Page 1

LIGA DE AMIGOS EM ACÇÃO…

“O Pedreiro” Paulo Emanuel Porque são tempos difíceis os que estamos a viver no momento, e muito provavelmente porque serão tempos ainda mais difíceis os que iremos encontrar no futuro próximo, partilho com os nossos leitores e amigos uma história que nos ajuda a construir os dias difíceis que ainda temos pela frente… “Um velho pedreiro que construía casas há muito tempo, estava pronto para se aposentar.Ele informou o chefe, do seu desejo de se aposentar e passar mais tempo com sua família. Ele disse ainda que sentiria falta do salário, mas realmente queria aposentar-se. A empresa não seria afectada pela saída dele. Mas o chefe estava triste em ver um bom funcionário partir, então ele pediu ao pedreiro para trabalhar num último projecto,como um favor pessoal. O pedreiro não gostou, mas acabou concordando. Foi fácil de ver que ele não estava entusiasmado com a

…”as nossas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a “casa” em que iremos morar amanhã”…

ideia.Assim o pedreiro prosseguiu fazendo o trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados. Quando o pedreiro acabou, o chefe veio fazer a inspecção da casa construída. Depois de inspeccioná-la, deu a chave da casa ao pedreiro e disse: “Esta é a sua casa. Ela é o meu presente para si”. O pedreiro ficou muito surpreendido. Que pena! Se ele soubesse que estava construindo a sua própria casa, teria feito tudo diferente....

O MESMO ACONTECE CONOSCO. Nós construímos a nossa vida, um dia de cada vez, e muitas vezes fazendo menos que o melhor possível na sua construção. Depois, com surpresa, nós descobrimos que precisamos de viver na casa que nós construímos. Se pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente.Mas agora não podemos voltar atrás. Nós somos os pedreiros. Todo o dia martelamos pregos, ajustamos tábuas e construímos paredes. Alguém já lhe disse

que: “A vida é um projecto que nós mesmo construímos?” As nossas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a “casa” em que iremos morar amanhã. Portanto construamos com sabedoria”, porque esta vida não é para ser vivida num só dia….

“Bem aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3)

Um Grande Amigo M.ª dos Anjos Santareno Foi em Agosto passado que vimos em Santa Cruz o Grande Amigo Rev.º Pe. Carlos Pratas. Encontrámo-lo pela última vez sentado numa cadeira de rodas, já não falava mas ouvia. Foi com profunda emoção que lhe transmiti a gratidão que a Obra do Ardina tinha para com ele. Foi um grande amigo que recebeu em sua própria casa jovens da Obra do Ardina. O bom acolhimento, a

7

JANEIROFEVEREIROMARÇO2012

GERAL

partilha solidária que usou e os seus paroquianos usaram na Silveira, em Santa Cruz e na Amadora calam bem fundo no nosso coração. Pedi-lhe que rezasse pelo bom funcionamento da Obra do Ardina. Temos a certeza que face a face com Cristo a sua Acção de Amigo continua a ser fundamental para que esta IPSS supere as suas dificuldades e continue com vigor as suas tarefas de BEM FAZER a favor do mundo com mais PAZ e mais FELICIDADE e com JUSTIÇA SOCIAL.

Miguel Ângelo, com a sua esposa e filho.

Reverendo Padre Carlos Pratas, celebrando a Santa Missa

Mais uma visita de um amigo que não nos esquece MAGOS

A Esperança de um Mundo melhor! M.ª dos Anjos Santareno

Haja mais justiça social!... Não podemos parar… A inactividade significa desistir da luta; o que é próprio dos fracos dos que põem de lado objectivos definidos, que conduzam a um futuro mais justo, benéfico para os que mais sofrem. Muitos dizem: eu não tenho culpas de haver tanto sofrimento, porque não contribui para isso. Atenção, é mais correcto reflectir em situações reais, que são bem visíveis à nossa volta. Nada de indiferença… a casos bem pontuais. Pensemos, então: Nada me falta à mesa. Durmo todas as noites com muito conforto. Como posso esquecer aquele que me estende a mão, aquele que vi dormir no passeio ao frio e à chuva!... Ou aquela Criança mal tratada, a criança que não tem pais, ou estes que, perto ou longe, ignoram os filhos e ainda os perdidos nos caminhos da vida sujeitos ao mal, à delinquência. Sejamos, pois conscientes. Procuremos ajudar quem precisa… Oh! Como são tantos os injustiçados, sem culpas dos nascimentos que tiveram ou que perderam as suas famílias. São, pois, os que precisam de muito calor humano, de compreensão, de AMOR… Por exemplo os meninos que vivem na Obra do Ardina em lares devidamente organizados ou em outras IPSS precisam muito de si, de mim e da solidariedade de seres humanos bem formados.Todo o apoio é necessário, para crescerem com dignidade e sejam um dia PESSOAS DE BEM. Esquecê-los nunca… Sejamos generosos.

No dia de reis tivemos o grato prazer de receber em nossa casa «a sagrada família», representada pelo Miguel Ângelo, mulher e o seu filhinho, Santiago,que conta sete meses. O menino é lindo… está muito desenvolvido e bem cuidado. Foi para nós uma grande alegria ver o Miguel que,vindo de uma família de 12 filhos, entrou no Ardina com 7 anos,

onde cresceu e se manteve até aos 18. Vive feliz com a família que constituiu. É um homem digno com 33 anos que se mantém no 1.º emprego desde que saiu da Instituição. PARABÉNS MIGUEL! Que Deus continue a ajudar-te, são os nossos votos. Aparece sempre que possas… Obrigado por teres vindo. Saudações amigas.


P7  

“Bem aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3) Foi em Agosto passado que vimos em Santa Cruz o Gran...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you