Page 1

Fachin nega pedido de Lula para evitar prisão Pág - 3 ANO 12

NÚMERO 2523

SÃO LUÍS - MA, SÁBADO, 10 DE FEVEREIRO DE 2018

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Dois membros de facção criminosa são condenados pelo Tribunal do Júri.Pág-7

“Teremos mais policiais e viaturas neste ano”, diz Flávio Dino A redução de m ais de 40% nos homicídios da Grande São Luís e de 71% no número de assaltos a banco em todo o Estado, na comparação com 2014, foram alguns dos dados apresentados pelo governador Flávio Dino durante a abertura dos trabalhos da As sem bleia Legislativa nesta semana. Página - 6

Homens são mais atingidos pela hanseníase no Brasil

Página 4

Linhas de ônibus que circulam no Centro terão trajeto alterado e frota ampliada durante o Carnaval

Página 2

Mulheres em situação de violência doméstica serão intimadas via Whatsapp

Especialistas em autismo na rede de saúde é uma necessidade segundo Josué Pinheiro

Página - 6

Mais

Diversos ritmos e atrações agitam o circuito da folia neste sábado Pág - 7

Ouvidoria de Direitos Humanos garante proteção de direitos no Maranhão As atividades da Ouvidoria de Direitos Humanos, Igualdade Racial e Juventude têm ajudado a garantir no Maranhão a proteção e defesa de direitos diante de casos considerados sem solução em anos anteriores.Página 2

www.oquartopoder.com

Página 3

Mais

Atuação da Ronda Escolar diminui violência nas escolas em até 95% na Grande São Luís Pág - 5

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

Durante o carnaval

Usuários dos Restaurantes Populares recebem orientações sobre alimentação

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), ofereceu aos usuários dos restaurantes populares, nesta sextafeira (9), uma série de orientações sobre os cuidados com a alimentação durante o período do carnaval. A ação, coordenada pela Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional (Sasan), aconteceu em todas as unidades de alimentação da Grande Ilha e do interior do Maranhão. O secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, explicou que é de suma importância alertar e orientar as pesso-

as sobre os perigos decorrentes dos excessos cometidos durante o carnaval. “Esta ação desenvolvida pela Sedes, busca conscientizar os frequentadores dos restaurantes sobre os riscos para a saúde provenientes do excesso de bebidas alcoólicas e de alimentos industrializados, tão consumidos nesta data. Hoje, em todas as nossas 22 unidades de alimentação, os usuários irão receber dicas importantes sobre o que comer e o que beber para manter a animação durante os cinco dias de folia”, disse o secretário. Leandro Almeida, que trabalha como atendente de far-

mácia no município de Açailândia, parabenizou o Governo do Maranhão pela iniciativa e destacou a importância de campanhas de conscientização voltadas para o período carnavalesco. “Muito boa a iniciativa do Governo em organizar ações como esta aqui, visando alertar a população sobre os perigos de uma alimentação incorreta e, principalmente, sobre os cuidados que devemos ter ao se alimentar nas ruas”, disse Leandro. Segundo a secretária adjunta de Segurança Alimentar da Sedes, Lourvídia Caldas, durante a campanha de conscientização, os usuários participaram de degusta-

ção de sucos e coquetéis sem álcool, receberam orientações nutricionais e, ainda, receberam de material informativo, contendo lista com alimentos específicos que auxiliam na desintoxicação do fígado, que garantem energia para corpo, que diminuem os sintomas pósfolia e outros. “Nos restaurantes populares de São Luís, além da distribuição de material informativo e orientação nutricional, os usuários também participaram de degustação de coquetéis e sucos preparados pelas nutricionistas da Sedes, todos feitos com frutas naturais, sem adição de açúcar ou álcool. Já nas unidades do interior, ao invés do suco, foram distribuídos geladinhos detox”, disse Lourvídia. Para a aposentada Maria Rita, que almoça todos os dias na unidade de alimentação do bairro São Francisco, as informações que recebeu durante a campanha, só reforçou o que ela já sabia. “Desde que comecei a almoçar aqui, que as nutricionistas me orientam sobre como me alimentar melhor. Hoje tudo que eu como é com menos sal, menos gordura e isso tem me ajudado a me sentir melhor, mais disposta. Só tenho o que agradecer por ter um restaurante popular no bairro que eu moro”, explicou Maria Rita.

Linhas de ônibus que circulam no Centro terão trajeto alterado e frota ampliada durante o Carnaval Com o objetivo de manter a organização do trânsito e a oferta do transporte coletivo urbano durante o Carnaval 2018, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Tr ânsito e T ransportes (SMTT), irá realizar alteração na frota, em horários específicos, e nos trajetos dos ônibus que circulam pelo Centro da cidade. Das 14h do dia 11 de fevereiro até as 14h do dia 14, o transporte coletivo irá operar com o total da frota que circula normalmente aos sábados. Os trajetos dos ônibus serão alterados por conta do fechamento parcial da Avenida Beira-Mar e do Anel Viário. As linhas que operam pela Ponte do São Francisco, por exemplo, com destino Terminal da Praia Grande e Centro, devem desviar pela Rua das Paparaúbas e seguir pela Ponte Bandeira Tribuzzi em direção à Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida e Anel Viário, para, então, seguir o itinerário normal. As Linhas que operam pela Avenida Getúlio Vargas (Monte Castelo) com destino ao Term inal da Praia Grande via Rua Rio Branco, devem passar pela Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal. Já as linhas que operam pela Ponte Ponte Bandeira Tribuzzi, devem desviar Camboa,

Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida e Anel Viário. Por conta do desfile de passarela, antes de seguir o itinerário normal, as linhas que operam pela Avenida Beira Mar sentido Bacanga/Areinha/Avenida dos Africanos, devem desviar na Fonte do Bispo, Rua das Cajazeiras, Avenida Guaxenduba e Areinha. A SMTT informa, ainda, que durante o período de carnaval as equipes de plantão de trânsito e transportes estarão trabalhando 24hs por dia, e as solicitações de apoio podem ser realizadas por meio dos telefones 3214-1123/32141149. ORA SÃO LUÍS E RETIROS CULTURAIS - A fim de atender a demanda de usuários que participarão do Ora São Luís e do Retiros Culturais que acontece na quarta-feira (14), uma frota de 27 ônibus irá garantir o transporte de passageiros. A frota estará operando até o final do evento. Os coletivos sairão no sentido da Avenida Beira Mar para o Viva, retorno da Reffsa e terminal da Praia Grande e, posteriormente, seguirão até o ponto final de cada linha. Entre as linhas disponibilizadas estão Vicente Fialho, Divineia/ São Luís Shopping, Cohatrac IV, Janaina Riod, São Raimundo, Cidade Olímpica, Piquizeiro, Vila Sarney, Gapara e Vila Nova/ Sol Nascente.

Ouvidoria de Direitos Humanos garante proteção de direitos no Maranhão As atividades da Ouvidoria de Direitos Humanos, Igualdade Racial e Juventude têm ajudado a garantir no Maranhão a proteção e defesa de direitos diante de casos considerados sem solução em anos anteriores. Vinculada à Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), o serviço é autônomo, de participação democrática e realizou mais de 300 atendimentos em 2017, envolvendo 49 municípios em 13 estados. Whalisson Azevedo, morador da comunidade Mangue Seco, área de palafitas no bairro da Liberdade, teve nome cadastrado no beneficiamento do aluguel social da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) devido à construção da Avenida

IV Centenário, construída na área das palafitas. Em junho de 2017, ele tornou-se pai de filhos gêmeos que nasceram com complicações de saúde e precisaram ficar internados no hospital. A partir de então, a vida dele virou um drama na luta pela sobrevivência dos filhos. As crianças não sobreviveram e a família de Whalisson perdeu a moradia devido à ausência de assinaturas do comprovante do aluguel social. Após negociações com a Secid, Whalisson procurou orientação junto à Ouvidoria, que mediou o caso e conseguiu obter a regularização dele no cadastro do Programa Minha Casa, Minha Vida, obtendo um imóvel no Residencial Piancó Paraíso, no bairro Itaqui Bacanga, sendo reintegrado

ao aluguel social. “A Ouvidoria é um serviço que atua como mediadora entre os cidadãos e a Administração Pública com o objetivo de garantir a proteção de direitos e solucionar distorções com o foco na melhoria dos processos e políticas públicas, considerando também o respeito à liberdade de religião, raça e gênero”, disse Maurício Paixão, ouvidor de Direitos Humanos, Igualdade e Juventude da Sedihpop. A Ouvidoria de Direitos Humanos recebe, em média, mais de 20 manifestações mensais de denúncias, reclamações e elogios sobre os mais diversos casos envolvendo situações de violação de direitos a povos e comunidades tradicionais, pessoas com deficiência, violência policial e sistema prisio-

nal, pessoas LGBT, crianças, adolescentes, jovens e idosos, mulheres, pessoas em situação de trabalho escravo e tráfico de pessoas, conflitos fundiários, intolerância religiosa, racismo e preconceito. Somente em 2017 foram atendidas 8.037 famílias, com 34 manifestações solucionadas, seis territórios indígenas e 20 comunidades quilombolas visitados e mais de 300 manifestações em análise conjunta com diferentes órgãos da Administração Pública. A meta para este ano é ampliar o atendimento enquanto ferramenta de participação popular e também de monitoramento de violações com a criação de um banco de dados, como explica o ouvidor Maurício Paixão. “A Ouvidoria é um servi-

ço de grande importância para garantir e defesa de direitos e transformação da atuação da Administração Pública. Ela se preocupa muito mais com os dados qualitativos na realização de políticas públicas para que o Estado reconheça melhore os processos e procedimentos de serviços com respeito aos direitos humanos. Ela é diferente do Disque Denúncia, pois nossa função é mediar os conflitos e buscar soluções”, pontuou Maurício. Como funciona a Ouvidoria - Qualquer cidadão pode solicitar atendimento da Ouvidoria por meio de contato telefônico, mensagem por whatsapp, e-mail e atendimento presencial, que é o mais procurado, no horário das 13h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Após o acolhimento da manifestação, a Ouvidoria faz o registro e análise do caso, e em seguida é avaliado o encaminhamento ou arquivam ento. O tempo para retorno da solicitação é de, no máximo, 20 dias – prazo estabelecido por lei, que pode ser estendido dependendo da situação e com garantia de sigilo em casos assim exigidos. Além destes canais, o Governo do Estado também mantém o sistema eO U V (www.ouvidorias.ma.gov.br), que recebe notificações de todos os casos denúncia, reclamação, solicitação, sugestão ou elogio de serviços do Poder Executivo Estadual do Maranhão e as manifestações de violação de direitos humanos encaminhadas para a Sedihpop.


