Page 1

SINDICATO DENUNCIA DONOS DA USINA UTINGA LEÃO POR CALOTE NOS TRABALHADORES

5

CULTURA

Casa Cor Alagoas une as artes plásticas à arquitetura e decoração 16

PROCURADOR-GERAL denuncia ato de revanchismo da Assembleia Legislativa e diz que investigações vão continuar

COVARDIA Em retaliação, deputados cortam orçamento e “asfixiam” o MPE ELEIÇÃO

Canteiro abriga uma floresta com 3 mil árvores

Tavares e Jorge VI deixam o Governo

Eduardo Leite

NATUREZA

Mais de três mil árvores – entre “jovens e adultas” – formam a estreita floresta do canteiro das Avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro. A reportagem de O DIA ALAGOAS fez o percurso a pé e conferiu tudo, uma por uma. 10

5

Eduardo Tavares, da Defesa Social, e Jorge VI, adjunto de Esporte, entregaram os cargos na sexta-feira, dia 4. Os dois devem concorrer nas eleições gerais de outubro. 5

CONSTRUIR

Economia de água e luz atrai mais clientes Itens inovadores nos imóveis estão chamando a atenção de muita gente. No final das conversas, eles acabam sendo decisivos para o fechamento do negócio. 7

TECNOLOGIA

Aplicativo promete uma “leitura acelerada” Árvore “rebrota” de tronco na planície produzida pela ação da motosserra, no canteiro da Avenida Fernandes Lima

Alagoas l 6 a 12 de abril I ano 02 I número 058 l 2014

13

redação 82 3023.2092 I e-mail redacao@odia-al.com.br


2

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


3

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

COM A PALAVRA...

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

LIQUIDA GERAL MACEIÓ é uma oportunidade para bons descontos e antecipar o presente do Dia das Mães

11ª edição consagra sucesso da campanha Pedro Barros Repórter

M

ais uma edição da campanha Liquida Geral Maceió promete movimentar o

comércio local. De 7 a 17 de abril, os consumidores da capital terão oportunidade de fazerem suas compras com descontos especiais. São 10 dias de promoção onde “a demanda e a oferta se encontram”, como destaca Luiz Jardim, diretor de planejamento da Câmara de

Dirigentes Lojistas (CDL). Em sua 11ª edição, o dirigente destaca a importância da campanha, enfatizando que a data se configura como uma das mais importantes do calendário do comércio, rivalizando, por exemplo, com o dia das mães.

Que fatores contribuem para o sucesso que a campanha vem alcançando ao longo dos anos? A campanha acontece num período, digamos, de entressafra. A gente tem as grandes vendas do natal, o ano começa ainda como verão, tem a festa do carnaval, mas, antes de maio, você tem uma lacuna, um tempo meio parado para o comércio onde nem sempre são feitas grandes ofertas. Também tem aquela necessidade de troca de coleção dos shoppings, das lojas do ramo de moda, por exemplo. Então o Liquida vem para fazer com que demanda e oferta se encontrem de uma forma favorável para todos. Ganha o consumidor, ganha também o lojista. Quantos prêmios serão distribuídos e qual o período da campanha? Serão distribuídos 48 prêmios. Entre eles, dois carros – um novo Uno e um Pálio –, geladeiras, televisores 32” e microondas. Então ganha o consumidor, por encontrar boas ofertas, e o lojista, que pode conquistar o consumidor com essas ofertas. São 10 dias (7 a 17 de abril)

Eduardo Leite

Qual a importância dessa campanha para o comércio local? O Liquida assume uma grande importância, tanto para o lojista quanto para o consumidor. A CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) entra com essa promoção, procurando esquentar o comércio, fazendo com que os lojistas apresentem suas ofertas. Como esse período, geralmente de abril – um período bem anterior ao Dia das Mães – é de venda fraca, a grande função do Liquida é dar uma movimentação no comércio, acordando as lojas para suas ofertas. E o consumidor, além de encontrar grandes ofertas, ainda pode ganhar prêmios.

de ofertas, de promoção. Quantas lojas estão aderindo ao Liquida Geral Maceió? Nós temos em torno de 1500 pontos de vendas. Essa é a nossa primeira projeção. É bom destacar que essas lojas, que estão aderindo ao programa, têm a obrigação de dar o cupom. É importante que o consumidor exija seus cupons.

tudo. Envolve adesão de lojas de material de construção, lojas de móveis e várias outras. Ainda não temos a relação de todas as lojas que estão aderindo ao programa. Mas é uma promoção que está envolvendo os três shoppings, um mercado que sempre disputa muito, que tem muita competição e dá, assim, uma grande chancela à promoção.

Se formos situar essa campanha entre as datas festivas para o comércio, qual a sua importância? Ela é a segunda data mais importante do mercado, provavelmente rivalizando com o Dia das Mães, só perde para o Natal. Lembrando que o Dia das Mães tem um foco muito grande no ramo de presentes e o Liquida envolve

Com essa campanha, a CDL garante que as lojas participantes terão, de fato, os melhores preços do mercado? Garantimos que é um bom momento para compra, inclusive pode-se aproveitar essa oportunidade para antecipar as compras do Dia das Mães. Porém não existe uma garantia da CDL, da organização do Liquida, que aquele

preço que o consumidor está encontrando é o melhor do mundo. Por isso, é importante que o consumidor, mesmo com a campanha, pesquise e negocie. Garantimos também que as lojas que aderirem à campanha terão produtos em promoção e que o consumidor terá direito aos cupons. O restante o consumidor faz com essa sua pesquisa e negociação. O que é preciso para o lojista aderir à campanha? É muito fácil. A campanha sai muito barata. Por exemplo, um pequeno ou médio lojista, para fazer qualquer campanha promocional de sorteio, tem um problema muito sério que é a própria legalidade da campanha. Então, só de processo para

viabilizar uma campanha sob o aspecto legal, esquecendo o prêmio, o lojista pode gastar uns R$ 10 mil, entre taxas da Caixa Econômica e todo o processo. Com o Liquida, o lojista investe R$ 260 reais em cada kit. Ele deve entrar em contato com a CDL e solicitar a visita do pessoal que está fazendo o contrato de adesão. Com o kit, recebe bandeirolas, cartelas de preços, faixas de vitrine, cartazes. Assim, o lojista tem todo o material para divulgação e recebe também 400 cupons.

Serviço Clube dos Diretores Lojistas Rua Zacarias Azevedo, 31 - Centro, Maceió/AL, 57020-470 Fone: 82 3311-3939 www.cdlmaceio.com.br


4

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

EXPRESSÃO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Começou a eleição A

gora pode-se dizer que a eleição começou em Alagoas. O calendário eleitoral determina a desincompatibilização de cargo público daqueles que desejam ser candidatos a cargos eletivos até o dia 5 de abril. Mas o bota-fora aconteceu na sexta-feira, dia 4. Alguns gestores deixaram o cargo sem ao menos serem percebidos. Outros causaram alvoroço. No entanto, nem todos estão definidos quanto aos cargos que vão postular. Aliás, muitos nem sabem

se serão candidatos. Isso acontece porque as pedras do tabuleiro do xadrez político em Alagoas ainda serão mexidas várias vezes. Não há nada certo. Só o calendário eleitoral. Ainda não se sabe quem será candidato, mas se sabe quem está à disposição e quem pode ser. Quem não se desligou do cargo que ocupava já desistiu da eleição. Os efeitos deste prazo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) era esperado por muitas raposas da política em Alagoas. Definidos os nomes que podem concorrer ao pleito

de outubro, agora é a vez de alinhavar as parcerias políticas. Por enquanto, ainda não se pode falar em alianças. Muita água ainda vai rolar sob esta ponte. No entanto, não se pode negar que a eleição passa por dois nomes em Alagoas: governador Teotônio Vilela Filho e senador Renan Calheiros. Se os dois se aliarem, ganham a eleição majoritária em Alagoas sem muito esforço. Se ficarem sob o comando de grupos antagônicos, prometem uma boa disputa pelo voto do eleitor alagoano. Nesta posição do tabuleiro de xadrez, os dois

favorecem o surgimento de uma terceira via, ou até de uma quarta opção. Da escolha do candidato a governador também depende a escolha para a Presidência da República. Uma decisão depende da outra. A eleição proporcional deve revelar muitas novidades para a Câmara Federal. Nomes de pessoas consideradas “ficha-limpa” em Alagoas estão sendo colocados como pré-candidatos a federal. Por isso, aqueles deputados que imaginavam ter a reeleição garantida estão de orelha em pé e

fazendo de tudo para aparecer. Até bater na presidenta Dilma virou agenda para estes. Mas a eleição que promete ser bastante acirrada em Alagoas – na disputa voto a voto – é para a única vaga para o Senado. A vereadora Heloísa Helena desponta como uma excelente oportunidade para o eleitor alagoano mostrar que também sabe votar consciente. Por duas vezes consecutivas, ela foi a vereadora mais votada de Maceió. Ou seja, na capital, o eleitor já mostrou que está aprendendo a “arte do votar certo”.

Tome posse do seu eu José Romero Nobre de Carvalho - Professor

É

na escola que a criança começa a estabelecer com a vida um pacto de verdade. Isso ocorre, pois é no convívio do mundo escolar, através das relações sociais e longe da proteção do lar, que a criança começa a tomar consciência real de sua existência como ser individual, bem como conhecer os diversos “jogos” que permeiam as relações humanas. Eu diria que a criança, nesse ambiente, no convívio com muitas pessoas, começa a tomar posse de sua verdade. Na convivência no “espaço escolar”, a criança aprende mais do que o conhecimento que permeia um projeto pedagógico. Aprende também que o respeito a si e ao outro

irá garantir que disponha de si mesmo, o que certamente permitirá a ela a descoberta de seu eu. Refiro-me aqui ao conhecimento de si nas múltiplas dimensões de nossa existência, seja ela material ou afetiva, física ou intelectual. É na escola que, em primeiro plano, descobrimos o que de fato nós somos. Assim, vejo a escola como o templo privilegiado para nos ensinar as coisas da vida. O convívio com o “mundo-escola” ensina às nossas crianças o que será decisivo para toda a sua vida: ser pessoa é, acima de tudo, saber lidar com você mesmo e com as outras pessoas. Também ensina as crianças a conhecer as diversidades. É nela que as crianças começam a perceber quem são. É o

Para anunciar, ligue 3023.2092 CNPJ 07.847.607/0001-50

l

momento em que se estabelece a diferenciação. Por isso, é muito importante que a família acompanhe a vida de seus filhos nesse mundo fantástico e desafiador. Certa vez, em um atendimento a um casal que buscava a escola ideal para o seu filho, colocaram como obstáculo o tamanho de minha escola, que lhe parecia muito grande. Em minhas considerações, apenas fiz uma pergunta: em que tamanho de mundo o filho deles deveria ser criado? O pai me respondeu: — Do tamanho desse mundo em que vivemos. Então eu disse a ele: — Venha para a minha escola, pois ela é grande e oferece a seu filho retratos da realidade do mundo lá fora. Ele não só matriculou o filho, mas trouxe mais alunos. Escola tem que ter esse

EXPEDIENTE ODiaAlagoas

papel. Tem que oportunizar o conhecimento formal, mas precisa oferecer aos educandos a chance de conviver e, principalmente, enfrentar a mesma realidade que encontrarão no mundo. Pais superprotetores dificultam o ganho de autonomia de seus filhos, fazendo intervenções inadequadas nas questões deparadas por seus filhos na escola. Assim, eles não ajudam as crianças a encontrarem o seu eu e, principalmente, a tomarem posse do seu eu. Na verdade, o risco de nós, pais, projetarmos nos filhos os nossos medos e as nossas inseguranças é grande, quando não damos às nossas crianças a chance de elas mesmas resolverem as suas pendências. Necessita-se de orientação?

