Issuu on Google+

Linha Azul

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL Sexta-feira, 2 de maio de 2014

PREMIAÇÃO

LANÇAMENTO

No lançamento de mais uma edição da Revista Preto no Branco, que aconteceu no Garrafeira 520, as presenças de Humberto Cavalcante e Pág. 2 Alcimor Rocha Neto com o editor da publicação Jeff Peixoto.

Antônio Claret Guerra e Suely Calais comandaram mais uma edição da tradicional premiação do jornal MG TURISMO que aconteceu no Pág. 5 Ouro Minas Hotel.

CLÁSSICOS POPULARES ANIVERSÁRIO

Adriana Gomes e Gisele Bezerra foram as responsáveis pela organização do primeiro Festival Clássicos Populares - Uma Homenagem à Canção. O evento Pág. 4 aconteceu na Assembleia Legislativa do Ceará.

Cônsul da Espanha Verônica, Bárbazan entre seus filhos Manoela e Breno, no dia da comemoração do seu aniversário. Pág. 7

“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam” (HEBREUS 11 : 6)


2

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

PRETO NO BRANCO

Variedades IAN GOMES

Jeff Peixoto, editor da revista Preto no Branco, comandou, na Garrafeira 520, o lançamento de mais uma edição da publicação.

ian.gomes2008@gmail.com

CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE • É comum dizer que errar é humano. Certo. No entanto, não persistir no erro é mais humano ainda. Vi isso recentemente ao visitar o presídio feminino Auri Moura Costa. Atualmente mais de 500 mulheres cumprem pena por tráfico de drogas, a maioria, em seguida furto e roubo. Entrevistei várias para o programa Jangadeiro é Aqui que irá ao ar sábado, dia 03, às 11h20 da manhã. Alguns relatos serviram para ter a convicção de que existe sim, chance e oportunidade de virar o jogo. A Madalena é um exemplo: após cumprir mais de dois ano de pena, aproveitou a oficina de artesanato para se especializar. Hoje, volta ao presídio, como funcionária e, dá aula para as detentas. É bom saber que quem errou busca outra forma de esculpir a vida. Isso fortalece a crença de que nem tudo está perdido.

FOTOS: IRATUÃ FREITAS

Humberto Cavalcante e Alcimor Rocha Neto com o editor da Preto no Branco Jeff Peixoto

Ana Milfont e Rebeca Montenegro

do cenário nacional em Fortaleza.

• DIREITO Agora é lei. Os donos de estacionamentos devem cobrar por hora fracionada e, se responsabilizar por danos ao veículo. O projeto é de autoria do vereador Acrísio Sena (PT). • NEGÓCIOS - O Brasil em Debate, evento da Coopercon-CE em parceria com o Sinduscon-CE, acontecerá segunda-feira, dia 5, vai reunir nomes

• LUTA - O Comitê Estadual de Enfrentamento às Drogas do Ministério Público do Estado do Ceará visitou, no dia 29 do mês passado, o município de Icó para sensibilizar a população sobre os riscos das drogas. • AVANÇO - Fiec lança publicação do Projeto Setores Portadores de Futuro, no dia 26 deste mês, como parte da programação do mês da Indústria.

Dulcina Palhano

Karla Alexandrina

Filgueiras Neto

• PRAZO - Para ficar em dia com a justiça eleitoral, o mutirão do TRE vai funcionar até o dia 7, terça-feira, no Ginásio Paulo Sarasate.

Toque Social MATUSAHILA SANTIAGO matusahilasantiago@hotmail.com

ANIMAL POSSUI SENTIMENTOS…

Assistindo documentários sobre a crueldade de algumas pessoas praticadas contra os animais e tendo criado cães quando residia em uma casa, lembrei-me de um conto de Honoré de Balzac (escritor francês do século XVIII), no qual ele afirmava que os animais possuem todos os sentimentos que nós humanos possuímos. Narrava ele em um de seus contos, -não me ocorre o nome que certa vez um prisioneiro conseguiu fugir da caravana e de repente se viu numa pequena caverna e esta era habitada por uma pantera que ele apelidou-a de pequenina, por ela ser ciumenta igual a uma sua ex-namorada, e dizia que perdeu uma perna porque ela o viu acenando para um avião pedindo auxílio e com ciúme o mordeu e ele teve que mata-la para poder voltar ao convívio humano. Quando tive que me mudar da casa para um apartamento, tive que desfazer-me do “Ruck” e fui conversar com ele. Cheguei ao portão e chamei-o: ele veio todo feliz, brinquei com ele, depois eu lhe disse: Ruck meu querido, infelizmente, é com dor no coração que lhe digo: “você vai ter que morar com outra pessoa que vai lhe tartar muito bem, vai lhe amar, (Dra. Gisela Nunes da Costa) porque eu não posso lhe levar comigo.” Parece incrível, ele foi escorregando pela grade do portão, e deitou-se no chão, gemendo de sofrimento, então tive certeza que os animais sentem, tem sentimentos. Um amigo de infância quando adolescente, com raiva do pai chutou um cachorrinho que havia nascido há poucos dias e a cadela mãe avançou para ele, mas este se desvencilhou e trancou-se em seu quarto. Tarde da noite ao voltar para casa, foi surpreendido com o ataque da cadela que rasgou todo seu rosto e teve que se submeter a uma plástica, mas perdeu um olho. No facebook, postaram rapazes obrigando um cachorro a beber molho puro e riam de felicidade com a miséria do infeliz. Numa outra postagem mostrava um cachorro ferozmente machucado em carne viva. Estamos em um mundo cão, não há respeito para com o ser humano e nem tão pouco para com os animais. Dá até vergonha de sermos animais racionais e agirmos cruelmente como “irracionais”.