Política

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

Fachin nega pedido de Lula para evitar prisão O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido de Luiz Inácio Lula da Silva para evitar a prisão do ex-presidente. Além disso, Fachin submeteu a decisão final sobre o caso ao plenário do STF, formado por ele e outros dez ministros da Corte. Em janeiro, Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), em um processo da Lava Jato. Pela decisão dos desembargadores, a pena deverá ser cumprida quando não couber mais recurso na 2ª instância da Justiça. Mas, na semana passada, a defesa de Lula apresentou habeas corpus no STF pedindo que o ex-presidente não seja preso até o processo transitar em julgado. A ação foi movida após o Superior Tribunal de Justiça (STJ), Corte de 3ª instância e imediatam ente abaixo do STF, negar pedido semelhante. Na ação apresentada ao Supremo, a defesa também queria que o pedido fosse analisado pela Segunda Turma da Corte, for-

mada pelos ministros Fachin, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Dias Toffoli. Ao negar o primeiro pedido, Edson Fachin explicou que a ação ainda não teve análise de mérito (mais aprofundada) no STJ. Mesmo assim, deixou a decisão final no STF para o plenário. O ministro também disse que o principal argumento da

defesa – de que um condenado em segunda instância não pode ser preso – ainda será objeto de discussão pelos 11 ministros do STF em outras duas ações, de caráter geral, a serem pautadas. A data de julgamento do habeas corpus de Lula e das duas ações que discutem a prisão após segunda instância dependem de definição da presidente do

STF, Cármen Lúcia. O que diz a defesa de Lula - No habeas corpus, a defesa de Lula pede que ele não seja preso até a decisão definitiva, em todas as instâncias judiciais, inclusive na Suprema Corte, no processo em que foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, relativo ao tríplex de Guarujá (SP). O argumento é que a presunção de inocência deve ser levada em conta até o fim do processo no Judiciário. A defesa diz que Lula não deve ser preso agora porque o TRF-4 sequer fundamentou a necessidade da medida, não houve pedido para isso por parte do Ministério Público e que o caso concreto de Lula não justifica a execução imediata da pena. “O paciente é pré-candidato à Presidência da República. Na disputa eleitoral, é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto, ganhando de todos os seus oponentes em projeções de segundo turno. Representa o voto de 37% dos eleitores em primeiro turno, algo estimado, atualmente, em 53 milhões de eleitores71 – e segue em curva ascendente”, argumenta ainda a defesa.

Justiça decreta bloqueio e indisponibilidade de bens de ex-prefeito de Carolina O juiz da comarca de Carolina, Mazurkiévicz Saraiva de Sousa, proferiu decisões liminares determinando o bloqueio e a indisponibilidade de bens do ex-prefeito do município, João Alberto Martins Silva, no valor de R$ 1,5 milhão, ficando o ex-gestor impedido de movimentar contas-correntes, poupanças e demais investimentos financeiros e de transferir os bens por atos de alienação ou disposição, dentro do limite fixado. A determinação se deu em duas ações civis públicas por atos de improbidade administrativa, ajuizadas pelo Ministério Público Estadual (MPMA) contra o exgestor. Em uma delas, o

MPMA afirmou que, durante a gestão do prefeito João Alberto Matins, foi celebrado Plano de Implementação entre a prefeitura de Carolina e o Ministério do Trabalho e Emprego, por meio da Secretaria de Políticas Públicas e Emprego, que tinha por objeto a execução do “Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã, visando a qualificação e inserção de jovens de 18 a 29 anos no mercado de trabalho. Segundo o MP, o valor liberado para o convênio foi de mais de R$ 453 mil, sendo que a prestação de contas sobre os valores recebidos foi apresentada em desconformidade com a regulamentação do Ministério do

Trabalho e Emprego, o que resultou na abertura de Processo de Tomada de Contas Especiais e a consequente inscrição do município de Carolina no cadastro de inadimplentes, o que impossibilitou a celebração de novos convênios com órgãos e secretarias estaduais e federais. Na outra ação, o MP informou ter apurado, por meio de inquérito civil, a responsabilidade do ex-prefeito na contratação irregular de cinco servidores, sem concurso público e fora das hipóteses de admissão por prazo determinado. DECISÃO – Na liminar, o juiz pontuou a necessidade da medida urgente

com o fim de assegurar eventual ressarcimento dos danos ao erário, caso haja condenação final. Segundo ele, no caso estariam presentes os requisitos legais, objetivando afastar o perigo de ineficácia ou inutilidade do provimento judicial, conforme entendimentos jurisprudenciais e doutrinários. Ele verificou a presença de indícios da prática de atos de improbidade por parte do ex-gestor. “Ressalto que a concessão da presente liminar não viola os princípios do contraditório e da ampla defesa, considerando que ela visa a garantir a efetividade dos provimentos jurisdicionais”, justificou.

Especialistas em autismo na rede de saúde é uma necessidade segundo Josué Pinheiro Uma assistência para as pessoas portadoras de autismo direcionada por especialista para acompanhamento na rede de saúde é uma necessidade. A afirmação é do vereador Josué Pinheiro (PSDB) que já apresentou uma indicação aprovada pela Câmara Municipal, direcionada ao governador Flávio Dino. Na sua proposição, o representante social democrata no parlamento ludovicense solicita que o governante tente viabilizar junto as metas prioritárias do seu governo a instalação de um Centro de Referência para tratamento especializado de autistas. Para ele, essa iniciativa “visa prestar assistência aos inúmeros casos de pacientes crianças e adultos, diagnosticados

com a doença”, completa. Segundo o vereador do PSDB, “atualmente o registro do diagnóstico de pessoas autistas leves ou moderadas é bastante significativo no Estado”. Dando continuidade a sua argumentação, ele acrescenta que “entretanto, o direcionamento e protocolos para tratamento dos autistas na rede de saúde ainda não atende efetivamente as necessidades dos pacientes e seus familiares”. Para finalizar, Josué Pinheiro diz que “apresentamos a referida proposta a ser viabilizada dentro da sensibilidade e compromisso da administração estadual para com os problemas de saúde, proporcionando recuperação e melhoria da qualidade de vida dos pacientes autistas”.

