Page 1

+

R$ 3,00

O ARAUTO

ANO 3 EDIÇÃO 106 | PERIODICIDADE SEMANAL | Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

É

CLIMA (3 a 9 de Agosto) FONTE: CLIMATEMPO.com.BR

QUA 05º 15º

QUI 01º 17º

SEX 03º 23º

SÁB 10º 20º

PREÇO NAS BANCAS

DOM 08º 12º

SEG 03º 12º

TER 00º 14º

MAIS

O ARAUTO significa:

O informante do povo. O comunicador da sociedade.

jornalismo

+ res po nsab ilidad e

Progressistas lamentam em encontro Páginas 10 e 11

panorama

Política

esporte

Câmara

Neste espaço você encontra as principais matérias que foram veiculadas no site do jornal. Veja também, as principais twittadas da semana e vídeos com curiosidades e declarações relevantes do youtube.com.br. Você encontra também fotos do nosso Flickr, para conferir ainda mais, acesse o Flickr do Arauto.

Veja como o Presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Deputado Gelson Merisio avalia a criação do PSD – Partido Social Democrático. “Hoje os partidos que tem ideologias não a usam pra nada’’, declarou.

Leia a coluna de Edson Florão sobre a Chapecoense, e os comentários de Renan Agnolin sobre a dupla Gre – Nal. Veja também as principais notícias da última semana de Grêmio e Inter, e do time de futsal feminino de Chapecó.

Depois de uma breve passagem pela Presidência da Câmara de Vereadores, Marcelino Chiarello fez uma avaliação das atividades que realizou como presidente do legislativo.

Página 186 Página

Página 12

Páginas 14 e 15

Página 18


[Artigo

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Oportunidades. A prazo! É amplamente favorável o cenário mundial para ampliação no consumo de alimentos: populações de países em desenvolvimento registrando visível ampliação da renda e migração rural para as cidades provocando novos hábitos de consumo, estão entre as turbinas dessa tendência, pelo menos, para a próxima década. A restrição mais visível para esse provável aquecimento seria a suposta possibilidade de as principais economias mundiais, sobretudo Europa e EUA, de retardarem em demasia o ritmo da respectiva recuperação. O Brasil é forte candidato a ampliar a oferta de proteína animal, por exemplo, inclusive para o mercado interno. Temos solo, água, clima e talentos produtivos inclinados à evolução tecnológica. Essa vocação é nata, especialmente nas regiões minifundiárias, mas não se descarta aqui o potencial das mega-produções verticalizadas, as quais, se por um lado subtra-

em oportunidades de muitas famílias de agricultores ampliando a monopolização do setor, por outro melhoram a performance do gerenciamento e equilíbrio da oferta. Destaca-se o significado das cooperativas, que mantém e apóiam a pequena escala. É evidente que, do lado de cá da cerca, ainda temos degraus para evoluir no manejo e na produtividade. O que infelizmente não temos - e isso preocupa – é infra-estrutura adequada para competirmos com grandes players internacionais, nem uma fisionomia tributária nacional que fosse, pelo menos, parecida com a de outros países. Literalmente, isso nos rouba oxigênio, sem dó nem piedade. Oxalá o atual Governo de Dilma Rousseff consiga desacelerar o aumento dos gastos públicos ( - já que cortar custos é utopia, que o diga a Grécia - ), tornando assim o Estado verde-amarelo mais eficaz. Quando pudermos contar com portos,

Romeo Bet

estradas e modelos logísticos mais rentáveis, fatalmente assumiremos patamares de maior tranqüilidade. Por fim, é preciso atentar para a nova escalada da taxa de juros – limitante que esfria os investimentos e põe faísca na desindustrialização do país - e, especialmente, a questão cambial. Com o Real sobrevalorizado do jeito queestá a situação poderá ficar insuportável no médio e longo prazo. Aos produtores brasileiros, que estão sendo - de novo e equivocadamente - culpados pela retomada da inflação nos últimos dois anos, fica a esperança de que a mídia e o restante da opinião pública, corrija essa destorcida visão de que o agricultor é réu: ele apenas está recuperando parte daquilo que sempre foi obrigado a conceder ao conjunto dos cidadãos para suportar 17 anos de estabilidade do Plano Real.

O ARAUTO

JORNAL

O ARAUTO

JORNAL

2

PATRÍCIA DAL BERTO

editor@arautoonline.com.br SC02799-JP

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Destaques da Câmara Municipal de Vereadores Programa para redução do uso de sacolas plástico Em reunião

ordinária do Fórum de Resíduos Sólidos realizada no plenário da Câmara de Vereadores de Chapecó, Paulo Dacolina, diretor superintendente do INP - Instituto Nacional do Plástico, apresentou um programa para redução e conscientização do Uso das Sacolas Plásticas. O vereador Sérgio “Badá” Badalotti é vicepresidente da Comissão de Meio Ambiente e na ocasião, destacou a importância da presença do representante do

INP que forneceu dados sobre a importância de conscientizar a população em fazer o uso correta das sacolas plásticas. O programa, que já tem projeto piloto em várias capitais brasileiras, tem a missão de reduzir a utilização deste produto em 30% até o ano que vem. “Através do Fórum de Resíduos Sólidos vamos montar um grupo para que façamos um programa semelhante também em Chapecó. Para isso, temos que levantar dados e aplicar campanhas de educação, conscientização e viabilidade econômica deste projeto”, lembrou o vereador Badá. condomínios e residências.

Legislativo e Executivo discutem na ACIC

O Presidente em exercício da Câmara de Vereador Marcelino Chiarello, acompanhado do prefeito interino Itamar Agnoletto, estiveram reunidos com a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Chapecó – ACIC. Na oportunidade Chiarello colocou o legislativo a disposição da entidade e diversos assuntos foram abordados na reunião, com destaque sobre as obras do acesso a BR 282, Contorno Viário Oeste, Aeroporto, UDESC e demarcação áreas indígenas. A entidade, de acordo com Marcelino Chiarello é contra a demarcação de novas áreas indígenas em Chapecó e região, como aquela agora reivindicada a partir do Distrito de Marechal Bormann, onde índios ocuparam pequena área na Linha Saquet Gamelão. O Vereador também manifestou cobrança no sentido que órgãos federais como a Funai

Vereador Badá participa de premiação de jogos escolares.

Vereador participa de premiação em Escolinha As crianças

O ARAUTO TMS COMUNICAÇÕES LTDA CNPJ: 10.906.092/0001-27 Direção: administrativo@arautoonline.com.br REDAÇÃO: editor@arautoonline.com.br COMERCIAL: comercial@arautoonline.com.br * Colunas e artigos não representam, necessariamente, a opinião deste jornal.

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

www .arautoonline. com.br Diretor Administrativo: TIAGO OLIVEIRA Diretor Executivo: ademir junior matiello Criação e Arte: Luciano canal Rep. Comercial: Cristian gil Câmara Redação: patrícia dal berto SC02799-JP

Tiragem: 4.000

Av. Córdova, 1071 D Bairro São Cristóvão | Chapecó - SC CEP 89803-210 | Fone: (49) 3324.1357

3

que treinam na Escolinha Fibraleão receberam a premiação do campeonato Interno realizado no início de maio e encerrou este mês. Além dos atletas, pais e autoridades do município estiveram presentes, entre eles, o vereador Sérgio “Badá” Badalotti. O projeto tem como missão formar cidadãos responsáveis, disciplinados e com força de vontade para atuar no esporte. A premiação aconteceu no ginásio do Batalhão de Policia Militar de Chapecó, onde também são realizados os treinamentos todas as terçasfeiras e quintas-feiras. As medalhas foram entregues pelos pais que se emocionaram com o encerramento

de mais uma competição. O atleta Cainã, que mora na Aldeia Condá, está a quatro meses na escolinha. “Aqui aprendemos o que é certo e o que é errado. O professor quer que a gente tire boas notas no colégio”, conta o pequeno atleta. A Escolinha Fibraleão atende 120 crianças de 07 a 15 anos e além de incentivar para a prática do esporte, tem o objetivo de encaminhá-las para o mercado de trabalho. “Através do programa Menor Aprendiz, eles são direcionados para o Senai e Senac”, conta Ivanir Alba, coordenador da escolinha. O vereador Badá participou da premiação e, mais uma vez, elogiou o projeto. “Desta escolinha saíram vários craques do futsal brasileiro. Mas antes de ser bom de bola, o professor Alba cobra muita disciplina dentro e fora das quadras”, salientou o vereador.

e Funasa viabilizem programas de assistência, educação, saúde, qualificação e de geração de renda nas reservas existentes. Os acidentes frequentes que vem ocorrendo no acesso a BR 282, onde acontecem obras de duplicação foi questão discutida pelos dois lados e solução vai ser buscada com maior sinalização, a princípio. Marcelino Chiarello solicitou ajuda da classe empresarial através da ACIC para que o Oeste tenha a sua segunda universidade estadual. Nesse sentido aponta uma UDESC oestina, com orçamento e vida própria. A ACIC mostrou algumas preocupações em relação também ao Contorno Oeste. A rótula da entrada do acesso ao aeroporto pode ser problema. A entidade também quer melhorias no aeroporto municipal para que tenha condições de receber aeronaves maiores e tenha capacidade de atender toda a demanda de passageiros. Algumas ponderações serão respondidas à entidade pela Prefeitura e Câmara.

