Page 1

Mercado financeiro prevê rombo de R$ 98 bilhões para as contas do governo em 2019 Pág - 5 ANO 13

NÚMERO 2832

SÃO LUÍS - MA, SEXTA-FEIRA, 15 DE MARÇO DE 2019

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Governo inicia plotagem de vans regularizadas.Pág-2 Prefeitura leva campanha de vacinação antirrábica a novos bairros

Bolsa Escola movimenta comércio em bairros de São Luís

A Prefeitura de São Luís segue com as ações da campanha de vacinação contra a raiva animal. Mais de 50 mil animais já foram vacinados na cidade, sendo 31.945 cães e 18.219 gatos. Em São Luís, a Campanha de Vacinação Antirrábica, iniciada em fevereiro deste ano, é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Unidade de Vigilância Epidemiológica (UVZ). Neste fim de semana, sexta (15) e sábado (16), equipes percorrem novos bairros. Página - 07

Em São Luís

Governadores criam Consórcio Nordeste para reduzir gastos e combater o crime Em um encontro considerado histórico, oito governadores e um vicegovernador assinaram nesta quinta-feira (14), em São Luís, o protocolo para criar o Consórcio Nordeste. A medida foi formalizada durante o Fórum de Governadores do Nordeste, no Palácio dos Leões. Todos os Estados nordestinos aderiram ao consórcio. O Fórum é a esfera onde os governadores tomam decisões políticas e estratégicas, de modo a levá-las para o debate nacional. Ele vai continuar existindo normalmente, com reuniões periódicas. Página - 3

Página 5

Governo programa mutirão de prevenção ao câncer do colo do útero

Página 6

Bombeiros do Maranhão recebem homenagem na Câmara dos Deputados Página 3

Mais

Saúde alerta para prevenção e diagnóstico precoce da Doença Renal Crônica Pág - 4

Contadoras de história da rede da Prefeitura serão homenageadas em São Paulo com Troféu Baobá No dia 20 de março é comemorado o Dia do Contador de Histórias. Para a equipe de contadoras de histórias da Coordenação do Livro Infantil da Secretaria Municipal de Educação (Semed), criada na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, há um motivo a mais para comemorar a data.Página 2

www.oquartopoder.com

Mais

Exposição e lançamento de livro estão na programação da Casa Josué Montello Pág - 7

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Governo inicia plotagem de vans regularizadas

A Agência de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) inicia, a partir da semana que vem, a plotagem das vans do transporte alternativo intermunicipal cadastradas na MOB. A plotagem foi compromisso assegurado pela MOB junto aos operadores do sistema de transporte complementar intermunicipal de passageiros e tem o objetivo de identificar visualmente as vans que passaram por todas as prerrogativas de cadastramento e tem o direito de transportar passageiros no Maranhão. Segundo o presidente da MOB, Lawrence Melo, a plotagem das vans vai permitir aos usuários identificar facilmente o transporte autorizado a operar no sistema, garantindo mais segurança e conforto à população do Maranhão. “A partir de agora os usuários do transporte alternativo não terão mais dúvidas

quanto a identificação do transporte que devem embarcar. Estamos garantindo que a van identificada com a plotagem da MOB passou por todos os testes de legislação e segurança especificadas no Código de Trânsito Brasileiro, seguramente, proporcionando maior segurança e conforto. E é importante frisar que a plotagem não terá nenhum ônus para o operador do sistema”, destacou Lawrence. Frota - O sistema de transporte complementar intermunicipal de passageiros do Maranhão opera com 1.200 veículos regularizados. A expectativa é que com a abertura da Portaria 85/2019 que trata de novo cadastramento de proprietários ou arrendatários do transporte alternativo e vans cerca de 1.000 novos operadores entrem no sistema, dando mais dinamismo e comodidade

aos usuários, além de oportunidade de trabalho a novos profissionais. Novo cadastramento No dia 25 de fevereiro a MOB publicou a portaria 85/2019 estabelecendo prazo de 61 dias para que pessoas físicas que operam ou tenham interesse em operar no serviço público de transporte complementar intermunicipal de passageiros realizem o cadastramento junto à MOB para a regularização da atividade. A portaria fica vigente até o dia 26 de abril. Para cadastramento o interessado deve apresentar requerimento de registro junto à MOB, devidamente instruído, com a documentação prevista na Portaria, sendo maior de 21 anos, conforme previsto no art. 145, I, do CTB, junto com documentação pessoal, cópia da CNH – Categoria D ou superior e cópia da CNH do Defensor, quando

houver, comprovantes de residência, cópia do CRLV do veículo, devidamente atualizado, registrado e licenciado no Estado do Maranhão. A Portaria exige, ainda, certidão negativa de antecedentes criminais fornecidas pelas Justiças Estadual, Eleitoral e Federal; inscrição e quitação na Justiça Eleitoral; certidão emitida pelo Detran/MA de que não possui e nem é arrendatário de outro veículo da espécie de microônibus destinado ao transporte de passageiros de forma remunerada; cópia do prontuário da CNH do proprietário e/ou arrendatário mercantil e defensor; cópia de certificado de curso de treinamento de prática veicular em situação de risco, nos termos da normatização do Contran; cópia da apólice de seguro em favor de terceiros transportados e não transportados e seu respectivo comprovante de pagamento; e cópia autenticada do laudo de vistoria do veículo, realizado pelo Detran–MA. Fica estabelecido, ainda, o limite de dois defensores por requerente e uma van para cada 2.000 (dois mil) habitantes por município, conforme dados do IBGE. Os veículos em m onobloco (vans), não podem ultrapassar 10 anos de uso e os fabricados com chassi (microônibus) têm limite de 12 anos, além de apresentar requisitos e equipamentos obrigatórios em perfeitas condições de funcionalidade e operacionalidade.

Governo e Fiocruz capacitam profissionais para o fortalecimento dos programas de atenção primária e saúde da família no estado Cerca de 150 profissionais participaram, nesta quinta-feira (14), do curso de “Apoio Matricial na Atenção Básica com ênfase no Nasf-AB”. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) apoia o evento promovido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em São Luís, Caxias e Imperatriz. A terceira edição da capacitação no estado reúne profissionais que atuam no Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (Nasf-AB). A ação contribui para melhoria da qualidade da Atenção Básica (AB) no estado, assim como para implementação de diretrizes do Ministério da Saúde (MS). A chefe do Departamento

de Atenção à Saúde da Família da SES, Ana Carolina Fernandes, disse que a formação é uma ferramenta importante para o fortalecimento da atenção primária ofertada no Maranhão. “O curso tem ênfase na saúde da família, objetivando aperfeiçoar o serviço prestado por fisioterapeutas, médicos, assistentes sociais, e demais profissionais que trabalhem no setor”, disse. Os profissionais participam da capacitação na Escola Técnica do SUS/ETSUS (São Luís), Campus da Universidade Estadual do Maranhão (Caxias) e Campus da Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz). No Brasil, a iniciativa capacitou

