Page 1

MANUAL DO OPERADOR

TRATORES LT125 Trator Hidrostático de 23 HP Descrição Nº de Modelo LT23420, 23 HP & Deck de 42” (106 cm) 2690808 Trator Hidrostático de 24 HP Descrição Nº de Modelo LT24460, 24 HP & Deck de 46” (116 cm) 2690809 1737159 Revisão C Data da revisão 02/2009


2


Índice Regras de Segurança e Informações ............... 4 Números de identificação.................................. 9 Adesivos de Segurança ................................... 10 Recursos e controles....................................... 11

Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção ..................................................... 28 Diagnóstico e correção de problemas do trator .. 28 Diagnóstico e correção de problemas do deck ...................................................................... 29 Ajuste do assento ................................................ 30 Carga da bateria .................................................. 30 Ajuste do freio ...................................................... 30 Ajuste da embreagem PTO ................................. 31 Substituição do fusível ......................................... 32 Ajustes do deck ................................................... 32 Rodas reguladoras (Em alguns modelos) ... 32 Nivelamento do deck ................................... 33 Substituição da correia do deck .......................... 34

Funções de controle ............................................. 11

Operação do trator ........................................... 13

Testes do sistema de intertravamento de segurança........................................................ 13 Segurança da operação geral .............................. 13 Adição de combustível ......................................... 13 Partida do motor ................................................... 13 Função do freio de estacionamento ..................... 14 Operação do controle de cruzeiro ........................ 14 Saída de alimentação de 12 Volts ....................... 14 Parar o trator e o motor ........................................ 15 Para dirigir o trator................................................ 15 Corte de grama .................................................... 15 Corte de grama em marcha à ré .......................... 15 Operação de acessório em marcha à ré .............. 15 Empurrar o trator com as mãos ........................... 15 Remoção e instalação do deck ............................ 16 Ajuste da altura de corte do deck...................... ... 17 Fixação de um reboque ....................................... 17 Armazenamento ................................................... 17

Guia de inclinação ......................................... 35 Garantia............................................................ 36 Especificações ................................................37 Peças e acessórios......................................... 38

Manutenção regular ......................................... 18

PROGRAMAÇÃO E PROCEDIMENTOS DE MANUTENÇÃO .................................................... 18 Verificação da pressão dos pneus....................... 18 Verificação do sistema de intertravamento de segurança ............................................................. 19 Verificação do freio das facas .............................. 19 Verificação do ajuste da embreagem PTO .......... 19 Manutenção do motor........................................... 19 Manutenção da bateria ........................................ 19 Identificação da transmissão ................................ 20 Manutenção da transmissão ................................ 20 Remoção e instalação do capô ............................ 20 Lubrificação .......................................................... 21 Lubrificação dos semi-eixos ................................. 22 Manutenção das facas do deck ........................... 23 Verificação e abastecimento de óleo do motor .... 24 Operação da válvula de drenagem de óleo ......... 25 Troca do óleo do motor ........................................ 25 Troca do óleo do motor e Filtro ............................ 25 Manutenção do filtro de ar e do pré-filtro ...... ...... 26 Substituição da vela de ignição............................ 26 Orifício de lavagem da plataforma do deck ...................................................................... 27

3


Regras de Segurança e Informações Segurança de Operação Parabéns por adquirir uma máquina de qualidade superior para gramado e jardim. Nossos produtos foram projetados e fabricados para satisfazer ou exceder todos os padrões do mercado no quesito segurança. Equipamentos são tão seguros quanto forem os cuidados do operador. Se forem usados de maneira imprópria, eles podem ser perigosos! Lembre-se, você é responsável por sua segurança e pela daqueles que estiverem ao seu redor. Use bom senso e pense no que estiver fazendo. Se não tiver certeza de que a tarefa que você estiver prestes a realizar pode ser feita de forma segura com o equipamento escolhido, procure um profissional: entre em contato com seu revendedor autorizado.

Leia o Manual O manual do operador contém importantes informações de segurança sobre as quais você precisa estar ciente ANTES de operar sua unidade, bem como DURANTE a operação. Técnicas de operação seguras, uma explanação das características e dos controles do produto, além de informações sobre a manutenção estão incluídas para ajudá-lo a obter o máximo de seu investimento no equipamento. Certifique-se de ler completamente as Regras de Segurança e as informações encontradas nas páginas a seguir. Além disso, leia completamente a seção Operação.

Crianças

Marcha a ré

Não corte a grama em marcha á ré a menos que seja absolutamente necessário. Sempre olhe para baixo e para trás antes e enquanto estiver dirigindo em marcha á ré com as facas do deck desligadas.

Podem ocorrer acidentes trágicos com crianças. Não as deixe ficar próximas à área de operação. Crianças muitas vezes são atraídas até a unidade e à atividade do corte de grama. Nunca suponha que as crianças ficarão onde você as viu da última vez. Se houver um risco de que crianças entrem na área em que você estiver cortando grama, peça a outro adulto responsável para observá-las. NÃO DÊ CARONA A CRIANÇAS NESTA UNIDADE! Isto as encoraja a chegar perto da unidade no futuro enquanto ela estiver funcionando e elas poderiam ferir-se gravemente. Elas poderiam aproximar-se da unidade para uma carona quando você não estiver esperando e poderia atropelá-las.

4


Regras de Segurança e Informações

Operação em Declive Você poderia ficar gravemente ferido ou até mesmo morrer se usar esta unidade em um declive muito íngreme. O uso da unidade em um declive demasiado íngreme ou em um local que impossibilitasse uma tração adequada poderia fazer você perder o controle ou capotar. Uma boa regra prática é não operar a unidade em algum declive que impossibilite dar marcha à ré (no modo de tração em duas rodas). Não opere em declives com inclinação superior a 3,5 pés (cerca de 1 metro) por mais de 20 pés (cerca de 6 metros). Sempre dirija para cima e para baixo em declives, nunca no sentido do comprimento. Observe também que a superfície sobre a qual você estiver dirigindo pode afetar em muito a estabilidade e o controle. Grama molhada ou calçamento com gelo podem afetar gravemente a capacidade de controlar a unidade. Caso se sinta inseguro em operar a unidade em um declive, não o faça. Não vale a pena correr o risco.

Partes móveis Este equipamento possui muitas partes móveis que podem ferir o condutor ou outra pessoa. No entanto, se você estiver sentado corretamente no assento e seguir as regras constantes deste livreto, a unidade será segura de operar. O deck possui facas giratórias que podem amputar mãos e pés. Não deixe ninguém ficar perto do equipamento enquanto ele estiver funcionando! Para ajudar você, o operador, use este equipamento de maneira segura. Ele está equipado com um sistema de segurança com presença do operador. NÃO tente alterar nem evitar o sistema. Vá ao seu revendedor imediatamente se o sistema não for aprovado em todos os testes do sistema de intertravamento encontrados neste manual.

Objetos arremessados Esta unidade possui facas giratórias no deck. Estas facas podem recolher e arremessar detritos que podem ferir gravemente pessoas nas proximidades.Certifique-se de limpar a área na qual a grama será cortada ANTES de começar a cortar. Não opere esta unidade sem o coletor de grama inteiro ou a proteção de descarga (defletor) no lugar. Além disso, não deixe ninguém ficar na área enquanto a unidade estiver em funcionamento! Se alguém entrar na área, desligue imediatamente a unidade até a pessoa sair.

Combustível e manutenção Gasolina é extremamente inflamável. Seus vapores também o são e podem chegar até fontes de ignição distantes. A gasolina deve ser usada somente como combustível, não como solvente ou material de limpeza. Ela nunca deve ser armazenada em lugares em que seus vapores possam acumular-se ou chegar até uma fonte de ignição como uma lâmpada. Combustível deve ficar em um recipiente plástico para gasolina, vedado e aprovado ou no tanque de combustível do trator com a tampa firmemente fechada. Combustível derramado deve ser limpo imediatamente. Uma manutenção adequada é crucial à segurança e desempenho de sua unidade. Certifique-se de executar os procedimentos de manutenção relacionados neste manual e, em especial, testando periodicamente o sistema de segurança.

5


Regras de Segurança e Informações Leia estas regras de segurança e siga-as rigorosamente. A não obediência a estas regras pode resultar na perda de controle da unidade, em ferimentos graves ou morte, a pessoas nas proximidades ou em dano a propriedade ou equipamentos. O deck é capaz de amputar mãos e pés e de arremessar objetos. O triângulo advertências.

no texto significa que devem ser seguidas importantes precauções ou

OPERAÇÃO GERAL 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.

8.

9. 10. 11.

12.

13. 14. 15.

16.

Leia, compreenda e siga as instruções constantes do manual e da unidade antes de dar partida. Não ponha mãos nem pés perto das partes giratórias ou sob a máquina. Fique o tempo todo afastado da abertura de descarga. Permita que apenas adultos responsáveis que estejam familiarizados com as instruções operem a unidade (a legislação local pode restringir a idade do operador). Remova da área objetos como pedras, brinquedos, arame, etc., que poderiam ser recolhidos e arremessados pela(s) faca(s). Certifique-se de que não haja ninguém na área antes de cortar a grama. Pare a unidade se alguém entrar na área. Nunca carregue passageiros. Não corte grama em marcha a ré, a menos que seja absolutamente necessário. Sempre olhe para baixo e para trás antes e enquanto estiver dirigindo em marcha a ré. Nunca direcione material de descarga na direção de alguém. Evite descarregar material contra uma parede ou obstrução. O material poderá ricochetear na direção do operador. Pare a(s) faca(s) quando atravessar superfícies com cascalho Não opere a máquina sem o coletor de grama inteiro, a proteção de descarga (defletor) ou outros dispositivos de segurança no lugar. Reduza a velocidade antes de fazer curvas. Nunca deixe sozinha uma unidade em funcionamento. Sempre desencaixe a embreagem de tomada de força, acione o freio de estacionamento, desligue o motor e remova as chaves antes de desmontar. Desencaixe as facas (PTO) quando não estiver cortando grama. Desligue o motor e espere que todas as partes parem completamente antes de limpar a máquina, remover o coletor de grama ou desobstruir a proteção de descarga. Opere a máquina somente à luz do dia com boa iluminação artificial. Não opere a unidade enquanto estiver sob a influência de álcool ou drogas. Observe o tráfego quando estiver operando perto de rodovias ou atravessando-as.

17. 18.

19. 20. 21. 22. 23. 24.

25. 26.

27.

28.

Não usar ou operar o motor sobre ou próximo de qualquer área coberta por floresta, por mato ou por grama, a menos que o sistema de exaustão esteja equipado com um corta-faísca que satisfaça qualquer legislação local ou estadual. Outros estados ou áreas federais podem ter legislação similar.

TRANSPORTE E ARMAZENAGEM 1.

2.

3.