Legislativo e Executivo discutem na ACIC Descaso com

população deixa o vereador Ildo Antonini indignado. Conforme informações, o Consórcio Foz do Chapecó praticamente abandonou proprietários rurais a própria sorte em alguns locais onde terras foram atingidas. O fechamento do Rio Uruguai em Águas de Chapecó para construção da hidrelétrica deixou alguns pontos intransitáveis pela situação precária das estradas e outros acessos estão sob a água impedindo a chegada nas propriedades. Antonini também é proprietário de terras no Distrito de Goio-En e reclama que há alguns meses foram assinados documentos que garantiam estradas com toda a infraestrutura necessária e

ILDO ANTONINI acessos para todos, o que não vem ocorrendo. “Já estão faturando há seis meses e esqueceram-se das pessoas”, disse ele. “Eu que tenho representatividade estou prejudicado, imagem o que passam outras pessoas”, ponderou. Segundo ele, o lado Oeste do Goio-Em tem parte da estrada tomada pelas águas. “Não tem como chegar às propriedades e o Consórcio não faz nada em relação a isso”, disse o vereador. De acordo com ele, se alguém está sendo beneficiado com essa situação deve ser tirado a limpo porque proprietários estão sendo prejudicados. www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto


O ARAUTO

[Geral

JORNAL

4

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Prefeitura de Chapecó inicia programa de coleta do óleo de cozinha

PEDRINHO BATISTA

Téc. em Tratamento de Resíduos pb.pedrinho@hotmail.com

Leia mais no blog Atitude Correta

Atitude Correta

Além de técnico em tratamento de resíduos, sou mecânico industrial, sendo que exerci a profissão durante anos na qual tive a oportunidade de trabalhar durante 9 anos na empresa Sadia, hoje BRFoods na época que a empresa implantou a certificação da ISSO 9001 na qual obtive o conhecimento necessário para uma certificação, desde os 5 S até a padronização de todas as tarefas e principalmente o significado da palavra otimização, palavra esta que a indústria usa diariamente em seus processos produtivos para melhorar seus produtos e conseguir permanecer no mercado concorrido que é o da alimentação.

Otimização Desde o início do ano o município de Chapecó implantou uma coleta seletiva de material reciclável em parceria com as cooperativas de reciclagem com o objetivo de aumentar a quantidade de material reciclável coletado diariamente, e solucionar os problemas que os resíduos sólidos causam no nosso meio, sistema este que deveria ser implantado no início desta gestão política, com isso teriam o tempo necessário para a implantação de um projeto de reciclagem, pois sabemos que necessitamos de no mínimo 10 anos para educar a população quanto à separação e destinação correta dos resíduos e obter o resultado que um projeto de gestão de resíduos exige para sua implantação. No meio privado se consegue implantar com mais facilidade um projeto em relação ao meio publico, pois no Resíduos meio privado troca-se os diretores das empresas e a otimização dos processos produtivos continua, já espalhados no meio publico troca-se os gestores e a otimização após o corte dos projetos em andamentos não seguem em frente devido as divergências políticas que existe entre os partidos, então segue a dica para solucionarmos os problemas que os resíduos sólidos causam na nossa cidade, precisamos de um processo de otimização na gestão dos resíduos sólidos, independente de quem esteja governando ou vai governar a nossa cidade nos próximos anos. Pense nisso!

ia

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

ide a t s e Siga

Chapecó, 01/08/2011 - segunda-feira – A Prefeitura de Chapecó está integrando ao programa de coleta seletiva mais uma ação que irá beneficiar toda a população. Após o serviço ser ampliado para todos os bairros da cidade, os caminhões que fazem o recolhimento do lixo reciclável já estão fazendo também a coleta do óleo de cozinha. O material será levado para as mesmas cooperativas que recebem a coleta seletiva – Programa Verde Vida, que atende 110 adolescentes e tem 760 pessoas envolvidas, e a Associação de Catadores de Material Reciclável de Chapecó (ACMARC), que contempla 70 pessoas associadas – e depois será encaminhado para uma empresa, que dará o destino correto ao produto. “O único pedido que fazemos é que o óleo de cozinha seja acondicionado em garrafas pet para que a empresa responsável pela coleta seletiva possa estar fazendo o recolhimento”, ressalta o Secretário de Serviços Urbanos, Valmor Scolari Jr. O programa é desenvolvido em parceria com a Associação dos Trabalhadores em Serviços de Reciclagem de Chapecó e

Região (ASTRAROSC). “A partir de agora, a dona de casa ou o pessoal que trabalha com óleo de cozinha no seu estabelecimento comercial, podem estar descartando este produto junto com a coleta seletiva. Além de resolver um problema de muitas pessoas que não tem como dar o destino correto ao óleo de cozinha, vamos possibilitar um incremento de renda aos associados das cooperativas, agregando lucro para diversas famílias que vivem da coleta do lixo reciclável”, destaca o Prefeito José Caramori.

Coleta Seletiva O cronograma e itinerários da Coleta Seletiva estão disponíveis no site da Prefeitura de Chapecó (www.chapeco. sc.gov.br), no link da Secretaria de Serviços Urbanos. As pessoas também podem obter mais informações no telefone 3319 3600, da Secretaria de Serviços Urbanos. O programa é realizado de segunda-feira a sábado, sempre das 7h às 16h. “Lembrando que a Coleta Seletiva é intercalada à coleta do lixo orgânico, pois elas não acontecem nos mesmos dias e horários”, reforça o Secretário Valmor Scolari Jr.


O ARAUTO

[Redes Sociais

JORNAL

6

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Leia mais sobre estes e outros assuntos em

www.arautoonline.com.br

por Ademir Junior Matiello ediror@arautoonline.com.br

Ví no YouTube

destaque

Segundo a ABIFARMA, cerca de 20 mil pessoas morrem por ano no Brasil em razão do uso excessivo de medicamentos A maioria das pessoas tem consciência de que a automedicação não é aconselhável e pode trazer riscos de menor ou maior proporção. No entanto, é comum a ingestão de remédios sem orientação médica para os mais variados problemas de saúde... Leia mais no site

Amor: O vídeo de um menino tentando entende como existiam dois maridos ganhou a internet nos últimos dias. Uma criança que emociona com as palavras e acha aquilo engraçado, mas entende que o que importa é o amor. Até que então no final ele simplesmente convida o casal gay a jogar ping pong. Fica ai a lição para alguns preconceitos que carregamos. Procure por: O Importante é o AMOR!

Mundo animal: A história do leão Ariel, de três anos, que perdeu os movimentos das patas, ainda intriga os profissionais envolvidos no cuidado dele. O animal, que vive em uma chácara em Maringá, noroeste do Paraná, está em São Paulo há duas semanas. O vídeo que ganhou as páginas de vários jornais e inclusive a internet. Procure por: O drama do leão Ariel

Prefeitura de Chapecó inicia programa de coleta do óleo de cozinha A Prefeitura de Chapecó está integrando ao programa de coleta seletiva mais uma ação que irá beneficiar toda a população. Após o serviço ser ampliado para todos os bairros da cidade, a partir desta segunda-feira (01) os caminhões que fazem o recolhimento do lixo reciclável vão fazer também a coleta do óleo de cozinha... Leia mais no site

estado

Celesc cumpre meta do Luz Para Todos em Santa Catarina A Celesc Distribuição divulgou na última semana o cumprimento da meta do Programa Luz Para Todos em 2011, ao alcançar 400 novas ligações até 30.06.2011, data de encerramento do programa no Estado. O Luz para Todos é parte do Programa de Universalização do Atendimento, que em 2011 permitiu que mais de seis mil famílias passassem a contar com os confortos proporcionados pela energia elétrica... Leia mais no site

economia

África do Sul: o país das oportunidades no futuro Após a Copa do Mundo de 2010, a África do Sul obteve um grande crescimento na demanda por produtos mobiliários, mais econômicos e de linhas médias, especialmente em Joanesburgo, a maior cidade.  Nas linhas de média e alta decoração há crescimento, porém, retraído ainda. É o país das oportunidades no futuro... Leia mais no site

