Page 1


BOLETIM INFORMATIVO Nº 1 2009 SUMÁRIO 1. Apresentação 2. Observem 3. Entendendo a Violência contra a Mulher 3.1. Mapeando a violência contra a Mulher em Fortaleza 3.2. SER I 3.3. SER II 3.4. SER III 3.5. SER IV 3.6. SER V 3.7. SER VI 4. Considerações finais


1. APRESENTAÇÃO O Observatório da Violência contra a Mulher (OBSERVEM) vem tornar público o Boletim Informativo Nº 01 acerca do fenômeno da violência contra a mulher em Fortaleza-Ce. O referido trabalho é resultado de criteriosa pesquisa realizada a partir do banco de dados mantido pelo Observatório. Objetivamos, tão logo, que as informações aqui publicizadas, além de identificar os locais de ocorrência, possam subsidiar ações de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher em todo o território da capital cearense.

2. O Observatório da Violência contra a Mulher – OBSERVEM

O Observatório da Violência contra a Mulher (OBSERVEM) foi inaugurado em 23 de junho de 2010 com o objetivo de investigar a violência de gênero, monitorar as políticas públicas de enfretamento a essa problemática no Ceará, bem como reforçar as redes de intervenientes na área da violência contra as mulheres. É um espaço de monitoramento das condições de vida da mulher cearense e da violência que se abate sobre as mesmas. Trata-se de uma experiência de acompanhamento das políticas públicas e sociais desenvolvidas local e nacionalmente, principalmente no tocante à efetivação da Lei Maria da Penha e de todas as formas de discriminação contra as mulheres.

3. ENTENDENDO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER O primeiro artigo da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher (Convenção de Belém do Pará) define a violência contra a mulher como “qualquer ato ou conduta baseada no gênero, que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto na esfera pública como na esfera privada”. A referida Convenção reconhece, ainda, que a violência contra a mulher constitui violação dos direitos humanos e das liberdades fundamentais, sendo reflexo das relações de poder historicamente desiguais estabelecidas entre homens e mulheres. No Brasil, foi criada, em 07 de agosto de 2006, a Lei Nº 11.340, popularmente conhecida como Lei Maria da Penha, com o intuito de criar mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, definida como “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”. A referida Lei reconhece como violência contra a mulher as violências dos tipos física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.


4. MAPEANDO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM FORTALEZA-CE Conforme a pesquisa Mapa da Violência 2010, realizada pelo Instituto Sangari, de 1997 a 2007, 41.532 mulheres foram assassinadas em território nacional, correspondendo a 4,2 assassinatos femininos por cada 100 mil habitantes. Em todo o país, os homicídios atingiram, em média, 10 vezes mais os homens do que as mulheres. Em 2007, a taxa de homicídios femininos no Ceará, ou seja, o percentual relativo de homicídios femininos registrados a cada 100 mil cearenses é de 3%, o que o coloca como o sexto Estado nordestino mais violento em relação à violência contra a mulher. Durante o ano de 2009, a partir dos dados fornecidos pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS-CE), baseados na coleta de dados realizada através de Boletins de Ocorrência (BOs) e Termos Circunstanciais de Ocorrência (TCOs), o Observem disponibilizou em seu site www.observem.com um retrato da violência contra a mulher em Fortaleza. São dados referentes ao número de casos registrados por mês e por hora em cada um dos bairros da capital cearense, bem como a identificação do perfil do agressor e da vítima (faixa etária, escolaridade e grau de relacionamento). De janeiro a dezembro de 2009, foram registrados 12.108 casos de violência contra a mulher em toda a cidade. Desta forma, apresentaremos a seguir a síntese dos principais resultados observados, com ênfase para a manifestação do fenômeno da violência contra a mulher em cada um das sete Secretarias Executivas Regionais (SERs) da cidade, que são as unidades administrativas diretas da Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF), responsáveis pela execução dos serviços públicos em áreas territoriais específicas.