No “Mundo da Escola” existem profissionais preparados e que não estão emocionalmente tão envolvidos nas situações para ajudá-los na construção de caminhos para a solução de seus problemas. Em um sentido mais filosófico, digo a você que a escola é um teatro, na mais pura concepção grega onde as pessoas (Persona = Máscara) representam papéis. O que a escola, enquanto instituição formadora, se propõe é garantir que os atores desse espetáculo tomem posse do seu eu, firmando-se como pessoas portadoras de habilidades e competências que a tornem capazes de conhecer e solucionar os problemas que o mundo lhe apresentará em sua dimensão verdadeira.

Eliane Pereira Diretora-Executiva

Deraldo Francisco Editor-Geral

Flávio Nobre Diretor Comercial

Regenes Melo Jr. Gerente Comercial

Conselho Editorial

Aldo Ivo

Jorge Vieira

José Alberto Costa

Rua Pedro Oliveira Rocha, 424 B - Farol - Maceió - Alagoas - E-mail: redacao@odia-al.com.br - Fone: 3023.2092


5

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

PODER

DIAgnóstico Da Redação redacao@odia-al.com.br

Candidatos a candidatos

O

secretário de Estado da Defesa Social, Eduardo Tavares, e o secretário adjunto do Esporte, Jorge VI, comunicaram oficialmente o afastamento do cargo na sexta-feira, dia 4. O secretário adjunto da Defesa Social, José Maurício Maux, assume interinamente a pasta. O novo secretário não tem experiência na área de segurança pública. Ele foi diretor da Procuradoria-Geral de Justiça quando Tavares foi o procurador-geral. Para o lugar de Jorge VI, foi indicada a superintendente de Esporte e Desporto Escolar, Vânia Quintella. Na sexta, foi publicada no Diário Oficial do Estado a exoneração do superintendente do Procon, Rodrigo Cunha. O assessor jurídico do órgão, Adalberto Costa, é o substituto interino. O governador Teotonio Vilela fala sobre as mudanças no secretariado em entrevista coletiva na segunda-feira, dia 7, às 9h, no Hotel Radisson.

Bem na fita

A vereadora Heloísa Helena está bem na fita quando o assunto é pesquisa de intenção de voto. Na pesquisa feita pelo Ibope, ela apareceu em segundo lugar para o Senado em Alagoas, com 32% contra 38% de Fernando Collor.

Rejeitadíssimo! Sobre os números de Collor, a vereadora considerou muito baixo, mesmo porque ele está em campanha há muito tempo. Porém, alto mesmo é o número da rejeição a Collor. Estes, no entanto, os veículos da OAM não divulgaram. Neste quesito, não tem prá ninguém: Collor é disparado o mais rejeitado. O Ibope lhe atribuiu 32%.

Campanha em casa Aliás, a campanha eleitoral de Fernando Collor começou nos veículos de sua propriedade. Durante a semana que passou, o nome do senador apareceu em quase todos eles. Somente a TV Gazeta, acorrentada à Rede Globo de Televisão, poupou os elogios ao “melhor senador do mundo”. Agora, ficará difícil o Tribunal Regional Eleitoral se movimentar contra uma fumaça de irregularidade eventualmente cometida por Collor.

Começou comigo! O deputado federal Maurício Quintella (PR) está pegando carona na “revolta” da tucanada contra a presidenta Dilma na história Petrobras/Pasadena. Hoje, o deputado deslumbrado vive dizendo que foi ele quem iniciou as investigações sobre a compra da refinaria. Também, sem serviços prestados no Estado, qualquer manobrinha serve de alento.

O problema é a língua O deputado Ricardo Nezinho ficou mal na fita sobre o parecer que fala das “festas e banquetes” do Ministério Público. Quando a verdade veio à tona – ou seja, o parecer era uma mentira cabeluda – o parlamentar tentou se justificar dizendo que não acusou o MP. Com um vocabulário pobre e rasteiro, Nezinho não deu bem nem um recado nem outro.

Deputados e violência Os organismos de segurança devem se preocupar com a integridade física do deputado João Henrique Caldas, o JHC. Quando denunciou o escândalo na folha de pagamento da Assembleia, ele mexeu com gente perigosa. Mesmo que se fale que isso não exista, é bom tomar cuidado. O histórico de violência entre os deputados é na proporção de dois para cada grupo de três.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

AMPAL fará “Campanha Cidadania” para nominar deputados que retaliaram

MP vê retaliação no corte do duodécimo pela ALE Da Redação

O

s promotores e procuradores de Justiça de Alagoas classificaram como um ato de covardia o corte de R$ 16,5 milhões no duodécimo do Ministério Público Estadual, feito pela Assembleia Legislativa. O corte deixa o órgão auxiliar numa situação de calamidade. A perspectiva é que, nos próximos dias, o MP não tenha dinheiro para pagar as contas de água, luz, telefone e suspenda a água e o cafezinho. “Assim, vamos deixar de prestar serviços à sociedade, para quem trabalhamos. Isso acontece num ano em que devemos fiscalizar o processo eleitoral”, disse o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá. Para Sérgio Jucá, o corte no duodécimo aprovado pelos deputados foi uma reação às ações do MP nas investigações em torno de denúncias de desvio de dinheiro na Assembleia. O caso foi denunciado pelo deputado João Henrique Caldas, que se tornou inimigo

dos deputados. Por conta disso, JHC reforçou a sua segurança pessoal e mudou alguns hábitos. Em coletiva de imprensa na quinta-feira passada, Sérgio Jucá deixou claro que o MPE tem um trunfo contra a Assembleia. Ele não falou, mas insinuou que o órgão deve tomar uma medida muito séria nos próximos dias contra alguns deputados estaduais. Sérgio Jucá suspeita, inclusive, que essa medida deva ter chegado ao conhecimento dos deputados e, por isso, eles reagiram com a aprovação do corte. Coube ao deputado Ricardo Nezinho – que não se entende bem com a Gramática -, na condição de presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), emitir parecer com a rejeição ao veto do governador do Estado. Em seu parecer, o deputado ironizou o MP quando insinuou que o órgão gastava muito com festas pomposas e grandes banquetes. Acuado pela imprensa para explicar o seu parecer, o deputado disse que

“o MP planejava gastar em festas”. Na coletiva de imprensa, pela primeira vez desde que esse impasse começou, Sérgio Jucá falou em retaliação por parte da Assembleia. “O objetivo dos deputados que votaram pelo corte no nosso orçamento foi a de asfixiar o Ministério Público”, comentou o procurador-geral. Uma resposta da Associação do Ministério de Alagoas (Ampal) à reação dos deputados será a Campanha Cidadania. Mesmo com os poucos recursos, os promotores prometem ir ao interior do Estado explicar a situação e nominar todos os deputados que retaliaram contra o MP. Essa campanha está sob a responsabilidade da presidente, Adilza Inácio de Freitas.

Serviço Assembleia Legislativa de Alagoas Praça Dom Pedro II, s/nº, Centro Maceió-Alagoas, CEP: 57020-900 Fone: (82) 3315-4951 www.assembleia.al.gov.br/

Sindicato denuncia calote na Usina Utinga Leão Assessoria O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Açúcar de Alagoas, Jackson de Lima Neto, denuncia que a Usina Utinga Leão está “dando um calote nos trabalhadores”. Para o sindicalista, as suspeitas ficam claras porque, na segunda quinzena de março, a usina recebeu cerca de R$ 7 milhões relativos à subvenção do etanol. Em relação ao pagamento dos trabalhadores na usina, a categoria informou que só recebeu o salário de fevereiro quem ganha até R$ 1.200,00. Quem ganha acima disso recebeu, na última sexta-feira, dia 4, R$ 500,00. Além disso, o 13º de 2013 ainda não foi pago. Segundo o presidente do STI do Açúcar, não há previsão nenhuma para o pagamento do mês de março. “Semana que vem, este mês [março] já entra como atrasado. Isso deixa os trabalhadores desestimulados e sem perspectivas”, comentou. A diretoria do STI do Açúcar esperava que, com os recursos da subvenção do etanol, o pagamento dos trabalhadores seria regularizado na Usina Utinga Leão.

“Isso acontece num momento em que a Usina Utinga Leão recebeu quase sete milhões de subvenção do etanol. Ora, e para onde foi esse dinheiro todo se mais da metade dos trabalhadores não recebeu o salário relativo a fevereiro?”, questionou o presidente. Jackson Lima contou que, quando Eduardo Queiroz de Monteiro assumiu os destinos da Usina Utinga Leão, tinha a missão de salvar aquela indústria que estava com a “saúde financeira bastante fragilizada”. “Mas aconteceu exatamente o contrário. Este cidadão está promovendo a derrocada da usina. Ele está afundando a Utinga Leão. Quando isso vem acontecer com a indústria, imagine como está a situação dos trabalhadores”, comentou o presidente. Jackson de Lima Neto revelou que Eduardo Monteiro também assumiu o comando da Usina Cucaú, em Pernambuco. “Fomos informados que esta usina está na mesma situação que a Utinga Leão. Ou seja, esta é uma gestão que não está dando certo nem em Alagoas nem em Pernambuco”, disse o presidente.

O líder dos trabalhadores na indústria do açúcar no Estado contou também que teve uma conversa por telefone com Eduardo Monteiro na sexta-feira, dia 4, de quem recebeu a informação de que a folha salarial de fevereiro seria quitada na próxima semana e, no mesmo período, seria liberada a primeira parcela do 13º salário. “Infelizmente, o comportamento do Eduardo Monteiro em relação ao pagamento dos trabalhadores nos leva a desconfiar dessas informações. Não acreditamos que esse compromisso seja honrado, como já aconteceu outras vezes”, disse Jackson Lima. O sindicalista disse que a diretoria do STI do Açúcar está tomando as providências necessárias para que os trabalhadores não sejam vítimas de um golpe dos gestores da usina.

Serviço

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Açúcar de Alagoas Rua - Barão de Jaraguá,269 - Jaraguá Fone: 82 3221-0772 www.stia-alagoas.com.br


O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

MERCADO

Repórter Econômico

Dicas de economia para o dia a dia do consumidor Jair Pimentel jornalista.jairpimentel@gmail.com

Orçamento, segunda etapa!