2.897 profissionais de saúde para o SUS. Atualmente, são mais de 2000 alunos inscritos em todo o país. A capacitação contribui para redução da mortalidade materna. “O curso capacita os profissionais que dão suporte à atenção primária, para que estes ofertem um melhor cuidado à população”, destacou Elzimar Palhano, tutora da Fiocruz. A coordenadora pedagógica da Escola Técnica do SUS/ETSUS, Maria Lourdes Carvalho, destacou que o Governo fortalece a formação dos profissionais do SUS no estado. “Acreditamos no sistema e na universalização, de modo que ele chegue até aos que mais necessitam de cui-

dados”, disse. Para Carlos Eduardo Alib, nutricionista da equipe do Nasf, da Cidade Olímpica, o curso é uma atualização importante para o exercício da profissão no núcleo. “Nós que trabalhamos na atenção básica precisamos sempre de atualização. Trabalhamos direto com a população e com políticas de saúde”. A terapeuta ocupacional, Cíntia Martins, atua na área de reabilitação. “A atualização é sempre importante, ainda mais na área de reabilitação dos pacientes. Temos novidades o tempo todo, novas diretrizes. É um curso formativo, que conta no nosso currículo”, destacou

Contadoras de história da rede da Prefeitura serão homenageadas em São Paulo com Troféu Baobá

No dia 20 de março é comemorado o Dia do Contador de Histórias. Para a equipe de contadoras de histórias da Coordenação do Livro Infantil da Secretaria Municipal de Educação (Semed), criada na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, há um motivo a mais para comemorar a data. É que nos próximos dias 26 e 27 de abril, no Centro Cultural Teatro Leopoldo Froes, na cidade de São Paulo, as servidoras da Prefeitura de São Luís vão receber o Troféu Baobá. A premiação anualmente distingue personalidades da arte na rrativa, movimentos, coordenadorias, escritores e editoras que, com suas práticas, fortalecem as artes literárias e narrativa, contribuindo para a valorização do livro e despertam o gosto pela tradição oral. Ao parabenizar a equipe vencedora o prefeito Edivaldo Holanda Júnior disse que "com certeza a conquista vai estimular ainda mais o importante trabalho que é realizado na rede municipal de ensino". Em sua 3ª edição, o troféu Baobá foi instituído pelos Coletivos de Contadores de Histórias Grupo Paulistano Línguas Encantadas e Encantantes e Grupo Paulista Contadores do Reino. Para o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, é um justo reconhecimento. "A equipe de contadoras desenvolve um trabalho importante na rede municipal de ensino. De forma lúdica, elas levam um mundo encantado para as crianças que aprendem brincando e desenvolvem habilidades de comunicação e socialização que levam para a vida adulta", disse. Para a coordenadora do Livro Infantil, Sinara Coelho Lima Rodrigues, o troféu veio como um reconhecimento do trabalho. "Este é um troféu que estamos trazendo para a rede municipal. O convite veio por meio de Andréa Sousa, que é a coordenadora Geral do Centro Cultural Municipal de Santo Amaro. Ela conheceu nosso trabalho aqui em São Luís, na ocasião de uma formação, ficou encan-

tada, comentou ao ver nossa apresentação e saber de nossos projetos que mais gente deveria nos ouvir, então este ano veio a notícia do troféu", conta. Em São Paulo, a delegação de São Luís foi convidada também para abrir a solenidade. Elas terão 30 minutos para contar as lendas de São Luís e exibir um vídeo institucional. NA REDE A equipe de contadoras de histórias da Semed é composta por Sinara Coelho Lima Rodrigues, coordenadora do Livro Infantil; Rosângela Teixeira Souza; Luciane Silva de Souza Cunha; e Raissa Diniz Borralho Serejo. Esta última, faz o diferencial desta equipe, pois é uma contadora muda, que faz a contação em Libras. No setor são desenvolvidos vários programas como Carro Biblioteca, com acervo de quase dois mil livros que atende as 98 escolas da Educação Infantil; Resgate e Valorização do Autor Maranhense; e a contação de histórias vinculada à utilização da Biblioteca Móvel, além de Formação de Professoras da Educação Infantil em Literatura Infantil: Teorias e Práticas para contadores de Historia. UMA CONTADORA Nascida em um bairro cheio de histórias, a Liberdade, no Centro de São Luís, a coordenadora do Livro Infantil, Sinara Coelho é contadora há mais de 20 anos, pósgraduada em Literatura Infantil, professora da pós-graduação de Literatura da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Ela revela que a influência primeira pelo gosto em contar histórias veio devido ao costume de sua mãe em ler pra ela, toda noite quando criança, histórias e lendas de São Luís. Sinara, professora da rede municipal que veio da sala de aula para a contação, fala com empolgação dessa paixão pela literatura. Ela conta que nunca mediu esforços para levar esse mundo encantado ao maior número de crianças e pessoas possível.


Política

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Em São Luís

Governadores criam Consórcio Nordeste para reduzir gastos e combater o crime

Palácio dos Leões recebe Fórum de Governadores do Nordeste (Handson Chagas)

Em um encontro considerado histórico, oito governadores e um vice-governador assinaram nesta quintafeira (14), em São Luís, o protocolo para criar o Consórcio Nordeste. A medida foi formalizada durante o Fórum de Governadores do Nordeste, no Palácio dos Leões. Todos os Estados nordestinos aderiram ao consórcio. O Fórum é a esfera onde os governadores tomam decisões políticas e estratégicas, de modo a levá-las para o debate nacional. Ele vai continuar existindo normalmente, com reuniões periódicas. Já o Consórcio Nordeste será um instrumento de administração, para melhorar os gastos públicos e a gestão. “O Fórum do Nordeste vai continuar a existir, com a função de articular as posições políticas. E o Consórcio tem a finalidade administrativa, de prestação de serviços conjuntos”, explicou o governador Flávio Dino. Com o consórcio, os Estados nordestinos terão, por exemplo, mais poder de negociar preços, já que serão feitas compras conjuntas, com um volume muito maior. Também poderão ser feitas cooperações policiais muito mais intensas que as de hoje. A ideia é combater organizações criminosas in-

terestaduais. Agora, cada Assembleia Legislativa estadual terá de aprovar a criação do Fórum. A partir daí, ele passa a funcionar. Economia e eficiência O governador da Bahia, Rui Costa, foi escolhido por unanimidade o primeiro presidente do Consórcio Nordeste. A cada ano, o comando vai mudar, a fim de possibilitar um rodízio entre os Estados. “O consórcio será uma grande ferramenta de gestão, de compartilhamento de projetos, de ideias, de apoios mútuos, de redução de custos para cada Estado”, afirmou Rui Costa. “Com o consórcio formalizado, poderemos fazer licitação para a saúde, por exemplo, naqueles itens que forem comuns, e assim mudamos o patamar de escala da licitação. Se for licitar um item, é um preço; se forem milhões desse item, é outro preço. Estamos multiplicando por nove Estados a escala de eventuais licitações, o que vai reduzir em muito o custo em várias áreas”, acrescentou. Para Flávio Dino, “damos um salto adiante na cooperação federativa entre os Estados do Nordeste. O consórcio vai permitir que, juridicamente, os nove Estados atuem em torno de

