Page 1

TRF-4 nega último recurso de Dirceu, e ex-ministro pode voltar a ser preso Pág - 2 ANO 12

NÚMERO 2601

SÃO LUÍS - MA, SEXTA-FEIRA, 18 DE MAIO DE 2018

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Governador entrega Cheque Minha Casa em cidades atingidas pelas chuvas.Pág-7

EMPREGO

Falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros, aponta IBGE No Brasil, falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros. É o que mostra a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) trimestral divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,7% no 1º trimestre de 2018, a maior da série histórica da PNAD Contínua, iniciada em 2012. O contingente de subutilizados também é o maior já registrado pela pesquisa. Página - 5

Prefeito Edivaldo fortalece assistência social às crianças com deficiências e suas famílias

Após mais de 27 mil adesões, Moto Legal chega à 3ª edição

Página 7

Flávio Dino nomeia Alberto Bastos novo Defensor Público-Geral do Maranhão Página 2

PÁGINA - 6

Mais

Flávio Dino recebe vereadores de São Luís para debater investimentos Pág - 3

Prefeitura de São Luís abre processo seletivo simplificado para o programa Mais Alfabetização A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), abre processo seletivo simplificado para o programa federal Mais Alfabetização (PMALFA). Estão disponíveis 62 vagas, que serão preenchidas por meio de prova de título para a função de Assistente de Alfabetização Voluntário, prevista no programa.Página 7

www.oquartopoder.com

Mais

Safra recorde alavanca movimentação do Porto do Itaqui Pág - 5

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

Flávio Dino nomeia Alberto Bastos novo Defensor Público-Geral do Maranhão

O governador Flávio Dino nomeou, na manhã desta quinta-feira (17), o novo Defensor Público-Geral do Estado do Maranhão, Alber to Pessoa Bastos, para o biênio 2018-2020. Em reunião realizada no Palácio dos Leões, eles conversaram sobre as novas demandas da Defensoria e os desafios para continuar expandindo e aproximando o órgão da população. De acordo com Alberto Bastos, uma das prioridades da gestão será reformular o atendimento da Defensoria Pública, afim de priorizar a

solução administrativa dos conflito. “A gente pretende implantar na Defensoria Pública uma política uniforme voltada para a prevenção de litígios, reduzindo o número de judicializações. Isso vai fazer com que o defensor público também tenha tempo de atuar de forma coletiva junto à comunidade”, afirmou. A nomeação foi acompanhada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Rodrigo Lago, e pelo procurador geral do Estado, Rodrigo Maia. Para Maia, a relação harmônica e independente com a Defensoria ajuda na resolu-

ção de demandas da comunidade. “A Defensoria é um ator importante no processo de efetivação de direitos. Nós temos um trabalho muito exitoso ao longo dessa gestão, na relação com a Defensoria. Fizemos muitos acordos, inclusive em processos de natureza coletiva, o que dá uma dimensão mais ampla da nossa possibilidade de atender as demandas”, disse. “Acreditamos que Alberto Bastos será um parceiro e um interlocutor importante para nós darmos continuidade nesse trabalho de rea-

lização dos direitos, que nós todos como servidores temos essa missão de efetivar para a população”, defendeu Rodrigo Maia. Alberto Pessoa Bastos foi nomeado pelo governador Flávio Dino para comandar a Defensoria Pública do Maranhão após ser escolhido em votação interna do órgão. Antes, ele foi coordenador do Núcleo de Defesa do Consumidor, onde executou um trabalho próximo da comunidade, agindo na prevenção de litígios. O trabalho à frente da Defensoria terá início no dia 1º de junho.

Cantanhede

MPMA aciona cinco pessoas por irregularidades na compra de merenda escolar O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Cantanhede ingressou, nesta terça-feira, 15, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-prefeito José Martinho dos Santos Barros; o ex-secretário de Agricultura Paulo Henrique da Silva Coelho; e o atual secretário municipal de Administração e Finanças Manoel Erivaldo Caldas dos Santos, à época dos fatos titular da Secretaria de Governo. Tam bém f igu r am na Ação a Associação das Quebradeiras de Coco do Povoado Candiba e as expresidentes Maria Aparecida Veras Sousa e Castorina Neres Gomes. De acordo com denúncias feitas à Promotoria de

Justiça, a Associação das Quebradeiras de Coco teria sido contratada irregularmente para o fornecimento de gêneros alimentícios às escolas do Município, o que foi confirmado por análise da Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça. Entre os problemas apontados estão a falta de autorização para o procedimento de dispensa de licitação, que também não foi autuado, protocolado e numerado; a falta de descrição precisa do objeto contratado; a falta de qualificação e quantificação do público a receber os alimentos; e a ausência de critérios objetivos para a seleção da entidade entre outros. Além disso, de acordo com a Receita Federal, na época dos fatos a Associação estava em situação irre-

gular. A Secretaria de Estado da Fazenda também informou ao Ministério Público que as notas fiscais supostamente emitidas estavam em desacordo com a legislação, sendo consideradas inidôneas para todos os efeitos fiscais. Em seus depoimentos, Maria Aparecida Sousa e Castorina Gomes negaram que a Associação fornecesse gêneros alimentícios ao Município, tendo entregue, somente uma vez, 80kg de mesocarpo à Prefeitura. A entidade teria fornecido apenas a conta bancária, que recebia os recursos públicos. Mensalmente, as responsáveis pela Associação das Quebradeiras de Coco iam ao Banco do Brasil acompanhadas do ex-secretário de Agricultura, Paulo Coelho, ou

da coordenadora de Compra Local, identificada como Marivone, onde sacavam o dinheiro que seria entregue aos reais fornecedores. Não há nenhuma prova, no entanto, de que o dinheiro seria, de fato, repassado e nem que as mercadorias eram entregues. Para o promotor de justiça Tiago Carvalho Rohrr, “as inúmeras ilegalidades apontadas pela análise técnica da Procuradoria Geral de Justiça não deixam dúvida de que a contratação direta da Associação das Mulheres Quebradeiras de Coco foi totalmente planejada/forjada com o objetivo de desviar dinheiro público, mediante a suposta entrega de gênero alimentício por pessoas alheias àquelas integrantes da contratada”.

