Page 1

Municipal de Volei

A partir da próxima segunda-feira, dia 4 de julho, estará aberta as inscrições para 9º Campeonato Municipal de Voleibol 2011. As equipes interessadas poderão fazer suas inscrições até o dia 21, quando ocorrerá reunião na Secretaria de Esporte e Lazer, no 2º andar do Centro Administrativo. Maiores informações através do telefone 3597-4800.

O FATO al

n Jor

Ano XXXVII | Edição n.° 1924 | R$ 1,50

CAMPO BOM | Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Vacina contra o sarampo Página 5

Rotary empossa novo Conselho Diretor

TELE-TINTAS

3597.3436

Confira na página 7

Roupas & Acessórios

(51) 9803-2623

( Quiksilver, Billabong, Adidas, Ecko e outros)

Presentes,Bijuterias e Utilidades em Geral Cartões Telefônicos

Agora com:

Pronto Socorro Elétrico e Hidráulico (Diariamente das 13hs às 21hs,inclusive Feriados)

Rua Benno Bauer, 213-Quatro Colônias-Campo Bom

Dedicação envolvimento e eficiência. Contato com Elisa 9212.0732

3529.3043

R. Santa Helena, 348 (fundos) Bairro Centenário - Sapiranga

Número de vereadores será pauta de audiência pública Página 3

Bairros recebem agasalhos da campanha Página 4

Ciclovia recebe moderna iluminação Página 9

Campo de futebol no Imigrante Norte Página 5

Começa a 27ª Olimpíada Estudantil Página 12

Diga NÃO ao aumento do número de vereadores na Câmara de Campo Bom

Audiência Pública nesta sexta-feira, dia 1°/07, às 19h, na Câmara. E 1ª Votação dia 04/07, segunda-feira, às 18h30min, na Câmara. EXERÇA SUA CIDADANIA. FISCALIZE SEU VEREADOR. PARTICIPE.

Campo Bom/RS


GERAL

2

O Fato do Vale

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Intelectuais na Revisão do “Correio do Povo” Pela ampla sala onde funcionava a revisão do Correio do Povo, em prédio próprio à Rua Caldas Júnior, esquina com a Siqueira Campos, 2º andar (na década de 50) passaram muitos jovens universitários que depois vieram a se destacar na vida cultural do nosso Estado. Alguns deles se tornaram famosos no jornalismo (Flávio Alcaraz Gomes foi um deles) o professor e advogado de Uruguaiana – também excelente poeta – Hugo Ramirez, esposo da laureada professora Amy Hervê Ramirez, já falecida e nome de rua no bairro Jardim Dona Leopoldina. O historiador Enedy Rodrigues Till bem assim como o talentoso narrador de turfe da Rádio Itaí, Alistair Neves (seu pai foi redator do Correio do Povo) que se formou em engenharia. Foi presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobrás, na Bahia, onde veio a falecer precocemente. Neste espaço não poderia deixar de citar Adalberto Alexandre Snel, o “intrépido”. Uso o termo porque acho fantástico um homem aos 85 anos, continuar, lépido e competente, a compulsar os livros de Direito, na azáfama diária de defender os seus constituintes nos Cartórios e Foros do Vale dos Sinos. Com ele – em muitas madrugadas - palmilhamos a Rua da Praia, Av.Independência e descíamos a Rua Garibaldi para chegar a Av. Osvaldo Aranha – onde ele (Snel) em uma rua transversal, morava em uma pensão de estudantes. Isso acontecia porque dávamos plantão após a meia noite e o bonde famoso, “O Fantasma” já estava a caminho, nos trilhos, para os seus respectivos bairros. Saía sempre a meia noite do Abrigo da Praça Quinze e quem o procurasse depois desse horário deveria ir para casa a pé ou usando uma carona de algum amigo notívago, frequentador das boates da madrugada. O que não era o nosso caso meu e do Snel, revisores do tradicional Correio do Povo. Hoje – mais de sessenta anos passados – recordo-me daquele tempo que passou. Foram dias maravilhosos aqueles. Os dias da adolescência. Época de sonhos nos campos movediços do amor e do trabalho. O começo de uma larga estrada para o futuro. Os passeios de verão na verdejante gruta da Glória onde milhares de tabuletas de madeira e mármore agradecem curas de pacientes provindos de perto e de longe. Os banhos na praia da Tristeza (as águas não eram poluídas) e, às vezes – com o vizinho e amigo Flávio – íamos a longínqua praia do Lami de águas cristalinas, tripulando uma velha e trepidante camioneta Chevrolet que muitas vezes nos deixava no caminho. Mas éramos jovens e tudo (mesmo os dissabores) nos pareciam divertidos. Dos tempos de revisão creio que hoje só restamos os dois. Snel e eu. Sendo eu o mais humilde...

Artigo Jurídico

Cláudio Luis Martins | Advogado

OAB/RS 78.291

Supremo Tribunal Federal admite fixar aviso prévio proporcional ao tempo de serviço O Plenário do Supremo Tribunal Federal suspendeu, o julgamento de quatro Mandados de Injunção (MI) cujos autores reclamam o direito assegurado pelo artigo 7º, inciso XXI, da Constituição Federal, de “aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, sendo no mínimo de trinta dias, nos termos da lei”. Os mandados foram impetrados diante da omissão do Congresso Nacional que, após a promulgação da CF de 1988, ainda não regulamentou o dispositivo. Por sugestão do relator, Ministro Gilmar Mendes, que se pronunciou pela procedência das ações, o Plenário decidiu adiar o julgamento para que se possa examinar a explicitação do direito pleiteado, nos casos concretos em exame. Durante os debates em torno dos processos – os Mandados de Injunção 943, 1010, 1074 e 1090 -, os ministros observaram que a Suprema Corte deveria manter o avanço em relação a decisões anteriores de omissão legislativa, em que apenas advertiu o Congresso Nacional sobre a necessidade de regulamentar o respectivo dispositivo invocado, e adotar uma regra para o caso concreto, até mesmo para estimular o Poder Legislativo a votar uma lei regulamentadora. No início dos debates, o ministro Luiz Fux apresentou propostas para uma solução concreta nos casos em discussão. Ele sugeriu a conjugação do dispositivo constitucional com o artigo 8º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que admite a aplicação do direito comparado, quando da existência de lacuna legislativa. Nesse sentido, ele citou que uma recomendação da OIT sobre a extinção da relação de trabalho sugere o direito a um aviso prévio razoável ou a uma indenização compensatória. O ministro Luiz Fux relatou, neste contexto, experiências da Alemanha, Dinamarca e Suíça, onde o aviso prévio pode chegar a entre três e seis meses, dependendo da duração o contrato de trabalho e da idade do trabalhador; na Itália, pode chegar a quatro meses. O presidente da Corte, ministro Cezar Peluso, sugeriu a indenização de um salário mínimo a cada cinco anos, adicionalmente ao direito mínimo a 30 dias de aviso prévio. Por seu turno, o ministro Ricardo Lewandowski observou que há um projeto do senador Paulo Paim (PT-RS) em tramitação no Congresso Nacional. Essas propostas, entretanto, esbarraram na objeção do ministro Marco Aurélio, segundo o qual elas não guardam a proporcionalidade prevista no artigo 7º, inciso XXI da CF. Ao sugerir a suspensão dos debates para aprofundar os estudos sobre o tema, o ministro Gilmar Mendes observou que qualquer solução para os casos concretos debatidos acabará se projetando para além deles. “As fórmulas aditivas passam também a ser objeto de questionamentos”, afirmou, ponderando que o Poder com legitimidade para regulamentar o assunto é o Congresso Nacional. Fonte: STF. Claudio Luis Martins é advogado, atuante nas áreas do Direito do Trabalho, Direito Previdenciário, Direito Civil, Defesa do Consumidor e Direito Comercial.

PARA REFLETIR

Nossa impaciência desequilibra os processos internos e externos da Natureza em nós. Atos e atitudes pacenciosas podem mudar nosso modo de ver e enfrentar conflitos. Lembremo-nos de que todo o problema contém em si mesmo a “semente da solução”. Grupo de Estudos Caminheiros de Jesus Rua : Santo Inácio de Loióla,195-Centro

CINEMA NO CEI

PROGRAMAÇÃO DO CINEMA DAS SALAS DE AUDIOVISUAL DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA – CEI

CEI - Sala Barbara Paz - 01 X-MEN: PRIMEIRA CLASSE FOX 132 min. 12 ANOS Legendado sexta 01/07/2011 – 18h30min - 20h50min sábado 02/07/2011 – 14h40min - 18h30min - 20h50min domingo 03/07/2011 – 14h40min - 18h30min - 20h50min quarta 06/07/2011 – 14h40min - 18h30min - 20h50min quinta 07/07/2011 – 14h40min - 18h30min - 20h50min Sinopse: ‘X-Men: Primeira Classe’ conta a história do épico início da saga dos X-Men e revela a história secreta de famosos eventos globais. Antes dos mutantes se revelarem ao mundo, e antes de Charles Xavier e Erik Lensherr assumirem os nomes de Professor X e Magneto, havia dois jovens descobrindo seus poderes. Nada de arqui-inimigos: naquela época, eles eram amigos íntimos e trabalhavam junto com outros mutantes (algo familiar, algo novo) para deter o Armagedom. Nesse processo, uma grave desavença aconteceu, dando origem à eterna guerra entre a Irmandade de Magneto e os X-Men do Professor X. Elenco: Kevin Bacon, James McAvoy, Michael Fassbender, Rose Byrne, Oliver Platt, Álex González, Jason Flemyng, Zoë Kravitz, January Jones, Edi Gathegi, Caleb Landry Jones, Nicholas Hoult, Lucas Till, Jennifer Lawrence, Laurence Belcher, Bill Milner.

CEI – SALA ALFREDO BLOS - 02

KUNG FU PANDA 2

Theodoro Ernani de Menezes Nunes Tel.: 35978191

O FATO

do

VALE

PARAMOUNT 92 min. LIVRE Dublado

Circula às sextas-feiras em Campo Bom, Sapiranga, Araricá e Nova Hartz

Fundado em 20/06/1975 - CNPJ: 72.560.014/0001-70 Diretor Editor | Joelci Luiz Mello (Reg. Prof. 4465) Diretora Comercial | Evanir Eloisa Martini Criação e Produção Gráfica | Rosiane Mello Assistente de Produção | Mariane Mello SEDE: C. Bom - R. Lima e Silva, 29 - Sl 03 - Centro Sapiranga - R. São Pedro, 399 - Centro e-mail: jornal.js@netwizard.com.br | site: www.jornaljs.com.br As colunas assinadas são de inteira responsabilidade dos autores e não representam necessariamente a opinião do jornal. Também não representam vínculo empregatício com a empresa.

sexta 01/07/2011 – 19h - 21h sábado 02/07/2011 – 15h - 19h - 21h domingo 03/07/2011 – 15h - 19h - 21h quarta 06/07/2011 – 15h - 19h - 21h quinta 07/07/2011 – 15h - 19h - 21h Sinopse: O panda Po está finalmente vivendo o sonho de ser o Dragão Guerreiro, protegendo o Vale da Paz ao lado dos seus amigos e mestres do kung fu, os Cinco Furiosos, e de seu mentor Mestre Shifu. Mas a nova vida “show de bola” de Po é ameaçada pela chegada de um terrível vilão, Lorde Shen, que planeja usar uma arma secreta e imbatível para conquistar a China e destruir o kung fu. Agora, Po precisa conhecer seu passado para descobrir a verdade sobre sua misteriosa origem – só assim ele poderá liberar a força que precisa para vencer.

