Page 1

Rotaract realiza 5ª Pizzaract Página 9

O FATO al

n Jor

Ano XXXVII | Edição n.° 1929 | R$ 1,50

Operação Trânsito Seguro Página 5

CAMPO BOM | Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Academia com equipamentos para cadeirantes A academia especial será a única da região com este tipo de acessibilidade e fará Campo Bom se juntar ao seleto grupo de cidades privilegiadas com este tipo de serviço de inclusão especial. Página 6

Direito de ir e vir garantido na RS 239 Página 8

personalfit

Educação ganha prêmio Nacional A rede municipal de ensino de Campo Bom teve mais uma conquista, através da Escola Borges de Medeiros, que foi a vencedora do prêmio Microsoft Educadores Brasil 2011, na categoria Professor Inovador em Colaboração, com o projeto CBB Web TV. O professor responsável pela criação do projeto é Jorge César Coelho, que recebeu o prêmio em São Paulo na sede da Microsoft,

depois de concorrer com mais de 1,4 mil trabalhos do Brasil. A diretora da escola, Morgana Rodrigues da Silva e a secretária de Educação, Eliane dos Reis, estavam presentes a solenidade, “estamos muito felizes com a conquista. O trabalho vivo, e produzido por crianças”, disseram. A etapa mundial será em Washington, nos Estados Unidos, entre 7 e 9 de novembro.

Roupas & Acessórios

(51) 9803-2623

Equipe de Educadores Físicos

TELE-TINTAS

3597.3436

Dedicação envolvimento e eficiência.

Agora com:

Pronto Socorro Elétrico e Hidráulico (Diariamente das 13hs às 21hs,inclusive Feriados)

Rua Benno Bauer, 213-Quatro Colônias-Campo Bom

Grande Promoção para casais!

A Personal Fit cuidando de sua família: marque uma avaliação gratuita e confira!

personalfit 9381.2540 Fone:

( Quiksilver, Billabong, Adidas, Ecko e outros)

Presentes,Bijuterias e Utilidades em Geral Cartões Telefônicos

Aliamos terapia shiatsu com atividade física para garantir resultado e qualidade para você.

Contato com Elisa 9212.0732

3529.3043

R. Santa Helena, 348 (fundos) Bairro Centenário - Sapiranga

Equipe de Educadores Físicos

Unidades em Campo Bom, Sapiranga, Novo Hamburgo e Parobé.


GERAL

2

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Elocubrações na madrugada... Nas horas noturnas da velhice as elocubrações e os devaneios são meus companheiros inseparáveis. Insistem em não me deixar a sós. Me acompanham desde a adolescência. De tão íntimos parecem ter envelhecido comigo. Quando me deito acampam ao meu lado, no travesseiro. E assim – nas horas insones da madrugada – vivemos momentos de poesia e tragédia. Fazemos viagens incríveis. Pelas frestas da janela (quando é noite) flagramos a lua – feiticeira – namorando as estrelas cadentes que dela fogem, inseguras, temendo a sua sedução. Ao amanhecer e no cair da tarde vemos o sol iluminando os telhados de Campo Bom e indo se esconder no fim do dia lá para os lados de Porto Alegre onde se cobre de penumbra sobre as águas nem sempre plácidas do Guaíba. São ambos - o sol e a lua - personagens eternos e insensiveis a tudo que ocorre dentro desta “casca de nóz” que é o Planeta Terra a percorrer sua rota no Cosmos sem data para o dia da chegada. Presenciam a Via Lactea e os miriades corpos celestes que a compoem. Expectadores privilegiados de todos os fenômenos que se processam na superficie da Terra. Dos maremotos. Das tusunames que surgem do mar repentinamente, avançando vorazes sobre o litoral de forma arrasadora, a tudo destruindo, pontes, povoados, cidades litorâneas, vitimando milhares de pessoas e acarretando danos materiais de vulto. Vide o ocorrido no Japão, recentemente. Pressentem a acomodação das placas tectônicas sob a superficie terrestre procurando melhor posição na estrutura geofísica da Terra. Flagram os vendavais cíclicos devastando florestas, trigais, campos de arroz e de soja, celeiros de alimentos para a humanidade. A “casca de nóz” em que habitamos no Cosmos se assemelha a uma “Arca de Noé” de fantásticas dimensões e onde se reproduzem desde musgos, algas, seres de ínfimos tamanhos até animais irracionais de grande porte como as baleias dos mares, os crocodilos do Nilo, os aligátores e os maiores de todos carnivoros, os gaviães, esses pertencendo a uma mesma família. Em florestas ou savanas (vide as africanas) vivem os ursos, os leões, as zebras, os elefantes, rinocerontes e as girafas, além de centenas de outras espécies congêneres. Ainda - em seu bojo - um turbilhão de povos habita essa “Arca de Noé” gigantesca onde o homem, único animal racional prepondera, sempre na busca de novas e mais modernas formas de viver, de se alimentar, de se vestir, de percorrer maiores distâncias, inclusive até já chegou a pisar na superficie da lua, cravar bandeiras no sólo de marte. Ao discorrer sobre essas temáticas eu o faço motivado pelas elocubrações diurnas e noturnas da mente de um velho e curioso ancião que nunca cansa de divagar sobre os mistérios do Universo que sempre serão indescritiveis para qualquer inteligência humana. Theodoro Ernani de Menezes Nunes Tel.: 35978191

O FATO VALE do

Circula às sextas-feiras em Campo Bom, Sapiranga, Araricá e Nova Hartz

Fundado em 20/06/1975 - CNPJ: 72.560.014/0001-70 Diretor Editor | Joelci Luiz Mello (Reg. Prof. 4465) Diretora Comercial | Evanir Eloisa Martini Criação e Produção Gráfica | Rosiane Mello Assistente de Produção | Mariane Mello SEDE: C. Bom - R. Lima e Silva, 29 - Sl 03 - Centro - 3598.6411 Sapiranga - R. São Pedro, 399 - Centro - 3559.5411 e-mail: jornal.js@netwizard.com.br | site: www.jornaljs.com.br As colunas assinadas são de inteira responsabilidade dos autores e não representam necessariamente a opinião do jornal. Também não representam vínculo empregatício com a empresa.

Artigo Jurídico

Cláudio Luis Martins | Advogado

OAB/RS 78.291

Universidade privada terá que indenizar por furto de carro em estacionamento gratuito

De acordo com a jurisprudência pacífica do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a Terceira Turma manteve a decisão do ministro Sidnei Beneti que condenou a Fundação Universidade do Vale do Itajaí (Univali), instituição particular de Santa Catarina, a ressarcir prejuízo à Tokio Marine Brasil Seguradora S/A. Depois de indenizar um aluno que teve o carro furtado, a seguradora entrou com ação regressiva de indenização contra a Univali. O furto aconteceu no estacionamento da universidade. O local era de uso gratuito e não havia controle da entrada e saída dos veículos. A vigilância não era específica para os carros, mas sim para zelar pelo patrimônio da universidade. O juízo de primeiro grau decidiu a favor da seguradora, porém o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) reformou a sentença. Consta do acórdão estadual que o estacionamento é oferecido apenas para a comodidade dos estudantes e funcionários, sem exploração comercial e sem controle de ingresso no local. Além disso, a mensalidade não engloba a vigilância dos veículos. Nesses termos, segundo o TJSC, a Univali não seria responsável pela segurança dos veículos, não havendo culpa nem o dever de ressarcir danos. Entretanto, a decisão difere da jurisprudência do STJ. Segundo a Súmula 130/STJ, “a empresa responde, perante o cliente, pela reparação de dano ou furto de veículo ocorrido em seu estacionamento”. O relator, ministro Sidnei Beneti, destacou que a gratuidade, a ausência de controle de entrada e saída e a inexistência de vigilância são irrelevantes. O uso do estacionamento gratuito como atrativo para a clientela caracteriza o contrato de depósito para guarda de veículos e determina a responsabilidade da empresa. Em relação às universidades públicas, o STJ entende que a responsabilidade por indenizar vítimas de furtos só se estabelece quando o estacionamento é dotado de vigilância especializada na guarda de veículos.Fonte: STJ.

Claudio Luis Martins é advogado, atuante nas áreas do Direito do Trabalho, Direito Previdenciário, Direito Civil, Defesa do Consumidor e Direito Comercial.

PARA REFLETIR Temos o dever de conhecer-nos intimamente e, mais do que tudo, temos a imperiosa necessidade de preparar-nos para viver com mais sabedoria. Grupo de Estudos Caminheiros de Jesus Rua : Santo Inácio de Loióla,195-Centro

CINEMA NO CEI

PROGRAMAÇÃO DO CINEMA DAS SALAS DE AUDIOVISUAL DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA – CEI

CEI - Sala Barbara Paz - 01

HARRY POTTER 7 - P2: WARNER 132 min. 12 ANOS Scope Dublado

sexta 05/08/2011 – 18h30min - 21h sábado 06/08/2011 – 15h – 18h30min - 21h domingo 07/08/2011 – 15h – 18h30min - 21h quarta 10/08/2011 – 15h – 18h30min - 21h quinta 11/08/2011 – 15h – 18h30min - 21h Sinopse: Na segunda parte do final épico da série, a batalha entre o bem e o mal no mundo da magia se torna uma guerra entre centenas de bruxos. Os riscos nunca estiveram tão altos e nenhum lugar é seguro o suficiente. Assim, Harry Potter precisa se apresentar para fazer o seu último sacrifício, enquanto o confronto final com Lorde Voldemort se aproxima. Tudo acaba aqui.

CEI – SALA ALFREDO BLOS - 02 CARROS 2 DISNEY 106 min. LIVRE Dublado

sexta 05/08/2011 – 18h50min sábado 06/08/2011 – 15h10min - 18h50min domingo 07/08/2011 – 15h10min - 18h50min quarta 10/08/2011 – 15h10min - 18h50min quinta 11/08/2011 – 15h10min - 18h50min

TRANSFORMERS 3 PARAMOUNT 154min. 12 ANOS Scope Dublado

sexta 05/08/2011 – 18h50min sábado 06/08/2011 – 15h10min - 18h50min domingo 07/08/2011 – 15h10min - 18h50min quarta 10/08/2011 – 15h10min - 18h50min quinta 11/08/2011 – 15h10min - 18h50min VALOR INGRESSOS: R$ 8,00 comunidade; R$ 4,00 estudantes, acima de 60 anos, crianças até 12 anos; R$ 3,00 na promoção de quarta, quinta-feira, sábados e domingos somente nas sessões da tarde. OBS: A programação das Salas de Audiovisual está disponível no site: blog: salasdeaudiovisualcei. blogspot.com - www.campobom.rs.gov.br Fone: 3597-0435 - Av. Dos Estados, 1080 – Centro – CB


GERAL

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

3

Conferência permite qualificação e discute rotinas no atendimento de Assistência Social A 8ª Conferência Municipal de Assistência Social de Campo Bom, realizada na última quinta-feira, definiu representantes e sugestões que serão levados à edição estadual do evento.

