Page 1

EM PÃO DE AÇÚCAR, DELEGADO SANDRO MARCELO ESCLARECE ASSASSINATO DE “LIGUINHA”

5

ESPORTES

Eduardo Leite

Torneio Ambientis Angioneuro Open traz a Maceió principais tenistas brasileiros

ACORDO ENTRE OS IRMÃOS FEIJÓ proporciona socorro financeiro ao Corinthians Alagoano e apaga glória do Santa Rita

SANTA POLÊMICA

O acordo entre Gustavo Feijó e seu irmão, João Feijó, ainda vai dar muito o que falar em Alagoas. Nos termos do acordo, que poucas pessoas conhecem, o Corinthians Alagoano encerra as atividades em Maceió e se muda para Boca da Mata, chamando-se Sport Club Santa Rita. O time da cidade, Santa Rita, foi campeão da Segundona, mas desistiu do acesso e aderiu ao acordo. Como está, será o Corinthians Alagoano com as camisas do Santa Rita. Os outros times prometem reagir a este “fenômeno”. ESPORTES

CHÃO NOVO

Centro de Maceió é novamente revitalizado A população pediu e as obras já começaram. O Centro está passando por mais uma revitalização. Os trabalhos estão concentrados na recuperação das galerias e dos trechos de calçadões. 9

MERCADO

Expectativa do estaleiro leva jovens aos estudos Centenas de jovens de Coruripe estão se preparando para trabalhar no estaleiro. Eles estão participando de cursos profissionalizantes na expectativa de serem contratados na indústria. 7

PROGRESSO

Rodovia no Sertão ganha 28km de extensão

Na partida final da Segundona, entre Santa Rita e Coruripe, Gustavo Feijó distribuiu camisetas para os torcedores

Alagoas l 24 a 30 de novembro I ano 01 I número 039 l 2013

A rodovia AL-145, entre Mata Grande e Água Branca, vai ganhar 28km de extensão. O governador Teotônio Vilela assinou ordem de serviço para o início das obras que vão custar R$ 27 milhões. 10

redação 82 3023.2092 I e-mail redacao@odia-al.com.br


2

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


3

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

COM A PALAVRA...

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

DEPUTADO PAULÃO fala da condenação de José Genoíno, José Dirceu e Delúbio Soares e do “espetáculo” da prisão

Companheiros do PT na prisão Deraldo Francisco Repórter

A

pós todo o “carnaval” que se fez com a prisão dos acusados de envolvimento

O senhor acredita que existiu mensalão? Na realidade existiu uma operação de caixa dois. Esse processo foi relativo ao modelo político adotado no Brasil, que é um modelo de financiamento privado. Por isso, não só o PT como outros partidos do campo democrático popular defendem como bandeira o financiamento público de campanhas, que vários países já colocaram em prática. Isso diminui a influência econômica e política. O que ocorreu foi o caixa dois, porém, boa parte da grande mídia tenta rotular o PT, afirmando que foi compra de parlamentar. Isso é uma farsa. A questão do caixa dois está no processo, agora compra de voto é uma farsa para tentar forjar uma marca, uma nódoa no PT junto à sociedade brasileira. Para o senhor, o presidente Lula sabia da existência de um grupo de políticos do seu partido empenhado na compra de apoio como sugeriu a investigação que sucedeu à denúncia de Roberto Jeferson? Essa discussão vai e volta. Vários interlocutores já fizeram essa pergunta. O próprio deputado Roberto Jeferson ora disse que Lula não sabia, ora disse que ele sabia. A verdade é que as investigações foram arquivadas por falta de prova. Agora o assunto volta à tona através de uma fala do ministro do Supremo Tribunal Federal que disse que Lula sabia. Questiono que se tiver algum escândalo individual como o que ocorreu com ministro do STJ, com suspeita de venda de sentenças, será que o presidente do STF sabia? Tem bico tucano por trás disso tudo, deputado? Sem dúvida, não só de tucano, mas de outros partidos de oposição, setores econômicos e grande mídia, que não assimilaram até hoje que um retirante nordestino pobre, trabalhador, chegou à Presidência da República. Isso mexe com o imaginário popular e hoje esse pode ser o sonho do filho de qualquer trabalhador deste país. Infelizmente um segmento expressivo da elite brasileira, principalmente da elite tucana paulistana não aceita a ascensão de Lula e do PT. Esse segmento fará de tudo para desestabilizar o governo do partido. Exemplo disso o ex-senador Jorge Bornhausen, conhecido por suas posições fascistas, disse uma frase forte “queremos acabar com essa

no Mensalão do PT, O DIA ALAGOAS procurou regionalizar o assunto e foi em busca de opiniões firmes, fortes e coerentes a respeito da situação. O deputado federal Paulo Fernando dos Santos, conhecido como Paulão, é um político do PT, mas tem suas

raça”, no caso, os petistas. Há quem diga que, sem essas continhas, não há como governar. A forma de lotear os Ministérios, as Secretarias, enfim, os cargos públicos, não é uma prática mensaleira? Não diria que é uma prática mensaleira. É uma prática desde o Brasil Republicano. Só não acontecia quando era monarquia, com a concentração de poder na mão de uma só pessoa. A partir do momento que foi estabelecido o modelo republicano, com a revolução francesa, a teoria de Montesquieu, que estabeleceu um processo horizontalizado dos três poderes e estado laico separado da religião, esse modelo vigora há mais de 200 anos na maioria dos países do mundo e já causou vários escândalos. A prática sempre foi essa. Às vezes mais aguçada, às vezes mais leve. Isso só vai mudar quando houver um salto de qualidade, quando a sociedade participar mais da política e estabelecer um salto de qualidade. Assim, a sociedade civil terá um papel cada vez mais forte, com fortalecimento de conselhos municipais, estaduais, discutindo políticas públicas, implantando orçamento participativo, processos de ouvidoria de conselhos em cada poder nos planos, estadual, municipal e federal. O Judiciário foi o poder que mais resistiu à criação de um conselho. O PT Nacional entende essa condenação como uma retaliação ao partido? Sim, inclusive o PT elaborou uma nota pública sobre o assunto, assinada pelo presidente nacional do partido, Rui Falcão. O PT nacional tem uma instância chamada executiva,

que apresentou um manifesto para a sociedade, condenando métodos, principalmente porque na prisão dos três companheiros (Dirceu, Genoíno e Delúbio) não foi respeitado o Direito Penal e a Lei de Execuções Penais (LEP), que prioriza que o preso tem que ficar em sua comarca. No caso de Dirceu e Genoino, seria em São Paulo. Houve todo um simbolismo nessas prisões no feriado da República, com uso de avião da Polícia Federal a custo altíssimo e uso de algemas. Até que ponto havia necessidade disso? Eles se entregaram espontaneamente. O presidente do Supremo aplica a pena num feriado e viaja. A pena dos três é em regime semiaberto e até hoje eles estão em regime fechado. Isso contraria o princípio da dignidade da pessoa humana, viola o direito civil internacional comparado. O Brasil assinou vários tratados com fundamento na dignidade da pessoa humana. Isso cria um imbróglio jurídico. Vários juristas e articulistas de renome, como Jânio de Freitas (que não é ligado ao PT), e a OAB nacional consideram que a medida do Supremo contrariou direitos constitucionais e o plano internacional. Particularmente, o senhor entende que o STF foi pressionado politicamente para decidir pelas condenações? Sem dúvida nenhuma, com um julgamento midiático transmitido em tempo real. Os Estados Unidos são o país mais midiático do mundo, mas lá não é permitida a transmissão de sessões da suprema corte para não influenciar os jurados. Um ministro do STF é um ser humano, é suscetível à

raízes na luta de classe e é reconhecido e identificado pelos trabalhadores como uma pessoa honesta e coerente. Paulão fala, nesta entrevista, sobre as condenações e prisões de “companheiros” seus como José Dirceu e José Genoíno:

pressão social. Ele foi pautado pela grande mídia nacional. Logicamente, essa pressão chega aos ministros. Vários especialistas já falaram sobre o assunto, considerando que um processo midiático não favorece a democracia. No calor humano, se forem feitos plebiscitos em nosso país sobre a pena de morte e a redução da maioridade penal, a população será favorável. No caso de Daniel Dantas, sócio do banco Opportunity, a transação foi mil vezes maior que a do chamado mensalão do PT e não houve essa repercussão. Lamento que o tratamento não seja equânime. O mensalão tucano, por exemplo, é bem mais antigo, faltam 143 dias para acabar a pena. O relator era o ministro Joaquim Barbosa e até hoje esse processo que envolve o senador Aécio Neves não saiu do canto. Que interesse move essa questão para esse processo não ser julgado? O escândalo do metrô de São Paulo, também antigo, no governo de Mário Covas, que já morreu, não teve conclusão. Inclusive um juiz federal arquivou esse processo que agora foi reaberto e também corre o risco de prescrever. Também a denúncia de que o então presidente Fernando Henrique Cardoso teria comprado parlamentares a R$200 mil, cada, nunca foi apurada. O que existe é uma campanha para criminalizar o PT. José Genoíno e José Dirceu são dois expoentes do PT e da história de luta partidária no País. Como fica agora, essa história, com uma condenação à prisão? A história

continua. Dou um exemplo internacional. Nelson Mandela ficou preso por mais de 20 anos. Foi condenado pelo Ministério Público e o Supremo Tribunal na África do Sul, foi rotulado de bandido e anos depois foi reabilitado, foi eleito presidente daquele país que hoje entrou na agenda internacional por causa da luta dele. O nazismo foi respaldado na Alemanha pelo Supremo Tribunal e MP, que legalizaram as atrocidades que Hitler cometeu contra a humanidade. Não foi ele só, o Legislativo e o Judiciário referendaram Hitler. Então, nem sempre o que é definido pelo MP e o Judiciário é correto. Com o tempo, aparecem as falhas porque o Judiciário é formado por homens e mulheres factíveis ao erro. O que o senhor diz em defesa do partido e dessas pessoas? Mesmo depois de toda campanha midiática e do poder econômico contra, em todas as pesquisas, o PT é o partido mais querido da população. O povo é sábio e não vai se deixar contaminar. O povo sabe separar o joio do trigo. Mesmo com tanta pressão, o povo reelegeu Lula e elegeu Dilma. Nas recentes mobilizações pelo país, em julho, um dos vandalismos (sou contra vandalismo), algumas depredações foram contra os meios de comunicação. As pessoas sabem que eles mentem e criam histórias, porém deixam de falar muitas verdades. A Globo, por exemplo, tem muito a explicar. Walter Clark denunciou que no início, para ter equipamentos, a Globo contrabandeou. Victor Civita, do Grupo Abril, com a DirectTV, contraiu um financiamento milionário no governo de FHC que nunca foi pago. Nisso os meios de comunicação não falam. Hoje há quem diga que não havia necessidade dessa condenação dos acusados de envolvimento no Mensalão. Qual a sua opinião sobre isso? Essa indagação está mais para o campo do Judiciário que o político. Penso que as penas poderiam ser atenuadas, mas isso depende do Judiciário.

Serviço Deputado Paulão - Câmara Federal Praça dos Três Poderes - Brasília (61) 3215-5366 www.paulão.al.org.br


4

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

EXPRESSÃO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Curtindo a violência C hegamos a um estágio de convivência íntima com a violência em que nada nos choca mais. Tanto faz a quantidade de sangue ou a posição dos corpos das vítimas, ou o local onde os cadáveres foram deixados. Tudo relacionado a assassinato em Maceió é banal. Assassinatos de crianças, mortes por linchamento, execuções ao meio-dia na avenida mais movimentada da cidade. Nada disso nos impressiona. Muito pelo contrá-

rio. As cenas de barbárie são fotografadas ou gravadas e colocadas nas redes sociais. Uma curtição só! Milhares de pessoas acessam, compartilham, comentam. Depois de tudo isso, essas pessoas vão para os seus afazeres comuns, como buscar o filho na escola, por exemplo. Isso mostra que a violência saiu dos becos, dos lugares ermos, do noticiário de tevê e entrou nas nossas vidas. A gente paga a conta de luz, de telefone, o condomínio, abastece o carro,

vê gente morta na rua, faz um lanche no shopping, assiste a um filme, volta para casa como se tudo tivesse acontecido na ordem natural das coisas. A cena de uma pessoa morta, estirada no chão, ao lado de poça de sangue entrou na sua rotina e este fato não mereceu nenhuma atenção especial. Isso se chama banalidade da violência. Ou da vida. No Dique Estrada, um homem de meia idade foi assassinado pela população revoltada a pauladas e pedradas. Crime:

acusação de tentativa de estupro. A acusação foi feita pela suposta vítima. Todos os dias, muitas denúncias de tentativas de estupros não passam disso. A acusação é gratuita e, por isso, as pessoas não hesitam em fazê-la. Em outra cena de extrema violência, dois rapazes foram mortos a tiros por um “justiceiro” desconhecido. Esse fato aconteceu em plena Avenida Fernandes Lima, pertinho do meio-dia. Eles eram acusados de uma tentativa de assalto.

Os corpos ficaram expostos à curiosidade pública por várias horas. As pessoas iam e voltavam sem se indignar ou se sentir mal com a violência da cena. “Bandido é para morrer mesmo”. Diziam algumas delas. Julgamentos à parte, a verdade é que quanto mais íntimos da violência, mais violentos nos tornaremos. E este tipo de comportamento não interessa à sociedade moderna nem à vida em comunidade, em família. Intimidade que vale a pena é aquela que se tem com as coisas boas.

Deixe que seus filhos manifestem as suas emoções José Romero Carvalho - Professor

A

s emoções são energias da vida. Saber lidar com elas é fundamental para sermos completos e felizes. As gerações de filhos do passado sempre tiveram suas emoções “controladas” pelo rigor e pela severidade da educação dos pais. Eu mesmo fui criado ouvindo de meu pai frases do tipo: “Homem que é homem não chora.” e “Faça como eu, que sou durão”. É com os pais que os filhos aprendem a manifestar os

próprios sentimentos. Assim sendo, é natural que filhos de pais depressivos sejam mais tristes; filhos de pais que brigam muito sejam também brigões; e, claro, pais alegres e resolvidos emocionalmente, seus filhos também o serão. Portanto, é hora de percebermos que somos também responsáveis pela forma como os nossos filhos lidam com as suas emoções. Infelizmente, temos uma tendência a reprimir as emoções de nossos filhos. Raros são os pais que ajudam

Para anunciar, ligue 3023.2092 CNPJ 07.847.607/0001-50

l

os filhos a conhecer a energia de suas emoções. Como pais excessivamente rigorosos poderão entender os filhos que desabam em choro quando algo os desestabiliza emocionalmente? Pois é, as crianças necessitam de compartilhar o seu afeto, as suas alegrias e suas tristezas. Mas, para tanto, temos também que aprender a lidar com as nossas próprias emoções. Precisamos disso e com urgência. Precisamos de nos permitir, para que possamos permitir aos nossos

EXPEDIENTE ODiaAlagoas

filhos a liberdade natural de suas manifestações emocionais. Deixe-os chorar, gritar e manifestar raiva, ciúme e frustração. Não podem se machucar ou machucar os outros, mas podem desabafar. Depois deste “surto”, dê colo, amor e diálogo. Bater nunca é preciso, quando a crise advém do campo emocional. Compartilhe as emoções. Sinta-se à vontade diante de seus filhos para expressar sentimentos. Se tiver que chorar, chore, e explique por que está chorando. Se tiver

um momento de ira, explique a razão. Declare-se aos filhos e ao companheiro (a) diante de todos e sinta como é gostoso deixar fluir as emoções. Seja alegre ou demonstre tristeza, mas, acima de tudo compartilhe tudo isso com os seus familiares. Guardar sentimentos nos causa angústia e até somatização. Além disso, não estamos ensinando aos nossos filhos que é bom manifestar as nossas emoções. Pense nisso, viva isso e verá o quanto é maravilhoso sentir as emoções.