VALOR INGRESSOS: R$ 8,00 comunidade; R$ 4,00 estudantes, acima de 60 anos, crianças até 12 anos; R$ 3,00 na promoção de quarta, quinta-feira, sábados e domingos somente nas sessões da tarde. OBS: A programação das Salas de Audiovisual está disponível no site: blog: salasdeaudiovisualcei.blogspot.com - www.campobom.rs.gov.br

Fone: 3597-0435 - Av. Dos Estados, 1080 – Centro – CB


GERAL

O Fato do Vale

3

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Número de vereadores é pauta de Audiência Pública

N

esta sexta-feira, dia 1° de julho, acontece uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Vereadores de Campo Bom, com início às 19 horas, tendo por objetivo discutir com a comunidade sobre o número de vereadores para a próxima legislatura, que conta a partir do ano de 2013. Nesta Audiência, conforme edital publicado pelo Poder Legislativo, poderão fazer uso da palavra pelo tempo de 5 minutos um representante por segmento da comunidade, sendo que o direito da palavra fica condicionado a prévia confirmação, até às 17 horas do dia 01.07.2011, junto a Secretaria da Câmara. Neste edital ficou previsto quem poderá se manifestar nesta Audiência Pública, além dos vereadores, o Conselho Comunitário, Associação de Moradores, Presidente de Partido Político de Campo Bom, Lions Clube Pequeno Gigante, Lions Clube Campo Bom – Centro, Rotary Club de Campo Bom, CDL de Campo Bom, Autoridades Civis, Militares e demais segmentos. Ficando a cargo do Presidente da Audiência Pública a deliberação para manifestações. Seguindo ao procedimento que será tomado para a realização da Audiência Pública, buscamos saber qual é a opinião dos vereadores sobre este assunto, que é a pauta única da audiência, perguntando: Qual é o seu posicionamento com relação ao número de vereadores para Campo Bom? Vamos ver as respostas! Victor de Souza (PCdoB) O vereador Victor de Souza, diz ser contra a audiência, “nós propusemos uma emenda à Lei Orgânica de 13 vereadores, pois também achamos o número de 15 abusivo”, e segue, “os vereadores não precisam de aumentos, podem diminuir os cargos de confiança da casa. Tentamos discutir o assunto, mas nos disseram, que era nove ou nada”, afirma o vereador. Sérgio Siebert (PSB)

Perguntado sobre o que achava do aumento do número de vereadores, Sérgio respondeu, “a principio teremos uma reunião do partido na sexta-feira (hoje), com relação a este assunto, depois desta reunião partidária tomarei minha decisão”.

Marinho de Moura (PPS) Conversamos com o vereador Marinho, “é difícil eu te dizer, mas a audiência é sobre uma emenda com alteração da lei, onde uns estipularam 10 para 9 vereadores, outros defendem emenda com o número de 13 vereadores. Não pensei ainda, pois este assunto entra em votação no dia 04/07. Campo Bom sempre cumpriu a lei e acredito que vá cumprir a Lei Federal”, destaca Marinho. Dércio Machaski (PMDB) Questionado sobre sua posição com relação a alteração do número de vereadores, o vereador presidente da Câmara informa, “temos representação suficiente em proporção a nossa população. Fizemos a média, com nove vereadores,

seria 6 mil cidadãos e três bairros para cada vereador, isso é suficiente. Acredito que para aumentar a representatividade não precisa aumentar o número de vereadores, mas sim os vereadores devem ir ao encontro das associações, da sociedade organizada, buscando ampliar sua ação na comunidade, isso sim vai com certeza aumentar a representação”, conclui Dércio. Maurélio do Raio X (PP) O vereador Maurélio do RX, em publicação realizada nesta edição explica sua posição com relação ao número de vereadores, “o que existe é um projeto de lei que já foi aprovado em 2008 pelos deputados federais, o qual altera na Constituição Federal o aumento no número de vereadores em relação ao número de habitantes, mas permanece os mesmos percentuais no orçamento da Câmara. A nossa cidade cumprindo a Lei da Constituição Federal automaticamente passará para 15 vereadores, sendo que se formos avaliar pela quantidade de trabalho, o número se torna desnecessário. Com esta lei já aprovada, a família que se chama “Câmara” precisa fazer o que um bom pai faz quando sua família aumenta, e continua com o mesmo salário. O lema é economizar”, afirma o vereador. Francisco dos Santos Silva (Chiquinho-PMDB) Sobre o assunto em pauta na Audiência Pública, que é o número de vereadores no Legislativo a partir de 2013, Chiquinho opina, “Minha posição é a seguinte: Campo Bom é uma cidade pequena, todos os segmentos estão representados, não tendo necessidade de ter mais de nove vereadores”. O vereador afirma, “se mudar para 15, 13, ou 14 vereadores, vai diminui a receita. A matemática é claro, aumenta o número de vereadores a despesa é proporcional, sendo menos recursos para investir. Temos uma cidade bonita, ordeira, e se aumentar o número de vereadores teremos menos recursos para o prefeito investir na comunidade”, conclui Chiquinho. Sadi Santos (PMDB) O vereador Sadi dá sua opinião, “sou contra o aumento no número de vereadores, nove ou até 10, como está hoje em Campo Bom é o ideal, não precisa mais do que isso. O aumento no número de vereadores vai ampliar as despesas do Legislativo, menos re-

cursos para o município. O prefeito falou que vai investir na saúde, educação e segurança pública, é isso que a população precisa.” Milton Wüst - Milico (PMDB) O vereador Milico lembra de quando foi candidato, “eu já antes era a favor do número de nove vereadores. Quando concorri e perdi, o número era nove, e a justiça aumentou para 10. Temos um território pequeno, o local para mais vereadores vai ficar apertado, pois terá que ser adaptado as salas, mudar tudo, isso já é gasto. O orçamento da Câmara é de 6 milhões, e hoje o valor gasto não passa de 2,5 milhões, o restante reverte em obras para a comunidade”. Milico lembra quando foi presidente e devolveu aos cofres públicos, 1 milhão de reais do orçamento da Câmara, e que nunca foi gasto os valores do orçamento, sempre bem menos. Ivo Alves de Souza (PT) Explica o vereador Ivo, “um projeto de minha autoria, com apoio dos vereadores Victor, Sérgio e Maurélio, propõem 13 vereadores para Campo Bom. A lei em curso é de 15 vereadores, este número é elevado, nós temos que ser contra gastos abusivos. No item salário propus redução de cargos de CCs. Queremos regulamentar os gastos do Executivo e fortalecer o Legislativo, para que os grandes temas sejam discutidos. Defendo a austeridade fiscal nos dois poderes e mais representatividade na Casa Legislativa, contemplando as diversas camadas sociais”, conclui o vereador Ivo Alves. Jair Reinheimer (PMDB) Já o vereador Jair se posiciona com relação ao número de vereadores, “o PMDB é unânime com relação ao número de vereadores, defendemos a emenda que fixa em nove legisladores. Uma resolução do Tribunal passou para 10, pela minha experiência, com nove é bom de trabalhar.


GERAL

4

O Fato do Vale

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Prefeitura entrega agasalhos nos bairros Distribuição compreende cerca de 20 mil peças entre roupas e calçados arrecadados durante a Campanha de Agasalho 2011 A comunidade campo-bonense foi convocada a ajudar a Campanha do Agasalho 2011 nos últimos meses e mostrou toda a sua solidariedade e calor humano, fazendo com que a Prefeitura arrecadasse cerca de 20 mil peças entre roupas e calçados. Agora, junto com a chegada do frio, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação (Sedsh) iniciou a distribuição desses agasalhos entre as familias em situação de vulnerabilidade social do município. No total serão sete distribuições pelos bairros da cidade, entre o dia 23 de junho e o dia 4 de julho, sempre das 14h às 17h, englobando as comunidades de 15 bairros da cidade e totalizando quase 700 famílias beneficiadas. Uma das novidades é que este ano foram incluídos mais dois bairros (Barrinha e Morada do Sol) totalizando mais 120 famílias que podem se beneficiar da ação da Prefeitura. A exemplo de 2010, quando a Prefeitura instituiu a distribuição de agasalho de forma descentralizada, este ano a Sedsh também dividiu a cidade em regiões e esta fazendo a distribuição um dia para cada região. “Isso visa a facilitar o acesso das pessoas a essa ação social, visto que muitas tinham

dificuldade de participar da campanha quando a distribuição era efetuada em uma única vez e apenas no centro da cidade”, garante a secretária interina da Sedsh, Andressa Schnorr. Uma das campo-bonenses beneficiadas na ação é a dona de casa Andréia Cristina Pacheco, de 28 anos, que fez parte das 90 famílias dos bairros Mônaco e 25 de julho que participou da distribuição que ocorreu na sexta-feira, dia 24, na capela do bairro Mônaco. “Tem muitas peças boa pras crianças e para os adultos. Isso é uma coisa boa que a Prefeitura faz por nós, principalmente pras crianças que sofrem mais com o frio”, garantiu Andréia que participou da ação junto com a filha Yasmim, 5. Andréia também destaca que a distribuição nos bairros tem facilitado a vida dos beneficiados pela campanha. “Assim é melhor, pois antes a gente tinha que achar com quem deixar o filho no dia para ir até o centro”, definiu. A industriaria Marines Vargas, 38, também saiu com a sacola repleta de roupas para toda a família. “Escolhi roupas para todos, mas principalmente pro meu bebê Marcos, de 4 anos”, garantiu a moradora do bairro 25 de julho.

Campanha do Agasalho no bairro Mônaco

Como funciona a distribuição A distribuição dos agasalhos arrecadados obedece a um controle rigoroso por parte da Sedsh. Para estar apto a receber as doações, o interessado faz uma inscrição declarando quantos adultos e quantas crianças têm na família, informações que são conferidas pela equipe. No dia e local da entrega, apenas um dos representantes da família poderá retirar as doações perante uma autorização que recebe da equipe da Sedsh. O número de peças de roupas é limitado e tem como critério o total de adultos e de crianças de cada família. Para receber as peças a pessoa deve apresentar RG e comprovante de residência.

