entregando 489 casas em dois conjuntos residenciais. A construção das casas exige investimentos em obras de pavimentação,

p a rc e l a m e n t o d o s o l o, terraplenagem, drenagem, e s g o t a m e n t o s a n i t á r i o, abastecimento de água e de energia elétrica, além da instalação de equipamentos públicos, como escolas, creches e postos de saúde, entre outros. Cada casa possui 41m², divididos entre sala, cozinha, dois quartos, banheiro e área de serviço. Além disso, 3% das casas são adaptadas para deficientes físicos e contam com rampas de acesso, barras de apoio e outros equipamentos que facilitam a mobilidade dos moradores.

Ensinando a pescar

REDE ESTADUAL DE ENSINO

NA SEDE

O secretário estadual de Pesca e Aquicultura, Régis Cavalcante, promete em 2012 duplicar o número de beneficiários com o programa de criatório de peixes em cativeiro.

Novatos terão matrículas on line

Câmara faz debate de orçamento com entidades civis

Larissa Fontes/ Estagiária

Na fita

Na boa

O senador Fernando Collor (PTB) está em alta no Senado e fora dele. Na semana passada, o senador Blairo Maggi (PMDB-MS) se desmanchou em elogios a Collor pelo companheirismo e os feitos na economia quando foi presidente da República.

Os elogios do senador Blairo Maggi ao senador Fernando Collor foi durante a entrevista a um grupo de jornalistas de Brasília que se reúnem às quintas-feiras à noite, num restaurante da cidade, para entrevistar personalidades da política.

Dando um caldo Em tempo: senador no primeiro mandato, Blairo Maggi é o dono do famoso caldinho Maggi e apontado como o mais rico entre os 81 senadores.

Desvio

Bronca

Auditores do Ministério da Saúde descobriram que a prefeita de Santana do Ipanema, Renilde Bulhões, gastou R$ 3,7 milhões com o Hospital Regional. Tudo bem, a saúde precisa e agradece, mas o problema é que o Hospital Regional estava fechado.

O relatório dos auditores do Ministério da Saúde virou um processo, com o número 10499, e será encaminhado ao Ministério Público Federal, que poderá – ou não – pedir ajuda à Polícia Federal para saber onde a prefeita Renilde Bulhões gastou os R$ 3,7 milhões.

Dos males o menor Por enquanto, a tendência é obrigar a prefeita Renilde Bulhões a devolver os R$ 3,7 milhões usados para pagar “despesas” de um hospital que não funcionava.

Expressas O deputado João Henrique Caldas está por aqui, ó, com o deputado Dudu Holanda (PSD), por ter dito que apenas um deputado não recebe a GDE – e não é ele, João Henrique. O único deputado que não recebe a GDE (Gratificação de Desempenho Excepcional), segundo Dudu Holanda, é o deputado Judson Cabral (PT). E, por falar na GDE, o presidente da Assembleia, deputado Fernando Toledo (PSDB), garantiu que só é paga ao deputado que presta contas do gasto do mês anterior. A coluna agradece e retribui os votos de Feliz Natal enviados pela vereadora Tereza Nelma (PSDB).

A

s matrículas da rede pública estadual começaram ontem com a renovação de vagas dos alunos que já estudam nas escolas estaduais e continuarão no próximo ano letivo. Para isso, os pais ou responsáveis deverão procurar as unidades de ensino para confirmar a renovação. “O aluno que não renovar a matrícula corre o risco de perder a vaga na rede pública. Para renovação, basta apenas o comparecimento dos pais à unidade de ensino para atualizar os dados do aluno e verificar se há pendências de documentos. Caso esteja tudo certo, é assinado o formulário e automaticamente a matrícula é renovada. É um processo simples e rápido”, explicou Maridalva Campos, diretora de Apoio à Gestão. A renovação é a primeira fase das matrículas da rede estadual de 2012 e deverá ser

A Plano da Secretaria de Educação é acabar com filas nas escolas da capital

feita em todo o Estado. Tanto quem mora na capital quanto no interior tem até sexta-feira (23), para garantir a manutenção da sua vaga na rede pública. No decreto que institui a renovação, publicado no Diário Oficial desta segunda-feira, fica determinado ainda que as escolas encaminhem para os respectivos conselhos tutelares a lista de estudantes

menores de idade que não renovaram suas matrículas. “Esta é uma forma que temos de integrar todas as instituições envolvidas com os direitos da criança e do adolescente na vida escolar dos estudantes. Cada conselho terá como acompanhar a família destes alunos que não renovaram suas matrículas”, acrescentou Maridalva Campos.

Vagas serão acompanhadas pela Internet Uma novidade este ano é a matrícula on line para alunos novatos residentes na capital. Com isso, as famosas filas e peregrinações na madrugada na porta das escolas estão com os dias contados. “Com a matrícula on line, os pais, estudantes ou responsáveis poderão garantir uma vaga nas escolas da rede estadual que estão localizadas em Maceió por meio de qualquer computador ou dispositivo

conectado à internet”, explicou Jaques junior, Coordenador Especial de Tecnologia e Informática. Esta segunda fase das matrículas – chamada de pré-matrícula – é voltada apenas para alunos novatos de Maceió, ou seja, aqueles estudantes que vêm de outra rede (particular ou municipal), quem deixou de estudar e está retomando os estudos ou para alunos da rede estadual

que irão mudar de unidade de ensino – ou porque sua escola não oferece a modalidade para a qual ele foi aprovado ou porque ele quer mudar de escola. “Durante esta semana estamos capacitando técnicos e inspetores da Educação para auxiliar as famílias neste processo novo. Não é a escola quem fará a matrícula, mas o próprio estudante ou responsável”, reforçou Maridalva.

sociedade terá a oportunidade de debater o que será feito com o orçamento de R$ 1,7 bi para Maceió em 2012, na audiência pública que a Câmara Municipal realiza hoje, às 9h. O debate iria acontecer em uma escola estadual, no Tabuleiro, mas a direção do colégio não cedeu o local. A sessão será na Câmara. A sociedade civil representada por associações de bairros, por exemplo, podem apresentar propostas ao orçamento que, se acatadas, podem se transformar em emendas. As propostas devem ter a assinatura de no mínimo 5% do eleitorado. Depois de debatido em duas audiências públicas, será aberto prazo para os vereadores apresentarem emendas, para em seguida ser votada em plenário, para posterior sanção do prefeito. O secretário municipal de Planejamento, Marzio Duarte, diz que o atraso na votação não chega a prejudicar a administração. A votação do orçamento deveria ter ocorrido até o dia 15 de dezembro. “O prazo está sendo encerrado, mas não há problema se não for possível cumpri-lo, pois é possível se trabalhar com o orçamento do ano anterior. A tramitação do projeto de lei que já foi publicado no Diário Oficial segue na Câmara, que tem seu ritmo de trabalho”, disse o secretário.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A4

Nacional Conversa com a Presidenta Coluna semanal da presidenta Dilma

Rosangela Boueri, 49 anos, dona de casa em São Paulo (SP) – Quando as mães deste país poderão dormir tranquilas e garantir que seus filhos fiquem seguros? Presidenta Dilma – Como mãe, eu compreendo as suas preocupações, Rosângela, e estou absolutamente empenhada em criar as condições para que todos os brasileiros tenham uma vida segura. Para isso, estamos atuando em várias frentes. Temos apoiado a instalação de UPPs no Rio de Janeiro, por exemplo, que permitem a retomada de territórios antes dominados pelo tráfico. Implantamos o Plano Estratégico de Fronteiras, com as Forças Armadas e as forças de segurança federais e estaduais operando juntas para evitar que drogas e armas cheguem às nossas cidades. Há duas semanas, lançamos o plano Crack, é possível vencer, um conjunto de ações para enfrentar o crack e outras drogas. A iniciativa, além de garantir o atendimento dos dependentes, vai fortalecer a prevenção e combate ao tráfico, com foco nas cracolândias. Nossas políticas voltadas para o crescimento e a geração de empregos, com aumentos reais dos salários, aliadas aos programas sociais, têm também um papel importante na segurança, ao garantir um país com mais justiça social. Quanto à educação, além da construção de 6 mil creches e pré-escolas, continuamos implantando escolas técnicas e universidades no interior e criamos o Pronatec, para oferecer oportunidades de educação profissional e qualificação a oito milhões de jovens e trabalhadores brasileiros. Essas são algumas iniciativas para garantir que tenhamos um país mais seguro e com mais harmonia.

Gilberto Ribas da Silva, 50 anos, agente educacional em Marechal Cândido Rondon (PR) – Por que, quando uma pessoa vai à Caixa para financiar a casa própria, ela tem que fazer um investimento, um seguro, ou abrir uma poupança? Presidenta Dilma – Para obter financiamento, o cliente da Caixa não precisa comprar seguros, cartão de crédito, fazer investimento, nem abrir caderneta de poupança. Embora a Caixa tenha todo interesse em vender seus produtos e serviços, a decisão de comprar é sempre uma opção do cliente. Caso essa orientação seja descumprida, Gilberto, o fato deve ser comunicado ao Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC). Pelo telefone 0800 726 0101, que funciona 24 horas por dia, de segunda a domingo, você pode registrar sua reclamação. Se nesta instância o seu caso não for resolvido, você deve entrar em contato com a Ouvidoria da Caixa pelo telefone 0800 725 7474, que funciona nos dias úteis, no horário comercial. Você receberá uma resposta no prazo máximo de 15 dias corridos. Um caso ou outro pode ser resolvido facilmente. A Caixa é e continuará sendo o principal instrumento do governo para viabilizar o acesso à moradia. Somente na segunda fase do Minha Casa Minha Vida, vamos investir, de 2011 a 2014, R$ 125,7 bilhões, dos quais R$ 72,6 bilhões serão subsídios para viabilizar a aquisição da casa própria pelas famílias de mais baixa renda. A Caixa desempenha papel fundamental na implementação do MCMV e também nos demais programas habitacionais do governo.

Erno Walter Schmidt, 55 anos, agricultor em Navegantes (SC) – Na minha cidade, a cobertura de internet é boa, mas no interior é fraca. A senhora acredita que teremos internet boa em todas as regiões? Presidenta Dilma – Erno, nosso governo está trabalhando a todo vapor para que a internet em banda larga esteja disponível em todos os municípios até 2014. Nossa meta é elevar para 60% o total de casas com acesso rápido à rede mundial de computadores. Hoje, apenas 27% dos domicílios têm internet. Já reduzimos à metade o preço médio das assinaturas, que antes era de R$ 70 e agora está em R$ 35, para uma velocidade de 1 megabit por segundo. Com o Programa Nacional de Banda Larga e a participação da Telebras, vamos levar as conexões de internet para áreas mais afastadas, para as cidades do interior do Brasil, incluindo a Amazônia, onde as empresas de telefonia ainda não oferecem o serviço. Você é agricultor e, por isso, eu gostaria de dizer que vamos dar atenção especial também à questão da internet no campo. Em abril, a Anatel vai fazer um novo leilão para permitir que todas as áreas rurais do Brasil contem com serviços de telefonia e conexão à internet. Vamos, inclusive, conectar 100% das escolas rurais. Por último, quero destacar que a Anatel aprovou recentemente novas regras de qualidade para banda larga fixa e móvel. Agora, as empresas terão que oferecer conexões de internet com a velocidade efetivamente contratada.

Envie você também sua pergunta para a presidenta Dilma através do e-mail opinião@ojornal-al.com.br

www.j2011.com.br nacional@ojornal-al.com.br

PLANOS DE SAÚDE

Prazo de atendimento médico está menor Agendamento de consultas deve ser feito em até sete dias úteis

B

RASÍLIA - Agendar c o n s u l t a o u re a l i zar algum procedimento médico deverá demorar menos. Desde ontem, por determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar, as operadoras de saúde têm prazos menores para realizar o atendimento médico - que vão de três a 21 dias úteis, dependendo do procedimento. No caso de agendamento de consultas, o limite serão sete dias úteis. Segundo a ANS, a operadora deverá garantir o atendimento no tempo previsto, mas não exatamente com o profissional de escolha do beneficiário. Por essa razão, a nova regra prevê a garantia de transporte do consumidor caso não haja oferta de rede credenciada em seu município e nos municípios limítrofes. Onde não existirem prestadores para credenciamento, a operadora poderá oferecer a rede assistencial nos municípios vizinhos que pertençam a sua região de Saúde. “Cabe a Agência garantir que isso seja cumprido”, diz o diretor presidente da ANS,

Mauricio Ceschin. De acordo com a ANS, as empresas de saúde que não obedecerem aos prazos definidos sofrerão penalidades e, em casos de descumprimentos constantes, poderão passar por medidas administrativas, tais como a suspensão

da comercialização de parte ou de todos os seus produtos. De acordo com a nova norma, a garantia de transporte para consultas em regiões vizinhas estende-se ao acompanhante nos casos de beneficiários menores de 18 anos, maiores de 60 anos,

pessoas portadoras de deficiência e pessoas com necessidades especiais, mediante declaração médica. Estende-se também aos casos em que seja obrigatória a cobertura de despesas do acompanhante. (Leia mais sobre os novos prazos na página A9)

CONTRA DENGUE

Brasil vai usar bioinseticida R

IO DEJANEIRO - O país contará com um importante aliado para combater a dengue no próximo ano. Um bioinseticida desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e fabricado por uma indústria farmacêutica promete ser divisor de águas na luta contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. O bioinseticida é resultado de quase dez anos de pesquisas coordenadas pela cientista Elizabeth Sanches,

que trabalha na Farmanguinhos, unidade da Fiocruz responsável pela produção de medicamentos. Criado a partir do Bacillus thuringiensis e do Bacillus sphaericus, ele será produzido na forma de comprimidos, para dissolução em caixas d’água, ou em apresentações maiores, para utilização em açudes e reservatórios. “No c a s o d a d e n g u e domiciliar, é recomendável a utilização do comprimido hidrossolúvel. O produto tem

duas ações concomitantes: paralisa os músculos da boca e do intestino da larva e causa infecção generalizada nela”, explicou Elizabeth, engenheira bioquímica e bióloga. A pesquisadora garantiu que o bioinseticida não apresenta qualquer risco para o meio ambiente. “Nós fizemos todos os testes referentes a impacto ambiental e toxicologia da formulação em animais de sangue quente, inclusive. Temos a segurança dos produtos que desenvolvemos, justa-

mente por serem aplicados em ambientes domiciliares. A Far manguinhos concluiu o treinamento dos funcionários da empresa BR3, vencedora da licitação e que poderá iniciar a produção dentro de alguns meses, segundo Elizabeth. “A empresa acabou de ser treinada e está bem adiantada na implantação do projeto. Eu penso que no meio do ano que vem nós já tenhamos produtos dessa parceria tecnológica”, disse.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A5

Internacional

www.j2011.com.br internacional@ojornal-al.com.br

COREIAS

Morte do ditador Kim Jong-Il aumenta tensão na fronteira Ditador norte-coreano morreu no sábado de ataque cardíaco; filho caçula vai assumir o poder

S

EUL - O anúncio da morte do ditador norte-coreano Kim Jong-Il, feito ontem, desencadeou o aumento da tensão na Península da Coreia, sobretudo na região da fronteira entre Coreia do Norte e Coreia do Sul. As incertezas quanto ao futuro da nação comunista sob o comando do obscuro Kim Jong-un, filho caçula de Jong-Il nomeado seu sucessor, levaram o presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-Bak, a colocar em “alerta de emer-

gência” todos os integrantes de seu gabinete e os altos oficiais das Forças Armadas sul-coreanas. A ordem é para os militares estarem preparados para evitar qualquer tipo de situação problemática caso a Coreia do Norte decida fazer alguma manobra militar. “Não considero que a Coreia do Norte possa se permitir a fazer uma provocação nesta altura, mas precisamos ter certeza de que tudo está bem”, disse o cônsul sul-coreano em Nova York, Kim Young-mok, à rede americana CNN. Apesar de analistas e membros do governo sul-coreano considerarem improvável uma ação militar do vizinho do norte neste período de transição de poder, a Coreia do Sul prosse-

Kim Jong-II em recente aparição pública com o filho e sucessor Kim Jong-un

gue em estado de total atenção. Do lado norte da fronteira, vieram ao menos dois sinais que justificam as preocupações sul-coreanas. Um comunicado oficial do comitê responsável pelo funeral de Kim Jong-Il, presidido

pelo novo chefe de estado Kim Jong-un, incentivou o aumento da “capacidade militar” da Coreia do Norte para defender o regime de possíveis ameaças. “Nós devemos aumentar a capacidade militar do país de todas as formas possíveis para assegu-