Eliane Pereira Diretora-Executiva

Jobson Pedrosa Diretor de Redação

Deraldo Francisco Editor-Geral

Regenes Melo Jr. Gerente Comercial

Conselho Editorial

Aldo Ivo

Jorge Vieira

José Alberto Costa

Av. Com. Francisco Amorim Leão, 364, Sala 202 - Farol - Maceió - Alagoas - E-mail: redacao@odia-al.com.br - Fone: 3023.2092


O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

5

PODER

DIAgnóstico Roberto Vilanova diagnostico@odia-al.com.br

A dúvida

O

ex-deputado federal João Caldas conta a fábula de La Fontaine para definir a situação do governador Téo Vilela, no que se refere à eleição do ano que vem. Na fábula, La Fontaine narra a dúvida de uma pessoa que desejava saber se deveria se casar ou não. E Fontaine respondeu: “Tanto faz, porque qualquer que seja a decisão, você vai se arrepender”. Caldas diz que o governador vive esse dilema de ser ou não ser candidato, e qualquer que seja a decisão que tomar – igual à fábula de La Fontaine – ele vai se arrepender. -“O Téo se desgastou demais”, atestou João Caldas, que também está indeciso e ainda não sabe se tentará novamente a eleição para a Câmara Federal.

Peso

Parte 1

Na solenidade no Dia da Bandeira, em frente ao Congresso Nacional, o senador Renan Calheiros se emocionou com os aplausos quando o locutor anunciou a Bandeira de Alagoas. E, de fato, as bandeiras de Alagoas e do Distrito Federal foram as mais aplaudidas.

O senador Renan Calheiros defende o voto aberto para a cassação do mandato de parlamentar – deputado, vereador e senador – condenado, mas reconhece que não está sendo fácil aprovar o projeto que abole o voto fechado no Parlamento de forma integral.

Parte 2 - “Em alguns casos, o voto aberto pode funcionar como motivo de pressão, por exemplo, num projeto do interesse do governo e que não esteja de acordo com a maioria da população”, explicou o senador Renan. Mesmo assim, o projeto está na pauta.

Ponto

Dois

O senador paraibano Vital do Rego não tem poupado elogio ao trabalho do senador Fernando Collor, na presidência da Comissão de Infraestrutura. “Eu nunca vi uma reunião (da Comissão) começar na hora marcada. Com o Collor começa”, disse Vital.

Os ex-governadores Divaldo Suruagy e Manoel Gomes de Barros se preparam para voltar à política disputando duas das 27 vagas na Assembleia Legislativa. Suruagy já anunciou que é candidato e Mano tem um problema: a reeleição do filho.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

DELEGADO Sandro Marcelo diz que crime não teve motivação política

Assassinato em Pão de Açúcar é esclarecido Deraldo Francisco Repórter

O

assassinato de José Petrúcio dos Anjos, o “Liguinha”, ocorrido no sábado, dia 16, em Pão de Açúcar, está esclarecido. O crime foi cometido por Sóstenes Alves dos Mártires e seu primo identificado como Stênio. O primeiro, ainda de capacete, se aproximou de “Liguinha”, que conversava com amigos num banco da praça, e fez os disparos. O segundo permaneceu na motocicleta, com o motor ligado e deu fuga ao matador. As imagens captadas por câmeras instaladas na fachada da agência da Caixa Econômica Federal, pertinho da praça, mostram o momento em que Sóstenes caminha na

direção de “Liguinha”. “O andar manco e a compleição física mostram que realmente se trata do Sóstenes, de quem já desconfiávamos”, disse o delegado Sandro Marcelo, da Distrital de Pão de Açúcar, e presidente do inquérito. O delegado informou ainda que nesta semana solicita a prisão preventiva dos dois suspeitos. Até a última sexta-feira, dia 22, estas informações estavam apenas no âmbito policial. A reportagem de O DIA ALAGOAS procurou novidades do caso e chegou às informações que só seriam divulgadas na terça-feira, dia 26. A polícia tem a informação de que Sóstenes e Stênio estão escondidos na casa de familiares, em Sergipe. Sobre a motivação para o crime, o delegado Sandro Marcelo disse que Sóstenes é

primo da esposa de “Liguinha”, Maria do Socorro e que os dois eram inimigos. “Acredito que o atentado que o ´Liguinha´ sofreu em setembro passado foi cometido pelo Sóstenes”, comentou o delegado. Além de Maria do Socorro, José Petrúcio dos Anjos Filho, quando ouvido pelo delegado Sandro Marcelo confirmou a versão de que Sóstenes tinha interesse em matar seu pai, “Liguinha”. Ou seja, os próprios familiares da vítima acusam o parente pelo crime. Sóstenes Alves é considerado um criminoso perigoso, com ligações estreitas com o Primeiro Comando da Capital (PCC). Recentemente, ele esteve preso na condição de líder de uma quadrilha que atacava caminhões e carretas nas rodovias de Goiás e Minas Gerais.

Doeu Outro ex-governador que está doidinho, doidinho, por um mandato de deputado estadual é o Moacir Andrade. Os ex-governadores sentem na pele o efeito da máxima segundo a qual o político sem mandato, nem o vento bate nas costas.

Tire

A luz

O ex-governador Ronaldo Lessa se encontrou no avião com o ex-deputado federal João Caldas, num mesmo voo para Maceió, e pediu que retirasse o nome dele da lista dos candidatos à Câmara Federal que dispõem de R$ 10 milhões para iniciar a campanha.

O deputado federal Renan Filho segue em outra direção para combater a violência no Pilar e apresentou emenda no valor de R$ 1 milhão para a infraestrutura turística do município – o que vai gerar emprego e, com emprego, pode-se reduzir a violência.

Vai lá O senador Benedito de Lira jogou a corda e a ex-prefeita de Estrela, Ângela Garrote, engoliu e agora é candidata a uma vaga na Assembleia Legislativa. Aliás, Ângela já está em campanha com os adesivos com as iniciais de seu nome insinuando-a para 2014.

Falta

Casas

E por falar no senador Benedito de Lira, ele não concorda com a minireforma eleitoral aprovada pelo Congresso. Para ele, a manutenção do prazo de 90 dias para o candidato dizer que é candidato mantém a estrutura arcaica da legislação anterior.

A Caixa Econômica Federal financiou a construção de 17.747 casas populares para as famílias atingidas pelas enchentes em Alagoas, em 2010. Do total, 10 mil casas já foram entregues e, das 7 mil restantes, 5.615 foram ocupadas por invasores.

Pipa Adversária ferrenha do prefeito Flaubert Torres, a vereadora Micheline Fernandes tem usado de todos os meios para denunciar irregularidades em Viçosa. Pelo Facebook, ela denunciou que o carro-pipa contratado para abastecer a população está regando a grama da praça.

Sóstenes foi reconhecido, segundo delegado, pelas imagens do local do crime; até sexta-feira, ele não tinha sido preso

Promotora vai acompanhar as investigações O Diário Oficial do Estado de segunda-feira, dia 25, traz a publicação da portaria de número 1444 com a nomeação da promotora Marta Bueno Marques Pinto para acompanhar as investigações policiais em torno do crime. A nomeação é do procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, para garantir a lisura nas investigações, uma vez que ventilou a possibilidade de se tratar de um crime político. “Liguinha” foi moto-

rista do prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus, com quem se desentendeu e foi demitido. Durante a campanha passada, “Liguinha” se aliou a adversários de Cristiano Matheus e se disse, a partir disso, ameaçado de morte pelo ex-patrão. Havia, ainda, no Ministério Público, a preocupação de que os adversários de Cristiano Matheus poderiam ter planejado e executado este crime. No entanto, na linha

de raciocínio do delegado Sandro Marcelo, o assassinato de “Liguinha” não teve nenhuma conotação política. Mesmo assim, a promotora Marta Bueno deverá acompanhar o caso até o fim. D.F.

Serviço Polícia Civil de Alagoas Rodovia AL-101 Norte, Jacarecica (82) 3315-2612 Site: www.pc.al.gov.br


6

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

A REPÚBLICA NASCEU AQUI O povo de Marechal Deodoro viveu um 15 de Novembro especial como celebração do Dia da Proclamação da República. A cidade se transformou na sede da capital alagoana e todas as ações do Governo do Estado aconteceram em Marechal. O prefeito Cristiano Matheus recebeu as autoridades convidadas e o povo deodorense para uma vasta programação em alusão ao Dia da Proclamação da República. “Se hoje somos parte de uma grande nação como federação, deveremos sempre lembra que a República nasceu aqui, neste chão”, disse Cristiano Matheus.

Marechal Deodoro, sede de Alagoas Após o hasteamento das bandeiras, o prefeito e o governador Teotônio Vilela Filho depositaram flores no busto de Marechal Deodoro. Nos trabalhos burocráticos, a Prefeitura de Marechal Deodoro cedeu dois terrenos ao Estado para a instalação de torres de transmissão para comunicadores da Secretaria de Defesa Social.

Galeria de Prefeitos e UPA No Palácio Provincial, foi inaugurada a galeria dos Prefeitos de Marechal Deodoro. Cristiano Matheus e Teotônio Vilela também inauguraram a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Francês. A obra é o resultado de uma parceria entre a Prefeitura, que doou o terreno, e o Estado,

que construiu a unidade. A manutenção e custeio da UPA serão de responsabilidade do Governo Federal com uma contrapartida da Prefeitura. Cristiano Matheus lembrou que a expectativa de ver a unidade funcionando era grande por parte da população. “Tanto que por exigência da comunidade, tivemos que começar o atendimento tão logo o pessoal concluiu seu treinamento. E agora estamos aqui, neste momento alegre, oficialmente entregando esta obra à população”, disse o prefeito.

Desfile militar e estudantil Mais de 900 estudantes de Marechal Deodoro participaram do desfile estudantil de 15 de Novembro. “Estão todos de parabéns. Realmente, foi um desfile maravilhoso, bem organizado e que mostrou ao povo de Marechal e aos

visitantes que somos capazes de organizar um excelente desfile”, disse a vice-prefeita, professora Iolanda Alcântara. A secretária de Educação, Flávia Célia, destacou o empenho dos organizadores do desfile [professores, diretores, servidores da Educação e pais de alunos] pelo sucesso do desfile. Unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros também participaram do desfile.

Show no Cais da Lancha A programação pela comemoração do Dia da Proclamação da República se encerrou à noite com um grande show no Cais da Lancha. Milhares de pessoas acompanharam a apresentação de Jonny Vale e Dorgival Dantas.


7

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

MERCADO

Repórter Econômico

Dicas de economia para o dia a dia do consumidor Jair Pimentel jornalista.jairpimentel@gmail.com

Sem crachá e sem patrão!

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

PRONATEC é a esperança de qualificação de mão-de-obra para os jovens

Coruripe qualifica para empregar no estaleiro Iracema Ferro Repórter

O

s moradores de Coruripe, no Litoral Sul de Alagoas, vivem um momento de grande expectativa depois que a companhia Synergy conseguiu as licenças necessárias para a instalação do estaleiro Eisa. Essa expectativa aumentou com a vinda de representantes da italiana Navalmare, que se

Q

uando cheguei à idade mínima para a aposentadoria pelo INSS, aos 35 anos de carteira assinada e com patrão, decidi “viver sem eles”, tendo apenas o mísero salário adotado pela reforma da Previdência com o tal fator previdenciário. Uma queda brutal na minha renda, mas adotei o princípio de sobreviver de acordo com o que se ganha. Não me arrependi e já atravessei quase uma década nessa nova vida de aposentado, tendo obviamente minhas atividades como jornalista, professor e escritor, voluntariamente, mas feliz, realizado e com o sabor de missão cumprida. Foi exatamente aos 53 anos e minha mulher aos 49, que paramos de ser empregados para nos dedicar a uma nova vida, em total maturidade e com os filhos encaminhados na vida, além de uma neta. Eu sempre na iniciativa privada e ela como funcionária pública federal e a aposentadoria integral. Casamos adolescentes e tivemos um casal de filhos, que foram criados com a missão de se tornarem verdadeiros cidadãos intelectualizados e responsáveis para formar uma família com esse mesmo objetivo que foram direcionados. Foram meus alunos e ingressaram na Universidade Federal de Alagoas.

A mesada Os primeiros ensinamentos sobre o verdadeiro valor do dinheiro que se ganha devem ser na infância, através da mesada que os pais dão aos filhos, orientando sobre como gastar e economizar. Assim, eles vão aprendendo a se disciplinar e saber que devem poupar algum dinheiro para realizar um sonho ou uma emergência qualquer. Quando atingem a adolescência, já têm uma consciência formada sobre esses ensinamentos que recebram e na vida adulta serão economicamente corretos.

Orçamento Os pais devem dar bom exemplo aos filhos sobre orçamento doméstico, anotando tudo que entra e sai, com disciplina e orientando todos a economizar não somente na parte de alimentação, mas também nos serviços que se paga para sobreviver: energia, água, gás, telefone. Seguindo isso, formam-se verdadeiros cidadãos responsáveis e conscientes, orientando ainda sobre os direitos e deveres do consumidor.

Pesquisa Volto a mesma dica: pesquisar preços antes de se decidir pelo que vai comprar. A nossa economia é capitalista e totalmente competitiva, com várias opções de produtos e serviços. Não é necessário nos tempos do Real e com inflação controlada, fazer estoque de mercadorias, como antigamente. Os preços não aumentam exageradamente. Mas aumentam e se diferenciam muito de um local para outro, exigindo que o consumidor seja disciplinado e procure economizar seja qual for o valor.

Sempre à vista Nada mais importante para o orçamento doméstico do que seguir tudo à risca, comprando sempre à vista e ainda conseguindo um bom desconto. Se optar pela compra pelo cartão de crédito, que seja para pagar o valor da compra no dia exato da fatura, jamais parcelando, pagando um valor mínimo, pois os juros são absurdos e tornam a compra impagável dentro de pouco tempo, devido ao valor sempre aumentado a cada mês. Evite esse prejuízo.

