Page 1

Municípios recebem apoio do Estado para gestão ambiental Pág - 6 ANO 12

NÚMERO 2599

SÃO LUÍS - MA, QUARTA-FEIRA, 16 DE MAIO DE 2018

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Maranhão é o segundo maior produtor de soja do Nordeste.Pág-5

DURANTE PARADA DO ITALUÍS

Caema vai fazer abastecimento prioritário com caminhões-pipa A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vai disponibilizar 30 caminhões-pipa para abastecimento de água prioritário em São Luís. A medida visa diminuir os transtornos causados pela parada do Sistema Italuís, necessária para troca de uma subestação elétrica e interligação da nova adutora. Mas a Caema alerta que, apesar dos caminhões-pipa, é fundamental que os moradores armazenem água antes. Os caminhões não têm como abastecer uma grande parcela dos moradores, por isso, é importante armazenar água. O Sistema atende 600 mil pessoas na capital. A nova adutora está sendo instalada para aumentar o abastecimento a essas pessoas. Página - 5

Orçamento da Saúde aumenta 26% entre 2014 e 2018

Governo amplia ações de combate a assaltos a ônibus e reduz esse tipo de crime

Página 7

Com medidas de fiscalização, gestão fiscal, democratização e acompanhamento racional do orçamento público, o Governo do Maranhão tem garantido mais investimentos em todos os setores prioritários, com destaque para Saúde e Educação.

Distribuição do tempo de propaganda eleitoral deve ser definida pelo Legislativo, diz AGU

Página 2

Mais

VIVA Beira-Mar comemora dois anos de funcionamento Pág - 6

Prefeito Edivaldo realiza melhoria e moderniza iluminação pública do Parque Shalon A Prefeitura de São Luís avança com os serviços de manutenção e modernização do parque de iluminação pública na cidade. As melhorias que já foram realizadas nas principais avenidas como a Jerônimo de Albuquerque e bairros como a Vila Brasil, estão sendo realizadas em bairros como Parque Shalon e Olho D'Água.Página 7

www.oquartopoder.com

Página 3

Mais

OMS pede que gorduras trans sejam eliminadas da indústria até 2023 Pág - 4

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

Orçamento da Saúde aumenta 26% entre 2014 e 2018 Com medidas de fiscalização, gestão fiscal, democratização e acompanhamento racional do orçamento público, o Governo do Maranhão tem garantido mais investimentos em todos os setores prioritários, com destaque para Saúde e Educação. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan), a Saúde recebeu incrementos que permitiram a reestruturação da rede estadual de atendimento, com inauguração de sete novos grandes hospitais no interior e na capital, além de reforço nas unidades em 19 regiões do Maranhão. “Cabe ressaltar o incremento de 26% na comparação entre os anos de 2014 e 2018, partindo de R$ 1,76 bilhão para R$ 2,22 bilhões nas Leis Orçamentárias desses exercícios”, explica o subsecretário de Planejamento e Orçamento, Marcelo Duailibe. O subsecretário explica, ainda, que o atual o orçamento destinado à Saúde passou por mudanças em relação a gestões anteriores. “Até o ano de 2014, os valores da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) eram computados na Saúde, visto que a empresa era vinculada ao sistema de saúde, passando para a Secretaria de Cidades a partir de 2015. Somente em 2017, foram empenhados, no âmbito da Caema, R$ 104,6 milhões. Devemos considerar também que, a partir de 2016, todos os investimentos da Saúde foram transferidos à Secretaria de Estado da Infraestrutura, restando à Secretaria

de Saúde apenas os gastos com Pessoal e Custeio que superam os valores constitucionais” acrescenta. Na Educação, o Governo do Maranhão investiu percentual histórico. Na comparação entre os orçamentos dos anos de 2014 e 2018, o total passou de R$ 1,6 bilhão para R$ 3,28 bilhões, com destaque para o Programa Escola Digna e a realização de concursos públicos, além dos aumentos salariais que dão aos professores da Rede Estadual Maranhense, a melhor remuneração do país. Democratização do orçamento - Além do Incremento dos investimentos em relação a governos anteriores, o Governo elevou o orçamento de 2018 em relação ao ano passado. Na Educação a ampliação orçamentária equivale a 23,7%, com investimentos passando de R$ 2,65 bilhões em 2017 para 3,28 bilhões neste ano. No orçamento da Segurança Pública, o governo aumentou os investimentos em 19,6%, passando de R$ 1,6 bilhão em 2017 para 1,9 bilhão em 2018. Já na Saúde,

a proposta é de aumento de 16,9%, levando em consideração a política de expansão da rede hospitalar. O Governo também destinou mais recursos para o saneamento básico, com incremento de R$ 88,3 milhões (crescimento de 16,4% em relação a 2017); R$ 20,9 milhões em Ciência e Tecnologia (27,9% em relação a 2017), além de um vasto conjunto de concursos públicos e seletivos para diversas áreas governamentais. Os investimentos em áreas prioritárias, foram escolhidos por meio de ferramenta de democratização na aplicação dos recursos. “Com o mesmo compromisso realizado no primeiro ano de governo, nós elaboramos a proposta orçamentária considerando as prioridades definidas nas 15 Escutas Territoriais, bem como aquelas advindas da votação na plataforma digital. Este processo, além de tornar o orçamento mais participativo e democrático, possibilitou que os cidadãos de todas as regiões do nosso Estado pudessem eleger as suas prioridades e influenciar direta-

mente no processo de alocação dos recursos públicos na peça orçamentária”, comentou o governador Flávio Dino ao explicar o aumento de investimentos no Estado. Gestão fiscal equilibrada - Para garantir a proteção do Maranhão frente à crise econômica nacional, o governador determinou também a implantação de gestão tributária para o aumento da arrecadação por meios mais eficientes que a mera elevação de tributos. Por meio do Decreto Nº 31.727, Flávio Dino criou comissão especial para acompanhar os Gastos públicos, composta pela Casa Civil, Seplan e Secretaria de Estado de Transparência e Controle (STC). O Comitê realiza um conjunto amplo de ações de renegociação de contratos, incluindo propor meios alternativos para a execução menos onerosa de despesas de custeio, convênios ou quaisquer outras obrigações financeiras, além de determinar a revisão ou rescisão de contratos, com o objetivo de otimizar as despesas e manter o equilíbrio fiscal. “No Maranhão, a Secretaria da Fazenda obteve resultados na gestão tributária, a exemplo do 1º lugar da Arrecadação das Secretarias Estaduais registrado no Confaz em ações que aumentaram a base de arrecadação e reduziram o ‘gap’ tributário através da implantação da Nota Fiscal Eletrônica, Modernização da Gestão Tributária e de uma maior quantidade de visitas in loco”, explica o subsecretário Marcelo Duailibe, ao destacar o papel da Sefaz para a ampliação da arrecadação.

