Issuu on Google+

EM COMEMORAÇÃO AO 8 DE MARÇO, O DIA ALAGOAS ENTREVISTA MULHERES DE SUCESSO

3

1

3023.2092 redação 82 om.br o@odia-al.c

camarote OUSADIA:

Parceiros e convidados aprovam o 1º Camarote “Dia de Folia”

I 2014

vip de O DIA

aos ALAGOAS deu

do desfile privilegiada oradores visão idados e colab parceiros, conv

dos blocos Eduardo Leite

CARNAVAL

L

ESPECIA

8 de março AS l 2 a O DIA ALAGO

e-mail redaca

de Folia ia D m u i o FO

m Quem també Keylle Lima. o secretário de trabafoi eron eficiente esteve lá conta do da Paz, Adalb eteria. as por t Gourm Promoção destacou o empe400 pesso Ele lho do Buffe mesmo, a rádio izaMais de de Sá Jr. ote, que ria na organ Pedrosa. camarote s ao vivo Petróponho da direto Representantes ram no camarpriva da, Do deu flashe Jovem Pan izadores da festa ança va, do Grupo esse estive ção da festa. do sema nário L A Itaipa DIA estreou bem ive, teve segurcivil, banh eiros iros com os organdado s. “Está de DIA A lis, O eiro de parce no cama rote e já onando que, inclus bomb convi DIA ousou O seleci os ação de e ram DJ ado de itivo al e GOAS e estive Carnaval. éns o pesso a n o tipo entra r em definações químicos espaço reserv os este inhas de a- parab OAS por esta grand pode deixaram o ano. “Vam ário de realiz nsa- as marchItaipava, os convid estruALAG na orla de no calend para o próxim o próxi mo”, rote bem A respo instalou, servidos Além da para o excequando Camarote festa. Cama m foram seman ário. ote foi da traba lhar o seu “1º atendiment Pereira. do do do camar O DIA, dos també téis e caipiroscas Pajuçara, turado e u Eliane o secretário para o desfile . bilidade tiva de com coque com o delici oso , comentou de Alagoas, afirmo Dia de Folia” da Madrugada ra execu e o conto u da lente” da Pitu o foi diretoe Perei ra. Ela da Casa Comunicaçã bloco Pinto equipe do ho de feijão os ficaram de zado, o espaç - Elian toda caldin de locali milha , Bem Os petisc dido por com a ajuda e dos seus sócios Mainha. visto e aplau s que acom pae Jobson semanário Francisco res de foliõe Com o apoio Deraldo o Pinto. a cerveja nharam iros como de parce

EM ENCONTRO com presidente do Ibama e ministra do Meio Ambiente, governador recebe informação que licença sai em abril

AUTORIZADO Em reunião com o presidente do Ibama, Volney Zanardi, e com a ministra

do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o governador Teotônio Vilela Filho recebeu a

garantia de que, em abril, será concedida a licença ambiental para a instalação do Estaleiro.

JORNALISMO

IMPOSTO

HORA DO DESFILE

Assim, as obras começarão em junho, como havia anunciado o governador. Segundo Téo

Vilela, todas as condições exigidas para o licenciamento foram cumpridas pelo Estado. 12

Francisco Ribeiro

Donos de veículos, atentos para o IPVA! Os proprietários de veículos devem ficar atentos ao pagamento do IPVA. Há poucos dias, a Secretaria da Fazenda liberou o calendário com os terminais das placas correspondentes à data-limite do pagamento do IPVA, com desconto ou dividido em três parcelas. Quem tem carro com placa de final 1 e não pagou o IPVA já pode ter problemas. Confira o calendário. 5

Aldo Ivo, boas histórias no jornalismo

FUTEBOL

Aldo Ivo faz 65 anos no exercício da profissão

“Grandes” só pensam agora no Alagoano

O jornalista Aldo Ivo completou, no sábado, dia 1º de março, 65 anos de jornalismo. Ainda atuando na profissão – semanário Tribuna do Sertão e Assessoria de Imprensa da Federação da Indústria –, Aldo Ivo diz que não se sente cansado. Em artigo revelador, o jornalista José Jurandir, seu contemporâneo, conta algumas histórias desses 65 anos de jornalismo. 4

Eliminados da Copa do Nordeste, CRB e CSA vão concentrar as suas atenções agora no Campeonato Alagoano. Os dois brigam – juntamente com o ASA –, pela conquista do 2º Turno. O Murici foi campeão do 1º Turno e aguarda o adversário para a disputa do Campeonato Alagoano. Santa Rita e Coruripe correm por fora e podem surpreender. 11

A realidade financeira dos grupos carnavalescos de Maceió não foi motivo para prejudicar o desfile das escolas de samba

Escolas de samba na avenida As escolas de samba de Maceió (Gaviões da Pajuçara, Arco-Íris, Girassol, Jangadei-

Alagoas l 2 a 8 de março I ano 02 I número 053 l 2014

ros Alagoanos, 13 de Maio e Unidos do Poço) desfilam na Pajuçara, neste sábado de “Zé

Pereira”. A tradição existe há 50 anos, mas o povo alagoano ainda desconhece. 9

redação 82 3023.2092 I e-mail redacao@odia-al.com.br


2

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


3

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

COM A PALAVRA...

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

ESMALTERIA tem mais de 2,4 mil opções de cores; serviço premium de manicure saiu de Alagoas e já conquistou quatro estados

Uma ideia na cabeça e uma franquia nas mãos Iracema Ferro Repórter

B

aiana de nascimento e alagoana de coração, a jornalista Lis Nunes, 27, é um exemplo de mulher empreendedora. Por isso mesmo ela foi escolhida pela equipe de O DIA ALAGOAS para abrir esta série de entrevistas com personalidades femininas que retratam bem a Você sempre esteve nos bastidores, como assessora de imprensa de empreendedores. Como e quando foi que surgiu a ideia de ter um empreendimento para chamar de seu? Foi justamente nos bastidores, fazendo as empresas de moda virarem notícia, e envolvida cada vez mais com o universo de moda e beleza que o desejo de me tornar comerciante veio à tona. Desde muito jovem trabalho com meus pais – durante anos eles tiveram lanchonetes em escola e cursinho pré-vestibular –, e isso fez com que eu me envolvesse ainda mais com os negócios dos meus clientes. Atendi muitas empresas do mercado têxtil, calçados, eventos e beleza. E, dentro da área de beleza, senti que faltava algo mais personalizado para as mulheres. Algo que fosse além das convencionais lojas de cosméticos e salões de beleza. Foi aí que tive a ideia de criar uma esmalteria. Mas não uma simples loja para vender esmaltes e acessórios para unhas, e, sim, uma loja com um conceito de Maison francesa, uma “casinha de boneca”, onde os vidrinhos mais cobiçados do globo seriam os protagonistas. Foi aí que nasceu a Boudoir Esmalteria, a primeira concept store de esmaltes do Nordeste. Por que você escolheu os esmaltes como seu produto? Minha paixão pelos vidrinhos vem de muito tempo. No ano passado, meu pai me fez voltar aos meus três anos de idade apresentando cenas de uma fita VHS da nossa despedida na Bahia. Em vários momentos nas filmagens, eu aparecia pintando as unhas das amigas dos meus pais. Sim! Eu, com apenas três anos de vida, já era enlouquecidamente apaixonada por esmaltes. Daí minha paixão continuou na adolescência: nas viagens de férias para casa dos familiares, o meu ponto de parada era nos lojões de

mulher alagoana: determinada, inteligente, guerreira e cheia de disposição para realizar seus sonhos. Esta série vem em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que é comemorado em 8 de março, mas que vai ser lembrado pelo nosso semanário durante todo este mês. Após anos trabalhando como assessora de imprensa para empresários do ramo da moda, área na qual tem

MBA pela Faculdade Boa Viagem (PE), Lis Nunes se arriscou no mundo empresarial e criou uma concept store de esmaltes em Maceió. A ideia deu tão certo que ela transformou o negócio em uma franquia. Em apenas dois anos, já são cinco lojas: Maceió (AL), Santa Maria (RS), Aracaju (SE), Imperatriz (MA) e Londrina (PR). Confira o nosso bate-papo com a empresária: para todas elas. Com dois pavimentos, o espaço passa a contar com serviço premium de manicure e pedicure – onde a cliente faz as unhas deitada sobre uma poltrona reclinável de veludo negro, com massagem, dezenas de opções de esmaltes nacionais e importados, e tudo o que diz respeito a nail art. Seguindo a mesma proposta da loja anterior, que muito lembra a uma casa de beleza francesa com toque contemporâneo, o projeto de interiores tem assinatura do trio das arquitetas Cândida Cabral, Alana Apratto e Caterine Cabral.

cosméticos na rua do comércio. O que procurava? Esmalte, claro! Tudo isso falo porque, mesmo sem perceber, essa paixão foi fundamental na tomada de decisão de abrir uma empresa só para eles. Mas, confesso que no momento que tive a ideia, todo esse “voltar à infância” não veio à cabeça. E sim o desejo de criar algo inovador, bacana e que coubesse no meu bolso para investir. Qual o critério de escolha das marcas dos esmaltes vendidos na loja? Hoje trabalhamos com uma média de 50 marcas diferentes de esmaltes, entre nacionais e importados. E o que me chama atenção para tê-las nas nossas prateleiras é qualidade, referência e, claro, a inovação das marcas que, cada vez mais, têm se reenvidado no mercado. No ano passado, a Boudoir lançou esmaltes com o nome da loja feitos pela Starvie. Essa parceria vai continuar com o

lançamento de novas cores ou foi uma ação isolada? Nossa parceria com a StarVie continua firme e forte. Já refabricamos várias vezes os esmaltes Maceió, Praia do Francês, Maragogi e Penedo. Nossa ideia é que todas as cidades que nós temos franquia também ganhem esmaltes para chamar de seus. Esse é um dos projetos para 2014. Qual é o diferencial da Boudoir Esmalteria? Desde que abri a Boudoir Esmalteria, conto com mais de 2400 cores de esmaltes das principais marcas brasileiras, assim como os garimpos pelo mundo dos últimos lançamentos dos vidrinhos grifados, a exemplo de Dior, MAC, L’Oréal, Lancôme e Sephora. Para conceber este projeto, mergulhamos no significado da palavra Boudoir. O interior da loja ficou dividido em dois espaços. No primeiro, foram criadas três faixas que vão de um lado ao outro da loja, passando pelo teto, lembrando arcos. Do lado esquerdo, a

faixa recebeu nichos nas cores brancas e com pequenas prateleiras de vidro em diferentes tamanhos que lembram prateleiras para bibelôs existentes em antigas salas de boudoir. Neste espaço, também foi criado um ambiente para ‘pequenas mulheres’. Lá, as daminhas vão ter à disposição uma penteadeira em estilo camarim para escolherem seus esmaltes. A loja também ganhou um espaço para exibir os vidrinhos mais cobiçados ao redor globo. A parede que divide a loja foi revestida em um enorme acolchoado de capitonê na cor branca, que traz a imagem das antigas salas de boudoir. É nesta parede onde vão estar os esmaltes mais desejados do planeta. Um luxo que toda mulher merece! Quando surgiu a ideia do serviço Premium e como ele funciona? Depois de pouco mais de um ano e dois meses de funcionamento, e após ouvir muito nossas clientes, decidi mudar para uma loja maior e oferecer um serviço diferenciado

Seu sonho se tornou realidade e agora está se expandindo. Qual é a sensação de ver uma ideia sua se transformar numa franquia de sucesso em apenas dois anos? Ao mesmo tempo em que me deixa muito feliz, me faz ver a responsabilidade que é assumir algo tão grande. Expandir um nome, uma marca, uma história não é fácil, ainda mais quando se trata de uma empresa genuinamente alagoana. Hoje, nós temos unidades em Sergipe, Paraná, Maranhão e Rio Grande do Sul, além da loja matriz em Alagoas. É um desafio delicioso. Onde serão as próximas lojas Boudoir Esmalteria? Qual é a sua meta de franquias para 2014? A cada dia temos inúmeros pedidos de compra de franquia. Para 2014, nossa meta é abrir pelo menos mais quatro unidades. E, ao que tudo indica, teremos lojas no Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Santa Catarina e no Rio de Janeiro. É aguardar para ver!!

