Page 1

Novo Emprego

Anuncie: 11 3095-4000

12 a 18 de agosto de 2012

3

Espaço do Leitor

Mercado tem apresentado crescimento constante nos últimos anos

o extra aquisição de produtos regulares ou do Kit Negócio. O consultor tem acesso a uma linha de crédito de 28 dias, desde que não tenha restrições de crédito. Pode optar por revender os produtos - e ter 30% de lucro sobre o que vende - ou liderar uma rede de consultores independentes, recebendo ainda bônus sobre o volume de vendas de sua rede. A gerente de Desenvolvimento de Vendas da Mary Kay do Brasil, Rafaela D’Almeida, comenta que não existe um processo de seleção por parte da empresa, bastando ser maior de idade para ser uma consul-

Empresas de cosméticos se destacam Profissionais precisam lidar com pessoas tora de beleza independente. O grande diferencial, segundo Rafaela, é oferecer um plano de desenvolvimento profissional estruturado, que possibilita às consultoras serem donas de seu próprio negócio e responsáveis por seu desenvolvimento profissional e financeiro. “Para isso, a empresa possui programas de incentivo que inclui material educacional, bonificações, prêmios em joias, viagens internacionais e até o direito de uso de um carro cor-de-rosa, ícone da marca no mundo todo, com base no desempenho profissional.” Inicialmente, é necessário cadastrar-se com uma consultora, que responderá dúvidas e ajudará a entender mais sobre a Mary Kay e, depois, adquirir um kit de beleza por R$ 130,00 com produtos da marca. Caso não conheça uma consultora, basta acessar o site. A lucratividade pode chegar a 40% sobre as vendas realizadas e a consultora recebe ainda orientações sobre técnicas de vendas e para fornecer a seus clientes dicas de beleza. Cristina Ramos Kadoma, 29 anos, é consultora sênior da Mary Kay desde abril do ano passado e reserva meio período, de segunda a sexta, para vender a linha de cosméticos, alcançando ganhos de 25% a 40% sobre os produtos vendidos. Hoje, ela concilia a revenda com um trabalho na área administrativa, mas já visualiza uma dedicação exclusiva no setor e o alcance de um cargo de direção. Para tanto, sabe o que fazer. “É preciso gostar de lidar com pessoas, ter paciência, conhecer o que vende e dar o seu melhor no atendimento”, diz. Quem também aposta na reven-

da de cosméticos é Eronildes Emília de Santana, 52 anos, promotora da Avon, que atua há 24 anos no setor, tendo, no período, fidelizado muitos clientes, especialmente por manter características como conhecimento sobre os produtos comercializados, sobre os quais ganha 30% no caso dos cosméticos ou 20% para a linha de produtos para casa. Para se tornar um revendedor Avon, basta ter pelo menos 18 anos e não apresentar restrições de crédito. Então, a pessoa deve cadastrar-se para receber a visita de um representante da Avon, que vai lhe explicar os benefícios de se tornar um revendedor e todas as ferramentas que ele poderá usar para ser um sucesso de vendas. De acordo com o diretor de Inovação e Contact Center da Avon, Luiz Soares, a revendedora compra os produtos e revende aos clientes com um lucro sugerido de 30% e a liberdade de negociar sua margem de lucro revendendo por preços diferentes dos sugeridos. “Mostramos para nossos revendedores ainda a consciência de que farão parte de uma rede mundial que também atua em prol de causas sociais. Hoje, trabalhamos intensamente com o combate à violência doméstica e à mortalidade por câncer de mama, por meio do Instituto Avon.”

Elas buscam profissionais

Avon – www.avon.com.br ou telefone 0800 708 2866 Natura – www.natura.com.br link Consultora Tupperware – www.tupperware.com.br link Oportunidades Mary Kay – www.marykay.com.br link Quero Ser Uma Consultora Belcorp - www.somosbelcorp.com.br ou SAC (0800 778 8992).

Menor de idade

Espero que divulguem mais anúncios para candidatos menores de 16 anos ou sem exigência de idade mínima. Gislene Silva Nota da Redação: Gislene, alguns setores só podem contratar profissionais a partir dos 18 anos em cumprimento à legislação trabalhista. Hoje, menores de 16 anos são vinculados a determinadas empresas na condição de aprendiz, mas, antes, devem buscar a capacitação em órgãos como o Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE (www.ciee.org.br), Instituto Brasileiro Pró-Educação e Trabalho - ISBET (www.isbet.org.br) ou Ensino Social Profissionalizante - ESPRO (www. espro.org.br/aprendiz).

Cartazista

Gostaria de saber se há curso grátis de Cartazista, próximo ao Bairro da Vila Matilde, zona leste. Sebastião A. Santos Nota da Redação: Uma das referências de cursos de Cartazista é o site www.cartazistas.com. Porém, trata-se de um curso comercial. Não temos conhecimento de curso gratuito no setor.

Site

É muito bom o site do Jornal Novo Emprego “O Amarelinho”, pois ficamos informados sobre vagas de emprego. Porém, em algumas delas, não é indicado o endereço e telefone da empresa contratante. Rafaela Nota da Redação: Rafaela, as informações são divulgadas somente com a autorização dos anunciantes. Muitos preferem apenas publicar e-mail ou site. Envie suas sugestões, críticas e considerações pelo e-mail atendimento@oamarelinho.com.br, fax (11) 3095-4000 ou via correio (Rua Iquitos, 18, Vila Madalena, São Paulo/SP, CEP 05444-020). O jornal reserva-se o direito de editar as mensagens enviadas.

535 pag 3  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you