Issuu on Google+

C

Mensal · n.º 7 · Agosto 2011 · 2,00 €

B

a

M

Guia de nutrição para grávidas e crianças

Para a lancheira Alimentos que protegem do Sol saiba que cuidados deve ter

> mini-pizas de atum > piza enrolada de carne > pastéis de batata com peixe > pãezinhos com pasta de fiambre > coxas de frango com mel

Refeições de

férias

> económicas > transportáveis > saudáveis & criativas


Editorial Agosto é mês de praia e de mar, de grandes tradições ligadas ao descanso, às festas e descontracção. E para os mais pequenos é... igualzinho!

Propriedade: Obras em Curso, Lda. Rua Carlos Mardel, 135 – 1º Dto. 1900-121 Lisboa Telefone: +351 214 000 464 N.º contribuinte: 507149238 geral@obrasemcurso.com www.obrasemcurso.com Editora e directora: Maria Antónia Peças antonia.pecas@obrasemcurso.com Coordenação técnico-científica: Dra. Joana Malta da Costa (nutricionista) jmaltadacosta@gmail.com Coordenação editorial: Marta Jacinto marta.jacinto@obrasemcurso.com Colaboradores: Alexandra Gil, Ana Rito, Ariane Brand, Catarina Sobral, Claúdia Madeira Pereira, Luís Barros, Rita Nascimento Fotos: Luca Businari e Shutterstock Design: Alexandra Ramos (Finepaper) Conteúdos, food styling e fotografia: Obras em Curso, Lda. Redacção e publicidade: Rua Carlos Mardel, 135 – 1º Esq. 1900-121 Lisboa Telefone: +351 214 000 464 geral@obrasemcurso.com Impressão: Fernandes & Terceiro S.A Rua N. Sra. da Conceição, 7 2794-014 Carnaxide Distribuição: Logista Portugal – Distribuição de Publicações, S. A. Expansão da Área Industrial do Passil - Lote 1 A 2894-002 Alcochete N.º Registo na ERC: 126009

Há lá melhor altura para que as famílias aproveitem o tempo quente e doce para gozar tudo aquilo que, ao longo de um ano inteiro, se antecipou com um prazer imenso? Quer se tenha um bebé pequeno em casa (ou vários) ou seja uma criança mais crescida, não há quem não possa tirar partido desta fantástica época do ano. Chapéu na cabeça, protector solar besuntado em todos os centímetros visíveis de pele, roupa e calçado leve e óculos escuros a proteger e eis-nos todos preparados para gozar dias de grande diversão. E para que a festa se faça no pleno, quer seja na praia como no campo, não esquecer o chapéu de sol e as famosas lancheiras cheias de produtos frescos e leves, que é também aquilo que melhor sabe neste tempo cálido. Fruta bem lavada, legumes previamente cortados em tiras (que delícia comer uma cenoura fresca e sumarenta enquanto se faz um castelo na praia), tomates-cereja fresquinhos e sumarentos, pãezinhos, biscoitos e snacks, sumos e iogurtes bem fresquinhos... Nada de muito complicado que possa estragar-se com o calor, tudo bem acondicionado e devidamente refrigerado, como mandam as regras de saúde. Munidos de tantos esmeros, não há quem possa resistir a estes passeios de Verão, nem quem não possa fazê-los mesmo em tempos de contenção como estes em que vivemos. Com pouco se pode fazer muito... basta que se valorize o importante e se aproveite para tirar partido da presença de quem mais amamos. Por isso desejamos a todos umas boas férias, com muita diversão e uma excelente nutrição. Maria Antónia Peças papasebebes@gmail.com

Escreva-nos a colocar as suas dúvidas, receios, experiências e anseios. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para lhe responder de forma rápida e científica.

Depósito Legal: 321993/11 Tiragem: 20 000 exemplares Proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta publicação.

Visite a Papas & Bebés no

FaceBook

Papas & Bebés

1


10

17

21

Sumário sugestões para as férias

saúde da crianÇa

03

mercado infantil nestlé era uma vez uma papa... 04

08 16 20 24

30

bê-à-bá dos alimentos cuidados especiais a ter no Verão e alimentos que protegem o seu filho do sol 32

2

Papas & Bebés

shopping proteger. suavizar. nutrir.

coma pão!

sempre em festa prancha de surf

34

36

alimentaÇão para gráVidas

receitas para crianÇas da iniciação aos 9 meses dos 9 aos 12 meses dos 12 aos 24 meses +crescidos

o método da caixa de areia

28 38

estiVemos lá barrigas de amor

44

passatempo o tempo faz as rosas

45

noVidades

46

30


Aveiro ntro.pt Passeios de moliceiros – www.turismodoce ouca.com Geoparque de Arouca –www.geoparquear oolourosa.com Zoo de Lourosa – Parque Ecológico – www.z o.pt veiro.c www.a – Lopes a Oliveir r Escola Museu arque – www.visionarium.pt Visionarium – Centro de Ciência do Europ Beja Praça Radical do Parque da Cidade ortal.icbn.pt Parque Nacional do Vale do Guadiana – www.p odovar.pt/museuescritasudoeste m-alm www.c – ste Sudoe do a Escrit de Museu Braga uimaraesturismo.pt Pedipaper - Descoberta de Guimarães – www.g s – www.emunibasto.pt Mouro de Vinha de Centro de Educação Ambiental ortal.icnb.pt Parque Nacional da Peneda-Gerês – www.p g Citânia de Briteiros – www.msarmento.or – www.mdds.imc-ip.pt Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Chiqui Park Bragança www.icn.pt Parque Natural do Douro Internacional – Verde Vila u Escola-Muse romeu.com Museu das Curiosidades – www.quintado ciaviva.pt Centro Ciência Viva – www.braganca.cien Castelo Branco Rota das Gravuras – www.aldeiasdexisto.com encanova.pt Praia Fluvial de Aldeia Ruiva – www.cm-pro nhanova.pt Centro Histórico de Monsanto – www.cm-ida ias.no.sapo.pt Museu das Aldeias – www.museudasalde Coimbra arquebiologicoserradalousa.net Parque Biológico da Serra da Lousã – www.p quenitos.pt ldospe ortuga www.p – nitos Portugal dos Peque Ruínas de Conímbriga – www.conimbriga.pt Museu da Água – www.museudaagua.com at.uc.pt Observatório Astronómico – www.astro.m Évora mieiramarina.com Passeio de barco no Lago Alqueva – www.a uiaturistico Roteiro Évora Medieval – www.cm-evora.pt/g Parque Ecológico do Gameiro istico/ Capela dos Ossos – www.cm-evora.pt/guiatur Museu do Brinquedo Fluviário de Mora – www.fluviariomora.pt Faro amar.com Passeios pela Ria Formosa – www.formos om lash.c lidesp www.s – Slide & Splash Zoomarine – www.zoomarine.pt s.com Parque Zoológico de Lagos – www.zoolago s Sagre de eza Fortal Guarda a.pt Gravuras Rupestres do Côa – www.arte-co amaunca.mun-guarda.pt Quinta Pedagógica da Maunça – www.quintad – www.casadafreguesia.com.sapo.pt Museu de Artes e Ofícios Francisco Távora useuminiaturaautomovel.com Museu da Miniatura Automóvel – www.m t opao.p useud www.m Museu do Pão – Leiria Funpark – www.funpark.pt m-batalha.pt Ecoparque Sensorial da Pia do Urso – www.c r.pt gespa www.i – a Batalh da Mosteiro rrota – www.fundacao-aljubarrota Centro de Interpretação da Batalha de Aljuba e.com iradair rutasm Grutas de Mira de Aire – www.g

Lisboa Adventure Park – www.adventurepark.pt o/aldeia.asp Aldeia do Sobreiro – www.cm-mafra.pt/turism fra.pt/desporto/pdm_escola.asp Escola Infantil de Trânsito – www.cm-ma Jardim Zoológico de Lisboa – www.zoo.pt uintapedagogica.cm-lisboa.pt Quintinha Pedagógica dos Olivais – www.q m-lisboa.pt Jardim do Campo Grande – www.lisboaverde.c www.lisboaverde.cm-lisboa.pt – na Serafi da Alto do ativo Recre e Parqu shistoriaspaularego.com Casa das Histórias Paula Rego – www.casada o.pt nqued do-bri useuMuseu do Brinquedo – www.m ncas.eu Museu das Crianças – www.museudascria oneta.pt Museu da Marioneta – www.museudamari agama.marinha.pt Aquário Vasco da Gama – www.aquariovascod Oceanário de Lisboa – www.oceanario.pt lanetario.marinha.pt Planetário Calouste Gulbenkian – www.p Portalegre s.pt Comboio Turístico de Elvas – www.cm-elva – www.portal.icnb.pt Parque Natural da Serra de São Mamede Ruínas Romanas de Torre Palma car.no.sapo.pt Museu de (A) Brincar – www.museudeabrin Porto Bracalândia – www.bracalandia.com Zoo da Maia – www.zoodamaia.pt co.up.pt Jardim Botânico do Porto – www.jardimbotani s.pt erralve www.s – lves Serra de ção Funda Funny City – www.parquefunnycity.com Casa da Música – www.casadamusica.com Planetário do Porto – www.scd-porto.pt Sea Life Porto – www.sealife – porto.pt Santarém sdealdeia.pt Praia Fluvial da Aldeia do Mato – www.segredo Aquapolis – www.aquapolis.com.pt santarem.org Núcleo Museológico do Tempo – www.museuSetúbal Badoca Safari Park – www.badoca.com Parque Natural da Arrábida – www.icn.pt ultura-alentejo.pt Sítio Arqueológico de Miróbriga – www.c ida Museu Oceanográfico do Portinho da Arráb Viana do Castelo agoas.cm-pontedelima.pt Quinta Pedagógica de Pentieiros – www.l ês a-Ger Parque Nacional Pened pt Citânia de Santa Luzia – www.culturanorte. tasemviana.com arione www.m – neta Mario da Arte da Museu Vila Real ves.pt Quinta Bilógica do Rebentão – www.cm-cha Jardim Botânico da UTAD – www.jb.utad.pt .com.pt Pena Adventure Park – www.penaaventura msi.blogspot.com useuwww.m – m Image da e Som do Museu Viseu ue.org Bioparque S. Pedro do Sul – www.bioparq ac.pt Parque Ecológico da Quinta da Cerca – www.l o.pt Museu do Imaginário Duriense – www.tabuac t orlife.p www.f – Forlife Açores Atlântico Splash Complexo Municipal de Piscinas de Lagoa Piscinas Naturais das Cinco Ribeiras s.gov.pt Jardim Botânico do Faial – www.siaram.azore .com Lagoa das Sete Cidades – www.azorestourism Madeira ortomoniz.pt Piscinas Naturais de Porto Moniz – www.p ematicodamadeira.pt Parque Temático da Madeira – www.parquet m eira.co damad quario www.a – ra Madei Aquário da Madeira Magic – www.madeira-magic.com

Papas & Bebés

3

sugestões para as férias

Em tempo de férias, porque não aproveitar os dias grandes e conhecer um pouco mais da cultura e história do nosso país? Ou passar uns dias bem divertidos nos mais variados espaços de lazer espalhados por Portugal? Preparámos uma lista de sugestões que julgamos poder proporcionar aos nossos leitores dias bem agradáveis!


