Page 1

al

O FATO

n Jor

Ano XXXVII | Edição n.° 1982 | R$ 1,50

CAMPO BOM | Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

De sócio para sócio

O De Sócio Para Sócio promovido pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, dia 16 de agosto, terá o presidente do Conselho de Administração da Artecola e presidente da ACI na Gestão 1992/1993, Renato Kunst. Ele vai apresentar sua trajetória profissional, a partir das 8h, no auditório da entidade.

Obras de asfaltamento na Vila Rica Crédito de foto: Daniel Gruber

A Prefeitura está com obra de asfaltamento em trechos das ruas Olívia K. Gerhardt e Nilo Peçanha, no bairro Vila Rica, que são de pedra irregular. Elas integram um pacote de obras da Prefeitura que prevê a pavimentação, capeamento ou recapeamento de 25 ruas da cidade em um investimento de R$ 1,3 milhão. Ao todo são mais de 2.500 metros quadrados de área asfaltada nas duas vias, sendo que as obras foram escolhidas no Conselho Comunitário 2011 pela região que compreende os bairros Porto Blos, Barrinha e Vila Rica. Segundo a moradora Andréia da Silva,

36 anos, a pedra irregular que há nas vias é ruim para o trânsito de carros e bicicletas, sendo que o asfaltamento irá facilitar a locomoção. A próxima via a receber obra de asfaltamento deve ser a Avenida Kennedy, no bairro Metzler.

TELE-TINTAS

3597.3436

Roupas & Acessórios

Professor da rede municipal entre os 10 melhores do país Página 3

Festival de música Gospel dia 18

(51) 9803-2623 ( Quiksilver, Billabong, Adidas, Ecko e outros)

Presentes,Bijuterias e Utilidades em Geral Cartões Telefônicos

Agora com: Pronto Socorro Elétrico e Hidráulico (Diariamente das 13hs às 21hs,inclusive Feriados)

Rua Benno Bauer, 213-Quatro Colônias-Campo Bom

Dedicação envolvimento e eficiência.

Página 5

Cinco anos da farra das diárias Página 8

Contato com Elisa 9212.0732

3529.3043

R. Santa Helena, 348 (fundos) Bairro Centenário - Sapiranga


GERAL

2

O Fato do Vale

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

Gabriel – minha homenagem a um futuro prefeito Tem meu carinho e afeto todos aqueles jovens que trabalham de dia e estudam à noite. Quando assim procedem estão a si mesmo demonstrando uma vontade férrea de vencer na vida e construir um sólido futuro profissional. São eles uma legião de rapazes e moças pouco mais de adolescentes dentro da sociedade brasileira. Sou desses jovens um admirador incondicional. Se precisar dar a eles minha camisa eu a dou. E isso ocorre porque na época em que vivemos um quadro aterrador de consumo de drogas está se infiltrando no seio da sociedade brasileira. Tanto nos lares humildes quanto nos abastados os alucinógenos vem ganhando terreno junto a milhares de nossos jovens adolescentes. Os hospitais e clinicas psiquiátricas no País inteiro se vêem quase impotentes para conter essa avalanche de infelizes consumidores. Na terapia para cura-los a recuperação tem sido quase nula. São inumeráveis as famílias desestruturadas pelo consumo de drogas por parte de um filho ou de uma filha. Aqui mesmo em Campo Bom – no quarteirão onde moro- sou sabedor do caso em que o pai de um dependente químico que se viu obrigado a procurar proteção judicial para que o filho não se aproximasse da casa paterna, tais os problemas que cria dentro do lar quando isso acontece. Há também o triste caso de uma idosa mãe de um dependente que foi encontrada morta nas águas do arroio Schmit, após uma noite de chuva torrencial. Até hoje a comunidade de Campo Bom não ficou sabendo se ela suicidou se vitima dos dissabores com o filho único ou se foi assassinada naquela madrugada e jogada ao rio por quem a teria morto. Um ancião – morador nas proximidades do arroio homem que cedo madruga, teria visto vulto suspeito dentro da noite empurrando um carrinho de mão coberto com uma lona escura, rumo ao arroio. A policia – após algumas investigações – teria arquivado o caso. Mas – como dizia eu no intróito desta coluna- sou um apaixonado pelos jovens estudantes que se preocupam em construir para si um sólido futuro. Entre os de Campo Bom um deles em especial me chama a atenção. É cobrador de ônibus de uma das linhas suburbanas que servem a população de Campo Bom. Pouco mais que um adolescente, simpático, inteligente, sempre tem uma palavra de carinho para com os passageiros quer sejam eles jovens e idosos. De educação refinada é ele uma unanimidade em ser benquisto pelos usuários. Quando o conheci - olhandome nos olhos, me disse ele: - “Seu Theodoro, meu sonho maior, no futuro, é ser Prefeito de Campo Bom”! Moço que sabe o que querer é meu amigo Gabriel Colissi, legitimo líder da mocidade estudantil de Campo Bom!

Theodoro Ernani de Menezes Nunes Tel.: 35978191

O FATO VALE do

Circula às sextas-feiras em Campo Bom, Sapiranga, Araricá e Nova Hartz

Fundado em 20/06/1975 - CNPJ: 72.560.014/0001-70 Diretor Editor | Joelci Luiz Mello (Reg. Prof. 4465) Diretora Comercial | Evanir Eloisa Martini Criação e Produção Gráfica | Rosiane Mello Assistente de Produção | Mariane Mello SEDE: C. Bom - R. Lima e Silva, 29 - Sl 03 - Centro - 3598.6411 Sapiranga - R. São Pedro, 399 - Centro - 3559.5411 e-mail: jornal.js@netwizard.com.br | site: www.jornaljs.com.br As colunas assinadas são de inteira responsabilidade dos autores e não representam necessariamente a opinião do jornal. Também não representam vínculo empregatício com a empresa.

ARTIGO

PRECATÓRIOS, FIM DA VERGONHA NACIONAL?

Uma das grandes dificuldades da Justiça no Brasil atende pelo nome de precatório, um fantasma que contribui para o aumento da dívida dos estados e compromete o orçamento público. Na prática, trata-se de um calote generalizado no cumprimento das decisões judiciárias que mostra a ineficiência da máquina pública. Os precatórios dizem respeito principalmente ao pagamento de pensões, aposentadorias e desapropriações, itens de grande impacto social, pois estão relacionadas à dignidade da vida material e econômica dos indivíduos e de seus familiares. A crise nos precatórios, além de aumentar a dívida dos Estados, compromete o orçamento público, dá margem a fraudes e desmoraliza a democracia, uma vez que a lei é descumprida sem cerimônia nem punições, tornando ocos dispositivos como a Emenda Constitucional 62/2009, a qual obriga à quitação dessas dívidas no prazo de 15 anos. Há uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que cada Tribunal de Justiça dos estados tenha no seu setor de precatórios um representante do Judiciário para acompanhar a gestão de pagamentos das dívidas. Claro que é preciso mais que monitoramento e disciplina para que o volume de processos em atraso seja reduzido e as irregularidades sejam evitadas ou punidas com rigor. A isto deve ser acrescido um ingrediente indispensável: a vontade política de nossos governantes. Em volume de dinheiro, o governo do Estado de São Paulo é o maior devedor de precatórios do Brasil, acumulando débito superior a R$ 20 bilhões. Apesar do prazo limite estipulado pela EC 62/2009, a cada ano, o Estado diminui o ritmo de quitação das dívidas e aloca cada vez menos recursos. Em 2009 foram R$ 2 bilhões, mas em 2010 e 2011 os valores à disposição do Tribunal de Justiça de São Paulo caíram para R$ 1,3 e R$ 1,5 bilhão, respectivamente. Com isso, a dívida vem crescendo exponencialmente. No ranking de devedores, segundo informa o Supremo Tribunal Federal, depois de São Paulo, com débitos acima de R$ 3 bilhões, estão o Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e Distrito Federal. No total, a dívida de Estados e municípios supera R$ 84 bilhões. É preciso dar um basta a tamanho desprezo para com a lei, a Justiça e a própria sociedade. Na outra ponta, quando é o contribuinte que deve ao Poder Público, é execrado, tem direitos cessados, bens penhorados e pode até responder criminalmente. Talvez fosse justo, num mundo ideal que, ao não poder arcar com a dívida, o contribuinte pudesse emitir um precatório ao Estado com vencimento para longo prazo postergando a quitação da pendência, ficando assim em posição de igualdade com a Fazenda. De volta à realidade, a estimativa do governo de São Paulo é de que até 2025 os débitos sejam quitados, mas este prazo é extenso demais. Para quem precisa receber, em muitos casos, a morosidade no julgamento da ação e, depois, no pagamento da dívida, pode ultrapassar o tempo de uma vida. Constitui verdadeiro disparate que em pleno século XXI a Justiça ainda não disponha de um programa eficaz envolvendo órgãos públicos e entidades da sociedade civil para combater o crescimento desenfreado da corrupção e da dívida dos Estados com precatórios. Ciente da urgência de se empreender um grande esforço coletivo para dar fim a essa vergonha nacional em que se transformaram os precatórios, o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e de Assessoramento do Estado (Sescon-SP) se uniu a outras entidades do setor para buscar junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo soluções que permitam menos burocracia e agilidade aos processos de cobranças e pagamentos das dívidas da Fazenda Pública junto ao cidadão. A proposta ao Departamento Técnico de Execução dos Precatórios do Tribunal de Justiça do Estado é a constituição de uma verdadeira força-tarefa composta pelos profissionais da área contábil e talvez estagiários, que dariam celeridade à análise dos processos. Essa é uma das sugestões em debate, que contribuiria ainda para evitar problemas como o registrado recentemente no Rio Grande do Norte, onde, desde 2007, pelo menos três desembargadores do Tribunal de Justiça se apropriaram indevidamente de pagamentos sentenciados pelos seus juízes. Uma das justificativas dos devedores para o não pagamento aos beneficiários é a falta de recursos públicos. Mas o curioso é que a arrecadação federal de impostos segue em escala ascendente. Somente em maio deste ano, o Brasil totalizou R$ 77,9 bilhões em impostos, alta real de 3,82% em relação ao mesmo mês de 2011. Enquanto aumenta a arrecadação dos Estados e municípios, crescem também as dívidas com precatórios. E quem sai prejudicado é o cidadão, que sucumbe na fila à espera da decisão judicial ou do pagamento do que lhe é devido. Em alguns casos, recorrendo erroneamente ao repasse do direito ao crédito por falta de expectativa em receber do Poder Público. Nestes casos, o deságio pode chegar a 90% e os compradores dos precatórios geralmente são pessoas que utilizam de influência para receber o valor integral, segundo apurou a Corregedoria Nacional de Justiça (CNJ). Ora, a Fazenda Pública dispõe ou não de recursos para pagar precatórios pendentes? Óbvio que o problema não será resolvido do dia para a noite, mas é preciso o primeiro passo e o Sescon-SP está empenhado, juntamente com as demais entidades do segmento contábil e o Departamento Técnico de Precatórios do TJ, para encontrar a solução definitiva em nosso Estado, quiçá exportando o modelo para as demais unidades da federação. José Chapina Alcazar Empresário contábil e presidente do SESCON-SP - Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e de Assessoramento no Estado de São Paulo e da AESCON-SP – Associação das Empresas de Serviços Contábeis; presidente do Conselho de Assuntos Tributários da Fecomércio SP.