Serviço Boudoir Esmalteria Rua José Freire Moura, 363 Ponta Verde - Galeria Iate Loja C Fone: 4141.4399 www.boudoiresmalteria.com


4

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

EXPRESSÃO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Somos todos vítimas D

or, desesp e r o , sensação de impotência, desalento e a certeza de que nada mais vale a pena. Este é o quadro de familiares e amigos das vítimas da violência que grassa nas ruas deste país. O caso de maior repercussão nas últimas semanas em Alagoas envolve o empresário Guilherme Brandão, que tombou, a princípio, vítima de latrocínio – assalto seguido de morte. O dono da Choperia Maikai morreu na última quarta-feira, 26, atingido com um tiro na cabeça, dentro de seu estabelecimento comercial. No local do crime, muitos curiosos, além de toda a imprensa.

Presente, também, a cúpula da segurança pública, representada pelo próprio secretário. A presença da autoridade policial trouxe à tona uma polêmica. Seria um caso explícito de tratamento diferenciado dispensado pelas autoridades para alguns cidadãos? Ou seria, tão somente, uma atitude compreensível, uma vez que por ser bem relacionado e influente, o empresário inclusive poderia conhecer ou mesmo ser amigo destas autoridades? As outras mortes registradas na mesma semana não tiveram igual repercussão. Será porque foram assassinados jovens pobres sem nenhuma influência? Se fosse pedido responder a tais questionamentos, o

censo comum diria, com toda certeza, que para os casos envolvendo ricos é dado mais importância, ficando para os pobres a mínima atenção dos poderes constituídos. Claro que não se pode creditar que as questões levantadas por essa polêmica tenham algum valor institucional. Sendo assim, deve-se considerar que a intenção do titular da pasta da segurança não foi segregar por ordem de importância quem merece mais ou menos atenção do Estado. No entanto, apesar de o Brasil figurar entre as principais potências econômicas do planeta, é sabido também que a sociedade brasileira desfila os piores índices de distribuição de

renda. Nesse cenário, a condução de ações públicas no Brasil segue critérios que destoam da necessidade do povo; e não é preciso se aprofundar em conceitos sociológicos ou de qualquer outra ordem para exemplificar essa afirmação. Lembrar do tratamento dado à saúde e à educação é uma boa dica. E quando o tema é segurança pública, apesar de algumas ações pontuais, ainda não há um planejamento federal que possa garantir uma verdadeira política de enfrentamento ao crime organizado – aqui identificado, principalmente, no tráfico de entorpecentes. E essa atividade criminosa,

como todos sabem, não faz distinção entre ricos e pobres, negros e brancos. Como um câncer que em estado de metástase destrói o organismo, a droga vem ocupando os espaços deixados pelo Estado, degenerando, principalmente, a juventude. Cada lacuna estatal é uma brecha para o surgimento de mais um desses tumores malignos. A analogia feita talvez não seja a mais ilustrativa ou adequada, entretanto, é necessário acreditar na cura – a sociedade brasileira extirpando do seu seio o flagelo das drogas e, dessa forma, cenas como a relatada no início dessas considerações possam ser cada vez mais raras.

Aldo Ivo, o homem do teclado da máquina José Jurandir - Jornalista e Radialista

A

os 80 anos de idade, o Aldo é um menino na máquina de escrever, alvoroçado no seu tablado e na sua tecla como ninguém. Faz isso com sua aptidão incomparável. Não titubeia diante de qualquer situação frente ao teclado. Usa e brinca com o dito cujo como um verdadeiro paladino. Desde os 15 anos, ele faz vadear os seus sutis dedos sobre o tablado da velha datilógrafa, como se com ele estivesse conversando. Com o Aldo, convivi

muitos anos trabalhando no velho Jornal de Alagoas, ali na Rua Boa Vista, centro de Maceió. Uma dúzia de anos mais ou menos. Já havia ele passado por alguns outros grandes jornais como o que nós trabalhávamos. Na hora do meio-dia, tinha um encontro marcado com o José Aldo Ivo no tradicional Bar da dona Nete, uma viúva vistosa, vinda da vizinha Garanhuns, Pernambuco, há anos para Maceió. Era o ponto de concentração dos boêmios da época. Lá se juntavam companheiros de copo, como

Para anunciar, ligue 3023.2092 CNPJ 07.847.607/0001-50

l

Joarez Oliveira, Zito Cabral, Nilton Oliveira, Teófilo Lins, José Jurandir, Roberto Vila Nova, Ailton Vilanova, Tobias Granja, Joarez Ferreira, José Feitosa, Arlindo Tavares, Arnon Chagas, Nunes Lima, Jurandir Costa, Jurandir Queirós, Josivaldo e José Nemésio, Jorge Morais, Pedro Vicente, Adilson Calheiros, Jaime Feitosa, Fernando Araújo, João de Deus, Dênis Agra, Noaldo Dantas e tantos outros. O Aldo era o nosso amigo para facilitar as coisas de que se precisasse junto ao prédio do Ministério de Justiça

EXPEDIENTE ODiaAlagoas

do Trabalho, em Maceió, enquanto lá esteve, até pouco tempo atrás. Amigo, sem se esquivar para nada, é lídimo, correto e homem de bem, no bem que pode fazer para os amigos. Sempre gostou de ser assim, uma pessoa voltada para o bem. O bem de todos e para todos. O Aldo nem imagina o quanto o quero bem, pelo bem que já pode me fazer, me atendendo lá na repartição onde já trabalhou e de onde está aposentado, merecidamente. Hoje, Aldo Ivo é da equipe do jornal semanal Tribuna

do Sertão, editor de turismo. Desenvolve um trabalho exemplar e de confiança. Na sua página de turismo, você lê um pouco de tudo. De tudo um pouco, do bom e do melhor na arte de escrever. E está aproveitando os seus melhores frutos para, sobre eles, escrever um virtuoso livro sobre esta nobre árvore que empresta seu nome à cidade que lhe recebeu, Palmeira dos Índios. Que Deus lhe dê muitos anos de vida, Aldo, para que você escreva o que sabe sobre esta terra. Vá em frente, menino traquino, menino homem.

Eliane Pereira Diretora-Executiva

Jobson Pedrosa Diretor de Redação

Deraldo Francisco Editor-Geral

Regenes Melo Jr. Gerente Comercial

Conselho Editorial

Aldo Ivo

Jorge Vieira

José Alberto Costa

Av. Com. Francisco Amorim Leão, 364, Sala 202 - Farol - Maceió - Alagoas - E-mail: redacao@odia-al.com.br - Fone: 3023.2092


5

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

MERCADO

Repórter Econômico

Dicas de economia para o dia a dia do consumidor Jair Pimentel jornalista.jairpimentel@gmail.com

Segure a carteira, é Carnaval!

É

tempo de folia de rua, já iniciada no último final de semana, com as prévias de blocos de frevo e culminando a partir do “Sábado de Zé Pereira”, até a manhã da “Quarta-Feira de Cinzas”. Portanto, atenção dobrada com sua carteira porta-cédulas. Nos dois sentidos: o roubo e o gasto exagerado. Todo cuidado é pouco. Utilize sua criatividade, não expondo a carteira, usando o dinheiro mínimo para cada programação e sempre observando quem se encontra ao seu lado. O Carnaval de hoje é na rua, praça, praia. Não existem mais os bailes de clube que tinham segurança garantida, além de todos os presentes conhecidos. Em ambiente aberto, todo mundo é vulnerável aos chamados “batedores de carteira”, que já vão a esses locais com o objetivo de ganhar dinheiro fácil, já que se misturam à multidão e facilmente driblam a polícia. Também não exagere nos gastos com bebidas, tira gostos etc. Esqueça o cartão de crédito, cheque especial. Use apenas o dinheiro em espécie e dentro de seu limite de gasto.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

DONOS de veículos devem ficar atentos à data do pagamento do imposto

Olho no calendário do IPVA Lílian Tourinho Secom/Sefaz

O

prazo para pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), exercício 2014, dos veículos com placas final 1, terminou na última sexta-feira, 28 de fevereiro. O pagamento, até a data de vencimento com opção em cota única, garante 10% de desconto no imposto. Já quem optar pelo pagamento em parcelas, três no total, fica sem o desconto. Os proprietários de veículos precisam ficar atentos aos prazos de pagamento e, caso o boleto de cobrança não chegue antes do dia de vencimento, neste caso 28 de fevereiro, a emissão de uma segunda via poderá ser feita pelo site www.sefaz.al.gov.br ou no departamento localizado no 1º andar do prédio do antigo Produban. É o que ressalta Eugênio Barros, gestor de IPVA da Sefaz. “Os boletos com as duas

opções de pagamento já foram enviados para as residências dos contribuintes, mas por conta da greve dos Correios, é preciso ter muita atenção e, caso necessário, emitir a segunda via no site”, explica Barros. INADIMPLÊNCIA Portanto, é importante que os proprietários fiquem atentos às datas, pois o descumprimento dos prazos de pagamento do IPVA é causa de complicações aos proprietários de veículos em Alagoas. Gerando multas e acréscimos no valor real do imposto, podendo ainda sofrer punições com o veículo em situação irregular. Embora a inadimplência seja uma preocupação constante, o gestor da Sefaz destaca que, em 2013, foram totalizados 12,48% de inadimplentes. “Lembrando que, ao longo do exercício seguinte, a inadimplência tem caído para algo em torno de 5 a 6 por cento. Vale destacar que a inadimplência de IPVA não é a mesma de

licenciamento, já que veículos isentos e imunes podem estar irregulares no Detran, mas não com a Fazenda”, esclarece Barros. ARRECADAÇÃO Eugênio Barros esclarece que a arrecadação do IPVA compõe a receita estadual, integrando o suporte orçamentário das diversas despesas do Estado, isto é, o IPVA não é um tributo vinculado, sua destinação é para as diversas áreas, como saúde, educação, entre outros. Segundo dados da Sefaz, a frota alagoana é composta de 613.753 veículos, representando a arrecadação de mais de R$ 171 milhões em 2013, um crescimento, em relação a 2012 de 10,54%.

Serviço Sefaz Rua General Hermes, 80 Cambona Fone: 3315-9000 www.sefaz.al.gov.br

Depois da folia Para quem realmente é carnavalesco e jamais perde essa mais tradicional festa brasileira, deve sempre se preparar com antecedência, tendo uma reserva garantida de dinheiro juntado durante todo o ano anterior. Jamais ultrapassar os gastos fixos, ou, pior ainda, recorrer a empréstimos para essa finalidade.

Juros Evite utilizar o crédito, seja através de empréstimo, cheque especial ou cartão de crédito. As taxas continuam elevadíssimas e sem esperança de queda. O governo quer juros altos para incentivar o investidor estrangeiro a investir por aqui e, mais ainda, elevar a produção local e segurar os preços. Quem paga essa conta é exatamente o consumidor que se utiliza desse mecanismo, pensando que pode pagar. O resultado é o endividamento, que vem crescendo assustadoramente.

