Page 6

A7

O JOrnal l Maceió, 7 de noveMbro de 2011 l Segunda-feira

Nacional/Internacional

www.ojornalweb.com nacional@ojornal-al.com.br

BOPE NO RIO

Jornalista morre em operação Gelson Domingos cobria operação da PM contra o tráfico em favela do Rio para a Bandeirantes RIO DE JANEIRO - O cinegrafista da TV Bandeirantes Gelson Domingos, 46 anos, morreu na manhã de ontem após ser baleado durante um tiroteio entre policiais e traficantes na Favela de Antares, na Zona Oeste do Rio. Gelson Domingos participava da cobertura de uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque na região e foi atingido com um tiro no peito Gelson participava da cobertura de uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque na região e foi atingido com um tiro no peito. O cinegrafista chegou a ser levado para a UPA do Cesarão, próximo ao local do tiroteio, mas não resistiu aos ferimentos. Cerca de 100 policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Choque, com apoio da Companhia de cães, faziam uma operação no local desde às 6h30 (horário de Brasília). Os policiais inicial-

mente ocuparam uma área de lazer da Comlurb, na Avenida Antares, e houve uma intensa troca de tiros de uma hora contra os traficantes. Moradores informaram que mesmo após o fim do tiroteio, o clima continuava tenso no local, pois o Bope continuava ocupando o interior da comunidade, enquanto no entorno, todos os carros que deixavam a área estavam sendo revistados. A Secretaria de Saúde do estado divulgou nota para informar que Gelson Domingos da Silva chegou à UPA de Santa Cruz às 7h40 já morto, por perfuração de bala na região do tórax. Ainda assim foram feitas tentativas de reanimação, sem sucesso. O secretário de Estado de Saúde, Sérgio Côrtes, foi à unidade de saúde para prestar todo apoio à família. A Secretaria de Segurança Pública também lamentou, por meio de sua assessoria de imprensa, a morte do cinegrafista e afirmou que a imprensa não havia sido convocada para acompanhar a operação, devido ao elevado risco envolvido. A polícia está investigando o ocorrido. Gelson Domingos deixa 3 filhos, 2 netos e esposa.

O cinegrafista da TV Bandeirantes foi atingido com um tiro no peito

Cabo da PM diz que era o alvo do tiro fatal O cabo Gomes, do Batalhão de Choque da Polícia Militar, que participou da ação ontem na favela do Antares, disse que ele era o alvo do tiro que matou o cinegrafista da TV Bandeirantes Gelson Domingos da Silva., de 46 anos. Muito abalado, ele afirmou: “O tiro que pegou o Gelson era para mim”. O tiroteio começou cedo, por volta das 6h (horário de Brasília), quando oito policiais, acompanhados de jornalistas, foram recebidos a tiros. Em determinado momento, o grupo se separou. A maioria ficou protegida por um muro. O cabo Gomes atravessou a rua e foi seguido por Gelson, protegidos por

uma árvore. Os traficantes dispararam dois tiros de fuzil. O primeiro acertou a árvore e o segundo, o cinegrafista no tórax. Segundo testemunhas, o atendimento a Gelson demorou cerca de 20 minutos, já que o tiroteio continuou com intensidade mesmo depois de o cinegrafista ter sido socorrido. Além de Gelson, morreram outras quatro pessoas que a PM informa serem traficantes. A Polícia Civil quer analisar as filmagens de Gelson para ver se o grupo de quatro pessoas que ele filmara e que posteriormente fez os disparos é o mesmo que foi morto em seguida.

Gelson Domingos foi morto quando cobria uma operação do Bope, no Rio

CÂNCER

Lula encerra primeira fase do tratamento O ex-presidente Lula encerrou a primeira etapa da quimioterapia contra o câncer na laringe. Segundo a assessoria do hospital Sírio-Libanês, uma equipe médica foi até a residência de Lula, em São Bernardo do Campo, e retirou a bolsa de infusão, que injetava por meio de um cateter os medicamentos quimioterápicos. Lula passa bem, segundo os médicos.

A primeira aplicação de quimioterapia foi iniciada no hospital no último dia 1º e o tratamento continuou a ser feito no restante dos dias pela bolsa de infusão. Lula deverá voltar ao hospital para o próximo ciclo de tratamento em cerca de 17 dias. O ex-presidente foi diagnosticado no último dia 29 de outubro com um tumor de aproximadamente três centímetros na laringe.