Talento: Um vídeo que cauiu nas graças dos internautas foi os dois meninos, irmãos gêmeos, que entre uma limpadinha no nariz, uma dançadinha, uma coreografiazinha, mostram seu talento com a música. Fazendo cover da música The Lazy Song os dois fofinhos encantam quem assiste. Vale a pena da uma olhadinha Procure por: Meninos viram sucesso em cover de The Lazy Song

@jornaloarauto

Twittadas da semana Twitter.com/ cvalente Cesar Valente Vícios da má administração: uma boa intenção (corrigir erros antigos da SC-401) vira coisa ruim (remendo meia-boca, caro pra caramba). Twitter.com/ Comissão vai discutir qualidade da merenda escolar: http://t.co/V0xjkhz hace 7 minutos Favorito Retwittear Responder Twitter.com/ colattodeputado Valdir Colatto Se fez algo errado deve responder por seus atos. Da sua entidade e ações da mesma, fiquei sabendo pela imprensa.

Twitter.com/ SchardongFabio Fabio Schardong Rodizio do PT na Câmara de Vereadores de Chapecó começa na próxima segunda-feira. Twitter.com/ daniela Daniela Farina Narrador do jogo São PauloXVasco: “grua é um equipamento que fica atrás do gol.” Pior que ver futebol é ter que ouvir essa.

flickr.com/arauto

Partido Progressista realiza encontro na Câmara de vereadores de Chapecó.

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

Ordem e Progresso: Vídeo mostra alguns soldados dançando uma versão do Hino Nacional Brasileiro. A versão funk deixa muitas pessoas incrédulas da ousadia dos soldados, mas conforme alguns o vídeo foi dedicado aos políticos corruptos do Brasil. Assista e tire suas conclusões. Procure por: Soldados ridicularizam o Hino Nacional com dança de Funk


[Social

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

ntunes m PatríciaesA1@ gmail.co patyantun

Na próxima segunda feira dia 8 de agosto, será lançada a primeira Revista Semanal de Chapecó. A revista vem com uma proposta já muito conhecida no país, seguindo as linhas das revistas mais lidas, e traz para Chapecó uma nova proposta editorial para transformar o cenário da comunicação catarinense. A revista vai circular todas as segundas-feiras; um desafio e tanto! Para preencher as 32 páginas propostas foi preciso buscar a parceria dos melhores colunistas, jornalistas e profissionais das mais diversas áreas, incluindo correspondentes em Florianópolis e Brasília. São conteúdos para todos os gostos e públicos. No esporte Sérgio Badá Badalotti, na comunidade Zóinho, na política geral, Nestor Grando, que tece comentários com propriedade e experiência. No social, Digão com os melhores registros fotográficos. Alcebíades Santos, traz novidades sobre economia e temas ligados as inovações tecnológicas. Direto de Brasília a correspondente Jaqueline Basseto, Sheila Dziedzic será o contato em Florianópolis também a cronista Cláudia Dillmann faz parte da equipe. Já na área jurídica, gastronomia e saúde, a cada semana, profissionais diferentes vão assegurar a manutenção das informações. Profissionais de peso e garantia de qualidade nos textos, com a responsabilidade editorial da jornalista Patricia Antunes, o novo empreendimento promete ser um sucesso. Boa Sorte aos colegas Valdinei Caldart e Nestor Grando Filho neste novo desafio.

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

Na próxima quinta-feira (4), empresários, expositores, autoridades, patrocinadores, jornalistas e líderes setoriais, participarão da solenidade de lançamento da Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (EFAPI 2011), prevista para as 19h30, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. Os convites já estão sendo distribuídos, corra atrás do seu. Ainda acontecem mais três lançamentos no mês de agosto, no dia 27 na festa da imprensa Catarinense que acontece em Chapecó e ainda no dia 30 na Assembleia Legislativa em Florianópolis.

Alunos na Viagem a Argentina e Chile.

O ARAUTO

[Social

JORNAL

O ARAUTO

JORNAL

8

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

9

Pensando novo... Fazendo diferente! horas Fotos 24 de Atualida

Acesse e veja!

Coordenador EFAPI 2011 Márcio Sander, Élio Cella - Grupo Carboni Presidente EXPO CONCÓRDIA 2011 Neuri Santhier, Dep. Estadual A super dupla César Menotti & Fabiano no camarim do show Neodi Saretta, Prefeito de Concórdia João Girardi e Alejandro IVECO e o Vice-Presidente da EFAPI 2011 Ivalberto Tozzo no Stand na EXPO CONCÓRDIA 2011 do Grupo Carboni IVECO durante visitação e Integração EFAPI 2011 Almiron - BRF Brasil Foods no camarote oficial da e EXPO CONCÓRDIA 2011 EXPO CONCÓRDIA 2011

Flyer Dining Acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unochapecó realizaram no mês de julho, uma viagem de estudos a Argentina e Chile. Para conhecer a cultura arquitetônica e ficar por dentro das novidades do setor nos países da América Latina. Eles visitaram as cidades de Mendoza e Buenos Aires, na Argentina, e Santiago, no Chile. Durante onze dias, os acadêmicos viveram momentos de integração e aprendizagem, além de conhecer cidades que conciliam a arquitetura histórica e as construções contemporâneas, como é o caso da capital Portenha, Buenos Aires. A cidade com mais de 470 anos, mantém harmoniosamente seus prédios antigos, como o Congresso Nacional, e as novas formas arquitetônicas que dão uma nova cara à maior cidade da Argentina.

Felipe Benvegnú - Dj Passofundense que participou do Sonik Festival e animou o pessoal no Dining semana passada.

A super dupla João Neto & Frederico que agitou e contagiou a todos no ultimo dia de shows da EXPO CONCÓRDIA 2011

A bela Dionara Lermen - MISS CONCÓRDIA 2011 e Rainha EXPO CONCÓRDIA 2011 e Ernesto Antonini curtindo o camarote oficial da EXPO CONCÓRDIA 2011

As belas amigas Mariane Bernardi e Tais Cler Franceschini curtindo o Super Show com César Menotti e Fabiano na EXPO CONCÓRDIA 2011

Vaime Lorenci - Exclusive Motors SSANGYOUNG, Dep.Estadual e Pres. da ALESC Gelson Merísio e o Dep. Estadual Neodi Saretta em momento de visitação na EXPO CONCÓRDIA 2011

O amigo Carlos Colussi da EUROPE COLUSSI PEUGEOT e HUNDAY com sua namorada Monique curtindo o Super Show de João Neto & Frederico na EXPO CONCÓRDIA 2011

O amigo e empresário Eduardo Tozzo - Premier Bier que esteve de aniversário neste dia 01\08 e recebe os parabéns de todos seus amigos e família. Parabéns Eduardo!

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto


JORNAL

[Destaque

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Progressistas do Oeste protestam em encontro partidário Em encontro realizado na manhã da última sextafeira (29), no auditório da Câmara de Vereadores de Chapecó que reuniu lideranças progressistas do Oeste, vereadores “pepistas” da região aproveitaram a ocasião para manifestarem suas indignações com o tratamento dado ao Oeste, pelas bancadas estadual e federal do Partido.

“Em 20 anos de existência, o município de Sul Brasil nunca recebeu um ‘prego’ de subvenção ou emenda parlamentar de algum deputado progressista”, disse o vereador do município, Vanderlei Galina.

editor@arautoonline.com.br

fotos: ademir jr. matiello

O evento que reuniu vereadores, prefeitos e vice-prefeitos, foi prestigiado também pelo presidente estadual do Partido Progressista (PP) e deputado estadual, Joares Ponticelli; deputado estadual, Valmir Comin, os suplentes de deputado estadual Altair Silva e Plínio de Castro e os deputados federais Esperidião Amin e João Pizzolatti (ficha suja absolvido pelo TSE no mês passado) e pela presidente da Ação Mulher Progressista, Beth Tiscoski (candidata derrotada ao Senado em 2010) e do secretário do PP estadual, Aldo Rosa. O auditório do legislativo chapecoense ficou lotado. Segundo relatou Joares Ponticelli, o evento macrorregional está sendo realizado nas principais re-

(A dir.) Plenário da Câmara de vereadores de Chapecó lotou com lideranças do Partido Progressista. (Abaixo) O único integrante

da mesa de autoridades que foi poupado de criticas pelos pepistas, foi o Presidente do Partido da Microrregional de Chapecó, Altair Silva.