Gustavo Cerqueira e Neto

Nayane Nogueira, Jeff Peixoto e Thamyres Heros

Ronny de Freitas e Laise Maia

Detalhe de Revista

Breno Corrêa e Gabriela Fiuza

João Paulo Pierre

Movimentação da noite

Rafael Caneca, Jeff Peixoto e Marcelo Brito

Antônio Araújo Segundo

Jeff Peixoto e Rebeca Montenegro

EXPEDIENTE

E D I TO R A : Wanda Palhano • COORDENAÇÃO GERAL: Soraya de Palhano • COLABORAÇÃO: Iratuã Freitas PR OJE TO: Kelton Vasconcelos • DIAGR AMAÇ ÃO E ARTE FINAL: Wevertghom e J. Júnior.

“A tua salvação espero, ó SENHOR!” GÊNESIS 49 : 18

Jeff Peixoto e Laise Maia


3

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL

Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

Notas SOLANGE PALHANO

solangepalhano@oestadoce.com.br

A DIFÍCIL TAREFA DE SER PATRÃO n CARO LEITOR, você deve estar espantado com a minha iniciativa de escrever sobre a vida de um empresário, quando comemorou-se, ontem, quinta-feira, o Dia Internacional dos Trabalhadores. Sempre vivi os dois lados da moeda simultaneamente, “sou patroa” (como me chama Macário Batista de brincadeira e carinhosamente) como também sou empregada. Então, tenho visão, vivência e sensibilidade para sentir os dois lados. Lutar por um bom ambiente de trabalho, melhorias, valorizar a mão de obra, capacitação, manter uma boa e próxima relação entre patrão e o empregado, são bandeiras que sempre defendi e levanto. Já fui, muitas vezes, taxada por amigos empresários como “comunista” e antes do PT entrar no poder concordava com muitas reivindicações dos trabalhadores. Mas agora é hora de defender o patronato. Na mente do trabalhador nossa vida é muito fácil, cheia de mordomias e luxo. Eles são os explorados e nós somos seus inimigos. Antes de colocar qualquer empresa neste País deve-se pensar mil vezes se não é melhor continuar sendo empregado. No momento em que abrimos uma empresa adquirimos inúmeras preocupações. Pagamento de fornecedores, alta carga tributária, sobrevivência dos empregados e familiares, aluguel, luz, água, vale-alimentação, modernização da empresa, capacitação.... Não é nada fácil se manter no mercado. É uma tarefa árdua que nos tira muitas noites de sono e nos deixa estressados. Demitir alguém é algo doloroso, pois sabemos que uma família depende daquele salário. O pior de tudo isto é que somos taxado de filh..... da mãe do patrão e poucos são aqueles que têm a consciência de comprometimento com a empresa, além da falta de qualificação e profissionalismo. A preocupação de muitos é receber o salário no final do mês, o resto que se lixe, mesmo que esteja contribuindo com ações para dificultar este pagamento, como por exemplo: tratar mau os clientes e afastá-los. O ditado popular, “O olho do dono é que engorda o negócio”, é a pura comprovação da falta de comprometimento dos empregados. Batalhar por melhores salários e condições de trabalho é um direito de todos, que defendo plenamente mas, há também os deveres que muitas vezes são esquecidos.

Em três dias, o TRE-CE já atendeu a 3.700 eleitores no mutirão em Fortaleza, no ginásio Paulo Sarasate

O

ATENÇÃO ELEITOR n DIA 7 DE MAIO, prazo final para a regularização junto a Justiça Eleitoral. Os servidores do TRE-CE, estão realizando um mutirão na capital no Ginásio Paulo Sarasate. Nesta sexta-feira, 2 de maio, o atendimento será das 8 às 15 horas. Sábado e domingo das 8 às 12 horas. E nos três últimos dias, 5, 6 e 7 de maio, das 8 às 17 horas. Os eleitores devem levar um documento de identidade oficial com foto e comprovante de residência atual, originais e cópias. Para os homens que vão tirar o título pela primeira vez, a partir dos 18 anos, é necessário ainda comprovante de alistamento militar ou certificado de reservista. Caso haja alguma multa, por ausência em eleições passadas, é emitida na hora a guia para o pagamento de R$ 3,50 por cada eleição pendente. A Central do Fórum Eleitoral Péricles Ribeiro, na Praia de Iracema, permanecerá fechada durante este período.

EDUCAÇÃO

n PARA O EDUCADOR Paulo Freire, a educação é o único caminho para a transformação da sociedade. Quanto mais as pessoas estudarem, mais oportunidades terão no mercado de trabalho. Quanto mais capacitação mais chance de conseguir um emprego segundo dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Um país que tem um índice de educação de sua população elevada é mais desenvolvido. O analfabetismo só gera subdesenvolvimento e violência.

PREVENÇÃO CONTRA ÀS DROGAS

n O MINISTÉRIO Público do Estado do Ceará, através da promotora de Justiça de Defesa da Saúde Pública, Isabel Pôrto, e a diretoria da Comissão de Políticas Públicas sobre Drogas (CPPD) da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Ceará (OAB-CE), com apoio do jornal O Estado, realizarão, no próximo dia 13, das 8h às 18h, o seminário “A justiça articulada a favor da vida: reflexões sobre o Dia Internacional do Combate às Drogas. O evento acontecerá no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, na rua Assunção, 1.100.