TRF-4 nega último recurso de Dirceu, e ex-ministro pode voltar a ser preso O último recurso de José Dirceu na segunda instância foi negado por unanimidade pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) nesta quinta-feira (17), em julgamento em Porto Alegre. Com a decisão, acabam as possibilidades da defesa de recorrer no tribunal, e o ex-ministro pode voltar a ser preso. Neste processo da Lava Jato, Dirceu foi condenado a 30 anos e 9 meses de prisão. Quando a sessão do TRF-4 terminar – há outros julgamentos na pauta – é emitido um documento chamado de extrato de ata no processo, que será enviado a 13ª Vara Federal de Curitiba, que condenou Dirceu na primeira instância. A juíza substituta Gabriela Hardt, então, já poderá mandar executar a pena. O juiz Sérgio Moro está em viagem. Dirceu ainda pode recorrer da condenação a instâncias superiores. Ele é acusado dos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro em processo que investiga irregularidades na diretoria de Serviços da Petrobras, dentro da Operação Lava Jato. O ex-ministro chegou a ficar preso no Paraná entre agosto de 2015 e maio de

2017, quando conseguiu no Supremo Tribunal Federal (STF) um habeas corpus para aguardar o julgamento dos recursos em liberdade – mas com monitoramento por tornozeleira eletrônica. Em 19 de abril deste ano, o ministro do STF Dias Toffoli negou liminar em que defesa de Dirceu solicitava que ele não voltasse para a prisão mesmo após concluídos os recursos no TRF-4. Toffoli afirmou que não poderia decidir sobre esse pedido sozinho e encaminhou a decisão final à Segunda Turma, composta por cinco ministros, que ainda não analisou a matéria. Esse último recurso negado no TRF-4 foi o de embargos de declaração, que permite verificar se existe alguma dúvida, contradição ou explicação a ser dada sobre a decisão. Ele foi julgado na 4ª Seção, formada por seis desembargadores, que é a mesma que negou os embargos infringentes em 19 de abril. Entre os pedidos da defesa estava o recálculo da pena. A pena de Dirceu é a segunda mais alta dentro da Lava Jato até o momento. A primeira é a que foi aplicada a Renato Duque: 43 anos de prisão. Do G1

Aprovado projeto que permite concessão de uso de áreas do Parque Independência O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta quintafeira (17), o Projeto de Lei 030/2018, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Executivo Estadual a celebrar contratos de concessão e uso oneroso de áreas de terras e edificações do denominado Parque Independência. Agora, o projeto, cujo texto está publicado no Diário da Assembleia, edição de 1º de março de 2018, segue para sanção governamental. De acordo com a Mensagem 009/2018, encam inhada ao Legislativo Estadual pelo governador Flávio Dino, no local será implantado o Residencial Parque Independência, no âmbito dos Programas "Minha Casa Minha Vida" e "Minha Casa Maranhão", do Governo do Estado do Maranhão. O Decreto 32.825, as-

sinado em abril de 2017 pelo governador Flávio Dino, autoriza a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano a promover a retificação e desmembramento da ár ea onde s er á im plantado o residencial. A mensagem diz ainda que o Parque Independência é área de localização estratégica, próximo ao principal aeroporto do Estado e à Universidade Estadual do Maranhão (Uema). Contudo, sua atual forma de utilização, voltada a eventuais e espars as ex posiç ões, ac aba por tornar o terreno de tão amplas dimensões (uma área total de 676.650,96 metros quadrados) um vazio no tecido urbano ludovic ens e, desc um pr indo sua função social preconizada pela Cons tituiç ão Federal, bem como pela Lei Federal 10.257/2001 (Estatuto das Cidades).


Política

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

Flávio Dino recebe vereadores de São Luís para debater investimentos na capital

Reunião aconteceu na manhã desta quinta-feira (17), no Palácio dos Leões

O governador Flávio Dino rec ebeu visita de cortesia do presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Astro de Ogum, e do vereador Osmar Filho, eleito presidente da casa para o biênio 20192020. Durante o encontro, realizado na manhã desta quinta-feira (17), no Palácio dos Leões, foram apresentadas propostas de infraestrutura para a capital maranhense. “O governador Flávio Dino sempre traz boas esperanças. Os vereadores

apresentaram demandas de parceria com o Governo do Estado, focando a infraestrutura da cidade. A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) vai analisar as propostas”, afirmou Astro de Ogum. De acordo com o presidente da Câmara, a presença do próximo presidente Osmar Filho, do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr., e do deputado federal Weverton Rocha na reunião mostra a unidade entre os poderes. “A vinda de ambos os pre-

sidentes e demais líderes mostra que a harmonia permanece na Câmara de Vereadores, nada mudou. Buscamos soluções conjuntas para a cidade”, disse. Nova presidência A reunião também serviu para a Câmara de Vereadores apresentar os cumprimentos da nova presidência da Casa. “Fizemos uma visita institucional ao governador Flávio Dino. Assumirei o comando da Casa a partir de janeiro, e observamos que há, de fato, uma parceria

consolidada e efetiva entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís”, defendeu Osmar Filho. Para o biênio 20192020, Osmar Filho afirma que pretende aproximar a população da representação na Câmara. “Queremos continuar avançando, cada vez mais aproximar o cidadão do parlamento municipal, despertando o interesse de par tic ip ar das gr an des dis cus sões , que levam ao progresso da cidade e das pessoas”, finalizou.