determinados itens como se fosse um só”. Outras vantagens Com o Consórcio Nordeste, também poderão ser feitas parcerias na infraestrutura, em obras, na formação de parques tecnológicos e nas vendas de produtos para o exterior. Também haverá estratégias conjuntas para atrair mais investidores. Intercâmbios estudantil e profissional também estão entre as possibilidades, bem como operações conjuntas contra o crime organizado. “Momento histórico” Todos os presentes no encontro definiram o Consórcio Nordeste como um momento histórico não só para a região, mas para o Brasil. “É um momento histórico para a região Nordeste e o Brasil. Temos a oportunidade de inovar, colocando uma alternativa especial com a criação do consórcio. Vai permitir a integração em áreas essenciais como saúde, educação e infraestrutura", afirmou Wellington Dias, governador do Piauí. "Vai ser uma ferramenta extremamente importante para facilitar a vida de todos os governos. Por exemplo, uma licitação de medicamentos vai diminuir os preços dos produtos", comenta Belivaldo Chagas, governador de Sergipe.

Defesa do Nordeste Os governadores também destacaram o papel do Fórum para defender pontos importantes para a sociedade brasileira e o povo nordestino. Para Camilo Santana, governador do Nordeste, o Fórum vem “fortalecer as ações apara o nordeste e unificar a região. Ele tem um papel fundamental de consolidar políticas para o Nordeste”. "Aqui são tomadas as decisões daquilo que é importante para a região. Podemos definir o posicionamento que levaremos, na maioria das vezes, ao governo federal, nos posicionando em relação aos projetos do governo e aos interesses da região", disse João Azevedo, governador da Paraíba. Segundo a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, “o Fórum se constitui num espaço muito importante de articulação política com vistas a definir aquilo que é comum ao Nordeste. São políticas voltadas principalmente para o desenvolvimento, para a Justiça, a inclusão social”. De acordo com o vice-governador de Alagoas, Luciano Barbosa, “nunca houve uma afinidade tão grande e um trabalho conjunto como tem sido feito hoje com os Estados do Nordeste".

98783-9244 / 98897-3555 / 99976-6175

3

Bombeiros do Maranhão recebem homenagem na Câmara dos Deputados

Bombeiros militares maranhenses que atuaram nos resgastes das vítimas da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, participaram, na Câmara dos Deputados, da cerimônia em reconhecimento nacional aos heróis que trabalharam por vários dias em um cenário de destruição causado pela lama de rejeitos de minério. A homenagem, a todos os bombeiros militares do Brasil que estiveram durante vários dias trabalhando em Brumadinho, aconteceu, nesta quinta-feira (14), no plenário Ulysses Guimarães, na Câmara dos Deputados, em Brasília. Um dia após a tragédia, o governador Flávio Dino autorizou o envio de bombeiros do Maranhão especializados em ocorrências de grande vulto e buscas e resgates em estruturas colapsadas (BREC). Ao todo, 22 bombeiros do Maranhão auxiliaram na missão Brumadinho. Na Câmara dos deputados o agradecimento e o pedido de valorização a estes bravos profissionais marcaram o discurso dos deputados. Durante sessão plenária as autoridades foram unânimes em propor novos debates para garantir o fortalecimento e reconhecimento do profissional bombeiro militar. “Vivemos hoje um momento histórico. Esse reconhecimento aos bombeiros, que atuaram na missão Brumadinho, nos deixa lisonjeados com a entrega dessa homenagem, promovida pelo parlamento, representa a própria iniciativa do povo brasi-

leiro. Com o sentimento de gratidão continuaremos firmes para exercer a nossa missão na corporação”, disse o major Patrício, bombeiro maranhense que atuou na tragédia de Brumadinho -MG. O coronel Célio Roberto, comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e os bombeiros major Patrício Daniel dos Santos Penha, major Nilson da Silva Azevedo Júnior, capitão Jonatan Silva Coutinho, 1º tenente David Martins Soares, 2º tenente Elenilton Ribeiro de Sousa, 3º sargento Elismar de Souza e a cabo Brenda Aline Barros de Matos, maranhenses que trabalharam da missão Brumadinho, participaram das homenagens. A tragédia A barragem da mina do Córrego do Feijão, da Vale, se rompeu no dia 25 de janeiro. A lama destruiu a área administrativa da mineradora, atingiu comunidades de Brumadinho e o Rio Paraopeba. De acordo com as últimas informações da Defesa Civil, foram confirmadas 203 mortes e 105 pessoas continuam desaparecidas. Trabalhando de 10 a 14 horas por dia, os bombeiros militares se revezavam em grupos dentro da zona quente. A localização e acesso a qualquer tipo de estrutura soterrada ou averiguação de algum sinal de vítimas era feita a todo momento. Ao longo dos dias de operação, a dificuldade da lama compactada dava lugar à insegurança da instabilidade do terreno.

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555 \ (98) 98783-9244


4 Esportes e saúde

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Jadson chega a 50 gols pelo Corinthians e persegue marca do maior artilheiro Autor do terceiro gol do Corinthians na vitória por 3 a 1 contra o Ceará, na noite de quarta-feira, na Arena Castelão, pela Copa do Brasil, Jadson chegou a um número simbólico em sua passagem pelo clube e está próximo de se tornar o maior artilheiro alvinegro do século. O gol contra o Ceará foi 50º dele pelo Timão. O camisa 10 se igualou a Liedson como o quarto jogador com mais gols pelo clube no século XXI, atrás de Gil (53), Guerrero (54) e Dentinho (55). – Fico muito feliz por poder voltar a fazer o que mais gosto, que é jogar. Tive a oportunidade de entrar e ajudar o time a conseguir essa importante vitória. Em relação à marca de 50 gols, é um motivo de muito orgulho atingir um número tão ex-

Jadson fez o seu primeiro gol na temporada — Foto: Bruno Cassucci

pressivo como esse, ainda mais pelo Corinthians. Todos sabem o carinho que tenho pelo clube e estou muito feliz. Espero poder fazer muitos outros outros neste ano e ajudar o Corinthians a conquistar mais títulos. Jadson ficou um mês sem jogar para tratar dores nos dois joelhos. Depois de ficar no banco e não entrar contra o Santos, ele voltou a ganhar chance de Fábio Carille no segundo tempo do jogo diante do Ceará, marcando o gol com poucos minutos em campo. O gol foi o primeiro de Jadson em 2019 e o 26° na sua segunda passagem pelo Corinthians. Ao todo, o jogador tem 215 partidas, 50 gols e 61 assistências. Aos 35 anos, ele tem contrato com o Timão até o fim de 2020.

