Page 1

A saúde de sua criança merece a atenção de um especialista  Dr. Mauro Sérgio Fernandes da Silva

Diretor Técnico Mauro Sérgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra RQE 4329

CRM 8789 - Pediatra

Próximo a Colônia de Pescadores

Temos vacina contra gripe

Vacine-se - convênios AMPE, UNIPESCA PASS BRESCEL e SESC Visite o site: http://clinicavidalaguna.wix.com/vida

Fone: 3646-2488 Rua. Voluntário Fermiano. 60 – Laguna SC

O Senhor é meu pastor, nada me faltará

LAGUNA/SC - ANO IXX - EDIÇÃO 1045 - LAGUNA/SC 16/04/2014 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL

Processo seletivo para médicos. Homologação das inscrições A Secretaria de Saúde divulgou o número de inscritos no processo seletivo 003/14, com nomes e vaga escolhida. Ao todo são seis inscritos para médicos clínicos gerais, dois para psiquiatria, um na área de cirurgião geral, um para gastroenterologista, treze inscritos para enfermeiros, dezoito para técnicos de enfermagem e um para auxiliar de consultório dentário. A prova será realizada neste sábado (19),

na escola Almirante Lamego – Ceal, das 8h30 às 10h30. As inscrições foram encerradas na última semana. O edital completo está disponível no Diário Oficial do Município e no link Publicações do site (http://www.laguna. sc.gov.br/publicacoes.php). O resultado oficial da prova escrita e prova de títulos, após os pedidos de recursos, será publicado no dia 23 de maio.

Choro a Quatro circula o estado no Circuito Sesc de Música O grupo Choro a Quatro, formado pelos músicos Luiz Sebastião (violão sete cordas), Fábio Mello (flauta e saxofone), Fábio Carlesso (guitarra semiacústica) e Daniel Moura (bateria e percussão), realiza turnê por 13 cidades catarinenses no Circuito Sesc de Música.Em Laguna acontece quinta-feira (17/04). O quarteto inova ao unir a estrutura do choro tradicional à sofisticação harmônica da bossanova, com arranjos pouco prováveis, mas sem perder a linguagem e as principais características

do choro. O show reúne músicas de autoria do violonista e chorão Luiz Sebastião, músico que embasa suas composições nas matizes da música popular brasileira, tendo como referência os mestres do choro Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth. O repertório transita da mazurca ao baião, passando pela polca e pelo samba, peças instrumentais que revelam toda a brasilidade deste fenômeno musical chamado choro. Em Laguna: 17/04, às 19h30, na União Operária (Rua Santo

Laguna: 3646-5123 / 9926-6333 Braço do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

Paixão e Morte de Cristo com o Grupo Terra 18 de abril, às 21h, será encenada a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo pelo Grupo Terra, na praça Anita Garibaldi. (Página 09)


LAGUNA/SC 16/04/2014

NOSSAS UTOPIAS Atanazio Lameira

lameira00@hotmail.com

 Eu falo você não entende  A gente ouve tanta besteira. Tanta gente falando. Tantos políticos inescrupulosos mentindo escancaradamente sem sua cara ficar vermelha. O Jô Soares tinha um personagem que repetia o bordão: “fica vermelha cara sem vergonha”. Alguns políticos sem preparo algum – vive confabulado – através de palavras desconexas – sem respaldo na realidade. O bom e velho Cazuza – em canção disse: “sua piscina está cheia de ratos, suas palavra não correspondem aos fatos”. Seus discursos não têm base lógica. Não conseguem responder nada de forma clara. Triste do povo – que também tem sua parcela de culpa nesta verdadeira desgraça político-eleitoral.  Mecanismo de soco  Você já olhou para si? Já fez uma reflexão? Uma espécie de balanço de sua vida. Você já pensou que tudo poderia ser diferente se ajudasse um pouco na mudança pretendida? Ou ficou apenas nos planos. Teve medo de ousar. Queria mais não queria muito – como se diz na gíria. Até culpou os pais – a vida – a conjuntura, enfim. Para seu consolo – você é normal – apenas vive um dilema. Não há culpados nesta seara da vida. Precisamos criar em nós mecanismos de socorro. Aqueles que nos ajudam no momento de fraqueza – indecisão. Quando recorremos a amigos – sempre acharemos muitas respostas – mas à resposta final, a definitiva, não pode ser atribuída à outra pessoa, que não seja a própria, que sofre a ação naquele momento. Conselhos às vezes não ajudam – e o que é pior atrapalharam. A decisão é sua. Por isso pode ser acertada ou um grande equívoco, mas não há outra maneira – temos que correr o risco – isto é a vida. Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

EXPEDIENTE

Fundado em 29.07.1995 Direção Geral: PAULO SÉRGIO SILVA JORNAL O CORREIO. LTDA. ME. C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375 Redação e Administração: Rua Voluntário Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC Número Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00 Tiragem: 1.000 exemplares Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores. Circulação quartas-feiras e aos sábados : Laguna, Pescaria Brava, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes e Imaruí. E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net Este jornal é filiado:

O CORREIO P. 02

artigo

Reinventando o Profissional

Lidar com as ameaças TES, mas sim gostavam de outros esportes e o mais radical deles era o Skate. O mercado se faz através de um tripé: consumidor, concorrente e fornecedor. No caso citado é claro que o nosso empreendedor teria sérias dificuldades de ter sucesso no segmento escolhido inicialmente. Casos como este são comuns em nosso país, já que a maioria de nossos candidatos a empreendedores não gosta de pensar, pesquisar e ter paciência. Primeiro procuram acontecer para depois planejarem. Para que seu sonho de montar um negócio não se torne em pesadelo responda uma pergunta que considero fundamental para análise e decisão: quais são as ameaças para o meu negócio? Pois todo negócio tem riscos, tem pontos fracos, tem ameaças e não adianta ser bom em produção, estar motivado e não conhecer gestão, vendas, compras... Costumo dizer que no papel você pode quebrar, na vida real... dói muito, principalmente para quem tem recursos limitados. Para finalizar, o nosso amigo resolveu dar um tempo, está fazendo um bom plano de negócios, um planejamento estratégico e alguns cursos de capacitação. Mudou o foco e deverá abrir um restaurante, ainda não sabe para que público, mas está aguardando a pesquisa para definir. Está pensando. Pensem nisso você também!!! Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

Quando um candidato a empresário me procura para obter informações sobre o negócio que pretende abrir, normalmente, faço perguntas que o fazem pensar, pois este é o grande segredo para quem deseja alçar vôos no mercado altamente competitivo de hoje. Um exemplo disso aconteceu com um senhor que queria montar uma loja de artigos para surf. Perguntei-lhe o por quê e ele me respondeu que na sua cidade não havia nenhuma loja que atendesse este tipo de consumidor. Voltei a questioná-lo sobre o motivo que não havia, seria ele tão esperto que foi o único a perceber este nicho de mercado em sua cidade/região? Baseado nisso, este senhor realizou uma pesquisa detalhada de mercado e descobriu algumas coisas interessantes: 1.Sua cidade não está no litoral - embora exista uma praia famosa a cerca de sessenta quilômetros de distância; 2.Nesta praia já existem lojas que vendem marcas famosas de surf e os amantes destes esportes por questão de vaidade compram num lugar famoso ou pelo ao menos conhecido da galera; 3.Os fornecedores não se interessam em abrir mercado em cidades que não têm um perfil mínimo desejado; 4.O surf não era praticado pelos jovens de sua cidade, seu público alvo inicial e supostos CLIEN-

Hora do cafezinho Paulo Sérgio Silva

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, marcou para o próximo dia 29 a votação da proposta que atualiza a Lei do Supersimples. O anúncio foi feito em comissão geral do Plenário que discutiu o Estatuto da Micro e Pequena Empresa. O prefeito de Pescaria Brava, Antônio Avelino Honorato Fillho, participou na noite de quintafeira, 10, da cerimonia de lançamento do edital para a contratação da empresa que irá executar as obras de construção do acesso norte ao município de Tubarão. Acompanhado do presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Everardo Cardoso Martins, e dos vereadores Marciano Costa e Janaina Botega, o prefeito conversou com autoridades e o Governador Raimundo Colombo. No contato reivindicações múltiplas para o município de Pescaria de Brava, recém criando, que clama por uma atenção maior