Penha propõe que ações do Conselho Tutelar sejam divulgadas em escolas de São Luís

O vereador Raimundo Penha (PDT) apresentou na Câmara Municipal de São Luís, este mês, período no qual a sociedade se une, de form a m ais

enérgica, para discutir e elaborar diretrizes relacionadas ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças, projeto de lei que

determina a obrigatoriedade para que ações e contatos telefônicos do Conselho Tutelar sejam divulgadas no ambiente das escolas das redes pública e privada de ensino da capital maranhense. De acordo com a proposta, que está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, os estabelecimentos públicos e privados de São Luís deverão afixar, em loc ais visíveis e de fácil acesso, cartazes com dados explicativos sobre o Conselho Tutelar e suas com petências; além do número telefônico da sua respectiva circunscrição. Na avaliação do vereador, tal medida irá contri-

buir para que o cidadão se sensibilize e denuncie, caso necessário, agressões às crianças e adolescentes, im pedindo a disseminação da violência e maus tratos. “O Estatuto da Criança e do Adolescente garante que nenhum integrante deste público será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão. A proposta apresentada visa aproximar o cidadão do cumprimento da Lei, pois possibilita que o mesmo aja em favor dos mais fracos, corrigindo e até evitando os maus tratos das nossas crianças e adolescentes”, afirmou o vereador.

www.oquartopoder.com

3

Josué Pinheiro pede recuperação de rua que interliga avenidas no Cruzeiro do Anil Em razão da Rua 03 de janeiro, localizada no bairro Cruzeiro do Anil, ser uma via de grande importância que interliga as Avenidas Casemiro Junior e Jerônimo de Albuquerque, encontrar-se em péssimo estado de conservação, o vereador Josué Pinheiro (PSDB) está com o requerim ento nº 175/2018 pleiteando a sua recuperação. A proposição do parlamentar social democrata solicita que a Câmara Municipal de São Luís encaminhe ofício ao prefeito Edivaldo Holanda Junior, no sentido de o admini s t r ad or do m u nic íp io determine ao setor competente de sua gestão a executar serviços de recuperação asfáltica da referida via. O vereador do PSDB explica que essa rua “consiste num corredor

de grande tráfego de veículos, pois serve de interligação entre as Avenidas Casemiro Junior e J er ônim o de Albuquer que”. Prosseguindo Josué Pinheiro diz que está sendo necessária a tom ada de providências urgentes “pois a citada via está muito mal conservada, tendo sido agravada a situação pelo período chuvoso”. Josué Pinheiro afirma ainda que “está sendo imprescindível os serviços de m anutenção perm anente para corrigir as imperfeições e buracos ex is tentes n o loc al ” , e para finalizar acrescenta: “a medida irá proporcionar melhoria da m obilidade urbana, assim como da qualidade de vida da comunidade local, facilitando a trafegabilidade de veículos, e a consequente prevenção de acidentes”.

Chaguinhas pede reforma de campo e quadra no Jardim São Cristóvão Na tarde desta quartafeira,16, o vereador Francisco Chaguinhas (PP), acompanhado do deputado estadual Jota pinto (PEN) e de membros da comunidade, visitaram o campo e a quadra poliesportiva do Jardim São Cristóvão. No ato, foi constatado que ambos precisam urgentemente de uma ampla reforma, que segundo o parlamentar, será solicitada ao executivo municipal. " Fu i p r o c u r ad o p el a nossa comunidade para que o campo e a quadra que estam em péssimas condições sejam urgentemente reformada, para que

a comunidade possa usufruir do bom e do melhor. Entrarei com um pedido na câmara de São Luis solicitando ao prefeito para que atenda a esse pleito", disse. Participando da visita, o deputado estadual Jota Pinto (PEN), também ouviu os moradores e irá solicitar as autoridades competentes a reforma do campo e da quadra. "Essa é uma quadra muito importante para a comunidade do Jardim São Cristovão, que sem sombras de dúvidas, com a reforma irá atender muito bem toda a comunidade", disse.

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555 \ (98) 98783-9244


4 Esportes e saúde

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

Proposta alta pode fazer Carille trocar Corinthians por Al-Hilal O Corinthians corre risco real de perder o treinador Fábio Carille para o Al-Hilal, da Arábia Saudita, já na próxima semana. Seduzido pelos valores oferecidos pelos árabes (mais que o dobro do salário recebido no Timão) e por um contrato longo, de dois ou três anos, o técnico está propenso a aceitar o novo desafio. As conversas se dão por meio do empresário do treinador, Paulo Pitombeira, e o resto do estafe. A resposta deve ser dada até a próxima semana, quando a delegação do Corinthians volta de longa viagem. Depois da Venezuela, onde enfrenta o Deportivo Lara, nesta quinta-feira, pela Taça Libertadores, o Timão vai direto ao Recife, cidade do duelo contra o Sport, domingo, pelo Brasileirão. A imprensa árabe e perfis de notícias do Al-Hilal nas redes sociais apontam que Ca-

rille é, ao lado do português Jorge Jesus, do Sporting, de Portugal, um dos cotados para assumir o comando da equipe. Ramon Diaz, que comandava o time árabe, foi demitido em fevereiro. Jesus não deve continuar no Sporting para a próxima temporada. A diretoria corintiana, que está na Venezuela para o jogo contra o Deportivo

Lara, foi informada sobre a situação e se prepara para a possível perda. Ainda não há pistas sobre um possível substituto de Carille. O contrato já está nas mãos de advogados que trabalham com Fábio Carille. Por isso, o Corinthians acredita que é grande a chance de ele sair. Caso a saída se confirme,

Carille deve levar o auxiliar Leandro da Silva, o Cuca, e o preparador físico Walmir Cruz, além de mais um membro da comissão técnica atual. Na quarta-feira, em entrevista ao GloboEsporte.com, o técnico afirmou: – Eu viajei para cá, recebi algumas ligações sobre isso, mas não falei com meu empresário sobre o assunto. Tenho recebido várias propostas e tenho recusado. Essa agora que chegou eu não escutei do meu empresário ainda. É bem provável que ele me chame para falar disso na segunda-feira. Desta vez, porém, a situação é diferente. Sondado recentemente pelo Flamengo, que também oferecia salário maior do que ele tem no Corinthians, Carille avaliava que seria ruim trocar o Timão por outro clube do país. Com o Al-Hilal não há esse impedimento. Do G1

