Page 1

Seminário | Rede de Investigação, Inovação e Conhecimento de Óbidos

O Valor Universal de Óbidos

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Miguel Metelo de Seixas João Bernardo Galvão-Telles

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos

|Objecto

- efectuar um levantamento exaustivo e elaborar uma análise de todas as manifestações heráldicas existentes no concelho de Óbidos, procurando traçar o respectivo “perfil heráldico”; - o projecto abrange as manifestações heráldicas em todos os suportes materiais (pedras de armas, lápides e arcas tumulares, talha, metal, pintura, escultura, ourivesaria, paramentaria, selos, iluminuras, etc.) e de todos os tipos de heráldica (de soberania, autárquica, de família, religiosa, eclesiástica, associativa, militar, etc.); - do ponto de vista geográfico, o projecto centra-se nos limites do actual concelho de Óbidos.

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos

|Objectivos

- conhecer todas as manifestações heráldicas existentes no concelho; - proporcionar, através da heráldica, um contributo para um melhor conhecimento dos respectivos suportes físicos (edifícios, monumentos, objectos de arte, etc.); - concorrer para um melhor conhecimento das instituições, famílias e personagens de maior relevo para a história de Óbidos.

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos

|Objectivos

Conhecimento Preservação Vivência Queremos dar o nosso contributo para que o património de Óbidos seja cada vez mais dinâmico e vivido

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos

A-dos-Negros Amoreira Gaeiras Olho Marinho Santa Maria São Pedro Sobral da Lagoa Usseira Vau Azulejo Cerâmica Cimento policromo Couro Couro dourado Estuque policromo Gesso Madeira dourada A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

|Sinopse

Heráldica de Soberania Heráldica Autárquica Heráldica Religiosa Heráldica Eclesiástica Heráldica Imaginária Heráldica de Família Heráldica Comercial Empresas

Madeira policroma Pedra Metal Pedra policroma Metal policromo Plástico Óleo sobre madeira Plástico policromo Óleo sobre tela Reboco Papel autocolante Tecido bordado Papel impresso Papel impresso e pintado

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos

|Sinopse

Em pre s a s C o m e rc . / As s o c . F a m ília Im a giná ria Ec le s iá s tic a R e ligio s a Autá rquic a S o be ra nia 0

5

10

15

20

25

30

35

40

152 manifestações heráldicas A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa

45


Castelo de Óbidos Quando se erguerão as seteiras, Outra vez, do castelo em ruína, E haverá gritos e bandeiras Na fria aragem matutina? Se ouvirá tocar a rebate Sobre a planície abandonada? E sairemos ao combate De cota e elmo e a longa espada? Quando iremos, tristes e sérios, Nas prolixas e vãs contendas. Soltando juras, impropérios, Pelas divisas e legendas? … Camilo Pessanha

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“E, despois que os reys forõ vecidos, como dissemos, el rey Dom Affomso de Portugal, por memoria daquelle bõo aqueecimeto que lhe Deus dera, pos no seu pendom cinquo escudos por aquelles cinquo reys e poseos em cruz em renebrança da cruz de Nosso Senhor Jhesu Christo. E pos em cada huu escudo XXX dinheiros por memoria daquelles XXX dinheiros por que Judas vendeo Jhesu Christo.” Conde D. Pedro Crónica Geral de Espanha de 1344

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


• Coroa real aberta • Elmo • Virol • Paquife • Timbre “por timbre a serpente de Moisés, para que todos saibam que Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal, viu realmente a Deus na Pessoa de Cristo crucificado, com as cinco chagas como as que depois recebeu na Batalha de Ourique” A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“(…) e [ElRey D. João II] lhe deu por devisa

hua Esfera, que he a figura dos Ceeos, e da Terra, em que como per verdadeira profecia lhe deu a certa esperança de sua legitima, e Real Socessam, como ao diante se seguio.”

Rui de Pina

“E então lhe deu ElRey por diuisa a Espera,

cousa que pareceo de mysterio, e profecia, porque lhe deu a Esperança de sua Real socessão, como ao diante se

seguio, auendo então muytas pessoas viuas, que antes delle erão herdeyros, os quaes

todos depois fallecerão, para elle vir herdar.”