Iniciado atendimento aos servidores proponentes ao Residencial Parque Independência O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) iniciou, nessa segundafeira (14), o atendimento presencial aos servidores proponentes aos apartamentos do Residencial Parque Independência. Serão convidados para o atendimento presencial todos os servidores inscritos e pré-qualificados, após pesquisa cadastral realizada pela Caixa Econômica Federal, instituição financeira do programa. O atendimento será feito por ordem de inscrição e

os contatos por meio de ligações telefônicas e via mensagens (SMS). O cronograma de atendimento es tá disponível no site www. m a. gov.b r / www.secid.ma.gov.br. Para o casal Rozino Pereira Ribeiro e Zélia Maria Borges, que moram de aluguel, a oportunidade foi maravilhosa, as condições são boas e acessíveis e os apartamentos são grandes e bem localizados. “Estamos felizes em poder participar desse programa habitacional promovido pelo Governo do Estado que vai

oportunizar moradia digna e acessível ao servidor público", afirmou Rozino. “Nós temos um projeto arquitetônico diferenciado e humanizado com paisagismo maravilhoso, e a principal vantagem do empreendimento é o preço, os apartamentos tem uma redução em torno de 30% em relação a outros ofertados no mercado, devido a contrapartida oferecida pelo Estado”, destaca a secretária Flávia Alexandrina. Para os servidores cuja pesquisa cadastral prévia feita pela Caixa Econômica apontou restrição é reco-

mendada a regularização a fim de possibilitar futuro chamamento para continuação de suas propostas. Sendo assim, nesta 1ª etapa serão chamados para apresentação documental os servidores que não tiveram pendencias cadastrais verificadas nas pesquisas pela Caixa Econômica Federal, informa ainda a secretária. Os atendimentos são realizados de segunda a sexta, nos horários das 08:00 às 11:00 e das 13:30 às 18:00, na sede da Secid, localizada na avenida Getúlio Vargas, 1905, Monte Castelo.

Prefeitura de São Luís promove curso "Cuidando do Cuidador"

"Quando eu comecei há quatro anos, não tinha experiência com o público que eu trabalho. Eu já havia cuidado de idoso, criança, mas não com população de rua. Esse é um trabalho desafiador, porque temos contato com as mais diversas histórias de vida e acabamos nos envolvendo emocionalmente de alguma forma com essas situações. Quando digo onde trabalho, alguns colegas me olham de maneira estranha, pois tem muito preconceito com esse público. Ter um curso que olhe para gente e nos lembre desse cuidado pessoal é muito importante", diz o cuidador Social, Israel Sousa da Silva. Israel trabalha no Abrigo para Pessoas em Situação de Rua do sexo masculino, da Prefeitura de São Luís, e é um dos 120 participantes do curso "Cuidando do Cuidador", promovido pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas). O curso, iniciado na manhã desta terça-feira (15), vai até a sexta-feira (18), e acontece no Espaço Orienta, no Renascença. A formação é voltada para profissionais dos Serviços de Acolhimento Institucional e Familiar que atuam nos Serviços de Acolhimento da Semcas e em Instituições da Sociedade Civil. A superintende dos Serviços da Alta Complexidade da Semcas, Amparo Seibel, destaca a relevância da capacitação. "Para nós, é de fundamental importância o processo de investimento no cuidado com as pessoas que atuam nos serviços de acolhimento, pois o dia-a-dia é muito intenso. Nós funcionamos 24h, então precisamos parar em um determinado momento e dar atenção para essas pessoas de forma mais especial. Ao fazer isso, ajudamos os servidores a se fortalecerem para suas rotinas e, por consequência, também qualificamos o trabalho", explicou. Esse é segundo curso

realizado pela Semcas com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), através do Projeto Acolher para Qualificar, executado com recursos Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Os cuidadores sociais atuam na recepção e apoio ao público atendido nas unidades de acolhimento, sejam eles crianças, jovens, adultos, pessoa com deficiência ou idosos. Eles desenvolvem atividades de cuidados básicos essenciais, apoiando e monitorando durante as atividades de higiene, organização, alimentação e lazer; e acompanham nos serviços de saúde, educação, entre outros. A facilitadora do curso "Cuidando do Cuidador" Roseane Moraes, explica a metodologia desenvolvida. "Nós buscamos desenvolver reflexões e percepções, a partir da consciência de si, do outro e do ambiente de trabalho. Assim, ajudamos eles a potencializarem a capacidade de lidar com as emoções, no enfrentamento das diversidades e o trabalho na perspectiva do autocuidado", disse. ACOLHIMENTO - A Semcas possui 380 vagas nas 13 unidades de acolhimento institucional. No Serviço Família Acolhedora, são mais 40 vagas, totalizando 420 vagas. Os abrigos institucionais estão distribuídos nas modalidades: Abrigo para população adulta de rua (homens); Casa de Acolhida Temporária (Famílias e Adultos); Residência Inclusiva (pessoa adulta com de?ciência); Abrigo Institucional para adolescentes; Casa de Passagem (crianças). A Semcas possui, ainda, convênio com duas instituições para atendimento de criança e adolescentes, são elas: Grupo Solidariedade é Vida/ Casa Sonho de Criança e Servos da Divina Providência/ Lar Calábria, esta última executando o Acolhimento em seis Casas Lares.