(A dir.) Deputado Federal, Esperidião Amim, parece não contar mais com o apreço de parte dos pepistas, e foi contrariado em sua manifestação. Vereadora Silvana, de Pinhalzinho, destacou chorando, “não é fácil manter mandato e depois pedir voto contra quem tem subvenção todas as semanas”. www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

tiago oliveira

Presidente Estadual do Partido Progressista (PP) e Deputado Estadual, Joares Ponticelli. giões do Estado com o intuito de reunir lideranças e elencar metas às eleições de 2012, além de debater propostas políticas e fortalecer o Partido em todas as esferas. Na última quinta-feira (28) uma reunião nos mesmos moldes foi realizada em São Miguel do Oeste. Com espaço aberto a manifestações, as lideranças presentes apresentaram propostas de mudanças, fizeram pedidos e reforçaram a necessidade de constante fortalecimento do PP no Oeste catarinense. O que chamou atenção foi a imagem de abandono do Oeste pelos parlamentares progressistas. Vanderlei Galina, vereador a 12 anos do município de Sul Brasil, em sua manifestação, destacou que “em 20

O ARAUTO 11

JORNAL

10 O ARAUTO

anos de existência, o município de Sul nunca recebeu um ‘prego’ de subvenção ou emenda parlamentar de algum deputado progressista, seja estadual ou federal. Mas na hora de pedir o voto nós somos importantes,” lamentou Galina. O vereador, que ocupa uma das quatro cadeiras ocupadas pelo PP em seu município, ainda esbravejou dizendo que “tem suplente de vereador da oposição trazendo subvenção de mais de R$ 20 mil, e nós nada, não temos condições de trabalhar se continuar deste jeito”, finalizou. Outro momento de intensa cobrança foi protagonizado pela vereadora Silvana, de Pinhalzinho, que aos prantos pediu mais atenção aos deputados “não é fácil manter mandato e depois pedir voto contra quem tem subvenção todas as semanas”, destacou a vereadora chorando e admitindo grande intenção em mudar de Partido. O único que integrava a mesa de autoridades que não recebeu nenhum tipo de crítica, mas muito pelo contrário, teve sua atuação frente ao partido elogiada, foi o presidente da microrregional de Chapecó, Altair Silva, “o momento é de ouvir as reivindicações e sugestões e estar sempre ao lado das lideranças, pois são elas que mantêm a unidade partidária cada vez mais ativa”, ressaltou Altair. Em seu discurso, Altair aproveitou para chamar atenção dos militantes para a defesa da bandeira política progressista, afirmando que passou o tempo do “estrelismo”. “O eleitor não quer mais saber de estrelas, ou ídolos, o eleitor quer saber de projetos que pensam o desenvolvimento da sociedade, e nós progressistas temos que reativar nossa bandeira”, concluiu o suplente de deputado.

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Afronta a Amim Não integrando a mesa de honra e chegando atrasado ao encontro, o ex-governador e atual deputado federal Esperidião Amim, acompanhou as manifestações junto ao público, onde aproveitou para distribuir abraços e conversas ao pé do ouvido. Nem por isso o ex-governador deixou de se pronunciar. E foi no meio de seu pronunciamento quando fazia uma análise sobre os resultados da eleição majoritária, citando a expressiva votação do candidato ao senado, Claudio Vignatti (PT), e de sua correligionária candidata ao governo, Ideli Salvatti, afirmando que muitos votos de Vignatti saíram do PP, quando um militante que o ouvia gritou “e foram justos os votos ao Vignatti”, no ato, descontente, Amim o rebateu dizendo que não concordava e o militante novamente afirmou sua opinião “mas eu continuo achando que foram” e assim seguiu o clima de descontentamento de grande parte dos progressistas presentes e Amim, diferente do que acontecia no passado, recebeu poucos aplausos de cordialidade.

O que o PP negociou com o Governo de Colombo? Essa pergunta foi feita aos líderes partidários em praticamente todas as manifestações dos militantes regionais. O PP durante as eleições e início do governo Raimundo Colombo, interpretou papel de oposição até que em reunião com o governador, sem consultar a opinião do Partido, a bancada pepista, através do líder na assembléia, Joares Ponticelli, resolveu apoiar o governo e mudar o voto e foco do discurso na tribuna. Em resposta aos inúmeros questionamentos de mesmo teor, o deputado estadual, Valmir Comin, justificou afirmando que para os próximos dias está prevista uma reunião entre o governador Raimundo Colombo e prefeitos progressistas de todo o Estado, com intenção de articularem a liberação de recursos aos seus municípios.

Deputado Estadual, Valmir Comin www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto


12 O ARAUTO JORNAL

[Política Brasil vive ciclo pós ideológico, afirma Deputado Merisio Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

informações e foto: assessoria de imprensa

Deputado estadual, Presidente da Assembleia Legislativa e um dos principais líderes do PSD, Gelson Merisio em pronunciamento para os integrantes do 25º Diretório Estadual do PSD em Santa Catarina. O Presidente da Assembléia Legislativa de Santa Catarina, Deputado Gelson Merisio avalia que a criação do PSD – Partido Social Democrático oficializou um novo ciclo na política, o pós ideológico, onde o que prevalece é o conceito de governar com amplitude. “Hoje os partidos que tem ideologias não a usam pra nada’’, observou, destacando que o Brasil passa por um novo conceito de oposição e governo e que o PSD, começou a preparar “este novo momento’’, pontuou. As analises, foram feitas durante encontro para a formação do 25º Diretório Estadual do PSD em Santa Catarina, realizado em Xanxerê, no último sábado (30), pela manhã, na sede social da empresa Trukan. Presentes no encontro, o anfitrião, ex-prefeito e agora presidente do PSD de Xanxerê, Avelino Menegola, prefeito de Xaxim, Gilson Vicenzi (Tinho), presidente da Câmara de Vereadores de Xanxerê, Rafael Gasparini, vereador Ivan Marques. O encontro reuniu cerca de 200 xanxerenses. Merisio informa que este trabalho de formar Diretórios Municipais, consolida Santa Cata-

rina, como primeiro Estado a formar o novo Partido. Disse que foram feitas, até agora, no Estado, em torno de 44 mil assinaturas já reconhecidas pelo T.R.E – Tribunal Regional Eleitoral de SC. De acordo com a legislação, o Estado necessitaria 4 mil e 400, mas a meta e atingir 50 mil assinaturas até a primeira quinzena de agosto. Merisio foi adiante, destacando que o PSD “não e sucessor do Democratas. Somos um novo partido e que já nasce como o 3º mais forte do Brasil’’. Disse também que o Partido em SC não para de crescer e anunciou o possível ingresso do Deputado Federal Odacir Zonta (PP). Especificamente sobre a sucessão em Xanxerê, diz que o PSD vai lançar candidato a prefeito e que o partido está conversando inclusive com o PT , configurando assim, este novo momento. O presidente do Diretório, Avelino Menegola, diz que o momento é histórico e que Xanxerê faz parte deste novo momento que é o de construir um novo partido. Os vereadores Rafael Gasparini e Ivan Marques

falaram que o encontro motiva o município a apresentar algo novo para a população. A Executiva de Xanxerê ficou assim constituída: Presidente, Avelino Menegola; Vice Presidente, Ademir Gasparini e como membros: Dionísio Kohl, Paulo Varella, Marizete Zafari, José João Dalla Santa e Gelder Bavaresco.