P

ara quem tem disciplina financeira e faz um orçamento anual, chega a segunda etapa, ou seja, o segundo trimestre, já com tudo certo, sobra de dinheiro na poupança, muita pesquisa antes de comprar, evitar se utilizar dos juros abusivos que a política econômica do Brasil oferece aos consumidores. Continue assim. Jamais pague juros do cheque especial e do cartão de crédito parcelado.Pior ainda: dos agiotas, que se aproveitam da situação crítica de quem quer dinheiro na hora, sem burocarcia e chegam a cobrar até 20% ao mês, sem qualquer critério ou direito do devedor reclamar. Seguir um orçamento doméstico à risca é a melhor maneira de sobreviver sem sacrifícios. É dormir tranquilo, consciente de que não vai receber as cobranças constantes de credores, como bancos, financeiras, lojas, concessionárias de serviços etc. Também jamais terá seu nome incluído na lista negra do SPC/Serasa. E o mais importante: ter uma reserva financeira para qualquer emergência, sem recorrer ao crédito. Siga essas dicas e viva de acordo com o que ganha, sem jamais seguir o exemplo de algum parente ou amigo consumista compulsivo.

Pesquisando Ao sair para as compras, leve uma lista do que realmente precisa para consumir na semana ou no mês. Os supermercados estão sempre com promoções. Acompanhe nos jornais, TV, rádios ou panfletos. Mas,mesmo assim, não compre diretamente. Pesquise em outros locais e só compre mesmo, quando tiver certeza de que fez uma boa economia.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

SORTUDO: médico comprou pneus, foi sorteado e vai ver Brasil x México

Cliente Mundaú vai à Copa com tudo pago Da Redação

O

m é d i c o neurologista Adolfo Vasconcelos de Albuquerque vai para a Copa do Mundo 2014 sem gastar um real. Cliente Mundaú Pneus, ele foi o grande vencedor em Alagoas da campanha “Esse Lugar é Seu”, da Continental Pneus. Ele comprou quatro pneus Continental aro 16 na loja da Avenida Senador Rui Palmeira, na Levada, preencheu o cupom, aguardou o sorteio e o foi o grande vencedor. O sorteio foi feito pela Caixa Econômica Federal, em fevereiro. O número da sorte foi 81.455, que estava nas mãos do médico Adolfo

Vasconcelos. O sorteio garante ingresso para o jogo Brasil x México, na Arena Castelão, em Fortaleza, no dia 17 de junho. O pacote inclui ainda três diárias de hospedagem em hotel de três estrelas (ou superior definido pela empresa); traslado completo da residência até o estádio e retorno (incluindo bilhetes aéreos e transporte de ida e volta); dois kits de brindes com bolsa de viagem e camiseta. O sorteio ainda dá direito ao ganhador a escolher uma pessoa para lhe acompanhar na viagem. “Para nós que fazemos a Mundaú Pneus, é uma grande satisfação ter um cliente nosso contemplado. Isso reflete a credibilidade da campanha da Continen-

tal Pneus e a preferência do cliente pelos pneus com os quais trabalhamos. Ficamos imensamente satisfeitos com o resultado desse sorteio. Entendemos que não foi apenas o nosso cliente o grande sorteado, mas todos nós que fazemos a Mundaú Pneus”, disse o empresário Laete José da Luz. O empresário informa ainda que a campanha continua na Mundaú Pneus. “A campanha está valendo para quem comprar quatro pneus Continental novos acima do aro catorze. No ato da compra, o cliente recebe, sem sorteio nenhum, uma bola oficial da Copa e uma bolsa Adidas”, explicou Laete da Luz, proprietário da Mundaú Pneus. Divulgaão

6

Concorrência Ela é acirrada. Faz parte da economia de mercado, que domina o mundo e não tem escapatória. Só ganha mesmo o consumidor que pesquisa, pechincha e consegue desconto, comprando à vista. Se for a prazo, claro que os juros serão cobrados e no final, o valor de à vista, fica o triplo.

Marcas Trocar a marca de determinado produto por outro que faz o mesmo efeito e é mais barato é a opção de economizar,principalmente com material de limpeza, higiene e alimentos. Faça isso. Mas tem que ir ao supermercado, sem pressa, para procurar o que realmente vai substituir e possui as mesmas características. Os produtos produzidos no Brasil são mais baratos. Os importados são caros, porque o dólar vale mais que o dobro do real.

Serviços caseiros Todo consumidor necessita de algum serviço caseiro (elétrico, hidráulico, pintura etc.) que não sabe fazer e precisa de um profissional para realizar. Mas os preços são diferenciados de um para outro. Portanto, pesquise no mercado e só feche negócio quando tiver certeza de que fez alguma economia. Também só pague quando o trabalho for concluído e testado.

Liquida Maceió Recebi realese da jornalista Beatriz Nunes sobre a promoção Liquida Maceió, que vem se realizando a cada ano através da Câmara de Diretores Lojistas - CDL. É uma oportunidade do consumidor economizar, já que as lojas terão descontos especiais e ainda dão a oportunidade do comprador participar de sorteios. Mas a dica de pesquisar continua. Visite todas as lojas que participam da promoção e exija o cupom do sorteio.

Adolfo Vasconcelos recebe o ingresso simbólico da partida da Copa do Mundo das mãos do empresário Laete da Luz

Médico vai viajar acompanhado da esposa O médico Adolfo Vasconcelos confirmou que vai ao jogo Brasil x México, em Fortaleza. Como tem direito a acompanhante, ele vai levar a esposa. “Já combinei tudo com ela e, no dia combinado, viajaremos para Fortaleza”, contou o médico. Ele disse ainda que não acreditava ser sorteado.

“Quando recebi o telefonema do pessoal da Continental, pensei que fosse trote. Depois a pessoa começou a falar do cadastro que fiz na Mundaú Pneus e, então, passei a acreditar”, comentou. Em seguida, o médico recebeu uma chamada telefônica da Mundaú Pneus, compareceu à loja e recebeu o

ingresso simbólico das mãos do proprietário da empresa, Laete da Luz.

Serviço Mundaú Pneus Avenida Senador Rui Palmeira, 62, Levada Fone 3326-2380


7

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

CONSTRUIR

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

DIFERENCIAL que se faz através de itens que tragam mais conforto, segurança, além de economia de água e energia elétrica

Consumidores buscam inovações em imóveis Éder Patriota Repórter com Folhapress

E

m recente pesquisa realizada em 23 estados e no Distrito Federal, com possíveis compradores de imóveis, sobre os diferenciais que pesam na hora de comprar determinado imóvel, os itens inovadores que mais pesam são economia de água e energia elétrica, conforto e segurança. Conforme constatou a reportagem de O DIA ALAGOAS, cada vez mais, os consumidores alagoanos vêm buscando estes itens diferenciados e as construtoras locais estão atendendo esta demanda de forma espontânea para não perderem o cliente. Para o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, Paulo Simão, a pesquisa mostra que o mercado está exigindo o aumento dos investimentos em tecnologia durante a execução da obra. “Com mais investimentos e ganhos em maior escala, essas novas tecnologias terão seu custo diminuído e alcançarão um maior número de pessoas”, afirmou.

Torneiras inteligentes, que ajudam a economizar água, estão entre estes itens

Novidades contribuem para qualidade de vida Segundo o corretor de imóveis Joseano Ferreira, a qualidade de vida é algo que todos querem e alguns itens agregados a determinados empreendimentos contribuem para que eles sejam um sucesso das vendas. “Ninguém mais quer subir quatro ou cinco lances de escadas, tem que ter elevador e, na falta de energia, o gerador é fundamental”, diz. Ele afirma que as construtoras têm que estar sempre se atualizando, inovando, buscando novas tendências. “O que é bom e nos dá satisfação tem que permanecer. Não se pode lançar um empreendimento hoje com total infraestrutura e amanhã lançar um sem isso. Ou você lança igual com uma melhor localização ou programa mais itens para

melhor favorecer o empreendimento e, dessa maneira, terá, com certeza, sucesso nas vendas e valorização das unidades”, lembra. Joseano destaca que não há um percentual de valorização determinado para cada item aplicado, pois quando se faz um projeto, já se tem um público alvo, se sabe (em tese) o que ele busca e tudo está embutido no custo. “Não se iluda: ou o consumidor compra o que é bom e fica satisfeito ou compra o barato que sairá caro futuramente –sendo que nessa situação você terá inúmeras dores de cabeças. Por isso, recomendo que procure um bom profissional da área e ele certamente lhe apresentará um produto de qualidade, que atenderá todas as suas necessidades”, alerta. E.P.

Empresário destaca mudanças nos projetos Segundo Ronald Vasco Júnior, diretor da V2 Construções e diretor de Responsabilidade Social da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL), sua empresa busca sempre oferecer aos seus clientes novidades nas áreas de segurança, economia, meio ambiente e bem estar, como é o caso do Home Office. “O local em que se localizam os condomínios atende bem as pessoas, as quais têm, em seus imóveis, salas de estudos, utilização de lâmpadas econômicas, medidores individuais de água, torneiras com temporizador nas áreas comuns, caixa de descarga com volume abaixo do normal, arejadores hidráulicos para minimizar o desperdício de água, guarita de segurança com clausura, câmeras de vigilância por todo o empreendimento,

plataforma para cadeirantes, entre outros”, explica. PROJETOS Em relação aos itens que as pessoas buscam mais nos empreendimentos, o empresário afirmou que são o bem estar seu e de sua família, conforto, segurança, economia e o perfil da empresa que executou a obra. “Buscamos sempre atender os nossos clientes da melhor maneira possível, desde a concepção do projeto do empreendimento, execução dele e a sua entrega. Nosso objetivo é que o cliente receba um imóvel com resultado acima da sua expectativa”, garante. “Nossos projetos contam com um sistema de gestão de processos e gestão ambiental, onde são aplicados nos nossos canteiros de obra e com exigen-

tes treinamentos técnicos da equipe de execução, além de projetos sociais utilizados com esta equipe – o que vem gerando resultados muito satisfatórios e faz com que a satisfação dos nossos clientes seja enorme quando recebem os seus imóveis”, completa. Para Ronald, a inovação contribui para o aumento das vendas, já que os clientes estão cada vez mais exigentes, buscando mais conhecimento do produto e da empresa e, em muitos casos, preferem pagar mais caro para ter segurança, economia, conforto e tecnologia avançada no seu imóvel. E.P.

Serviço V2 Construções Rua Engenheiro Mário de Gusmão, 355 - Ponta Verde Fone: (82) 2126-1239 E-mail: v2@v2construcoes.com.br


8

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

COTIDIANO DIA a Dia

P

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br Deraldo Francisco - diaadia@odia-al.com.br

Na Ladeira Ulisses Bandeira

edimos desculpas ao leitor pela repetição do tema, mas não tem jeito. O trânsito na Ladeira Ulisses Bandeira, no Bom Parto, deve ser repensado urgentemente. Não há condições de tráfego nos dois sentidos. Para piorar a situação, há sempre um buraco no meio da ladeira. Este da fotografia

é um vazamento na rede de distribuição de água. O leito da pista já é estreito e, assim, fica mais apertado ainda. Por tudo isso e mais alguma coisa, a coluna pede a atenção dos órgãos do município para resolver este problema crônico.