N

ovas propostas para melhorar o atendimento social no município foram discutidas na última quintafeira, dia 28, na 8ª Conferência Municipal de Assistência Social de Campo Bom. O evento, realizado na escola municipal do Centro de Educação Integrada (CEI), é realizado a cada dois anos a fim de discutir formas de qualificar o trabalho dos profissionais de assistência social e discutir soluções para os problemas enfrentados. Profissionais e prestadores de serviço da rede municipal, além de representantes de entidades sociais do município participaram de grupos de discussões e palestras. O titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação (Sedsh), Maximiliano de Souza, ressaltou sobre a importância de descentralizar o trabalho da assistência no município. “Queremos levar os cursos e oficinas aos bairros e investir mais na geração de renda”, disse o secretário. O tema desta edição, Consolidar o SUAS (Sistema Único em Assistência Social) e valorizar os seus trabalhadores, foi apresentado em uma palestra, pela manhã, ministrada pela assistente social Maria do Carmo Hernandorena, membro titular do Conselho Estadual de As-

sistência Social (CEAS/RS). “Para transformar as pessoas em sujeitos de direito, é importante a assistência social escuta-las para suprir suas necessidades e dar a elas a oportunidade de reivindicar seus direitos”, disse a palestrante. GRUPOS DE TRABALHO – Também foram discutidas, através de grupos de trabalho à tarde, estratégias para estruturar a gestão do trabalho no SUAS; alternativas de fortalecer a participação da equipe de trabalho e do controle social  e também os desafios do SUAS na erradicação da extrema pobreza no Brasil. “Muitas vezes não há a opção entre certo e errado, então temos que escolher a opção menos ruim”, acredita a psicóloga Ione Pedde, que atende pacientes da rede municipal no  Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas) e no Centro de Referência em Assistência Social (Cras). “A conferência é um espaço saudável em que se discute políticas públicas para a área, pois não discutir essas políticas é muito perigoso”, ressalta. A assistente social da Sedsh, Ana Quintana, uma das coordenadoras do evento, avalia que a produtividade dos grupos de trabalho que se reuniram na tarde de quinta-feira foi

8ª Conferência Municipal de Assistência Social

bastante positiva, o que justifica a iniciativa da Prefeitura em realizar a conferência. “A rede municipal sente as dificuldades e essas discussões ajudam a montar propostas. A integração do grupo contribui muito para se encontrar soluções”, disse ela. Outra pauta da Conferência foi a reordenação e qualificação dos serviços socioassistenciais. “Às vezes a população não sabe sobre todos os serviços oferecidos pela Rede, ou seja, que estão disponíveis para

todos”, explica a assistente social Patrícia Vaz Ruppenthal. “Os profissionais que estão nas pontas da sociedade, como professores e agentes de saúde, estão muitas vezes em contato direto com situações de risco e poderiam encaminhar as pessoas aos serviços adequados se tivesse conhecimento”, acredita. No final do dia, dois delegados foram escolhidos para representar o município na Conferência Estadual de Assistência Social, ainda sem data definida.

Agasalhos e cobertores para famílias atingidas pela cheia A fim de amenizar o drama enfrentado por algumas famílias vítimas da enchente das últimas semanas e que afetou moradores dos bairros Barrinha, Porto Blos, Vila Rica e Mônaco em Campo Bom, a Prefeitura vem dando suporte por meio de reforço alimentar com a distribuição de sopa para as famílias e também entregou agasalhos para os moradores desta região.  Na  última sexta-feira, 29, equipes da  Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação (Sedsh) distribuíram  cerca de 3 mil peças de roupas e 350 calçados arrecadados na comunidade na Campanha do Agasalho e 260 cobertores novos para

mais de 140 famílias dos quatro bairros atingidos pela cheia. “Desta vez demos prioridade a roupas de crianças e jovens, que foi um pedido das famílias. A Prefeitura também adquiriu cobertores novos o que deixou as famílias muito felizes, principalmente nestes dias de muito frio que vem por aí ”, ressaltou o titular da Sedsh, Maximiliano de Souza. Segundo ele, as famílias já estão restabelecidas em suas casas e a situação está sob controle no que diz respeito ao nível do Rio do Sinos. “Mesmo com a situação melhorando estamos monitorando o rio e vamos continuar auxiliando essas famílias”, Foto: Caroline Pilger

Entrega de agasalhos e alimentos para as famílias afetadas pelas chuvas

complementa o secretário. A moradora do gidos pela enchente”, complementa o sebairro Barrinha, Nely Fátima Severo, 50 cretário. anos, foi uma das campo-bonenses atingidas pela enchente que recebeu auxílio na Previsão para os próximos dias última sexta-feira. “Infelizmente a água Mesmo com a situação sob controle entrou dentro da minha casa enquanto es- com o nível do rio baixando, a cidade contávamos no trabalho, então não pudemos tinua em alerta, pois para os próximos três fazer nada. Perdi alimentos, roupas, cober- dias a previsão é de chuva. “Neste sábado tores e roupas de cama, algumas coisas deu (dia 30) o rio estava em 6 metros e durante para salvar outras não. O armário também a enchente ele chegou a mais de 7 metros. pegou água e dois edredons novos também A previsão é que chova cerca de 30 a 40 estragaram. Essa iniciativa milímetros até quarta-feira, Roupas, calçados da Prefeitura é muito boa e isso não ocasiona cheia, para nós, sem essa ajuda mas mesmo assim precie cobertores novos não sei como iríamos fazer samos ficar em alerta e vafizeram parte principalmente nestes dias mos continuar monitorando da assistência de frio”, conta a moradora. o rio. Para quinta-feira a fornecida a Já a pensionista, moraprevisão é de tempo bom”, pessoas atingidas dora do bairro Vila Rica, explica o responsável pela pela segunda Terezinha Maria Silveira, estação climatológica de maior enchente já 65 anos, teve mais  sorte. Campo Bom, Nilson Wolff. “Graças a Deus não perdi registrada na cidade  muita coisa.  Acho muito Relembre os números boa essa iniciativa, uma Das 450 residências afebenção o que a Prefeitura está fazen- tadas pela enchente ocorrida nos últimos do, porque tem gente que perdeu bastante dias 21 e 22, em 200 delas a água adencoisa mesmo. E agora com a doação dos trou as casas e em outras 250, chegou até cobertores vamos estar mais preparados o pátio. Esta foi a segunda maior cheia do para os dias de frio”. Rio dos Sinos registrada na cidade desde Além da entrega de agasalhos e co- que  se iniciou o apontamento  dos dados bertores, desde a última semana a Pre- meteorológicos  em 1965. Na manhã do feitura também vem oferecendo reforço sábado, dia 23, o Rio dos Sinos marcava alimentar para os moradores dos bairros 7,34 metros, só perdendo para a cheia de atingidos com a distribuição de sopa. “Na 2008, quando as águas alcançaram 7,40 semana passada distribuímos mais de mil metros, sendo que o nível normal do rio é pratos de sopa para os quatro bairros atin- de 4,80 metros na cidade.


GERAL

4

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Estudante campo-bonense recebe medalha de bronze em Olimpíada Brasileira de Matemática

N

ovamente a educação em Campo Bom é destaque nacional. O aluno da escola municipal 25 de Julho, Anderson Perinazzo, de 13 anos, recebeu no dia 22 de julho, no Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, medalha de bronze por sua participação na

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2010, evento realizado pelo Ministério da Educação em todo o país. Anderson recebeu, além da medalha de bronze pela competição do ano passado, uma bolsa de estudos de Iniciação Científica da universidade, para quando completar o ensino

médio. O aluno também competiu na prova final da Olimpíada Municipal de Matemática de Campo Bom deste ano, que ocorreu no último mês de julho, quando foi homenageado por seu destaque nacional. Anderson considera que o incentivo que recebeu da escola ajudou a despertar seu interesse pela matemática e

sua habilidade com os números. “Comecei a gostar de matemática desde o 6º ano, e depois disso sempre fui um bom aluno. Nunca tinha recebido uma homenagem como essa, por isso achei o incentivo à matemática muito importante”, conta ele, que se emocionou ao receber a premiação.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL nº 3.745/2011, de 02 de agosto de 2011. ALTERA AS LEIS MUNICIPAIS NºS 3.319/2008 E 3.382/2009, E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte: L E I: Art. 1o - O inciso VI do art. 9o da Lei Municipal nº 3.382/2009, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 9º ... VI - incentivar o uso de tecnologia não agressiva ao ambiente, e proceder ao licenciamento necessário à instalação de sistemas de transmissão e/ou retransmissão de rádio, televisão, telefonia e similares ; ...” Art. 2o - O art. 30 da Lei Municipal nº 3.382/2009, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 30 - A classificação das atividades não referidas especificamente no corpo deste Diploma, observado o respectivo porte e potencial poluidor, é definida no Anexo Único deste Diploma, devendo ser revista e atualizada esporadicamente pelo Órgão Ambiental do Município, com a aprovação do CONDEMA, face a evolução científica e tecnológica.” Art. 3o - O § 3o do art. 5o, da Lei Municipal nº 3.319/2008, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 5º ... § 3º A Taxa de Licenciamento Ambiental (TLA) terá seu valor definido caso a caso, na conformidade da espécie do empreendimento, e/ou do respectivo porte e potencial poluidor, de acordo com a legislação aplicável, e a Tabela contida no Anexo Único desta Lei, que não define as atividades de impacto ambiental local, constituindo apenas referência tributária.” Parágrafo único - O Anexo da Lei Municipal nº 3.319/2008, a que se refere o § 3o do respectivo art. 5o, passa a vigorar acrescido de uma Tabela, nos seguintes moldes: ANEXO ÚNICO A - TAXAS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL CONFORME O PORTE DO EMPREENDIMENTO E O RESPECTIVO POTENCIAL POLUIDOR (valores em URMs) Porte Potencial Poluidor

Taxa de Licença Prévia (em Unidades de Referência Municipal)

