Page 124

(e dando muito do seu) para pesquisas pioneiras sobre diabetes. Trabalha no desenvolvimento de veículos que respeitem o meio ambiente. É possível que, livre da tarefa de procurar se afirmar, agora esteja interessado nas coisas a que realmente dá valor. Albert Dunlap: sou um superastro Albert Dunlap salvou empresas moribundas, embora eu não esteja certa de que “salvar” seja a palavra mais adequada. 22 Ele não as preparou para prosperar no futuro. Ergueu-as a um ponto em que podia vendê-las com lucro, despedindo, por exemplo, milhares de trabalhadores. E realmente ganhou dinheiro. Conseguiu 100 milhões de dólares ao reformar e vender a Scott Paper. Cem milhões por pouco mais de um ano e meio de trabalho. “Se eu mereci isso? É claro que sim. Sou um superastro em meu campo de atividade, assim como Michael Jordan no basquete e Bruce Springsteen no rock and roll.” 23 Iacocca ainda falava em dar importância ao trabalho de equipe, ao papel dos pequenos funcionários e outras coisas boas. Albert Dunlap nem sequer fingia: “Se você é um homem de negócios, está nisso com um único objetivo: ganhar dinheiro”. 24 Ele conta com orgulho um incidente ocorrido numa reunião com funcionários da Scott Paper. Uma mulher se levantou e perguntou: “Agora que a empresa está se recuperando, podemos voltar a fazer doações?” .25 Ele respondeu: “Se você quiser dar do seu bolso, é problema seu e eu a incentivo a fazêlo. Mas esta empresa existe para ganhar dinheiro […]. A resposta, em uma palavra, é não”. Não estou aqui para dizer que o mundo dos negócios não trata de dinheiro, mas, mesmo assim, quero perguntar: por que Dunlap se preocupava tanto com ele? Deixemos que ele responda. “Progredir no mundo se tornou para mim uma questão de amor-próprio, como uma criança que procura provar que vale alguma coisa […]. Até hoje, continuo a achar que tenho de me provar e voltar a me provar.” 26 E se ele precisa pôr-se à prova, precisa de uma medida. A satisfação dos empregados, a responsabilidade comunitária e as contribuições para caridade não são boas medidas. Não podem ser reduzidas a um número que represente o valor que ele atribui a si mesmo. Mas os lucros dos acionistas podem. Em suas próprias palavras: “O termo mais ridículo que se ouve hoje em dia nas reuniões de diretoria é

Profile for PEÇAS GENUINA - BIBLIOTECA ON-LINE

Mindset_ A nova psicologia do sucesso - Carol Dweck  

Mindset_ A nova psicologia do sucesso - Carol Dweck

Mindset_ A nova psicologia do sucesso - Carol Dweck  

Mindset_ A nova psicologia do sucesso - Carol Dweck

Profile for oasis23r
Advertisement