Page 1

'Não há sentido na existência do foro privilegiado', diz Dodge Pág - 3 ANO 12

NÚMERO 2574

SÃO LUÍS - MA, TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Transportadoras que não aderirem ao Canal Verde serão descredenciadas.Pág-2

DIZ ESTUDO

Câncer é primeira causa de morte em 10% dos municípios brasileiros O câncer figura como principal causa de morte em 516 dos 5.570 municípios brasileiros. É o que aponta pesquisa divulgada ontem (16) pelo Observatório de Oncologia do movimento Todos Juntos Contra o Câncer, em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). O estudo alerta que a doença avança no Brasil ano após ano e, caso a trajetória seja mantida, em pouco mais de uma década as chamadas neoplasias serão responsáveis pela maioria dos óbitos em todo o país. Os dados mostram que a maior parte das cidades brasileiras onde o câncer aparece como principal causa de morte está localizada em regiões mais desenvolvidas, justamente onde a expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimento Humanos são maiores. Dos 516 municípios onde os tumores mais matam, 80% ficam no Sul (275) e Sudeste (140), enquanto o Nordeste concentra 9% dessas localidades (48); o Centro-Oeste, 7% (34); e o Norte, 4% (19).Página - 2

Ex-prefeito de Santo Amaro é condenado por irregularidades na prestação de contas

Museu do Reggae no Maranhão já recebeu mais de 10 mil visitantes

Página 3

Procon orienta consumidor sobre ressarcimento por dano a aparelho em queda de energia Página 7

Medicamento para o câncer de pulmão duplica sobrevida de pacientes, diz estudo

Yuri Ramos é de Belém do Pará e veio morar em São Luís

Página 5

Página 4

Mais

Serviço de Oftalmologia do HU-UFMA está entre os 14 melhores do país Pág - 6

Primeiras escutas territoriais de 2018 têm grande participação popular A grande participação popular foi o que marcou as primeiras semanas das escutas territoriais 2018. Os municípios de Imperatriz, Caxias, Grajaú, Pedreiras, Governador Nunes Freire, Pinheiro, Bacabal, Viana, Itapecuru e Pindaré contaram com muitas participações e debates cheios de argumentos e boas ideias.Página 7

www.oquartopoder.com

Mais

Comitê emergencial de enchentes atende 20 cidades atingidas pelas chuvas Pág - 5

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

Câncer é primeira causa de morte em 10% dos municípios brasileiros, diz estudo

O câncer figura como principal causa de morte em 516 dos 5.570 municípios brasileiros. É o que aponta pesquisa divulgada ontem (16) pelo Observatório de Oncologia do movimento Todos Juntos Contra o Câncer, em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). O estudo alerta que a doença avança no Brasil ano após ano e, caso a trajetória seja mantida, em pouco mais de uma década as chamadas neoplasias serão responsáveis pela maioria dos óbitos em todo o país. Os dados mostram que a maior parte das cidades brasileiras onde o câncer aparece como principal causa de morte está localizada em regiões mais desenvolvidas, justamente onde a expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimen-

to Humanos são maiores. Dos 516 municípios onde os tumores mais matam, 80% ficam no Sul (275) e Sudeste (140), enquanto o Nordeste concentra 9% dessas localidades (48); o CentroOeste, 7% (34); e o Norte, 4% (19). As cidades em questão concentram, ao todo, uma população de 6,6 milhões de pessoas. Onze delas são considerados de grande porte, sendo Caxias do Sul (RS) a mais populosa entre elas, com quase meio milhão de habitantes. São classificadas como de médio porte 27 cidades com população entre 25 mil e 100 mil pessoas, enquanto as demais, maioria, se situam na faixa de pequenos municípios, com menos de 25 mil habitantes. Araguainha, menor município do Mato Grosso, é também a

menor cidade identificada na lista. De acordo com o estudo, o Rio Grande do Sul é o estado com maior número de municípios (140) onde o câncer aparece como primeira causa de morte. Enquanto em todo o país as mortes pela doença representam 16,6% do total, no território gaúcho, o índice chega a 33,6%. Um dos fatores que, segundo a pesquisa, pode explicar a alta incidência de câncer na região são as características genéticas da população, que pode apresentar maior predisposição para desenvolver um tipo de câncer. Perfil - Com base no Sistema de Informações de Mortalidade, a pesquisa identificou que, das 9.865 mortes registradas nas 516 cidades ao longo do ano de 2015, a maioria foi entre ho-

mens (57%). Seguindo a tendência, em 23 estados, os homens lideram o número absoluto de mortes. Em 21 municípios, não houve sequer um registro de óbitos entre mulheres. Apenas no Ceará e no Mato Grosso do Sul, elas foram maioria nos registros de óbitos, enquanto em 62 cidades, as mortes registradas foram iguais para ambos os sexos. Com relação à idade, metade dos óbitos se concentra nas faixas de 60 a 69 anos (25%) e de 70 a 79 anos (25%). Em seguida, a maior proporção aparece no grupo com mais de 80 anos (20%). Crianças e adolescentes até 19 anos somaram 19% dos óbitos no mesmo ano. Números - O levantamento revela ainda que, em 2015, foram registradas 209.780 mortes por câncer no Brasil – um aumento de 90% em relação a 1998, quando foram registrados 110.799 óbitos pela doença. O crescimento das mortes por neoplasias durante o período, segundo o relatório, foi quase três vezes mais rápido que o crescimento dos óbitos provocados por infartos ou derrames. Dados da Organização Mundial da Saúde indicam que, em todo o planeta, o câncer é responsável por 8,2 milhões de mortes todos os anos. Cerca de 14 milhões de novos casos são registrados anualmente e a previsão da entidade é que as notificações devam subir até 70% nas próximas duas décadas.

Prefeitura fomenta o turismo promovendo a cidade de São Luís em São Paulo

As belezas e todos os atrativos de São Luís foram propagados para mais de 50 agentes de viagens de operadoras com sede em São Paulo. A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), forneceu aos responsáveis por comercializar viagens para a capital do Maranhão um treinamento completo sobre a cultura, a gastronomia e os encantos da cidade, com o objetivo de atrair cada vez mais turistas para a capital maranhense. Ao fomenta o turismo a Prefeitura contribui para geração de emprego e renda. As agências New Age, Incomum, Abreu, H.I.S. Brasil Turismo, Turnet, Globalis, Atlas e Ambiental receberam visita da equipe da Setur, que levou às agências informações turísticas sobre São Luís. "Nós sempre destacamos em ações como esta que a Ilha do Amor tem muito a ser explorado. Ao lado dos receptivos que atuam com pacotes de viagens prontos para São Luís, nós apresentamos possibilidades para uma viagem em família, individual, a passeio ou a trabalho. Uma infi-

nidade de programas para serem feitos em São Luís", destaca a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo destacando que a iniciativa segue orientação do prefeito Edivaldo. A H.I.S., por exemplo, é uma empresa de turismo japonesa e sua matriz está localizada no principal centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural do Japão, no bairro de Shinjuku na metrópole de Tóquio. A empresa é uma das maiores no ramo de turismo no Japão, fundada há 36 anos, possui 231 agências de turismo em 141 cidades no exterior, 298 agências no Japão e conta com mais de 12.000 funcionários atuando em todo o mundo. O representante da H.I.S., Alexandre Honsho, explicou que receber treinamentos como esse são fundamentais para impulsionar o turismo para qualquer destino. "Ao conhecer os produtos mais de perto, é mais fácil para os nossos operadores comercializarem o destino. Eles vendem com maior propriedade e, como consequência, estimulam o cliente a consumir o produto", afirmou.