Taxa de Licença de Instalação (em Unidades de Referência Municipal)

Taxa de Licença de Operação (em Unidades de Referência Municipal)

Mínimo

Baixo Médio Alto

24,60 URM 30,50 URM 40,00 URM

34,00 URM 42,70 URM 56,00 URM

30,00 URM 36,60 URM 48,00 URM

Pequeno

Baixo Médio Alto

59,70 URM 72,80 URM 96,13 URM

83,50 URM 101,90 URM 134,50 URM

71,60 URM 87,00 URM 115,35 URM

Médio

Baixo Médio Alto

109,20 URM 150,70 URM 222,00 URM

152,80 URM 211,00 URM 310,00 URM

131,00 URM 180,00 URM 266,40 URM

Grande

Baixo Médio Alto

311,00 URM 397,00 URM 510,00 URM

435,40 URM 555,00 URM 714,00 URM

373,20 URM 476,00 URM 612,00 URM

Excepcional

Baixo Médio Alto

361,00 URM 631,00 URM 1.144,00 URM

505,00 URM 883,00 URM 1.600,00 URM

433,20 URM 757,00 URM 1.370,00 URM

B - TAXAS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL CONFORME A ESPÉCIE DE EMPREENDIMENTO (valores em URMs)

Espécie

Instalação de sistemas de transmissão e/ou retransmissão de rádio, televisão, telefonia e similares Serviços de Utilidade Pública

Taxa de Licença Prévia (em Unidades de Referência Municipal)

Taxa de Licença de Instalação (em Unidades de Referência Municipal)

Taxa de Licença de Operação (em Unidades de Referência Municipal)

612,00 URM

714,00 URM

510,00 URM

612,00 URM

714,00 URM

510,00 URM

Art. 4º - Esta Lei, a vista do disposto no art. 150 - inciso III, alíneas “b” e “c”, da Constituição Federal, entrará em vigor no dia 1o de janeiro de 2012. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 02 de agosto de 2011. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Anderson Perinazzo da escola 25 de Julho, recebeu medalha de bronze, na participação das Olimpiadas Brasileira de Matemática

Giovani Feltes: “plano industrial de Dilma é importante, mas veio um pouco tarde” O líder da bancada do PMDB, deputado Giovani Feltes, considerou como importantes as medidas da nova política industrial anunciadas nesta terça-feira (2) pela presidente Dilma Rousseff (PT), mas lamentou que “vieram com muito atraso” para enfrentar os reflexos da questão cambial sobre os principais setores de exportação da indústria brasileira. “O governo foi vagoroso demais. A desvalorização do dólar já determinou o fechamento de muitas das nossas empresas e milhares de empregos se perderam”, destacou o deputado, referindo-se em especial com a situação da cadeia coureiro-calçadista e do setor moveleiro. “Nem mesmo as medidas anti dupping ao calçado Chinês tem surtido efeito. O produto muda de origem durante a viagem de na-

vio”, referiu Feltes em relação ao processo de triangulação com outros países asiáticos e até mesmo da América Latina. Ele comparou a situação das fábricas que, há menos de dez anos, exportavam seu produto com uma cotação do dólar ao redor de R$ 3,00: “um par de sapato a US$  10,00 representava uma receita de R$  30,00. Hoje, este mesmo sapato representa menos de R$  16,00”. Neste período, acrescentou o deputado, os insumos como energia elétrica, transporte e os próprios componentes usados na produção do calçado sofreram aumentos. “Não tem como competir, neste cenário, com a concorrência da China”, resumiu. Entre os pontos do plano de estímulo industrial que o governo federal anunciou nesta terça-feira estão previstas a 

devolução de PIS/Cofins para exportadores de manufaturados, a criação de um fundo de financiamento a exportação, um projeto piloto para desonerar a folha de pagamento em setores com mão de obra intensiva, além de um regime tributário especial para o setor automotivo. “Precisamos ainda ter um ação mais firme em relação aos embargos da Argentina”, cobrou Feltes. Para o líder do PMDB, tanto o expresidente Lula como Dilma se mostram benevolentes com os entraves do país vizinho para a entrada de calçados e máquinas agrícolas. “Com tamanha demora na liberação das exportações, o sapato da  moda inverno chegará lá somente no verão”, exemplificou. Somente no primeiro semestre deste ano, as exportações de sapatatos caiu em torno de 30%.

Fritz Bigodón no Teatro do CEI Fritz Bigodón em Histórias Reais que Viraram Humor, interpretado pelo humorista Eliseu José Preus, promete muitas gargalhadas na noite de 14 de agosto, domingo, a partir das 19:30, no Teatro do CEI, em Campo Bom, num espetáculo comemorativo ao Dia dos Pais. Inspirado em colonos de origem germânica que vivem pelo interior do Brasil, o personagem revive momentos engraçados pelo fato de falar pouco português.

Os ingressos antecipados com desconto para o espetáculo estão sendo vendidos ao valor de R$ 10,00, podendo ser adquiridos na Bilheteria do CEI, Super Central, Na Graça Papelaria e Livraria, Posto Shell, Farmácia In Corpore e no Grêmio dos Servidores Municipais de Campo Bom, através do convênio. Na Hora, se houver ingressos, o valor do bilhete será R$ 14,00. Maiores informações podem ser adquiridas através do telefone 51 9134-5474.


GERAL

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

5

OPERAÇÃO TRÂNSITO SEGURO

Seis pessoas detidas e 300 veículos multados

E

m quase um mês de atividade, a operação Trânsito Seguro já abordou cerca de 8 mil veículos, cobrindo quase todos os bairros do município, desde que iniciou a realização de barreiras no último dia 8 de julho. A operação, uma iniciativa da Prefeitura em parceria com a Brigada Militar, já rendeu resultados positivos na área de segurança pública do município, resultando na detenção de 2 foragidos, 2 condutores portando

documentos falsos, um condutor com suspeita de embriaguez e outro por realizar manobra perigosa. Somente entre os dias 8 e 28 de julho, foram notificados 272 veículos, sendo recolhidos 230 deles. Isso significa que, de todos os veículos e motoristas (cerca de 8 mil) abordados pelos agentes de trânsito no município, 4,18% estão com alguma irregularidade, entre as mais comuns o licenciamento do veículo vencido (representando 34,5% das notificações);

Operação Trânsito Seguro, uma parceria entre a Prefeitura Municipal e a Brigada Militar

condutores sem portar documentos ciamento do veículo vencido; dirigir sem (13,23%); placas ilegíveis (9%); con- cinto de segurança; motoristas sem habidutores sem cinto de segurança (8,82%) litação; veículos com pneu careca; placas e condutores com a habilitação vencida ilegíveis; veículos com lacre violado e há mais de 30 dias (6,25%). condutores ou passageiros sem cinto de A fim de reforçar o pedido da co- segurança. Situações de crianças no banmunidade por mais segurança, a Pre- co da frente e veículos adulterados ou feitura deu início à operação Trânsito rebaixados também estão sendo identiSeguro como forma de inibir infrato- ficadas nas barreiras. O coordenador do res por meio de barreiras e abordagens Departamento de Trânsito reforça para em veículos em todo o município por que as pessoas se conscientizem nestes meio da ação dos agentes de trânsito e pequenos detalhes ao saírem na rua com de policiais militares. O objetivo é in- seus veículos, e ressalta que as barreiras tensificar e descentralizar a vistoria de receberão uma atenção especial nos bairveículos ou condutores com irregulari- ros, onde a frequência de motoristas cirdades, utilizando todo culando em situação iro efetivo do Departaregular é maior. “Ainda Visando fortalecer mento de Trânsito de temos muitos acidentes a segurança, Campo Bom. “Grande ocorrendo em CamDepartamento de parte dos acidentes e Trânsito de Campo Bom po Bom, muitos deles infrações cometidas em acontecem nos bairros. nossa cidade envolvem apontou irregularidades Também são frequenem pelos menos 4% veículos irregulares, tes os acidentes envoldos 8 mil veículos por isso a importância vendo motociclistas e dessa operação”, des- fiscalizados no município motoristas sem habilitadesde o dia 8 de julho. taca o coordenador do ção”, informa Fröhlich. Departamento de TrânSegundo ele, as multas sito, Raul Fröhlich. e recolhimentos podem ser evitadas se a população ficar atenta às normas de trânPequenas irregularidades sito. As abordagens ocorrem diariamente podem ser evitadas e, a cada dia, são realizadas em um ponto Os problemas mais comuns encon- diferente da cidade. A operação Trânsito trados na frota averiguada são referentes Seguro tem caráter contínuo, sem previà habilitação cassada ou vencida; licen- são de término.

O Fato do Vale

O jornal que vira fera pelo leitor O jornal O Fato do Vale a três décadas conta a história de Campo Bom. Sem compromisso com facções, apenas comprometido com a comunidade em especial com sua gente, sim porque fazemos jornal para pessoas que tem nome e sobrenome. Que trabalham, sonham, amam e ajudam a construir o desenvolvimento do nosso Pequeno Gigante. As pessoas; o leitor são a nossa razão de existir. Todas as sextas-feiras ao longo destes 36 anos divulgamos os fatos que se tornaram noticia. Não abrimos mão de fazer jornalismo comunitário com qualidade e responsabilidade. “Se saiu no Fato é verdade”.