Em estado de alerta, Seul recebe apoio dos EUA A Presidência da Coreia do Sul convocou uma reunião de emergência do Conselho de Segurança para discutir o cenário na região após a morte do de Kim Jong-Il. O Estado-Maior Conjunto sul-coreano colocou todas as unidades do Exército em estado de alerta e indicou que aumentou a vigilância ao longo da fronteira junto com as Forças Combinadas da Coreia do Sul e Estados Unidos, que mantêm cerca de 30.000 soldados em território sul-coreano. O presidente americano, Barack Obama, prometeu ao colega sul-coreano reforçar a coope-

ração entre os dois países em termos de segurança. “O presidente (Obama) reafirmou o forte compromisso em favor da estabilidade da Península Coreana e da segurança de nosso aliado, a República da Coreia”, afirmou um comunicado da Casa Branca. Não está descartada a possibilidade de elevação da escala de combate Defcon, que vai de cinco a um e atualmente está no nível quatro estado normal de alerta, com vigilância dos órgãos de inteligência e reforço das medidas de segurança. Também estão em estado de “resposta

de emergência” as missões no estrangeiro do Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Sul, cujo primeiro vice-ministro, Park Souk-hwan, presidiu uma reunião para traçar as medidas diplomáticas que Seul tomará após a morte do ditador norte-coreano. Nos últimos anos, as relações entre Coreia do Sul e Coreia do Norte começaram a ficar um pouco menos conturbadas, mas dois episódios recentes reacenderam o clima de enfrentamento na região. Em 2010, a nação do Sul acusou a do Norte de lançar um ataque contra a

ilha de Yeonpyeong, matando dois soldados e dois civis. Também no ano passado, a Coreia do Sul responsabilizou a do Norte pelo naufrágio do navio de guerra Cheonan, que afundou após um ataque com torpedos, deixando 46 marinheiros mortos. Os norte-coreanos negaram estar por trás da ação. A Coreia do Norte realizou testes com armas nucleares em 2006 e 2009. Os dois países continuam tecnicamente em guerra desde o conflito de três anos na década de 50, que acabou com um armistício em 1953, mas sem um tratado de paz.

rar confiavelmente o sistema socialista norte-coreano e os ganhos da revolução”, diz a nota. Além disso, poucas horas depois que a morte de Kim Jong-Il foi revelada, foi detectado um teste com um míssil norte-coreano. Um fonte oficial da Coreia do Sul, citada pela agência de notícias “Yonhap”, declarou que o míssil caiu no mar, mas não revelou a localização exata. Kim Jong-il morreu em decorrência de um ataque cardíaco segundo noticiou a mídia estatal. Com a voz embargada, uma apresentadora vestida de preto leu a notícia de que Kim morreu no sábado, por causa da “sobrecarga de trabalho física e mental”, a bordo de um trem no qual se dirigia para pres-

tar “orientações de campo” - conselhos dados pelo “Estimado Líder” em viagens a fábricas, fazendas e quartéis. Kim Jong-il estava à frente da dinastia hereditária norte-coreana desde a morte do pai, Kim Il-sung, fundador do regime comunista norte-coreano, que morreu em 1994 e é oficialmente considerado o presidente eterno do país. Foram 17 anos governados com mão de ferro em um regime baseado no culto à personalidade. Mas desde a apoplexia sofrida em 2008, suas aparições públicas foram poucas e nelas mostrava uma figura cada vez mais frágil e decrépita, embora sempre com seus inseparáveis óculos de sol e uniforme militar, sua marca registrada.

FILIPINAS

Tempestade deixa mais de 920 mortos

M

ANILA - O número de mortos na violenta tempestade que atingiu o sudeste das Filipinas chegou a 927 ontem, informou o conselho de monitoração de desastres do governo local. Novos corpos foram resgatados nas cidades portuários de Cagayan de Oro e Iligan na ilha de Mindanao, as mais afetadas pela tragédia. “São 927 mortos. Ainda existem muitos desaparecidos”, informou Benito Ramos, chefe do Conselho Nacional de Desastres e Condução de Riscos. Cidades inteiras e centenas de casas foram danificadas pelas enchentes decorrentes das chuvas da tempestade tropical Washi na região. A imprensa local e parte da população culpam o governo por não ter emitido alertas

antes da tempestade tropical, enquanto as autoridades alegam que os moradores não se prepararam em plena época de chuvas. Entre a tarde de sexta-feira e a madrugada de sábado, a tempestade Washi descarregou em Mindanao mais quantidade de água que tudo o que caiu na região durante um mês de estação chuvosa. Os analistas das agências internacionais identificam a “favelização” como o principal fator do grande número de mortes provocadas pelos desastres naturais, que evidenciam o estado precário das obras de infraestrutura no país. O desmatamento fora de controle favorece enchentes e deslizamentos de terra, frequentes durante a estação chuvosa que, em geral, começa em maio e termina em novembro.

IRAQUE

Vice-presidente é acusado de terrorismo

B

AGDÁ - Uma comissão judicial iraquiana emitiu ontem uma ordem de prisão contra o vice-presidente Tareq al Hashemi, em virtude da lei antiterrorista, informaram fontes judiciais e de segurança. Anteriormente, a comissão havia proibido que Hashemi deixasse o país. A notícia foi dada pela emissora estatal de televisão Al Iraqiya, afirmando que, segundo o Ministério do Interior, os guarda-costas de Hashemi confessaram que planejavam e praticavam atos terroristas e que recebiam recursos e apoio do vice-presidente.

Ao menos 13 guarda-costas de Hashemi foram detidos nas últimas semanas. O presidente iraquiano, o curdo Masud Barzani, havia pedido conversas urgentes para prevenir o desmonte do governo de unidade nacional, advertindo que “a situação se dirigia para uma profunda crise”. No sábado, o Iraqiya, segundo grupo parlamentar atrás da Aliança Nacional, coalizão de partidos xiitas da qual faz parte o premiê Nouri al Maliki, suspendeu sua participação no Parlamento e criticou duramente a forma como o chefe de governo monopoliza o poder.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A6

Opinião

www.j2011.com.br opiniao@ojornal-al.com.br Frase do dia

Sobre Beira-Mar Sistema Jornal de Comunicação Conselho Consultivo João Lyra (Presidente), Arnaldo Cansanção Antonio Rezende José Alfredo de Mendonça Nelson Ferreira

Superintendente Luciano Góes lucianogoes@ojornal-al.com.br Diretor Comercial Felipe Calheiros felipecalheiros@ojornal-al.com.br Diretor Adm.-Financeiro Francisco Diniz franciscodiniz@ojornal-al.com.br Diretor Jurídico Átila Machado atilamachado@ojornal-al.com.br Editor-Executivo Voney Malta vfamalta@ojornal-al.com.br

O Jornal

F

alta explicar a quem interessa disfarçar o clima de insegurança que se instalou no Estado. O direito à informação é um preceito constitucional. Não parece legítimo tentar maquiar números ou situações para mostrar à população que tudo está tranquilo. Informar é diferente de aterrorizar, de espalhar o medo. A cultura do terror não interessa ao povo latino, muito menos ao brasileiro e, menos ainda, ao nordestino. O que dizer, então, do pacato povo alagoano. O que há de criminalidade organizada em Alagoas é “importado” de outros estados. De fato, o traficante Luiz Fernando da Costa – o Fernandinho Beira-Mar – esteve preso em Alagoas, onde passou alguns meses na sede da Polícia Federal, em Jaraguá. Foi a PF no Estado, que garantiu as condições para manter o narcotraficante pianinho no Estado. E foi o que aconteceu. Foi montada uma barricada na pista que “passa” na frente da sede da PF, e o local, inclusive, virou até uma espécie de ponto turístico. Não tem nada a ver com as belezas naturais de Maceió, mas alguns turistas faziam questão de se aproximar do lugar onde estava preso o criminoso mais importante do País. O criminoso foi embora e ficou a sua fama no Estado. No período em que o criminoso

esteve em Alagoas não há registros da polícia sobre o crescimento da violência. Ele já foi embora há alguns anos, mas sua estada ainda faz ecos por aqui. O discurso político atribui o crescimento do crime organizado à estada de Beira-Mar em Alagoas. Entenda-se por “crime organizado” facções de grupos perigosos, como Comando Vermelho (Rio de Janeiro) e Primeiro Comando da Capital (de São Paulo). A discussão sobre o tema é verdadeira e oportuna. A afirmação dela é tão sustentável quanto um castelo de areia à beira de um mar revolto. Desde 2002 que Beira-Mar circula por unidades prisionais do País. Estaria as autoridades, por conta própria, disseminando o crime Brasil afora? Em fevereiro deste ano, o narcotraficante mudou o endereço para o Rio Grande do Norte. Até o momento, não se tem notícias de crescimento assustador da violência naquele Estado nordestino. O crescimento da criminalidade poderia estar ligado ao aumento da violência que acontece em todo o País. Ou então, o crime evoluiu e a polícia parou no tempo. Na verdade, a criminalidade está sempre em evolução para fazer o mal. Talvez falte às nossas polícias evoluir com o objetivo de fazer o bem.

Charge

Editor-Geral Deraldo Francisco deraldo@ojornal-al.com.br Gerente Comercial Kaline Lages comercial@ojornal-al.com.br Gerente de Recursos Humanos Givaldo Perciano givaldo@ojornal-al.com.br Gerente Financeiro Flávio Bastos financeiro@ojornal-al.com.br

Vendas avulsas Alagoas: Dias úteis Domingos Nºs atrasados

“O governador estava aqui para ver? Quem viu foi a gente. Quer dizer que estamos mentindo?”. CARLOS CÍCERO, de 29 anos, comerciário ao falar sobre o tumulto registrado no último domingo no centro de Maceió.

Toque de recolher Ronaldo Lessa Engenheiro e ex-governador de Alagoas s bandidos, contando com a complacência do governo do Estado, impuseram um toque de recolher à sociedade alagoana. Os acontecimentos do último domingo, quando o comércio de Maceió, o mercado da produção e a periferia da cidade foram tomados por arrastões deixaram a todos os alagoanos aterrorizados, mas também indignados. Como nossa terra pode chegar em situação calamitosa em tão pouco tempo? O governo anterior (sim, o governo anterior – é bom lembrar que esse é o segundo mandato da atual administração) criou o ambiente propício para que a violência aqui se instalasse e prosperasse. Estamos à mercê da inoperância, da falta de vontade política, da falta de fibra. Estamos à mercê da covardia. Segundo dados da ONU, do Mapa da Violência e do Instituto Sangari somos campeões em homicídios no País e estamos muito distantes do segundo lugar. Entre as capitais, Maceió também lidera. Como se não bastasse, Alagoas é o Estado onde se mata mais negros, jovens e mulheres. Vivemos uma tragédia em todos os sentidos, algo sem precedentes na história. E o que faz o governo? Chama meramente de vândalos os facínoras que nos atormentam como se isso fosse suficiente para nos tranquilizar. Os vândalos invadiram Roma no século V e chegaram a criar um Estado no Norte da África. Provavelmente eram mais organizados que o atual governo de Alagoas. O que temos é a violência pura em seus muitos aspectos. Há os franco atiradores, que roubam celulares e farmácias, há os drogados que perambulam dispostos a tudo (a maioria produto da evasão escolar e da falta de políticas públicas que os ocupem e amparem) e há o crime em escala profissional que queima ônibus e promove arrastões – durante a queima de ônibus no bairro do Jacintinho foram distribuídos panfletos onde se pedia melhoria nos presídios. Os bandidos qualificados, oriundos de outras plagas, que aqui se instalaram o fizeram porque aqui encontraram as condições propícias para a franquia: um governo fraco, uma Justiça lenta e uma multidão de jovens sem perspectivas. Senti-

O

Assinaturas em Alagoas: Semestral R$ 270,00 Anual R$ 540,00

Murillo Rocha Mendes Membro da Academia Alagoana de Cultura

EDITORA DE JORNAIS DE ALAGOAS LTDA E-mail: ojornal@ojornal-al.com.br Site: www.j2011.com.br Rodovia AL-101 Norte, Km 6, 3600 Jacarecica - Maceió/AL CEP: 57038-800

REPRESENTANTE NACIONAL FTPI SÃO PAULO 11 2178.8700 RIO DE JANEIRO 21 3852.1588 BRASÍLIA 61 3326.3650 RECIFE 81 3446.5832 www.ftpi.com.br

Cartas à Redação: opiniao@ojornal-al.com.br Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião de O JORNAL.

Na última sexta-feira, fez-se em realidade luminosa, um encantador livro de relatos e de experiências, colhidos ao longo de uma época imorredoura que, ainda, se expande, impregnando a alma de quantos a desfrutaram na varanda atlântica da Avenida da Paz, sob o pálio da estima e da verdadeira amizade. Uma construção literária que exalta uma adolescência/juventude forjada sem a rigidez de regras draconianas e castradoras; consumada em liberdade, embora obediente e em harmonia com os postulados familiares então vigentes, que não os oprimiam, imobilizando-os. “Meninos da Avenida”, o livro aqui festejado, expressa a saga da formação de jovens adolescente, o eco de sua felicidade, o companheirismo ousado e fértil que consagrou um logradouro e que destaca a felicidade de uma época em que se fizeram prontos para os enfrentamentos existenciais. Trata ele, na verdade, do breviário avenidense; uma narrativa compartida, coletiva por excelência, de fatos acontecidos, semeados e germinados no terreno alvissareiro da juventude, cujos frutos, agora maduros e saborosos, são colhidos para transformarem-se em livro, para perpetuá-los, evitando que se percam nos desvãos imperscrutáveis do tempo passado. Não se trata, pois, de um livro fantasioso que alberga situações irreais, ou refere-se a pessoas imaginárias; nele, estão narrados fatos reais, experiências de pessoas vivas que se nutriram em uma aura benfazeja, para se converterem em cidadãos válidos e operantes. Os meninos que habitaram a Avenida da Paz e adjacências, como, de resto, os jovens contemporâneos que amavam a vida, não viam o mundo em que estavam inseridos como algo estático, completo e acabado; sabiam, de modo empírico, é bem verdade, como corolário de seu inato sentido de completitude, que teriam de lutar pelo seu aprimoramento, pela elevação de sua justeza e de sua equidade; para fazê-lo mais fraterno e feliz, aberto a todos, acolhedor de todos... Contando estórias, relatando experiências juvenis, “Os Meninos da Avenida” fortalece, em todos nós, a certeza de que a felicidade existe e é possível... E nos ensina que, para desfrutá-la, não precisamos de muito; basta que saibamos colocá-la ao alcance de nossas possibilidades. E, assim, eles fizeram e está registrado na autenticidade de seu livro. Parabéns, avenidenses! A lição é edificante e a festa que lograram realizar foi inspiradora e emocionante. 2. No sábado recém-passado, ainda em comunhão com a mágica natalina, significando uma simbiose perfeita e amena, edificada por jovens briosos, nos altiplanos do Farol, realizou-se o Encontro de Confraternização do Palmeiras, com a presença de mais de meia centena de seus sempre

1.

San

Datas & Fatos Sucursal Arapiraca Sucursal Agreste Avenida Rio Branco, 157 Sala 10 - Centro Fones - 3522-5375 / 9199-0007 E-MAIL: municipios@ojornal-al.com.br

ram que o poder público era distante da sociedade, voltado apenas para si próprio, e decidiram, como se diz na gíria “botar pra quebrar”. Estão, para desespero de todos nós, ganhando de goleada uma partida que o governo assiste nas cadeiras numeradas. Seria injusto neste momento culpar os policiais alagoanos pela crise. São homens dedicados, submetidos a uma rotina estressante, mas que seguem ordens. Além disso, o governo que quando assumiu prometeu mil policiais por ano, reduziu o efetivo da corporação. Baseado na Lei, o estado deveria ter um contingente maior nas ruas e nos quartéis, mas o governo tem ojeriza a fazer concurso (o governo tem ojeriza a qualquer coisa que diga respeito ao funcionalismo público). Em tempo, durante debate na TV, na eleição passada, o atual governador disse que nós éramos autista, um desrespeito em todos os sentidos. As famílias alagoanas que têm filhos autistas esperam até hoje um pedido de desculpas do governador. Contudo, ao continuar insistindo na balela de creditar seu fracasso (está no cargo há cinco anos) ao nosso período de governo, que foi marcado pela valorização do funcionalismo, pelas políticas sociais, e pela realização de obras como o Centro de Convenções, o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares e a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, podemos dizer, com certeza, que o governador está obcecado pelo passado. Precisa acordar para o presente já que o futuro é incerto.