“Dinheiro fácil”. Esqueça a propaganda enganosa de bancos e financeiras para empréstimos a longo prazo, em até cinco anos ou mais. O valor da prestação pode até mesmo “caber em seu bolso”, mas o tempo é tão longo que no meio do caminho, você pode perder o emprego ou ter algum problema de saúde, fazendo com que termine atrasando as prestações e tendo que pagar juros abusivos e multas, podendo chegar mesmo ao “fundo do poço”.

reuniram com o secretário de planejamento Luiz Otávio Gomes há pouco mais de um mês, pretendendo instalar um empreendimento do mesmo tipo no município. Luiz Otávio acredita que o Eisa sairá do papel muito em breve. “Não há qualquer dúvida sobre a construção do estaleiro em Alagoas. A segunda licença do Ibama deverá ser liberada até março do próximo ano. Dois especialistas espanhóis foram

contratados pela empresa para apresentar o último relatório ao órgão ambiental. São 76 páginas com um detalhamento impressionante”, comenta. “O setor naval vive uma nova realidade no Estado, uma série de grandes empresas está chegando para consolidar esse setor produtivo, que é capaz de ofertar um número elevado de empregos e conta com uma produção de alto valor agregado”, completa.

Oportunidades para uma profissão agora estão no município O DIA ALAGOAS esteve em Coruripe para verificar de perto como a cidade está se preparando para esses empreendimentos de grande porte que, como qualquer “vizinho” maior, costuma atrair as atenções e mudar a rotina dos moradores do local. As informações colhidas foram divididas em duas reportagens. A primeira trata da fase de efervescência de qualificação profissional. A segunda, que será publicada na próxima edição, aborda a agitação entre o empresariado do comércio local. Motivados com a possibilidade de ter um bom emprego, já que os moradores de Coruripe dispõem de poucas alternativas de trabalho, notadamente no processamento da cana-de-açúcar, o serviço público e o comércio, os jovens da cidade correm em busca de qualificação profissional. Para isso, eles contam com um importante aliado: o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Até o ano passado, os jovens de Coruripe que queriam cursos profissionalizantes precisavam se deslocar para a capital. Mas a implantação de uma sede do Pronatec mudou este quadro. É o que explica a professora Ana Paula Correia. “As opções para educação profissionalizante eram escassas, nossos filhos não tinham como aprender uma profissão sem ter que se deslocar para Maceió. Com a chegada do Pronatec, um mundo de novas perspectivas se abriu para eles. Meu filho está no curso de eletricista industrial e tenho fé que ele vai conseguir uma boa vaga quando o estaleiro for implantado”, defende. Ela lembra que, além de receber qualificação profissional, seu filho está recebendo uma ajuda de custo no valor de R$ 2 por hora-aula. I.F.

Na cidade, centenas de jovens têm acesso a vários cursos profissionalizantes

Um curso, uma esperança de emprego A e s t u d a n t e Vi v i a n e Bezerra viu no curso de auxiliar administrativo uma forma de se inserir no mercado de trabalho dentro ou fora do estaleiro. “O estaleiro vem e vai trazer com ele outras empresas. Toda empresa precisa de auxiliar administrativo, por isso, acredito que não vou ficar desempregada. Estou me antecipando e aprendendo para estar qualificada quando as vagas de emprego forem abertas”, afirma. A interlocutora municipal e coordenadora do Pronatec em Coruripe, Cristina Lessa, conta que o clima no município é de grande ansiedade para a chegada do estaleiro. A cada mês, o Pronatec atende pelo menos mil pessoas interessadas em capacitação para o mercado de trabalho. “No dia em que abrimos as inscrições para turmas, aparecem mais de 80 pessoas. A média é de 50 telefonemas por dia para buscar informações sobre os cursos e a abertura das turmas. As pessoas já entenderam que a vinda do estaleiro é a chave para o progresso, para o crescimento da cidade, que vai abrir portas: novos hotéis, restaurantes, empreendimentos. Na triagem, muitos jovens dizem que buscam os cursos visando o estaleiro, seja para um emprego direto ou indi-

reto”, assinala. A secretária de Assistência Social, Verônica Rocha, destaca que a demanda é maior para os cursos de caldeireiro, soldador, eletricista e auxiliar administrativo. O Pronatec oferece, via Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), os cursos de garçom, organizador de eventos, recepcionista em meio de hospedagem e auxiliar administrativo. Já pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), chegaram os cursos de caldeireiro, soldador, operador de computador, mecânico de máquinas industriais, armador de ferragens, mestre de obras, auxiliar administrativo, eletricista industrial e eletricista predial. “O mais interessante e gratificante é que tão logo terminam um curso, os jovens já buscam outro. Eles estão ávidos pelo conhecimento e querem aproveitar ao máximo a facilidade de ter qualificação profissional de qualidade sem sair de Coruripe e adquirir novos conhecimentos”, avalia. I.F.

Serviço Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Rua Boa Vista, 453 - Centro - Maceió (82) 3315-5700 - 5704 www.pronatec.mec.gov.br


8

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

COTIDIANO DIA a Dia

A

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br Deraldo Francisco - diaadia@odia-al.com.br

Problemas em Bebedouro

metem o trânsito e o fluxo de pessoas. O comércio local já está prejudicado. Este é um problema, mas não é o maior. São grandes os riscos de acidentes para pedestres no local. A coluna chama a atenção do pessoal da Seminfra e da Casal para estes problemas. Eduardo Leite

coluna não precisou andar muito para encontrar este conjunto de problemas em Bebedouro. Este local esburacado e inundado fica bem no “coração” comercial do bairro e na entrada [ou saída] da Rua Tobias Barreto, localidade conhecida como Flexal de Baixo. Neste trecho, há vários buracos que compro-

Manutenção em 17 bairros Os trabalhos da manutenção programada vão atingir, durante a semana, 17 bairros de Maceió. Com isso, localidades desses bairros terão o fornecimento de energia suspenso. A coluna lista aqui os bairros que ficarão sem energia enquanto durarem os reparos técnicos na rede de distribuição: Domingo, dia 24 de novembro Cruz das Almas Mangabeiras Jatiúca Ponta Grossa Segunda, dia 25 Serraria Santa Amélia Trapiche da Barra Terça, dia 26 Farol Serraria Guaxuma Vergel do Lago Quarta, dia 27 Jacarecica Chã da Jaqueira Ipioca Tabuleiro Quinta, dia 28 Tabuleiro Ipioca Poço Benedito Bentes Sexta, dia 29 Trapiche

Serviço Eletrobrás Distribuição Alagoas Av. Fernandes Lima, 3349, Farol Fone: 0800-082-0196 Site: www.ceal.com.br

Buraco foi tapado

Trânsito complicado

E por falar em “buracos no asfalto”, a coluna informa aos seus leitores que o problema da Avenida Vereador Galba Novaes de Castro, na Chã de Jaqueira já foi resolvido. As crateras gigantescas que estavam prejudicando o trânsito nas imediações dos armazéns de açúcar não existem mais. Os buracos foram tapados no início da semana. Como a coluna cobrou as providências, informa que elas foram tomadas pela Prefeitura.

E por falar em trânsito, a coluna chama a atenção da SMTT para um problema que está acontecendo em Bebedouro. Trata-se do único semáforo que há no bairro. Ele fica no cruzamento da Rua do Banheiro com a Ladeira Professor Benedito Silva. A ladeira fica na principal e, portanto, o fluxo de veículos é bem maior. Neste caso, este sentido precisa de um tempo maior para a passagem dos carros. Ocorre que não foi feito nada disso. O tempo é igual para os dois sentidos, mesmo com o fluxo de veículos menor na Rua do Banheiro.

Uma “quarta” via No trânsito de Maceió há muitos engraçadinhos que se acham espertos, mas que prejudicam ainda mais o tráfego na cidade. Uma dessas manobras espertas acontece todos os dias na Avenida Durval de Góes Monteiro. No trecho entre o Makro e a passarela do Santo Amaro, os motoristas criaram uma “quarta faixa”. Os carros saem se esgueirando pela faixa de terra e de pedras onde ficam as lojas de veículos. Os transtornos são muitos e os riscos de acidentes também.

“Cemitério” de carros Quem entra em Maceió pela BR-316 tem uma péssima impressão da cidade, logo de cara. Nas imediações do DER, há um “cemitério de carros”. Dezenas de veículos velhos deixam a cena feia logo na entrada da cidade. No local, as pessoas informaram que as sucatas pertencem aos donos de ferros-velhos instalados em quase

toda a extensão que margeia a rodovia federal naquele trecho. Independentemente de quem seja a responsabilidade, o certo é que os carros velhos largados do jeito em que estão causam uma péssima impressão para a cidade.

Caminhos da burocracia Só para o leitor ter uma ideia, a coluna mostra aqui como funciona um simples pedido para poda de árvores em Maceió, quando o vereador é quem faz esse pedido. O morador percebe a necessidade, comunica ao vereador da sua relação sobre o problema. O político manda a sua equipe técnica fazer o requerimento com a solicitação ao poder público e, depois, o requerimento é encaminhado à Mesa Diretora da Câmara que o coloca [ou não] para leitura e aprovação do plenário. Aprovado, o requerimento volta para a assessoria técnica da Mesa que, finalmente, o encaminha para o órgão responsável pelo serviço.


9 redação 82 3023.2092

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

COTIDIANO

e-mail redacao@odia-al.com.br

REVITALIZAÇÃO do comércio de Maceió está em ritmo acelerado para tudo ficar pronto para as compras de fim de ano

Obras vão deixar ruas do Centro bonitas e seguras Q

uem frequenta o Centro de Maceió já está percebendo as melhorias. Mesmo com as obras em andamento, os frequentadores já notam a diferença. “A gente já caminha melhor. Não temos obstáculos”, comentou a estu-

dante Lúcia Silva, que costuma ir ao Centro para fazer compras. Lúcia recorda que as dificuldades que eram de toda ordem. “Eram tantos buracos que o acesso às lojas ficava complicado, sem contar com o lixo. E quando chovia? Tinha lugares que ficavam intransitáveis”.

A diferença que a população já começa a notar é resultado do trabalho das equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanismo, que estão trabalhando na manutenção de todo o Calçadão. As obras estão orçadas em R$ 267 mil e estão sendo feitas com recur-

sos próprios da Prefeitura de Maceió. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Roberto Fernandes, serão recuperados 438 metros quadrados de piso em ladrilho, 42 tampas de chapas antiderrapantes para cobertura das caixas de

esgoto e caixas elétricas. As obras seguem o cronograma de trabalho estabelecido. Nesta semana, as equipes estão no trecho da Moreira Lima realizando manutenção nas galerias de águas pluviais, evitando o acúmulo de lixo nas redes de drenagem.

Serviços como substituição de piso, colocação de novas placas e desobstrução de galerias entre a Rua do Comércio e a Moreira Lima já foram concluídos. Seguindo pela Rua Boa Vista em direção à Rua do Livramento, até a Moreira Lima. Em outro trecho da Moreira Lima e da Cincinato Pinto, após a conclusão da troca de piso, seguiu-se a desobstrução de galerias. Mesmo com as chuvas esporádicas, que caíram recentemente, as obras seguem em ritmo acelerado. Cerca de 10 profissionais da construtora licitada atuam diariamente intensificando os serviços como substituição de piso, colocação de novas placas e desobstrução de galerias. Na Rua do Comércio, os serviços já estão concluídos. Para que os usuários das lojas e serviços do Centro tenham um ambiente mais agradável e seguro, as canaletas estão recebendo limpeza e as placas de concreto que estavam desgastadas estão sendo trocadas. Com o intuito de impedir a entrada de lixo, e o possível bloqueio do escoamento da água, estão sendo instaladas grelhas na rede de drenagem. Quem trabalha no Centro e conhecia bem os problemas reconhece a importância da intervenção da Seminfra. “Até bem pouco tempo, eu via tábuas nas galerias escondendo os buracos. Quantas pessoas caíram, tropeçaram ou se machucaram? Agora, já é notório que as ruas estão bem melhores e não corremos mais riscos”, conta Iago Melo, que é operador de caixa em uma farmácia no comércio.

Fotos: Marco Antônio

Galerias estão sendo recuperadas para evitar acidentes

Na ruas do Centro, operários refazem a base para instalação de novas grelhas nas galerias; as antigas ofereciam riscos aos pedestres e a água ficava empoçada

Serviço Seminfra Rua do Imperador, Centro. (82) 3315-5005 – 3536 www.maceio.al.gov.br/seminfra‎ Os trabalhos para revitalização acontecem nas principais ruas do comércio; objetivo da obra é deixar as ruas do Centro transitáveis e mais arrumadinhas


10

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

REGIONAIS

DIA no Interior Roberto Baía dianointerior@odia-al.com.br

Reunião em São Sebastião

N

a manhã de quinta-feira (21), foi realizada mais uma reunião mensal de acompanhamento envolvendo diretores das escolas pertencentes à rede municipal de ensino de São Sebastião. Na oportunidade, foram discutidas estratégias e metas voltadas à melhoria da qualidade do ensino local, assim como os resultados alcançados nos últimos 30 dias.

Temas discutidos A reunião aconteceu no auditório da Prefeitura e foi mediada pela secretária municipal de Educação, Sandra Ribeiro. Na oportunidade, foram discutidos os seguintes temas: orientação para a prestação de contas de programas como PDE, PDDE e Mais Educação; rendimento bimestral e Censo Escolar.

Curso de formação Diretores e diretoras ainda foram informados sobre as programações do Curso de Formação pela Escola, que será ofertado aos educadores; do Caldeirão de Letras, que compreende uma olimpíada escolar para alunos do 6º ao 9º ano; e da Oficina sobre as Tecnologias e Matemática que será realizada no dia 13 de dezembro, através de uma parceria entre o Município e Sebrae.

Ações nas escolas “Esses encontros são fundamentais para que, juntos, possamos monitorar todas as ações desenvolvidas em cada escola, assim como as deficiências e os resultados obtidos por elas”, frisou a secretária Sandra Ribeiro. Antes do início do recesso escolar, provavelmente na primeira quinzena do mês de dezembro, deverá ser realizada a última reunião de acompanhamento do ano, que discutirá ações voltadas ao fechamento do ano letivo de 2013 na rede municipal.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

ORDEM DE Serviço foi assinada e rodovia terá a implantação de 28km

Rodovia vai encurtar distância no Sertão Acássia Deliê Agência Alagoas

M

oradores e comerciantes de Mata Grande e Água Branca comemoraram ordem de serviço para a construção 28km da AL-145. O governador Teotonio Vilela Filho, ao lado do vice-governador José Thomaz Nonô, do secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman e do diretor-presidente do DER, Marcos Vital, assinou a ordem nesta quinta-feira, dia 21, em Mata Grande. A implantação da AL-145 vai melhorar o escoamento agrícola, aproximar o comerciante e a população dos dois municípios e será fundamental para o desenvolvimento do turismo religioso em Mata Grande. O investimento na obra é de R$ 27 milhões.