Perspectivas da Previdência Social A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha promove, na terça-feira (14), a palestra sobre “Perspectivas da Previdência Social brasileira”. O evento será ministrado por Mara Rosane Bonini e Elisa Regina Knorst. Mara atualmente está lotada na gerência executiva do INSS de Novo Hamburgo, na Seção de Reconhecimento de Direitos. Ela atua no INSS desde 1985. Elisa está no INSS desde 2005 e é lotada na gerência executiva de Novo Hamburgo, no cargo de coordenadora do Programa de Educação Previdenciária. A palestra, que integra o Programa de Educação Previdenciária, é coordenada pelo Comitê Jurídico da ACI, tem início às 14h, e conta com coffee break. O objetivo é esclarecer as mais diversas questões relacionadas a Previdência Social, através de casos práticos e orientar todas as pessoas envolvidas com as regras da Previdência Social, tanto no âmbito do Departamento de Pessoal e Recursos Humanos, quanto àqueles profissionais que se dedicam às questões de aposentadorias e dos benefícios previdenciários. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail capacitacao@acinh.com.br. Mais informações podem ser obtidas pelo fone 2108-2108. As vagas são limitadas. O patrocínio é da Biason Assessoria Empresarial; Camerini Advogados e Consultores; Neves & Oliveira Advogados Associados; e Schwan Assessoria Empresarial.

CINEMA NO CEI PROGRAMAÇÃO DAS SALAS DE AUDIOVISUAL DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA – CEI

CEI - SALA BÁRBARA PAZ - 01 VALENTE

Disney 100 min. Livre Scope DUBLADO.

PROGRAMAÇÃO: Sexta 10/08/2012 - 18h40min - 20h50min Sábado 11/08/2012 - 15h - 18h40min - 20h50min Domingo 12/08/2012 - 15h - 18h40min - 20h50min Quarta 15/08/2012 - 15h - 18h40min - 20h50min Quinta 16/08/2012 - 15h - 18h40min - 20h50min

CEI – SALA ALFREDO BLOS - 02 NA ESTRADA

Playarte 140 min. 16 Anos Scope LEGENDADO

PROGRAMAÇÃO: Sexta 10/08/2012 - 18h - 20h40min Sábado 11/08/2012 - 14h30 - 18h - 20h40mim Domingo12/08/2012 - 14h30 - 18h - 20h40mim Quarta 15/08/2012 - 14h30 - 18h - 20h40mim Quinta 16/08/2012 - 14h30 - 18h - 20h40mim VALOR INGRESSOS: R$ 8,00 comunidade; R$ 4,00 estudantes, acima de 60 anos, crianças até 12 anos; R$ 3,00 na promoção de quarta, quinta-feira, sábados e domingos somente nas sessões da tarde. OBS: A programação das Salas de Audiovisual está disponível no site: blog: salasdeaudiovisualcei.blogspot.com - www.campobom. rs.gov.br

Fone: 3597-0435 - Av. Dos Estados, 1080 – Centro – CB


O Fato do Vale

GERAL

3

Sexta-feira, 03 de agosto de 2012.

Professor da rede municipal de Campo Bom entre os 10 melhores educadores do país

A

inovação aplicada à educação em Campo Bom novamente gerou reconhecimento nacional para a cidade. E mais uma vez quem teve destaque foi o professor de língua portuguesa da escola municipal Borges de Medeiros, Jorge Cesar Barboza Coelho, que com o projeto CBB Web TV, foi premiado como um dos 10 melhores educadores do país pelo Prêmio Victor Civita Educador Nota 10 da Fundação Victor Civita, criada pelo grupo Abril. O projeto, idealizado por Jorge, superou aproximadamente 2.500 trabalhos de educadores de todo o país, e se consagrou entre os 10 mais da premiação por realizar práticas educativas de sucesso dentro da sala de aula das turmas do 9º ano da escola.“Este prêmio foi focado nas experiências educacionais dentro da sala de aula e visou muito o aspecto pedagógico, ou seja, como o professor trabalha para alcançar os seus objetivos. Por exemplo, sei onde estou, sei onde quero chegar e qual vai ser a ponte para chegar lá, além de também valorizar muito a transformação dos alunos após a experiência”, explica Jorge. Além do reconhecimento nacional e visibilidade nos meios de comunicação do país, o professor irá receber como premiação R$ 15 mil, troféu, divulgação de seu trabalho na revista e no site Nova Escola e Gestão Escolar, além de participar de uma festa de gala em São Paulo, na semana do educador, entre dos dias 11 e 16 de outubro, onde ocorre a cerimônia de premiação na sala de eventos São Paulo, uma das mais bonitas do país. “Neste dia da premiação ainda vamos concorrer a um curso de pós-graduação que vai ser dado para um dos dez educadores nota 10, que será titulado como ‘Educador do Ano’”, explica o professor e complementa: “Estou muito feliz e orgulhoso da nossa educação. É uma honra fazer parte da Rede Municipal de Ensino de Campo Bom. Toda a inspiração e energia vêm daqueles professores que como eu são apaixonados pela Educação e fazem do seu trabalho sua vida, e também das minhas líderes, secretária Eliane dos Reis e minha diretora Morgana Rodrigues da Silva , que me energizam e, por isso, sempre quero voar mais alto com meus estudantes”. Segundo o professor, participar deste prêmio foi um grande processo de aprendizagem. “Participar do prêmio me gerou um retorno ótimo, principalmente do processo avaliativo. Aprendi muito, a cada etapa do processo eu pude olhar para a minha escrita e melhorá-la. Hoje posso dizer que meu trabalho evoluiu e se for reaplicado vai ser melhor que anteriormente. Colocar o projeto em algum prêmio é permitir que ele evolua com o olhar de outros profissionais”, ressalta. Esta é a segunda vez que o projeto CBB Web TV ganha destaque e orgulha o município. No ano passado o projeto da escola municipal Borges de Medeiros ganhou o prêmio Educadores Inovadores

promovido pela empresa Microsoft, que também fez de Campo Bom referência no exterior quando representou o Brasil no Fórum Mundial de Educação Inovadora, em Washington nos EUA, em novembro e também por ser a única concorrente a representar uma escola municipal no evento que reuniu mais de 120 países. O projeto foi parar nos Estados Unidos depois de vencer na categoria Inovação em Colaboração, na final nacional do prêmio realizada em São Paulo no mês de agosto de 2011.