Saúde das crianças merece mais atenção em período de chuvas

s cuidados com as crianças no período chuvoso merecem atenção diferenciada. É preciso ficar atento aos sintomas apresentados pelos filhos e os levarem às emergências de hospitais, aproximando-os ainda mais de outras crianças e contribuindo para propagação de doenças, especialmente as transmitidas por vírus causadores de infecções respiratórias. É importante saber diferenciar os sintomas das viroses respiratórias, gastrintestinais e dengue para que as crianças possam ser tratadas da melhor forma e evitar os riscos da automedicação. Dengue é uma doença autolimitada, que, na maioria dos casos, se resolve em até sete dias. A fase em que pode haver complicação é entre o terceiro e o sexto dia de doença. Sintomas: - Febre alta; - Dor de cabeça; - Dor atrás dos olhos; - Perda do paladar e do apetite; - Manchas e erupções na pele; - Náuseas e tonturas; - Cansaço; - Moleza e dores no corpo, nos ossos e nas articulações.

Vacine o seu filho contra a gripe Até o dia 09 de maio, o seu filho pode ser vacinado contra a gripe em qualquer posto de saúde de Fortaleza. O Ministério de Saúde destina esta campanha para crianças de seis meses e menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto. A transmissão do vírus da gripe (influenza), causa febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga. A vacina protege contra os três subtipos de vírus da gripe: A/H1N1, A/H3N2 e influenza B. Como acontece a transmissão? Ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também acontece por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas, como boca, olhos e nariz. A orientação do Ministério da Saúde é a adoção de cuidados simples, como lavar as mãos regularmente; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; e não compartilhar objetos de uso pessoal. A vacina contra a gripe não é capaz de eliminar a doença ou impedir a circulação do vírus, por isso, as medidas de prevenção são muito importantes, particularmente durante o período de maior circulação viral.

São sinais e sintomas de alarme em dengue: - Dor abdominal intensa, vômitos persistentes, sudorese fria e desmaio. Viroses com sintomas respiratórios e/ou gastrintestinais são doenças autolimitadas que na sua maioria melhoram entre três e sete dias, com repouso e hidratação oral. Sintomas: - Febre; - Enjoo (náuseas); - Vômito; - Diarreia; - Falta de apetite; - Dores musculares; - Dores abdominais. O Centro Pediátrico Unimed Fortaleza é uma unidade para pacientes em casos de urgência e emergência. O corpo clínico é formado por médicos pediatras que atuam em sistema de plantão. O atendimento é 24h, composto ainda por uma equipe multiprofissional com enfermeiros, técnicos de enfermagem, coletadores laboratoriais, técnicos em radiologia, entre outros. Caso a pessoa necessite de um período maior de observação, será encaminhado para uma unidade hospitalar da rede credenciada, transportado adequadamente.

Entenda a diferença de urgência e emergência: De acordo com a médica e responsável pelo Centro Pediátrico da Unimed Fortaleza, Dra. Cristiane Rodrigues, “estas palavras costumam ser usadas em hospitais. Para os pais ficarem mais esclarecidos é importante saber a definição delas”, reforça a profissional. “Emergência é quando há uma situação crítica ou algo iminente, com ocorrência de perigo, incidente, imprevisto. No âmbito da medicina, é a circunstância que exige uma cirurgia ou intervenção médica de imediato”. “Urgência é uma situação que requer assistência rápida, no menor tempo possível, a fim de evitar complicações e sofrimento. São exemplos de urgência: convulsão, falta de ar, vômitos persistentes e dores abdominais intensas agudas e cólicas renais”, explica.

Leve seu filho ao consultório médico regularmente, este acompanhamento com o pediatra é importante para que a criança cresça saudável. No site www.conversandocomopediatra.com.br, mantido pela Sociedade Brasileira de Pediatria, os pais podem tirar dúvidas sobre os cuidados com seus filhos, além de receberem orientações para evitar acidentes nas diversas fases da infância.

“O SENHOR é a minha força, e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus, portanto lhe farei uma habitação; ele é o Deus de meu pai, por isso o exaltarei.” (ÊXODO 15 : 2)


4

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

CLÁSSICOS POPULARES O Auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes da ALEC, serviu de cenário para a apresentação do festival musical Clássicos Populares – Uma Homenagem à Canção.

