Issuu on Google+

ENTREVISTA Um ano à frente da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, o prefeito Márcio Paiva falou com exclusividade ao jornal O Agora sobre seu primeiro ano de governo, além das expectativas para 2014.

 PÁGINA 4 Nº 8

Janeiro de 2014

Lauro de Freitas - BA

www.issuu.com/oagora

 Distribuição gratuita

Novos secretários são nomeados na Prefeitura Municipal

O ano começou com mudanças no alto escalão do governo. A nomeação dos novos secretários, que aconteceu no dia 6 de janeiro, levou Alexandre Marques (PRP) à Secretaria de Cultura; Adelon Mira (PRB), à Secretaria de Juventude e Trabalho; e a primeira-dama Adriana Paiva à pasta da Educação. Substituídos, Márcia Tude, Juliana Guimarães e Edmilson Pereira assumiram outras funções no executivo.  PÁGINA 5

Zé Augusto assume mandato de vereador O novo vereador era o primeiro suplente da coligação que elegeu Alexandre Marques  PÁGINA 3


CARTA AO LEITOR

Informação à serviço da cidadania

C

hegamos em 2014 com a nossa oitava edição e a sensação de estarmos no caminho certo. Em 2013 começamos uma jornada com um objetivo: o de fazer um jornalismo de cara nova, e uma certeza: a de que a informação é fundamental para o exercício da cidadania. Por isso praticamos um jornalismo opinativo, onde, mais do que relatar um fato, que provavelmente já é sabido, buscamos fazer uma análise do que noticiamos, trazendo novos elementos, pontos de vista, dando oportunidade ao leitor de aprofundar e qualificar a sua leitura dos acontecimentos do dia a dia. Nesse espírito iniciamos 2014 e renovamos o compromisso de fazer jornalismo com verdade. Ainda não completamos um ano de existência, mas já carregamos a experiência de um veículo que está enraizado com a cidade, conhece o seu leitor e procura oferecer o melhor das informações. Diante disso estamos nos renovando. Em março, o jornal O Agora completa seu primeiro ano, com novidades. Traremos um veículo com o designer mais moderno e altíssima qualidade gráfica, além de uma estreita relação com o leitor, que participará ativamente da construção das nossas edições. Aguarde!

2

CIDADE  Relatório contendo as observações feitas durante as visitas será encaminhado à prefeitura

MP continua fiscalização em escolas e postos municipais em 2014

A

s 4ª e 7ª Promotorias de Justiça da comarca de Lauro de Freitas devem continuar fazendo inspeções nas escolas públicas da rede municipal de ensino, além de postos de saúde, através do projeto O Ministério Público e os Objetivos do Milênio. A ação iniciada no ano passado, visa exercer o papel ministerial de fiscalização de dois setores vitais da sociedade para efetivar os direitos de cidadania de crianças, adolescentes e enfermos, e contribuir para a prestação de serviços públicos de qualidade nas áreas de saúde e educação. Escolas como Jacira Fernandes Mendes, em Itinga, e Ana Lúcia Magalhães, no Centro, já foram vistorias pela Promotora de Justiça Ivana Moreira, junto com um grupo

de voluntários. Já a Promotora Ana Paula Canna Brasil realizou as inspeções em postos de Portão e Itinga, como na Unidade de Saúde da Famí-

lia Israel Moreira e São Judas Tadeu. Segundo a promotora Ana Paula, após as visitas, caso sejam encontrados problemas, o relatório contendo

as observações feitas durante as visitas será encaminhado à prefeitura. Caso não ocorram as mudanças, o Ministério Público poderá acionar a justiça. A Promotora Ana Paula Canna Brasil realizou as inspeções em postos de Portão e Itinga, como na Unidade de Saúde da Família Israel Moreira e São Judas Tadeu