Tenha cuidado adicional quando carregar ou descarregar a unidade em um reboque ou caminhão. Sempre use proteção para os olhos quando operar esta unidade. Os dados indicam que operadores com idade igual ou superior a 60 anos envolvem-se em uma grande porcentagem de ferimentos relacionados a equipamentos motorizados. Estes operadores devem avaliar sua própria capacidade de operar com segurança suficiente o equipamento para proteger a si mesmos e a outros de ferimentos. Siga as recomendações do fabricante para rodas, pesos ou contrapesos. Não se esqueça de que o operador é responsável por acidentes que ocorrerem a outras pessoas ou a propriedades. Todos os condutores devem procurar e obter instrução profissional e prática. Sempre use calçados e calças resistentes. Nunca opere com pés descalços ou calçando sandálias. Antes de usar, sempre faça uma inspeção visual das facas, se elas estão presentes, intactas e firmes. Substitua peças gastas ou danificadas. Desencaixe os acessórios antes de: reabastecer com combustível, remover um acessório, fazer ajustes (a menos que o ajuste possa ser feito a partir da posição do operador). Quando a máquina estiver estacionada, guardada ou deixada sozinha, abaixe os dispositivos de corte, a menos que seja usada uma trava mecânica positiva. Antes de abandonar a posição do operador por algum motivo, acione o freio de estacionamento (se houver), desencaixe a embreagem de tomada de força e remova a chave. Para reduzir o risco de incêndio, mantenha a unidade livre de grama, folhas e excesso de óleo. Não pare nem estacione sobre folhas secas, grama ou materiais combustíveis.

Quando transportar a unidade em um reboque aberto, certifique-se de que ela esteja virada para frente, na direção do percurso. Se estiver virada para trás, a elevação pelo vento poderá danificar a unidade. Sempre observe as práticas seguras de reabastecimento e de manuseio do combustível ao reabastecer a unidade após o transporte ou armazenamento. Nunca armazene a unidade (com combustível) em uma estrutura fechada provida de ventilação deficiente. Os vapores do combustível podem chegar até uma fonte de ignição (como um forno, aquecedor de água, etc.) e provocar uma explosão. O vapor do combustível também é tóxico para os seres humanos e animais.

4.

5. 6.

6

Sempre obedeça às instruções do manual do motor para os preparativos de armazenamento antes de guardar a unidade por períodos tanto curtos quanto longos. Sempre obedeça às instruções do manual do motor para os procedimentos corretos de partida quando for utilizar a unidade. Nunca armazene a unidade ou recipiente de combustível onde houver uma chama aberta ou uma lâmpada piloto, como em um aquecedor de água. Deixe a unidade esfriar antes de guardá-la.


Regras de Segurança e Informações OPERAÇÃO EM DECLIVES

ADVERTÊNCIA

Declives constituem um fator importante relacionado a acidentes por perda de controle ou capotamento, que podem resultar em ferimentos graves ou em morte. A operação em todos os declives exige precaução adicional. Se você não conseguir dar marcha à ré no declive ou se sentir dificuldade em fazê-lo, não opere o equipamento sobre ele. O controle de uma máquina de controle manual ou com plataforma para o operador que estiver deslizando sobre um declive será recobrado pela aplicação do freio. As principais razões da perda de controle são: aderência insuficiente do pneu sobre o solo, excesso de velocidade, frenagem inadequada, tipo de máquina inadequado para a tarefa, falta de conscientização das condições do solo, amarração e distribuição de carga incorretas. 1. Corte a grama para cima e para baixo em declives e não na transversal. 2. Cuidado com buracos, sulcos ou saliências. Terreno irregular pode virar a unidade. Grama alta pode ocultar obstáculos. 3. Escolha uma velocidade baixa para não ter de parar ou mudar de velocidade enquanto estiver em um declive. 4. Não opere o equipamento em grama molhada. Os pneus podem perder tração. 5. Sempre mantenha a unidade engrenada, principalmente quando estiver descendo declives. Não mude a marcha para neutro e ponto morto ao descer declives. 6. Evite dar partida, parar ou fazer curva em um declive. Se os pneus perderem tração, desencaixe a(s) faca(s) e continue lentamente descendo o declive em linha reta. 7. Mantenha lento e gradual todo o movimento em declives. Não faça mudanças bruscas na velocidade nem na direção, o que poderia fazer capotar a máquina. 8. Tenha cuidado adicional enquanto operar máquinas com coletores de grama ou outros acessórios; eles podem afetar a estabilidade da unidade. Não use em declives íngremes. 9. Não tente estabilizar a máquina pondo o pé no chão (unidades com plataforma para o operador). 10. Não corte grama perto de declives acentuados, valas ou taludes. O deck pode virar ao contrário se uma roda ficar sobre a borda de um penhasco ou vala ou se uma borda desmoronar. 11. Não use coletores de grama em declives íngremes. 12. Não corte grama em declives nos quais não conseguir dar marcha à ré. 13. Procure seu revendedor autorizado/varejista para recomendações dos pesos ou contrapesos das rodas para melhorar a estabilidade. 14. Remova obstáculos como pedras, galhos de árvores, etc. 15. Use baixa velocidade. Os pneus podem perder tração em declives mesmo que os freios estejam funcionando corretamente. 16. Não faça curvas em declives, a menos que seja necessário e, em seguida, dirija para baixo de maneira lenta e gradual, se possível. EQUIPAMENTO REBOCADO (UNIDADES COM PLATAFORMA PARA O OPERADOR) 1. Reboque somente com uma máquina que possua um engate projetado para rebocar. Não prenda equipamento rebocado, exceto no ponto de engate. 2. Siga as recomendações do fabricante para equipamento rebocado e reboque em declives. 3. Nunca deixe que crianças ou outros fiquem no equipamento rebocado. 4. Em declives, o peso do equipamento rebocado pode provocar perda de tração e perda de controle. 5. Dirija devagar e deixe espaço adicional para parar. 6. Não mude a marcha para neutro e ponto morto ao descer declives.

Nunca opere em declives superiores a(10°) que seja uma subida de 3,5 pés (106 cm) na vertical em 20 pés (607 cm) na horizontal. Quando operar o equipamento em declives, use pesos ou contrapesos adicionais nas rodas. Consulte seu revendedor/varejista para determinar quais pesos estão disponíveis e são adequados para sua unidade. Selecione baixa velocidade de solo antes de dirigir em declives. Além dos pesos dianteiros, tenha cuidado adicional ao operar em declives com coletores de grama instalados na traseira. Faça o corte de grama SUBINDO e DESCENDO o declive, nunca na transversal. Tenha cuidado ao trocar de direção e NÃO DÊ PARTIDA NEM PARE EM DECLIVE.

CRIANÇAS

Ocorrerão acidentes trágicos se o operador não estiver alerta à presença de crianças. Muitas vezes, crianças são atraídas à unidade e à atividade do corte de grama. Nunca suponha que as crianças continuarão no local onde você as viu por último. 1. Mantenha crianças fora da área do corte de grama e sob o cuidado atento de outro adulto responsável. 2. Fique alerta e desligue a unidade se alguma criança entrar na área. 3. Antes e durante a operação em marcha à ré, olhe atrás e abaixo para ver se não há crianças. 4. Nunca transporte crianças, mesmo com a(s) facas(s) parada(s). Elas podem cair e ficar gravemente feridas ou interferir na operação segura da unidade. Crianças que andaram de carona no equipamento no passado podem aparecer repentinamente na área do corte de grama para outra carona e ser atropeladas ou ser atingidas pela máquina em marcha à ré. 5. Nunca deixe crianças operarem a unidade. 6. Tenha cuidado adicional ao aproximar-se de cantos cegos, arbustos, árvores ou outros objetos que possam prejudicar a visão.

EMISSÕES

1. Os gases expelidos pelo motor deste produto contêm substâncias químicas que se sabe que, em determinadas quantidades, causam câncer, defeitos de nascença ou outros danos reprodutivos. 2. Procure as informações sobre o Período de Durabilidade de Emissões e sobre o Índice de Ar na etiqueta de emissões do motor.

SISTEMA DE IGNIÇÃO

1. Este sistema de ignição por centelha obedece às normas.

7


Regras de Segurança e Informações REPAROS E MANUTENÇÃO Manuseio seguro de gasolina 1. Apague todos os cigarros, charutos, cachimbos e outras fontes de ignição. 2. Use apenas recipientes para gasolina aprovados. 3. Nunca remova a tampa do tanque de combustível nem adicione combustível com o motor em funcionamento. Deixe o motor esfriar antes de reabastecer com combustível. 4. Nunca abasteça a máquina em locais fechados. 5. Nunca armazene a máquina ou recipiente de combustível onde houver chama aberta, fagulha ou lâmpada piloto, como perto de um aquecedor de água ou outro aparelho. 6. Nunca encha recipientes dentro de um veículo ou sobre um assoalho da carroceria de caminhão com forro de plástico. Sempre coloque no chão afastado de seu veículo antes de encher. 7. Remova o equipamento acionado a gasolina do caminhão ou do reboque e reabasteça-o com combustível no chão. Se isto não for possível, reabasteça-o sobre um reboque com um recipiente portátil em vez de usar o bocal da mangueira de gasolina. 8. Mantenha o bocal em contato com o aro do tanque de combustível ou da abertura do recipiente o tempo todo até completar o abastecimento. Não use um dispositivo de trava-abertura do bocal. 9. Se for derramado combustível na roupa, troque de roupa imediatamente. 10. Nunca encha excessivamente o tanque de combustível. Recoloque a tampa do tanque e aperte bem firme. 11. Tenha cuidado adicional ao manusear gasolina e outros combustíveis. Eles são inflamáveis e seus vapores são explosivos. 12. Se derramar combustível, não tente dar partida no motor, mas afaste a máquina da área do derramamento e evite criar alguma fonte de ignição até que os vapores do combustível tenham se dissipado. 13. Recoloque todas as tampas do tanque de combustível e as tampas do recipiente de combustível e feche bem.

combustão.Não desloque as braçadeiras da linha de combustível mais do que o necessário. Certifique-se de as braçadeiras seguram com firmeza as mangueiras sobre o filtro após a instalação. 12. Não use gasolina contendo METANOL, aditivos para gasolina ou benzina, pois isso poderia danificar o sistema motor/combustível. 13. Se o tanque de combustível tiver de ser drenado, ele deverá ser limpo em uma área externa. 14. Substitua silenciadores/escapamentos defeituosos. 15. Use apenas peças de reposição autorizadas pela fábrica ao fazer reparos. 16. Sempre obedeça às especificações de fábrica em todas as configurações e ajustes. 17. Só devem ser utilizados locais de assistência técnica autorizados para requisitos de manutenção e reparos importantes. 18. Nunca tente fazer reparos importantes nesta unidade, a menos que você tenha sido adequadamente treinado. Procedimentos de manutenção inadequados podem resultar em operação perigosa, danos ao equipamento e anulação da garantia do fabricante. 19. Em cortadores de grama com várias facas, tome cuidado, pois uma faca girando pode fazer com que outras facas girem. 20. Não modifique as configurações do regulador do motor nem faça o motor funcionar com velocidade excessiva. 21. Desencaixe os acessórios de tração, pare o motor, remova a chave e desconecte o(s) fio(s) das velas antes de: eliminar os bloqueios dos acessórios e calhas, executar trabalho de manutenção, golpear um objeto ou a unidade vibrar de forma anormal. Após golpear um objeto, inspecione a máquina quanto a danos e faça reparos antes de dar partida novamente e operar o equipamento. 22. Nunca ponha as mãos perto das partes móveis, como um ventilador de resfriamento da hidro bomba, quando o trator estiver em funcionamento, (os ventiladores de resfriamento da hidro bomba normalmente estão localizados no topo do eixo transversal). 23. Unidades com bombas hidráulicas, mangueiras ou motores: ADVERTÊNCIA: O escape de fluido hidráulico sob pressão pode ter força suficiente para penetrar na pele e provocar ferimentos graves. Se for injetado fluido estranho na pele, ele deverá ser removido cirurgicamente em poucas horas por um médico familiarizado com esta forma de ferimento, senão poderá ser causada gangrena. Mantenha o corpo e as mãos afastados dos furos de pinos ou bocais que ejetam fluido hidráulico sob alta pressão. Use papel ou papelão e não as mãos para procurar vazamentos. Certifique-se de que todas as conexões para fluido hidráulico estejam apertadas e que todas as mangueiras e linhas hidráulicas estejam em boas condições antes de aplicar pressão ao sistema. Se ocorrerem vazamentos, leve a unidade até o revendedor autorizado para ser reparada imediatamente. 24. ADVERTÊNCIA: Dispositivo com energia armazenada. A liberação inadequada de molas pode resultar em graves ferimentos. As molas devem ser removidas por um técnico autorizado. 25. Modelos equipados com radiador do motor: ADVERTÊNCIA: dispositivo com energia armazenada. Para evitar graves ferimentos provocados por líquido quente ou sopro de, nunca tente remover a tampa do radiador enquanto o motor estiver funcionando. Desligue o motor e espere até ele esfriar. Mesmo assim, tenha extremo cuidado ao remover a tampa.