MPMA e Justiça emitem Portaria sobre a participação de crianças e adolescentes no carnaval O promotor de justiça Frank Teles de Araújo, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Santa Inês, e a juíza Glauce Ribeiro da Silva, que responde pela 3ª Vara da comarca, emitiram nesta quarta-feira, 7, a Portaria n° 02/2018, que disciplina a participação de crianças e adolescentes no período carnavalesco. Entre os itens do documento estão a proibição de venda ou fornecimento gratuito de bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes, bem como de produtos que possam causar dependência física ou psíquica a qualquer pessoa. Em todas as festas de carnaval realizadas no município também está proibido o uso de copos e garrafas de vidro. Nas festividades infantojuvenis, crianças só poderão

participar acompanhados pelos pais ou responsáveis. Adolescentes poderão ficar desacompanhados até às 23 horas. Fica proibido o uso de fantasias que atentem contra o pudor e a moral, bem como que utilizem pinturas, vernizes e óleos sobre a pele. Também é proibido o porte de objetos perfurantes ou cortantes. Nos bailes e desfiles, crianças com até 12 anos só poderão participar se estiverem acompanhados dos pais ou responsáveis. A fiscalização do cumprimento da Portaria nos eventos carnavalescos em vias públicas ou nos clubes e outros locais, ficará a cargo do Conselho Tutelar, com a cooperação das demais autoridades, em especial a Polícia Militar.

Classificados

Anuncie aqui e venda muito mais!

3229-1560 / 98897-3555 / 99976-6175

3

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555


4 Esportes e saúde

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

Valdívia realiza sonho no São Paulo e avisa: "É a primeira vez que fico mais ansioso" São Paulo apresentou nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda, o seu sexto reforço para este ano: Valdívia. O meia assinou contrato de empréstimo por uma temporada com o Tricolor. – Agradeço muito a Deus por estar em um clube tão grande como o São Paulo. Agradeço diretoria e comissão pela confiança. Estou vivendo um sonho, muito feliz mesmo. Meus primos são são-paulinos, sempre falaram para torcer pelo clube. Sempre tive esse carinho desde criança. Hoje tenho a oportunidade de jogar no time que pensava desde criança. Muito feliz. Espero que seja uma caminhada boa – falou Valdívia. Questionado sobre a queda de rendimento nos últimos anos, o meia admitiu que precisa voltar a atuar em alto nível. Mas acredita que a passagem pelo AtléticoMG o ajudou. – Falta, sim, mas venho trabalhando forte. Ano passado tive uma temporada muito boa individualmente, mas os gols não saíram. Minha função tática no time eu ajudei. É trabalhar, pensar positivo e mentalizar coisas boas. Tenho qualidade para fazer. Aqui no São Paulo tenho certeza

que vai dar certo. Vai ser um ano diferente para mim e para o São Paulo. Não vejo a hora de poder estrear. É a primeira vez que fico mais ansioso. Não vejo a hora de estrear com a camisa do São Paulo – acrescentou o reforço do Tricolor. Apresentado pelo diretor executivo de futebol do São Paulo, Raí, Valdívia brincou sobre beleza e charme. Veja o que ele disse sobre estar ao lado do ídolo são-paulino. – Ele é poko charme, eu sou poka beleza. Sou muito brincalhão fora de campo, jogador é de resenha fora de

campo. Fica mais fácil. Tenho amizade com Nenê e Rodrigo Caio. É entrosar em campo para as coisas fluírem – brincou. Depois de ganhar destaque no Internacional, Valdívia teve a carreira atrapalhada por conta de séria lesão no joelho esquerdo. Emprestado ao Atlético-MG no ano passado, o meia teve sequência na reta final do Brasileirão, mas não empolgou. Agora, no São Paulo, ele terá a missão de jogar pelas pontas no esquema de Dorival Júnior. O técnico gosta muito do jogador.

– Estou muito feliz com a chegada do Valdívia. Vínhamos acompanhando e estudando a viabilidade com as equipes envolvidas. Acompanhamos o Valdívia desde o Internacional. É notório o potencial do jogador, versátil, habilidoso e veloz. Temos certeza e estamos passando para ele que o São Paulo sempre foi um clube que recuperou muitos jogadores que têm potencial e que passaram por momentos que não eram esperados no início – falou o diretor executivo de futebol Raí. – Um outro lado que o São Paulo sempre teve é de ser o time que detecta talentos. Valdívia é um exemplo que podemos transformar na prática. Gostamos muito da vontade e felicidade que ele teve de vir para o São Paulo, de ter esse crescimento aqui no clube – acrescentou Raí. Líder do Grupo B do Campeonato Paulista, o São Paulo volta a campo pelo estadual no domingo, dia 18, para receber o Santos, no Morumbi. Antes disso, na quinta-feira, dia 15, o Tricolor vai até Maceió para encarar o CSA, no estádio Rei Pelé, pela segunda fase da Copa do Brasil. Do Globoesporte.com

Sem Fabuloso, Nenê e A. Martins, Vasco deixa de pagar, no mínimo, R$ 30 milhões Depois de Anderson Martins e Nenê, na quinta-feira foi a vez de o Vasco oficializar a saída de Luis Fabiano. Desta forma, três dos maiores salários do elenco deram adeus ao clube, que deixará de pagar a estes atletas, no mínimo, R$ 30 milhões, somados. São R$ 15 milhões neste ano e outros R$ 7,5 milhões nas duas temporadas seguintes. Com esta margem no orçamento, a nova diretoria tenta reforçar o time, como fez nas chegadas de Werley, Paulão e Giovanni Augusto. Atualmente, o maior salário cruz-maltino é o do meia Wagner. Considerando o custo dos novos jogadores e a contratação de executivos, a economia no futebol em 2018 é estimada em R$ 10 milhões. As contas não são simples, já que o contrato de cada jogador tem variáveis de premiação. Luis Fabiano ganha-

va R$ 250 mil por mês, menos do que os outros dois, mas tinha premiações por vitórias (R$ 15 mil no Brasileiro e R$ 10 mil no Carioca), além de metas como artilharia. Ou seja, no mínino o clube deixa de pagar R$ 3 milhões a ele até o fim do ano, quando seu contrato encerraria. No caso de Nenê, a eco-

nomia é de cerca de R$ 6 milhões. O salário era de R$ 330 mil mensais e mais R$ 20 mil a cada partida que ele jogava. O Vasco devia R$ 1,5 milhão ao meia em vencimentos atrasados, mas, no acordo feito para rescisão de contrato, ficou acertado que o clube pagará R$ 800 mil. Quem tinha o maior salá-

rio e o contrato mais longo (mais três anos) era Anderson Martins e, por isso, ele representa a maior economia. Seu vínculo, rescindido ainda durante a gestão Eurico Miranda, previa salários de R$ 550 mil. Desta forma, no fim dos três anos ele receberia do Vasco ao menos mais R$ 20 milhões.