Política

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

Em balanço de 2 anos

Temer lista ações do governo e diz que tirou o Brasil 'do vermelho'

Um um discurso no Palácio do Planalto nesta terça-feira (15) para fazer um balanço dos dois anos de sua gestão, o presidente Michel Temer (MDB) listou as ações tomadas pelo governo no período e disse que "tirou o Brasil do vermelho". Os dois anos do governo Temer foram completados no sábado (12). Ele assumiu o cargo após afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em razão do pro-

cesso de impeachment. Ao abrir o evento, cham ad o de "Mai o/201 6 Maio/2018: O Brasil voltou", Temer disse que faria uma lista "talvez extensa" das ações do governo. O presidente fez questão de c itar m edidas que, para ele, ajudaram o país a superar a recessão econôm ica e a avançar em áreas com o educação e segurança. A uma plateia formada

por ministros e ex-ministros do governo, além de dirigentes de estatais, de autarquias federais e parlamentares, Temer disse que se sente "responsável" pelas escolhas que fez, "sempre pensando em um Brasil maior". "Nestes 24 meses de trabalho, nós avançamos, mas eu gostaria de fazer, diante dos meus colegas de trabalho, uma reflexão: eu confesso, diante de todos, que me sinto respon-

sável pelas atitudes e escolhas que fiz, sempre pensando em um Brasil maior", afirmou o presidente. "Nós somos responsáveis e orgulhosos por, repito, tirar o país da maior recessão da sua história. Por assumir um governo com inflação acima dos 10% e colocá-la perto dos 3% [...] Todos nós fomos responsáveis por tirar o Brasil do vermelho e colocar o país no rumo certo", completou Temer. Além da redução nos juros e na inflação, o presidente citou dados como os recordes na balança comercial em 2016 e 2017 e a melhora nos resultados da Petrobras. "Salvar a vida da maior empresa de petróleo do país é um privilégio. Nós salvamos a Petrobras. Recebi a companhia em colapso. Hoje, é com muita alegria que nós podemos anunciar que a Petrobras está recuperada. A empresa acaba de obter quase R$ 7 bilhões de lucro no primeiro trimestre deste ano", disse o presidente. Do G1

Distribuição do tempo de propaganda eleitoral deve ser definida pelo Legislativo, diz AGU A Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu, no Supremo Tribunal Federal (STF), que o critério de distribuição do tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão entre os partidos políticos deve ser definido pelo Congresso Nacional, não cabendo intervenção do Poder Judiciário. Em manifestação encaminhada ao STF a pedido do ministro Luiz Fux, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça, defende que mudar as regras da propaganda neste momento poderia comprometer a “segurança jurídica” e gerar “instabilidade” nas eleições deste ano. A manifestação acontece em uma ação ajuizada pelo Podemos e pelo PP, que questiona a distribuição do tempo de propaganda no rádio e na televisão, calcu-

lada atualmente com base no tamanho das bancadas eleitas de cada partido nas últimas eleições. Para as duas legendas, esse critério “seria incompatível com o dinamismo da política brasileira”, por causa das alterações do tamanho das bancadas ao longo da legislatura, o que faz com que a distribuição não represente a atual composição política. Os dois partidos defendem como modelo de distribuição da propaganda o mesmo critério utilizado para a repartição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. Segundo as duas legendas, esse modelo respeita a “real representação”, ao levar em conta o tamanho atual de cada bancada na Câmara no momento da divisão dos recursos, o que

Vereador Basileu solicita a recuperação do asfalto da Avenida Piancó, na Vila Embratel

O vereador Basileu Barros (PRTB) protocolou requer im ento na Câm ara Municipal de São Luís solicitando que a Prefeitura – por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) – mande recuperar, com a máxima urgência, o asfaltamento da Avenida Piancó, localizada no Bairro da Vila Embratel. Recentemente, Basileu Barros visitou o bairro da Vila Embratel e escutou várias reclamações dos moradores e dos representes da comunidade. O parlamentar percebeu que a

Avenida Piancó está totalmente esburacada, quase intransitável, causando incômodos e prejuízos materiais aos motoristas que trafegam na área. No pedido encaminhado ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior(PDT) e ao titular da Semosp, Antônio Araújo, Basileu Barros sugere que a recuperação da Avenida Piancó seja feita dentro do cronograma de obras da Prefeitura, em parceria com o Governo do Estado, que prevê a recuperação de vias públicas da capital maranhense.

Edson Gaguinho requer a recuperação asfáltica da Rua Vinte e Três, na Vila Riod. O vereador Edson Gaguinho (PHS) solicitou, em caráter de urgência, ao governador Flávio Dino ( PC d o B) , pr o v id ê n c i a s para seja executada a rec uper aç ão as fáltic a da Rua Vinte e Três, no bairro Vila Riod. A indicação foi protocolada e encaminhada na última segundafeira, dia 7 de maio. A demanda foi reivindicada por moradores que procuraram o parlamentar e narraram que a via pública

encontra-se em péssimo estado e, portanto, precisa, com urgência, de reparos. “O serviço tem como objetivo evitar acidentes de trânsito e, ao mesmo tempo, impedir risco a integridade de motoristas e pedestres, tornando a passagem mais segura. A rua se enc on tr a em pés s im as condições de tráfego o que compromete a segurança dos usuários e causam inúmeros prejuízos”, declarou Edson Gaguinho.