Entenda sobre o projeto Segundo o professor de língua portuguesa Jorge Coelho, o projeto CBB Web TV surgiu de uma proposta pedagógica inovadora que atendesse às necessidades dos alunos no âmbito do estudo da língua portuguesa. “O projeto trabalha diretamente com alunos do 9º ano, mas envolve toda a escola e também a comunidade. Ele foi todo estruturado pelos estudantes e consiste em uma página da internet onde os alunos mantêm uma Web TV e onde são publicadas enquetes, votações on-line, trabalhos escolares e demais conteúdos que possam interessar à própria comunidade escolar e a esses jovens”, resume o professor. Conforme o professor além de trabalhar diretamente com as mídias, os alunos também realizaram importantes reflexões em sala de aula. “Fizemos reflexões em sala de aula a respeito das peculiaridades entre os gêneros discursivos do universo jornalístico como reportagem, notícia, entrevista e fizemos relação entre mídia impressa e televisiva e as experiências eram feitas utilizando recursos online”, explica. O projeto, que teve início em março de 2010, possui uma equipe fixa de nove alunos, que mobiliza outros alunos da escola a participarem das atividades. “Todo o conteúdo do blog e organização de tudo foi ideia dos alunos”, conta. Por meio do canal, os alunos fazem coberturas jornalísticas, elaboram matérias, fotografam, gravam e editam vídeos e ainda realizam transmissões ao vivo e interativas de eventos. A iniciativa também permite que os alunos trabalhem canais diferentes de comunicação e utilizem as diversas redes sociais como o Twitter, Facebook , Orkut e ainda o Youtube para divulgar o material. “O interessante do projeto é que eles não realizam as atividades somente para o professor corrigir, eles fazem as produções para um público real, que comenta e critica e a partir deste público a postura deles vai mudando, eles percebem que precisam evoluir, refinar o texto”, ressalta Jorge. Para o professor é de extrema importância que o educador ouse e experimente mais dentro da sala de aula. “O professor em sala de aula precisa ousar mais, experimentar mais e focar na realidade dele. Aqui em Campo Bom nós temos uma realidade muito positiva com muitas pos-

Representante da rede, professor Jorge Cesar Barboza Coelho, foi o único gaúcho entre os 10 mais do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10, uma das maiores premiações de Educação da América Latina

sibilidades e dessa forma cabe ao professor responder a essa infraestrutura. E este prêmio mostra que seguir por este caminho não vai ferir a educação tradicional, só vai valorizá-la ainda mais e melhorá-la”, finaliza. Confira o trabalho do projeto CBB Web TV no blog da escola http://borgescb.wordpress.com/. Saiba mais sobre o Prêmio O Prêmio Victor Civita Educador Nota 10 foi criado em 1998 e é a principal iniciativa da Fundação Victor Civita para a valorização do trabalho docente e a disseminação de práticas educativas de sucesso. Todo ano, são escolhidos dez professores e um gestor escolar, que ganham destaque no site e nas revistas Nova Escola e Gestão Escolar por seus trabalhos de excelência. Eles são selecionados por um grupo de renomados especialistas,

que analisa cada um dos milhares de projetos inscritos a cada edição. Conheça a Fundação Victor Civita A Fundação Victor Civita existe há 25 anos e se dedica a contribuir para a melhoria da qualidade do ensino no Brasil, sobretudo por meio da qualificação e valorização de professores da Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio). Criada em 1985 por Victor Civita, então presidente do Grupo Abril, os objetivos da fundação são lutar por um país onde não faltem escolas, bons professores, incentivo ao trabalho docente e materiais de apoio às práticas pedagógicas. O projeto tem como principais iniciativas as revistas Nova Escola e Gestão Escolar, o site de Nova Escola, o Prêmio Victor Civita – Educador Nota 10 e a Semana da Educação, bem como a sua área de estudos e pesquisas educacionais.

Agricultores aprendem novas técnicas Novas técnicas de cultivo e adubagem de hortaliças são o foco do curso Produção de Hortaliças Básico, promovido pela Prefeitura e voltado aos produtores rurais do município. O curso, que iniciou ontem, dia 7, e termina amanhã, 9, integra o projeto Campo Bom para colher, que tem o objetivo de capacitar a produção rural do município e garantir com isso mais qualidade nos alimentos que são adquiridos pela rede municipal de ensino para a merenda das escolas. O projeto tem como base o Centro Municipal de Educação Ambiental Nestor Weiler (Cemea), no bairro Metlzer, e promove diversos cursos de capacitação gratuitos aos agricultores familiares de Campo Bom. “Aqui se aprende muitas

coisas novas e diferentes, coisas que a gente tinha aprendido de outro jeito ou que a gente só sabia fazer na prática. Vendemos nossos produtos para o município e muita coisa aprendi no curso para melhorar. O curso também é muito bom para os jovens que querem trabalhar com isso, porque hoje em dia ninguém vai pra roça e aprende sozinho”, comenta a produtora rural Delci Elisa Dulius, 59. “Pretendo me reciclar, estou aprendendo técnicas novas que já vou usar no meu trabalho”, conta Edilson Flávio Potrich, 43, que é educador social no Horto Municipal e um dos 22 alunos do curso. O curso é realizado em parceria com o Emater e com o Serviço Nacional de Aprendizado Rural (Senar/RS).

Curso promovido pela Prefeitura integra o projeto Campo Bom para Colher


GERAL

4

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

O Fato do Vale

Mais reconhecimentos nacionais para educação

O

empenho e compromisso da Administração Municipal em oferecer uma educação de qualidade e escolas bem estruturadas, com professores qualificados para os alunos em Campo Bom, continuam rendendo grandes reconhecimentos para a cidade. Nos últimos dois meses mais três escolas municipais conquistaram reconhecimento nacional e tiveram seus trabalhos publicados com destaque em três conceituadas revistas voltadas para a educação no país. A escola infantil Amiguinho, do bairro Operária, teve o trabalho da professora Carla Castro, que uniu o ensino e a tecnologia, publicado na revista Guia Prático para Professores da Educação Infantil. Já a escola infantil Claudy Schaefer, do bairro Morada do Sol, com o projeto Um mundinho de sensações, da professora Lilia Deconto, teve destaque em publicação da revista Pátio. E o trabalho desenvolvido pelo oficineiro de grafite Jasom Souza com os alunos da escola fundamental 25 de Julho, do bairro 25 de Julho, teve destaque na revista Nova Escola. Com estes três reconhecimentos, mais uma vez a educação campo-bonense se destaca no país pelos projetos desenvolvidos nas escolas municipais e que resulta da dedicação dos professores e paixão pelo trabalho que tem total respaldo da Administração Municipal. 

Em apenas dois meses três trabalhos de escolas municipais de Campo Bom foram publicados em três grandes revistas nacionais voltadas à educação Nova Escola, Pátio e Guia Prático para Professores de Educação Infantil

Conheça mais sobre os trabalhos desenvolvidos nas escolas * Um mundinho de sensações na escola Claudy Schaefer Segundo a professora da escola de educação infantil Claudy Schaefer, Lilia Deconto, é nos primeiros anos de vida que a criança desenvolve suas capacidades cognitivas e emocionais que irão se estender para o resto de sua vida. Portanto, este período é de extrema importância para o desenvolvimento do ser humano e é um grande desafio para os professores. “Na educação infantil temos um grande desafio junto aos pequenos, pois eles exigem o máximo de atenção do professor. Crianças de 0 a 3 anos de idade demonstram uma necessidade maior de afeto e são muito mais dependentes dos adultos que as acompanham.”, explica a professora. Adaptar-se a um ambiente novo, neste caso a escola, é uma mudança muitas vezes difícil para as crianças, pensando nisso que a professora desenvolveu com uma turma de berçário II o projeto Um mundinho de sensações, que foi criado para oferecer aos bebês um ambiente diversificado, lúdico e atraente onde eles pudessem descobrir diferentes sensações por meio dos sentidos. Com o propósito de estimular os sentidos dos pequenos a professora criou o “corredor de sensações”. “O trabalho foi feito a partir de uma grande caixa transformada em um colorido corredor que foi decorado com fitas e objetos suspensos que pudessem ser manipulados livremente pelas crianças além de outras atividades que proporcionaram a alegria e socialização das crianças”, finaliza. Na revista o trabalho aparece como um exemplo criativo e lúdico.   * Aprendendo com a tecnologia na escola Amiguinho Acreditando que a tecnologia é um ótimo recurso didáMunicípio de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 187/2012

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão nomeados, a partir de 10 de agosto de 2012, os concursados abaixo relacionados, com seus respectivos cargos e Portarias, conforme Edital de Concurso Público nº 01/2011, de 11.02.2011: • Portaria nº 34.235/2012, de 08.08.2012, que nomeia ANDRE HENRIQUE KLOCK VICARI para o cargo de Professor Ensino Fundamental – Anos Finais – História - 14ª classificação; • Portaria nº 34.236/2012, de 08.08.2012, que nomeia GABRIELE PIZZATTO FIORAVANTI para o cargo de Professor Ensino Fundamental – Anos Finais – Educação Física – 20ª classificação. Fiquem os nomeados cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de revogação das presentes Portarias, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes das nomeações. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 08 de agosto de 2012. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

tico que torna a aprendizagem uma tarefa mágica que a professora Carla Castro, da escola de educação infantil Amiguinho, resolveu aliar a tecnologia com o ensino dos seus alunos do Jardim A. “Os computadores e outros materiais tecnológicos devem fazer parte do ambiente natural de aprendizagem das crianças, para que elas compreendam a sua funcionalidade respondendo às necessidades reais. Em uma sociedade tecnológica, o educador assume papel fundamental como mediador dessas aprendizagens”, explica a professora. Utilizando as tecnologias disponíveis na escola como notebook, programas de computador, maquina fotográfica e também a mesa educativa alfabetizadora que há em todas as escolas da rede a professora desenvolveu diversas atividades, que além de proporcionarem o aprendizado tecnológico, desenvolveram conhecimentos em matemática, leitura e escrita por exemplo. “Fizemos muitas atividades aliando o ensino e tecnologia como por exemplo recortar de revistas letras que compunham o nome de cada um e após isso digitar o próprio nome no computador. Também fizemos uma atividade em que eles tiravam as fotografias e depois montavam uma apresentação no Power Point”, conta Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 186/2012