O Conselho Municipal de Turismo de Imbituba - Comtur, está preparando propostas para que ações de envolvimento com a comunidade e apelo turístico sejam realizadas na Semana Nacional da Baleia-Franca, em setembro. O conselho fará uma reunião com as secretarias do Governo de Imbituba para envolver todos os setores na programação do evento. O objetivo é tornar a data uma referência para a população e também para o turismo. De acordo com o presidente do conselho, Romeu Pires, a semana é um evento muito importante para a cidade. “Temos o título de Capital Nacional da Baleia-Franca precisamos honrá-lo. Existem muitas atividades que podem ser feitas além do passeio embarcado - proibido neste momento - como observação por terra, concursos, passeios orientados, palestras e atrações musicais. O Comtur quer abraçar a Semana Nacional da BaleiaFranca e preparar, juntamente com a prefeitura, uma programação que envolva os nossos munícipes e atraia também turistas, movimentando pousadas, hoteis, restaurantes e comércio”, afirma. Finalmente as obras revitalização e adequação do Mercado Público de Laguna começarão nos próximos dias. A assinatura da ordem de serviço foi realizada na segunda-feira (14), em frente ao prédio, no centro histórico. Com previsão para ser feita em dois anos, a obra está avaliada em R$3.779.742,16.

Advocacia & Assessoria

Dr. Victor Baião Pereira OAB/SC 15.896

Causas cíveis: ações possessórias, indenizatórias e de família. Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882


LAGUNA/SC 16/04/2014

O CORREIO P. 03

A LEI DE COTAS E A EDUCAÇÃO BRASILEIRA Por Luiz Carlos Amorim – Escritor Http://luizcarlosamorim.blogspot.com.br

A Lei de Cotas para o Ensino Superior, de nº 12.711 de 29 de agosto de 2012, regulada pelo Decreto 7824-12 e normatizada pela Portaria 18-2012, polêmica desde que inventaram as cotas, continua dividindo opiniões. Segundo ela, as Universidades e Escolas Técnicas Federais devem reservar 50% das vagas em cada curso e turno de graduação para estudantes que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas. Desses 50% reservados, metade será destinada aos estudantes que venham de famílias com renda per capita inferior a 1,5 salário-mínimo. Nas duas partes reservadas, serão garantidas vagas para os auto-declarados pretos, pardos e indígenas, proporcionalmente à população deles no estado onde estiver localizada a instituição de ensino, conforme último censo do IBGE. Essa reserva e distribuição de vagas aplica-se, também, às instituições federais de ensino técnico de nível médio para os alunos que cursaram todo o ensino fundamental em escolas públicas. Parece resolver todo o problema dos estudantes de família muito pobre que não tinham acesso à graduação, ou seja, ao ensino superior até então, mas não é bem assim. Infelizmente, acaba-se criando mais discriminação racial. Uma em cada duas vagas nas universidades públicas será ocupado através de cotas, mas isso não conseguirá mascarar a péssima qualidade de nosso ensino. Dar acesso, simplesmente, a alunos menos favorecidos, não melhorará o ensino fundamental e o médio automaticamente. Será preciso investir na educação, para que todos os estudantes, sem exceção, possam se sair bem em um curso superior. A Lei tem uma tabela progressiva de aplicação de percentuais por ano, que iniciou em 2013, até atingir os cinquenta por cento, coisa que acontecerá em 2016. Então, até 2013, os estudantes que queriam ingressar na universidade pública, as federais e estaduais, só conseguiam isso fazendo bons cursos pré-vestibulares, que são bem caros. O que fazia com que, praticamente, só aqueles estudantes de famílias mais bem “situadas” financeiramente conseguissem passar nos vestibulares. E por quê? Porque o nosso ensino fundamental e também o médio estão sucateados, num processo de falência que já vem de há algum tempo. Algumas escolas públicas não têm a manutenção que precisam, não têm o equipamento necessário, os professores não tem atualização na qualificação, não são bem pagos, o conteúdo programático vem sendo reduzido não é de hoje. Com tudo isso, a qualidade da nossa educação vem caindo assustadoramente e com um ensino deficiente, os egressos da escola pública têm dificuldade para passar nos vestibulares. Agora, além do Enem, que se transformou em um grande vestibular, mas com sucessivos escândalos na sua organização, tem se revelado mais um fiasco do nosso governo no tocante à educação, existem as cotas. Mas entrando através de cotas, com uma base fraca, os estudantes conseguirão acompanhar e terminar o curso superior, graduando-se? O governo diz que sim, mas dá pra confiar no que ele diz? Como já disse, possibilitar a entrada de estudantes de baixa renda e de negros, pardos e indígenas na universidade, faz com que o poder público tenha de providenciar, também, a melhora do ensino fundamental e médio públicos. Sim, para que os alunos que compõe o contingente das cotas da lei 12.711 possam usufruir do seu acesso ao ensino superior, com capacidade e oportunidade de se manterem na universidade, de acompanhar os estudos de graduação, a educação brasileira tem que ser reestruturado, precisa recuperar a sua qualidade. O próprio governo cria, assim, mais uma necessidade de repensar e resgatar a qualidade do ensino público e não pode deixar passar essa oportunidade. Educação é a base de tudo e um povo sem educação está fadado à miséria. Então temos que cobrar o poder público para que dê a devida atenção à educação, que administre com seriedade nossas escolas públicas, para que saiamos desse retrocesso em que nos encontramos. Nós os elegemos para isso e não para cuidarem de interesses próprios e ficarem ricos as nossas custas.

As boas do Fernandinho O pai e o filho estão se preparando para pescar juntos, e o pai pergunta: — Filho, está pronto para a diversão? O filho responde: — Estou, mas a gente não ia pescar antes?  Duas mulheres conversam no cabeleireiro: — Nossa, que anel bonito! É diamante? — Não, ganhei do meu marido mesmo!  A garota totalmente nua entra num bar e pede um uísque. O barman despeja a bebida num copo, entrega-lhe e fica olhando fixamente para o corpo dela. Ela começa a bebericar o uísque e o barman, continua firme com os olhos em cima dela. Até que ela não aguenta: — O que foi? Nunca viu uma mulher nua? E ele, todo polido: — Claro que sim! Só estou curioso para saber de onde você vai tirar o dinheiro para pagar a bebida!  Duas amigas conversam: — Querida, por que será que os homens preferem as virgens? — Claro, meu bem — responde a outra -, que é porque eles são incapazes de suportar críticas.

Certo Padre recebia um jantar de despedida pelos 25 anos de trabalho ininterrupto à frente de uma paróquia. Um político da região e membro da comunidade foi convidado para entregar o presente e proferir um pequeno discurso. O político se atrasou. O sacerdote, então, decidiu proferir umas palavras: "A primeira impressão que tive da paróquia foi com a primeira confissão que ouvi. Pensei que o bispo tinha me enviado a um lugar terrível, pois a primeira pessoa que se confessou me disse que tinha roubado um aparelho de TV, que tinha roubado dinheiro dos seus pais, também tinha roubado a firma onde trabalhava, além de ter aventuras amorosas com a esposa do chefe. Também em outras ocasiões se dedicava ao trafico e a venda de drogas e para concluir, confessou que tinha transmitido uma doença à própria irmã". "Fiquei assustadíssimo... Mas com o passar do tempo, entretanto, fui conhecendo mais gente que em nada se parecia com aquele homem... Inclusive vivi a realidade de uma paróquia cheia de gente responsável, com valores, comprometida com sua fé e desta maneira tenho vivido os 25 anos mais maravilhosos do meu sacerdócio". Justo nesse momento chega o político, e foi lhe dado a palavra para entregar o presente da comunidade, prestando a homenagem ao padre. Pediu desculpas pelo atraso e começou o discurso dizendo: "Nunca vou esquecer do dia em que o padre chegou à nossa paróquia... Como poderia? Tive a honra de ser o primeiro a se confessar com ele ..." Moral da história: Nunca chegue atrasado.