A advogada-geral da União, Grace Mendonça (Foto: Beto Barata/PR)

garantiria “maior isonomia” entre os partidos na eleição. Ou seja, o que os dois partidos querem com a ação é mais tempo de TV, usando para isso a migração de parlamentares nas janelas partidárias. O PP foi o partido que mais cresceu na última transferência de depu-

tados. O Podemos também aumentou a bancada. A AGU, contudo, ressaltou que aceitar a mudança das regras proposta pelos dois partidos poderia “gerar grande instabilidade no processo eleitoral”, especialmente nas eleições de 2018. Do G1

www.oquartopoder.com

3

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555 \ (98) 98783-9244


4 Esportes e saúde

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

Fora da Copa do Mundo, Lucas Lima luta por regularidade no Palmeiras Ausente da lista dos 23 convocados pelo técnico Tite para a Copa do Mundo, Lucas Lima terá de virar a página da Seleção para focar em seu momento com a camisa do Palmeiras. Mesmo sendo o principal garçom da equipe na temporada, com sete assistências, o camisa 20 ainda trabalha por uma sequência mais regular na equipe titular do Verdão. Desde a sua chegada, o meia afirmava que a convocação para a disputa do Mundial da Rússia era um dos seus objetivos em 2018. Mesmo ausente das últimas convocações, o atleta chegou a ser cpor Tite como um dos atletas que lutavam pelas últimas vagas no grupo. O sonho, porém, não se concretizou. Principal reforço do Palmeiras para a temporada, o meia chegou em alta ao clube. Estreou com um belo gol contra o Santo André e fechou o Campeonato Paulista na seleção do torneio. Na Libertadores, marcou um belo gol na vitória sobre o Boca Juniors, na Bombonera. Mas o atleta já teve sua vaga ameaçada em pelo menos duas oportunidades. Depois do Paulistão, Guerra apareceu com mais

frequência na equipe, sempre saindo do banco de reservas e melhorando a produção ofensiva palmeirense. O problema é que uma inflamação no quadril acabou afastando o venezuelano dos gramados por cinco jogos – ele voltou a ser aproveitado contra o AméricaMG, na semana passada. Antes recuado, Moisés passou a ser utilizado mais recentemente como armador. E foi nesta função que o Profeta teve bom desempenho contra o Alianza Lima, no Peru. Testado em alguns treinamentos como titular, o meio-campista sofreu um estiramento muscular na coxa esquerda contra o Atlético-PR e só deve voltar ao time depois da Copa do Mundo. Maior referência do Palmeiras na armação das jogadas ofensivas, Lucas Lima sofre com altos e baixos e até questionamentos táticos. Se antes era uma alternativa na saída de bola, quando recuava para buscar o jogo entre os volantes, passou a atuar mais avançado e próximo aos atacantes. Nesta segunda opção, apareceu com mais eficiência como contra Inter, Boca e América.

Sem Moisés, machucado, Guerra é a única alternativa para atuar mais centralizado em uma eventual ausência de Lucas Lima já que Hyoran vem sendo mais aproveitado pelos lados do campo. Na quarta-feira, contra o Junior Barranquilla, pela

última rodada da fase de grupos da Libertadores, há a possibilidade de Roger Machado poupar alguns titulares. No sábado, o Verdão enfrenta o Bahia, na arena, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Do Globoesporte.com

Sampaio Corrêa

Roberto Fonseca quer equipe com espírito de decisão para enfrentar o Vitória A Véspera do início das quartas de final da Copa do Nordeste, e a equipe do Sampaio Corrêa trabalha para iniciar o duelo contra o Vitória sob o comando do seu novo treinador, que estreia justamente no jogo desta quarta-feira. Com apenas cinco dias

de trabalho, Roberto Fonseca ainda está em fase de analisar o elenco, sem deixar de se descuidar com o próximo compromisso, e já identificou o primeiro fator a ser equilibrado: “Precisamos estar com o estado motivacional em alta para buscar o resultado e

recuperar a nossa autoestima. Será a minha estreia, já em clima de decisão, e espero que a equipe faça um bom jogo para elevar a confiança do grupo”, frisou o treinador boliviano. Roberto Fonseca aponta as qualidades do adversário, mas acredita na força do

Sampaio em seus domínios: “Vamos enfrentar uma equipe tradicional, que tem um time muito rápido, mas também somos fortes diante da nossa torcida. Será uma partida equilibrada, e precisamos entrar com o espírito de decisão para conquistar um bom resultado”, afirmou.

OMS pede que gorduras trans sejam eliminadas da indústria até 2023

O mundo é capaz de eliminar as gorduras trans produzidas industrialmente até 2023, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira (14), revelando um plano que afirma que evitará 500 mil mortes por ano decorrentes de doenças cardiovasculares. As gorduras trans são populares entre fabricantes de alimentos fritos, assados e salgadinhos porque têm um prazo de validade longo, mas são ruins para os consumidores, aumentando o risco de doenças cardíacas em 21% e as mortes em 28%, informou um comunicado da OMS. "Por que nossas crianças deveriam tem um ingrediente tão inseguro em seus alimentos?", questionou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, no comunicado. Implantar a estratégia da entidade para substituir as gorduras trans, o que inclui divulgar alternativas mais saudáveis e legislar contra ingredientes nocivos, os retiraria da cadeia alimentar e

representaria uma grande vitória contra as doenças cardíacas, afirmou ele. Vários países ricos já eliminaram virtualmente as gorduras trans estabelecendo limites às quantidades permitidas em alimentos industrializados. Alguns proibiram óleos parcialmente hidrogenados, a principal fonte de gorduras trans produzidas industrialmente, disse a OMS. "A gordura trans é um produto químico tóxico desnecessário que mata, e não há motivo para pessoas de todo o mundo continuarem sendo expostas", disse Tom Frieden, ex-diretor do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos que hoje comanda a iniciativa Resolve. No início deste mês a OMS emitiu suas primeiras recomendações sobre gorduras trans desde 2002, dizendo que adultos e crianças deveriam consumir um máximo de um por cento de suas calorias diárias na forma de gorduras trans. Do G1

98897-3555 / 99976-6175


Municípios 5

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

Maranhão é o segundo maior produtor de soja do Nordeste

Os agricultores maranhenses, em especial, os grandes produtores de grãos, continuam otimistas, tendo em vista que a safra de 2018 deverá atingir um novo recorde, maior que o ano anterior em 838,3 mil toneladas. É o que aponta a Nota de Agricultura Maranhense, publicada nesta segunda-feira (15), pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc). A nota trata da previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas do Estado, referentes à estimativa do segundo bimestre de 2018. A análise completa encontra-se disponível no site do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos. Acesse pelo link: http://imesc.ma.gov.br/ portal/Post/view/30/226 De acordo com os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola

(LSPA) referentes ao mês de abril de 2018, a produção graneleira maranhense está estimada em 5.265 mil toneladas em 2018, crescimento de 18,9% em comparação com a safra de 2017. O presidente do Imesc, Felipe de Holanda, explica o bom resultado das safras em 2018. “Os preços das commodities agrícolas no mercado internacional estão em recuperação, ainda que em ritmo lento. Soma-se a isso a valorização do dólar a patamares ainda mais elevados, constituindo fatores que contribuem significativamente para a decisão de plantio dos produtores, já que os mesmos plantam conforme as condições do mercado, seguindo a lógica econômica: quando os preços estão elevados, há um estímulo à produção”. A produção de soja no Maranhão tem evoluído em vários municípios ao longo

dos anos. Em 2010, por exemplo, 33 dos 217 municípios maranhenses produziam soja, já em 2016, surgiram mais 18 municípios que passaram a cultivar esse grão, totalizando 51 municípios produtores de soja no estado. Entre estes novos produtores, destacam-se Açailândia, Buriticupu e Itinga do Maranhão, cujas produções em 2016 foram de 53,7, 35,7 e 31,1 mil toneladas, respectivamente. Segundo dados da Pesquisa Agrícola Municipal – PAM (2016). Entre 2010 e 2016, somente a Bahia, o Maranhão e o Piauí produziram soja de forma contínua. Segundo as últimas informações disponíveis (2016), a Bahia produziu cerca de 63,3% da soja da Região, enquanto que a participação da produção desse grão do Maranhão em relação ao total do Nordeste equivaleu a 24,2%. O Piauí respondeu por cerca de

12,5% da soja no Nordeste. Milho - A produção de milho, por sua vez, fechou o ano de 2017 em 1,6 milhões de toneladas, com incremento de 948,2 mil toneladas, fruto do aumento de 39,6% na área plantada, o que representa cerca de 133,8 mil hectares. Quanto ao rendimento médio desta cultura, em 2017 encerrou em 3.521 kg/ha, maior em 89,6% em relação ao ano anterior. Em relação à cultura do milho, da mesma forma como acontece com a produção de soja, a Bahia, o Maranhão e o Piauí destacam-se como os maiores produtores do Nordeste. A Bahia concentra a maior parte da produção nordestina de milho, com cerca de 50,0%, segundo dados da PAM (2016). Em segundo lugar, está o Maranhão, com peso de 21,6%, seguido pelo Piauí, com 19%. As demais unidades da federação nordestinas participam com 9,4%, somando seus pesos. No caso do Maranhão, ao longo dos anos este produto passou a ser cultivado de forma mais expressiva, sendo que em 2010, a participação do Maranhão na produção de milho do Nordeste era de 12,9% e em 2016, ano considerado ruim para a produção agrícola brasileira devido à grande estiagem iniciada ainda em 2015, a participação do Maranhão na produção nordestina de milho foi de 21,6%.

Setor de serviços recua em março e acumula queda de 1,5% no trimestre, diz IBGE O setor de serviços recuou 0,2% em março na comparação com fevereiro, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já na comparação com março do ano passado, a queda foi maior, de 0,8%. No acumulado no 1º trimestre, o indicador de atividade de serviços caiu 1,5%, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na comparação com o 4º trimestre, houve queda de 0,9%, levando o setor de volta para o vermelho, após avanço de 0,5% no trimestre imediatamente anterior. No acumulado em 12 meses, o índice está negativo desde junho de 2015 e encerrou março com recuo de 2%. Porém, o ritmo desta queda tem desacelerado desde abril de 2017, quando ficou em -5,1%. De acordo com o gerente nacional da pesquisa, Rodrigo Lobo, os últimos resultados mostram que o setor de serviços, "depois de ter atingido em março de 2017 o ponto mais baixo de sua série histórica, ainda não conseguiu se recuperar inteiramente". Na comparação interanual (mês contra igual mês do ano anterior), o setor de serviços mantém taxas negativas há três anos. "Dos últimos 36 resultados, apenas

dezembro do ano passado foi positivo, depois de 32 resultados negativos consecutivos, e os três resultados deste ano continuaram negativos", disse. Lobo destacou que, em março deste ano, o patamar do setor estava apenas 0,8% acima do ponto mais baixo da série, e distante 12,8% do ponto mais alto. "Isso mostra que ele ainda opera muito mais próximo desse ponto mais baixo do que sinaliza uma recuperação" Peso na economia - O setor representa 70% da composição do Produto Interno Bruto (PIB). Lobo enfatizou que o setor de serviços é dinâmico e tem relação direta com as demais atividades econômicas. "É um setor de perde e ganha. Enquanto uma empresa [prestadora de serviços] perde, uma outra ganha". Por isso, segundo ele, uma retomada consistente depende da melhoria dos demais indicadores econômicos. "A expectativa dos empresários que atuam neste setor de que haja uma modificação do volume de negócios como um todo", avaliou. Ainda segundo o gerente da pesquisa, o setor de serviços "é o último a entrar na crise e também o último a sair da crise". Do G1

Caema vai fazer abastecimento prioritário com camin hõ e s -pipa d uran t e parad a d o It aluís A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vai disponibilizar 30 caminhões-pipa para abastecimento de água prioritário em São Luís. A medida visa diminuir os transtornos causados pela parada do Sistema Italuís, necessária para troca de uma subestação elétrica e interligação da nova adutora. Mas a Caema alerta que, apesar dos caminhões-pipa, é fundamental que os moradores armazenem água antes. Os caminhões não têm como abastecer uma grande parcela dos moradores, por isso, é importante armazenar água. O Sistema atende 600 mil pessoas na capital. A nova adutora está sendo instalada para aumentar o abastecimento a essas pessoas. A parada do Italuís será