Dádivas e prendas natalinas: celebrações, cultos e testemunhos

R$ 1,50 R$ 3,00 R$ 6,00

PABX 82 4009.1900 FAX/REDAÇÃO 82 4009.1950 FAX/COMERCIAL 82 4009.1960 CLASSIFICADOS 82 4009.1961 ATENDIMENTO AO ASSINANTE 82 4009.1919

O que temos é a violência pura em seus muitos aspectos

Crise na Argentina Em 20 de dezembro de 2001, a crise argentina atingiu o momento mais grave. O ministro da Economia, Domingo Cavallo, pediu demissão pois o Congresso retirou os poderes especiais que ele havia recebido. Os argentinos sentem a crise no país, com a renúncia do presidente Fernando de La Rua. 1699 - Pedro, o Grande, anuncia a adoção de um novo calendário russo, cujo ano novo começaria em 1º de janeiro, e não mais em 1º de setembro. 1803 - A França vende o Território de Louisiana para os Estados Unidos por US$ 15 milhões. 1805 - Nasce Thomas Graham, químico britânico, conhecido por suas investigações na difusão de gases e líquidos. 1868 - Nasce o industrial norte-americano Harvey Firestone. 1963 - Começa na Alemanha o Julgamento de Auschwitz, em que são julgados 22 ex-guardas do antigo campo de concentração nazista. 1968 - Morre John Ernst Steinbeck, escritor norte-americano, vencedor do prêmio Nobel em 1962. 1973 - Na Espanha, Luis Carrero Blanco, primeiro-ministro e braço direito do ditador Francisco Franco, é assassinado nas ruas de Madri. 1976 - Yitzhak Rabin renuncia ao cargo de primeiro-ministro de Israel. 1979 - Kim Jae-kyu, o mais importante homem do Serviço Secreto da Coréia, é condenado a morte pelo assassi-

nato do presidente Park Chung-hee em Seul. 1982 - Morre Arthur Rubinstein, pianista norte-americano de origem polonesa, famoso por interpretar compositores românticos. 1983 - Ladrões roubam a taça Jules Rimet da sede da Confederação Brasileira de Futebol. O troféu pesava 1,8 kg em ouro puro. 1987 - Um acidente entre um barco e um petroleiro deixa 4.386 mortos no mar das Filipinas. O navio, com capacidade para 1,5 mil pessoas, estava superlotado. 1989 - Os Estados Unidos invadem o Panamá e estabelecem um novo governo no país, mas não conseguem capturar o líder Manuel Antonio Noriega. 1994 - México desvaloriza o peso e inicia o Efeito Tequila em todas as economias da América Latina. 1995 - Um avião da American Airlines choca-se com uma montanha e explode na Colômbia, matando 160 pessoas que estavam a bordo. Quatro pessoas e um cachorro sobreviveram. 1995 - Tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) assumem a missão de paz da Organização das Nações Unidas na Bósnia, que estava em guerra civil. 2001 - Um avião Cessna 560 cai no aeroporto de Zurique. Morrem no acidente o piloto e o co-piloto, as duas únicas pessoas a bordo do aparelho. 2001 - O presidente argentino Fernando De la Rua e seu ministro da Economia, Domingo Cavallo, renunciam em meio a uma grande crise política e econômica no país. O presidente do Senado, Ramón Puerta, assume o governo provisoriamente.

“Os Meninos da Avenida” fortalece, em todos nós, a certeza de que a felicidade existe e é possível joviais integrantes. Foi, por assim dizer, uma festa de celebração à harmonia entre pessoas, à estima entre companheiros que se mantêm unidos e solidários, afetuosos. Mas, também, evocativa de um culto à interação entre o ser humano e a natureza, justo que se materializou no entorno lagunar, emoldurado por sua inspiradora paisagem. Foi, em sua concretude, uma majestática exaltação aos sentimentos que agregam e elevam, uma comemoração que nos distinguiu e marcou, enquanto seres inteligentes. A alegria tomou conta de todos, criando um ambiente verdadeiramente fraternal. Nele, foram compartidas as amenidades que povoaram a afortunada juventude palmeirense; lembrados e enobrecidos os tempos criativos que a fizeram operante e válida. Na verdade, essa comunidade sabia o que queria; sabia somar-se em aliança, para não se deixar afetar pelo áspero do egoísmo avassalador. Enfim, uma contagiante reunião festiva e luminosa. 3. No crepuscular desta crônica, cumpre-me o elogio à juventude raiolina que vivi, intensa e plenamente, no território livre da Praça Raiol. Expresso-a na abordagem poética que segue: Juventude na Raiol: Um tempo já distante/ Aos nossos olhos/ Tão bem vivido/ Tão bem haurido/ Ainda íntegro, constante/ Em nosso espírito / / Tempo inovador, eloqüente/ Singular, construtivo/ Convergente/ Ainda vivo em nós.../ Felizmente / / Por isso,/ Fulcro de nossas emoções/ Reverenciado, presente/ Em nossos corações/ Jamais esquecido/ Descartado ou ausente/ credo de nossas celebrações / / Tempo alentador, querido/ Embora decorrido/ Não se fez ido/ Na seletiva corrida/ Na inclemente luta da vida / / Halo renovador/ Força incontida, ardor/ Energia inesgotável, criativa/ Substância essencial da vida/ Ínsita em todos nós/ Aureolando nossa diuturna lida.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A7

Economia

www.j2011.com.br economia@ojornal-al.com.br

SEM FUNDOS

Cresce emissão em novembro De acordo com a Serasa, volume de documentos devolvidos subiu para 2,19% no mês

GASOLINA Consumo cresceu 18,3% em 2011

O

volume de cheques sem fundos subiu de 1,92% do total emitido no País em outubro para 2,19% em novembro, de acordo com indicador divulgado ontem pela Serasa Experian. Os economistas da empresa atribuem o aumento às compras para o Dia da Criança parceladas com pré-datados. O descontrole do consumidor, avaliam os economistas em nota divulgada pela Serasa, normalmente faz com que novembro registre uma quantidade maior de cheques sem fundos em relação a outubro. Na comparação com novembro de 2010, a taxa

O

subiu 1,68%. O volume de cheques sem fundos também cresceu no acumulado do ano. De janeiro a novembro, houve 1,95% de devoluções. No mesmo período de 2010, o nível registrado foi de 1,77%. De janeiro a novembro, Roraima liderou o ranking dos

Estados com maiores porcentuais de cheques devolvidos, com 12,31%. São Paulo registrou o menor número: 1,45%. Entre as regiões, a Norte ficou em primeiro lugar, com 4,15%. Já a região Sudeste teve o menor nível de cheques devolvidos: 1,56%.

Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom) estimou em 110,3 bilhões de litros o mercado total de combustíveis em 2011, um crescimento de 2,8%. O consumo de gasolina cresceu 18,3% no período, passando de 29,8 bilhões de litros para 35,3 bilhões de litros. Já o de álcool hidratado (usado nos carros) recuou 28,4% neste ano, resultado de oferta menor do produto e preços maiores. O faturamento do setor ficou em R$ 240 bilhões. Na avaliação da Serasa, crescimento se deve às compras do Dia das Crianças

BNDES

Crédito para pequenas deve superar R$ 7 bi

O

presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, afirmou ontem que, apesar do processo de agravamento da crise internacional, a concessão de crédito para micro e pequenas empresas pelo banco oficial não foi atingido. “Ainda não constatamos um processo de contração de crédito da pequena empresa, uma variável relevante que as autoridades econômicas estão a observar”, comentou, após dar aula no Curso Intensivo de Jornalismo Econômico organizado pelo Grupo Estado. Coutinho ressaltou que cerca de 500 mil empreendedores de pequeno porte recebem financiamento do BNDES, num valor médio de R$ 15 mil por companhia, o que deve gerar um montante de liberações de recursos superior a R$ 7 bilhões para este segmento de empresas em 2011. Segundo ele, não há estimativas do banco sobre os desembolsos para o ano que vem. A previsão de liberação de recursos para 2012 depende de alguns fatores, como o desempenho do nível de atividade no quarto trimestre e a influência da crise internacional sobre os investimentos de longo prazo, especialmente em infraestrutura. “Não há previsão de desembolso para 2012”, afirmou. “Nós temos buscado moderar o papel do BNDES.” Para 2011, o banco projeta que a liberação total de recursos ficará ao redor de R$ 140 bilhões, marca inferior aos R$ 143,6 bilhões registrados no ano passado - o valor relativo aos desembolsos de 2010 não leva em consideração os R$ 24,5 bilhões concedidos para a capitalização da Petrobras.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A8

Economia

www.j2011.com.br economia@ojornal-al.com.br

FGV

PapelMoeda Marco Aurélio Mello marcoaurelio@ojornal-al.com.br

Natal e compras coletivas

R

eportagem publicada ontem pelo site InfoMoney, a poucos dias do Natal, torna-se muito útil para aqueles consumidores que adoram descontos ou uma promoção, já que existe a opção de comprar os presentes – ou uma parte deles - por meio de sites de compras coletivas. Mas, o que deve ser levado em consideração antes de fazer as compras de Natal por meio desses sites? Vale à pena comprar presentes desta maneira? Para o consultor dos comitês de Compras Coletivas e diretor da Câmara-e. net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), Gerson Rolim, os sites de compras coletivas são uma boa opção para o consumidor comprar presentes com desconto. Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados para evitar que as compras se tornem um problema. “Em primeiro lugar, é preciso conhecer o site de compras coletivas que está oferecendo aquele produto ou serviço”, diz. Além disso, ele ressalta que o consumidor precisa olhar bem para o regulamento da oferta, para não ter surpresas negativas. Já o presidente do site de reclamações ReclameAqui, Maurício Vargas, não aconselha que o consumidor compre presentes de Natal por meio destes sites. “Temos recebido muitas reclamações referentes aos sites de compras coletivas. Só este ano, nós vimos quase 70 mil”, diz Vargas. Segundo ele, a partir do momento que os sites começaram a ofertar produtos – e não mais apenas serviços – o número de clientes insatisfeitos aumentou. “Muitas vezes, os parceiros desses sites são desconhecidos e não têm estrutura nenhuma. Isso aumenta as chances de ter problema com as compras”, afirma Vargas. Por isso, ele acredita que vale mais a pena fazer as compras por meio dos sites tradicionais ou nas lojas físicas. “Uma parte das pessoas vai conseguir comprar sem problemas? Com certeza, mas o estresse e o risco de ter problemas não compensam”, opina.

Sementes crioulas

Comércio brasileiro vive pleno emprego O

comércio brasileiro está vivendo um momento de pleno emprego, disse o professor de varejo da Fundação Getulio Vargas, Daniel Plá. “Pela primeira vez, às vésperas do Natal, de cada dez lojas você tem uma que ainda não conseguiu completar o quadro de funcionários. Isso se repete no Brasil inteiro. Há dificuldade de contratar”, acrescentou. Segundo o economista, isso ocorre devido à alta demanda da economia e à resistência das empresas na questão do aumento dos salários. “Você tem um controle forte da inflação, o dinheiro está difícil. Muitas empresas vão enfrentar dificuldades. Vão ficar com falta de produtos antes do Natal, porque estão trabalhando com estoques baixos devido ao alto custo financeiro”. Daniel Plá avaliou que as medidas de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) foram

Segundo a FGV, este ano, devido à demanda maior no consumo, os salários dos temporários subiram cerca de 30%

anunciadas pelo governo no momento certo, devem ajudar o setor, “mas vieram muito em cima da hora”. Em função da demanda, os salários dos funcionários temporários do comércio varejista aumentaram até 30%, disse. Ao mesmo tempo em que a briga pelos temporários é positiva, também mostra um lado preocupante,

advertiu Plá. “Porque muita gente larga um emprego fixo, força às vezes uma demissão para receber o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) mais 40%, entra no emprego temporário acreditando que depois vai ser efetivado, mas não é bem assim. Aí, você passa a ter uma situação dramática, que se repete todos os anos, porque de cada

Nova classe média compensa outras perdas

Uma iniciativa da Central Estadual das Associações de Agricultores Familiares (Ceapa), que apresentou demanda ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), garantiu o registro de 17 cultivares de feijão que há décadas são plantadas no Sertão de Alagoas. As cultivares são consideradas sementes crioulas, típicas da região, adaptadas ao clima, solo e condições de pluviosidade locais. Segundo o presidente da Ceapa, Genivaldo Vieira, todas as sementes são de três famílias: mulatinho, fogo-na-serra e carioca.

Na média, a expectativa do especialista da FGV é que o comércio nacional experimentará este ano um crescimento real, isto é, descontada a inflação, em torno de 2%. Isso significa que alguns comerciantes vão ter queda no faturamento, sobre tudo aqueles cujas vendas são direcionadas às classes média média e média alta. De acordo com o economista, esses comerciantes estão perdendo competiti-

Plataforma digital 1

BANDA LARGA

Os pequenos produtores de Alagoas estão conquistando mais espaço no mercado local e, com o advento das novas tecnologias, passam a ser inseridos no comércio nacional. O Programa Rede Brasil Rural, desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), é uma das provas de como o desenvolvimento regional pode estar associado ao avanço das tecnologias.

Plataforma digital 2 A Rede Brasil Rural, lançada na semana passada, é uma plataforma digital onde agricultores familiares de todo o Brasil, por meio de suas associações e cooperativas, negociam diretamente com fornecedores e empresas de transporte a compra e a entrega de insumos necessários para qualificar ainda mais a produção.

Plataforma digital 3 Em Alagoas, o programa nacional vai beneficiar 22 cooperativas e 117 associações, o que atinge uma média de 7.900 produtores rurais. O site pode ser acessado pelo endereço eletrônico http://www.redebrasilrural.mda.gov.br/. Ele estará acessível para cadastro dos produtores, fornecedores, gestores do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e outros agentes envolvidos na cadeia produtiva da agricultura familiar, até 18 de fevereiro de 2012.

Vivo esclarece 1 Em relação à matéria “Vivo vai investir R$ 24 milhões”, publicada no dia 11 de dezembro, na página 02 do caderno de Economia, a empresa esclarece que vai investir R$ 24 bilhões, em todo o Brasil, entre 2011 e 2014, e não R$ 24 milhões, apenas em Alagoas, em 2012, como foi publicado.

Vivo esclarece 2 Quanto ao valor de 20 milhões investidos no Estado de Alagoas, a Vivo informa que os recursos foram empregados durante este ano, e não de 2008 a 2011, como diz a matéria.

Vivo esclarece 3 Por fim, a operadora explica que, quando chegou ao Nordeste, ofereceu uma promoção para conquistar novos clientes, com preços competitivos, sem comprometer a qualidade dos serviços prestados.

vidade em razão do número crescente de brasileiros que viajam para o exterior nesta época do ano e fazem suas compras fora do País. “Isso está atrapalhando o setor da moda, em especial, e o segmento de produtos mais sofisticados”. Em contrapartida, a nova classe média, formada por boa parcela oriunda das classes D e E, está consumindo muito e impulsionando as vendas no período.A expec-

tativa é de incremento ainda maior em função do décimo terceiro salário, “quando sobra renda. É um grande boom (explosão)”. Daniel Plá assegurou que os comerciantes cujos produtos atendem especificamente a esses consumidores estão batendo o recorde de vendas dos últimos dez anos. “Esses varejistas estão investindo pesado em produtos para atingir esse consumidor”, completou.

Acesso fixo e móvel cresceu 68%

O

número de acessos em banda larga fixa e móvel chegou a 55,4 milhões em novembro, crescimento de 68% nos últimos 12 meses. De acordo com a Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), de dezembro de 2010 a novembro deste ano foram registrados 22,4 milhões de novos acessos em banda larga.

A maioria dos acessos (38,9 milhões) é via banda larga móvel, enquanto o restante (16,5 milhões) é por banda larga fixa. A banda larga móvel dobrou o número de acessos desde novembro de 2010, acrescentando 19,4 milhões de novas conexões. A banda larga fixa cresceu 21,9% nos últimos 12 meses, com 3 milhões de

novas conexões. Do número total de acessos à banda larga móvel, 7,6 milhões são por modems de acesso à internet e 31,3 milhões por telefones celulares de terceira geração (3G), incluindo os smartphones (telefones com funções de computador), cujo crescimento atingiu 130% em um ano.

três temporários, apenas um é efetivado”. Para os contratados temporariamente, o valor médio pago no Natal chega a dois salários mínimos. Entre os comerciários cujos empregos são fixos, a média é um salário mínimo mais benefícios e/ou comissão. Os bons vendedores chegam a receber até quatro salários, informou.

TRANSPOSIÇÃO

Estimativa é de 6 mil empregos em 2012

A

s obras da transposição empregam hoje 3,9 mil trabalhadores. Até julho de 2012, esse número deve chegar a 6 mil. Destes, mil vão atuar na construção das estações de bombeamento, obra que será tocada pelo consórcio formado pelas construtoras Mendes Júnior e GDK, vencedoras da licitação. A previsão de conclusão dos trabalhos é de 36 meses. O Eixo Norte terá quase 400 quilômetros de extensão, dos quais 46% estão concluídos. Foram destinados R$ 275 milhões para a construção das estações, que vão bombear as águas do rio pela cidade de Cabrobó, no sertão do São Francisco, até a cidade de Jati, no Ceará. As estações serão construídas nos municípios de Cabrobó (35 metros de altitude), Terra Nova (55 metros) e Salgueiro (90 metros). A transposição do Rio São Francisco deve suprir até 2025 necessidade de água de cerca de 12 milhões de habitantes de 390 municípios do Agreste e Sertão de Pernambuco, além dos estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A obra é a mais importante da política nacional de recursos hídricos, no combate à seca. “Sem as estações, não venceríamos os desníveis da região que chegam a cerca de 170 metros”, explicou Augusto Martins, secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional. “O esforço todo é para dar ritmo acelerado ao projeto. Essa obra é prioritária”, afirma o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

MORTE

Cidades

U

tal regional para evitar que a jovem viesse a falecer. Eles denunciam ainda que tiveram que pagar a quantia de R$ 60,00 referente a uma consulta particular para que, então, a jovem fosse transferida para o hospital de doenças tropicais. O coordenador de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Charles Nunes, informou ontem que a morte da jovem Elenilda ainda não foi comunicada à Sesau e explicou que a confirmação de que a causa do óbito foi por dengue hemorrágica se dá apenas após exames específicos. “Às vezes as causas das doenças se confundem, por isso é preciso que saia o resultado do exame para que então seja confirmada ou não a morte por dengue hemorrágica”, destacou. Até junho deste ano, a Sesau havia confirmado oito casos de morte por dengue hemorrágica em Alagoas e, na época, estaria com mais dois casos suspeitos sob investigação. Dados da Sesau mostram redução de 81% nos casos de dengue, em relação a 2011. O último relatório destaca que até novembro deste ano foram registrados 9.959 casos de dengue. Em 2010 foram registrados 52.647 casos.