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que será nomeada, a partir de 10 de agosto de 2012, a concursada abaixo relacionada, com seu respectivo cargo e Portaria, conforme Edital de Concurso Público nº 01/2009, de 11.09.2009: • Portaria nº 34.234/2012, de 08.08.2012, que nomeia VANESSA CARINE FAUTH para o cargo de Professor Componente Curricular – Língua Portuguesa - 35ª classificação. Fique a nomeada ciente de que tem o prazo de 15 (quinze) dias para tomar posse, sob pena de revogação da presente Portaria, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes da nomeação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 08 de agosto de 2012. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

a professora.   * A arte do grafite na escola 25 de Julho Os muros da escola 25 de Julho estão mais coloridos desde que o oficineiro de grafite Jasom Souza começou a trabalhar com os alunos do 6º ao 9° ano da escola. Com o objetivo de falar sobre a história dessa manifestação artística, apresentar os trabalhos de grafite para os jovens e discutir sobre o uso do espaço coletivo para esta arte é que Jasom começou a ministrar oficinas de grafite no contraturno escolar. “Existem pinturas nos muros ao redor da escola e em toda a cidade. Achei que era preciso discutir sobre isso”, explica. A partir disso ele elaborou um projeto com pesquisas, estudos da técnica e também o grafite na escola. Ao observar as referências de outros artistas os alunos ampliaram o repertório e analisaram as características de vários grafiteiros. Jasom também apresentou vídeos de artistas produzindo, assim como trechos de entrevistas em que eles explicavam suas criações e inspirações. “Os alunos planejaram seus desenhos no papel para somente após isso colocar no muro. Esta etapa do trabalho proporcionou uma melhor avaliação e o aperfeiçoamento da técnica”, explica o oficineiro. Na hora da produção cada grupo de alunos usou tinta spray e pôde grafitar em três metros de muro na escola onde puderam esbanjar sua criatividade.  Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

AVISO DE LICITAÇÃO CREDENCIAMENTO PÚBLICO Nº 001/12

Objeto da Licitação: Concessão Onerosa de 03 (três) espaços físicos destinados à alimentação, situados no Largo Irmãos Vetter, Rua Tiradentes, bairro Centro, neste Município. Dia 17/08/2012 às 13h30min. Local de Apresentação dos Envelopes: Departamento de Licitações e Compras no Centro Administrativo Municipal – Avenida Independência, 800 – Centro – Campo Bom/RS. Retirada dos Editais: O Edital e demais informações deverão ser retirados no Departamento de Licitações e Compras, entre as 12h30min e 18h30min, de segunda a sexta-feira, diretamente ou através do telefone (51) 3598-8690. Campo Bom, 06 de agosto de 2012. Rosa de L. S. Boufleur, Presidente da Comissão de Licitações.


GERAL

O Fato do Vale

5

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

Festival de Música Gospel no dia 18

J

á estão selecionadas as bandas campobonenses que irão disputar a 3ª edição do Festival de Música Gospel de Campo Bom. Do total de inscritos, 12 foram selecionados para a etapa classificatória que está marcada para o dia 18 de agosto, a partir das 19h no auditório Marlise Saueressig, no complexo cultural do Centro de Educação Integrada (CEI). Neste dia, as bandas se apresentarão ao vivo para a comissão julgadora formada por nomes experientes no cenário musical: Newton Macedo, Ramon Stein e Sandro Souza. Será também neste dia 18 que haverá a gravação ao vivo do DVD do Festival. Na última semana esta mesma equipe de jurados foi responsável pela seleção das 12 bandas que tocarão no dia 18. A comissão se encontrou na sede do Centro Administrativo no último dia 31, onde avaliou todos os inscritos levando em consideração quatro quesitos: letra, ritmo, arranjo e interpretação. Segundo o jurado Sandro de Souza, 41 anos, violinista da Orquestra da Unisinos e da Universidade de Caxias do Sul (UCS), esta edição do festival está com grande qualidade. “O festival é muito válido, pois dá oportunidade para os músicos locais tocarem suas próprias canções e mostrar realmente seu trabalho. É a primeira vez que participo de um festival deste estilo e Campo Bom está de parabéns pela qualidade das músicas inscritas”, ressalta. Para o jurado Ramon Stein, 25 anos, clarinetista e diretor artístico da Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo, o festival é de grande importância, pois dá espaço para os músicos da cidade mostrarem seu talento. “Este festival é de grande importância para o estilo gospel, pois normalmente as bandas só tem o espaço da congregação para tocar e este evento oportuniza ampliar o público e mostrar os talentos da cidade, é muito positivo”, reforça Ramon. Os 5 finalistas do concurso e que serão definidos neste dia 18, se apresentarão na final que ocorre em dezembro, durante a programação do Natal da

Integração, no Largo Irmãos Vetter. Todos os cinco finalistas do festival campo-bonense receberão prêmios em dinheiro e troféus e participam de um DVD do Festival. Para mais informações o regulamento do festival pode ser acessado no site da Prefeitura (www. campobom.rs.gov.br).   Confira as bandas classificadas para se apresentarem no dia 18: 

BANDA MÚSICA Céu e Terra Simão Cirineu Ecomus Perdão Perfeito

Escuderia Reviveu Geração de Davi Além da Multidão Holy House Caminho Hif Ainda Creio Lucas 1.37 Jesus é Vida Lord Selado Only Way Em teus Braços Life in Heaven Caminhando sobre a Promessa Parusia Enquanto eu viver Presença Ágape Teu amor

Crédito de foto: Caroline Pilger

Doze bandas selecionadas pelo juri se apresentam no palco do auditório Marlise Saueressig, no CEI, a partir das 19h

O jornal que vira fera pelo leitor l

na r o J

OFATO

Divulgue a sua empresa em nosso jornal

Para maiores informações:

3598.6411 - 3559.5411

jornal.js@netwizard.com.br - www.jornaljs.com.br Rua Lima e Silva 29 - Sala 3 - Centro de Campo Bom


6

GERAL

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

O Fato do Vale

Garibaldi, terra do champagne Garibaldi está localizada a 105 quilômetros de Porto Alegre e é um município com características peculiares. Colonizado por imigrantes italianos, teve forte influência da cultura francesa, transmitida pelas congregações religiosas de origem francesa, responsáveis pela educação dos habitantes, durante décadas. Além disso, veio a receber o aporte dos sírio-libaneses, no que diz respeito ao comércio. Esses são alguns dos fatores que contribuíram para o Garibaldi de hoje. Um município com diversidade econômica e cultural, rico de história e memória. O gosto da França na mesa do Brasil Engenheiro e agrimensor, Manoel Peterlongo vindo com sua família de Trento, no Tirol italiano, além de ajudar a fazer o traçado da cidade de Garibaldi, produziu o primeiro champanha do Brasil. O produto, obtido por meio de sábias misturas de vinhos de qualidades complementares e submetidas a uma fermentação em garrafas era o sonho maior do técnico, que desejava produzir em Garibaldi um vinho que tivesse a mesma qualidade daquele que estava habituado a beber na Europa. O sonho de Peterlongo começou a criar suas próprias raízes em 1913, quando o homem que traçou os primeiros rumos da industrialização do Município, utilizando-se de um processo natural de fermentação (champenoise), criado pelo abade francês Don Pérignon, onde o vinho-base era colocado nas garrafas, juntamente com a adição de licor de tirage e leveduras selecionadas, produziu o primeiro champanha brasileiro. No mesmo ano, a qualidade do novo produto já era reconhecida publicamente, ao ganhar a Medalha de Ouro na Exposição de Uvas, na qual foi gravado: “Bendita a terra a que este sangue aquece”. Com o falecimento de Manoel, em 1924, o comando da Casa Peterlongo passou para o filho Armando, que ampliou o estabelecimento, de acordo com o melhor padrão europeu, com uma cantina de 10.000m2, com túneis em granito. Ele preparou a empresa para o salto que viria depois: a modesta organização de trabalho baseada na participação comunitária da família se transformaria numa grande empresa, conquistando o mercado nacional, a partir de 1930. A crise econômica da década de 30 invibializou a produção artesanal e, por causa do alto custo operacional e comercial, o Estabelecimento Vinícola Armando Peterlongo adotou o processo charmat, onde o vinho-base era levado a fermentar a uma temperatura de 13º a 15ºC, em recipiente de aço inox com capacidade de 5 a 10 mil litros, sendo que no ano de 1942 realizava a primeira exportação do produto (Magazine Macy’s de Nova Iorque). Conheça o Roteiro do Champagne A aposta na divulgação da trajetória de pioneirismo que rendeu à Peterlongo a condição de primeiro Cham-