Arquivo fotográfico e texto de

Dalmo Faísca A festade de Nossa Senhora dos Navegantes. Na década de 30 a procissão conventrava fiéis na Rua da Praia

Fone: 3644-3959 Leia e assine

SALGADOS TÍPICOS GRAÇA RODRIGUES Salgados típicos açorianos de Laguna, Casquinha de Siri, Camarões Recheados . Tratar: Av. João Pinho, 756 – Mar Grosso Fones: 3647-1710 e 9986-1141.

Aceitamos pedidos para pronta-entrega


O CORREIO P. 04

LAGUNA/SC 16/04/2014

Comitiva da AMUREL se engaja em mobilização nacional em defesa dos municípios

NOTÍCIAS DO HOSPITAL DA LAGUNA Hospital adquiriu uma autoclave

No dia 07 de abril, o Hospital recebeu a autoclave de 200 litros, comprada com recursos repassados pela Secretaria de Estado da Saúde. O convênio, no valor de R$ 70 mil, foi conseguido, graças ao apoio do vereador Roberto Carlos Alves e do deputado estadual José Milton Scheffer, a quem a direção do Hospital também agradece. Autoclave é o equipamento responsável pela esterilização dos materiais de todos os setores hospitalares. Até então, o Hospital dispunha de um equipamento bastante antigo e com capacidade para apenas 100 litros. A nova aquisição proporcionará muito maior economia e segurança nos procedimentos realizados. Hospital da Laguna promoveu “noite da gratidão”

No dia 10, às 19:30 h, no Centro Cultural Santo Antônio dos Anjos, foi realizada mais uma “noite da gratidão”, onde 71 pessoas e entidades receberam o título de “Amigo do Hospital da Laguna”. Também foram entregues títulos de “Sócio Honorário” a três pessoas que dedicaram parte de suas vidas ao Hospital – a funcionária aposentada Vera Lúcia Batista, a enfermeira Karin Giovanella e o médico Dr. Airton dos Anjos de Moraes. O Funcionário Destaque de 2013, Marcos Antônio Andrade, também foi homenageado. Entre as autoridades homenageadas, estavam o tivemos o deputado federal Ronaldo Benedet, os deputados estaduais José Milton Scheffer e Ismael dos Santos, o prefeito de Pescaria Brava Antônio Honorato e a Secretária Estadual de Saúde Tânia Eberhardt. O evento contou com a apresentação musical de Maycon Viana Domingos, técnico em enfermagem do Hospital. No final, foi feito o corte do bolo de aniversário e servido um coquetel.

Estado liberou recursos para climatização da UTI No último dia 11, a Secretaria de Estado da Saúde efetuou o repasse de R$ 300 mil para o Hospital da Laguna, a serem utilizados na climatização da UTI. O convênio, intermediado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional da Laguna, havia sido assinado em fevereiro, mas, devido a problemas documentais, o Hospital não pôde receber o recurso antes. Nesta fase da implantação da UTI, é preciso destacar o especial apoio do deputado estadual Manoel Mota, do Secretário Adjunto da Saúde Acélio Casagrande, do vice-governador Eduardo Pinho Moreira e do governador Raimundo Colombo, a quem a direção do Hospital muito agradece.

U

ma comitiva de prefeitos da região da Amurel, chefiada pelo presidente da Associação de Municípios da Região de Laguna – AMUREL, Moacir Rabelo, e pelo diretor executivo da entidade, Celso Heidemann representou a região em ato que ocorreu na manhã de sextafeira (11), na Assembleia Legislativa. Foram mais de 80 participantes entre prefeitos, vice-prefeitos, secretários, diretores de executivos das associações de municípios, deputados, promotores e autoridades de diversas regiões do estado. O mote do encontro foi a busca de meios e alternativas que possam levar a uma mudança da situação dos municípios, especialmente no aspecto financeiro. O movimento

municipalista clama pelo aumento das Transferências Constitucionais e pelo fim da aprovação de leis atribuídas aos municípios sem a devida indicação da fonte de financiamento. "Cada dia aumenta a responsabilidade, é um programa novo, ESF, Cras, Creas, agentes de Saúde, pisos salariais, sem contrapartida financeira para fazer frente a essas despesas que aparecem, temos que nos organizar, a Fecam tem esse papel importante, mobilizando os prefeitos junto com a CNM e associações de municípios para buscar a sensibilidade do governo federal, dos deputados, para que possam sentar à mesa e discutir quando criar leis que venham auferir diretamente as finanças dos municípios", explica o presidente da Fecam, o prefeito de Taió, Hugo Lembeck. O presidente mostrou aos participantes os motivos que estão levando os municípios à falência, durante coletiva concedida à imprensa, ato que abriu o evento organizado pela Fecam em nível estadual. O ato de protesto faz parte da campanha "Viva o seu Município", deflagrada pela Confederação Nacional de Municípios - CNM. As manifestações ocorreram em todas as capitais do Brasil, durante todo o dia, como uma forma de informar as dificuldades enfrentadas pelos municípios e sensibilizar a sociedade.

O deputado federal Esperidião Amin, recém eleito coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense

Motivos da Crise • Deterioração do FPM - Em 1989 o recurso do Fundo de Participação dos Municípios representava 15% do total da receita administrada pela União. Em 2012, esse percentual foi para 10% do total administrado. O que mostra que o recurso do Fundo vem diminuindo em relação a receita total arrecada pelo governo federal. • Desoneração do IPI e do Cide - O impacto sobre o FPM pela desoneração do IPI (imposto que compõe o FPM) foi de R$ 368,73 para os municípios catarinenses, entre 2009 e 2013. Referente ao Cide (que zerou a alíquota em 2013), os municípios perderam mais R$ 55,87 milhões no mesmo período. • Restos a pagar - Em 2013, os municípios tinham R$ 956,702 milhões em Restos a Pagar inscritos e vigentes. Projetos entregues e analisados pelo governo federal, mas que não tiveram os recursos liberados. • Financiamento da Saúde - Por lei os municípios devem investir 15% de suas receitas em educação e os Estados 12%, enquanto a União aplica o crescimento nominal do PIB de dois anos anteriores - o que vem representando cerca de 5%. No entanto, os municípios vêm sendo obrigados a investir muito mais, em 2012 a média dos investimentos em saúde dos municípios catarinenses foi de 20,68% de suas receitas. • Programas federais e estaduais que não são atualizados e recaem sobre os municípios. Exemplo é o Programa Saúde da Família, onde os municípios têm arcado com 66% dos custos para o módulo 1 e 77% para o módulo 2. Além disso, Câmara e Senado têm legislado criando despesas para os cofres municipais sem identificar novas fontes de recursos. Como a Lei que instituiu o Piso Nacional do Magistério que gerou um impacto de R$ 212,6 aos municípios catarinenses no ano de 2012. Para reverter esta situação, as reivindicações tem foco no equilíbrio da partilha tributária no país, no fim das desonerações sobre a parte dos impostos compartilhados que cabem aos municípios e no fim da aprovação de atribuições aos municípios sem a indicação da fonte de financiamento. Desta forma, dando mais fôlego aos municípios, que é o ente mais destacado na execução das políticas públicas.

na bancada federal foi uma das autoridades presentes a se pronunciar. Com seu habitual bom humor, citou uma história que lhe contaram sobre um político gaúcho, chamado Flores da Cunha (que dá nome à cidade), que perdeu todos seus bens materiais ao fim da vida. Quando perguntado sobre o que o levou a esta situação, respondeu, resumidamente: “Foram as namoradas, ligeiras demais; e os cavalos, lerdos demais”. Esperidião aproveitou esta história para fazer uma analogia ao sistema político brasileiro. “Quando é pro município conquistar alguma coisa, os entraves são imensos, a morosidade enorme, mas quando é para nos tomar alguma coisa, a agilidade é impressionante”, disse.