Nova rodovia vai beneficiar população de Mata Grande e Água Branca

“Até agora faltava um Governo que chegasse junto ao Sertão. Nós estamos desenvolvendo a região, com obras em todos os setores, especialmente de infraestrutura”, disse o governador Teotonio Vilela Filho, lembrando a importância de grandes obras como o Canal do Sertão e diversas rodovias. O secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman, destacou que a implantação da AL-145 é uma promessa de campanha, que está sendo cumprida pelo governador Teotonio Vilela Filho. “Parabéns ao governador por honrar este compromisso com a população de Mata Grande e Água Branca. Cada família que produz aqui agora vai prosperar seu negócio, gerar mais renda e mais trabalho aqui no Sertão”, disse. Lula Castello Branco

Primeiro emprego Romper a barreira da falta de experiência com a qualificação profissional e conquistar o primeiro emprego. Com esse objetivo, milhares de jovens de Arapiraca e de outras cidades do Agreste estão participando de cursos e treinamentos ofertados por meio de parceria entre os governos municipal, estadual, federal, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e universidades.

Conhecimentos “As empresas contratam jovens determinados e que buscam ampliar sempre os seus conhecimentos”, revela o gerente da Unidade do Senac em Arapiraca, Carlos Alberto Pessoa. Idealizado pelo governo federal, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) já inscreveu este ano 3.585 jovens e adultos em dezenas de cursos profissionalizantes.

É gratuito De acordo com Carlos Alberto Pessoa, os cursos são ofertados gratuitamente e o aluno ainda recebe uma bolsa auxílio no valor de R$ 2,00 por hora/aula, o que significa uma ajuda de custo mensal da ordem de R$ 400. A coordenadora municipal do Programa de Promoção ao Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS) e do Pronatec, Fabiana Santos, para que seja efetuada a inscrição, a pessoa interessada deve estar inserida no Cadastro Único (CadÚnico), ter idade entre 16 e 59 anos e estar em situação de vulnerabilidade social.

Setenta cursos Fabiana Santos adiantou que estão sendo ofertados mais de 70 cursos, nas áreas de meio ambiente e saúde, como recepcionista em serviços de saúde e cabeleireira; área de infraestrutura – pedreiro, eletricista industrial– no setor de alimentação (padeiro e confeiteiro) e comunicação, a exemplo de operador de computador e operador de sistemas.

Duração média A coordenadora esclareceu que a duração média de cada curso é de dois meses, com aulas nos períodos da manhã, tarde e noite, no prédio do Senac, localizado na Rua São Francisco, no centro de Arapiraca. O programa ganhou reforço recentemente com a inauguração da Casa Integrada do Trabalho, numa parceria entre as secretarias municipais de Assistência Social, Indústria e Comércio, Senac e governo federal.

Previsão para 2014 A previsão é de que, para o ano de 2014, sejam ofertadas mais 3 mil vagas no Pronatec e outras 9 mil vagas no Programa Senac Gratuidade, totalizando 12 mil vagas para jovens dos municípios de Arapiraca, Major Isidoro, Campo Alegre, Traipu, Limoeiro de Anadia, Palmeira dos Índios, Piranhas, Santana do Ipanema e Teotônio Vilela.

O que é hoje uma estrada de barro será transformado numa extensão de 28km de asfalto na sequência da AL-145

Asfalto era reivindicação antiga dos moradores O diretor-presidente do DER, Marcos Vital, apontou obras que estão sendo feitas pelo Governo do Estado. “Estamos com um elenco de obras rodoviárias que abrangem todas as Regiões de Alagoas. São mais de 400 km de rodovias que vão propiciar desenvolvimento econômico, turístico e integração entre os municípios envolvidos”. Os prefeitos Jacob Bran-

dão, de Mata Grande, e Albani Sandes, de Água Branca, ressaltaram que a obra é uma reivindicação antiga dos dois municípios e comemoraram a ordem de serviço. “Este é um sonho tão antigo que as pessoas só estão acreditando que vai se tornar realidade porque já viram as máquinas chegando na estrada. É um momento de muita alegria e satisfação para todos nós, afirmou Jacob.

Também participaram do evento o deputado estadual Inácio Loiola, outros prefeitos, vice-prefeitos e demais autoridades locais. A.D.

Serviço Secretaria de Infraestrutura Rua Cincinato Pinto, 530, Centro (82) 3315-3780 Site: www.infraestrutura.al.gov.br


11

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

CONSTRUIR

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

PRINCIPAL MOSTRA de Arquitetura, Decoração e Paisagismo das Américas está marcada para 25 de março de 2014

Casa Cor 2014 é lançada oficialmente em Alagoas Éder Patriota (com Assessoria)

E

m uma cerimônia bastante concorrida no último dia 12 no Hotel Jatiúca, foi lançada oficialmente a Casa Cor Alagoas, que terá a sua primeira edição no dia 25 de março de 2014 numa área de 16 mil metros quadrados, nas antigas instalações do Colégio Batista Alagoano – situado no bairro do Farol. Segundo os idealizadores da Casa Cor, o evento é a mais completa mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas, e a segunda maior do planeta e desembarcará em Alagoas num momento de grande crescimento e maturidade do setor imobiliário no estado – sendo que com a aceitação e adesão recorde dos profissionais ao evento, que ocorrerá

“ Evento é o segundo mais importante do segmento no planeta

até o dia 12 de maio, onde 69 profissionais colocarão toda a criatividade e talento em 47 ambientes, os quais estão distribuídos pelos quase cinco mil metros quadrados

da mostra e trará ao público beleza, sofisticação e inovação. Contudo, alguns destes profissionais veteranos em edições de outros estados mostrarão todo o seu potencial na edição alagoana da CASA COR. PRIMEIRA EDIÇÃO Além de decoração e arquitetura, a CASA COR ALAGOAS 2014 reunirá em um mesmo lugar entretenimento, moda, comportamento, gastronomia, valorizando a cultura e as riquezas de nosso Estado. Alguns espaços serão ocupados por restaurante, cafeteria, champanheria e sorveteria, tornando o ambiente ideal para um ponto de encontro e lazer para toda a família. Espera-se durante os 45 dias de evento mais de 20 mil pessoas, que irão conferir tendência, charme, sofisticação e tecnologia.

Angelo Derenze, presidente nacional do evento, destacou o crescimento ordenado do setor imobiliário em Maceió

Destaque para crescimento do setor imobiliário Durante a solenidade, o presidente nacional do evento, Angelo Derenze elogiou o crescimento econômico e estrutural de Alagoas. “Visitei a cidade há 30 anos e quando desembarquei aqui, fiquei feliz ao enxergar evolução em aspectos que confirmam o sucesso antecipado da CASA COR ALAGOAS, e um deles é o crescimento ordenado do setor imobiliário em toda Maceió”, afirmou o empresário, informando que a praça

já vinha sendo estudada há quatro anos. Já um dos executivos do evento, César Revoredo, afirmou que o estado de Alagoas é bastante atrativo para a realização de uma ação como essa, pois o setor imobiliário local vem crescendo bastante, além de possuir grandes profissionais na área de arquitetura e porque o estado vem atraindo inúmeras indústrias e a realização dessa mostra será anual. Para conferir o lança-

mento da primeira edição da mostra, profissionais do ramo e autoridades do estado conferiram, em primeira mão, as informações sobre o evento. Cerca de 170 formadores de opinião e conceito estiveram no local. E.P.

Serviço Casa Cor São Paulo Av. Brigadeiro Farias Lima, 1461, SP (11) 3819-7955 www.casacor.com.br


12

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

CAMPUS

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

GUIA ACADÊMICO VAI BOMBAR! OFICINA COMBATE AO MACHISMO - Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Campus A.C. Simões, segunda-feira (25), às 14h, no prédio da Faculdade de Direito. Como parte das atividades do mês de

Felipe Sales

TEMA ESQUECIDO: reitorias de universidades públicas não discutem assunto

novembro, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Ufal abre espaço para o debate sobre machismo. O evento pretende expor os reflexos do machismo na sociedade contemporânea capitalista, além de tratar como essa forma de opressão deve ser combatida.

A iniciativa para debater o assunto, não só neste período, mas durante o ano inteiro, tem sido sempre dos estudantes

SEGUNDA Violência contra a mulher - O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Ufal realiza, nesta segunda-feira (25), no prédio do Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes (ICHCA), a mesa Violência contra a Mulher. Com a presença de integrantes do Movimento Mulheres em Luta, o evento tem início às 18h no Campus A. C. Simões e deve contar com toda a comunidade acadêmica.

TERÇA Sarau - Nos dias 26 e 28 de novembro, acontecerá o primeiro sarau do projeto Casas de Cultura no Campus, com destaque para a cultura hispânica. Será no pátio da Faculdade de Letras e as apresentações começam às 17h. Os alunos do projeto farão exposição de textos, apresentação de danças, música e comidas típicas. No local também serão

QUINTA Simpetro - O Cento Acadêmico de Engenharia de Petróleo realiza, no dia 28 deste mês, de 08h às 17h, o 1º Simpósio de Engenharia de Petróleo (Simpetro). Com apresentações de trabalhos

SEXTA Saúde do Servidor - A Ufal, por meio da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas e do Trabalho (Progep), e o Centro de Referência Estadual de Saúde do Trabalhador (Cerest/ AL) promovem o 2º Seminário de Saúde do Servidor Público Federal de Alagoas. Será no dia 29 deste mês, no auditório

SE LIGA! Ufal discute parceria com Museu Darwin de Moscou Com a proposta de firmar parceria com a Universidade Federal de Alagoas, a diretora do Museu Darwin de Moscou, Anna Klyukina, esteve reunida, esta semana, com o reitor Eurico Lôbo, a vice-reitora Rachel Rocha, docentes, pesquisadores e técnicos. O objetivo do encontro foi discutir intercâmbio de alunos e professores, troca de material científico e produção conjunta de artigos e

Gênero em Debate - Para debater a questão de gênero na sociedade contemporânea, o Grupo de Estudos Relações de Classe e de Gênero (GERCG) realiza, nesta segunda-feira (25), das 08h às 13h, no Campus Palmeira dos Índios da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o Cine Gênero. Com oficina, debate e exibição do filme No Tempo das Borboletas, o evento, que acontecerá no mini-auditório,valerá certificado de 3h. vendidos pratos da culinária peruana. O evento está sendo coordenado pela professora Jade Neves junto com os instrutores, com o apoio da coordenadora do setor de Espanhol, Flávia Collen, e do coordenador-geral do projeto Sérgio Ifa. O sarau será usado para incentivar os alunos no estudo do espanhol e qualquer estudante da Universidade pode assistir ao evento e não é necessário fazer inscrições, basta chegar ao local e assistir. da área, o evento acontece no Campus A.C. Simões da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no auditório da reitoria. Podem participar como ouvintes todos os interessados na área de Petróleo; como apresentador, os que tiverem trabalhos inscritos no evento. Nabuco Lopes, na Reitoria, Campus A.C. Simões, das 8h às 16h. A organização é da Coordenação de Qualidade de Vida no Trabalho (CQVT) e da unidade do Sistema Integrado de Saúde do Servidor (Siass), ambos da Progep. A temática central é Trabalho saudável e o protagonismo do servidor e será discutida durante os dois horários. periódicos acadêmicos. Durante a troca de informações, foi discutida a possibilidade de firmar convênio para também reestruturar o Museu de História Natural da Ufal. O reitor reafirmou o compromisso com o Museu de História Natural, com a proposta de transferi-lo para o prédio do antigo Centro de Ciências Biológicas (CCBI). “Firmamos um acordo com o governo do Estado, devido à situação crítica do momento, mas isso é temporário”, explicou, referindo-se à instalação de salas para o Instituto Médico Legal (IML) no local.

Envie um e-mail para campus@odia-al.com.br e divulgue seu evento

Universitários debatem o combate à opressão Márcio Anastacio Repórter

V

inte de novembro é o Dia da Consciência Negra no Brasil, uma data de reflexão sobre a evolução das questões de igualdade racial no país e de poucas comemorações, já que a inserção da população afrodescendente na sociedade brasileira acontece lentamente e enfrenta ainda muita resistência. A data que marca o aniversário da morte de Zumbi dos Palmares, líder da revolução do Quilombo dos Palmares, marco da luta pelos direitos dos negros no país, serviu para intensificar o debate pelos campi da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) sobre combate às opressões. Além do racismo e igualdade racial, durante o mês de novembro, as discussões a respeito do machismo, homofobia, igualdade de gênero e violência contra a mulher estão ecoando mais forte pela Universidade. Através de poucos grupos, cujo tema de pesquisa ou extensão são esses, e princi-

palmente, pela iniciativa de estudantes dos mais variados cursos da Ufal, a discussão não para durante todo ano. Mas quem espera por atitude semelhante por parte da reitoria pode se frustrar. Historicamente, as gestões das Universidades alagoanas não convidam a comunidade acadêmica para debater essas questões, mesmo estando elas localizadas em um dos Estados mais desiguais do Brasil. Para a estudante de Relações Públicas, Ana Carolina, o silêncio da instituição, que segundo ela, deveria estar sempre levantando a discussão sobre combate às opressões junto à comunidade acadêmica, é simbólico. “A universidade não discute sobre o tema, pois ela serve, de fato, a quem mais oprime na sociedade. Não interessa promover debates com temas onde ela primeiramente falha. Mais uma vez está provado que somente os estudantes unidos e organizados podem mudar esse quadro e trazer reflexões tão importantes para esse espaço”, disse a estudante da Ufal.

A Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uneal) também é palco das discussões, por meio dos alunos. Há quatro anos acontece o Festival Universitário da Primavera, cujo objetivo é a inserção de pautas culturais e políticas através de oficinas que dialoguem com os estudantes. Este ano, o evento também aconteceu na Universidade Federal de Alagoas, com uma parceria entre os Diretórios Centrais dos Estudantes da Uneal e da Ufal. Mesas com os temas: “O Que São Políticas Afirmativas?”, “Pelos Nossos Amarildos”, “Violência contra a Mulher”, além de rodas de conversa sobre homofobia e oficina de combate ao Machismo, fizeram parte da programação espacial do mês de novembro.

Serviço Universidade Federal de Alagoas Rodovia BR-104 - Maceió 82 - 3214-1100 www.ufal.edu.br

Crianças online Lauriene Azambuja Dias - Acadêmica do Curso de Administração da UFMS – Campus de Três Lagoas/MS. E-mail: lauriene_azambuja@hotmail.com Fabiano Santana dos Santos - Mestre em Administração e Professor da UFAL – Campus Arapiraca/AL. E-mail: fsantana@arapiraca.ufal.br

A

s crianças brasileiras são as que entram mais cedo nas redes sociais. De acordo com o estudo Segurança de Internet para Crianças & Famílias, realizado em 7 países pela empresa de segurança Trend Micro, a média de idade é de 9 anos. A preocupação dos pais com a privacidade dos filhos faz com eles se tornem seus “amigos virtuais” e monitorem diariamente seu perfil. Outra grande preocupação que os pais devem ter são os convites para páginas

de conteúdos inadequados. Muitas redes sociais restringem a idade mínima para se ter um perfil na internet em 13 anos, mas o que acontece é que as crianças geralmente mentem suas idades, e isso, às vezes, acontece com o consentimento dos pais, que garantem saber tudo que o filho faz no mundo virtual. O problema é que, em sua ingenuidade de criança, rastros são deixados para trás, como fotos, endereços, telefones, contatos de amigos e isso faz com que todos fiquem expostos.