UM PANORAMA DA CIDADE

Em 2009, maio destacou-se como o mês de maior ocorrência de violência contra a mulher em Fortaleza, seguido dos meses de setembro e janeiro, conforme é possível observar no gráfico a seguir: Gráfico 1. Casos registrados por mês. Fortaleza. 2009. Todos os bairros.*

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Números absolutos de casos de violência contra a mulher registrados em cada mês do ano de 2009: Janeiro – 1.068, Fevereiro – 903, Março – 1.035, Abril – 942, Maio – 1.112, Junho – 1.003, Julho – 1.016, Agosto – 1.058, Setembro – 1.074, Outubro – 1.001, Novembro – 1.060, Dezembro – 836. * A Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza atende não somente mulheres fortalezenses, mas de outras localidades também. Sendo assim, os dados coletados pelo OBSERVEM incluem denúncias de mulheres vindas de outros municípios. Tal fato explicado se poderá observar a seguir que a totalidade de denúncias no que concerne, especificamente, a Fortaleza se encontra exposta com exatidão nas tabelas e gráficos referentes a cada Regional da capital cearense.


A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER TEM HORA!!!

Neste mesmo ano, as mulheres foram violentadas todos os dias, em todas as horas, mas, principalmente, entre 8h e 12h e das 19h às 22h.

Gráfico 2. Casos registrados por hora. Fortaleza. 2009. Todos os bairros.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.


QUEM PRATICA A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER?

Os homens continuam sendo os principais autores da violência contra a mulher, conforme é possível constatar no gráfico abaixo:

Gráfico 3. Sexo do indiciado. 2009. Todos os bairros.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.


ESCOLARIDADE DO AGRESSOR A escolaridade da maioria dos indiciados está concentrada nos níveis do ensino fundamental, completo e incompleto. Gráfico 4. Escolaridade do agressor. 2009. Todos os bairros.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.


ESCOLARIDADE DA MULHER

As mulheres que sofreram violência no ano de 2009 possuíam níveis de escolaridade mais elevados do que os dos seus agressores autores da violência. 58,86% das mulheres vítimas de violência apresentaram grau de instrução entre alfabetizado e ensino fundamental completo. 37,4% cursaram 2º grau completo ou incompleto, ensino médio, superior completo ou incompleto. Gráfico 5. Escolaridade da mulher. 2009. Todos os bairros.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.


ESTADO CIVIL DA VÍTIMA 60,95% das vítimas se identificaram, no ato da denúncia, como solteira, seguido de um alto índice de mulheres casadas (29,41%) Gráfico 6. Estado civil da mulher. 2009. Todos os bairros.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Resumindo: os agressores das mulheres são homens, a maioria de escolaridade inferior à da vítima, que não possuem relacionamento com vínculo formal com a vítima, que realizam as agressões principalmente de 8h às 12 e de 19h às 22h, continuamente praticada durante todos os meses do ano, com destaque para os meses de maio, setembro e janeiro.


IDENTIFICANDO OS LUGARES DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM FORTALEZA A seguir, iremos mapear a violência contra a mulher a partir do registro das ocorrências, tomando por base a dimensão territorial por bairro e por SER.

SER I

A Secretaria Executiva Regional I (SER I) possui cerca de 360 mil habitantes, o que representa cerca de 16,5% do total de habitantes da capital cearense. Seu território abrange 15 bairros: Vila Velha, Jardim Guanabara, Jardim Iracema, Barra do Ceará, Floresta, Álvaro Weyne, Cristo Redentor, Ellery, São Gerardo, Monte Castelo, Carlito Pamplona, Pirambu, Farias Brito, Jacarecanga e Moura Brasil. Mapa SER I

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/regionais/regional-I.


Tabela 1. Violência contra a mulher. Por bairros. SER I. 2009. SECRETARIA EXECUTIVA REGIONAL I – 2009 Bairro