Dia da emancipação de Lauro Polícia Militar em Lauro é reestabelecido como feriado de Freitas certifica 615

estudantes através do Proerd

E

A

pós um ano fora do calendário de feriados municipais, o dia da emancipação política de Lauro de Freitas, comemorado em 31 de julho, está de volta. O retorno aconteceu na sessão extraordinária do dia 10 de dezembro - última do ano - através de um projeto de emenda na Lei Orgânica Municipal votado e aprovado pelos vereadores. A restituição da data já vinha sendo discutida na câmara municipal desde o ano passado, quando se descobriu que a Lei Orgânica Municipal, normatizou como feriados ci-

vis e religiosos no município, o Dia de Santo Amaro de Ipitanga – Padroeiro Municipal (15 de janeiro), Sexta-feira da Paixão (data móvel), São João (24 de junho) e Consciência Negra (20 de novembro). Seguindo os parâmetros da Lei Federal nº 9.093, de 12 de setembro de 1995, que estabelece apenas quatro feriados municipais, o dia 31 de julho ficou de fora. Com o retorno do 31 de julho, o dia de São João (24 de junho) deixa de ser feriado municipal.

studantes entre nove e 14 anos da rede municipal de ensino foram certificados no início de dezembro pela Polícia Militar da Bahia por terem participado do Proerd - Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. O curso, que tem duração de três meses, visa orientar os jovens estudantes através de uma cartilha com lições sobre a prevenção ao uso de drogas e à violência. “Nós preparamos estes alunos para que sejam multiplicadores do combate às drogas e que aprendam a dizer não às drogas”, diz o soldado e instrutor Adilson Luz.

E quem esteve na cerimônia para ser certificada pelo projeto foi Tainá de Jesus, que estuda a 4ª série no Centro Educacional Olavina Calazans. Além de pegar seu diploma, ela ainda ganhou uma bicicleta em sorteio. Junto com a professora Cláudia Portela, Tainá agradeceu à Polícia Militar pela iniciativa. Além do CEOC, alunos das escolas municipais Jacira Fernandes Mendes, Tio Patinhas, Vida Nova, Jardim Ipitanga, Senhora Valentina Silvina Santos, Loteamento Santa Júlia, Centro de Atenção Integral Criança e do Adolescente (CAIC) também concluíram o curso.

O AGORA - Janeiro de 2014


LEGISLATIVO  Por falta das assinaturas necessárias, a proposta ainda não tramitou na Câmara

Projeto pretende reduzir recesso parlamentar O p o d e r l e g i sl at ivo de Lauro de Freitas está em recesso parlamentar - período em que ficam suspensas as discussões em plenário - desde o inicio de dezembro, e só retorna aos trabalhos na primeira semana do mês de março. Em tese, os vereadores da cidade possuem aproximadamente 120 dias de férias por ano 90, de dezembro a março, e 30, entre julho e agosto. O período é o maior entre os apurados pela reportagem de O Agora. Sendo superior à Assembleia Legislativa da Bahia, que reduziu de 90 para 60 dias, em junho de 2013, e a Câmara Federal, que

O proposta pretende reduzir o recesso de 120 para aproximadamente 55 dias. 15, no período das festas juninas, e 40, entre 20 de dezembro e 1° de fevereiro baixou de 90 para 55. Desde 2005 o parlamento da cidade também possui uma proposta para reformular esse tempo, afirma o

O AGORA - Janeiro de 2014

vereador Lula Maciel (PT). “Há quem diga que mesmo nesse período de recesso os gabinetes e os vereadores continuam trabalhando, e é verdade. Uma vez que já existe esse trabalho, nós estamos querendo garantir, legalmente, que o trabalho aconteça e a gente não precise passar por esse vexame de ter um recesso tão grande e, na prática, a gente continuar trabalhando.” A ideia é que esse número caia de 120 para aproximadamente 55 dias - 15, no período das festas juninas, e 40, entre o dia 20 de dezembro e 1° de fevereiro. Mas por falta das assinaturas necessárias a proposta nunca chegou a sair do papel. Segundo Maciel, apenas ele próprio e o vereador Carlucho (PSB) - coautor do projeto subscreveram a proposição que necessita de pelo menos quatro assinaturas para tramitar. “Além dessas duas, a vereadora Naide Brito [PT] deve assinar, e só fica faltando uma para a gente garantir a tramitação. Sei que boa parte dos colegas não tem interesse nisso, pelas conversas que a gente já teve, mas é um processo que faremos o debate e esperamos resolver em março”, completa o petista.