Hoje existe o que chamamos de falsa segurança. Por exemplo: Seu filho está em casa, então está tudo bem? Ele está seguro? A coisa não é bem assim, o perigo às vezes mora dentro de casa. O aumento de crimes, como a pedofilia e o bullying, tem ocorrido devido ao uso irrestrito das redes sociais. Na rede, crianças e adolescentes praticam e são vítimas do chamado cyberbullying, que é o ato de humilhar e ridicularizar menores por outros menores por meio de comunidades, e-mail ou redes sociais.

Só o Facebook tem mais de 80 milhões de perfis falsos. As redes sociais estão presentes na vida de todos, não só das crianças. Estamos todos dependentes de tudo que ela nos proporciona. Na verdade, não há mais como viver sem tais ferramentas virtuais. Então, só nos resta utilizar essa tecnologia de modo responsável. E, em relação às crianças, existem sites especializados em oferecer diversão a elas, como é o caso do “Migux”, que é uma rede social que utiliza avatares para fazer a

comunicação entre os membros do site, e onde é proibido uso de palavrões e pedir ou dar informações pessoais. Em resumo, a vida online da criançada está cada vez mais agitada, elas estão passando em média 8 horas por dia conectadas. Então só resta aos pais orientar, estabelecer limites, algumas regras de comportamento e alertar para os perigos existentes na rede. Sem fazer com que a internet vire um bicho papão, lobo mau ou algo parecido. É só usar de forma consciente e segura.


13

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

CULTURA

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

PENEDO sedia a terceira edição do Festival de Cinema Universitário de Alagoas; este ano, apenas 50 curtas foram inscritos

Cidade do Cinema Francisco Ribeiro Repórter

D

urante cinco dias, a histórica Penedo t o r n o u - s e n o va m e n t e a cidade alagoana do cinema. O pequeno município ribeirinho acostumou-se ao longo das décadas de 1970 e 80 a receber turistas, profissionais do cinema e pessoas ligadas às artes para ver e discutir filmes. Suas ruas estreitas e repletas de pedras ficavam quase intransitáveis.

Algo muito além dos habituais 60 mil habitantes, segundo o IBGE. Foi assim entre 1975 e 1982, período no qual a cidade banhada pelo Rio São Francisco sediou oito edições do extinto Festival de Cinema de Penedo, que serviu como uma vitrine para o cinema nacional feito em Super-8. Acompanhando o momento atual de retomada do audiovisual no estado, o evento renasceu em 2011. Agora, com nova proposta e sem o glamour de outrora,

o Festival de Cinema Universitário de Alagoas chega à sua terceira edição. O evento, que aconteceu entre 12 e 16 de novembro, contou com uma vasta programação. Nela, estiveram incluídas as mostras competitiva e cineclubista, oficinas, workshops e apresentações artísticas. A quantidade de filmes inscritos neste ano causou espanto para quem acompanha o festival desde o início. Ao todo, cerca de 50 curtas foram avaliados e 25 foram sele-

cionados por uma comissão especialista na área composta por Ranieri Brandão, Ricardo Lessa e Tiago Penna. A segunda edição contou com 92 inscritos e 27 aprovados. A diminuição no número de curtas refletiu na qualidade do que foi visto pelo público. Filmes produzidos no Rio de Janeiro (05), Alagoas (04), Paraíba (03), Sergipe (02), Minas Gerais (01), Rio Grande do Sul (01), Ceará (01), São Paulo (01), Pernambuco (01), Maranhão (01), Mato Grosso do Sul (01) e

Goiás (01) competiram em três categorias: Melhor Curta Metragem – Júri Popular, Melhor Curta Metragem – Júri Oficial e Velho Chico de Cinema Alagoano. Dois quesitos referentes à projeção, que foram alvos de críticas nas edições passadas, tiveram uma sensível melhora. São eles: a qualidade da imagem e do som, além da produção não ter optado por ventiladores umedecedores de ar para climatizar o ambiente, cujo barulho dos equipamentos prejudicava o áudio do filme.

O fotógrafo e cineasta alagoano Celso Brandão foi o homenageado desta edição do festival. Celso contabiliza uma filmografia extensa: são mais de 50 filmes no currículo. Uma das principais temáticas do seu trabalho são elementos da cultura popular, como o artesanato, as festas e as crendices locais. “Eu recebi um convite para ser homenageado pelo Festival de Cinema Universitário de Alagoas e, dentro dessa proposta, me foi sugerida a possibilidade de publicar um livro solo. Com curadoria de Karla Melanias, com quem já havia trabalhado antes, tudo transcorreu em bons termos, para a minha grata surpresa. Fiquei ainda mais satisfeito de a minha fotografia ter sido trabalhada por um grupo alagoano”, disse em entrevista ao blog Graciliano On-line. Compiladas pela primeira vez numa obra individual, 18 fotografias feitas por Celso longo da década de 1990 compõem “Memento”, livro que teve o seu lançamento na noite de abertura do festival (12), na Casa da Aposentadoria. O livro foi um dos contemplados pela última edição do Programa de Incentivo à Cultura Literária, promovido pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos. No mesmo local, foi aberta uma mostra com as imagens reunidas no livro. Para Karla Melanias, responsável pela curadoria da exposição, “Memento” é uma homenagem à poética fotográfica e à carreira de Celso Brandão. “Eu acho que o Celso é uma referência na fotografia genuinamente alagoana. Suas fotos possuem uma intensidade simbólica e conceito muito forte. Esse trabalho representa um recorte pequeno da trajetória dele”, ressaltou. F.R.

Vanessa Mota

Homenagem a Celso Brandão: preferência pela cultura popular

Público presente à sessão de abertura da Mostra Competitiva do 3º Festival de Cinema Universitário de Alagoas; pouca gente e filmes “mais ou menos”

Mostra Competitiva teve uma edição acanhada Numa edição morna, com pouco público presente nas sessões e filmes cuja qualidade foi inferior a de anos anteriores, o tempero do 3º Festival de Cinema Universitário de Alagoas foi o resultado dos vencedores da Mostra Competitiva, divulgada na noite de sábado, dia 16. “Os curtas exibidos no festival tiveram uma evolução técnica nas produções de uma forma geral. Em comparação aos eventos anteriores, contudo, em termos da linguagem e de exercício cinematográfico, ainda há um caminho a se percorrer”, ressaltou a comissão julgadora. Em caráter inédito, o curta alagoano “Mwany”, de Nivaldo Vasconcelos,

ganhou na categoria destinada a produções realizadas em outros estados. “Foi uma ruptura de um paradigma de que os filmes alagoanos não poderiam concorrer com as produções de fora. E por isso uma categoria exclusiva para eles”, disse Nivaldo. No filme, o elo entre Brasil e África é retratado poeticamente através da ligação entre a moçambicana que mora em Maceió, Sónia André, e seu país de origem. Ela veio com sua filha de seis anos para estudar Música na Ufal. “Mwany” dividiu o prêmio de Melhor Curta Metragem – Júri Oficial com ”O que aprendi com meu pai” (GO), de Getúlio Ribeiro. Segundo a comissão julga-

dora, “o júri entendeu que esses dois curtas conseguiram um maior equilíbrio entre os aspectos técnicos e artísticos”. Já na categoria Melhor Curta Metragem – Júri Popular, quem levou o prêmio foi “Codinome Beija-flor” (RS), de Higor Rodrigues. “Codinome…” mistura documentário e ficção. O diretor colheu entrevistas de três mulheres que descobriram ser portadoras do HIV. Um quarto entrevistado – que nos créditos finais descobrimos ser um ator – cria o fio narrativo na história. O jovem é atormentado pelo receio de se descobrir contaminado com a doença, após uma noite de sexo casual. Na categoria Velho Chico de

Cinema Alagoano, destinada ao melhor filme produzido no estado, o documentário arapiraquense “Salão dos Artistas” (AL), de José Faustino Neto, foi o ganhador. “O curta conseguiu um bom diálogo com o público, ao unir boa qualidade técnica e narrativa como documentário”, avaliou o júri. As menções honrosas foram para “No interior da minha mãe” (MA), de Lucas Sá Araújo, “pela forma inventiva como o filme articulou uma relação do realizador com a sua cidade e com sua família”. E para “A moça que existe em meus sonhos” (MG), de Luhan Dias Souza, “pelo esmero no exercício da técnica de animação”. F.R.


14

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

CULTURA

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Organizadores rejeitam cópias melhoradas

GUIA CULTURAL Francisco Ribeiro

“Matador”, do diretor alagoano Vladymir Lima, que seria exibido no dia 14 teve a sua projeção cancelada a pedido do próprio realizador. Vladymir solicitou a Sérgio Onofre, que responde pela organização geral do evento, a substituição da cópia do filme por outra, cujo áudio havia sido melhorado. Onofre, na abertura da Mostra Competitiva daquele dia, informou ao público que no edital era vetada a troca de trabalhos, após encerramento do prazo estipulado. Um caso semelhante aconteceu na segunda edição do festival com o curta “12:40”, feito por estudantes da Ufal. A substituição da cópia do filme por outra melhorada também havia sido negada. Contudo, o trabalho ganhou a categoria “Velho Chico de Cinema Alagoano”.

DESTAQUE TUDO É TUDO, NADA É NADA. Teatro Deodoro (Pç. Mal. Deodoro, s/n, Centro / 3032-5210 e 9601-2828). No domingo (24), às 20h. Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (estudante). Ponto de vendas: lojas

Mr.cat (Amélia Posa e Parque Shopping). O ator Marcelo Serrado se apresenta em Maceió nos próximos dias 23 e 24 com a peça “Tudo é Tudo, Nada é Nada”. O espetáculo é uma espécie de stand up comedy que satiriza o próprio formato, ele conta falsas histórias sobre sua vida e debocha de si mesmo.

Nivaldo Vasconcelos, de ‘Mwany’, recebe prêmio de Melhor Curta Metragem

O fato de apenas um realizador de outro estado comparecer ao festival foi alvo de comentários dos participantes. O sergipano Fábio Rogério Rezendo, diretor do curta “A eleição é uma festa” exibido no primeiro dia (12) da Mostra Competitiva, foi o único representante de fora presente no evento. No ano anterior, estiveram em Penedo

cinco realizadores vindos da Bahia, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. F.R.

Serviço Universidade Federal de Alagoas Rodovia BR-104 - Maceió (82) 3214-1100 www.ufal.edu.br

SEGUNDA PLASTICHE. Pinacoteca Universitária (Pç. Visconde de Sinimbu, 206, Centro / 3214-154 e 9341 1330). Visitação: de 21 de novembro a 17 de janeiro de 2014. Seg. e qui., das 08 às 20h; ter., qua. e sex., das 08 às 18h. Entrada franca. Dando continuidade à agenda de exposições do ano de 2013, a Pinacoteca da Universidade Federal de Alagoas apresenta a exposição Plastiche, da artista visual Marta Emília. Com

QUARTA SAMBA DE LADEIRA. Rex Bar (Rua Dr. Antônio Mendonça, Praça Rex, Pajuçara). No dia 27 de novembro, a partir das 21h. Couvert: R$ 6. A última quarta-feira de novembro

SEXTA NORDESTÃO DO STAND UP COMEDY. Teatro Gustavo Leite (Centro Cultural e de Exposições. Rua Celso Piatti, s/n, Jaraguá / 3032-5210 e 96012828). No dia 29 de novembro, às 20h. Ingressos: R$ 40,00 (Inteira) e R$ 20,00 (Meia). Ponto de vendas: Freaks (Maceió Shopping). Classificação: 12 anos. Maceió recebe pela

PREPARE-SE ROBERTO CARLOS. Ginásio do Sesi (Av. Siqueira Campos, 1900, Trapiche). No dia 28 de novembro, às 22h (abertura dos portões às 20h). Ingressos: de R$ 80 a R$ 380. Pontos de venda: Óticas Diniz (Ponta Verde e Shopping Pátio Maceió), www.ingressorapido.com. br e 4003-1212. Roberto Carlos promete

curadoria de Henrique Gomes, a exposição se apresenta em duas seções: na primeira, nove painéis de colagens e uma substancial reunião de divertidas peças batizadas pela artista de adornos e que, como o nome sugere, dialoga com a possibilidade de uma das muitas funções da arte: adornar. E na segunda seção, está a obra que dá nome à exposição: Plastiche é a reunião de dezenas de esculturas supercoloridas em acrílico “de festa” e nasceu, sobretudo, do desejo da artista de trabalhar com outro tipo de matéria-prima.

vem recheada de Samba, Samba Rock, Funky, Soul, Blues, Jazz e Rock’n’Roll no Rex Bar. Com o show da banda Barba de Gato, o Rex continua sua missão de oferecer shows de qualidade no meio da semana. No dia, o couvert custará R$ 6. segunda vez o Nordestão de Stand Up Comedy, um festival de humor que tem como objetivo mostrar ao público local a novíssima safra de humoristas do nordeste, artistas que facilmente se identificam com o público e fazem rir com um humor tipicamente nordestino. O Nordestão terá performances de Ed Gama, Fernando Perom, Kenedy Silva, Bruno Romano, Rodrigues Marques, Gustavo pardal, Alysson Vilela e Paiva Cassaroti. emocionar o público com o show que abre a sua turnê nordestina. O Rei se apresenta no Ginásio do Sesi, no dia 28 de novembro. No repertório, hits recentes, presentes no EP lançado em 2012, como “Esse Cara Sou Eu” e “Furdúncio”. Mas o cantor também apresenta um apanhado de sucessos de diversas fases da carreira, do rock da jovem guarda à época mais romântica. As emblemáticas “Detalhes” e “Emoções” não devem faltar.