Inflação Chegamos ao terceiro mês do ano e os preços de alimentos continuam subindo, o que vem ocorrendo desde o ano passado. São vários fatores que influem nesse item de consumo. Um deles é o climático. Quando chove muito, cai a produção. Na estiagem, o preço dos alimentos sobe. O consumidor pode muito bem substituir determinado alimento.

Pesquisando Continue pesquisando preços, jamais comprando na primeira parada. As promoções são diárias. Não adianta sair de casa e ir diretamente à loja que anuncia na mídia determinado produto por um preço baixo, quando na realidade uma concorrente pode ter o mesmo por um valor menor. E mais: compre sempre à vista, exigindo do vendedor um bom desconto.

Seu emprego Vá se especializando cada vez mais, participando de cursos que envolvam o cargo que ocupa na empresa. E se esforce, mostrando seu talento, sem necessariamente “bajular” o chefe, “passando por cima de seus colegas”, mostre apenas a sua produtividade e honestidade. O mercado de trabalho é muito competitivo, e só vence mesmo quem realmente trabalha com responsabilidade.

CALENDÁRIO IPVA - EXERCÍCIO 2014 FINAL DE PLACA

1 2 3 4 5 6 7 8 9 0

COTA ÚNICA

28/02/14 31/03/14 30/04/14 30/05/14 30/06/14 31/07/14 29/08/14 29/08/14 30/09/14 30/09/14

1ª PARCELA

2ª PARCELA

3ª PARCELA

E. CRLV ATÉ

28/02/14 31/03/14 30/04/14 30/05/14 30/06/14 31/07/14 29/08/14 29/08/14 30/09/14 30/09/14

31/03/14 30/04/14 30/05/14 30/06/14 31/07/14 29/08/14 30/09/14 30/09/14 31/10/14 31/10/14

30/04/14 30/05/14 30/06/14 31/07/14 29/08/14 30/09/14 31/10/14 31/10/14 28/11/14 28/11/14

30/05/14 30/06/14 31/07/14 29/08/14 30/09/14 31/10/14 28/11/14 28/11/14 30/12/14 30/12/14


6

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

COTIDIANO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

DIA a Dia Com a ajuda de um morador do Edifício Nautillus, a coluna faz aqui uma correção necessária à informação. O poste que coloca em risco a integridade física das pessoas fica na calçada do Edifício Enseada Jatiúca. O morador nos informou que o poste está naquelas condições há mais de três anos. Pronto. A coluna reforça a necessidade de resolver aquela situação. Os riscos de acidentes são muitos. Muita gente já foi vítima.

O trânsito em Bebedouro

O

trânsito em Bebedouro está precisando de ações urgentes. Das 6h às 9h da manhã, levam-se em média 40 minutos no trajeto de apenas dois quilômetros. A pé, este percurso pode ser feito em 20 minutos. Na fotografia, a imagem de mais uma

manhã de muita fila na Avenida Doutor Osvaldo Cruz, a principal do bairro. O que já era congestionado virou um caos depois da vigência da “faixa exclusiva para ônibus”. Muitos motoristas mudaram a rota e estão trafegando agora por Bebedouro. A coluna chama a

atenção do pessoal da SMTT para este problema e pede providência em nome da coletividade. O tráfego pela Rua Nova seria uma alternativa, mas carece de estudos e investimentos. Isso é só para não dizer que não há alternativas. Eduardo Leite

Poste na calçada

Deraldo Francisco - diaadia@odia-al.com.br

“Sobre” duas rodas A Prefeitura de Maceió regulamentou os serviços prestados pelos motociclistas. O caso é tão polêmico quanto temerário. Com a regulamentação, os pilotos de motos estão autorizados a trafegar por Maceió levando e trazendo coisas. Conforme dados da Prefeitura, são mais de cinco mil deles em Maceió. As autoridades de trânsito prometem capacitar esse pessoal. Imagine uma capacitação para cinco mil pessoas.

Será mesmo isso tudo? Esse número é muito alto. Cinco mil motos indo e voltando na cidade é muito movimento. Tem alguma coisa errada. A não ser que as autoridades de trânsito estejam contando com os mototaxistas, aqueles que transportam gente de forma irregular e ilegal.

Tudo misturado Sobre os motofretistas que, aparentemente não representavam problema nenhum para o trânsito de Maceió, a situação está regularizada, saiu no Diário Oficial e tudo. Mas há, entre eles, aqueles que usam o colete de “motoboy” transportando pessoas e levam mercadorias também.

Sujeira no mercado Entra prefeito, sai prefeito e nada é resolvido nos arredores do Mercado da Produção, na Levada. A imundície que se via há dez anos ainda se vê hoje. Porcos mergulhados na lama ainda são cenas dos arredores do mercado. O que está faltando para resolver em definitivo aquele problema? Será vontade política? Será?

Atenção, polícia! A coluna pede ao comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) que olhe com mais atenção para os problemas do Farol e Pinheiro. Os assaltantes estão atuando meio-dia em ponto. A maior concentração deles é entre a Praça Arnon de Mello e a Importadora.

Manutenção programada da Eletrobras

Esta semana será folga da companhia. O pessoal que trabalha na manutenção programada não atuará em Maceió. Os trabalhos estarão suspensos até a próxima sexta-feira, dia 7. Porque, no dia 8, em pleno sábado, os técnicos vão “montar acampamento”

em Mangabeiras. Das 6h às 12h, haverá suspensão no fornecimento de energia em parte das Avenidas Dr. Mário Nunes Vieira e João Davino, trecho que fica no cruzamento com a Rua Nelson Azevedo Souza. Operação pesada mesmo só na primeira semana depois do Carnaval.

Bom Carnaval! A coluna recomenda aos foliões que vão brincar o Carnaval em Maceió e a quem não gosta da festa, também, para que tenha muita paciência. São apenas quatro dias, num instante passa. Pense que sábado e domingo é uma final de semana normal e que a segunda-feira será um feriado. Considere a terça como o dia do Carnaval e se prepare, no final deste dia, para começar a semana na quarta-feira, de Cinzas. No mais, não adianta querer colocar o carro por cima de foliões do bloco, irritar-se com barulho ou incomodar-se com piadinhas. Lembre-se: tudo é Carnaval! Isso é: pode tudo. Considere que são apenas quatro dias e que passa rápido. Bom Carnaval! A propósito, por que não se diz “Feliz Carnaval”?


7 redação 82 3023.2092

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

COTIDIANO

e-mail redacao@odia-al.com.br

COMÉRCIO, SHOPPINGS E SUPERMERCADOS terão horários de funcionamento diferenciados; bancos só abrem na 4ª feira

Carnaval: o que abre e o que fecha em Alagoas Iracema Ferro Repórter Com Fecomércio

O

s festejos de Momo alteram, todos os anos, o funcionamento de estabelecimento comerciais Brasil afora e em Alagoas não é diferente. No sábado de Zé Pereira (1º), o Maceió Shopping fechou duas horas mais cedo, atendendo os clientes das

10h às 20h. O Parque Shopping Maceió, o Shopping Pátio Maceió e o Aracapiraca Garden Shopping tiveram horário normal de funcionamento: das 10h às 22h. As lojas do Centro de Maceió e de Penedo funcionaram normalmente das 8h às 14h. Em Arapiraca e Palmeira dos Índios, as lojas fecharam mais cedo: ao meio-dia. Já em União dos Palmares, as lojas do Centro ficaram abertas até às 18h.

No domingo (2) a situação é bem diferente: as lojas do Centro de Maceió, Arapiraca, União dos Palmares, Palmeira dos Índios e Penedo estarão fechados. No Maceió Shopping, apenas a rede de cinemas Kinoplex estará aberta; o Parque Shopping abrirá das 12h às 22h, e o Shopping Pátio, das 12h às 20h. Os cinemas Centerplex (no Shopping Pátio) e CineSystem (no Parque Shopping) funcionam

normalmente. Em Arapiraca, o shopping funcionará em horário especial: das 12h às 18h. Tanto na segunda (3) quanto na terça-feira (4), as lojas estarão fechadas nos centros de Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Penedo e União dos Palmares, assim como todos os shoppings do estado. Já os cinemas da rede Kinoplex, Centerplex e Cinesystem estarão abertos em horário especial, além

da praça de alimentação do Parque Shopping Maceió, das 10h às 22h. Já a tradicional feira livre de Arapiraca, que acontece às segundas, será adiada para a sexta-feira (07). Na Quarta-feira de Cinzas (5), todos os shoppings abrirão ao meio-dia e fecharão às 22h. Os comerciantes dos centros de Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Penedo e União dos Palmares também abrirão as portas de 12h, mas fecharão às 18h.

Eduardo Leite

Eletrobras monta plantão para atender capital e balneários

Lojas do Centro de Maceió abriram no Sábado de Zé Pereira (1), fecham no domingo (2) e só reabrem na Quarta-Feira de Cinzas (5) depois do meio-dia

Contas podem ser pagas na 4ª feira Os bancos, tanto os públicos quanto os privados, fecharam no sábado (1º) e só reabrem na Quarta-Feira de Cinzas (5), a partir do meio-dia. A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) recomenda que as contas de consumo (água, luz, telefone, TV a cabo e gás) e carnês com vencimentos para o período do Carnaval sejam pagos no primeiro dia útil após o feriado, sem

acréscimos. Quem esperar para a quinta-feira, vai pagar multa e juros. Para quem não quer esperar a Quarta-feira de Cinzas, a dica é usar os meios alternativos, como caixa eletrônico, internet banking, mobile banking e banco por telefone, agendando o débito automático ou, para os casos de contas com código de barras, efetuar os pagamentos nos próprios caixas automáticos. I.F.

Confira quais supermercados ficam abertos Todas as lojas da rede de supermercados GBarbosa funciona normalmente no sábado (1º), domingo (2) e segunda-feira (3). Já na terça-feira (4) as lojas terão horário reduzido: Serraria, Praia (Cruz das Almas), Stella Maris, Benedito Bentes e Tabuleiro abrem às 7h e fecham às 18h; Loja Pátio Maceió abre às 9h e fecha às 20h; Santa Amélia funciona das 9h às 18h, assim com a Loja Arapiraca. Em Delmiro Gouveia, o GBarbosa abre às 8h e fica até às 18h. Já a rede de supermercados Unicompra, que tem lojas em Maceió, Barra de São

Miguel, Arapiraca, Palmeira dos Índios e São Miguel dos Campos, funciona normalmente durante todo o Carnaval, assim como as lojas do Extra (Mangabeiras e Gruta). A rede Bompreço terá funcionamento normal todos os dias, com exceção do Hiper da Rua Buarque de Macedo, que funciona das 7h às 18h na segunda-feira (3) e das 7h às 14h na terça-feira (4). O Palato também não vai fechar as suas portas: a loja da Ponta Verde atenderá 24 horas e a do Farol das 7h até a meia-noite. I.F.

Além da Polícia Militar, da Central de Polícia, das Delegacias Regionais, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e hospitais, a Eletrobras também estará de plantão neste carnaval. Isso mesmo, a companhia elaborou um plantão especial para a região metropolitana de Maceió e municípios balneários, onde o fluxo de pessoas aumenta durante o Carnaval. O trabalho extra começou na sexta-feira (28) e vai até a terça-feira (4) com mais de 200 colaboradores trabalhando diuturnamente. De acordo com a Eletrobras, as equipes estarão de prontidão para casos emergenciais, quando houver interrupções; e para trabalhar em manutenções mais pesadas, a exemplo de troca de postes danificados por abalroamentos e substituição de transformadores. Entre os municípios que terão o atendimento reforçado neste carnaval, estão Maceió, Paripueira, Barra de Santo Antônio, Barra de São Miguel, Marechal Deodoro, Maragogi, Jarapatinga, São Miguel dos Milagres, Coruripe, Jequiá e Feliz Deserto. Em caso de interrupção do fornecimento de energia elétrica, o cliente deve ligar para 0800 082 0196. I.F.