Transportadoras que não aderirem ao Canal Verde serão descredenciadas a partir de maio A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) informa que a partir do dia 2 de maio passará a cobrar os efeitos da Portaria nº 563/ 2017, que prorrogou a data limite para exigência do credenciamento no projeto 'Canal Verde' para concessão dos benefícios de 'Fiel Depositária'. O Canal Verde é um projeto inovador com o objetivo de acelerar a fiscalização de cargas transportadas por caminhões nos Postos Fis-

cais do Estado, com a utilização de ferramentas que permitem a leitura remota dos documentos fiscais eletrônicos que acompanham as mercadorias. As empresas transportadoras que não realizaram a adesão ao Canal Verde estarão, a partir do dia 2 de m aio, autom aticam ente descredenciadas como fiéis depositárias. Por meio da Portaria nº 563/2017, a Sefaz prorrogou o prazo para que as

empresas transportadoras credenciadas na condição de 'Fiel Depositária' realizassem a adesão ao projeto Canal Verde, caso contrário, perderiam o benefício. Mesmo as empresas que tiverem a sua condição de 'Fiel Depositária' cancelada podem obter novamente o benefício quando realizarem a adesão ao projeto Canal Verde. Na condição de 'Fiel Depositária', o transportador assume a responsabilidade

solidária pelo recolhimento do ICMS sobre as mercadorias que estiver transportando, para as quais tenha sido comunicado da existência de cobrança. Com isso, a carga pode ser levada até o depósito da transportadora para que seja entregue ao destinatário somente após o recolhimento do valor na respectiva notificação que recebeu. Como realizar o credenciamento Para a empresa que não

é credenciada como 'Fiel Depositária': 1- Acessar o Sistema de Autoatendimento da Sefaz, o SefazNet (https:// sistemas.sefaz.ma.gov.br/ sef aznet), s elec ionar o menu 'Benefício Fiscal'; 2- Selecionar a opção 'Transportadora'; 3- Anexar os seguintes documentos: 'Termo de Adesão da Bluecorp'; Termo de adesão da Sefaz; Termo de Fiel Depositário Autenticado; e o RNTRC (Registro Na-

cional Transporte Rodoviário de Cargas). Para a empresa que já é credenciada como 'Fiel Depositária': 1- Acessar o Sistema de Autoatendimento da Sefaz, o SefazNet (https:// sistemas.sefaz.ma.gov.br/ sef aznet), s elec ionar o menu 'Benefício Fiscal'; 2- Selecionar a opção 'Transportadora'; 3- Anexar o seguinte documento: 'Termo de Adesão da Bluecorp'.

w w w . o q u a r t o p o d e r. c o m


Política

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

'Não há sentido na existência do foro privilegiado', diz Dodge A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, voltou a defender nesta segunda-feira (16) a possibilidade de executar pena de prisão após condenação em segunda instância e a redução do foro privilegiado para políticos e autoridades nas cortes superiores. Durante palestra num congresso na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, ela disse que tais medidas reforçam a autoridade dos juízes de primeira instância e dos tribunais de segunda instância. “Nos acostumamos a um modelo em que a autoridade do juiz e do tribunal de segunda instância era muito fragilizada em um sistema de quatro instâncias. Ficava-se sem pre aguardando a resposta de cortes superiores", afirmou a procuradora para uma palestra formada de estudantes de Direito. "Esse sistema tem restabelecido, o que em qualquer pais é muito importante, a autoridade do Judiciário desde a primeira instância. É um fator que tem sido compreendido pela população como relevante, e acho que é m uito ess enc ial. Cada juiz precisa ter a autoridade da sua própria decisão garantida”, disse a procuradora-geral sobre a

execução da pena", completou Dodge. Em 2016, a Procuradoria Geral da República (PGR) defendeu a possibilidade de prender um criminoso após a condenação em segunda instância, tese aprovada no Supremo Tribunal Federal (STF) por maioria de 6 votos a 5. No entanto, recentemente, cresceu a pressão sobre a Corte para rever essa possibilidade. Defensores da prisão após segunda instância alegam que, de outro modo, réus com condições de pagar bons advogados podem arrastar o processo por meses e até décadas. Do outro lado, quem é contra esse entendimento afirma que ele fere a Constituição e a presunção de inocência. O caso de maior

repercussão recente de um réu preso após condenação em segunda instância é do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foro privilegiado Na palestra, Dodge foi questionada se vê uma tendência em diminuir o alcance do foro privilegiado – no STF, já existem 8 votos a favor de mandar à primeira instância investigações de autoridades não relacionadas ao cargo; o julgamento será retomado no próximo dia 2 de maio. “Não há qualquer sentido na existência do foro privilegiado”, disse Dodge em resposta a uma pergunta. Para ela, o foro privilegiado gerou um sistema em que há "apropriação de recursos públicos, corrupção generalizada e enrai-

zada nas nossas estruturas de poder". “Não só porque define lugar especial para esses réus, mas também porque alimenta a ideia de que o juiz federal, de primeira instância, não tem credibilidade suficiente para julgar essas pessoas. O que temos que fazer é caminhar num modelo oposto”, defendeu a procuradora-geral. Dodge falou ainda sobre os avanços na lei e na jurisprudência nos últimos anos que permitiram, segundo ela, o sucesso da Operação Lava Jato. Ao final, questionada sobre interferências políticas nas investigações, respondeu que a Constituição de 1988 trouxe garantias aos juízes e procuradores para protegê-los de pressões externas. “O modo como são recrutados, via concurso baseado no mérito, também imuniza. São mecanismos adotados em países mais democráticos do mundo. Criamos mesmos mecanismos e os adotamos. É preciso assumir com coragem esse papel e exercê-lo de acordo com as garantias que temos. Isso temos conseguido e nos últimos quatro anos o sucesso da lava jato demonstra que podem agir sem medo”, disse. Do G1