Homens são mais atingidos pela hanseníase no Brasil

Na maior parte do mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) se preocupa mais com as mulheres quando o assunto é a hanseníase, pois elas são mais afetadas pela doença. No Brasil, no entanto, atrás apenas da Índia no número de casos, são os homens os mais afetados. Isso se deve a uma série de fatores, como a classe social e a menor frequência com que eles vão a consultas médicas. Na última semana, o Ministério da Saúde lançou uma nova campanha de combate à doença. Os dados, se analisados nos últimos nove anos, tiveram uma queda de 37,1% em uma década – passaram de 40,1 mil registros de hanseníase em 2007 para 25,2 mil em 2016. A incidência, no entanto, se comparada com o resto do mundo é alta: a média internacional é de 2,9 mil casos por 100 mil habitantes; no Brasil, 12,2 casos por 100 mil. Ao todo, de 2012 até 2016, foram diagnosticados 151.764 novos casos da doença. Destes, 84.447 eram homens (55,6%). No entanto, quando considerado apenas o grau 2 de incapacidade física, mais grave, com deformidade visível nas mãos, pés e/ou olhos, a diferença se acentua: a incidência é de 15,17 casos para cada 1 milhão de homens, enquanto no caso das mulheres o número baixa para 6,07. Homens precisam se cuidar - A doença é causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Estima-se que 95% das pessoas que são expostas sejam resistentes. No caso dos outros 5% que ainda podem ser atingidos pela hanseníase, o Ministério da Saúde explica que há uma série de fatores que podem influenciar: sexo, idade, genes específicos e condições socioeconômicas e geográficas. "Esse predomínio [nos homens] é explicado geralmente pela maior exposição ao bacilo e pelo menor cuidado de indivíduos do sexo masculino com a saúde, o que retarda o diagnóstico e au-

menta o risco para o desenvolvimento de incapacidades físicas", diz texto do boletim epidemiológico da doença. A coordenadora-geral de Hanseníase e Doenças em Eliminação do Ministério da Saúde, Carmelita Filha, diz que "os dados sobre hanseníase mostram que o homem é mais acometido pela doença. Mas isso não quer dizer que um único fator esteja contribuindo", disse. "Podemos inferir que, culturalmente, nós sabemos que o homem não teve desde a infância uma educação para o cuidado de si, de ir ao médico. Então, ele se olha menos”, avalia Carmelita. "E a hanseníase tem essa característica: a pessoa precisa estar atenta, se perceber, se olhar, porque são manchas silenciosas, que não doem, não coçam.”, completa. Escolaridade - Os analfabetos e com ensino fundamental incompleto representam 55% das notificações da doença. Destas, 58% são homens. "A predominâncida da hanseníase em homens com baixa escolaridade pode sugerir a influência dos determinantes sociais, que assumem papel importante no processo de adoecimento da população", diz o boletim do Ministério. Carmelita diz ainda que a doença está muito ligada às questões de vulnerabilidade social. "A hanseníase está ligada às defesas, à imunidade. E os fatores que diminuem a imunidade das pessoas estão ligados à vulnerabilidade social, como morar mal, comer mal, não estar empregado", afirmou. Antigamente, a doença era conhecida como "lepra". O nome foi substituído no Brasil em 1995 por criar um estigma sobre os pacientes. O Ministério da Saúde lembra que o tratamento está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os estados. O paciente deverá ser acompanhado durante cerca de um ano, dependendo da gravidade da doença. A hanseníase tem cura. Do G1


Municípios 5

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

Governo entrega mais equipamentos do Programa Mais Renda em São Mateus

O Governo do Maranhão entregou, nesta quinta-feira (8), novo lote de equipamentos do Programa Mais Renda aos beneficiários da ação, no município de São Mateus. Os kits compostos por um carrinho para venda de alimentos e diversos utensílios foram disponibilizados a um grupo de beneficiários capacitados posteriormente para substituírem desistentes da primeira etapa do programa. Ao todo, o Mais Renda contempla 100 pessoas no município. O projeto é coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes). O programa visa ampliar a renda de vendedores e prestadores de serviços que exercem a atividade na in-

formalidade ou com pouca estrutura, para que consigam auferir maior ganho e garantir melhor qualidade de vida às suas famílias. Para os trabalhadores do ramo de alimentos, o Governo do Estado fornece carrinhos próprios para a venda de churrasco, cachorro-quente, tapioca ou batata frita, de acordo com a necessidade de cada um. No ato de entrega dos equipamentos, em São Mateus, o gestor de Fomento às Atividades Produtivas da Sedes e coordenador estadual do Mais Renda, Fábio Corrêa, destacou o grande alcance social e econômico do projeto. “Entregamos hoje mais um lote de equipamentos

para fomentar a atividade produtiva de dezenas de pessoas que vivem na informalidade. Além de beneficiar as famílias propiciando melhorias à sua estrutura de trabalho e aumento de sua renda, a ação beneficia também a economia do município, que passa a contar com trabalhadores mais capacitados e mais dinheiro circulando no mercado local”, observou Fábio Corrêa. Antes de receberem os equipamentos, os beneficiários participaram de capacitações para melhor administrar seu pequeno empreendimento. O treinamento é uma etapa obrigatória para participação no programa e para que recebam os kits de equipamentos referentes à

