Page 1

Chamada gratuita do CVV para prevenção ao suicídio chega a 23 estados Pág - 4 ANO 12

NÚMERO 2573

SÃO LUÍS - MA, DOMINGO E SEGUNDA-FEIRA, 15 E 16 DE ABRIL DE 2018

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Programa Pequeno Maranhense entrega mais de 11 mil kits.Pág-6

GOVERNO INVESTE NA MELHORIA DA SAÚDE BUCAL DOS MARANHENSES “É bom os agendamentos porque fica tudo organizado. Não espera muito. Minha irmã, por exemplo, não esperou nem 10 minutos. Esse serviço do Sorrir é excelente, nos surpreendeu muito. Um assalariado não tem como pagar por um serviço desse, que é nota 1.000”, afirma Ana Rosa Marques, que aprovou o atendimento oferecido para a irmã dela, Maria dos Anjos que foi beneficiada com próteses dentárias na Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão – Sorrir, em São Luís. A Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão - Sorrir, entregue pelo Governo do Estado há pouco mais de um mês, atua na promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal dos maranhenses. O serviço, que serve de referência para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos municípios, tem se destacado entre os pacientes pela qualidade do atendimento e por funcionar com agendamentos e facilitando o planejamento dos usuários no dia a dia. Página - 7

Sampaio Basquete busca reabilitação diante do Campinas

Governo aumenta para 120 o número de bolsas para iniciação científica na UemaSul

SEFAZ abre novo prazo para identificação de atos que concederam benefícios de ICMS Página 3

Página 7

Mais

Prefeito Edivaldo avança com Asfalto na Rua e amplia obras no João de Deus Pág - 5

Equipe de Governo presta auxílio a famílias atingidas pelas chuvas em Tuntum Um total de 1.343 pessoas foram afetadas pelas chuvas no município de Tuntum, segundo dados da Defesa Civil do Estado, repassados pela Prefeitura. As águas causaram danos em pelo menos 376 habitações, deixando as famílias desabrigadas. Página 2

www.oquartopoder.com

Mais

Escola Digna, salário recorde e ensino integral formam ciclo inédito na Educação do MA Pág - 5

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

Equipe de Governo presta auxílio a famílias atingidas pelas chuvas em Tuntum Um total de 1.343 pessoas foram afetadas pelas chuvas no município de Tuntum, segundo dados da Defesa Civil do Estado, repassados pela Prefeitura. As águas causaram danos em pelo menos 376 habitações, deixando as famílias desabrigadas. O Governo do Estado enviou equipes da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros em apoio aos moradores. Todos os atingidos foram transferidos a locais seguros em abrigos ou casas de familiares e recebem acolhimento das equipes. O vice-governador Carlos Brandão esteve na cidade, neste sábado (14), para avaliar os problemas e acolher as solicitações. “Estivemos em outros municípios atingidos e conseguimos agilizar algumas demandas. O Governo está atento e acompanhando para resolver os problemas. Estamos junto com as prefeituras para identificação dos danos e prosseguirmos com as ações”, destacou Brandão. O prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, elogiou o trabalho imediato do Governo do Estado em apoio à sua cidade e aos demais municípios afetados. “Estamos lutando, com o apoio do Governo, para recuperar nossa cidade e restaurar a vida das famílias afetadas. As famílias que sofreram já estão cadastradas para receberem a ajuda imediata e, portanto, muito em breve teremos nossa cidade recuperada”, disse. Tema destacou programas estaduais como o Mais Asfalto e o Cheque Minha Casa, que serão realizados para recuperar a cidade e ajudar as famílias. Trabalhando em conjunto com as prefeituras, a Defesa Civil realiza levantamento da situação para definir as demandas prioritárias da população afetada. O trabalho inclui realoca-

Vice-governador Carlos Brandão com equipe de Governo e autoridades levou apoio a famílias em Tuntum

mento das populações desabrigadas, monitorando da situação de risco, dentre outras ações. Até o momento, 19 municípios estão na lista dos atingidos pelas chuvas. “Tem os cons eguido prestar o devido apoio aos municípios que estão sofrendo com esta calamidade natural e, em alguns casos, no aguardo dos direcionamentos das prefeituras, para que nos solicite suas necessidades prioritárias. O efetivo está de prontidão e alerta para o chamado destas populações, com apoio do Governo, para que pos s am os c um pr ir mais esta missão de ajuda”, destaca o coordenador da Defesa Civil do Estado, capitão Izaac Matos. Em Tuntum, as chuvas comprometeram as vias de acesso, o que dificulta o resgate. Nestes casos, o Governo atua com efetivo do Centro Tático Aéreo (CTA), que desde o início está de prontidão para agir nos municípios atingidos. Entre os mantimentos distribuídos às populações, dependendo da demanda, estão cestas

básicas de alimentos, medicação e itens como roupas, colchonetes, filtros e água. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) também soma nas ações de apoio. “Toda ajuda é bem vinda. Nossa situação é muito triste. Eu estou na casa da minha mãe, mas preciso de ajuda. O pouco que eu tinha perdi com essa chuva e a gente fica sem saber o que fazer. Eu fico grato pelo que estão fazendo por nós”, disse o autônomo Luís Rodrigues da Silva, 42 anos. Ele ficou desabrigado com a esposa e os cinco filhos e é um dos atendidos com o auxílio do Governo do Estado. Para a dona de casa Márcia Ângela Pereira, 30 anos, a ajuda é mais um alento frente aos problemas causados pelas chuvas. “É uma ajuda grande. Vou poder comprar parte dos movéis que eu perdi. Foi muito prejuízo e, realmente, a gente não tem dinheiro para recomprar tudo isso. É a primeira vez que passo por isso e agora é recuperar e tocar a vida para frente”,

disse ela. Os municípios atingidos, até o momento, são Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela do Vale, Caxias, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, Bacabal, Imperatriz, São João do Sóter, Tuntum, Codó, Formosa da Serr a Negra, São Luís Gonzaga,Rosário, Timbiras, Cantanhede, Nina Rodrigues e Paulino Neves. Equipes da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Maranhão (CEPDEC-MA) mantém reforço nas localidades. A equipe da CEPDEC-MA auxilia na condução das ações e gerenciamento de desastre. Ajuda para as famílias Reforçando as ações em apoio aos atingidos, o Governo do Estado está destinando recursos para compra de alimentos e outros mantimentos necessários. Os beneficiados são incluídos a partir de lista enviada pelas prefeituras ao Corpo de Bombeiros, que avaliam a situação individual e por domicílio. Com o valor, a pessoa adquire alimentos no comércio local e o Governo restitui ao comerciante.