Ex-prefeito de Santo Amaro é condenado por irregularidades na prestação de contas O juiz Raphael de Jesus Serra Amorim, titular de Humberto de Campos, proferiu sentença que condena o ex-prefeito de Santo Amaro, Francisco Lisboa da Silva, às penalidades de ressarcimento integral do cano causado ao erário, no valor de R$ 137.821,09 mil; Suspensão dos direitos políticos por 5 anos; Pagamento de multa civil no valor de R$ 137. 821,09 mil; proibição de contratar com o poder público, bem como receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 5 anos. Conforme a sentença, o ex-gestor é acusado de irre-

gularidades no exercício financeiro do ano de 2007, entre as quais ausência de documentos e despesas realizadas sem o devido processo licitatório na ordem de R$ 137.821,09 mil, configurando em ato de improbidade administrativa. A ausência de documentos, segundo entendeu o juiz, não configurou ato de improbidade. De acordo com o processo, enquanto prefeito de Santo Amaro (termo judiciário) no exercício de 2007, o gestor teria procedido à contratação direta de materiais de limpeza, medicamentos e materiais hospitalares, não apresentando junto ao Tribunal de Contas do Estado edital de qualquer licitação ou procedi-

mento administrativo que tenha demonstrado dispensa ou inexigibilidade de processo licitatório referente às contratações. “Sabe-se que despesas públicas devem ser realizadas mediante procedimentos licitatórios que permitam ampla concorrência e, ao final, possibilitem que o ente público escolha a melhor pr oposta, notadam ente aquela que apresente maior eficiência e menor custo ao erário. Dispensas e inexigibilidades de licitações são medidas excepcionais, devendo ser aplicadas apenas quando houver inviabilidade de competição, cabendo ao ordenador de despesas comprovar este fato”, explica o juiz na sentença.

Segundo entendeu o juiz, ao afastar a realização dos certames licitatórios e não comprovando a realização de procedimento administrativo que justificasse tal ato, o ex-gestor incorreu em ato improbo constante em artigo da Lei de Improbidade Administrativa, na medida que impossibilitou a escolha de propostas mais econômicas e eficientes para atendimento do interesse público, acarretando prejuízo ao erário diante dos montantes gastos nas citadas contratações. “O dolo do seu agir, a voluntariedade de afrontar a legislação e desobedecê-la restaram evidenciadas mediante a análise das circunstâncias”, relata Raphael Amorim.

www.oquartopoder.com

3

Basileu mobiliza as autoridades para reformar as feiras do Bom Jesus e do Bairro de Fátima O vereador Basileu Barros (PRTB) apresentou uma indicação e um requerimento na Câmara Municipal, pedindo que o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís mandem reformar, totalmente, com urgência, a feira do Bom Jesus e a feira do bairro de Fátima. Nos pedidos encaminhados ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Basileu diz que as reformas estão sendo cobradas por milhares de pessoas dos bairros, que se sentem incomodadas com o abandono que tomou conta dos locais. Nos documentos enviados, também, aos secretários Clayton Noleto (Sinfra) e Antônio Araújo (Semosp), Basileu pede que as refor-

mas sejam feitas em padrões de infraestrutura, para oferecer segurança e higiene aos frequentadores das duas feiras. RECLAMAÇÕES NAS FEIRAS - Recentemente, Basileu Barros visitou as feiras do Bom Jesus e do Bairro de Fátima e recebeu várias reclamações dos feirantes e dos consumidores. As pessoas pediram para o vereador conseguir as reformas, com o governador e com o prefeito. Para Basileu, o governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo Holanda certamente vão mandar reformar as feiras dos dois importantes bairros, que devem ser incluídas nos projetos de recuperação das feiras e mercados de São Luís e de municípios do interior.

Pereirinha cobra revitalização de faixa de pedestre na frente do Maciel do Cohatrac O vereador Isaias Pereirinha (PSL) apresentou requerimento na Câmara, pedindo que a Prefeitura de São Luís – por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT) – mande revitalizar a faixa indicativa para os pedestres na Avenida do Contorno Sul, no Cohatrac IV, na frente ao Supermercado Maciel. O parlamentar disse que a faixa de pedestres está desgastada pela ação do tempo e pelos carros que

passam no local e não é vista pelos motoristas e pelas pessoas, que encontram dificuldades para realizar a travessia da importante via pública do Cohatrac. No pedido enviado ao prefeito Edivaldo Holanda e ao secretário Canindé Barros, Pereirinha alerta que é preciso fazer algo para dar mais segurança e zelar pela vida das pessoas, antes que algum acidente aconteça na Avenida do Cohatrac.

98897-3555 / 99976-6175

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555 \ (98) 98783-9244


4 Esportes e saúde

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

Em Dubai

"Estou bem, mas não poderei jogar a próxima Copa", brinca Pelé Estou bem, graças a Deus. Não poderei jogar a Copa, mas me sinto bem", brincou a lenda do futebol Pelé, em entrevista à agência AFP concedida em Dubai, onde assistiu a um amistoso neste domingo. O estado de saúde de Pelé, 77 anos, provoca certa preocupação há alguns anos. Nos últimos meses, o rei do futebol tem usado um andador ou até uma cadeira de rodas para se locomover, após passar por uma cirurgia no quadril. - Eu vou bem, graças a Deus. Não poderei jogar a Copa do Mundo, mas me sinto bem. Aproveito para agradecer a todos do mundo todo que me enviaram mensagens. Todo mundo se perguntava o que aconteceu comigo. Eu tive uma lesão, precisei operar o quadril, e depois tive um pequeno problema no menisco (esquerdo), mas agora estou bem, estou em boa forma. Único jogador a conquistar três vezes a Copa do Mun-

Pelé e Marcel Desailly na Dubai Opera (Foto: Karim Sahib / AFP)

do (1958, 1962, 1970), Pelé confia nas chances do Brasil de conquistar a Copa do Mundo da Rússia, na qual a seleção se encontra no Grupo E, ao lado de Suíça, Sérvia e Costa Rica, e é tida como uma das favoritas ao título. - Claro que eu quero que o Brasil seja campeão do mundo, mas o futebol é uma caixinha de surpresas. Tenho

confiança. Tite teve pouco tempo para montar sua equipe, mas temos muitos jogadores excelentes que jogam na Europa. O principal desafio será fazer com que todos joguem juntos. Mas acredito que vamos ter uma boa equipe para esta Copa. Confira abaixo outros trechos da entrevista Quais são as seleções

favoritas? Algumas equipes estão acostumadas a ter boas atuações durante a Copa do Mundo. Argentina, Alemanha, Inglaterra ou França são candidatas s ér ias. Mas, no fundo, pouco importa. Para ganhar, é preciso estar bem preparado. Neymar ainda se recupera da operação no pé direito. Você teve a oportunidade de conversar com ele e como você acha que o Brasil pode jogar sem ele, caso não se recupere a tempo? É um jogador muito importante para o Brasil, sem dúvida. Não sabemos exatamente o que vai acontecer, mas acredito que estará em forma para a Copa do Mundo, porque sua lesão não é tão grave. Não tive a oportunidade de conversar com ele, porque ele não estava no Brasil quando eu estava lá. Desejo a ele a mesma sorte que eu tive na Copa do Mundo. Do Globoesporte.com