Elano revela pedido a Messi para Barcelona tirar o pé contra o Santos no Mundial de 2011 O ex-meia Elano afirmou, em entrevista ao site Yellow and Green Football, que pediu a Messi para o Barcelona tirar o pé durante o jogo contra o Santos na final do Mundial de Clubes de 2011, no Japão. O Barça venceu por 4 a 0. Elano começou no banco, mas foi a campo aos 30 minutos do primeiro tempo, quando a partida já estava 2 a 0. Segundo Elano, ele procurou Messi em campo e pediu que o Barcelona diminuísse o ritmo. As declarações abaixo foram traduzidas do inglês, conforme aparecem na publicação original. – Eu até disse ao Messi no campo: "Pelo amor de Deus, nos dê um tempo" – conta Elano na entrevista. Ainda conforme Elano, Messi respondeu: – Ele disse: "Vamos continuar jogando. Se vocês não jogarem, vamos para cima". Ele não disse se eles iriam

ou não (facilitar). Ele disse: "Vamos jogar". Elano ainda contou uma curiosidade, envolvendo o lateral-direito Pará, sobre aquela partida. – Nosso lateral-direito Pará estava sentado ao meu lado no banco. Na primeira jogada da partida, Neymar e Borges fizeram uma tabela, e tivemos um chute que passou por cima do travessão. Pará disse: "Irmão, vai ser nosso dia". Os caras (do Barcelona) pegaram a bola, foram para o outro lado e fizeram o gol. Eu falei: "Realmente, Pará, é nosso dia". O ex-jogador também falou sobre Neymar, seu colega nos tempos de Santos. Para Elano, Neymar tem potencial para ser do tamanho de Ronaldo, mas precisa de ajuda coletiva para isso. – Eu sei que ele comete erros, mas Ronaldo cometeu erros. Romário, Pelé. Todo mundo erra. Eu vejo um pou-

co diferente. Todo mundo que está com ele precisa se desenvolver também. Então ele será Ronaldo. Se os outros evoluírem, ele será decisivo. Na entrevista, Elano também explicou o motivo de não ter assumido o comando do time sub-20 do Santos, que seu nome foi especulado recentemente: – Eu sou um cara que não quer pegar um trabalho no

meio do caminho. Quero estar lá desde o começo. Eu tenho uma equipe comigo que entende esta linha de trabalho. Nós criamos um projeto, mas não vamos ao trabalho por dois ou três meses. Com o Santos foi assim: eu queria sentar e explicar meus conceitos de trabalho. Não houve conversa, então não houve acordo. Do Globoesporte.com

Petkovic analisa disputa entre Arrascaeta e Diego no Flamengo Na vitória do Flamengo por 3 a 1 em cima da LDU, pela Libertadores, Arrascaeta entrou no fim do segundo tempo da partida. O Seleção SporTV desta quinta-feira discutiu se a substituição foi um recado de Abel Braga. Para o ex-jogador do Flamengo, agora comenta-

rista, Petkovic, a mudança apenas mostrou que Arrascaeta irá brigar por posição com Diego. – É uma mensagem de que o Arrascaeta não vai competir pelo lado esquerdo. Ele vai brigar para entrar no lugar do Diego ou junto no meiocampo. Parece que vai ser

entre Arrascaeta e Diego, se jogar um, o outro não joga – disse Petkovic. A apresentadora Barbara Coelho, por outro lado, acredita que o treinador do Flamengo ainda não achou a posição ideal de Arrascaeta. – Eu acho que o Abel ainda não encontrou o melhor

posicionamento do Arrascaeta, e ele vai testando. Ele chegou depois e fez uma pré-temporada mais tardia. O Arrascaeta sofreu muito com lesões no Cruzeiro. O Abel não é o cara da galera, ele vai formando a equipe dele aos poucos – comentou Barbara Coelho. Do Globoesporte.com

Saúde alerta para prevenção e diagnóstico precoce da Doença Renal Crônica

O Ministério da Saúde alerta, no Dia Mundial do Rim, celebrado este ano no dia 14 de março, a população, os profissionais de saúde e os gestores públicos de saúde para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da Doença Crônica Renal (DCR). A doença renal é silenciosa, não apresenta sintomas e tem registrado crescente prevalência, alta mortalidade e elevados custos para os sistemas de saúde no mundo. No Brasil, o envelhecimento populacional aliado às Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), a exemplo da hipertensão e a diabetes, se apresentam como importantes fatores de risco. A principal função do rim é remover os resíduos e o excesso de água do organismo. A Doença Crônica Renal leva a uma redução dessa capacidade, por pelo menos três meses, e é classificada em seis estágios, conforme a perda renal. Na maior parte do tempo de sua evolução, é assintomática, fazendo com que o diagnóstico seja feito tardiamente precisando passar pelo procedimento de hemodiálise. Para prevenção e tratamento da Doença Renal Crônica, o Sistema Único de Saúde (SUS) conta com a Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas, na Atenção Básica e Especializada, com a relização de transplantes. Para os pacientes com Doença Crônica Renal, o SUS oferta duas modalidades de Terapia Renal Substitutiva (TRS), tratamentos que substituem a função dos rins: a hemodiálise, que bombeia o sangue através de uma máquina e um dialisador, para remover as toxinas do organismo. O tratamento da doença renal acontece em clínica especializada três vezes por semana; e a diálise peri-

toneal feita diariamente na casa do paciente; e a diálise peritoneal, que é feita por meio da inserção de um cateter flexível no abdome do paciente e é feita diariamente na casa do paciente, normalmente no período noturno. De acordo com o estudo Saúde Brasil 2018, do Ministério da Saúde, as pessoas em diálise, entre 65 e 74 anos, apresentaram, em 2017, a maior taxa de realização de Terapia Renal Substitutiva (TRS) por 100 mil da população (782), em relação às demais faixas etárias. A maior predominância foi no sexo masculino com taxa de crescimento anual de 2,2% e, de 2% para o sexo feminino. A raça/cor predominante é a branca (39,6%) em relação às raças/cor amarela (1,2%), indígena (0,1%), parda (36,1%) e preta (11,4%). A maior taxa regional de pessoas em alguma modalidade de TRS foi na Região Sudeste, com 236 pessoas a cada 100 mil, seguido pela Região Centro-Oeste (229 por 100 mil da população) e Região Sul, com 208 por 100 mil da população. As taxas de realização da Terapia Renal Substitutiva aumentaram em todas as regiões do país, sendo o aumento de 3,9% no Norte; 3,3% no Nordeste; 3,2% no Centro-Oeste; 1,7% no Sudeste; e 0,6% no Sul. O Saúde Brasil ainda mostra que a hemodiálise foi a modalidade de TRS mais frequente entre os pacientes com doença renal, com média de 93,2% em relação à diálise peritoneal com 6,8%, entre 2010 a 2017. Nesse período, o valor repassado pelo Ministério da Saúde para a realização da TRS e a oferta de medicamentos especializados foi de R$ 19,7 bilhões e de R$ 1,2 bilhão para o transplante renal e medicamentos relacionados. Do Portal Saúde