Muito lixo no Pinheiro

Meninos da SMTT

Riscos com os ônibus

Novas rotas

Cuidado com os ladrões

A coluna observou durante a semana que passou que, em alguns pontos do Pinheiro, o lixo está se amontoando. Não se trata de sacolas com lixo doméstico, mas grandes quantidades de descartes deixados nas esquinas onde há muros altos ou terrenos baldios. Esta situação foi constatada em, pelo menos, quatro esquinas do bairro, nas imediações do posto de saúde do município. O pedido de providências vai para o pessoal da Slum.

O acidente com o carro da SMTT da faixa azul foi de “lascar o cano”. Uma viatura tipo Voyage com dois garotos dentro derrubou os ocupantes de uma motocicleta. As marcas do sinistro revelaram que ele [o sinistro] foi provocado pelo carro da SMTT. O pior disso tudo é que o acidente aconteceu num trecho de “faixa azul”. Esses meninos da SMTT estão precisando de aulas de reforço.

Infelizmente, diante da velocidade alcançada pelos ônibus, os riscos de atropelamentos fatais na “faixa azul” são reais. Um carro pequeno quando atropela uma pessoa pode até matar, mas, em geral, só machuca, dependendo da velocidade. Mas com o ônibus, a história é outra. Poucos são os atropelamentos em que as vítimas ficam vivas para contar a história.

O aperto no trânsito está criando hábitos novos nas pessoas. Por exemplo, quem mora na parte alta de Maceió e precisa ir ao Centro, pela manhã, está pegando um atalho por Bebedouro. A nova rota inclui a Vila Goiabeira, em Fernão Velho. Uma estrada de barro, estreita, mas com muito verde. É quase um passeio no campo. O trecho começa em Fernão Velho e termina em Bebedouro, onde o trânsito dá um nó, principalmente pela manhã.

A coluna alerta aos donos de estabelecimentos para uma situação que está ocorrendo com frequência. Informações da Polícia Civil dão conta de que vários arrombamentos registrados à noite estão sendo cometidos por falsos “catadores de material reciclável”. Ladrões estão percorrendo os bairros durante a madrugada, puxando uma carrocinha com papelão. Esse é o disfarce. Todo o material que eles roubam dos estabelecimentos é camuflado no meio do papelão.

Eduardo Leite

14 bairros ficarão sem energia

Esta semana será de trabalho intenso do pessoal da Eletrobras Distribuição Alagoas lotado na “manutenção programada”. As equipes vão atuar em 14 bairros de Maceió e, no período em que eles estiverem trabalhando, o fornecimento de energia será suspenso. A coluna lista, a seguir, a relação dos bairros onde faltará energia por conta da operação para recuperação da rede de distribuição de energia. Domingo, dia 6 de abril Das 7h às 12h – Bebedouro Segunda-feira, dia 7 Das 9h às 12h – Bebedouro Das 9h às 13h - Tabuleiro Terça-feira, dia 8 Das 8h às 14h – Gruta de Lourdes Da 8h às 12h – Pinheiro Das 8h30 às 12h – Clima Bom Das 9h às 12h - Poço Das 9h às 13h - Tabuleiro Das 14h30 às 18h – Tabuleiro Quarta-feira, 9 de abril Das 8h às 14h – Serraria Das 8h às 14h e das 8h30 às 12h – Tabuleiro Quinta-feira, 10 de abril Das 8h30 às 12h – Jacintinho Das 8h30 às 12h – Trapiche Das 9h às 12h – Fernão Velho (comunidade da Vila Goiabeira) Das 9h às 12h – Mangabeiras Das 14h30 às 17h30 – Jacintinho Sexta-feira, dia 11 Das 8h30 às 12h – Tabuleiro Das 9h às 13h – Feitosa Das 9h às 12h – Garça Torta Sábado, dia 12 Das 4h às 8h – Jacintinho Das 8h às 14h – Jardim Petrópolis


O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

PUBLICIDADE

9 redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


10

ECOLOGIA

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

ÁREA ARBORIZADA, composta por 30 espécies de árvores, embeleza a cidade e ainda torna o clima mais agradável

“Floresta” do canteiro deixa Maceió saudável Marcelo Alves Repórter

A

fenômeno de “rebrota”. O leigo chama isso de vida. As três mil árvores existentes no canteiro das Avenidas Durval de Góes Monteiro e Fernandes Lima deixam o ar da parte alta da cidade mais limpo. Pode não parecer, mas, mesmo com tantos carros, é saudável caminhar pelo canteiro das duas avenidas.

Essa estreita floresta é responsável pela absorção de boa parte do dióxido de carbono emitido pelos milhares de veículos que passam pelo local todos os dias. É pequena, mas, em se tratando de Maceió, é uma contribuição considerável para reduzir a emissão de gases que formam o efeito estufa. Especialistas atribuem às arvores a

absorção de 70% do dióxido de carbono. Além disso, as árvores das avenidas deixam aquela parte da cidade mais bonita, reduzem a poluição sonora, protegem as pessoas dos raios ultravioleta, ameniza a temperatura e melhora a qualidade do ar, retirando o gás carbônico do ambiente e liberando o oxigênio. Eduardo Leite

correria não deixa as pessoas perceberem, mas há uma floresta bem no meio das duas avenidas mais movimentadas de Maceió. São, ao todo, 3.002 árvores, entre adultas e “jovens”, aque-

las que têm 5 cm de diâmetro e 1,20 m de altura. Entre elas, há dezenas de árvores frutíferas, como mangueiras, pitombeiras e cajueiros. Há, também, nesta floresta, dezenas de árvores que, num espetáculo da natureza, ressurgem do tronco da árvore que foi fatiada pela motosserra. Os especialistas chamam esse

Para Wong, canteiro não suporta mais árvores Segundo o ambientalista Ricardo Ramalho, há cerca de 30 espécies de árvores ao longo do canteiro. Entre elas, Ipês (da predominância rosa), Cássias do tipo ferrugínea, Pau-Ferro, Chapéu-de-Napoleão, Palmeiras (leque e triangular), Sucupira, Flamboyant e Angico. Mas, no canteiro, ainda há compridos jardins formados, notadamente, pelas flores Bougainvillea. R i c a r d o R a m a l h o f oi secretário municipal de Meio Ambiente e implantou em Maceió o projeto “Um Milhão de Árvores”. A ideia era deixar Maceió uma das cidades mais bem arborizadas do Nordeste. Em seis anos, ele afirma que conseguiu plantar 369 mil árvores na cidade. “Não consegui concluir o projeto, mas dei um bom início”, disse Ramalho.

O atual secretário, Raphael Wong, afirma que, de acordo com seus levantamentos junto aos arquivos da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), foram plantadas pouco mais de 350 mil árvores no projeto “Um Milhão de Árvores”. “Saliento que durante este período, foram realizados vários replantios de árvores anteriormente plantadas no mesmo local, plantios através de TCV (Termo de Compensação Vegetal) de empresas, doações de árvores para eventos realizados tanto pelo município como por terceiros”, disse o secretário. Raphael Wong considera o montante oficial mas alega que, no momento, não há como plantar “mais nada” no canteiro da Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro. M.A.

Árvores do canteiro central das avenidas minimizam efeitos do calor com suas sombras e ainda reduzem poluentes do ar


11 redação 82 3023.2092

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

ECOLOGIA

e-mail redacao@odia-al.com.br Fotos: Eduardo Leite

Raphael Wong fala sobre arborização Numa pequena entrevista à reportagem de O DIA ALAGOAS, Raphael Wong falou sobre a arborização de Maceió e da atuação da população denunciando os casos de cortes irregulares de árvores na cidade: Há algum projeto para tornar o canteiro da Fernandes Lima mais verde? O canteiro da Avenida Fernandes Lima não comporta mais o plantio de árvores, o que deverá ser feito será uma seleção das espécies existentes no local, pois, em breve, deverá haver uma competição natural por espaço em função do grande volume de plantas.

E por falar nisso, a população tem denunciado casos de supressão de árvores em Maceió? A população, sempre que possível, denuncia a supressão de árvores. Isto é muito bom, pois sabe-se que a sociedade está vigilante quanto a arborização da cidade. É importante que a população denuncie. Mas vale ressaltar que a supressão de árvores deve ocorrer apenas em caso de necessidade extrema. Não por qualquer motivo.

Rodrigues

A arborização de Maceió ainda é acanhada. Existe na Sempma algum projeto que incentive o plantio de novas árvores? A deficiência na arborização deve-se tanto à ausência do poder público como também à cultura das pessoas em não promover o plantio de árvores. É muito raro observar árvores plantadas nas calçadas. Quanto ao incen-

tivo, a Sempma dispõe de um viveiro de produção de mudas onde as mesmas estão à disposição da população. Este viveiro encontra-se no Parque Municipal, localizado no Bebedouro. Lá temos inúmeras espécies de mudas.

Avenida Durval de Góes Monteiro possui, ao longo de seu canteiro, 564 árvores a mais que extensão da Fernandes Lima

Em 14km foram contabilizadas 3.002 árvores Durante dois dias a reportagem de O DIA ALAGOAS percorreu a pé os 14km de extensão do canteiro das Avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro e contabilizou 3.002 árvores existentes no local; 222 espécies suprimidas (cortadas), sendo que destas, 56 estão renascendo. No trajeto da Fernandes Lima, há 1.219 em pé, 94 cortadas pelo tronco, sendo que destas 33 estão voltando a crescer. Já ao longo da Durval de Góes Monteiro encontram-se 1.783 delas, 128 suprimidas, sendo 23 que “insistem” em florescer. O trabalho de contagem teve início na manhã da última terça-feira, dia 4, no começo da Fernandes Lima, onde se encontra o monumento artístico e cultural Chapéu de Guerreiro, e encerrou-se no começo da tarde da última quarta-feira, dia 2, em frente ao supermercado Atacadão, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A equipe de reportagem do semanário esteve in loco para contar as árvores que passam despercebidas pela grande maioria de transeuntes e de condutores da grande parte da frota de 267. 334 de veículos autorizados à circulação pela capital – segundo dados do Departamento de Trânsito de Alagoas (Detran) –, próximos aos canteiros das duas principais rodovias do país. Em alguns trechos do percurso, há árvores plantadas em verdadeiros tapetes de grama. Em outras partes do trajeto, as espécies estão Início do fenômeno “rebrota”, onde outra árvore nasce de uma espécie suprimida

Durante dois dias a reportagem percorreu a pé os 14km de extensão das Avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro

em meio à terra seca. Foi percebida ainda em alguns espaços existe uma grande quantidade de árvores juntas. Em contrapartida, em outros locais foram constatados vários tocos de árvores suprimidas bem próximos. E o que chama a atenção é a luta pela sobrevivência

de algumas das 222 espécies que foram suprimidas, isto é, que foram praticamente assassinadas. Cerca de 70 delas estão como que renascendo. Algumas destas espécies que insistem em vier já apresentam troncos com folhagens. Das 3002 espécies contadas ao longo do percurso, estão inclusas as mudas, as árvores em repouso (sem folhas), em início de enfolhamento, as totalmente com folhas, em começo e final de e florescimento, bem como início e total frutificação. Apesar de o percurso ter sido realizado pé durante o período da manhã, a reportagem não chegou a sentir muito o efeito da alta temperatura, por conta da sobra das árvores. Para se ter uma idéia da amenização do forte calor proporcionado pelo sombreamento das espécies, alguns dos ambulantes, que comercializam águas mineral e de coco próximos aos semáforos instalados ao longo das avenidas, utilizam-se das sombras das árvores para manter o gelos das caixas térmicas conservados por mais tempo. Já em uma parte da extensão do canteiro central da avenida Fernandes Lima, que compreende o início da entrada do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada (Cepa) até o final do complexo educacional, há grande concentração de buganville, que não se enquadrou na contagem das árvores, uma vez que a espécie é uma planta. M.A.