Envie um e-mail para cultura@odia-al.com.br e divulgue seu evento


O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

PUBLICIDADE

15 redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


16

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

ECOLOGIA

DIAverde Da redação redacao@odia-al.com.br

A

proveitar a ventilação e a iluminação naturais é uma boa opção de economia de energia elétrica e ainda de melhor aproveitamento dos recursos naturais. Um simples erro no projeto de um imóvel, seja a orientação da direção da construção ou o tipo de janela escolhido, pode tornar o ambiente pouco arejado e escuro demandando luzes acesas e o uso de ventilador ou ar condicionado praticamente o dia inteiro. 1. Na hora de projetar seu imóvel, dê preferência a ambientes amplos e com o pé-direito alto. Isso cria circuitos de convecção natural e dilui as toxinas presentes no ar;

2. Avalie as correntes de ar antes de projetar a obra e verifique com seu arquiteto quais são os melhores ângulos de passagens e circulação do ar por dentro da construção; 3. Procure dispor do máximo de aberturas possíveis. Janelas e portas amplas, basculantes e grelhas de ventilação devem estar por toda a casa; 4. Dê preferência a janelas oscilobatentes, que possuem dupla abertura e permitem uma ventilação total; 5. Se onde você mora existirem insetos, coloque telas de proteção para permitir que as janelas permaneçam abertas. 6. A iluminação também pode ser melhor aproveitada, levando à economia. Orientar a construção na direção Norte-Sul, evitar a entrada da radiação direta do sol, que podem causar o efeito chamado “ofuscamento”, no qual a quantidade exagerada de luz prejudica a visão. Limitar a visão direta do céu e combinar a iluminação artificial com a natural são outras dicas valiosas. 7. Mais do que uma questão de economia de energia, o uso da iluminação natural está diretamente ligado à saúde, bem-estar e produtividade dos moradores. Isso acontece porque os seres humanos dependem da exposição à luz natural para ativar uma série de funções fisiológicas. A ação da luz natural acelera os ciclos circadianos do corpo e faz com que ele coincidam com o ciclo diário de 24h. 8. Além de promover a sensação de bem-estar, a luz solar também é responsável pela a produção de vitamina D, sem a qual o cálcio não pode ser devidamente absorvido e utilizado.

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

PROJETO é desenvolvido pela comunidade no Cinturão Verde da Braskem

“Pescadores de Mel” é aprovado em concurso O

projeto alagoano Pescadores de Mel foi selecionado entre os 369 inscritos da região Nordeste, onde serão destinados aproximadamente R$ 300 mil, no decorrer de dois anos. O projeto é realizado pela UniPrópolis, uma organização não-governamental, que, desde 2010, coordena atividades de natureza social por meio de desenvolvimento tecnológico. Cerca de 600 famílias são beneficiadas através da profissiona-

lização, melhoria da qualidade de vida e geração de renda. A produção da própolis vermelha ocorre em 22 municípios do Litoral Alagoano entre eles: Penedo, Coruripe, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, Santa Luzia do Norte, Maragogi, Maceió, Coqueiro Seco, São Miguel dos Campos e Barra de Santo Antônio. O produto possui o selo de Indicação Geográfica – IG e sua central de análise e armazenamento funciona no Cinturão Verde da Braskem.

A própolis é formada a partir de resinas extraídas pelas abelhas de diferentes partes de plantas, transformadas nas colmeias com a junção das enzimas salivares desses insetos, de cera, pólen e materiais inorgânicos.

Serviço Braskem S.A. Avenda Assis Chateaubriand, 5260 - Pontal Fone (82) 3177.5330 Site: www.braskem.com.br


17

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

INSIDE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br MARCOS LEÃO com Elisana Tenório - inside@odia-al.com.br

Expor das boas

Caçarola Para a alegria dos gourmets, Tatiana Brasil já está em clima de Natal. E podemos falar? Vai ser lindo! A chef alagoana pilotará no próximo dia 27, na loja Florense, o Curso de Ceias Natalinas. E o mais bacana: os participantes terão acesso a um cardápio com direito a receitas tradicionais e práticas da temporada natalina. Curtiu? Então, vagas limitadas pelo 3325-4902. Vai perder?

Alagoanidade Quem pode, pode... O luxuoso Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, esteve agitado na terça-feira, 19. Uma turma de lulus e globettes participou do cocktail de lançamento da loja de Martha Medeiros, que ficou conhecida por seu trabalho minucioso com rendas. Passaram por lá Sabrina Sato, Letícia Sabatella e Helena Bordon, só para citar algumas das moças que conheceram os novos looks da marca, além da coleção home-it. Poder, não?

Prateleira

Dressa Mello

Que chique! Maceió receberá uma livraria diferente… Vamos ao assunto? Tereza Mattos investe na ideia de misturar a livraria tradicional com o conceito de lojinha de museu, onde livros, CDs e DVDs convivem com toy arts, gravuras, objetos de design e joias. Tudo muito cool, mais segmentado, com publicações de arte e catálogos. Para a abertura, Tereza convocou cinco dos mais atuantes escritores do país, mas ela guarda os nomes em segredo total, mas a chiqueria ficará sabendo no dia 23 de março de 2014, data da inauguração oficial do espaço. Contando nos dedos...

Chiqueria em cena l Patrícia Calheiros chegou de viagem da India, Tailândia e Paris, cheia de novidades para presentes de fim de ano e recebeu amigas para mostrar as peças em happy hour organizado por Claudia Bentes na sua residência. A mulherada amou. É Natal, lá vem Mamãe Noel com suas renas no céu da Ponta Verde! l Ellen Alcantara e Glaucia Medeiros, executivas da Casa Cor Alagoas, comemoram o sucesso do evento, que estreia no dia 25 de março de 2014, com direito a uma área de 16 mil metros quadrados, nas antigas instalações do Colégio Batista, no alto do Farol. Show! UNIÃO | Junior e Paula Farias celebram, unidos, os 14 anos da grife DTA em Maceió. Para comemorar, o casal arma nesta quarta, festança na loja da Ponta Verde. Sucesso!

l Kristhine Albuquerque, Cátia Lisboa Freitas, Bruna Lisboa e este colunista

comandam nesta terça, às 17h, festança fashion na Karakola e Seda Pura. Isso porque a marca Bubu Lis estreia em solo alagoano e também festejará a coleção especial em homenagem ao Réveillon Celebration. Viva!

Parceria de luxo Quer agito? Acontece no dia 23 de novembro, a partir das 16h, o evento “Salon Party”. O concorrido Fios de Cabelo, localizado na Avenida Sandoval Arroxelas, abre suas portas para o fervido evento, em parceria com o badalado Réveillon Celebration. E não acaba por aí, a festança terá pocket desfile da boutique Glizz, rodada de champanhe geladíssima e delícias assinadas pelo Boteco do Arroz. Para animar geral, um Dj convidado assinará toda a trilha sonora do festerê. Grife na agenda!

BELA DA VEZ | A it girl Maria Paula Maia é uma das convidadas especiais dos 14 anos da grife DTA, que terá festança nesta quarta em sua loja na Ponta Verde Studio Brankos

CLASSE A | Helena Bordon, Yan Acioli, Sabrina Sato e Julia Faria com Martha Medeiros evidenciando estilo na festa de lançamento da loja da estilista alagoana no Shopping Jardim, em São Paulo

Na cena artsy nova-iorquina só se fala na exposição da artista brasileira Anna Paola Protásio, que já apresentou seus trabalhos por todo o Brasil, e agora expõe pela primeira vez na Big Apple. Ela apresenta o novo projeto ‘Arrasto’, em plena 5ª Avenida, até o dia 11 de janeiro. O projeto consiste em 14 obras, entre objetos, esculturas e instalações. E o melhor: Maceió está no roteiro da expor, com data marca para março de 2014. Vamos aguardar?

TAL MÃE, TAL FILHA | Belas por natureza, Yvetinha Brêda e sua herdeira Larissa receberam na sua boutique Glam a chiqueria em peso para coquetel de mudança de coleção. Finas! Dressa Mello

Um dos destinos que vai se tornar o novo queridinho das famílias bem nascidas do Brasil, a praia do Gunga, terá, em breve, um novo empreendimento. O lançamento será feito em um jantar para convidados no próximo mês e promete agitar o mercado dos amantes por aviação e barcos de luxo. O condômino irá permitir que o proprietário desembarque de helicóptero ou avião na porta de sua própria casa, com direito a dois condomínios integrados. O mais exclusivo deles ficará defronte à lagoa, um dos lugares mais incríveis do mundo.

Tasso Ramon

Extra, extra!

Presença Lula inaugurou na última sexta-feira, em Alagoinhas, na Bahia, a fábrica da Itaipava, ao lado do governador de lá, Jaques Wagner. A unidade, que produzirá 600 milhões de litros de cerveja por ano, recebeu investimento de mais de meio bilhão de reais. A presença do ex-presidente é simbólica, já que ele procura reaproximar o empresariado do governo Dilma. Ah! O empresário alagoano Mário Fortes compareceu ao evento. De olho!

ELAS | Tatiana Brasil e Ana Waleska Bulhões curtindo os bons momento da vida em noite fashion da loja Stroke, que movimentou as finas da capital


18

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

TELEVISÃO

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

Zuada da MíDIA CONFIRA! O Sindicato dos Corretores premiou, na última terça-feira (15), as melhores matérias sobre a temática dos seguros em quatro categorias: Telejornalismo, Impresso, Webjornalismo e Estudante. O prêmio Sincor de Jornalismo, em sua 4ª edição elegeu os jornalistas Ana Maria Carneiro Santiago, Edson Moura e Valdemir Soares (TV Pajuçara), Ana Paula Omena (Tribuna Independente), Jamilly Bezerra (Gazeta Web) e o estudante Jonathan Lins do Cesmac, como os melhores do ano.

Que vexame!

E digo mais...

Um passo para frente e dois para trás. É assim, como dança de índio, que caminha o Festival de Cinema Universitário de Alagoas. Este ano, em sua terceira edição, o evento promovido pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) regrediu em qualidade e quantidade de público. Durante o festival realizado em Penedo, ficou clara a falta de divulgação. Os moradores da cidade sequer sabiam o que estava acontecendo, e a redução de produções inscritas causou espanto para quem acompanha o festival desde o início.

Ao longo dos cinco dias do festival, a sensação entre os participantes era a de que o evento esteve aquém do esperado. Vale elogiar o trabalho dos estudantes de Turismo do campus da Ufal em Penedo. Sempre solícitos e educados ao atender o público. A tônica deles destoava de uma pessoa que trabalhou, como convidada, na produção cultural do evento. O contato dela com as pessoas se dava por meio de gritos e grosserias.

Como assim? Os estudantes da Ufal que foram

prestigiar o evento em Penedo por pouco não tiveram como voltar para Maceió. É incompreensível que um ônibus com capacidade de 48 pessoas retorne para a capital com boa parte dos assentos desocupados e não ofereça vagas para seus alunos. E o mais feio disso tudo é que, ao ser solicitada uma vaga, a equipe de produção justificou que talvez não haveria vaga, pois as caixas e materiais usados durante o festival iriam ser colocados nos assentos (!). O que não aconteceu. Quem voltou no ônibus comentou que tinham vagas disponíveis para cerca de 15 pessoas.

TERÇA

QUARTA

QUINTA

MALHAÇÃO

Vera conversa com Hernandez sobre o comportamento de Antônio. Meg comanda o ensaio do musical. Luciana e Omar observam Ronaldo se exercitar com Andressa. Anita pede que Ben não esconda nada dela e os dois reatam o namoro. Caetano emprega Hernandez. Luciana incentiva Vera a cuidar melhor de sua aparência. Bernardete inicia um curso para novos ricos e novos pobres. Vera vê Andressa massageando Ronaldo e desiste de ir ao salão.

Sofia e Pedro encontram Antônio com Flaviana na loja abandonada, e o rapaz diz que está construindo efeitos especiais para o musical.Vera acredita que Ronaldo a está traindo. Flaviana tenta beijar Antônio, que reage de forma violenta. Luciana conta para Anita sobre a suspeita de traição de Ronaldo. Maura observa Hernandez dançando salsa. Bernardete negocia com Abelardo para que ele trabalhe para ela. Maura entrega um bilhete para Hernandez. Anita conta para Ben sobre sua conversa com Luciana.

Ronaldo procura Vera para desfazer o mal-entendido. Frédéric decide seguir Antônio com Pedro. Hernandez inicia suas aulas de salsa com Maura. Luciana reúne a família para preparar uma surpresa para Vera e Ronaldo. Giovana tem seu primeiro período menstrual. Hernandez diz que Maura não é feliz e desiste das aulas de dança. Sofia, Serguei e Julia criam um novo visual para Vera. A turma do musical propõe a Sidney e Anita que escrevam o roteiro do espetáculo.

Antônio e Pedro se enfrentam silenciosa- Não há exibição. mente, e todos disfarçam suas verdadeiras intenções. Caetano explica a Abelardo que irá usar Hernandez para falsificação de documentos. Abelardo avisa a Bernardete que não poderá mais ajudá-la com suas aulas para madames. Hernandez conta para todos que Caetano o promoveu no trabalho, e Ronaldo nota a preocupação de Vera. Micaela provoca Martin, que fica confuso sobre seus sentimentos pela menina. A palestra de Bernardete é um fracasso.

JOIA RARA

Matilde admite para Serena que está apaixonada por Sonan. Viktor diz a Sílvia que desconfia de que Manfred e Venceslau estão roubando a fundição Hauser. Sílvia avisa Manfred que Viktor descobriu que ele e Venceslau estão desfalcando a empresa. Dália impede beijo de Mundo e Iolanda. Manfred ameaça Viktor, dizendo que contará a todos que ele ama Sílvia caso fale do desfalque para Ernest. Dália manda Iolanda se afastar de Mundo para sempre.

Valter conta para Ernest que conseguiu despistar Mundo. Sílvia diz a Pilar que continuará procurando o verdadeiro culpado pela morte de Catarina para provar a inocência de seu pai. Franz comenta com Amélia que se sente culpado por não ter enxergado as coisas ruins que Ernest é capaz de fazer. Ele afirma para a ex-mulher que vai reaver a guarda de Pérola e que romperá com o pai. Lola diz a Elisa que não merece Fabrício. Laura vê Valter com Volpina e resolve contar para Iolanda onde está Rosa.

Mundo chega ao hotel onde Rosa está hospedada. Ele exige que ela desminta publicamente a história sobre o envolvimento dos dois. Franz entende os motivos que fizeram Iolanda a se casar com Ernest. Valter avisa Ernest que Laura contou para Mundo onde Rosa está escondida. Benito e seus comparsas seguem Rebelo para impedi-lo de publicar a reportagem sobre Rosa. Sem saber que Rebelo é jornalista, Franz o ajuda a se livrar de Benito.

Para o desespero de Silvia, Franz resolve deixar a mansão. Sonan fica perturbado ao pensar em Matilde. Pérola diz a Ernest que, se ele não mudar, cortará relações com ele. Mundo decide processar o milionário por calúnia. Davi consegue mexer o pé e Aurora fica eufórica. Franz, Amélia e Pérola saem da mansão de mãos dadas, em direção ao cortiço.

Silveira conta para Toni que conseguiu localizar o orfanato onde Peteleco morou. Franz chama Sílvia para conversar sobre os detalhes da separação. Mundo é eleito deputado federal e todos no cortiço e no cabaré comemoram. Furioso, Ernest diz a Manfred que tentará provar que houve fraude na eleição. Iolanda abandona Ernest e volta a morar no cortiço. Franz recebe um bilhete anônimo apontando um endereço onde ele pode descobrir a verdade sobre Sílvia.