TURISMO

Ladrões invadem e roubam secretaria LÁYRA SANTA ROSA layrasantarosa@ojornal-al.com.br

O

prédio onde funciona a Secretaria Municipal de Promoção do Turismo em Jaraguá, foi arrombado pela terceira vez, em menos de um mês. A última ação criminosa aconteceu na noite de domingo e terminou com duas pessoas presas em flagrante pelo crime. José Edson da Silva, 19, e Alexandre Borges da Silva, 28, acabaram sendo localizados com o material do roubo. Para entrar no prédio os criminosos quebraram o vidro lateral, próximo a porta de acesso, o mesmo que nas outras duas invasões foi retirado. “Na primeira vez que eles invadiram deslocaram a lamina de vidro e conseguiram entrar, mas não levaram nada. Na segunda vez, eles quebraram a sustentação que já tinha sido reforçada e fugiram levando uma CPU. Dessa vez, tentaram forçar a

entrada, não conseguiram e quebraram o vidro, levando um ventilador, CPU e monitor, que já foi recuperado”, contou a secretária Cláudia Pessoa. No momento que os dois homens entraram no prédio, o alarme do monitoramento eletrônico disparou, fazendo com que eles agissem rápido. “Provavelmente, pelo que foi dito pela polícia, eles são os mesmos das outras invasões e já vinham monitorando o prédio, tanto que sabiam como agir. Foram rápidos e quando o alarme disparou saíram antes que a segurança eletrônica chegasse”, disse a secretária. Após a invasão, a Polícia Militar foi acionada e realizou rondas na região, quando encontrou José Edson em uma das ruas do bairro com um ventilador. Ele foi parado e acabou confessando o crime, entregando o endereço de Alexandre Borges. Na casa de Alexandre foram encontrados os outros produtos roubados.

Após arrombamento, dia foi de arrumação No dia após a terceira invasão, o clima era de arrumação na Secretaria de Turismo. Várias caixas foram colocadas na entrada do prédio, para evitar o acesso pela lateral. De acordo com a secretária Cláudia Pessoa, está sendo estudada a possibilidade de reforçar a segurança do prédio. “O prédio é alugado e devemos conversar com o

www.j2011.com.br cidade@ojornal-al.com.br

RESOLUÇÃO 259

Estudante é vítima de dengue hemorrágica ma estudante de 20 anos morreu no último final de semana vítima de dengue hemorrágica em Alagoas. O caso foi registrado na cidade de União dos Palmares. Elenilda Almeida Silva chegou a ser encaminhada para o Hospital Hélvio Auto, mas faleceu no domingo. Segundo informações de familiares, Elenilda teria apresentado um quadro de dor de cabeça forte, febre e dores no corpo na madrugada de sábado (17). A estudante foi levada por parentes para o Hospital Regional São Vicente de Paulo, em União dos Palmares, onde foi atendida e teve alta médica sem ser submetida a exame mais específicos. Em casa, a jovem teria tido uma piora significativa do quadro clínico, retornou ao hospital regional e em seguida foi transferida para o Hospital Hélvio Auto em Maceió. Em menos de 24 horas, Elenilda faleceu no hospital. De acordo com o irmão da jovem, Everaldo Fernandes da Silva, a morte por dengue hemorrágica consta no atestado de óbito fornecido pelo hospital. A família reclama que não foraam adotadas as medidas corretas no hospi-

A9

dono, para que ele autorize o reforço na segurança, sem descaracterizar a fachada”, explicou. “Infelizmente, essa situação não é novidade para quem tem prédio nessa região Central. Estamos aqui há três anos e meio, e sempre acompanhamos notícias de arrombamentos. É uma realidade comum nessa região”.

Mudança de prazos pode acirrar disputa Sinmed acredita que operadoras não vão conseguir cumprir determinação da ANS quanto aos prazos FLÁVIA BATISTA flaviabatista@ojornal-al.com.br

C

om a entrada em vigor da resolução normativa 259 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), os planos de saúde de todo país passaram a ter

um prazo para disponibilizar especialistas para consultas aos usuários. O tema, entretanto é polêmico e pode acirrar a briga entre médicos e operadoras que há muito tempo divergem sobre o atendimento dispensado ao consumidor. Embora a nova regra que passou a valer ontem, seja uma ferramenta poderosa nas mãos do usuário, a opinião do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed) é que será muito difícil para as operadoras cumprirem com as deter-

minações da ANS. “O maior problema é que a relação dos planos de saúde com os médicos está muito desgastada e muitos especialistas deixaram de atender pelos convênios. E isso deixará a situação complicada e difícil de resolver”, afirmou Wellington Galvão, presidente do Sinmed. O ideal será, segundo orientação do presidente do Sinmed, o usuário se fazer valer dos seus direitos e denunciar quando não conseguir o que a ANS garante. “As

pessoas precisam se habituar a denunciar. Não basta reclamar, mas levar a denúncia adiante”, disse. A resolução pode, inclusive, servir de “aliada” para a guerra travada pelos médicos, que cobram reajuste dos valores pagos pelas consultas. “Será mito bom se esta resolução fizer os planos reavaliarem sua posição com a nossa categoria. Ou do contrário será muito difícil cumprir as regras e não pagar as multas que certamente virão”, avaliou Galvão. Thiago Sampaio

Yvette Moura

José Gameleira Tenório explica que as operadoras devem se responsabilizar

Wellington Galvão acredita que dificilmente as regras serão cumpridas

Operadora tem que garantir o atendimento Pelo que determina a resolução normativa, cada operadora deve oferecer pelo menos um serviço ou profissional em cada área contratada. Nos casos de ausência de médicos, a operadora terá que garantir o atendimento em um prestador não credenciado no mesmo município ou em outra cidade. “No caso de o usuário precisar

ir para outra cidade, o plano tem de pagar as despesas de transporte do usuário. E dentro do prazo determinado para a especialidade”, avisou o presidente da Comissão de Direitos do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas, José Tenório Gameleira. Ele explica, entretanto,

que, para se chegar a este ponto o usuário deve esgotar as possibilidades de especialistas. “Para pedir a intervenção do plano, o usuário precisa não ter encontrado nenhum especialista para atender dentro do prazo. Ou seja, ligar para aqueles médicos que estão listados no livrinho dos convênios.

Caso ele não encontre é que a operadora deve providenciar o médico ou ressarcir o usuário que tiver que pagar pela consulta”, explicou. Os casos em que os planos de saúde não consigam resolver devem ser denunciados à ANS ou mesmo à Justiça. “O usuário precisa as operadoras", avisou.

BALDOMERO

Bope faz revista em presídio DA EDITORIA DE CIDADES cidade@ojornal-al.com.br

A

Su p e r i n t e n d ê n c i a Geral de Administração Penitenciária (Sgap) e a Polícia Militar de Alagoas, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Defesa Social (Seds), apreendeu na manhã de ontem, no Presídio Baldomero Cavalcanti, 26 aparelhos celulares e 134 armas artesanais, entre elas, facas e espetos. A operação foi uma das ações conjuntas planejadas pela Seds para desarticular a força das organizações criminosas que estariam agindo de dentro dos presídios alagoanos. De acordo com a Sgap, foram mobilizados 140 homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Grupo de Intervenção Tática (GIT). Os policiais fizeram uma busca nos espaços internos do presídio e nas áreas exter-

Material encontrado dentro das celas pelos policiais do Bope: 26 aparelhos celulares e 134 armas artesanais

nas aos módulos. O objetivo foi apreender armas, drogas, celulares e outros objetos de uso proibido no ambiente prisional. A ação teve apoio do helicóptero Bell Jet Ranges III, da PM, e contou com oito cães

usados em operações especiais. Ao todo foram apreendidos na operação 26 aparelhos celulares, 5 recarregadores, 18 chips e 5 baterias de telefones, além de 134 armas artesanais, sendo 96 facas e facões e 38

espetos. Para o superintendente de Administração Penitenciária, o tenente-coronel Carlos Luna, a apreensão “representa uma ação integrada da Defesa Social".


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A10

Cidades

www.j2011.com.br cidade@ojornal-al.com.br

QUADRILHA

Presos acusados de roubos Filipe Valões

THALLYSSON ALVES* estagio@ojornal-al.com.br

P

elo menos cinco homens foram presos acusados de roubo, ontem, durante uma operação que envolveu policiais da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais (Tigre) e delegacia de Roubos e Furtos

Da Capital. Até o fechamento dessa edição as buscas continuavam. Os nomes dos acusados não foram divulgados pelo delegado Mário Jorge Barros, titular da delegacia e responsável pela operação. “Ainda não posso informar porque mais prisões acontecerão”, justificou. As prisões foram decretadas pelos juízes da 17ª Vara Criminal da Capital.

Em Cruz das Almas, várias caixas com material nãodiscriminado ontem pelos policiais, foram apreendidos em um apartamento alugado no Edifício Ramage. Além delas, dois veículos foram recolhidos por terem queixa de roubo – um Honda Civic de cor creme e um Gol de cor prata (as placas não foram divulgadas pelos policiais) – na posse de dois homens.

Segundo um policial, que pediu para não ser identificado, mais três pessoas seriam presas na noite de ontem. E, conforme o delegado, a assessoria de comunicação da Polícia Civil vai divulgar, hoje, o local e hora para apresentar todos os acusados numa coletiva de imprensa. *Sob a supervisão da Editoria de Cidades

Acusados de roubos presos na operação foram levados para a sede da Deic

APÓS TUMULTO

Comércio abre apreensivo

Empresas de ônibus temem novos ataques FLAVIA BATISTA flaviabatista@ojornal.com.br

Thiago Sampaio

SUMAIA VILLELA sumaiavillela@ojornal-al.com.br

U

m elemento sutil, mas visível em muitas lojas do centro de Maceió, mostrava que comerciantes do bairro ainda não se recuperaram da correria de domingo que ontem tomou conta das conversas populares. Apesar das portas abertas, muitos estabelecimentos estavam com uma estrutura removível ainda encaixada, para que as grades pudessem ser fechadas rapidamente diante de uma nova ameaça. Além do medo, a indignação contra o posicionamento do Estado de que o arrastão não teria passado de boato também deu o tom das declarações. Em uma loja, localizada em frente ao PM Box – onde funcionários garantiram ter visto homens armados em meio à confusão – usou dessa estratégia como precaução. Quem decidiu manter as estruturas (que atrapalhava a inda e vinda de produtos de grande porte) foi o gerente Jailton Bernardo de Oliveira, que estava irritado com a

Comerciantes disseram que movimento ontem não foi como o esperado

entrevista concedida pelo governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) a um programa matutino de televisão, o qual ele afirmou que o “arrastão” foi causado por um boato. “Eu estava aqui, eu vi, como vou acreditar nele [o governador]?”, questionou. “Pelo que assisti, ele fugiu do foco, que é praticamente um estado de sítio que estamos vivendo. O governador só deu essa desculpa e depois mudou de assunto para outros projetos”, avaliou o gerente. Ontem de manhã, três funcionários avisaram que iriam faltar, entre eles um montador cuja esposa estava no Centro no

momento da correria, passou mal e ficou toda a noite num hospital. O comerciário Carlos Cícero, de 29 anos, nem esperou as perguntas começarem para disparar sua resposta a Téo Vilela. “O governador estava aqui para ver? Quem viu foi a gente. Quer dizer que estamos mentindo?”, questionou. Ele contou que, apesar da movimentação de clientes estar grande ontem, as vendas ainda estavam mais fracas que o esperado. Por sua vez, os compradores não escondiam a apreensão diante do recente problema. Rita de Cássia

Cerqueira Serapião, 41, disse que só apareceu no Centro porque “foi o jeito”. “Já fiz as compras de natal. Eu precisava comprar umas coisas para a avó do meu marido, mas por mim eu não vinha. Uma conhecida estava aqui ontem e pedi por tudo para que eu não viesse”, relatou. O Jornal esteve no local, domingo, e conversou com dezenas de pessoas, entre vendedores, gerentes, consumidores, policiais e representantes da Aliança Comercial. Na edição de segunda, os dois lados foram expostos, inclusive o de testemunhas – que viram homens armados no meio da multidão - e uma vítima – que foi assaltada quando fazia compras na Casa Baroma. Ontem, mais relatos chegavam até a reportagem, inclusive a de uma vendedora que presenciou abordagens de criminosos no meio da confusão, no calçadão do comércio. O subtenente Genival Cardoso, responsável pelo comando do policiamento do Centro no período da tarde, revelou que nenhuma queixa .

Helicóptero da PM ajuda no patrulhamento Por determinação do governador do Estado, desde ontem, o helicóptero da PM está ajudando no patrulhamento das áreas de grande

concentração de pessoas. O centro da cidade foi um dos locais, principalmente por conta das ameaças de arrastões. O comércio também

ganhou o reforço de 80 policiais por dia. A aeronave está sendo usada para suporte às viaturas terrestres e aumentar o

campo de visão com policiais fortemente armados. Além da região central, o helicóptero sobrevoa o Benedito Bentes, Ponta Verde e Jacintinho.

Dário Cesar nega arrastão no centro da cidade ANNA CLÁUDIA ALMEIDA annaclaudia@ojornal-al.com.br O secretário de Estado da Defesa Social, Dário Cesar, classificou como boato o ‘arrastão’, que na tarde do último domingo, levou pânico a consumidores e lojistas no Centro de Maceió. Ele esteve reunido ontem com representantes da Aliança Comercial, associações dos shoppings, A s s o c i a ç ã o C o m e rc i a l , Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), SEBRAE e garantiu um reforço maior na segurança durante este final de ano. Durante o encontro, Dário Cesar relatou que dados da polícia confirmam que o incidente teve início no mercado, onde três jovens estavam armados da região da Levada.

“Ainda não se sabe se eles queriam praticar furtos ou fazer um acerto de contas. Eles efetuaram disparos para o alto que foram revidados por seguranças do mercado. Em seguida, o trio saiu correndo em direção às ruas do comércio”. Ainda de acordo com o secretário, ao perceber os menores armados, algumas pessoas entraram em pânico e logo associaram o fato com um arrastão. Por conta do tumulto, os comerciantes decidiram fechar as portas. Dário Cesar aproveitou o encontro para tranqüilizar os empresários ao afirmar que não há motivos para pânico, garantindo que a polícia estará nas ruas. Sobre a quem poderia interessar o boato,

ele foi taxativo. “Não sei a quem interessa espalhar um boato desses. Isso é um ato de perversidade, maldade e covardia. Por conta de boatos, já tivemos ocorrências pelo mundo de pessoas pisoteadas, mortas. E sinceramente, nada justifica essa atitude de um absurdo sem tamanho”, desabafou. Com o pânico instalado, o Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods) registrou um número de 38 ligações de pessoas que relatavam arrastões ocorridos na cidade. No entanto, mesmo com o deslocamento de viaturas para as regiões citadas, nenhum dos casos houve uma confirmação de assalto. Até o início da tarde de ontem, apenas dois incidentes foram

registrados: um saque em uma loja incendiada em Rio Largo e um furto num supermercado. Dário Cesar aproveitou para descartar qualquer ligação entre o arrastão e os atentados a ônibus incendiados. “São casos distintos. Os ataques aos coletivos vieram de dentro dos presídios e sabemos quem esteve por trás, pois conseguimos fazer um monitoramento das ações”, lembrou o secretário, confirmando que cerca de 20 presos deverão ser transferidos para um presídio federal. A decisão é que o número de policiais nas ruas do comércio será redobrado. Cerca de 80 militares estarão disponibilizados para garantir a segurança dos consumidores.