Reparos e manutenção 1. Nunca ligue o motor da unidade em uma área fechada na qual possa haver acúmulo de monóxido de carbono. 2. Mantenha porcas e parafusos, principalmente parafusos de fixação das facas, apertados e mantenha o equipamento em boas condições. 3. Nunca viole dispositivos de segurança. Verifique regularmente sua correta operação e faça os reparos necessários se eles não estiverem funcionando adequadamente. 4. Mantenha a unidade livre de acúmulo de grama, folhas ou outros detritos. Limpe o derramamento de óleo ou combustível e remova quaisquer detritos encharcados de combustível. Deixe a máquina esfriar antes de guardá-la. 5. Se colidir com um objeto, pare e inspecione a máquina. Repare, se necessário, antes de dar a partida novamente. 6. Nunca faça ajustes ou reparos com o motor funcionando. 7. Verifique com frequência os componentes do coletor de grama e a proteção de descarga e substitua por peças recomendadas pelo fabricante, quando necessário. 8. As facas do deck são afiadas. Embrulhe a faca ou vista luvas e tenha cuidado adicional ao efetuar reparos nelas. 9. Verifique com frequência a operação do freio. Ajuste e faça reparos quando necessário. 10. Mantenha e substitua as etiquetas de segurança e de instruções quando necessário. 11. Não remova o filtro de combustível quando o motor estiver quente, pois gasolina derramada pode entrar em

8


Números de Identificação

Números de identificação Modelos norteamericanos

Etiqueta de Identificação do Trator Quando entrar em contato com o revendedor autorizado para peças de reposição, manutenção ou informações, SERÁ PRECISO ter estes números.

DADOS DE REFERÊNCIA DO PRODUTO

Nome/Número de descrição do modelo

Registre o nome/número de seu modelo, os números de identificação do fabricante e os números de série do motor no espaço fornecido para facilitar o acesso. Estes números podem ser encontrados nos locais mostrados.

Número de fabricação da unidade

Número de SÉRIE da unidade

Número de fabricação dRGHFN

Número de SÉRIE dRGHFN



NOTA: Para a localização dos números de identificação do motor, consulte o manual do Proprietário do Motor.



Nome do revendedor

Data da compra

DADOS DE REFERÊNCIA DO MOTOR

9

Marca do motor

Modelo do motor

Tipo/especificação do motor

Código/número de série do motor


Adesivos de Segurança Locais dos decalques Instruções de operação, Modelos norte-americanos, Patente Nº 1734879SM Posições de Chave de Ignição Patente Nº 1722806SM

Perigo, Modelos com descarga lateral, Nº da peça 1704277SM

Perigo, Modelos com descarga lateral, Nº da peça 1704276SM

Liberação da transmissão, Nº da peça 1730202SM

10

Sistema elevatório acoplado Nº da peça 1730264SM


Recursos e controles

Figura 1. Controles

Funções de controle

As informações abaixo descrevem resumidamente a função dos controles individuais. A partida, a parada, a condução e o corte da grama requerem o uso combinado de vários controles aplicados em sequências específicas. Para saber qual combinação e sequência de controles devem ser usadas para várias tarefas, veja a seção OPERAÇÃO DO TRATOR.

Controle do acelerador / afogador (Choke-O-Matic)

Faróis dianteiros

O acelerador/afogador controla a velocidade e o afogador do motor (ver Figura 1). Mova o controle acelerador/afogador até a posição FAST (rápido) para aumentar a velocidade do motor e até a posição SLOW (devagar) para reduzir a velocidade do motor. Sempre opere em plena aceleração. Mova o controle acelerador/afogador até a posição CHOKE (afogador) para dar partida em um motor frio. Um motor quente pode não exigir o uso do afogador.

A chave de luz liga e desliga os faróis dianteiros do trator.

11


Decalques de Segurança Opção de corte de grama em marcha à ré (RMO, Reverse Mowing Option)

Ajuste da altura de corte do deck

A opção de corte de grama em marcha à ré permite cortar grama (ou usar outras acessórios acionados por PTO) enquanto se dá marcha à ré. Se escolher cortar grama em marcha à ré, gire a chave RMO após o PTO ser engatado. O LED se acenderá e o operador poderá, então, cortar grama em marcha à ré. Cada vez que o PTO for engatado, o RMO precisará ser reativado, se desejado.

A alavanca de ajuste da altura de corte do deck controla a altura de corte do deck. A altura de corte do deck pode ser ajustada para uma de sete posições entre 1-1/4" e 4” (3,2 e 10,2 cm).

Alavanca de ajuste do assento Chave PTO

O assento pode ser ajustado para frente e para trás. Mova a alavanca, posicione o assento conforme o desejado e solte a alavanca para travar o assento na posição.

A chave PTO (Power Take-Off, tomada de força) engata e desengata os acessórios que usam o PTO. Para engatar o PTO, puxe para cima na chave. Empurre para baixo para desengatar. Observe que o operador deve estar sentado com firmeza no assento do trator para que o PTO funcione.

Alavanca de liberação da transmissão A alavanca de liberação da transmissão desativa a transferência para que o trator possa ser empurrado com as mãos. Ver “Empurrar o trator com as mãos” para informações operacionais.

Chave de ignição A chave de ignição dá partida e desliga o motor, tendo três posições: OFF

Desliga o motor e o sistema elétrico.

RUN

Permite que o motor funcione e alimente o sistema elétrico.

START

Aciona o motor para partida.

Tanque de combustível Para remover a tampa, gire no sentido anti-horário. Tomada de energia (Em alguns modelos) A tomada de energia é de 12V-CC. Os acessórios devem ter uma intensidade elétrica nominal de 9 ampères ou menos.

NOTA: Nunca deixe a chave de ignição na posição RUN com o motor parado. Isto descarrega a bateria.

Medidor do nível de combustível Pedais de velocidade

Exibe o nível de combustível no tanque.

A velocidade à frente do trator é controlada pelo pedal da velocidade à frente. A velocidade em marcha à ré é controlada pelo pedal de controle da velocidade em marcha à ré.

Freio de estacionamento O botão de comando do freio de estacionamento é usado para travar o freio de estacionamento quando o trator estiver parado. Pressionando-se totalmente o pedal do freio e puxando-se para cima o botão de comando engata o freio de estacionamento. Consulte a Página 14 para uma explanação completa das funções do freio de estacionamento.

Pressionando-se qualquer um dos dois pedais, a velocidade será aumentada. Observe que quanto mais for pressionado o pedal, mais rápido o trator andará. Controle de cruzeiro O controle de cruzeiro é usado para travar o controle da velocidade à frente. O controle de cruzeiro possui seis posições de trava.

Pedal do freio Pressionando-se o pedal do freio aplica o freio do trator.

12


Operação do trator Testes do sistema de intertravamento de segurança

Segurança da operação geral Certifique-se de ler todas as informações constantes da seção REGRAS DE SEGURANÇA E INFORMAÇÕES antes de tentar operar esta unidade. Familiarize-se com todos os controles e sobre como parar a unidade.

Esta unidade está equipada com chaves de intertravamento de segurança e outros dispositivos de segurança. Estes sistemas de segurança existem para sua segurança: não tente evitar as chaves de segurança e nunca viole os dispositivos de segurança. Verifique sua operação regularmente.

Adição de combustível ADVERTÊNCIA

Gasolina é altamente inflamável e deve ser manuseada com cuidado. Nunca encha o tanque quando o motor ainda estiver quente por operação recente. Não permita chama aberta, fumar ou fósforos na área. Evite encher excessivamente e remova quaisquer derramamentos.

Verificações da SEGURANÇA operacional Sua unidade está equipada com um sistema de segurança da chave do assento. Verifique a operação da chave do assento a cada outono e primavera com os seguintes testes. Teste 1 – O motor NÃO deve girar se:

Não use gasolina contendo METANOL, aditivos para gasolina ou benzina, pois isto poderá danificar o sistema combustível/motor.

 A chave PTO estiver na posição ON, OU  O pedal do freio NÃO estiver totalmente pressionado (freio de estacionamento na posição OFF), Teste 2 – O motor DEVE girar se:

1. Remova a tampa do tanque de combustível (A, Figura 3) 2. Encha o tanque. Não encha em excesso. Deixe espaço no tanque para a expansão do combustível. Consulte o manual de seu motor para recomendações específicas sobre o combustível. 3. Instale e aperte à mão a tampa do tanque de combustível.

 A chave PTO estiver na posição OFF, E  O pedal do freio estiver totalmente pressionado (freio de estacionamento na posição ON), E Teste 3 – O motor deve DESLIGAR se:  O operador sair do assento com o PTO engatado, OU

Partida do motor

 O operador sair do assento para fora com o pedal do freio NÃO totalmente pressionado (freio de estacionamento na posição OFF).

1. Sente-se no assento e erga a alavanca de ajuste do assento, posicione o assento conforme o desejado e solte a alavanca para travar o assento na posição. 2. Pressione totalmente o pedal do freio ou aplique o freio de estacionamento com o pedal totalmente pressionado, puxe para cima o botão de comando do freio de estacionamento e, em seguida, solte o pedal. 3. Erga o deck até a posição mais alta com a alavanca de ajuste da altura.

Teste 4 - Verificação do freio da faca As facas e a correia de acionamento do deck devem parar completamente em cinco segundos após a chave PTO ser colocada na posição OFF (ou o operador sair do assento). Se a correia de acionamento do deck não parar em cinco segundos, ajuste novamente a embreagem PTO conforme descrito na seção AJUSTES ou procure seu revendedor.

4. Desengate a chave PTO empurrando para dentro. 5. Mova o controle acelerador/afogador até a posição CHOKE. NOTA: Um motor quente pode não precisar ser afogado. 6. Insira a chave na ignição e gire no sentido horário até a posição START e solte a chave assim que o motor der partida. 7. Quando o motor der partida, deixe o controle acelerador/afogador na posição CHOKE até o motor esquentar e começar a funcionar devagar. 8. Imediatamente, mova o controle acelerador/afogador até a posição FAST. NOTA: Em caso de emergência, o motor pode ser parado girando-se a chave de ignição até a posição STOP. Para desligar normalmente o motor, siga o procedimento apresentado em “Para parar o trator e o motor”.

Teste 5 – Verificação da opção de corte de grama em marcha à ré (RMO)  O motor deve desligar se: PTO for engatado E RMO não estiver ativada E o pedal de marcha à ré for pressionado.  A lâmpada RMO deve acender se: RMO for engatada E a chave PTO for ativada. NOTA: Assim que o motor tiver parado, a chave PTO deverá ser desligada após o operador voltar ao assento para dar partida no motor.