A posse aconteceu após o vereador Alexandre Marques (PRP) deixar a Câmara para assumir a Secretaria Municipal de Cultura

Zé Augusto volta à Câmara Municipal A

pós um ano fora do plenário da Câmara Municipal, José Augusto (PSB) reassume o mandato de vereador da cidade. O parlamentar já possui quatro mandatos no legislativo municipal e foi o primeiro suplente da coligação PSB/PRP nas eleições de 2012. A posse aconteceu após o vereador Alexandre

Marques (PRP) deixar a Câmara para assumir a Secretaria Municipal de Cultura. Na cerimônia de posse na Câmara, que aconteceu no dia 9 de janeiro, estiveram presente vereadores, secretários municipais, o prefeito Márcio Paiva, além familiares e amigos, que em seus discursos deram boas vindas e ressaltaram a im-

portância da experiência do socialista para a câmara. Muito emocionado, Zé Augusto falou que nunca perdeu a esperança. “Tenho um ano me preparando para esse momento”, comentou, além de reafirmar o compromisso com a cidade. “Eu tenho o prazer de defender as pessoas de Lauro de Freitas”.

Centro Administrativo

TV Câmara

s vereadores aprovaram na última sessão de 2013 o projeto de lei n° 31/2013, que autoriza o poder executivo municipal a contratar operação de crédito para a construção da primeira etapa do Centro Administrativo de Lauro de Freitas (Calf), além da construção da nova Câmara Municipal. O segundo item já era esperado

s sessões da Câmara Municipal de Lauro de Freitas - que voltam a acontecer no mês de março - agora também podem ser acompanhadas via internet, através do site oficial do órgão. No endereço www. cmlf.ba.gov.br, nas terças e quartas-feiras, às 14h, o internauta confere a transmissão em tempo real.

O

há tempo, já que o prédio onde ficam os gabinetes dos vereadores é alugado e não comporta as necessidades, após o aumento de 12 para 17 edis. Outro problema é o plenário onde acontece as sessões, que não cabe mais de 40 pessoas. A moderna concepção arquitetônica de três blocos é uma obra orçada em R$24 milhões.

A

3


ENTREVISTA  “Posso dizer que em 2014 vamos investir pesado para minorar o sofrimento da nossa gente. Novas vias, mudanças no tráfego, pas

“A sensação é de dever cumprido”, afirma

A

tas ruas, visitar os moradores e ver a alegria estampada no rosto das pessoas. Melhora a qualidade de vida, a autoestima, valoriza os imóveis, tudo isso confirma o meu propósito de cuidar das pessoas. Fizemos a obra de alargamento da BA 099 nos Kms 1,5 e 3,5, que embora seja de responsabilidade do Estado, mas não podíamos continuar com aquela situação que praticamente travava a rodovia; agora são sete pistas. Aprovamos o plano de cargos, carreira e vencimento dos servidores. Implantamos o repasse total dos recursos destinados para os agentes comunitários de saúde e agentes de endemias. Antiga luta desta categoria e que agora garantimos a estes trabalhadores. Quanto aos desafios, podemos elencar as chuvas, a mobilidade urbana, o desemprego e a violência. Sofremos muito com as chuvas este ano, mas fomos pra cima, limpando os rios,

pós completar um ano à frente da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, Márcio Paiva define 2013 como um ano muito difícil, mas que superou as suas próprias expectativas. O principal desafio, segundo o chefe do executivo municipal, foi “arrumar a casa e imprimir um novo jeito de governar”. Neste tom, seguiu a entrevista exclusiva feita pelo jornal O Agora, onde Márcio falou basicamente sobre os seus primeiros 12 meses como prefeito, além de pincelar algumas novidades para 2014.

O Agora - O senhor acaba de completar um ano à frente da Prefeitura Municipal. Como foi este período? Quais as principais conquistas e os maiores desafios enfrentados? Márcio Paiva - Posso dizer que este período superou as minhas expectativas. Digo isso com base em conversas com outros amigos prefeitos, uma vez que todos eles reconhecem que 2013 foi um ano muito difícil. Primeiro, pela transição de governo, arrumar a casa e imprimir um novo jeito de governar passa pelo convencimento das pessoas que trabalham no governo e da própria população, visto que toda mudança tem suas dificuldades, mas nos mantivemos firmes e podemos dizer que a sensação é de dever cumprido. Arrumamos a casa, aprovamos os projetos e reformas necessárias, uma vez que estávamos engessados, num conjunto de situações que não fomos nós que planejamos. Agora sim, temos um planejamento, um PPA, um orçamento e um conjunto de reformas que nos permitirão imprimir o nosso jeito de governar. E neste sentido podemos dizer que a nossa grande conquista foi confirmar para a população que a prioridade do nosso governo é cuidar das pessoas. Não me dei-

