Page 1


FOTOS: FABRICIA HELENA ZANCHETTI , JULIO SOARES, LUIZ CHAVES E SEMTUR


Apresentação da cidade

FOTOS: JULIO SOARES, BANCO IMAGEM CDL E FESUPPO

Os parreirais, os imóveis centenários, a gastronomia diferenciada e peculiar, e o ato de bem-receber são símbolos de uma cidade que cresceu e evoluiu, mas que preserva, valoriza e se orgulha da sua história. Empreendedora, inovadora e, naturalmente acolhedora, Caxias do Sul é referência nacional em desenvolvimento econômico, social e humano. Edificada por imigrantes italianos a partir de 1875, que abriram caminho em meio a uma vegetação densa, o Município consagra-se como o segundo polo metal-mecânico do Brasil e por ter um dos mais elevados índices de empresas por habitante. Para cada 13,5 moradores existe uma organização empresarial constituída. Esta característica empreendedora se reflete no mercado de trabalho, com quase 180 mil empregos formais, praticamente o dobro de 10 anos atrás. Embora com forte concentração na indústria metal-mecânica, as vagas estão pulverizadas em diferentes setores, com destaque para as atividades voltadas ao plástico, móveis e madeira, alimentos, tecnologia da informação e construção civil. Com mesmo grau de importância desponta o crescimento contínuo de negócios focados na prestação de serviços, em especial para o turismo, e no comércio. Cada vez mais a cidade avança na oferta de serviços de qualidade, com pessoal capacitado, para atender demandas locais e de visitantes, em número sempre maior a cada ano. A capacidade de empreender e gerar renda se consolida no PIB da cidade, que em 2009 superou R$ 12,5 bilhões, representando 5,8% do estadual. Já o PBI per capita de R$ 30,5 mil supera em mais de 50% a média gaúcha e em 70% a nacional. O desempenho econômico se reflete na qualidade de vida. No Índice de Desenvolvimento Humano de 2011, elaborado pela Organização das Nações Unidas, Caxias do Sul ficou na 12ª colocação no País e 3ª no Estado. O conjunto de benefícios ofertados aos residentes locais estende-se aos visitantes. Mas a cidade não perdeu sua característica acolhedora, presente desde a imigração. A zona urbana, com suas mais de 174,5 mil moradias, representando 95% da população, é cercada por um cinturão de belas paisagens, formadas por parreirais, imóveis centenários e outros atrativos. Neste cinturão, de onde sai boa parte dos hortifrutigranjeiros consumidos no Rio Grande e no Brasil, são preservadas e praticadas as tradições de diferentes etnias que construíram Caxias do Sul. Os parreirais, os imóveis centenários, a gastronomia diferenciada e peculiar, e o ato de bem-receber são símbolos de uma cidade que cresceu e evoluiu, mas que preserva, valoriza e se orgulha da sua história. E, por meio dela, está pronta e preparada para receber e atender com qualidade a todos que a visitam por diferentes motivações.


FOTOS: BERNADETE CHIESA, LUIZ CHAVES, PAULO SCOLA/ PERSONAL ROYAL HOTEL, BANCO IMAGEM MERCOPAR E INTERFACE


Espaço para eventos

FOTOS: ANDRE SUSIN, LUIZ CHAVES, BANCO IMAGEM MERCOPAR

Caxias do Sul tem espaços físicos com estrutura moderna e ampla para realizar grandes feiras e eventos, e encontros menores, como convenções técnicas e empresariais Inaugurado em 1975, o Parque Mário Bernardino Ramos, nome de ex-prefeito da cidade, é o maior e principal local para a realização de eventos de diferentes finalidades e portes em Caxias do Sul. Sua estrutura inicial foi formada a partir de dois pavilhões, que somam mais de 30 mil m² de área construída, ideais para a realização de feiras técnicas e profissionais, como Mercopar, Plastech Brasil, Febramec, Mãos da Terra e Autoparts, já referências no calendário internacional, e a Festa Nacional da Uva, segundo maior evento comunitário do Brasil. Há menos de cinco anos o parque ganhou um moderno Centro de Eventos, com quase 12 mil m² de área construída distribuídas em dois andares, ligados por escada rolante e elevador. O espaço é indicado para feiras em geral, convenções, seminários e outras atividades. A área total do parque é de quase 350 mil m². Há dois estacionamentos, um com capacidade para 3,5 mil automóveis, e outro para 200 ônibus. Um espaço coberto serve para a realização de shows musicais e eventos campeiros. Há, ainda, dois restaurantes, monumentos e a Réplica de Caxias do Sul, montada a partir de 20 casas que remetem ao ano de 1885. O local preserva boa parte de sua vegetação nativa, que ocupa mais da metade de toda a área. Outro atrativo é o Monumento Jesus Terceiro Milênio, do qual se tem uma vista parcial da cidade. Na parte inferior há um museu de peças sacras. Além do Parque da Festa da Uva, Caxias do Sul oferece outras alternativas públicas, comunitárias e privadas para a realização de eventos. A maioria dos hotéis tem centros de convenções, bem como as universidades e faculdades e as entidades que integram o Sistema S, como Sesc e Sesi, dispõem de teatros e auditórios. Ainda há a opção de áreas exclusivas para eventos, de festivos a técnicos, na área urbana e também no interior, onde é marca registrada a valorização dos hábitos dos imigrantes. São espaços com capacidade variável, para até 900 pessoas, mas preparados para adaptações às necessidades de cada promotor.