ADVERTÊNCIA Se a unidade não passar em um teste de segurança, não a opere. Procure seu revendedor autorizado. Sob nenhuma circunstância você deve tentar anular a finalidade do sistema de intertravamento de segurança.

13


Operação do Trator Função do freio de estacionamento

Operação do controle de cruzeiro

Aplicação do freio de estacionamento – Ver a Figura 2. Para travar o freio de estacionamento, solte os pedais da velocidade (A), pressione totalmente o pedal do freio (B), puxe para cima o botão de comando do freio de estacionamento (C) e, em seguida, solte o pedal do freio.

PARA ENGATAR:

Liberação do freio de estacionamento - Ver a Figura 2. Para soltar o freio de estacionamento, pressione o pedal do freio (B).

3. Erga o botão de comando do controle de cruzeiro (D) quando for atingida a velocidade desejada. O controle de cruzeiro ficará travado em uma de suas seis posições.

1. Puxe para cima o botão de comando do controle de cruzeiro (D, Figura 2). 2. Pressione o pedal de velocidade à frente (A).

PARA DESENGATAR: 1. Pressione o pedal do freio (B, Figura 2). OU 2. Pressione o pedal da velocidade à frente (A).

Saída de alimentação de 12 Volts (Alguns modelos) CUIDADO Evite ferimentos. A operação segura requer sua atenção total. Não use fones de ouvido de rádio ou de música enquanto opera a máquina. Figura 2. Engate do freio de estacionamento A. Pedais da velocidade B. Pedal do freio C. Botão de comando do freio de estacionamento D. Botão de comando do controle de cruzeiro E. Adaptador de alimentação de 12 V.

O plugue para acessórios de 12 volts (E, Figura 2) está localizado na cápsula do lado esquerdo. Ele pode ser usado para alimentar dispositivos eletrônicos de pequeno porte. O acessório deve ter 9 ampères ou menos. NOTA: A operação de um acessório de 12 volts, principalmente com o motor em marcha lenta, pode descarregar a bateria. Quando o plugue para acessórios não estiver sendo usado, ele deverá ser coberto com o tampão de borracha para evitar que umidade cause um curto-circuito. A entrada de água no plugue pode causar um curto-circuito.

14


Operação do Trator Corte de grama em marcha à ré

Parar o trator e o motor

Se um operador escolher cortar grama em marcha à ré, poderá ser usado o sistema de RMO de corte de grama em marcha à ré.Para usar o RMO,gire a chaveRMO após o PTO ser engatado. O LED acenderá e o operador poderá cortar grama em marcha à ré. Cada vez que o PTO for engatado, o RMO precisará ser reativado, caso se deseje. A chave deverá ser removida para restringir o acesso ao recurso de RMO.

1. Retorne o(s) controle(s) da velocidade à posição neutra. 2. Desengate o PTO e aguarde até todas as partes móveis pararem. 3. Mova o controle do acelerador até a posição SLOW e gire a chave de ignição até a posição OFF. Remova a chave.

Para dirigir o trator

Operação de acessório em marcha à ré

1. Sente-se no assento e ajuste o assento para que você possa alcançar confortavelmente todos os controles e ver o visor do painel de instrumentos. 2. Engate o freio de estacionamento. 3. Certifique-se de que a chave PTO esteja desengatada. 4. Dê partida no motor (ver “Partida do motor”). 5. Desengate o freio de estacionamento e solte o pedal do freio. 6. Pressione o pedal de controle da velocidade de solo à frente para andar para frente. Solte o pedal para parar. Observe que quanto mais para baixo o pedal é pressionado, mais rápido o trator andará. 7. Pare o trator soltando os pedais de controle da velocidade de solo, aplicando o freio de estacionamento e parando o motor (ver “Parar o trator e o motor”).

Se um operador escolher operar um acessório acionado por PTO em marcha à ré, poderá ser usado o sistema opção de corte de grama em marcha à ré (RMO). Para usar o RMO, gire a chave RMO após o PTO ser engatado. O LED acenderá e o operador poderá operar o acessório em marcha à ré. Cada vez que o PTO for desengatado, o RMO precisará ser reativado, caso se deseje. A chave deverá ser removida para restringir o acesso ao recurso de RMO.

Empurrar o trator com as mãos

1. Desengate o PTO e desligue o motor. 2. Empurre a liberação da transmissão (B, Figura 3) para trás aproximadamente 2-3/8” (6 cm) para travar na posição liberada. 3. Agora o trator poderá ser empurrado com as mãos.

Corte de grama

1. Ajuste a altura de corte do deck até o nível desejado e as rodas niveladoras até a posição apropriada (se instaladas). 2. Engate o freio de estacionamento. Certifique-se de que a chave PTO esteja desengatada. 3. Dê partida no motor (ver “Partida no motor”). 4. Abaixe totalmente o deck usando a alavanca e ajuste a altura de corte. 5. Ponha a alavanca de aceleração na posição FULL. 6. Engate o PTO (plataforma do deck). 7. Comece a cortar a grama. 8. Quando terminar, desligue o PTO e erga o deck usando a alavanca de levantamento.

NÃO REBOQUE O TRATOR

Rebocar o trator pode danificar a transmissão. • Não use outro veículo para empurrar ou puxar esta unidade. • Não acione a alavanca da válvula de liberação da transmissão enquanto o motor estiver em funcionamento.

9. Desligue o motor (ver “Parar o trator e o motor”).

ADVERTÊNCIA

O motor será desligado se o pedal da velocidade de solo em marcha à ré for pressionado enquanto o PTO estiver acionado e a RMO não tiver sido ativada. O operador deve sempre desligar o PTO antes de dirigir em rodovias, estradas ou qualquer área que possa ser usada por outros veículos. A perda repentina de tração pode criar um perigo.

ADVERTÊNCIA

Cortar grama em marcha à ré pode ser perigoso para pessoas nas proximidades. Poderão ocorrer acidentes trágicos se o operador não ficar alerta à presença de crianças. Nunca ative a RMO se houver crianças presentes. Crianças muitas vezes são atraídas até a unidade e à atividade de corte de grama.

Figura 3. Alavanca de liberação da transmissão e tanque de combustível A. Tampa do tanque de combustível B. Alavanca de liberação da transmissão

15


Operação do Trator Remoção e instalação do deck

ADVERTÊNCIA

Engate o freio de estacionamento, desengate o PTO, desligue o motor e remova a chave antes de tentar instalar ou remover o deck.

Remoção da plataforma do deck Figura 4. Braços de elevação (Vistos pelo lado direito inferior do trator) A. Chapa de elevação do deck B. Haste de elevação do trator C. Arruela D. Contra-pino

1. Estacione o trator sobre uma superfície rígida e nivelada, como um piso de concreto. Desligue a chave PTO e o motor, remova a chave e aplique o freio de estacionamento. 2. Ponha blocos de madeira sob o deck. Ponha a alavanca de levantamento na posição mais baixa. 3. Mova a haste da polia tensora (A, Figura 5) para soltar a tensão da correia. Remova a correia da polia do PTO. (B). 4. Remova o contra-pino (D, Figura 4) e a arruela (C). Desconecte as chapas de elevação do deck (A) dos braços de elevação do trator (B). Reinstale as arruelas (C) e os contra-pinos (D) para evitar que se percam. 5. Retorne a alavanca de elevação à posição mais alta.

Figura 5. Remoção e instalação da correia A. Haste da polia tensora B. Polia do PTO

CUIDADO O escapamento e as áreas ao redor podem estar quentes. 6. Vire as rodas para que fiquem em linha reta. Apoie o gancho do deck (C). Remova o contra-pino de segurança (A. Figura 6) e a haste (B). Abaixe o gancho do deck (C). 7. Vire as rodas totalmente para a esquerda e deslize o deck para fora do lado direito do trator. Instalação do deck 1. Estacione o trator, desligue o PTO e o motor, remova a chave e aplique o freio de estacionamento. Vire as rodas totalmente para a esquerda.

Figura 6. Engate do deck A. Contra-pino de segurança B. Haste C. Gancho do deck D. Suportes do trator

2. Coloque o ajustador de altura do deck na posição de corte mais baixa. Coloque a alavanca de levantamento do deck (A, Figura 7) na posição mais baixa. Deslize o deck sob o lado direito do trator para que o engate do deck fique alinhado à parte da frente do engate do trator. 3. Vire as rodas para que fiquem em linha reta. Erga o gancho do deck (C, Figura 6). Insira a haste (B) no gancho do deck (C) e nos suportes do trator (D). Prenda com o contra-pino de segurança (A). 4. Reinstale os contra-pinos(D, Figura 4) e as arruelas (C) nas chapas de elevação do deck (A) e nos braços de elevação do trator (B). 5. Mova a haste da polia tensora (A, Figura 5) para soltar a tensão da correia. Instale a correia na polia do PTO (B).

16


Operação do Trator Ajuste deck

da

altura

de

corte

do

A alavanca de elevação do deck (A, Figura 7) controla a altura de corte do deck. A altura de corte tem sete posições entre aproximadamente 1-1/4” e 4" (3,2 a 10 cm).

Fixação de um reboque A força máxima da barra de tração horizontal admitida é de 280 Nm. A força máxima da barra de tração vertical é de 160 Nm. Isto equivale a um reboque de 250 lbs (113 kg) em uma colina de 10 graus. Prenda o reboque com um pino manilha adequadamente dimensionado (A, Figura 8) e um contra-pino (B).

Figura 7. Para elevar e abaixar o deck A. Alavanca de levantamento do deck

ADVERTÊNCIA Nunca guarde a unidade (com combustível) em uma estrutura fechada com ventilação deficiente. Vapores do combustível podem chegar até uma fonte de ignição (como um forno, aquecedor de água, etc.) e causar uma explosão. Vapor de combustível também é tóxico para seres humanos e animais.

Armazenamento Antes de armazenar sua unidade para épocas de pouco trabalho, leia as instruções de manutenção e armazenamento na seção REGRAS DE SEGURANÇA E INFORMAÇÕES e execute os seguintes passos: 

Desengate o PTO, aplique o freio de estacionamento e remova a chave.

Execute as medidas de manutenção de armazenamento do motor relacionadas no Manual do Motor. Isto inclui a drenagem do sistema de combustível ou a adição de estabilizador ao combustível (não armazene uma unidade abastecida com combustível em uma estrutura fechada - ver ADVERTÊNCIA).

Figura 8. Recomendações para o peso de reboque A. Pino manilha

A vida útil da bateria será aumentada se ela for removida, posta em um local fresco e seco e totalmente carregada cerca de uma vez por mês. Se a bateria for deixada na unidade, desconecte o cabo negativo.

B. Contra-pino

Antes de dar partida na unidade depois de ela ter ficado guardada: 

Verifique todos os níveis do fluido. Verifique todos os itens de manutenção.

Execute todas as verificações e procedimentos recomendados encontrados no Manual do Motor.

Deixe o motor esquentar por vários minutos antes de usar.