IRATUÃ FREITAS

Adriana Gomes e Gisele Bezerra

Raimundo Arrais e Ayla Maria

Alfredo Pearce e Luciana com Ana Raquel

Ana Cristina e Airton Montenegro

Geovana e Guilherme Rolim

Marcelo e Adriana Gomes com Mano Alencar

Pereira Júnior e Geogria Pereira

Fátima Lemos e Ana Luzia Esmeraldo

Cantora

Cristina e Fernando Bezerra

Cristina Bezerra e Guilherme Rolim

Cristina Bezerra, Beatriz Napoleão, Norma Maranhão e Ana Cristina Montenegro

Lúcio Ferreira Gomes, Lili e Leônidas Cristino, Oman Carneiro e Georgia Pereira

Guilherme Rolim, Isabela e Drauzio Barros Leal

Madiana Romcy e Ticiana Menezes

Rafael Greyck e Gisele

Georgia Duarte, Conceição Souza e Márcia Ferreira Gomes

Gisele e Cristina Bezerra

José Carlos e Fernando Bezerra

Juliana Albuquerque e Juliana Pinheiro

Escreve JOÃO SOARES NETO

1o DE MAIO - O TRABALHO COMO FONTE E SENTIDO DE VIDA “Todas as coisas já foram ditas, mas como ninguém escuta é preciso recontar.” André Gide, escritor francês, Nobel de Literatura, sec. 20. Comecei a trabalhar aos 14 anos. Meu pai havia assumido a vereança em Fortaleza e, entusiasmado, delegou a mim a oportunidade de gerir os negócios dele. Fi-lo(obrigado, Jânio Quadros) por anos. Comprei carros à prestação e os coloquei para render. Com as rendas, pagava o que devia.Ainda estudante, colega de Marcelo Duque, comprei lotes à prestação do “Sítio Carrapicho”, outros do Joãozinho Gentil e do Zezito Tavares. Terras me atraiam. Herança portuguesa? Na primeira viagem ao Rio, resolvi levar sandálias para vender. Procurei um fabricante na Rua Saldanha Marinho e disse que seria tudo em consignação, termo que expliquei com paciência, e pagaria na volta. O que cumpri. Entrei no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva – CPOR, na arma de Infantaria, com curso aos finais de semana e nas férias, com duração de dois anos. Depois, servi em São Luiz do Maranhão, como oficial, por três meses. Enquanto isso, fazia duas faculdades, uma pela manhã, outra à noite. Um dia, meu pai me diz: “vou ser candidato a deputado” . Respondi: não voto no senhor e ainda farei campanha contra . Política não tem nada a ver com o senhor. Ele acordou e foi cuidar do que era seu. Nunca pedi dinheiro emprestado a bancos e tampouco solicitei aval, nem a meu pai. Antes mesmo de concluir o curso de Administração, resolvi abrir uma empresa da área. Tudo era novo nesse ramo. Aluguei um sobrado na Rua Sólon Pinheiro, 316, e passei a planejar e a dar aulas no que seria hoje um curso breve de gerenciamento. O ex-secretário de estado, e hoje empresário Raimundo Viana, foi um ilustre aluno. Comandei, junto com Ary Bezerra Leite, grande pesquisa sobre transportes em que precisei contar com todo o efetivo da então Escola Industrial do Ceará. Convenci o então diretor, Roberto Barreto, que seria proveitoso para os alunos ter essa práti-

ca. E assim o fiz. Mudei para o Ed. Jalcy, da Guilherme Rocha, no sexto andar. Aí Fernando Távora Filho me convida para ser gerente da Companhia Cearense de Sondagens e Perfurações, Cocesp. Entrei firme, exigente e apertei tudo o que poderia fazer em uma empresa pública. Devolvi presentes. Transformamos a Cocesp na Companhia Cearense de Saneamento – Cocesa, embrião da atual Cagece. Construímos a mesma sede que ainda está lá perto do velho Aeroporto Pinto Martins. Danilo de Abreu Pereira Marques, colega de turma que frequentava o Naútico, apresenta-me ao engenheiro Elano Paula, irmão do Chico Anísio, e dono da Incosa, Indústria e Comércio S.A., empresa de engenharia na Rua Meton de Alencar com Senador Pompeu, que planejava ingressar na área de habitação. Por minha auto confessada curiosidade de leitura, era sabedor – até hoje não sei a razão dessa bisbilhotice - do conteúdo de todos os livros verdes que continham a legislação básica do Banco Nacional da Habitação- BNH. Elano me desafiava a resolver o credenciamento da Incosa como Iniciadora, nomenclatura dada às empresas que podiam operar com o Sistema Financeiro da Habitação. Fui ao Rio, resolvi tudo e despedi-me da Cocesa. Sequer recebi o FGTS. O advogado Alberto Rola sabe disso. Em seguida, Elano Paula conhece o jovem, comunicativo e brilhante engenheiro civil Walder Ary, já professor da Escola de Engenharia da UFC, e, juntos, constituem a Master Engenharia que, tempos depois, passaria a ser Master-Incosa. E eu no meio desse turbilhão de ideias que surgiam e deram origem à Domus-Associação de Poupança e Empréstimo, da qual fui fundador e até presidente do Conselho de Orientação; a Modulus – APE, em São Luiz, e tantas outras empresas correlatas e afins surgiam ou se agregavam. Foi assim com os então capitães do exército João Batista Fujita e Crisanto Ferreira de Almeida, que já trabalhavam com engenharia no Batalhão de Cratéus e desistiram da caserna. Associaram-se ao en-

genheiro civil Cleuton Monteiro e a Construtora Estrela apareceu no cenário do “boom” de casas populares. Até o Deusmar Queiroz engajou-se para dirigir a Pax- Corretora de Valores, então de Bernardo Bichucher, e, logo em seguida, comprou a dita cuja e foi o maior adquirente de ações do que se chamava arts. 34/18, de empresas financiadas pela Sudene. As farmácias “Pague Menos” vieram depois. Era 1969, e por conta de tanto o que fazer, resolvemos, o Nisabro Fujita, o Danilo Marques e eu, fundar a Planos Técnicos do Brasil Ltda que aproveitaria nossa expertise em gestão, planos e projetos. A Planos prestaria serviços a todos e a quem quisesse, como pioneira, na área de planejamento habitacional. Nesse mesmo tempo eu era diretor administrativo da Indústria Plástica do Ceará – IPLAC, empresa que estava hibernada e a ressuscitamos, com a ajuda do Inácio Farias e do Walter Monte. Casei em maio. Dava aulas noturnas na Escola de Administração do Ceará. E, por conta de atuação em congresso -Curitiba - da área virei diretor da Associação Brasileira de Entidades de Crédito e Poupança – Abecip, no Rio.Era energia a todo vapor e viagens em profusão. Em 1973, fiz uma reflexão e chamei os dois sócios para conversar. Queria me desligar do grupo. Razões pessoais. Comuniquei ao Elano. Ele respondeu: “eu já esperava isso”. O Danilo ficou com o Elano e o Walder. Permanecemos eu e o Nisabro Fujita. Compramos a Cenpla – Construção, Engenharia e Planejamento Ltda e o Nisabro foi construir, mas sem pedir dinheiro ao BNH, fazíamos o possível com o pouco que tínhamos. Dois anos depois, em uma segunda-feira, chamei o Nisabro para dialogar e disse-lhe que desejava me colocar à prova como pessoa, sendo dono do meu próprio destino, sem sócios. Encerramos a sociedade sem problemas. O Nisabro ficou com a Cenpla e eu com a Planos. Todo este relato, que nada tem de importante, ocorre-me neste feriado do Dia do Trabalho para dizer como a faina acelerada foi decisiva para mim. Acredite, esse batente, por inédito, puxava muito pela minha criatividade,