FOTOS: BRUNO RIBEIRO/ BERGSON EXECUTIVE FLAT, PAULO SCOLA/ PERSONAL ROYAL HOTEL BANCO IMAGEM: INTERCITY PREMIUM CAXIAS DO SUL, SAMUARA HOTEL, SWAN TOWER E SEMTUR


Rede hoteleira

FOTOS: FÁBIO NUNES / BLUE TREE TOWERS, BANCO IMAGEM: COSMOS HOTEL E IBIS HOTEL

A hotelaria tem investido fortemente na qualificação de seus serviços, no quadro de funcionários e na parte física dos prédios. Formada por 44 estabelecimentos de diferentes categorias, entre hotéis e motéis, a rede de hospedagem de Caxias do Sul oferece perto de 4 mil leitos, distribuídos em quase 2 mil unidades habitacionais. A maioria das redes internacionais tem hotéis na cidade, construídos na última década a partir da identificação do potencial de mercado existente na cidade. Outra parte da hotelaria e, principalmente, a de motéis, se caracteriza pela gestão familiar, mas que se profissionalizou ao longo dos anos e oferece serviços e estrutura de qualidade. No interior é comum a oferta de hospedagem em pousadas erguidas em propriedades tipicamente italianas e gaúchas. Com ocupação média de 60% a 65%, a hotelaria tem investido fortemente na qualificação de seus serviços, no quadro de funcionários e na parte física dos prédios. Dentre as prioridades estão a capacitação dos colaboradores para o atendimento de turistas, (estrangeiros), na oferta de novas áreas de lazer, acesso gratuito à internet e modernização de suas unidades habitacionais, visando oferecer a qualidade exigida pelos seus clientes. Vários hotéis de Caxias do Sul têm estrutura para a realização de eventos, como seminários, convenções, feiras de pequeno e médio porte, atividades sociais e lançamentos de produtos, dentre outros. Considerando que a maioria se localiza próximo do centro urbano e dos principais meios de locomoção, como aeroporto e estação rodoviária, os hotéis são opções ideais para este tipo de encontro. Já os motéis tornaram-se alternativa viável para o pernoite de executivos e viajantes.


FOTOS: JÚLIO SOARES, JÚLIO SOARES/ DIVINA COZINHA - DOLAIMES E PHOTO VIRTUAL/BLUE TREE TOWERS.


Gastronomia

FOTOS: JÚLIO SOARES / RODA PIZZA GIORDANI E JÚLIO SOARES / DIVINA COZINHA - DOLAIMES

São mais de 300 estabelecimentos gastronômicos, com capacidade para atender simultaneamente aproximadamente 13 mil pessoas. Cada um deles tem sua característica e tempero especial para agradar aos diferentes paladares. A culinária italiana, à base de galeto, polenta, massa e radicci, ainda é o principal atrativo gastronômico de Caxias do Sul. Elaborado por vários estabelecimentos, cada qual com suas peculiaridades, é um prato que chama atenção por seu sabor singular e fartura. Mas já há algum tempo, pela diversidade étnica da população da cidade e grande número de visitantes de diferentes estados e países, a rede de restaurantes evoluiu e diversificou os seus cardápios. São mais de 300 estabelecimentos gastronômicos, com capacidade para atender simultaneamente em torno de 13 mil pessoas. Cada um deles tem sua característica e tempero especial para agradar aos diferentes paladares. A tradicional comida gaúcha, servida na forma de rodízio de carnes, das comuns às exóticas, é um diferencial gastronômico de Caxias do Sul. As pizzarias e seus rodízios com mais de 50 opções de sabores são atrativo à parte, assim como as famosas casas de lanches, que transformaram x-burguer em refeição completa. Os estabelecimentos especializados em massas e carnes são outra característica da cidade, que também atraiu redes e restaurantes de comida internacional, com ênfase para os pratos asiáticos. Um dos grandes avanços dos últimos anos na gastronomia caxiense foi a elaboração de pratos diferenciados, a partir da formação e qualificação de profissionais pela Escola de Gastronomia da Universidade de Caxias do Sul, que funciona na vizinha cidade de Flores da Cunha em parceria com o ICIF (Italian Culinary Institute for Foreigners). A escola tem sido protagonista na evolução na gastronomia da cidade, que não perdeu suas características originais, mas agregou sabores para tornar-se única e diferenciada.