17


Manutenção Regular PROGRAMAÇÃO E PROCEDIMENTOS DE MANUTENÇÃO

A seguinte programação de manutenção deverá ser seguida para o cuidado normal de seu trator e deck. ITENS DE SEGURANÇA Antes A cada A cada A cada A cada

Verificar o sistema de intertravamento de segurança Verificar os freios do trator Verificar o tempo de parada da faca do deck ITENS DE MANUTENÇÃO DO TRATOR Verificar o trator/deck quanto a ferragens soltas Verificar / limpar as aletas de resfriamento (se instaladas) Verificar / ajustar a embreagem PTO

de cada uso

5 horas

25 horas

Antes de cada uso

A cada 5 horas

A cada 25 horas

A cada 50 horas

Primavera e outono

● ● ●

A cada 100 horas

Primavera e outono

● ●

Lubrificar os semi-eixos traseiros Limpar a bateria e cabos

Verificar a pressão dos pneus

Verificar o nível de óleo do motor

100 horas

Lubrificar o trator e o deck **

Limpar a plataforma e verificar / substituir as facas do deck ** ITENS DE MANUTENÇÃO DO MOTOR

50 horas

Antes de cada uso

Verificar / Trocar o filtro de ar do motor *

A cada 5 horas

A cada 25 horas

● ●

Trocar o óleo do motor * Trocar o óleo e o filtro do motor * Inspecionar a(s) vela(s) de ignição * Verificar / substituir o filtro de combustível *

Anualmente

● ● A cada 50 horas

A cada 100 horas

● ● ●

*

Consultar o manual do proprietário do motor. Trocar o óleo do motor original após o período de amaciamento inicial de 5 horas. ** Com maior frequência em clima quente (acima de 85°F: 30°C) ou em condições de operação com poeira.

Verificar a pressão dos pneus

Tamanho

Intervalo de manutenção: a cada 25 horas A pressão deverá ser verificada periodicamente e mantida nos níveis mostrados na tabela (ver Figura 9). Observe que estas pressões podem diferir ligeiramente da “Inflação máxima” estampada na parede lateral dos pneus. As pressões mostradas proporcionam tração correta, melhoram a qualidade do corte e ampliam a vida útil do pneu.

Figura 9. Pressão do pneu

18

Primavera e outono


Manutenção Regular Verificação do sistema de intertravamento de segurança

Manutenção da bateria ADVERTÊNCIA

Intervalo de manutenções: A cada outono e primavera Verifique o funcionamento do sistema de intertravamento de segurança usando o procedimento de teste encontrado na página 13 deste manual. Se o trator não passar em algum dos testes, procure seu revendedor.

Quando remover ou instalar cabos da bateria, desconecte PRIMEIRO o cabo negativo e reconecte-o POR ÚLTIMO. Se isto não for feito nesta ordem, o terminal positivo poderá entrar em curto com a carcaça por uma ferramenta.

Verificação do freio das facas

Limpeza da bateria e cabos

Intervalo de manutenções: A cada 100 horas ou no outono e primavera

Intervalo de manutenções: A cada 100 horas 1. Desconecte os cabos da bateria, primeiro os cabos negativos (A, Figura 10) e, em seguida, os cabos da tampa e positivos (B).

As facas do deck e a correia do deck devem parar completamente dentro de cinco segundos após a chave do PTO elétrico ser desligada.

2. Desaperte a porca-borboleta e a arruela (D).

1. Com o trator na posição neutra, o PTO desengatado e o operador no assento, dê partida no motor.

3. Gire a haste de retenção (C) para cima e para longe da bateria. Prenda à torre de direção.

2. Examine o apoio para os pés da esquerda na correia de acionamento do deck. Engate o PTO e espere alguns segundos. Desengate o PTO e verifique quanto tempo leva para que a correia de acionamento do deck pare.

4. Remova a bateria (E). 5. Limpe o compartimento da bateria com uma solução de bicarbonato de sódio e água. 6. Limpe os terminais e as extremidades dos cabos da bateria com uma escova de aço e um limpador de terminal de bateria até ficarem bem limpos.

3. Se a correia de acionamento do deck não parar dentro de cinco segundos, ajuste novamente a embreagem ou procure seu revendedor.

7. Reinstale a bateria (E) no compartimento da bateria. Prenda com a haste de retenção da bateria (C) e com a porca-borboleta e a arruela (D).

Verificação do ajuste da embreagem PTO

8. Fixe novamente os cabos da bateria, primeiro o cabo positivo e a tampa (B), depois o cabo negativo (A).

Intervalo de manutenções: A cada 250 horas

9. Aplique uma camada de vaselina ou graxa não condutiva às extremidades dos cabos e aos terminais da bateria.

Verifique o ajuste da embreagem PTO após cada 250 horas de operação ou se ambreagem começar a deslizar ou não engatar. Verifique e ajuste a embreagem usando o procedimento descrito na seção AJUSTES deste manual.

Manutenção do motor Consulte o MANUAL DO MOTOR para procedimentos e recomendações do motor.

todos

os

Figura 10. Manutenção da bateria A. Cabo negativo B. Cabo positivo e tampa C. Haste de fixação D. Porca-borboleta e arruela E. Bateria

19


Manutenção Regular Identificação da transmissão Para determinar qual transmissão está em seu trator, verifique a etiqueta de identificação (A, Figura 11) afixada ao eixo da transmissão ou verifique a vista explodida de seu trator.

Manutenção da transmissão Manutenção do K46 O K46 é uma unidade selada e não requer manutenção regular. Se a transmissão perder tração ou estiver com excesso de ruído, ela pode precisar ser purgada. Veja “Purgação da transmissão” na seção DIAGNÓSTICO E CORREÇÃO DE PROBLEMAS, AJUSTE E MANUTENÇÃO.

Figura 11. Local da etiqueta de identificação da transmissão A. Etiqueta de identificação

Remoção e instalação do capô REMOÇÃO DO CAPÔ 1. Abra o capô. 2. Remova o soquete e a lâmpada (A, Figura 12) girando o soquete no sentido anti-horário e puxando-o para fora do engaste (B). Repita no outro lado. 3. Sacuda ligeiramente a parte de trás do capô e erga o capô (B, Figura 13) afastando-o das guarnições oscilantes (C). Ponha o capô sobre uma superfície limpa e plana.

Figura 12. Farol dianteiro A. Soquete e lâmpada B. Lanterna

INSTALAÇÃO DO CAPÔ 1. Coloque os encaixes (A, Figura 13) sobre os suportes (C). 2. Deslize o capô para frente até que ele atinja as travas (D). 3. Instale o soquete e a lâmpada (A) empurrando-os para dentro da lanterna (B) girando o soquete e a lâmpada no sentido horário. Repita no outro lado. 4. Feche o capô.

Figura 13. Remoção e instalação do capô A. Encaixe B. Capô C. Suporte de encaixe D. Trava

20


Manutenção Regular Lubrificação

Óleo:

Intervalo de manutenções: a cada 25 horas Lubrifique a unidade nos locais mostrados nas Figuras 1416, bem como nos pontos de lubrificação relacionados. Em geral, todas as partes metálicas móveis devem ser lubrificadas onde entrarem em contato com outras partes. Mantenha óleo e graxa afastados de correias e polias. Limpe as superfícies antes e depois da lubrificação.

Graxa:

   

acoplamento da direção acoplamento do deck semi-eixos traseiros (remover os cubos das rodas) articulação do eixo dianteiro

Use graxeiras quando houver. Recomendamos usar graxa automotiva de lítio.

Figura 14. Lubrificação do trator

21

hastes e suportes do pedal conjunto de ajuste do assento barra de comando acoplamento de ajuste da altura da plataforma do deck  conjunto da polia intermediária de transmissão    


Manutenção Regular

Figura 15. Pontos de lubrificação no mandril (mostrada a Figura 16. Acoplamentos no Deck para lubrificação de 46” [116,84 cm]) (mostrado o de 42” [106,08 cm])

Lubrificação dos semi-eixos Intervalo de manutenções: Anualmente Recomendamos remover os cubos das rodas traseiras e lubrificar os semi-eixos anualmente. Isto evita que os cubos das rodas agarrem-se ao semi-eixo e facilita futura manutenção. 1. Desligue a ignição, desligue o PTO, engate o freio de estacionamento e bloqueie os pneus dianteiros. 2. Usando um macaco ou uma talha de corrente posicionada no centro da carcaça traseira, levante cuidadosamente a unidade até que os pneus traseiros fiquem a aproximadamente 1”-2” (2,5-5 cm) do solo. NOTA: Para uma estabilidade total da unidade durante a manutenção, não erga a extremidade traseira mais do que o necessário para a remoção das rodas.

Figura 17. Ferragens do eixo traseiro A. Chaveta B. Espaçador C. Roda e cubo D. Arruela especial E. Arruela pequena F. Anel de Trava “E” G. Tampa do eixo H. Arruela grande

3. Apoie a parte traseira da unidade sobre macacos hidráulicos,posicionados sob a carcaça traseira. NOTA: Seu conjunto de eixos pode ser ligeiramente diferente do conjunto ilustrado: a quantidade de arruelas é ajustada para permitir um pequeno grau de jogo axial do eixo. 4. Remova as peças que fixam o conjunto da roda e lubrifique o semi-eixo usando composto anti-grimpagem ou graxa de lítio. 5. Reinstale os componentes na ordem inversa à da desmontagem e abaixe a unidade. Certifique-se de que a chaveta (A, Figura 17) esteja em seu lugar no rasgo de chaveta do eixo.

22


Manutenção Regular ADVERTÊNCIA Para sua própria segurança, não manuseie as afiadas facas do deck com as mãos desprotegidas. Falta de cuidado ou manuseio impróprio das facas podem resultar em ferimentos graves.

ADVERTÊNCIA Para sua própria segurança, cada um dos parafusos sextavado de fixação da faca deve ser instalado com duas arruelas de pressão ou uma arruela sextavada e arruela de pressão que depois devem ser apertadas com bastante firmeza. Aperte a porca de fixação da faca até 70-80 pés-libras (95-108 Nm). Aperte o parafuso de cabeça sextavada de fixação até 45-55 pés-libras (61-75 Nm).

Desapertar Figura 19. Remoção da faca

Manutenção das facas do deck Intervalo de manutenções: A cada 100 horas ou conforme o necessário 1. Remova o deck (ver “remoção do deck”). 2. Para remover a faca a fim de afiá-la, use um bloco de madeira para evitar a rotação da faca enquanto desaperta o parafuso sextavado (ver Figura 19). Figura 20. Instalação da faca dos cortadores de grama (cortadores de grama de 42”) A. Bloco de madeira 4x4 B. Porca C. Arruelas

3. Remova a porca (B, Figura 20) ou as arruelas de pressão (C) e a faca. Ou remova o parafuso sextavado (D, Figura 21), a arruela sextavada (B), a arruela de pressão (C) e a faca. 4. Use uma lima para afiar a faca até ficar uma borda fina. Se a faca estiver danificada, ela deverá ser substituída. 5. Faça o balanceamento da faca conforme mostrado na Figura 18. Centralize o furo da faca sobre um prego lubrificado com uma gota de óleo. Uma faca balanceada permanecerá nivelada. 6. Reinstale a faca (Figura 21) com as abas apontando na direção do deck conforme mostrado. 7. Reinstale as arruelas de pressão (C, Figura 20) e a porca (B). Use um bloco de madeira (A) para evitar rotação da faca enquanto aperta a porca (B) até 70-80 pés-libras (95-108 Nm). Ou reinstale a arruela sextavada (B, Figura 21), a arruela de pressão (C) e o parafuso sextavado (D). Use um bloco de madeira (A) para evitar rotação da faca enquanto aperta o parafuso (D) até 45-55 pés-libras (61-75 Nm).