obrigava-me a ler, dialogar com pessoas diversas, viajar pelo mundo afora com a família a ver o novo e o diferente. Prova disso foi, entre outras, a minha ideia de planejar o Cemitério Parque da Paz, depois vendido a grupo de São Paulo. Para não cansar mais o amigo leitor, afirmo e dou fé que nunca perdi o viés de alargar o meu conhecimento, através de cursos, seminários, feiras, congressos, concursos técnicos e intelectuais que ganhei em disputas renhidas. Em paralelo, ao meu juízo, nunca deixei de ser pai dedicado. Nunca parei de escrever em jornais, de ter a audácia de escrever livros e de participar de forma efetiva de atividades culturais, de responsabilidade social e de arte. Hoje, vivo no 14º. ano de um século que veio implodir os processos e formas de quase tudo que se fazia. Tive que me atrever a engatinhar no vasto mundo da Tecnologia da Informação-TI. Continuo a mourejar com a mesma energia, atitude, impetuosidade e independência. Erro aqui, acerto acolá, sem esquecer que tive sérios prejuízos ao ajudar e até fazer parcerias com pessoas e empresas – não citadas aqui - com falso caráter e comportamento aético. Lições da vida. Esses exemplos vieram comprovar que eu deveria sempre trabalhar com a minha equipe técnica, capaz, confiável e dedicada, mas nunca me associar a terceiros. Bastavam os meus defeitos. Um colega de faculdade e amigo verdadeiro, quase irmão, Ananias Josino Lobo, meticuloso, ponderado e capaz, sempre esteve ao meu lado como contraponto e censor. Até que se finou, enquanto eu andava pelo México. Hoje, tenho pessoas de nível e responsabilidade a meu lado. E estou sempre atrás de talentos. Quem quiser, pode indicar. Como me torno longo e ainda teria muito a contar, dou os parabéns aos que começam cedo a estudar e a pensar no trabalho, seja ele qual for, sem ter medo de enfrentar o novo, metendo a cara nos livros e, agora, bem mais fácil, no louva-a-deus mundo da Internet, céu e inferno de todos os viventes.

“Deus é o meu rochedo, nele confiarei; o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. Ó meu Salvador, ” II SAMUEL 22 : 3


5

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

MG TURISMO

Bastante prestigiada a solenidade de premiação realizada pelo jornal MG TURISMO, que homenageou várias personalidades em categorias diversificadas. Tendo como palco o Ouro Minas Hotel, o evento contou com solenidade de premiação e coquetel. IRATUÃ FREITAS

Os anfitriões Antônio Claret Guerra e Suely Calais

Antônio Claret Guerra, Christiane Lasmar, João Carlos Amaral e Sérgio Moreira

Michele Kalil, Iris Chaves e Andréa Oliveira

Autoridades

Dulcina Palhano recebe a Palma de Ouro

As caminhantes da estrada real presentes ao evento

Presidente discurso

Isa Dias

Homenageados

Rafael Lobato, secretário de Turismo do Rio de Janeiro Cláudio Magnavita e Iratuã Freitas

Livia Guerra e Marcelo Ribeiro

Homenageados

Eymard Brandão Costa e Albertina Moura

Apresentação dos musicos

Homenageados

Carminha Ribeiro e Hlecio Costa

Homenageados

Catarina Marino e Valéria Albuquerque

Junia, Maria Elkvira Ferreira Palhano e Mirian Petroni

Sales,

Deputado Federal Gabriel Guerra e Iratuã Freitas

Guimarães,

Dolores Alckimin, Dinorah Aquino e Lena Brandão

Carmo,

Jocildo Luz

Dulcina

Claret

Antônio

Lena Brandão com Márcio Fagundes

Luiz Pires e Mirian Petroni

Major Cruz

Vânia Dias e Christiane Lasmar Grossi

Pedro Henrique Carvalho Lopes e Ricardo Menezes

Raquel Oliveira e André Vieira

do

Jornal

MG Turismo

Edy Fernandes e Andréa Novaes

Lilian Grellmann

“Aprendei a fazer o bem; praticai o que é reto; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas” ISAÍAS 1: 17