feita entre 0h desta quarta (16) e 13h de sábado (19). A água vai retornar gradualmente às residências. Como a água percorre diferentes caminhos e distâncias, a volta do abastecimento vai ocorrer em períodos diferentes, demorando mais principalmente nos bairros localizados em áreas mais altas. “Vamos ter 30 caminhõespipa para atender comunidades mais necessitadas e mais afetadas com a falta d’água”, diz o presidente da companhia, Carlos Rogério Araújo. A ação conta com a parceria do Corpo de Bombeiros e, além de bairros mais carentes, o objetivo é garantir o abastecimento considerado essencial, como em hospitais, asilos e postos de saúde. O serviço dos caminhões-

pipa oferecido pela Caema será gratuito e os veículos estarão identificados. Outros serviços - Na segunda-feira (14), diretores e funcionários da empresa repassaram os últimos detalhes para a interligação da nova adutora e operação da subestação. No período, equipes da companhia estarão de plantão voltadas à ação. “É uma intervenção de muita responsabilidade. São 86 horas de paralisação de inúmeras atividades. E nós fizemos toda uma programação para que não haja nenhuma falha, tendo em vista a população estar dando esse crédito, confiantes que vamos voltar com mais água, o que é o objetivo”, afirma o presidente Carlos Rogério.

Diretores e funcionários da empresa repassaram os últimos detalhes para a interligação da nova adutora e operação da subestação

No período também serão realizados outros serviços de manutenção e melhorias: “Estamos procurando fazer um trabalho inteligente. Já

que vamos parar o Italuís por 86 horas, estamos aproveitando esse período para fazermos outras ações simultâneas, também muito ne-

cessárias ao abastecimento e esgotamento sanitário, como correção de vazamentos, entre outros”, completa o presidente.


6

Geral

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

VIVA Beira-Mar comemora dois anos de funcionamento

A unidade do VIVA Beira-Mar completou no último dia 11 de maio dois anos de funcionamento. Foi a primeira a ser inaugurada pelo plano de reestruturação e ampliação do Governo Flávio Dino, em 11 de maio de 2016. Possui 130 guichês distribuídos em cerca de 25 postos, com c ap ac id ade par a 5 m il atendimentos diários – o dobro da capacidade das antigas unidades da Praia Grande, João Paulo e Jaracaty, juntas. “Estamos sempre garantindo direitos para a po-

pulação, seja aumentando a quantidade de unidades, seja aumentando a quantidade de serviços disponibilizados, capacitando os servidores, realizando campanhas informativas sobre direitos e deveres, sempre com o intuito de promover o máximo de conforto, qualidade e segurança para os maranhenses. A nossa missão institucional é humanizar o atendimento e harmonizar as relações de consumo no estado”, afirma a presidente do VIVA/Procon, Karen Barros. Estão presentes 27 par-

ceiros, dentre eles: Procon, Cemar, Banco do Brasil, Detran, TRE, INSS, Sefaz. Tudo com conforto, segurança e acessibilidade para o cidadão. Atualmente, nos postos de atendimento disponíveis na unidade da Beira-Mar são oferecidos os serviços de: RG, CPF, certidão de antecedentes criminais, Detran, correspondente bancário (Banco do Brasil, CEF), Caema, Cemar, Comissão Central Permanente de Licitação (CCL), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Corpo de Bombei-

ros, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), Delegacia do Consumidor (Decon), Delegacia de Costumes, INSS, Junta Comercial do Maranhão (Jucema), Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Tribunal Regional Eleitoral (TER), Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), Secretaria da Fazenda (Sefaz), Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e Secretaria Municipal de Tr ânsito e T ransportes (SMTT), entre outros.

Após EUA deixarem acordo nuclear com Irã, Brasil pede 'respeito aos compromissos internacionais' Uma semana após os Estados Unidos deixarem o acordo nuclear com o Irã, o Ministério das Relações Exteriores divulgou uma nota nesta terça-feira (15) na qual pediu "respeito aos compromissos internacionais". No último dia 8, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou a saída do acordo sob o argumento de que o Irã é o "principal Estado patrocinador do terrorismo". Na nota divulgada nesta terça, o governo brasileiro afirma que o "diálogo e o respeito" são a "única via" para as discussões sobre o assunto. "O governo brasileiro reitera sua convicção de que o diálogo e o respeito aos compromissos internacionais constituem a única via para o encaminhamento da questão do programa nuclear iraniano", diz a nota do Ministério das Relações Exteriores. Em outro trecho, o Itam araty ressaltou que o Brasil apoiou o acordo nuclear, firmado na gestão de Barack Obama, e que apoia "a maneira imparcial com que a Agência In-

ter nac ional de Ener gia Atômica (AIEA) se desincumbe das tarefas de verificação do programa nuclear iraniano". Segundo a agência, o Irã cumpre as determinações do acordo assinado com os países do G5+1 (Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha). Repercussão - O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohamad Javad Zarif, começou no sábado (12) uma viagem diplomática para tentar salvar o acordo nuclear. Zarif visitará Pequim, Moscou e Bruxelas. A decisão de Trum p causou repercussão em todo o mundo. O presidente russo, Vladimir Putin, e a chanceler alemã, Angela Merkel, por exemplo, já se declararam favoráveis a manter o acordo nuclear. A União Europeia, por sua vez, também informou que continuará comprometida com o acordo e que fará com que as sanções impostasao Irã sejam suspensas, desde que o país cumpra os compromissos do acordo. Do G1