Municípios 5

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Bolsa Escola movimenta comércio em bairros de São Luís Com a liberação dos créditos do Bolsa Escola para a compra de materiais escolares para a Região Metropolitana e para os 30 municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o Governo do Estado já conseguiu injetar cerca de 1 milhão e 400 mil reais na economia local e das regiões contempladas com o pagamento do 1º lote do programa. A ação, que tem como objetivo garantir mais dignidade aos estudantes da rede pública de ensino, também, tem fortalecido os comércios e gerado emprego e renda às famílias maranhenses. Este ano, quase dois mil comércios já foram credenciados para a venda de materiais escolares aos beneficiários do Bolsa Escola em todo o Estado. Nos 30 municípios de menor IDH e Região Metropolitana são 417 aptos para atender mais de 160 mil estudantes. “O Bolsa Escola é uma ação de dupla funcionalidade. Além de garantir o material escolar de milhares de crianças e adolescentes regularmente matriculados na rede pública de ensino, o programa fortalece a economia local, aquecendo as vendas e gerando emprego e renda às famílias da região”, explicou o secretário de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), Márcio Honaiser. De acordo com o proprietário da THP Papelaria, Thiago Pontes, participar do Bolsa Escola desde o primeiro ano de execução do programa, tem aumentado significativamente as vendas e os lucros da empresa. “Iniciamos as vendas para os beneficiários do Bolsa Escola em 2016, quando o programa foi instituído pelo governador Flávio Dino. E posso

afirmar que a ação tem sido uma grande oportunidade para que a nossa empresa comercialize os produtos em grande escala e para públicos diferentes”, afirmou. Thiago disse, ainda, que o Bolsa Escola tem gerado oportunidades para que pessoas que moram próximas ao local onde a THP está instalada, no bairro do São Francisco, tenham acesso aos materiais escolares que antes não tinham como adquirir. “Já presenciei casos de pessoas que moram há anos aqui no bairro, mas que nunca entraram em nossa loja por acreditar que não teriam como comprar os nossos produtos. Hoje a realidade é outra e o nosso público é bem diversificado. E dessa forma, conseguimos reconhecer que o Bolsa Escola está de fato chegando ao público alvo do programa”, destacou o empresário. Para a dona Lidia Soares, da papelaria Referência Comercial, localizada, também, no São Francisco, depois de participar do Bolsa Escola a venda dos produtos escolares cresceu bastante, tanto que para conseguir atender com mais qualidade os clientes, precisou aumentar o número de vendedores. “Antes nós éramos apenas duas pessoas no atendimento, com a demanda maior devido ao Programa, sentimos a necessidade de termos mais pessoas atendendo”, explicou. Já para a dona de casa Tereza Melo, o melhor é ter um comércio perto da sua casa para realizar as compras dos materiais de suas duas filhas que são beneficiárias. “A satisfação vem por dois motivos. Primeiro porque hoje as minhas filhas podem escolher os cadernos, as

canetas e outros materiais do gosto delas. E a segunda é porque não preciso mais sair do meu bairro para fazer essa tarefa, o que já garante poupar mais um pouco, evitando gastar o dinheiro com a passagem de ônibus para ir ao Centro ou outro local”, explicou Tereza. Créditos liberados Este ano, o recurso tem sido creditado em lotes, sendo que o primeiro foi liberado no dia 1º de março e o segundo dia 2, contemplando a Região Metropolitana composta pelas cidades de Alcântara, Axixá, Bacabeira, Cachoeira Grande, Icatu, Morros, Paço do Lumiar, Presidente Juscelino, Raposa, Rosário, Santa Rita, São José de Ribamar e São Luís. O crédito, também, foi liberado para os municípios classificados como aqueles de menos IDH, somando um investimento do Governo Estadual no valor de mais de R$ 8 milhões para a compra de materiais escolares para estudantes maranhenses de 4 a 17 anos, matriculados em escolas públicas do estado. Desbloqueio

Segundo a secretária adjunta de Renda e Cidadania (Sarc) da Sedes, Ana Gabriela Borges, o desbloqueio dos cartões pode ser realizado pelo aplicativo do Bolsa Escola, disponível no Play Store e App Store. “Por ele, todos os beneficiários têm acesso às principais informações e serviços do Programa como, por exemplo, valor creditado, lista de comércios credenciados para a venda dos materiais escolares e, ainda, poderão efetuar o desbloqueio do cartão, apenas fornecendo o número do CPF, a data de nascimento e o próprio número do cartão”, acrescentou. Ana explicou, ainda, que por medida de segurança todos os cartões do Bolsa Escola foram bloqueados, inclusive dos beneficiários que já utilizaram o cartão para efetuar compras nos anos anteriores. “Esta decisão foi tomada por uma questão de segurança para que os cartões não sejam usados de forma indevida e pela significativa quantidade de extravios”, explicou a secretária adjunta.

Mercado financeiro prevê rombo de R$ 98 bilhões para as contas do governo em 2019 Analistas de instituições financeiras baixaram a estimativa para o déficit primário das contas do governo neste ano para R$ 98,175 bilhões. A projeção consta no mais recente levantamento feito pelo Ministério da Fazenda e divulgado nesta quinta-feira (14) por meio do chamado "Prisma Fiscal". No levantamento anterior, divulgado em fevereiro, os economistas previam que o rombo das contas públicas neste ano ficaria em R$ 99,560 bilhões em 2019. O rombo, ou déficit primário, ocorre quando as despesas do governo superam as receitas com impostos e tributos. Por ser primário, não considera os gastos com pagamento dos juros da dívida pública. A estimativa do mercado financeiro é inferior à meta para o resultado das contas públicas autorizada pelo Congresso e que o governo precisa perseguir neste ano, que é de rombo de até R$ 139 bilhões. O resultado mostra que os analistas creem no cumprimento da meta fiscal. Para 2020, o mercado financeiro estimou um déficit primário de R$ 65,462 bilhões para as contas do governo, valor que também está abaixo do teto da meta fiscal - que é de um rombo de até R$ 110 bilhões. Objetivo da equipe econômica - A previsão do mercado, porém, ainda está distante do objetivo anunciado pela equipe econômica para este ano. Nesta quarta-feira (13), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que busca zerar o rombo fiscal em 2019. "Vamos botar metas impossíveis, vamos zerar o déficit nesse ano. Vai ser difícil,

mas vamos fazer o máximo possível", declarou ele, durante cerimônia de transmissão de cargo no Banco Central. Guedes disse que, para isso, o governo pode contar com recursos do megaleilão de petróleo do pré-sal, a cessão onerosa, que pode render R$ 100 bilhões. O leilão está marcado para 28 de outubro. Reequilíbrio das contas - Nos últimos anos, o governo teve dificuldade de atingir as metas fiscais por conta do baixo nível de atividade da economia, que, após dois anos de recessão, voltou a crescer em ritmo lento de 2017 em diante. A economia fraca reduz também a arrecadação do governo. Além disso, as contas também são influenciadas pelo rombo crescente da previdência social, que somou R$ 290,297 bilhões em 2018. Este é o valor do resultado negativo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), sistema público que atende aos trabalhadores do setor privado, e dos Regimes Próprios dos Servidores Públicos (RPPS) da União, além do sistema dos militares. Para tentar melhorar o resultado das contas públicas, e trazê-las consistentemente de volta ao azul (sem receitas extraordinárias, como a cessão onerosa), o governo encaminhou ao Congresso, em fevereiro, uma proposta de reforma da Previdência Social - que acaba com a aposentadoria por tempo de serviço, institui uma idade miníma para homens (65 anos) e mulheres (62 anos) e equipara as regras do setor público e privado. Foi instituído um período de transição. Do G1