Reivindicações

• Aumento de 2 (p.p) do FPM, que passe de 23,5% do que é arrecadado sobre o IPI e o IR para 25,5%. O que significaria um aporte de R$ 288,912 por ano para Santa Catarina. • Participação, em até três anos, dos municípios em 10% sobre contribuições não partilhadas (IOF, CSLL e COFINS), seguindo as mesmas regras das transferências previstas para o FPM com aplicação gradativa de 2% ao ano até chegar ao total de 10%. O que representa um aporte contínuo de R$ 1,33 bilhão ao ano para os municípios de Santa Catarina ao final de cinco anos. • Reequilíbrio do Pacto Federativo em até 10 anos. Alteração do dispositivo da Constituição de 1988, unificando as propostas de emendas constitucionais a respeito das receitas tributárias, aprovando uma reforma constitucional que reequilibre o pacto federativo, assegurando 45% das receitas tributárias à União, 25% aos Estados e 30% aos Municípios. • Reformulação da Lei Complementar 116/2003 incluindo novas atividades à lei atual, alterando as operações de leasing e operações de cartão de crédito e débito. • Desonerações do IPI apenas da parcela da União. • Encontro de contas das dívidas previdenciárias. • Apreciação pelo STF da Lei 12.734/2012, que redistribui os royalties do petróleo e do gás. De 1º de janeiro de 2013 até 11 de abril de 2014, mais de R$ 42 milhões deixaram de entrar na conta dos municípios catarinenses. • Fim da aprovação de atribuições aos municípios sem a devida indicação da fonte de financiamento.


O CORREIO P. 05

LAGUNA/SC 16/04/2014

Artigo do Senador Luiz Henrique da Silveira

O homem cordial Em 1936, Sergio Buarque de Holanda publicou um livro essencial à compreensão do caráter brasileiro. No seu “Raízes do Brasil”, o pai do Chico (como, lamentavelmente, o autor é hoje mais conhecido) Buarque de Holanda assinala a personalidade pacífica e solidária, que predomina (predominava?...) no jeito de ser brasileiro.

Na verdade, o Brasil é um raro País onde as transformações políticas, econômicas e sociais processaram-se sem violência. Evoluímos do Império à República sem o custo do sangue nacional, o que confirma a tese firmada no “Raízes do Brasil”. O que plasma o caráter nacional? Evidentemente que são as heranças culturais portuguesa, indígena e negra. São três povos intrinsecamente pacíficos. Deles herdamos a bonomia que caracterizava o povo brasileiro na época em que foi publicado o célebre livro. Nasci em 1940. Tive uma infância lúdica, onde a rua, sem carros, era o nosso “Playground”. Ali, marcávamos com duas pedras o local da trave, e jogávamos futebol. Ali, esticávamos uma corda, de um lado para o outro, e disputávamos partidas de vôlei. Ali, armávamos uma “casinha” triangular com gravetos, e disputávamos os 24 pontos da partida de taco; ali, fazíamos rolar as bolinhas de gude. Ali, soltávamos pandorgas e pipas. A nossa rua era um grande jardim de infância! Nossas casas, sem tranca, eram a nossa segurança. Nossos vizinhos, sem TV, conversavam, na calçada, até altas horas. E o comerciante confiava nos compradores, assinalando-lhes, no caderno, as compras, a serem pagas no fim do mês. Nossa escola ficava a uns dez quilômetros. Pequeninos, íamos a pé, sem medo de abusos e sequestros. Aquela vida era, realmente, a do brasileiro cordial, afetivo, solidário. A violência, que entrou nas nossas ruas, veio de fora, impulsionada pela droga, que, também, veio de fora. Não é uma obra nacional; é importada de países que foram construídos à base de brutalidades, genocídios, guerras fraticidas. Estamos sendo impregnados por essa violência estrangeira. Ela está nos filmes que assistimos. Sempre comparo a cena final do “High Noon”, o célebre filme de John Ford, que chegou a nós com o título “Matar ou Morrer”. Ele culmina com um duelo, em que o mocinho mata o bandido com um só tiro. Hoje, os heróis acionam supermetralhadoras que matam milhares com uma só rajada; e canhões manuais que fazem ir para os ares tudo o que vem à sua frente. A mesma metamorfose processou-se nos desenhos infantis. Antes eram os inocentes filmes da Disney, marcados por figuras doces como Branca de Neve e os Sete anões; ou pelas viagens mágicas de Peter Pan; e por figuras benfazejas como o Popeye, o Zé Carioca, o Mickey Mouse e o Pato Donald. Hoje, predominam personagens estranhas e violentas, em filmetes que levam as crianças à irritação e desobediência. As cenas comuns de crimes, que a TV mostra todo o dia, expõe uma nova face do brasileiro, que é, no entanto, superficial. No fundo, contudo, o que ainda predomina é a cordialidade, marcada nos milhões que aclamaram o Papa Francisco, no Rio de Janeiro, durante o Festival da Juventude.

Ordem de serviço do Mercado Publico é assinada

“É um sonho realizado”, afirma o prefeito Everaldo dos Santos ao assinar a ordem de serviço de revitalização e adequação do Mercado Público de Laguna, na tarde desta segunda-feira (14). A obra começará nos próximos dias e tem previsão para ser feita em dois anos. A revitalização e adequação do prédio está avaliada em R$3.779.742,16.

De acordo com o prefeito Everaldo dos Santos, o novo prédio é uma grande oportunidade para alavancar a economia da cidade, contribuindo para o comércio e o lazer do município “Será um modelo para todo o sul do estado, mais uma conquista do povo lagunense. Nossas famílias poderão desfrutar desse espaço, com uma vista e estrutura maravilhosa, aproveitando nossa culinária, nossa venda de pescados, frutas e verduras”, conta o prefeito. Os comerciantes já desocuparam o local em janeiro deste ano. Durante este período, a Fundação Lagunense de Cultura, responsável pelo acompanhamento da obra, aguardava uma liberação do Ministério da Cultura. Segundo o presidente da Fundação Lagunense de Cultura, Leonardo Pascoal, a obra é destinada ao povo lagunense. “Temos que agradecer aos demais envolvidos e a paciencia dos comerciantes locais que acreditaram na necessidade e importância da revitalização. Fizemos o máximo e impossível para dar início à essa obra para nossos lagunenses e turistas”. Para o chefe de escritório do Iphan de Laguna, Vladimir Stello: “É uma grande satisfação dar início à essa obra que será um grande ícone. Essa é uma data que vai ficar gravada na história da cidade”, ressalta. A comerciante Maria das Dores Pavanate, conhecida como Dorza, trabal-

hou no Mercado Público durante 32 anos. “É um grande sonho ver esse lugar ganhando vida novamente. Sou conhecida pelos meus salgados de camarão, pela bebidas geladas e por todos esses anos de trabalho. Hoje, com 68 anos, ver o início dessa obra é uma grande emoção”, afirma. Após o término da obra, o Governo Municipal deverá licitar os novos boxes do espaço. A revitalização: Com o intuito de resgatar o que foi perdido ao longo do tempo, o Mercado Público será revitalizado e passará a contar com áreas de lazer para os lagunenses e turistas, tendo atividades como oferta de frutas, verduras e peixes frescos, além de ser ponto de encontro de amigos para jogar conversa fora e apreciar o sol às margens da lagoa. Os recursos são do BNDES. Anterior à primeira construção do final do século XIX, todo o comércio da cidade era feito dentro das canoas, onde os comerciantes vendiam seus produtos à beira do cais. De acordo com o projeto de Restauração e Reabilitação, realizado pela empresa Arte Real, através de Licitação do Iphan, a obra reconstituirá a edificação construída em 1958. O novo Mercado Público trará elementos de características marítimas, tanto no interior quanto exterior da edificação, tendo detalhes que remetem a cultura local. Serão

Fotos: Marco Bocão

construídos novos boxes, sanitários e lojas de artesanato. O espaço contará com um restaurante na parte superior, um mirante com vista para todo o centro histórico e decks com 12 metros de avanço para a lagoa Santo Antônio dos Anjos. História do mercado Ano de 1897, a comunidade de Laguna utilizava o Mercado Público para abastecer as suas residências. O prédio construído por Antônio Pinto da Costa Carneiro ficava nas margens da lagoa Santo Antônio dos Anjos, onde hoje está a Praça Paulo Carneiro. Pela rua da Praia, atual rua Gustavo Richard, o povo chegava até o Mercado, para comprar frutas, verduras, carnes e grãos. Os peixes eram vendidos numa pequena banca ao lado do prédio. No espaço tinha açougue, armazém de secos e molhados, banca de frutas e verduras, com mais de 20 locais. Ao lado uma fonte de água, vinda por canos da Fonte da Carioca abastecia quem frequentava o

