Issuu on Google+

ID: 39197446

19-12-2011

LISBOA MINHA

Tiragem: 135000

Pág: 2

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 18,64 x 21,14 cm²

Âmbito: Informação Geral

Corte: 1 de 2

Filipa Fonseca Silva A autora do livro ‘Os 30 - Nada é Como Sonhámos’, lançado recentemente pela Oficina do Livro falou ao Destak sobre as suas Lisboas, sobre a sua inspiração e sobre a sua obra.

«Onde quer que esteja, vivo a cidade a olhar para o rio» D.R.

FILIPA ESTRELA festrela@destak.pt

Porque é que Os 30... pode ser um bom presente de Natal?

rações anteriores atingiam por volta desta idade e que esta geração não está a atingir. Em que se inspirou para criar as suas personagens?

Porque é um livro que fala de relações, amor, amizade, pessoas que conhecemos. É um livro leve, mas sério e que, embora o título fale nos 30, tem sido elogiado por leitores de todas as idades.

Nas pessoas que me rodeiam e em histórias que vou ouvindo. Percebi que as ansiedades das minha personagens eram as ansiedades de uma geração (30/35 anos), independentemente do seu meio de origem.

O que vai encontrar quem ainda não leu este livro?

Lisboa inspira-a a escrever?

Uma boa dose de humor (o que dá sempre jeito nos tempos que correm), sexo, drogas e rock n’roll (ingredientes irresistíveis) e três personagens principais com que todos nos identificamos. Quais as principais mudanças que sentiu depois de fazer 30?

Tornei-me mais tolerante com as coisas que não aprecio nos outros e, simultaneamente, mais exigente na escolha de como e com quem partilho o meu tempo. Agarrando no título, o que é que esperava que fosse e afinal não é?

Muito! É uma cidade mágica. O que mais gosta em Lisboa? A escritora sente-se inspirada por Lisboa para escrever

Nunca fui de fazer planos a longo prazo e sempre tive a consciência de que a vida acaba sempre por nos trocar as voltas, por isso, não há muito que tenha idealizado para esta fase da minha vida. Mas vejo que muita gente passa por uma fase de balanço e acaba por viver um período de angústia porque “era suposto” já estar casado, ou já ter uma casa, ou já ter um emprego estável. Tudo coisas que as ge-

FICHA PESSOAL Jardim Jardim do Ultramar Museu CCB Vista Olhar Lisboa a partir da Avenida da Praia no Barreiro Miradouro Miradouro da Graça Restaurante Pátio 13 Bar Maria Caxuxa Noite Bairro Alto e Bica Casa de fados A Tasca do Chico Praia Meco Bairro Chiado

Do seu tamanho, da sua luz e das várias lisboas totalmente diferentes que encerra em cada um dos seus bairros O que gostaria de mudar?

Acabar com prédios devolutos e pôr mais gente a viver no centro. Qual é a sua Lisboa?

É a Lisboa dos artistas. Do Chiado no início do Século XX, da Alfama dos fadistas, do Bairro Alto dos noctívagos e da arte urbana. Mas onde quer que esteja, vivo a cidade a olhar para o rio.


ID: 39197446

19-12-2011 GRANDE LISBOA PÁGINA 02

Escritora Filipa Fonseca Silva confessa que vive a cidade a olhar para o rio PÁGINA 04

Tiragem: 135000

Pág: 1

País: Portugal

Cores: Cor

Period.: Diária

Área: 4,47 x 2,52 cm²

Âmbito: Informação Geral

Corte: 2 de 2


Filipa Fonseca Silva falou ao Destak