Silva destaca sinais positivos da vitória e já pensa na pré-Copa do Nordeste

Silva abriu caminho para a vitória Tricolor (Foto: Elias Auê)

Além de estrear vencendo no Campeonato Brasileiro da Série B, o Sam-

paio Corrêa apresentou um futebol convincente. Dominou o Coritiba durante os

90 minutos e saiu de campo com os primeiros três pontos na conta. Um dos destaques da partida, Silva marcou presença de centroavante na área para abrir o placar, e enalteceu a postura da equipe diante do adversário: “Tive a felicidade de acompanhar a boa jogada que o Kaike fez pela lateral esquerda e consegui desviar para o gol. Foi uma boa apresentação de todo o time, que se impôs em campo. Dominamos todo o jogo sem tomar sustos”, frisou o volante Tricolor.

Silva acredita que o fator confiança será elevado após a boa estreia, e já pensa no confronto contra o River, adversário do Sampaio pela fase da pré-Copa do Nordeste: “Foi um resultado que nos deixa confiantes para o restante da competição. Na quarta-feira, já temos outra batalha, agora, pela Copa do Nordeste. O River tem uma boa equipe, tem o nosso respeito, mas vamos a campo para tentar a vitória e buscar a classificação nesses dois jogos”, afirmou. Do Globoesporte.com

Medicamento para o câncer de pulmão duplica sobrevida de pacientes, diz estudo Um medicamento que utiliza o próprio sistema imunológico para combater o câncer, o pembrolizumabe, dobrou a expectativa de vida de pacientes com um tipo específico de câncer de pulmão: o NSNSCLC. Esse tipo de tumor não apresenta alterações genéticas no gene EGFR ou ALK e responde por cerca de 55% dos cânceres de pulmão. A nova droga foi combinada com quimioterapia e o estudo com os resultados foi publicado nesta segunda-feira (16) no "New England Journal of Medicine". A pesquisa foi coordenada por Leena Gandhi, diretora do programa de oncologia tor á c ic a d a New Yor k School of Medicine, e patrocinado pela indústria farmacêutica Merck. Para chegar aos resultados do estudo, pesquisadores distribuíram aleatoriamente 616 pacientes com NSNSCLC. Eles não haviam recebido tratamento anterior. Parte dos participantes (405) recebeu quimioterapia + pembrolizumabe; a outra parte (202) recebeu quimioterapia + placebo. Eventualmente, como o medicamento passou a apresentar benefícios, participantes do grupo placebo que tiveram avanço da doença passaram a receber o medicamento. De modo geral, as taxas de sobrevida foram superiores nos pacientes tratados com pembrolizumabe. Esses pacientes tam b ém tiv er am m ais tempo de sobrevida em que ficou constatado que a doença não avançou. Ainda, dos pacientes

tratados com pembrolizumabe + quimioterapia, o risco de morte foi reduzido em 51%, em comparação com aqueles tratados apenas com a quimio. Também entre os pacientes tratados com a terapia combinada, a chance de progressão em 48%. Em relação aos meses vividos, pacientes do tratamento viveram em média quatro meses a mais que os pacientes do grupo placebo. Foram 8.8 meses, contra 4.4. "Em outras palavras, a chance de sobrevida global dobrou", disse nota sobre o estudo. "Os dados mostram que o tratamento com pembrolizumabe e quimioterapia é mais eficaz do que a quimioterapia sozinha", diz Gandhi, em nota. Risco de lesão nos rins Os cientistas observaram, no entanto, que o risco de lesão renal aguda foi levemente aumentado em pacientes que estavam recebendo a droga e quimioterapia (5,2% contra 0,5%). De m odo ger al, os efeitos colaterais mais comuns experimentados por ambos os grupos foram náusea, anemia e fadiga. O medicamento já é aprovado nos EUA para o tratamento do câncer de pulmão, com base em estudo anterior, de fase II, feito com menos pacientes. Pesquisadores apontam que a nova terapia se consolida como um novo padrão de tr atam ento nesses pac ientes que não apresentam as alterações genéticas EGFR ou ALK. Do G1


Municípios 5

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

Museu do Reggae já recebeu mais de 10 mil visitantes Mais de 10.500 pessoas já visitaram o Museu do Reggae no Maranhão em menos de 3 meses de funcionamento. O equipamento construído pelo Governo do Maranhão e administrado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) é o segundo do gênero no mundo e segue ganhando notoriedade no circuito nacional e internacional. O pesquisador do reggae, diretor e curador do Museu do Reggae Maranhão, Ademar Danilo, celebra os números e a iniciativa dos maranhenses e turistas em visitar a estrutura. Para ele, o equipamento chegou como reconhecimento e a personificação do maranhense em um elemento cultural. Apesar do pouco tempo de fundação, Ademar relata que a casa cultural já conseguiu se posicionar positivamente no roteiro de atratividades artísticas e culturais, trazendo interatividade e prestação de serviço, funcionando de terça-feira a sábado das 10h às 20h e no domingo das 10h às 15h. O diretor diz que o Governo do Maranhão reconhece a importância do reggae na formação e na maneira de ser do maranhense contemporâneo. Ademar acrescenta que o espaço traz uma proposta que gera impacto no cenário

turístico do Estado. “E nós temos conseguido um grande fluxo de turistas que visitam o equipamento, além do próprio maranhense. É um fluxo grande, desejável e positivo, tanto que expressam nos números que temos”, pontua. Espaço para Bob Marley - O Museu do Reggae Maranhão atua na preservação e na disseminação da cultura regueira, que tem forte raiz no Maranhão, principalmente em São Luís. O Museu do Reggae oferece um ambiente com recursos tecnológicos, linha do tempo, recursos audiovisuais, história das radiolas, objetos característicos do reggae – desde os antigos até os mais modernos – e um espaço exclusivo para homenagear Bob Marley. Além do apelo cultural, o