Serviço Fecomércio R. Prof. Guedes de Miranda, 188 - Farol Fone: 3336-4463 www.fecomercio-al.com.br


8

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

COTIDIANO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

NUTRICIONISTA dá dicas de como evitar ou remediar o mal-estar típico do exagero das bebidas alcoólicas

Para que a ressaca não atrapalhe seu Carnaval... Iracema Ferro Repórter

D

isso, são absorvidas mais facilmente pelo organismo. Ela lembra que não há provas científicas que relacionem a intensidade da ressaca com a qualidade da bebida. “O que interfere é o teor alcoólico. A vodca e o gim, por exemplo, são feitas a base de etanol puro e quando metabolizadas formam acetaldeído, que provoca desidratação e dor de cabeça”, explica a especialista. Para evitar a ressaca, além de controlar a quantidade de álcool ingerida, é indicado tomar água entre os drinks ou juntamente à cerveja para evitar a desidratação e comer antes de beber.

Fotos: Divulgação

or de cabeça, sensibilidade à luz, enjoo, azia, queimação no estômago e falta de apetite são os sintomas que quem já exagerou no álcool costuma apresentar, conjunto de sensações conhecido popularmente como ressaca. Quem passa da quota na ingestão de bebidas alcoólicas, fato típico dos períodos festivos (em especial o Carnaval), tem a garantia de um dia seguinte repleto de mal-estar causado pelo aumento da produção de enzimas pelo fígado para

processar a alta quantidade de álcool, o que leva a um desequilíbrio no organismo e as sensações desagradáveis. Além do fígado, estômago, coração, intestino e cérebro também são afetados. Se você já passou por isso, sabe bem que a sensação não é nada agradável e é capaz de acabar com qualquer programação pré-planejada. De acordo com a nutricionista Aline Martins, a combinação de bebidas alcoólicas pode intensificar a ressaca. As opções destiladas, doces ou gaseificadas, como cachaça, vodca, tequila e champanhe, possuem maior permeabilidade e, por

Para aliviar o mal-estar do dia seguinte após uma bebedeira, reidrate-se com sucos como o de couve, limão e hortelã

Alimentação para o folião não ficar ‘de molho’ A nutricionista afirma que uma alimentação adequada pode ajudar a curar a ressaca e evitar que o folião tenha que ficar de molho em casa. Para reverter os males do dia seguinte, Aline aconselha uma alimentação leve. “A alimentação num dia de ressaca deve ser feita de três em três horas, com alimentos leves e frutas ricas em água e fibras, como água de coco, melancia, uva, tangerina e frutas vermelhas. Nada de alimentos gordurosos e frituras. Mesmo sem vontade de comer, é preciso se alimentar adequadamente. As bolachas de água e sal são boas pedidas, já que elas elevam o nível de glicose no sangue, o sódio e são facilmente digeridas”, indica a nutricionista. “O consumo de água precisa ser aumentado porque o álcool desidrata o corpo. O ideal é beber de 30 a 50 mL de água por quilo de peso. Ou seja, uma pessoa que pesa 60 kg deve ingerir em 1,8 mL e 3 litros de água. Os isotôni-

DICAS

Descanse Se puder voltar para a cama, não pense duas vezes. A probabilidade de acordar pelo menos um pouco melhor é grande. Não beba de novo Dê pelo menos 48 horas de ‘trégua’ para que o organismo se recupere. Exercite-se Se o corpo permitir, faça pelo menos uma caminhada pequena para ajudar o sangue a circular melhor, expelir o álcool e acelerar a eliminação das toxinas. cos e sucos de frutas também são bem-vindos, em especial abacaxi, melancia e a combinação de couve com limão e hortelã”, completa. A nutricionista ensina que os ovos, brócolis, pimenta, cebolas e gérmen de trigo são responsáveis pela aceleração no processo da cura da ressaca. “O álcool faz com que as pessoas urinem muito mais do que o normal. Como as bebidas alcoólicas são muito diuréticas, é comum que os nutrientes do

corpo sejam eliminados junto com a urina. O potássio é um dos nutrientes que mais são eliminados no processo, por isso é essencial que as pessoas com ressaca comam bananas, batatas chips e suco de laranja”, aconselha. Ao contrário do que muitas mães e amigos recomendam, o café deve ser evitado. “Todas as bebidas fortes devem ser evitadas, em especial café, mate e sucos prontos, assim como alimentos industrializados ricos em sódio, que ajudam a reter líquido. Já os chás amargos (como boldo, carqueja e alcachofra) são muito bem-vindos, porque são depurativos e aumentam o bem-estar nesses dias. A indicação é tomar três xícaras de chá por dia”, explica o especialista. I.F.

Serviço SMTT Avenida Durval de Góes Monteiro, 829, KM 10 - Tabuleiro do Martins Fone: 3315-3583 www.smtt.maceio.al.gov.br


9

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

CULTURA

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

UM DOS FESTEJOS CARNAVALESCOS ainda pouco conhecido em AL, as escolas de samba comemoram meio século de atividade

Máquina do samba Francisco Ribeiro Repórter

F

evereiro taí e a batucada ecoa pelas ruas de Maceió. O som da bateria das escolas de samba indica que está prestes a chegar o dia mais aguardado para cada agremiação: o do seu desfile. Ao contrário das manifestações carnavalescas mais conhecidas pelos alagoanos, como, por exemplo, os blocos de Carnaval, as escolas não possuem tamanha aderência e prestígio, ainda que algumas delas contem com quase 50 anos de atividade. Em Alagoas, diferente de outros estados, a exemplo do Rio de Janeiro e de São Paulo,

a improvisação e a dedicação da comunidade em torno dos preparativos para o desfile são o que fazem a existência das escolas de samba possíveis. O carnavalesco e ex-presidente da Liga das Escolas de Samba (Lessal) de Alagoas Eugênio Vilela afirma que é necessário buscar uma constante aproximação entre os grupos e a população para que se conheça o trabalho feito por elas. Segundo Vilela pontuou, “o samba em Alagoas abriga gente muito talentosa, como os compositores que deixam muito pouco ou nada a desejar aos do Rio de Janeiro. A principal diferença é a falta de conhecimento por parte

Sem conhecer, a população não tem como apreciar e dar o devido valor”

da população que, sem conhecer, não tem como apreciar e dar o devido valor”. Ao contrário da mudança recorrente dos lugares onde as escolas desfilam (no início acontecia no Centro e contava com apenas a Unidos do Poço e a Jangadeiros Alagoanos), a data permaneceu sempre a mesma: sábado de Carnaval, também conhecido como “sábado de Zé Pereira”. Alagoas já chegou a contar com mais de dez escolas. Hoje, apenas seis permanecem ativas, todas em forma de grêmio recreativo e integrantes da Lessal. São elas: a Escola de Samba Arco-íris, a Escola de Samba G a v i õ e s d a Pa j u ç a r a , a

Escola de Samba Girassol, a Escola de Samba Jangadeiros Alagoanos, a Escola de Samba 13 de Maio e a Escola de Samba Unidos do Poço. A Liga foi fundada em 31 de outubro de 1994 com o propósito de somar os esforços entre as escolas visando obter recursos junto ao poder público para viabilizar os desfiles. Atualmente, é presidida por Nivaldo Santana e, desde 2009, foi firmado um convênio com o Governo do Estado para o repasse anual de verbas. Mesmo assim, é preciso que as agremiações encontrem diferentes formas para arrecadar dinheiro, como, por exemplo, através de festas, bingos e apresentações em eventos.

Gilvânia Gomes é a presidenta da mais antiga escola de samba do estado, a Unidos do Poço, também chamada carinhosamente de “vovó do samba”. Para o desfile que aconteceu neste sábado (01), na Praça Multieventos, na Pajuçara, a agremiação levou para as ruas três carros alegóricos e cerca de 10 alas. O tema deste ano foi “Melo Dias e as canções de amor do trovador”. Para Gilvânia, é preciso acabar com a ideia de que Maceió não tem Carnaval com samba. “Nós temos pessoas que mantêm acesa a chama desse gênero musical. Para isso, convocamos as pessoas para que se aproximem e venham fazer parte da nossa família e compartilhar a emoção de se estar na avenida”, ressalta. Já a Gaviões da Pajuçara, escola mais “jovem” em atividade, fundada em 12 de maio de 2000, promete grandes surpresas para o público. Criada a partir do tradicional bloco carnavalesco Bonecos da Cidade, a agremiação, apesar da curta trajetória, já coleciona oito títulos Estandarte de Ouro de Melhor Escola de Samba de Alagoas. Neste ano, foram levados três carros alegóricos, que podem chegar a nove metros de comprimento, e 20 alas. Ao todo, cerca de 800 pessoas desfilarão. O carnavalesco Josiel dos Santos conta que, devido a não realização do desfile em 2013, boa parte dos figurinos e alegorias foram

Francisco Ribeiro

Sobretudo, uma grande paixão pelo samba reaproveitadas, bem como o samba-enredo, cuja letra homenageia a Mãe Neide, líder religiosa conhecida pelos seus projetos sociais voltados para a população carente. Graças ao apoio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), que disponibilizou recursos para complementar o pagamento dos gastos das agremiações, a festa está garantida para esses apaixonados pelo samba. Os preparativos para apresentação da Gaviões, lembra Josiel, começaram há três meses. “Quando entramos na ‘avenida’, todos os problemas e estresses que passamos durante todo esse período são esquecidos. O maior pagamento para o nosso trabalho é a valorização do público, daqueles que vão nos prestigiar. E, neste ano, acreditamos a gente já está sentindo na pele a emoção por homenagearmos Mãe Neide, devido à força que ela tem. Queremos agradecê-la todo o carinho que ele dedicou a nós durante esse período”. Em 2015, a escola irá contar a sua própria história na “avenida”, relembrando também os personagens que já foram homenageados ao longo dos 15 anos que completará. F.R.