Mercado. Período de 1910, começa um trabalho de aterro das margens da lagoa, a água avançava pela província, a obra era para reter a força da maré. Num domingo chuvoso e com vento sul, do dia 20 de agosto de 1939, um incêndio assusta a cidade. Eram 23h, o fogo destrói o Mercado. Na época, o secretário de Justiça do Estado, Ives de Araújo, apontou como um incêndio criminoso. No ano de 1940, as ruínas do prédio incendiário foram derrubadas. Começa um trabalho de transformação da orla marítima com a construção do atual mercado. No ano de 1956 o atual mercado começa a ser erguido, no mandato do então prefeito Valmor de Oliveira. Os recursos vieram do poder público e também de empréstimos bancários. No ano de 1958 é inaugurado o prédio com tons de rosa claro e cor de cal. No primeiro piso funcionava o Mercado Público. No segundo andar a Câ-


LAGUNA/SC 16/04/2014

O CORREIO P. 06

Maria Izabel Siqueira

O viajante Um homem, tendo que fazer uma viagem, preparou-se como melhor lhe convinha. Teria um longo caminho pela frente, quase cem anos, e, neste tempo, enfrentaria muito sol, muita chuva, muito frio, enfim, inúmeros obstáculos. Achava que nada poderia detê-lo. Para a sua caminhada, tomou: calçados, roupas, chapéu, enfim, tudo o que achava necessário. E tudo era novo. Pensou em seu destino e em tudo de valor que achava possuir. Abriu sua mochila, e, nela colocou tudo, achando que, se não os usasse no seu dia a dia, ao final, teria tudo a seu dispor, quando quisesse. E novo. Colocou tudo às costas e partiu. Ao longo de sua vida, após varias trilhas, viu-se cansado e não pode continuar. Estava exausto. O peso às suas costas, com o seu tesouro, já lhe era insuportável. Seus pés, rachados e sangrando, seu corpo surrado e frágil, sua cabeça ferida e seu pensamento, sem direção. Olhou para os seus pés e para seu calçado. O sapato continuava novo, e seus pés acabados. Tomou a sua roupa nova e tocou o seu corpo velho e dolorido. Levantou o seu chapéu novo e tentou colocá-lo em sua cabeça inchada. Faltava muito para chegar ao topo, e tudo que possuía novo, tal como preservou, de nada lhe servia agora. Pensou em abandonar tudo. Já havia abandonado no princípio. Em silêncio e pela primeira vez, concluiu que: Se tivesse utilizado o seu calçado, ele estaria velho; mas seus pés, doloridos, apenas. Se tivesse se vestido, sua roupa estaria rota; mas seu corpo não. Se tivesse usado o chapéu, ele estaria com sua aba caída; mas sua cabeça, não, por estourar de dor. Refletiu e reconheceu que ali estavam os seus verdadeiros amigos, para servi-lo a todo instante, porém, tentando somente preserválos, não permitiu que eles participassem de sua vida. Por isso, lembre-se de que os seus amigos, não querem estar somente em sua mochila: como o calçado, a roupa, o chapéu, como um fardo. Querem é estar contigo, em toda a sua jornada, mesmo que cheguem desgastados, sujos, cansados, porém, certos de que, de algum modo, aliviaram a sua dor, seu sacrifício e participaram de sua alegria, e chegaram ao fim... TODOS JUNTOS! Pense nisso

DESFILE Apresentação da Coleção Outono Inverno 2014 Masculino e Feminino Dia 19/04 Inicio 10:00 horas

Ki Lojão Mulher

Nosso setor de compras sempre moderno e atualizado, com grandes marcas, preparado para vestir da menina mulher a senhora com elegância e conforto.

Coleção Outono Inverno 2014 Modelo Michele Bitencourt Produção Jamille Poluceno Fotografa Dill Bergmann Locação Ki-lojao - Tudo por Você

Oração de Páscoa

Páscoa significa renascimento, renascer. Desejo que neste dia, em que nós cristãos, comemoremos o seu renascimento para a vida eterna, possamos renascer também em nossos corações. Que neste momento tão especial de reflexão, possamos lembrar daqueles que estão aflitos e sem esperanças. Possamos fazer uma prece por aqueles que já não o fazem mais, porque perderam a fé em um novo recomeçar, pois esqueceram que a vida e um eterno ressurgir. Não nos deixe esquecer que mesmo nos momentos mais difíceis do nosso caminho, tu estas conosco em nossos corações, porque mesmo que já tenhamos esquecido de ti, você jamais o faz. Pois, padeceste o martírio da cruz em nome do Pai e pela humanidade, que muitas e muitas vezes esquece disso. Esquecem de ti e do teu sacrifício Quando agridem seu irmão, Quando ignoram aqueles que passam fome, Quando ignoram os que sofrem a dor da perda e da separação, Quando usam a força do poder para dominar e maltratar o próximo, Quando não lembram que uma palavra de carinho, um sorriso, um afago, um gesto podem fazer o mundo melhor. Jesus... Conceda-me a graça de ser menos egoísta, e mais solidário para com aqueles que precisam. Que jamais esqueça de ti e de que sempre estarás comigo não importa quão difícil seja meu caminhar. Obrigado Senhor, pelo muito que tenho e pelo pouco que possa vir a ter. Por minha vida e por minha alma imortal. Obrigado Senhor! Amém. Feliz Páscoa!


LAGUNA/SC 16/04/2014

O CORREIO P. 07

wilke@ocorreio.net

“CHIQUINHO”, TODO SORRISOS, AGRADECE VISITA DO SENADOR AMIM

Sentindo uma saudade infinita quando da recente visita à “Lanchonete Brazão”, do ilustre senador Espiridião Amim, o ambientalista “Chiquinho”, ainda por conta da sua imensa emoção em ter recepcionado o ilustre visitante em companhia do seu inseparável amigo João Gualberto Pereira, em seu aconchegante e visitadíssimo local de trabalho, sem perda de tempo, o “Chiquinho” ligou para o senador Amim, dizendo: -“meu simpático amigo e freqüentador da minha Lanchonete, senador Amim, a sua ilustre presença na “Lanchonete Brazão”, irradiou o dom mágico da sua irresistível simpatia, (meu Deus, o “Chiquinho” ta virado num poeta de beira de calçada. Risos). O “Chiquinho”, emocionadíssimo e sorridente, (reparem a sua fisionomia), continuou: “- senador, com o seu espírito camarada e brincalhão, você, Amim, magnetizou com a sua inesperada presença e, principalmente, com a sua atraente e deliciosa conversa, prendeu a minha atenção, assim como do “Viu Q Repórter” e, como não poderia deixar de ser, do seu

estimado amigo “Joãozinho”, e demais pessoas presentes à minha Lanchonete. “Gostaria que você soubesse, senador, de que esta sua louvável e simpática iniciativa de participar do “Bloco Carnavalesco CHAPELÃO”, sinceramente, senador, tal a beleza deste seu gesto e tão forte foi a minha emoção que me dominou, que tive de me conter para não ensopar lençóis e mais lençóis de abundantes lágrimas. (Que loucura!) “Senador Amim, para concluir, vou lhe fazer um importante pedido. Com a mesma intensidade que o senhor abraçou as cores do “Bloco CHAPELÃO”, ficaria imensamente satisfeito e agradecido se o senhor desfraldasse, pois, a bandeira de solidariedade e amor, fazendo parte da “ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO ÀS CORUJAS”. “Senador, elas, as nossas simpáticas, sofridas e indefesas CORUJAS, residentes na orla do Mar Grosso, precisam, urgentemente, serem transferidas para um local isento do forte vento nordeste, onde as coitadinhas possam descansar, apreciar a leitura do “VIU Q REPÓRTER” e, sobretudo, vez por outra, trocar E-mails com o senhor”, concluiu o ambientalista “Chiquinho.”