Assine e anuncie no verdadeiro jornal comunitário de Campo Bom. Ligue: 3598.6411 - 3559.5411 - 9989.5411


GERAL

6

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Prefeitura inaugura academia ao ar livre com equipamentos especiais para cadeirantes São oito equipamentos que contam com itens especiais como travas de segurança para cadeirantes poderem praticar exercícios físicos com tranqüilidade

A partir deste sábado, dia 3, Campo Bom contará com um espaço especial para a inclusão de pessoas com deficiência física na pratica de exercícios físicos. É que Prefeitura inaugura a primeira academia ao ar livre de equipamentos com adaptações especiais para cadeirantes da cidade, espaço que é novidade também na região. São oito novos aparelhos instalados junto à Estação Saúde que contam com adaptações especiais como travas de segurança para cadeiras de rodas e regulagens especiais para cadeirantes. Eles se somam aos  10 equipamentos de ginástica já instalados na Estação Saúde e que são utilizados livremente pela comunidade. A inauguração ocorre às 11h, quando também serão apresentadas à comunidade as melhorias promovidas através da revitalização da Estação Saúde, como pintura do prédio e revitalização dos equipamentos de exercícios. A academia especial será a única da região com este tipo de acessibilidade e fará Campo Bom se juntar ao seleto grupo de cidades privilegiadas como Curitiba, São Paulo, e Caxias do Sul que contam com um tipo de serviço de inclusão especial, gratuito e de livre acesso destinado aos cadeirantes. Segundo a titular da Secretaria Municipal de Saúde, Ilaine Pletsch, a nova área servirá para trabalhar a inclusão, levando mais saúde aos cadeirantes que poderão usar o espaço livremente, mas que também contarão

com o suporte de profissionais. “Estamos trabalhando para formar um grupo de cadeirantes que utilizará o espaço sob a avaliação de fisioterapeuta e orientação de educador físico. Mesmo o acesso sendo livre, desejamos que os cadeirantes se exercitem com o suporte de profissionais, evitando lesões e tendo mais qualidade de vida através da prática de esporte”, destaca Ilaine. Os cadeirantes interessados em participar do grupo  supervisionado de exercícios  devem entrar em contato com a Secretaria de Saúde fornecendo nome e telefone para que os profissionais possam contatá-los nas próximas semanas. O contato pode ser feito pelo telefone 3598 8600, ramal 8685, de segunda a sexta-feira, das 12h30min às 18h30min, com Leonor. Assim que o grupo estiver formado, a Secretaria de Saúde definirá dias e horários para o atendimento do grupo. Inclusão, segurança e mais qualidade de vida No total foram adquiridas pela Prefeitura duas torres de elevação de braços, duas paralelas, uma multi rodas de ombros, uma máquina de bíceps, um jogo de barras e uma bicicleta de mão, com investidos de cerca de R$ 15 mil na compra destes equipamentos. Entre as diversas funcionalidades dos aparelhos, a secretária Ilaine ressalta que os mesmos possuem travas de segurança,

Equipamentos com Adaptações especiais para cadeirantes

onde o cadeirante pode prender sua cadeira de rodas e fazer o exercício tranquilamente de forma eficaz e sem riscos. São aparelhos que buscam atender as necessidades físicas dos deficientes, contribuindo para o desenvolvimento dos músculos superiores e, independente de algumas ações básicas, esses aparelhos podem ser utilizados por todos, não só por cadeirantes. Devido a suas adaptações, uma das indicações é que os aparelhos podem ser utilizados por pessoas com certas restrições de mobilidade, inclusive pessoas da terceira idade que possuem algum problema peculiar, podendo ajudar no tratamento ou na prevenção de doenças.

Conheça melhor os equipamentos Todas as máquinas com adaptações especiais para cadeirantes possuem adesivos explicativos do modo de utilização, posição inicial e final de cada exercício, indicativos de músculos que estão sendo trabalhados, bem como as devidas advertências, abrangendo também os deficientes visuais, com indicativos na linguagem Braile. Todos os aparelhos são confeccionados em policarbonato com resistência prolongada aos agentes das intempéries. Além de caixa protetora sobre suas engrenagens e partes móveis, os equipamentos também possuem emborrachamento especial com sistema antiderrapante, possibilitando assim o acesso, execução e saída das mesmas com segurança.

Volta às aulas movimenta 6,5mil alunos Desde segunda-feira, dia 1º, mais de 6,5 mil alunos da rede municipal de ensino de Campo Bom voltaram às salas de aula após o recesso de julho. Os alunos das 19 escolas de ensino fundamental do município tiveram uma semana para pensar apenas em diversão. Na escola municipal do Centro de Educação Integrada (CEI), alguns já estavam com saudades das férias. “Fui para a praia e aproveitei bastante, pena que passa tão rápido”, comenta o aluno do 6º ano João

Pedro Ferreira dos Passos, de 11 anos. Já a sua colega Chirlei Eduarda da Rosa, também de 11 anos, aproveitou as férias de inverno na cidade. “Visitei os parentes e também aproveitei bastante”, conta, esperando que o segundo semestre do ano letivo seja repleto de atividades diferenciadas. “Gosto quando a professora de matemática passa lição na lousa interativa. Estou feliz porque sou a segunda melhor nota da turma”, comemora. A volta às aulas representa também

o reencontro da turma. “Gosto mesmo é de reencontrar os amigos”, comenta o aluno do 8º ano Jeferson Scheffer, de 13 anos. A mãe, Gislaine Antunes, não deixa de acompanhálo nos estudos. “Aqui a escola é ótima, estou sempre acompanhando os estudos dele”, conta a mãe. No primeiro semestre de 2011, a Secretaria Municipal de Educação (Smec) inaugurou obras em 10 escolas, somando cerca de R$ 6 milhões em investimentos entre reformas, ampliações e melhorias físicas. Até dezembro, estão programadas obras e melhorias em mais  14 escolas. De 2009 para

cá, além das melhorias físicas, a Prefeitura investiu quase de R$ 2 milhões em tecnologia nas escolas  por meio  da aquisição de  lousas interativas, mesas educacionais computadorizadas e notebooks para as escolas, justificando a decisão da Administração de investir 40% da verba orçamentária do município na área da Educação. “A Administração Municipal entende que a Educação é um investimento e não um gasto, e por esse motivo tivemos tantas melhorias nas escolas e no ensino neste ano e no ano passado”, ressalta a titular da Secretaria Municipal de Educação, Eliane dos Reis.

Reunião de secretários municipais de Saúde

Alunos das 19 escolas de ensino fundamental do município voltaram as aulas

O desconhecimento da população sobre as responsabilidades de cada esfera da rede pública de saúde (federal, estadual e municipal) e a falta de percepção do esforço que cada município tem feito pela saúde da população em contrapartida à escassez cada vez maior de repasses pelos governo Federal e Estadual foi consenso durante  encontro realizado essa semana em Campo Bom e que reuniu representantes de  24 secretarias municipais de saúde integrantes da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde  da Coordenadoria de Ges-

tão Regional (Cogere). No evento, os secretários externaram a frustação dos municípios relativa à percepção dos usuários quanto às responsabilidades na área de saúde,  uma vez que prefeituras tem investido em ações contra a omissão ou redução de repasses de Estado e União. Por conta dessa visão equivocada, o encontro realizado ontem, 29, gerou uma moção de repúdio à situação principalmente no que diz respeito a recentes publicações na imprensa relativas a situações de desatendimento, filas e descaso com a saúde pública.  No entendimento do  colegiado  os muni-

cípios da região têm investido em sua maioria, percentual acima do exigido por lei na área (15% do orçamento), mas que problemas pontuais da rede de saúde têm sido apontados por meios de comunicação sem definir de qual esfera é a responsabilidade e principalmente sem levar em consideração as realizações positivas na área de saúde. O documento  está sendo elaborado pela 1ªCRS e será encaminhado ao governo do Estado, ao Conselho Estadual de Saúde e à Associação de Secretários e Dirigentes de Saúde (Assedisa).


GERAL

O Fato do Vale

7

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Variedade e preços atrativos no Feirão de Carros e Motos

C

omeçou o 1º Feirão de Carros e Motos de Campo Bom “Papai de Carro Novo”. Estão no Parque do Trabalhador (avenida dos Municípios, 1300) 22 revendas de automóveis usados e seminovos e cinco revendas de motos novas e seminovas, que juntas expõem cerca de 400 unidades a partir desta sexta-feira sempre das 9h às 20 horas, com entrada gratuita. Até o domingo, os consumidores vão encontrar em um único lugar variedade, qualidade e preços atrativos, além de poder prestigiar a exposição de Jipes e veículos off Road, no sábado e, o 1º Encontro de Carros Antigos, no domingo e ainda, degustar a verdadeira gastronomia campeira no restaurante do CTG Campo Verde. O Mega Feirão, realizado pela CDL de Campo Bom com apoio da prefeitura e BV Financeira, conta também com uma Central de Serviços para facilitar o processo de compra, oferecendo os serviços do Cartório de Registro de Veículos Automotores (CRVA), duas corretoras de seguros e estandes dos organiza-

dores e apoiadores. Participam do “1º Feirão de Carros e Motos” 27 revendas, confira: Automóveis - Confiança; D’ Carlo Veículos; Dalpiaz; Denis Automóveis; Dias Automóveis; Friends Car; Gildo Car; Haubert Veículos; Jocar; Lauxen Automóveis; Mauricio Veículos; Mega Veículos; Moaniz Veículos; Mosar Automóveis; Premium; Rodan Automóveis; Senna Automóveis; Só Carros; Solis; Top Car; Van Car; Via Brasil; Autobom Motocicletas - Comoto; Meta Motos; Quero-Quero; Yamavale 1º Encontro de Carros Antigos Os visitantes do 1º Feirão de Carros e Motos vão poder prestigiar no dia 07 de agosto, o 1º Encontro de Carros Antigos que ocorre das 10h às 17 horas, no Parque do Trabalhador. Será uma exposição de lindos e nostálgicos carros antigos que provavelmente vai apresentar mais de 50 relíquias de diversas décadas e modelos como Mercedes, Mustangs, Mavericks e Opalas. Os interessados em

Parque do Trabalhador receberá o 1º Feirão de Carros e Motos de Campo Bom

participar do encontro devem confirmar a participação pelo telefone 9611 3661 ou pelo e-mail carrosantigos@cleannet. com.br. O veículo deve ter no mínimo 25 anos e estar em bom estado de conservação. Os 50 primeiros que confirmarem

a participação (gratuita) vão ganhar um almoço no CTG Campo Verde. Conforme os organizadores, Luiz Alberto Leal de Lima e Cléber Lenhard, durante o encontro ainda vai ocorrer um desfile pela cidade.