Seminário realizado pela Prefeitura discute sobre práticas pedagógicas para estudantes com autismo

A discussão sobre 'Práticas Pedagógicas para Estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA)' norteou o III Seminário TEA, promovido na última sexta-feira (13), pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O evento reuniu cerca de 150 educadores, especialistas e estudantes de psicologia, no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, ressalta a importância do debate em torno do tema, no sentido de socializar e compartilhar experiências, na busca pela ampliação das práticas pedagógicas para o atendimento de estudantes com TEA. "Esta é uma ação que faz parte da política de educação especial da gestão do prefeito Edivaldo, cujo esforço está em ampliar o acesso a uma educação pública de qualidade, inclusiva e integral para crianças e adolescentes de São Luís", destaca Moacir Feitosa. A temática central do evento, 'Práticas Pedagógicas para Estudantes com TEA', foi desenvolvida pela Prof. Dra. da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) Lívia Zaqueu, que falou, entre outros assuntos, sobre as pesquisas na área para a identificação de práticas pedagógicas de sucesso para a atuação com estudantes com TEA. A professora também mediou as duas mesas redondas realizadas logo após

sua palestra, que trataram, respectivamente, sobre 'Serviços Especializados para o Atendimento Clínico de Pessoas com TEA' e 'Serviços Educacionais Ofertados às Pessoas com TEA e Comunidade". DESAFIO - A superintendente da Área de Educação Especial da Semed (SAEE), Dalvina Amorim Aires, diz que a identificação e o tratamento dos casos mais graves de TEA ainda é um desafio para as instituições públicas e privadas que desenvolvem ações para o atendimento de pessoas com o transtorno, seja na área educacional ou de saúde. "Estamos sempre em busca de parcerias que somem com a gente no atendimento dos estudantes com TEA, para que estes possam ser encaminhados, no contraturno escolar, para serviços de psicologia e de terapia ocupacional, para a sua estimulação e desenvolvimento", ressalta Dalvina Aires. Uma das participantes da mesa redonda foi Edina Dias de Oliveira, professora da Sala de Recursos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Jornalista Ne iv a Mo r ei r a ( Nú c l eo Turu/Bequimão). Ela trabalha há mais de 10 anos em salas de recursos das escolas da Rede Municipal de São Luís, e apresentou, na mesa redonda, uma situação de aprendizagem desenvolvida no Plano Educacional Individualizado (PEI) de um aluno com TEA Nível 3, que é o nível mais severo.

Fesma faz centenas de atendimentos para evitar doenças entre moradores prejudicados pelas chuvas A Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) já fez cerca de 500 atendimentos em três cidades que foram prejudicadas pelas fortes chuvas que vêm caindo no Estado. Os esforços estão focados tanto nas casas de quem não foi desalojado

quanto nos abrigos para onde foram as pessoas prejudicadas. A Fesma, criada por Flávio Dino para trabalhar nos 30 municípios do Plano Mais IDH, está atuando emergencialmente em Trizidela do Vale, Pedreiras e Marajá do Sena por

causa das chuvas. A ideia é prevenir a disseminação de doenças com un s apó s en c hent es , c om o f eb r e e d iar r e ia. “Atendemos, distribuímos itens e damos orientações quanto à higiene. Também estamos tratando das doenças que mais aparecem

por conta das enchentes”, conta a enfermeira Glauciane Fernanda, que está em Trizidela do Vale. “Temos três equipes em Trizidela e Pedreiras. Todo dia nós vamos visitar os abrigos”, acrescenta a profissional da Fesma. A lavradora Leidy Maria,

de Trizidela, diz que os médicos e enfermeiros “estão dando a maior atenção para gente. Apesar da situação ser triste, nós estamos tendo apoio de muita gente”. M issão - “Enviam os três equipes da Força Estadual de Saúde, cuja missão e prioridade é prestar

assistência, sobretudo às famílias que estão desalojadas e que possam vir a apresentar algum agravo à sua saúde, desde viroses, comuns nessas situações, ou doenças febris ou diarreias”, explica o secretário de Estado de Políticas Públicas, Marcos Pacheco.


Política

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

Audiência Pública sobre Escolas Comunitárias na Câmara de São Luís A Câmara Municipal realizou, na manhã desta sexta-feira, (13), uma audiência pública para promover um amplo debate sobre as escolas comunitárias existentes em São Luís, numa iniciativa do vereador Cézar Bombeiro (PSD). O evento aconteceu depois de ter visitado diversos desses estabelecimentos e ter visto de perto as dificuldades enfrentadas pelos mesmos, apesar da dedicação de diretores, professores e pais de alunos, o cerne do problema é que todas elas precisam ser valorizadas e ter tratamento de parceiras com a Prefeitura de São Luís. São elas que assumem a maior parte da responsabilidade do ensino infantil, uma vez que o município não tem uma estrutura capaz de atender a demanda, o que proporciona a que impede que muitas crianças fiquem excluídas dos seus direitos à educação, afirma Cézar Bombeiro. A proposta do vereador de sugerir ao legislativo municipal a audiência pública foi para oportunizar um amplo debate entre as entidades que dirigem Escolas Comunitárias, instituições públicas e órgãos municipais, entre os quais a Secretaria Municipal de Educação. Foi lamento geral pelos

presentes, as ausências do Secretário de Estado da Educação, da Promotoria da Educação, da Defensoria Pública, que poderiam contribuir para a considerável melhoria da educação infantil em São Luís, disse o vereador Estevão Aragão (PSDB), integrante da mesa que dirigiu a audiência pública, presidida pelo vereador Francisco Carvalho (PSL) com a participação do autor da audiência pública vereador Cézar Bombeiro e o Secretário Municipal de Educação, professor Moacir Feitosa. Os dirigentes de Escolas Comunitárias, que se manifestaram na audiência fizeram fortes criticas a administração municipal e registraram que os problemas não

são maiores em decorrência da sensibilidade do professor Moacir Feitosa, tendo algumas afirmado a sua responsabilidade em enfrentar o sucateamento praticado na pasta municipal. O professor Moacir Feitosa, Secretário Municipal de Educação com amplos conhecimentos e habilidade que lhes é inerente, procurou contornar os problemas, principalmente na questão dos convênios e de uma maior interação, reconhecendo que as Escolas Comunitárias exercem uma importante participação na educação infantil da nossa capital e falou sobre questões que estão em estudos e que vão contemplar todas elas. O vereador Francisco

Carvalho, que presidiu a audiência pública, elogiou a iniciativa do vereador Cézar Bombeiro e destacou a participação de todas as representações de escolas comunitárias pelo elevado interesse em participar cada vez da educação infantil de São Luís. Salientou, a importante presença do secretário Moacir Feitosa , que soube ouvir as criticas e os reconhecimentos e deu respostas de esperanças a todos com construções futuras. Cézar Bombeiro, ao encerramento adiantou que todo o debate com criticas e propostas será encaminhado através de documento ao Prefeito de São Luís, a Secretaria Municipal de Educação e ao Ministério Público da Educação.