Serviço

Fundação Municipal de Ação Cultural Rua Desembargador Almeida Guimarães, 87, Pajuçara Telefones: 3315-5070 www.maceio.al.gov.br/fmac

Josiel dos Santos conta que os preparativos da Gaviões da Pajuçara para o desfile deste ano começaram há três meses


O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

CULTURA

Francisco Ribeiro

10

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

GUIA CULTURAL DOMINGO Clima Bom (Praça Central Do Osman Loureiro) 17h - Quinteto E+ Um 18h30 - Orquestra de frevo do Maestro Fernandes 20h - Orquestra Everaldo Borges Jatiúca (Posto 7) 19h - Groove Reggae 20h - Unidade Nova Praia 21h - Radiola Reggae 22h - Vitor Piralho Benedito Bentes 1– Polo 2 14h às 17h - Desfile de blocos com concentração em frente à Escola Estadual Pastor José Tavares. Tocam Orquestra Quebra-gelo e Orquestra Maceió Frevo. 17h às 20h - Geléia e banda Prakatun e Mac Frevo & Folia (no palco em frente à associação ASDABBNE, por trás do 5º Batalhão da PM) Um dos carros alegóricos da Escola de Samba Gaviões da Pajuçara, que vai desfilar em grande estilo em Maceió

Pajuçara (Pç. de Multieventos) 18h - Desfile de blocos de frevo 22h - Spok Frevo Orquestra Ipioca

SEGUNDA

17h - Njeitos 18h30 - Julio Uça 20h - Orquestra Pajuçara no Frevo Shows no palco das 20h às 00h, no Alto de Ipioca Jacintinho 10h - Desfile de blocos de frevo, com Orquestra Carlos Gomes 17h - Spok Frevo Orquestra 18h20min - Orquestra Sal da Terra 20h - Sabaki Ponta Grossa (Pç. Moleque Namorador) 15h - Orquestra de Frevo Moleque Namorador 21h - Orquestra de Frevo Moleque Namorador 00h - Orquestra de Frevo Big Moleque Shows no palco das 20h às 02h Pontal 13h às 17h - Desfile de blocos, com Orquestra Diamantes do frevo 20h - Frevo sanfonado (Xameguinho) 22h - Cai Dentro 00h - Orquestra de Frevo Los paranhos

Ponta Grossa (Pç. Moleque Namorador) 21h - Orquestra de Frevo Moleque Namorador 00h - Orquestra de Frevo Big Moleque Shows no palco das 20h às 02h

Pajuçara (Pç. Multieventos) 17h - Desfile de blocos afro 19h - Afoxé Ofaomin, Arê Yorubá, Afoxé Odô Iyá, Maracatu Raízes da Tradição, Inaê (Guesb), Afro Gurgumba, Coletivo AfroCaeté, Orquestra de Tambores, Afro Mandela, Luana Costa 23h – Banda Didá (Bahia)

Jacintinho 16h - Desfile de blocos de frevo, com Orquestra Diamantes 20h – Frevo no Pife – Chau do Pife 21h- Orquestra Jaraguá 22h – Patusco

Pontal 13h às 17h - Desfile de blocos, com Orquestra Los Paranhos 20h - Dé Boy Nascimento 22h - Sutaki 00h - Orquestra Everaldo Borges

TERÇA Pajuçara (Pç. Multieventos) 16 às 20h - Desfile de bonecos gigantes e Concurso de fantasias, do antigo CRB a Praça Multieventos 19h – Sabaki 20h – Orquestra Jaraguá 22h – Maestro Danda e Orquestra (PE) Ipioca 13 às 19h - Desfile de blocos pelas ruas do bairro de Ipioca (Rua Manuel Lopes, Rua São Miguel, Rua Boa Vista, AL 101 Norte até a Asplana)

Ponta Grossa (Pç. Moleque Namorador) 21h – Orquestra de Frevo Moleque Namorador 00h- Orquestra de Frevo Big Moleque Shows no palco das 20h às 02h Pontal 13 às 17h - Desfile de blocos, com Orquestra Maestro Neilton 21h - Carlos Moura 22h - Frevo no Pife , com Chau do Pife 00h - Boca de Forno

Envie um e-mail para cultura@odia-al.com.br e divulgue seu evento


11

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

ESPORTES

DIA Esportivo Jorge Moraes diaesportivo@odia-al.com.br

Apenas um sonho

A

possibilidade do nosso futebol chegar a uma Copa Sul-Americana ficou apenas no sonho. CSA e CRB disputaram a Copa do Nordeste com esse desejo, mas foram eliminados na mesma semana na primeira fase do sistema direto de eliminação. O CSA, se é que isso significa como consolo, foi eliminado com uma vitória jogando bem contra o Sport, mas sem fazer os gols que precisava para se classificar. Já o CRB foi vergonhosamente eliminado pelo América, em Natal, caindo de quatro, como estão gozando os torcedores do CSA. O time podia até perder, mas não desse jeito como foi, jogando ruim e deixando o time potiguar fazer os gols na hora em que bem quisesse. E agora? Agora é voltar as atenções para o Campeonato Alagoano, que só tem rodada depois do carnaval. Do lado do CSA, a diretoria diz que o objetivo não era a Copa do Nordeste, mas o campeonato estadual, na busca pelo título e a vaga para a Série D. No CRB, até que os cacos sejam recolhidos, devem rolar algumas “cabeças”, já que a esperança do time na Copa do Nordeste era bem maior. Como durante o carnaval os torcedores estarão pouco preocupados com os seus times, vamos aguardar o reinício da competição, dias 8 e 9, para que tenhamos conhecimentos reais das mudanças. Durante o período de folia, os jogadores estarão trabalhando em seus clubes.

De portas fechadas Os torcedores ficarão longe dos jogadores da Seleção Brasileira durante os treinos da Copa do Mundo. Pela primeira vez desde a inauguração da Granja Comary, em 1987, a CBF fechou um acordo com os administradores do condomínio, onde fica a concentração, para vetar a entrada dos fãs.

Valor Alto A Seleção Brasileira vai arrecadar mais de R$ 300 milhões para a CBF somente em patrocínio, no ano da Copa. O valor supera a receita bruta da CBF no seu último balanço, em 2012. A confederação já coleciona 14 patrocinadores e vai faturar pelo menos R$ 324 milhões.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

FOLGA: times aproveitam para descansar, cuidar da parte física e arrumar a casa

Clubes treinam mesmo com o Estadual parado Marcelo Alves Repórter

O

Campeonato Alagoano entra em recesso no Carnaval e retorna no próximo sábado, dia 8 de março. A parada na festa do Momo servirá de mini-temporada para dar descanso aos jogadores, contar com o retorno de atletas que se recuperam de lesão no Departamento Médico e aprimorar sistema e esquema de jogo, bem como as jogadas. Das dez equipes que disputam o Segundo Turno do Estadual, ASA, CSE, Santa Rita, Comercial, Coruripe, CEO, Murici e Penedense contarão com mais tempo de descanso. Estes oito times jogaram a última vez pelo Alagoano no último dia 23 de fevereiro, exceto o Alvinegro que atuou no dia 22 de fevereiro. CSA e CRB terão menos dias de folga.

O Azulão e o Galo disputaram no meio da semana passada jogos de volta das quartas de final da Copa do Nordeste e foram eliminados. O time azulino até venceu o Sport-PE, no último dia 25, no estádio do rei Pelé, mas o placar de 1 a 0 não foi suficiente para classificar a equipe à semifinal da competição, uma vez que perdeu a partida de ida por 2 a 0. Era necessário derrotar o Leão da Ilha por três gols de diferença. Por 2 a 0, a vaga seria decidida nos pênaltis. A eliminação fez com que a diretoria azulina reforçasse o elenco. Na última quinta-feira, dia 27 de fevereiro, foram apresentados o zagueiro Léo Bahia, o meia Jean Carioca e o atacante Edgar Melo. Não haverá dispensas. Enquanto a equipe regatiana, que no jogo de ida tinha vencido o América-RN por 2 a 0, garantindo a vantagem de até perder por um gol de diferença para ir à semi, perdeu no

da volta por 4 a 0, em partida disputada na última quinta-feira, dia 27 de fevereiro, em Natal. O presidente-executivo do CRB, Marcos Barbosa, deixou claro que demitirá três jogadores que, segundo ele, estariam fazendo corpo mole. Após a eliminação no Nordestão, CSA e CRB concentram suas atenções no Alagoano. Para o Azulão, a competição é prioridade, pois garante jogos para a equipe até o final do ano com possível conquista da vaga para Série D, que pode vir com o título ou com o vice-campeonato, caso o Galo e o ASA conquistem o troféu, pois ambos estão na C do Brasileirão. Ao time regatiano, o Estadual ainda não é prioritário. O clube praiano prima pela volta à Série B. O Alagoano servirá como laboratório para a Terceirona Nacional. A busca pelo tricampeonato é mais por conta da rivalidade.

Torcida Impedida de participar de jogos de futebol por um ano, a principal torcida organizada do Vasco, a Força Jovem, agora também não pode frequentar nenhum outro tipo de evento esportivo. A decisão que amplia liminar do último dia 17 foi tomada pelo juiz em exercício da 1ª Vara Empresarial, Antônio Augusto de Toledo Gaspar, nessa quinta-feira, dia 27 de fevereiro.

Preso O goleiro Bruno, que cumpre pena em regime fechado em Contagem (MG), assinou contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube, time da segunda divisão do esporte mineiro. O contrato será enviado à Federação Mineira de Futebol, mas aguarda decisão da justiça. O advogado alega o direito do preso ao trabalho, como forma de ressocialização.

Copa do Nordeste Classificado para a semifinal da Copa do Nordeste, o Santa Cruz irá enfrentar o rival Sport na luta por um lugar na decisão. Mesmo sabendo que a equipe vem sendo irregular na atual temporada, o treinador Vica, do Santa Cruz, minimizou essa situação e não vê favorito na fase. O pensamento de todos é descansar para se preparar para a sequência de partidas contra o rival. Isto porque serão realizados quatro jogos no mês de março.

No domingo O grupo do América-RN não teve muito tempo para descansar após conseguir a classificação para a semifinal da Copa do Nordeste. Poucas horas após golear o CRB por 4 a 0, na Arena das Dunas, os jogadores iniciaram, pela manhã, os trabalhos visando o Campeonato Potiguar. O time enfrenta o Alecrim, domingo, às 17h, no Ninho do Periquito, pela sexta rodada da competição estadual. O time potiguar enfrentará o Ceará na sequência da Copa do Nordeste. As datas e locais dos confrontos ainda não foram definidas pela CBF.

ALFINETADAS... l Quem vai sobrar do CRB depois da goleada sofrida para o América/ RN?; l A diretoria do CRB não fala, mas dizem que Roberval Davino está na corda bamba; l Depois da vitória contra o Sport, mesmo com a grande atuação do time e a desclassificação, conselheiros e torcedores do CSA queriam brigar com Raimundo Tavares e Marquinhos Mossoró. A turma do deixa disso, é claro, não deixou; l A partir da próxima rodada do Campeonato Alagoano, depois do Carnaval, a guerra vai começar. Aguardem...

Apesar das competições suspensas durante o Carnaval, a bola vai rolar nos treinamentos dos clubes de Alagoas

ASA e CSE estão com 100% de aproveitamento O Segundo Turno só teve até agora duas rodadas e parou da seguinte forma: no Grupo A, o ASA lidera com 6 pontos, seguido do CSE com a mesma pontuação. As duas equipes são as únicas 100% nesta fase da competição. CRB é o terceiro colocado com 4 e colado está o Santa Rita com os mesmos pontos. O lanterna

é o Comercial com 1 ponto e já surge como candidato ao rebaixamento para o Estadual de 2015. No B, o Coruripe está na primeira posição com 3 pontos, seguido pelo CEO com 2. CSA é o terceiro com apenas 1 ponto. De ressaca do título do Primeiro Turno, o Murici não pontuou assim como o Penedense. O

time do Baixo São Francisco também figura como candidato ao rebaixamento. M.A.

Serviço Federação Alagoana de Futebol Rua Godofredo Ferro, Centro Fone: 3326-2015 www.futeboldealagoas.net


12

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

REGIONAIS

DIA no Interior Roberto Baía dianointerior@odia-al.com.br

Arapiraca

A

prefeita Célia Rocha ( PTB), determinou que fosse realizada capacitação para coordenadores e professores da rede pública de ensino para que eles possam identificar alunos que apresentem alguma dificuldade auditiva e visual. “Essas dificuldades podem levar à repetência e até à evasão escolar” afirmou a prefeita. Para atender à determinação da prefeita, a coordenação do Programa Saúde na Escola e a coordenação de Pessoas com Cuidados Especiais, em parceria com a Otomed, realizou capacitação sobre acuidade auditiva e visual.

Deficiência auditiva Durante a capacitação, a fonoaudióloga Luciana Melo informou que dez por cento das crianças em idade escolar apresentam deficiência auditiva e que a doença na infância tem várias causas como rubéola materna, incompatibilidade sanguínea, parto prematuro. Já na fase escolar, os problemas de saúde acontecem frequentemente no ouvido médio, em decorrência de gripes e resfriados que produzem secreção e afetam o tímpano.

Palestra A coordenadora do Programa Saúde na Escola, Liliana Alves, ministrou palestra sobre as dificuldades visuais das crianças em idade escolar. “Quem não enxerga o que está na lousa e nos cadernos ou não ouve a professora não aprende.”