em

seu


6

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL

Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

CONVERSAS DE APROXIMAÇÃO

De A a Z LUIZ CARLOS MARTINS

lc.martins@terra.com.br

PRIMEIRA LINHA

A

manhã às 10 horas, no teatro da Caixa Cultural Fortaleza, Rian Fontenele recebe o público para apresentação do vídeo “Conversas de Aproximação”, seguida de um bate-papo. Após a conversa, o próprio artista e curador da exposição “A Restauração de uma Ausência” realizará uma visita guiada à mostra, em cartaz na galeria da Caixa Cultural Fortaleza até o próximo dia 18 de maio. Com duração de aproximadamente 30 minutos, o vídeo apresenta percepções distintas da obra de Rian, com destaque para o processo criativo e para a poética presente em seu trabalho, por profissionais da área, a exemplo de Luíza Interlenghi, curadora, professora e crítica de arte, do fotógrafo Tiago Santana, do galerista Max Perlingeiro, de Carvalho Araújo, arquiteto e designer português, e de Walmeri Ribeiro, artista, pesquisadora e coordenadora do mestrado do curso de arte do Instituto de Cultura e Arte (ICA) da UFC. Tiago Santana, por exemplo, fala que a aproximação entre seu trabalho e a obra de Rian Fontenele se dá sobretudo pelo processo de criação, destacando a narrativa que existe por trás do resultado final. Para Tiago, o processo, resultado do encontro do autor com o universo em que ele vive, é fundamental, complexo e tão rico que sua totalidade escapa, muitas vezes, aos espectadores. “E a obra do Rian está impregnada pelo processo. Carrega personalidade. Tem alma”, afirma Tiago.

• O São João do Ceará acontecerá no dia 30 de maio, na Praça do Ferreira. Cerca de 150 grupos da Capital, do Interior e da Região Metropolitana de Fortaleza participarão da temporada junina. A abertura do evento terá como principal atração o I Festival de Música Junina, onde serão eleitas as dez melhores músicas tema das exibiçções deste ano. • No período de 10 a 17 de julho, será realizada mais uma edição do Festival Cearense de Quadrilha Junina, que irá selecionar, dentre os 150 grupos de dança locais, os 40 melhores. Destes, apenas um representará o Ceará no Campeonato Nacional de Quadrilhas. • O comandante José Dilson Pessoa acaba de assumir a presidência do Museu do Automóvel do Ceará, atualmente com 60 associados. O Museu foi fundado na gestão do então prefeito Lúcio Alcântara e no saguão estão em exposição 55 carros antigos. • José Odmar de Lima, presidente eleito da Academia de Letras e Artes do Ceará, toma posse no dia 10 de maio. • Concorrida e prestigiada a solenidade de entrega do Troféu Carnaúba ao empresário Lavanery Wanderley, outorgado pela Associação Comercial do Ceará, presidida por João Guimarães, terça última, no Pálace Bistrô, o novo espaço revitalizado daquela entidade.

Lavanery Wanderley, agraciado com o Troféu Carnaúba 2014, Everado Teles e Rafael Leal

AO PONTO n A quarta edição do Festival de Cinema Digital de Jericoacoara, ocorrerá de 5 a 11 de maio, reunindo grandes nomes do segmento e novos realizadores do audiovisual brasileiro. O músico Rodger Rogério é um dos homenageados da mostra. n Sílvia e Jackson Pereira Júnior festejam a idade nova dele, amanhã(3), no endereço da paradisíaca Canoa Quebrada.

Conceição Guimarães e Érika Martins, administradoras do novo Pálace Bistrô

Edmilson Cunha, Ivanilde e Álvaro Andrade na recepção da Associação Comercial

n Tanto para pedestres como para motoristas, trafegar em Fortaleza é um desafio, em razão de tantos buracos(crateras) e alagamentos nas vias

repletas de água e terra. Todo cuidado é pouco! n Ana Fiúza comemorou seu aniversário na descontraída noitada de forró do Arre Égua. n Sobral em clima de agitação com a realização do Ecoa Rock, hoje e amanhã, contando com 14 shows de várias bandas do cenário local e nacional. n Cantor Luciano Bruno apresenta sucessos de sua carreira, ao lado das bandas de Luizinho Magalhães e de Carlos Magno Sax, amanhã(3) no BNB Clube.

João Porto Guimarães, presidente da Associação Comercial, e Deusmar Queiroz

LEILÃO TRABALHISTA

ESPAÇO REVITALIZADO

TRT/Ceará vai leiloar, no dia 7 de maio, a partir das 9h, no auditório da Superintendência do Banco do Brasil, em Fortaleza, vários bens penhorados e avaliados em R$ 30,7 milhões, para garantir o pagamento de créditos a trabalhadores que venceram disputas judiciais. O lote mais caro é do prédio sede do Colégio Evolutivo, na Rua 24 de Maio, avaliado em R$ 4,8 milhões. Também serão ofertados três aviões e 34 ônibus, entre outros bens.

Como parte das comemorações pelos 148 anos de fundação da Associação Comercial do Ceará, a entidade reinaugurou um dos poucos espaços do período art nouveau da cidade, cedendo parte da área para o Pálace Bistrô. Foi efetuada ampla reforma, restaurando toda a decoração e móveis dos ambientes, administrado pela EMD Produções, de Conceição Guimarães e Érika Martins. Local ideal para chás, eventos literários e festas para até 300 convidados.