Viktor revela a Franz que sempre foi apaixonado por Sílvia. Iolanda diz a Mundo que quer se divorciar de Ernest. Mundo termina o namoro com Dália para ficar com Iolanda. Franz pressiona Sílvia para saber se o filho que ela espera é realmente dele. Elisa flagra Matilde e Arlindinho aos beijos. Sílvia culpa Vítor por Franz descobrir o envolvimento dos dois.

Heloísa discute com Inês e a expulsa de sua casa para defender Lili. Edu acerta com Pedrosa e dois capangas um negócio misterioso. Álvaro ameaça Fernanda. Tereza e Paulinha competem pela atenção de Marlon. Celina exige que Kléber investigue as mortes ocorridas em Tapiré. Fátima avisa a Nilson que vai guardar seu dinheiro para sair da cidade. Olívia informa a André que marcou um encontro com sua amiga Cláudia em seu nome. Thomaz se impressiona com Fernanda.

William decide pular a janela para fugir do flagrante de Líder Jorge. Edu, Pedrosa e os dois capangas roubam um caminhão na estrada. Lili se espanta ao ver William conversando com Berenice. Thomaz discute com Inês. André tenta descobrir com Olívia algo sobre seu envolvimento com Tiago. Álvaro discute com Priscila por causa de Lili e Marcelo. André e Cláudia se beijam. Lili percebe William desconfortável com Berenice. Álvaro vai à casa de Fernanda, mas ela o manda embora.

Zélia leva Paulinha e Marlon para uma festa. Lili finge desmaiar para ajudar William. Paulinha se aproxima de LC. Julia e Flávio combinam de aparecer de surpresa na casa de Rafa. Lili fica nervosa quando Líder Jorge fala sobre os escolhidos para o treinamento. O motoboy segue Lili sem que ela perceba. LC se encontra com Tereza e Paulinha observa os dois juntos. Celina enfrenta Kléber e o deixa desconcertado. Priscila consola Marcelo, e Álvaro fica chateado.

William se surpreende com a imagem de Tereza e pede que Guto descubra onde ela está. Flávio tenta acabar com briga entre Marcelo e Rafa. Jéssica sugere que William conte para Lili que o Grupo tem interesse nela. Flávio elogia Rafa por ter vencido a luta contra Marcelo. Marcelo chega ao escritório com escoriações, e Thomaz se preocupa. Inês incentiva o filho a ficar contra o pai. Paulinha tenta descobrir com Marlon algo sobre os cientistas que estão na Comunidade.

Heloísa afasta Thomaz no momento em que Marcelo aparece para observá-los. O Luminoso Mestre detecta a invasão pelo computador de Líder Jorge, e William fica apreensivo. Marcelo consegue entrar no quarto de Lili. André sente vergonha de Cláudia. Lili leva Priscila até a sede do seu Grupo. Heloísa pensa em Thomaz. Thomaz se incomoda com a sedução de Inês. Olívia questiona André sobre seu encontro com Cláudia. Lili encontra Marcelo em sua cama e o expulsa de seu quarto. Thomaz pensa em Heloísa.

Celina chama por Nilson, que dorme em seu barco. LC reclama de Tereza não ter contado antes que Lili estava entre as escolhidas para o treinamento. William teme que a invasão do computador seja descoberta pelo Grupo. Priscila e Lili estranham a animação de Heloísa. Álvaro tenta convencer Marcelo a se afastar do escritório para ficar com seus clientes. Paulinha senta à mesa dos cientistas, mas é retirada por Tereza. Rafa se reconcilia com Flávio e Júlia.

Márcia acolhe Félix e o trata com carinho. Valdirene, Murilo e Jefferson se preparam para gravar o vídeo que será enviado ao reality show. Luciano pede para Lutero deixá-lo estagiar no hospital. Neide discute com Rafael por querer que Linda ande de bicicleta. Amarilys atende o telefone da assistente social e marca o dia da visita. Márcia conta para Félix por que o acolheu. Luciano dá um presente para Joana e fica arrasado com a rejeição da enfermeira. Perséfone se separa de Daniel.

Aline afirma a Paloma que tem um caso com Bruno. Bernarda convida Pilar para jantar na casa de Lutero. Félix confirma com a mãe a história sobre seu irmão, Cristiano. Daniel conta para Linda que se separou de Perséfone. Valdirene diz a Murilo que conseguirá enviar os vídeos para o programa de TV. Paloma decide se separar de Bruno. Félix vai ao hospital falar com César e fica arrasado ao descobrir que foi rejeitado pelo pai. Bruno e Paloma decidem com quem Paulinha deve ficar. Thales e Natasha se beijam.

Paloma discute com César. Félix prepara seu currículo e fica horrorizado com a conversa de Márcia e Rinaldo. César não acredita no que Paloma conta sobre Aline, e pai e filha rompem relações. Lutero pede Bernarda em casamento para Pilar. Bruno conta para Ordália que se separou de Paloma por causa de Aline. Lutero comenta com Pilar que duvida do caráter de Jacques. Michel e Patrícia mandam uma garrafa de champanhe para Guto e Silvia, que retribuem com outro presente para eles.

Mariah descobre que Aline provocou a separação de Paloma. Félix conversa com o dono de uma grande empresa. Bruno visita Paulinha. Ordália avisa a Herbert que não está pronta para assumir seu relacionamento com ele. Aline trai César com Ninho. Valdirene se encontra com Carlito. Félix afirma a Márcia que conseguirá um bom emprego. Rafael leva Linda a uma fonoaudióloga. Félix visita Anjinho na cadeia. Amarilys conta para a assistente social que Niko e Eron estão separados, e a profissional decide levar Jayminho.

Aline convence César a beber o uísque alterado.Amarilys manipula Eron, e Niko fica magoado. Paloma comemora a promoção de Bruno. Gina começa a namorar Elias, e Ordália aprova. Vivian se embriaga no bar. Daniel sente ciúme de Perséfone. Patrícia e Michel inventam desculpas e evitam Guto e Silvia.Aline faz um bolo para César e coloca a medicação na massa. Félix decide ir à agência de empregos e se surpreende ao saber que não será contratado. Silvia vai com Niko ao abrigo de menores para tentar resolver o problema com a guarda de Jayminho.

Bruno manda Félix embora do bar de seu pai. Aline explica parte de seu plano para Ninho. Valdirene diz a Murilo e Jefferson que descobrirá como conseguir dicas para ganhar o programa de TV. Valentin cuida de Vivian. Mariah decide visitar Paloma e pensa em como unir a filha biológica ao marido novamente. Valdirene se encontra com Carlito. Gigi fala para Eudóxia conseguir provas contra a esposa de Ignácio. Félix manda seu antigo comparsa denunciar a empresa de silicone que abriu em nome de Tamara.

Globo

Globo

Globo

Globo

SEGUNDA Caetano e Zelândia ficam juntos. Vera e Ronaldo se preocupam com o estado de Giovana por causa da partida de Meg, e João Luiz decide financiar a gravação de um CD demo para a menina. Hernandez se sente fracassado e Ben se preocupa. Giovana tem febre. Abelardo ajuda Bernardete a encontrar um novo trabalho. A turma do musical faz uma apresentação especial e convence Meg a ficar no Brasil. Sofia chega à casa de Caetano, mas Zelândia consegue sair sem que a menina a veja.

ALÉM DO HORIZONTE

OS RESUMOS DOS CAPÍTULOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DAS NOVELAS.

AMOR À VIDA

RESUMO DAS NOVELAS -

Márcio Anastácio - zuadadamidia@odia-al.com.br

SEXTA

SÁBADO


19

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

DIAutos

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

UMA DÉCADA depois, imponente moto retorna ao mercado com visual moderno e motor da Gold Wing; coisa de outro mundo

Honda Valkyrie renasce com aspecto futurista Karina Simões Carros IG

S

e você acha que a Honda já apresentou todas as novidades para o ano de 2013, está enganado. A marca japonesa acaba de revelar nos Estados Unidos a nova Valkyrie 2014, power cruiser que retorna ao mercado norte-americano uma década depois. Estima-se que a motocicleta esteja disponível para venda em abril do ano que vem. Com estilão imponente e volumoso, o característico entre-eixos longo e esbanjando conforto, as power cruisers são praticamente musclecars sobre duas rodas. Representando este segmento, temos no mercado a Triumph Rocket III, a Ducati Diavel, HD V-Rod, entre outras. A primeira Valkyrie foi produzida nos Estados Unidos

entre 1996 e 2003 e era equipada com o motor de de 1.520 cm³ da da antiga GL1500 Gold Wing (que parou de ser fabricada no ano 2000). No ano de 2004, a montadora produziu, em número limitado, a (chocante e volumosa) Valkyrie Rune, já equipada com um propulsor de 1.832 cm³, mesmo motor que equipa a nova versão. Com seis cilin-

dros opostos, o motorzão desenvolve 118 cv de potência e 17 kgfm de torque. O destaque, no entanto, vai para o peso, já que ela enxugou 60 kg em relação à sua antecessora. O design é moderno, com LEDs nos faróis, lanternas e piscas, além de um painel de instrumentos totalmente digital com tela de LCD. Os discos de freio estão maio-

res, com 310 mm, e é oferecida ainda uma versão com ABS. Já os pneus são 130/60R-19 na dianteira e 180/55R-17 na traseira.

Valores ainda não foram divulgados, mas a expectativa é de que o preço fique na faixa de US$ 17 mil para a versão de entrada. As cores disponíveis são preto, vermelho e azul metálico. Apesar do apelo, a Valkyrie não deve ser importada oficialmente pela Honda brasileira.


20

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

PUBLICIDADE

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br


1

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

ESPORTES

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

“CONVÊNIO” entre Corinthians Alagoano e Santa Rita gera desconfiança entre advogados e dirigentes de times alagoanos

A celeuma vai continuar Deraldo Francisco e Marcelo Alves Repórteres

E

nquanto os irmãos Feijó [Gustavo e João] não apresentarem o tipo de negócio que resultou na mudança de nome do Corinthians Alagoano para Sport Club Santa Rita [esta é a razão social] a celeuma vai continuar e muitas perguntas ainda serão feitas. Uma delas diz respeito ao Campeonato Alagoano de 2014. “Essa manobra pode prejudicar o Alagoano?”. Muita gente diz que sim, embora prefiram se esconder. Os grandes times de Alagoas (ASA, CSA e CRB) estão calados diante de toda a celeuma. Há quem diga que eles estejam esperando a hora certa para espernear. Por exemplo, o rebaixamento de um deles, lá para o meio do ano, pode ser o ânimo para a reclamação. A primeira fase do Alagoano garante vaga para a Copa do Brasil de 2015 e, se não for dele a vaga, o ASA pode ser o primeiro a reclamar. Hoje, o CRB tem um motivo especial para não reclamar de nada: o contrato de locação do Nelson Peixoto Feijó, o Nelsão da Via Expressa, campo do Corinthians Alagoano, envolvido nessa história. Já o CSA, como só entra na segunda fase do Alagoano e seu time é uma incógnita, corre o risco de rebaixamento e, assim, pode gritar contra o acordo que se firmou hoje. O Campeonato Alagoano pode ser prejudicado. O que foi colocado pelo próprio João Feijó para a imprensa alagoana é que o Corinthians Alagoano encerra as suas atividades em 2014, aluga as instalações para o CRB e se muda, só com o CNPJ, para a cidade de Boca da Mata. Sendo assim, resolve-se um grande problema de João Feijó: suas despesas param de crescer. Em Alagoas, sabe-se que a situação financeira do Timão da Via Expressa vai de

Manobra pode prejudicar o Campeonato Alagoano de 2014 “mal a pior”. Em Boca da Mata, a Associação Atlética Santa Rita deixa de existir e passa a se chamar Sport Club Santa Rita. Manteve-se o nome da padroeira de Boca da Mata como forma de contemplar os fiéis e devotos da santa. Mas os direitos federativos nas negociações com jogadores, movimentação financeira com renda dos jogos e outros eventos serão administrados pelo pessoal do Corinthians. Do Santa Rita mesmo, só as camisas. Falta os irmãos Feijó [Gustavo e João] dizerem e provarem o tipo de acordo que foi feito entre Corinthians Alagoano e Santa Rita. Sabe-se, de cara, que não foi obedecido o rito da fusão, conforme determina a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Um convênio é permitido, mas não há necessidade de ele ser atrelado ao mandato de Gustavo Feijó na Prefeitura de Boca da Mata. O negócio não está com cara de uma sociedade. Mesmo com toda a arrogância do advogado Flávio Moura, presidente do novo time, de que não tem a obrigação de mostrar nenhum documento, a transparência nas coisas tem a simpatia de todos, independentemente de que lado estejam.

Torcida do Santa Rita foi ao estádio, fez a festa da conquista do título, mas o Santa Rita desistiu de tudo no outro dia

Em Boca da Mata, foi tanta festa para nada Curioso é que essa manobra aconteceu na semana seguinte à conquista, pelo Santa Rita, da Segunda Divisão do Campeonato Alagoano. Na partida final contra o Coruripe, a torcida foi ao campo, fez a festa, os jogadores correram, lutaram, a arbitragem foi acusada de favorecer o time da casa. Após a conquista, houve volta olímpica com a taça,

fotografias com os “heróis da conquista”. No dia seguinte, a diretoria do Santa Rita anuncia, junto à Federação Alagoana de Futebol (FAF) a desistência do acesso, abrindo vaga para o Penedense. Isso enseja a interpretação de que os irmãos Feijó, no dia do jogo, já sabiam de tudo isso. Faltou perguntar à torcida

o que ela acha disso tudo. Em Boca da Mata, não é unânime o apoio a esta manobra.Aliás, esse é assunto chato para se tratar até mesmo entre os dirigentes do Santa Rita, principalmente com Sérgio do Salvador, que passou de presidente do time para “presidente de honra”. Ele perdeu a vaga para Flávio Moura, presidente do Corinthians Alagoano. D.F. / M.A.

Gustavo Feijó – prefeito de Boca da Mata e presidente da FAF – distribui camisetas para a torcida do Santa Rita


2

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

ESPORTES

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

A busca por informações jurídicas bateu à porta da CBF Nesta reportagem, O DIA ALAGOAS foi em busca de informações técnico-jurídicas sobre a existência desse “fenômeno” junto à CBF. Um e-mail foi enviado à Assessoria de Imprensa da entidade na quinta-feira, dia 21, e, até o fechamento desta edição, o jornalista com quem a reportagem contatou por telefone, não tinha dado resposta. Em Alagoas, foram ouvidos dois advogados: Gustavo

Ferreira, na área eleitoral; e Gustavo Dacal, da área desportiva. O DIA ALAGOAS fez o questionamento a um advogado eleitoral devido a uma declaração de João Feijó sobre o caso. “É um convênio firmado com o pessoal do Santa Rita por quatro anos e também está vinculado com o mandato do meu irmão na cidade, que quer fazer uma grande administração e um grande time porque o povo da cidade merece”, disse

João Feijó em matéria publicada na GAZETA DE ALAGOAS, edição de domingo, dia 17 de novembro. “O convênio é legal, mas não pode ser vinculado ao mandato do prefeito. O convênio entre o poder público e o time da cidade deve ser feito com a Prefeitura e não com o prefeito. Isso é ilegal e a Justiça Eleitoral deve atuar no caso”, disse Gustavo Ferreira. Para Gustavo Dacal, o

caso é muito estranho, merece atenção e carece de esclarecimento. Ele desconfia do fato de Gustavo Feijó ser presidente da FAF e prefeito de Boca da Mata (cidade de Santa Rita). “É complicado o presidente da entidade máxima do futebol alagoano ter interesses pessoais e políticos com um time que está disputando o campeonato. Por mais que ele seja isento, haverá sempre uma desconfiança em relação

à arbitragem, horário de jogo, e outros assuntos que vão surgir. Pode até não ser ilegal, mas no mínimo isso é imoral”, disse Gustavo Dacal. Para ele, o Santa Rita foi o time mais prejudicado nesta junção. “Não entendo o fato de o Santa Rita desistir de sua vaga conquistada dentro de campo. Agora, quando quiser voltar, terá que disputar vaga na Segunda Divisão”, comentou o advogado. D.F. / M.A.