Garcia de Resende

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“nom poderá pessoa alguma

trazer armas do Reyno dereitas, postoque sejam mesturadas com outras armas, mas ham de seer trazidas no quartel, em que as trouxerem, que ha de seer o dereito, com deferença, assi como a cada hum pertence as trazer; convem a saber, as que vem por

bastardia com a quebra da bastardia, e as outras com a

deferença ordenada d’Armaria: porque pois o Principe herdeiro as nom pode trazer sem deferença, muito menos ninhuma pessoa”. Ordenações manuelinas

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


Sancho IV, o Bravo Rei de Castela e Leão

Fernando IV

Felipe

Rei de Castela e Leão

Infante de Castela Senhor de Cabrera e Ribera

Rodrigo Alvarez

Afonso XI

Adiantado de Leão Senhor de Gijón e Noreña

Rei de Castela e Leão

Henrique II Conde de Trastâmara, Lemos e Sarria Senhor de Cabrera e Ribera Senhor de Gijón e Noreña Rei de Castela e Leão

D. Fernando I Rei de Portugal

Alfonso Enríquez = D. Isabel de Portugal

Conde de Gijón e Noreña Transmissão do mantelado de Castela-Leão Transmissão do enxaquetado de ouro e de veiros Transmissão do Portugal Moderno

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“(…) como foi seraão, o comde se foi pera a comdessa, por reçeo que ouve delRei se o doutra guisa fezera; e jazemdo ambos em huuma

cama, husou el de todo o comtrairo que a [c]omdessa razoadamente devia desperar aaquel tempo, privamdo el estomçe assi seus

semtidos, que nenhuum leixou husar de seu offiçio, qual compria; ante lhe forom todos tam escasos, que el numca a abraçou, nem beijou, nem se

chegou a ella pouco nem mujto, nem a tocou com o pee, nem com a maão, nem lhe fallou tam sol huuma falla naquella noite, nem pella manhaã, nel ella a el isso meesmo, nem nunca lhe chamou comdessa em jogo, nem em siso, nem comeo com ella a huuma mesa (…).”

Fernão Lopes

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


Sancho IV, o Bravo Rei de Castela e Leão

Fernando IV

Felipe

Rei de Castela e Leão

Infante de Castela Senhor de Cabrera e Ribera

Rodrigo Alvarez

Afonso XI

Adiantado de Leão Senhor de Gijón e Noreña

Rei de Castela e Leão

Henrique II

D. Fernando I

Conde de Trastâmara, Lemos e Sarria Senhor de Cabrera e Ribera Senhor de Gijón e Noreña Rei de Castela e Leão

Rei de Portugal

Alfonso Enríquez = D. Isabel de Portugal

Conde de Gijón e Noreña Transmissão do mantelado de Castela-Leão Transmissão do enxaquetado de ouro e de veiros Transmissão do Portugal Moderno

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Noronhas

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“Dom Henrique 3.º lhe tirou tudo, e o conde

[Alfonso Enríquez] Andou Peregrinando por França, e depois veio Para Portugal onde fez seu assento na vila de Óbidos onde morreu em 21 de Fevereiro de 1427 Jaz na Paróquia de Santa Maria de Óbidos .”

Da susseçam geneologia e asçendençia de algumas familias ilustres deste Reyno de Portugal e dominios

Joaquim José de Saldanha Albuquerque e Noronha

“NESTA IGREJA JAS D. AFONSO

HENRIQUES DE CASTELLA E NORONHA FILHO BASTARDO DE D. HENRIQUE II REI DE CASTELLA Q CASOV COM D. ISABEL DE PORTVGAL FILHA BASTARDA DO NOSSO REI D. FERNANDO DOS QVAES PROCEDEM OS NORONHAS TODOS DESTE MVNDO” A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