Cadeirantes dão show na final do Futsal Série Prata Equipe de basquetebol da Associação dos Lesados Medulares emocionou a torcida entre os jogos finais do campeonato varzeano cuja série Prata teve como campeã a equipe Academia Oxi que venceu por 5 x 2 a equipe Porto FC Exemplos de dedicação e superação marcaram a final do 7º Campeonato Municipal de Futsal Série Prata realizada na noite da última sexta-feira, dia 29, no Ginásio Municipal Karl Heinz Kopittke. O campeonato promovido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer reuniu 15 equipes campo-bonenses e garantiu vagas para a Série Ouro do ano que vem aos três primeiros  classificados. Além dos jogos principais, a noite contou com diversas homenagens e um emocionante jogo de basquetebol de cadeirantes. O jogo-apresentação, realizado pela Associação dos Lesados Medulares do Rio Grande do Sul (Leme), de Novo Hamburgo, esteve pela primeira vez em Campo Bom e emocionou a torcida. “Nunca tinha visto um jogo assim, achei que ia ser monótono, mas é bem movimentado. Eles conseguem passar a

emoção da quadra para a gente na platéia, e o mais legal é eles estarem se superando”, conta o técnico contábil campo-bonense Mosiah Roos, um dos torcedores que prestigiou a final do campeonato. “Tenho conhecidos e parentes nas equipes e acompanhei a semifinal. O esporte está de parabéns em Campo Bom”, ressalta. A equipe da Academia Oxi foi a grande campeã da Série Prata 2011, ao vencer o Porto F.C. por 5 a 2. Além de levar o troféu para casa, a equipe foi condecorada com dois títulos:  ‘goleiro menos vazado’ e ‘atleta destaque’ da grande final. Na disputa do 3º lugar, a Multicar venceu o Shalke 010 por 5 a 4, levando ainda a premiação pelo goleador da competição e o troféu disciplina. O secretário de Esporte e Lazer do município, Deoclécio

Cadeirantes da Leme deram um show de esporte sobre rodas

Schüetz, entregou uma placa aos homenageados da noite, os ex-jogadores Bráulio Blos, Remi Steingleder e Preto Gentil, pelos serviços prestados ao esporte ao longo dos anos. Na cerimônia também foram apresentadas as 50 equipes que participarão da Série Bronze do campeonato, que desfilaram com seus respectivos uniformes, dando  início à próxima série, que terá 156 jogos e tem o primeiro jogo nesta segunda-feira, dia 1º de agosto. Cadeirantes são as estrelas da noite A Associação dos Lesados Medulares (Leme), de Novo Hamburgo, é um espaço de integração e socialização entre cadeirantes e portadores de deficiência medular, tendo como um dos trabalhos desenvolvidos a inclusão através do esporte. Na noite de sextafeira, os 10 cadeirantes que integram a equipe de basquetebol da entidade deram um verda-

deiro show de superação. Utilizando apenas os braços para mover as cadeiras de roda e dominar a bola, eles emocionaram o público que vibrou a cada cesta. “Jogo há um ano mais ou menos e sou cadeirante há dois anos e dois meses, quando me envolvi em um acidente de moto”, conta Adilson José Franck, de 29 anos, o único campo-bonense na equipe. “O esporte me deu principalmente o condicionamento físico, me trouxe força nos braços e agilidade para me movimentar com a cadeira de rodas. Tudo o que a gente tem agora são os braços”, conta ele. O coordenador do time, Maurício Fleck, explica que o esporte e o condicionamento físico são muito importantes para que eles conduzam a cadeira de rodas em locais que ainda não possuem acessibilidade. “O esporte funciona como uma forma de continuarem inclusos e também como qualidade de vida”, ressalta o treinador.


GERAL

8

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

CANCELA NA RS 239

TJRS garante direito de ir e vir de campo-bonenses

P

or decisão unânime da 1ª Câmara Civel, o Tribunal de Justiça do Estado garantiu ao Município de Campo Bom o direito de manter aberto o acesso à Rua João Lampert, junto à ERS 239, onde, no ano passado, o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) havia instalado uma cancela eletrônica, bloqueando o acesso dos moradores à cidade e os obrigando a pagar tarifas de pedágio junto à praça, localizada alguns metros depois da Rua João Lampert.  A decisão dos desembargadores resulta de uma apelação cível de autoria do Daer contra o Município em face a um mandado de segurança obtido pelo Município no qual foi proferida decisão liminar obrigando o Daer a retirar o bloqueio do acesso. O relator do processo do TJRS, desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, entendeu ser ‘arbitrária’ a implantação da cancela “porque tolhido estaria o direito de locomoção da

comunidade local, consubstanciando-se um ato totalmente arbitrário”. Os desembargadores Jorge Maraschin dos Santos e Irineu Mariani acompanharam o voto do relator. Segundo a  procuradora geral da Prefeitura, Eunice Schumann,  já existe outro processo (mandado de segurança) transitado em julgado sobre o assunto onde foi determinado que o Daer não crie obstáculos ao ir e vir dos moradores. “Mesmo diante deste processo anterior o Daer implantou a cancela em 2010 e foi obrigado a retirala por força judicial. Não satisfeito, buscou modificar a decisão no TJRS, mas teve sua pretensão novamente negada”.  Eunice considera que foi feita justiça para com os moradores de Campo Bom que há mais de 20 anos fazem uso da Rua João Lampert para acessar a RS 239. “Não é justo que esse acesso seja bloqueado, prejudicando centenas de pessoas”.  

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO Nº 5.114/2011, de 28 de julho de 2011.

Acesso à Rua João Lampert, junto a RS 239 Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO Nº 5.119/2011, de 29 de julho de 2011.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, autorizado conforme Inciso VI do artigo 4º da Lei Municipal nº 3.652/2010 de 07/12/2010.

ABRE CRÉDITO SUPLEMENTAR E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, autorizado conforme inciso VI do artigo 4º da Lei Municipal nº 3.652/2010 de 07/12/2010.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 243.000,00 (duzentos e quarenta e três mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias:

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir Crédito Suplementar no valor de R$ 65.000,00 (sessenta e cinco mil reais), sob a seguinte classificação orçamentária:

0604.12.361.0047.1.011.4.4.90.51.00.00.00 –

Construção, Ampliação e Remodelação Prédios Escolares – Desp. 401011....... R$ 95.000,00 0604.12.365.0051.2.071.4.4.90.51.00.00.00 – Manutenção de Escola de Educação Infantil Fundeb – Desp. 402071................. R$ 148.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, o valor de parte do Superávit Financeiro, apurado no Balanço Patrimonial do exercício de 2010, conforme prevê o inciso I do parágrafo 1º, do art. 43 da Lei nº 4.320/1964, no valor de R$ 243.000,00 (duzentos e quarenta e três mil reais) Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 28 de julho de 2011. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO Nº 5.115/2011, de 28 de julho de 2011. ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado conforme § 1º, Inciso IV do artigo 4º da Lei Municipal nº 3.652/2010 de 07/12/2010. DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 145.000,00 (cento e quarenta e cinco mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0201.04.122.0111.2.006.3.1.90.46.00.00.00 – Direção Superior – Desp. 92006................................................... R$ 5.000,00 0402.04.122.0004.2.030.3.1.90.46.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 92030..................................... R$ 1.500,00 0601.12.122.0046.2.045.3.1.90.16.00.00.00 – Coordenação e Manutenção dos Serviços – Desp. 72045........... R$ 8.500,00 0801.10.301.0107.2.114.3.1.90.04.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 32114..................................... R$ 130.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0203.02.061.0112.2.010.3.1.90.11.00.00.00 – Serviços Jurídicos – Desp. 52010................................................. R$ 6.500,00 0204.04.121.0057.2.013.3.1.90.11.00.00.00 – Coordenação e Manutenção dos Serviços – Desp. 52013........... R$ 8.500,00 0403.04.126.0017.2.032.3.1.90.11.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 52032..................................... R$ 10.000,00 0502.04.121.0012.2.039.3.1.90.11.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Tesouraria – Desp. 52039.............. R$ 15.000,00 0503.04.125.0012.2.042.3.1.90.11.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 52042..................................... R$ 105.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 28 de julho de 2011. Registre-se e Publique-se FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária de Administração.

0602.12.365.0051.1.006.4.4.90.61.00.00.00 – Implant.Ampliação e Reforma de Escolas de Educação Infantil – Desp. 421006........R$

65.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura do Crédito Suplementar aberto no artigo 1º deste Decreto, o valor de parte do Superávit Financeiro, apurado no Balanço Patrimonial do exercício de 2010, conforme prevê o inciso I do parágrafo 1º, do art. 43 da Lei nº 4.320/1964, no valor de R$ 65.000,00 (sessenta e cinco mil reais). Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 29 de julho de 2011. Registre-se e Publique-se FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária de Administração.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO Nº 5.111/2011, de 20 de julho de 2011. ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.652/2010 de 07/12/2010. DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 145.500,00 (cento e quarenta e cinco mil e quinhentos reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0301.04.122.0004.2.019.3.3.50.41.00.00.00 – Auxílio à Entidades – Desp. 152019............................................R$ 40.000,00 0502.04.121.0012.2.039.4.4.20.93.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Tesouraria – Desp. 362039...........R$ 500,00 0603.12.361.0047.2.057.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do Ensino Fundamental MDE – Desp. 302057.......R$ 30.000,00 0903.18.541.0064.2.150.4.4.90.61.00.00.00 – Manutenção da Limpeza Pública – Desp. 422150.......................R$ 37.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0203.02.062.0112.2.012.3.3.90.91.00.00.00 – Sentenças Judiciais – Desp. 332012...........................................R$ 0203.02.062.0112.2.012.4.4.90.91.00.00.00 – Sentenças Judiciais – Desp. 432012...........................................R$ 0502.04.121.0012.2.039.3.3.20.93.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Tesouraria – Desp. 132039...........R$ 0603.12.361.0028.2.055.4.4.90.51.00.00.00 – Assistência ao Educando – Desp. 402055...................................R$ 0603.12.361.0028.2.055.4.4.90.52.00.00.00 – Assistência ao Educando – Desp. 412055...................................R$ 0903.25.752.0067.2.152.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Iluminação – Desp. 242152..........R$

5.000,00 35.000,00 500,00 15.000,00 15.000,00 37.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 20 de julho de 2011. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.