Região Tocantina recebe melhorias na infraestrutura de três escolas da rede estadual O Governo do Estado contemplou a Região Tocantina com a entrega de três escolas. Ribamar Fiquene com a construção de uma escola, Imperatriz com reforma do Centro de Ensino Nova Vitória e Davinópolis com a construção da quadra poliesportiva do Centro de Ensino Francisco Alves II. As escolas foram entregues na quarta-feira (13). As obras foram executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), em parceria com a de Educação (Seduc). O titular

da Sinfra, Clayton Noleto, que representou o governador Flávio Dino nas entregas, falou sobre o impacto dos investimentos para a região. “Entregamos equipamentos públicos que vão alcançar os alunos e os profissionais de educação, atendendo a uma demanda de décadas das comunidades. É o trabalho que não para, fazendo o Maranhão avançar cada vez mais no rumo certo”, destacou. O Centro de Ensino Manoel Bezerra de Oliveira tem o primeiro prédio próprio, de-

pois de décadas de espera. A escola conta com seis salas de aulas, laboratório de informática, diretoria, secretaria, de professores, almoxarifado, cozinha, área de serviços e vestiários. Além de kit de abastecimento, com caixa d'água e cisterna. O investimento de mais de R$ 1 mi mudou a vida dos estudantes, que agora poderão estudar durante o dia. Antes, o Ensino Médio só era disponibilizado a noite porque a escola funcionava em um local cedido. Quem optasse por ou-

tro horário, precisava buscar escolas em Campestre ou Imperatriz. Representando o secretário de Educação, Rosyjane Paulo, Adjunta da Seduc, destacou a mudança que tem acontecido no Maranhão por meio da educação. "As escolas entregues para as comunidades estão mudando o nosso Estado. Quero aqui agradecer ao trabalho do governador Flávio Dino, e dos secretários Felipe Camarão e Clayton Noleto. Estamos transformando o Maranhão em um Es-

tado digno", disse. Outro benefício é ampliação do número de vagas. Hoje são aproximadamente

400 alunos atendidos, mas com o novo prédio, poderá ser ampliada a oferta para mais de 700 vagas.


6

Geral

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Março Lilás

Governo programa mutirão de prevenção ao câncer do colo do útero

Ações de prevenção ao câncer do colo do útero serão intensificadas pelo Governo do Maranhão durante o Março Lilás, que visa alertar mulheres para os cuidados com a saúde. Promovidas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), as atividades têm como eixo central o combate ao câncer e acontecerão em unidades de saúde. Nesta sexta-feira (15), o mutirão de preventivos será realizado no Centro de Especialidades Médicas

(CEM) da Cidade Operária, Centro de Saúde Dr. Genésio Rêgo, Hospital do Câncer do Maranhão, Hospital da Vila Luizão e Hospital Aquiles Lisboa. O atendimento será das 8h às 12h e das 14h às 17h. Cerca de 120 pacientes serão atendidas por unidade de saúde na ação. A próxima edição do mutirão de preventivo nas cinco unidades será realizada no dia 29 de março. O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou que o poder público estadual

disponibiliza às mulheres cuidado integral, com promoção da saúde, diagnóstico e tratamento. “Avançamos na expansão da rede materno-infantil, otimizando o atendimento, especialmente no interior do estado. Com o mutirão, a gestão proporciona acesso às especialidades e comodidade no atendimento”, destacou. A vacina contra o Papilomavírus Humano (HPV) é uma das estratégias mais eficazes de prevenir o câncer de colo do útero, um dos tipos mais evitáveis da do-

ença. As duas doses da vacina são disponibilizadas gratuitamente na rede pública para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Durante o mutirão, a vacinação será realizada no Hospital Aquiles Lisboa, Centro de Saúde Genésio Rego e CEM da Cidade Operária. “A ação tem como objetivo o rastreio da doença do câncer de colo do útero. É uma prioridade do governo a saúde da mulher, da adolescente e da pessoa idosa”, explicou a superintendente de Acompanhamento da Rede de Saúde da SES, Mayrlan Avelar. Atendimento Para o atendimento no mutirão, o paciente precisa apresentar documento de identidade e cartão do SUS. O resultado do exame Papanicolau será entregue na unidade no prazo de 15 dias. O preparo para o exame inclui não ter relação sexual, mesmo com camisinha, dois dias antes do exame; não usar duchas ou cremes vaginais dois dias antes do exame. O exame não deve ser feito no período da menstruação.

Trump diz que vai vetar projeto de lei que acabaria com declaração de emergência na fronteira

Donald Trump durante encontro na Casa Branca nesta quarta-feira (13) — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (14) que irá vetar a legislação que encerraria sua declaração de emergência nacional na fronteira dos EUA, caso o projeto seja aprovado no Senado norte-americano. "Estou preparado para vetar, se necessário", disse Trump em um tuíte matutino enviado enquanto o Senado se preparava para adotar a medida nesta quinta. Dinheiro para o muro Trump declarou emergência nacional para financiar a construção de um muro na fronteira com o México já que

o orçamento aprovado pelo Congresso não previa U$ 5,7 bilhões para esse fim. Os democratas, que têm maioria na Câmara dos Deputados, se recusaram, fazendo o mandatário optar pela declaração de emergência, que na prática dá ao presidente permissão para usar fundos federais sem aprovação dos congressistas. Nesta quinta, Trump voltou a criticar a oposição, dizendo que os democratas se recusam a ver "morte, crime, droga e tráfico humano" que acontecem na fronteira sul do país. Do G1

Mais de 100 mil estudantes da rede estadual participaram da 1ª etapa da Avaliação de Nivelamento 102 mil estudantes da 1ª série do Ensino Médio e do 5º ano do Ensino Fundamental, da rede estadual de ensino, participaram, nesta quinta-feira (14), da 1ª etapa de Avaliação de Nivelamento realizada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A ação integra o Plano Mais IDEB, instituído pelo Governo do Estado com o objetivo de elevar os indicadores educacionais do Maranhão. A ação da Seduc visa fortalecer a articulação entre a prática avaliativa dos professores e as avaliações externas, assim como diagnosticar o desenvolvimento de habilidades de leitura, interpretação textual e resolução de problemas em Língua Portuguesa e Matemática, propostas pelas Matrizes de Referência do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). “Essa é uma ação inédita em rede, que fortalece a articulação entre a prática