Alfonso Enríquez = D. Isabel de Portugal

Conde de Gijón e Noreña

D. Pedro de Noronha Arcebispo de Lisboa

D. João de Noronha, o Velho Alcaide-mor de Óbidos (1456)

“(…) esguardando nós a linhagem de que

descende dom João de Noronha, fidalgo de nossa casa, e os muitos serviços que têm feito aos Senhores Reis meu avô e padre, cujas almas Deus tem, e isso mesmo a

nós, que nos tem feito o dito dom João e os que adiante dele entendemos de Receber. Temos por bem e fazemos-lhe mercê do castelo da vila

de óbidos e isso mesmo da alcaidaria da dita vila, com todas as rendas e direitos que à dita alcaidaria pertencem (…)”. A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


Alfonso Enríquez = D. Isabel de Portugal

Conde de Gijón e Noreña

D. Pedro de Noronha Arcebispo de Lisboa

D. João de Noronha, o Velho Alcaide-mor de Óbidos (1456) 1495

D. João de Noronha, o Moço

D. Sancho de Noronha 1500 1525

D. Rodrigo de Noronha

Transmissão da alcaidaria-mor de Óbidos segundo as Memórias Históricas

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“Dona Leonor (…) A quantos esta minha Carta virem, fazemos saber que esguardando nós os

serviços que temos recebidos de Dom Diogo de Noronha, nosso primo, que Deus haja, e ao

diante esperamos receber de Dona Jerónima, nossa sobrinha, sua filha, e por comprazermos ao Marquês de Vila real e a seus irmãos, nossos muito prezados primos, que no-lo por ela pediram, por do dito Dom Diogo não ficar filho varão temos por bem e nos praz fazer

graça e mercê à dita Dona Jerónima, nossa sobrinha, em dias de sua vida, do Castelo e alcaidaria-mor da nossa vila de Óbidos, para dele ser alcaide-mor quem com ela casar com as rendas e direitos à dita alcaidaria ordenados (…)”.

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


Alfonso Enríquez = D. Isabel de Portugal

Conde de Gijón e Noreña

D. Pedro de Noronha

D. Fernando de Noronha

Arcebispo de Lisboa

2.º Conde de Vila Real

D. João de Noronha, o Velho

D. Pedro de Meneses

Alcaide-mor de Óbidos (1456)

1.º Marquês de Vila Real

1495

D. João de Noronha, o Moço

D. Sancho de Noronha

D. Diogo de Noronha

Comendador-mor da Ordem de Cristo Senhor dos direitos reais de Óbidos (< 1523)

1500 1525

D. Rodrigo de Noronha

D. Jerónima de Noronha Donatária dos direitos reais e da alcaidaria-mor de Óbidos (1523)

= D. Afonso de Lancastre Donatário dos direitos reais e da alcaidaria-mor de Óbidos (1527)

Transmissão da alcaidaria-mor de Óbidos segundo as Memórias Históricas

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


“(…) por motivo de Força maior, é o Secretariado Nacional de Informação, obrigado a abandonar a superintendência da exploração da Estalagem do Lidador em Obidos. Pelo muito que tem de característico esta localidade, deseja êste

Organismo que aí continue a explorar uma pousada que bem se enquadre no ambiente geral da pitoresca vila . O edifício do Castelo é o que se me afigura mais indicado para o fim em vista e, por êsse motivo, peço a V.Exª. com o maior interêsse o favor de me informar se será possível conceder-me uma parte das duas dependências depois de sofrerem as necessárias obras de restauro e reparação”.

António Ferro

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa


Seminário | Rede de Investigação, Inovação e Conhecimento de Óbidos

O Valor Universal de Óbidos

A heráldica do concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Miguel Metelo de Seixas João Bernardo Galvão-Telles clegh@lis.ulusiada.pt

A heráldica no concelho de Óbidos: o caso paradigmático da pedra de armas do paço dos alcaides-mores Óbidos 11-12 Set 09

Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos

Universidade Lusíada de Lisboa

Pedra Paço Alcaides Óbidos_Seminário Óbidos Set 2009  

Apresentação da equipa de Heráldica da Rede de Investigação no Seminário O Valor Universal de Óbidos que decorreu na igreja de São Tiago, no...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you