Pontos de distribuição da Campanha do Agasalho: 23/06- Morada do Sol e Quatro Colônias (Igreja Assembléia de Deus na Morada do Sol) 24/06- Mônaco e 25 de Julho (Capela do Mônaco) 28/06- Porto Blos, Vila Rica, (Centro Comunitário Porto Blos) 29/06- Barrinha (Igreja) 30/06- Vila Nova, Sempre Unidos, Operária, Dona Augusta (Centro Comunitário Sempre Unidos) 01/07- Alto Paulista, Rio Branco (Ginásio Marcos Silvano) 04/07- Aurora, Ipiranga (Sede do Clube Independente).

O Fato do Vale

O jornal que vira fera pelo leitor O jornal O Fato do Vale a três décadas conta a história de Campo Bom. Sem compromisso com facções, apenas comprometido com a comunidade em especial com sua gente, sim porque fazemos jornal para pessoas que tem nome e sobrenome. Que trabalham, sonham, amam e ajudam a construir o desenvolvimento do nosso Pequeno Gigante. As pessoas; o leitor são a nossa razão de existir. Todas as sextas-feiras ao longo destes 36 anos divulgamos os fatos que se tornaram noticia. Não abrimos mão de fazer jornalismo comunitário com qualidade e responsabilidade. “Se saiu no Fato é verdade”.

Assine e anuncie no verdadeiro jornal comunitário de Campo Bom. Ligue: 3598.6411 - 3559.5411 - 9989.5411


GERAL

O Fato do Vale

5

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Imigrante Norte ganha campo de futebol

D

Espaço já esta sendo usado para treinos de 90 estudantes que participam da escolinha de futebol do programa Acolher

uas décadas. Este é o tempo que os integrantes do Clube Esportivo Santo Antônio, da comunidade do loteamento Blumenburg, no bairro Imigrante Norte, aguardavam para poder contar com um campo de futebol para sediar seus jogos. Esta espera teve fim este mês, quando a Prefeitura fez a entrega do primeiro campo de futebol da comunidade, espaço cuja  estrutura e beleza impressionam seja  pela  grama especial, pelas duas casamatas, quatro goleiras, cerca em toda a extensão, além de uma

sede recém construída que possui quatro vestiários, um banheiro para portadores de necessidades especiais e uma copa que já está mobiliada com os freezers e geladeiras doadas à entidade. Segundo o prefeito Faisal Karam, foram investidos mais de R$ 450 mil na obra.  “Este é um espaço magnífico de lazer e esporte que entregamos a comunidade e agora cabe a população mante-lo,  valorizando e  ampliando, tendo em mente que o campo e a sede são patrimônio dos moradores e não da Prefeitura”. 

Faisal destacou que cabe a comunidade preservar o patrimonio que é deles

Jair e Eduarda estão felizes com novo campo do Blumenburg

Comprar Aqui é Sempre Bom terá seu primeiro sorteio dia 9

Campanha, que teve início em março deste ano, tem mais de 400 mil números concorrentes para o primeiro sorteio programado para o sábado, 9, às 10h, no Largo Irmãos Vetter A campanha Comprar Aqui é Sempre Bom de 2011 terá seu primeiro sorteio no próximo dia 9, às 10h, no Largo Irmãos Vetter em Campo Bom. Só para este primeiro sorteio são mais de 400 mil números concorrentes que começaram a ter suas notas fiscais trocadas (no valor total de R$ 50,00 em compras ou R$ 25,00 de serviços) no início de março com encerramento no último dia 24. Neste primeiro sorteio, os campo-bonenses participantes concorrerão a 15 prêmios: duas motocicletas zero km, uma TV LCD 32’’, três notebooks, dois refrigeradores, uma TV 29’’ tela plana, dois fornos elétricos, duas máquinas de lavar, um fogão e um forno microondas. Além disso, os concorrentes que estiverem presentes no sorteio, também poderão participar de um sorteio instantâneo de cinco prêmios - um televisor LCD 32’’, um rádio portátil com CD player, uma centrífuga de alimentos, um liquidificador com filtro e um aparelho de DVD com karaokê - que também será feito no Largo no sábado e que é válido somente para quem estiver no evento. “Quem for participar do sorteio no sábado deve chegar no Largo com antecedência, pelas 9h30min, para pegar uma

senha com a Prefeitura para poder participar do sorteio instantâneo”, explica o titular da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Marcos Riegel , lembrando que cada pessoa concorrente do sorteio principal ganhará apenas uma senha para participar do sorteio instantâneo. As trocas de notas fiscais para o segundo sorteio - marcado para o dia 15 de outubro que terá os mesmo prêmios do primeiro- já iniciaram e quem quiser fazer a troca de suas notinhas deve procurar o setor de Protocolo (1º andar) da Prefeitura de segunda a sexta-feira, das 12h30min às 18h30min. Ao longo do ano, a campanha de 2011 entregará 105 prêmios aos campo-bonenses. O último sorteio, que terá um carro zero km como prêmio principal, será no dia 14 de janeiro de 2012. Além dos três sorteios principais, estão sendo realizados sorteios instantâneos em eventos pelos bairros da cidade, onde são sorteados, em cada um, cinco prêmios. A campanha promovida anualmente pela Prefeitura tem fortalecido a economia do município e auxiliado no combate à sonegação fiscal, além de conscientizar a população sobre a importância de exigir a Nota Fiscal.

Segundo o titular da Secretaria de Esporte e Lazer, Deoclécio Schuetz, o espaço contabiliza o 14º campo que o Município disponibiliza à população e que firma Campo Bom como  um pólo de esporte. “Em recente evento na Unisinos tive a oportunidade de apresentar as ações de Campo Bom na área do esporte e lazer e pude perceber como o município tem se destacado na região pela diversidade, qualidade e multiplicidade de eventos em esporte e lazer, servindo inclusive de modelo para cidades com maior porte que a nossa”, destacou.   Um campo para todas as idades Antes mesmo de ser inaugurado o campo de futebol do Blumenburg já esta sendo utilizado pela comunidade. A estudante Eduarda Nunes dos Santos, de 7 anos, é uma das 90 jovens do bairro a participar das escolinhas de futebol Campo Sempre Bom, organizadas pela Prefeitura com a finalidade de oferecer treinamento e ocupação saudável aos alunos das três redes de ensino no turno contrário da aula. Uma vez por semana, no contraturno escolar, esses jovens que tem entre 7 e 15 anos de idade  praticam

esporte e saúde em campos pela cidade, totalizando 6 núcleos que beneficiam em torno de 600 estudantes. “Jogo com minhas colegas e o campo é bem legal”, garante Eduarda que treina nas quintas-feiras pela manhã. O seu pai, o matrizeiro Jair Nunes dos Santos, 40, acha que o novo campo é um espaço excelente para proporcionar esporte e lazer aos jovens e também tem seus próprios planos para utilizar o espaço. “Só estou esperando formarmos o time dos quarentões para participarmos de jogos aqui e em toda a cidade”, afirma. Para a diretoria do Clube Esportivo Santo Antônio, o espaço é uma agradável surpresa. “Sabíamos que a Prefeitura cumpriria o prometido e que seria um belo espaço, mas não esperávamos uma estrutura tão boa”, elogia o presidente do clube, Luir Lori Klein. Para ele, o clube não tendo mais que pagar aluguel de campos para realizar seus jogos e com o auxílio da comunidade,  só tende a ser ampliado. “Agora que a Prefeitura nos cedeu este espaço, cabe a nós caminharmos com as próprias pernas. Já temos planos para participar de vários campeonatos, além de fazermos um segundo andar para a sede”, projeta.

Amanhã é dia de vacinar contra o sarampo Jovens de 1 a 7 anos incompletos devem se imunizar em um dos cinco pontos que estarão vacinando das 8h às 17h

O próximo sábado, dia 2 de julho, é dia de levar as crianças de 1 a 7 anos incompletos para se imunizarem contra o sarampo em Campo Bom. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) se engaja na ação que ocorre por todo o Estado no dia D de Vacinação Contra o Sarampo em cinco de suas unidades de saúde estarão abertas das 8h às 17h vacinando a garotada contra o vírus. As Unidades Básicas

de Saúde (UBSs) Santa Lúcia, Paulista, Operária, Porto Blos e o Centro Materno Infantil (CMI) contarão com cerca de 20 profissionais trabalhando ao longo do dia na ação. A titular da SMS, Ilaine Pletsch, destaca que a cidade já esta bem próxima de atingir a meta da vacinação, que iniciou no dia 4 de junho e prossegue até o dia 22 de julho, que é a de imunizar 4,5 mil crianças. “Já passamos de 60% das crianças desta faixa etária imunizada, cerca de 2,7 mil, mas nossa meta é que nenhuma criança fique sem vacina e pedimos que os pais que não tem como levar seus filhos

para se imunizar durante a semana aproveitem o dia de folga e protejam seus filhos contra o sarampo”, destaca. A campanha de vacinação do sarampo também começou com um sábado especial de vacinação, no dia 2 de julho, e segue sendo feita de segunda a sextafeira em qualquer um dos postos de saúde da cidade. No mesmo dia do início da campanha do sarampo ocorreu a vacinação da pólio, na qual a cidade acaba de ultrapassar a sua meta, e vacinou 102% das crianças menores de 5 anos, quase 4 mil crianças. A segunda dose da pólio ocorre no dia 13 de agosto.


GERAL

6

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

O Fato do Vale

Ação contra a tuberculose serve de exemplo

Implantada há apenas dois meses, a Trilha do Cof! Cof! - uma ação itinerante promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Campo Bom como forma de levar de forma divertida mais conscientização à população sobre a tuberculose -  vem chamando a atenção de outras cidades da região também. Tanto que na segunda-feira, dia 27, ela foi apresentada por funcionários da SMS de Campo Bom como uma forma eficaz de conscientização da população sobre a doença em um evento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde de Canoas. Cerca de 200 funcionários da Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Canoas, entre agentes comunitários de saúde e enfermeiros, assistiram ao trabalho desenvolvido pelo departamento de  Vigilância Epidemiológica campo-bonense no combate e tratamento da tuberculose. Segundo a técnica da Vigilância Epidemiológica, Giselaine Hermel Herreira, uma das seis representantes de Campo Bom no evento, tanto Canoas quanto outros municípios têm se mostrado interessados em implantar a ação em suas cidades. “Tivemos uma recepção muito boa da ‘Trilha’ em Canoas e estamos mostrando como podemos, de uma forma atraente e que chegue até a comunidade, levar mais informações e prevenção da tuberculose, principalmente através dos agentes comunitários de saúde”, destaca A titular da SMS de Campo Bom, Ilaine Pletsch, destaca que a trilha tem promovido um impacto extremamente positivo por to-

das as unidades de saúde onde tem sido exposta e apresentada por agentes comunitários de saúde, ao levar mais esclarecimento à comunidade. “Campo Bom se destaca por ser o pioneiro na região metropolitana a ter um Comitê de Tuberculose o que demonstra nosso comprometimento para evitar a disseminação da doença e também para promover o tratamento”. A trilha foi apresentada em Canoas no auditório do Hospital Nossa Senhora das Graças.