SEFAZ abre novo prazo para identificação de atos que concederam benefícios de ICMS O secretario da Fazenda, Marcellus Alves, emitiu um novo Edital estabelecendo prazo até o dia 4 de maio de 2018 (sexta-feira), para que os contribuintes que possuam atos concessivos de benefícios fiscais relacionados ao ICMS possam depositálos no órgão fazendário para efeito de regularização, de acordo com a Lei complementar federal 160/17 e o Convênio ICMS no 190/17. De acordo com o novo Edital os contribuintes do ICMS terão até o dia 4 de maio para apresentar na SEFAZ os documentos concessivos relacionados aos atos normativos incluídos no Anexo da Portaria no 103/18GABIN/SEFAZ, com a documentação comprobatória correspondente aos respectivos atos, em meio físico e digital, para fins de registro e

depósito junto ao Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ). São considerados documentação comprobatória dos atos concessivos os próprios atos concessivos, e suas alterações, tais como portaria, resolução, regime especial, termo de acordo, contatos entre outros. Os contribuintes deverão preencher o requerimento presente no Anexo Único do Edital, devendo protocolá-lo, junto com a cópia física e a respectiva mídia (formato pdf) da documentação comprobatória, na sede da SEFAZ/MA, situada Av. Carlos Cunha s/n Calhau, CEP 65076-905, São Luís/MA. Os atos concessivos relativos aos benefícios fiscais que não tenham sido objeto do registro e depósito junto ao CONFAZ serão revoga-

dos, observados os termos (forma e prazos) indicados no Convênio ICMS 190/2017.Dúvidas e pedidos de esclarecimento deverão ser encaminhados para o e-mail convalidacao@sefaz.ma.gov.br. O Maranhão foi um dos primeiros Estados da Federação a publicar a relação definitiva dos Atos Normativos para fins da convalidação dos Benefícios Fiscais prevista na Lei Complementar 160/17 e no Convênio do ICMS 190/17, por meio da Portaria 103/18, da Secretaria da Fazenda, que alterou o Anexo Único da Portaria 84/18. No final do mês de março a SEFAZ, com a publicação da Portaria 103/18, a relação de benefícios fiscais contida em seu anexo, passa a ser definitiva não havendo mais como alterá-la, exceto, quan-

to aos atos normativos não vigentes, bem como quanto aos atos concessivos. Além de uma demonstração de total transparência, o Estado cumpre com todas as obrigações para tornar válida a legislação que estabeleceu importantes incentivos e benefícios fiscais para a indústria, comércio atacadista e varejista, produtores rurais e prestadores de serviços de transportes e comunicações. Com os procedimentos, o Maranhão dá um grande passo para manter a segurança jurídica e o ambiente saudável para os investimentos, pois assegura que o Estado não sofrerá aplicação das sanções previstas no artigo 8º da LC 24/1975, evitando a anulação dos créditos concedidos e a exigência da cobrança do imposto das empresas incentivadas.

www.oquartopoder.com

3

Eliziane participa de reunião com Defesa Civil e pede providências

A deputada federal Eliziane Gam a (PPS-MA), em discurso no plenário da Câmara dos Deputados esta semana cobrou do Governo Federal restauração imediata das rodovias que ficaram danificadas no estado. Após as chuvas, trecho da BR-135 entre as cidades de Dom Pedro e Presidente Dutra desmoronou e a rodovia está interditada. Nos últimos 10 dias, o volume de chuva foi maior do que todo o previsto para a metade deste mês, segundo dados da meteorologia, causando grandes transtornos em todo o Maranhão. "É importante que a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil se juntem ao Governo do Maranhão que, já está, com todos os esforços, no atendimento às famílias atingidas, para que esta e a situação também das rodovias devastadas seja imediatamente solucionada", afirmou.

Kits humanitários Eliziane e Bancada Federal s e r eunir am logo após a sessão com o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Ram low, e o secretário substituto, Élcio Barbosa, para avaliar a situação do estado e como proceder com o atendimento e ajuda aos locais afetados. A parlamentar disse que vai acompanhar para que kits humanitários sejam entregues o mais rápido possível. "A reunião foi muito boa e agora iremos acompanhar o envio imediato de kits humanitários para atender as dezenas de famílias prejudicadas pelas enchentes", declarou a parlamentar. O de Marajá do Sena decretou estado de emergência, segundo a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Mais quatro cidades em breve também irão decretar estado de emergência: Pedreiras, Trizidela do Vale, Lago dos Rodrigues e Tuntum.

98897-3555 / 99976-6175

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555 \ (98) 98783-9244


4 Esportes e saúde

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

Roger quer virar página e diz que não sabia de julgamento sobre Paulistão

Roger Machado Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Palmeiras que deve estrear no Campeonato Brasileiro contra o Botafogo, nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Rio de Janeiro, tem tudo para ter a mesma formação das últimas partidas. Pelo menos foi o que indicou Roger Machado nesta sexta-feira, em entrevista coletiva antes do treino do Verdão, na Academia de Futebol. Questionado mais uma vez sobre a sequência de erros de Antônio Carlos, que falhou nos gols do Corinthians e do Boca Juniors, o treinador voltou a defender o defensor e analisou o desempenho da equipe nos lances decisivos das partidas válidas pelo Paulistão

e pela Libertadores de uma maneira coletiva. – O atleta tem de sentir, porque a gente sabe é como quando a gente participa de eventos como esse. Agora, o pesar, além do empate, foi muito porque o Antônio Carlos vinha fazendo uma grande parte, assim como fez uma grande partida na decisão e vem fazendo em 90% dos jogos. É um atleta que tem jogado em alto nível. Injusto avaliar por dois eventos a utilização e a capacidade do atleta. Eu tenho preferência por recuperar o atleta dentro de campo. Agora, evidentemente, temos de perceber como o atleta está e a confiança de continuar

em alto nível. Tenho Edu à minha disposição, assim como os outros zagueiros, não vejo nesse momento obrigatoriedade de mexer nesse momento. – Os problemas individuais também tem viés coletivo. Assim como no gol contra o Boca, não posso, por exemplo, posicionado, meu lateral tomar uma bola nas costas, que faz com que meu zagueiro tenha de fazer a cobertura. Contra o Corinthians também, uma falha de comunicação que haviam dois jogadores para fazer a cobertura, se um comunica o outro a gente minimiza. Mesmo com os insucessos, o viés é de crescimento. Não