Figura 21. Instalação da faca dos cortadores de grama (cortadores de grama de 46”) A. Bloco de madeira 4x4 B. Arruela sextavada C. Arruela de pressão D. Parafuso de cabeça sextavada da faca

Bancada

Prego Figura 18. Balanceamento da faca

23


Manutenção Regular Verificação e óleo do motor

abastecimento

de

Intervalo de manutenções: Antes de cada uso e a cada 8 horas. 1. Desligue o motor e ponha o freio de estacionamento na posição PARK (estacionamento). 2. Limpe a área ao redor da vareta medidora de nível (C, Figura 22). 3. Remova a vareta medidora de nível (C) e limpe-a com papel-toalha. 4. Insira a vareta medidora de nível (C) de volta no motor. Rosqueie a tampa de volta no tubo. 5. Remova a vareta medidora de nível e leia o nível do óleo. O nível do óleo deve estar entre as marcas “FULL” (cheio) e “ADD” (adicionar) (D). Se não estiver, adicione óleo conforme o diagrama de recomendações sobre o óleo (Figura 24).

Figura 22. Verificação e abastecimento de óleo do motor A. Válvula de drenagem de óleo B. Filtro de óleo C. Vareta medidora de nível D. Verificação do nível de óleo

24


Manutenção Regular Operação da válvula de drenagem de óleo 1. Ponha um recipiente adequado com capacidade de um quarto de galão (0,95 litro) sob a válvula de drenagem (A, Figura 22). 2. Desaperte ou remova a vareta medidora de nível (C, Figura 22).

Válvula fechada

Válvula aberta

3. Remova o óleo da válvula de drenagem (B, Figura 23) e da tampa (C) com papel-toalha ou trapo. NOTA: Deslizar uma mangueira com um tubo de ½” (12,5 mm) de diâmetro interno sobre o bico da válvula pode ajudar a orientar o óleo de drenagem. 4. Girar a válvula de drenagem (B) no sentido anti-horário e puxar para fora ¼” (6,35 mm) para a drenagem do óleo do motor. Aguardar um grande período para a drenagem completa.

Figura 23. Válvula de drenagem de óleo A. Bloco do motor / Base da válvula B. Válvula de drenagem de óleo C. Tampa D. Bico

5. Depois de todo o óleo ser drenado, feche a válvula de drenagem do óleo (B) empurrando e girando no sentido horário para fechar.

Use óleo classificado como API Service Class SF, SG, SH, SJ ou superior com viscosidade SAE:

6. Remova o bico (D) com um papel toalha ou trapo. Instale a tampa (C) sobre o niple (D).

Troca do óleo do motor

30 Convencional**

Intervalo de manutenções: 25 horas.

5W-30 10W-30 Convencional

Capacidade de óleo: Aproximadamente 1-7/8 quartos de galão (1,8 litro) sem troca do filtro.

5W-30, 20W-50

NOTA: Troque o óleo do motor enquanto o motor ainda estiver quente. Faça o motor funcionar por alguns minutos e, em seguida, desligue o motor para deixar que ele esfrie de quente para morno. 1. Limpe a área ao redor da vareta medidora de nível (C, Figura 22) e da válvula de drenagem de óleo (A).

*CUIDADO: Motores refrigerados a ar funcionam com temperatura mais alta que motores automotivos. O uso de óleos com várias viscosidades não-sintéticos (5W-30, 10W-30, etc.) em temperaturas superiores a 40°F (4°C) resultarão em um consumo de óleo mais alto que o normal. verifique o nível de óleo com maior frequência.

2. Drene o óleo do motor. Ver “Operação da válvula de drenagem de óleo” acima. 3. Encher o cárter do motor com óleo. Ver “Verificação do nível do óleo do motor”.

Figura 24. Óleo de motor recomendado 20W50.

Troca do óleo do motor e Filtro Intervalo de manutenções: 50 horas. Capacidade de óleo: Aproximadamente 2 quartos de galão (1,9 litro) sem troca do filtro. NOTA: Troque o óleo do motor enquanto o motor ainda estiver quente. Faça o motor funcionar por alguns minutos e, em seguida, desligue o motor para deixar que ele esfrie de quente para morno. 1.

Limpe a área ao redor da vareta medidora de nível (C, Figura 22) e da válvula de drenagem de óleo (A).

2.

Drene o óleo do motor. Ver “Operação da válvula de drenagem de óleo” acima.

3.

Remova o filtro de óleo (B). Descarte o filtro.

4.

Usando uma gota de óleo na ponta do dedo, umedeça a junta de borracha localizada na parte inferior do novo filtro.

25

5.

Gire o filtro no sentido horário até que a junta de borracha atinja a base do filtro. Em seguida, gira mais ½ a ¾ de volta.

6.

Abasteça o cárter com óleo. Ver “Verificação do nível do óleo do motor”.

7.

Teste o funcionamento do motor para ver se há vazamentos. Pare o motor por 1 minuto e, em seguida, verifique novamente o nível do óleo.


Manutenção Regular Manutenção do filtro de ar e do pré-filtro

Substituição da vela de ignição

Intervalo de manutenções: Pré-filtro: A cada 25 horas ou conforme o necessário. Filtro de ar: A cada 25 horas ou conforme o necessário.

Espaço da vela: 0,30" (0,76 mm)

Intervalo de substituições: Pré-filtro: Conforme o necessário. Filtro de ar: A cada 25 horas ou uma vez a cada estação do ano.

1. Desligue o motor e deixe-o esfriar.

Remoção e instalação do filtro de ar

3. Remova a vela de ignição.

Intervalo de manutenções: Anualmente Vela de ignição de reposição: Champion RC12YC 2. Limpe a área ao redor da vela de ignição (ver Figura 26).

1. Desparafuse os quatro botões (A, Figura 25) girando no sentido anti-horário.

4. Verifique o espaço da vela. Ele deve ser de 0,30" (0,76 mm).

2. Remova a tampa (B). Remova o filtro (C) e o préfiltro (D).

5. Reinstale a vela no cabeçote do cilindro. Aperte a vela até 180 pol-lbs (20 Nm).

3. Instale o pré-filtro (D) com o lado da tela metálica para cima. Instale o filtro (C) conforme mostrado. 4. Instale a tampa (B), certificando-se de que as abas sejam inseridas em suas ranhuras. Fixe girando os parafusos no sentido horário até acomodar. 0,30" (0,76 mm)

Figura 26. Ajuste da folga da vela Figura 25. Conjunto do filtro de ar A. Botões B. Tampa do filtro de ar C. Filtro de ar D. Pré-filtro

26


Manutenção Regular Orifício de lavagem do deck NOTA: O orifício de lavagem permite conectar uma mangueira comum para jardim no lado de acessórios (à esquerda) do deck para remover grama e detritos do lado inferior. Isto garante uma operação adequada e segura do deck. 1. Ponha o trator sobre uma superfície nivelada e plana.

ADVERTÊNCIA Antes de pôr o deck em funcionamento, certifique-se de que a mangueira esteja corretamente conectada e que não entre em contato com as facas. Quando o deck estiver em funcionamento e as facas estiverem engatadas, quem estiver limpando o deck deverá ficar na posição do operador e não poderá haver pessoas nas proximidades. A não obediência a estas precauções pode resultar em ferimentos graves ou em morte. 2. Prenda o engate rápido (A, Figura 27) à mangueira de jardim (B) e conecte ao orifício de lavagem (C) do deck. 3. Ligue o deck e coloque na posição de corte mais alta. 4. Jogue água para remover grama e detritos da parte de baixo do deck. 5. Desligue o deck.

Figura 27. Orifício de lavagem do deck (cortadores de grama de 46”) A. Engate rápido B. Mangueira C. Orifício de lavagem

6. Remova a mangueira de jardim e o engate rápido do orifício de lavagem quando tiver terminado.

27


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção Diagnóstico e correção de problemas

ADVERTÊNCIA

Ao mesmo tempo em que o cuidado normal e a manutenção regular ampliará a vida útil de seu equipamento, o uso prolongado e constante poderá acabar exigindo a execução de serviços de manutenção para permitir que ele continue funcionando corretamente.

Para evitar ferimentos graves, faça a manutenção do trator ou do deck somente com o motor desligado e o freio de estacionamento acionado. Remova sempre a chave da ignição, desconecte o cabo da vela e prenda-o longe do plugue antes de iniciar a manutenção, para evitar a partida acidental do motor.

O guia de diagnóstico e correção de problemas abaixo apresenta uma lista dos problemas mais comuns, suas causas e soluções. Leia as informações nas páginas seguintes para instruções sobre como executar você mesmo a maioria destes pequenos ajustes e reparos. Se preferir, todos estes procedimentos poderão ser executados por você ou por seu assistente autorizado local.

Diagnóstico e correção de problemas do trator PROBLEMA O motor não gira nem dá partida.

CAUSA 1. Pedal do freio não pressionado. 2. Chave PTO (embreagem elétrica) na posição ON. 3. Controle de cruzeiro engatado. 4. Falta de combustível. 5. Motor afogado. 6. Fusível queimado. 7. Terminais da bateria precisando de limpeza. 8. Bateria descarregada ou esgotada. 9. Fiação solta ou partida. 10. Solenóide ou motor de partida com defeito. 11. Chave de intertravamento de segurança com defeito. 12. Vela(s) de ignição com defeito, suja(s) ou com folga incorreta. 13. Água no combustível. 14. Gasolina velha ou vencida.

O motor está com a partida difícil ou funciona de maneira deficiente.

O motor está batendo. Consumo excessivo de óleo.

O escapamento do motor está preto. O motor funciona, mas o trator não anda.

1. Mistura de combustível demasiadamente rica. 2. Vela(s) de ignição com defeito, suja(s) ou com espaço incorreto 1. Baixo nível de óleo. 2. Óleo com classificação incorreta. 1. Motor funcionando com temperatura demasiado alta. 2. Óleo com quantidade incorreta. 3. Excesso de óleo no cárter. 1. Filtro de ar sujo. 2. Afogador fechado. 1. Pedais de controle da velocidade não pressionados. 2. Alavanca de liberação da transmissão na posição “push”. 3. Correia de acionamento partida. 4. Correia de acionamento deslizando. 5. Freio de estacionamento engatado.

28

SOLUÇÃO Pressionar totalmente o pedal do freio. Colocar na posição OFF. Mover o botão de comando para a posição Neutro/OFF; Se o motor estiver quente, deixe-o esfriar e, em seguida, reabasteça o tanque de combustível. Desengatar o afogador. Substituir o fusível. Ver “Manutenção da bateria”. Recarregar ou substituir. Verificar visualmente a fiação e substituir os fios partidos ou desgastados. Apertar as conexões soltas. Procurar o revendedor. Procurar o revendedor. Limpar e ajustar a folga ou substituir. Ver o MANUAL DO MOTOR. Drenar o combustível e reabastecer com combustível novo. Substituir o filtro de combustível. Drenar o combustível e reabastecer com combustível novo. Substituir o filtro de combustível. Limpar o filtro de ar. Verificar o ajuste do afogador. Limpar e ajustar o espaço ou substituir. Ver o manual do motor. Verificar/adicionar óleo conforme o necessário. Ver o manual do motor. Limpar as aletas do motor, soprar ar na tela do limpador de ar. Limpar a tela. Ver o manual do motor. Drenar o excesso de óleo. Substituir o filtro de ar. Ver o manual do motor. Abrir o afogador. Pressionar os pedais. Mover para a posição de tração. Procurar o revendedor. Ver a causa e a solução abaixo. Desengatar o freio de estacionamento.


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção Diagnóstico e correção de problemas do trator (Continuação) Correia de acionamento do trator deslizando.

O freio não segura. A direção do trator está dura ou manobra com deficiência.