avaliativa dos professores e as avaliações externas. Isto nos permitirá diagnosticar a proficiência dos estudantes logo no início do ano letivo e alinhar os desempenhos às práticas pedagógicas e novas possibilidades metodológicas para alcançarmos sempre os melhores resultados para os estudantes”, destacou Nádya Dutra, Secretária Adjunta de Ensino. No total, 773 escolas de Ensino Médio e cinco escolas do Ensino Fundamental, nas 19 Unidades Regionais de Educação, aplicaram as provas. Na URE de Imperatriz, cerca de 8 mil estudantes da 1ª série do Ensino Médio, de 47 escolas fizeram as provas. “As provas de nivelamento têm uma grande importância para os estudantes do 1º ano, que ao adentrarem no Ensino Médio já iniciam o processo de preparação para as avaliações externas e para os vestibulares futuros. Além disso, também nos aju-

dará a diagnosticar o desenvolvimento das habilidades de leitura, interpretação textual e resolução de problemas em Língua Portuguesa e Matemática”, disse Jeassimonne Paulino de Carvalho Rocha, gestora do C.E. Dorgival Pinheiro de Sousa, na cidade de Imperatriz. Na URE de São Luís, cerca de 16.800 estudantes de 120 escolas do Ensino Médio e de três escolas do Ensino Fundamental fizeram a avaliação. No C.E. Maria José Aragão, em São Luís, 240 estudantes da 1ª série do Ensino Médio se submeteram à avaliação diagnóstica. “É muito louvável a atitude do governo, por meio da Seduc, de promover esta ação de nivelamento. Isso vai nos fazer perceber em que nível esses alunos do 1º ano estão chegando ao Ensino Médio e, assim, vai nos levar a planejar e desenvolver um trabalho mais consistente e direcionado, com foco maior na aprendizagem. A partir

desse planejamento direcionado, poderemos corrigir as distorções de apreensão do conhecimento desses alunos”, destacou Wilson Chagas, gestor da escola. Na Unidade Regional de Pinheiro, a avaliação foi aplicada para 5.770 estudantes de 55 escolas. Já na URE de Timon, 3.429 estudantes de 1ª série fizeram as provas. Os estudantes foram avaliados nos componentes curriculares de Matemática

e Língua Portuguesa. As provas foram impressas em fontes regular, ampliadas e em Braile, para garantir participação de todos os estudantes. A duração foi de 2 horas e 20 minutos, nos três turnos. “Essa ação prioriza a excelência acadêmica do estudante. Eu sou de uma escola de Ensino Integral e um dos nossos eixos formativos é a formação acadêmica de excelência. Então, essa Ava-

liação de Nivelamento é muito importante”, Rafael Rabelo, professor Centro Educa Mais Almirante Tamandaré. Além da avaliação de nivelamento, também será aplicado no dia 20 deste mês (quarta-feira) o 1º ‘Simuladão Mais IDEB’ destinado a estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e da 2ª e 3ª séries do Ensino médio. Aproximadamente 280 mil estudantes participarão dessas avaliações.


Geral

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Prefeitura leva campanha de vacinação antirrábica a novos bairros

A Prefeitura de São Luís segue com as ações da campanha de vacinação contra a raiva animal. Mais de 50 mil animais já foram vacinados na cidade, sendo 31.945 cães e 18.219 gatos. Em São Luís, a Campanha de Vacinação Antirrábica, iniciada em fevereiro deste ano, é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Unidade de Vigilância Epidemiológica (UVZ). Neste fim de semana, sexta (15) e sábado (16), equipes percorrem novos bairros. A meta é vacinar 160 mil animais até o mês de abril. O trabalho é incentivado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que tem a saúde como uma das áreas prioritárias da sua gestão. Nesta sexta-feira (15), a ação alcança bairros como Vila Luizão, Divineia, Sol e

Mar, Brisa do Mar, Vila Litorânea, Planalto Anil II, Cohab IV, Turu, Chácara Brasil, Terra Livre, Parque Vitória, Habitacional Turu, Novo Angelim, Pão de Açúcar e Olho d'Água. Já no sábado (16), recebem as ações bairros como Jardim de Fátima, Cohab Anil I e II, Cohatrac I, II, III e IV, Residencial Primavera, Parque Vitória, Recanto Turu I, Jardim das Margaridas, Planalto Anil II e III, Itapiracó, Aurora, Santa Rosa, Bom Jardim, Turu, Forquilha e Residencial Canudos. A cidade de São Luís não registra casos de raiva desde 2013, e desde o início da gestão do prefeito Edivaldo são promovidas medidas para manter o controle epidemiológico. As campanhas são anuais e, além do trabalho porta à porta, o poder público

municipal disponibiliza ainda as vacinas em unidades de saúde, a fim de facilitar o acesso à imunização. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, destaca o esforço da gestão do prefeito Edivaldo para manter a cidade livre de casos da doença. "Por determinação do prefeito Edivaldo, o município não mede esforços para manter a população protegida contra esta doença. O último caso da doença em São Luís foi em 2013 devido ao esforço do poder público em manter um controle epidemiológico rigoroso", disse o titular da Semus. A campanha está sendo realizada desde o início de fevereiro, às sextas-feiras, das 13h às 17h, e aos sábados, das 7h às 13h, com a visita dos vacinadores casa a casa. Desde o iní-

Seminário de Acessibilidade Cultural Ao longo de mais 20 anos o Sesc no Maranhão vem contribuindo para a ampliação de experiências significativas no âmbito da acessibilidade cultural e uma das suas principais iniciativas é o projeto Mãos à Obras. Nesta edição comemorativa, a programação promove momentos de diálogos e reflexões sobre o tema de 18 a 22 de março em vários espaços da capital por meio do Seminário de Acessibilidade Cultural. As inscrições para as oficinas “Recursos de Acessibilidade para mediação de obras de arte em Artes Visuais”, “Audiodescrição em projetos cultur ais ” , “ Cr iaç ão Poétic a Sensorial”, “Danças Urba-

nas” e “MusicografiaBraille” iniciam nesta terça-feira, dia 12 de março. Destinadas a gestores culturais, produtores, estudantes, pessoas com deficiência, movimentos em defesa dos direitos da pessoa com deficiência, os interessados podem se inscrever para as oficinas pelo e-m ail galeriadeartesescma@gmail.com ou pelo telefone 32163830. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 17 de março. As vagas são limitadas. O s m inis tr antes são profissionais atuantes na área de diferentes formações e com muita bagagem para compartilhar com os participantes. A paulista

Daina Leyton desenvolve projetos culturais que conectam diversas linguagens artísticas; Carlos Correia (PA) é psicopedagogo clínico es pec ialis ta em Educação Inclusiva, Educação Musical e Ensino de Artes; Márcia Caspary (SP) é uma das fundadoras da ABAD – Associação Brasileira de Audiodescrição; Ozani Malheiros (PE) é mestre em Educação Musical, especialista em Musicoterapia e em Música Sacra,Amanda Tojal (SP) é consultora em Acessibilidade e Ação Educativa Inclusiva para públicos com deficiências em museu e instituições culturais e Luana Santos (MA) que é integrante da Cia Street Masters.

cio da ação, três áreas de São Luís, classificadas pela Unidade de Vigilância Epidemiológica como distritos, já foram imunizadas: o Distrito Centro, com mais de 9.300 cães e gatos vacinados; o Distrito Coroadinho, com um total de 22.500 animais imunizados; e o Distrito Bequimão, com cerca de 9.300 doses aplicadas. RAIVA - A raiva é uma zoonose fatal que pode ser transmitida através da mordida ou arranhadura do animal que, uma vez contaminado, vai perdendo domínio de sua capacidade de resistência física e psíquica para se tornar abatido, irritadiço, agressivo e descoordenado em todos os sentidos. Não existe cura e nem tratamento para a raiva, mas a doença pode ser evitada com a vacinação do animal, pela primeira vez aos quatro meses de vida e, depois, anualmente. Os animais só não serão imunizados, caso estejam doentes ou no último mês de gestação (caso das fêmeas).