GERAL

O Fato do Vale

9

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Rotaract realiza 5ª Pizzaract e anuncia apoio ao Lar Colméia

O

correu entre os dias 25 e 30 de julho, a 5ª edição do tradicional Pizzaract promovido pelo Rotaract Club de Campo Bom. Tomás Enrico Saft, um dos coordenadores do projeto, lem-

5ª edição do Pizzaract promovido pelo Rotaract Club de Campo Bom

Regional ACI Campo Bom realiza Prato Principal

A Regional ACI Campo Bom realiza, dia 9 de agosto, o Prato Principal que vai abordar o tema “Como criar projetos sustentáveis em sua empresa?”. O palestrante será o consultor Sandro Cortezia, sócio-diretor da Venti Inteligência em projetos e professor da Unisinos. A reunião-almoço tem início às 11h30min, no Espaço Aplausus, na Av. Brasil, 2412, sala 20, no Centro Comercial II de Campo Bom. As presenças podem ser confirmadas pelo fone 3597-4511 ou pelo e-mail campobom@acinh.com.br. O patrocínio do Prato Principal é do Banco do Brasil, com apoio da Intercapital Corretora de Seguros.

brou que este projeto vai de encontro com um dos princípios do clube: a formação de liderança através de projetos. “Este é um projeto muito complexo onde todos os sócios se envolvem em questões como marketing, planejamento, produção em série das pizzas e logística”, reforça Saft. A evolução do projeto é reforçada por outro coordenador, Vinicius Pilz: “A idéia surgiu em 2008, onde buscamos fugir um pouco das tradicionais ações para arrecadação de recursos, como meio frangos e rifas. Desde então com o apoio da comunidade e patrocinadores, estamos conseguindo elevar nossas vendas a cada edição”, complementa Pilz. Raquel Jaqueline Heck participou de todas as cinco edições comprando pizzas e aprova o projeto. “É bacana saber que esse pessoal jovem abre mão de seu tempo livre para realizar este tipo de trabalho. Além disso, as pizzas são de uma qualidade enorme”, finaliza.

Repasse mensal ao Lar Colméia Através de planos de captação de recursos como este, é possível viabilizar projetos de retorno à comunidade, tais como o projeto anunciado na reunião do dia 31, onde o clube mensalmente irá repassar ao Lar Colméia a quantidade três caixas (36 litros) de leite pelos próximos 12 meses. A presidente Camila Fernanda Blos complementa: “Pode parecer pouco, mas ao final deste período, teremos investido aproximadamente R$ 850,00 neste projeto. Estamos fazendo a nossa parte para sanar essa deficiência que o Lar Colméia possui, e estamos abertos à novos interessados em realizar este tipo de repasse mensal à esta instituição que acolhe menores em zona de risMunicípio de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 102/2011

Sandro Cortezia

Cumprimento de mandado judicial A Brigada Militar, através do Grupo de Operações Especiais (GOE) da 3ª Cia do 32º Batalhão de Polícia Militar, na quinta-feira (28/7), às 17h, na rua Bento Gonçalves, bairro Cohab Sul, em Campo Bom, prendeu C. M., 23 anos de idade, por estar com um mandado de prisão em aberto. A Brigada Militar de Campo Bom, recebeu o mandado Judicial contra C., expedido pela Comarca de Campo Bom por tráfico, uma guarnição do POE deslocou até o endereço fornecido pelo mandado e realizou a prisão. C. foi conduzido ao DPPA de Novo Hamburgo, encontrava-se em liberdade condicional e possui antecedentes criminais por roubo a estabelecimento comercial,

tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo e rixa.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão nomeados, a partir de 05 de agosto de 2011, os concursados abaixo relacionados, com seus respectivos cargos e Portarias, conforme Edital de Concurso Público nº 01/2011, de 11.02.2011: • Portaria nº 31.086/2011, de 03.08.2011, que nomeia ELISSANDRA CAMARGO DA SILVEIRA para o cargo de Professor da Educação Infantil. • Portaria nº 31.087/2011, de 03.08.2011, que nomeia LEANDRO HENDLER LIPERT para o cargo de Professor do Ensino Fundamental Anos Finais – Educação Física. Fiquem os nomeados cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de revogação das presentes Portarias, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes da nomeação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 03 de agosto de 2011. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO Nº 5.120/2011, de 29 de julho de 2011. ABRE CRÉDITO SUPLEMENTAR E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, autorizado pela Lei Municipal nº 3.652/2010 de 07/12/2010. DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir Crédito Suplementar no valor de R$ 450.000,00 (quatrocentos e cinquenta mil reais), sob a seguinte classificação orçamentária: 0902.15.451.0069.2.137.3.3.90.30.00.00.00 – Conservação de Vias Urbanas – Desp. 242137...................................... R$ 80.000,00 0903.15.451.0104.2.147.3.3.90.39.00.00.00 – Conservação de Praças, Parques e Jardins – Desp. 302147................. R$ 370.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares aberto no artigo 1º deste Decreto, a arrecadação a maior prevista no exercício, conforme prevê o inciso II do § 1º do artigo 43 da Lei Federal nº 4.320/1964, no valor de R$ 450.000,00 (quatrocentos e cinquenta mil reais). Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 29 de julho de 2011. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

co.” finaliza. A 5ª edição do Pizzaract totalizou a venda de 219 pizzas, teve como patrocinadores: Proermel Seguros, Bando do Brasil - Ag. José do Patrocínio – NH, Intercapital Corretora de Seguros, Organizações Contábeis Fernando Trott, Ideal Turismo, Só Acessórios, Manalu Modas, Diego Doge Centro de Música e Clínica Veterinária Dr. Wunder. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 103/2011 FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão nomeados, a partir de 05 de agosto de 2011, os concursados abaixo relacionados, com seus respectivos cargos e Portarias, conforme Edital de Concurso Público nº 01/2009, de 11.09.2009: • Portaria nº 31.088/2011, de 03.08.2011, que nomeia CAMILA DUTRA DE MATTOS para o cargo de Professor – Séries Iniciais. • Portaria nº 31.089/2011, de 03.08.2011, que nomeia DAIANA VANESSA BIRK para o cargo de Professor – Séries Iniciais. • Portaria nº 31.090/2011, de 03.08.2011, que nomeia RICARDO TARACIUK para o cargo de Professor –Componente Curricular – História. Fiquem os nomeados cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de revogação das presentes Portarias, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes da nomeação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 03 de agosto de 2011. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO n.º 5.116/2011, de 28 de julho de 2011. Declara de utilidade pública, para fins de desapropriação do domínio pleno, objetivando a ampliação da Escola Municipal de Ensino Infantil Paulistinha, imóvel de propriedade de ADRIANA NUNES. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, DECRETA : Art. 1° - É declarado de utilidade pública, para fins de desapropriação do domínio pleno, objetivando a ampliação da Escola Municipal de Ensino Infantil Paulistinha, imóvel objeto da matricula n.º 17.060, do Registro de Imóveis de Campo Bom, com a seguinte característica: “Um prédio de madeira, medindo 80,60m², com o número 349 da Rua Emilio Blos II, construído no ano de 1963, e um galpão de madeira, medindo 94,77m², com o número 349 da Rua Emilio Blos II, construído no ano de 1963, e o respectivo terreno, situado na zona urbana, no Bairro “I” do Plano Diretor de Campo Bom, no quarteirão formado pelas Rua Adolfo Blankenheim, Henrique Schirmer, Emilio Blos II e Miguel Blos Sobrinho, composto do lote 21 da quadra 42, com área superficial de 375,00m² (trezentos e setenta cinco metros quadrados), medindo 12,50m de frente a Leste, no alinhamento da Rua Emilio Blos II, lado impar, nos fundos ao Oeste mede 12,50m, e divide-se com o lote 05, ao Norte mede 30,00m, e divide-se com o lote 22, ao Sul mede 30,00m, e divide-se com o lote 20, distando 51,00m da Rua Miguel Blos Sobrinho que lhe fica ao Sul.” Art. 2 ° - A porção do imóvel declarada de utilidade pública é de propriedade de ADRIANA NUNES, brasileira, solteira, inscrita no CPF sob nº 806.504.300-34, residente e domiciliada na cidade de Campo Bom/RS. Art. 3 °- Na forma autorizadora do Decreto-Lei n° 3.365/41, de 21.06.1941, e alterações subseqüentes, é atribuído caráter de urgência á presente expropriação, objetivando a imediata imissão provisória na posse dos bens atingidos. Art. 4°- As despesas decorrentes desta declaração de utilidade pública correrão á conta da seguinte dotação orçamentária: 0602.12.365.0051.1006.4.4.90.61.00.00.00 (Impl. Ampl. E Reforma Educação Infantil) despesa 421006. Art. 5 ° - Este Decreto entrará em vigor na data da respectiva publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMPO BOM, 28 de julho de 2011. Registre-se e Publique-se FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária de Administração.


GERAL

10

Surtão e o gaudério aprendiz

O Fato do Vale

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Nova exposição no espaço Arte em Evidência Mostra de pinturas feitas por integrantes do grupo campo-bonense está no saguão da Prefeitura e integra a programação alusiva à Semana Nacional das Pessoas com Deficiência (PCDs) que tem atividades programadas para a última semana do mês no município

C

Quando eu conto ninguém acredita, mas Morungava velho é algo fora de série... Tem que ter com concurso! As histórias do Tio Dino estão fazendo sucesso inclusive fora do país. Já são quase 6 mil acessos e mais de 10 países acessando entre estes: Brasil é óbvio, Portugal, EUA, Alemanha, China, Indonésia, Taiwan, Japão, Índia, Espanha, França, Argentina, Venezuela, Cuba e Austrália. Muito obrigado pelos acessos e peço que os amigos continuem divulgando nosso Blog, pois a meta é chegar a 10 mil acessos até dezembro deste ano. Conto com vocês. Acesse nosso Blog e leia novas crônicas e ajude a divulgar nosso trabalho: Acesse: http://cronicasdojair.blogspot.com/ Pois o Tio Dino personagem espetacular e astro de nossas histórias existe sim e quero deixar bem claro aos incrédulos: as histórias são todas verdadeiras. Apaixonado por animais Tio Dino teve um cachorro chamado Sultão que o pessoal de Morungava chamava de “Surtão” Pois não é que uma vez chegou no Morungava um sujeito mais metido que piolho em costura, um teatino andarengo que queria se “aparecer”. O gaudério aprendiz entrou no bar do Antônio Porão e levava um cão ao seu lado. Enquanto pedia o café, um freguês comentou: - Que cachorrão! - Campeão do Mundo! - respondeu o forasteiro. - Campeão de que? - De luta de cachorro! Não tem para ninguém. Ganhou todos os prêmios. - Acho que não! - respondeu dona Elsa, mãe da Iolanda e uma das melhores parteiras da região. - Que isso! Aposto dez mil reais! - retrucou o gaudério. Dona Elsa se adiantou e disse: - Tenho um compadre, o Dino que mora aqui perto e acho que o seu cão não ganha do dele não. Quer apostar assim mesmo? - Manda vir! Disse o gaudério aprendiz e metido. Meia hora depois, veio um cão magrinho, o tal “Surtão”. - É essa droga aí que vai vencer o meu Totó? O pessoal fez a roda. O dono do campeão mal podia segurar o cachorro e o cãozinho do Tio Dino nem aí, não dava a mínima. Fizeram às apostas, os bichos foram soltos, o campeão partiu para dentro do Surtão, que abriu um olho, levantou a pata e - vapt! - deu uma porrada no campeão, que caiu mortinho na hora. - Ohhhhh!!!! - fez todo mundo. Tio Dino, dono do Surtão, passou a mão na gaita, dividiu com dona Elsa e teve até a dignidade de nem gozar com o desafiante. Quando já ia se retirando com o Surtão rumo a casa, pois a Tia Miúda esperava com o almoço, o dono do cachorro vencido correu atrás dele e disse: - Quanto o senhor quer por este cachorro? - Vendo não, é de estima! - Então me diga como o senhor conseguiu esta potência? É de que raça? - Sei não - disse Tio Dino - Já tô com ele há alguns anos. Peguei ele ali em Glorinha. Tinha lá um circo que ia fechar, o dono do circo deu o bicho para mim, cortei a juba dele e guardei lá em casa”. Tem que ter concurso – 100% Morungava! Jair Wingert; jornalista. Na foto atual cachorro do Tio Dino presente que ele trouxe de um safári da África. O bicho já se gauderiou e aderiu a pilcha canina! Acesse: cronicasdojair.blogspot.com