Atendimento de alta qualidade

AUTO POSTO BELA IGUABA (48) 3644-0381 / 9109-1803 / 105-4040 Avenida Getúlio Vargas, 381 Magalhães - Laguna / SC

ASSANHAMENTO

Como costumo dizer, ou seja, mais alegres do que coelho no cio, vemos aí o sorridente e bem sucedido empresário lagunense HÊNIO MARCELINO, juntamente com os seus funcionários e amigos defronte à “Empresa HÊNIO VEICULOS. Honestamente, a presença desta rapa-

ziada no “VIU Q REPÓRTER”, sem dúvida, veio enriquecer ainda mais, tudo aquilo que eu escrevo nesta coluna. Não fosse a atenção da leitura de vocês, o “VIU Q REPÓRTER” não desfrutaria de ser uma das mais lidas colunas deste Jornal! Grande abraço a todos vocês!

“TOMADA”, “REPÚBLICA” OU “BUMBA MEU BOI”... Prometo, na próxima edição, desenvolver uma matéria a respeito do enigmático cabeçalho (entre aspas)que, certamente, atraiu a atenção dos nossos amáveis leitores.

Portanto, sem alarde, ou coisa que o valha, aguardem a próxima edição do “Viu Q Repórter”, deste sábado. Até lá...


LAGUNA/SC 16/04/2014

PROBLEMAS COM A PERDA DENTÁRIA Dr Cleber Guedes Mattos

cgmattos@hotmail. 2ª parte

REABILITAÇÃO DA MAXILA (dentes superiores) A reabilitação da maxila severamente reabsorvida através de implantes osseointegrados é, sem dúvida, um dos grandes desafios da implantodontia. Ao analisar o sítio receptor para o implante temos que levar em consideração o tecido mole (gengiva) e o tecido duro (osso de suporte). È importante que o paciente apresente saúde gengival, livre de inflamação e infecção e uma espessura adequada de gengiva, para que o perfil de emergência do implante seja melhor e o resultado final apresente uma boa estética. Na análise do tecido duro a espessura do osso, a altura existente para colocação do implante, a qualidade do osso e estruturas nobres próximas, são importantes para se determinar a viabilidade do procedimento. Na anatomia da maxila desdentada para a instalação e fixação dos implantes deve-se observar a proximidade que se apresenta da cavidade nasal e do seio maxilar. È importante sabermos que o osso maxilar, diferentemente do osso mandibular (dentes inferiores) apresenta em geral corticais mais delgadas e trabeculado menos denso (“osso mais poroso”), isso vai determinar uma estabilidade inicial na fixação do implante menor, além de uma interface total osso/implante também menor, o que muitas vezes pode necessitar de um tempo maior de cicatrização do que implantes mandibulares. REABILITAÇÃO DA MANDÍBULA (dentes inferiores) Assim como a maxila a mandíbula também sofre reabsorção após a perda dentária e a reabilitação com próteses convencionais muitas vezes é dificultada devido a perda do suporte ósseo. O que causa muita instabilidade protética e desconforto na mastigação e até mesmo fonação.

A necessidade de se verificar a espessura e a altura óssea disponível para a colocação de implantes é importante. Lembrando-se sempre que no interior da mandíbula apresenta-se o canal mandibular, onde se encontra o nervo alveolar inferior, responsável pela sensibilidade dos dentes e gengiva inferior. A necessidade de enxerto ósseo deve ser sempre avaliada quando se deseja reabilitação com vários implantes e dentes individuais, porém, muitas vezes, apenas a colocação de 2 implantes na região anterior (livre o nervo alveolar inferior) e um sistema simples de “bola atach” já proporciona uma estabilidade da prótese e maior conforto. O osso mandibular é um osso denso, o que proporciona uma boa estabilidade primária dos implantes. Não hesite em esclarecer suas dúvidas conosco!

Dr Cleber Guedes Mattos Cirurgião Dentista – CRO/SC 6109 ESPECIALIZANDO EM PRÓTESE DENTÁRIA - Florianópolis ESPECIALISTA em IMPLANTES DENTAIS – UNIVALI APERFEIÇOAMENTO em CIRURGIA e IMPLANTES DENTAIS - EAP/ABO/PG/PR MEMBRO DO C.C do HOSPITAL N.S.B.J.P, de Laguna GRADUADO em ODONTOLOGIA – UFSC

O CORREIO P. 08

Ponte de Laguna chega ao trigésimo vão instalado 14/04/2014 – A ponte para travessia do Canal de Laranjeiras, obra da segunda fase de duplicação da BR-101 Sul catarinense, finaliza nesta semana, a instalação do trigésimo vão de aduelas para composição das pistas elevadas. A estrutura está em execução entre o km 312,9 ao km 315,8 da rodovia federal, entre os municípios de Laguna e Pescaria Brava. Serão 2830 metros de pistas elevadas, unindo o lote 1 da travessia urbana lagunense ao lote 25, já duplicado.

Dos 30 vãos instalados, dez foram construídos em terra. Cada vão é finalizado em menos de sete dias, meta do consórcio para o preenchimento de cada espaço com aduelas. No espaço entre pilares, são içadas e instaladas 14 aduelas, sendo 12 unidades com 3,65 metros de comprimento, nove metros de largura e 3,2 metros de altura. As outras duas aduelas terão 1,60 metros de comprimento mantendo as demais medidas. Cada unidade pesa cerca de 90 toneladas.

O consórcio Ponte de Laguna, formados pelas empresas Camargo Corrêa-Aterpa/M.MartinsConstrubase, contratado pelo DNIT para execução da travessia sobre a lagoa Santo Antônio dos Anjos, já produziu 462 aduelas

das 716 previstas para a estrutura (616 do trecho corrente e 100 do trecho estaiado). Do total produzido foram instaladas 406 aduelas, do vão 1 ao vão 30. Para completar o trecho corrente Norte, o consórcio tem em aduelas suficientes no estoque, localizado no canteiro central, no bairro Mato Alto, em Laguna. No canteiro, a construção de novas unidades segue em ritmo acelerado, voltado para o trecho estaiado e estocagem de novos vão do trecho corrente Sul. O processo de instalação nos vãos – O processo de içamento das aduelas inicia no canteiro Central do consórcio, no bairro Mato Alto. Lá são construídas as unidades que são transportadas até a frente de obras. A construção das unidades é realizada sobre bases de concreto, em duas etapas, sendo a primeira a laje de fundo e a segunda as vigas e laje superior. Para execução das peças são utilizadas ferragens, formas e cimbramentos (estruturas de suporte provisórias) especiais, e concreto, garantindo a geometria e resistência previstas em projeto.

O içamento e instalação das aduelas é feita pela treliça-lançadeira, equipamento que mede aproximadamente 131 metros de comprimento, com 12 metros de altura, contanto do tabuleiro (parte superior do pilar) e cerca de nove metros de largura e 600 toneladas de peso, sendo o maior equipamento em operação no empreendimento. A treliça tem base fixa, atrelada aos pilares, e um guindaste móvel que desliza sobre a estrutura, içando as aduelas e tem capacidade de carga de 1260 toneladas, sendo capaz de erguer um vão com 14 aduelas – 48 metros de comprimento –, pesando cerca de 1211 toneladas. As aduelas serão acrescidas de abas laterais, para dar a largura de pistas, que variam de 24 a 26 metros. Depois de içadas, as aduelas vão receber aplicação de adesivo estrutural a base de epóxi entre cada uni-

dade. Em cada ligação de aduelas serão instaladas cindo barras de aço carbono pré-tensionadas, para compressão e cura da cola. Após essa etapa o vão montado é protendido (esticado) e as barras são desmontadas para serem reutilizadas no próximo vão. Ponte já consumiu 72% total do concreto – A construção das estacadas (camisas metálicas) no trecho estaiado está completo e no trecho corrente está com 96% concluído. Com isso, o consumo de concreto usinado chegou a 72% do total previsto na obra.

De acordo com o projeto, serão aplicados 97 mil metros cúbicos de concreto, desde a construção das fundações ao topo das duas torres do trecho estaiado. Desse total, 74,2 mil metros cúbicos foram aplicados, o suficiente para encher quase trinta piscinas olímpicas (com 50 metros de comprimento, 25 metros de largura e dois metros de profundidade) ou 1.484.000 carrinhos de mão (tipo comum). Do aço a ser usado na construção, 8.150 toneladas, num total de 13 mil toneladas previstas no projeto. O avanço físico do empreendimento, acumulado até março de 2014, está em 65,9% do total.