Sampaio Corrêa

Sobral celebra boa partida e acredita que a equipe ainda pode evoluir mais A equipe do Sampaio Corrêa teve uma atuação coletiva praticamente perfeita, que resultou em um placar categórico sobre o Vitória, e uma vantagem considerável para o jogo da volta, na próxima semana, em Salvador. Entre os destaques individuais está o meia Fernando Sobral, que ajudou bastante no combate no meio campo e ainda auxiliou na linha de frente: “Todos se empenharam ao máximo querendo mostrar o seu potencial e esse esforço foi traduzido em um ótimo re-

sultado. Mas ainda é pouco. Podemos evoluir mais e vamos seguir trabalhando forte para manter essa pegada”, afirmou. Sobral considera a vantagem obtida muito boa, mas alerta para os perigos da partida de volta: “Conquistamos uma vantagem excelente, mas não tem nada ganho. O Vitória é um grande adversário, equipe que disputa a Série A, e precisamos jogar com o mesmo espírito para conseguir a classificação. Ainda restam 90 minutos”, frisou o meia Tricolor. Deixando a Copa do Nor-

deste um pouco de lado, Fernando Sobral já pensa no confronto contra o Brasil de Pelotas pela Série B: “A vitória nos deu moral, mas já temos outro jogo complicado pela frente. Estamos fechados, buscando o melhor entrosamento, e vamos a campo com a mesma entrega para buscar um resultado positivo”, concluiu. Sampaio Corrêa e Brasil de Pelotas se enfrentam neste sábado, às 21h30, no Estádio Bento Freitas. A partida terá transmissão exclusiva pelo canal Premiere Futebol Clube.

Desde 2015, Brasil teve 351 mortes de fetos, bebês e crianças associadas ao vírus da zika

Jessé, 10 meses, foi diagnosticado com microcefalia logo após o nascimento. A foto foi feita no Distrito Federal em 2017. (Foto: Marília Marques/G1 )

Desde o início do registro das más-formações associadas ao vírus da zika no Brasil (novembro de 2015), o país teve 351 mortes provocadas por infecção pelo vírus, mostra último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde (que contabilizou dados até 14 de abril de 2018). No total, foram registrados 1015 mortes suspeitas; dessas, 308 foram confirmadas e 43 foram classificadas como prováveis. Ainda, 53 mortes foram inconclusivas, 181 óbitos permanecem em investigação, e 363 foram descartados. Em relação às notificações -- e não casos confirmados -- os estados que apresentaram maior númer o f or am : Pe r nam b uc o (175), Bahia (103), Rio de Janeiro (88), Minas Gerais (71) e Ceará (69). Confira a divisão por região (não há mortes na Sul): Em relação ao número de casos, o país registrou 3596 casos de anomalias em fetos no período. Desses, 3149 foram confirmados por exames laboratoriais e 447 foram classificados como prováveis. Ao todo, foram notificados 15.874 casos no período; desses, 7140 foram descartados e 2795 permanecem

em investigação. Como no início do surto, a maior parte das notificações ocorreu no Nordeste (59,8%); depois, a região Sudeste com (24,4%) e a Centro-Oeste (7,3%). ). Consistente com os estados que registraram mais mortes, os cinco estados com maior número de casos notificados foram Pernambuco (16,7%), Bahia (16,1%), São Paulo (9,3%), Paraíba (7,2%) e Rio de Janeiro (7,1%). O número de notificações de anomalias sofreu forte queda entre 2016 e 2017, conforme demonstra gráfico abaixo: Cuidados em saúde Segundo o boletim, de todos os casos confirmados, 72,8% estavam recebendo algum tipo de cuidado em saúde. Em relação ao protocolo do Ministério da Saúde, 24% estavam recebendo o tratamento completo (puericultora - orientações após o nascimento, estimulação precoce e atenção especializada). Dificuldades de locomoção e de vagas, além da complexidade do tratamento, podem justificar a ausência de todo o tratamento. Do G1


Municípios 5

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

Safra recorde alavanca movimentação do Porto do Itaqui Com 2,5 milhões de toneladas de soja movimentadas neste ano, o Porto do Itaqui vem mantendo a curva de crescimento na exportação desse grão, repetindo a performance de 2017, ano de super safra. O êxito da produção de grãos deve mais uma vez contribuir em grande parte para elevar o Produto Interno Bruto (PIB) do estado ao maior do país, como ocorreu em 2017. Do total de movimentações do Porto do Itaqui neste ano, a exportação de soja responde por 40%. Em seguida vêm os combustíveis, celulose, fertilizantes e cobre. “Visitamos recentemente a região Sul do Maranhão, acompanhando o governador Flávio Dino, e pudemos constatar o otimismo do produtor com a safra 2017/2018. Para nós isso se traduz em aumento da responsabilidade que temos na consolidação do Porto do Itaqui como principal porto escoador de grãos do Arco Norte do Brasil”, afirma o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago. Além da soja produzida no Maranhão, o volume que passa pelo Itaqui contempla a produção de Tocantins, Mato Grosso, Piauí e Pará, o que demonstra que o porto público maranhense é hoje um empreendimento estratégico para toda a região centro norte do país. Para celebrar com o produtor maranhense esse momento positivo para o Mara-

nhão, com novos recordes na produção de grãos, o Porto do Itaqui participa da 16ª edição da Agrobalsas – o maior evento agropecuário do Norte e Nordeste do país. Investimentos - Um dos destaques do porto público maranhense neste cenário é o trabalho que vem sendo feito para absorver a demanda decorrente da importância que o Itaqui vem ganhando para todo o Arco Norte do Brasil. “Nesse sentindo, a EMAP vem se preparando, desde 2015, com um acelerado processo de modernização que contempla infraestrutura portuária, tecnologia e segurança”, des-

taca Ted Lago. Em 2017 foram investidos R$ 60 milhões, com recursos próprios da EMAP, em projetos de manutenção e ampliação da infraestrutura portuária. E de 2015 até agora foram mais de R$ 150 milhões em obras e ações que garantem a produtividade e a segurança das operações, atraindo cada vez mais a confiança do investidor e do produtor. Essas ações vêm contribuindo para consolidar o Porto do Itaqui entre os portos de referência no país e viabilizar o desenvolvimento do setor do agronegócio no estado e região. Acompanhando a tendência de cresci-

mento verificada em 2017, quando obteve 22% de aumento em relação ao previsto, também o volume de movimentação de fertilizante deve continuar em alta neste ano. Investimentos em logística fora da poligonal do Itaqui apontam para esse crescimento e a movimentação de grãos, que atingiu 8 milhões de toneladas em 2017, deve crescer 13% em 2018. Todos esses avanços podem ser conferidos no estande do Porto do Itaqui na Agrobalsas, até sábado (19). E quem quiser o registro desse momento poderá levar para casa uma fotografia instantânea de sua visita.

Falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros, aponta IBGE No Brasil, falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros. É o que mostra a Pesquis a Nac ional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) trimestral divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,7% no 1º trimestre de 2018, a maior da série histórica da PNAD Contínua, iniciada em 2012. O contingente de subutilizados também é o maior já registrado pela pesquisa. O grupo de trabalhadores subutilizados reúne os desempregados, aqueles que estão subocupados (menos de 40 horas semanais trabalhadas) e os que fazem parte da força de trabalho potencial (não estão procurando emprego por motivos diversos). Veja o que são considerados trabalhadores subutilizados e quantos estavam nessa condição no 1º trimestre de 2018: 13,7 m ilhões de des em pr egados : pess oas que não trabalham, mas procuraram empregos nos últimos 30 dias; 6,2 milhões de subocupados: pessoas que trabalham menos de 40 horas por semana, mas gostariam de trabalhar mais; 7,8 milhões de pessoas que poderiam trabalhar, mas não trabalham (força de tra-

balho potencial): grupo que inclui 4,6 milhões de desalentados (que desistiram de procurar emprego) e outras 3,2 milhões de pessoas que podem trabalhar, mas que não têm disponibilidade por algum motivo, como mulheres que deixam o emprego para cuidar os filhos. No 4º trimestre de 2017, a taxa de subutilização da força de trabalho tinha ficado em 23,6%, reunindo 26,4 milhões de pessoas. Já a taxa média anual para 2017 ficou em 23,8%. O coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, apontou que na comparação com o 1º trimestre do ano passado, o número de desocupados caiu em 487 mil pessoas, enquanto o de trabalhadores subutilizados aumentou em 1,1 milhão e o de desalentados aumentou em 512 mil. Segundo o pesquisador, esse quadro enfatiza o quanto a situação do mercado de trabalho brasileiro segue desfavorável. "Tudo que acontece no mercado de trabalho é reflexo de um cenário econômico, de incerteza política", apontou Azeredo A taxa de desemprego subiu para 13,1% no 1º trimestre, atingindo cerca de 13,7 milhões de brasileiros, segundo já havia sido divulgado anteriormente pelo IBGE. Do G1

Fundação Palmares certifica mais de 30 comunidades quilombolas A Fundação Cultural Palmares, entidade vinculada ao Ministério da Cultura, certificou mais 31 comunidades remanescentes de quilombos no Maranhão. Com isso, o Estado contabiliza 518 certidões e 713 comunidades reconhecidas. Para o assessor de quilombos da Secretaria de Igualdade Racial, Eduardo Filho, o trabalho do governo está chegando às comunidades quilombolas mais distantes do Maranhão. “Estivemos em Pastos Bons visitando as comunidades de Jacu e Cascavel, onde fizemos as primeiras tratativas com aquelas comunidades e hoje temos o reconhecimento da Palmares certificando estas comunidades e outras mais”. A Fundação Palmares é o órgão federal encarregado

de emitir a Certidão de Autodefinição de Comunidade Remanescente de Quilombo e, desta forma, passa a reconhecer legalmente que aquela comunidade e o território que ocupa têm relação com os antigos quilombos de escravos. Com a certidão a comunidade quilombola passa a ter direitos e amparos legais assegurados pelos artigos 215 e 216 da Constituição Federal, que se referem à defesa e à valorização do patrimônio cultural brasileiro e afro-brasileiro e à obrigação do poder público em promover e proteger estes patrimônios culturais. Além destes normativos legais, também o artigo 68 do Ato das disposições constitucionais transitórias garante a propriedade definitiva de seu território aos remanes-

centes das comunidades dos quilombos que estejam ocupando suas terras. A partir dessa certificação os moradores das comunidades passam a ter direito a benefícios sociais, como participação nos programas federais Minha Casa, Minha Vida Rural, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, CRAS quilombola, redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65%, podendo chegar até 100%. Além disso, com o certificado emitido pela Fundação Palmares, as comunidades remanescentes de quilombo podem entrar com o processo de regularização de seu território junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Eduardo Filho garante

que o governo do Estado está comprometido com o desenvolvimento do povo quilombola do Maranhão. “Nosso governo vai continuar esse processo de identificar as comunidades, fazer oficinas de fortalecimento da identidade étnica, esclarecer a necessidade da certificação, contribuir no processo de reconhecimento e levar ainda mais as políticas públicas para essas comunidades historicamente esquecidas”. "Neste processo, destaco o empenho da equipe da Secretaria de igualdade racial, na pessoa do secretário Gerson Pinheiro, que vem se colocando na vanguarda do fortalecimento das comunidades quilombolas do Maranhão”, completou Eduardo. Processo de certificação - Para que a Fundação

Palmares emita a certificação, a comunidade quilombola deve fazer uma assembleia com a finalidade única de se autodeclarar como remanescente de quilombo. A ata desta assembleia deve ser protocolada junta à Fundação em um processo que inclui também outros documentos como um levanta-

mento histórico da ancestralidade, do território, das tradições, festas e costumes. Após a verificação da autenticidade das informações é emitido o certificado de reconhecimento da comunidade ou do território (que engloba duas ou mais comunidades) e a publicado no Diário Oficial da União.