4

Posso dizer que agora a mudança ganhou musculatura para ser implementada em nossa cidade” xei seduzir pelo conforto do gabinete, e estive nas ruas, presente, junto das pessoas, acompanhando de perto os trabalhos e intervenções, ouvindo as pessoas. Posso dizer que quem esteve comigo nas ruas aprovou o nosso trabalho. Neste ano tivemos conquistas emblemáticas e posso destacar algumas delas: assumimos ainda em campanha que iríamos resgatar a dignidade dos nossos professores, devolvendo os 19% retirados de conquistas históricas e que numa canetada foi arrancado. Foi um ato de muita coragem,

pois este ato ainda veio acompanhado do reajuste anual e que somados chegou aos 27%. Como sempre digo, na gestão posso até cometer erros, mas nunca serei omisso ou covarde. Asfaltamos 42 novas ruas e aqui posso dizer que só quem viveu a vida inteira sofrendo com a lama e a poeira sabe o valor de uma obra destas. É muito gratificante visitar es-

tapando buracos, asfaltando ruas, limpando os bueiros, recolhendo lixo e entulhos e com muita diligência evitamos tragédias e dificuldades para nosso povo. Os desafios foram muitos, mas alguns recebem maior atenção e aqui quero destacar o problema do desemprego, pois eu que venho de uma família simples sei o quanto

Arrumamos a casa, aprovamos os projetos e reformas necessárias, uma vez que estávamos engessados”

é difícil um pai ou uma mãe de família desempregado. E no nosso caso temos ainda a juventude que por faltar capacitação e trabalho são seduzidos pela marginalidade e pelas drogas. A mobilidade urbana, Lauro de Freitas não se preparou para este problema. Quando era vereador usei diversas vezes a tribuna para alertar sobre este problema e nada foi feito. Agora tenho este desafio em minhas mãos e posso dizer que em 2014 vamos investir pesado para minorar o sofrimento da nossa gente. Novas vias, mudanças no tráfego, passarelas, retiradas de sinaleiras que afogam o trânsito e uma fiscalização efetiva para garantir o direito de ir e vir das pessoas. E por fim o desafio da violência, vamos investir na educação, na juventude e na geração de emprego e renda como formas preventivas e que são da nossa responsabilidade, para cobrar com autoridade o que não estiver no alcance da nossa gestão. OA - A sua coligação partidária nas eleições de 2012 elegeu apenas 3 dos 17 vereadores da Câmara Municipal. Como foi iniciar a gestão com minoria no legislativo da cidade? Como está a situação com a Câmara hoje? MP - Eu tenho a honra de ser o primeiro prefeito eleito no exercício do mandato legislativo e o único a ser vereador e prefeito em Lauro de Freitas. Esta condição me fez saber como é preciso ter uma rela-

O AGORA - Janeiro de 2014

ção com opo dos bem do vitó ped Ass gov ind legi casa vere rem assi sult ção refo Lau nua ça. de c vota que de jun pelo

O dez vou do eles Do cam M estã as ao cida Plan pre sere gest ano gest inst a LO ual, dos gov a ap que jurí efet aco carg tos


ssarelas, retiradas de sinaleiras que afogam o trânsito”

a Márcio Paiva

o de respeito e cordialidade m os vereadores. Mesmo na osição sempre votei em tos os projetos que visavam o m do município. A vitória nosso projeto foi uma ória do povo, foram eles que diram e fizeram a mudança. sim, desde o primeiro dia de verno que venho construdo esta relação com a casa islativa. Conheço aquela a, conheço e sou amigo dos eadores e sei que o diálogo move todas as barreiras, foi im que obtivemos um retado positivo com a aprovao dos nossos projetos e das ormas necessárias para que uro de Freitas possa contiar no caminho da mudanDesde já quero agradecer coração aos vereadores que aram a favor dos projetos e vão melhorar a qualidade vida do nosso povo, pois ntos somos responsáveis o destino da nossa cidade.