Municípios recebem apoio do Estado para gestão ambiental A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) iniciou na segunda-feira (14) o III Seminário de Apoio a Gestão Ambiental Municipal. O evento está sendo realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), na Cohama, e segue até esta quarta-feira (16). O objetivo do encontro é orientar as administrações sobre os procedimentos realizados na área ambiental. “O nosso intuito é fortalecer a gestão municipal, somando esforços no sentido de ampliar o alcance e a luta pela preservação do meio ambiente”, explicou o secretário da SEMA, Marcelo Coelho. Estão sendo realizadas palestras e oficinas sobre programas ambientais, licenciamento ambiental; estruturação do sistema municipal de meio ambien-

te e habilitação; políticas de resíduos, queimadas e educação ambiental; fiscalização e monitoramento; combate à poluição sonora; Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Documento de Origem Florestal (DOF). De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente de Balsas, Rui Arruda, o seminário é uma forma de enriquecer o conhecimento. “Vejo que os municípios têm a oportunidade de aprender a legislação ambiental para serem aplicadas em suas sedes e, assim, o Maranhão dá um grande passo na área ambiental”, disse ele. Opinião compartilhada pela secretária municipal de Lima Campos, Aristânia Freitas. “O município de Lima Campos vem modificando suas metodologias de trabalho conforme o que vem aprendendo nestes se-

minários. Somos referência na gestão ambiental em nossa região. Fomos uns dos primeiros da região do Médio Mearim a se habilitar junto à SEMA. Esperamos voltar para a nossa cidade com mais novidades para aprimorarmos a nossa política municipal de meio ambiente”, destacou. Cerca de 300 pessoas participam da capacitação, entre secretários de Meio Ambiente e técnicos da área. Plano Estadual de Educação Ambiental Durante a abertura do evento, o secretário Marcelo Coelho lançou o Plano Estadual de Educação Ambiental, principal instrumento balizador das políticas, dos programas e projetos de Educação Ambiental, devendo ser observado transversalmente em todas as políticas estaduais para a implementação da Política Esta-

dual de Educação Ambiental. “Já é lei, sancionada pelo governador Flávio Dino, em 2018. E, assim,

contribui para que as ações de Educação Ambiental sejam articuladas e contínuas, com gestão coorde-

nada, respeitando-se as especificidades de cada região do Maranhão”, afirmou Marcelo Coelho.

w w w . o q u a r t o p o d e r. c o m


Geral

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

Semana de Museus tem programação focada nas tecnologias digitais O Governo do Estado está promovendo a 16° Semana de Museus com uma vasta programação em várias casas de cultura até domingo (20). As atividades, que começaram na segundafeira (14), são realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) em parceria com a coordenação do Museu Histórico e Artístico do Maranhão (MHAM). A semana é em comemoração ao Dia Nacional dos Museus (18 de maio) festejado em todo o Brasil. A abertura foi realizada com um ciclo de palestra no auditório do Palácio dos Leões. Na programação, palestras e mesas redondas, exposição, exibição de vídeos e visitas mediadas em várias casas de cultura. Com o tema Museus Hiperconectados: Novas Abordagens, Novos Públicos, a semana tem entre suas metas propor uma aproximação dos museus com seus públicos por meio de conexões digitais e outras formas de interação. O professor de tecnologia de informação, Roosewelt Lins, foi o palestrante da solenidade de abertura da semana. Ele falou da conectividade, digitalização de documentos e acessibilidade,

física e digital, para os museus. “A ideia central de pensar novos públicos para que possamos pensar numa política que contenha diversidade de sujeitos”. Em São Luís estão sendo realizadas atividades em 11 equipamentos culturais. Na Casa do Maranhão, a programação envolve debates dos aspectos positivos e negativos do uso da tecnologia. A Casa de Cultura Josué Montello está oferecendo rodas de conversas e leitura pública. Estão sendo realizadas, também, programação no Museu Histórico de Alcântara. Entre as opções de museus oferecidas ao público, o Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueo-

logia (CPHNAMA) disponibiliza diversos recursos audiovisuais, linha do tempo e o Museu Fundação Memória Republicana, promove oficinas de dança, além de visitas mediadas. Ciclo de palestra - O tema do ciclo de palestras, que está sendo realizado no auditório do Palácio dos leões é Museus: Conexões de Sentidos. “O foco dos debates é uso das tecnologias dos meios digitais para agregar o público novo, como crianças e adolescentes e, também, abraçar a questão de acessibilidade para que os museus possam encurtar a distância entre os visitantes com o conhecimento”, ressaltou a diretora do MHAM, Carollina Ramos.

Governo amplia ações de combate a assaltos a ônibus e reduz esse tipo de crime

O Governo do Maranhão tem enfrentado a criminalidade com uma série de ações, planejamento e investimentos iniciados em 2015 para reestruturação do sistema de segurança pública. O combate a assaltos a ônibus é uma destas ações e no primeiro quadrimestre deste ano, comparativamente com o ano anterior, foi registrada

a redução de 26,83% destes crimes. A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) informou que no primeiro quadrimestre de 2017 foram 272 registros enquanto no primeiro quadrimestre deste ano foram 199. Com o planejamento e as ações de abordagem a coletivos, a redução deste tipo de crime foi registrada ain-

da em 2015, quando houve o início das abordagens feitas pela PMMA com a Operação Catraca, que em junho já tinha alcançado a redução de 46% das ocorrências comparativamente com o mesmo período de 2014. Em 2016, mais um importante passo foi dado no combate a esse tipo de crime, com a criação do Batalhão Tiradentes, que passou a realizar, dentre outras ações, o combate a assaltos a coletivos. No primeiro quadrimestre deste ano, o Batalhão Tiradentes ampliou o número de abordagens realizadas. Foram 8.709 abordagens nos quatro primeiros meses de 2018, um aumento de 110,56% em relação ao mesmo período de 2017. De acordo com a PMMA, o aumento das abordagens visa garantir cada vez mais tranquilidade aos usuários e trabalhadores do transporte coletivo.

Tecnologia - Com o, este ano, a novidade da Semana de Museus é a questão da era digital, alguns dos museus se muniram com QrCodes, um código de barras bidimensional que pode ser facilmente escaneado usando telefones celulares equipados com câmera por meio de um aplicativo em algumas peças da exposição. A ferramenta possibilita que os visitantes tenham acesso online a informações do acervo.