Capacitação O Programa Saúde na Escola também realizou capacitação para enfermeiros e dentistas sobre o novo Sistema de Informação da Atenção Básica do Ministério da Saúde, que tem como objetivo melhorar a qualidade da informação e o uso dessas informações pelos gestores, profissionais de saúde e cidadãos.

Evento alternativo Aliado ao som calcado no Rock N’ Roll e no ronco do motor das motocicletas de cilindradas diversas, curtas-metragens arapiraquenses que ganharam destaque em Alagoas e até impulso em circuitos nacionais aparecerão numa das noites do Arapiraca Moto Festival, que acontece durante este Carnaval.

Mercado de Artesanato O evento alternativo, que acontece de 1º a 3 de março no Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, vem para dar uma opção a mais aos moradores da cidade que não migram para as praias do estado em busca de folia. Na contramão de um costume já enraizado, com o apoio da Prefeitura de Arapiraca, os organizadores pontuam as ações culturais em meio à programação.

Curta Arapiraca Uma delas é o I Curta Arapiraca, que traz à tona cinco curtas-metragens e documentários elaborados por cineastas da terra e que foram bem recebidos por público e crítica nos últimos anos.

Sétima arte “O objetivo é aproximar o que temos de melhor no segmento da Sétima Arte para que os arapiraquenses possam entrar em contato com o que está sendo feito por aqui”, diz Ciro Magalhães, empresário que idealizou o evento. A organização do festival é da Pancake House e Lagartos do Agreste Moto Club.

Carnaval no Sertão Por decisão do prefeito Jorge Dantas e da Comissão Organizadora de Eventos, a abertura oficial do Carnaval 2014 foi antecipada para a última sexta-feira (28). A abertura estava sendo anunciada para sábado (1º), porém, atendendo a vários pedidos de foliões que já estavam acostumados com a abertura na sexta-feira, em razão da realização do tradicional Carnaval da Melhor Idade, no Iate Clube Pão de Açúcar, promovido pela Quadrilha Buscapé, também, na sexta-feira, a abertura oficial foi antecipada.

Carro aberto Durante a abertura oficial, às 20 horas, o Rei Momo e a Rainha do Carnaval 2014 desfilaram em carro aberto pela principal artéria da cidade, a Avenida Bráulio Cavalcante. Ao lado dos soberanos momescos desfilou o prefeito Jorge Dantas. A entrega da chave da cidade pelo prefeito ao Rei Momo será mais uma vez no coreto da Praça da Praça da Matriz, logo após o desfile.

Banda e blocos Uma banda de frevo e diversos blocos carnavalescos participarão do desfile. A concentração dos foliões está marcada para as 19 horas, na Praça do Relógio, momento em que o clima carnavalesco deve contagiar a “Terra do Sol, Espelho da Lua”, que viverá cinco dias consecutivos de festa carnavalesca.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

MINISTRA e presidente do Ibama garantem liberação para a construção

Garantida para abril a licença do estaleiro Eliane Aquino Secom/Alagoas

O

presidente do Ibama, Volney Zanardi, disse na última quinta-feira, dia 27, ao governador Teotonio Vilela, em reunião com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que a licença de implantação do Estaleiro do Nordeste (Enor) será dada em abril próximo. Segundo o governador, as obras do estaleiro serão iniciadas em junho. “É o maior empreendimento empresarial da história de Alagoas”, festejou, citando mais de dez mil empregos que serão gerados com a vinda do Enor para o Estado, destacou o governador, na reunião que contou com a participação do presidente do Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico (Conedes), Luiz Otavio Gomes. O governador Teotonio Vilela afirmou que os representantes dos órgãos federais informaram que todas as condições estabelecidas para o licenciamento foram cumpridas. “Foi uma reunião excelente, onde a ministra Izabella e o presidente do Ibama, Volney Zanardi, elogiaram os técnicos alagoanos e nos afirmaram que não falta mais nenhum documento, nenhum estudo para que a licença de implantação seja liberada”, disse o governador. “Todas as exigências foram cumpridas e o presidente do Ibama nos tranquilizou de que o estaleiro Enor agora não tem nenhum obstáculo para se instalar em nosso Estado”, reforçou Teotonio Vilela. INTERLOCUTORES Na última reunião com a ministra Izabella Teixeira sobre o estaleiro Enor, o governador Teotonio indicou o presidente do Conedes, Luiz Otavio Gomes, como interlocutor do Governo do Estado junto ao presidente do Ibama, Volney Zanardi. Segundo Luiz Otavio, foram realizadas várias oficinas de trabalho em 2013 e início de 2014, com o objetivo de se elaborar as medidas antecipatórias da obra. “A ministra Izabella e o presidente Volney destacaram a qualidade profissional do nosso trabalho”, destacou o presidente do Conedes, informando que até abril serão realizadas reuniões de trabalho do Ibama com os empreendedores e com o governo alagoano sobre o estaleiro. “A partir daí, é a entrega da licença e o início das obras”, acrescentou Luiz Otavio.

Ministra Izabella Teixeira na reunião com o governador Téo Vilela e Luiz Otávio

Governo quer evitar desabastecimento Apesar da ampliação da rede de abastecimento e dos crescentes investimentos do governo estadual, em parceria com o governo federal, algumas cidades alagoanas ainda enfrentam escassez de água. O problema foi abordado em Brasília, na última quinta-feira, pelo governador Teotonio Vilela Filho e pelo secretário de Estado da Infraestrutura, Marcos Vital, que garantiram apoio do governo federal para evitar colapsos em municípios onde o problema ainda é considerado grave. Durante reunião com o ministro da Integração, Francisco Teixeira, o governador Teotonio Vilela e o secretário Vital apresentaram todas as obras da rede de abastecimento de água de Alagoas realizadas em parceria com o governo federal. Segundo o ministro, Alagoas é um dos estados com mais obras de abastecimento de água feitas em parceria com a União. “Isso reflete o compromisso e transparência do Governo de Alagoas. Água é prioridade e tanto nós quanto o governo alagoano

levamos isso muito a sério”, disse o ministro. Os dados apresentados em Brasília mostram a situação atual do sistema de abastecimento de água em Alagoas, as debilidades e o prognóstico de ações que podem ser adotadas para a sua melhoria, como explica o secretário Marcos Vital. “Este tipo de audiência é fundamental, pois o Estado sozinho nem sempre consegue realizar as ações necessárias para garantir água à população. Recebemos elogio do ministro Francisco Texeira pela quantidade de obras que estão sendo executadas em Alagoas e certamente novas obras estão por vir”, adiantou Vital. Ainda segundo o secretário, as informações apresentadas ao Ministério da Integração servem como medida para obtenção de recursos financeiros para novas ações do setor. “Já saímos de lá com uma previsão de investimento em municípios que estejam na iminência de colapso da rede de abastecimento de água”, garantiu.

Governador abordou o “abastecimento de água” no encontro com ministro


13

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

CAMPUS

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

FACULDADE leva mais fluxo para o Shopping Pátio Maceió e, por outro lado, aproveita a estrutura oferecida pelo Mall

Pitágoras amplia suas atividades em shopping Márcio Anastacio Repórter

O

crescimento das instituições e a universalização do ensino p r i va d o t ê m p r o v o c a d o uma tendência cujo reflexo já é sentido nitidamente em Alagoas. A presença de faculdades em shoppings centers é realidade na maioria das capitais brasileiras. Por aqui, quem apostou nesse espaço para abrigar os seus cursos

foi a faculdade Pitágoras. Dentro do Pátio Maceió, a instituição ocupa 10.500 m² da área total do centro de compras. De acordo com a Unesco, o setor educacional brasileiro já é o quinto maior do mundo, atrás apenas da China, dos Estados Unidos, da Índia e da Rússia. São as instituições privadas que devem absorver esse novo contingente de alunos, boa parte proveniente das classes C e D. Instalada em área perifé-

rica de Maceió, a faculdade tem como maior público estas classes. “Geralmente os nossos alunos moram no entorno do shopping – Complexo Benedito Bentes, Salvador Lira, Graciliano – e também na região metropolitana. Eles, em sua maioria, são estudantes-trabalhadores, que saem do emprego direto para a sala de aula”, afirma Odilia Moliterni, diretora da Pitágoras. Para esse público, o fator localização – próximo do

trabalho ou de casa – é fundamental. Dentro do shopping, as lojas, praça de alimentação e agências bancárias facilitam a vida de quem trabalha e conta com pouco tempo para resolver as pendências do dia a dia. O estudante de engenharia de produção, Junior Silva, revela que grande parte dos alunos da Pitágoras é formada por funcionários do próprio shopping. “Não é difícil encontrar gente aqui que larga e já vem direto estu-

dar”, disse o aluno do terceiro período, que confirma a tese onde se diz que faculdades em shoppings absorvem com mais facilidade os trabalhados dos centros de compras do que as outras. O forte esquema de segurança de um shopping viabiliza, ainda mais, a implantação de uma faculdade nesses locais. Reduzindo os custos a quase zero, as instituições podem sanar uma das principais preocupações dos alunos.

Eduardo Leite

Kroton aguarda aprovação de dois novos cursos

Laboratório de anatomia será utilizado pelos estudantes de Enfermagem

Com seis cursos abertos e funcionando há mais de um ano em Maceió, a faculdade Pitágoras, do grupo Kroton Educacional, maior organização de ensino superior do Brasil, planeja ampliar a sua atuação no mercado alagoano. Aguardando a homologação pelo MEC da liberação de mais dois cursos (Serviço Social e Enfermagem), a faculdade pretende ocupar por completo as suas mais de 80 salas de aula localizadas no shopping. Com a vinda dos novos cursos, a instituição também espera uma parceria entre eles e a prefeitura de Maceió para a abertura de um posto de saúde dentro do centro de compras. “A faculdade existe para entregar à sociedade os frutos do conhecimento produzido dentro dela. Com a abertura

A faculdade existe para entregar frutos do conhecimento

do posto de saúde, a intenção é trazer cada vez mais as comunidades para cá”, afirma Odilia Moliterni. Mesmo com todas as vantagens, a tendência tem recebido críticas. José Rodrigues, professor da Faculdade de Educa-

ção da Universidade Federal Fluminense e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em entrevista à revista IstoÉ, questionou a tendência de essas faculdades estarem se alojando em centros de compra. Ele reconhece, no entanto, que essa realocação de espaços das universidades é um movimento irreversível. “Os alunos resolvem toda a vida num centro de compras. Na lógica do capitalismo contemporâneo, é totalmente pertinente”, afirma o professor. M.A.