OA - No começo de zembro a câmara aprou 15 projetos de autoria poder executivo, entre s alguns empréstimos. que se trata especifimente esses projetos? MP - Todos estes projetos ão voltados para garantir melhorias tão necessárias desenvolvimento da nossa ade. Aprovamos o PPA, no Plurianual, onde estão vistos todos os projetos a em implementados pela tão no decorrer dos quatro os. É ele a mola mestra da tão, pois se constitui num trumento de planejamento, OA, Lei Orçamentária An, que define os parâmetros s gastos e investimentos do verno para o ano. Tivemos provação do projeto de lei e disciplina o novo regime ídico único dos servidores tivos do nosso município, ompanhado do plano de gos, carreiras e vencimendos servidores da admi-

nistração geral, com uma lei nova, atualizada e moderna onde se garante direitos para os servidores e disciplina seus deveres, aprovação de uma lei especifica para os servidores efetivos do SUS e SUAS, uma necessidade antiga reivindicada por estas categorias. E aqui é importante salientar que estes projetos foram feitos e elaborados a muitas mãos e não apenas do poder executivo, estiveram presentes os sindicatos que representam estas categorias no município, portanto uma construção coletiva que trará muitos benefícios e segurança para as carreiras de cada uma destas categorias. A reforma administrativa, tão necessária para a modernização da gestão, com ganhos significativos de novas estruturas como a Superintendência da Ordem Pública, a Superintendência de Promoção da Igualdade Racial, um pleito da sociedade de Lauro de Freitas. Tivemos também a implantação da Superintendência de Segurança Municipal, que é um mecanismo importante para servir de elemento comunicador com o Ministério da Justiça na troca de informações e busca de recursos e programas para o município na área de segurança pública, tivemos a aprovação da nova planta genérica do município, com vistas a atualização dos valores dos imóveis, gerando assim maior aporte de recursos para a cidade, sobretudo no IPTU que estavam bastante defasados e por fim os projetos que autorizam o município contrair operações de créditos extraorçamentários para aplicação em obras estruturantes, pavimentação de vias, construção de novos equipamentos públicos. E aqui destacamos o hospital da criança, a clinica especializada para as mulheres. Portanto, posso dizer que agora a mudança ganhou musculatura para ser implementada em nossa cidade.

O AGORA - Janeiro de 2014

EXECUTIVO  Adelon Mira (PRB) é o novo responsável pela Secretaria da Juventude e Trabalho

Prefeito nomeia novos secretários O

ano começou com mudanças no alto escalão do governo municipal. A nomeação dos novos secretários, que aconteceu no dia 6 de janeiro, levou Alexandre Marques (PRP) à Secretaria de Cultura; Adelon Mira (PRB), à Secretaria de Juventude e Trabalho; e a primeira-dama Adriana Paiva à Secretaria da Educação. Substituídos, Márcia Tude, Juliana Guimarães e Edmilson Pereira assumiram outras funções no executivo. As mudanças eram especuladas há meses no meio político da cidade, e além de uma readequação na administração, compõem o governo com novos partidos aliados. Adelon Mira, que foi o pri-

meiro suplente nas eleições 2012, foi indicado pelo PRB. “Surgindo a aliança com o prefeito Márcio Paiva, o presidente do partido, vereador Edilson Ferreira, me convidou para que pudesse assumir a Secretaria da Juventude e Trabalho. De imediato eu aceitei o convite, isso com o aval dos demais companheiros do partido”, explica Adelon, que ressalta o compromisso com o novo cargo. “Obviamente, a secretaria tem ações positivas que pretendemos dar continuidade e, além dessas ações, vamos implementar e desenvolver novas políticas públicas para os jovens munícipes”. O prefeito Márcio Paiva explica que “as mudanças que ocorreram fazem parte de um processo de ajuste natural de gestão, onde

FOTO: NAZARÉ ARAÚJO

A primeira-dama, Adriana Paiva, é a nova Secretária da Educação se agrega novas forças e se realoca algumas peças para melhorar ainda mais a gestão”. Mesmo com as mudanças, o que se pretende é dar continuidade aos projetos já implantados, afirma Alexandre Marques, que também promete novidades. “Esse é um momento ímpar e de aprendizado, onde temos que dar um toque na cultura da cidade, valorizando os artistas e as bandas locais. A gente já chegou com novidades na festa do padroeiro, mas o que queremos é continuar com os projetos implantados, além de estudar novos projetos para fazer o melhor pela cidade.”