Exibição do vídeo “Conversas de Aproximação” e conversa com Rian Fontenele 03 de março (sábado) às 10 horas Teatro Caixa Cultural Fortaleza Filmagem de Rodrigo Costa Lima e entrevistas de Isabel Andrade Participantes: Tiago Santana, Max Perlingeiro, Luiza Interlenghi, Walmeri Ribeiro, José Carvalho Araújo e Rian Fontenele. Visita guiada pelo artista e curador da exposição “A Restauração de uma Ausência” 29 de março (sábado) a partir de 11 horas Galeria da CAIXA Cultural Fortaleza (CE) www.rianfontenele. com.br Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 Praia de Iracema Entrada Gratuita Acesso para pessoas com deficiência

“Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo.” (ROMANOS 10.17)


7

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

ANIVERSÁRIO

Preto no Branco JULIETA BRONTEÉ

A cônsul honorária da Espanha, Verônica Bárbazan comemorou mais um ano de vida com um jantar no Geppos.

jbrontee@uol.com.br IRATUÃ FREITAS

Manoela, Verônica e Breno Barbazan

Javier Yugar e Januza

Rozalina e Vitória Faustino

Carolina Campos e Pablo Manye

Valéria e Bruna Pereira

Margarita Solari e Otto Cati com a aniversariante

Momento dos parabéns

Carlos Alberto Ikeda e Mairtes emolduram Verônica

SUCESSÃO NO CEARÁ

O conturbado processo sucessório no Ceará parece estar mais perto de uma solução e tudo indica que será favorável às pretensões do senador Eunício Oliveira de centralizar em torno de si os apoios das principais forças políticas e o palanque para a reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Segundo a Coluna Painel, da Folha de São Paulo, o assunto já teria sido tratado, ainda na semana passada, pessoalmente, por Dilma, em reunião com os irmãos Cid e Ciro e também em um almoço, realizado em Brasília, com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer, do PMDB, Rui Falcão, presidente do PT e os ministros Aluizio Mercadante e Ricardo Berzoini, atuais responsáveis pela articulação política do governo Dilma. Como resultado desse aceno favorável do Planalto à candidatura de Eunício, Temer já chamou o problemático deputado Eduardo Cunha às falas, para que parasse de causar transtornos ao governo, chegando a questioná-lo sobre o que teria conseguido com a sucessão de problemas que vem provocando à presidenta, mesmo sendo da base do governo e do partido que compõe a chapa que concorrerá à presidência junto com ela. Os irmãos Ferreira Gomes devem aproveitar a oportunidade para se recomporem politicamente, já que todo o processo sucessório local só lhes gerou desgaste e desestabilização, em razão das brigas com o vice-governador Domingos Filho e com o senador Eunício Oliveira, expondo por demais suas fragilidades como forças que agora se sabe não gozarem da hegemonia até então propagada. Para sepultar de vez a pretensão dos Ferreira Gomes em ver qualquer apoio do PT a uma candidatura própria de sua preferência, a direção de seu Partido, o Pros, resolveu abrir mão do apoio do governo federal às candidaturas majoritárias do Partido em troca de vários cargos no governo Federal. O acordo foi fechado pelo chefe da Casa Civil de Dilma, Aluizio Mercadante e o senador Ataídes Oliveira, do Pros do Tocantins. Com o acordo, o Pros manteve o Ministério da Integração Nacional, que já estava sendo ocupado por Francisco Teixeira, indicado pelos Ferreira Gomes e ainda adquiriu o direito de indicar os dirigentes da SUDENE, SUDAM, SUDECO, DNOCS e CODEVASF. O Ministério da Integração vinha sendo pleiteado pelo PMDB. A manutenção de um indicado dos Ferreira Gomes à frente do Ministério da Integração, que vinha sendo questionada pela direção do Pros, seria a cota dos irmãos no acordo.

CURTO CIRCUITO Edma Leite e Dodora Pagan

Washigton Sales, Verônica Barbazan e Mariana

Eloide Fernandes e André Simon

Fernando Salgado e Verônica Barbazan

Edileuza Mendonça, Alberto Perdigão, Verônica e Luiza Perdigão

• EU VÍ - Ví o vídeo onde o Daniel Alves, do Barcelona, come uma banana em campo, jogada por um torcedor racista e idiotizado.

Justiça não dá a resposta para se saber se a Praça Portugal será mantida, a Prefeitura aproveita para tornar as coisas irreversíveis.

• EU LÍ - Então fui às redes sociais. O mundo inteiro baixou o facho e teceu loas à atitude do brasileiro. São milhões de e-mails sobre o gesto simples de mandar de volta o insulto, na maior categoria.

• CANTEIROS - Os canteiros que dividiam as mãos na av.Dom Luiz já foram eliminados, as árvores arrancadas e a zorra no trânsito devidamente instalada. É só parar pra ver.

• MAGOOU - Cid Gomes subiu dois tons na voz quando perguntaram sobre o prazo que disseram que Eunício deu pra ele se resolver se apoiaria sua pretensa candidatura ao governo. • ALGUÉM MENTIU? A resposta de Cid foi seca: Ninguém me deu prazo pra nada e eu não aceito prazo de ninguém. Ele pediu meu apoio e eu disse que a escolha era partidária, não minha. E brá. Rosa Sias

Marisa Quixadá e Luana Fernandes

NIlo Taboza

• EL PAÍS - Disse o jornal espanhol que relatório da Alemanha pra quem vem pra copa simplesmente destrói o Brasil. Incluindo Fortaleza. Cuida até dos “boa noite cinderela”. • BARRA FORÇADA - Enquanto a

João Paulo Foschi, aniversariante e Wanha Rocha

João Pedro e Girlfriend

“A salvação vem do SENHOR; sobre o teu povo seja a tua bênção. (Selá.)” SALMOS 3 : 8

• A ÁFRICA NÃO É AQUI - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, andou reclamando que o Brasil, em termos de organização do Mundial, vem dando mais trabalho do que a África do Sul. • TENHO ADORADO - Ler e ouvir declarações de cientistas políticos tem sido uma grandeza no meu dia a dia. Como bons sociólogos sabem das coisas depois que as coisas acontecem, aí...você sabe. • IV FESTIVAL DE JERI - Neste ano o festival prestará homenagem aos 50 anos de “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, aos 40 anos de “A Noite do Espantalho”, ao cineasta e compositor Sérgio Ricardo e ao ator, cantor e compositor Rodger Rogério, que está comemorando 70 anos.