12

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

TURISMO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

VIAJANDOPORAÍ

Alexandre Henrique Lino - alexandrehenriquelino@yahoo.com.br

Comendo bem

Q

uem viaja hoje em dia tem como guia e auxiliar de primeira linha a Internet. Impossível planejar uma boa aventura sem mergulhar em sites que indiquem hotéis, restaurantes e atrações. Entre as sugestões que mais recomendo aos amigos,

No Brasil está o http://www.viagemesabor. com.br/ que oferece dicas gastronômicas com roteiros de dar água na boca. Bem verdade que, entre os brasileiros, este tipo de turismo ainda não está na moda, mas nada que prejudique seu crescimento,

cada vez mais evidente. Assim, fica a dica para quem, entre outros sabores, deseja acompanhar a produção de um queijo, seja ele de coalho, no Nordeste, ou o minas, em Minas Gerais. Ou quem busca aprender uma cultura a partir do paladar.

Em Alagoas

A Pousada Paradise em Coruripe é uma das mais tradicionais do litoral sul alagoano. Famosa por integrar o estilo de vida local com a natureza e a boa recepção, ela oferece

Passar um dia mergulhado em piscinas térmicas e muita animação, sempre rodeado de gente bonita e alegria. Este é o clima em Caldas Novas (GO), cidade conhecida nacionalmente por seu turismo aquático. O local ainda fica bem perto do Hot Park, maior complexo de lazer da região – instalado na cidade de Rio Quente, a 30 quilômetros – com piscinas, corredeiras e toboáguas radicais que encantam crianças e adultos. Vale programar com a família entre maio e julho, devido ao clima ameno de Goiás.

No mundo

quatro tipos de chalés, todos bem confortáveis. Destaque também para proximidade com o visual do Farol do Pontal de Coruripe e a proximidade com Dunas de Marapé, um dos novos

pontos turísticos da região. Não é exagero dizer que é um lugar paradisíaco. Mais informações e reservas pelo (82)3273-7303 ou www.pousadaparadiseal.com.br

Pertinho da praia de Carneiros, em Tamandaré (PE), a Pousada do Farol é daquele tipo de lugar que agrada pela relação custo x benefício. Quartos grandes, divididos em chalés em um ambiente acolhedor com piscina e gramado para crianças. Recomendada para quem procura sossego, já

que fica distante da região central do município. O acesso é feito por uma estrada de terra bem sinalizado e o proprietário (um português) é extremamente simpático. Mais informações e reservas pelo (81) 3676.2054 ou www.pousadadofarol.com

No Nordeste

Uma viagem rápida que pode ser feita ainda neste feriadão da Semana Santa: Uruguai. País organizado que guarda encantos nascidos de sua forte influência europeia, mas que permite a convivência com tradições herdadas da cultura indígena. Montevidéu pode ser feita em 48 horas, sem deixar nada de fora e é preciso esticar até Punta del Este, que provavelmente é o destino uruguaio mais desejado pelos brasileiros. Comida? Carne de cordeiro. E uma visita ao Parador la huella não pode ficar fora do roteiro uruguaio. Com tudo e gastando pouco, não sai por menos de R$ 3 mil por pessoa.


13

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

TECNOLOGIA

App Pedro Trindade pedrotrindade90@gmail.com

Acelerar

I

magina otimizar o tempo de leitura? Seja um jornal, revista ou um livro. Já existem aplicativos para celulares e tablets, como também sites especializados em uma leitura mais rápida. Veja alguns aplicativos:

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

APLICATIVO permite que usuário leia até mil palavras em apenas um minuto

Spritz: tecnologia para a leitura mais que dinâmica Eduardo Leite Repórter

O

palavras por minuto. Com a tecnologia, muito tempo seria economizado. Este jornal, por exemplo, seria lido por completo em pouco mais de dez minutos e um livro de 300 páginas poderia ser lido em aproximadamente uma hora. Porém, não foi para esse tipo de leitura que o Spritz foi criado. De acordo com seus desenvolvedores, a tecnologia ajudaria a reduzir o tempo gasto com textos simples e sem muita importância de assimilação, como mensagens de texto e de aplicativos de comunicação instantânea. Eduardo Leite

mundo, hoje, aparenta girar mais rápido. São inúmeras atividades simultâneas e inadiáveis diariamente fazendo com que as pessoas se vejam cada vez em busca de preciosas frações de tempo para dar conta de tudo. E nessa busca por segundos, vale tentar reduzir o tempo de tudo, inclusive da leitura. Já imaginou se fosse possível ler esta reportagem em alguns

segundos? É isso que prometem os desenvolvedores da tecnologia chamada de “Spritz”, que será embutida nos novos gadgets da Samsung – o smartphone Galaxy S5 e o relógio Gear 2. Para acelerar a leitura, as palavras são mostradas na tela do aparelho uma por vez em sequência extremamente rápida e no mesmo lugar. De acordo com os desenvolvedores, a técnica eliminaria o tempo gasto com a movimentação dos olhos na leitura e com a vocalização mental das palavras, fazendo com que se possa ler até mil

QuickReader O aplicativo promete para seus usuários uma leitura rápida de romances, relatórios empresariais, livros escolares etc. sem que você esqueça daquilo que leu. O app reconhece vários idiomas, permite download de livros e está disponível para plataforma iOS.

Ler Mais Rápido O aplicativo permite exercícios oculares e melhoria da sua capacidade mental e também acelerar sua capacidade com qualidade de retenção de informação, além de prometer ser divertido aprender técnicas de leitura. O app está disponível para plataforma Android e iOS.

Velocity Speed Reader Com o aplicativo Velocity, você pode abrir artigos e documentos da web e textos do celular, como e-mail, whatssap e sms. O desenvolvedor promete que o usuário, ao adquirir prática, poderá ler até 1000 palavras por minuto e o app também permite um compartilhamento de suas conquistas nas redes sociais. A Lickability, produtora do App, pensou, inclusive, em usuários com dislexia, adicionando um modo especial para usuários desse caso. O aplicativo está disponível para plataforma iOS.

Outread Indicado para quem passa a maior parte do dia lendo emails, documentos e artigos da web. O app permite que o usuário regule a velocidade da leitura, tamanho do texto, fontes e quantidade de caracteres. Assim como o “Velocity Speed Reader”, o usuário pode importar textos da web e também função para quem tem dislexia. O aplicativo está disponível para plataforma iOS.

Leitores estranham uso da leitura acelerada A reportagem de O DIA ALAGOAS convidou alguns amantes da leitura para experimentar o demonstrativo do aplicativo, disponível na internet, e fazer comentários sobre ele. Para o estudante Igor Gouveia, mais importante do que apenas ler é compreender o que foi lido e a grande velocidade do Spritz pode dificultar a compreensão do texto. “Tenho um pé atrás com essa ‘leitura dinâmica’ pela questão compreensiva que o exercício da leitura exige. Sim, é possível ler mais rápido. Porém, acredito que devem existir limites. Afinal, aumentar a velocidade da leitura significa, muitas vezes, deixar de lado detalhes importantes do que se é lido. Além disso, é desconfortável”, afirma. O designer Bruno Vasco

também se posicionou contra a tecnologia e afirmou que a questão principal da leitura, hoje em dia, não é a quantidade de textos que conseguimos ler, mas a parcela desses textos que conseguimos assimilar. “Vivemos uma epidemia de déficit de atenção. A maioria das pessoas não tem tempo de entender ou absorver informações de forma a embasar suas opiniões e pensamentos, afirmando absurdos sem nem saber o motivo. Creio que mais do que o quanto conseguimos ler em determinado período de tempo, é preciso entender, mesmo que demore um pouquinho mais”, atesta. Já a jornalista Ludmila Monteiro foi mais receptiva com a técnica usada no aplicativo e afirmou que a otimização do tempo utilizado em leituras é bem-vindo para

algumas situações. “O recurso é bastante válido para a leitura de textos curtos em smartphones e tablets, já que a leitura em telas menores exige um esforço maior da visão. Até 500 palavras por minuto é possível compreender bem o que se está lendo, mas creio que em textos longos, que exigem um tempo maior para absorver a informação, o recurso acaba prejudicando a leitura. No contexto em que vivemos, em que todo tempo é valioso, é uma boa ferramenta para tarefas cotidianas, como ler e-mails, notícias e mensagens”, aponta. E.L.

Serviço Spritz Estará disponível em breve no Galaxy S5 e no Gear 2 www.samsung.com


14

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

ESPORTES

DIA Esportivo Jorge Moraes diaesportivo@odia-al.com.br

Expectativa

C

om o afunilamento da fase de classificação do 2º turno do Campeonato Alagoano, restando duas rodadas para seu final, o clima anda mais tenso do que nunca. O impressionante é que o CSA precisa vencer e, com isso, ajuda ao CRB nessa reta final. O CSA vai enfrentar o ASA, no Rei Pelé, e uma vitória afasta de vez o clube arapiraquense de alguma chance de chegar à final do estadual, deixando o campo aberto e livre para CRB e CSE. Por outro lado, o CSA torce por uma vitória do CRB, em Penedo, contra o Penedense, para só depender dos seus esforços para se classificar. É assim, como foi montado o regulamento da competição e nunca na história de Alagoas os dois times precisaram tanto um do outro como agora. Em relação à parte de baixo da tabela, Santa Rita, CEO e Comercial tentam sair do prejuízo das últimas colocações, pois os dois últimos serão rebaixados para a 2ª Divisão, em 2015, independente da colocação nos grupos.

Copa do Brasil I

Dos quatro clubes alagoanos que representam o estado na Copa do Brasil, o ASA já fez a sua parte, eliminando, logo no primeiro jogo, o time do Paragominas, no Pará. Com os 4 a 0 aplicados, não teremos o jogo da volta e o ASA já sabe que enfrenta, na próxima fase, o Avaí, de Santa Catarina. Nesta semana, o CSA enfrenta o São Paulo, em São Paulo, o CRB joga com o Rondonópolis, em Maceió, e o Santa Rita/Corinthians vai até Campinas/SP enfrentar o Guarani.