As doze empresas que integram a Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal) devem protocolar hoje um ofício junto aos órgãos de segurança do Estado cobrando medidas imediatas para evitar novos ataques aos coletivos. Caso não seja tomada nenhuma providência num curto espaço de tempo, os empresários afirmam que serão obrigados a tirar os ônibus de circulação. O aviso da Transpal vem sendo dado desde que os ônibus que circulam pela cidade viraram alvo de ataques de criminosos. Só na semana passada, três coletivos foram incendiados, dois deles na mesma noite. Diante disso, o prejuízo das empresas vem se somando e, segundo os empresários, a sucessão de ataques representou perdas superiores a R$ 300 mil. “Não podemos continuar traba-

lhando com esta situação. Se as providências não forem tomadas para resolver este problema, se não nos sentirmos seguros, não poderemos continuar operando”, afirmou Josivaldo Fernandes, gerente da empresa Tropical. A empresa que faz a linha Rio Largo e Aeroporto perdeu dois carros durante os ataques que começaram em novembro. Diante disso, os empresários chegaram a decidir pela retirada antecipada dos ônibus no último domingo, por causa dos boatos de violência no Centro. “Chegamos a um ponto em que a vida dos trabalhadores está em risco”, lamentou o gerente, avisando que ofício será entregue ao Ministério Público Estadual. O pedido de socorro emitido pelas empresas de ônibus é semelhante ao que os rodoviários lançaram, na semana passada, quando pararam os ônibus em frente ao Palácio República dos Palmares.

Acusado de comandar atentados é preso Um dos acusados de integrar o grupo que incendiou, na semana passada, dois ônibus em Maceió foi preso, na tarde de ontem. Alexandre Nunes Ferreira, conhecido como “Roqueiro”, de 22 anos, estava foragido do Cyridião Durval e foi encontrado no loteamento Terra de Antares, no bairro Serraria, com armas e drogas. “Roqueiro” foi recapturados por militares do Batalhão de Operações Policiais Espe-

ciais (Bope), da Divisão de Investigação e Capturas (Deic) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A polícia chegou ao acusado por meio de informações do disque-denúncia. A prisão foi uma ação conjunta das polícias, coordenada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). O mandado de prisão foi expedido pela 17ª Vara por solicitação Grupo Estadual de Combate a Organizações Criminosas (Gecoc).


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A11

Cidades

www.j2011.com.br cidade@ojornal-al.com.br

OPERAÇÃO VERÃO

PelaCidade

Capitania dos Portos intensifica fiscalização

Deraldo Francisco pelacidade@ojornal-al.com.br

Para recolher o entulho

N

esta época do ano é natural que as pessoas façam uma reforma na casa ou no apartamento e que ainda dê um trato nas árvores da calçada. Mas isso acaba produzindo entulho, e o que fazer, então, sem o lixão para despejar esse material? A coluna orienta que a pessoa procure a central de entulhos mais próxima de sua casa. Há seis em Maceió. Basta dar uma ligadinha para a Slum, que ela diz onde ficam todas elas. O telefone da Slum é este: 3315-2600. Os carroceiros que trabalham em Maceió nesse tipo de serviço já sabem os caminhos das pedras e, contratá-los para fazer o serviço, também é uma alternativa. O custo fica entre R$ 5,00 e R$ 30,00. Ou seja, cabe no bolso. O que não pode é deixar a sujeira na calçada e esperar que o carro-coletor venha pegar. Essa forma de coleta é diferente da que é feita com o lixo doméstico. O serviço existe e, num contato telefônico com a Slum, a pessoa fica sabendo como ele funciona. Então, não há motivo para deixar a cidade suja.

Thiago Sampaio

SUMAIA VILLELA sumaiavillela@ojornal-al.com.br

N Thiago Sampaio

Roubos no Centro

avegar é preciso – mas com segurança. Para garantir que não ocorram acidentes e que embarcações e banhistas convivam de forma harmônica neste verão, foi desencadeada, desde o último sábado, uma operação da Capitania dos Portos de Alagoas para fiscalizar se os proprietários de barcos comerciais e de passeio estão atendendo a todas as exigências legais. Até o dia 17 de março de 2012, o órgão da Marinha brasileira promete não tirar o olho das águas alagoanas. O balanço do primeiro dia já foi divulgado pelo capitão de fragata André Meire. Segundo

ele, a fiscalização realizada na Praia do Gunga e na Barra de São Miguel já rendeu 26 abordagens e três notificações – todas sem necessidade de apreensão do barco. “Esse mês ainda não é o de maior movimentação turística – que é também quando há maior volume de embarcações. A partir de janeiro é que nós teremos mais trabalho”, explicou. Para fazer o trabalho, três Flex boats e dois Jet skys estão sendo usados com capacidade para duas incursões de segunda a sexta-feira e três no fim de semana. Mas, segundo Meire, a quantidade de viagens será decidida de acordo com a movimentação diária e o tempo. “Se chover, não faz sentido a gente ir,

Capitania dos Portos faz operação para checar as embarcações em Alagoas

porque não vamos encontrar ninguém”, explicou. Segundo ele, a maior parte dos problemas é encontrada em embarcações particulares; com os donos de barcos turísticos, a Capitania consegue realizar reuniões antes do verão. Ano passado, de janeiro

a agosto, 1.943 embarcações foram inspecionadas nos 250 km de extensão do litoral alagoano. Dessas, 256 acabaram notificadas e 22 apreendidas, e 114 autos de infração foram aplicados, cujas multas variam de R$ 80,00 a R$ 3.200,00.

ANALFABETISMO

Evento discute erradicação A coluna alerta as pessoas que vão às compras neste final de ano para que não se apavorem à primeira informação de que alguém foi furtado ou roubado. Infelizmente, esse tipo de ação criminosa sempre existiu em locais de grande concentração de dinheiro vivo. É dinheiro indo e voltando em várias cédulas camufladas em bolsas, bolsos, carteiras, sacolas. E isso atrai a cobiça dos ladrões. É praticamente impossível um arrastão no centro de Maceió. A “cultura” dos bandidos daqui é outra.

Asfalto no Freire Ribeiro Agora, o serviço foi completo. Não restou buraco descoberto no Conjunto Freire Ribeiro, que fica entre o Farol e Bebedouro. Equipes da Seminfra [ou a serviço dela] estiveram no local e fizeram a usina de asfalto produzir a todo vapor. Foram tapados dezenas de buracos, entre grandes e pequenos. Dessa vez, a operação não ficou pela metade como estava ocorrendo ultimamente. O problema é que, com o asfalto novo, a pista ficou parecendo uma colcha de retalhos, mas, pelo menos, não há risco de acidentes nem de prejuízos para os motoristas.

Santo Amaro quer iluminação A comunidade do bairro de Santo Amaro está pedindo à Sima apoio para iluminar um campo de futebol onde mais de 500 pessoas – entre moças e rapazes – praticam esportes todos os dias. Eles informam que a posteação e parte da fiação subterrânea foram instaladas e que falta pouco para tudo ficar iluminado. A coluna reforça que, como está um banho de luz na cidade, principalmente na orla marítima e no Centro, seria oportuno também a Sima resolver esse problema da comunidade do Santo Amaro, até mesmo pela importância do campo de futebol para as pessoas que moram naquele bairro.

Luz é segurança Uma prova de que luz e segurança têm tudo a ver é o bairro de Jaraguá. Devido à escuridão – que aos poucos a Sima está tentando acabar –, os ladrões atacam em vários pontos do bairro. Os empresários que têm negócio no local ou gastam muito com segurança particular ou são alvos de constantes assaltos. O problema ali é que o poder público repõe as lâmpadas roubadas ou quebradas pelos criminosos e, dias depois, eles fazem a mesma coisa.

Até helicóptero? O Bope fez, ontem, uma operação do tipo “pente-fino” no Baldomero Cavalcanti. Mais de 140 homens foram mobilizados na operação. Não se explicou, no entanto, qual a necessidade de se utilizar um helicóptero numa revista em terra, sem contar que foi num presídio. Observar movimentação na laje do presídio? Isso pode ser feito da muralha do presídio, inclusive com melhor visibilidade. Por favor, alguém da Intendência Penitenciária ou do Bope pode explicar isso?

Termômetro

A

lguns comerciantes do centro de Bebedouro tomaram ciência e estão criando alternativas para receber suas mercadorias sem prejudicar o trânsito.

A

sinalização equivocada - da SMTT - prejudicando os moradores da Chã de Bebedouro continua, bem nos fundos da Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

LÁYRA SANTA ROSA layrasantarosa@ojornal-al.com.br

O

futuro da alfabetização e educação de jovens e adultos está sendo discutido desde ontem, durante um Seminário sobre a Agenda estadual de Desenvol-

vimento Integrado, que acontece no Centro de Convenções Ruth Cardoso, em Jaraguá. O evento é composto por palestras, que orientam educadores, alunos e secretários de Educação de como devem proceder para o fim do analfabetismo.

De acordo com o professor José Raildo Ferreira, coordenador da Agenda Territorial em Alagoas, essas atividades fazem parte do processo para o fim do analfabetismo e sequência do processo educacional. “A agenda é uma ação estratégica de mobilização social, pensada a partir de uma visualização do Ministério da Educação para o processo educacional de Jovens e Adultos no país. Ela servirá como instrumento de trabalho, para por fim no analfabetismo e principalmente, na continuação da educação”, contou. Durante o evento, essa

agenda será explicada através de palestras, com toda a orientação para professores, alunos e secretários de Educação de todo o Estado. “O seminário é formado por ciclos de palestras que aconteceram na segunda-feira. Já na terça-feira, iremos explicar como será dado o percurso de escolarização para o próximo ano”, disse o professor. E acresentou ainda sobre o planejamento de 2012. “Para o ano que vem, iremos diagnosticar a educação de jovens e adultos em Alagoas. Analisando o número de analfabetos e as razões para largarem o processo educacional” disse.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A12

Cidades

www.j2011.com.br cidade@ojornal-al.com.br

PSF

EntreLinhas Izabelle Targino municipios@ojornal-al.com.br

RodoVida

O

governo federal deu início ontem a Operação RodoVida. Em ação inédita, a operação integra forças de segurança federal, estadual e municipal. No estado de Alagoas há um trecho na BR 316 no km 270-280 considerado de risco pelo elevado registro de acidentes. Com a fiscalização intensificada, espera-se reduzir os acidentes mais graves das estradas do país.

Entrega de casas A partir de hoje terá início a entrega das 1.479 casas para as famílias atingidas pelas enchentes do ano passado. As primeiras hoje nos municípios de São José da Laje e União dos Palmares; amanhã as entregas seguem em Cajueiro e Capela; quinta-feira será a vez das famílias de Branquinha e Rio Largo e na sexta-feira, recebem as casas as famílias de Murici. Em São José da Laje, serão entregues 166 casas no Residencial Vereador Armando Lyra. União dos Palmares receberá 365 unidades habitacionais no Residencial Newton Pereira Gonçalves. Em Cajueiro serão entregues 37 casas no Residencial Antônio Palmery Soriano Mello; e em Capela, 40 moradias no Residencial Otávio Gomes da Silva. Branquinha recebe 144 casas no Residencial Raimundo Nonato Lopes e Rio Largo, 238 residências no Conjunto Francisco Tavares Granja. Murici receberá 489 unidades habitacionais, sendo 333 no Residencial Pedro Tenório Raposo e 156 no Residencial Olavo Calheiros Novais.

Médicos entregam cargos em Palmeira Categoria, em greve há três meses, cobra negociação salarial com as prefeituras do interior IZABELLE TARGINO municipios@ojornal-al.com.br

O

s médicos do Programa de Saúde d a Fa m í l i a ( P S F ) que atuam no município de

Palmeira dos Índios devem entregar os cargos hoje. A decisão foi tomada em uma reunião na última quinta-feira (15) e anunciada ontem pelo Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed). Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas, Wellington Galvão, assim como em outros municípios, a categoria já está em greve há três meses, sem qualquer negociação por parte da prefeitura. “Já são três meses

de greve e o prefeito já disse que não ia negociar nada. Além de não negociar, já disse que vai pedir a ilegalidade da greve”, disse Wellington Galvão. O presidente explicou que os dezoito médicos que trabalham no município recebem hoje um salário de R$ 5 mil, quando deveriam receber R$ 16 mil. A categoria reivindica aumento para dez mil, e negociação do restante, mas os gestores não se pronuncia-

ram sobre o assunto. “É uma falta de respeito com os profissionais. Todos estão recebendo muito abaixo que valor correto. E agora todos não obrigados a trabalhar quarenta horas semanais. O município vai ficar sem médicos”, afirmou o presidente. Os médicos vão se reunir hoje, junto com o presidente do sindicato, no hospital Santa Rita, às 10h. Em seguida entregam seus cargos.

Outros municípios também devem ficar sem os profissionais

Maribondo A população de Maribondo passou a segunda-feira sem água. O problema aconteceu devido um vazamento em uma adutora que abastece a região. Técnicos da Unidade de Negócio Serrana, da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), trabalham para efetuar o reparo e prometeram normalizar o abastecimento até o final do dia.

Semana da educação 1

Outros municípios no Estado estão com os médicos do PSF em greve. De acordo com Wellington Galvão, muitos profissionais falam na possibilidade de deixar os cargos por falta de negocia-

ção. “Os gestores no lugar de negociar com a categoria estão pedindo a ilegalidade da greve. Esta não é a melhor maneira de resolver o problema”, disse o médico.

Ainda segundo ele, em Arapiraca, onde a greve foi decretada ilegal, alguns médicos já começaram a deixar os cargos. Em Quebrangulo, a greve dos profissionais foi decretada ilegal ontem.

“Não vale mais a pena um médico trabalhar com este salário. Não existe respeito com os profissionais. As prefeituras vão acabar ficando sem médicos”, finalizou Wellington Galvão.

PEDOFILIA Cortesia: Cada Minuto

DELEGACIA

Presos tentam fugir em Santana do Ipanema A Secretaria de Educação (Semed) de Taquarana realizou entre os dias 12 e 16 de dezembro a I Semana da Educação: Taquarana Faz, Taquarana Mostra. O objetivo do evento, foi mostrar a sociedade local os avanços alcançados na área de educação pública nos últimos sete anos. Durante toda a semana a programação contou com palestras, apresentação de indicadores do município no setor educacional, Plano de Ações Articuladas para os anos de 2012, 2013 e 2014, programa Formação Pela Escola, apresentações culturais através da literatura de cordel por alunos da Escola Municipal Floriano Peixoto, além de palestras enfocando temas como alimentação saudável e reeducação alimentar equilibrada.

Semana da Educação 2 Foram ainda debatidos assuntos como a Aids e as DSTs; Educação, Escola e Família, Saúde Bucal, Saúde Vocal, sobre drogas, entre outras temas. Outro ponto de destaque durante a realização da Semana da Educação foi à encenação de peças teatrais por alunos de escolas públicas, além de exposições de escolas enfocando o tema “Taquarana faz, Taquarana mostra”. “A realização da semana da educação foi de grande importância para o município”, avalia o secretário.

Viçosa Viçosa terá esgotamento sanitário em todo a cidade. O convênio será assinado amanhã, em Brasília, entre o prefeito Flaubert Filho, a presidente Dilma Rousseff, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Gilson de Carvalho Queiroz Filho.Para a execução das obras serão liberados recursos da ordem de serão R$ 12.643.033,97, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2/Funasa). Viçosa é um dos seis municípios alagoanos com menos de 50 mil habitantes que tiveram seus projetos de esgotamento sanitário aprovados pelo governo federal, através da Funasa. As outras cidades beneficiadas foram Anadia, Boca da Mata, Pariconha, Piranhas e São José da Tapera.

O

Monsenhor Luiz Marques, padre Edilson Duarte e monsenhor Raimundo Gomes tiveram sentença anunciada ontem

Padres são condenados no Agreste

O

juiz titular da 1ª Vara Judiciária da Infância e Juventude, João Luiz de Azevedo Lessa, anunciou, na tarde de ontem, a sentença dos três padres envolvidos nos casos de pedofilia em Arapiraca. O escândalo surpreendeu a população arapiraquense com a divulgação de um vídeo, onde Monsenhor Luiz Marques Barbosa, aparecia tendo relações sexuais com um jovem menor de idade. Os sacerdotes foram acusados de cometer atos de pedofilia contra os ex-corinhas Fabiano da Silva Ferreira, Cícero Flávio Vieira Barbosa e Anderson Farias Silva. monsenhor

Luiz Marques, que aparece no vídeo, foi condenado a 21 anos de reclusão. Os outros acusados, monsenhor Raimundo Gomes e padre Edilson Duarte, foram condenados a dezesseis anos e quatro meses de prisão. Além disso, os três padres também pagarão uma multa no valor de cerca de R$ 1.800 reais. O juiz João Luiz Azevedo Lessa explicou que, como os acusados são réus primários, têm bons antecedentes e cumpriram todas as determinações solicitadas pela Justiça, eles não foram presos. Após o recesso de final de ano, os advogados serão intimados e, a partir desta data, terão cinco dias para recor-

rer da decisão. Os sacerdotes permanecerão em liberdade até o julgamento em segunda instancia. Ainda de acordo com o juiz, a decisão foi cautelosa e equilibrada. “Elaborei a sentença com base no processo. Tenho certeza que minha decisão faz justiça às vítimas”, afirmou o magistrado. O julgamento teve início em agosto e, durante vários dias, o juiz ouviu testemunhas de acusação e defesa, ouviu os sacerdotes, os ex-coroinhas e os advogados. Após as diligências, a acusação e defesa preparam suas alegações para serem entregues. I.T.