Vacine-se contra a catapora

Diretor Técnico Dr. Mauro Sérgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra RQE 4329

Dr. Mauro Sérgio Fernandes da Silva

Fone 3646-2488

Rua Voluntário Fermiano 60 - Centro - Laguna / SC


O CORREIO P. 09

LAGUNA/SC 16/04/2014

Paixão e Morte de Cristo com o Grupo Terra Viviany Fernandes

E-mail: vivy@ocorreio.net

Parabéns

• • • • • • •

Aos aniversariantes da semana os nossos votos de muitas felicidades! 23- Haroldo Prates Silveira 23- Barbara Andrea Andreadis 24- Maria Serafina M. Fernandes 25- Ernani Luis Santos 26- Iran Martins 28- Kátia Regina da Silva Fernandes 30- Gilberto de Souza Fernandes

Na praça Museu Anita Garibaldi, no 18 de abril, às 21h, será encenada a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo pelo Grupo Terra, com apoio do Governo Municipal. Em sua 11ª edição, o público no passar dos anos vem aumentando. A expectativa de público supera os 1.500 mil pessoas. O ator João Cunha interpretará Jesus Cristo, entre protagonistas, coadjuvantes e figurantes estarão envolvidos cem pessoas. De acordo com a presidente do Grupo Terra, Adriana Candido da Silva, a dramaticidade está presente em várias cenas, entre elas a Tentação de Cristo, Santa Ceia, Martírio, Morte e Ressurreição são sempre as mais esperadas.

Programação da Paróquia Santo Antônio

Dia 16 14h30min – visita aos doentes no hospital 15h – missa da saúde

Dia 17 9h – missa do Crisma na Catedral 19h30min – santa missa da instituição da eucaristia e do lava-pés Participação: Coral Santo Antônio dos Anjos, após missa, em seguida o início da adoração ao santíssimo sacramento a cargo da Irmandade. 22h – dirigentes apostolados da oração da paróquia. 23h – dirigentes congregação Mariana

Dia 18 00h – dirigentes Pastoral da Juventude 01h – dirigentes comunidade do bairro Portinho 2h – dirigentes Movimento de Irmãs 3h – dirigentes RCC 4h – dirigentes Divina Misericórdia 5h – dirigentes Ministros Pastoral do Dízimo e Vicentinos 6h – Colégio Stella Maris, Mãe Peregrina, Pastoral da Criança, Pastoral da Saúde e equipes de liturgia

7h – dirigentes catequistas, catequizandos e coroinhas 8h – dirigentes equipes de liturgia 9h – celebração da penitência na matriz 14h – via sacra na matriz 15h – ação solene litúrgica com participação do coral masculino Santo Antônio dos Anjos 19h30min – procissão com a imagem do senhor morto, pelas ruas da cidade. Na chegada, sermão da solenidade proferida pelo pároco padre Leonir Steiner. Dia 19 durante o dia a igreja per-

manecerá fechada em sinal de luto pela morte de Cristo 19h30min – celebração da vigília pascal, com benção do fogo, benção da água batismal e coroação de Nossa Senhora na matriz. 20h – missa da vigília pascal – Barranceira Dia 20 8h – missa de Páscoa Portinho 9h30min – missa de Páscoa – Matriz 10h – missa de Páscoa – Estreito 19h – missa de Páscoa – Matriz e Progresso 20h15min – missa de Pás-


LAGUNA/SC 16/04/2014

Secretaria da Saúde credencia médico infectologista

A

médica infectologista Eletanea Esteves de Almeida começou, na segunda-feira (14), a atender no Programa HIV/DST/Aids e Hepatites Virais. O atendimento será realizado todas as segundas-feiras, com uma média de quinze pacientes ao dia. O profissional irá trabalhar com usuários portadores de doenças como HIV, hepatites, tuberculose, toxoplasmose e outros tipos de co-infecções. De acordo com o secretário de saúde, Felipe Remor, Laguna tem aproximadamente quinhentas pessoas portadoras do vírus HIV e outras trezentas com hepatite C. “É um número expressivo. Temos que cuidar desses

pacientes”, salientou.

Saiba mais: O município estava sem médico infectologista, devido o não comparecimento de candidatos interessados na contratação pela Secretaria de Saúde. Para isso, foi realizado um credenciamento com o profissional. “Essa forma de contratação feita por credenciamento tem sido utilizada

como uma forma mais atrativa para trazer os médicos especialistas ao Sus”, disse Remor. Recentemente o Jornal O Correio publicou uma matéria, onde o artista Silvério de Jesus clamava por essa providência, ganhou um prazo para a solução e, agora, a secretaria da Saúde cumpre o prometido colocando em atividade uma médica infectologista.

Investimentos aumentam oferta para exames e consultas médicas A assinatura de adesão ao CIS Amurel aconteceu no gabinete O prefeito Everaldo dos Santos e o secretário de Saúde, Felipe Remor, assinaram na tarde de sexta-feira (11) a adesão ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amurel. Laguna entra com o investimento de R$211 mil. Na prática, os usuários do Sus no município terão maior oferta para realizar exames de alta complexidade e consultas médicas especializadas. Através desse consórcio, onde

outras cidades também participam, os prestadores de serviços contratados seguirão o valor da tabela do Sus. De acordo com Remor, o número de filas de espera para exames e consultas irá diminuir. “Estamos trabalhando para aumentar este valor e conseguirmos acabar com as filas”, disse. Estavam presentes no ato, o presidente do consórcio Jaime Wensing e diretor Edson Nunes.

O CORREIO P. 10

Computadores interativos nas escolas municipais

A Secretaria de Educação recebeu esta semana cinco computadores interativos. Os aparelhos serão distribuídos para as escolas da Barranceira, Campos Verdes, Passagem da Barra, Estreito e Figueira. Adquiridos com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, os computadores trazem a tecnologia para dentro da sala de aula. A interação mistura computador com data show e caneta multimídia, que pode ser usada diretamente na imagem projetada na

parede. Além disso, com acesso à internet o aparelho pode conectar os alunos em tempo real. A novidade também possui auto falante, teclado e mouse. “É como se fosse um computador com lousa digital”, disse o secretário adjunto de Educação, Clévis Lopes. Mais: Instrutores de informática, aprovados no processo seletivo, serão convocados para trabalhar na educação. A assistência será dada em escolas, creches e no setor administrativo.

40 anos convivendo com a natureza

www.campingmolhesdabarra.com.br


O CORREIO P. 11

LAGUNA/SC 16/04/2014

Rui Barbosa e Metropolitano nas semi-finais da Copa Sul Foram realizados no sábado (12) os jogos de ida das semi-finais da Copa Sul dos Campeões.

E

m Cocal do Sul, o Rui Barbosa derrotou o Cocal do Sul por 4x3. Maicon Ermo, aos 40 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o Rui Barbosa. Alisson Alan, aos 45, empatou o jogo. Na segunda etapa, Maicon Ermo fez mais dois para o Rui Barbosa, aos oito e aos 17 minutos. Sabão, aos 20, descontou para os donos da casa. Borrachinha fez o quarto do

Rui aos 29 e novamente Alisson Alan aos 40, fez o terceiro do Cocal. Em Nova Veneza, com gol de Cleiton, logo aos quatro minutos de jogo, o Metropolitano venceu o Mãe Luzia por 1x0.

Os jogos de volta serão realizados no próximo sábado (19), ambos às 15 horas. Em Morro da Fumaça, jogarão Rui Barbosa x Cocal do Sul, e em Criciúma, o duelo será

Mãe Luzia x Metropolitano.

Nos jogos de volta, um empate bastará para que Rui Barbosa e Metropolitano obtenham a classificação para as finais. Já para Cocal do Sul e Mãe Luzia, a classificação virá somente com uma vitória por uma diferença de dois ou mais gols. Caso vençam por uma diferença de um gol, as definições das vagas será nas penalidades.