Copa do Brasil II

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

COPA DO BRASIL pode ter edição do “Clássico das Multidões” de Alagoas

Tabela põe CRB e CSA em “rota de colisão” Marcelo Alves Repórter

E

nquanto há vida, há esperança. Baseando-se neste dito popular, CRB e CSA poderão fazer o tradicional Clássico das Multidões em plena Copa do Brasil se conseguirem o resultado necessário para passar de fase. Para isso, o Galo precisa eliminar o Rondonópolis-MT. Enquanto que o Azulão tem a considerada difícil missão de superar o São Paulo. As duas equipes jogam quarta-feira, dia 9, na partida da volta da primeira etapa do torneio.

O CRB recebe o Rondonópolis-MT no estádio Rei Pelé, às 20h30. Como empatou a partida de ida por 2 a 2, disputada no último dia 13 de março, o Galo tem a chance de passar de fase jogando por três resultados. O time regatiano pode empatar por 0 a 0, 1 a 1 ou até perder por um gol de diferença. Caso ocorra o mesmo placar do primeiro jogo, a decisão para a próxima etapa será decidida nos pênaltis. Diferentemente do seu maior rival, o CSA tem que além de encarar o São Paulo fora de casa, no Morumbi, às 22h, reverter a desvantagem da derrota em casa. Como

perdeu por 1 a 0 o jogo de ida, no Rei Pelé, no último dia 12 de março, o Azulão terá que fazer a façanha de conquistar uma vitória contra o São Paulo por 2 a 0, ou por um gol de diferença a partir de 2 a 1. Caso o time Marujo vença por 1 a 0, a classificação será definida nos pênaltis. Caso o CSA seja eliminado, há a expectativa de o São Paulo voltar a Maceió. Mas para isso, o Galo tem que passar pelo Rondonópolis-MT. Dos quatro representantes de Alagoas na Copa do Brasil, o CSA foi a única equipe do Estado que sofreu revés na competição.

O CSA perdeu o primeiro jogo por 1 a 0, tendo, agora, a obrigação de vencer com uma diferença maior para se classificar. O CRB tem uma situação mais confortável, porque pode até empatar em 1 a 1, o que garante a classificação, uma vez que no primeiro jogo ficou no empate de 2 a 2. Minha opinião é que vai ganhar fácil. Já o Santa Rita/Corinthians, depois do 0 a 0 em Boca da Mata, precisa ganhar ou empatar com gols marcados para continuar na competição.

Lino

O treinador Lino só assumiu o CSA nessa reta final porque o clube tinha pressa em escolher logo o substituto de Estevão Soares, um fiasco como treinador. Mesmo assim, acho que o CSA acertou e colocou no comando um jovem que conhece o clube e seus adversários. Trazer outro seria mais uma mancada da diretoria que, na pressa, contratou o Estevão para depois dispensar, uma vez que ele não conhecia o CSA nem seus adversários.

Contra a Copa?

Em palestra durante o 36º Congresso Nacional dos Jornalistas, realizado em Maceió, o Ministro dos Esportes – e alagoano – Aldo Rebelo, fez uma observação que não agradou muito os participantes do evento, sobre a cobertura da mídia para a Copa do Mundo no Brasil: “Os Jornalistas parecem ser contra a Copa, porque as notícias divulgadas abordam apenas aspectos negativos. Outros montes de bilhões de reais em fraudes pelo País não têm destaque”, comentou ele. E aí?

Elias

O Corinthians já não tem mais pressa para contratar Elias. A janela de transferências internacionais já fechou. Agora, o volante só poderia atuar no Brasil depois da Copa do Mundo. Por essa razão, o time paulista reiterou ao Sporting a intenção de repatriar Elias, com uma ressalva: o clube português teria de pagar o salário do atleta até junho, o que não foi muito do agrado dos portugueses.

CSA tem partida difícil contra o São Paulo, fora de casa; se passar, pegará o CRB, caso o Galo despache o Rondonópolis

Copa do Nordeste

ASA passa de fase e o Santa Rita busca feito

l Só quem aprova a Copa do Mundo no Brasil é o povo do governo. Só Deus sabe quanto eles ganharam com isso; l Nada confirmado, mas soube que, se acontecer uma decisão do Campeonato Alagoano entre CSA e CRB, os dirigentes do CSA vão querer arbitragem de fora; l Segundo eles, nada contra os daqui, mas estão preocupados com a ingerência da FAF e as amizades de Boca da Mata; l Para quem falava em ser campeão, a campanha do Santa Rita/ Corinthians Alagoano não poderia ter sido mais ridícula.

Além de CRB e CSA, Alagoas possui ainda mais dois representantes disputando a Copa do Brasil: ASA e Santa Rita. Dos quatro clubes alagoanos que participam da competição nacional, apenas o Alvinegro conseguiu vencer e eliminar o jogo da volta. O time arapiraquense goleou o Paragominas-PA por 4 a 0, na última quinta-feira, dia 3, em partida disputada na Arena Verde, na cidade homônima ao clube. Com a classificação antecipada, o time arapiraquense vai encarar na próxima fase do torneio o Avaí-SC, que também eliminou o seu jogo de volta ao

Mesmo com a derrota para o Sport por 2 a 0, quarta, na Ilha do Retiro, os jogadores do Ceará ainda confiam na conquista da Copa do Nordeste. O grupo acredita que a força da torcida no Castelão pode contribuir para a equipe levantar a taça. O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira, às 22h, no Castelão. Como perdeu a primeira partida, o Ceará precisa vencer por pelo menos três gols de diferença para se sagrar campeão. Caso consiga devolver o placar, o título será definido nos pênaltis. Quem poderia estar nessa decisão era o CSA, mas foi eliminado pelo Sport.

ALFINETADAS...

bater, fora de casa, o Naviraiense, por 4 a 1. Somente o ASA e o CRB tinham condições de eliminar o jogo da volta por terem atuado fora de casa no primeiro jogo da Copa do Brasil. Enquanto isso, o Rubro Negro vai a São Paulo pegar o Guarani, às 15h15, no Luís Perissinotto, em Campinas-SP. Na partida de ida, o Rubro Negro alagoano empatou com o Guarani-SP por 0 a 0, em jogo disputado na última quarta-feira, dia 2, no Olival Elias, em Boca da Mata. Como houve empate sem gols, uma vitória simples tanto

garante o Santa Rita quanto o Guarani na próxima fase. Se repetir o placar do primeiro jogo, a vaga para a outra etapa será definida nos pênaltis. Passando de fase, o Santa Rita pode encarar o Potiguar de Mossoró-RN ou a Portuguesa-SP. No primeiro jogo entre as duas equipes, o time do Rio Grande do Norte venceu a Lusa por 1 a 0. M. A.

Serviço Confederação Brasileira de Futebol Rua Victor Civita, Condomínio Rio Office Park Barra da Tijuca-RJ (021) 3572-1900 www.cbf.com.br


O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

PUBLICIDADE

15 redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


16

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

CULTURA

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

SERVINDO COMO VITRINE para artistas e arquitetos locais, a exposição Casa Cor Alagoas mistura artes visuais e arquitetura

Além da fronteira ores, decoração, ilustração, paisagismo e design. O que resulta quando artes visu-

Tintas coloridas nas paredes e no teto dão forma a uma espécie de painel que remete a um fundo do mar. O pequeno hall, decorado pelo arquiteto Beto Canavarro, é o primeiro ambiente que compõe o circuito. Já o responsável pelas ilustrações que cobrem a sala do chão ao teto foi o artista visual Suel. Ele é a prova de que, assim como os arquitetos, os artistas alagoanos comungam das mesmas referências e não só podem, como devem, dividir os mesmos espaços. Na maioria dos 48 ambientes que compõem a Casa Cor Alagoas, há algum elemento assinado por um artista local. Seja através do traço e das cores, marca do Suel; passando pelo jovem artista visual Heway Verçosa, que colore um canto do living assinado pelo arquiteto Lúcio Moura; ou através do olhar de fotógrafos como Ricardo Lêdo e Celso Brandão; e até mesmo pela voz de cantores como Junior Almeida e Wado, que dividem a trilha sonora da recepção office da arquiteta Cleudir Baía. O espaço assinado por Cleudir comprova a diversidade cultural e artística de Alagoas. “Temos alagoanos incrivelmente talentosos na música, literatura, artes plásticas e visuais e minha intenção, além de expor todos eles, é mostrar que eles podem dialogar muito bem em um espaço físico”, relata a arquiteta. No local, artistas já consagrados, como o pintor Pierre Chalita, o escritor Lêdo Ivo e a escultora Dona Irinéa, dividem espaço com os “novos” Pedro Lucena e Delson Uchoa. A mistura de arte, design, artesanato e música resultou num ambiente visualmente bonito, que revela o melhor da nossa cultura. A literatura produzida por autores alagoanos também possui seu devido valor na mostra. O escritor Graciliano Ramos foi homenageado com um espaço assinado pelo designer de interiores Fabio Malves e pela arquiteta Marianne Tenório. Nome escolhido pela própria Casa Cor – juntamente com o cineasta Cacá Diegues, homenageado com um espaço Home Theater – a

Biblioteca Graciliano Ramos retrata, através de detalhes antigos e contemporâneos, um pouco do universo daquele que é considerado um dos maiores escritores brasileiros. “Tudo foi pensado como sendo um espaço onde Graciliano passava a maior parte de seu dia. A iluminação indireta na mesa onde ele passaria muito tempo escrevendo, a textura das paredes, que remetem ao passado, à seca. Foi um trabalho norteado por pesquisa e busca de informações sobre o autor, para que pudéssemos homenageá-lo da melhor forma”, disse Fabio. Em uma das paredes do espaço, uma grande tela do artista Persivaldo Figuerôa retrata o livro Vidas Secas, em outra, um quadro do artista plástico Weber Bagetti que, segundo o designer de interiores responsável pelo espaço, tem como referência o retrato que Graciliano recebeu do pintor e amigo Cândido Portinari. Na biblioteca, uma imensa estante abriga objetos pessoais, como a máquina de datilografar utilizada por Graciliano, enquanto diretor da Imprensa Oficial de Alagoas; os livros Graciliano Ramos em Palmeira dos Índios e Relatórios de Graciliano Ramos no Diário Oficial; além de todas as edições da revista Graciliano, cedidas pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos, numa parceria com a Livraria Leitura. Segundo ressaltou Glaucia Cavalcante, uma das executivas responsáveis pela Casa Cor em Alagoas, “o espaço também é uma vitrine para os artistas alagoanos, sejam eles populares ou requintados”. Para os apreciadores de arquitetura, decoração, paisagismo, arte e design, a exposição é imperdível. T.P. Casa Cor Alagoas Onde: Avenida Aristeu de Andrade, 256, Farol Visitação: de 28 de março a 11 de maio, exceto segundas-feiras; das 16h às 22h. Ingresso: diárias a R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 100 (passaporte que dá acesso aos 45 dias do evento)

ais e arquitetura se misturam? A reposta está na mostra Casa Cor Alagoas, composta por 48 ambientes assinados por artis-

tas e arquitetos da nossa terra. Sediada no antigo Casarão, no alto do bairro do Farol, a exposição segue aberta a visitações

até o dia 11 de maio. A repórter Taynara Pretto conta tudo o que você irá conferir por lá. Confira na reportagem a seguir. Divulgação