há necessidade de fazer terra arrasada, só os eventuais ajustes que precisam ser feitos e focar no que temos para frente – completou. Na partida contra o Boca Juniors, na última quarta-feira, Roger Machado promoveu duas mudanças na equipe. Na esquerda, para forçar a equipe mais ofensivamente, Diogo Barbosa ocupou a vaga de Victor Luis. No ataque, Keno ganhou chance no lugar de Willian. Mas, de acordo com o treinador, tais alterações foram por causa da estratégia e da característica da partida contra os argentinos. – Temos de ver de forma coletiva. Geralmente quando acontece um gol, evidente que tem a qualidade do adversário, a gente consegue ver três aspectos que ele pode ser interrom pido. Quem vai buscar a bola no fundo do gol muitas vezes não é o responsável. Esses dois exemplos têm uma ligação muito forte de aspectos táticos da primeira linha que precisamos corrigir. Nesse momento não vejo obrigatoriedade de mexer nas peças. Com treinamento e observações acredito que a gente consiga minimizar. Se for necessário, em algum momento, a gente efetua as trocas, como foi feito por estratégia contra o Boca – indicou o palmeirense. Do Globoesporte.com

Seleção brasileira feminina goleia a Bolívia A seleção brasileira feminina entrou em campo nesta sexta-feira contra a Bolívia já classificada para a próxima fase da Copa América feminina, que está sendo disputada no Chile. O técnico Vadão aproveitou para fazer alguns testes na equipe, que não encontrou dificuldades e

atropelou por 7 a 0 as bolivianas, garantindo 100% de aproveitamento na primeira fase. Érika, duas vezes, Andressinha, duas vezes, Andressa Alves, Millene e Aline fizeram os gols. Além do Brasil, Argentina, Colômbia e Chile garantiram classificação para a

próxima fase. Todos jogam contra todos em turno único, e o campeão será o time que somar mais pontos. O Brasil deu o seu cartão de visitas logo aos três minutos do primeiro tempo, quando Érika aproveitou cobrança de escanteio e abriu o placar. Com domínio total

do jogo, o time comandado por Vadão ampliou por intermédio de Andressinha. Ela arriscou de longe e correu para o abraço. Ainda no primeiro tempo, Andressa Alves cobrou falta, contou com o desvio na barreira, e fez o terceiro. Do Globoesporte.com

Chamada gratuita do CVV para prevenção ao suicídio chega a 23 estados A gratuidade nas ligações para o telefone do Centro de Valorização da Vida (CVV), o 188, já está disponível em 23 estados brasileiros. Pelo número, os cidadãos têm acesso a apoio em momentos de crise e ajuda para prevenção ao suicídio. A expansão da chamada sem cobrança no país vem acontecendo desde o ano passado, após convênio assinado com o Ministério da Saúde. Para garantir a gratuidade das ligações, o Ministério repassou R$ 500 mil para o Centro. Em 2017, o CVV recebeu dois milhões de ligações de cidadãos em busca de ajuda, o dobro do registrado em 2016. Agora, os estados Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe também contam com o número gratuito, já adotado, no Distrito Federal, Acre, Amapá, Amazonas, Espirito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima. A previsão é que a partir de 1º de julho a população dos estados da Bahia, Maranhão, Pará e Paraná também tenham acesso ao CVV pelo número gratuito 188, atingindo todo o território nacional. Nesses locais, o serviço ainda funciona com o número 141, ainda pago. Os atendimentos do CVV podem ser feitos também por e-mail, chat e voip 24 horas todos os dias e nos 87 postos de atendimento. O Centro de Valorização da Vida é uma associação civil sem fins lucrativos que trabalha com prevenção ao suicídio, por meio de 2.400 voluntários. Os voluntários

não são necessariamente formados em psicologia, mas recebem uma capacitação de 40h. As chamadas acontecem em total sigilo, em um espaço de escuta acolhedor e seguro e que alivia a ansiedade e o desespero. A parceria com o CVV é uma das ações do Ministério da Saúde para prevenção do suicídio. “Geralmente procuram o centro pessoas em sofrimento, seja por solidão, ou porque estão em desespero, ou porque não se identificam com o meio em que vivem”, explica o coordenador de Saúde Mental do Ministério, Quirino Cordeiro. Além do CVV, as pessoas que precisam de ajuda podem recorrer aos Serviços da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), tais como os 2.555 Centros de Atenção PsicossocialCAPS, que atendem questões como transtornos psíquicos, dependência de álcool e outras drogas, crianças e adultos e se necessário, os pacientes são encaminhados para leitos de Saúde Mental em hospitais gerais. DADOS - Atualmente a média nacional de suicídio no Brasil, em todas as idades é de 5,5 por 100 mil habitantes. São, em média, 11 mil pessoas que tiram a vida por ano no Brasil. Quando verificado por faixa etária, os idosos são os que mais preocupam, pois as taxas sobem para 8,9 mortes por 100 mil, nos últimos seis anos. Envenenamento e intoxicação são os meios mais utilizados e os homens são os que mais morrem por suicídio e 60% são solteiros. A região Sul concentra 23% dos suicídios e o Sudeste 38%. Do Portal Saúde


Municípios 5

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

Obras no João de Deus

Prefeito Edivaldo avança com Asfalto na Rua

Diversas vias recuperadas com nova pavimentação transformam o cenário no bairro João de Deus, a partir das ações do programa Asfalto na Rua, criado na gestão do prefeito Edivaldo. A iniciativa da Prefeitura de São Luís, amplia as ações no bairro contemplando mais de 20 ruas, algumas que estavam em situação bastante precária e até intrafegáveis. As obras ocorrem no mês de aniversário do bairro, que no próximo dia 21, completa 37 anos de fundação. O cronograma de obras segue planejamento com foco nos bairros de maior demanda ou que ainda não

receberam ações de infraestrutura. "Esse conjunto de vias contempladas com o Asfalto na Rua estavam deterioradas pela ação do tempo, chuvas e falta de manutenção. Com o programa, estamos promovendo ações diretas para recuperação destas áreas, com fins a proporcionar mais mobilidade e melhores condições de acesso à população", reforça o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antonio Araújo. O comerciante José Vitório Silva, 75 anos, reside na mesma casa há mais de 35 anos e está feliz com os serviços. "Vários gestores pas-

saram, prometeram e nada fizeram. Só agora, com o prefeito Edivaldo, a gente pode realizar o sonho de morar em lugar mais decente", enfatizou ele, que mora na Rua da Cerâmica. Na Rua da Paz, as equipes iniciaram as obras de pavimentação na quinta-feira (12). A via recebeu terraplanagem, que prepara a área para o asfalto. A rua estava há mais de três décadas sem qualquer melhoria e ganhou outro panorama. Moradora há mais de cinco décadas, a aposentada Maria do Socorro Freitas, 78 anos, se mostrou feliz com as ações. "Aqui era uma buraqueira.