7

Exposição e lançamento de livro estão na programação da Casa Josué Montello A Casa de Cultura Josué Montello (CCJM) realiza, nesta sexta-feira (15), lançamento do segundo volume da coletânea de crônicas de Josué Montello (Escritores Maranhenses: 1966-1993) e abertura da exposição “A nova aparência do lixo’, do artesão, escultor e escritor Antônio Melo. O evento acontece a partir das 16h, na CCJM, Rua das Hortas, 327, centro de São Luís. A programação será realizada em lembrança aos 13 anos de morte do escritor maranhense e, também, como parte do projeto ‘CCJM Recebe’, que tem por objetivo realizar uma série de encontros literários durante este ano. “São 13 anos sem a presença de Josué Montello, um dos mais importantes escritores brasileiros, vamos lembrar dessa data com a divulgação de sua obra e, também, realizando a segunda edição do ‘CCJM Recebe’ que começou em janeiro com o projeto Literatura Mútua e agora traz a rica exposição do

artista Antônio Melo”, afirmou Joseane Sousa, diretora da Casa. Cada visitante receberá um exemplar do livro de coletâneas, que também será doado para o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, bibliotecas escolares, bibliotecas universitárias e academias de letras. Sobre o livro No livro constam 57 crônicas que foram publicadas entre os anos de 1966 a 1993 no Jornal do Brasil, onde Josué Montello tinha uma coluna intitulada Areia do Tempo. Entre as crônicas selecionadas estão presentes escritores que remontam a infância e juventude de Josué Montello, como Antonio Lopes, Dunshee de Abranches, a professora Celina Nina, entre outros, e também os amigos que já faziam parte do mundo literário ou aqueles que estavam iniciando sua trajetória como Gonçalves Dias, Humberto de Campos, Sousandrade, Ma r i a F ir m a do s R ei s , Odylo Costa filho e Nauro Machado.


8

Cultura e Variedades celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima blog.oquartopoder.com/celialima

3ª edição da Mostra Sesc de Cinema está com inscrições abertas

São Luís, sexta-feira, 15 de março de 2019

Pensamento do Dia Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância. (Sócrates)

ABERTURA DA CAMPANHA MARÇO L I L Á S D O H SL Z

O

E

stão abertas as inscrições para a 3ª edição da Mostra Sesc de Cinema. Cineastas independentes podem partici par com o cadastro de suas produções no site www.sesc.com.br/mostradecinema. O concurso tem como obje tivo incentivar e dar visibilidade a produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, contribuindo para a promoção e o lançamento de artistas de todo o país. Nesta edição a Mostra será composta pelas categorias Panorama Estadual, Panorama Brasil, Panorama Infanto-juvenil, além de ações formativas. As inscrições podem ser realizadas até o dia 15 de abril. Para a inscrição, as obras devem estar dispostas no Youtube, Vimeo e provedores de aplicação de conteúdo público em formato digital. Os filmes inscritos serão avaliados por uma comissão formada por profissionais e especialistas da área de cultura. Cada estado fará sua avaliação, com recorte dos melhores filmes, que serão exibidos em Panoramas Estaduais. O Panorama Nacional será composto por 32 filmes selecionados entre os melhores de cada região, além de sete obras infanto-juvenis. A edição deste ano traz algumas novidades. Uma delas é a possibilidade de inscrição de médias-metragens, além de curtas e longas. Cinco obras audiovisuais receberão prêmios de incentivo à produção, como forma de promover e renovar o circuito cinematográfico nacional, enquanto sete filmes infanto-juvenis (faixa etária de até 14 anos) serão premiados com o contrato de licenciamento para exibição. Só serão aceitas inscrições de obras finalizadas a partir de 1º de janeiro de 2017. Poderão participar da seleção apenas produções que não tenham sido exibidas em circuito cinematográfico comercial (salas de exibição) e serviços comerciais de vídeo on demand (VOD) até o encerramento das inscrições. Obras exibidas somente em seu estado de inscrição estão aptas a participar, assim como produções que participaram de outros festivais e mostras culturais. Na segunda edição (2018) o Sesc recebeu inscrições de 238 cidades de todo o país, com um volume de 1062 participantes, sendo 953 filmes de curtametragem e 109 de longametragem. Os interessados que apresentarem quaisquer dúvidas sobre a participação na Mostra, critérios de seleção dos audiovisuais ou ainda sobre o teor do regulamento podem entrar em contato pelo email cultura@sesc.com.br

Hospital São Luís, mais conheci dos como Hospital dos Servidores e que atende servidores públicos co nt rib uin te s d o FUN BEN , em pa rce ria c om o Centro Ambulatorial de Diagnóstico Holand e s e s / C A D H , l a n ç ar a m a s e g u n d a e d i ç ã o de sua campanha Março Lilás, que visa conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de cólo de útero, um dos que mais mata pessoas do sexo feminino em todo o mundo. As duas empresas do Grupo Mercúrio, HSLZ e CADH, estão unidas na disseminação de informação em suas unidades sobre esse tipo de câncer que também é conhecido como câncer cervical, e que tem como principal causa a infecção pelo HPV (Papiloma Vírus Humano) que acontece por via sexual. O câncer do colo do útero já é o terceiro tumor que mais atinge a população feminina no Brasil. Por isso , é i mport antís simo consc ienti zar as mulheres sobre a necessidade da realização do exame anual ginecológico preventivo, o Papanicolau; além da existência da v a c i n a A n t i – H P V, q u e e s t á d i s p o n í v e l n a r e d e p ú b l i c a g r a t u i t am e n t e . Es s a s e ou t r a s dicas de como prevenir e tratar a doença serão tema da palestra de abertura da campanha Março Lilás, que será realizada no auditório do HSLZ nessa sexta (15.03) às 0 9H 3 0; at e nd e nd o a u ma re c om e nd a çã o d o Governo Flá vio Dino de prestaçã o de serviç o s h u m a n i za d o s e v o l t a d o s p a r a a s a ú d e preventiva dos servidores atendidos pelo H S LZ . O p a l e st r a n te c on v i d ad o é o m é di c o e obstetra Dr. José de Ribamar Pinho França. O evento é aberto a todos os cola boradores do hospital, assim como pacientes e acompanhantes.

blog.oquartopoder.com/celialima

Profile for O QUARTO PODER

15032019  

15032019  

Advertisement