C

Taynara Pretto Graciliano On-line

Weber Bagetti assina um quadro que tem como referência o retrato que Graciliano recebeu do pintor e amigo Cândido Portinari


17 redação 82 3023.2092

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

Divulgação

CULTURA

e-mail redacao@odia-al.com.br

GUIA CULTURAL

SEGUNDA EXPOSIÇÃO BEATRIZ MILHAZES – UM ITINERÁRIO GRÁFICO. Galeria de Artes do Sesc (Sesc Centro. Rua Barão de Alagoas, 229, Centro / 3326-3133). Visitação: até 19 de abril, de ter. a sáb.,

TERÇA CASA COR ALAGOAS. Antigo Casarão. (Avenida Aristeu de Andrade, 256 , Farol). Visitação: de 28 de março a 11 de maio, exceto segundas-feiras; das 16h às 22h. Ingresso: diárias a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). É possível a compra de um passaporte por R$100, que

Arquitetura e artes visuais dividem o mesmo espaço na mostra. Muro externo também é assinado pelo artista Suel

QUARTA FESTIVAL VARILUX DE CINEMA FRANCÊS. Rede Cinesystem, no Parque Shopping Maceió (Av. Comendador Gustavo Paiva, 5.945 Cruz das Almas / www.variluxcinefrances.com). Entre os dias 9 e 16 de abril. Conferir horários das sessões e valor dos ingressos. Realizado simultaneamente em 70 salas de 45 cidades brasileiras, o festival chega à sua 14ª edição e é sucesso de receptividade de público por todo o País.

SÁBADO

das 12h às 18h. Aberto ao público. Uma das principais artistas plásticas brasileiras em atividade tem suas obras expostas na Galeria de Artes Sesc Centro. A mostra Beatriz Milhazes – Um Itinerário Gráfico pretende aproximar o público às artes visuais e ao processo criativo da artista.

vale para os 45 dias de evento. Reunindo 48 ambientes assinados por 78 dos melhores profissionais de arquitetura, design, decoração e paisagismo do estado, a primeira edição alagoana da mostra, que é a maior em toda América, funciona de terça a domingo, das 16h às 22h, até 11 de maio. Muita inovação e beleza para quem quer descobrir um gigantesco leque de opções em ambientação.

Neste ano, os cinemas da Rede Cinesystem sediam o evento em Maceió. A programação é composta por lançamentos recentes, que mostram a produção audiovisual da sétima arte francesa. Filmes como “Eu, Mamãe e os Meninos”, de Guillaume Gallienne, verdadeiro “fenômeno” do ano 2013 na França e na recente cerimônia do “Cesar” (o “Oscar” francês) com cinco prêmios, dentre eles melhor filme e melhor ator, serão exibidos ao longo dos oito dias do Festival Varilux. Confira a programação completa através do site www. variluxcinefrances.com.

CURUMIN E WADO. Maikai Show Bar (Rua Eng. P. B. Nogueira, s/n, Jatiúca). No dia 12 de abril, às 23h. Ingressos: R$ 30. Pontos de venda: bilheteria do local. Curumin traz ao palco

do Maikai o seu novo show da turnê “Arrocha” e Wado faz um show comemorativo aos 13 anos de carreira e lançamento da coletânea “O Ano da Serpente” lançada pelo selo Saravá Discos do parceiro Zeca Baleiro. Pra completar a noite, os ritmos dançantes do DJ Finizola.

PISCA NO ESCURO! (Jaraguá Tênis Club, Av. Comendador Leão, 322 / 8165-6121). Dia 12 de abril, a partir das 23h. Ingressos: R$ 30 (segundo lote) e R$ 40 (na hora). Pontos de venda: Mammoth Store ou online no http://even.tc/piscanoescuro. Populares durante os anos 90, as festas em que seus frequentadores se rabiscam com tintas neon voltaram definitivamente à moda. Saindo do forno, a mais nova balada da produtora Pixel, a Pisca no Escuro!, traz de volta essa novidade. Uma equipe de maquiadoras estará a postos para pintar os festeiros de plantão até 1h da manhã. No line-up, David Andrade, Phellipe W., Milla Pedrosa, Henrique W. e Carol Born prometem boa diversão para todos.

TE QUIERO CON LIMÓN. Orákulo Chopperia (Pç. Rayol, 717, Jaraguá / 3326-7616 ou wagnertissa@ hotmail.com). No dia 12 de abril, a partir das 23h59. Ingressos: R$ 20 (antecipados) e R$ 25 (na hora). Pontos de venda: Loja Freaks (Maceió Shopping) ou On-line (www. eventick.com.br/tequieromaceio). Classificação: 18 anos. Mais uma festa surge pra dar aquela “encorpada” na noite alagoana. Uma das festa mais badaladas e calientes do Recife chega com tudo a Maceió: a Te Quiero Con Limón. Para animar a galera, assumem os toca-discos os Djs Marcelo Câmara, Pedrins (Pe), Dj Finizola e Die Momberg’s. Que tal?

Envie um e-mail para cultura@odia-al.com.br e divulgue seu evento


18

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

TELEVISÃO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Zuada da MíDIA Aplausos O 36° Congresso Nacional dos Jornalistas foi mesmo uma das melhores edições já realizadas até agora, de acordo com as avaliações dos profissionais presentes. O destaque vai para a palestra do francês Dominique Wolton, na solenidade de abertura, bem como para o uníssono aplauso recebido por ele, quando alfinetou: “Como acontece em todas as partes do mundo, o poder público vem apenas abrir o evento e vai embora!”. Isso após o mestre de cerimônia, Miguel Torres, anunciar que integrantes

Márcio Anastácio - zuadadamidia@odia-al.com.br

do poder executivo e legislativo teriam que ir embora por conta dos compromissos.

acompanhar uma assessoria tão bem feita.

Uma palma

Já está circulando a edição número um da revista Caetés, publicação estatal do governo de Alagoas. Com uma diagramação bem resolvida e textos curtos, o veículo surpreendeu pela qualidade do seu projeto editorial. Assinado pela Secretaria de Estado da Comunicação de Alagoas, através do jornalista Mário Lima, o impresso junta-se ao portal multimídia Agência Alagoas para reafirmar a nova fase da Secom no último ano de governo da gestão tucana.

Quem também chamou atenção dos jornalistas no congresso foi o discurso do prefeito de Maceió, Rui Palmeira. Como não poderia ser diferente, os profissionais não deixaram de notar no texto falacioso, quando se referiu à liberdade de expressão, a perfeição técnica na escrita do pronunciamento oficial. Os congressistas comentaram que em poucos discursos nacionais puderam

Não vai virar repórter de web nem jornalista especial do portal Cada Minuto. As especulações surgiram assim que o jornalista contratado da TV Pajuçara, Thiago Correia, publicou uma reportagem especial em formato de texto no site Cada Minuto. O fato é que a pauta foi censurada pela direção de conteúdo da tevê. A reportagem intitulada “Militares são transferidos da periferia para servir como enfeite na orla” não passou pela peneira da emissora, mas o jornalista não se contentou com o freio.

SINAL VERMELHO Atrasos nos salários, más condições de trabalho e estresse. Essa tem sido a rotina dos trabalhadores das rádios do ex-governador Geraldo Bulhões, dono do maior número de concessões públicas radiofônicas de Alagoas. Segundo alguns radialistas, o sindicato tem falhado na negociação com o grupo GB, dono de seis emissoras de rádio, entre elas a Jovem Pan Maceió e a Mix FM, que teve uma funcionária demitida na última semana por denunciar o caso à entidade. De acordo com os trabalhadores, quem vazou a informação foi um integrante do próprio sindicato.

TERÇA

QUARTA

QUINTA

Sofia finge consolar Ben pelo péssimo resultado no simulado, e ele afirma que não voltará para os Estados Unidos. Anita comenta com Julia que irá à casa de Maura procurar o celular de Antônio. Zelândia é criticada pelas vizinhas da Barra da Tijuca, Maura a defende e decide levá-la para dar uma volta em Ipanema. Virgílio aconselha Paulino sobre paixão, sem saber que o alvo do rapaz é Bárbara. Flaviana lamenta a ausência de sua mãe. Antônio encontra Anita em seu quarto e desconfia.

Cícera confirma que providenciará a ida de Ben para os Estados Unidos, e Sofia comemora. Fábio investe, mas Luciana o dispensa. Flaviana conversa com Sofia e afirma à amiga que Ben não está apaixonado por ela. Giovana pensa em desistir da música, mas Pedro e Vitor incentivam a irmã a lutar por seu sonho. Flaviana chora pelo abandono de seus pais. Abelardo e Bernardete veem Caetano mais uma vez e acreditam ser um fantasma. Vitor deixa escapar para Anita que Sofia o paga para fazer sua parte nas tarefas domésticas.

Flaviana conta para Serguei que em breve irá para os Estados Unidos encontrar seus pais. Paulino pega um livro emprestado com Virgílio. Ronaldo explica para Omar e Zico sobre a doença de Martin. Micaela chora pensando na saúde do noivo. Anita tenta entrar na cabana de Antônio, e consegue se esconder dele e de Palhares. Flaviana percebe que terá que se despedir de Serguei ao se mudar para Nova York. Julia e Serguei se preocupam com Anita, e Ben percebe que está acontecendo algo errado com a ex-namorada.

Antônio surpreende Anita com seu celular nas mãos. Ben e Sofia praticam parkour juntos. Antônio revela a Anita que seguiu todos os seus passos durante a investigação sobre sua vida. Sofia cobra que Ben assuma o namoro dos dois. Flaviana comenta sobre a ausência de Bruna, e Julia desconfia que Antônio saiba de algo. Antônio ameaça Ben para Anita e a obriga a participar de seu plano contra o irmão. Anita foge da cabana, mas deixa seu celular cair.

Ben pede que Anita diga se existe uma Não há exibição. chance de reconciliação entre os dois. Sidney é duro com Sofia, que se magoa. Ben se declara para Anita, que recua quando percebe Antônio confrontando o menino. Zelândia alerta Sidney para a forma como está tratando Sofia. Com medo de Antônio, Anita diz a Ben que seu romance acabou. Fábio dá dicas de luta marcial para Abelardo. Clara dá um beijo em Guilherme, e um fotógrafo registra. Flaviana questiona Sofia sobre seus sentimentos por Sidney.

A emissora não disponibilizou o resumo A emissora não disponibilizou o resumo da nova novela. da nova novela.

A emissora não disponibilizou o resumo da nova novela.

A emissora não disponibilizou o resumo da nova novela.

A emissora não disponibilizou o resumo da nova novela.

A emissora não disponibilizou o resumo da nova novela.