Tire suas dúvidas ou mande suas sugestões

Curiosidades sobre carros Esta semana e algumas adiante, sairemos um pouco da linha de prevenção e cuidados com os veículos para conhecermos um pouco mais a história desse meio de locomoção tão importante e propagado nos dias atuais. A palavra “automóvel” surgiu na França em 1875 e vem do grego autos, que significa “por si só” e do latim mobilis, que quer dizer “móvel” Em 1876, o engenheiro alemão Nikolaus August Otto desenvolveu o motor a explosão para álcool, gasolina ou gás, que substituiu os motores à vapor usados até então nas primeiras experiências na construção de automóveis.  Em 1893, em São Paulo, pela primeira vez um carro circulava no Brasil. Guiando o veículo: Henrique Santos Dumont (isso mesmo irmão de Alberto, inventor do Avião).  O primeiro acidente de trânsito que se tem notícia no Brasil foi em 1897, quando o poeta Olavo Bilac colidiu com uma árvore. Se ele se feriu ninguém sabe, mas com certeza sobreviveu uma vez que veio a falecer apenas em 1918. Utilizando um motor de origem francesa, o inventor paulistano Paulo Bonadei foi o primeiro a montar um carro no Brasil. O veículo ficou pronto em 1905, quando

geder@bol.com.br

Paulo percebeu um “pequeno” detalhe: o protótipo era maior que a porta da garagem, que teve de ser alargada. Nosso querido Fusca, o Volkswagen (“carro do povo”, em alemão) é o modelo de carro mais popular de todos os tempos. Foi projetado por Ferdinand Porsche e imediatamente aprovado por Adolf Hitler, que utilizou variações do modelo para fins militares, inclusive durante a II Guerra Mundial. Sua fabricação no Brasil começou em 1959 e parou em 1986. A pedido do então presidente Itamar Franco, o Fusca voltou a ser produzido em 1994.Porém, por seu custo elevado de fabricação, comparado a outros carros populares então fabricados, sua produção parou em 1996.

Com o avanço da velocidade dos carros fabricados à partir da década de 50 ao número de acidentes aumentou muito em relação a períodos anteriores. Em 1958 foi fabricado o primeiro automóvel americano com cintos de segurança: o Chevrolet Corvette. No Brasil este item importantíssimo foi considerado obrigatório a partir de 1969. Os primeiros fabricantes a colocarem air bars em seus carros foram a GM e a BMW, a partir de 1974. Mas desde os anos 50 já existiam carros com air bags colocados sob encomenda fora das linhas de montagem. O primeiro carro nacional a ser vendido com injeção eletrônica no Brasil foi o Gol GTI, fabricado a partir de 1989. No

Procedencia | Qualidade | Bom atendimento Ofertas de Semana

COMPRAMOS SEU VEÍCULO NOVO E SEMINOVO

CONSULTE

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

Geder Todeschini

HILUX SRV C.DUP 4X4 3.0TB-IC 16V Automático completa 2006

CONSULTE R$ 49.800,00 Astra Hatch Advantage 2.0 CROSSFOX (N.Serie) 1.6 Comp + Som Original completo + ABS + Air Bag Duplo 2011 (branco) O km

R$ 37.900,00 Megane DYNAMIQUE 2.0 16V 2007 Completo Automático Placa AUT8585

LINEA HLX 1.9 16v COM- HONDA CIVIC LXS-AUT 1.8 Completo 2008 PLETO Placa ACQ3939 Essence 2010 Placa MHK5237

Placa MGZ5987

R$ 49.800,00

R$ 52.800,00

de R$ 33.800,00 por R$ 31.800,00 ASTRA HATCH FLEXPOWER ELEGANCE 2.0 Bege + Ar Digital + Air Bag Duplo 2005

R$ 30.800,00

STRADA TREKKING C.EST 1.4 8V Completa + RLL 2007 Placa MDJ4855

R$ 49.800,00 ZAFIRA ELITE 2.0 8v Flexp.140cv Aut. 2008 Placa MFF2058

R$ 41.800,00 por R$ 39,800.00 ECOSPORT XLS 1.6 Completo placa APQ1543

R$ 29.800,00

SCENIC PRIVILEGE COMPLETO 2.0 16V 2005 Placa MDM0287

R$ 24.800,00

PALIO FIRE CELEBRATION 1.0 VE, TE, DT, LT, ArQ 2007 Placa MGQ5222

R$ 49.800,00 FOCUS HATCH Comp + Air Bag Duplo 1.6 2011 Placa ATK8588

R$ 45.800,00

BORA 2.0 (Tiptr.) 2009 COMP. + Air Bag duplo + ABS + Som PLACA: AQW9499


JORNAL

[Esporte

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

EDSON FLORÃO Colunista esportivo edsonflorao@yahoo.com.br

Com Chuva Pela terceira rodada do grupo D do Brasileiro da Série C, mesmo com gramado encharcado Joinville e Chapecoense fizeram uma boa partida de futebol. A exemplo do que já aconteceu pelo estadual, com chuva na Arena o JEC venceu mais uma vez a Chapecoense. Melhor Jogo A comissão técnica avaliou com o melhor jogo do Verdão nesta competição. Pode ser até que foi. Porque quando o gramado está pesado a qualidade técnica se vai. O que não pode é ficar acomodado com o resultado no discurso do bom jogo. No futebol é preferível jogar mal e vencer ao que dar espetáculo e sair derrotado. Comportamento O time comandado pelo técnico Mauro Grasel (Ovelha) foi compacto e criativo. Quando o sistema defensivo deu bobeira, perdeu o jogo. Estava na frente e pelos seus erros perdeu pontos que poderão fazer falta no futuro. Faltou qualidade Na hora de fazer os gols no time do Verdão. Varias oportunidades vivas foram criadas e desperdiçadas. Quem não faz leve. Levou dois e perdeu de virada! Folga No próximo domingo (07) a Chapecoense que lidera, com o Jec e o Brasil de Pelotas, vai folgar e perder o posto independente dos resultados que acontecerem. Aproveitar o tempo para ajustar a pontaria!

Aos domingos espeto corrido, leitão recheado e costelão 49 3329.5079

Rua Marechal Deodoro, 180 (esq. N. Ramos) Chapecó - SC

(49) 3324.7869 / 3329.5414

Av. Fernando Machado, 87-E | Centro | Cep 89802-112 | Chapecó - SC

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

editor@arautoonline.com.br

GRÊMIO

Últimas dO INTER

Últimas dO Grêmio

Inter não sai do zero diante do Atlético – GO em casa

Colunista esportivo Grêmio desiste de Wellington Paulista renan@arautoonline.

Jogando em casa, contra o considerado “fraco” time do Atlético – GO, o colorado não conseguiu marcar e ficou no empate com o time goiano. A partida terminou com revolta dos colorados, que cercaram o árbitro Jailson Macedo Freitas depois que ele deu o apito final quando o time da casa se preparava, para uma cobrança de falta perigosa. Kleber ignorou o fim do jogo e chutou a bola na trave. O primeiro tempo foi de supremacia absoluta do Inter. Não faltam números para ilustrar o predomínio colorado: 55% de posse de bola, 12 finalizações, dez cruzamentos para a área, cinco escanteios e apenas 11 passes errados entre 169 executados. Mas não houve como vencer Márcio. O zagueiro Índio, que completou 300 jogos pelo Inter, e o centroavante Dellatorre, jovem de 18 anos que substituiu o suspenso Leandro Damião, chegaram perto, mas viram a bola parar entre as luvas do goleiro rubro-negro. Recém-chegado do Manchester City,

o ex-corintiano Jô iniciou os exercícios de aquecimento ainda no primeiro tempo. E voltou do intervalo entre os titulares, substituindo Elton. Estreante, o centroavante mostrou-se interessado, mas também sucumbiu ao paredão goiano. Sem espaços, o Inter prosseguiu controlando a bola até se aproximar do bloqueio rubro-negro, com maior posse e muitos passes trocados. Tudo graças a uma concessão estratégica do Atlético-GO, que deixava os jogadores colorados sob liberdade monitorada. Apesar da pressão cada vez maior, com o jovem Lucas Roggia agregando velocidade aos ataques colorados, o 0 a 0 ambicionado pelo Atlético-GO foi irreversível para o Inter. Com o empate, o Inter soma 19 pontos, seis abaixo do G-4. Já o Atlético-GO sobe para 13 pontos, dois acima da zona de rebaixamento. As duas equipes voltam a jogar às 21h de quinta-feira. O Inter visita o Fluminense, enquanto o Atlético-GO recebe o Atlético-PR.

Inter reencontra antigos ídolos

*Precisa urgente um meia de articulação no time da Chapecoense. Diretoria sabe, mas não contrata. Não pode lamentar depois!!!

*Jogador Neilson é peça fundamental no time da Chapecoense, se movimenta bem no ataque e ajuda na marcação. Sabe fazer gols. Está vivendo ótima fase!!!

ADEMIR JR. MATIELLO

INTERNACIONAL

*Grandes goleiros levam frangos espetaculares! Rodolpho falhou no segundo gol que sofreu em Joinville!

*Lateral Medina só é titular no Verdão porque Sagaz está sem ritmo e não tem outro na posição. *Com a derrota e a folga de 15 dias será preciso uma grande promoção para levar o torcedor para o estádio no dia 14 quando enfrenta o Pelotas!