Difícil passar carro e até caminhar. Eu até pensei em vender minha casa, mas, estou feliz em ver minha rua recuperada e minha casa mais valorizada", disse ela, que mora na Rua da Paz. Outras ruas do bairro contempladas com os serviços do Asfalto na Rua são Fé em Deus, Santa Mônica, São Camilo, 1º de Abril, 1º de Maio, 1º de Novembro, da Fé, Gardênia Ribeiro Gonçalves, da Floresta, Graça Aranha, São Francisco, Travessa Padre Vieira, Travessa Coelho Neto, Avenida Odylo Costa Filho, Travessa Rubem Almeida e outras. MELHORIAS - As ações do Asfalto na Rua no cronograma desta semana alcançaram os bairros Turu (Avenida São Luís Rei de França); São Cristóvão (Avenida Guajajaras); Vila Esperança (Avenida dos Curiós); Cohab; Santa Clara; Vila Brasil e Alto do Angelim, além da área Itaqui-Bacanga (Avenida dos Portugueses). Equipes mecanizadas estiveram na zona rural para intervenções na via de acesso ao Cujupe. Na Avenida Holandeses prosseguem as ações com o trabalho corretivo e preventivo com tratamento superficial do asfalto.

Nova liberação de FGTS teria forte impacto no crédito imobiliário, diz presidente da Caixa Econômica liberação do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores que pedirem demissão teria forte impacto no crédito imobiliário, disse o presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antonio de Souza. "O impacto seria significativo", disse Souza à Reuters, contando que os cálculos sobre a dimensão dessa medida estão sendo feitos pelo banco estatal, responsável por cerca de 60% do financiamento para compra da casa própria no país. Atualmente, só trabalhadores demitidos por seus empregadores podem ter acesso imediato aos recursos do fundo. A proposta de abrir acesso ao dinheiro do fundo aos que também se demitirem foi aprovado nesta semana pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado e agora segue para votação na Câmara dos Deputados. O governo federal é contra a proposta. Peso no financiamento imobiliário - Historicamente, o FGTS responde por quase metade dos recursos direcionados para financiar a compra de moradia. É a linha mais concorrida no mercado, por ser a mais barata. O restante tem lastro

em depósitos da caderneta de poupança. Em 2017, porém , o FGTS respondeu por R$ 58 bilhões dos R$ 101 bilhões desembolsados por elas, segundo dados da Abecip, que representa as financiadoras de imóveis. O FGTS ganhou terreno em parte devido ao menor volume de recursos da poupança nos últimos anos, num cenário de juros mais altos, que estimulou migração de investimentos para títulos públicos. Com a queda da Selic, a taxa básica de juros da economia, para a mínima recorde de 6,5% ao ano, especialistas do setor avaliam que a poupança tende e ganhar predominância no financiamento para habitação. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregad os e D es e m p r eg a do s (Caged), a aprovação da medida aprovada na comissão do Senado nesta semana teria um impacto anual de R$ 28 bilhões no FGTS, o que teria impacto direto nos recursos para habitação e, em menor medida, projetos de mobilidade urbana e de saneamento também financiados com recursos do fundo. Do G1

Escola Digna, salário recorde e ensino integral formam ciclo inédito na Educação do Maranhão O aluno acorda e veste o uniforme recebido gratuitamente. Depois do café, embarca num ônibus escolar rumo à escola, também sem precisar gastar qualquer quantia. No colégio, ele tira da mochila os materiais comprados com um cartão que recebeu sem pagar nada. Quem dá aula para ele é um professor que tem o mais alto salário da rede pública estadual do Brasil. Quando ele terminar o ensino fundamental, este mesmo aluno tem a oportunidade de cursar um ensino integral e profissionalizante em uma escola pública premiada internacionalmente. Depois disso, ele pode fazer o curso superior numa universidade pública de qualidade recém-criada. Tudo isso é possível na rede pública estadual do Maranhão, que vive desde 2015 um ciclo inédito de in-

vestimentos. Antes, era impossível imaginar esse cenário descrito acima. Veja abaixo algumas dessas ações inéditas na Educação maranhense: Mais de 700 Escolas Dignas - O programa Escola Digna já construiu, reconstruiu e reformou mais de 700 colégios municipais e estaduais em todo o Estado. Muitos foram transformados do teto ao piso, com ar-condicionado e materiais novos. Trata-se do maior programa de recuperação e construção de escolas da história do Maranhão. 40 escolas de ensino integral - Até 2014, o Maranhão não tinha nenhuma escola integral na rede pública estadual. Isso mudou com a chegada do IEMA, que oferece ensino profissionalizante, e com os Centros Educa Mais, que dá uma formação muito mais completa para os

estudantes do ensino médio regular. Juntos, IEMA e Educa Mais têm 40 escolas de ensino integral em todo o Maranhão. Uniformes para todos os alunos da rede estadual - Pela primeira vez, todos os alunos da rede estadual receberam uniformes. Foram mais de 700 mil fardamentos em todo o Maranhão em 2017. E agora em 2018 a entrega já começou de novo. Todos os fardamentos são feitos no Maranhão, o que estimula a economia e cria empregos. O maior salário para os professores do Brasil - O Maranhão paga o maior salário para professores em início de carreira com licenciatura plena e jornada de 40 horas semanais. São R$ 5.750,83. O reajuste de 30,35% em três anos foi acima da inflação. Além disso, mais de 22 mil professores

receberam benefícios de progressões, titulações, estímulos e promoções na carreira. Bolsa Escola ajuda mais de 1,2 milhão de alunos - Em três edições, o Bolsa Escola já entregou mais de 3 milhões de cartões para estudantes comprarem material escolar. São mais de R$ 150 milhões investidos nas crianças e nos adolescentes do Maranhão. Os alunos recebem um valor para fazer as compras nas lojas credenciadas. Com o cartão, os estudantes garantem caderno, caneta, livro e outros materiais. 80 ônibus escolares e 2 lanchas - De nada adianta ter escola e uniforme se os alunos não conseguem chegar às salas de aula. É por isso que o Governo do Maranhão vem entregando ônibus para transportar estudantes das zonas rurais e de difícil acesso. Duas lanchas tam-

Governador conversa com bombeiros em Trizidela do Vale

bém já estão em Cajari e Penalva para levar alunos que moram onde só dá para chegar de barco na época da cheia. Uma nova universidade para o Maranhão - A UemaSul começou a funcionar em

2017, em Imperatriz (sede) e Açailândia, oferecendo uma nova opção de ensino superior público na região para 2 mil alunos. A universidade atende 22 municípios e preenche uma reivindicação antiga do Sul maranhense.