LC é irônico com Fátima. Priscila acredita que conseguiu engravidar. LC manda prender Vó Tita e avisa a Rafa e Fátima que quer a fórmula de Marlon. Inês confessa para Álvaro seu caso com Jorge. Rafa e Fátima se negam a entregar a fórmula para LC. Álvaro enfrenta Jorge. Fátima pede para Nilson chamar Kléber para ajudá-la. LC encontra o dossiê de Ana Rosa. William e Marlon tentam tranquilizar Lili. Kléber reúne seus capangas e segue para a casa de Vó Tita.

Rafa e Celina tentam acalmar Fátima. Kléber revela que enganou LC. Fernanda ironiza Álvaro. Inês impõe regras para que Jorge e Álvaro a disputem. Priscila percebe o desânimo de Heloísa ao falar sobre a ida de Marcelo para sua casa. André surpreende Júlia. Tereza impede que LC queime o dossiê. Fátima ajuda Kléber a reconquistar Keila. Lili descobre o caso entre Angelique e LC. Marcelo conta para Fernanda que Heloísa terminou com Flávio.

Tereza não revela para Angelique o conteúdo do bilhete. Angelique conta para LC que Tereza quer aprender a usar a máquina. Priscila faz as pazes com Marcelo. Jorge surpreende Inês com uma massagem, e Álvaro observa os dois. LC invade a cela de William e flagra Lili e Marlon com ele. Angelique ensina Tereza a operar a máquina. Celina convence Keila a pedir para ficar com o bar de Kléber. Selma e Rita desconfiam de Nilson. Lili se enfurece com LC por ter atrapalhado sua estratégia com William.

LC discute com Tereza e leva Angelique para morar com ele. Lili avisa a William que Tereza declarou guerra contra LC. Keila decide ficar em Tapiré, e Kléber comemora. Marcelo se muda para a casa de Priscila. André se encontra com Olívia. LC entrega uma chave de seu alojamento para Lili. Selma, Rita, Nilson e Cacá se despedem de Tapiré. Lili mostra para William a chave do alojamento de seu pai. Álvaro vê Inês e Jorge juntos e fica furioso. Keila consola Celina. Inês reclama de Álvaro.

Lili foge pela saída de emergência do alojamento antes da entrada de LC. Thomaz e Heloísa relembram o passado, e Fernanda fica enciumada. Marcelo conversa com Jorge sobre Inês. Tereza encontra a fórmula de Marlon no dossiê. Keila organiza um show de Celina e Matias para a reinauguração do “Tapibar”. Tereza conta para Paulinha que encontrou a fórmula. Lili decide procurar o dossiê no alojamento de LC. Paulinha pensa em seduzir Breno.

Tereza defende Paulinha. Keila fica nervosa antes da inauguração do “Tapibar”. Marcelo e Priscila tentam entrar em um acordo na arrumação da casa, mas acabam discutindo. Fernanda chora ao ouvir Thomaz falar o nome de Heloísa enquanto dorme. Selma e Rita reclamam de Nilson e Sandra o conforta. Fernanda decide terminar o namoro com Thomaz. Marlon chega ao laboratório no momento em que Breno e Tereza estão testando a fórmula e ele fica desconfiado.

Shirley finge para Laerte que ficou triste com a ausência de Verônica no jantar. Selma vai buscar Verônica no aeroporto de Goiânia e encontra Ricardo, mas sem querer o chama de Ramiro. Dulce descobre a foto de um bebê e acha que pode ser André quando pequeno. Shirley e Laerte conversam na beira da piscina e acabam se beijando. Verônica tenta convencer Selma a fazer um check-up. Clara leva café na cama para Cadu. Helena acorda no meio da noite e se surpreende ao ver Luiza tocando flauta.

Helena tenta arrancara a flauta de Luiza. Elas discutem. Luiza diz a Virgílio que está procurando um apartamento para morar com Alice. Juliana e Jairo buscam Bia na casa de Iolanda. Helena, Virgílio e Luiza vão conhecer o novo haras de Shirley. Cadu não deixa que Clara o acompanhe a uma consulta com Silvia. Shirley cai do cavalo e se diverte ao ter que entrar na ambulância. Laerte dá a Luiza uma flauta doce de presente. Felipe admite para Silvia que a ama. Dulce diz a André que tem uma pista sobre seu passado.

André resolve investigar melhor o orfanato. Verônica diz a Ana e Ceiça que está preocupada com os lapsos de memória de Selma. Felipe bebe além da conta. Silvia o leva para a casa de Clara e Cadu. Shirley resolve leiloar um quadro e doar o dinheiro para o galpão. Chica pede que Ricardo resolva logo seu divórcio com Branca. Marina dá uma carona para Clara até a escola de Ivan. Cadu fica incomodado ao vê-las juntas. Laerte não para de pensar em Luiza. Clara procura Marina. As duas se abraçam.

Clara leva flores para Marina e se desculpa em nome de Cadu. Silvia pensa em Cadu. Clara diz a Helena que o marido percebe que ela e Marina têm uma forte ligação. Luiza e Alice procuram apartamento. Nando fica constrangido ao encontrar Juliana e Jairo no elevador. Ricardo dá entrada no pedido de divórcio, deixando Branca enfurecida. Virgílio dá de presente para Shirley uma tela pintada por ele. Uma das freiras do orfanato dá para André o contato de alguém que pode saber mais sobre suas origens. Cadu procura Marina.

Vanessa fica espiando atrás da porta para ouvir a conversa de Cadu e Marina. Ele pergunta para a fotógrafa qual é seu real interesse em Clara. No meio da discussão, Cadu passa mal. Luiza conta para toda a família que vai morar sozinha. Laerte, Ricardo, Benjamin e Felipe apoiam a decisão dela. Clara e Cadu discutem na frente da família. Clara dorme na casa de Helena. Gabriel interrompe a consulta de Cadu com Silvia. André e Luiza descobrem o nome da irmã da freira que cuidou dele na infância.

Shirley resolve organizar uma festa de aniversário para Leto. Juliana leva Jairo ao salão de beleza e exige que ele corte o cabelo e o cavanhaque. Laerte tenta convencer Selma a fazer os exames. Helena pede que Clara deixe um pouco Marina de lado e pense mais em Cadu e Ivan. Felipe cria coragem e dá um depoimento nos Alcoolicos Anônimos. Laerte e Luiza combinam a primeira aula de flauta. Giselle discute com Branca na frente de Murilo.

Globo

Globo

MEU PEDACINHO DE CHÃO Globo

Globo

MALHAÇÃO

SEGUNDA

ALÉM DO HORIZONTE

OS RESUMOS DOS CAPÍTULOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DAS NOVELAS.

EM FAMÍLIA

RESUMO DAS NOVELAS -

Lançamento

Censurado

SEXTA

SÁBADO


19

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

INSIDE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br MARCOS LEÃO - inside@odia-al.com.br

Da vez

NIVER | Poderoso da Faculdade Maurício de Nassau, Janguiê Diniz com sua Sandra em sua festança de aniversário

Extra, extra!

Inside descobre tudo, viu? Ande bem na linha (adoro!). Isso porque um dos galpões seculares, na divisa entre Jaraguá e Pajuçara, vai ganhar um rumo. O espaço vai ser transformado em um Centro de Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação e Engenharia Automotiva. Ah! O lugar é tombado como patrimônio histórico estadual e chegou a abrigar alguns shows na cidade.

Hot, hot, hot

Camila Toledo está cheia de novidades. Depois de lançar o site oficial de sua marca, há pouco mais de um mês, a estilista vai estrear seu novo atelier, desenvolvido pela arquiteta Tereza Mello, junto com sua primeira coleção-cápsula, nesta quinta-feira, na Ponta Verde. Nomeada Black Gold, a linha traz 19 peças feitas à mão em couro, camurça, malha e bordado. Chique!

... + ponto ... Waleska Agra ,Daniel Lemos , Osvaldo Tenório e Rodrigo Ambrósio afivelam as malas para Milão especialmente para a Feira de Design, o evento mais importante para arquitetos e designers do mundo. Finos! ... Jacira Leão alinhavando detalhes do seu badalado arrasta-pé, o Arraiá By Jéssica, marcado para acontecer no dia 24 de maio, no Spettus Steak House. Vai perder? ... Festeiro de carteirinha, o empresário Janguiê Diniz comemorou aniversário em grande estilo, em Recife. Também pudera, o presidente do Grupo Maurício de Nassau chegou ao marco dos 50 anos de muito sucesso. A noitada contou com show de Jota Quest. Luxo!

Hoje em dia, comer bem é sinônimo de comer pratos saudáveis, com o máximo de ingredientes orgânicos e de origem vegetal. Sempre de olho nas tendências gastronômicas, os restaurantes do Stella Maris, em Maceió, estão apostando nesse tipo de alimentação.O Studio Orgânico é uma franquia de fast-food vegetariano que começou em Sampa e que agora traz para cá o famoso sanduíche de pão pitta com falafel. Outro lugar bacana no bairro é o Super Natural, uma mistura de restaurante e empório, que oferece produtos sem glúten, sem lactose e veganos e também possui uma feira de orgânicos.

Borbulhantes

O restô Sur da Casa Cor Alagoas, no Farol, estava badalado na noite da última quinta-feira. Patrícia Calheiros circulava pelo local em um terninho branco chiquérrimo. Já o megaempresário João Tenório conversava com amigos e, do outro lado, mais uma rodinha com Luciana Lopes e Lúcio Moura, que tomavam drinks bem acompanhados. No restaurante, um grupo de arquitetos comemorava o sucesso da mostra. Bombou!

VIPS | Lucy Dubeux e Marcos Dubeux Filho em noite de celebração do niver de Janguiê Diniz

Será?

A falta de água que assola algumas regiões do Brasil não sai da cabeça da presidente Dilma Rousseff. Em conversa com assessores, Dilma manifestou a vontade de encabeçar uma campanha para incentivar brasileiros a economizar água, mas foi dissuadida: seus assessores entenderam que a presidente é uma figura muito forte para esse tipo de ação. Temem que isso soe como ataque político à oposição. É que São Paulo, governado pelo PSDB, é o estado em pior situação.

Toda ela

Hehehe... Um beijo no ombro. O hit do momento caiu como uma luva para Bruna Tenório. Isso porque a top alagoana desbancou a top internacional Kate Moss para a badalada campanha da Adidas Originals. E a top alagoana é o rosto da vez e acaba de fotografar a nova linha da marca, em parceria com a Farm. A coleção mistura design esportivo com a bossa da marca carioca, que criou quatro estampas exclusivas. Fique de olho nos outdoors das cidades por todo território tupiniquim. Isso é poder!

ELES | O chef Serginho Jucá com Diego Alencar evidenciando estilo no abre da Casa Cor Alagoas. O chef é só felicidade com seu restô Sur, que virou point dos vipados na mostra de arquitetura. + sorte!


20

O DIA ALAGOAS l 6 a 12 de abril I 2014

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

O DIA ALAGOAS - Ano 2 - nº 058  

Alagoas l 6 a 12 de abril | 2014. O DIA ALAGOAS é um jornal semanário, no formato berliner, com circulação aos domingos.