atividade que executam, cedidos pelo Governo do Estado. O curso tem carga de 40 horas e versa sobre três eixos: humanas, técnicas de boas práticas de trabalho e gerencial. Após a entrega do fomento, todos os beneficiários do programa recebem também acompanhamento técnico gerencial, que tem como objetivo prestar consultoria aos pequenos empreendedores participantes do programa, nas áreas do direito, contabilidade e nutrição. Nessa etapa, os beneficiários recebem orientações nesses assuntos por um período de oito meses, obtendo, inclusive, informações sobre a inscrição deles no MEI (Micro Empreendedor Individual). Para participação no Mais Renda, o beneficiário tem de estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e ter renda mensal, por pessoa da família, de até meio salário mínimo, desde que já atuem ou pretendam atuar como empreendedores do setor alimentício ou de beleza. Ao todo, o programa Mais Renda está beneficiando cerca de 750 pessoas, contemplando os 30 município maranhenses de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), além de São Luís, Imperatriz, Açailândia, Codó, Caxias, São José de Ribamar e Paço do Lumiar.

Bancos fecham recorde de 1,5 mil agências no Brasil em 2017 Após o sistema financeiro do país ter fechado um recorde de quase 1,5 mil agências em 2017, os maiores bancos de varejo no Brasil planejam suavizar o ciclo de redução do número de agências neste ano, enquanto avaliam qual o melhor uso da rede física para gerar mais receitas. Segundo dados do Banco Central, os bancos encerraram o ano passado com 21.062 agências em funcionamento, 1.485 a menos do que em 2016, a maior redução da série. O movimento foi liderado pelo próprio BB, que sozinho fechou 670 agências, dentro de um processo de redução de custos que também envolveu um programa de demissão de voluntária (PDV) para cerca de 10 mil empregados. O Bradesco encerrou 564 agências, em meio ao forte esforço de ajuste após a compra do HSBC, em 2016, operação que acrescentou cerca de 850 postos físicos ao grupo. A rede do Itaú Unibanco diminuiu em 125 postos e a Caixa Econômica Federal encerrou 18 agências. O Santander Brasil foi o único entre os cinco maiores do país a ampliar a rede, com 3 agências a mais. Redução de custos Embora o pano de fundo desse movimento, o foco no

ganho de eficiência e redução de custos, deve seguir uma ênfase dos bancos para este ano, com previsão de que os custos administrativos cresçam no máximo a inflação do período, o ritmo de redução de agências vai diminuir, ou até parar. "Há uma vantagem competitiva em ter uma rede de agências ampla como a que temos", disse nesta semana Octavio de Lazari, no dia em que foi nomeado futuro presidente-executivo do Bradesco, cargo que deve assumir em março. O Itaú Unibanco, que nos últimos anos têm feito investimentos relevantes para multiplicar sua base de agências digitais, que atendem os clientes remotamente, também vai moderar no ajuste da rede física, após ter fechado 380 unidades nos últimos três anos, entre agências e postos de atendimento, mesmo com a incorporação de uma rede de cerca de 70 postos com a compra do Citi, também em 2017. "Não vamos fechar grande número de agências num futuro próximo", disse o presidente-executivo do Itaú Unibanco, Candido Bracher, durante apresentação na terça-feira sobre os resultados do quarto trimestre. Do G1

Atuação da Ronda Escolar diminui violência nas escolas em até 95% na Grande São Luís “Não imagino mais este espaço sem a presença da Ronda Escolar. Eles trabalham numa linha pedagógica que faz com que o adolescente se sinta acolhido. As equipes estão sempre por aqui”. Quem elogia é Cristiane Prazeres Lima Cunha, gestora do Centro de Ensino Clarindo Santiago, no bairro do Olho d'Água, em São Luís. Esta é uma das escolas que recebem a visita da Ronda Escolar para atividades de sensibilização e orientação dos estudantes. A satisfação da gestora é reforçada pelos números. Relatório divulgado pelo grupamento mostra redução significativa em praticamente todos as ocorrências policiais dentro do ambiente escolar na Grande São Luís Entre os anos de 2015 e 2017, situações como agressão verbal e física, ameaças, porte de arma e uso de drogas e bebidas alcoólicas den-

tro de escolas de São Luís caíram drasticamente. Em 2015, por exemplo, foram 191 ocorrências de furto em escolas – contra apenas 33 no ano passado. Uma queda de 83%. O porte de arma branca também caiu: foram 186 casos em 2015 e apenas nove em 2017, uma redução de 95%. O mesmo ocorreu com o uso de drogas: 119 ocorrências em 2015 e 21 no ano passado, uma diferença de 82%. Agressão verbal e física, ameaças e perturbação do sossego também estão entre os indicadores que reduziram significativamente nos últimos anos de atuação da Ronda Escolar. Presença - A diminuição das situações de violência no ambiente escolar tem relação direta com a atuação preventiva da polícia nas unidades de ensino. Em 2015, o grupamento realizou 5.748 aten-

dimentos – entre visitas a escolas, comunidades e momentos de orientação de pais, professores e estudantes. Já em 2017, foram 8.044 atendimentos desse tipo. A atuação busca sensibilizar os jovens e prevenir futuras ocorrências. Os policiais conversam com crianças e adolescentes sobre temas como drogas, uso de bebida alcoólica, criminalidade, depredação do patrimônio público e respeito aos professores. Também podem participar em reuniões de pais e mestres, explicando a atuação da polícia e orientando. As equipes também atendem ocorrências policiais que porventura se verifiquem dentro do território escolar, mediam conflitos entre estudantes e garantem a tranquilidade nos momentos de entrada e saída das aulas. Treinamento - A abordagem da Ronda Escolar tem

ainda o diferencial de ser mais adequada à realidade dos adolescentes. Isso porque os policiais recebem treinamento específico para lidar com este público. Além dos seminários periódicos de atualização, ainda este mês a Polícia Militar vai realizar o 1º

Curso de Capacitação em Policiamento Comunitário Escolar. Nas capacitações, os policiais se familiarizam com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e aprendem técnicas adequadas para se comunicar melhor com esse público.