6

Geral

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

Para cuidados com o bebê

Programa Pequeno Maranhense entrega mais de 11 mil kits

Agentes da Prefeitura usaram teatro de fantoche para falar sobre a importância do combate ao Aedes aegypti

Mães recebem o kit para cuidar dos bebês

“Agradeço por esse projeto existir e ser tão gratificante. Várias mães precisam e estou muito feliz por ver que a minha filha já é bem cuidada desde o nascimento”. É o que diz Raquel Conceição Santos, 26 ano s , um a da s 11. 679 mães que receberam kit de primeiros cuidados com o bebê. A entrega é ação do Programa Pequeno Maranhense, que incentiva a mãe atendida pela rede pública estadual de saúde a fazer o pré-natal e a participar de atividades educativas de orientação. Realizado desde maio de 2016 pela a Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com o Instituto Acqua, o progra-

ma já beneficiou mães de 61 municípios maranhenses, além de Marabá, no Estado do Pará. Entre as maternidades incluídas no programa estão a Benedito Leite, a Maternidade Nossa Senhora da Penha, e a Maternidade Marly Sarney. Além das maternidades, hospitais regionais e m acr orregionais como os das cidades de Barreirinhas, Coroatá e Itapecuru também oferecem kits para mães. Segundo a coordenadora do programa, Analamácia Brito, o maior objetivo do Programa Pequeno Maranhense é o incentivo ao pré-natal, o que impacta na redução da mortalidade materna e neonatal. “Um

pré-natal bem acompanhado é fundamental em termos de previsão e detecção precoce de patologias tanto materna como fetais, permitindo o desenvolvimento saudável do bebê e reduzindo os riscos para gestantes”, afirma ela. De acordo com a enfermeira, o kit de cuidados é composto de fraldas, toalhas, gazes, álcool em gel e cartilha informativa sobre gestação, parto e pós-parto, importante para as mães que não têm condições de comprar nem o essencial. “A primeira higiene do neonato tem por finalidade remover secreções maternas e reduzir a colonização microbiana. O kit contempla a efetividade dessa ação vis-

to que algumas usuárias do SUS não têm condições financeiras que possibilitem a compra de fralda, que seria o básico”, diz. Humanização Analamácia Britto explica que, para receber o kit, as mães precisam realizar seis consultas de pré-natal, das sete definidas pelo Ministério da Saúde. Elas também devem comprovar que tomaram vacinas e fizeram exames de rotinas do prénatal (VDRL, HIV, Tipagem Sanguínea e Hemograma Completo). Desde 2016 já foram realizados 29.093 atendimentos médicos e exames de apoio pelas equipes multiprofissionais que cuidam das mães do programa Pequeno Maranhense, totalizando 38.516 procedimentos. Além do pré-natal, as mães também participam de rodas de apoio ao parto e ao nascimento, o que consolida o programa pequeno maranhense como uma medida de humanização no atendimento à saúde. “Mais que entrega de produtos, o Pequeno Maranhense é uma ação de acolhimento. As rodas de apoio acontecem com a presença das mães e de familiares. É uma forma de acolhimento, que serve para a humanização do parto e conscientização do aleitamento materno exclusivo”, acrescenta.

Trump agradece cooperação da França e Reino Unido em ataque contra Síria: 'missão cumprida' O presidente norte-americano, Donald Trump, agradeceu neste sábado (14) em postagem no Twitter a "sabedoria" e o poder militar da França e Reino Unido no ataque conjunto contra a Síria, realizado na noite anterior. "Um ataque perfeitamente executado na noite passada. Obrigado à França e ao Reino Unido por sua sabedoria e pelo poder de seus excelentes exércitos. Não poderia haver resultado melhor. Missão cumprida!", dizia a mensagem. Trump continuou: "Estou muito orgulhoso do nosso exército que será, depois de investidos bilhões de dólares aprovados, o melhor que o nosso país já teve. Não haverá nada, ou ninguém, sequer próximo!" O dobro de mísseis - A investida foi anunciada pelo próprio Donald Trump em pronunciamento na Casa Branca, na noite de sexta-feira (13), como resposta ao suposto ataque químico contra a cidade síria de Duma no último fim de semana. O regime sírio nega o uso de armas químicas. As forças aéreas e marinhas dos EUA, França e Reino Unido lançaram os primeiros ataques por volta das 21h de Washington (22h, no horário de Brasília, já madrugada na Síria). Três alvos foram atingidos, segundo o Pentágono:

um centro de pesquisa e produção de armas químicas e biológicas em Damasco, um armazém de armas químicas em Homs, a leste de Damasco – onde os EUA acreditam que havia estoques de gás sarin – e uma base na mesma cidade que também teria armas químicas. Não há registro de vítimas civis, ainda conforme o Departamento de Defesa dos EUA. Os sistemas de Defesa sírios reagiram, atingindo 13 mísseis em Al Kiswah, nos subúrbios de Damasco. No total foram lançados 105 mísseis contra os três alvos na Síria, ainda segundo o Pentágono. É quase o dobro da quantidade de armamento usada no ano passado, quando os norte-americanos reagiram a outro ataque químico atribuído ao regime de Assad que deixou 86 mortos. Naquela ocasião, 59 mísseis Tomahawk foram disparados contra uma base aérea do país. Desta vez, de acordo com o Ministro da Defesa do Reino Unido, foram usados mísseis do tipo Shadow. O Departamente de Defesa dos EUA afirma que nenhum dos mísseis lançados foi interceptado. Já as Forças Armadas da Síria falam em 110 mísseis disparados contra o país e diz que a "maioria" deles foi interceptada, segundo a CNN. Do G1