6

Geral

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

São Luís

Forças de segurança estão agindo de forma ágil e célere na Região Metropolitana A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) está agindo de forma ágil e célere no combate à criminalidades na Região Metropolitana de São Luís. Nos últimos dez dias, as Polícias Civil e Militar do Maranhão (PMMA) deram respostas imediatas a crimes de grande repercussão. No domingo (6), a PMMA, por meio do 9º BPM, prendeu, em flagrante, Edgleyson Ray Garcia e Janílson Dias Reis. Os dois são suspeitos de envolvimento no homicídio de Pedro Matias Reis Martins, 7 anos, no Bairro de Fátima. A criança foi alvejada após disparos feitos por Edgleyson destinados ao seu desafeto. No mesmo dia, policiais do 8º BPM, com apoio da Polícia Federal, prenderam Wanderson Baldez. Ele é suspeito de ter participado do latrocínio do delegado David Farias Aragão, 36 anos, durante assalto no bairro do Araçagi, em São José de Ribamar. Na segunda-feira (7), por meio de uma ação da Polícia Civil, foi apreendido, no bairro da Divinéia, o adolescente suspeito de ter participado do crime. Elucidando o caso, na sexta-feira (11),

foi feita a prisão de Davi Castro Martins, apontado como o autor dos disparos que atingiram a vítima. Na quinta-feira (10), policiais do 6º BPM prenderam Natanael Pacheco, Gabriel Messias Gomes Caldas e José Ricardo de Castro, suspeitos de integrarem uma facção criminosa com atuação no bairro da Cidade Olímpica. Eles são apontados como autores do disparo de arma de fogo que matou Nuciele Nádia de Brito Ferreira, 10 anos, na porta de uma igreja evangélica. A Superintendência de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP) conseguiu, na segunda-feira (7), a prisão de Fernando Viegas, acusado do homicídio do empresário e músico José de Jesus Meneses Júnior “J.J”, em dezembro de 2017 em São Luís. Combate ao crime organizado - A Polícia Civil, por meio da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC), prendeu, na segunda-feira (9), na cidade de Santa Luzia do Tide, Clauton Barbosa Gonçalves, suspeito de liderar uma organização especializada em ataques a carros fortes no interior do

Nos últimos dez dias, as Polícias Civil e Militar do Maranhão deram respostas imediatas a crimes de grande repercussão. (Foto: Gilson Teixeira)

Maranhão. Ele estava com um arsenal composto de fuzis, incluindo um de calibre ponto 50, além de espingardas, pistolas e munições. Todo o armamento foi, também, apreendido pela polícia. Combate ao tráfico de drogas - Policias da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) prenderam, na terçafeira (8), no município de Raposa, Paulo Clemilton Silva Lima, 46 anos, suspeito pelo crime de tráfico de drogas. Com ele foram apreendidos cerca de 280 quilos de ma-

conha prensada. Na avaliação dos gestores da SSP, o bom desempenho na área de segurança é consequência das melhores condições de trabalho e salariais oferecidas aos policias, melhorias dos equipamentos de segurança, além de várias medidas administrativas colocadas em prática, como a atuação integrada das forças de segurança. Os serviços de inteligência estão garantindo informação e conhecimento para alimentar a estratégia do setor de combate à criminalidade.

Chegada de ebola a área urbana em surto atual deixa República Democrática do Congo em alerta O surto de ebola na República Democrática do Congo entrou numa nova fase, após um caso de infecção pelo vírus ter sido detectada pela primeira vem em Mbandaka, uma das principais cidades do país, afirmou o Ministério da Saúde congolês. A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmou a infecção detectada em W angata, uma das três zonas de saúde de Mbadanka, cidade de 1,2 milhão de habitantes no noroeste do país. Até o momento, as 23 mortes atribuídas ao mais recente surto do vírus no país haviam sido detectadas em localidades remotas, fazendo com que as autoridades tivessem mais chance de isolar as infecç õe s . O p r i m ei r o c as o ocorrido em uma zona urbana aumenta os temores de uma disseminação ainda maior do vírus. A OMS, que enviou ao país nesta quarta-feira as primeiras vacinas experimentais contra o vírus, expressou preocupação com a chegada da doença a Mbadanka, que poderá dificultar a conten-

ção do surto. A cidade está localizada às m argens do rio Congo, uma das principais vias de transporte de carga e passageiros para a c ap ita l, Kin s ha s a. O país vizinho, a República do Congo, fica na outra margem. "Entramos em uma nova fase do surto de ebola, que afeta agora três zonas de saúde, incluindo uma zona urbana", disse o ministro congolês da Saúde, Oly Ilunga Kalenga, em nota. "Desde o anúncio do alerta em Mbandaka, nossos epidemiologistas trabalham no local para identificar as pessoas que estiveram em contato com casos suspeitos", disse o ministro, acrescentando que as autoridades intensificarão o rastreamento dessas pessoas em todas as rotas de transporte aéreo, fluvial e terrestre em torno da cidade. Esta é a nona ocorrência de ebola na República Dem oc rática do Congo desde a primeira aparição conhecida do vírus, próximo ao rio Ebola, no norte do país, nos anos 1970. Do G1

Prefeito Edivaldo fortalece assistência social às crianças com deficiências e suas famílias "Ser beneficiada pelo atendimento do Centro-Dia Infantil foi a melhor coisa que nos aconteceu, pois aqui conseguimos ter toda a orientação que necessitamos para saber como cuidar da nossa filha, a lidar com sua deficiência e fazer valer os seus direitos sociais", relata a dona de casa Maria do Rosário Pereira, mãe da pequena Lays Vitória, 2 anos, uma das crianças com microcefalia atendidas pelo Centro-Dia Infantil - Serviço Especializado da Assistência Social para Criança com Deficiência, inaugurado há pouco mais de dois meses pelo prefeito Edivaldo. A ação, da Prefeitura de São Luís, se configura como uma das mais importantes polític as de inclusão social das crianças com deficiência e de fortalecimento de vínculos familiares, desenvolvidas pelo município, por meio da Secretaria

Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas). A família de Lays Vitória e de outras dezenas de crianças com deficiências, têm encontrado no Centro-Dia Infantil suporte necessário para garantir o acesso dos pequeninos às políticas públicas de assistência social a que têm direito. O serviço é voltado para o apoio às famílias com crianças com microcefalia e outras deficiências. Trabalha na perspectiva de ampliar a rede de cuidados, atendimentos especializados e organizar ofertas próprias, com vistas, a acessibilidade, inclusão e participação social. "Estava prestes a desistir de buscar apoio, pois não sabia a quem recorrer nem o que buscar para proporcionar a ela uma vida mais digna. E foi nesse momento de desamparo total que conheci o serviço do Centro-Dia, o que para nós foi um verdadeiro alento, pois a equipe veio em nossa

casa, nos apresentou o trabalho da instituição e agora nos acompanha permanentemente. Por meio do CentroDia consegui articular as consultas médicas necessárias ao acompanhamento do problema da minha filha; agilizar a documentação para ter acesso ao passe livre no transporte público, entre outros serviços sociais que nem sabia que ela tinha direito", completou Maria do Rosário. Instituído na gestão do prefeito Edivaldo, o Centro-Dia Infantil vem exatamente com esse viés: proporcionar às famílias o conhecimento sobre o problema. O equipamento é voltado ao atendimento de crianças de 0 a 6 anos com deficiência, prestando atendimento na área da assistência social, prioritariamente aos pequeninos nascidos com microcefalia e outras deficiências associadas, como o autismo, por exemplo. O Centro tem capacida-

de para atender até 150 usuários do serviço, entre crianças e suas famílias. O serviço é fruto de convênio celebrado entre a Prefeitura e o Governo Federal, em parceria com o Governo do Estado e o Centro Educacional e Social São José Operário, onde funciona o Centro-Dia Infantil, na Cidade Operária. Segundo a titular da Semcas, Andréia Lauande, a

ação, que segue orientação do prefeito Edivaldo, tem garantido às crianças beneficiárias do serviço e suas famílias a proteção social especial que necessitam, assim como também o suporte necessário nos cuidados que precisam ter com suas crianças acometidas pela microcefalia e outras deficiências. "São sempre atividades de caráter preventivo no âm-

bito da assistência social, que venham a suprir uma lacuna que existia com relação ao atendimento social dessas crianças, buscando o fortalecimento de vínculos entre a família e a criança e, ainda, a garantia de seus direitos na sociedade", observou a secretária, acrescentando ainda que São Luís tem cerca de 60 casos registrados de microcefalia.


Geral

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

Após mais de 27 mil adesões, Moto Legal chega à 3ª edição A edição 2018 do programa Moto Legal já está valendo em todo o Maranhão para os motociclistas regularizarem a situação dos veículos que estão com IPVA e licenciamento atrasado. O processo é bem simples: para cada ano de atraso dessas duas obrigações, são pagos R$ 50. Se o atraso for de um ano, o dono da moto paga R$ 50. Se for de dois anos, R$ 100. Se o atraso for de três anos, R$ 150. E assim por diante. O programa foi lançado pelo governador Flávio Dino para incentivar a regularização das motos e levar mais segurança ao trânsito. Isso porque, para aderir ao Moto Legal, é preciso que o motorista esteja com a carteira de habilitação em dia O Moto Legal vale para veículos de valor venal de até R$ 10 mil. Esse valor venal é aquele que consta das tabelas de veículos usados. No ano passado, foram mais de 27 mil motocicletas regularizadas. Isso sig-

nifica que elas ficaram aptas a circular sem problemas. E também ficaram sem pendências em caso de venda, por exemplo. O Moto Legal não inclui a quitação de débitos relativos ao DPVAT, que é de competência federal. É fácil aderir O s inter es s ados em partic ipar do pr ogram a neste ano devem ir à sede

do De tr a n- M A, na Vi la Palm eir a ( São Luís ), a qualquer um dos Postos Avançados ou a qualquer uma das 15 Circunscrições Regionais de Trânsito em todo o Maranhão. É preciso apresentar aos atendentes do órgão o número do CPF e a placa do veículo. “O programa é uma excelente iniciativa do Governo do Estado e já ti-

Prefeitura de São Luís abre processo seletivo simplificado para o programa Mais Alfabetização A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), abre processo seletivo simplificado para o programa federal Mais Alfabetização (PMALFA). Estão disponíveis 62 vagas, que serão preenchidas por meio de prova de título para a função de Assistente de Alfabetização Voluntário, prevista no programa. A atuação será para o período de seis meses, no exercício de 2018 e de oito meses, nos exercícios subsequentes, conforme interesse da administração.As inscrições, abertas nesta quinta-feira (17), serão realizadas exclusivamente na coordenação do PMALFA, no auditório da Semed. De acordo com o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, o Assistente de Alfabetização Voluntário atuará no PMALFA, nas unidades escolares da rede pública municipal de ensino de São Luís. "O programa tem por objetivo fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo

de alfabetização, para fins de leitura, escrita e matemática, dos estudantes do 1º ano e no 2º ano do Ensino Fundamental", explica. REQUISITOS - O candidato à vaga deve ter como requisitos mínimos para a seleção de Assistente de Alfabetização Voluntário idade mínima de 18 anos, no ato da inscrição; possuir, no mínimo, graduação em Pedagogia ou cursando a partir do 5º período e/ou graduação em curso de licenciatura com pós-graduação em Alfabetização e/ ou Licenciatura em Magistério das Séries Iniciais e/ ou Curso de Magistério em Nível Médio; disponibilidade de horário para participar do PMALFA e disponibilidade de horário para participar de reuniões de formação, com pessoal técnico responsável pelo programa. INSCRIÇÕES - Os interessados em participar do processo seletivo devem se inscrever, exclusivamente na coordenação do PMALFA, no auditório da Semed (loca-

lizado na Avenida Marechal Castelo Branco, Quadra 14, Lote 14, nº 2, Edifício Trade Center – São Francisco), nos dias 17, 18 e 21 de maio, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h; e no dia 19 de maio, no horário das 8h às 12h. Não será cobrada taxa de inscrição. O candidato pode ser servidor municipal desde que tenha disponibilidade de, no mínimo, 20 horas. Não serão aceitas inscrições por meio eletrônico, via postal e fax. No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar Formulário de Inscrição do Processo Seletivo Simplificado devidamente preenchido; Carteira de Identidade ou Carteira Nacional de Habilitação (frente e verso); CPF; comprovante de residência; Título de Eleitor, com comprovante de quitação eleitoral. Não serão aceitos documentos após o ato da inscrição. Os interessados podem encontrar mais informações no site da Prefeitura, no link http://www.saoluis.ma.gov.br/ edital.asp?id_edital=1342

rou da ilegalidade milhares de veículos. Agora estes proprietários podem transitar tranquilos com o seu veículo legalizado, o que fortalece a promoção da Segurança Pública”, diz a diretora geral do DetranMA, Larissa Abdalla Britto.