Serviço Faculdade Pitágoras Shopping Pátio Maceió Fone: 82 2126-5021 www.faculdadepitagoras.com.br

Direitos e deveres acerca da usina de belo monte Mariana Marim Alves - Acadêmica do curso de Direito da UFMS - Campus de Três Lagoas. E-mail: mariana.alves@usp.br João Francisco de Azevedo Barretto - Advogado, Mestre em Direito, Professor do Curso de Direito da UFMS - Campus de Três Lagoas/MS. E-mail: jfab.ufms@gmail.com ou jfab@terra.com.br

A

construção da Usina de Belo Monte, localizada na região de Altamira (PA), é tema assaz polêmico, envolvendo debate que se iniciou em 1975. A obra, cuja concessão ficou a cargo da Norte Energia S.A., é considerada a maior do Programa de Aceleração do Crescimento, com capacidade para gerar 11.233 MW e a previsão é de que esteja concluída em 2015, com aproveitamento do potencial hidrelétrico oferecido pelo rio Xingu. A trajetória da hidrelétrica é marcada pela resistência de indígenas, da população ribei-

rinha e dos ambientalistas. Dentre os inúmeros impactos socioambientais, é válido destacar: destruição da floresta; ocupação desordenada das áreas do entorno de Belo Monte (intensificando o desmatamento); inundação constante dos igarapés de Altamira; alteração do leito original do rio; retirada de 100 milhões de metros cúbicos de material nas escavações para a construção do canal; prejuízo da pesca e da navegação de cerca de 13 mil índios de 24 etnias que ali vivem. O Ministério Público Federal, que moveu ao menos vinte

ações apontando irregularidades ligadas à construção da hidrelétrica, conseguiu a paralisação das obras, com liminar cancelando a licença parcial para os canteiros da obra, e, ainda, que o BNDES não repasse mais recursos enquanto não forem cumpridas as determinantes. A população indígena afetada também tem se manifestado firmemente: no I Encontro dos Povos Indígenas do Xingu, em 1989, ela demonstrou sua discordância com o empreendimento; em 2008, na segunda edição desse encontro, nasceu o Movimento Xingu Vivo Para

Sempre, um coletivo de organizações e movimentos sociais e ambientalistas da região de Altamira e das áreas de influência do projeto da hidrelétrica de Belo Monte, que historicamente foram contra sua instalação. Além disso, os índios promoveram ocupações dos canteiros de obras, exigindo, em geral, sua suspensão. O Brasil apresenta um discurso de desenvolvimento sustentável, mas vive debates intensos polarizados entre o crescimento econômico, sob o modelo desenvolvimentista, e a preservação ou melhora da condição de vida da população

regional. As profundas transformações ambientais e sociais não são passíveis de mensurar de forma exata, havendo exemplos das devastadoras consequências de outras obras de tal monta. A distância dos grandes centros faz com que Belo Monte pareça apenas uma notícia para a maioria da população, distante daquela realidade, por isso mesmo merecendo, dos verdadeiros cidadãos, sujeitos de direitos e deveres ambientais, um acompanhamento do desenrolar de sua construção e suas consequências, sem perder de vista os compromissos da sociedade brasileira.


14

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

TELEVISÃO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Zuada da MíDIA Para comemorar?

Na última semana, o jornal Gazeta de Alagoas comemorou 80 anos de existência, mas o presente para quem construiu essa história não tem saído a contento. Dentro da redação, o clima não é de festa. Alguns jornalistas do veículo andam insatisfeitos com a linha editorial, cuja ordem é massacrar o governo e promover positivamente o senador Fernando Collor (PTB). Três nomes de peso da redação gazetiana já sinalizaram a despedida: Davi Soares, Lelo Macena e Carla Cerqueira.

Tá “Serto”

O senador Fernando Collor (PTB) ratificou, durante a solenidade alusiva aos 80 anos de circulação ininterrupta da

Márcio Anastácio - zuadadamidia@odia-al.com.br

Gazeta de Alagoas, que a missão do veículo de comunicação do qual é, atualmente, acionista majoritário, é uma só: informar com veracidade e analisar os fatos do cotidiano local e nacional sempre com muita isenção.

rio e das famílias Nonô e Palmeira não tinha emitido nota de esclarecimento ou rebatido as denúncias.

Escolheu

Repúdio em dobro

O Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal) foi a público repudiar e denunciar várias práticas ditatoriais cometidas pela TV Pajuçara contra seus trabalhadores, os quais estão sendo vítimas de perseguição, censura, intimidação e assédio moral. A nota do sindicato, assinada pela presidente Valdice Gomes, gerou, inevitavelmente, uma discussão entre os profissionais da área de Comunicação Social,

O site Repórter Alagoas, do jornalista Odilon Rios, na última semana teve destaque nacional. É que o perfil Dilma Bolada, um dos mais influentes do Facebook, compartilhou a notícia dando conta da vaia recebida pelo presidenciável Aécio Neves (PSDB), durante o desfile do bloco Pinto da Madrugada. A informação foi curtida por cerca de cinco mil pessoas e compartilhada por quase 1.500. A personagem Dilma Bolada conta com mais de um milhão de seguidores.

TERÇA

QUARTA

QUINTA

MALHAÇÃO

Antônio comemora a caixa roubada de Paulino. Vera e Ronaldo repreendem Maura e alertam que, se houver uma próxima tentativa contra sua família, eles acionarão a polícia. Anita decide assistir à apresentação de Ben e Martin no Embaixada. Paulino revela que foi assaltado por um homem vestido de palhaço e Pedro desconfia de Antônio. Anita dança com um menino para despistar Antônio, mas Ben vê. Guilherme abre a guarda para o amor de Raissa, e Clara se encanta cada vez mais com o amigo.

Ben percebe que foi beijado por Sofia e se afasta da menina. Sidney vê Sofia sendo desprezada por Ben e aprova. Antônio fica furioso ao ver Anita com um menino. Sidney disfarça seus sentimentos e afirma para Sofia que não quer mais saber dela. Sofia chora por causa da rejeição de Sidney, Ben a consola e os dois acabam se beijando. Martin pede Micaela em casamento. Giovana e Junior são ovacionados no palco do Embaixada, e Giovana beija o rapaz.

Sidney se revolta contra Ben e Sofia. Martin anuncia seu noivado com Micaela, para surpresa de Ronaldo, Zico e Omar. Tita ouve quando Maura confessa para Zelândia que não gosta dela. Serguei fala com Meg sobre a surpresa que pretende fazer para a primeira noite de amor com Flaviana, que vê os dois juntos e desconfia da proximidade deles. Antônio usa um perfil falso para comentar em matérias sobre a explosão na praça. Um homem se interessa pela história que Antônio publica.

Sofia quase beija Sidney, mas ele desvia. Raissa revela para Anita que ela foi bem nas provas e conseguiu recuperar o ano letivo. Ben convida Sofia para ir ao cinema. Pedro é ríspido com Anita por não aceitar o novo comportamento da irmã. Assistente do pai de Martin avisa o rapaz das ordens que recebeu: os benefícios de Martin foram cortados, o restaurante volta a ser administrado por Ronaldo e para ele fica o cargo de assistente de cozinha. Tita chora ao ver Hernandez com Maura.

Sofia e Ben se entendem, quando Anita Não há exibição. surge e percebe o clima. Flaviana se desespera ao imaginar que Serguei e Meg a estão traindo. Sidney, Ben e Sofia têm uma conversa franca e Sidney revela que passou a noite com Sofia. Flaviana se comove com a surpresa de Serguei. Maura esconde dinheiro em um vaso de flor e Antônio vê. Caetano desabafa com Bernardete e afirma, enigmático, que só lhe resta uma saída. Micaela apoia Martin em sua nova condição financeira.

JOIA RARA

Amélia afirma para Ernest que Pérola é filha de Franz. Benito chantageia Manfred para não contar o que sabe sobre ele. Iolanda se preocupa com o ciúme de Mundo. Toni pergunta a Hilda se ela está saindo com Aderbal Feitosa. Manfred se declara para Amélia e lhe dá um anel, que entala em seu dedo. Franz se irrita e avisa que devolverá o anel para Manfred. Pérola diz a Matilde que seu bebê é um ser especial. Manfred pede que Benito o agrida. Odilon e Nuno conversam sobre Belmira.

Amélia e Apolônio socorrem Manfred. Cristina faz intriga de Amélia para Franz. Aurora se sente preterida por Arlindo por não ter sido escolhida como cantora para o baile de carnaval. Franz fica irritado com Amélia por ela ter ajudado Manfred. Cícero confirma para Ernest o namoro de Amélia e Manfred. Cristina diz a Manfred que fez exatamente o que ele mandou. Cléo tenta conquistar Joel. Dália aconselha Ernest a conversar com Amélia para esclarecer a verdade. O show de Lola é um sucesso.

Amélia nega para Ernest que tenha namorado Manfred. Franz se chateia com Amélia e resolve sair de casa. Ernest beija Dália. Cléo finge que é sonâmbula para ficar perto de Joel. Pérola ganha presentes de Amélia, Franz, Apolônio e Sonan pelo seu aniversário. Josué chega ao cortiço com um presente de Ernest e Pérola se entristece ao perceber que o avô não irá a sua festa. Aurora e Santinha conspiram contra Lola. Benito chantageia Manfred.

Ernest chora, mas não consola Pérola. Manfred manda seus capangas darem um sumiço em Benito. Viktor aconselha Franz a fazer as pazes com Amélia. Pérola fica doente de tristeza. Na mansão, Ernest também tem febre. Sonan e Tenpa se preocupam com a saúde de Pérola. Iolanda apresenta seu projeto da creche comunitária para seus apoiadores e Mundo sente ciúme. Aderbal se insinua para Hilda, que se esquiva gentilmente. Lindinha convence Pérola a brincar no bloco de carnaval.

Pérola pede que Amélia e Franz brinquem carnaval com ela. Manfred sai de casa fantasiado de espadachim. Todos os moradores do cortiço se fantasiam para o bloco. Arlindinho e Serena discutem. Manfred leva Amélia para longe do bloco e, por causa da música, ninguém percebe. Zefinha ouve Benito telefonar para Ernest e dizer que tem provas contra Manfred. Volpina e Venceslau avisam Franz e Mundo que Manfred levou Amélia. Estênio dá em cima de Iolanda.

Santinha dá para Lola um chá que teoricamente faria sumir sua voz. Manfred procura Cristina, que se assusta. Benito acusa Manfred na frente de Ernest e do delegado. Joel dá um vestido para Cléo. Começa o baile de gala de carnaval do Cabaré Pacheco Leão. A voz de Lola começa a desafinar e ela se lembra do chá de Santinha. O delegado interrompe o jantar de Ernest e Dália para contar que Benito morreu. Aurora e Davi se beijam no camarim. Fabrício vai consolar Lola e a beija.

William afirma a Celina que quer ficar com ela. Kleber nega as acusações de Fátima. Lili fica decepcionada ao saber que William incentivou Marlon a ficar com ela. Clóvis se encanta com Selma e Rita. Fátima pede para Kleber fazer um exame de DNA. Thomaz se insinua para Heloísa, e Flávio vê os dois. Heloísa fica desanimada com Flávio. Cacá e Rita se beijam. William e seus amigos decidem se separar e fugir pela mata, para despistar Assis e os seguranças da Comunidade.

LC avisa a Thomaz que fugiu da Comunidade. William vê Lili e Celina serem levadas por Walmor e Assis. Kleber arrasta Keila pela cidade, e Fátima tenta ajudar a amiga. LC pede abrigo na casa de Heloísa. William não consegue soltar Celina e é obrigado a fugir com Lili. Marlon é capturado e preso junto a Celina. Thomaz se surpreende ao ver LC hospedado na casa de Heloísa. Clóvis estranha a improvisação de Selma e Rita e interrompe a gravação do filme.

Marlon enfrenta Tereza, que fica furiosa. Flávio flagra Thomaz abraçando Heloísa. Celina conta para Marlon que William salvou Lili. Marlon ameaça não dar a fórmula para Tereza. LC descobre que Heloísa gosta de Thomaz. William teme admitir que quis salvar Lili antes de Celina. Fernanda implica com Álvaro, e acaba ameaçada de perder o emprego. O vídeo de Selma e Rita vira um sucesso na internet. William, Lili e André pedem para trabalhar na tribo, e Guto se incomoda.

LC conta para Thomaz que Heloísa disse seu nome enquanto dormia. Carlos designa as tarefas para William, Lili, Guto e André. Um adolescente pede para tirar uma foto com Rita e Selma na rua. Inês obriga Álvaro a pagar seus gastos. Rita aceita namorar Cacá. Marcelo sente falta de Priscila. Heloísa repreende LC por ter contado para Thomaz que ela o ama. Fernanda entrega a Álvaro a soma das despesas que teve com Inês. Lili e William se divertem tomando banho de chuva.