museu também tem uma forte atuação na atração de turistas. São Luís é conhecida internacionalmente como Jamaica Brasileira. Os turistas do mundo inteiro buscam referências sobre o tema na cidade e agora eles contam com um espaço adequado para essa finalidade. Com a forte característica de representar parte da cultura maranhense, o Museu tem se tornado referência para quem deseja entender um pouco da história, como é o caso do Yuri Ramos, que veio de Belém do Pará para morar em São Luís. “Eu fiquei encantado com a cidade por ter essa miscelânea cultural. Isso aqui é demais. Agora que fixei residência na cidade, eu estou conhecendo todo dia um pouco da história da terra, e hoje eu tirei a tarde para

conhecer o Museu do Reggae”, conta. A administradora maranhense Samara Elaine visitou pela primeira o Museu do Reggae na última semana e disse que ficou surpresa com a quantidade de informações sobre o gênero musical exposto na casa. “Nós temos uma cultura que cresce bastante, principalmente a do reggae. E esse espaço chega numa hora chave, se tornando essencial para apresentar a quem vem de fora, e a nós mesmo, ludovicenses, que às vezes não temos dimensão de todo esse arsenal de cultura que existe aqui”, diz. Repercussão - O Museu do Reggae está repercutindo nacional e internacionalmente. O equipamento cultural foi destaque em matérias produzidas pela empresa de comunicação britânica BBC News, pela emissora chinesa CGTN, por diversos jornais jamaicanos; além da imprensa nacional, como a revista Carta Capital, o jornal Estado de S. Paulo e a revista de bordo da empresa área GOL. “Estamos pautando diversos veículos de comunicação no mundo todo. Desde a BBC de Londres, da chinesa CGTN, e de jornais e revistas de renome, que têm credibilidade no Brasil”, comenta Ademar Danilo.

Caixa reduz juros e aumenta teto para financiamento da casa própria A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (16) a redução dos juros para financiamento da casa própria e o aumento do percentual do valor a ser financiado para compra de imóvel usado. As mudanças, que começam a valer hoje, são para linhas de financiamento que utilizam recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. A mudança ocorre após a Caixa reduzir duas vezes o teto de financiamento de imóveis em 2017, deixar de ter as taxas mais baixas do mercado e perder a liderança nas linhas de crédito com recurso da poupança entre novembro do ano passado e janeiro deste ano. Para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), onde estão enquadrados os imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo o país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, cujo limite é de R$ 950 mil, a taxa mínim a de juros caiu de 10,25% para 9% ao ano. Para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cujos valores dos imóveis são acima dos limites do SFH, a taxa mínima caiu de 11,25% para 10% ao ano. O percentual do valor a

ser financiado dos imóveis usados subiu de 50% para 70%. Para unidades novas, foi mantido o percentual de 80% no teto do financiamento. Antes das mudanças feitas em agosto do ano passado, a Caixa financiava até 80% de imóveis usados. Taxas congeladas há 17 meses - A última redução de juros aconteceu em novembro de 2016, quando a Caixa anunciou queda de 0,25 ponto percentual ao ano para todas as linhas. Ou seja, as taxas estavam congeladas há 17 meses. Já o limite para financiamento de imóveis usados foi reduzido duas vezes no ano passado: para 60% em agosto e para 50% em setembro. A Caixa anunciou ainda a retomada do financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com financiamento de até 70%. O banco informou que possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional neste ano. Segundo o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, a redução das taxas de juros facilita o acesso à casa própria, além de estimular o mercado imobiliário e a geração de empregos. Do G1

Comitê emergencial de enchentes do Governo atende 20 cidades atingidas pelas chuvas Segundo levantamento da Defesa Civil do Estado, são 20 municípios atingidos pelas fortes chuvas, sendo que 11 decretaram estado de emergência e seis estão em alerta. Totalizam 8.877 pessoas afetadas, em situação de desabrigo ou desalojamento. Os danos incluem habitações danificadas ou destruídas; prédios públicos, ruas e obras de infraestrutura prejudicadas. O comitê emergencial, criado pelo Governo do Estado, prossegue em diálogo com as prefeituras para atender as demandas prioritárias das comunidades. A Defesa aponta que as chuvas provocaram inundações nas cidades de Pedreiras, Trizidela, Caxias, Presidente Vargas, São João do

Sóter, Codó, São Luís Gonzaga e Formosa da Serra Negra; em Lago dos Rodrigues, Bacabal, Imperatriz e Tuntum, moradores foram surpreendidos por alagamentos; e em Marajá do Sena e Brejo, os prejuízos foram causados pelas enxurradas. Permanecem em estado de alerta as cidades de Rosário, Timbiras, Cantanhede, Nina Rodrigues, Paulino Neves e Araioses. Os primeiros problemas com as chuvas foram identificados na cidade de Lago dos Rodrigues, em fevereiro, segundo levantamento da Defesa. Aos municípios que já decretaram situação de emergência, o Governo envia cestas básicas de alimentos, roupas, colchonetes, filtros e água,

entre outros mantimentos. Já foram distribuídos cerca de 1,9 mil itens. Equipes da Defesa, Corpo de Bombeiros e prefeituras realizam levantamento das situações para avaliar a concessão dos recursos do Cheque Minha Casa às famílias. O valor pode chegar a R$ 5 mil para ser utilizado na compra de utensílios, eletrodomésticos e outros itens, dependendo das perdas. Com as ações do Mais Asfalto serão recuperadas ruas e avenidas danificadas pelas águas. “As solicitações estão chegando e a gestão atendendo de pronto, com a maior brevidade possível e tentando, junto às prefeituras, minimizar os danos causados pelas chuvas. É um mo-

mento delicado para os milhares de pessoas que tiveram sua rotina alterada e para as quais a gestão estadual vem prestando todo o

apoio”, reforça o coordenador da Defesa Civil, coronel Izaac Muniz Matos. O suporte do Governo do Estado conta ainda com

efetivo do Corpo de Bombeiros, Centro Tático Aéreo (CTA) e apoio das secretarias estaduais para atendimento às populações.