Saiba mais sobre a Trilha do Cof Cof A Trilha do Cof! Cof!, é uma ação que leva informações sobre a história, tratamento e formas de prevenção da tuberculose além de dados estatísticos sobre a doença. Nesta trilha, sendo conduzido por um agente comunitário de saúde, a pessoa passa por um bosque formado por quatro árvores feitas em EVA e que carregam cartazes com informações e fotos, onde as pessoas podem saber mais sobre a história da doença e as formas de evitar o contágio. A trilha foi usada pela primeira vez em abril deste ano durante a Festa da Vida, evento organizado pela Prefeitura e que ocorre anualmente no Parcão  reunindo  diversos serviços e atividades gratuitos a comunidade, com foco principal na saúde. Depois disso já passou por UBSs de diversos bairros, como Porto Blos, 25 de Julho, Operária, Santa Lúcia, Imigrante Norte, Rio Branco, Centro Materno Infantil e nesta semana segue aberta a visitação na UBS Aurora.

Investimento em equipamento

Semifinais do varzeano Acontece durante este final de semana, os jogos semifinais do Varzeano 2011 nas categorias Sub 15, Sub 17 e Copa 40 Anos. No sábado, dia 02 de julho, a partir das 13h e 15min, jogam pela categoria Sub 15, Floresta x Greminho, seguido de Sempre Unidos x Riogradense. Cada partida

terá 35min cada lado, com intervalo de 10 minutos. Já no domingo dia 03 de julho a partir das 8h e 30min, no campo do Esporte Clube Oriente, enfrentam-se Floresta x União, seguido de Independente x Riograndense, pela categoria Sub 17. Na Copa 40 anos, os jogos iniciam às 13h, entre

Flamengo x Primavera e Independente e União. As finais devem ocorrer no dia 10 de julho, domingo, no campo do Oriente. O Campeonato Varzeano 2011 é uma promoção da Prefeitura Municipal de Campo Bom com organização da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

Novo equipamento vem somar aos serviços que já são prestados A Desintupidora do Vale, especializada em desentupir canos, pias e ralos sem quebrar pisos e paredes, realiza também a limpeza de fossa e tratamento dos resíduos, agora fez um investimento na ordem de R$ 215 mil, na adquisição de um hidrojateamento. O equipamento vem possibilitar a limpeza de fossa e também desintupimento em

canos de 100 milimitros até 1000 milimitros, ampliando assim a capacidade de trabalho da empresa, que agora poderá atender uma gama maior de serviços. Segundo o proprietário Helmuth, até a canalização de ruas das cidades da região poderão ser atendida pela a empresa. Maiores informações pelo fone 3597.4545.

Futsal em ritmo de decisão Esclarecimento sobre vacinação

As duas últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Municipal de Futsal Série Prata ocorrem nesta sexta e na próxima terça, com jogos decisivos, definindo as oito equipes que passarão para a segunda fase, e as três equipes rebaixadas. Nesta sexta, jogam, a partir das 19h, Gigantes/Pé de Cana x América, Nacional x Academia Oxy, Real Madri x Atlântico e Edimar Comunicação x Porto. A última rodada que será disputada na terça, dia 5, terá Atlântico x Paysandu, Multicar x Entre

Amigos, Shalke 010 x Nacional e Juventus x América. Todos os jogos ocorrem no Ginásio Municipal Karl Heinz Koppitke. Nesta terça, dia 28 de junho, os resultados da rodada foram: Shalke 010 3 a 2 A Firma, Porto 5 a 3 Juventus, Ajar 1 a 3 Academia Oxy e Real Madri 3 a 2 Paysandu. Os jogos da segunda fase iniciam na sexta-feira, dia 08 de julho. Todas as partidas ocorrem no Ginásio Municipal Karl Heinz Koppitke e a entrada é gratuita.

Prisão por porte ilegal de arma

A Brigada Militar, através da 3ª Cia do 32º BPM, na noite de domingo (26/6), às 21h15, no centro Campo Bom, deslocou uma guarnição até uma lancheria, onde um homem ameaçava o proprietário com um revolver, ao perceber a guarnição fugiu do local em um veículo Chevette o qual foi acompanhado e abordado na rua santo

agostinho. Com Roberto Antonio Auler, de 41 anos foi encontrado o revólver Smith & Wesson calibre 38 com 4 munições intactas que possui uma chapa fixada sobre a numeração. O indivíduo e a arma apreendida foram conduzidos à DPPA, onde foi lavrado o flagrante delito.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Campo Bom esclarece aos campo-bonenses que, por determinação do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, alguns grupos de pessoas que tiveram acesso à vacina H1N1 (Gripe A) em 2010 foram excluidas da campanha em 2011. É o caso da população com doenças crônicas e pessoas com 20 a 39 anos de idade, que em 2010 puderam se vacinar, e que estão fora dos grupos autorizados pelo Ministério da Saúde em 2011. “Trata-se de uma determinação do Governo Federal e a Prefeitura não pode descumprir já que é o Ministério da Saúde quem fornece e controla a distribuição das doses”, esclarece a titular da Secretaria de Saúde Ilaine Pletsch. Segundo determinou o Ministério, a campanha está restrita aapenas quatro grupos: pessoas com mais de 60 anos de idade, gestantes, crianças com mais de seis meses e menos de dois anos e trabalhadores da área de saúde. A SMS atingiu a meta de vacinar 80% dos

grupos indicados contra a gripe A e gripe sazonal, imunizando 6.720 pessoas das cerca de 8,3 mil pessoas que fazem dos quatro grupos. A Prefeitura está priorizando as vacinas que restaram da campanha para a segunda dose de imunização das crianças, mas, as pessoas dos quatro grupos que ainda não se imunizaram, também podem procurar um posto de saúde para se vacinar. A cidade não conta com nenhum caso de gripe A confirmado e a Prefeitura aguarda definições do Estado para uma nova campanha de vacinação.

Onde se vacinar: Integrantes dos grupos classificados pelo Ministério da Saúde para receber a dose podem receber a vacina em uma das 10 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e no Centro Materno Infantil (CMI) que funcionam de segunda a sexta-feira. O CMI atende das 7h às18h30min e as UBS funcionam das 8h ao 12h e das 13 às 17h, com exceção da UBS Paulista que atende das 7h as17h.


GERAL

O Fato do Vale

7

Reunião festiva de posse no Rotary Club de Campo Bom Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

N

a noite de terça-feira (28), os rotarianos se reuniram numa festiva para dar posse ao companheiro Gerson Schilling e seu Conselho Diretor para o ano rotário de 2011/2012. A reunião festiva foi prestigiada por vários segmentos da comunidade, que durante o ano tem recebido a atenção do Clube de Serviço. O presidente que estava passando o cargo, Dalor Hack, fez uma explanação de seu trabalho em conjunto com os companheiros, demonstrando os feitos e os resultados obtidos. Durante o pronunciamento do presidente Dalor, ele fez referência a uma homenagem que seria prestada na noite. Sendo homenageado o rotariano Armin Blos, com o prêmio Safira – pelo trabalho voluntário durante a vida rotária. APAE recebeu doação Durante a solenidade a APAE, através de seu presidente e companheiro de Rotary Club, Luiz Fernando Wunder, recebeu a importância de R$ 4.700,00. Este recurso foi resultado do trabalho dos rotarianos na recepção do Rodeio no Parque do Trabalhador.

Conselho Diretor para a Gestão 2011/2012

durante sua gestão. Em seguida passa a presidente Bom – Centro, representando o prefeito Faisal Kapara o companheiro Gerson Schilling. ram, Rejane Schenkel; presidente do Clube 15 de Agradecimentos Novembro, Marco Aurélio Feltes; Rotary Club de O presidente do Rotary Club de Campo Bom, Gerson Schilling é o novo presidente Sapiranga, Avani Lysakowski; entre outros convidaDalor Hack, fez um agradecimento muito emociodo Rotary Club de Campo Bom dos que prestigiaram a solenidade. nado aos companheiros de clube, pelo apoio obtido Texto e fotos: Evanir Eloisa Martini Como presidente Gerson Schilling se dirigiu aos companheiros, “vamos trabalhar juntos e fazer bastante pela comunidade”. Apresentou seu Conselho Diretor, gestão 2011/2012. Para encerrar a reunião Gerson fala, “é uma noite memorável para mim”, destaca a cidade linda que é Campo Bom, e deseja que todos juntos tenham muito sucesso e muitas realizações.

Esposas de rotarianos trocam mimos

Presenças Na ocasião estavam presentes a Governadora Assistente do Distrito 4670, Nina Weber; Câmara de Vereadores, vereador Maurélio do Raio X; Lar Colméia, Liga Feminina de Combate ao Câncer, Lions Clube Pequeno Gigante, Lions Clube Campo

Armin Blos recebe o prêmio Safira das mãos do companheiro Bruno

Presidente da APAE, Luiz Fernando Wunder recebe recursos

Dalor passa a presidência para Gerson


EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

Pelo presente edital, ficam convocados os associados desta Associação, em pleno gozo de seus direitos sociais, para Assembléia Geral Ordinária, que será realizada no dia 02 de Julho de 2011, às 14h30min em primeira convocação e às 15h00 em segunda e última convocação, sito Av. Dos Estados, 2205 – Bairro Centro – ao lado da Sede dos Bombeiros, nesta cidade, com a seguinte Ordem do Dia: 1. Composição de chapas referente eleições à presidente da Associação; 2. Outros assuntos de interesse da Associação. Campo Bom, 29 de Junho de 2011. Anderson Luiz Onofre Presidente da ACORBOM

GERAL

8

ACORBOM - Associação dos Corredores de Rua de Campo Bom

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Apreensão de veículo suspeito em prática de crimes A Brigada Militar, através da 3ª Cia do 32º Batalhão de Polícia Militar, na quinta-feira, (23/6), às 11h, no centro da cidade de Campo Bom, na Avenida Brasil, apreende veículo com objetos suspeitos de serem usados para prática de crimes. O veículo Kadet, de cor branca, foi apreendido após ser

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 081/2011

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que será nomeada, a partir de 1º de julho de 2011, a concursada abaixo relacionada, com seu respectivo cargo e Portaria, conforme Edital de Concurso Público nº 01/2009, de 11.09.2009: • Portaria nº 30.925/2011, de 29.06.2011, que nomeia DILCEIA MARTINS para o cargo de Professor – Séries Iniciais. Fique a nomeada ciente de que tem o prazo de 15 (quinze) dias para tomar posse, sob pena de revogação da presente Portaria, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes da nomeação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 29 de junho de 2011. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 079/2011

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, e considerando o disposto no Art. 9º da Lei Municipal nº 2.409/2003, de 13.01.2003, e a publicação do Edital nº 071/2011, de 07.06.2011, no jornal O Fato do Vale, na edição do dia 10.06.2011, outorgando aos nomeados o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de serem tornados sem efeito os atos de nomeações, com perda de todos os direitos relativos ao concurso realizado conforme Edital de Concurso nº 01/2009, de 11.09.2009, e considerando também o certificado emitido pelo Departamento de Pessoal, NOTIFICA, pelo presente Edital, que foi revogada a portaria de nomeação abaixo relacionada, em virtude do não comparecimento para assinatura do Termo de Posse: • Portaria nº 30.847/2011, de 07.06.2011, que nomeou GISELE PATRICIA GABRYSCH para o cargo de Professor – Séries Iniciais. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 29 de junho de 2011. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL Nº 3.731/2011, de 30 de junho de 2011.