pagne do Brasil é o destaque do Roteiro do Champagne, novidade que a vinícola apresentou ao público no mês de julho. O projeto é um passeio que resgata a história da elaboração da bebida no país, protagonizada pela família Peterlongo há 95 anos. Sua apresentação é resultado de três anos de trabalho de pesquisa e da aplicação de aproximadamente R$ 200 mil na revitalização de espaços internos. A proposta foi idealizada para incrementar o rol de atrações histórico-culturais disponíveis aos visitantes na cidade de Garibaldi. Como é o roteiro A viagem ao ‘Mundo do Champagne’ está dividida em sete espaços temáticos: Fermentação; Pipas de Guarda; Barris de Carvalho; Espaço de Guarda; Museu de Época; 1ª Cave Subterrânea do Brasil e Túnel Histórico. Durante aproximadamente 50 minutos de visitação às instalações da vinícola, é possível aprender as diferenças entre os três métodos de elaboração do produto (Charmat, Champenoise e Asti) e conferir como eram as primeiras máquinas utilizadas na fabricação da bebida há quase cem anos. O visitante também pode conhecer detalhes sobre a vida de Manoel Peterlongo, patriarca que iniciou a produção do champagne, e de seu filho, Armando, responsável pela expansão do negócio familiar e um dos promotores do desenvolvimento do município de Garibaldi. O roteiro revela, ainda, detalhes da construção da 1ª Cave Subterrânea do Brasil, que fica na vinícola. Resultado do projeto de um engenheiro francês, a obra segue a direção do vento Minuano, criando, naturalmente, um ambiente subterrâneo com a combinação ideal de umidade, luminosidade e baixas temperaturas para a elaboração do método champenoise (processo de fermentação na própria garrafa). Desse conjunto de características nasceu o primeiro champagne do Brasil, que rendeu à Peterlongo a condição de pioneira na fabricação da bebida. A visitação ao Roteiro do Champagne está disponível na vinícola a todos os interessados. O passeio é gratuito. O agendamento de horários pode ser feito pelo fone 54. 3462 1355. Um resgate das histórias

das famílias e do cultivo da uva A Rota das Cantinas é um convite que resgata histórias de famílias que herdaram a arte em fazer da uva o centro de toda uma cultura. Uma paisagem deslumbrante, emoldurada por vinhas e colinas, rodeada de aromas e de uma arquitetura ímpar, que faz renascer as histórias do “nonno”, o cheirinho da comida da “nonna” e as lembranças de um tempo ainda tão presente. Com o cuidado que alia amor e conhecimento pela terra onde se vive, a produção artesanal caminha lado a lado com a tecnologia, oferecendo produtos únicos que enaltecem o melhor de nossas videiras. A tradição e a hospitalidade de nossa gente irá conduzir você a passear entre os vinhedos, conhecer nossas cantinas, degustar nossos produtos e saborear uma gastronomia típica, em ambientes acolhedores, cercados de história e sensações únicas! Os melhores aromas, sabores e histórias da nossa colonização O vigor da colonização italiana sempre rendeu os melhores aromas, sabores, as melhores histórias e a paixão por conhecer a cultura que estabeleceu a atitude encantadora da Serra Gaúcha. E para oferecer aos visitantes o prazer de desfrutar a paixão pelas coisas da terra, que cinco comunidades: Santo Antônio do Araripe, Linha Araújo e Souza, São Jorge, Marcílio Dias e Santo Alexandre desenvolveram o projetoEstrada do Sabor, um passeio entre vinhas e vales, passando por grutas e capitéis, degustando os produtos coloniais sem esquecer os bons vinhos da terra. Tudo produzido com matéria prima cultivada em cada propriedade. Fonte: http://www.garibaldi.rs.gov.br/index/


O Fato do Vale

Vamos brincar?

GERAL

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

7


Cinco anos da Farra das Diárias O Fato do Vale

GERAL

8

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

N

a última segunda- ciações de Bairros e Vilas de -feira ( 06.08),  Campo Bom (UABV) e  assoos movimentos ciações de bairro  realizaram comunitários li- uma vigília cívica na frente do derados pela União das Asso- Fórum de Campo Bom para Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL Nº 3.898/2012, de 07 de agosto de 2012.

AUTORIZA O RECEBIMENTO DE BENS EM DOAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte: L E I: Art. 1º. – É o Poder Executivo Municipal autorizado a receber em doação graciosa, (10) dez mesas com bancos acoplados, da empresa BOX PRINT GRUPOGRAFF LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº 92750629/0001-77, Inscrição Estadual sob nº 019/0069198, com sede na Avenida dos Municípios, 5238, Bairro Santa Lúcia, Campo Bom/RS. Art. 2º - Os bens doados serão incorporados ao Patrimônio Municipal. Art. 3º. - Esta Lei entrará em vigor na data da respectiva publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 07 de agosto de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, FAISAL MOTHCI KARAM, Secretária Municipal Prefeito Municipal. de Administração.

lembrar os cinco anos da Farra das Diárias do qual a cidade foi noticia nacional. Na ocasião o Ministério Público liderado pelo promotor Flávio Duarte e uma força tarefa indiciaram vereadores – Milico, Alexandre Hoffmeister, Zé Orth, Nelson Moraes, Francisco dos Santos “ Chiquinho”, Marlene Bett, Joceli Fragoso, além do diretor da Câmara na época Deoclécio Schuetz e assessores parlamentares.  Dentre as acusações estão formação de quadrilha, peculato e desvio de recursos (diárias em cursos dos quais não participavam)   UABV cobra agilidade da Justiça A Farra das Diárias aconteceu em 20 de agosto de 2007 e já são cinco anos de um processo lento, onde até o momento ninguém foi julgado.  A UABV  movimentou um grupo de lideranças comunitárias que na frente do Fórum portavam cartazes e cantavam palavras de ordem, bem como, levaram até a frente do Poder

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

LEI MUNICIPAL Nº 3.897/2012, de 07 de agosto de 2012.

ABRE CRÉDITO ESPECIAL E REDUZ DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, tendo a Câmara Municipal de Vereadores, aprovado, sanciona e promulga a seguinte:

L E I: Art. 1°. O Poder Executivo Municipal fica autorizado a abrir Crédito Especial no valor de R$10.000,00 (dez mil reais), sob a seguinte classificação orçamentária: 0603.12.361.0047.2.057.4.4.90.61.00.00.00 Manutenção da Educação Fundamental – MDE Despesa 422057 R$ 10.000,00 Parágrafo único. Servirá de recurso para a cobertura do Crédito Especial aberto na forma do artigo 1º desta Lei, a redução de igual valor da seguinte dotação orçamentária: 0604.12.365.0051.2.071.4.4.90.61.00.00.00 Manutenção da Educação Infantil – F UNDEB Despesa 422071 R$ 10.000,00 Art. 2º. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 07 de agosto de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, FAISAL MOTHCI KARAM, Secretária Municipal Prefeito Municipal. de Administração. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.332/2012, de 26 de julho de 2012.

Judiciário um bolo com velinha e tudo para lembrar o cinco anos desta página triste e caótica da história política de Campo Bom. O presidente da UABV, Sandro dos Santos encaminhou e protocolou uma

carta  em nome da UABV solicitando agilidade da Justiça com relação ao processo da Farra das Diárias. Após cantar o parabéns a você, o grupo formado por aproximadamente 50 pessoas seguiu até

a Câmara de Vereadores onde  também realizou um protesto portando cartazes cobrando agilidade no processo, uma vez que a maioria dos “farristas”  são vereadores eleitos ou estão concorrendo novamente.

Bolo na frente do Fórum lembra  cinco anos de impunidade da Farra das Diárias. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.333/2012, de 26 de julho de 2012.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado conforme parágrafo 1º, inciso IV do artigo 4º da Lei Municipal nº 3.802/2011 de 13/12/2011.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 68.400,00 (sessenta e oito mil e quatrocentos reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0401.04.122.0004.2.023.3.1.90.16.00.00.00 – Coordenação e Manutenção dos Serviços – Desp. 72023.............................. R$ 6.400,00 0604.12.365.0051.2.071.3.1.90.16.00.00.00 – Manutenção da Educação Infantil FUNDEB – Desp. 72071............................ R$ 8.000,00 0604.12.367.0052.2.098.3.1.90.11.00.00.00 – Manut.da Educação Especial Fundam.FUNDEB – Desp. 52098..................... R$ 54.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0401.04.122.0004.2.023.3.1.90.34.00.00.00 – Coordenação e Manutenção dos Serviços – Desp. 82023.............................. R$ 6.400,00 0604.12.361.0047.2.066.3.1.90.05.00.00.00 – Manutenção da Educação Fundamental FUNDEB – Desp. 42066.................. R$ 62.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 26 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.328/2012, de 23 de julho de 2012.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.802/2011 de 13 de dezembro de 2011.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.802/2012 de 13/12/2011.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 48.000,00 (quarenta e oito mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias:

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 18.000,00 (dezoito mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias:

0401.04.122.0004.2.023.3.3.90.36.00.00.00 – Coordenação e Manutenção dos Serviços – Desp. 292023......................... R$ 20.000,00 0401.15.451.0009.2.028.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção de Prédios Públicos – Desp. 242028........................................ R$ 10.000,00 0603.12.361.0047.2.057.3.3.90.36.00.00.00 – Manutenção da Educação Fundamental MDE – Desp. 292057................... R$ 11.000,00 0903.18.541.0064.2.151.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção da Usina de Reciclagem – Desp. 302151................................ R$ 7.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0401.04.122.0006.2.026.3.3.90.39.00.00.00 – Serviço de Atos Oficiais – Desp. 302026...................................................... R$ 10.000,00 1202.22.661.0113.2.173.4.4.90.51.00.00.00 – Promoção de Crescimento Econômico – Desp. 402173............................... R$ 38.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 26 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

0606.12.361.0047.2.080.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação Fundamental – Desp. 412080.................... R$ 4.000,00 0606.12.361.0118.2.077.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar Fundamental FNDE – Desp. 242077.......... R$ 4.000,00 0803.10.301.0107.2.123.3.3.90.30.00.00.00 – Atendimento ao FMS/Faturas – Desp. 242123................................................. R$ 10.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0606.12.361.0047.2.080.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação Fundamental – Desp. 302080............. R$ 8.000,00 0803.10.301.0107.2.123.3.3.90.39.00.00.00 – Atendimento ao FMS/Faturas – Desp. 302123.......................................... R$ 10.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 23 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.


Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 188/2012

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão nomeadas, a partir de 10 de agosto de 2012, as concursadas abaixo relacionadas, com seus respectivos cargos e Portarias, conforme Edital de Concurso Público nº 03/2011, de 30.12.2011: • Portaria nº 34.237/2012, de 08.08.2012, que nomeia LUCIANE BENTES DE AZEVEDO POCHMANN para o cargo de Fiscal Municipal - 2ª classificação; • Portaria nº 34.238/2012, de 08.08.2012, que nomeia MARCIA BARBOSA SOARES para o cargo de Assistente Administrativo – 14ª classificação. Fiquem as nomeadas cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de revogação das presentes Portarias, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes das nomeações. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 08 de agosto de 2012. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 185/2012

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, e considerando o disposto no Art. 9º da Lei Municipal nº 2.409/2003, de 13.01.2003, e a publicação do Edital nº 175/2012, de 17.07.2012, no jornal O Fato do Vale, na edição do dia 20.07.2012, outorgando aos nomeados o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de serem tornados sem efeito os atos de nomeações, com perda de todos os direitos relativos ao concurso realizado conforme Edital de Concurso nº 01/2011, de 11.02.2011, e considerando também o certificado emitido pelo Departamento de Pessoal, NOTIFICA, pelo presente Edital, que foram revogadas as portarias de nomeações abaixo relacionadas, em virtude do não comparecimento para assinatura do Termo de Posse ou da assinatura do Termo de Desistência da vaga, para o cargo ao qual prestou Concurso Público: • Portaria nº 33.331/2012, de 17.07.2012, que nomeou RENAN VIGOLO DA SILVA para o cargo de Professor Ensino Fundamental – Anos Finais – Educação Física - 19ª classificação; • Portaria nº 33.332/2012, de 17.07.2012, que nomeou ELISA BENDER COSWIG para o cargo de Professor Ensino Fundamental – Anos Finais – Matemática – 2ª classificação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 08 de agosto de 2012. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EXTRATO DA PORTARIA Nº 34.198/2012, de 1º de agosto de 2012.

APOSENTA SERVIDOR. A DIRETORA DE PREVIDÊNCIA DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CAMPO BOM – IPASEM/CB, no uso de suas atribuições legais, conforme o Decreto nº 5.154/2011, de 14 de setembro de 2011 e de conformidade com o que estabelece o Art. 6° da Emenda Constitucional n° 41/2003, de 19.12.2003,

RESOLVE: Conceder aposentadoria voluntária ao servidor OTÁVIO DE SOUZA, matrícula nº 3095, Vigia, Nível Básico, subfaixa 4, lotado na Secretaria Municipal de Administração, regime jurídico único – estatutário, carga horária de 44 horas semanais, com proventos mensais integrais, no valor total com base no artigo 28 da Lei Municipal nº. 3.844/2012, compostos das vantagens de 20%, relativos à subfaixa 4, nos termos do artigo 7o da Lei Municipal nº 2.412/2003, combinado com os artigos 2o e 3o da Lei Municipal nº 2.441/2003 e a Lei Municipal nº 2.643/2004, a vantagem pessoal, correspondente ao percentual de 15,2777%, incorporados nos termos dos parágrafos 1°, 2° e 3° do artigo 32 da Lei Municipal nº 2.046/2000 e a parcela complementar da diferença decorrente da incorporação de vantagens pessoais, conforme artigo 146, parágrafo único da Lei Municipal nº 2.409/2003, combinado com a Lei Municipal nº 2.412/2003 e a Lei Municipal nº 2.441/2003, nos termos da Constituição Federal, com a redação dada pela Emenda Constitucional nº 41/2003, a ser custeada pelo Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom IPASEM/CB, a partir de 1º de agosto de 2012. Gabinete da Diretoria de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB, 1º de agosto de 2012. GREICE GOMES DA SILVA HOERLLE, DIRETORA DE PREVIDÊNCIA DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CAMPO BOM – IPASEM/CB. De Acordo: FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

GERAL

O Fato do Vale

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

Jornal O Fato

ATOS OFICIAIS Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EXTRATO DA PORTARIA Nº 34.202/2012, de 02 de agosto de 2012.

CONCEDE PENSÃO POR MORTE. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com o que estabelece o Art. 40, parágrafo 7o, inciso I, da Constituição Federal, com a redação dada pela Emenda Constitucional nº. 41/2003, de 19.12.2003

RESOLVE: Conceder pensão por morte, a contar de 06/07/2012, à MARIA DOS ANJOS DA COSTA SILVA (esposa), beneficiária de EDISON DA SILVA, matrícula nº 768, Pedreiro, Nível Básico, subfaixa 8, lotado na Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito, regime jurídico único – estatutário, carga horária de 44 horas semanais, no valor total com base no artigo 28 da Lei Municipal nº 3.844/2012, compostos das vantagens de 40%, relativos à subfaixa 8, nos termos do artigo 7o da Lei Municipal nº 2.412/2003 combinado com os artigos 2o e 3o da Lei Municipal n° 2.441/2003, o valor correspondentes ao percentual de 29,7222%, incorporados nos termos dos parágrafos 1o, 2o e 3o do artigo 32 da Lei Municipal nº 2.046/2000 e a parcela complementar da diferença decorrente da incorporação de vantagens pessoais, conforme artigo 146, parágrafo único da Lei Municipal n° 2.409/2003, combinado com a Lei Municipal nº 2.412/2003 e a Lei Municipal n° 2.441/2003, correspondente ao total dos proventos proporcionais a dez mil, quatrocentos e noventa e sete dias (10.497/12.775), que o servidor percebia na data do seu falecimento (06/07/2012), conforme óbito nº. 099085 01 55 2012 4 00070 076 0019798 05, do Registro Civil das Pessoas Naturais da segunda zona da Comarca de Novo Hamburgo/RS, a ser custeada pelo Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom - IPASEM/CB. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 02 de agosto de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

9

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EXTRATO DA PORTARIA Nº 34.199/2012, de 02 de agosto de 2012. REVISA PROVENTOS A DIRETORA DE PREVIDÊNCIA DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CAMPO BOM – IPASEM/CB, no uso de suas atribuições legais conforme o Decreto nº 5.154/2011, de 14 de setembro de 2011, e de conformidade com o que dispõe o artigo 7º da Emenda Constitucional nº. 41/2003, considerando os termos da Lei Municipal nº. 2.412/2003, de 16/01/2003,

RESOLVE: Declarar revisado, desde 01 de janeiro de 2003, o ato de retificação da aposentadoria do servidor EDISON DA SILVA, Portaria nº 21.439/2003, de 27.08.2003, revisado pela Portaria nº 21.440/2003, de 27.08.2003, nos seguintes termos: “conceder aposentadoria por invalidez permanente ao servidor EDISON DA SILVA, matrícula nº 768, pedreiro, nível básico, subfaixa 8, regime jurídico único – estatutário, carga horária de 44 horas semanais, lotado na Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito, com proventos mensais proporcionais a dez mil, quatrocentos e noventa e sete dias (10.497/12.775), no valor total com base no artigo 16 da Lei Municipal nº 2.412/2003, compostos das vantagens de 40%, relativos à subfaixa 08, nos termos do artigo 7o da Lei Municipal nº 2.412/2003, combinado com os artigos 2o e 3o da Lei Municipal nº 2.441/2003, a vantagem pessoal, correspondente ao percentual de 29,7222%, incorporados nos termos dos parágrafos 1o, 2o e 3o do artigo 32 da Lei Municipal nº 2.046/2000 e a parcela complementar da diferença decorrente da incorporação de vantagens pessoais, conforme artigo 146, parágrafo único da Lei Municipal n° 2.409/2003, combinado com a Lei Municipal n° 2.412/2003 e a Lei Municipal nº 2.441/2003, a ser custeada pelo Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB.” Gabinete da Diretoria de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB, 02 de agosto de 2012. GREICE GOMES DA SILVA HOERLLE, Diretora de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB. De Acordo: FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EXTRATO DA PORTARIA Nº 34.200/2012, de 02 de agosto de 2012.

EXTRATO DA PORTARIA Nº 34.201/2012, de 02 de agosto de 2012.