Organizações internacionais propõem parcerias com o Maranhão nas áreas oncológica e de combate ao diabetes mellitus A palestra concedida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) sobre o Fundo Estadual de Combate ao Câncer, durante o evento da Organização Mundial de Saúde (OMS), na Dinamarca, atraiu o interesse de instituições internacionais especializadas na área de doenças crônicas não-transmissíveis para as políticas de saúde desenvolvidas no Maranhão. A expectativa do Governo do Estado é garantir novos investimentos para as áreas oncológica e de combate ao diabetes mellitus. “A partir do momento em que compartilhamos a experiência do Fundo, líde-

res de Estado e diretores de organizações internacionais demostraram interesse imediato em firmar acordos de cooperação com o nosso estado. Com mais essa participação do governo em eventos internacionais, a gestão Flávio Dino se mostra determinada na execução assertiva da política de saúde para nossa população”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. Imediatamente após a palestra de apresentação do Governo do Maranhão sobre o Fundo Estadual de Combate ao Câncer, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, foi procurado por representantes da União

Internacional para Controle do Câncer (UICC), com sede em Genebra, na Suíça. A diretora da UICC, a princesa Dina Mirad, explicou que a organização conta com mais de 1.000 membros e 56 parceiros em 162 países, que poderão contribuir com a formatação de um projeto que vise maior equidade no uso dos recursos do Fundo Estadual de Combate ao Câncer. “Nós temos uma rede extensa de pessoas que podem ajudar a construir o projeto certo, a dar prioridade ao que realmente é necessário, evitando desperdício de recursos. Nossa organização serve para ajudar na construção de ações efi-

cazes para o bem da comunidade que necessita desses serviços”, garantiu a princesa Dina Mirad. Assim como a UICC, a Fundação Mundial do Diabetes aproveitou o encontro da OMS para confirmar a parceria com o Governo do Estado. O objetivo é a im plantaç ão do projeto ‘Cuidado Integral no Controle da Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellitus para a redução da mortalidade materna no Maranhão’. Convênio Até o mês de junho, o Governo do Maranhão e a Fundação Mundial do Diabetes realizarão a assinatura do convênio que permiti-

rá a capacitação de mais de 2 mil profissionais, proporcionando esta linha de cuidado para 43 municípios. “Nós já temos projetos desenvolvidos com o Ceará e a Bahia, agora vamos firmar essa parceria com o Maranhão. O projeto implementará serviços de atenção ao diabetes, o que resulta na melhoria de atendimento ao cidadão”, informou o assessor da América Latina da Fundação Mundial do Diabetes, Bent Lautrup-Nielsen. Na Dinamarca, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) também revelou que estenderá as relações já estabelecidas com o Maranhão, como

no último termo de cooperação técnica firmado entre Governo e OPAS, no ano passado, por meio do projeto ‘Estruturação da Atenção à Saúde’. “Vamos expandir a cooperação já existente e expandir essa cooperação com o estado, a partir do recurso já garantido para o c om bate ao c ânc er. A OPAS contribuirá com as ações no sentido do planejamento e monitoramento do uso desses recursos, expandindo a visão de prevenção e tratamento”, informou a coordenadora de Doenças Não Transmissíveis da Organização PanAmericana da Saúde/OMS, Kátia de Pinho.


Geral

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

Governo investe na melhoria da saúde bucal dos maranhenses

“É bom os agendamentos porque fica tudo organizado. Não espera muito. Minha irmã, por exemplo, não esperou nem 10 minutos. Esse serviço do Sorrir é excelente, nos surpreendeu muito. Um assalariado não tem como pagar por um serviço desse, que é nota 1.000”, afirma Ana Rosa Marques, que aprovou o atendimento oferecido para a irmã dela, Maria dos Anjos que foi beneficiada com próteses dentárias na Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão – Sorrir, em São Luís. A Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão - Sorrir, entregue pelo Governo do Estado há pouco mais de um mês, atua na promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal dos maranhenses. O serviço, que serve de referência para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos municípios, tem se destacado entre os pacientes pela qualidade do aten-

dimento e por funcionar com agendamentos e facilitando o planejamento dos usuários no dia a dia. Para ter acesso aos serviços disponíveis no Sorrir, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) residentes no Maranhão devem ter passado primeiramente em consulta com uma Equipe de Saúde Bucal (ESB) das UBS espalhadas pelo estado, que fará o encaminhamento para a unidade dos casos mais complexos. O local faz ainda uma média de 55 atendimentos diários de demanda espontânea e urgências odontológicas sem a nec es sidade de agendamento prévio. “Com o Sorrir, a gestão do governador Flávio Dino proporciona aos cidadãos um atendimento especializado na área odontológica, de forma humanizada, valorizando o tempo do paciente e facilitando seu acesso. O Maranhão avança, a passos largos, rumo

a um futuro melhor para todos os maranhenses”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. Agendamentos - Prioritariamente, a marcação das consultas acontece com a UBS de origem, para agendar a consulta do usuário para a especialidade encaminhada. As consultas são agendadas em três períodos do dia – 8h às 12h, 12h às 16h e 16h às 20h, com os atendimentos sendo realizados por ordem de chegada, respeitadas as prioridades e emergências. Usuários já em tratamento no Sorrir poderão fazer o agendamento da continuidade da terapia direto no balcão de atendimento – com confirmação via call center. O líder de produção Josuel Viégas teve seu primeiro atendimento na última quinta-feira (12) e já saiu com data de retorno. “Isso nos dá a vantagem de poder negociar com nossos patrões. Quem tem superior no serviço não

Governo aumenta para 120 o número de bolsas para iniciação científica na UemaSul A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul), com o apoio da Fundação de Amparo a Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), aumentará para 120 o número de bolsas de ini c iaç ão c ien tíf ic a em 2018. A informação foi oficializada durante o seminário prévio de Iniciação Científica da UemaSul, realizado esta semana, na sede da instituição. O anúncio das novas bolsas foi feito pelo diretor-pre-

sidente da Fapema, Alex Oliveira de Souza, durante a apresentação do plano de trabalho da fundação para 2018. Ele explicou que a Fapema aumentará a oferta de 40 para 60 bolsas, assim como a UemaSul também aumentará o financiamento pela própria universidade, de 40 para 60, totalizando 120 vagas para os programas de incentivo à pesquisa científica este ano. A Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, professora Alinne da Silva, frisou a importância do

aumento de bolsas e do incentivo aos alunos que desejam ingressar nas atividades acadêmicas de pesquisa. “As bolsas são uma forma de incentivar os professores e pesquisadores a inserir os alunos em suas atividades. Com essa iniciativa, pretendemos melhorar a qualidade de recursos humanos para a Região Tocantina. Os alunos têm a oportunidade de acompanhar o método científico de perto, e gerar experiências do mundo acadêmico”, disse a professora.

pode estar faltando. Dá para nos planejar melhor. Fui muito bem recepcionado por todos. Parabéns pela atitude do governo por inaugurar uma clínica dessas, que atende tanta gente”, afirma. Consulta - No dia marcado, o usuário deverá comparecer à unidade, ao lado da Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (Feme), em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, de posse do seu cartão de encaminhamento, para que a consulta seja validada. O usuário com consulta agendada que não comparecer perde a vaga e o próprio sistema bloqueia o cartão SUS por 30 dias na unidade. “Só conseguimos remarcar a consulta para depois desse período. Por isso, é importante que o usuário nos forneça um telefone que consigamos localizá-lo. Estamos tendo muita dificuldade com pessoas que nos dão números inexistentes, que dão fora de área ou de outras pessoas”, explica o diretor administrativo da unidade, Fabrício Saraiva.