O ARAUTO 15

JORNAL

14 O ARAUTO

Será um jogo de reencontros. Ao ir a campo contra o Fluminense, na quinta-feira(04), no Rio de Janeiro, o Inter estará diante de três ídolos recentes de sua história. O clube tricolor é treinado por Abel Braga, campeão do mundo com o Colorado em 2006. Ele comanda o volante Edinho, uma das peças da vitória sobre o Barcelona em 2006, e também o atacante Rafael Sobis, bicampeão da Libertadores da América com os gaúchos. Desde aquele 17 de dezembro histórico para os colorados, o Inter jamais enfrentou Abel Braga. O treinador deixou o clube em 2007, não treinou ninguém e retornou ao Beira-Rio meses depois. Voltou a sair em 2008, e ficou no Al-Jazira, dos Emirados Árabes, até voltar ao Brasil para treinar o Fluminense. Com o Inter, ele também ganhou o Gauchão e a Copa Dubai de 2008 e a Libertadores de 2006. Com Edinho, o reencontro não será novidade. No ano passado, o volante enfrentou o Inter pelo Palmeiras,

para onde rumou depois de deixar o Lecce, da Itália. E ele não perdeu. No Beira-Rio, houve empate por 1 a 1. Em São Paulo, Edinho ajudou sua equipe a vencer por 2 a 0. Mas a maior curiosidade reside no reencontro com Rafael Sobis. O atacante estava no Inter até um mês atrás. O clube gaúcho não demonstrou grande interesse em renovar com o jogador depois de ele não apresentar o mesmo rendimento de sua primeira passagem pelo Beira-Rio. Sobis acabou rumando para o Flu e já avisou que vai ajudar Abelão com informações sobre o Colorado. “ Vou, claro. Estava ali até agora, sei muito bem como funciona o grupo de jogadores, o modo de jogar. O mínimo que eu fale já pode ajudar, e vamos tentar a vitória. É uma data especial, nunca joguei contra o Inter, mas vai ser meu adversário. Vou fazer de tudo para vencê-lo, e assim que as coisas têm que ser. Agora espero ser feliz com as cores do Fluminense” disse o atacante. Para a partida o colorado continua desfalcado, mas não tanto. O Inter seguirá sem jogadores importantes como Guiñazu e Zé Roberto, mas o técnico interino Osmar Loss (que pode ser efetivado até lá) pelo menos terá o retorno do zagueiro Bolívar e do atacante Leandro Damião.

RENAN AGNOLIN

No início da noite da última segunda-feira(01) o presidente Paulo Odone confirmou que o Grêmio desistiu de contratar o centroavante Wellington Paulista, emprestado pelo Cruzeiro ao Palmeiras. Segundo Odone, o departamento jurídico tricolor não recomendou o acerto, devido a um impasse na interpretação dos regulamentos da CBF e da Fifa. De acordo com o departamento de registros da CBF,

Wellington Paulista não poderia atuar pelo Grêmio por já ter defendido o Palmeiras e o Cruzeiro em competições reconhecidas pela Fifa nesta temporada. Especula-se que Pelaipe vasculhe o mercado da Série B. Neste contexto, despontam Ricardo Jesus, da Ponte Preta, e Edno, da Portuguesa, entre os nomes mais fortes.

Vicente Martins culpa racha político pela crise no Grêmio Após a derrota para o Flamengo, o vice de futebol Antônio Vicente Martins demitiu-se do cargo, e teve o pedido aceito pelo presidente do Grêmio, Paulo Odone. Segundo Vicente Martins, a crise no Grêmio tem uma explicação primordial: o racha político entre movimentos de situação e entre integrantes da própria diretoria. Martins, primeiro, agradeceu a todos no Grêmio, depois, embora sem citar nome, atribuiu a uma pessoa em especial a sua saída. “As lutas políticas que ocorrem são prejudiciais ao clube. Por vezes não se faz uma crítica direta e interna, quebrando uma tradição de décadas no clube, de tratar internamente os assuntos. Algumas pessoas fazem isso de forma indireta, trocando informações com jornalistas. Fizemos uma reunião do Conselho de Administração e no dia seguinte a ata da

reunião estava em uma coluna de jornal, e isso é uma forma de fazer política que eu não julgo adequada ao clube”.

Pelaipe é apresentado Pelaipe voltou da forma como os gremistas conhecem. Falando forte, com firmeza. Resgatou seus feitos do passado recente - as contratações de Mano Menezes, Victor, Jonas, Réver e Diego Souza, entre outras. Procurou ainda amenizar o tom das críticas que fez ao elenco tricolor , dois dias antes de ser contratado pelo Grêmio. E prometeu anunciar em breve um novo centroavante.

Chapecoense perde, mas continua líder A Chapecoense perdeu a primeira no Campeonato Brasileiro da Série C. Em partida válida pela terceira rodada da competição, o Verdão enfrentou o Joinville, na Arena Joinville, em um jogo marcado pela chuva. As equipes jogaram em um gramado totalmente encharcado. Venceu quem aproveitou melhor as oportunidades: 2 a 1 para o time da casa. A Chapecoense, na base da força, foi melhor na primeira etapa, mas não converteu as oportunidades em gols e o jogo foi para intervalo com o placar zerado. No segundo tempo o Verdão abriu o placar logo aos dois minutos de jogo. Jean Carlos, pela esquerda, cruzou para a área e encontrou Neílson. O atacante, de letra, colocou para dentro do gol e abriu o placar para o Verdão. Melhor no jogo e com vantagem no placar a Chapecoense tinha tudo para garantir a vitória e encaminhar a classificação para a segunda fase da competição. Mas o futebol por si só já é imprevisível, e com o gramado encharcado e com pouco estado de jogo,

fica ainda mais. E o futebol pregou uma peça no Furacão do Oeste. Em dois minutos o Joinville conseguiu a virada. Aos nove minutos, na cobrança de escanteio, Pedro Paulo subiu na área e de cabeça empatou a partida. Logo depois, aos 11, aconteceu a virada. Cruzamento para a área, Ronaldo Capixaba subiu mais alto do que os zagueiros e de cabeça colocou a bola no fundo das redes, fazendo a alegria da torcida do Joinville. A Chapecoense foi para o ataque e construiu boas oportunidades de gol que pararam, ou na defesa do goleiro adversário, ou na falta de pontaria. O JEC também chegou com perigo, mas o placar não se alterou mais, e o jogo terminou com a vitória do time do Norte do Estado pelo placar de 2 a 1. Com o resultado a Chapecoense, mesmo com a derrota, segue líder do grupo D com quatro pontos. Com a mesma pontuação do Brasil de Pelotas e do Joinville que é o terceiro colocado. Na próxima rodada o Verdão folga e só volta a jogar na última partida do turno, dia 14 de agosto, às 15h, contra o Brasil de Pelotas, em Chapecó.

admir JR. matiello editor@arautoonline.com.br Tropeçou! O Colorado, desfalcado ou não, tropeçou em casa diante do Atlético – GO. Foi muito superior, mas não marcou, e mostrou mais uma vez que é extremamente dependente do atacante Leandro Damião(que não enfrentou o Dragão). Jô estreou com a camisa vermelha. Se movimentou bem, mas não marcou. São pontos perdidos como estes que decidem quem será o Campeão Brasileiro. Crise no Tricolor! O ano de 2011 definitivamente deverá ser, e já está sendo, muito amargo para os gremistas. Perdeu o Campeonato Gaúcho, e aos poucos vai desmanchando a sua diretoria. Além disso, tem elenco apenas para disputar uma vaga na Sul – Americana. No último jogo, na derrota para o Flamengo, até o goleiro Victor, que costuma salvar o time, falhou, e falhou feio. Aliás, a Seleção Brasileira deve estar fazendo mal para goleiro. Victor é muito bom com as mãos, e por isso que ele é goleiro, se fosse bom com os pés, poderia ser jogador de linha. Humildade é uma grande qualidade para um jogador. 33,3% de aproveitamento Esse é o aproveitamento do técnico Julinho Camargo ao completar um mês como técnico do Grêmio. Aproveitamento este, que é menor que o do Santos(que tem duas partidas a menos), e é o primeiro na zona de rebaixamento com 11 pontos (2 a menos que o Grêmio) com 36,7%. Julinho Camargo pode ser demitido a qualquer momento. Aposto em Cuca como novo treinador. Fora cogitado para assumir a vaga deixada por Renato Gaúcho, mas não fechou. É um bom técnico, e está desesperado atrás de um time para trabalhar. Brasileirão está aberto O Campeonato Brasileiro está totalmente aberto e a espera de uma grande equipe para se campeã. Corinthians que era o time a ser batido, não é mais, perdeu as últimas duas. Santos, campeão da Libertadores, mesmo com duas e até três partidas a menos do que alguns times, ainda não engrenou. Palmeiras, Vasco e Botafogo não aguentarão a maratona de jogos, pois contam com elencos bem enxutos. Fluminense, São Paulo e Internacional têm bons times, devem engrenar no decorrer da competição. Por enquanto, a equipe mais compacta, é o do Flamengo, que continua invicto e tem o craque Ronaldinho Gaúcho no comando do time. Últimas Chapecoense tem 15 dias para treinar e melhorar a pontaria. Mesmo com a derrota, o Furacão do Oeste continua como favorito na Chave D. Assumi, interinamente, a coluna do meu grande amigo Renan Agnolin por conta da cirurgia que o mesmo teve que realizar, no seu dedo mindinho da mão. Lesão esta que o impossibilitou de brilhar nos Juic’s de Futebol Society no início deste ano. Melhoras ao meu amigo para que ele possa voltar a desempenhar um “belo” futebol no Juic’s de Futsal que ocorre nos próximos meses. Aliás, em três anos de competição, se não me falha a memória, Renan ainda não marcou um gol sequer. No entanto, a torcida ainda deposita muita confiança nesse menino. www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto


JORNAL

[Opinião

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

ALINE CANAL Personal Stylist Graduada em Design de Moda canal_aline@hotmail.com

moda

comportamento

Envie sua dúvida ou sugestão para canal_aline@hotmail.com. Elas serão respondidas e podem virar tema da coluna.

nias requintadas e ao ar livre. O tamanho da aba varia de acordo com o horário, quanto mais se estender o dia, menor será a aba. O tom do chapéu deve ser da cor do vestido. A maquiagem é leve e nada muito carregado. Acessórios com pérola, são uma boa opção. Calçados com saltos médios e não muito finos. Os casamentos à noite, pedem vestidos longos e com tecidos nobres. As cores são escuras (com exceção do preto), combinadas com o prata e dourado. O brilho é bem-vindo, mas nada de tirar a atenção da noiva. Cuidado com fendas e decotes exagerados, a cerimônia pede uma certo recato. Xales e echarpes tem a função

por Silvane Alves dos Santos Jornalista: M.Tb: 03324 SC – JP silvane.jor@gmail.com

O tal do jeitinho brasileiro

o que devo usar?

www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

e

Sou madrinha, Cada mulher é única e possui um estilo extremamente particular, porém, há algo em comum em todas (ou quase todas), que é o sonho com o dia do seu casamento. Para esse momento tão esperado, muitas escolhas são feitas, desde os detalhes da festa, a música, as flores, até a escolha de quem estará ao lado como madrinha e testemunha da união matrimonial. O convite para estar junto com a amiga no altar é sempre um momento de felicidade, embora, sempre gera dúvidas quanto à roupa correta. E é justamente por isso que o convite chega com antecedência. Se preocupar com a roupa para essa ocasião é também valorizar o momento da outra pessoa. As mudanças nas tendências para moda festa são lentas e não sofrem muitas alterações a cada troca de estação. A festa do Oscar, que acontece todos os anos é uma excelente vitrine para quem deseja estar por dentro do que está sendo usado, mas claro, não deve ser levado ao pé da letra, pois algumas atrizes propositalmente exageram na produção. O casamento requer um cuidado especial, ainda mais para a madrinha. É importante saber o local e horário da cerimônia. Se for o caso de um casamento temático, a madrinha se veste de acordo o tema escolhido pelo casal. Para casamentos durante o dia, não é necessário que a madrinha use longo, o comprimento pode ser perto do joelho, jamais um mini vestido, isso vale também para quem é convidada. Caso a madrinha prefira usar um vestido longo, o tecido deve ser leve e sem brilho, como o crepe. Estampas florais e texturas suaves são permitidas. As cores são claras. Usa-se chapéu apenas em cerimô-

O ARAUTO 17

[Opinião

JORNAL

16 O ARAUTO

de cobrir o corpo durante a cerimônia religiosa. A maquiagem deve ressaltar os olhos e valorizar toda produção. Os salto agora sim, são altos e finos. A bolsa é pequena em qualquer horário. Algo de extrema importância na hora de escolher o vestido é analisar o biotipo e a partir desse entendimento, escolher o modelo, tecido e cor do vestido. Como a madrinha fica próxima aos noivas, acaba saindo em muitas fotos e na filmagem, isso deve ser cuidado. Tecidos com brilho, como o cetim, aumentam as medidas. É preciso avaliar a peça no corpo e não apenas no cabide. A roupa ideal deve valorizar o corpo, do contrário, o vestido mais lindo perde seu valor. Prefira modelos que colocam em evidência as partes do corpo que mais gosta e disfarce aquilo que prefere não mostrar. O uso de acessórios assim como os demais elementos, deve estar de acordo com o vestido e sapato, sem esquecer do tom da pele, cor dos olhos, formato do rosto e penteado. Quem tem pele clara, deve evitar acessórios prata ou de cor apagada. Alguns vestidos possuem bordados, golas e babados que dispensam o uso do colar. Já o brinco ainda que pequeno é fundamental, pois está totalmente na linha do rosto. A bolsa, não precisar necessariamente fazer conjunto com o sapato, mas deve haver uma harmonia entre eles. O casamento é um momento valioso na vida de duas pessoas, se você foi escolhida para ser madrinha é porque de alguma forma é especial para eles. Por isso, espero tê-la ajudado quanto à dúvida do que usar nesse momento singular. Escolha o modelo certo e aproveite a festa que também é sua. Excelente casamento a todas!

Pois, ao ver uma das matérias do Especial, onde eles falavam de pessoas que recebem dinheiro a mais no troco e não devolvem ou dos técnicos em refrigeração que inventam problemas nos nossos aparelhos domésticos para lucrar mais, não tive como negar que, realmente, isso acontece. Mas o que, de fato, despertou minha curiosidade foi o fato de esse SER o jeitinho brasileiro de resolver as coisas. E é disso que discordo. Mas antes de discordar enfaticamente, mudo de canal e paro num telejornal da TV fechada. No meio de uma matéria, uma mulher estaciona na calçada, diz estar atrasada e quando questionada de o porque o fez ela responde enfática: “é o jeitinho brasileiro né amigo”. Então me vi obrigada a discordar mais uma vez. A expressão usada tão veementemente nos dois casos causam certo fervor, afinal, o que é o jeitinho

Depois de alguns dias com o fio da TV fora da tomada, resolvi fazer as pazes com a minha velha conhecida de 20 poucas polegadas. O reencontro não foi lá essas coisas, mas, pelo menos, serviu para induzir esta coluna. Passados 20 minutos em TV aberta logo surgiu uma expressão bastante peculiar usada para representar o povo brasileiro, o tal do “jeitinho brasileiro”. Foi na TV Record, num programa especial que pretende, no período de uma semana, tratar de temas que, por bem ou por mal, acabam por dar cara ao famoso jeitinho brasileiro de resolver as coisas. Justificativas parecidas com aquela que aponta um brasileiro desacostumado com horários e com prazos. Um brasileiro que “leva tudo nas coxas”, que faz tudo “em cima do laço”, entre tantas outras expressões que poderíamos citar.

brasileiro? É aquele que ganha em cima do trabalho do outro? Que se aproveita da bondade ou da inocência alheia? Ou que usa de uma desculpa para encobrir uma possível falha no caráter? Me desculpem os que utilizam desta expressão para generalizar um comportamento, mas falar que fazer assim ou assado é agir de acordo com o “jeitinho brasileiro” é o mesmo que afirmar que o Brasil vive de carnaval e futebol, apenas. E todos sabemos que não é bem assim. Como não é bem assim a generalização de que todos os que estacionam em local proibido porque estão com pressa o fazem pelo seu famoso jeitinho. Jeitinho brasileiro é aquele que mesmo com algumas adversidades sorri de cara limpa. Com ou sem dentes. Com ou sem lucro no final. E desse jeitinho, sim, é preciso ter orgulho em falar.