Nestlé

mercado infantil

era uma vez uma papa… Poucos são os produtos que conseguem celebrar 75 anos. A Cerelac é um deles. A Papas & Bebés foi conhecer a história desta delícia que alimentou gerações e deu origem à Nestlé, uma das maiores empresas de nutrição do planeta.

Alexandra Gil O respeito pelos consumidores está sempre em primeiro lugar. Qualidade, confiança e segurança são as palavras-chave do sucesso. E então quando os produtos se destinam a crianças, estes aspectos inegociáveis são multiplicados por mil. Quem o diz é Fernando Carvalho, director de marketing da Nestlé. Agora que a Cerelac comemora 75 anos, o executivo não tem dúvidas de que os pequenos consumidores requerem cuidados especiais devido às suas necessidades específicas. E, afinal, um bebé satisfeito será, caso corra tudo pelo melhor, um consumidor adulto fiel aos produtos da empresa.

da metade do século xix. Preocupado com a elevada mortalidade infantil, Henri Nestlé decidiu desenvolver um alimento que resolvesse esse problema. O farmacêutico suíço criou, então, uma farinha que se preparava apenas com leite ou com água e que, para além de nutritiva, era também saborosa. Surgia assim a Farinha Láctea Nestlé. Cientistas e médicos não tardaram a aclamar a invenção que conseguira até salvar um recém-nascido prematuro.

O sucesso logo se estendeu pela Europa, Estados Unidos, Rússia e Austrália. Portugal não ficou de fora, até porque sofria também de uma preocupante taxa de mortalidade entre os mais pequenos.

Fernando Carvalho, director de marketing da Nestlé.

A farinha que salvou milhões

Foi graças às crianças que a multinacional nasceu na segun4

Papas & Bebés

Em 1923, o Professor Egas Moniz, mais conhecido pelo seu Prémio Nobel do que pelas farinhas lácteas, criou a primeira fábrica de leite em pó. A Sociedade de Produtos Lácteos, SA, é inaugurada em Avanca, freguesia do concelho de Estarreja, de onde era oriundo o seu funda-

dor, tornando-se no berço da Nestlé em Portugal. Foram precisos dez anos para que Moniz começasse a fabricar e a vender produtos Nestlé, entre os quais a famosa farinha. Em 1936, o Nobel da Medicina decide aportuguesar o sabor da dita, procedendo a algumas alterações na sua composição. Em 1954, surge a designação Cérélac, que entretanto perde os acentos para melhor se internacionalizar. Como conta Fernando Carvalho, o alimento foi acompanhando a pesquisa na área da nutrição infantil, sendo elaborado de acordo com as recomendações científicas mais recentes. Em 1969, existia apenas a variedade Trigo (a actual Cerelac simples), mas a procura crescente levou a empresa a lançar uma papa de arroz sem glúten, criada a pensar em alguns problemas intestinais dos bebés.

Saúde e sabor de mãos dadas

O responsável pelo marketing da Nestlé refere ainda o facto de, no presente, a legislação ser bastante restritiva quanto à presença de açúcares nos alimentos infantis. Assim, os cereais utilizados são hidrolisados enzimaticamente, o que trocado por miúdos, permite realçar a doçura dos mesmos, dispensando o açúcar e tornando a digestão mais fácil.


E como a embalagem deve ser o mais prática possível, a empresa trocou as latas pesadonas por estojos de cartão já lá vão 24 anos. Em 1999, foram lançadas as papas líquidas prontas a tomar, o que para além de poupar tempo, tornou o produto mais portátil e o seu consumo possível a qualquer hora e em qualquer lugar.

tanto para Portugal, como para outros países. São usados leite dos Açores e cereais nacionais, o que faz toda a diferença.”

Dados históricos à parte, Fernando Carvalho não poupa um sorriso rasgado quando fala de Cerelac. “Para nós, aqui na Nestlé, é uma das mais, senão a mais emocional de todas as marcas. Temos uma ligação muito forte com ela e os portugueses também.” O executivo destaca o facto de muitos dos pais e avós de hoje terem eles próprios tomado a papa. “A herança de qualidade, de sabor e de confiança Anúncio de imprensa de 2005. da Cerelac tem passado de geração em geração e isso O mercado e a oferta faz-nos muitos felizes. Ao fim A taxa de natalidade tende a de todos estes anos, continua decrescer, mas mesmo assim a ser a primeira papa dos be- a Cerelac regista um crescibés. E até os adultos gostam.” mento sustentado, continuando Fernando Carvalho menciona a ser uma marca de referência as alterações em termos nu- um pouco por todo o mundo. Inotricionais, mas garante que, no var e renovar as gamas, acomtoca ao sabor, a tradição ainda panhando os avanços científicos é o que era. “A Cerelac conti- e fazendo parcerias com espenua a ser produzida em Avanca, cialistas de várias áreas é funda-

mental para garantir uma quota que ronda os 80 por cento. Presente em dois mercados distintos, a Cerelac divide-se entre Farinhas Infantis e Cereais Lácteos, englobando assim produtos destinados a consumidores a partir dos quatro meses de idade. No que respeita às Farinhas, mercado estimado nas cinco mil toneladas, este inclui os segmentos de Lácteas e Não Lácteas. O primeiro representa o maior volume – cerca de 96 por cento – subdividindo-se em com e sem glúten. Este último é indicado para bebés a partir dos quatro meses, tendo um peso no mercado total na ordem dos 12 por cento. Já o congénere com glúten destina-se a crianças a partir dos seis meses. Por fim, as Farinhas Simples representam a fatia mais gorda, com 70 por cento do volume.

A variedade de produtos

A Cerelac faz parte do Plano de Nutrição Infantil da Nestlé, criado para ajudar e acompanhar os pais na escolha dos produtos adequados a cada fase do desenvolvimento do bebé. Assim, as embalagens foram renovadas, facilitando a compra e dando mais e melhor informação

Evolução da Cerelac Papas & Bebés

5


mercado infantil

Atenta à importância cada vez maior das redes sociais, a Nestlé apostou no Facebook e desafia mamãs e papás babados a mostrarem o quanto adoram os seus rebentos. Na página criada para assinalar os 75 anos da marca (ver caixa “Endereços Úteis”), uma aplicação recria o outdoor presente na rua e onde pode figurar uma foto do bebé. Para isso basta fazer o respectivo download, criar uma legenda cheia de mimo e depois partilhar com os amigos. É também na página da rede social que está ainda a vertente televisiva das comemorações. “Esta campanha corporativa de nutrição, saúde e bem-estar tem como protagonista a Mafalda Pinto Leite, que representa, nos seus papeis de mãe, chef e apresentadora, os valores que a Cerelac defende”, conta Fernando Carvalho.

Anúncio de imprensa para campanha dos 75 anos da Cerelac.

nutricional. A destacar são os ícones e cores comuns para identificar a idade da criança e a presença ou ausência de glúten. Outra das novidades é a Papa de Início. Primeira papa não láctea da gama Cerelac, pode ser feita com o leite que o bebé está a tomar. Probiótica e sem sacarose, é ainda enriquecida com bidifobactérias que ajudam a reforçar as defesas naturais. Para além destas inovações, os pequenotes podem ainda contar com quatro variedades lácteas sem glúten 6

Papas & Bebés

(Arroz, Milho Arroz, Pêra e Multifrutos) e com outras quatro com glúten (Maçãs, Pêra, Banana & Laranja e Cinco Frutos). A lista encerra com a tradicional Cerelac simples de Trigo. Quanto aos cereais lácteos, as alternativas são uma variedade de cereais sem glúten e quatro outras com glúten: Mel, Multifrutos, Baunilha e Bolacha.

Campanha dos 75 anos

O ano é de festa e não faltam iniciativas a assinalar este aniversário tão especial da Cerelac.

Para além do spot propriamente dito, é possível assistir ao making-of. A fazer companhia a Mafalda Pinto Leite está o Ursinho Azul, mascote dos alimentos infantis da Nestlé. O simpático boneco surge agora em três dimensões numa série de clips, que promovem, entre outros produtos, a recente Cerelac Bolacha Maria. Como a festa também se faz em casa, o responsável pelo marketing promete eventos na fábrica de Avanca junto daqueles que todos os dias fabricam o produto aniversariante. Disponível durante o ano inteiro está o Clube Bebé Nestlé. Este sítio de Internet (ver caixa “Endereços Úteis”) foi criado a pensar nas mamãs e nos papás logo a partir da gravidez. Após um simples registo será possível aceder a conselhos para


os meses de gestação e outros para cada fase de desenvolvimento do pequenote. E aqui não entra só a nutrição, mas também a segurança e outros temas fundamentais a papás de primeira viagem e não só. Pedir ajuda a especialistas, participar em passatempos e receber ofertas são outras actividades a desfrutar neste espaço. Fernando Carvalho realça que a Nestlé não é apenas uma fabricante de alimentos. Sendo líder de mercado, a sua responsabilidade vai mais além, o que para lá das iniciativas já referidas inclui o mecenato. Entre as diversas actividades apoiadas pela empresa destacam-se os Concertos para Bebés. “A forma como os bebés reagem à música é algo mágico. A forma como a música tem um papel no desenvolvimento deles é fundamental. Preocupamo-nos com que comecem e cresçam com saúde. Isso tem muito que ver com nutrição, mas não fica por aí. Queremos que os nossos bebés sejam saudáveis, mas também felizes.”

Curiosidades Cerelac O número de embalagens comercializadas, anualmente, em Portugal, quando empilhadas, atinge 1190 quilómetros, algo como o equivalente à costa portuguesa continental. A área ocupada pelas embalagens vendidas num ano, se espalmadas, daria para cobrir Portugal quase duas vezes. As embalagens consumidas em Portugal, nestes 75 anos, quando alinhadas dariam para completar quase sete voltas à Terra. A cada minuto que passa, são consumidos sete quilos de Cerelac. O Ursinho Azul tem um ar de miúdo, mas já está na casa dos quarenta. Presente em mais de 60 países, a mascote chegou a Portugal, em 1996 , numa brochura sobre as variedades de Cerelac. Hoje, é um ícone dos alimentos infantis Nestlé e adorado tanto pelos mais pequenos, como pelos pais. O primeiro anúncio televisivo Cerelac surgiu em 1970 e o primeiro a cores onze anos depois.

Anúncio de imprensa de 2007. Papas & Bebés

7


Introdução da alimentação diversificada

da iniciação aos 9 meses

A introdução da alimentação diversificada é sempre um momento de grande agitação no seio das famílias. Considerado um momento de grande relevância emocional, pode também tornar-se angustiante e apreensivo, pelo que importa desmistificar um pouco aquilo que verdadeiramente deve ser considerado.