ABRE CRÉDITOS ESPECIAL E SUPLEMENTARES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte: L E I: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Crédito Especial no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), sob a seguinte classificação orçamentária: 0803.10.301.0107.1.023.4.4.90.51.00.00.00 – Ampliação da UBS do Bairro Celeste – Desp. 401023.............................................. R$ 100.000,00 Art. 2º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 2.022.000,00 (dois milhões, vinte e dois mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0602.12.365.0051.1.006.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação, Ampliação e Reforma de Escolas Educação Infantil – Desp. 401006.. R$ 960.000,00 0602.12.365.0051.2.049.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção das Escolas de Educação Infantil – Desp. 242049................................ R$ 300.000,00 0603.12.361.0047.2.057.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do Ensino Fundamental MDE – Desp. 242057...................................... R$ 120.000,00 0603.12.361.0047.2.057.3.3.90.36.00.00.00 – Manutenção do Ensino Fundamental MDE – Desp. 292057...................................... R$ 140.000,00 0604.12.361.0047.2.066.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do Ensino Fundamental FUNDEB – Desp. 242066............................... R$ 60.000,00 0606.12.306.0028.2.077.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar FNDE – Desp. 242077.......................................... R$ 12.000,00 0606.12.306.0028.2.078.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar – Desp. 242078.................................................... R$ 330.000,00 0606.12.361.0047.2.080.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação – Desp. 242080................................................... R$ 80.000,00 0903.15.451.0104.2.147.3.3.90.39.00.00.00 – Construção de Praças, Parques e Jardins – Desp. 302147....................................... R$ 20.000,00

Art. 3º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Especial e Suplementares aberto no artigo 1º e 2º desta Lei, o valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) a serem recebidos do Governo Federal, através do Ministério da Saúde, conforme Contrato de Repasse Nº 315868-55/2009, para ampliação da Unidade Básica de Saúde do Bairro Celeste e a redução de R$ 2.022.000,00 (dois milhões, vinte e dois mil reais) das seguintes dotações orçamentárias: 0604.12.361.0047.2.066.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção do Ensino Fundamental MDE – Desp. 412066................................. R$ 60.000,00 0606.12.361.0047.2.080.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação – Desp. 412080............................................... R$ 462.000,00 0402.04.122.0004.2.030.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 302030............................................................R$ 50.000,00 0606.12.361.0047.2.080.4.4.90.51.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação – Desp. 402080............................................... R$ 1.000.000,00 0902.26.782.0069.1.027.4.4.90.51.00.00.00 – Construção e Reformas de Pontes e Passarelas – Desp. 401027........................ R$ 150.000,00 0903.15.451.0063.1.028.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação e Manutenção de Parques – Desp. 401028...................................... R$ 50.000,00 0903.17.512.0062.1.031.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação Centro de Tratamento Esgoto Cloacal – Desp. 401031.................... R$ 100.000,00 0903.18.541.0064.2.151.4.4.90.51.00.00.00 – Manutenção da Usina de Reciclagem – Desp. 402151......................................... R$ 100.000,00 1202.22.333.0092.1.038.3.3.90.39.00.00.00 – Qualificação de Mão de Obra no Município – Desp. 301038................................. R$ 50.000,00

Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 30 de junho de 2011. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária de Administração.

O Fato do Vale

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

constatado que no seu interior havia vários objetos suspeitos de serem usados na prática de crimes, entre eles, cinco aparelhos celulares, um desativador de alarmes, um cartão de seguro automotivo de um veículo Golf envolvido em ocorrência de roubo na cidade de Novo Hamburgo e quatro chaves michas (usada para abrir fechadura de veículos). Os ocupantes do veículo, C.A.F.S., de 26 anos de idade, E.F., de 29 anos de idade e D.M.V., de 18 anos de idade, foram conduzidos até a Delegacia de Polícia de Campo Bom, onde foi registrado o fato. O indivíduo de 26 anos de idade, possui antecedentes criminais por desobediência, ameaça e furto em veículos, já o indivíduo de 29 anos, possui antecedentes criminais por furto em veículos e receptação e encontram-se em liberdade condicional.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 080/2011

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão convocados, a partir de 1º de julho de 2011, os Oficineiros abaixo relacionados, conforme Processo Seletivo Público nº 05/2011, de 08.04.2011: REJANE MARIA MODINGER

Oficineiro – Dança Gauchesca

JUNIOR MACIEL PRATES

Oficineiro – Dança Gauchesca

SINARA BIANCA DA SILVA

Oficineiro – Dança Gauchesca

GRAZIELA PIRES DA SILVA

Oficineiro – Técnica Vocal

Fiquem os convocados cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de cancelamento da convocação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 29 de junho de 2011. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 006/2011

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, presente o disposto no inciso VI do artigo 7º da Lei Municipal nº 3.657/2010, de 14 de dezembro de 2010, torna público, para o conhecimento dos interessados, os números das cautelas não concorrentes na Campanha denominada “COMPRAR AQUI É SEMPRE BOM” 2011, como segue: Série A: 81419 a 82220 Série A: 87377 a 87778 Série B: 41248 a 41350 Série B: 65765 a 66395 Série C: 05101 a 05202 Série D: 42395 a 42438 Série D: 89813 a 99999 Série U: 05824 a 99999 Série V: 21162 a 99999 Informamos que o sorteio dos prêmios da Campanha será realizado no dia 09 de julho de 2011, às 10 horas, no Largo Irmãos Vetter, nesta cidade. Outrossim, ressaltamos que os concorrentes habilitados para o sorteio principal, que estiverem presentes no local na ocasião do sorteio, deverão chegar com antecedência de trinta minutos (às 9h e 30min), para retirar os tickets numerados que darão direito à participação no sorteio especial, com 05 prêmios, conforme os termos da alínea “d” do § 1º do art. 3º e do § 5º do art. 6º , da Lei Municipal nº 3.657/2010, de 14.12.2010. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 29 de junho de 2011. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Tráfico de drogas A Brigada Militar, através do Grupo de Operações Especiais, (GOE), da 3ª Cia. do 32º Batalhão de Polícia Militar, prendeu na tarde de sabádo, (25/6), na Rua Plínio Salgado, bairro 25 de Julho em Campo Bom, Vitor Vargas da Silva, 21 anos, por tráfico de drogas.   Após algum tempo de monitoramento uma guarnição do GOE, avistou um indivíduo chegar à casa de Vitor, local onde segundo denúncias, seria um ponto de vendas de drogas. Logo após o indivíduo foi abordado e identificado como Paulo Luciano da Silva, 27 anos, em sua posse foi encontrada duas pedras de Crack, que afirmou ter comprado na casa de Vitor.  Em abordagem a casa de Vitor com consentimento do mesmo, foram encontradas mais nove pedras de crack ,  dinheiro fracionado e objetos sem procedência, usados na troca por drogas. A guarnição conduziu as partes envolvidas e o material apreendido até a Delegacia de Polícia de Campo Bom e posterior até o DPPA de Novo Hamburgo, para a lavratura do flagrante.


GERAL

O Fato do Vale

9

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

Ciclovia já brilha com nova iluminação O pequeno Otávio Frantz, de 3 anos, com sua bicicleta com rodinhas de apoio e todo uniformizado, inclusive com capacete de segurança, foi um dos primeiros campo-bonenses a andar pela ciclovia depois de acesa a nova iluminação do anel central. Acompanhado do pai, o técnico em calçado Carlos Franz, 37, integrou o grupo de  quase  50 pessoas que tiveram o privilégio, na noite de sexta-feira, dia 28, de participar do passeio ciclístico que inaugurou a obra de iluminação da pista que recebeu cerca de 500 luminárias de 3 metros de altura cada espalhadas pelos seis quilômetros do trecho central da pista. Segundo Carlos, a exemplo dele, o filho já é um apaixonado por bicicross. “Ele adora andar de bicicleta na ciclovia durante o dia e agora poderei passear com ele também à noite. A iluminação, além de tornar esse trajeto mais seguro, vai permitir que eu e meu filho tenhamos mais momentos juntos, praticando um esporte que nós dois adoramos”, afirmou. No evento que marcou oficialmente o acender das luzes da ciclovia, o prefeito Faisal Karam destacou a importância que a novidade representa para quem usa o circuito, seja morador de Campop Bom ou visitante. “Nossos moradores usam a pista para ir ao trabalho e praticar esportes. Temos também o uso por pessoas de outras cidades que fazem da ciclovia um espaço para seu lazer. Para os dois grupos essa obra representa mais segurança e a garantia de uso permanente de um dos símbolo da cidade”, reforçou o  prefeito. Implantada em 1977, a ciclovia de Campo Bom é a primeira da América Latina e desde 2009 vem recebendo obras de revitalização que incluem, além da iluminação do anel central, recapeamento asfáltico, pintura, floreiras, pergolados e implantação de placas (totens) que contam a história da bicicleta no Brasil e no mundo.  Um passeio de bicicleta à noite Para inaugurar a  iluminação da ciclovia, a Secretaria Municipal de  Esporte e Lazer organizou o 1º Passeio Ciclístico de Campo Bom  que teve a participação do professor aposentado Egídio Weizenmann, 67 e sua fiel companheira: uma  bicicleta que o acompanha há 33 anos e  que lhe ga-

Quase 500 luminárias distribuídas no trecho de seis quilômetros do anel central da ciclovia deixam o caminho iluminado para que a comunidade faça passeios noturnos

rante momentos de lazer diários na ciclovia que usa para chegar à biblioteca. Recentemente, ele foi homenageado pela Secretaria de Educação e Cultura como um dos leitores mais assíduos do espaço. Para ele, exercitar-se na ciclovia é sempre um prazer, mas também um dever para a saúde”. Ele avalia  a  iluminação da ciclovia como  um incentivo à prattica esportiva. “As pessoas podem se exercitar à noite, com mais segurança”. No evento de inauguração da iluminação da cicliovia o professor aposentado recebeu o troféu de ciclista mais idoso do passeio. Também receberam troféu o jovem Otávio, de 3 anos (ciclista mais jovem). O grupo da Liga Campo-bonense de BMX recebeu dois troféus, o de grupo  mais numeroso e  o que apresentou a bicicleta mais

antiga, datada de 1970. Também receberam medalha os primeiros 50 ciclistas que se inscreveram para o passeio. No evento o titular da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Deoclécio Schuetz, destacou que proporcionar espaços de lazer e para a prática de exercícios tem sido uma ação constante da Administração Municipal,  intensificada com a criação da sua Secretaria. “A cidade nunca contou com tantas áreas dedicadas ao bem-estar da comunidade como agora. Acabamos de entregar um campo de futebol no bairro Imigrante Norte; possuímos quadras de areia em diversos bairros e estamos reformando as quadras de cimento do Parcão,  ações que visam melhorar a qualidade de vida dos campo-bonenses”.