w w w . o q u a r t o p o d e r. c o m


6

Geral

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

Serviço de Oftalmologia do HU-UFMA está entre os 14 melhores do país

O Centro de Referência em Oftalmologia do Hospital Universitário da UFMA (HUUFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), ficou em 14º lugar entre 85 instituições de todos o país na prova nacional de oftalmologia. Com ela os residentes conquistam o título de Especialistas em Oftalmologia concedido pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) e pela Associação Médica Brasileira (AMB). A prova foi realizada no mês de março, em São Paulo, e teve ao todo 787 médicos inscritos, 3 destes residentes do HU-UFMA. O resultado do exame nacional

coloca o hospital à frente de serviços tradicionais em oftalmologia como os da UNICAMP, UFMG, UFPI e UFPR. O coordenador da Residência em Oftalmologia do HU-UFMA, Bonifácio Júnior, parabeniza os residentes e destaca o empenho de toda a instituição para que os profissionais sejam cada vez melhor capacitados. “A residência tem buscado melhorias ano após ano, em todos os aspectos. Os residentes têm saído cada vez mais preparados, com uma formação muito boa. Eles têm um volume de procedimento cirúrgico muito alto, diferente de outras instituições e isso enriquece mui-

to o crescimento deles enquanto profissionais”. A residência em Oftalmologia oferece três vagas anualmente. Os residentes são inseridos na rotina do serviço, perpassando por momentos de aulas teóricas, vivência no ambulatório, centro cirúrgico, imersão em pesquisas científicas, dentre outros. A residência tem uma duração de três anos, iniciou em 2012 e já entregou para a sociedade 9 oftalmologistas. Uma parceria entre o HUUFMA e a Escola Paulista de Medicina permite que no início da residência os aprovados participem de um curso básico em São Paulo. Bonifácio Júnior destaca que como essa área é muito específica, normalmente os alunos saem da faculdade sem um conhecimento mais profundo, por isso a importância dessa introdução. A Residência Médica, de acordo com a Lei 6.932 de 07/07/1981, constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada a médicos, sob a forma de Curso de Especialização, caracterizada por treinamento em serviço, em regime de tempo integral e sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. Centro de Referência Oftalmológica - Anexo do HU-UFMA, está localizado na Rua Silva Jardim (ao lado da

Unidade Presidente Dutra). Realiza atendimentos ambulatoriais e cirurgias de alta e média complexidade. O serviço conta com salas de ambulatório, salas cirúrgicas, sala de recuperação pós- anestésica, salas de treinamento e recebe pacientes de todo o Maranhão. Entre os procedimentos mais procurados estão a cirurgia de catarata, com cerca de 150 cirurgias por mês. Em média, são realizadas 1900 consultas por mês e 320 cirurgias oculares, nas mais diversas subespecialidades, a exemplo, da correção de estrabismo, do transplante de córnea, da cirurgia antiglaucomatosa, entre outros. Sobre a Ebserh - Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Univer sitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Ex-presidente sul-coreana Park não recorrerá de pena de 24 anos de prisão, diz agência O ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye desistiu nesta segunda-feira (16) de apelar da sentença de 24 anos de prisão imposta pela Justiça de seu país por seu papel na trama de corrupção envolvendo sua amiga Choi Soon-sil, chamada de "Rasputina" coreana, que resultou na destituição da mandatária em janeiro de 2017, informa a agência local "Yonhap". A Yonhap diz que Park apresentou o pedido perante o Tribunal de Distrito Central de Seul, o mesmo que a condenou à prisão em 6 de abril, mas mesmo assim haverá um julgamento de apelação, pois a promotoria apresentou um recurso após ficar insatisfeita com a pena imposta. A ex-presidente da Coreia do Sul foi condenada a quase 25 anos de prisão e uma multa de 18 bilhões de wons (cerca de R$ 55 milhões) após ser considerada culpada de 16 das 18 acusações na chamada trama da "Rasputina", entre elas a de abuso de poder, suborno e coação. A promotoria apelou da sentença no mesmo dia da decisão, por discordar da absolvição de Park de algumas acusações. Park não se apresentou perante a corte em outubro alegando problemas de saúde e também não compareceu no começo do mês à leitura da

sentença (que pela primeira vez neste país foi televisionada), e denunciou que não foi julgada de maneira imparcial. Tráfico de influência - A queda em desgraça da ex-presidente começou em meados de 2016, quando foi revelado que sua melhor amiga, Choi Soon-sil, que nunca ocupou nenhum cargo oficial, aproveitou sua influência para obter milhões de dólares de grandes empresas sul-coreanas. O escândalo levou a Assembleia Nacional a destituir a presidente em dezembro daquele ano, o que acabou com a imunidade de Park e abriu caminho para uma investigação. Depois que o Tribunal Constitucional confirmou o impeachment em 10 de março de 2017, a Procuradoria interrogou a ex-presidente e solicitou sua prisão, porque considerava Park uma cúmplice de Choi. A ex-presidente nega todas as acusações e afirma que Choi traiu sua confiança. Park é o terceiro ex-chefe de Estado da Coreia do Sul detido por um caso de corrupção. Chun Doo-Hwan e Roh Tae-Woo cumpriram penas de prisão nos anos 1990 por motivos similares. O expresidente Roh Moo-Hyun, eleito democraticamente, cometeu suicídio em 2009, quando ele e a família eram investigados por corrupção. Do G1

Nos 122 anos de Codó, Flávio Dino entrega pacote de ações com estímulo ao trabalho, asfalto, água, sementes e verbas para a Saúde O governador Flávio Dino levou um pacote de obras e investimentos a Codó nesta segunda-feira (16), quando a cidade completou 122 anos de fundação. Foram diversas áreas contempladas, incluindo asfalto, abastecimento de água, trabalho, agricultura e verbas para a Saúde. “Estamos fazendo mais uma etapa do Mais Asfalto, ajuda na saúde, sementes para a agricultura familiar e outras ações. Estamos presentes em todas as áreas da cidade”, disse Flávio Dino. Um dos destaques foi a entrega de 85 carrinhos e kits do Mais Renda. O programa capacita e profissionaliza trabalhadores informais para que se tornem m i c r o em pr e end ed or e s . Eles passam por cursos e, no fim, recebem um kit e

um carrinho para vender seus produtos. Em Codó, foram 60 kits e carrinhos para o ramo de alimentos, e 25 para o de beleza. “Antes eu vivia fazendo faxina na casa de um e de outro. Hoje tenho como sobreviver com o meu carrinho para trabalhar e tirar a alim entação m inha e dos meus filhos”, afirmou Mercia Poliana, que foi beneficiada com um carrinho. O secretário de Desenvolvimento Social, Francisco de Oliveira Júnior, que está à frente do Mais Renda, conta que o programa já está presente em 13 cidades. “As pessoas aqui em Codó já foram capacitadas e a partir de hoje poderão manter suas famílias com seu próprio trabalho”, disse. Verba para a saúde -

Flávio Dino assinou uma portaria para repassar R$ 3,3 milhões para melhorar a Saúde de Codó. “Já temos uma UPA, mas vamos ajudar mais o município”, disse o governador. Mais Água - O governador ainda inaugurou três Sistemas de Abastecimento de Água em comunidades que sofriam com a falta desse recurso natural. “O povo estava sentindo falta dessa água, agora nós estamos todos felizes", afirmou o lavrador Antônio Domingo. “Às vezes era uma da madrugada e eu tinha que acordar para poder apanhar água para dar banho nos filhos e botar para ir para a escola. Era muito difícil. Agora está uma maravilha”, contou Francisca de Andrade. Sementes - A região de