Com a maturidade de alguns órgãos e o organismo a desenvolver-se de forma normal, surge a necessidade de introduzir na alimentação do bebé (entre os 4 e os 6 meses de idade) alguns alimentos para além do seu leite habitual. Para um melhor processo de adaptação, esta introdução deve ser feita sempre sob aconselhamento médico e regrada em função daquilo que a criança aceita com mais agrado. Não há apenas uma fórmula, na verdade é indiferente começar pelas papas de cereais, vegetais ou frutos; importa é que a sua introdução seja feita de forma tranquila, com os alimentos recomendados e com texturas

que vão de encontro ao gosto da criança. As papas e sopas, ainda que ralas, não significa que não tenham as qualidades nutritivas suficientes para um bom desenvolvimento nutricional, ou que sejam menos ricas do que as papas mais robustas e de textura espessa, é tudo uma questão de gosto. Outra questão que deve ter em conta é que tem todas as vantagens em escolher produtos da época, maduros, sem manchas nem bolores. O mais importante é que tenham os nutrientes indispensáveis, que sejam frescos e controlados sob o ponto de vista sanitário. E se se habituar a escolhê-los com tranquilidade, poderá fazer compras muito mais saudáveis e económicas. depois dos 6 meses

primeiras semanas

Alimentos a introduzir Batata Batata-doce Cenoura e pastinaga Abóbora Alface

Rica em hidratos de carbono, vitaminas B e C Rica em hidratos de carbono, vitamina D, E e B3 Ricas em betacaroteno e vitamina A Rica em betacaroteno, vitamina C, ferro, cálcio e magnésio Rica em vitamina A, B1, B2 e C, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, sódio e potássio

Maçã

Rica em pectina, fibras e vitamina B e C

Pêra

Rica em ácido fólico, vitamina C e ferro

Banana

Rica em hidratos de carbono, vitamina B e potássio

Curgete

Rica em vitaminas B1, B2, B3 e B5, caroteno, enxofre, fósforo, magnésio e ferro

Feijão-verde

Rica em ácido fólico, vitamina C e fósforo

Brócolos

Rica em cálcio, magnésio, vitamina K, B e C

Papas & Bebés

Alimentos a introduzir Cebola

Conteúdo nutricional Rica em vitamina C e do complexo B e alicina

Alho-francês

Rico em vitamina A, E e alicina

Nabo

Rico em ácido fólico e potássio

Agrião

Rico em vitamina C e E, betacaroteno e folatos

Papaia

Rica em betacaroteno e papaína

Arroz

Rico em vitamina B e zinco

Frango

Rico em vitamina A, B3 e B6

Coelho

Pobre em gorduras, rico em proteínas e em selénio

Borrego/cabrito

Rico em proteína, ferro e zinco

Vitela

Rica em proteína, ferro e zinco

Rica em caroteno (provitamina A), vitamina C e ácido fólico

Couve-flor

Pêra-abacate

8

Conteúdo nutricional

Rica em vitamina E, cálcio, ácido fólico e vitaminas do complexo B

Ingredientes a introduzir de forma gradual (um alimento novo de três em três dias).

Os ingredientes aqui aconselhados devem ser sempre previamente autorizados pelo pediatra ou médico de família que é quem melhor conhece o seu bebé.


Puré de batata-doce com banana Idade recomendada: a partir dos 4 meses

IngredIentes (4 porções) 150 g de batata-doce 2 bananas Leite do bebé q. b.

a batata-doce e as 1 Lave bananas e seque-as em

papel de cozinha. Com um garfo, pique a batata-doce em vários sítios e coloque-a num tabuleiro de forno. Junte as bananas e leve ao forno a assar.

provável que as bananas 2 Éassem mais rapidamente

do que a batata-doce (principalmente quando são mais robustas), por isso retire-as do forno quando estiverem com uma cor escura e uniforme.

a batata-doce estiver 3 Quando assada, retire-lhe a casca e faça o mesmo às bananas.

tudo no copo da 4 Coloque trituradora, adicione leite s caloria ão rç o p r o p

al

kc 93

do bebé até obter a textura desejada e congele tudo o que não precisar de usar em doses individuais.

Não há nenhuma razão para que os legumes e a fruta não possam ser oferecidos à criança numa única receita. A verdade é que importa diversificar a forma como são oferecidos e proporcionar aos bebés pequenos sabores diferentes a que se vão habituando com prazer. Se lhes acrescentar um pouco do leite habitual do bebé potenciará ainda um pouco mais essa boa aceitação. Papas & Bebés

9


da iniciação aos 9 meses

Creme de abóbora-manteiga com pêra Idade recomendada: a partir dos 4 meses

IngredIentes (4 porções) 150 g de abóbora-manteiga 100 g de curgete 150 g de pêra madura 4 colheres (sopa) do leite do bebé

a abóbora1 Descasque -manteiga, a curgete e

a pêra. Corte tudo em cubinhos e leve a cozer, juntamente com um pouco de água, durante cerca de 30 minutos (de preferência, use uma panela de vapor).

de que 2 Certifique-se o líquido que restou

da cozedura não é demasiado, adicione o leite do bebé e triture até obter um creme aveludado. Sirva frio, e adicione um pouco mais de leite para regular a textura conforme a preferência da criança.

s caloria ão rç o p r o p

al

kc 41

Porque nem sempre temos à mão um boião adequado ao nosso bebé, deixamos estas duas receitas caseiras que são recomendadas para aquelas refeições que é suposto fazer fora de casa e que é necessário arrumar na mala térmica. Muito fáceis de preparar, rápidas na manipulação, ainda permitem ser transportadas a frio ou congeladas para outras utilizações.

10

Papas & Bebés


Creme de alface com maçã golden Idade recomendada: a partir dos 4 meses

IngredIentes (4 porções) s caloria ão rç p or p o

al

kc 47

100 g de mandioca 100 g de pastinaga 150 g de maçã golden 3 folhas de alface

a mandioca, a 1 Descasque pastinaga e a maçã e leve

tudo a cozer num pouco de água. Quando levantar fervura, adicione as folhas de alface bem lavadas e cortadas em pedacinhos.

de tudo bem cozido, 2 Depois triture para obter um creme aveludado.

Se vai passar o dia fora de casa e não pretende depender de equipamentos domésticos menos portáteis, aproveite para experimentar estes dois cremes e sirva-os frios. Sempre que tenha oportunidade, não hesite em preparar algumas doses extra para ter no congelador; além de tornar a vida muito mais fácil, é também uma forma económica de alimentar um bebé de forma saudável. Papas & Bebés

11


da iniciação aos 9 meses

Puré de frutos tropicais Idade recomendada: a partir dos 6 meses

IngredIentes (1 porção) ½ abacate 60 g de papaia madura 50 g de mamão 2 colheres (sopa) de leite do bebé

os frutos, 1 Descasque retire-lhes as sementes e

s caloria ão rç p or p o

al

kc 220

esmague-os com um garfo ou triture-os no copo da trituradora.

o leite e envolva 2 Adicione até obter um creme de

textura adequada ao gosto do bebé.

Às papas de frutos pode sempre adicionar um pouco de leite do bebé para as tornar mais fluídas ou, se pelo contrário, as quiser engrossar, junte-lhes duas ou três bolachas Maria esmagadas e bem envolvidas. Claro que estas papas devem ser preparadas apenas no momento, já que a maioria dos frutos oxida quando se encontra exposta ao ar. Mas são fáceis de transportar e muito práticos de esmagar desde que os tenha escolhido maduros. 12

Papas & Bebés


Verduras da Horta e Frango com puré de alperces Idade recomendada: a partir dos 6 meses

IngredIentes (2 porções) 100 g de alperces secos 0,5 dl de leite do bebé 1 boião NUTRIBÉN Especial Fibra Verduras da Horta e Frango

os alperces 1 Coloque secos de molho em água quente durante cerca de 30 minutos.

de amolecidos, 2 Depois corte os alperces em

pedacinhos e leve-os a cozer num pouco de água durante 10 minutos.

os alperces e 3 Escorra triture-os juntamente com o leite do bebé. Aqueça o boião conforme as instruções da embalagem e sirva estes dois cremes de forma a que se juntem apenas na colher.

s caloria ão rç p or p o

al

kc 257

Os boiões NUTRIBÉN® são alimentos 100% naturais! Todos os ingredientes são seleccionados desde a sua origem e seguem as recomendações da Sociedade Europeia de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica.

Papas & Bebés

13


da iniciação aos 9 meses

Pêra com pêssego em infusão de lúcia-lima Idade recomendada: a partir dos 6 meses

IngredIentes (4 porções) 2 peras 2 pêssegos 3 alperces 4 folhas de lúcia-lima 250 ml de papa líquida de cereais com leite

s caloria ão rç p or p o

al

kc 141

bem as peras, 1 Lave os pêssegos e os alperces, retire-lhes as sementes e os caroços e corte-os em fatias finas.

ao lume uma panela 2 Leve pequena com água (cerca

de 2 dl) e quando levantar fervura, junte-lhe as folhas de lúcia-lima e os frutos cortados. Deixe cozer.

os frutos depois 3 Escorra de cozidos e triture-os.

Adicione a papa líquida de cereais com leite, envolva e sirva.

As papas líquidas de cereais com leite prontas a tomar são particularmente recomendadas quando precisamos de organizar refeições fora de casa. Na verdade, não obrigam a refrigeração, bastando ser acondicionadas juntamente com todos os outros alimentos a transportar. Os frutos, depois de cozidos e triturados, conservam-se bem se guardados no frio dentro de caixas.

14

Papas & Bebés


Batido de cereja Idade recomendada: a partir dos 6 meses

IngredIentes (1 porção) 180 ml de leite do bebé 5 cerejas maduras 1 colher (sopa) de papa de arroz

o leite com as cerejas 1 Bata lavadas e descaroçadas e a papa de arroz.

o biberão do bebé 2 Sirva ou guarde no frio até ao

momento de o utilizar (mas deve ser consumido num espaço de 12 horas, antes que a fruta comece a fermentar).

s caloria ão rç p or p o

al

kc 126

Os batidos de fruta são excelentes ajudas nestes dias mais quentes porque podem facilmente transportar-se e porque alimentam e hidratam sem grandes sacrifícios. O ideal é que varie os frutos com que aromatiza o leite e junte sempre um pouco de papa ao gosto da criança para fazer uma ligação mais homogénea entre a polpa da fruta e o leite. Papas & Bebés

15


dos 9 aos 12 meses

A partir dos 9 meses, a vida fica muito mais facilitada no que diz respeito à variedade de alimentos que o bebé poderá passar a comer. É chegada a hora de introduzir o peixe, o iogurte, a gema de ovo, os citrinos, o queijo, massas, leguminosas e os restantes hortofrutícolas que estavam em falta (com excepção para os frutos vermelhos e o tomate, que dadas as suas potenciais características alergénicas devem ficar para um pouco mais tarde). E com este acréscimo também fica muito mais fácil preparar refeições para transportar e comer fora de casa. Mas a verdade é que muitas vezes, por rotinas e preconceitos, os pais têm tendência a oferecer aos seus filhos apenas aquilo a que estão habituados eles próprios a comer, promovendo que, de pequenos, os seus bebés fiquem também muito fechados a novas experiências alimentares. O desafio que propomos é exactamente o oposto; deixe-se cativar pela grande oferta que existe no mercado, olhe bem para as possibilidades alimentares da criança e prepare, sem medos, refeições nutritivas e mais criativas. Quem sabe se isso não acabará por reflectir-se nas escolhas de toda a família?