Alunos da rede municipal simulam julgamento do Tribunal do Júri Estudantes farão os papéis de juízes, jurados e advogados encenando uma situação de litígio e buscando a melhor forma de conciliação. Atividade faz parte do projeto Formando Gerações, criado pelo Tribunal de Justiça do RS e que é realizado apenas nas cidades de Campo Bom e Porto Alegre. Alunos da rede municipal de ensino de Campo Bom irão aprender na prática a importância da conciliação judicial e conhecer de perto todos os processos que envolvem uma situação de litígio. Com o propósito de valorizar a conciliação e evitar que as crianças se transformem em adultos que acreditam que tudo se resolve na Justiça é que a Secretaria Municipal de Educação e Cultura e o Poder Judiciário firmaram uma parceria que pretende transformar estudantes em juízes, jurados e advogados, tudo de forma fictícia, mas com caráter lúdico. Nos dias 5, 6 e 7, o “Tribunal do Júri” estréia em sessões que ocorrem na sala do júri da 1ª Vara do Fórum de Campo Bom, onde haverá a encenação de casos cujo desfecho será decidido pelo grupo. A atividade denominada Tribunal do Júri para a Solução de

um Conflito, integra o Projeto Formando Gerações que no município é coordenada pela juíza da 1ª Vara de Campo Bom, Dra. Cíntia Burhalde Mua. “A ideia é fortalecer a relação do judiciário com a comunidade, além de fazer os alunos verem a importância de tentarem resolver conflitos de forma amigável, sem necessariamente ter que procurar o judiciário”, reforça a juíza, lembrando que as pessoas estão litigando por qualquer motivo e sobrecarregando o sistema judiciário. “Além de fazer os jovens verem a importância de resolverem seus problemas de forma amigável, eles também trabalham como multiplicadores desta ideia”, resume a magistrada. O projeto Formando Gerações foi idealizado pelo Tribunal de Justiça do RS e acontece apenas na capital gaúcha e aqui em Campo Bom. A titular da Secretaria Municipal de Educação e Cultura Eliane dos Reis, reforça a importância da iniciativa na cidade. “Com este projeto podemos oportunizar que nossas crianças conheçam como funciona o sistema judiciário, dessa forma apropriando um novo conhecimento e já estimulando a reflexão crítica deles”. Entenda mais sobre a ação Durante os três dias do projeto em

Campo Bom, mais de 200 crianças das escolas municipais irão vivenciar o andamento de um julgamento, onde um grupo de alunos, escolhido e preparado por cada escola, fará todos os papéis dentro do Tribunal do Júri como juiz, promotor, advogado de defesa e de acusação, jurados e testemunhas. Para que isso ocorra, durante o mês de junho, três grupos de professores de escolas da rede municipal de ensino ensaiaram três situações diferentes, cada uma feita especialmente para alunos de idades específicas - crianças (6 a 9 anos), pré-adolescentes (9 a 11 anos) e adolescentes (acima de 12 anos)- que serão apresentadas para os alunos nos dias 5, 6 e 7. Nas três situações criam-se impasses que, segundo a juíza Cintia, é o propósito da encenação cuja a finalidade é provocar entre os alunos discussões relativas à importância da conciliação. Além do mês de julho, a ação também está programada para acontecer nos meses de agosto e novembro deste ano. No dia 12 de maio a comunidade campo-bonense teve uma prévia do que será a ação programada para os três dias, quando durante o Seminário de Pais ministrado pela juíza, no teatro Marlise Saueressig, assistiu a uma peça teatral que simulava um litígio entre um leão e um

lenhador. A peça, O Leão Apaixonado (Esopo), contava a história de um leão que se apaixona pela filha de um lenhador e faz um acordo para que o lenhador ceda a mão da menina em casamento. No acordo o leão deveria cortar as unhas e retirar suas presas para poder se casar com a moça. Porém, assim que o leão cumpre sua parte no acordo, o lenhador decide não cumprir o combinado e não cede a mão da filha, gerando o litigio. O projeto O projeto Formando Gerações foi idealizado pelo Tribunal de Justiça do Estado e atualmente só acontece em duas cidade gaúchas: Porto Alegre e Campo Bom. O projeto integra o programa Justiça em Ação da Comarca de Campo Bom, criado pela juíza titular da 1º Vara do município, Dra. Cíntia Burhalde Mua. O programa Justiça em Ação tem o objetivo de aproximar o poder judiciário da comunidade, dessa forma criando ações para diferentes públicos e propiciando o aumento da participação e conhecimento de todos ao sistema judicial e também incentivando a conciliação, para que as pessoas possam resolver os conflitos sem precisar procurar a justiça.


10

GERAL

Sexta-feira, 1º de julho de 2011.

Figueiredo era um burro! Através do nosso Blog (http://cronicasdojair.blogspot.com/), espaço organizado de forma hábil, profissional e talentosa pelo Mago da editoração eletrônica Claudio Cunha, um leitor, aliás, convido você a visitar este Blog e verificar os conteúdos e opinar, interagir junto ao mesmo. Pois um leitor perguntou se Morungava existia, se era Vila e onde ficava. Por favor, quem não conhece Morungava não conhece o Rio Grande. Tenho saudades deste recanto bucólico a paradisíaco. Não vou a Morungava como deveria e como gostaria, mas meu projeto é retornar em definitivo ao solo morungavense para o descanso final, ou seja, no dia em que “bater a caçuleta”, “bater as botas” “morar na cidade dos pés juntos”, mas isto acredito que deva ser daqui uns 65 anos, mais ou menos. Pretendo ficar ali na cerca do cemitério, na beira da estrada, próximo daquela frondosa figueira. No meu túmulo não quero flores de plástico. Por favor, exagerem nas flores naturais até para atrair os passarinhos e o fundamental, na lapide a seguinte inscrição: “Aqui neste local muito contra vontade, um jornalista e contador de causos. Mas vamos ao que interessa, lá pelos anos 70 visitávamos muito o sitio do tio Dino, onde nos deliciávamos com as broas de milho quente com nata feitas pela tia Miúda, além das carnes de panela, pirão com farinha de mandioca com pedaços de costelas bovinas. Outra especialidade da tia Miúda eram os apetitosos “bijus”, que delicia. Muitas vezes ficávamos as férias inteiras no sítio. Tomávamos banho pelados na lagoa, a noite ficávamos pescando contemplando as estrelas, bem como descíamos de carro de lomba colina abaixo, e  muitas vezes derrubávamos as lixiguanas dos canto da casa, ou como dizia Rubão do Rio Branco “ as bichiguanas”, com uma taquara com um pano na ponta ensopado de querosene e que o negro Jesuino ajudante do meu tio teimava em dizer “Corosena”. Tio Dino tinha um burro chamado “Figueiredo”, nada a ver com o “ex-presidente ditador”, que por sinal afirmou que gostava mais de cavalos do que de gente!.   Ninguém sabe a origem do nome do burro, pois meu tio comprou o mesmo de um colono lá do “Cantão dos Guilhermes” em Santo Antônio da Patrulha e o bicho já tinha sido batizado de Figueiredo. Só que com o passar dos tempos o burro foi ficando velho, cansado e doente. Para trazer o Figueiredo até o pátio do sítio precisava de três pessoas, um para puxar e dois para empurrar. Naquela época aparecia muito por aquelas paragens os carreteiros vindos de Santo Antônio da Patrulha trazendo ovos, melado, rapaduras, galinhas, porcos, milho, feijão, tamancos e outros produtos. Não raro pernoitavam no sítio de tio Dino, onde se instalavam no galpão e seguiam para Taquara ou Gravataí na manhã seguinte. Também andavam por Morungava os “ mascates” que vendiam espelhos, perfumes, loção de Lancaster, brilhantina, xampu ( aqueles em pequenos saquinhos tipo mel, lembra?), sombrinhas, roupas, cuecas, calcinhas, fontol, lacto purga, olina (e até pôster do colorado) e outras muambas. Quem também aparecia por lá eram os ciganos vendendo panelas  que não podiam ser ariadas com esfregão de aço, pois furavam, cobertores e não obstante tentavam ler a “suerte” de algum in-