Codó também recebeu 13 mil quilos de sementes para apoiar os agricultores familiares. Em todo o Estado, são 521 mil quilos para esta safra. “Na regional de Codó, nós atendemos cerca de dez municípios. Nós temos um grande programa, que é o Mais Sementes, que visa potencializar o trabalho na agricultura familiar. Entregamos as sementes no tempo certo, além de outros insumos como adubo e calcário”, diz Loroana Santana, presidenta da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão. Asfalto - Também foi autorizado o início de uma nova etapa do Mais Asfalto. O prefeito Nagib Francisco lembrou que o programa já tinha passado pela cidade, pavimentando im-

portantes ruas de Codó. Ele citou diversas outras ações do Governo do Estado feitas em parceria com a prefeitura, incluindo Escolas Dignas, praça, construção do Núcleo de Educação Integral, poços e a construção do mercado central. “É um governador que governa para todos, principalmente para os esquecidos. Na contra-

mão desta crise econômica no país, o governador Flávio Dino segue firme gerando emprego e renda.” “Agradeço muito ao prefeito e à sua equipe, aos secretários, vereadores e todas as lideranças codoenses que estão aqui conosco, mostrando que o que precisamos hoje é de uma grande união”, disse Flávio.


Geral

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

Primeiras escutas territoriais de 2018 têm grande participação popular

A grande participação popular foi o que marcou as primeiras semanas das escutas territoriais 2018. Os municípios de Imperatriz, Caxias, Grajaú, Pedreiras, Governador Nunes Freire, Pinheiro, Bacabal, Viana, Itapecuru e Pindaré contaram com muitas participações e debates cheios de argumentos e boas ideias. Em vigor desde 2015, o Orçamento Participativo (OP) tem se apresentado como uma ferramenta importante de atuação popular, que nos permite propor soluções para problemas da nossa região de forma coletiva. A atividade é promovida pelo Governo do Maranhão, por meio das Secretarias de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e Planejamento e

Orçamento (Seplan), e incentiva a população a indicar prioridades para a aplicação dos recursos públicos do Estado nos 15 territórios da cidadania do Maranhão. Para o secretário de Estados dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, as escutas têm como objetivo democratizar o uso dos recursos públicos do Estado. “A votação do Orçamento Participativo é uma ação de Governo que garante à população o poder de decisão, de acompanhar a gestão e o uso dos recursos públicos e garantir a melhoria e o desenvolvimento solidário, com ações que não privilegiam apenas um grupo de pessoas, mas todas as micro e macrorregiões do Maranhão”, explicou. Dentre as propostas esco-

lhidas pelos territórios passados ao longo da semana, a população debateu sobre saúde com a solicitação de reestruturação de alguns hospitais existentes e meio ambiente com solicitação de mais fiscalização em matas, rios e lagos. Muitas propostas escolhidas também abrangeram a área de agricultura familiar solicitando mais assistência técnica e extensão rural e ainda incentivo à comercialização de produtos produzidos no Maranhão. Outro fato marcante foi a presença e participação de jovens como a estudante de Química da UemaSul, Tatiane Nunes Silva. Ela é do município de Davinópolis e participou pela primeira vez das Escutas Territoriais. “Eu achei muito interessante a proposta e decidi participar porque aqui a gente vê que a nossa opinião tem valor. A gente pode participar, a gente pode opinar e ajudar o governo a saber onde a gente quer que o nosso dinheiro seja aplicado”, afirma a estudante. Assim como pensa Tatiane, muitos jovens colaboraram votando em propostas na área de educação e cultura, defendendo a construção de centros culturais e mais oportunidades de ensino su-

Procon orienta consumidor sobre ressarcimento por dano a aparelho em queda de energia Chuvas torrenciais vêm causando grandes e vários transtornos em todo o Maranhão. E basta o período de chuva chegar para trazer junto a preocupação com equipamentos elétricos, em virtude de fortes tempestades que causam enchentes, quedas e falhas no fornecimento de energia elétrica. Em decorrência disso, cresce o número de reclamações de consumidores a respeito de aparelhos queimados devido à sobrecarga de energia. A queima, geralmente, acontece quando a energia é restabelecida, o que causa maior corrente e tensão. Nesses casos, a concessionária de energia deve arcar com o prejuízo causado ao consumidor. De acordo com o artigo 22 do Código de Defesa do Consumidor, as empresas ou concessionárias de energia possuem a obrigação de fornecer serviços adequados, eficientes e seguros. Caso haja o descumprimento des-

sas obrigações, incluindo queima de aparelhos, a distribuidora de energia é obrigada a arcar com o prejuízo. Além disso, segundo os artigos 203 a 211 da Resolução 414/2010, da Aneel, o primeiro passo é solicitar o ressarcimento à distribuidora de energia. Para isso, é preciso entrar em contato com a empresa em até 90 dias, a contar da data provável em que o equipamento foi danificado. Após a solicitação, a distribuidora de energia possui o prazo de dez dias corridos para inspecionar o equipamento eletrônico danificado. Essa inspeção pode ser realizada em uma oficina autorizada pela distribuidora, na unidade consumidora, além da própria distribuidora, quando esta retira o equipamento para análise. Assim, o consumidor não deve consertar o equipamento antes dessa avaliação ser realizada. Em seguida, a distribuidora tem até 15 dias corri-

dos para informar ao consumidor o resultado da análise do pedido de ressarcimento. Quando houver qualquer pendência de responsabilidade do consumidor, o prazo fica suspenso. Se comprovada a queima por conta de descarga elétrica, a distribuidora tem até 20 dias corridos para efetuar o conserto, providenciar o pagamento em dinheiro ou substituir o equipamento danificado. “É preciso que o técnico comprove se esse dano foi mesmo provocado pela falha na distribuição de energia. Uma vez comprovado, se a concessionária de energia se recusar a realizar o ressarcimento do prejuízo, é importante que o consumidor formalize sua reclamação em uma das 50 unidades físicas do VIVA/Procon”, explica a presidente do órgão, Karen Barros. As reclamações também podem ser formalizadas pelo site do órgão, redes sociais ou aplicativo disponível para Android e IOS.

perior e técnico. Muitos participantes das escutas territoriais deste ano já acompanharam o processo em anos anteriores, como é o caso da Eliete Carneiro dos Santos. Ela é do município de Timon e fez questão de participar da escuta no município de Caxias. Apoiadora do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), esse evento é fundamental para o desenvolvimento de toda a região. “Já participei em outros anos e acho muito importante, não só para Caxias, mas para Timon, Coroatá e todos os demais municípios do nosso território. Essa escuta é de extrema necessidade para todos nós, porque as coisas devem ser de forma ascendente. A comunidade tem que participar, as instituições tem que se fazer presente, que é o momento mais oportuno, trazer suas demandas, suas necessidades, justamente para que seja feita essa escuta de forma bem democrática”, avalia a participante.