16

Papas & Bebés

Alimentos a introduzir Peixe (de preferência branco e magro)

Conteúdo nutricional Rico em vitaminas A, D e B, fósforo, iodo, potássio e cálcio

Gema de ovo

Rica em proteínas de excelente qualidade indênticas às do leite e vitaminas A, D e do complexo B

Uva

Contém potássio, cálcio, sódio, magnésio, ferro, silício e vitaminas A, B e C

Manga

Ameixa fresca e seca

Damasco Pêssego Cereja

Laranja, tangerina e clementina Melão/Meloa Espinafre e acelga

Alho Iogurte natural e queijos simples Massa Leguminosas (grão, feijão, lentilhas, ervilhas e favas)

Rica em vitaminas B e C e provitamina A, caroteno, cálcio, potássio, cobre e açúcares naturais Rica em cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, fibra e açúcares naturais Rico em vitaminas A, B e C, ferro, magnésio, manganês, fósforo, potássio e açúcares naturais Contém vitaminas A, B1, B2 e C e potássio Rica em vitaminas A, B e C, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, ácido elágico e açúcares naturais Rica em vitamina C, ácidos cítrico, tartárico e málico, sais minerais, bioflavonóides, açúcares naturais e pectina Ricos em vitamina A, B e C e água Contêm bons níveis de ferro, fibra, sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, enxofre, zinco, cobre e vitaminas A, B, C, D e P Rico em enxofre, iodo, potássio, selénio e alicina Contém proteínas de alta qualidade, glícidos, lípidos, vitaminas e sais minerais Rica em fibras, vitaminas do complexo B, ferro, zinco e selénio Ricas em cálcio, ferro, proteínas, ácido fólico, hidratos de carbono e fibras

Os ingredientes aqui aconselhados devem ser sempre previamente autorizados pelo pediatra ou médico de família que é quem melhor conhece o seu bebé.


Sopa de alcachofras com queijo quark Idade recomendada: a partir dos 9 meses

IngredIentes (4 porções) 150 g de batata 50 g de cebola 100 g de curgete 1 alcachofra fresca 1 colher (chá) de salsa picada 1 gema de ovo 4 colheres (chá) de queijo quark 1 colher (sopa) de azeite

a batata e a 1 Descasque cebola, e corte-as em

pedaços. Lave a curgete e corte-a também em cubos. Retire as folhas mais rijas da alcachofra e lave bem por dentro o seu coração.

uma panela com 2 Coloque água ao lume e, quando

levantar fervura, junte-lhe a batata, a cebola, a curgete, a alcachofra e a salsa picada. Deixe cozer.

a sopa até obter um 3 Triture creme homogéneo (atenção

s caloria ão rç o p r o p

al

kc 88

que as alcachofras têm folhas fibrosas e precisam, normalmente, de um pouco mais de tempo a ser trituradas) e adicione a gema de ovo. Leve ao lume e, quando levantar fervura, retire, tempere com azeite e deixe arrefecer.

a sopa fria e junte-lhe, 4 Sirva envolvendo bem, uma colher de chá de queijo quark.

O queijo quark é típico da Europa central e muito apreciado na Alemanha. É feito de leite de vaca e é uma espécie de queijo branco e magro, embora o seu sabor acidulado faça lembrar um pouco o do iogurte. Recomenda-se para a alimentação de crianças a partir dos 9 meses de idade, podendo mesmo ser usado como substituto do iogurte em algumas refeições. Não deve, no entanto, ser misturado às preparações a quente, pois perde muitas das suas propriedades. Papas & Bebés

17


da iniciação aos 9 meses

Creme de cogumelos com soja e iogurte Idade recomendada: a partir dos 9 meses

IngredIentes (4 porções) 50 g de cebola 1 dente de alho 1 colher (sopa) de azeite 200 g de cogumelos 4 colheres (sopa) de granulado de soja 1 colher (chá) de tomilho fresco picado 1 iogurte natural

s caloria ão rç p or p o

al

kc 71

a cebola e o 1 Descasque alho, pique-os e aloure-os ligeiramente no azeite.

e seque os 2 Lave cogumelos e pique-os

finamente. Junte os cogumelos ao refogado e deixe cozer. Junte o granulado de soja, um pouco de água quente e o tomilho picado.

de tudo bem 3 Depois cozido, triture o preparado

e deixe arrefecer. Na hora de servir, adicione o iogurte natural, envolva e ofereça ao bebé.

O granulado de soja é um alimento muito nutritivo e fácil de encontrar nas áreas naturais dos supermercados ou em lojas de alimentação natural. Pode armazenar-se com facilidade e recomenda-se para engrossar e enriquecer caldos de legumes.

18

Papas & Bebés


Dip de legumes com creme verde Idade recomendada: a partir dos 9 meses

IngredIentes (3 porções) 100 g de cenouras-bebé 100 g de ervilhas-de-quebrar 100 g de maçarocas de milho-bebé 100 g de mini-gressinos de pão simples 1 pêra-abacate ½ pêra madura ½ iogurte natural

as cenouras-bebé, as ervilhas-de1 Arranje -quebrar e as maçarocas de milho-bebé e coza tudo ligeiramente no vapor. Deixe arrefecer bem no frio.

a pêra-abacate e a pêra 2 Descasque e esmague-as com um garfo de forma

a obter um creme espesso. Adicione o iogurte, envolva e coloque no frio por 15 minutos a arrefecer.

estes dips fresquinhos juntamente 3 Sirva com os gressinos e deixe a criança apreciar os legumes, mergulhando-os no creme aromático e adocicado da fruta.

c al por porias or ç ã o

287 kcal

Papas & Bebés

19


dos 12 aos 24 meses São vários os perigos que podem perturbar o bem-estar da criança na época de Verão. Desde as incómodas intoxicações alimentares, às desidratações, passando pelas micoses, picadas de insectos e terminando nas insolações, todo o cuidado é pouco e o melhor mesmo é estar atento aos sinais. Considerada uma das maiores preocupações trazidas pelo clima quente do Verão, a desidratação é um distúrbio que atinge todas as idades, mas são as crianças que mais sofrem com esta situação. Com as altas temperaturas surge, também, um aumento da quantidade de vírus causadores de intoxicações alimentares, bem como um aumento da contaminação dos alimentos por bactérias. Acontece que, muitas

vezes, os pais não lavam as mãos antes de manipular alimentos e não se preocupam em acondicioná-los correctamente, o que leva a que as bactérias estejam num meio ideal para se multiplicarem e, consequentemente, para causar doença. Recomenda-se, pois, que se evite levar alimentos perecíveis ao calor para a praia e todos os outros devem ser muito bem acondicionados numa mala térmica. Em casa, deverão manter-se os alimentos perecíveis sempre refrigerados e procurar não estar sempre a abrir e fechar a porta do frigorífico. Fora de casa, evite oferecer à criança snacks vendidos nas praias ou em restaurantes que possam aparentar não possuir condições de higiene.

Alimentos permitidos

20

Papas & Bebés

A partir de...

Leite de vaca pasteurizado (gordo)

12 meses

Clara de ovo

13 meses

Morangos e frutos vermelhos

14 meses

Tomate

14 meses

Marisco

18 meses


Ovos mexidos com queijo e tomate em pão de centeio Idade recomendada: a partir dos 14 meses

IngredIentes (1 porção) 1 fatia de pão de centeio 1 ovo 2 colheres (sopa) de leite 1 colher (sopa) de azeite 1 tomate maduro 1 fatia de queijo 1 colher (sopa) de cebola picada

s caloria ão rç o p r o p

al

kc 362

a pele ao tomate, 1 Retire corte-o em pedacinhos e

escorra-lhe bem o sumo. Aloure a cebola numa colher de azeite e junte o tomate picado. Deixe apurar.

o ovo com o leite. 2 Bata Aqueça a restante

colher de sopa de azeite e, quando estiver bem quente, junte-lhe o ovo e mexa cuidadosamente.

a fatia de pão de 3 Barre centeio com o tomate

depois de frio, disponha a fatia de queijo e, por cima, coloque o ovo mexido.

Se desejar transportar esta receita, acrescente mais uma fatia de pão e faça uma sanduíche. Como tem ovo, não se esqueça que deve ser muito bem acondicionada e transportada dentro de mala térmica refrescada. Papas & Bebés

21


dos 12 aos 24 meses

Salada de massa com peixe Idade recomendada: a partir dos 14 meses

IngredIentes (4 porções) 200 g de massa lacinhos 100 g de pescada limpa 8 tomates-cereja 50 g de feijão-verde 100 g de cenoura 100 g de maçarocas de milho-bebé 50 g de queijo ralado 2 colheres (sopa) de azeite 2 dentes de alho 1 colher (sopa) de sumo de limão Rebentos de alfafa q. b.

a pescada e a massa 1 Coza em água e, depois de prontas, escorra-as bem e reserve. No caldo que sobrou, coza o feijão-verde, a cenoura e o milho.

a pescada (elimine 2 Desfie com atenção as espinhas que possam ter ficado) e deixe arrefecer.

s caloria ão rç o p r o p

348

kcal

os dentes de alho no 3 Aloure azeite aquecido e junte-

-lhe a massa, o feijão-verde cortado em tiras finas, a cenoura em rodelinhas e o milho em pedaços. Envolva cuidadosamente e retire do lume.

a massa para uma 4 Despeje saladeira e, depois de fria,

junte-lhe a pescada desfiada, os tomates-cereja cortados em pedacinhos, o queijo ralado e os rebentos de alfafa. Regue com o sumo de limão, envolva e sirva bem fresco.

22

Papas & Bebés


IngredIentes (1 porção) 50 g de flocos de aveia 1 dl de leite ¼ de papaia madura 2 figos 1 colher (sobremesa) de pinhões 1 colher (sobremesa) de passas de uva ½ iogurte natural

Muesli com papaia e figos Idade recomendada: a partir dos 12 meses

os flocos de aveia 1 Coloque numa taça e cubra-os com o leite. Reserve durante cerca de 30 minutos para que amaciem.

a papaia e os figos, 2 Prepare corte-os em pequenos pedaços e envolva-os nos flocos.

fim, adicione o iogurte 3 Por e as passas e os pinhões. Sirva fresco.

s caloria ão rç p or p o

al

kc 422

Os flocos de aveia são a forma mais comum de comer este cereal, que é dos mais ricos em proteínas e fibras solúveis. Face ao terrível aumento de obesidade na infância, a ingestão deste cereal, rico em hidratos de carbono, pode ajudar no controle do peso, já que provoca uma grande sensação de saciedade e retarda o esvaziamento gástrico, verificando-se uma libertação constante de açúcar no sangue. Papas & Bebés

23


+

crescidos

Nem só de sanduíches, empadas, croquetes e rissóis vivem os piqueniques e as refeições fora de casa. Mas também é sabido que as crianças gostam de alimentos fáceis de consumir e que tenham algum encanto à vista... Assim, para estes dias de praia, campo ou mesmo um lanchinho num jardim na cidade, vão ser necessárias refeições fáceis de transportar, mas que também sejam simultaneamente ricas em nutrientes e tentadoras quanto baste (até para que a interrupção da brincadeira não venha acompanhada de mau humor ou mesmo alguma birra). Com esta preocupação em mente, preparámos sugestões que tanto miúdos como graúdos irão adorar. Aproveite, assim, estes dias de férias e surpreenda a sua família com uma deliciosa refeição fora de portas.