7

Prefeito Edivaldo realiza melhoria e moderniza iluminação pública do Parque Shalon A Prefeitura de São Luís avança com os serviços de manutenção e modernização do parque de iluminação pública na cidade. As melhorias que já foram realizadas nas principais avenidas como a Jerônimo de Albuquerque e bairros como a Vila Brasil, estão sendo realizadas em bairros como Parque Shalon e Olho D'Água. Os serviços seguem determinação do prefeito Edivaldo e são coordenados pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e têm como objetivo tornar São Luís uma cidade mais iluminada, oferecendo maior conforto e segurança para a população. "Por determinação do prefeito Edivaldo, seguimos investindo esforços e recursos nesse trabalho de melhorias nessa área da iluminação. Estamos ampliando nosso alcance, beneficiando novos bairros da cidade", destacou o titular da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp). O resultado do trabalho é a transformação na vida das pessoas que passam a transitar com mais segurança nas vias iluminadas.

A modernização acontece a partir da substituição de lâmpadas amarelas, de vapor de sódio, por outras brancas, do tipo vapor metálico. As novas lâmpadas possuem maior capacidade de iluminação e são mais duráveis, reduzindo os gastos públicos com novas trocas. Na Vila Brasil, o trabalho consiste na troca de mais de trezentas lâmpadas. Já no Parque Shalon, a Prefeitura trabalha na substituição de cerca de duzentos pontos e na manutenção de cerca de 130 pontos no Olho D'Água.


8

Cultura e Variedades celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima blog.oquartopoder.com/celialima

São Luís, quarta-feira, 16 de maio de 2018

Pensamento do Dia Olhe para dentro, para as suas profundezas, aprenda primeiro a se conhecer. (Sigmund Freud)

Espetáculo “Alice” é a atração no Sesc Amazônia das Artes

A

violência nas escolas é uma realidade que não surgiu há pouco tempo. Muita das vezes ela vem em forma de agressões verbais, físicas, discriminação e ciberbullying. Quando o assunto é homossexuali dade, muitos jovens ainda reagem mal, porém esse é um tema que precisa ser discutido urgentemente. Abordando essa temática, o Sesc Amazônia das Artes apresenta nesta quarta-feira (16), às 15h30, no Teatro Alcione Nazaré, o espetáculo teatral “Alice”, do Grupo Faces Jovens, do Mato Grosso. Entrada gratuita. O enredo conta a história de Alice que não se vê como Fernando e, quando começa a ir para a escola com roupas com as quais se identifica, sofre violência de alguns alunos. Os educadores ao invés de mediar uma conscientização sobre o assunto se omitem e não podem e/ou não querem discutir gênero. A trama se desenvolve no ambiente escolar onde as relações sociais são muito tensas e onde se estabelecem vários tipos de contradições demonstradas por meio do preconceito. E nesse contexto que Alice vive as descobertas da adolescência e das fronteiras de seu próprio corpo e luta pelo direito de ser feliz. A classificação é de 14 anos e a duração é de 50 minutos. Grupo Faces Jovens (MT) "O Grupo surgiu com jovens que faziam teatro em projetos sociais de comunidades carentes em 2009. Eram jovens que decidiram seguir a carreira artística e montaram um grupo independente de teatro com o interesse de se aprofundarem no estudo sobre o teatro colaborativo. A montagens partem sempre de processos compartilhados de criação. Já teve uma formação de 12 participantes fixos, mas hoje o grupo possui 08 integrantes com a faixa etária de 18 a 22 anos que se fortalecem em um município cujo movimento teatral modificou a realidade da cidade, transformando-a em um grande espaço de trânsito e fortalecimento das ações cênicas do Estado. O nome surgiu em homenagem a escola de teatro que iniciaram seus estudos: Escola de Teatro Faces. A estreia foi em 2012 com a peça “A canção da revoada”. Em sequência vieram os trabalhos “Pá...nela” e o espetáculo “O grande Homem” no ano de 2014. Em 2014 estreou o espetáculo “Romeu e Julieta para os avisados” no VIII Festival Velha Joana. Após a apresentação de grande repercussão o grupo foi convidado para compor a programação da Aldeia Rosa Bororo no Sesc Rondonópolis e a etapa regional do Palco Giratório no Sesc Arsenal em Cuiabá, além do Prêmio Circula MT do Estado de Mato Grosso no ano de 2017. Projeto - O Sesc Amazônia das Artes é uma importante rede de intercâmbio das artes e da cultura dos estados que compõem a Amazônia Legal, que viabiliza a circulação de um recorte da produção artística realizada no cenário cultural dessa região e do Piauí, tornando-se assim um instrumento de transformação e também de desenvolvimento dessa produção artística. Em 2018 o projeto irá contratar 14 trabalhos artísticos sendo que 11 desses trabalhos circularão em 10 cidades e 10 Estados. Dentre os trabalhos selecionados, contaremos também com a realização de 10 mostras de cinema com a exibição de cinco filmes selecionados pela curadoria e mais dois filmes de produção local. Teremos a realização de 18 oficinas, 13 intercâmbios, oito conexões e um Fórum de Cinema que possibilitará 33.255 produções.

Festa open bar com Henrique e Juliano, Vintage Culture e Banda Eva

S

ertanejo, axé e música eletrônica, uma mistu ra ousada que promete levar um grande públi co para o Rio Poty Hotel no dia 2 de junho. Trata-se de nomes importantes do mercado musical, teremos Henrique & Juliano, Vintage Culture e Banda Eva, juntos carregam uma legião de fãs em todo o Brasil, mas as novidades não param por aí, porque para ajudar nesse encontro, um open bar especial será montado em todas as áreas do evento para receber todos os fãs no evento “Sem Caô”. Ingressos - Os ingressos estão à venda na Bilheteria Digital (Shopping da Ilha, Rio Poty Hotel e Rio Anil Shopping, com taxa). Também na Loja Degraus (Rio Anil Shopping e Shopping da Ilha, com taxa) e na 4Mãos Store (São Luís Shopping, sem taxa). O Espaço Gold custa R$ 200, com open de cerveja, Whisky Ballantine's 8 anos e Vodka Absolut. Já a área vip R$ 150, com open de cerveja. Nesta segunda-feira, dia 14 de maio, às 22h, tem virada de preço de todos os setores. É possível parcelar em até 02 vezes sem juros e os ingressos também estão disponíveis através do site www.bilheteriadigital.com.

blog.oquartopoder.com/celialima

)

16052018  
16052018  
Advertisement