1. Polias ou correia com graxa ou óleo. 2. Correia esticada ou gasta. 3. Suporte articulado da polia intermediária travado na posição desengrenada. 1. Freio interno gasto. 1. Acoplamento da direção solto. 2. Inflação inadequada do pneu. 3. Rolamentos do eixo da roda dianteira secos.

Limpar conforme o necessário. Procurar o assistente. Remover o suporte da polia intermediária, limpar e lubrificar. Procurar o assistente. Verificar e apertar qualquer conexão solta. Ver “Ajuste da engrenagem da direção” Calibrar corretamente. Lubrificar os eixos. Ver “Lubrificação do trator”.

Diagnóstico e correção de problemas do deck PROBLEMA O deck não sobe. O corte do deck está irregular.

O corte do deck está com aparência ruim.

O motor pára facilmente com o deck engatado.

CAUSA 1. Acoplamento de elevação incorretamente fixado ou danificado. 1. O deck não está corretamente nivelado. 2. Os pneus do trator não estão inflados da maneira igual ou adequada. 1. O motor está com velocidade muito lenta. 2. Velocidade muito rápida. 3. Facas sem fio. 4. A correia de acionamento do deck está deslizando porque está com óleo ou está gasta. 5. Verificar o ajuste do PTO (embreagem elétrica). 6. As facas não estão corretamente presas nos mandris. 1. Velocidade do motor muito baixa. 2. Velocidade muito rápida. 3. Filtro de ar sujo ou obstruído. 4. Altura de corte baixa. 5. Defletor de descarga obstruída com grama cortada. 6. O motor não atinge a temperatura de operação. 7. Partida do deck em grama alta.

Deck com vibração excessiva.

Correia com desgaste excessivo ou rompida. A correia de acionamento do deck está derrapando ou não dá tração.

1. Os parafusos de fixação das facas estão frouxos. 2. As facas, mandris ou polias do deck estão empenadas. 3. As facas do deck estão desbalanceadas. 4. Correia incorretamente instalada. 1. Polias empenadas ou irregulares. 2. Uso de correia incorreta. 1. Mola da polia intermediária partida ou incorretamente fixada. 2. Batentes da correia fora de ajuste. 3. Correia de acionamento do deck partida. 4. Embreagem PTO fora de ajuste.

29

SOLUÇÃO Fixar ou reparar. Ver “Ajuste do deck”. Ver “Verificar a pressão dos pneus”. Ajustar para aceleração plena. Reduzir a velocidade. Afiar ou substituir as facas. Ver “Manutenção das facas do deck". Limpar ou substituir a correia conforme o necessário. Ver a seção AJUSTES. Ver “Manutenção das facas do deck”. Ajustar para aceleração plena. Reduzir a velocidade. Ver o manual do motor. Cortar a grama alta na altura de corte máxima durante a primeira passada. Cortar a grama com a descarga apontando para área anteriormente cortada. Fazer o motor funcionar por alguns minutos para aquecer. Dar partida no deck em uma área livre. Apertar até 45-55 pés-libras (61-75 Nm). Verificar e substituir conforme o necessário. Remover, afiar e balancear as facas. Ver “Manutenção das facas do deck". Reinstalar corretamente. Reparar ou substituir. Substituir pela correia correta. Reparar ou substituir conforme o necessário. Verificar os batentes da correia. Substituir a correia de acionamento. Ajustar a embreagem PTO.


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção Ajuste do assento O assento pode ser ajustado para frente e para trás. Mova a alavanca (A, Figura 28), posicione o assento conforme o desejado e solte a alavanca para travar o assento na posição.

Carga da bateria ADVERTÊNCIA Mantenha chamas abertas e fagulhas afastadas da bateria; os gases produzidos por elas são altamente explosivos. Ventile bem a bateria durante a carga. Uma bateria descarregada ou demasiadamente fraca para dar partida no motor pode ser resultado de um defeito no sistema de carga ou em outro componente elétrico.Se houver alguma dúvida sobre a causa do problema, procure seu assistente. Se precisar substituir a bateria, siga os passos indicados em "Manutenção da bateria" na seção MANUTENÇÃO REGULAR.

Figura 28. Ajuste do assento A. Alavanca de ajuste do assento

Para carregar a bateria, siga as instruções fornecidas pelo fabricante do carregador de bateria, bem como todas as advertências incluídas nas seções de regras deste manual. Carregue a bateria até que ela fique totalmente carregada. Não carregue a uma carga superior a 10 ampéres.

Ajuste do freio Esta unidade não possui um freio de ajuste manual. Se o freio não funcionar corretamente, procure seu revendedor.

30


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção Ajuste da embreagem PTO ADVERTÊNCIA Para evitar ferimentos graves, faça ajustes apenas com o motor parado, com a chave removida e com o trator sobre solo nivelado. Verifique o ajuste da embreagem PTO após cada 250 horas de operação. Além disso, execute o seguinte procedimento se a embreagem estiver derrapando ou não engata ou se tiver sido instalada uma embreagem nova. 1. Remova a chave da ignição e desconecte os fios das velas de ignição para evitar a possibilidade de partida acidental enquanto o PTO estiver sendo ajustado. 2. Anote a posição das 3 aberturas de regulagem (A, Figura 29) na lateral da chapa do freio e as porcas de travamento (B).

Figura 29. Ajuste da embreagem PTO A. Abertura de regulagem (Qtd. 3, está mostrada uma) B. Porca de ajuste (3)

3. Insira um calibre apalpador de 0,012”-0,015” (2,5-4 mm) (C, Figura 30) em cada janela, posicionando o medidor entre a face do rotor e a face da armadura. 4. Aperte alternadamente as porcas (B, Figura 29) até que a face do rotor e a face da armadura encostem-se ao medidor. 5. Verifique as aberturas para ver se há uma quantidade igual de tensão quando o medidor é inserido e removido, fazendo qualquer ajuste necessário apertando ou afrouxando as porcas. Figura 30. Ajuste da embreagem PTO A. Janela NOTA: A folga real entre o rotor e a armadura pode variar B. Porca de ajuste até mesmo após a execução do procedimento de ajuste. C. Cálibre Isto é devido às variações na dimensão sobre as partes componentes, sendo uma condição aceitável.

6. Verifique o tempo de parada da faca do deck. As facas e a correia de acionamento do deck devem parar completamente dentro de cinco segundos após a chave PTO elétrica ser desligada. 7. Execute a “Verificação do freio da faca” encontrada na seção MANUTENÇÃO REGULAR. As facas e a correia de acionamento do deck devem parar completamente dentro de cinco segundos após a chave PTO elétrica ser desligada.

31


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção Substituição do fusível

Ajustes do deck

O fusível é do tipo automotivo com lâmina de 20 ampéres localizado atrás da bateria na torre de direção. Substitua somente por fusível de 20 ampéres.

Rodas niveladoras (Em alguns modelos) As rodas niveladoras do deck podem ser colocadas em duas posições, dependendo da altura do corte. Quando usar alturas de corte maiores, coloque as rodas na posição inferior. Quando usar alturas de corte menores, coloque as rodas na posição superior. Não deixe que as rodas fiquem constantemente no chão enquanto corta a grama. Para ajustar:

1. Abra o capô e localize o porta-fusível (B, Figura 31) e o fusível (A), fixados à torre de direção. 2. Segure o porta-fusível (B) e retire o fusível (A). 3. Inspecione o fusível para ver se a conexão está partida. (ver a Figura 32). Substitua o fusível se a conexão estiver partida. Se não tiver certeza se a conexão está partida, substitua o fusível.

1. Remova a contraporca (B, Figura 33), a roda niveladora (C), as arruelas (D) e o parafuso com rebaixo (E). Mude a posição da roda niveladora até a altura desejada.

4. Segure o porta-fusível (B) e insira um fusível novo (A) até que ele esteja corretamente assentado.

2. Insira o parafuso com rebaixo (E) através das arruelas (D) na roda niveladora (C) e no suporte da roda reguladora (A). Prenda com contraporca (B). Repita os Passos 1 e 2 para todas as rodas niveladora.

Figura 31. Fusível A. Fusível, 20 ampéres B. Porta-fusível

Lâminas boa

Figura 33. Ajuste da roda reguladora do suporte fixo A. Suporte da roda niveladora B. Contraporca C. Roda niveladora D. Arruela E. Parafuso com rebaixo

Lâmina queimada

Figura 32. Fusível tipo lâmina A. Fusível perfeito B. Fusível inutilizado

32


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção ADVERTÊNCIA

3/8” a ½” máximo em corte alto

Antes de verificar o deck, desligue o PTO e o motor, remova a chave e deixe todas as partes móveis pararem. Nivelamento do deck Se o corte estiver irregular, o deck poderá precisar de nivelamento. Pneu com pressão desigual ou inadequada também pode provocar um corte irregular. Certifique-se de que a pressão do pneu esteja correta conforme o especificado em “Verificação da pressão dos pneus”.

Figura 34. Nivelamento do deck de lado a lado A. Haste de elevação B. Contraporca

NIVELAMENTO LADO A LADO 1. Com o deck instalado, coloque o trator sobre uma superfície plana e nivelada, como um piso de concreto. Vire as rodas dianteiras para frente em linha reta. 2. Verifique se há facas encurvadas e substitua se necessário. 3. Coloque o deck na posição de meio-corte. Disponha as facas do deck para fora de maneira que apontem a partir da posição de lado a lado. 4. Meça a distância entre as pontas externas de cada faca e o solo. Se houver uma diferença superior a 1/8” (3 mm) entre as medições de cada lado, vá até o Passo 5. Se a diferença for de 1/8” (3 mm) ou menos, vá até o Passo 6. 5. Gire a contraporca (B, Figura 34) para erguer ou abaixar aquele lado do deck.

Figura 35. Nivelamento do deck da dianteira para a traseira A. Contraporcas B. Espaçadores

NOTA: A altura máxima de corte em que o deck pode ser ajustado é de 3/8” a ½” entre a carcaça e o batente superior do deck (ver a Figura 34). NIVELAMENTO DA DIANTEIRA PARA A TRASEIRA 6. Disponha as facas de maneira que elas fiquem da dianteira para a traseira. 7. Meça a distância do solo até a ponta dianteira da faca do centro e do rolo até as pontas traseiras das facas da esquerda e da direita. A ponta dianteira da faca do centro deve estar ¼” (6 mm) mais alta que as pontas traseiras das facas da esquerda e da direita. Se não estiverem, continue com os Passos 8 e 9.

8. Para erguer a frente do deck, aperte as contraporcas (A, Figura 35) contra os espaçadores (B). Para abaixar a frente do deck ,desaperte as contraporcas (A). As contraporcas devem ser giradas de maneira uniforme em ambos os lados para manter o nível da plataforma. 9. Verifique novamente a medição das facas e, em seguida, aperte a contraporca dianteira (A) contra o suporte para prender.

33


Diagnóstico e correção de problemas, ajuste e manutenção Substituição da correia do deck Para evitar danos às correias, NÃO FORCE AS CORREIAS SOBRE AS POLIAS. NOTA: Não é necessário remover o deck para instalar uma nova correia. No entanto, para facilitar o acesso, o deck poderá ser removido. Ver “Remoção do deck” na seção OPERAÇÃO DO TRATOR.

FRENTE

1. Estacione o trator sobre uma superfície plana e nivelada, como um piso de concreto. Desengate o PTO, desligue o motor e trave o freio de estacionamento. Remova a chave.