Alimentos Sal

Papas & Bebés

A partir dos 2 anos e sempre em quantidades reduzidas

Carne de porco

A partir dos 2 anos

Frutos secos (nozes, amêndoas e amendoins)

A partir dos 2 anos

Chocolates, bolos de pastelaria, enchidos, fritos, alimentos processados, gomas e refrigerantes

24

Condicionalismos

O mais tarde possível


Mini-pizas de atum

s caloria ão rç p or p o

al

kc 271

Idade recomendada: a partir dos 2 anos

IngredIentes para a massa (8 porções) 170 g de água 30 g de azeite 1 colher (café) de sal 350 g de farinha 10 g de levedura prensada

IngredIentes para o recheIo 1 lata de atum ao natural 3 colheres (sopa) molho bechamel 2 colheres (sopa) de azeite ½ cebola 2 dentes de alho 100 ml de polpa de tomate 200 g de macedónia de legumes cozidos 50 g de queijo ralado Orégãos secos picados q. b.

Coloque a água, o azeite e o sal no copo da Mycook e aqueça 1 durante 30 segundos, a 40º C, velocidade 2. Adicione a farinha e a levedura prensada e programe 2 minutos, na

velocidade amassar.

a massa do copo, depois de pronta, e deixe-a repousar 2 Retire durante cerca de 30 minutos, tapada com um pano de cozinha.

o copo do robô e passemos ao recheio. Aqueça o azeite, 3 Lave 1 minuto, 120º C, velocidade 1. Junte-lhe a cebola e

os alhos descascados e cortados em pedaços e deixe alourar durante 6 minutos, 120º C, velocidade 1.

depois a polpa de tomate, o atum bem escorrido e os 4 Adicione orégãos. Encaixe o cesto de vapor no copo do robô e disponha lá dentro a macedónia de legumes. Programe 5 minutos, 120º C, velocidade 2. Depois de tudo pronto, retire o cesto de vapor e envolva ao atum o molho bechamel.

a massa em oito porções, prepare pequenas rodelas e 5 Divida sobre cada uma delas disponha uma colherada do preparado de atum, um pouco de macedónia de legumes e polvilhe com queijo ralado.

a operação até finalizar as 8 mini-pizas e leve ao forno 6 Repita aquecido do fogão até estarem douradinhas. Deixe arrefecer.

Papas & Bebés

25


+ crescidos

Piza enrolada de carne Idade recomendada: a partir dos 2 anos

IngredIentes para a massa (8 porções) 1 ½ chávena (chá) de leite ½ chávena (chá) de óleo 1 colher (sopa) de açúcar 1 colher (café) de sal 1 colher (chá) de levedura prensada 4 chávenas (chá) de farinha de trigo

IngredIentes para o recheIo 150 g de queijo ralado 100 g de carne assada picada 50 g de chouriço picado 1 chávena (chá) de polpa de tomate Orégãos secos picados q. b.

s caloria ão rç p or p o

al

kc 472

o leite juntamente 1 Aqueça com o óleo, o açúcar e o sal,

sem deixar ferver. Quando a mistura estiver morna, adicione a levedura prensada. Misture e adicione 4 chávenas de farinha de trigo. Amasse até que todos ingredientes estejam bem envolvidos.

2

Cubra a massa com um pano e deixe descansar e crescer, por cerca de 30 minutos. Coloque a massa sobre uma superfície

enfarinhada e estenda-a formando um rectângulo. Espalhe por cima desta a polpa de tomate, faça uma camada de queijo ralado sobre o molho, e outra de carne e chouriço picados e polvilhe com os orégãos.

um tabuleiro de forno 4 Unte com um pouco de óleo e

disponha os rolinhos. Deixe levedar por mais 30 minutos e, depois, leve-os ao forno aquecido até que fiquem dourados.

a massa, começando 3 Enrole pelo lado menor do rectângulo e corte-o em fatias, com aproximadamente 2 cm de largura.

Excelente sugestão esta para aproveitar carne assada ou estufada de refeições anteriores. Num tempo em que toda a gente tem de poupar e aproveitar recursos, estas pizas enroladas são uma solução fantástica para piqueniques e cestas de praia. Além de que são facílimas de fazer. 26

Papas & Bebés


Pastéis de batata com peixe no forno Idade recomendada: a partir dos 2 anos

IngredIentes (8 porções) 1 kg de batatas 1 posta de pescada ou maruca 2 ovos 50 g de queijo ralado ½ cebola 1 gema de ovo Sal q. b. Azeite q. b Legumes para decorar

as batatas e 1 Descasque leve-as a cozer. Quando

levantar fervura, adicione o peixe e um pouco de sal e deixe acabar de cozer.

as batatas e o 2 Escorra peixe. Passe as batatas pelo passe-vite e desfie o peixe (atenção às espinhas).

os ovos, o queijo 3 Junte ralado e a cebola picada.

E molde pequenas porções como se fossem bolachas.

as bolachas com 4 Pincele gema de ovo, decore

com legumes a gosto e leve a forno aquecido num tabuleiro previamente pincelado com azeite, deixando dourar.

s caloria ão rç p or p o

al

kc 170

Estes pastéis de peixe, além de serem muito fofos e saborosos, são saudáveis formas de preparar peixe para quando se tem de organizar uma refeição fora de casa. Como são assados no forno, não apresentam tanta gordura como os clássicos pastéis fritos e ainda podem decorar-se de forma muito apelativa.

Papas & Bebés

27


+ crescidos

Pãezinhos no forno com pasta de fiambre Idade recomendada: a partir dos 2 anos

IngredIentes (6 porções) 3 bolinhas de mistura ou outro pão redondo a gosto 200 g de fiambre de frango ou de porco magro 2 colheres (sopa) de azeite 1 cebola 2 tomates 1 dl de molho bechamel 2 colheres (sopa) de iogurte natural Orégãos q. b. 100 g de queijo ralado Legumes para decorar

os pãezinhos a meio 1 Corte e reserve. a cebola e 2 Descasque pique-a. Retire a pele aos tomates e corte-os em pedaços.

ao lume o azeite e, 3 Leve quando estiver quente,

aloure a cebola. Junte o tomate e deixe apurar. Adicione depois o fiambre picado e o bechamel, envolva e retire do lume.

cuidadosamente 4 Triture este preparado e adicione

o iogurte. Tempere com orégãos a gosto e distribua a pasta sobre as metades dos pãezinhos.

s caloria ão rç p or p o

al

kc 309

com queijo ralado 5 Polvilhe (se gostar) e decore com legumes de forma a obter umas caras divertidas como as da foto.

O pão é uma boa ajuda na preparação de refeições para transportar. Mas não precisa de ser utilizado sempre sob a forma de sanduíches. Estas caras divertidas são a prova de que pode fazer maravilhas com apenas um pouco de imaginação. 28

Papas & Bebés


Coxas de frango com mel Idade recomendada: a partir dos 2 anos

calo por porias r ç ão

127 kcal

IngredIentes (6 porções) 6 coxas de frango 2 colheres (sopa) de mel 2 colheres (café) de molho de soja 2 colheres (café) de mostarda Azeite q. b.

por fazer cortes em diagonal nas coxas de frango. Coloque-as, depois, numa assadeira 1 Comece previamente untada com um pouco de azeite. o mel com a mostarda e o molho de soja e regue as coxas de frango. Tape e deixe marinar 2 Misture durante cerca de uma hora, virando as coxas de vez em quando. de marinadas, leve as coxas de frango ao forno pré-aquecido durante 20 minutos, e vá regando e 3 Depois virando o frango várias vezes para que fique assado por igual.

Coxinhas deliciosas e muito fáceis de preparar. Podem ser guardadas no frio depois de feitas e reforçam uma mesa de piquenique de forma muito prática. Papas & Bebés

29


sempre em festa

Prancha de Surf Rita Nascimento Cakeland

Ingredientes (12 porções)

250 g de farinha 240 g de açúcar 100 g de manteiga 4 ovos 1 colher (chá) de fermento em pó 200 ml de leite 6 colheres (sopa) de cacau em pó 500 g de pasta de açúcar (nas cores branca, amarela, laranja, preta e azul) Açúcar em pó Doce/Creme de chocolate para barrar o bolo

30

Papas & Bebés

Para fazer o bolo de cacau Bata a manteiga (que deve estar amolecida) com o açúcar. Junte as gemas uma a uma e continue a bater. Junte a farinha, fermento e cacau e, por fim, o leite. Mexa até estar tudo incorporado e obter uma massa uniforme. Bata as claras em castelo e envolva delicadamente na massa.

Coza em forno pré-aquecido a 180º C numa forma rectangular, que deve estar untada e enfarinhada. Deixe arrefecer completamente antes de decorar.


Para decorar o bolo

A prancha está pronta para surfar numas férias docinhas! Barre o bolo com doce da sua preferência, para que a pasta de açúcar possa aderir. Recorte o bolo na forma de uma prancha de surf, afunilando um dos lados. Se preferir, pode fazer um molde em papel e colocar por cima do bolo, recortando à volta. Estique a pasta branca com um rolo da massa e polvilhe com açúcar em pó para não pegar. Cubra o bolo com a pasta branca, fazendo-o aderir bem com a ajuda das mãos. Corte o excesso de pasta da base do bolo. Faça um rolinho de pasta branca e cole à volta da base do bolo, para dar um acabamento mais perfeito. Para a decoração do topo da prancha, estique a pasta amarela e recorte, com uma faca, o formato da prancha, mas de tamanho menor. Cole no

centro do bolo, com um pincel humedecido em água. Estique a pasta azul e recorte uma onda, ou outro desenho que prefira. Cole sobre a pasta amarela. Faça agora uma tira cor de laranja e cole na base da onda. Para fazer o cabo com a alça que prende ao pé, faça um rolo preto e um rectângulo também preto. Faça um círculo laranja, com um buraco no meio e introduza aí uma das extremidades do rolo preto. Na outra extremidade, cole o rectângulo, dobrando-o sobre si e marcando relevos onde se unem as abas, com as costas de uma faca. Para dar um último toque ao bolo, pode fazer uns chinelos de praia. Recorte com uma faca dois chinelos a partir de dois rectângulos. E cole uma tirinha de pasta na parte de cima de cada um. Papas & Bebés

31


bê-à-bá dos alimentos

Cuidados espeCiais a ter no Verão e alimentos que protegem o seu filho do sol Joana Malta da Costa Nutricionista

Em pleno Verão e com o início das férias e da época balnear, muitos são os cuidados que deve ter com a pele, com a alimentação e com a hidratação do seu filho. Sabia que existem alimentos que nesta altura do ano ajudam a proteger do sol?