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

Barra do Ceará

33

22

17

20

30

11

18

20

19

16

20

26

252

Jardim Iracema

9

12

13

14

9

4

11

11

12

7

8

6

116

Jacarecanga

12

12

11

14

7

6

9

10

10

11

4

9

115

Vila Velha

14

11

13

4

8

9

8

5

10

10

10

8

110

Álvaro Weyne

11

16

13

7

11

5

7

9

12

5

7

8

111

Carlito Pamplona

8

7

9

5

8

8

7

10

10

13

15

3

103

Monte Castelo

12

4

10

6

5

5

4

8

6

6

8

7

81

Jardim Guanabara

12

2

6

6

12

6

9

8

7

7

1

2

78

Cristo Redentor

5

3

8

6

5

12

5

5

6

5

5

4

69

São Gerardo

2

7

5

4

4

7

6

3

7

3

4

3

55

Farias Brito

2

2

3

5

6

5

6

5

5

5

2

0

46

Pirambu

2

4

4

7

9

3

1

2

4

3

1

0

40

Ellery

5

4

2

2

2

4

2

4

2

1

3

4

35

Floresta

1

2

2

2

1

1

2

0

0

0

0

0

11

Moura Brasil

1

1

2

1

1

1

2

1

0

0

0

0

10

129

109

118

103

118

87

97

101

110

92

88

80

1232

Total

TOTAL

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Na SER I, no ano de 2009, a Barra do Ceará registrou o maior número de casos de violência contra a mulher, seguida dos bairros Jardim Iracema e Jacarecanga.


Gráfico 7. Evolução anual dos registros de violência contra a mulher. SER I. Fortaleza. 2009.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mu Mulher – OBSERVEM.

.

O mês de janeiro apresentou o maior índice de registros, seguido pelos meses de março e maio. Considerando os registros mensais de violência contra a mulher na SER I, observa-se se grande concentração de casos nos cinco primeiros meses do ano, com queda acentuada no segundo semestre. Essa tendência, no entanto, de diminuição no número de casos ao long longo o do ano, não é uma constante em todos os bairros da SER I. O bairro Carlito Pamplona, por exemplo, apresentou seus maiores índices no segundo semestre.


SER II A Secretaria Executiva Regional II possui cerca de 325 mil pessoas (equivalente a 14,64% da população de Fortaleza) morando em seus 21 bairros: Aldeota, Bairro De Lourdes, Cais do Porto, Centro, Cidade 2000, Cocó , Dionísio Torres, Guararapes, Joaquim Távora , Luciano Cavalcante, Manuel Dias Branco, Meireles, Mucuripe, Papicu, Praia de Iracema, Praia do Futuro I, Praia do Futuro II, Salinas, São João do Tauape, Varjota e Vicente Pinzón.

Mapa SER II

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/regionais/regional-II


Tabela 6. Violência contra a mulher. Por bairros. SER II. 2009. SECRETARIA EXECUTIVA REGIONAL II – 2009 Bairro

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

Vicente Pinzon

15

18

19

17

11

15

24

14

15

14

27

9

198

Papicu

12

8

14

6

12

18

12

15

10

27

21

12

167

Meireles

8

12

4

11

9

13

13

11

7

17

12

11

128

Praia do Futuro

9

10

7

6

11

9

5

12

6

8

3

7

93

Joaquim Távora

2

10

11

11

8

8

4

5

4

12

10

7

92

São João do Tauape

10

2

7

5

5

6

5

11

4

6

7

6

74

Mucuripe

8

3

8

9

4

7

6

5

3

4

11

4

72

Cidade 2000

4

4

6

3

5

7

4

4

8

7

7

5

64

Engenheiro Luciano Cavalcante

3

9

4

2

6

3

6

8

5

4

6

6

62

Dionísio Torres

1

3

1

8

4

4

2

6

6

2

4

0

41

Varjota

3

2

2

1

3

5

2

1

3

5

5

3

35

Cais do Porto

2

2

1

2

1

3

2

2

2

0

0

0

17

Aldeota

2

2

1

2

1

3

2

2

2

0

0

0

17

Cocó

1

2

1

2

3

1

4

2

0

0

0

0

16

Salinas

1

2

1

0

0

0

0

0

0

0

0

0

4

De Lourdes *

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Guararapes

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Manuel Dias Branco *

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Total

81

89

87

85

83

102

91

98

75

106

113

70

1080

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Na SER II, a violência contra a mulher se concentrou principalmente nos bairros Vicente Pinzon, Papicu e Meireles.

TOTAL


Gráfico 08. Evolução anual dos registros de violência contra a mulher. SER II. Fortaleza. 2009.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Diferentemente do que se observou na SER I, os índices mantiveram uma constante no primeiro semestre e aumentaram sobremaneira no segundo, com destaque para o mês de novembro, seguido de acentuada redução no último mês do ano.