7

Governador entrega Cheque Minha Casa em cidades atingidas pelas chuvas O Governo do Estado prossegue o apoio a municípios maranhenses atingidos pelas chuvas e neste sábado contempla famílias em Trizidela do Vale com recursos do programa Cheque Minha Casa. O benefício vai contribuir para a compra de pertences que foram danificados ou perdidos com as chuvas, aquisição de mantimentos e outras necessidades urgentes dos atingidos. A ação integra a agenda do governador Flávio Dino, neste sábado, 19. Famílias de Tuntum e Pedreiras também serão contempladas. Totalizam 751 famílias a serem beneficiadas com os recursos do Cheque Minha Casa, distribuídos pelo Governo durante a agenda. “Esse cheque vai prestar auxílio financeiro emergencial às famílias que sofreram danos com as chuvas para que possam reaver pertences. O Governo segue prestando apoio para que as pessoas retomem suas vidas”, explicou a secretária de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Se-

cid), Flávia Alexandrina Moura. Na ocasião, serão entregues cheques no valor de até R$ 5 mil a famílias de Trizidela do Vale e Pedreiras. No início deste mês, equipes de técnicos da Secid e efetivo do Corpo de Bombeiros visitaram as famílias para fazer levantamentos dos prejuízos causados pelas chuvas. A solenidade será a partir das 8h30, no auditório Deputado Kleber Carvalho Branco, Avenida Deputado Carlos Melo, Centro, em Trizidela do Vale. Esta é a segunda etapa do programa Cheque Minha Casa, que foi ampliado aos municípios que decretaram estado de emergência. O programa foi criado pela Lei 10.506, de 06/09/2016 e alterado pela Medida Provisória 274, de maio deste ano, para atender municípios que sofreram com as chuvas. Na ocasião, o governador vistoria obras do Mais Asfalto na cidade. A agenda continua com a entrega dos cheques a famílias no município de Tuntum.


8

Cultura e Variedades celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima

São Luís, sexta-feira, 18 de maio de 2018

Pensamento do Dia O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente. (Mahatma Gandhi)

blog.oquartopoder.com/celialima

LANÇADO PROJETO QUE FARÁ A HISTÓRIA DE ALCÂNTARA BRILHAR MAIS FORTE

São Luís recebe etapa estadual da Mostra Sesc de Cinema

C

Willian Rocha de Melo, Engenheiro de Eficiência Energética da Cemar, apresentou em detalhes o projeto “Luzes de Alcântara”, no evento de lançamento realizado na sede do IPHAN em São Luís

A

conteceu na sede do IPHAN – MA, em São Luís, o lançamento do Projeto Luzes de Alcântara; fruto da parceria entre o IPHAN-MA e a Cemar, através do Programa de Eficiência Energética da ANEEL, que tem como objetivo, promover a modernização do sistema de iluminação das áreas urbanas e centro histórico do Município de Alcântara, além de promover a iluminação artística de alguns monumentos históricos (Praça da Matriz, Pelourinho, Igreja do Sinos, etc.), começando pela Igreja de Nossa Senhora do Carmo, cuja iluminação já será entregue no próximo sábado (19.05) em Alcântara. Este projeto vai fazer a história de Alcântara brilhar ainda mais forte, pois o nível de iluminação aumentará, acarretando uma melhoria nos níveis de segurança e a padronização do sistema de iluminação cênica, além de ajudar a fomentar ainda mais o turismo naquela cidade. A conclusão do Projeto Luzes de Alcântara acontecerá em agosto deste ano. Vale lembrar que, em 1988 Alcântara foi alçada ao posto de Cidade Monumental pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e dividida em áreas de conservação e preservação rigorosa. Sem dúvida um lugar que precisa ser preservado, pelo seu rico patrimônio do período colonial, com casarões e sobrados, agora ainda mais iluminados. Participaram da coletiva de imprensa que apresentou os detalhes do projeto nessa última quarta – feira (16.05) na sede do IPHAN o Engenheiro de Eficiência Energética da Cemar, Willian Rocha de Melo e o Superintendente do IPHAN Maurício Itapary.

antiliana e os Herdeiros do Mal de Lázaro”, “Quem Passou Primeiro Foi São Benedito” e “Os Bem Aventurados” são algumas das obras cinematográficas que farão parte da Mostra Sesc de Cinema que acontece de 22 a 26 de maio com exibição gratuita, no Cine Praia Grande. Os filmes, selecionados no segundo semestre do ano passado, compõem a etapa estadual do projeto, que visa difundir e fomentar a produção audiovisual a nível nacional. O primeiro dia do evento contará com as exibições de curtas-metragens e a presença de alguns criadores das obras. O documentário “Cantiliana e os Herdeiros do Mal de Lázaro”, com direção de Roberto Augusto Pereira, conta a história de uma mulher vítima de hanseníase, no interior do Maranhão em meados dos anos 40, e resgata, a partir dos depoimentos, o cenário dispensado às pessoas acometidas por essa e outras doenças no Brasil do século XX. O curta integra a programação do dia 23, seguido de “A Vida Louca de Eparina’s Crazy”, “Memória de Ladrão de Almas”, “Casa de Madeira, Chão de Mangue” e outros. As obras audiovisuais, entre curtas, documentários e longas, seguem até o dia 26 de maio, com debate todos os dias após as exibições. A entrada é gratuita, com retirada de ingresso na bilheteria do cinema.

O Superintendente do IPHAN Maurício Itapary celebrou a parceria que resultou nesse importante projeto, juntamente com executivos da Cemar presentes à coletiva de imprensa

blog.oquartopoder.com/celialima

)

18052018  
18052018  
Advertisement