cauto de mão aberta. Um dia estávamos sentados na frente da casa e avistamos um grupo de ciganos lá na estrada do Passo da Caveira, isto distante uns dois quilômetros e aí tio Dino observou: “Hoje nós vamos vender o burro Figueiredo para os ciganos, mas preciso da ajuda de vocês gurizada” afirmou olhando para mim e para os primos. “Quando eu falar em vender o burro vocês começam a chorar”. A ciganada chegou numa caminhonete veraneio cinza escoltada pelo Peri e a guaipecada toda. O cigano velho  sorriu mostrando quatro dentes de ouro e tentou fazer negócio. Depois de comprar um cobertor e duas panelas, tio Dino propôs a venda do Figueiredo.  Ofereceu o burro Figueiredo por  mil e duzentos cruzeiros ( no dinheiro de hoje como diz o Paulo Pança, equivaleria a uns R$ 800,00). O cigano ofereceu 600 mil cruzeiros em dinheiro e o restante em panelas, cobertores, chaleiras, fronhas  e lençóis. Tio Dino valorizou o negócio e afirmou: “Olha vou me desfazer do Figueiredo pela necessidade, porque o bicho além de bom no serviço é como se fosse da família”, falou com a voz embargada.  E nisto chamou a gente: “Gurizada vão até o galpão e tragam o Figueiredo”  Trouxemos o burro e aí começamos o teatro. A gente desandou a chorar e este escriba disse: “Tio não venda o Figueiredo, onde é que vamos arrumar um animal que trabalhe tanto como ele e seja tão bonzinho?”. Meus primos chegaram exagerar e rolavam no chão de tanto chorar.  Duas horas depois os ciganos seguiram estrada a fora levando o Figueiredo no veraneio.  Duas semanas depois a gente estava carregando uma carreta de pasto e avistamos o grupo de ciganos vindo em direção ao sitio. Corremos para avisar tio Dino que já esperou os ciganos com a “Isolina” na mão. A Isolina era uma espingarda herdada do pai da tia Miúda e havia participado da revolução de 23 e segundo tio Dino, a Isolina tinha arriado muitos gaudérios de lenço branco nesta escaramuça.  Quando o cigano dos dentes de ouro chegou à frente da porta da casa, tio Dino saltou para fora com cara mais brava que nenê cagado e foi logo dizendo: “Olha cigano aqui no Morungava  não se desfaz negócio. Não devolvo o dinheiro nem a mercadoria”. O cigano de forma calma e com medo logo  observou: “Olha eu não vim desfazer o negócio com o senhor, só queria que me aluga-se as crianças por uma tarde, para chorarem lá na cidade, para ver se eu encontrou um bobalhão que nem eu para comprar este burro”. É claro que tio Dino não permitiu e botou os ciganos a correr campo fora.  No centro de Morungava os ciganos num ato de protesto abandonaram o Figueiredo na frente da Prefeitura. O bicho chorava dia e noite próximo ao centro administrativo. Cansado o prefeito mandou colocar o burro dentro de um caminhão e pessoalmente se deslocou junto com o motorista e devolveu o Figueiredo ao tio Dino, destacando: “Trouxe o burro de volta para o senhor seu Dino porque o burro grita tanto na frente da Prefeitura  que está atrapalhando os lá de dentro de trabalhar”. Um forte abraço aos amigos da Loja 15 da Ortobom que são assíduos leitores de nossas crônicas. Sucesso para vocês e muitas vendas.  Jair Wingert; jornalista Campo Bom/RS

O Fato do Vale

Giovani Feltes vota contra alíquota de 14% para todos os servidores Líder da maior bancada de oposição lamenta aprovação das mudanças na Previdência e classifica medida como inconstitucional “Jamais poderia imaginar que o Governo Tarso pudesse ser pior do que o (governo) Olívio. Muito menos concluir, ao lado das entidades do funcionalismo, que é um governo neoliberal”. Manifestação neste sentido é do líder da bancada do PMDB, Giovani Feltes, criticando a versão final da proposta que aumentou alíquotas da Previdência, agora aplicando 14% para todos os servidores. Votado em regime de urgência, o novo projeto foi distribuído apenas na abertura de uma sessão que se prolongou por mais de 16 horas e acabou sendo aprovado já na madrugada  desta quarta-feira (dia 29)   por 30 deputados da base governista, contra 21 votos da oposição.   Feltes voltou a alertar para os riscos do projeto “gestado às pressas, durante um jantar no Palácio” ser derrubado por conta da inconstitucionalidade da cobrança de alíquotas progressivas. “A Justiça poderá derrubar o abono que serve de disfarce para a progressividade e aí ficará valendo 14% de desconto para todo o funcionalismo”, advertiu o líder peemedebista. Para o deputado, o Estado corre sério risco de sofrer, a partir do Pacotarso, uma nova onda de precatórios para serem pagos no futuro. Estudos da assessoria técnica do PMDB aponta para um montante de R$ 2,5 bilhões de um novo passivo para ser pago pelas próximas administrações.  “Cumprimos com o compromisso público de alertar a sociedade gaúcha para os reflexos do pacote de medidas aos contribuintes, aos

servidores públicos e, sobretudo, ao futuro das finanças públicas”, frisou  Feltes. Ele acrescentou que as propostas do atual governo não resolvem os problemas financeiros do Estado: “são medidas pontuais, que apenas buscam aumentar a arrecadação e criar uma folga no fluxo de caixa tão somente para cumprir com as obrigações em termos de manter em dia o pagamento dos salários e do 13º do funcionalismo”. Duplamente injusto  O líder do PMDB também votou contra as mudanças no pagamento das RPVs - os precatórios de pequeno valor. “É flagrante a inconstitucionalidade e duplamente injusto com as pessoas, muitas deles que abriram mão de direitos que teriam a receber exatamente para se enquadrar no limite (40 salários mínimos) e assim fugir da fila dos Precatórios”, registrou o deputado. Para Feltes, esta é uma situação que o governador não pode alegar que desconhecia quando era candidato, “não só pela condição de postulante ao cargo mas por sua longa e reconhecida atuação na área trabalhista.”   Porém, o que sinceramente lamento com todo este processo é a oportunidade histórica que se perde em verdadeiramente resolver- de maneira mais profunda e duradoura – os sérios  problemas financeiros do Estado”, afirmou. Feltes demonstrou frustração com a falta de diálogo com que o o governo forçou a aprovação dos projetos do Pacotarso em regime de urgência.

Mais de R$ 6 milhões em vendas no Estande Coletivo do RS na Francal

Valor é relativo aos dois primeiros dias da feira que encerrou ontem em São Paulo Os micro e pequenos empresários que pela 12ª vez e tem o objetivo de fomentar os participam do Estande Coletivo do Rio Gran- negócios dos micro e pequenos  fabricantes de do Sul na Francal continuam contabilizan- do Rio Grande do Sul. “Somente nestes dois do bons resultados. Nos dois primeiros dias primeiros dias já é possível fazer uma avado evento, que segue até esta quinta-feira liação muito positiva com relação às vendas (30) nos pavilhões do Anhembi, em São Pau- do estande gaúcho. Os expositores e os visilo, foram fechados negócios no valor de R$ tantes da Francal estão focados em  realizar 6.136.440,00, referente à comercialização de negócios e isto contribui para os resultados aproximadamente 212 mil produtos, entre verificados até agora”, avalia a presidente da calçados, bolsas e acessórios. ACI, Fátima Daudt.  O Estande Coletivo gaúcho, parceria da Outros indicadores demonstram que o EsACI-NH/CB/EV (Associação Comercial, In- tande Coletivo do RS deve superar o volume dustrial e de Serviços de Novo Hamburgo, de vendas verificado em 2010. Os gaúchos já Campo Bom e Estância Velha),  SDPI (Se- contrataram 56 novos distribuidores e deram cretaria de Desenvolvimento e Promoção do início a outros 1.275 negócios, sem falar em Investimento) e Sebrae/RS,  está na Francal 3.667 contatos com potenciais compradores.

O diretor-superintendente do Sebrae/RS, Léo Hainzenreder, e a presidente da ACI, Fátima Daudt


O Fato do Vale

GERAL

Sexta-feira, 1° de julho de 2011.

11

EM DEFESA DO CONSUMIDOR Responsabilidade solidária: concessionária e fabricante devem indenizar A 5ª Turma Cível do TJDFT manteve decisão do juiz da 3ª Vara Cível de Brasília, que condenou a Saint Moritz Distribuidora de Veículos e Serviços e a Peugeot Citröen do Brasil Automóveis Ltda a indenizarem, solidariamente, um cliente, cujo automóvel fundiu o motor com 60 mil km e cerca de três anos de uso. Além de pagar pelas peças e conserto do veículo, as empresas terão que pagar R$ 5 mil a título de danos morais. O autor narrou que em agosto de 2003 adquiriu na Saint Moritz um veículo novo, Citroën C5, e que realizou todas as revisões previstas no manual na mesma concessionária. Que na última revisão, realizada em dezembro de 2005, pagou R$ 2.260,98 pelas peças e serviços indicados. Apesar dos cuidados, em janeiro de 2006, sem qualquer intercorrência, o motor fez um estrondo, soltou fumaça e fundiu repentinamente. Na ocasião o veículo estava com 66.779 km. Guinchado para a concessionária, o conserto foi orçado em R$ 14.746,95. Após várias tratativas e quase dois meses de idas e vindas, a Saint Moritz se dispôs a arcar com 2/3 do prejuízo, acordo não aceito pelo dono do veículo, que decidiu acionar a Justiça. De acordo com o juiz a controvérsia está na obrigação ou não da concessionária suportar o conserto mecânico no motor do veículo em face do defeito ter se dado após o término da garantia de 2 anos. Para ele, os fatos, devidamente comprovados, demonstram que o carro apresentava vício oculto. “Tal assertiva é corroborada pela falta de identificação do vício na revisão de 60.000 km, feita menos de 1 mês antes do problema. Nesse caso, a regra legal a ser seguida é a do prazo decadencial de 90 dias para a reclamação do vício oculto, que se inicia a partir do momento em que fica evidenciado o defeito, ainda que já expirado o prazo de garantia, conforme determina o § 3º do artigo 26 do Código de Defesa do Consumidor”, sentenciou. Átila Nunes Neto, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor . com . br concorda: “o autor adquiriu veículo novo, de alto padrão, produzido por uma das maiores montadoras do mundo, a francesa Citroën, dele esperando durabilidade, confiabilidade, qualidade. Ninguém adquire veículo novo ciente de que a vida útil da máquina será de 60.000 km ou pouco mais de 2 anos; ao contrário, ao pagar caro pelo veículo e suportar as revisões recomendadas pelo fabricante tem o consumidor a justa expectativa de que adquiriu um bem que lhe servirá por bastante tempo, observado o desgaste natural. Esta expectativa em torno da durabilidade do veículo decorre da boa-fé objetiva, cláusula geral implícita em todos os contratos”, concluiu. Ligações de cobrança indevidas a idosa Idosa será indenizada por ligações de cobranças incisivas de dívida da qual ela não era responsável. A decisão é da 3ª Turma Recursal Cível dos Juizados Especiais do RS, que fixou a indenização por danos morais em R$ 1,5 mil. O neto da autora realizou uma compra nas Lojas Colombo e deu como telefone de contato o de sua avó, que começou a receber ligações de cobrança, em razão de inadimplemento. Até aí, não se verifica abusividade na conduta da ré ao buscar seu crédito, pois entrando em contato com o telefone que lhe foi fornecido, observou o relator do recurso, Juiz Carlos Eduardo Richinitti. No entanto, destacou, mesmo depois de informada de que o devedor não residia na sua casa e de que não tinha conhecimento de seus negócios, as ligações persistiram. O filho da autora esteve pessoalmente na loja e falou com o gerente a fim de solicitar a retirada o número de telefone da avó do cadastro do neto, sem sucesso. Átila Nunes Neto, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor . com . br concorda com o magistrado “considerou que a conduta da loja extrapolou o razoável, inclusive porque a autora é pessoa idosa, com 81 anos de idade e graves problemas de saúde: a requerida desbordou do aceitável ao continuar realizando cobranças para a casa de uma