Sugestões, informações e críticas: jbrontee@uol.com.br ou www.blogdabronte.blogspot.com.br.


8

FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL Sexta-feira, 2 de maio de 2014

LINHA AZUL

Sociedade FLÁVIO TÔRRES

mrtorres.oestado@gmail.com

O

PARTICIPAÇÃO DE WALKER NO HAIR BRASIL

“Coiffeur” Walker que mantém a melhor clínica de cabelos e estética do Ceará, numa localização privilegiada, sendo o melhor na sua área, pois recebe a alta sociedade de Fortaleza em sua alinha maison, pois Walker entende de profissão que abraçou com tanto carinho e competência. Gerando empregos para profissionais, Walker oferece sempre o que há de melhor para sua clientela vip com respeito e categoria de quem sempre está em dia com as mudanças de estilos, e traz sempre para suas famosas clientes o que há de novidade lá fora. Portanto nota mil para este excelente profissional de peso que a sociedade tira o chapéu com certeza de fazer o certo. Por ocasião do evento Walker foi agraciado com o troféu Mão de Ouro. Negócios, lançamentos e corredores lotados marcaram a 13a edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética, onde Walker participou como convidado vip. O evento registrou a participação de 94.000 visitas profissionais, o que equivale a 46 mil visitantes únicos, especialmente dirigentes e profissionais de salões de beleza, clínicas de estética e demais estabelecimentos de beleza, vindos de todo o Brasil e de outros 26 países, com destaque para Peru, Chile, Argentina, Estados Unidos, Paraguai, França, Portugal e Itália.

Walker recebendo o prêmio Mão de Ouro

A Hair Brasil Fashion Show foi um evento que aconteceu dentro da feira no domingo dia 13/04 e segunda dia 14/04, na Arena Hair Brasil Fashion Show, com dez shows de moda e beleza apresentando referências em corte, penteados e maquiagem de grandes hair stylists e das principais redes de salões, marcas , associações e academias de beleza nacionais e interna-

cionais, que foram: Martin Parsons (Glamour e Penteado), Revlon Professional (Show Internacional), André Sartor (Make de Estrela), Jacques Janine (For You), Schwarzkopf (Essential Looks), Fundação Giullaume (Intercoiffure Mondial/ Paris), Intercoiffure América Latina (Toi Moi), Paulo Persil (Total Looks - a moda preto no branco), e Intercoiffure Brasil (Divas Retrô).

Ícones e Líderes reuniu cinco importantes hair stylists e empresários líderes do setor na Arena Hair Brasil para falar de moda, fama, concorrência, inovação, novos empreendimentos no mercado de beleza e outros temas do dia a dia de profissionais que fazem sucesso tanto na área da moda, quanto nos negócios.Mediadora: Mônica Waldvogel/ Composição do debate: Jacques Goossens, Paulo Persil, Nino Altobelli, Walter Cabral e Eron Araújo. Como mestre da Intercoiffure, Walker recebeu todos os convites para participar dos shows e assistir o debate de Ícones e Líderes. Esses shows são somente para quem é convidado vip da Hair Brasil com cadeiras reservadas e enumeradas. Fórum de beleza Hair Brasil, com mais de 150 eventos simultâneos, aconteceu durante os quatros dias da feira. São temas atuais e com aplicação direta no dia a dia do profissional, cuidadosamente selecionados por educadores e experts do setor. Os mais 16 mil participantes tem á disposição informações técnicas e estratégicas para qualificação profissional. Quero enviar meus convites para mostrar um pouco da logística da feira. Por que cada acontecimento tem um convite especial, para quem pertence o Clube Vip Hair Brasil. Walker Santiago.

DESTAQUES SOCIAIS

Fátima German, Matinha Peixe Silva e Rizelda Adrião, estarão no desfile do Maniquim Padrão do Ceará, dia 22. • A recifense queridinha das noivas, Diana Cantídio, inaugurou ontem, dia 29 de abril, sua loja nos Jardins. Conhecida por seus acessórios ar tesanais que fazem a cabeça das noivas mais antenadas, a designer recebeu amigos e convidados para um coquetel que também comemorou o lançamento da coleção Feelings. Passaram por lá: Igor Cunha, Sam Murakammi, Paulo Persil entre outros.

Caroline Zanin

Bruno de Mello Araujo e Silvio Roberto de Carvalho

Raquel Cantidio

Walker recebendo o prêmio Mão de Ouro

Walker mestre da intercoiffure, Fátima, Jeferson Santos, diretor geral da Hair Brasil e Francisco Brasil

Manno Escobar, diretor da Intercoiffure no Brasil, Fátima, Walker, mestre da Intercoiffure e Paulo Cordeiro

Walker, Fátima, Amanda Mussi, gerente de marketing P&G Wella e Andrew Kelsall presidente e diretor da P&G Wella

“O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.” (SALMOS 18 : 2)


Caderno Linha Azul 02 de maio 2014