Lado esquerdo do deck Figura 36. Circuito típico da correia de um deck de duas facas. A. Haste da polia tensora B. Polia do PTO (Motor) C. Abertura do deck D. Guia da correia da polia tensora

2. Se o deck não estiver removido, abaixe a elevação do deck e coloque o deck na posição de corte mais baixa. 3. Empurre a haste da polia tensora (A, Figura 36 ou 37) para aliviar a tensão da correia. Remova a correia da polia do PTO (embreagem elétrica) (B). IMPORTANTE: Anote a posição de todas as guias da correia em relação à correia e às polias antes de desapertar. 4. Alguns modelos. Desaperte o(s) suporte(s) do batente da correia (C, Figura 37). 5. Remova a correia antiga e substitua por uma correia nova. Certifique-se de que o lado em V da correia entre nos sulcos para polia e a parte traseira plana corra contra a polia tensora. 6. Alguns modelos. Posicione o(s) suporte(s) da correia (C) em suas posições originais. Deve haver uma folga de 1/8” (3 mm) entre o suporte tensor da correia e as polias.

FRENTE

7. Posicione a guia da correia da polia intermediária (D, Figura 36 ou 37) em sua posição original para cima contra a haste da polia tensora (A) de maneira que haja um espaço de 1/8” (3 mm) entre a polia e a guia da correia.

Lado esquerdo do deck FRENTE Lado esquerdo do deck Figura 37. Circuito típico da correia de um deck de três lâminas. A. Haste da polia tensora B. Polia do PTO (Motor) C. Suporte da correia D. Guia da correia da polia tensora

8. Instale o deck no trator se ele tiver sido removido. Ver a seção OPERAÇÃO DO TRATOR. 9. Faça o deck funcionar sob a condição sem carga por cerca de 5 minutos.

34


Guia de declives

10 GRAUS

GUIA DE DECLIVES SEGURE E OLHE PARA ESTE GUIA EM RELAÇÃO A UMA ÁRVORE VERTICAL, O CANTO DE UMA ESTRUTURA, UM POSTE DA REDE ELÉTRICA OU UMA CERCA.

Opere um cortador de grama na direção transversal na superfície de declives, nunca na direção longitudinal

15 GRAUS

Opere um trator cortador de grama na direreção longitudinal na superfície de declives, nunca na direção transversal.

Para determinar se um declive é seguro para o corte em um trator cortador de grama: (1) desengate a lâmina(s), (2) engate a unidade na ré e (3) tente recuar em linha reta ao longo do declive. Em geral, se for possível dar a ré pelo declive, o procedimento será seguro. Entretanto, caso não se sinta seguro ou tenha dúvidas, utilize este guia e não apare a grama em declives com inclinação superior a 15 graus. Se o trator cortador de grama for utilizado com um acessório rebocado ou montado na traseira, não opere a unidade em declives com inclinação superior a 10 graus. Um declive de 15 graus é uma elevação cuja altura aumenta a aproximadamente 2,5 pés (76 cm) em dez pés (3 m). Um declive de dez graus é uma elevação cuja altura aumenta a aproximadamente 1,7 pés (52 cm) em dez pés (3 m).

Sempre tenha muito cuidado, evitando manobras bruscas. Siga as outras instruções neste manual relativas ao corte da grama em declives. Opere o trator cortador de grama na direção longitudinal na superfície de declives, nunca na direção transversal. Opere o cortador de grama na direção transversal na superfície de declives, nunca na direção longitudinal. Cuidado extra é requerido para a operação próximo de declives e obstruções. CORTE AQUI PARA UTILIZAR O GUIA DE DECLIVES.




Garantias

GARANTIA LIMITADA DE 6 MESES Por 6 meses a partir da data de compra para a utilização doméstica, não-comercial, do comprador original, a SNAPPER, por intermédio de qualquer revendedor autorizado SNAPPER, irá substituir, sem taxas (exceto impostos aplicáveis), quaisquer peças com defeitos de material e/ou fabricação.

Por 90 (noventa) dias a partir da data de compra para a utilização comercial, de aluguel ou outra utilização não-doméstica do comprador original, a SNAPPER, por intermédio de qualquer revendedor autorizado SNAPPER, irá substituir, sem taxas, quaisquer peças com defeitos de material e/ou fabricação.

Todos os custos de transporte incorridos pelo comprador para enviar o material a um revendedor autorizado SNAPPER, para substituição de acordo com esta garantia, devem ser pagos pelo comprador. Esta garantia não se aplica a determinadas transmissões e baterias, pois tais itens são garantidos de forma separada. Esta garantia não se aplica a peças que tenham sido danificadas por acidente, alteração, abuso, lubrificação inadequada, desgaste normal ou outras causas fora do controle da SNAPPER. Esta garantia não cobre quaisquer máquinas ou componentes que tenham sido alterados ou modificados, de modo a alterar a segurança, o desempenho ou a durabilidade. Itens consumíveis: Esta garantia exclui os itens consumíveis como óleo, correias, lâminas, anéis de vedação, filtros, juntas, mandris, lâmpadas, fusíveis,etc. As baterias têm uma garantia de 90 dias, com substituição gratuita, se requerida 90 dias a partir da data da compra original. A SNAPPER não se responsabiliza por custos de instalação incorridos. A garantia das baterias cobre apenas baterias de equipamentos originais e não cobre danos a baterias ou máquinas causados por negligência ou abuso, destruição por incêndio, explosão, congelamento, sobrecarga, manutenção inadequada ou utilização de eletrólito inadequado. Não há outra garantia explícita. ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE Garantias implícitas, incluindo as de comercialização e adequação para um propósito particular, estão limitadas a 6 meses a partir da data da compra para utilização doméstica ou outra utilização não-comercial do comprador original, e 90 (noventa) dias a partir da data da compra para utilização comercial, de aluguel ou outra utilização nãodoméstica do comprador original, e de acordo com o permitido por lei, quaisquer garantias implícitas estão excluídas. Esta é a reparação exclusiva. Responsabilidades por danos consequentes, de acordo com quaisquer garantias, estão excluídas. ADVERTÊNCIA: A UTILIZAÇÃO DE PEÇAS DE REPOSIÇÂO QUE NÃO SEJAM PEÇAS ORIGINAIS DA SNAPPER PODE PREJUDICAR A SEGURANÇA DOS PRODUTOS SNAPPER E ANULARÁ A RESPONSABILIDADE E A GARANTIA DA SNAPPER ASSOCIADAS COM A UTILIZAÇÃO DE TAIS PEÇAS. Declaro para os devidos fins que, recebi a entrega técnica deste produto e caso este produto venha a ser utilizado por outra pessoa será de minha inteira responsabilidade a utilização adequada deste produto bem como o entendimento completo deste manual. Garantias

Assinatura e Nome do Cliente:________________________________ Assinatura e Carimbo da Assistência:___________________________

36

www.snapper.com.br


Especificações MOTOR:

TRANSMISSÃO: K46

Briggs & Stratton de 23 HP* Marca Modelo Potência Deslocamento Sistema elétrico

Capacidade de óleo

Tipo Hydrostatic Tuff Torq K46 Fluido hidráulico Óleo de motor 20w 50 Velocidades Á frente: 0-5,5 MPH (9,0 km/h) @ 3400 rpm Marcha á ré: 0-3,0 MPH (4,6 km/h) Torque contínuo 170 pés-lbs (230,5 Nm) Saída Classificação da barra de tração 227 libras (103 kg) Peso máximo sobre o eixo 675 libras (306 kg)

Briggs & Stratton Extended Life Series™ 23 @ 3600 rpm 44 polegadas cúbicas (725 cc) Alternador de 12 volts, 9 ampères, Bateria: 230 CCA 64 onças (1,9 litro) com filtro 61 onças (1,8 litro) sem filtro

DIMENSÕES:

Briggs & Stratton de 24 HP*

Trator de 23 HP com deck de 42” Comprimento total 71” (180 cm) Largura total 48” (122 cm) Altura 44” (112 cm) Peso 532 libras (242 kg)

Marca Modelo Potência Deslocamento Sistema elétrico

Briggs & Stratton Extended Life Series™ 24 @ 3600 rpm 44 polegadas cúbicas (725 cc) Alternador de 12 volts, 9 ampères, Bateria: 230 CCA Capacidade de óleo 64 onças (1,9 litro) com filtro 61 onças (1,8 litro) sem filtro

Trator de 24 HP com deck de 46" Comprimento total 71” (180 cm) Largura total 54” (137 cm) Altura 45” (114 cm) Peso 560 libras (255 kg)

CHASSI:

Cap. do tanque de combustível: Capacidade: 3,5 galões (13,2 litros) Rodas traseiras Tamanho do pneu: 20 x 10,0-8 Pressão de inflação: 10-12 psi (0,68 bar) Rodas dianteiras Tamanho do pneu: 15 x 6,0-6 Pressão de inflação: 12-15 psi (0,82-0,96 bar)

NOTA: As especificações estão corretas quando da impressão e estão sujeitas a mudança sem aviso prévio. * A classificação de potência bruta para modelos de motor a gasolina individuais é rotulada de acordo com o código J1940 da SAE (Society of Automotiva Engineers) (Procedimento de classificação de potência e torque de motores de pequeno porte) e o desempenho nominal foi obtido e corrigido conforme o código J1995 da SAE (Revisão 2002-05). Os valores de torque são originados em 3060 RPM; os valores de potência são originados em 3600 RPM. A potência bruta real do motor será menor e é afetada, entre outras coisas, pelas condições de operação ambiente e pela variabilidade de motor para motor. Por causa tanto da grande série de produtos nos quais os motores são colocados e a variedade de questões ambientais aplicáveis à operação do equipamento, o motor a gasolina não desenvolverá a potência bruta nominal quando usado em uma determinada peça de equipamento motorizado (potência real “no local" Ou líquida). Esta diferença deve-se a uma variedade de fatores, incluindo, sem limitação, acessórios (limpador de ar, escapamento, carga, refrigeração, carburador, bomba de combustível, etc.), limitações de aplicações, condições de operação ambiente (temperatura, umidade, altitude) e variabilidade de motor a motor. Devido a limitações de fabricação e capacidade, a Briggs & Stratton poderá substituir um motor com potência nominal mais alta para o motor desta Série.

37


Peças e acessórios Peças de reposição

Manuais técnicos

As peças de reposição estão disponíveis em seu revendedor autorizado. Sempre use peças Snapper genuínas.

Estão disponíveis cópias adicionais deste manual, bem como vistas explodidas. Estes manuais mostram todos os componentes do produto em vistas explodidas (ilustrações tridimensionais que mostram a relação das peças e como elas se unem), bem como os números de peça e quantidades usadas. Estão incluídos também notas importantes sobre a montagem e os valores de torque.

Itens de manutenção Uma grande variedade de convenientes e úteis itens de serviço e manutenção está disponível em seu revendedor autorizado. Alguns destes itens incluem: Óleo do motor Tinta para retocar Kit de pistola de graxa Tubo de graxa de 8 onças (226,80 g)

Os manuais técnicos www.snapper.com.br

Selante para pneus Desencrustador/Desengraxante Estabilizador de gasolina

podem

ser

baixados

em

Modelo: ________________________________________ Nº de fabricação_________________________________ Seu nome: _____________________________________ Endereço: ______________________________________ Cidade, Estado, CEP: ____________________________ Visa/Mastercard Nº: ______________________________ Data de validade do cartão: _______________________

38

Manual do Operador - LT 125  

VISTA EXPLODIDA, PEÇAS SERVIÇOS, PRODUTOS

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you