Vítimas se dizem surpresas com a sentença Após o anúncio da sentença, os ex-coroinhas Fabiano, Cícero e Anderson Farias disseram estar felizes e surpresos com a pena e condenação dos padres. Cícero Flávio disse que não esperar que a pena dos padres fosse tão grande. “Fiquei muito surpreso com os anos de prisão que cada um deles vai pegar. Mas Justiça foi feita e que sirva de lição para os outros”, declarou a vítima. Já Fabiano da Silva disse

que a decisão da Justiça não poderia ter sido diferente e que isso foi uma vitória para eles. “Estou muito feliz porque a Justiça foi feita, não só para nós, como para todas as crianças e adolescentes que foram vítimas destas pessoas, que são homens da igreja. Valeu a pena denunciar e que isto sirva de lição e exemplo para todos”, finalizou Fabiano. Durante o anúncio da sentença, o juiz João Luiz de Azevedo Lessa disse está tran-

qüilo e com sentimento de dever cumprido. Apesar de ser católico, ele diz que deixou a emoção de lado e fez cumprir a Justiça. “Hoje me sinto tranqüilo. Fiz o que tinha que ser feito. Sou católico, criado em família católica, mas se as autoridades não tomarem providências, mais situações como estas poderão acontecer. A igreja agora deve dar um basta, para que não perca seus seguidores”, afirmou ele.

s policiais da Delegacia Regional de Santana do Ipanema conseguiram impedir uma fuga dos presos, no último domingo durante a madrugada. Segundo o delegado de plantão, Edvaldo Menezes, que responde pelas delegacias de São José da Tapera e Senador Rui Palmeira, todos desconfiaram quando ouviram barulhos. “Nós ouvimos um barulho e fomos olhar se era de alguma sela. Quando chegamos no pátio vimos que os presos já tinham feito dois buracos”, disse o delegado. De acordo com um policial de plantão, as condições da delegacia são precárias, além da superlotação. A capacidade da delegacia é de 28 presos, mas está com 48 pessoas detidas. O número aumentou após a operação Parasita. Todos os presos na operação estão na delegacia de Santana do Ipanema. Só este ano, já foram registradas duas fugas. No mês de abril, nove presos conseguiram fugir, mas alguns foram recapturados. Em setembro três presos conseguiram fugir. I.T.

Curta ALTO SERTÃO Pequenos criadores de gado de leite do Alto Sertão alagoano serão beneficiados, esta semana, com a entrega de tanques de resfriamento pelo governo do Estado. A ação faz parte do Programa Alagoas Mais Leite, coordenado pela Secretaria da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri). Ao todo, 14 tanques serão repassados para Inhapi, Canapi, Mata Grande e Delmiro Gouveia.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A13

Esportes

www.j2011.com.br esportes@ojornal-al.com.br

Voltando pra casa

Gabiru foi campeão do Mundo pelo Inter-RS

Revelado pelo CSA e campeão do mundo pelo Inter-RS, Adriano Gabiru é anunciado como reforço azulino RENATO BUARQUE esportes@ojornal-al.com.br

O

CSA acertou o regresso de mais um ídolo para as fileiras azuis. Foi anunciada na manhã de ontem, por meio da assessoria de comunicação do clube a chegada do meia Adriano Gabiru, jogador de renome nacional, revelado pelo time marujo na segunda metade da década de 1990. Gabiru, dentre outros times, teve passagem desta-

cadas por duas equipes do futebol do Sul do Brasil. A primeira foi no Atlético Paranaense, quando foi campeão Brasileiro no ano de 2001, em decisão contra a equipe paulista do São Caetano. A outra se deu em 2006, quando depois de uma rápida passagem pelo Cruzeiro, de Minas Gerais, o jogador chegou ao Internacional de Porto Alegre, onde mesmo depois de sucessivas críticas, ele marcou o gol do título mundial do selecionado colorado, contra o “todo poderoso” Barcelona, que à época contava com Ronaldinho Gaúcho e Deco, no auge da forma. Mesmo tendo anotado o tento mais importante da história do Internacional, Gabiru foi dispensado pelo

time colorado e perambulou por diversas outras agremiações, dentre elas o Goiás, Sport Recife, Figueirense e Guarani de Campinas. O

"Estamos felizes pela contratação do Adriano; é mais um grande jogador feito no Mutange que retorna" JORGE VI Presidente do CSA

último clube de Gabiru foi o Corinthians de Caicó. Recentemente, ele deu entrevista

à imprensa nacional, reclamando da maneira como vinha sendo tratado por clubes do País. Até ontem, Gabiru estava sem clube Seleção - Adriano Gabiru ainda foi convocado algumas vezes para a Seleção Brasileira, sub-23 e principal, e atuou por dois times franceses, o Olimpique de Marseille e o Paris Saint Germain, mas sem tanto brilho, quanto no Atlético do Paraná e no Internacional. O atleta deve ser integrado hoje ao elenco CSA, em Viçosa, com o goleiro Flávio, cuja apresentação foi adiada, para que ambos fossem apresentados juntos. "Estamos felizes pela contratação do Adriano, é mais um grande jogador feito no Mutange que retorna", disse Jorge VI.

ASA

PAJUÇARA Larissa Fontes/ Estagiária

Futuro de Didira é incerto Marco Antônio

C

Técnico Paulo Comelli solicitou mudança da apresentação para hoje

CRB inicia bateria de testes físicos

A

direção do CRB resolveu adiar o início dos testes físicos do grupo, que dariam o pontapé na pré-temporada do clube. Com a nova regulamentação, os atletas devem ser apresentar hoje às 15h30min, no Estádio Severiano Gomes Filho, na Pajuçara. A previsão era para que os trabalhos ocorressem ontem. A mudança na data da apresentação, de ontem, para hoje se deu em razão de uma solicitação feita pelo comandante técnico do time, Paulo Comelli, que foi rapidamente atendido pela cúpula do Clube de Regatas Brasil. O u t ra i n f o r m a ç ã o importante sobre o CRB é em razão da chegada do novo goleiro do time. Sem especificar nomes, o diretor do Galo, Ednilton Lins, que o novo arqueiro do CRB, para a próxima temporada deve ser anunciado ainda hoje. Ainda segundo o diri-

gente, com o novo goleiro, o CRB encerra o primeiro ciclo de contratações para 2012. Ele explicou também que eventuais carências só serão sanadas com o transcorrer das competições, nesse primeiro momento, o Campeonato Alagoano. “Estamos com o grupo quase fechado. Com esse novo goleiro, a primeira etapa de contratações de novos atletas está encerrada. Agora, caso surjam outras carências, elas serão avaliadas e pontualmente sanadas com o desenrolar do Alagoano”, explicou Ednilton Lins, que emendou dizendo que a apresentação do Galo se dará a “conta gotas”, uma vez que a direção do CRB teve, em função do período natalino, dificuldades para viabilizar passagens aéreas para os jogadores. “Vamos receber os jogadores até o próximo dia 26, mas isso não prejudicará a formação e a preparação do grupo”. R.B.

ontinua o impasse em relação ao futuro da carreira do meia Didira. O jogador, que foi negociado com o Atlético Mineiro no meio da disputa da Série B deste ano, não foi aproveitado e quer sair do Galo, segundo informações extraoficiais de Arapiraca. Porém, na atual conjuntura, um eventual retorno de Didira às fileiras do ASA estaria complicado, pelo menos por enquanto, isto porque o presidente do time arapiraquense teria descartado a hipótese, em função de que o jogador tem contrato com o Atlético até maio do ano que vem. Outras notícias também em relação ao jogador garantiam que o Atlético é quem desejaria devolver o atleta, uma vez que ausência em treinos na temporada 2011 teriam aborrecido. Tudo porque, segundo apurou a reportagem de O Jornal, o regresso de Didira causaria prejuízo financeiro ao ASA, tendo em vista que a negociação do atleta também estava alicerçada no rendimento do atleta na equipe do “Galo Mineiro”. Outra especulação acerca de Didira é a de que o jogador pode mesmo não vir para o ASA em 2012. Existem informes que dão conta de que o atleta teria recebido sonda-

Revelado no ASA, meia arapiraquense pode ficar no Atlético-MG, transferir-se para Criciúma ou voltar para o Alvinegro

gem da equipe do Criciúma, de Santa Catarina, o que faz com que o impasse sobre o próximo time de Didira só aumente. Em relação ao elenco do ASA, que já começou os trabalhos de pré-temporada, mais três jogadores “aportaram” ontem em Arapiraca; Augusto, Alan e Leandro Dias já foram integrados ao

elenco alvinegro e iniciaram os trabalhos físicos e exames médicos. Outro detalhe importante é que, o ASA ainda segue á busca de mais dois goleiros para a disputa das competições do time alvinegro no ano que vem. Tendo em vista que, ao término da Segunda Divisão do Brasileiro, apenas o arqueiro Tutti opermane-

ceu no elenco. Dentre os nomes ventilados para defender á meta do alvinegro, um é o do goleiro André Pereira, que já teve passagem pelo ASA em temporadas anteriores. Já o outro ainda não foi especulado, mas informes dão conta de que o jogador pode vir do time do Atlético Mineiro. R.B.

AMISTOSO

Corinthians-AL joga dia 15 ASSESSORIA

N

a manhã de ontem, os jogadores do Corinthians retornaram aos treinos após o descanso do final de semana no CT Nelson Peixoto Feijó, em Maceió. A primeira atividade da semana

foi comandada pelo preparador físico Tiago Pereira que continua intensificando as atividades para melhorar o condicionamento dos atletas do Timão. Com o foco voltado para o Alagoano 2012, a diretoria do Tricolor confirmou que o

clube vai realizar o primeiro amistoso contra a Seleção de Coqueiro Seco na próxima sexta-feira, às 15 horas, no Estádio Nelson Peixoto Feijó, em Maceió. Ficou acertado que cada equipe poderá substituir livremente e o confronto será disputado com portões

fechados para a torcida. Além deste jogo, a meta da comissão técnica, comanda pelo treinador Ubirajara Veiga, é realizar mais duas partidas amistosas antes da estreia no Alagoano que está marcada para o dia 15 de janeiro contra o Penedense.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A14

Esportes CORINTHIANS

www.j2011.com.br esportes@ojornal-al.com.br

ESPANHA

Clube tenta fechar grupo nesta semana

O

objetivo é evitar o erro cometido neste ano, quando os reforços chegaram tardiamente e sequer participaram do torneio continental. O time alvinegro demorou para engrenar e deu vexame ao perder para o Tolima na Pré-Libertadores. “Queremos fechar tudo nessa semana”, declarou o gerente de futebol Edu Gaspar. “A ideia é no dia 4 de janeiro entregar o plantel definido ao Tite. Esses jogadores que chegam podem iniciar o Paulista, enquanto o Tite tem

tempo para fazer a pré-temporada completa". O sonho de consumo de Andrés Sanchez, que na teoria deixou a presidência do clube - é Montillo, do Cruzeiro. A pessoas próximas, disse que acredita em um final feliz nas tratativas com os mineiros. Confia na ajuda do BMG, dono de 20% dos direitos econômicos e no empresário do atleta, para convencer o presidente do Cruzeiro a proposta de 8 milhões de euros (R$ 19 milhões). A prioridade é adquirir um primeiro volante, para ser reserva de Ralf.

VOLEIBOL FEMININO

Craque brasileiro teve atuação apagada na goleada sofrida para os espanhóis na final do Mundial de Clubes da Fifa

Nada mudou Presidente do Barça diz que derrota do Santos não modificou visão do clube sobre contratação de Neymar

O

Jogadora da Unilever/Rio ficará fora das quadras pelo menos três meses

Natália é operada para retirar tumor da perna

C

ontratada como grande reforço da Unilever para a Superliga 2011/2012 de vôlei, a ponteira Natália terá de ficar pelo menos mais três meses afastada das quadras. Ontem, a equipe carioca anunciou que ela terá de passar por nova cirurgia na canela esquerda. O procedimento será realizado hoje, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Em junho, Natália fez uma cirurgia no local para a retirada de um tumor benígno, mas ainda vinha sentindo dores. “A Natália fez a ressecção do tumor em junho, quando servia a seleção brasileira. Passou por todo o procedimento, como manda o figurino, e deu tudo certo. Ela vinha se recuperando bem. Mas o tumor acabou voltando, uma recidiva, como costumamos dizer”, explicou Ney Pecegueiro, médico da Unilever e que participará da cirurgia. A ponteira havia sido liberada para realizar treinamentos leves com suas companheiras de equipe, depois de ter ficado fora da Copa do Mundo com a seleção. As dores voltaram a inco-

modar e novos exames foram feitos. Com os resultados em mãos, a jogadora e o departamento médico decidiram por mais uma cirurgia. “É um tumor benigno local, que causa dor. Depois da cirurgia, ele voltou pequenininho e decidimos esperar pela cicatrização natural. Mas, à medida que ela foi intensificando o treinamento, a dor aumentou muito e preferimos poupá-la. Fizemos uma série de exames e constatamos a necessidade da operação”, completou Ney Pecegueiro. Inicialmente, a expectativa é que Natália fique afastada pelo menos até o meio de março, e sua participação na fase de classificação da Superliga está praticamente descartada. A jogadora lamentou a nova lesão, mas mostrou confiança na recuperação. “Fiquei muito chateada nos dois primeiros dias, depois que soube que teria de operar novamente, até porque estou praticamente desde junho sem treinar direito. Mas agora, depois de conversar com o Ney, estou bem otimista. Ele me disse que a chance de cura é de 100%”, afirmou.

Curta BASQUETE FEMININO Luiz Cláudio Tarallo, de 45 anos, é o novo técnico da seleção principal feminina de basquete. Ex-treinador da equipe Sub-19, ele assume o posto deixado por Ênio Vecchi, que teve sua dispensa anunciada na última quinta-feira. Com o novo nome, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) fala em um realinhamento do trabalho e em um desenvolvimento da geração que competirá nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. "Será uma grande oportunidade, e espero fazer o melhor pelo Brasil", disse Tarallo.

presidente do Barcelona, Sandro Rossel, avisou que a visão do Barcelona sobre Neymar não está abalada pela goleada de 4 a 0 sofrida pelo Santos na

final do Mundial de Clubes, em Yokohama, no Japão. O dirigente do clube catalão mantém o craque santista em alta e ignora a atuação na final. “A imagem do Neymar não tem que ser avaliada só por um jogo. É uma imagem acumulada em vários jogos, e sem dúvida a nossa avaliação é de que é um grande jogador”, disse Rossel. O presidente atendeu jornalistas brasileiros após

a goleada do Barça no Japão e respondeu pacientemente questionamentos sobre Neymar, mas empurrou o interesse para o treinador do Josep Guardiola. “Contratar o Neymar é pergunta que tem que ser feita ao Guardiola. Eu sou só o presidente”, disse. “Ainda não falei com o Guardiola sobre isso. Agora estamos pensando nessa temporada. Na próxima temporada vamos falar disso”,

PROPINA

complementou após a insistência da imprensa brasileira. Rossel foi simpático. E ao comentar sobre a goleada do Barcelona fez elogios ao futebol brasileiro. “O Barcelona mostrou o jeito que gostamos de jogar com a bola, trabalhar o time todo. Na verdade, mostramos ao mundo como gostamos do jogo bonito que os brasileiros inventaram”, disse Rossel.

MERCADO DA BOLA

Náutico tenta negociar com Cruzeiro para ter Kieza

O

Djalma no momento em que foi detido em sua casa por homens da Polícia Civil; ele é acusado de receber dinheiro do tráfico

Ex-árbitro Beltrami é preso no Rio O ex-árbitro de futebol e atual comandante do 7º BPM (São Gonçalo), tenente-coronel Djalma Beltrami, foi preso ontem durante uma operação da Polícia Civil, em São Gonçalo, no Rio. A operação cumpre 13 mandados de prisão contra policiais militares acusados de receberem propina de traficantes para não reprimir a venda de drogas na região. Djalma Beltrami assumiu o 7º BPM após a prisão do tenente-coronel Cláudio Luiz de Oliveira, acusado de envolvimento na morte da juíza Patrícia Acioli. Patrícia foi executada com 21 tiros ao chegar em sua casa, em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói. Segundo as investigações,

os PMs receberiam propina de R$ 160 mil de propina por mês. Mais de 100 policiais civis participam da operação. Paulista de 45 anos, Beltrami fez parte do quadro de árbitros da Ferj de 1989 a 2011, quando se aposentou por idade em maio. Também era dos quadros da CBF (1995 a 2010) e da Fifa (2006 a 2008). Em duas de suas passagens polêmicas no futebol, Beltrami apitou a Batalha dos Aflitos, como ficou conhecido o jogo decisivo entre Grêmio e Náutico na Série B de 2005. Expulsou quatro jogadores do time gaúcho e marcou dois pênaltis a favor da equipe pernambucana. O placar foi de 1 a 0 para os tricolores. Em 2009, deu quatro minutos de acréscimos no segundo

tempo da partida entre Santos e Atlético-MG, porém, encerrou antes do tempo determinado. Ao perceber o erro, recomeçou o jogo. Aos 50, anulou um gol legítimo do Santos, que perdeu por 3 a 2. No Rio de Janeiro, a última vez em que apitou uma final de campeonato estadual foi em 2007, quando o Flamengo foi campeão (em disputa por pênaltis) em cima do Botafogo. No fim da partida, que terminou 2 a 2, Dodô foi lançado em condição legal, mas o assistente anotou impedimento. O atacante alvinegro concluiu para o gol e recebeu de Djalma Beltrami o segundo c a r t ã o a m a re l o, s e n d o expulso. A atuação de Beltrami revoltou os botafoguenses.