SER III A Secretaria Executiva Regional III (SER III) é formada por 16 bairros: Amadeu Furtado, Antônio Bezerra, Autran Nunes, Bom Sucesso, Bela Vista, Dom Lustosa, Henrique Jorge, João XXIII, Jóquei Clube, Padre Andrade, Parque Araxá, Pici, Parquelândia, Presidente Kennedy, Rodolfo Teófilo e Quintino Cunha. Nesta região moram cerca de 378.000 habitantes. Os bairros da Regional concentram 16,5% da população do Município

Mapa SER III

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/regionais/regional-III


Tabela 7. Violência contra a mulher. Por bairros. SER III. 2009. SECRETARIA EXECUTIVA REGIONAL III - 2009 Bairro

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

TOTAL

Henrique Jorge

22

13

20

15

16

13

15

14

14

11

24

11

188

Quintino Cunha

17

11

24

17

12

15

15

16

18

17

11

8

181

Bom Sucesso

16

12

17

10

16

16

13

23

19

14

15

7

178

Antônio Bezerra

17

12

18

10

13

18

13

21

11

14

12

11

170

Bela Vista

9

11

8

12

8

8

15

12

13

3

8

6

113

João XXIII

10

9

8

11

11

4

7

12

10

10

8

6

106

Rodolfo Teófilo

6

9

10

12

10

8

9

10

6

12

4

8

104

Pici

4

6

5

5

9

13

13

8

11

11

5

10

100

Presidente Kennedy

7

13

11

6

13

12

4

8

9

3

3

8

97

Autran Nunes

8

3

5

4

10

10

4

10

7

10

12

4

87

Parquelândia

5

6

9

10

8

4

6

5

9

7

5

6

80

Jóquei Clube

4

3

7

7

3

5

5

2

9

6

4

9

64

Padre Andrade

3

3

5

5

7

7

8

6

6

5

1

4

60

Parque Araxá

4

3

3

4

6

6

5

8

1

6

2

0

48

Dom Lustosa

1

4

3

1

1

2

1

1

1

4

0

0

19

Amadeu Furtado

1

1

1

2

1

2

2

0

0

0

0

0

10

Total

134

119

154

131

144

143

135

156

144

133

114

98

1605

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

A SER III foi a segunda a apresentar o maior número de registros de casos de violência contra a mulher, perdendo apenas para a SER V. Dos 1.605 casos, a maioria esteve presente nos bairros Henrique Jorge, Quintino Cunha e Bom Sucesso.


Gráfico 9. Evolução anual dos registros de violência contra a mulher. SER III. Fortaleza. 2009.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

O mês de agosto registrou ou a maior incidência de casos de violência contra mulheres, seguido de uma tendência de redução de tais registros nos meses subsequentes.


SER IV A Secretaria Executiva Regional IV (SER IV) abrange 19 bairros: José Bonifácio, Benfica, Fátima, Jardim América, Damas, Parreão, Bom Futuro, Vila União, Montese, Couto Fernandes, Pan Americano, Demócrito Rocha, Itaoca, Parangaba, Serrinha, Aeroporto, Itaperi, Dendê e Vila Pery. Sua população é de cerca de 280 mil habitantes. É a Regional com menor número de habitantes, reunindo 12,13% da população de Fortaleza. Mapa SER IV

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/regionais/regional-IV


Tabela 8. Violência contra a mulher. Por bairros. SER IV. 2009. SECRETARIA EXECUTIVA REGIONAL IV – 2009 Bairro

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

TOTAL

Montese

26

20

25

10

21

18

15

20

23

19

17

11

225

Serrinha

16

18

13

8

9

7

16

17

18

24

16

8

170

Parangaba

8

11

13

14

7

14

12

13

19

11

7

8

137

Vila União

11

7

11

16

6

14

7

11

4

8

11

5

111

Itaperi

5

8

14

2

6

8

13

12

6

12

13

10

109

Benfica

12

6

11

6

5

7

5

10

14

6

8

8

98

Pan Americano

9

7

6

4

6

13

8

18

10

4

7

6

98

Fátima

9

7

7

13

11

5

11

11

11

2

4

3

94

Jardim América

6

6

5

8

6

5

6

11

11

7

6

8

85

Damas

8

3

11

8

3

10

3

6

7

6

3

4

72

Vila Peri

5

5

8

7

6

5

3

10

5

6

4

4

68

Demócrito Rocha

7

5

5

9

9

6

5

2

4

6

2

0

60

Itaoca

7

6

1

3

2

4

4

2

5

5

4

1

44

Couto Fernandes

5

2

5

2

2

2

1

4

3

3

2

0

31

São José Bonifácio

1

1

2

2

4

7

3

3

2

2

3

0

30

Aeroporto

1

1

1

1

1

1

3

3

1

1

0

0

14

Bom Futuro

4

1

1

2

1

1

1

0

0

0

0

0

11

Parreão

1

1

1

2

0

0

0

0

0

0

0

0

5

Dendê

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Total

141

115

140

117

105

127

116

153

143

122

107

76

1462

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

O bairro Montese, localizado na SER IV, registrou 225 casos durante todo o ano de 2009, principalmente nos meses de janeiro a março.