Cuidados especiais com as crianças

Todos os pais sabem que a exposição exagerada ao sol pode trazer sérias complicações ao nosso organismo. A curto prazo, provoca os “famosos” escaldões, as insolações, as alergias e as intolerâncias ao sol; a longo prazo, é responsável pelo envelhecimento precoce da pele e aumenta o risco de cancro. As crianças são consideradas grupos de risco em relação aos efeitos nocivos dos raios ultravioleta porque a sua pele é mais sensível aos raios solares que a dos adultos. Até aos 3 anos, a pele é muito fina e permeável, o que a torna muito sensível à desidratação e aumenta o risco de

32

Papas & Bebés

queimaduras solares. Até esta idade, os melanócitos, que são as células da pele que se pigmentam sob a acção dos raios solares e assim a protegem, ainda não são suficientemente eficazes nessa função. Por este motivo, deve evitar a exposição solar entre as 11h da manhã e as 16h da tarde, período em que os raios solares são mais intensos e prejudiciais à saúde. Se o seu filho se encontra em período pré-escolar ou escolar, lembre-se de que as crianças passam grande parte do dia a brincar no recreio e, por este motivo, estão muito expostas aos raios solares. Assim, para além de ser fundamental em dias quentes aplicar sempre protec-

ção solar ao seu filho, quer ele vá para o jardim, para a praia ou para a escola, é fundamental ter ainda outros cuidados, nomeadamente com a sua alimentação e hidratação. O sol, quando não é em excesso, é benéfico É verdade, nem tudo é mau no sol, uma vez que estimula a síntese da vitamina D, indispensável à mineralização dos ossos e, portanto, ao crescimento. Porém, em bebés até ao primeiro ano, bastam dez minutos de sol por dia nas mãos, nos braços e no rosto, para que essa função se cumpra. Não há, desta forma, necessidade de um bebé passar o dia na praia. Em dias quentes, redobre a atenção para com a hidratação do seu filho O grande inimigo do Verão é, sem dúvida, o inevitável calor, que existe não só na rua, na praia ou nos parques, mas também em nossas casas. O calor por si só aumenta o processo de transpiração, por isso deve ter em atenção que os bebés e crianças transpiram bastante, o que lhes reduz a água e os sais minerais do organismo. Caso não haja uma reposição adequada, pode evoluir para um quadro de insolação ou desidratação, sendo que as crianças são um dos grupos de elevado risco. Por este motivo, ofereça e incentive o


seu filho a beber bastante água, e se ele não for muito apreciador e rejeitar, dê-lhe sumos de fruta e verduras naturais sem adição de açúcar. Evite os refrigerante e sumos concentrados e açucarados que não possuem propriedades hidratantes, nem nutrientes essenciais ao organismo. A importância da alimentação na protecção solar Vários estudos têm sugerido que, para além da aplicação de protector solar e de uma boa hidratação, existe outra forma de aumentar a protecção da pele contra os raios nocivos do Sol. Desta forma, alimentos ricos em certas vitaminas, minerais, enzimas e compostos vegetais devem ser privilegiados no Verão, uma vez que estas substâncias possuem características fotoprotetoras. Assim, privilegie alimentos ricos em: Licopeno, que por ser um antioxidante, protege as células contra agressões, é responsável pela coloração avermelhada dos alimentos, sendo encontrado essencialmente no tomate, mas que também existe na melancia, nos morangos e noutros alimentos. Polifenóis, uma substância essencial para manter a pele saudável. É encontrada nas maçãs, nas uvas, no morango, na pêra, na ameixa e na cereja. Ómega-3, presente em peixes gordos, como o salmão, o atum, o arenque, a cavala e a sardinha. Vitaminas C e E, que possuem uma acção fotoprotectora da pele e, assim, diminuem os efeitos dos raios do Sol, retardando o envelhecimento da pele. Alimentos ricos em vitamina C são quase todas os frutos e legumes, mas especialmente os frutos cítricos. Quanto à vitamina E, deverá privilegiar os óleos vegetais, o gérmen de trigo e as nozes.

Zinco, encontra-se em carnes, amêndoas, quinoa e ostras. Betacaroteno, encontrado em alimentos de cor amarelo-alaranjado e que actuam na estimulação da produção de melanina, e também na fotoprotecção. Privilegie a manga, papaia, abóbora e cenoura. Ácido fólico, presente em vegetais folhosos escuros, como rúcula, couve e espinafres entre outros. Magnésio, que pode ser encontrado em vegetais folhosos escuros, oleaginosas e cereais integrais. Triptofano, presente no açaí, cereais integrais, damasco e banana.

gumes, cereais, peixes gordos, óleos vegetais e, se já estiverem na idade, algumas oleoginosas. Estas, quando inteiras, devem ser apenas oferecidas após os 3 anos de idade, uma vez que são um alimento muito propício aos engasgamentos.

Vitamina B6, presente nos cereais, banana, leguminosas (soja, feijão, grão de bico, lentilha), oleaginosas (castanhas e nozes).

Utilize protector solar de elevada protecção. Roupa adaptada, ou seja, de cor clara e larga e, de preferência, de algodão. Não leve o seu filho para a praia entre as 11h e as 16h. Tenha sempre o chapéu na cabeça do seu filho e óculos de sol.

De uma forma geral, a alimentação do seu filho deve ser variada e equilibrada durante todo o ano; no entanto, deve tentar privilegiar alguns dos alimentos anteriormente referidos durante o Verão, de forma a ter na alimentação um aliado contra os efeitos nocivos do sol. Aconselha-se, então, muita fruta, le-

Cuidados gerais a ter com o seu filho em dias quentes Faça uma alimentação equilibrada, rica em antioxidantes, portanto, fruta e legumes à vontade! Ofereça-lhe sumos de fruta e legumes naturais. Mantenha o seu filho bem hidratado, ou seja, ofereça-lhe água com frequência.

Papas & Bebés

33


saúde da criança

O métOdO da caixa de areia Maria do Carmo Cordeiro Cruz

Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta do ESCA

Nesta sessão, o B, de 13 anos, aproxima-se do tabuleiro com areia seca e fundo azul, a passo largo e decidido. Detém o olhar na estante repleta de miniaturas e, pouco depois, afirma: “Já sei o que vou fazer!”. Começa a escolher as figuras e os objectos que pretende utilizar na construção de mais um cenário de areia e acompanha a acção com uma história. “São duas equipas de futebol adversárias que querem levar a taça para casa. O árbitro é dos bons, elas têm que mostrar o que valem…”, diz, fixando as balizas e colocando os jogadores em campo. Lembro-me das suas primeiras sessões. Estavam muito longe da competição saudável entre desportistas. Zangado por ali estar, voltava-me as costas e revolvia a areia com gestos largos, “inundando-a” quer com miniaturas, quer com água. ”Não gosto de falar”, prevenia-me, mas… lá estava a caixa de areia “a falar” por ele. Os seus cenários iniciais reflectiam uma grande desorganização e a ausência de um ego sólido. Neles, só não entrava o que não cabia, as miniaturas acumulavam-se, extravasando o tabuleiro e desafiando todo o sentido dos limites. Seria eu capaz de o ajudar a conter aquelas emoções todas? A conversa ia surgindo: “Odeio a minha vida, sou obrigado a dividir o quarto com o meu irmão, aquele inútil. Odeio a escola, mas a minha mãe obriga-me a ir. Os miúdos são todos uns estúpidos. Os professores também. Não tenho amigos, porque não quero. Um dia, pego fogo áquilo tudo e eles vão ver”, ameaçava, construindo na areia um enorme vulcão, que emergia da terra-mãe, revelando as emoções explosivas que ainda o mantinham preso a um estado de passividade e regressão, que tanto desejava como temia. A figura da “bruxa má” – o lado sombrio do feminino - lá estava, presidindo à cena, avisando-me do desafio que me esperava. Ao princípio, a ansiedade era enorme e a caixa enchia-se de animais pré-históricos e monstros 34

Papas & Bebés

envolvidos em cenários de destruição, dando um rosto aos seus temores não verbalizados. O mundo era percebido como sendo, sobretudo, ameaçador e perigoso, tanto externa, como internamente. Muitas caixas depois e após muitas “guerras” que davam conta das suas zangas com os outros e do confronto com aspectos seus desconhecidos, já havia lugar para uma figura de herói como o “índio esperto” que ultrapassava com êxito as situações difíceis e que salvava o “tesouro”(ou a “riqueza interior” a descobrir em si próprio e que devia ser ali reconhecida e vivida). As figuras tornavam-se mais reais, menos fantásticas e “estrangeiras”, revelando conteúdos já mais próximos da consciência. As cenas de areia eram acompanhadas de histórias detalhadas, que levavam ao entendimento pessoal do símbolo e da metáfora psicológica subjacente. A conversa já fluía e o espaço era agora, sobretudo, de encontro. O ego adaptava-se, a pouco e pouco, à vida exterior com as suas exigências, desafios e gratificações. Eu recordava as palavras de Isabel Labriola(1) que dizia, citando Guimarães Rosa: “Todo abismo é navegável a barquinhos de papel…” Para Dora Kalff (1980)(2), analista junguiana suíça que desenvolveu este método terapêutico, o desenho de areia pode ser entendido como a representação de um problema inconsciente. Com a ajuda do desenho exterior, o problema interno é tornado visível. Tal como nos explicou Freud, existem aspectos inconscientes importantes para o nosso equilíbrio psicológico que pedem reconhecimento e integração consciente, sob o risco de surgirem, mais tarde, como sintomas. O jogo de areia revela-se, neste contexto, de enorme utilidade, permitindo que aquilo que ainda não pode ser totalmente expresso por palavras, surja de forma espontânea num contexto que nada tem de ameaçador. Para além de diminuir a ansiedade da pessoa, permite que esta tome consciência do que verdadeiramen-


te sente e se interesse também em descobrir, talvez pela primeira vez, aquilo que se passa no seu próprio mundo interno e em explorar defesas e recursos. O método da caixa de areia é indicado para todas as idades. Para as crianças, habituadas a descobrir o mundo a brincar, este método é de grande utilidade, já que não costumam saber queixar-se. Concordo com Álvaro Olascuaga(3) quando sublinha que a caixa de areia é especialmente útil no caso dos adolescentes que já não aderem, na consulta de psicologia, ao desenho ou ao pedido para que expressem verbalmente o seu mal-estar. O convite apresentado pelo próprio material que permite construir cenários tridimensionais é, na maioria das vezes, irresistível. Nós, os adultos, voltamos a brincar para perceber o que se passa, para identificar obstáculos, mas também recursos, traçar caminhos e revelar sentidos. A pessoa do terapeuta, a sua empatia, o ambiente de aceitação incondicional que fomenta, o conhecimento que tem dos símbolos e da psicologia são condições indispensáveis para que se inicie o processo de cura. A caixa de areia é, simultaneamente, uma técnica projectiva e um método psicoterapêutico(4), sendo, hoje em dia, utilizada um pouco por todo o mundo, quer na clínica privada (individual), quer em contexto institucional. Pode ser aplicada a diferentes culturas por não recorrer a linguagem convencional, nem se basear em capacidades verbais ou intelectuais. Aldegice Machado da Rosa, especialista em estudos junguianos, e directamente influenciada por Dora Kalff, trouxe dos Estados Unidos da América este método que tem usado e divulgado ao longo da sua vida. Tive a sorte de aprender com ela e de o utilizar na prática clínica. A Aldegice ensinou-me, citando Blake, que se pode mesmo “ver um mundo num grão de areia”(5). 1

Isabel Labriola – Psicóloga. Analista junguiana da SBPA, fundadora do Núcleo Sandplay. 2 Kalff, D. (1980). Sandplay. A Psychotherapeutic approach to the psyche. Santa Monica. Sigo Press. 3 Álvaro Gonzalez Olascuaga – Psicólogo uruguaio. www.cinesinvelos.blogspot.com. 4 Cruz, Maria do Carmo Cordeiro; Fialho, MariaTeresa. «A Caixa de Areia: Técnica projectiva e método terapêutico». Análise Psicológica (1998), 2 (XVI): 231 - 241. 5 “To see a world in a grain of sand “ – início do famoso poema “Auguries of Innocence” de William Blake, poeta inglês e pintor do século xviii.