Náutico ainda deseja continuar com Kieza para a próxima temporada e um jovem da base pode ser envolvido nessa negociação. Sabendo que o Cruzeiro está interessado no meia Marcos Vinícius, os dirigentes pernambucanos sugerem uma troca para poder renovar com o artilheiro da Série B do Campeonato Brasileiro. O meio-campo tem apenas 16 anos e contrato até dezembro de 2014. Ele subiu para o grupo profissional na atual temporada e realizou apenas três jogos. “Esperamos renovar o contrato de alguns jogadores importantes como o Ronaldo Alves, Derley, Eduardo Ramos e Kieza. Em relação ao Kieza, a gente soube que o Cruzeiro tem interesse em um jogador nosso. Nesse caso, a gente poderia envolvê-lo em uma troca simples ou negociar os dirigentes econômicos desse atleta. Tenho a esperança que essa negociação possa evoluir”, destacou o diretor de futebol, Armando Ribeiro, em entrevista à Rádio Jornal. Os três jogadores também estão negociando desde o final da Série B, mas ainda não conseguiram encontrar um denominador comum. Mesmo sabendo que eles são importantes para a próxima temporada, o Náutico vem encontrando dificuldade para valorizar os atletas sem atrapalhar o orçamento. Derley é o único que já recebeu uma proposta para atuar em outro clube. Caso não fique em Recife, o Atlético-GO pinta como possível destino.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

Esportes

A15 www.j2011.com.br esportes@ojornal-al.com.br

Show de resultados


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B1

Dois

www.j2011.com.br cultura@ojornal-al.com.br

Sem Rouanet não tem João Lei inflaciona mercado e preços de ingressos vão às alturas; episódio mais recente cancelou turnê do pai da Bossa Nova MÔNICA BERGAMO MARCUS PRETO Folha Online

O

fracasso da turnê de 80 anos de João Gilberto reforça a tese: nem um dos maiores artistas brasileiros sobrevive hoje sem recursos públicos das leis de incentivo à cultura. Anunciada há seis meses e cancelada na semana passada, a série de shows não fazia uso da Lei Rouanet para captar recursos (ela permite que patrocinadores abatam do imposto parte do dinheiro investido em cultura). Os produtores afirmaram que tentaram convencer mais de cem empresas a investir na turnê. Em vão. Decidiram retirar da bilheteria todo o dinheiro para cobrir os custos. E também seus lucros. O preço dos ingressos foi às alturas - de R$ 500 a R$ 1.400. Resultado: boa parte encalhou. Shows foram adiados - a assessoria afirmou que o cantor estava gripado. Na última hora, os Correios toparam investir R$ 300 mil

nas apresentações do Rio e de SP. Pouco. E tarde demais. Segundo artistas e produtores, hoje não é mais possível sobreviver sem incentivo. “Se não uso a Rouanet, não consigo patrocínio. De cada dez empresas, sete perguntam de cara: tem lei de incentivo?”, fala Flora Gil, empresária e mulher de Gilberto Gil. “Posso fazer show sem patrocínio? Posso. Mas o preço dos ingressos vai subir”. Flora Gil diz que, para o artista, seria mais confortável se o mercado funcionasse sem o dinheiro das empresas. “O artista teria que se alinhar apenas com ele mesmo - não com uma marca. Não precisaria ir a reuniões e mais reuniões, nem citar o patrocinador em entrevistas. Mas, sem esse dinheiro, hoje, os projetos são inviáveis”. Chico Buarque é um dos poucos que resistem: ele não usa o dinheiro público da renúncia fiscal. Até há pouco, era até mais radical: não buscava nem mesmo patrocínio de empresas para os shows. Em 2006, cedeu em parte: sua turnê foi bancada pela TIM - mas sem incentivo. Neste ano, seguradoras financiam suas apresentações. “Até o fim dos anos 90, com o mercado fonográfico ainda vivendo a exuberância de seus anos dourados, nos contratos

dos principais artistas com suas respectivas gravadoras havia uma cláusula denominada ‘tour support’”, verba que financiava parte da turnê de lançamento dos discos, diz Vinicius França, empresário de Chico. “Colocava-se uma produção de pé e os shows estrea va m c o m s u a s c o n t a s praticamente zeradas”. Com o declínio do mercado fonográfico, a verba deixou de existir.

Série de shows de João Gilberto foi cancelada por não fazer uso da Lei Rouanet para captar recursos

MAIS CARO Os custos de produção, por outro lado, subiram, “incluindo profissionais e equipamentos cada vez mais sofisticados”, diz França. “Hoje é virtualmente impossível para quem pretende fazer turnê de qualidade assumir sozinho esses custos”. Marisa Monte, outro caso raro, também conseguiu “dinheiro bom”, do marketing das empresas, sem renúncia, para uma turnê. Em 2006, foi bancada pela Natura, uma das poucas empresas que investem ao menos parte em cultura sem renúncia fiscal. Neste ano, representantes de Marisa procuraram a empresa. Mas, em 2012, a companhia só investirá em projetos do Natura Musical, mais baratos e incentivados. São R$ 1,5 milhão em seis projetos. A turnê anterior dela foi estimada em R$ 5 milhões.

Leis de incentivo inflaram preços das produções Fernanda Torres: "Entregar a cultura nas mãos do marketing ou no retorno da bilheteria não funciona inteiramente, o governo e a sociedade têm de se envolver"

No passado, espetáculos se bancavam com a receita da bilheteria - e o público não tinha que dar as calças em troca da entrada de um show ou teatro, como ocorreu agora no caso de João Gilberto. Mas as leis de incentivo inundaram o mercado de dinheiro e inflaram os preços da produção cultural. “Quando sabem que você tem Rouanet, o preço das coisas vai para a estratosfera”, diz o ator Juca de Oliveira. “Os custos sobem pela pressuposição de que seu espetáculo tem apoio, e, portanto, dinheiro. Então (os prestadores de serviço) sobem o preço. Os financiamentos elevaram todos os custos, sobretudo de divulgação”. Juca estava tentando montar, “a sangue frio”, ou seja, sem leis de incentivo, um espetáculo baseado num livro de Lya Luft. “Eu ia mendigar a divulgação por aí”. “E, como se não bastasse, o Brasil é imenso. Sem avião não se chega a lugar nenhum. Calcule o custo de uma peça com apenas dois atores, equipe de luz, som e produção, junte a alimentação, trans-

porte e o hotel; a bilheteria não cobre de jeito nenhum”, diz a atriz Fernanda Torres.

SHAKESPEARE “Antigamente, os artistas faziam uma cooperativa e ganhavam um percentual da bilheteria. E aí se fazia permuta

"Os custos sobem pela pressuposição de que seu espetáculo tem apoio e, portanto, dinheiro" JUCA DE OLIVEIRA Ator

de madeira, de roupa, a produção era extremamente barata. Ou pelo menos palatável”, diz Juca de Oliveira. “Vamos ter que voltar a discutir o tema. Não faz sentido que apenas pessoas que têm patrocínio possam fazer teatro. Fica tudo desesperadamente pobre”.

Ele diz que hoje os produtores captam recursos pela Lei Rouanet - e tiram o espetáculo de cartaz quando esse dinheiro acaba, mesmo que esteja fazendo sucesso. “Antigamente, se a peça lotava, ficava anos no teatro”, diz o ator, que ficou seis anos em cartaz com o espetáculo “Meno male”, quatro com “Caixa dois” e cinco com “Hotel Paradiso.” “Gosto de viver da bilheteria, como Shakespeare, com os dois olhos na máquina registradora. E hoje as pessoas vivem do dinheiro da lei”. Fernanda lembra que empresas acabam “editando” a arte conforme a conveniência do marketing. Cita mostra da americana Nan Goldin, censurada no Oi Futuro (Rio). “O mundo corporativo não comporta a vida mundana, apaixonada, torta e nada exemplar de Goldin”, diz. “Entregar a cultura nas mãos do marketing ou no retorno da bilheteria não funciona inteiramente, o governo e a sociedade têm de se envolver. A arte, na maior parte do tempo, é uma atividade que opera no vermelho”.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B2

Variedades TV TV ALAGOAS - SBT Canal 5 05h30 - Igreja Quadrangular 06h00 - Jornal do SBT -Manhã 07h00 - Igreja Universal 08h00 - Carrossel Animado com Patati Patatá 08h30 - Bom Dia & Cia 10h00 - Igreja Mundial 12h00 - Plantão Alagoas 13h35 - Igreja Universal 14h15 - Amigas e Rivais 15h10 - Fascinação 16h00 - Marimar 16h55 - Tenha Estilo 17h00 - Casos de Família 18h00 - Chaves II 19h40 - SBT Brasil 20h15 - Esquadrão do Amor 21h15 - Programa do Ratinho 22h15 - Amor e Revolução 23h00 - Cine Espetacular Filme: Jesus, A História do Nascimento HD Elenco: Keisha Castle-Hughes, Oscar Isaac, Hiam Abbass e Shaun Toub. Gênero: Drama 01h00 - Jornal do SBT -Noite 01h45 - Dois Homens e Meio Two And a Half Men 02h15 - Tele Seriados I Série: Ugly Betty 03h15 - Giro da Notícia 05h29 - Encerramento da Programação

TV GAZETA - GLOBO Canal 7 04h50 - Sagrado 04h55 - Telecursos 06h00 - Globo Rural 06h30 - Bom Dia Alagoas 07h30 - Bom Dia Brasil 08h30 - Mais Você 09h55 - Bem Estar 10h40 - TV Globinho 12h05 - AL TV - 1ª Edição 12h50 - Globo Esporte 13h20 - Jornal Hoje 13h50 - Vídeo Show 14h45 - Vale a Pena Ver de Novo Mulheres de Areia 16h05 - Sessão da Tarde Filme: Zathura: Uma Aventura Espacial (Exibição em HD) 17h51 - Globo Notícia 17h54 - Malhação 18h25 - A Vida da Gente 19h15 - AL TV - 2ª Edição 19h30 - Jornal Nacional 20h10 - Aquele Beijo 21h10 - Fina Estampa 22h25 - Tapas e Beijos 23h10 - A Mulher Invisível 23h55 - Profissão Repórter 00h20 - Jornal da Globo 00h55 - Festival de Sucessos Filme: Paranóia (Exibição em HD) 02h10 - Lie To Me 02h55 - Corujão

TV EDUCATIVA - TVE Canal 3 04h50 - Salto para o Futuro 05h50 - Telecurso Ensino Médio 06h05 - Telecurso Ensino Fundamental 06h20 - Telecurso Tecendo o Saber 06h50 - Jornal Visual 07h00 - Repórter Brasil 07h45 - Cocoricó 08h00 - Bob o Construtor 08h30 - Castelo Ra Tim Bum 09h00 - Um Menino Muito Maluquinho 09h30 - Janela Janelinha 10h00 - Connie a Vaquinha 10h30 - A Turma do Pererê 11h00 - Da sua Conta (Local) – Reprise 11h15 - Balançando o Ganzá (Local) - Reprise 11h30 - Faixa Musical (Local) 12h00 - A turma do Pererê 12h30 - Catalendas 12h45 - Tromba Trem 13h00 - Dango Balango 13h30 - Vila Sésamo 14h00 - Meu Amigãozão 14h15 - Bob o Construtor 14h45 - Curta Criança 15h00 - Sem Censura 16h30 - + Ação 17h00 - Estúdio Móvel 17h30 - Clube do Travesseiro 18h00 - Galera do Surf 18h30 - Expedições 19h00 - Oncotô 19h30 - Cara e Coroa 20h00 - Repórter Brasil 21h00 - Observatório da Imprensa 22h00 - Samba na Gamboa 23h00 - Arte com Sérgio Brito 23h30 - Mama África 00h30 - Almanaque 01h00 - Sem Censura 02h30 - Brasilianas.org. 03h30 - Caminhos da Reportagem 04h30 - Expedições

TV MAR NET - Canal 25 08h00 - Cinemar 09h00 - Palavra Amiga 10h00 - Big Sports 11h00 - Cidade Aflita 12h00 - Almoço C/ Notícia 13h30 - Sobre Rodas 14h00 - Momento Vip 14h30 - Igreja El-Shaddai 15h30 - Informe Cesmac 16h00 - Info Ação Parlamentar 16h30 - Programa Mix 17h00 - Canal Legal 18h00 - Programa do Caique 18h30 - Palavra Amiga 19h30 - Big Sports 20h30 - Cidade Aflita 21h30 - Almoço C/ Notícia 23h00 - Sobre Rodas 23h30 - Momento Vip 00h00 - Igreja El-Shaddai 01h00 - Informe Cesmac 01h30 - Info Ação Parlamentar 02h00 - Programa Mix 02h30 - Canal Legal 03h30 - Programa do Caique 04h00 - Palavra Amiga 05h00 - Big Sports 06h00 - Cidade Aflita 07h00 - Almoço C/ Notícia

www.j2011.com.br cultura@ojornal-al.com.br

Roteiro HOJE A orquestra e o coral da Universidade Federal de Alagoas (Corufal), além dos solistas Claudiana Melo, Bruno Sandes, Euvira Regina e Erick Robert, vão sonorizar o Concerto de Natal no Teatro Deodoro. Sob a regência do maestro Nilton Souza, o concerto contará com um repertório erudito, indo desde o final dos anos 1700 à década de 1970, e a participação do regente do Corufal Gustavo Campos Lima. Às 20h. O acesso será através de convites. Mais informações: (82) 3315-5651/5665.

EM BREVE Tudo pronto para a 3ª edição da Festa dos Anos 80 no próximo dia 14, no Clube dos Fumicultores de Arapiraca. O evento, um dos mais animados do interior alagoano, terá a participação da Banda Pernambucana Trepidant’s do Recife. Participação especial do DJ Zarão. Mais informações e reservas de mesa: (82) 9102-7202/34827491. Natal Oblíquo deste ano promete “botar o bom velhinho pra dançar”. A comemoração desta vez tem como destaque o local do evento: o Sítio Valle Verde, em Guaxuma. No palco, o som das bandas Cachorro Urubu, Gato Zarolho, Barba de Gato e Zero82. Na discotecagem, comandam as pick ups Coelho Dj, Lyah, Barão e Arthur Finizola. A quarta edição do Natal Oblíquo vai acontecer na véspera do feriado, dia 24 deste mês, a partir da meia-noite. Ingressos: R$ 25 (até acabar o lote) e R$ 40 à venda no Botequim Paulista (Av. Amélia Rosa). Mais informações: (82) 88615644/9653-1396/e-mail: natalobliquo@hotmail.com. A banda alagoana Projeto Sonho vai lançar o seu primeiro trabalho, um EP com cinco músicas intitulado “Estação”, no próximo dia 27, às 20h, no teatro do Espaço Cultural Linda Mascarenhas (vizinho ao CEPA). O disco será lançado virtualmente, e de forma gratuita, no início de janeiro pelos dois selos, o paulistano Sinewave e o alagoano Popfuzz. Ingressos: R$ 8. Mais informações: www.myspace.com/projetosonho / www.sinewave.com. br / www.popfuzz.com.br.

Por Keila Jimenez

OutroCanal "Noticiário do futuro" causa mal-estar entre comediantes

N

ão é exatamente uma ideia nova. Mas a brincadeira de fazer na TV uma espécie de "noticiário do futuro" está causando mal-estar entre comediantes da Globo e da Bandeirantes. Em uma parceira com o site KibeLoco, que já faz o "Globo.com 2030", o "Fantástico" (Globo) já estava produzindo um quadro humorístico que aborda as notícias do futuro. Escalado para comandar o tal noticiário, Bruno Mazzeo chegou a gravar algumas edições da novidade, que iria ao ar no início de 2012. Coincidência ou não, a mesma ideia entrou no ar primeiro no "Agora É Tarde", da Band. O talk show de Danilo Gentili estreou dias atrás o "Jornal do Futuro", apresentado pelos humoristas Léo Lins e Murilo Couto. A proposta é exatamente a mesma. Fazer piada com notícias inventadas de um futuro distante. A coincidência não foi bem recebida na Globo. A Folha apurou que os donos do projeto no "Fantástico" estão incomodados com a estreia do "Agora É Tarde". Procurado, Bruno Mazzeo diz que o formato não é dele. "Não vi o do Danilo (Gentili), mas sabemos que o forte dele não é ter ideias originais, né?", diz o humorista. Procurada, a Band não se manifestou e não autorizou que Danilo Gentili falasse sobre o assunto.

Visita 1 Arlindo Cruz e Sombrinha gravaram ontem participação na festa na casa de Griselda (Lilia Cabral), em cena de "Fina Estampa" (Globo) que vai ao ar no dia 27.