FOTOS: GILMAR GOMES, MAURICIO CONCATTO, BANCO DE IMAGEM: FESUPPO E TEATRO MURIALDO.


Lazer, cultura e compras

FOTOS: GILMAR GOMES, GUILHERME JORDANI/BOTECO 13 E BANCO IMAGENS FESUPPO.

A diversidade cultural é uma das maiores marcas de Caxias do Sul, listada entre as 10 primeiras cidades brasileiras no Índice de Gestão Municipal em Cultura A noite de Caxias do Sul reserva diferentes opções para os visitantes. São bares, boates, clubes e casas de espetáculos com música ao vivo ou eletrônica. Uma de suas características é a diversidade de ambientes e gêneros musicais, seguindo tendência de segmentação dos estabelecimentos que buscam, assim, fidelizar seus frequentadores. São mais de 70 negócios localizados em diferentes pontos da cidade. A maior concentração e principal referência noturna é o Espaço da Estação Férrea, região de características históricas por abrigar prédios centenários e a linha férrea da cidade, inaugurada em 1910, e em fase de total revitalização. Por sua identificação com lazer noturno, a área recebe anualmente, em novembro, um festival de blues, que atrai músicos de todo o Brasil e do Exterior. Com sua quarta edição realizada em 2011, o festival já entrou para o calendário de eventos da cidade. Conceito em expansão em Caxias do Sul é o dos bares temáticos, com pequeno espaço para danças, onde o objetivo é a apresentação de músicos, sozinhos ou em grupos pequenos. Nestes locais o diferencial está na proposta do ambiente, na decoração e na culinária, que pode ser inglesa, alemã ou a puramente brasileira. A diversidade cultural é uma das maiores marcas de Caxias do Sul, que está listada entre as 10 primeiras cidades brasileiras no Índice de Gestão Municipal em Cultura. Além dos espaços públicos, onde há teatros, auditórios, salas de exposições e uma de cinema, o Município tem muitas opções privadas. Destaque para as 12 salas de cinemas, localizadas em shoppings, para os teatros da Universidade de Caxias do Sul, dos colégios São Carlos e Murialdo, e do Sesc, e espaços dedicados para exposições. Atividade extremamente diversificada, que oferece do artesanato ao mais sofisticado eletrodoméstico ou jóia, o comércio de Caxias do Sul tem como principal característica as lojas de rua, de pequeno e médio porte, a maioria gerida pelas famílias fundadoras, que investem na qualificação do atendimento como forma de acompanhar a evolução do setor. Mas existem cinco shoppings, dois deles específicos para a venda direta da indústria ao consumidor, além de centros comerciais estruturados na área central e nos bairros. O potencial econômico atraiu grandes redes de eletrodomésticos e hipermercados, que conferem nova dinâmica ao segmento. A atividade varejista tem mais de 11 mil empresas, responsáveis pelo faturamento mensal de R$ 225 milhões e emprego de 27 mil pessoas.


FOTO: BERENICE STALLIVIERI


Contato | Proposta Faça contato com o Convention e realize o seu evento em Caxias do Sul. Aqui seu evento acontece! Sejam bem-vindos a esta Terra!

FOTOS: CLAITON STUMPF, BANCO IMAGEN: FEIRA AUTOPARTS E MÃOS DA TERRA FEIRA INTERNACIONAL DE CULTURA E ARTESANATO

Autoparts: 15 mil visitantes

Feira Mãos da Terra: 14 mil pessoas

Intercom: 4 mil participantes

O perfil empreendedor da população de Caxias do Sul criou não apenas potências industriais e comerciais, mas consagrou uma vocação para bem receber os visitantes, sejam eles turistas em busca de lazer, sejam executivos a negócios. Desde os primeiros anos da cidade, a comunidade compreendeu e assimilou a importância de criar condições para atrair visitantes, sedimentando um setor qualificado que evolui permanentemente e torna-se, no momento, um dos mais bem preparados no Estado para atender demandas de quem busca infraestrutura e atendimento para a realização de feiras, eventos e congressos. Com a missão de difundir do potencial da cidade e trabalhar junto aos promotores de eventos, o Caxias do Sul Convention & Visitors Bureau tem estrutura física e humana qualificada para atender todas as demandas do setor. Em funcionamento há seis anos, a entidade já atraiu dezenas de eventos, dos mais diferentes segmentos e portes, contribuindo para o desenvolvimento da atividade turística da cidade e oportunizando aos promotores novas alternativas de espaços. Faça contato com o Convention e decida-se por Caxias do Sul no momento de escolher a cidade para realizar o seu evento. Sejam Bem-Vindos a esta Terra! 54-3027.6436 caxiaseventos@caxiaseventos.org.br www.caxiaseventos.org.br


Convention  

pasta de eventos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you