senhora idosa que não foi a responsável pela dívida, e para telefone que não estava em nome do devedor, a despeito das solicitações feitas pela família”. Afirmou que a ré, nessas hipóteses e, por precaução, deveria ter outros meios de cobrar diretamente do devedor, sem abalar terceiros. Indenização: Brasil Telecom paga R$ 10 mil por cobrança indevida Os desembargadores da 4ª Turma Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) concederam indenização a uma cliente contra a empresa de telefonia Brasil Telecom S/A, devido a uma cobrança irregular de tarifa. A cliente alega que a empresa lhe cobrou 49 ligações para a Holanda, quatro para a Islândia, sete para São Tomé e Príncipe e duas para o Timor Leste. Porém, a mesma diz que a linha estava conectada somente a internet. O nome da cliente foi negativado. Assim, ela entrou com uma ação declaratória negativa, combinada com repetição de indébito e danos morais contra a empresa, por ser indevidamente cobrada. Já a Brasil Telecom, sustenta que em seu banco de dados constam valores referentes à “utilização de serviço relacionado a site internacional, bastante comum no acesso de sites de entretenimento de conteúdo adulto, de jogos ou até mesmo download de músicas e vídeos, sempre em idiomas estrangeiros, normalmente sobre os quais o cliente não possui fluência, e acaba por clicar autorizando cobranças internacionais sem nem mesmo entender do que se tratava, ou o que estava escrito”. Em primeiro grau, o juiz julgou improcedentes os pedidos da cliente, que recorreu ao TJMS, buscando a reforma da sentença. O revisor do processo, desembargador Renato Pavan, votou pelo provimento, defendendo que o serviço não foi esclarecido ao consumidor pela própria Brasil Telecom, no momento da contratação. Além disso, ressaltou que se a mesma tivesse algum débito com um site internacional, este deveria ocorrer por meio do cartão de crédito da autora e não pela tarifa da Brasil Telecom. Átila Nunes Neto, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor . com . br concorda: “ toda evidência, medidas repreensivas como a que está sendo tomada neste julgado prestigiam o sistema legal de proteção ao consumidor que, enquanto parte mais frágil na relação de consumo, está sujeito a incômodos e contrariedades decorrentes de um sistema que muitas vezes é defeituoso e ineficaz” declarou, condenando a Brasil Telecom S.A ao pagamento de R$ 10 mil por danos morais”. Banco condenado por descontos indevidos O juiz Henrique Botelho Romcy, titular da Comarca de Guaiúba, condenou o Banco BMC S/A a pagar indenização de R$ 5 mil para a aposentada M.J.J.V.. De acordo com os autos, em abril de 2009, ela passou a ter desconto no benefício previdenciário, referente a suposto empréstimo realizado com a instituição financeira. A aposentada compareceu a uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para pedir o cancelamento da operação de crédito. Foi informada que já haviam sido descontadas três parcelas, totalizando R$ 237,99. Alegando nunca ter firmado contrato com o BMC, M.J.J.V. entrou com ação requerendo a condenação da empresa em 20 vezes o valor retirado indevidamente. Na contestação, a instituição financeira afirmou que o empréstimo foi efetuado mediante verificação dos documentos do contratante. Alegou ainda que, nesse caso, tanto a aposentada como o banco foram vítimas de fraude. Ao julgar o processo, o juiz Henrique Botelho Romcy considerou o fato de que o BMC não juntou ao autos o contrato do empréstimo. Átila Nunes Neto, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor . com . br concorda: “ no presente caso, ficou comprovada a conduta lesiva do requerido (banco), ao fornecer empréstimo sem os cuidados necessários na identificação do tomador”, ressaltou.

ANUNCIE AQUI 3559.5411 ou 9989.5411

WALDIR FLECK FILHO, Oficial Designado do Registro Civil das Pessoas Naturais de Campo Bom, RS, Faz saber que pretendem casar-se os seguintes nubentes: Edital nº 11.660 – MARCOS OLCI FIGUEIREDO CUSTÓDIO e JERUSA LUZIA MARTINI Edital nº 11.664 – CELSO PALMA e DIONEIA CONCEIÇÃO DA VARA Edital nº 11.665 – ADEILDO FELICIANO DUARTE DOS SANTOS e NOEMIA APARECIDA BARBOSA Edital nº 11.666 – ALEXANDRE DE VARGAS e FERNANDA MILAN PETRY Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da Lei. Campo Bom, 29 de junho de 2011. Waldir Fleck Filho Oficial Designado


O FATO do Vale

36 anos de jornalismo com credibilidade.

Campo Bom, Sexta-feira, 1º de julho de 2011.

Começa a 27ª Olimpíada Estudantil

A 27ª edição do evento reunirá 25 escolas que disputarão mais de 1.500 jogos de 10 diferentes modalidades. O homenageado deste ano foi o goleiro do Grêmio Marcelo Grohe, que esteve na abertura do evento, no ginásio municipal Karl Heinz Kopittke

E

stá dada a largada para o esporte e a integração das escolas em Campo Bom. A primeira etapa da 27ª Olimpíada Estudantil, maior evento esportivo dirigido a escolas do município, iniciou na quinta-feira, dia 30, reunindo mais de 2.500 alunos, além de pais e professores, participantes das três redes de ensino. O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) é considerado um dos mais  importantes para o esporte-educação em Campo Bom.  A primeira etapa da competição vai até o dia 15 de julho e contempla as modalidades de futsal, handebol, xadrez, dama e moinho, além de um jamboree (integração) de mini futebol de campo entre várias escolas. Já a segunda etapa ocorre entre os dias 26 de setembro e 14 de outubro, onde ocorrem as modalidades de vôlei, basquete, atletismo e jamboree de mini vôlei. Também ocorrem modalidades específicas de futsal para pais e vôlei para professores nessa primeira etapa. No total, participarão equipes de 25 escolas de ensino fundamental e médio de Campo Bom, que disputarão mais de 1.500 jogos  individuais e coletivos. O atleta homenageado este ano será o goleiro Marcelo Grohe, do Grêmio, que é natural do município. “A Olimpíada tem por objetivo estimular a prática do esporte entre todos, despertando nos alunos o espírito de equipe e de união, desenvolvendo os princípios de formação, integração, cooperação e participação”, destaca a titular da Smec, Eliane dos Reis. “Acreditamos que é através do esporte que o homem

supera toda e qualquer discriminação, buscando para sua vida plenas possibilidades de desenvolvimento”, ressalta. Abertura A abertura oficial do evento ocorre nesta sexta-feira, 1º, a partir das 9h, no Ginásio Municipal Karl Heinz Kopittke e será marcada por apresentações artísticas das escolas 25 de Julho e Lúcia Mossmann, além de homenagens. O atleta gremista Marcelo Grohe receberá a tocha olímpica para a realização da volta olímpica. Também serão homenageados os alunos do Programa Acolher – programa implantado em 2009 que atende quase 3 mil alunos em atividades esportivas no contraturno escolar. Homenageado Atleta do Grêmio Futebol Portoalegrense, Marcelo Grohe é natural de Campo Bom, nasceu em 13 de janeiro de 1987, estudou nas escolas Genuíno Sampaio, Borges de Medeiros e 31 de Janeiro, onde se destacou no futebol. Marcelo iniciou no Grêmio aos 13 anos. Em 2005 integrou a equipe profissional. Em 2006, quando estava sob o comando de Mano Menezes, foi anunciado como novo goleiro titular da equipe, para o restante da temporada, recebendo diversos elogios. Com a saída de Victor, à serviço da Seleção Brasileira, Marcelo assumiu a titularidade do gol gremista. Em seu currículo tem títulos de Campeão Brasileiro série B, em 2005, e Campeão Gaúcho de 2006, 2007 e 2010. 

Sou contra os gastos públicos. Quero responder a uma pergunta que a comunidade vem fazendo: você é contra ou a favor do aumento para 15 vereadores? O que sempre tenho dito para a comunidade é o seguinte, não existe nenhum projeto de lei na Câmara para ser votado com este número. O que existe é um projeto de lei que já foi aprovado em 2008 pelos deputados federais, o qual altera na constituição federal o aumento do número de vereadores em relação ao número de habitantes, mas que permanecem os mesmos percentuais no orçamento da Câmara. A nossa cidade cumprindo a lei da Constituição Federal automaticamente passará para 15 vereadores, sendo que se formos avaliar pela quantidade de trabalhos apresentados,

o número se torna desnecessário. Então com esta lei já aprovada, a família que se chama “Câmara” precisa fazer o que um bom pai faz quando sua família aumenta e continuam com os mesmos salários: ”O LEMA É ECONOMIZAR”.

Como ficaram as alterações na lei: A Constituição Federal passa a vigorar acrescida do seguinte artigo, conforme PEC n.º 574/2002, que altera a redação do art. 29-A, “Art. 29-B. Para a composição das Câmaras Municipais em todo o Brasil, serão observados os seguintes limites: (...) V- 15 (quinze) Vereadores, nos Municípios de mais de 45.000 (quarenta e cinco mil) e de até 70.000 (setenta mil habitantes)” Lei Orgânica Municipal: “Das Disposições Finais e Transitórias Art. 10º- O número de Vereadores para a próxima legislatura é fixado em 9 (nove). • Artigo acrescentado pela Emenda a Lei Orgânica n.º 01/1992. § 1º Em caso de alteração dos Dispositivos Constitucionais que regem a matéria, o número máximo fixado no “caput” deste artigo, será automaticamente elevado para o número máximo permitido pela Constituição Federal”

Campobonense Marcelo Grohe foi homenageado

Campo Bom recebe o Guaíba amanhã

Pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho de Futsal, a equipe do Campo Bom/Traffsul, recebe neste sábado às 18 horas no Ginásio do CEI, a equipe da Associação Guaíba de Futsal. A equipe Campobonense, após estrear com derrota, terá três compromissos em casa, na seqüência da competição. Com isso, a vitória é necessária para as pretensões da equipe do Técnico Gladir

Mousquer, que deve iniciar a partida com Alex, Titi, Cleomar, Leandro e Robson. Segundo o Supervisor Técnico César de Sá, esperamos o apoio da comunidade Campobonense, que já é apaixonada pelo futsal. Precisamos sentir como será a recepção deste trabalho, já que pretendemos vôos mais altos, dentro deste esporte em 2012.

O Fato do Vale - 1°/07/11  

Edição 1924 - Jornal O Fato do Vale - Campo Bom/RS

Advertisement