Papas & Bebés

35


shopping

PROTEGER. SUAVIZAR. NUTRIR. Há que ter muito cuidado com a pele das crianças durante todo o ano, mas é no Verão que os cuidados devem ser redobrados e a protecção solar particularmente realizada. Devido à sua textura fina e sensibilidade acrescida, a pele do bebé está mais sujeita à possibilidade de contrair queimaduras. E não nos deixemos enganar: nem mesmo um dia encoberto serve de barreira protectora. E se as crianças são, em regra, quem mais tempo passa ao ar livre, na praia e no campo, nunca é demais reforçar algumas práticas que são fundamentais para complementar a protecção, como são bons exemplos o uso de roupas claras e de algodão, bem como chapéus com abas e óculos de sol. E assim chegamos ao outro aliado indispensável: o protector solar. Este deve ser aplicado trinta minutos antes da exposição ao sol e não na altura da chegada à praia ou à piscina. E mesmo que seja à prova de água, é recomendável que se aplique novamente depois dos banhos – até porque a secagem com a toalha pode facilmente retirá-lo da pele. Desengane-se quem julgue que esta protecção se dedica exclusivamente aos mais pequenos; a verdade é que toda a família deve usar destes cuidados, e redobrá-los mesmo no caso de estar grávida. Depois do sol, nada melhor do que passar uma loção reconfortante para hidratar e repor a tranquilidade da pele. Para que possa atender estes cuidados, resta-nos deixar-lhe algumas sugestões que consideramos muito recomendáveis e desejar a todos aí por casa umas excelentes férias.

36

Papas & Bebés

KLORANE SPRAY SOLAR 50 + Fotoprotecção rosto e corpo. Hipoalergénico, resistente à água (200 ml). 18,98€

KLORANE PETIT JUNIOR SPRAY DESEMBARAÇADOR (125 ml) 7,76€

POLYSIANES LEITE SEDOSO PROTECÇÃO ELEVADA SPF 50 Spray multiposições aerossol (150 ml). 16,50€

KLORANE BEBÉ LEITE HIDRATANTE com extrato oleoso de calêndula (200 ml) 10, 56€


A-DERMA PRIMALBA COM LEITE DE AVEIA RHEALBA® creme hidratante suave Cocon (100 ml) 12,60€

GALÉNIC COMPACTO ROSTO COM COR SPF 50+ com Uncária da Amazónia (9 gr) 22,47€

KLORANE LEITE CORPORAL HIDRATAÇÃO 24 H peles secas e sensíveis (400 ml) 13, 27€

A-DERMA CREME DE AVEIA COM LEITE DE AVEIA RHEALBA® rosto e corpo (50 ml) 17,14€

EAU THERMALE AVÈNE COLD CREAM EMULSÃO CORPORAL peles sensíveis, secas e muito secas (400 ml) 20,66€

POLYSIANES ROSTO CREME AVELUDADO COM COR SPF 30 Efeito bronzeado, Hidratante, não gorduroso (50 ml). 14,15€

GALÉNIC CREME LIGEIRO ROSTO SPF 50+ com Uncária da Amazónia (tubo 40 ml) 16,30€ Papas & Bebés

37


alimentação para grávidas

9 meses à mesa

Coma pão!

Os cereais constituem há milénios a base da alimentação dos seres humanos. O seu consumo, e principalmente o das versões integrais, apresenta uma clara e preocupante tendência para o decréscimo, o que se tem revelado francamente mau para o bem-estar e saúde da comunidade. O mesmo acontece durante a gravidez, momento em que um plano alimentar saudável não deve significar nunca sofrimento nem abolição de alimentos saudáveis, tais como o pão. Argumentar que o pão engorda é um erro, pois não é ele que fornece mais calorias ao organismo, mas sim o que nele se coloca: manteiga, queijos gordos, patês, enchidos, etc. O pão, particularmente o de mistura ou integral, é rico em fibras e vitaminas do complexo B que são indispensáveis à saúde da mãe e do bebé. Por isso, se pretende passar a sua gravidez bem nutrida e sem ganhar demasiado peso, uma fatia de pão de mistura pode perfeitamente ser uma opção mais saudável e menos calórica do que bolachas, biscoitos ou tostas, mesmo quando são integrais ou dietéticas. Este tipo de alimentos contém uma gr ande quantidade de gordura para lhes conferir sabor e textura agradável. E é garantido que uma fatia de pão sacia muito mais do que meia dúzia de bolachinhas. Escolha legumes frescos para pôr no pão e junte-lhes alguma carne, peixe ou mesmo queijos magros e obterá, sem margem para dúvidas, uma refeição perfeitamente equilibrada e repleta de nutrientes indispensáveis que além do mais ainda a vão deliciar.

38

Papas & Bebés


Sanduíche de pão escuro com ovo e pepino IngredIentes (2 porções) ½ pepino 1 colher (chá) de coentros picados 2 ovos 2 colheres (sopa) de natas sal e pimenta q. b. 1 colher (sopa) de azeite Queijo quark para barrar q. b. 4 fatias de pão 7 cereais

o pepino, 1 Descasque passe-o por água

corrente, tempere com sal e coentros picados e deixe tomar gosto por uns minutos.

os ovos com uma 2 Bata vara de arames, junte-lhes as natas e tempere com sal e pimenta.

o azeite numa 3 Aqueça frigideira antiaderente e

s caloria ão rç o p r o p

al

kc 342

junte os ovos. Mexa até estarem bem cozidos e retire do lume. Deixe arrefecer.

as fatias de pão com 4 Barre um pouco de queijo quark,

distribua por duas delas os ovos mexidos e as rodelas de pepino aromatizadas. Cubra com as restantes fatias de pão e sirva de imediato.

Papas & Bebés

39


9 meses à mesa

Baguete rústica com peito de frango e queijo IngredIentes (1 porção) ½ baguete rústica 1 colher (chá) de mostarda de Dijon 2 bifes de frango Sumo de limão Sal e pimenta q. b. Queijo a gosto q. b. Salada variada

os bifes de 1 Tempere frango com sal, pimenta e sumo de limão.

o grelhador 2 Aqueça e prepare os bifes de

frango, de forma a ficarem muito bem passados.

de grelhados, 3 Depois disponha sobre cada bife um pouco de queijo e deixe-o derreter.

a baguete por 4 Barre dentro com a mostarda

de Dijon, acrescente-lhe uma boa dose de mistura variada para saladas e complete com os bifes de frango com o queijo.

40

Papas & Bebés

s caloria ão rç p or p o

al

kc 339


Wrap de peito de peru com ovo cozido e vegetais IngredIentes (1 porção) 1 pão de folha 2 colheres (sopa) de requeijão 1 colher (sopa) de salsa picada 2 fatias de peito de peru 1 ovo cozido 2 folhas de alface ½ tomate em rodelas

o requeijão sobre 1 Espalhe uma das faces do pão folha

e sobre ele disponha a salsa picada, o peito de peru, o ovo cozido, as folhas de alface e o tomate.

o wrap como um 2 Enrole rocambole, pressionando

cuidadosamente para que os ingredientes fiquem bem unidos.

s caloria ão rç o p r o p

al

kc 312

3 Corte ao meio e sirva fresco. Se desejar preparar o pão folha, siga as instruções em baixo.

Pão folha

IngredIentes (14 porções)

½ kg de farinha de trigo, 1 colher (café) de sal, 4 colheres (chá) de açúcar, 6 colheres (sopa) de margarina vegetal, 1 barra (15 g) de fermento biológico , 1 clara de ovo

Aqueça o forno a 200º C. Peneire a farinha e, junte-lhe o sal, o açúcar, 4 colheres (sopa) de margarina, o fermento, a clara e 1 chávena (chá) de água morna. Bata cuidadosamente até a massa ficar lisa e homogénea e divida-a em 14 partes iguais, faça pequena bolas e embrulhe-as em película aderente. Deixe a massa descansar por 20 minutos e, depois, coloque-a numa superfície enfarinhada. Abra cada uma das bolas com um rolo de massa, até obter uma espessura de aproximadamente 1 mm. Repita a operação até acabar todas as porções.

Com a restante margarina, unte um tabuleiro de forno e nele disponha círculos de massa que irão ao forno por 20 minutos. A massa deverá ficar levemente firme e não deverá dourar. Repita a operação até ter todas as folhas prontas. À medida que for retirando a massa do forno, guarde-a, uma a uma, em saco de plástico próprio para alimentos, para que não percam humidade. Estas folhas de pão podem guardar-se no frio até 2 dias, mas não esqueça de as deixar enroladas no saco de plástico e retirá-las 3 minutos antes de as usar. Papas & Bebés

41


9 meses à mesa

Baguete vegetariana IngredIentes (2 porções) 1 baguete 4 cogumelos 1 pimento vermelho ½ curgete 1 colher (sopa) de molho de soja 1 colher (sopa) de azeite 1 dente de alho ½ abacate 2 colheres (sopa) de iogurte natural 1 colher (sopa) de sumo de limão 1 colher (chá) de sementes de sésamo

os cogumelos 1 Arranje e lamine-os. Limpe o

pimento de sementes e membranas e corte-o em tiras. Lave a curgete e corte-a em rodelas.

os legumes com 2 Regue azeite e molho de soja e

aromatize-os com alho picado e as sementes de sésamo.

o grelhador e, 3 Aqueça quando estiver bem

quente, grelhe os vegetais.

esmague o 4 Entretanto, abacate com o iogurte e

tempere-o com sumo de limão, envolva e barre com esta pasta o interior da baguete.

os legumes 5 Quando estiverem prontos,

ligeiramente macios, mas ainda assim estaladiços, disponha-os dentro da baguete e sirva.

s caloria ão rç p or p o

al

kc 325

As sanduíches não têm sempre de ser feitas com proteína animal. Na verdade, são extremamente saudáveis quando são apenas constituídas por vegetais, que fazem uma excelente ligação com o cereal escolhido. 42

Papas & Bebés


Sanduíche de pasta de atum IngredIentes (2 porções) 4 fatias de pão de sementes 1 lata de atum ao natural ½ cebola pequena 1 pepino pequeno de conserva 1 colher (chá) de alcaparras de conserva 1 colher (chá) de coentros picados 2 colheres (sopa) de iogurte natural Salada a gosto

o atum cuidadosamente e coloque-o no copo do triturador; junte a cebola picada, o pepino e as 1 Escorra alcaparras de conserva, bem escorridos, e os coentros e triture tudo até obter uma pasta homogénea.