Gráfico 10. Evolução anual dos registros de violência contra a mulher. SER IV. Fortaleza. 2009.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Como na SER III, em 2009 a SER IV concentrou a violência contra a mulher no mês de agosto, seguida de queda em seus índices nos n meses posteriores.


SER V

A Secretaria Executiva Regional V (SER V) abrange 16 bairros: Conjunto Ceará, Siqueira, Mondubim, Conjunto José Walter, Granja Lisboa, Granja Portugal, Bom Jardim, Genibaú, Canindezinho, Vila Manoel Sátiro, Parque São José, Parque Santa Rosa, Maraponga, Jardim Cearense, Conjunto Esperança e Presidente Vargas. Possui cerca de 570 mil habitantes. A Regional V é a mais populosa da cidade, com 21,15% da população de Fortaleza.

Mapa SER V

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/regionais/regional-V


Tabela 9. Violência contra a mulher. Por bairros. SER V. 2009. SECRETARIA EXECUTIVA REGIONAL V – 2009 Bairro

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

TOTAL

Mondubim

26

18

20

21

39

32

30

39

36

20

38

25

344

Bom Jardim

36

26

30

34

25

26

25

24

30

24

21

28

329

José Walter

12

22

22

22

15

27

15

12

12

11

19

8

197

Granja Portugal

10

17

13

9

15

16

21

16

21

16

20

9

183

Genibaú

21

12

14

15

23

19

16

11

15

12

12

9

179

Conjunto Ceará

17

11

12

14

15

14

12

14

12

15

12

7

155

Maraponga

11

11

12

14

12

5

7

6

11

9

14

8

120

Canindezinho

12

17

14

6

5

6

9

9

12

7

11

10

118

Parque Santa Rosa

11

8

11

13

6

8

7

12

9

11

6

6

108

Siqueira

14

6

13

6

8

7

12

9

10

6

6

6

103

Vila Manuel Sátiro

5

8

10

3

10

7

8

12

6

5

15

4

93

Parque São José

8

5

7

6

11

8

7

3

10

5

6

7

83

Granja Lisboa

6

4

6

5

5

8

5

6

6

7

1

2

61

Conjunto Esperança

8

12

6

4

4

5

3

2

1

6

8

1

60

Parque Presidente Vargas

1

1

3

1

3

1

1

1

3

1

0

0

16

Jardim Cearense

1

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

1

199

178

193

173

196

189

178

176

194

155

189

130

2150

Total

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

A SER V foi o lócus de maior concentração da violência contra a mulher em Fortaleza no ano de 2009. Em seu território, estiveram os dois bairros com maiores índices não apenas da própria SER V, mas de toda a capital cearense, a saber: Mondubim e Bom Jardim.


Gráfico 11. Evolução ução anual dos registros de violência contra a mulher. SER V. Fortaleza. 2009.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Durante todos os meses do ano, os índices de violência contra a mulher permaneceram elevados, observando observando-se se uma pequena redução nos meses de outubro e dezembro. Quando comparada às demais SERs, os números da SER V chamam a atenção pelo fato de serem bastante bastan elevados.


SER VI

A Secretaria Executiva Regional VI (SER VI) abrange 27 bairros, que correpondem a 42% do território de Fortaleza: Sabiaguaba, Edson Queiroz, Sapiranga, Alagadiço Novo, Curió, Guajerú, Coaçu, Paupina, Parque Manibura, Cambeba, Messejana, Ancuri, Pedras, Jardim das Oliveiras, Cidade dos Funcionários, Parque Iracema, Auto da Balança, Aerolândia, Dias Macedo, Castelão, Mata Galinha, Cajazeiras, Barroso, Jangurussu, Passaré, Parque Dois Irmãos e Lagoa Redonda. A Regional V possui cerca de 600 mil habitantes, reunindo 20,37% da população da capital cearense.