LC manda Angelique descobrir o nome do investidor que Tereza pretende colocar na máquina. Álvaro pensa em se casar com Inês. Marlon afirma a Celina que fará o que puder para salvá-la. Lili conversa com Guto sobre William. Marcelo implora para Inês ficar com ele durante a noite. LC pede para Thomaz ajudá-lo a interceptar o dinheiro que Tereza pretende receber do investidor. Inês aceita se casar com Álvaro. Tereza leva Orlando para conhecer a máquina da felicidade.

William e Lili ficam constrangidos. Kleber socorre Fátima. Tereza convence Orlando a entrar na máquina. Keila acusa Kleber de agredir Fátima. Rita termina o namoro com Cacá. Kleber se preocupa com a ameaça que recebe de Vó Tita. Tereza consegue que Orlando faça o depósito na conta da Comunidade. Kleber fica tenso com a cirurgia de Fátima. Tereza convence Hermes a fugir da Comunidade. Thomaz autoriza a transferência do dinheiro da Comunidade para uma das contas de LC.

Luiza tem uma séria conversa com Helena sobre Laerte. Juliana se desespera ao chegar em casa e saber que Iolanda levou Bia. Helena e Laerte se encontram. Helena e Laerte são hostis um com o outro. Chica fica tensa ao saber que Ricardo está ajudando Juliana. Luiza avisa a Helena que jantará na casa de Shirley. André critica Dulce por querer que ele saia com Sandra.

Shirley apresenta Serafina, sua cobra de estimação, para os convidados. Clara pensa em ligar para Marina, mas desiste. Nando sofre pensando em uma conversa que teve com Juliana sobre filhos. Helena assusta Luiza, e Laerte sai em socorro da jovem. Chica, Nando e Ricardo conversam com Juliana. Marina passeia com Clara. Jairo leva Bia para ver Juliana.

Nando explica para Juliana que ela não tem direitos sobre Bia. Helena reclama por Luiza defender Shirley. Dulce percebe o incômodo de André com sua presença. Helena discute com Virgílio por causa da viagem a Goiânia. Clara e Marina passeiam pelo Leblon. Cadu perde o imóvel que pretendia alugar para fazer seu restaurante.

Gisele quase é atropelada por André na ciclovia. Felipe se convida para trabalhar no novo consultório de Silvia e Gabriel. André vê Luiza pesquisar sobre Laerte e desconfia. Selma sente falta de Itamar e Ceiça a consola. Shirley se encontra com Rafaela e compra todo o seu estoque de roupas. Cadu pede dinheiro emprestado para Marina. Nando manda Jairo ir embora com Bia. Laerte pede para Verônica ficar com ele no Brasil.

Silvia tenta convencer Gabriel a aceitar Felipe em seu consultório. Miss Lauren e Telma implicam com a presença de Felipe. Juliana ouve Jairo falando com Guiomar sobre a conversa com Nando. Clara reclama de Cadu para Helena. Juliana prende Jairo em sua casa. Shirley decide dar uma joia para Selma. Luiza sonha com o concerto de Laerte e Leto. Shirley convida Selma para ficar em sua casa no Rio de Janeiro. Verônica mostra a Laerte anúncios de locais onde podem montar uma escola de música.

Helena consegue resgatar o bracelete com Juliana. Miss Lauren leva os idosos da casa de repouso para tomar sol. Helena e Virgílio combinam de não comentar com ninguém sobre o bracelete. Luiza fica chateada ao ver o jeito como André trata Dulce. Branca gosta da ideia de prestar queixa contra Ricardo para tirar o carro do ex-marido da garagem. Marina se chateia ao não ser chamada por Clara para a festa na casa de leilões. Helena e Virgílio se arrumam para o leilão. Cadu e Clara discutem.

Globo

Globo

Globo

Globo

SEGUNDA

ALÉM DO HORIZONTE

OS RESUMOS DOS CAPÍTULOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DAS NOVELAS.

EM FAMÍLIA

RESUMO DAS NOVELAS -

via mídias sociais e nos ambientes de trabalho. Até o fechamento desta edição, a tevê do usineiro João Tenó-

Quem já escolheu o seu candidato à presidência foi o blogueiro do Cada Minuto, Bernardino Souto Maior. Ele declarou sua preferência por Aécio Neves, durante a visita do pré-candidato do PSBD a Maceió, na última semana. Bernardino foi um dos poucos jornalistas a transitar entre os litros de whisky importados e os tucanos presentes no apartamento do ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Guilherme Palmeira. A cúpula psdbista se reuniu por lá para assistir ao 15º desfile do bloco Pinto da Madrugada.

VOCÊ VIU?

SEXTA

SÁBADO


15

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

INSIDE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br MARCOS LEÃO com Elisana Tenório - inside@odia-al.com.br Eduardo Leite

Dia de Folia Tamanha é a importância do desfile do Pinto da Madrugada que dizem que o ano só começa depois dele. A festa popular mais celebrada em Maceió é também época de extravasar – e jogar tudo pro ar, como já bem disse Claudia Leitte. E, claro, o ‘nosso’ Jornal O DIA ALAGOAS não poderia ficar de fora desta folia. Para isso, a turma (do bem!) do jornal armou uma megaestrutura, com apoio luxo da cervejaria Itaipava, para receber seus leitores, parceiros, políticos e a press alagoana. Por lá, tudo do bom e do melhor com décor by Aldo Rodrigues, comidinhas incríveis e serviço impecável da chef Tatiana Brasil (Gourmeteria) e picapes a cargo do Dj Léo Ramos. O resultado? Animação não faltou. A turma gostou e pediu que reeditássemos nova versão do Camarote Dia de Folia. Então, que assim seja: até 2015!

“Água termal é religiosa no meu dia a dia. É uma boa aliada para acalmar a pele da sequência de maquiagens. Além disso, não descuido do corpo e sempre recorro a cremes hidratantes. Uma dica caseira que é barata e dá um mega resultado é uma máscara natural de abacate para hidratar e dar brilho nos cabelos. Bata tudo no liquidificador e passe nos cabelos. Envolva-os em uma toalha úmida morna e deixe agir por 20 minutos. Em seguida, lave os cabelos normalmente com seu shampoo e condicionador de costume.” Isadora Paes Modelo

SABEDORIA l O jornalista Aldo Ivo está completando 65 anos de profissão e continua firme em atividade. O nosso Aldo Ivo integra o grupo seleto dos jornalistas veteranos no Brasil formado, entre outros, por Alberto Dines, Boris Casoy e Alexandre Garcia. Atualmente, Aldo Ivo trabalha para o semanário Tribuna do Sertão e na Assessoria de Comunicação da Federação da Indústria.

Lula Castello Branco

FICA A DICA!

BOA PARCERIA | Secretários Adalberon Sá Jr (Promoção da Paz) e Keylle Lima (Comunicação) recebidos por Deraldo Francisco no camarote de O DIA ALAGOAS

Carnaval, lá vou eu... Brasil é o país do Carnaval e não há um cidadão nesta terrinha que não está fazendo a contagem regressiva para o

feriado – e programando a viagem, seja para curtir a folia, seja para descansar. Seguindo o costume de todos os anos,

Léo Sandres (estilista) - Recife: “Vou curtir o Galo da Madrugada e os blocos de Olinda acompanhado de meus amigos”.

Inside foi atrás dos baladeiros para saber o destino carnavalesco deles, de norte a sul do país e até fora dele. Confira!

Cacilda Sampaio (empresária) Chile: “Vou aproveitar para descansar e vou para o Chile com toda minha familia”.

Adriana Tenório é fã de Carnaval. A desginer alagoana é presença garantida nas melhores festas carnavalescas do país. Ou seja, de folia ela entende. Quer saber o trio e a escola preferidos dela, entre segredos de outros carnavais? Então confira o nosso bate-papo! Onde você vai passar o Carnaval? “Salvador” Quais são os trios de Salvador que você mais curte? ”Ivete Sangalo e Chiclete com Banana. Vou muito para camarote também; a minha base é no Camarote Salvador.”

Alegria, alegria Nossa! É o Carnaval, ou melhor, a chegada dele que me deixa assim, um misto de feliz, muito, com ansioso, também muito, e agitado, super. Tudo indica que terei uma temporada carnavalesca animada: embarcarei pra Salvador a convite da Ambev, uma viagem rápida, mas intensa. Depois aterrisso em Recife, especialmente para o Camarote da Skol e Carvalheira. Em tempos de violência, fenômenos esquisitos da natureza e preocupação, tirarei sim um tempo para mim. Se não, quem aguenta? E nunca me esqueço de uma coisa: eu quero mais é ser feliz. E, com licença, mas eu preciso passar…

MEMÓRIAS DE CARNAVAL

A fantasia deste ano? ”Não uso fantasia, mas vou apostar em tiaras e adereços para cabeça!” Como seria uma coleção sua inspirada na folia? ”Só de adereços de cabeça. Eu adoro tudo que é para colocar na cabeça”

Rodrigo Sarmento (empresário) – Salvador: “Vou curtir os blocos e camarote da Skol em Salvador”.

Juca Alves (empresário) – Rio de Janeiro: “Estou indo para o Rio de Janeiro com alguns amigos para curtir os blocos e também os desfiles das Escolas de Samba”.

Qual foi o melhor Carnaval que você já passou? “Sempre os carnavais que passei em Salvador, terra iluminada e feliz”.


16

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


1

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

ESPECIAL

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Eduardo Leite

OUSADIA: camarote vip de O DIA ALAGOAS deu aos parceiros, convidados e colaboradores visão privilegiada do desfile dos blocos

Foi um Dia de Folia O DIA ALA GOAS ousou este ano quando instalou, na orla de Pajuçara, o seu “1º Camarote Dia de Folia” para o desfile do bloco Pinto da Madrugada. Bem localizado, o espaço foi visto e aplaudido por milhares de foliões que acompanharam o Pinto. Com o apoio de parceiros como a cerveja

Itaipava, do Grupo Petrópolis, O DIA estreou bem esse tipo de ação que, inclusive, pode entrar em definitivo no calendário de realizações do semanário. A responsabilidade do camarote foi da diretora executiva de O DIA, Eliane Pereira. Ela contou com a ajuda de toda equipe do semanário e dos seus sócios, Deraldo Francisco e Jobson

Pedrosa. Mais de 400 pessoas estiveram no camarote, que teve segurança privada, bombeiro civil, banheiros químicos e DJ selecionando as marchinhas de Carnaval. Além da Itaipava, os convidados também foram servidos com coquetéis e caipiroscas da Pitu e com o delicioso caldinho de feijão da Casa da Mainha. Os petiscos ficaram

por conta do eficiente trabalho do Buffet Gourmeteria. Do camarote mesmo, a rádio Jovem Pan deu flashes ao vivo com os organizadores da festa e os convidados. “Está de parabéns o pessoal de O DIA ALAGOAS por esta grande festa. Camarote bem estruturado e atendimento excelente”, comentou o secretário de Comunicação de Alagoas,

Keylle Lima. Quem também esteve lá foi o secretário de Promoção da Paz, Adalberon de Sá Jr. Ele destacou o empenho da diretoria na organização da festa. Representantes de parceiros do semanário estiveram no camarote e já deixaram espaço reservado para o próximo ano. “Vamos trabalhar para o próximo”, afirmou Eliane Pereira.


O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

ESPECIAL

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br Fotos: Eduardo Leite

2


ESPECIAL

3 redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br Fotos: Eduardo Leite

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014


4

O DIA ALAGOAS l 2 a 8 de março I 2014

ESPECIAL

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


O DIA ALAGOAS - Ano 2 - nº 053