2 Adicione o iogurte e envolva com uma colher. as fatias de pão com esta pasta e enriqueça a sua sanduíche com salada de folha a gosto e rodelas 3 Barre de tomate e pepino fresco. Prefira o atum ao natural(conservado em água), além de ser muito mais saudável, é também muito agradável ao paladar. Já para não falar que é muito menos calórico...

calorias por porç ão

360 kcal

Papas & Bebés

43


estivemos lá

Barrigas de Amor 2300 grávidas e mais de 14 mil visitantes participaram, no passado dia 3 de Julho, no Barrigas de Amor 2011, que decorreu no Parque dos Poetas, em Oeiras. Um dos momentos altos foi a plantação de uma árvore que simboliza as cinco edições do Barrigas de Amor neste espaço verde de Oeiras, momento em que participaram Yolanda Noivo, Joana – a vocalista dos Fingertips – e as três crianças da nova imagem do evento. Segundo Tânia Henriques, organizadora do evento, “nunca um Barrigas de Amor teve uma participação tão activa das famílias, mães, pais, avós e crianças”. E acrescenta: “foi importante para nós constatar o resultado do trabalho desenvolvido ao longo destes últimos quatro anos”. E foi justamente aos mais novos que o Barrigas de Amor dedicou uma grande parte dos seus espaços. Para além das zonas Nickelodeon e Petit Chef, os

44

Papas & Bebés

insufláveis e os póneis proporcionaram momentos de grande animação. As novas realidades das famílias em Portugal foram o tema principal desta 5ª edição. Das famílias monoparentais às famílias numerosas, passando pela temática da adopção, o Barrigas de Amor 2011 teve uma forte componente informativa nestas áreas, através das perspectivas social, económica e cultural, com três novos espaços inteiramente dedicados à família: o Espaço Crescer em Família, que para além de diversas formações em temáticas relacionadas com o ambiente familiar, deu um enfoque especial ao papel dos irmãos mais velhos na educação da criança; o Espaço Info Família, que ofereceu um conjunto de palestras sobre temas como os pais do século xxi, as famílias reconstituídas ou a protecção na parentalidade; e a zona Crescer Criança, que incluiu diversas palestras e

workshops sobre temas tão diversos como a alimentação dos 0 aos 3 anos, a massagem para bebés ou o NeuroFeedback. Durante todo o dia, os visitantes puderam escolher entre mais de 200 actividades e palestras destinadas às grávidas, pais e avós, em vinte espaços diferentes e com uma forte aposta na componente informativa e didáctica. O Barrigas de Amor é uma iniciativa anual que gira em torno do tema da natalidade e da família, disponibilizando áreas de informação, exposição, animação, diversão e de espectáculos. Esta festa para toda a família, que se realiza no primeiro fim-de-semana de Julho, teve início em 2007. Desde então, mais de 7300 grávidas e 35 mil visitantes participaram nas primeiras quatro edições. Como habitual, a RTP1 transmitiu em directo o acontecimento.


Prazo de recepção das participações:

“O tempo faz as rosas”

31 de Agosto de 2011

Há que dar tempo ao tempo... porque o prazer está onde o queremos encontrar.

Este passatempo destina-se às nossas futuras mamãs. Partilhe connosco o momento extraordinário que é sentir e viver uma criança a crescer dentro de si e ganhe um prémio absolutamente inovador.

Como concorrer?

Envie-nos uma história, um poema, um relato ou um estado de espírito sobre este momento que atravessa e que é único. Dê largas à sua imaginação e deixe-nos oferecer-lhe uma recordação para a vida.

A vencedora receberá uma sessão fotográfica da sua gravidez e ainda uma sessão fotográfica para o seu bebé produzidas no Estúdio de Fotografia

Flashvideo.

Envie a sua participação

por e-mail para papasebebes@gmail.com ou por correio para Papas & Bebés – Rua Carlos Mardel, 135 - 1º Esq. - 1900 -121 Lisboa

Urbanização Colinas do Cruzeiro - Zona 5 Praça de Portugal Lt.14 - Loja 1 2675-669 Odivelas Tel. / Fax: +351 21 931 44 41

www.flashvideo.pt/bebes-mamas Papas & Bebés

45


novidades

Um liVrO qUE AJUdA A COmbAtEr OS EnfArtES miOCárdiOS Os enfartes do miocárdio são o risco mais grave e premente para a saúde, e é importante saber como preveni-los. E a informação desempenha um papel fundamental na protecção. Tudo sobre ataques cardíacos, da arteplural revela os resultados das pesquisas e os estudos científicos mais recentes sobre os enfartes do miocárdio e mostra como funciona o coração e o que pode correr mal. Explica também os testes e os tratamentos a que se é sujeito, no caso de se ter um enfarte do miocárdio, e como conseguir a melhor ajuda na reabilitação. Além disso, apresenta novas informações sobre os riscos que ameaçam as mulheres, sugerindo como combatê-los.

JAntArES itAliAnOS grátiS Até dia 13 de Agosto, ao comprar dois produtos Galbani, os consumidores ganham jantares em restaurantes italianos. A galbani oferece um prato principal na compra de outro de valor igual ou superior. Para saber como participar, basta ir a http://pt.tlcrewards.com/galbani, imprimir o voucher galbani e conhecer os restaurantes aderentes. Com esta oferta, a Galbani convida os portugueses a desfrutar dos prazeres da mais saborosa cozinha italiana em casa... mas também nos melhores restaurantes italianos em todo o país!

brinCAdEirAS AO Ar liVrE A CLASSICTOYS apresenta para estes dias de Verão uma nova linha de jogos desportivos perfeitos para dias bem divertidos. As brincadeiras no exterior são muito importantes para o desenvolvimento mental e físico das crianças e nada melhor do que estes dias para brincar com os amigos no quintal, na praia ou no campo. Os brinquedos da CLASSICTOYS são fabricados em neopreno, e são muito coloridos e resistentes, sendo por isso ideais para as actividades no exterior. Ajudam ainda no desenvolvimento da motricidade das crianças, ao implicarem grandes movimentos de braços e pernas.

46

Papas & Bebés

bE-A-bA dá AS bOAS V indA S AO V Er ãO COm brinqUEdOS diVErtidOS A Be-a-Ba, com a sua ofer ta de brinquedos educativos e científicos, sugere para todas as crianças neste Verão, alguns brinquedos para brincar na praia ou no campo e passar umas férias escolares bastante divertidas. Com o Veículo Anfíbio, as crianças podem criar um anfíbio com rodas enormes e observar como se desloca nas rochas, na água ou na lama. Já com o Catamarã de Garrafas, os meninos podem contribuir para a preservação do planeta terra e, ao reutilizarem algumas garrafas de plástico, criar um catamarã que se move em velocidade na superfície da água. Com o Desenha o teu Papagaio, os meninos podem criar um papagaio e usufruir de horas de diversão em família, nestes dias ensolarados com alguma brisa marítima. As meninas podem desenhar e pintar a própria sombrinha ou chapéu-de-sol, com o Desenha a tua Sombrinha. Com a Ciência Solar, as crianças podem construir modelos funcionais miniatura de um forno e termoacumulador solar, e explorar a ciência de energia solar térmica, uma fonte de energia verde e renovável. Já com as Máquinas a Propulsão, vai ser possível criar veículos que andam na terra e flutuam na água e experimentar o poder dos seus simples motores.


ACAbAr COm A POliOmiElitE nO mUndO! A marca de joalharia modular CHAMILIA desenvolveu uma campanha de solidariedade que visa a erradicação da Poliomielite no mundo. Por cada conta solidária “Nozomi Alegria” vendida, a marca contribui com o dinheiro suficiente para a vacinação de 5 crianças. Até agora foram vacinadas 17305 crianças graças ao projecto STOP POLIO. faltam poucas para atingir a meta de 20 000 crianças vacinadas, com um futuro livre de poliomielite. Esta é uma meta simbólica que representa o número de crianças que contraíam a doença anualmente, antes de ser descoberta a vacina oral trivalente pelo dr. Albert b.sabin. A “nozomiAlegria” vai ajudar a multiplicar sorrisos por todos os pais, avós e amigos das crianças vacinadas.

EStE VErãO, CEdA à tEntAçãO COm A rAr AçúCAr O Verão não tem que uma época de privações e tentações. foi a pensar nisso que a RAR Açúcar concentrou todo o seu saber no desenvolvimento de um ingrediente indispensável aos seus refrescos e sobremesas de Verão. Agora, com o Açúcar Light RAR já não precisa de escolher entre o gelado de abacaxi da tia Alice, a limonada da vizinha Joana e a sua tarte de morango preferida. O Açúcar light rAr tem o mesmo sabor e textura do açúcar tradicional, mas com 50% das calorias. basta utilizar metade dos gramas do açúcar tradicional nas suas receitas. É assim o ingrediente ideal para as suas pausas de café ou para confeccionar todo o tipo de doces, dos mais tradicionais aos mais sofisticados e para sobremesas tão leves como o seu Verão o exige... O Açúc ar l ight rAr está disponível em embalagens de 600g e em caixas de saquetas tipo stick de 450g.

ExPlOrAr COm A fiSChEr-PriCE A Pista Segue-me Bebé da Fisher-Price é a primeira pista de carros do bebé, ideal para desenvolver os sentidos. Sons, luzes, muitos movimentos e surpresas vão deixar o seu pequeno piloto de corridas maravilhado! Os carros de corrida desta pista têm uma bola de borracha que emite sons divertidos quando o bebé a faz girar. O bebé pode fazer os carrinhos descerem pela rampa, fazê-los girar na pista circular e saírem pela rampa de saída. inclui dois carrinhos para muita diversão de f1! A partir dos 6 meses

fAgOr APrESEntA grElhAdOrES dE mESA VErSátEiS A Fagor apresenta os novos grelhadores de mesa que permitem cozinhar com menos gordura, mas conservando todo o sabor dos alimentos. Aliados da alimentação saudável, variada e equilibrada, os alimentos cozinhados na grelha, além de conservarem muito mais o sabor facilitam a digestão, já que não há adição de gordura. na superfície ondulada pode-se preparar alimentos como carne e peixe e na superfície lisa verduras e marisco. Os grelhadores de mesa da fagor são higiénicos e ergonómicos, de fácil utilização, rápidos, cómodos e de fácil limpeza. E podem ser guardados em espaços reduzidos, mesmo na vertical. mais informações em www.fagor.pt

PingO dOCE lAnçA ESPECiAlidAdE láCtEA A cadeia alimentar Pingo Doce lançou o “Teu Primeiro Pingo Doce”, uma especialidade láctea concebida para crianças a partir dos seis meses, cuja principal característica diferenciadora é a ausência de adição de açúcares, o que o torna único no mercado deste segmento. tendo em vista o crescimento saudável através de uma alimentação equilibrada, a fórmula desenvolvida pela equipa de nutrição do Pingo doce teve particular atenção ao perfil nutricional mais adequado a esta faixa etária. A receita é, por isso, isenta de glúten, elaborada à base de leite de transição e enriquecida em vitaminas e minerais. A ausência de adição de açúcares promove a aceitação por parte do bebé de outros paladares menos doces, como os vegetais, essenciais na prevenção da obesidade. Papas & Bebés

47


24

Papas & BebĂŠs



Papas & Bebés nº 7