7

Município de Peritoró ganha Escola Digna nesta terça-feira

Nesta terça-feira (17), o Governo do Estado entrega no município de Peritoró, povoado Mendonça, a Escola Municipal Nossa Senhora da Conceição, construída pelo Programa Escola Digna, em substituição à antiga estrutura de taipa, que abrigava as aulas. Construído com recursos da ordem de R$ 388.595,87, em parceria com a empresa Algar, o novo prédio escolar será entregue totalmente equipado com duas salas de aula, pátio, banheiros acessíveis, cozinha, entre outros espaços, que visam garantir a qualidade do processo de ensino e aprendizagem de aproximadamente 66 estudantes matriculados na escola. O povoado Mendonça,

que fica a cerca de 12 km da sede do município, também recebeu um poço que fará o abastecimento de água da escola e mais 45 residências. Participam da solenidade de inauguração, marcada para 11h, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, o prefeito de Peritoró, Josias Lima Oliveira, Pe. Josias, e autoridades locais. Escola Municipal Nossa Senhora da Conceição - As péssimas condições da antiga escola municipal ganhou repercussão em rede nacional, em 2016, após o pequeno Taylan Maia, aluno da EM Nossa Senhora da Conceição, mostrar em vídeo, divulgado amplamente nas redes sociais, a sua escola.


8

Cultura e Variedades celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima blog.oquartopoder.com/celialima

São Luís, terça-feira, 17 de abril de 2018

Pensamento do Dia O orgulho é a fonte de todas as fraquezas, por que é a fonte de todos os vícios. (Santo Agostinho)

)

‘As Vizinhas e o Misterioso Caso do Maníaco das Unhas’, no ‘Aldenora Bello’

P

acientes e voluntários do Hospital do Câncer Aldenora Bello assistirão em primeira mão a divertida comédia ‘As Vizinhas e o Misterioso Caso do Maníaco das Unhas’, da Companhia Rodapé de Teatro. A pré-estreia acontece rá nessa quinta-feira (19), às 16h, no referido Hospital, em São Luís/MA. Com direção de Fernando Braga, o espetáculo entrará no circuito comercial nesse sábado (21), às 20h, no Teatro da Amei, no São Luís Shopping. A comédia terá reapresentações nos dias 28 de abril e 05, 12, 19 e 26 de maio, sempre às 20h, Ingressos no local. Escrita por Fernando Braga e Ione Coelho, a comédia tem no elenco as atrizes Helena Travassos, Ione Coelho e Diana Mattos. Com produção de Edilson Brito, tem desenho de luz de Ivone Coelho e figurino de Glauber Pinto. A cenografia é de Fernando Braga e Clayton Pinto e maquiagem de Carlos Maranhão. Na sonoplastia, Marcos Belfort a assistência de produção de Francinaldo Belfort. Além de abordar o cotidiano da cidade, em especial do Bairro Madre Deus, em São Luís, “o espetáculo debate questões sociais que, infelizmente, estão presente no dia a dia, principalmente daqueles que fazem uso do transporte público”, afirma o diretor. Fernando Braga destaca ainda que a comédia, de forma lúdica, aborda a nossa sociedade, cada vez mais individualista e que impõe suas aparências, ideologias e religião. Um mundo de vaidade que o compartilhar segredos entre amigas virou quase que moeda de troca.

Palco Giratório chega ao Maranhão em abril

P

EDIÇÃO COMEMORATIVA DB RUNNER NOS 60 ANOS DO DOM BOSCO EM MAIO

A

já tradicional e esperada corrida de rua anual promovida pelo Colégio Dom Bosco no mês de maio, já tem data marcada e acontecerá no próximo dia 27 de maio (domingo). A grande novidade fica por conta da edição comemorativa da prova, que em seu sétimo ano, vai comemorar de forma bem especial os 60 anos do Dom Bosco, e terá um percurso diferenciado e alusivo à homenagem; com largada e chegada em frente ao Colégio Dom Bosco, na Avenida Colares Moreira, N. 443, no Renascença II. A competição será disputada nas modalidades 5km e 10km, masculino e feminino e permanece com o mesmo horário das edições anteriores, com concentração às 06H30 e largada pontualmente às 07H. As categorias são Dom Bosco (alunos, ex – alunos, docentes e funcionários), Comunidade e Portadores de Necessidades Especiais (estes somente disputarão os 5 Km). Todos que completarem a prova em até 2H ganharão lindas medalhas e os três primeiros de cada categoria terão premiação especial, em medalhas e troféus. Não haverá prêmios em dinheiro. As ins c r iç õ es j á po dem s er f eit as , de f or m a on l ine, no s ite da es c o la o u pe lo e nder eç o www.centraldecorrida.com.br/dom-bosco-runner. Os atletas podem se inscrever até o dia 22 de maio ou enquanto durarem as vagas, que não ultrapassarão o limite máximo de 350 vagas, para melhor organização e controle dos kits de corridas. O valor da inscrição é R$ 60,00. Atletas com mais de 60 anos de idade e portadores de necessidades especiais paga, somente 50%. Como a procura tem sido grande, e a prova é sempre bastante prestigiada pela comunidade de corredores maranhenses e também de outras cidades do interior e de estados vizinhos, a organização recomenda que os interessados antecipem sua inscrição, para garantir a vaga desde já.

rovocar a reflexão e o riso, oportunizar lazer cultural, propagar nossas raízes sócio-cultu rais e fomentar a arte brasileira a mais de duas décadas é o que o Sesc promove por meio do projeto Palco Giratório, considerado o maior do país no campo cênico. No Maranhão o circuito de apresentações da 21ª edição inicia nos municípios de Caxias e Itapecuru-Mirim com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE. De 21 a 26 de abril, o público pode conferir o espetáculo “Os cavaleiros da triste figura” e participar da oficina de iniciação ao teatro de rua “Boca Em-cena”. Toda a programação é gratuita. O espetáculo “Os cavaleiros da triste figura” é o resultado do encontro cênico do Grupo Boca de Cena, e seus colaboradores, com a literatura de Miguel de Cervantes. Livremente inspirado em Dom Quixote de la Mancha, a história extrapola a literatura e insere a realidade circundante em torno do desejo de transformar o mundo. Com classificação livre, em Caxias a apresentação acontece dia 23 de abril, das 17h30 às 18h30, na Praça Dom Luís Marelim, enquanto em Itapecuru está agendada para o dia 25 de abril, das 17 às 18h, na Praça Gomes de Sousa.

blog.oquartopoder.com/celialima

17042018  
17042018  
Advertisement