5


CIDADE  Revista Exame aponta que a cidade ocupa a 11ª posição no ranking dos 25 municípios médios que mais cresceram

Lauro de Freitas está entre as cidades médias que mais cresceram no Brasil

L

auro de Freitas tem o que comemorar nestes primeiros dias de 2014. Informações divulgadas pela Revista Exame, no mês de dezembro, aponta que a cidade ocupa a 11ª posição no ranking das 25 cidades médias que mais cresceram nos últimos anos, em relação às capitais. O estudo considerou mu-

6

nicípios com população entre 100 e 500 mil habitantes. Os resultados publicados são a partir de dados das estimativas populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para os anos de 2003 e 2013, que por sua vez são calculadas a partir dos números reais dos censos 2000 e 2010, respectivamente.

Lauro de Freitas tem conquistado também notoriedade em outros segmentos. De acordo com informações divulgadas, também no mês de dezembro, pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a cidade

registrou 775 novos postos de trabalho formal. Com essa marca, o município conquistou a terceira colocação no ranking de cidades com mais de 30 mil habitantes, na geração de empregos no mês de novembro. A pesquisa indica ainda que Lauro de Freitas ficou atrás apenas da capital do es-

tado, Salvador, e da cidade de Feira de Santana - ambas registraram respectivamente 6.769 e 1.148 postos de trabalho. Em números gerais, a Bahia conquistou a marca de 59.624 empregos no período de janeiro a novembro de 2013, ficando em primeiro lugar no acumulado do ano da região nordeste.

O AGORA - Janeiro de 2014


ESPORTE  Rubens Diego - apelidado de “Manchinha“- e Elias Roberto Júnior conquistaram ouro e bronze no Campeonato Brasileiro Classe Cadete

Projeto gratuito forma campeões em Lauro

A

través do projeto Lutar Para Vencer, realizado pela Associação de Pugilismo União de Lauro de Freitas (Aspugulf), jovens da cidade se destacam no boxe nacional. Em outubro, os atletas Rubens Diego - apelidado de Manchinha - e Elias Roberto Júnior conquistaram ouro e bronze no campeonato brasileiro classe cadete, realizado no estado de Sergipe. Segundo o professor Elias Roberto - o popular “Reizinho do Boxe” - “a ideia principal do projeto é trabalhar com as comunidades e dar novas expectativas de vida para os jovens”.

O AGORA - Janeiro de 2014

Mas, com os treinamentos e o alto nível dos atletas, a conquista de títulos é inevitável. O projeto atende cerca de 250 jovens em núcleos nas Escolas Eurides Santana e Mário Cóvas, na Itinga, e Parque do Saber, no centro da cidade. As aulas gratuitas também despertam o interesse de diversos bairros. O atleta Manchinha, que trouxe o ouro para casa, mora no Jambeiro, mas faz questão de se deslocar para os treinos. “O boxe representa tudo na minha vida. Se tiver patrocínio para ajudar, o meu futuro é esse”, desabafa o atleta expondo as maiores dificul-

O projeto atende cerca de 250 jovens, em núcleos na Itinga e no Centro dades. O projeto não possui nenhum tipo de patrocínio e só conta, eventualmente, com a ajuda de pequenos parceiros, que não suprem os altos custos de manter a modalidade. Mesmo com as dificuldades, Reizinho garante que os trabalhos não vão parar. Interessados em aprender ou ajudar o grupo devem comparecer a um dos núcleos.

7


Redação Texto, edição e diagramação: Helton Carlucho Colaboradores: Anderson Carlucho, Andressa Silva e Tássila Nascimento Nº 8 Jeneiro de 2013 - Lauro de Freitas - BA

8

Administração Diretor-geral: Helton Carlucho Diretor comercial: Angelo Soares Distribuição: Evilásio Junior e Manuel Conceição

Jornal mensal com distribuição gratuita Tiragem desta edição: 10mil exemplares Rua Cardeal Brandão Vilela, Jardim Centenário, Quadra A M1 - Itinga Lauro de Freitas- Bahia - CEP 42700-000

Telefone: (71) 8168-7951 / 9374-1159

O jornal O Agora não se responsabiliza pelas opiniões publicadas nos artigos e entrevistas, assim como qualquer serviço ou produto das empresas anunciantes.

O AGORA - Janeiro de 2014


O Agora - Janeiro de 2014