REVISA PROVENTOS. A DIRETORA DE PREVIDÊNCIA DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CAMPO BOM – IPASEM/CB, no uso de suas atribuições legais conforme o Decreto nº 5.154/2011, de 14 de setembro de 2011, e de conformidade com o que dispõe o artigo 7º da Emenda Constitucional nº 41/2003, considerando os termos da Lei Municipal nº 2.769/2005, de 22/02/2005:

REVISA PROVENTOS. A DIRETORA DE PREVIDÊNCIA DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CAMPO BOM – IPASEM/CB, no uso de suas atribuições legais conforme o Decreto nº 5.154/2011, de 14 de setembro de 2011, e de conformidade com o que dispõe o artigo 7º da Emenda Constitucional nº. 41/2003, considerando os termos da Lei Municipal nº. 3.844/2012, de 03.04.2012,

RESOLVE: Declarar revisado, desde 01 de março de 2005, o ato de retificação da aposentadoria do servidor EDISON DA SILVA, Portaria nº 21.439/2003, de 27.08.2003, revisado pelas Portarias nº 21.440/2003, de 27.08.2003 e nº 34.199/2012, de 02.08.2012, nos seguintes termos: “conceder aposentadoria por invalidez permanente ao servidor EDISON DA SILVA, matrícula nº 768, pedreiro, nível básico, subfaixa 8, regime jurídico único – estatutário, carga horária de 44 horas semanais, lotado na Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito, com proventos mensais proporcionais a dez mil, quatrocentos e noventa e sete dias (10.497/12.775), no valor total com base no artigo 2° da Lei Municipal nº 2.769/2005 combinado com a Lei Municipal n° 2.773/2005, compostos das vantagens de 40%, relativos à subfaixa 08, nos termos do artigo 7o. da Lei Municipal nº. 2.412/2003, combinado com os artigos 2o e 3o da Lei Municipal nº 2.441/2003, a vantagem pessoal, correspondente ao percentual de 29,7222%, incorporados nos termos dos parágrafos 1o, 2o e 3o do artigo 32 da Lei Municipal nº. 2.046/2000 e a parcela complementar da diferença decorrente da incorporação de vantagens pessoais, conforme artigo 146, parágrafo único da Lei Municipal n° 2.409/2003, combinado com a Lei Municipal n° 2.412/2003 e a Lei Municipal nº 2.441/2003, a ser custeada pelo Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB.” Gabinete da Diretoria de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB, 02 de agosto de 2012. GREICE GOMES DA SILVA HOERLLE, Diretora de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB.

RESOLVE: Declarar revisado, desde 01 de abril de 2012, o ato de retificação da aposentadoria do servidor EDISON DA SILVA, Portaria nº 21.439/2003, de 27.08.2003, revisado pelas Portarias nº 21.440/2003, de 27.08.2003, nº 34.199/2012, e nº 34.200/2012, de 02.08.2012, nos seguintes termos: “conceder aposentadoria por invalidez permanente ao servidor EDISON DA SILVA, matrícula nº 768, pedreiro, nível básico, subfaixa 8, regime jurídico único – estatutário, carga horária de 44 horas semanais, lotado na Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito, com proventos mensais proporcionais a dez mil, quatrocentos e noventa e sete dias (10.497/12.775), no valor total com base no artigo 28 da Lei Municipal nº 3.844/2012, compostos das vantagens de 40%, relativos à subfaixa 08, nos termos do artigo 7o da Lei Municipal nº 2.412/2003, combinado com os artigos 2o e 3o da Lei Municipal nº 2.441/2003, a vantagem pessoal, correspondente ao percentual de 29,7222%, incorporados nos termos dos parágrafos 1o, 2o e 3o do artigo 32 da Lei Municipal nº 2.046/2000 e a parcela complementar da diferença decorrente da incorporação de vantagens pessoais, conforme artigo 146, parágrafo único da Lei Municipal n° 2.409/2003, combinado com a Lei Municipal n° 2.412/2003 e a Lei Municipal nº 2.441/2003, a ser custeada pelo Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB.” Gabinete da Diretoria de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB, de 02 de agosto de 2012. GREICE GOMES DA SILVA HOERLLE, Diretora de Previdência do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Campo Bom – IPASEM/CB.

De Acordo: FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

De Acordo: FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.


GERAL

10

O Fato do Vale

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

Inscrições para Corte 2013 são prorrogadas

A

s interessadas em concorrer ao título de Musa e Madrinhas da 5ª edição da Festa do Sapato de Campo Bom poderão se inscrever até o próximo dia 17 de agosto. Para concorrer, as candidatas precisam ter no mínimo 16 anos completos até 17 de agosto, residir em Campo Bom (anexar comprovante de residência); no mínimo estar cursando o 1º ano do Ensino Médio, com  comprovante de frequência; ser solteira, não viver em união estável e não ter filhos.  As

candidatas devem  apresentar desenvoltura e boa capacidade de expressão; demonstrar conhecimento e disponibilidade para aprender particularidades sobre o calçado e a cidade de Campo Bom; ter disponibilidade e responsabilidade para acompanhar os comitês nas visitas de divulgação do evento; participar efetivamente nos dias de realização da Festa do Sapato. Para a ficha de inscrição é necessário adicionar fotos preferencialmente coloridas. Se forem enviadas em arquivo digital

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.331/2012, de 24 de julho de 2012. ABRE CRÉDITO ESPECIAL E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, e autorizado pela Lei Municipal nº 3.893/2012 de 24 de julho de 2012. DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir Crédito Especial até o valor de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais), sob a seguinte classificação orçamentária: 0803.10.301.0107.1.017.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação de Academia da Saúde – Desp. 401017

R$

80.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para a cobertura do Crédito Especial aberto no Artigo 1º deste Decreto, o valor de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) recebido do Ministério da Saúde, através do Fundo Nacional da Saúde, dentro do Programa Academia da Saúde, criado pela Portaria GM/MS nº 719/2011. Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 24 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.329/2012, de 24 de julho de 2012. ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.891/2012 de 24 de julho de 2012. DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 1.185.000,00 (um milhão, cento e oitenta e cinco mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0602.12.365.0118.2.206.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar Infantil – Desp. 242206.......................................R$ 750.000,00 0606.12.361.0118.2.078.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar – Desp. 242078..................................................R$ 290.000,00 0606.12.365.0118.2.204.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar Infantil FNDE – Desp.242204.............................R$ 145.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0301.04.122.0004.2.019.3.3.50.41.00.00.00 – Auxílio à Entidades – Desp. 152019........................................................................R$ 50.000,00 0603.12.367.0052.2.052.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Educação Especial Fundamental MDE – Desp. 242052................R$ 20.000,00 0603.12.367.0052.2.052.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção da Educação Especial Fundamental MDE – Desp. 302052................R$ 30.000,00 0604.12.361.0047.1.011.4.4.90.51.00.00.00 – Constr.e Ampliação de Prédios Educ.Fundam.FUNDEB – Desp. 401011...............R$ 150.000,00 0604.12.361.0047.2.066.3.1.90.16.00.00.00 – Manutenção da Educação Fundamental FUNDEB – Desp. 72066..........................R$ 50.000,00 0605.13.392.0054.2.073.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção de Núcleos Culturais – Desp. 242073.................................................R$ 30.000,00 0605.13.392.0054.2.073.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção de Núcleos Culturais – Desp. 302073.................................................R$ 30.000,00 0605.13.392.0054.2.075.3.1.90.11.00.00.00 – Manutenção da Biblioteca e do Centro de Ludicidade – Desp. 52075.....................R$ 150.000,00 0607.08.243.0027.2.083.4.4.90.51.00.00.00 – Manutenção dos Direitos da Ciança e do Adolescente – Desp. 402083..................R$ 50.000,00 0705.16.482.0059.2.108.4.4.90.51.00.00.00 – Atendimento ao Fundo Municipal de Habitação – Desp. 402108............................R$ 150.000,00 0901.04.127.0057.1.025.4.4.90.61.00.00.00 – Aplicação do Plano Diretor – Desp.421025..............................................................R$ 50.000,00 0902.15.451.0069.2.138.4.4.90.51.00.00.00 – Conservação da Ciclovia – Desp. 402138...............................................................R$ 190.000,00 0903.25.752.0067.1.034.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação.Ampl.e Melhoria Rede Iluminação Pública – Desp. 401034................R$ 185.000,00 1301.18.541.0063.2.190.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do Fundo de Defesa do Meio Ambiente – Desp. 242190....................R$ 50.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 24 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

é necessário que estejam em alta resolução (300dpi). De acordo com a Coordenadora do Comitê Social, Gênifer Engers, que já foi uma das Madrinhas, integrando a Corte de 2007, observa que a Musa em primeiro lugar precisa ter em mente que ela será a representante do povo campo-bonense. “Que tenha gra-

ça, simpatia, seja afável com os moradores e com os turistas. Que divulgue a Festa com garra e entusiasmo”,  A ficha de inscrição – que pode ser solicitada pelo e-mail festadosapato@sinos.net,  deverá ser entregue com foto na sede da Fundação Cultural de Campo Bom, junto ao CEMIL, na Rua dos Andradas, 67, das 8h às 17h. 

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.330/2012, de 24 de julho de 2012.