A criação do 1º Batalhão Escolar da Polícia Militar (1º BEPM), no final do ano passado, deve ampliar ainda mais essa atuação, uma vez que vai reforçar com mais pessoal e viaturas e equipe que já atua nas unidades de ensino.


6

Geral

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

“Teremos mais policiais e viaturas neste ano”, diz Flávio Dino

A redução de mais de 40% nos homicídios da Grande São Luís e de 71% no número de assaltos a banco em todo o Estado, na comparação com 2014, foram alguns dos dados apresentados pelo governador Flávio Dino durante a abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa nesta semana. Os bons resultados são fruto de um conjunto de ações de reaparelhamento e aprimoramento do setor: já foram entregues cerca de 900 viaturas policiais e o concurso público para contratação de novos policiais militares está em andamento. “Para este ano, nós vamos continuar nesse mesmo caminho: mais policiais e mais viaturas, além de novas estratégias”. Flávio lembrou que, entre essas estratégias, está a

descentralização do Centro Tático Aéreo (CTA). Antes operando apenas em São Luís e municípios vizinhos, o grupamento de elite ganhou bases em Presidente Dutra e Imperatriz, além de mais um helicóptero, passando a atender cerca de 80% dos municípios do estado com patrulhamento aéreo, resgate e transporte aeromédico, entre outras atividades. O concurso para ampliar o quadro do Corpo de Bombeiros deve ser realizado este ano, completando o ciclo da renovação de pessoal no sistema de segurança. Os investimentos da atual gestão têm chegado também ao sistema penitenciário. O trabalho de escolarização e qualificação profissional dos detentos tem rendido frutos também para os cidadãos maranhenses. São

os blocos de concreto fabricados pelos internos que estão nas cerca de 80 ruas já inseridas no Mutirão Rua Digna, voltado para o calçamento de ruas que nunca tinham recebido qualquer tipo de pavimentação. Para este ano, o Governo anunciou a entrega de mais 23 viaturas para o sistema penitenciário, além da ampliação das oportunidades de trabalho. Investimentos O governador chamou a atenção ainda para o fato de o Maranhão continuar a investir mesmo em tempos de crise. “O ano de 2017 foi marcado pela persistência do quadro de anomalia institucional que estamos vivendo há quatro anos. Assistimos ao agravamento da crise financeira de Estados e mu-

nicípios. Não foram poucos os que não conseguiram cumprir com obrigações básicas”, disse. “Isso fez com que reforçássemos ainda mais os compromissos que temos adotado, tanto ampliando os serviços públicos na esfera estadual quanto, quando possível, apoiando os municípios para que possamos vencer essa quadra histórica”, acrescentou. Servidores valorizados Flávio Dino também ressaltou que os servidores públicos estaduais têm sido valorizados. Nos últimos anos, foram mais de oito mil promoções funcionais e 25 mil progressões, além de 5.600 nomeações por concurso público – um processo que deve ter continuidade em 2018. O Governo instituiu também o Programa de Habitação do Servidor Público e vai construir 2.048 apartamentos para servidores em uma área do Parque Independência, em São Luís. A ação está no âmbito dos programas habitacionais desenvolvidos pelo Governo, que já entregaram 4.300 unidades habitacionais. A população maranhense conta ainda com dez vezes mais espaços para garantir o acesso à cidadania e direitos civis básicos: em 2014, eram apenas cinco unidades fixas do Viva em todo o estado. Com a inauguração da unidade de Barreirinhas, o governo atingiu a marca de 50.

Aglomeração de refugiados na Grécia eleva risco de violência sexual, diz ONU O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) denunciou nesta sexta-feira (9) que as mulheres e crianças refugiadas nas ilhas gregas enfrentam um elevado risco de violência sexual pelas circunstâncias de aglomeração e insegurança dos centros de recepção. Em entrevista coletiva, a porta-voz do Acnur Cécile Pouilly exigiu novas ações para abordar a aglomeração e "as nefastas condições de vida" nos centros de recepção, as duas principais causas dos abusos contra mulheres e crianças, sobretudo as que viajam sozinhas. Cécile comemorou as medidas tomadas até agora pelo governo grego, mas lembrou que ainda "não são suficientes". Em 2017, o Acnur registrou 622 casos de violência sexual contra refugiados nas ilhas gregas. Segundo a porta-voz, a situação é particularmente preocupante nos Centros de Recepção e Identificação (RIC, na sigla em inglês) em Lesbos e Samos, onde vivem 5.500 pessoas, o dobro das suas capacidades, e nos quais os casos de violência sexual e abusos são particularmente elevados. Nestes centros, os banheiros não são locais seguros para as mulheres durante a noite a não ser que estejam acompanhadas, e inclusive usá-los de dia pode ser perigoso, disse Cécile.