Mais textos em: www.pernasebocas.blogspot.com

“Os funerais de

Mamãe Grande”

Título: Os funerais de Mamãe Grande Autor: Gabriel García Márquez Editora: Dom Quixote

É certo que todos temos memória. Uns, mais aguçada (a chamada de “elefante”), outros mais relapsa, mas todos a temos sobre inúmeras coisas e fatos absorvidos diariamente. Essa memória por vezes parece encher-se e, cheios mesmo, nos sentimos quando ansiamos por falar de algo e este escapa como se nunca o tivéssemos conhecido. Isso acontece porque nossa memória se retroalimenta; não consegue manter tudo a postos a qualquer chamada do cérebro; assim, as informações recebidas ficam armazenadas em alguma parte de nossa mente à espera de que sejam utilizada ou mesmo para que, aparentemente, sejam esquecidas. Todo esse processo se deflagra graças à imensidade de informações recebidas: afinal, porque não lembrar daquela data tão importante e ter na ponta da língua uma música que sequer suportamos? É... coisas dessa máquina humana que ainda carecem de maiores explicações cabíveis ao senso comum. Mas, mais do que lembrar ou esquecer de datas, convites, nomes de livro, música, senhas e afins, a palavra memória tem um caráter de significar algo de importância (para alguém ou de alguma coisa). E, humanos que somos, nos apropriamos de uma vaidade que nos leva a pensar que somos lembrados e que estamos presentes na memória viva de outra pessoa e, assim, “importantes”. Nem sequer colocamos o assunto muito à prova: apenas imaginamos que somos “lembrados” e pronto, ego alimentado! No entanto, quando acometidos por um acesso de modéstia e recebemos algum elogio sobre algo que não imaginávamos ou sequer lembrávamos de ter feito, bom, aí é, como dizem, “mara”! Po-

Mais textos: www.prazer-literario.blogspot.com

rém, muitas vezes essa lembrança vem apenas acompanhada do silêncio imposto pela morte e aí nada de vaidades ao defunto. Até porque, nem um “muito obrigada” este poderá lhe oferecer. Mesmo assim, como se esquecêssemos deste pequeno detalhe intermitente da morte, criamos (fortalecemos) o hábito de lembrar e honrar certas pessoas apenas quando elas “se foram”; quando não fazem mais parte do mundo da matéria e ficam somente na lembrança, disputando um espaço melhor intencionado em nossas cabeças. É dessa memória que nos fala Gabriel García Márquez, em “Os funerais de Mamãe Grande”. Em uma história de lutas, como foi a antiga Macondo, com heróis falidos, calor escaldante, a sombra das amendoeiras, as crendices, hábitos e lendas, característicos intrínsecos à cultura de países da América Latina, o autor colombiano nos leva até o povoado em que se passa a narrativa. São oito crônicas reunidas e no centro delas, um funeral. Não qualquer funeral, mas sim destes de, realmente, ficar na memória; com a presença de autoridades políticas, pontífices e os mais altos escalões que um universo criado por Márquez é capaz de compor. Mamãe Grande ansiava por viver até os cem anos, não pode. No entanto, não esperava tamanha aclamação ao seu desgastado corpo embalsamado que, por mais de 48 horas, recebia congratulações e palavras de conforto.. Ao se despedir de Mamãe Grande, Macondo se despedia (aliviada?), também de uma parte de sua história que, a partir daquele corpo estendido, passava a ficar no passado e que, talvez, até fosse esquecido, mas estabelecia algo como uma linha do tempo sob os olhos atentos dos urubus, atentos e astutos. www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto


Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

[Câmara

O ARAUTO 19

JORNAL

JORNAL

18 O ARAUTO

Chapecó - SC 2 de Agosto de 2011

Avaliação

Em uma semana de visitas nas obras do município, vereador diz que elas precisam de mais fiscalização e vistorias tulio Vargas. Durante as visitas, os vereadores puderam observar como anda as obras da cidade e se elas estão dentro das leis municipais previstas. “O que pude perceber nessas minhas visitas com meus colegas é que tem muitas construções que precisam ser revistas pelo poder público. Todas as obras públicas exigem um padrão e devem ser seguidos estes padrões”, salientou Chiarello. De acordo com o vereador, as obras estão com deficiência de projeto. Existem obras como a UPA, e o Centro Educacional, que faltaria a construção de cisternas para captação da água da chuva, para o reaproveitamento. “Precisamos pensar no meio ambiente. A água captada poderia servir para descargas de banheiro, para regar plantas e flores, para lavar. Isso daria mais economia ao município e auxiliaria Marcelino explana sobre as visitas feitas nas obras em na conscientização”, exandamento no município de Chapecó. plana Marcelino. Além disso, os vereadores puderam obserDepois de uma breve passagem pela Presidência da Câmara de Vereadores, Marceli- var a revitalização da avenida. Neste caso a no Chiarello fez uma avaliação das atividades questão que pesou foi a de retirada das árvores que realizou como presidente do legislativo. que estavam nos canteiros centrais para planEm sete dias, Chiarello, junto com alguns co- tar outras em seu lugar. “Isso não foi pensanlegas vereadores, fizeram uma fiscalização em do pelo paisagista, engenheiro que projetou. várias obras em andamento no município de Poderia se revitalizar se adaptando ao que já Chapecó. Além de acompanhar o Prefeito em tínhamos. A árvore perdera 5 anos de sua vida exercício, Itamar Agnoletto, em eventos com por essa mudança”, explica a vereadora Ângela entidades ele continuou as deliberações em Vitória que esteve acompanhando o presidente da câmara nas visitas. andamento na casa. A falta de organização com as passarelas, Marcelino e a equipe, montada pelos vereadores/as, Ângela Vitória, Ulda Baldissera(que peiver dos canteiros centrais, que estão sendo assumiu como suplente), João Siqueira e Mario colocados preocupa o vereador. “Eu não tenho Tomasi, estiveram visitando algumas obras em tanta propriedade para falar sobre o assunto, andamento no município. Foram elas; Contor- mas me parece que este peiver não é de boa no Viário Oeste, as obras da BR 282, o Centro qualidade. Ele se desgasta rápido demais. Os Educacional Infantil - Pro-Infância, a Unidade que estão com sinais para os deficientes visuais de Pronto Atendimento 24 horas (UPA), a in- estão já gastos. Essas questões precisam ser refraestrutura da Universidade Federal Fronteira vistas”, argumenta Chiarello. O vereador ainda comentou da falta de Sul de Santa Catarina – UFFSS, além de observar e fiscalizar a revitalização da Avenida Ge- placas indicativas nas obras. Placas com valowww.arautoonline.com.br / @jornaloarauto

res e investimentos feitos pelo Governo Federal e Governo Municipal. Ainda falou da falta de perspectiva de alguns moradores próximos do contorno Oeste, onde falta iluminação em toda a extensão de 8 quilômetros do que está em construção.Também passou em vistoria do andamento das obras dos contornos lado Norte e lado Sul, que vai consumidor em torno de R$ 15 milhões conforme previsão orçamentária. Outras falhas encontradas foram nas obras de duplicação do acesso a BR 282. Nos 27 Km percorridos pelos vereadores e presidente substituto da câmara, a preocupação é em relação a falta, no projeto, de uma passarela para pedestres atravessar a BR 282 na Colônia Cella. “Sem ela crianças terão dificuldades para ir à escola que fica no lado oposto”, observou o Vereador. São quatro passarelas previstas na extensão de 7,6 quilômetros. O afunilamento na chegada a rótula da Leopoldo Sander, conforme Ângela, vai prejudicar o fluxo de veículos. Na UFFSS foi constada a falta do projeto de asfaltamento da entrada para a universidade. São dois quilômetros que ligam a 479 com os pátios da universidade. “Um compromisso do Governo Municipal e também do ex-Deputado Vignatti, que se invista um milhão de reais nesta obra e que o recurso venha do Governo Federal para a realização do asfaltamento”, explica o Chiarello. Além das vistas, alguns encontros com entidades levaram o presidente interino, a saber das dificuldades e preocupações dessas associações. Reunido com a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Chapecó – ACI, Chiarello discutiu assuntos como Aeroporto, UDESC e demarcação áreas indígenas. A avaliação final do grupo deu origem a um relatório de informações que serão passadas ao Prefeito Municipal. Mas nem de projetos inacabados e mal feitos é feito Chapecó. Marcelino fala que as obras são todas de extrema importância e que somente lhes faltam ajustes que são possíveis de serem feitos. “Nosso município cresce e com ele as obras precisam crescer juntas. As obras são boas o que falta é mais fiscalização”. Os vereadores e Chiarello tiveram uma boa perspectiva do que ocorre em termos de obras em Chapecó. Marcelino que volta a cadeira de secretário no legislativo, no mês de agosto, diz que tem muita coisa a ser modificada e levada em consideração pela casa. Devido a isso, ele entrará com varias reivindicações ao poder público para que as obras sejam rapidamente melhoradas. www.arautoonline.com.br / @jornaloarauto


6

O Arauto 106  

Edição 106 - 2 de agosto de 2011