Coruripe ficará de “olho” no novo clube e até na arbitragem

João Feijó “convenceu” dirigentes do Santa Rita a desistir do Campeonato

João Feijó disse que convênio está vinculado ao mandato de prefeito do irmão

Murici questiona “fusão” e reivindica vaga na Copa do Brasil O presidente-executivo do Murici, Geraldo Amorim, o Geraldão, disse que ainda não engoliu a história desta fusão. Para o dirigente da equipe alviverde, algumas perguntas teriam ficado sem repostas como, por exemplo, como foi feito o acordo da “junção”? Por que o documento que comprova a “união” não foi divulgado? Geraldão promete ingressar nesta semana com requerimento solicitando explicações

sobre a criação do novo time. O dirigente pretende também solicitar à CBF explicações para a aprovação da junção do Corinthians-AL com o Santa Rita. “Iremos também fazer uma consulta à CBF para obter explicações jurídicas quanto à aprovação da entidade máxima do futebol nacional para a criação do Sport Club Santa Rita”, disse. Geraldão adiantou que caso ocorra alguma irregularidade

irá ingressar com recurso na CBF exigindo que uma das vagas de Alagoas na Copa do Brasil em 2014, conquistada no início do ano pelo Corinthians Alagoano seja do Murici. Na ordem da classificação geral do Primeiro Turno da Primeira Divisão do Estadual deste ano, o Alviverde teve o segundo melhor índice técnico. “Se observarmos que a ‘fusão’ não foi feita dentro da legalidade, após consulta à FAF e à CBF, vamos brigar pela vaga

na Copa do Brasil do próximo ano”, afirmou. Além da dúvida sobre a criação do Sport Club Santa Rita, Geraldão disse que não quer “sofrer por antecedência”, mas afirmou que estará atento ao novo clube no Alagoano do próximo ano, uma vez que o presidente da FAF, Gustavo Feijó, que participou de todo o processo que resultou na “fusão”, é prefeito do município de Boca da Mata. D.F. / M.A.

O novo presidente-executivo do Coruripe, Alfredo Raildo, comunga do mesmo pensamento do mandatário do Murici quanto à suspeita de o Sport Club Santa Rita se beneficiar no Estadual de 2014 por conta de Gustavo Feijó presidir a FAF e ser o prefeito de Boca da Mata. Ele disse que ficará de “olho” no time bocamatense. Alfredo Raildo contou que irá acionar o Departamento Jurídico para qualquer tipo de suspeita de irregularidade que beneficie ou seja praticada pelo Sport Club Santa Rita – tanto nesta “junção” quanto no decorrer da competição estadual do próximo ano, impetrar ação contra o clube bocamatense. “Há com que se preocupar com o Sport Clube Santa Rita. Vários fatores põem o clube sob suspeita de chegar a se beneficiar na competição estadual do próximo ano. O prefeito de Boca da Mata [Gustavo Feijó] é o presidente da FAF. E ainda tem essa história da junção com o Corinthians Alagoano”, disse. D.F. / M.A.


3 redação 82 3023.2092

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

ESPORTES

DIA Esportivo Jorge Moraes diaesportivo@odia-al.com.br

Boa notícia

N

ada melhor do que uma boa notícia no futebol. A tabela da Copa do Nordeste 2014 confirma as estreias de CSA e CRB somente no dia 19 de janeiro, diferente do anunciado inicialmente, que seria dia 12. O que é bom nisso? Os times terão mais tempo para se preparar fisicamente, tecnicamente e até na possibilidade de mais amistosos. O CSA estreia em casa como queria, e o adversário, teoricamente, é o mais forte do grupo: o Bahia, em partida válida pelo Grupo B, que ainda conta com Santa Cruz e o Vitória da Conquista/BA. Já o CRB vai jogar em Fortaleza, contra o Ceará, pelo Grupo C, que conta, também, com Treze/PB e Potiguar/ RN. Entre os dois grupos, mantenho minha opinião em achar que o Grupo B (do CSA) é mais forte na briga pela classificação do que o Grupo C (do CRB). Mesmo assim, futebol é decidido em campo e os últimos resultados dos dois clubes nas Séries C e D do Campeonato Brasileiro, em 2013, já dizem isso. Então, é melhor jogar muita bola, se planejar e buscar os pontos de qualquer maneira.

Contratações no CRB Oficialmente, os dirigentes do CRB não falaram nada, mas entre as novas contratações, pode apostar no meia-armador Walber, que esse ano jogou em Maceió pelo Brasiliense, na Série C. Quanto ao lateral Wagner Diniz, o clube está apenas conversando, mas nada de concreto ainda. Sobre os dois atacantes, o CRB já tem como certos, e com contratos assinados, restando à liberação dos clubes que eles defenderam este ano, além do Tozim que já foi anunciado. Outros reforços, só em 2014.

Contratações no CSA Enquanto isso, no CSA, a diretoria continua esperando a liberação por parte do ASA do atacante Diego Clementino. Também do ASA, pode vir o lateral Chiquinho Baiano. O atacante Uederson, de Santa Catarina, está sendo esperado. Enquanto isso, o lateral esquerdo Santos e o meia-armador Victor Hugo, ex-jogador do clube, já estão em Maceió. Novos reforços poderão ser anunciados a qualquer instante.

Pode ser Dos dois jogadores já dispensados pelo ASA para a temporada de 2014, um interessa ao CSA. Trata-se do lateral esquerdo Chiquinho Baiano, que é um nome muito bem avaliado pelo Departamento de Futebol do time. O próprio dirigente Raimundo Tavares já falou nesse nome. Portanto, quem sabe agora com a dispensa, o jogador não venha a ser conversado. Também acho que para o futebol do CSA no alagoano, ele pode ser bem aproveitado. O outro dispensado pelo ASA foi Milton Junior. Nunca ouvi falar nele.

Campeonato Alagoano Os dirigentes de CSA, CRB, ASA, Murici e Coruripe estão calados quanto à história da união entre Santa Rita e Corinthians Alagoano. Alguns diretores dizem que está muito cedo para o esperneio. Quando janeiro chegar, aí a coisa muda de figura, até porque começa a rolar a bola na competição. Eles acham que existe alguma coisa no ar, além dos aviões de carreira. Uma preocupação vai ser em relação à arbitragem. Em tempo: o prefeito de Boca da Mata e o presidente da FAF são a mesma pessoa. E tem mais: não adianta se afastar da FAF pelo período da competição porque isso não muda em nada. O dinheiro do povo gasto pelo município com o futebol precisa ser muito bem justificado depois com bons resultados. Essa é outra preocupação na cidade. Quem viver até lá verá.

Santa Rita/Corinthians Os dirigentes do Santa Rita/Corinthians já estão anunciando os primeiros reforços do time para o Campeonato Alagoano de Profissionais 2014, com início marcado para 12 de janeiro. Foram divulgados 23 nomes, entre eles, alguns conhecidos como os goleiros Anderson Paraíba (34) e Jefersson (27); o lateral esquerdo Calixto (38), ex-CRB, o lateral esquerdo e meia-armador Marcos Antônio (26), ex-CRB, o meia-esquerda Marcinho (31), ex-CRB e ASA, e o atacante Reinaldo Alagoano (27), ex-CRB. Os demais estão vindo de outros estados. A média de idade do clube, hoje, é de 23 anos. A diretoria quer mais seis jogadores para completar o grupo.

ALFINETADAS... l Vem aí a eleição para a Presidência da CBF. A Revista Veja anunciou que o voto está valendo 100 mil reais para cada presidente de federação; l No Brasil é assim: o futebol é falido e a CBF é bilionária; l É por isso que os caras brigam por Prefeituras, times de futebol e federações; l Se brincar, no Campeonato Alagoano de 2014 vai sair até tapa. Quer apostar? l A primeira boa briga vai ser em Boca da Mata. Só espere!

e-mail redacao@odia-al.com.br

Dirigentes não estão preocupados com celeuma Sabedores das polêmicas em torno da “fusão” do Corinthians-AL com Santa Rita e de possíveis ações judiciais questionando a criação do novo clube, os presidentes-executivos, Flávio Moura, e o de honra, Sérgio do Salvador afirmam que todo o processo de união foi feito seguindo os trâmites legais. Os dirigentes garantem que possuem respaldo jurídico, tanto da Federação Alagoana de Futebol quanto da Confederação Brasileira de Futebol aprovando a fusão. A reportagem de O DIA ALAGOAS solicitou os documentos da FAF e da CBF para reproduzir na matéria, mas

Flávio Moura alegou que não tinha obrigação de atestar legalidade da junção. Já Sérgio do Salvador disse que estava impossibilitado de enviar o documento. “Esta celeuma que se criou para contestar a legalidade do convênio firmado entre o Corinthians Alagoano e o Santa Rita para criação do Sport Club Santa Rita é desnecessária. Todo clube pode mudar sua razão social”, disse Flávio Moura. “Quem quiser impugnar o Corinthians Alagoano pode fazer. A gente fez a união com responsabilidade. Não preciso provar para ninguém que fiz o certo. Qualquer clube que

entenda que é irregular pode ficar à vontade e recorrer, buscando no ´tapetão’. Todos têm direito de ir à Justiça. Só temos satisfação a dar à sociedade de Boca da Mata”. Flávio Moura disse que essa polêmica em torno da junção nunca deixará de existir e já prevê ações contestando a junção. “Terá sempre alguém que vai querer contestar”, disse. Mas o presidente de honra do clube bocamatense revelou que a própria FAF, por meio do presidente Gustavo Feijó, consultou a CBF sobre a aprovação e legalidade da união do Corinthians-AL com o Santa Rita. D.F. / M.A.

Oficialmente o “Santa Rita” ainda não existe Apesar de toda garantia dada pelos dirigentes Flávio Moura e Sérgio do Salvador sobre a legalidade da união do Corinthians Alagoano com o Santa Rita, o “Sport Club Santa Rita” não consta no regulamento do Campeonato Alagoano de 2014. No documento que rege a competição estadual, ao invés do nome “fantasia” do novo clube, há a denominação “Santa Rita Esporte Clube”. O nome no regulamento difere até do antigo que era Associação Atlética Santa Rita. Por enquanto, ainda não foi divulgado qualquer registro

que comprove o surgimento do Sport Club Santa Rita, nem mesmo no regulamento do Estadual do próximo ano. De acordo com o site oficial da FAF, o link do regulamento foi publicado no último dia 12 de novembro, final do prazo dado pela entidade máxima do futebol alagoano para a oficialização da fusão do Corinthians Alagoano e o Santa Rita.

gado com a ascensão do Penedense à elite do futebol alagoano de 2014. O presidente-executivo da equipe de São Luís do Quitunde, João Neto, disse que a união entre o Corinthians-AL e o Santa Rita foi um “arrumadinho” que acabou beneficiando a equipe do baixo São Francisco. D.F. / M.A.

“ARRUMADINHO” Quarto colocado na Segunda Divisão do Estadual desse ano, segundo consta no site oficial da FAF, o São Luiz ainda está engas-

Federação Alagoana de Futebol Rua Zacarias deAzevedo,119,Centro (82) 3326-2015 Site: www.futeboldealagoas.net

Serviço


4

O DIA ALAGOAS l 24 a 30 de novembro a I 2013

ESPORTES

redação 82 3023.2092 e-mail redacao@odia-al.com.br

AMBIENTIS ANGIONEURO: Competição acontecerá entre os dias 29 e 31 de novembro e 4 e 7 de dezembro na Biotênis

Torneio de tênis reúne os melhores do Brasil Marcelo Alves Colaborador

O

As inscrições podem ser feitas na academia Biotênis e também na loja Hall do Tenista, que fica na Pajuçara, próximo à agência da Caixa Econômica Federal. As inscrições custam R$ 50,00 para os competidores que disputarão entre as 1ª e 5ª classes. Já os que irão disputar nas 6ª e 7ª classes, o custo é de R$ 30,00. O sorteio das chaves das 2ª até a 7ª classes será realizado no próximo dia 26 de novembro na academia Biotê-

Eduardo Leite

s melhores tenistas do cenário nacional estarão participando do Torneio Ambientis Angioneuro Open, que será disputado na academia Biotênis, no Residencial Aldebaran, entre os dias 29 e 31 de novembro e 4 e 7 de dezembro. A competição – que será

dividida em sete classes – contará com a presença dos tenistas Thiago Alves, Nicolas Santos, Charles Costa e Ricardo Hocevar. O diretor de competições e organizador do evento, Euzébio Tomaz, informa que as inscrições podem ser feitas até esta terça-feira, dia 26, para as 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª classes. Para 7ª classe, que é a profissional, os atletas terão até a sexta-feira, dia 30, para se inscrever.

Serviço Torneio Ambientis Angioneuro Open Biotênis: Residencial Aldebaran (082) 9909-5200/8867-7621 Site: www.biotenis.com.br Academia Biotênis reunirá cerca de 200 atletas que duelarão pelo título de melhor tenista no Ambientis Angioneuro

nis. A definição da chave da 1ª classe será feita no próximo dia 31 de novembro. 200 ATLETAS Euzébio Tomaz disse que a expectativa é contar com a participação de mais de 200 tenistas do País. Só na categoria profissional, ele espera a presença de 28 atletas na disputa. ALAGOANOS Além da presença de

Thiago Alves, Nicales Santos, Charles Costa e Ricardo Hescever na categoria profissional, Euzébio Tomaz destaca a participação dos alagoanos Adair Cantuário, Henrique Azevedo, Luciano Mangabeira, Paulo Carvalho e André Lyra. “Já entre a meninada, estão as promessas alagoanas Paulo Minuse, Gabriel Barboza, Bruno Calheiros e Arthur Solano”, ressaltou.

O DIA ALAGOAS - Ano 1 - nº 039  

Alagoas l 24 a 30 de novembro I ano 01 I número 039 l 2013 O DIA ALAGOAS é um jornal semanário, no formato berliner, com circulação aos domi...