Visita 2 Zeca Pagadinho, que fez ao lado de Arlindo e Sombrinha o samba que é tema da personagem de Lilia Cabral, vai participar da novela em outra ocasião. Ele está viajando.

Clima O canal de pay-per-view do "Big Brother Brasil" (Globo) vai exibir este mês, como uma espécie de "esquenta" para a 12ª edição do reality, as onze finais das edições anteriores. O "BBB 12" estreia em janeiro.

Praia O último "Pânico na TV" (Rede TV!) inédito vai ao ar no dia 25. A atração volta de férias no dia 26 de fevereiro.

O Número É...

A

Record informa que permanece na frente do SBT na média/dia nacional (das 7 à meia-noite) de janeiro a novembro de 2011, com 7 pontos de audiência, ante 5,7 pontos da emissora de Silvio Santos. Cada ponto equivale a 58 mil domicílios na Grande SP.

Disputa 1 O SBT encostou em novembro: das 7h à meia-noite a emissora marcou 6,1 pontos, e a Record, 6,5 pontos.

Disputa 2 Na média 24 horas, que envolve a madrugada, a Record marcou 5,2 pontos e o SBT, 5,1 pontos.

Família "Macho Man" não terá nova temporada na Globo, mas Jorge Fernando quer Marisa Orth e Ingrid Guimarães no elenco da nova versão de "Guerra dos Sexos", que será dirigida por ele.

keila.jimenez@grupofolha.com.br

folha.com/outrocanal

Hoje nas Novelas Malhação Globo – 17h50 Alexia não aceita a proposta de Gabriel. Michele pede para Débora não comentar com sua mãe sobre o pagamento da dívida dos pais de Guido. Alexia é aplaudida pelos alunos ao sair do estúdio de gravação. Tomás afirma que não quer que Alexia participe do programa. Michele fica com ciúmes da proximidade entre Débora e Alexia. Gabriel e Cristal não conseguem se entender. Gabriel vê Moisés entrando no brechó para falar com Alexia.

Rebelde Record – 20h30 Sílvia questiona a relação com Leonardo. Leonardo propõe que eles comecem de novo e os dois se beijam apaixonadamente. Roberta e Diego falam sobre os casais trocados. Eles se declaram e trocam beijos. Márcia repreende os outros alunos por falarem que Diego aprendeu a beber com o pai. Pedro descobre que Binho foi até sua casa para conversar com Beth. Binho ameaça contar o segredo de Beth para Jonas se Roberta não fizer o que ele quer.

A Vida da Gente Globo – 18 h Marcos e Dora contam para as filhas que vão morar juntos. Ana conta para Alice que quase beijou Rodrigo. Laudelino provoca Wilson por causa de Aurélia. Rodrigo dá um presente para Manuela. Lourenço diz a Rodrigo que conheceu uma mulher em um site de relacionamentos. Celina conta para Dora que se encantou por um homem que conheceu pela internet. Rodrigo fica incomodado com os elogios que Lúcio faz para Ana. Eva chega à festa de Manuela.

Fina Estampa Globo – 21 h Tereza Cristina diz que, se Renê quiser seu dinheiro, terá que lutar judicialmente por ele. Tereza Cristina se encontra com Pereirinha. Teodora se enfurece por não conseguir nenhuma pista sobre o tesouro. Alexandre pede Patrícia em namoro. Silveira demite Teodora. Crô desmaia ao ver um cartaz com a foto de Tereza Cristina como procurada pela polícia. Rafael enfrenta problemas na prisão. Crô mostra para Tereza Cristina que ela está sendo procurada.

Aquele Beijo Globo – 19h15h Felizardo vê Juliana no casamento e teme ser flagrado por Locanda. Maruschka decide ir ao casamento e pede para Grace Kelly acompanhá-la. Camila descobre que Ricardo trocou as chaves do apartamento. Violante se aproxima de Cleo e rouba as alianças de Sebastião e Raíssa. Iara cumprimenta Lucena e tem uma premonição. Belezinha dança com Orlandinho e Agenor atrapalha os dois. Maruschka vê Alberto dançando com Sarita e fica furiosa.

Amor e Revolução SBT – 22h15 Miguel aceita ajudar Olivia e diz que vai ser seu motorista durante a fuga. Jeová chama Maria para a transferência e ela tem medo do que pode acontecer. O grupo de Batistelli cerca Lobo, troca tiros com os seguranças do general e, depois, foge. Mario diz a Marcela que está gostando de fingir que é seu noivo e diz que eles podem transformar a mentira em realidade. José intercepta o comboio de Fritz que está levando Maria para o quartel.


O JORNAL l MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B3

Social

www.j2011.com.br cultura@ojornal-al.com.br

Mônica Bergamo

bergamo@folhasp.com.br

Fotos: Alexandre Rezende/Folhapress

Balanço oficial

Vim ver as máquinas

Os investimentos do governo de SP vão mesmo ficar abaixo do previsto: R$ 12 bilhões, contra programação inicial de R$ 16 bilhões neste ano. O secretário da Fazenda, Andrea Calabi, diz que um dos motivos é a suspensão de licenciamentos de obras importantes, como a da linha lilás do metrô. “Ainda não pegamos no breu.”

Perguntados sobre o que os atraiu a Interlagos, 80,1% disseram estar lá “pela corrida”. No corte por sexo, as demais respostas espontâneas variaram. Homens: “Ver as belas mulheres” e “paixão pela Ferrari”. Mulheres: “Ver Fernando Alonso”, “acompanhar o marido” e “ver Sebastian Vettel”.

Corrida de trem Um dos dados deve reforçar a propaganda do governo sobre a estação Autódromo da CPTM. Desde a inauguração da parada, em 2007, o número dos que vão de trem à corrida subiu de 11,1% para 20,1%. E diminuíram os que chegam de carro (de 54,3% para 49,5%), de táxi (10,3% para 2,3%) e de ônibus fretado (14,7% para 10,3%).

Primeira parte Aliados criticam Geraldo Alckmin por investir menos neste ano do que o antecessor, José Serra, em 2010. Calabi diz que, comparando-se os primeiros anos das respectivas gestões, Alckmin está investindo mais. “Início de governo sempre é mais difícil. É preciso fazer um reposicionamento natural.”

Não vá se molhar

Os sócios da O2 Filmes, Fernando Meirelles, Paulo Morelli e Andréa Barata Ribeiro, fizeram festa para comemorar os 20 anos da produtora. Os diretores Tata Amaral, Alain Fresnot e Paulinho Caruso, a atriz Cecília Homem de Mello e Patrizia Fanganiello circularam pelo evento, na sede da empresa, em SP

A estilista Lenny Niemeyer aparece brincando com uma piteira e com uma boia plástica em ensaio para a revista “T Magazine”, que circula a partir de hoje. O fotógrafo Angelo Pastorello sugeriu que Lenny entrasse de roupa na piscina do hotel Tivoli para um clique ainda mais descontraído, mas ela recusou, porque teria uma reunião 15 minutos depois da sessão. À publicação, a empresária afirma que pretende abrir seis novas lojas e uma Lenny Home, com artigos para casa.

Brinde E a gorjeta paga a garçons é agora isenta de ICMS. A reivindicação, de restaurantes como Ráscal, Varanda e Jun Sakamoto, foi encaminhada ao governo de SP. Que ajudou a aprovar a ideia no Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária).

Ser... O deputado Protógenes Queiroz (PC do B-SP) diz que estranhou a notícia de que o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), vai arquivar o pedido de abertura da CPI das Privatizações. “Almoçamos na semana passada. E ele me garantiu que, se eu conseguisse as assinaturas, instalaria a comissão.”

... Ou não ser A CPI tem por objetivo investigar denúncias do livro “A Privataria Tucana”, que acusa familiares de José Serra de se beneficiarem da venda das empresas estatais (Serra diz que o livro é “um lixo”). Os documentos centrais da obra são quase todos da CPI do Banestado --enterrada, há alguns anos, com a ajuda do PT de Maia.

Paulinho Caruso também circulou pelo evento

Fernando Meirelles participou da festa para comemorar os 20 anos da produtora

Domingueira Ana Paula Araújo, âncora do “RJTV”, telejornal do Rio, da TV Globo, está cotada para ir para o “Fantástico”. Além de fazer reportagens, ela seria a apresentadora substituta de Renata Ceribelli. Araújo se destacou pela cobertura da ocupação do morro do Alemão.

Vovô Jonas O ator Jonas Bloch, que viverá um vilão na próxima novela da Record, “Máscaras”, se prepara para fazer um curta-metragem. A diretora do filme é sua neta Julia Anquier, 18, filha de Débora Bloch e Olivier Anquier.

Tata Amaral e Alain Fresnot no evento

Destaque Alagoas Yvette Moura

Bandeirada Os turistas que vieram a SP assistir ao GP Brasil de F-1, em novembro, ficaram em média 2,8 dias na cidade e gastaram R$ 2.214,45 no período. Eles representam 26,5% do público da corrida e vieram, em sua maioria, de outras cidades brasileiras. Os estrangeiros são apenas 4,1% do total de visitantes, segundo levantamento do Observatório de Turismo de São Paulo.

Patrizia Fanganiello circulou pelo evento, na sede da empresa, em SP

Curto-Circuito O cantor Roberto Carlos foi eleito a Personalidade Nacional do Ano pela revista “Shalom”. A banda Vanguart se apresenta hoje, às 23h, no Studio SP da rua Augusta. Classificação: 18 anos.

Festa de cinema Os sócios da O2 Filmes, Fernando Meirelles, Paulo Morelli e Andréa Barata Ribeiro, fizeram festa para comemorar os 20 anos da produtora. Os diretores Tata Amaral, Alain Fresnot e Paulinho Caruso, a atriz Cecília Homem de Mello e Patrizia Fanganiello circularam pelo evento, na sede da empresa, em SP.

Paula Cohen e Helena Cerello apresentam o show “Cabareteras”, amanhã, às 23h, no Container Club. Classificação: 18 anos. O Ritz oferece hoje, em seu cardápio, o tradicional peru de Natal nas unidades dos Jardins e do Itaim.

K

lécio José dos Santos, diretor-presidente da Cooperativa Pindorama, satisfeito com

a receptividade do consumidor alagoano aos novos produtos lançados pela entidade.

A exposição “Bíblias do Mundo - Testemunhos de Arte e Fé” fica em cartaz até 31 de janeiro na Biblioteca Nacional, no Rio.


B4

O JORNAL | MACEIÓ, 20 DE DEZEMBRO DE 2011 | TERÇA-FEIRA

SOCIAL

www.j2011.com.br cultura@ojornal-al.com.br

INSIDE

POR MARCOS LEÃO COM FLÁVIA FARIAS INSIDE@OJORNAL-AL.COM.BR Divulgação

Elziane Santos

CASAL | Margarida Lira e Joezil Barros em clima de festa e cumplicidade em casório poderoso Divulgação

Então é Natal! Chegou o dia! Hoje, a direção do Teatro Deodoro arma um Concerto de Natal em parceria com a Ufal. No palco? A Orquestra e coro da Ufal, com os solistas Claudiana Melo, Bruno Sandes, Euvira Regina e Erick Robert. O regente Corufal, Gustavo Campos Lima, participará também deste concerto. A regência do grupo ficará a cargo de Nilton Souza. E o melhor? Aberto ao público, mas é preciso retirar o ingresso na bilheteria do Teatro. Recado dado!

Poesia O escritor, ator e poeta Pedro Onofre já está contando os dias para o lançamento de seu livro, que está marcado para acontecer nesta quinta,22, às 20h, no Auditório Eça de Queiroz, no Hotel Jatiúca. O mais bacana? É É que o livro irá reunir toda a sua produção poética. Vale a pena conferir!

SINTONIA | João Toledo e Catherine Rossiter celebrando o amor em noite de evento festivo que marcou o final de semana

Divulgação

Pizza em festa Além de ter uma das pizzas das mais incríveis e todos os tipos e gostos, o restô Santorégano resolveu dar outro passo e entrar para o ramo musical. Bom, mas nada de patrocínio a novas bandas ou se tornar uma gravadora. Trata-se de mais um espaço para ouvir o que há de melhor no quesito música popular brasileira, em um lugar bacana para ver e ser visto. Delícia, não? Então, para animar ainda mais o lugar, o Coro Canto Livre, da Unimed, mostra todo o seu talento por lá, hoje, às 20h, com direito a um repertório todo especial dos festejos natalinos, tendo os arranjos assinados pelo maestro Nilton Souza. Corra! TALENTO | A arquiteta Cris Nunes acaba de ver seu trabalho reconhecido, sendo premiada com uma viagem internacional oferecida pelo Talento e Parceria (T&P)

Empreendedores

PODERIO | Patrick e Nicole Marinho fazem parte da lista dos casais queridos e bem-sucedidos

lga Divu

Brilho Os preparativos para o Carnaval 2012 de Maceió já começaram, e Xuruca e Ticiana ãe Pacheco já estão trabalhando a todo vapor. Mãe e filha todo ano confeccionam as peças que compõem os figurinos carnavalescos, e para o ardar ano que vem já está tudo pronto. Agora é aguardar na expectativa para conferir tudo quando a foliaa começar. Ui!

ção

Balanço Fim de ano é sempre um ótimo momento paraa fazer retrospectivas e balanço de tudo o que rolou, não é mesmo? Por isso, Mônica Casado está encerrando 2011, literalmente, em festa! Além da abrir mais uma unidade do Fios de Cabelos no Stella Maris, elaa lança no salão a fessional”. maquiagem do momento, a “Hot Makeup Professional”. zada A empresa de produtos de maquiagem, localizada nia, em Toronto, no Canadá e no estado da Califórnia, métitraz uma linha completa e profissional de cosméticos acompanhados por uma ampla variedade de acessórios de beleza. Inspirada por um espíritoo artístico e profissional, a Hot Makeup apresentaa as uma extensa paleta de cores e texturas precisas para criar finalizações sofisticadas, naturais ou modernas. Anotou?

Novos ares O ano de 2012 vai começar cheio de novidades para os Amigos Sertanejos. A banda já está em fase de preparação de um novo CD promocional que deve ser lançado em janeiro. As faixas serão compostas com o repertório que os al, Leozinho Fernangarotos já vêm tocando nos shows. Logo após o carnaval, des, Giroba, Guilherme Zica, Rafael Fe nrique começam Fernandes e Luiz Henrique a selecionar novas músicas para entra var um álbum de entrar em estúdio e gravar inéditas. Estamos de olho!

TODA ELA | Cláudia Guerra celebrando o verão alagoano no maior estilo e finesse de sempre Divulgação

Compromisso Compro Foram mu muito compromissos nos últimos ddias em que Neto Feitosa itosa teve em Maceió. Agora, o emprempresário grifa mais um para a sua ua concorrid concorrida agenda. Qual? O seu Réveillon Enchantéé Ce Celebration, que está ppilotando, hoje, umaa promoção luxo: quem comprar um ingresso para da a sua festa da virada ma ganhará na hora uma entrada para curtir o pré-Réveillon Paradise com o grupo carioca Monobloco, marcado para o m dia 29, na Vox. Além ddisso, vai concorrer a duas vviagens e mais hospedapedaggens para Portugal. A sorte eestá lançada. Ui!

ROMA RO ROMANCE | Daniele e Cláudio Monteiro entre os pares animados das festas bacanas fe

ão lgaç Divu

Verão ferve Para esquentar ainda mais o tempo que anda em temperaturas elevadas, as férias chegaram e prometem muitas badalações para este final de ano e o começo do próximo. Uma boa pedida no verão são as festinhas à beira-mar, que estão reunindo, cada vez mais, personalidades do nosso Estado brindando sob o sol. Sandálias rasteiras, bermudas e vestidinhos soltos, e lá vai a turma mais descolada de Maceió embarcar para alguma praia que prometa agitação. çam mais a moda das baladas à Os grupos seguem pelo litoral e cada vez reforçam ssaca do Francês, com direito à beira-mar. Para janeiro, já podem esperar a Ressaca festa All White Party. Ui!

Eugênio e Júnior Santos estão com tudo! Além de terem inaugurado uma megaloja da Guido no Jacintinho, os empresários abrem mais uma antes mesmo do Natal. É mole? Então, hoje, eles irão reinaugurar a loja da cidade de Porto Calvo. Essa é a segunda reinauguração este mês (Penedo foi a primeira) dentro do padrão de layout que a Guido vem utilizando desde a abertura da loja do Maceió Shopping. Poder!

PLATINUM | Bete Floris dando mais brilho à coluna em tarde fashion que agitou as mais chiques

Model Só deu ela nessa semana! A top alagoana Bruna Tenório agora consegue mais um feito inédito na sua carreira internacional. A moça acaba de fotografar um editorial dos mais poderosos para a revista Elle do Vietnã, com fotos assinadas pelo top fotógrafo Kevin Sinclair, styling de Marcus Teo e make&hair de Deycke Heidorn. O editorial intitulado de"Xúc, Cam Dêm" da edição deste mês de dezembro. Poderosa!


OJORNAL 20/12/2011