Mapa SER VI

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/regionais/regional-VI


Tabela 6. Violência contra a mulher. Por bairros. SER VI. 2009. SECRETARIA EXECUTIVA REGIONAL VI - 2009 Bairro

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

TOTAL

Messejana

23

23

17

30

28

21

26

25

25

29

17

13

277

Passaré

21

16

18

12

24

16

9

11

16

18

20

13

194

Barroso

11

13

9

10

8

11

7

9

11

12

10

8

119

Jangurussu

18

10

20

11

13

12

18

16

27

9

10

10

174

Jardim das Oliveiras

8

11

13

9

9

10

8

11

6

11

7

5

108

Conjunto Palmeiras

11

7

15

12

6

8

11

6

8

8

10

6

108

Aerolândia

10

5

7

8

14

5

7

10

4

9

11

7

97

Lagoa Redonda

8

6

5

11

9

5

9

2

7

10

5

3

80

Cidade dos Funcionários

6

7

8

6

6

5

4

7

5

5

5

7

71

Palpina

2

3

3

3

4

3

9

2

5

6

5

2

47

Dias Macedo

7

3

5

8

2

6

4

2

3

3

1

1

45

Cajazeiras

3

2

6

3

7

4

3

3

4

2

2

4

43

Parque dois Irmãos

4

1

1

2

7

2

4

2

5

9

1

5

43

Ancuri

4

1

4

2

2

4

4

2

2

3

4

0

32

Cambeba

1

1

2

4

4

3

1

2

2

4

3

3

30

Curió

2

2

2

3

3

2

3

2

2

3

2

3

29

Parque Manibura

1

1

1

3

2

2

3

2

0

0

0

0

15

Alto da balança

3

1

2

2

3

2

1

1

0

0

0

0

15

Pedras

2

3

3

2

1

1

0

0

0

0

0

0

12

Boa Vista

1

1

1

1

2

1

1

2

0

0

0

0

10

Guajerú

1

1

3

1

1

2

1

0

0

0

0

0

10

Sabiaguaba

1

1

2

3

1

1

0

0

0

0

0

0

9

Sapiranga

1

2

1

2

1

1

0

0

0

0

0

0

8

Coaçu

1

1

2

1

0

0

0

0

0

0

0

0

5

Parque Iracema

1

1

1

0

0

0

0

0

0

0

0

0

3

José de Alencar

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

São Bento

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

151

123

151

149

157

127

133

117

132

141

113

90

1584

Total

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.


.

Em 2009, a SER VI registrou 1.484 casos de violência contra a mulher, com destaque para os bairros de Messejana, Passaré e Jangurussu. Este último, considerado o bairro mais violento da capital cearense, configura apenas na terceira posição dentro de sua própria SER e é o décimo quarto de Fortaleza no número de registros de violência contra a mulher.

Gráfico 12. Evolução anual dos registros de violência contra a mulher. SER VI. Fortaleza. 2009.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

A SER VI registrou elevada quantidade de casos de violência contra a mulher de janeiro a julho, com destaque para o mês de maio como aquele com maior número ero de registros.


Considerações Finais Enfim, no ano de 2009, a Secretaria Executiva Regional que mais apresentou registros de violência contra a mulher foi a SER V, com 2.150 do total de 9.113 casos registrados em toda a cidade, o que equivale a quase um quarto do total considerado, seguida das SERs III (18%), VI (17%), IV (16%), I (13%) e II (12%).

Gráfico 13. Violência Contra a Mulher. Fortaleza. SERs. 2009 Evolução da violência contra Mulher. Fortaleza. 2009 250 200 SER I Casos

150

SER II SER III

100

SER IV 50

SER V SER VI

0 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ Meses

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará - SSPDS/CE e Observatório da Violência Contra a Mulher – OBSERVEM.

Em todas as SERs nos anos de 2009, exceto a SER II, os primeiros quatro meses do ano seguem uma tendência: um declínio nos registros da violência contra a mulher do mês de janeiro para fevereiro, seguido de um aumento em tais índices em março, para, então, novamente reduzir no mês de abril. Ressalta-se também o mês de dezembro, no qual todas as SERs apresentaram uma queda considerável em seus registros.

Boletim 1 2009  

Violência Contra a Mulher em números

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you