Escola do Avaí - Núcleo Imaruí "Escola do Avaí - Núcleo Imaruí" fará uma rodada de avaliações para jovens entre 11 e 17 anos! CEDENA Escola do Avaí - Núcleo Imaruí, fará uma rodada de avaliações para jovens entre 11 e 17 anos! Data: 26 e 27 de abril de 2014;

Local: Estádio Municipal Políbio Bit-

tencourt (Polibão);

Fo n e s : ( 4 8 ) 9 6 6 3 1 7 5 4 / ( 4 8 ) 99162676 Informações: www.avai.com.br

Apoio: CEDEN - Centro Cultural Desportivo Nalbi; e Prefeitura Municipal de Imaruí.

O MISTÉRIO DOS ROSACRUZES

Eles já foram chamados no passado de “Invisíveis”. A eles foram atribuídas capacidades incomuns. Profetas, cientistas, místicos e alquimistas... os Rosacruzes vêm fascinando gerações. Eles convidam você a se unir a eles no estudo dos mistérios da vida. Solicite gratuitamente o livreto “O Domínio da Vida” escrevendo ou ligando para: Ordem Rosacruz, AMORC: Rua Nicarágua, 2620 - 82515-260 – Curitiba –PR. Tel:(41)3351-3000 Internet: www.amorc.org.br / E-mail: rosacruz@amorc.org.br

O Avaí foi a Chapecó e foi goleado por 4 a 1. Pingo gostaria de observar alguns jogadores que foram pouco utilizados durante o Campeonato Catarinense e vir se havia a possibilidade de aproveitá-los para o Brasileirão da Série B. Se avaliarmos o placar chegaremos a conclusão que há muito pouco a utilizar, mas na realidade, quando a Azurra perdia por 2 a 1, partiu do próprio treinador a ordem de “calça de veludo ou bumbum de fora”!

O Flamengo conquistou o Campeonato Carioca. O jogo foi pobre tecnicamente e valeu apenas pelos 15 minutos finais. Independentemente do gol em posição irregular – que confesso só notei na repetição do lance - o Vasco da Gama em momento algum chegou a ser merecedor de roubar o título do Rubro Negro. Valeu pela melhor campanha, mas o Urubu também tem muito o que melhorar. E o Erazo, hein?!

O Criciúma ainda não digeriu a eliminação da Copa do Brasil com o gol no finalzinho, mas segue a vida apresentando oficialmente as suas contratações para fazer bonito no Campeonato Brasileiro. Gualberto, zagueiro, ex-Penapolense; Bruno Cortez, lateral direito, ex-Botafogo e São Paulo; Giovanni, meia, ex-Botafogo (SP); Wellinton Bruno, meia, ex- Flamengo e Joinville e Silvinho, atacante, ex-São Paulo.

O Grêmio está voando na Taça Libertadores da América. Era considerado o favorito para vencer o Campeonato Gaúcho, apesar da vantagem ser do Internacional por melhor campanha. Pois o “Imortal Tricolor” perdeu os dois “Gre-nal” e todo o trabalho do ano passa a ser questionado. Principalmente após a derrota humilhante na serra gaúcha. Não há o que fazer a não ser levantar a cabeça e trabalhar!

Na Arena Condá, na decisão do Hexagonal do descenso - Taça Santa Catarina - a Chapecoense sangrou-se campeã, garantindo a vaga para a Copa do Brasil de 2015. Além disso, o Verdão garantiu o direito de fazer cinco jogos em casa, na 1ª fase do Catarinense do próximo ano, já que a fórmula tem que ser mantida conforme o Estatuto do Torcedor. Deu a lógica, seria inadmissível perder em casa para os reservas do Avaí.

O Figueirense dominou completamente o Joinville na partida da final. O time de Vinícius Eutrópio entrou em campo decidido que venceria o seu adversário e já no primeiro minuto conseguiu o gol que necessitava. Giovane Augusto – apesar de ter perdido o pênalti – foi junto com Marcos Assunção quem cadenciou o Furacão. Apesar do sufoco na etapa final o Alvinegro jogou um bom futebol e mereceu o título! O Joinville entrou em campo apático. Hemerson Maria que sempre foi elogiado por armar muito bem o time, optou por Murilo na lateral direita – que falhou no lance do primeiro gol – e foi um grande equívoco! Edgar Junio ficou isolado na frente e realmente não produziu nada! O técnico devia ter mudado o time ainda no 1º tempo. O Coelho foi o melhor time do campeonato, mas falhou justamente no momento mais importante.

O Vasco perdeu o título no momento em que Adilson Batista retirou Thalles e chamou o Flamengo para o seu campo. Mantivesse o time da forma que estava prendendo a bola no ataque e rodando, poderia ter uma melhor sorte. Contudo, obviamente, o torcedor vascaíno dirá que é o legítimo campeão, bastava o “apitador” ter marcado impedimento no gol de empate do Rubro Negro. Hoje tem Resende pela Copa do Brasil!

Pancadaria a parte no 1º tempo, o Santos fez o gol e poderia ter saído do Pacaembu campeão. Para tal, bastaria fazer uma das pelo menos três chances na “cara do gol” que teve ou não ter desperdiçado a cobrança de pênalti na primeira partida ou a fórmula do campeonato privilegiar a melhor campanha, como acontece em todos os estaduais. O Ituano jogou muito bem no 1º jogo e isto valeu o título! Hoje tem o Mixto pela Copa do Brasil, na Vila.

O Internacional só havia jogado contra “peixe morto” durante a temporada e ninguém colocava muita fé no time de Abel Braga. Faltava um desafio para o Colorado. Pois o elenco respondeu muito bem quando foi provocado. Principalmente Alex nesta última partida. Até então D’Alessandro vinha sendo o único destaque. Nada como dois “Gre-nal” para levantar ou derrubar um time!


LAGUNA/SC 16/04/2014

O CORREIO P. 12

Veículos pesados terão restrição de horário para trafegar no feriadão

Os transportadores de carga deverão atentar para restrições de tráfego por trechos não duplicados da BR101 Sul, em Santa Catarina, durante quinta-feira, sexta-feira Santa e na próxima segunda-feira, feriado de Tiradentes. Segundo a portaria 046, de dezembro de 2013, da Coordenação-Geral de Operações da Polícia Rodoviária Federal (CGO-PRF), estão sujeitas à restrição todas combinações com três ou mais unidades, como bitrens, rodotrens, tritrens ou treminhões, assim como as cegonhas de 22,4 metros, e todos os veículos que possuem ou deveriam possuir Autorização Especial de Transporte, em virtude de alguma dimensão excedente. As combinações de veículos com até duas unidades, sendo um caminhãotrator e um semirreboque ou um caminhão e um reboque, desde que não excedam as dimensões regulamentares (4,40 metros de altura, 2,60 metros de largura e entre 14 a 18,60 metros de comprimento), poderão trafegar por trecho de pista simples. O objetivo da restrição é garantir a trafegabilidade de veículos menores durante os dias de feriados nas próximas semana, onde há acréscimo

histórico na movimentação de veículos pela BR-101 Sul. As restrições vão ocorrer nos seguintes dias e horários: 17/04 (quinta-feira): das 16 horas às 24 horas; 18/04 (sexta-feira): das 6 horas às 12 horas; 21/04 (segunda-feira): das 16 às 24 horas. Os trechos em que há tráfego de veículos por pista simples na BR-101 Sul/ SC estão alocados: Do km 232 ao km 235 (Morro dos Cavalos, em Palhoça); No km 308 ao km 318, em Laguna; Do km 336 ao km 339, no Morro do Formigão, em Tubarão. De acordo com a portaria, o descumprimento da proibição de tráfego constituí infração de trânsito média, (R$ 85,13), prevista no artigo l87 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O veículo autuado só poderá seguir viagem após o horário de término da restrição. Para informações sobre avanço de obras, desvios e trabalhos complementares na BR-101 Sul catarinense, estarão disponíveis pelos canais de interação da ESGA/DNIT pelo telefone 0800 6030 101 e pelo site www.101sul.com.br.

CASA DOS PRESENTES Rua Gustavo Richard, 484 - Fone: (048) 3644-0106 - LAGUNA - SC

O Correio - Ed 1045  

Um jornal de verdade