oloridas telas fazem parte da nova exposição do espaço Arte em Evidência, localizado no Protocolo (andar térreo) da Prefeitura. A partir desta semana, 25 telas pintadas por artistas do Grupo de Convivência das Pessoas com Deficiência (PCDs) de Campo Bom, estão expostas no espaço para apreciação do público, convidando a conhecer os  trabalhos feitos durante os encontros semanais do grupo organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação (Sedsh).  A exposição intitulada 15 anos das PCDs, mostra  telas pintadas por diversos integrantes do grupo, que representam em forma de pintura os diversos momentos felizes e marcantes que cada um pode experimentar durante os anos que participa do grupo de PCDs. “Além disso, eles retrataram nas telas o que o grupo representa, a alegria de pertencer ao grupo, os amigos que fizeram, passeios marcantes

Foto: Caroline Pilger

como quando conheceram o mar e alguns também retrataram a paixão pela dança e pintura”, sintetiza Ana Quintana, assistente social que coordena o grupo. A exposição faz parte da programação alusiva à Semana Nacional das Pessoas com Deficiência, que no município tem diversas atividades programadas para a última

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL Nº 3.743/2011, de 02 de agosto de 2011. AUTORIZA, EM CARÁTER EMERGENCIAL E PRECÁRIO, E POR PRAZO DETERMINADO, A PERMISSÃO DE USO DE BEM PÚBLICO MUNICIPAL, E A CONCOMITANTE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte: L E I: Art. 1º - O Poder Executivo Municipal fica autorizado, em caráter emergencial e precário, e pelo prazo de até 90 (noventa) dias, prorrogável uma vez por igual ou inferior período, a ter início em 01.08.2011, a contratar a prestação de serviços hospitalares pela instituição ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS – AESC - entidade beneficente de assistência social – CEAS, sediada em Caxias do Sul/RS, na Rua Carlos Bianchini, n° 996, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 88.625.686/0001-57, titular do GRUPO HOSPITALAR MÃE DE DEUS -, e a permitir à mesma, para tanto, o uso das dependências do Hospital de Campo Bom Dr. Lauro Réus. Parágrafo único - Relativamente ao estatuído no caput deste art. 1º, o contrato será rescindido, e a permissão de serviços será revogada, tão logo esteja contratada a vencedora do certame licitatório que será realizado após a efetiva formalização do PACTO DE GESTÃO PELA SAÚDE a que aderiu a Municipalidade, com o SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS, conforme aprovado em 30.06.2011, pelo COLEGIADO DE GESTÃO REGIONAL - COGERE, da 1a. Coordenadoria Regional de Saúde. Art. 2º - A contratação de serviços, e a permissão de uso das dependências do Hospital de Campo Bom Dr. Lauro Reus, observarão as mesmas cláusulas, condições e contraprestações estabelecidas nos ajustes até então vigentes entre o MUNICÍPIO DE CAMPO BOM e a ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS – AESC, em conformidade com o disposto nos Anexos I e II deste Diploma. Art. 3º - As despesas decorrentes desta Lei correrão à conta das dotações orçamentárias próprias. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 02 de agosto de 2011. Registre-se e Publique-se FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária de Administração.

semana do mês. “Nós preparamos uma semana especial para o grupo no período de 24 a 30 de agosto. Durante estes dias teremos apresentações musicais, um clip da história dos 15 anos do grupo, uma tarde divertida de dança na danceteria Moinho e uma visita ao casarão Friedrich em Novo Hamburgo”, explica a assistente social.  A exposição com as 25 telas do grupo das PCDs do município permanece até o final do mês no espaço Arte em Evidência e pode ser conferida  das 12h30min às 18h30min de segunda a sexta-feira.  Mais sobre o grupo O Grupo de Convivência das Pessoas com Deficiência - PCDs teve início em 1996

quando foi criado o projeto O Direito de ser diferente. Atualmente o grupo possui uma equipe interdisciplinar com assistente social, profissional de educação física, de educação artística, de música e psicólogo e conta com mais de 25 integrantes acima de 14 anos. “A maioria de nossos integrantes freqüenta o grupo há cerca de 15 anos”, complementa a coordenadora Ana Quintana. Durante todos os anos de existência, o grupo tem desenvolvido dezenas de atividades sempre objetivando a Inclusão Social, entre elas, o teatro, a dança, a música e as artes plásticas. Os encontros de vivência são semanais e acontecem no Centro de Referência em Assistência Social (Cras).

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL Nº 3.742/2011, de 02 de agosto de 2011.

CRIA VAGAS PARA ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL SUPERIOR. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte: L E I: Art. 1º - Ficam criadas, além das já existentes, 40 (quarenta) vagas para estagiários oriundos de educandários de Nível Superior, de sorte que passa a ser o seguinte o Quadro de Vagas de que trata o art. 6º da Lei Municipal nº 2.152/2001, e alterações subsequentes: NÚMERO DE VAGAS 150 30 10 07 03

ESPÉCIES DE EDUCANDÁRIOS Nível Superior Ensino Médio Ensino Profissionalizante de Nível Médio Ensino Profissionalizante de Nível Superior Educação Especial

Art. 2º - As despesas decorrentes desta Lei, correrão à conta das dotações próprias do Orçamento, constando o impacto orçamentário-financeiro em razão do aumento da despesa, constante do respectivo Anexo I. Art. 3º - Esta Lei entrará em vigor na data da respectiva publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 02 de agosto de 2011. Registre-se e Publique-se FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária de Administração.


GERAL

O Fato do Vale

Alegria e Graças por Campo Bom CLUBE 15 DE NOVEMBRO

EDITAL DE CONCORRÊNCIA

O Clube 15 de Novembro, situado na Av. Brasil nº. 3092, Campo Bom, abre concorrência para exploração dos serviços de Economato da Sede Social, e do Depto. de Piscinas. Informações na secretaria do Clube ou pelo telefone 3597-1025. As propostas deverão ser entregues até o dia 31/08/2011, para abertura em 05/09/2011. Marco Aurélio Feltes Presidente Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL Nº 3.744/2011, de 02 de agosto de 2011. ALTERA A LEI MUNICIPAL Nº 2.728/2004, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte: L E I: Art. 1o - Os §§ 2o e 3o do art. 4o da Lei Municipal nº 2.728/2004, de 07.12.2004, passam a vigorar com a seguinte redação: “Art. 4º .... § 2º - Relativamente as emissões eletromagnéticas, deverá ser emitido um laudo radiométrico teórico contendo, no mínimo, as seguintes informações: a) faixa de frequência de transmissão; b) altura, inclinação em relação à vertical, e o ganho de irradiação das antenas; c) estimativa de densidade máxima de potência irradiada ( quando se tem o número máximo de canais em operação), e diagramas vertical e horizontal de irradiação da antena, em planta, contendo indicações de distâncias e respectivas densidades de potência; d) indicação de medidas de segurança a serem adotadas de forma a evitar o acesso do público a zonas que excedam o limite estabelecido. § 3º - O laudo radiométrico teórico deverá ser elaborado por técnico ou engenheiro de telecomunicações, com apresentação da devida Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) junto ao CREA/RS.” Art. 2o - O art. 5o da Lei Municipal nº 2.728/2004, de 07.12.2004, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 5º - Aprovado o Estudo de Viabilidade Urbanística, o interessado deverá apresentar complementarmente, em no mínimo duas vias, para submissão do caso à Secretaria Municipal Meio Ambiente, os seguintes documentos: I - detalhamento técnico sobre o potencial poluidor, compreendendo, no mínimo, diagnóstico ambiental, análise de risco, plano e projeto de controle ambiental, e estudo de impacto de vizinhança; II - declaração de que arcará com todas as despesas decorrentes dos estudos ambientais complementares que se façam necessários, assim como com as despesas decorrentes do permanente monitoramento que será realizado, objetivando evitar danos sanitários e ambientais; III - declaração de que se obriga a cientificar a autoridade ambiental municipal sobre quaisquer problemas sanitários ou ambientais que tenham ocorrido ou estejam ocorrendo, bem como sobre as providências tomadas para correção e resolução do quadro de anormalidade, e dos seus resultados. § 1o - O licenciamento ambiental observará o disposto na Lei Municipal nº 3.319/2008, e na Lei Municipal nº 3.382/2009. § 2o - Em situações de suspeita risco sanitário e/ou ambiental, as Secretarias Municipais de Saúde e/ou do Meio Ambiente poderão: a) exigir realização de avaliação de emissões eletromagnéticas, pelo responsável pelo sistema de transmissão; b) interditar o local e determinar a suspensão do funcionamento do sistema, até que sejam regularizados os problemas causadores de risco sanitário e/ou ambiental.” Art. 3o - O inciso I do art. 9o, da Lei Municipal nº 2.728/2004, de 07.12.2004, passam a vigorar com a seguinte redação: “Art. 9º .... I - instalar e operar o sistema transmissor/retransmissor sem os licenciamentos necessários, e/ou vencidos; ...” Art. 4o - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 02 de agosto de 2011. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária de Administração.