DESLIZAmENtO

Na Colômbia, 16 morrem Chuvas provocadas pelo fenômeno “La Niña” devem continuar até o início de 2012 BOGOTÁ - Balanço parcial das vítimas de um deslizamento de terra que atingiu várias casas em uma área central da cidade de Manizales (278 km a oeste de Bogotá) chegou ontem a 16 mortos, 17 feridos e um número ainda não determinado de desaparecidos. Embora extraoficialmente o número seja de cerca de 70 desaparecidos, os organismos de socorro não quiseram fornecer um dado oficial neste sentido. O deslizamento ocorreu no sábado de madrugada quando os moradores desta região conhecida como Cervantes, um tradicional bairro de Manizales, descansavam em suas casas. Até a noite de sábado a Cruz Vermelha Colombiana tinha uma lista de 28 desaparecidos confirmados, mas não se sabe se entre as pessoas ali incluídas aparecem as vítimas cujos corpos já foram resgatados.

SEm PAPANDREOU

Na Grécia, governo e oposição se entendem

Na área central de Manizares, o deslizamento de terra matou 16 pessoas e deixou dezenas de desaparecidos

Durante a noite, as equipes de socorro encontraram e resgataram vivas cinco pessoas de uma mesma família que habitavam uma das residências atingidas. Segundo a funcionária da Direção de Gestão de risco, o deslizamento, provocado por intensas chuvas que caíram sobre Manizales na sextafeira à noite, destruiu 14 casas e afetou outras três, onde

moravam 35 famílias com cerca de 159 pessoas. Manizales, capital do departamento (província) de Caldas, é uma das principais cidades do chamado “Eixo do Café”, onde encontram-se os maiores cultivos do grão, e se levanta sobre uma área de encosta. A temporada de chuvas na Colômbia, que atinge grande parte do país, deixava até segunda-feira 37 mortos, 43

feridos, sete desaparecidos e 245.420 pessoas afetadas, integrantes de 50.503 famílias. Segundo o Instituto estatal de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais (Ideam), as chuvas se estenderão até os primeiros meses de 2012 por causa do fenômeno climático conhecido como “La Niña”, que produz mudanças atmosféricas pela chegada de correntes frias à costa.

Curta LÍDER MORTO

BOGOTÁ - A guerrilha colombiana das Farc assegurou que vai continuar com sua luta, apesar dos chamados à desmobilização feitos pelo governo após a morte de seu líder Alfonso Cano em uma operação militar na sexta-feira, segundo um comunicado divulgado ontem na internet

pela agência Anncol e datado de sábado. “A paz na Colômbia não nascerá de nenhuma desmobilização guerrilheira, e sim da abolição definitiva das causas que dão origem ao levante. Há uma política definida e essa é a que continuará”, disse o comunicado assinado pelo Secretariado (dirigência) do grupo insurgente.

ATENAS - O acordo para a formação de um governo de coalizão na Grécia foi obtido ontem entre os dois principais partidos políticos do país, com a saída do atual primeiro-ministro, George Papandreou, informou a presidência da República. O novo governo ficará encarregado da “aplicação do plano europeu” de ajuda à Grécia até “as próximas eleições”, destaca o comunicado. O líder da oposição conservadora, Antonis Samaras, e Papandreou se reunirão novamente nesta segundafeira para designar um novo primeiro-ministro e o futuro gabinete. O acordo foi fechado durante uma reunião entre Samaras, líder do partido Nova Democracia, e Papandreou, na casa do presidente grego, Karolos Papúlias. “Durante o encontro, ficou acertada a formação de um novo governo com a missão de conduzir o país a eleições imediatamente após a aplicação das decisões tomadas em 26 de outubro”, quando foi firmado o acordo de Bruxelas entre Grécia e os demais países da Zona Euro, destaca o comunicado.

Pouco antes da decisão, Samaras advertiu que é preciso agir rápido para “lançar uma mensagem de estabilidade, confiança e normalidade”, tanto em direção aos sócios e credores, como para os gregos. Depois de criticar durante dois anos as políticas de rigor ditadas pelos credores do país, Samaras se comprometeu pela primeira vez, na quarta-feira, a apoiar o plano de Bruxelas. A Grécia deverá ser representada na reunião do Eurogrupo, nesta segunda-feira, pelo ministro das Finanças e vice-chefe do atual governo, Evangelos Venizelos, encarregado das negociações desde meados de junho. Venizelos aparece entre os possíveis substitutos de Papandreou, ao lado do conselheiro do primeiroministro e vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE) entre 2002 e 2010, Lucas Papademos. Os gregos pretendem negociar hoje com os ministros das Finanças do Eurogrupo o pagamento de 80 bilhões de euros até o fim de fevereiro, previstos no acordo de resgate decidido no fim de outubro em Bruxelas.

OJORNAL 07/11/2011  

OJORNAL 07/11/2011

Advertisement