ABRE CRÉDITO ESPECIAL E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, e autorizado pela Lei Municipal nº 3.892/2012 de 24 de julho de 2012.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir Crédito Especial até o valor de R$ 79.500,00 (setenta e nove mil e quinhentos reais), sob a seguinte classificação orçamentária: 0803.10.301.0107.1.019.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação de Unidade Básica de Saúde – Desp. 401019..................R$ 79.500,00

Art. 2º - Servirá de recurso para a cobertura do Crédito Especial aberto no artigo 1º deste Decreto, o valor de R$ 79.500,00 (setenta e nove mil e quinhentos reais) à ser recebido do Ministério da Saúde, através do Fundo Nacional de Saúde, dentro do Programa de Requalificação de UBS – Ampliação (Processo nº 25000.101239/2012-79). Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 24 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, FAISAL MOTHCI KARAM, Secretária Municipal Prefeito Municipal. de Administração.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.325/2012, de 16 de julho de 2012. ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.802/2012 de 13/12/2011. DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 154.100,00 (cento e cinquenta e quatro mil e cem reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0401.04.122.0004.2.023.3.3.90.39.00.00.00 – Coordenação e Manutenção dos Serviços – Desp. 302023.................................. R$ 15.000,00 0401.15.451.0009.2.028.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção dos Prédios Públicos – Desp. 302028............................................... R$ 20.000,00 0502.28.843.0105.2.041.4.6.90.71.00.00.00 – Manutenção dos Serviços da Dívida – Desp. 462041............................................ R$ 55.000,00 0602.12.365.0051.1.006.4.4.90.51.00.00.00 – Implant.Ampl.e Ref.Prédios de Educação Infantil MDE – Desp. 401006............... R$ 3.000,00 0602.12.365.0051.2.049.3.1.90.92.00.00.00 – Manutenção da Educação Infantil MDE – Desp. 662049....................................... R$ 100,00 0606.12.361.0047.2.080.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação Fundamental – Desp. 242080......................... R$ 5.000,00 0606.12.361.0047.2.080.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação Fundamental – Desp. 412080......................... R$ 5.000,00 0803.10.305.0036.2.134.4.4.90.52.00.00.00 – Serviço de Vigilância em Saúde – Desp. 412134................................................... R$ 12.000,00 0902.15.452.0069.2.139.4.4.90.51.00.00.00 – Recuperação de Vias Públicas CIDE – Desp. 402139........................................... R$ 29.000,00 0905.15.452.0008.2.157.3.3.90.39.00.00.00 – Controle e Fiscalização do Trânsito Municipal – Desp. 302157............................. R$ 10.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0202.04.122.0007.2.008.3.3.90.35.00.00.00 – Manutenção da Compaq – Desp. 282008.............................................................. R$ 15.000,00 0401.04.122.0006.2.026.3.3.90.39.00.00.00 – Serviço de Atos Oficiais – Desp. 302026............................................................... R$ 20.000,00 0602.12.365.0051.2.049.3.3.90.14.00.00.00 – Manutenção da Educação Infantil MDE – Desp. 232049....................................... R$ 100,00 0602.12.365.0051.2.049.3.3.90.33.00.00.00 – Manutenção da Educação Infantil MDE – Desp. 272049....................................... R$ 3.000,00 0606.12.361.0047.2.080.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação Fundamental – Desp. 302080......................... R$ 5.000,00 0606.12.365.0051.2.096.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do Salário Educação Infantil – Desp. 302096.................................... R$ 5.000,00 0801.10.301.0114.1.020.4.4.90.51.00.00.00 – Ampliação do Atendimento da Saúde Municipal – Desp. 401020.......................... R$ 55.000,00 0803.10.305.0036.2.134.3.3.90.30.00.00.00 – Serviço de Vigilância em Saúde – Desp. 242134................................................... R$ 12.000,00 0903.15.451.0104.1.029.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação Ampl.e Remodelação de Áreas de Laser – Desp. 401029................ R$ 29.000,00 0905.15.452.0008.2.158.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção de Semáforos e Sinalização Viária – Desp. 412158.......................... R$ 10.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 16 de julho de 2012. Registre-se e Publique-se MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.


O Fato do Vale

GERAL

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

11

ANUNCIE AQUI 3598.6411

Divulgue a sua empresa no Jornal O FATO DO VALE

Ligue para 3598.6411 ou 3559.5411

WALDIR FLECK FILHO, Oficial Designado do Registro Civil das Pessoas Naturais de Campo Bom, RS, Faz saber que pretendem casar-se os seguintes nubentes: 11987 - DANIESER DA SILVA MACHADO e FERNANDA DA SILVA TEREZA; 11988 - JEFERSON DE AVILA MACIEL e PRICILA DOS SANTOS LIMA; 11989 - NEI VIANA BRASIL e DEJANIRA SORGETZ; 11990 - OSCAR SENNA e ADRIANA DE ALMEIDA OLIVEIRA; 11991 - MÁRCIO MENDES DA SILVA e ALINE ROCHELI VARGAS; 11992 - EUSEBIO LUCIANO LEUZE e ELISANGELA TEIXEIRA PINTO; Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da Lei. Campo Bom, 08 de agosto de 2012. Waldir Fleck Filho Oficial Designado


O FATO do Vale

37 anos de jornalismo com credibilidade.

Campo Bom | Sexta-feira, 10 de agosto de 2012.

Conscientizar sobre o cotidiano PCDs TMA/RS - Seccional

O

que você faria se de repente não pudesse mais a comunidade. “Queremos convidar a todos para assistir esse enxergar? Ou se não pudesse mais andar? A fim jogo e lotar o ginásio, pois é um exemplo de superação a todo de conscientizar a comunidade para a inclusão mundo”, comenta a assistente social Ana Quintana. Durante a das pessoas com deficiência (PCDs) e alertar a programação da semana especial, as PCDs ainda terão divercomunidade sobre a importância da promoção de ações para sas outras atividades integrativas, como oficina de artesanato, este grupo, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de encontro com troca de experiências e uma tarde de diversão Desenvolvimento Social e Habitação (Sedsh), realiza no pró- na danceteria. Programação da semana: ximo dia 24 uma grande ação na Praça João Blos. A equipe da 20/08 – Segunda-feira secretaria estará na rua con13h às 16h: atividade vidando transeuntes a vendarem os olhos e se deslocar Ação na praça João Blos irá incentivar integrativa com o Sesi para troca de experiências, através em cadeiras de rodas para a comunidade a caminhar vendada e de vídeo sobre a história do vivenciarem o dia a dia de uma PCD e conhecerem a se deslocar em cadeiras de rodas para grupo de PCDs, e atividades físicas. realidade dos deficientes vimarcar a Semana Municipal   suais e físicos. O desafio visa 21/08 – Terça-feira a chamar atenção da comudas Pessoas com Deficiência 13h30min às 16h30min: nidade para as dificuldades Danceteria Moinho: Grupo de enfrentadas pelas PCDs. “Vamos convidar as pessoas a desafios como o de atravessar Convivência das PCDs do Município, APAE, Lar Colméia e a rua com os olhos vendados”, conta a assistente social Ana Bom Samaritano.   Quintana. “Pretendemos com isso que os participantes se co22/08 – Quarta-feira loquem no lugar do outro, no caso, das PCDs”, explica. A 13h às 17h: Oficina de artesanato no CRAS. ação integra a Semana Municipal das Pessoas com Deficiên  cia, que está repleta de atividades de integração entre o grupo 23/08 – Quinta-feira de convivência das PCDs e também a comunidade. A pro15h30min: Jogo de Basquete dos usuários do LEME (Asgramação da semana especial acontece de 20 a 24 de agosto. sociação dos Lesados Medulares) no Ginásio Municipal, aberto Comunidade poderá assistir a jogo de basquete de ca- à comunidade.   deirantes 24/08 – Sexta-feira Na programação especial, no dia 23 de agosto a comu14h às 16h: Circuito Vivenciando a condição de cadeirante nidade poderá assistir a um jogo de basquete muito especial promovido pela Associação dos Lesados Medulares (Leme) e cego. A fim de que a comunidade se coloque no lugar do oude Novo Hamburgo. O jogo com cadeirantes será no Ginásio tro, para entender suas necessidades, com ação na Praça João Municipal Karl Heinz Kopittke, às 15h30min, aberto a toda Blos.

de Novo Hamburgo

Esta semana recebemos em nossa redação os mediadores do Tribunal de Mediação e Arbitragem do Estado do Rio Grande do Sul – TMA/ RS, Seccional de Novo Hamburgo, Dr. Telmo Antonio Salla e Paulo Henz, que nos fizeram uma ampla explanação das atividades desenvolvidas pelo órgão. A Justiça Comunitária – Cidadania em Ação, foi criada e amparada pela Lei Federal nº 9307, de 23 de setembro de 1996, tendo o TMA/RS, como sua principal atuação na solução de conflitos, priorizando o amplo diálogo e a conciliação entre as partes, de forma rápida e econômica. Vamos conhecer as principais áreas de atuação do

TMA/RS – Seccional de Novo Hamburgo: - Cobrança de dívidas representadas por cheques, notas promissórias ou outros créditos a receber; - Contratos de arrendamentos de terras, aluguéis e condomínios; - Contratos de compra e venda, prestação de serviços e contratos em geral; - Consolidação de rescisões trabalhistas, distratos nas relações de prestação de serviços; - Danos materiais em acidentes de trânsito; e outros litígios, exceto os que envolvem a área criminal e direito de família. Para realizar ações tem uma taxa de R$ 45,00, sendo que 95% dos casos as partes fazem acordo, e no máximo em 90 dias as casos são solucionados.

Paulo Henz e Dr. Telmo Antonio Salla

Quer receber o Jornal O Fato do Vale em casa?

FAÇA JÁ SUA ASSINATURA Ligue para 3559-5411 ou 9989.5411


O Fato do Vale - 10 de agosto de 2012  

Edição n. 1982 - Notícias de Campo Bom e região.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you