11

Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Comprovado está o SILÊNCIO como a mais elevada e profunda EXPRESSÃO DO SER HUMANO, que se pode constatar. Assim, os aproximadamente 120 MINUTOS DO SILÊNCIO (intercalados) de mais de 500 PESSOAS participantes do EVENTO, ocorrido no dia 30 de junho, no TEATRO DO COMPLEXO CULTURAL DO CEI, permite avaliar o SIGNIFICADO DO RESGATE HISTÓRICO que a Prefeitura Municipal de CAMPO Bom está promovendo. O Sr. ATHAYDES, coordenador do programa, ao proceder a abertura, deixa transparecer sua forte empolgação com o PROJETO, cativando, desde logo, a GRANDE PLATÉIA. Circulando pelo Palco, a elegante DÉBORA vai orientando a movimentação dos agraciados, chamados para a HOMENAGEM. Os APLAUSOS ocorrem diferenciados a cada um dos 52 HOMENAGEADOS, por familiares, amigos e conhecidos. São representantes de bairros, profissões, empresas, educação, lideranças políticas e imprensa, em reconhecimento ao EXEMPLO DE VIDA desenvolvido na COMUNIDADE. Pessoalmente, destaco MEUS APLAUSOS ESPECIAIS aos MEUS PRÓXIMOS: - meu familiar ALÓSIOS SCHWARTZ, esposo de minha sobrinha ELSITA; - meu colega PROF. ADRIANO SCHMITZ, desde 1953, na 2ª DE/S. Leopoldo; - Sr. RUI JUAREZ CORREIA, clássico profissional, cujo pai já era taxista da minha família; - Sra. MARLENE KASPER, colega e ex-vizinha por longo tempo; - Sr. JAIR STEIGLEDER, com Farmácia Campo Bom, proporciona aquisição de “drogas” receitadas para NOSSA SAÚDE; - Sr. DANIEL SCHIRMER, parente, cujo entusiasmo pela AVIAÇÃO eu soube apreciar desde seus primeiros ensaios; - VÂNIA O. SCHIMIDT PACHECO, aluna do G.E. Idelfonso Pinto; - Sr. JOSÉ CARLOS BREDA, admirável profissional, de comprovada competência na Administração de Finanças do Município; - Sra. EVANIR E. MARTINI, MD. Diretora do Jornal O FATO, noticioso semanal, que leio desde o 1° exemplar, editado há décadas; - Sra. Pastora BIANCA GOEDE GIESCH, expressão eloqüente da PALAVRA norteadora do BEM COMUM na VIDA MORAL E ESPIRITUAL do SER HUMANO. Houve outros conhecidos, sem dúvidas, com ISMAR REICHERT, esposo de Moema, minha ex-aluna normalista da IENH; Bráulio Blos, Valter Foerster, Oscar Pfeifer, Paulo Saenger, Astor Blos, Erny João Hilgert e Celene A. Thoen, vereadora de Campo Bom 1989/1992 ... Além dos citados, ainda outros homenageados foram aplaudidos, mais jovens, como destaques pelo exemplo na atuação comunitária. Ao todo, foram 52 PESSOAS integrantes do RESGATE HISTÓRICO/2011. Três pessoas especiais Sr. ARMIN Blos, distinto primo (nossas avós eram irmãs), Sr. ERNANI REUTER, exímio aluno do G.E. Idelfonso Pinto, (1945) e Sr. OLE-

GÁRIO TROTT, vizinho, quando menino, amigo dos meus sobrinhos Heitor e Nestinho, convidadas para um ATO EXTRAORDINÁRIO: Entrega de TROFÉU – HOMENAGEM DE GRATIDÃO a três oficiais da Brigada Militar Cel. KLEBER R. DE LIMA SENISSE; Tem. Cel. Carlos A. T. MARQUES e Major JOÃO A. IARUCHEWSHI, pela atuação conjugada, visando reprimir a criminalidade e índice de violência em nossa comunidade. Enfim, a ESSÊNCIA de todo CERIMONIAL desenvolvido ficou definido no COLÓQUIO com a PLATEIA, estabelecido pelo Sr. FAISAL KARAM, carismático comunicador, MD Prefeito do nosso CAMPO BOM. Cumpre ressaltar o nível do conteúdo e forma desse pronunciamento final. Por ISSO – ALEGRIA E GRAÇAS – com PRAZER MORAL ESPIRITUAL por ter podido participar de tão AMISTOSO EVENTO. FELIZ e AGRACIADA por ter podido lembrar FATOS MARCANTES e diferentes ÉPOCAS de CAMPO BOM, através de PESSOAS/PERSONAGENS de então. Em SILÊNCIO, comigo mesma, trago à lembrança um RETROSPECTO de VIDA, 1°, familiar, com avós, pais irmãos... A Grande Casa Comercial, a Estrada Geral (o Travessão), os vizinhos, o 1° AUTOMÓVEL, a Linha de Ônibus, o CARRO MOTOR, o Grupo Escolar, o 1° Banco do R. Grande... Enfim, o Marco Maior: CAMPO BOM – MUNICÍPIO. Procede, pois, o RESGATE HISTÓRICO – Trajetória de Conquistas. Como acréscimo, afirmo que ESTOU FELIZ E AGRACIADA por ter, com a ATUAÇÃO PROFISSIONAL e VIAGENS DE CULTURA E LAZER, podido conhecer as cidades principais e vilas interioranas do R.G. do Sul; capitais e pontos turísticos de uns dez Estados do Brasil; América do Sul e até Port Mont e Ushuaya, navegando pelos Glaciares; países da Europa, Escandinávia e Rússia, Israel, Egito e Grécia, Circuito Germânico, e, ultimamente, Estações Climáticas e Águas Termais do Paraná, São Paulo Minas e Termas de Jurema. Portanto, uma visão bem ampla e diversificada de MUNDO e POVOS. Sobretudo, ALEGRIA E GRAÇAS pela plena realização com a minha PERMANENTE RESIDÊNCIA em CAMPO BOM – Meu Lugar Seguro – MEU LAR! NB – Entendam como EXPRESSÃO DE QUASE 90 ANOS DE VIDA EM CAMPO BOM e de CARINHOSA LEMBRANÇA de Amigos, Colegas, Alunos, Colaboradores e Prestimosos Contemporânios. Prof. Norma Zerwes Especialista em Educação Julho/2011

Na foto, Norma Zerwes na Europa visitando um castelo. WALDIR FLECK FILHO, Oficial Designado do Registro Civil das Pessoas Naturais de Campo Bom, RS, Faz saber que pretendem casar-se os seguintes nubentes: Edital nº 11.680 – EMERSON DE ARAUJO MACHADO e JAQUELINE SALDANHA Edital nº 11.681 – JOSÉ AUGUSTO QUADROS RIBEIRO e SIMONE PATRÍCIA MÜLLER Edital nº 11.682 – MICHEL ANDRES KAISER e MÔNICA DANIELA STEFFEN DUARTE Edital nº 11.683 – MARCO ROBERTO BERTOLDI e ANGÉLICA SILVANO Edital nº 11.684 – PAULO RODRIGUES DA GÓTA e MARGARETE RODRIGUES DOS SANTOS Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da Lei. Campo Bom, 03 de agosto de 2011. Waldir Fleck Filho Oficial Designado


O FATO do Vale

36 anos de jornalismo com credibilidade.

15 vence campeão brasileiro

A Seleção feminina de bolão do Clube 15 de Novembro conquistou o vice-campeonato Brasileiro de Bolão Feminino - Bola 23. Os jogos foram realizados de 14 á 17 de julho, na Sociedade Salto do Norte, na cidade de Blumenau - Santa Catarina. Participaram da competição quinze clubes de todo Brasil. As atletas que compõem a equipe campobonense são: CLÁUDIA EDINGER KUNST, DANIELA TIMM DA SILVA, ELIZETE DIEHL PETRY, FRANCIELI MARQUES ZAMMA, NARLETE ISABEL ARAUJO, RAFAELA PRICILA DE VARGAS FINOTTI RAMONA TIMM DA SILVA ZAMMA, REJANE ENGLER, ROSANGELA MARQUES ZAMMA, ROSEANE TIMM DA SILVA, TERESINHA CRISTINA RITTER, VANESSA RABELO

Campo Bom Futsal em Guaíba

Pela segunda rodada do 2º turno do Campeonato Gaúcho de Futsal, a equipe de Campo Bom/ Traffsul, vai a Guaíba enfrentar a equipe da AGF – Associação Guaíba Fut-

sal. A partida inicia às 11 horas da manhã no Ginásio Municipal da cidade, e o técnico Gladir Mousquer deve iniciar a partida com Alex, Celso, Cleo-

mar, Robson e Matheus. Na última segunda-feira, jogando em casa contra o CEPE de Canoas, atuais Campeão Brasileiro a equipe foi derrotada por 7 x 1.

Campo Bom, Sexta-feira, 05 de agosto de 2011.

Vereador progressista homenageia três grandes famílias O vereador Maurélio do Raio X encaminhou no dia 25 de julho de 2011, três projetos de leis que foram à votação no dia 1º de agosto, tendo sua aprovação por unanimidade. Os projetos tiveram por finalidade nomear as seguintes ruas: 23 e 24 no loteamento Firenze e a Rua I no loteamento Morada do Sol II. A Rua 23 do loteamento Firenze, receberá o nome de Willy Reinaldo Schmidt. Natural de Campo Bom, nascido em 1905. Em 1938, investiu suas economias e experiência profissional para montar sua própria empresa de calçados, nascia assim a Fauth e Cia LTDA, com a marca de selo “Pirâmide”. Em 1947, seguindo o exemplo de outras famílias de Campo Bom, Willy e sua família também colaboraram na concretização do sonho da comunidade, construir o primeiro hospital do município. A Rua 24 do Loteamento Firenze recebe o nome de Edo Wilbert. Natural do município de Canela, Edo vem para Campo Bom em 1945 para trabalhar com o Sr. Edivino Reichert no antigo armazém de Secos e Molhados

na Voluntários da Pátria. Edo foi empresário do ramo calçadista, Calçados Lousanne e Cia, participava voluntariamente em prol de entidades, como: APAE, Rotary Club, Hospital Lauro Réus, Sesi, entre outros. Já a Rua I no loteamento Morada do Sol II, terá como nome Jardelino José Alves, conhecido como “Járdo”. Natural de Campo Bom, Jardelino iniciou seus trabalhos na Olaria dos irmãos Blos, atuou como jogador no Esporte Club Oriente e por ser participativo em tudo, ajudou também na construção do Hospital da cidade (1945).

Jornal O Fato do Vale - 05/08/2011  

Edição 1929 - 05 de agosto de 2011 - Jornal O Fato do Vale - Campo Bom/RS.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you