7

AGEM realiza seminário para lançamento de Plano de Resíduos Sólidos Na próxima terça-feira, 17, o Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), realiza o Seminário de Lançamento do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana da Grande São Luís. O evento acontece às 9h, no auditório do Palácio dos Leões, localizado à Avenida Pedro II, Centro. A abertura do Seminário de Lançamento será feita pelo presidente da Agem, Lívio Jonas Mendonça Corrêa, que falará, em linhas gerais, sobre o Plano de Gestão. Em seguida, o gerente técnico da Floram Engenharia e Meio Ambiente, Augusto Braga, fará a apresentação do Projeto. O Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana da Grande São Luís tem por objetivo nortear o processo de planejamento aplicado à gestão de resíduos sólidos, que inclui os 13 municípios que integram a Região Metropolitana de São Luís, a

saber, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa, Alcântara, Bacabeira, Rosário, Santa Rita, Icatu, Axixá, Morros, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande, além de São Luís. “Este seminário é um primeiro momento de um processo cuidadoso, que envolve a participação popular, algo indispensável para a produção do documento”, destaca Lívio Corrêa. Para o Seminário de Lançamento do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana da Grande São Luís foram convidadas autoridades do Governo do Estado e dos municípios que fazem parte da Região Metropolitana de São Luís, bem como representantes de entidades ligadas à reciclagem e da sociedade civil. “Queremos promover uma d is c us s ã o b e m am p la , estimular o debate e colher ideias, para que o Plano de Gestão Integrada seja um instrumento eficaz e de todos”, finaliza Lívio.


8

Cultura e Variedades

São Luís, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de abril de 2018

celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima blog.oquartopoder.com/celialima

Pensamento do Dia A vida merece algo além do aumento da sua velocidade. (Mahatma Gandhi)

)

DOM BOSCO EM DESTAQUE NO ENCONTRO DE EMPRESAS FAMILIARES

U

m seleto time de herdeiros e representan tes das mais importantes e longevas em presas de origem familiar do país estão reunidos em Gramado (RS) essa semana, participando do Encontro Nacional de Empresas Familiares / ENEF. Entre marcas como Sierra Móveis, Bibi Calçados, Eliane, Cecrisa, Mercur e muitas outras empresas líderes em seus respectivos segmentos, está a única empresa maranhense, o grupo Dom Bosco / UNDB. E mais, suas Diretoras Ceres Murad e Elizabeth Rodrigues foram convidadas a apresentar na abertura do evento, o case de sucesso de Governança e Gestão do grupo educacional fundado pela professora Maria Izabel Pereira Rodrigues e que já se encontra sob o comando da terceira geração. Além desse destaque, os diretores Rebeca Murad e Evandro Luiz Rodrigues Costa, da terceira geração, também palestram sobre o tema “Uma Incrível Transição entre Gerações”, dando detalhes de como aconteceu a profissionalização entre as gerações do grupo que nesse próximo mês de maio completa 60 anos e é referência nacional em pioneirismo pedagógico. O consultor Maurício, da organização do evento, com os Diretores do Dom Bosco da terceira geração, Evandro Luiz Rodrigues Costa e Rebeca Murad, que apresentaram o case de sucesso sobre a transição da empresa no ENEF 2018

INSCRIÇÕES DE GRUPOS ARTÍSTICOS PARA O SÃO JOÃO DO SESC SOMENTE ATÉ ESTA QUARTA

O

Sesc está com inscrições abertas para o cre denciamento de propostas artísticas para com por a programação do período junino deste ano. Podem concorrer grupos locais e regionais de bumba-meuboi (sotaques variados), grupos de danças típicas juninas, grupos cênicos, artistas e grupos musicais locais e ações formativas em dança. Com editais para o Balaio de Sotaques 2018 em São Luís, Itapecuru-Mirim e Caxias, os interessados têm até o dia 18 de abril para garantir a sua participação no seletivo. Os editais e anexos estão disponíveis no www.sescma.com.br/editais Em São Luís, o Sesc recebe inscrições de boi de orquestra, boi de matraca, boi da baixada, boi de costa-de-mão, boi de zabumba e boi alternativo na modalidade grupos de bumba-meu-boi. Na categoria grupos de danças podem participar tambor de crioula, quadrilha junina caipira, quadrilha junina estilizada, dança do coco, dança do lelê, dança do cacuriá, dança portuguesa e companhias de danças alternativas. Também serão selecionados artistas e grupos musicais com repertório de músicas alinhadas ao período junino e autoral, propostas de oficinas de dança tambor de crioula e/ ou dança do bumba-meu-boi (sotaque de matraca) e contação de história baseadas em lendas relacionadas ao período junino.

Dorgival Dantas fará show em São Luís

O

cantor Dor gival Dantas , vai se apr e sentar no “Xote da Prometida” dia 21 de abr il, na Pal azzo Ev ent os . O a r tista é conhecido c om o "O Poeta" das canções de am or, entre os s eus suc es sos es tão as m ús i c as "Am or Cova r de ", " Pod e Ch or a r ", "Vo c ê Não Vale Nada" e "Tarde Dem ais". Já teve canç ões gr avadas por ar tis tas e bandas c om o Mic h el Tel ó , Ca l c i nh a Pr e ta , Av i õe s do F o r r ó , Cés ar Menotti e Fabiano, J or ge e Mateus, Gabriel Gava, Marcos & Belutti, Frank Aguiar, além de diver sas bandas de forr ó. A h is t ó r i a do p o e ta , c a n t o r, s a n f o n ei r o e c o m pos ito r, c om e ç a em O lho D’ águ a do Bo r ges, no Rio G r ande do Nor te, onde nas c eu em 19 71. Ing r es s ou na c ar r eir a m u s ic al aos 14 an os de i dad e, inf l uen c ia do p elo pa i, C íc e r o Dantas , que tam bém er a s anf oneiro.

blog.oquartopoder.com/celialima

15e16042018  
15e16042018  
Advertisement