A porta-voz advertiu que a identificação de sobreviventes é difícil, já que as vítimas "são reticentes a denunciar os ataques por medo, vergonha, falta de apoio e preocupações sobre uma possível discriminação ou posterior estigmatização". Quanto às condições de segurança, Cécile destacou que as patrulhas policiais também são "insuficientes", sobretudo durante a noite, e que não cobrem as áreas adjacentes aos RICs, onde existem acampamentos improvisados com tendas e sem a presença de segurança. Neste sentido, o Acnur alertou que a situação está gerando frustração e tensão entre os refugiados, o que aumenta o risco de violência sexual contra as mulheres. Entre as medidas propostas pela agência da ONU para fazer frente à situação se destacam a separação por gênero dos residentes para evitar que as mulheres dividam teto com homens desconhecidos, e também nos banheiros, que devem ter uma melhor iluminação e segurança. O Acnur também defendeu melhores condições e serviços, incluindo assistência médica e psicológica, um aumento da presença policial, uma maior iluminação nas áreas públicas e maiores esforços para aliviar a situação da aglomeração, além do envio de pessoal especializado no tratamento de vítimas de violência sexual. Do G1

Mulheres em situação de violência doméstica serão intimadas via Whatsapp Buscando conferir maior efetividade aos atos processuais em favor de mulheres em situação de violência doméstica, as Varas de Violência Doméstica e Familiar contra Mulher do Maranhão passarão a adotar a intimação delas por meio do aplicativo de mensagens Whatsapp, informando sobre pedidos de medidas protetivas de urgência. A nova forma de intimação foi instituída por meio de Portaria Conjunta (N° 04/ 2018) assinada pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho, e pelo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Joaquim Figueiredo. Segundo a Portaria, as

mulheres que sejam partes em processos que tramitam nas varas de violência doméstica serão notificadas sobre as decisões a partir dos números de telefone móvel vinculados às unidades judiciárias, que serão divulgados na página do TJMA ou informado diretamente às mulheres por meio da Secretaria. Quando forem protocolados os pedidos de medidas protetivas de urgência, ou durante o curso do processo, deverão ser informados os números de contato da interessada, que assinará termo de concordância sobre o recebimento das intimações via Whatsapp. A Portaria estabelece os critérios para adoção do pro-

cedimento, que requer a declaração das interessadas acerca de determinadas informações. O documento esclarece que o aplicativo somente será utilizado para fins da intimação, não sendo solicitadas, em qualquer hipótese, dados pessoas, bancários ou quaisquer outros de caráter estranho aos atos de comunicação processual. A intimação será feita durante o horário de expediente, constando da mensagem o número do processo e juízo onde tramita o processo; nomes das partes; finalidade da comunicação e informações sobre a necessidade de comparecimento em juízo, se for o caso. As mulheres que não

aderirem ao procedimento serão intimadas pelos demais meios tradicionais. A Portaria Conjunta considerou, entre outros, os princípios da eficiência e economicidade no serviço público, assim como a importância da celeridade por meio das novas tecnologias de comunicação, hoje acessíveis a todos, especialmente o uso da internet. Também levou em consideração que as novas práticas sociais exigem do Judiciário a dinamização dos atos judiciais, na busca pelo melhor atendimento oferecido à população. Para o corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, a adoção da intimação via apli-

cativo segue o princípio da diligência e da celeridade das movimentações processuais, garantindo uma resposta mais rápida e eficaz dos atos judiciais em favor das mulheres em situação de violência. “O Poder Judiciário procura acompanhar as novas práticas face às demandas sociais, que exigem maior rapidez e segurança nas respostas, especialmente no caso de mulheres em situação de violência, que correm risco iminente de vários tipos de agressão”, observa. AUTORES DE VIOLÊNCIA - Outra Portaria Conjunta (N° 03/2018) editada pelo Judiciário maranhense estabelece o prazo de 48 horas para que os autores de vio-

lência sejam notificadas sobre medidas protetivas de urgência impostas pelos juízes competentes. Caso não efetivem a notificação no prazo, os oficiais de Justiça poderão sofrer responsabilidade disciplinar. A Portaria considerou que as medidas protetivas de urgência tornam mais efetiva a proteção às mulheres, alargando o sistema de prevenção e combate à violência, de forma que a intimação dos autores de violência deve ocorrer de forma célere, diminuindo o risco iminente das diversas formas de agressão (física, psicológica, moral, sexual e patrimonial) e conferindo maior eficácia à decisão judicial.

w w w . o q u a r t o p o d e r. c o m


Geral

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

Detran-MA recebe mobilização de combate ao assédio sexual a mulheres

A campanha de combate ao assédio sexual a mulheres durante o carnaval, que tem o tema “Não tô a fim. Sem permissão, não toque em mim”, do Governo do Estado, foi divulgada na quinta-feira (8) no Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), junto aos usuários que aguardavam o atendimento, com ações informativas e de panfletagem. A equipe da Secretaria Estadual da Mulher (SEMU) conversou com o público sobre o objetivo da mobilização, que visa garantir um ambiente mais

seguro às mulheres durante o período carnavalesco. De acordo com a psicóloga, Calíope Almeida, o combate à violência contra a mulher dura o ano inteiro, mas, neste período, recebe uma atenção especial. “Nas festas do carnaval, o assédio contra a mulher se intensifica. A campanha visa conscientizar homens e mulheres a identificarem os abusos sexuais e como denunciar uma situação de assédio”, ressalta a psicóloga. A coordenadora de Educação para Trânsito do Detran-MA, Rosetânia de Farias, falou da mobilização

no Departamento. “Ações c om o es tas aj udam as mulheres se fortalecerem e denunciarem em caso de assédio. Nós temos que acabar com essa cultura de que tudo pode porque é carnaval”, afirmou. Durante a mobilização no Detran-MA, muitos usuários aproveitaram para se informar sobre a campanha. O profissional autônomo, Roberto Pires, falou da importância de campanhas sobre a violência contra a mulher. “A mulher não pode ficar omissa contra a qualquer tipo de violência e deve, sempre, fazer a de-

Dois membros de facção criminosa são condenados pelo Tribunal do Júri Foram julgados, nesta quinta-feira, 8, pela 4ª Vara do Tribunal do Júri, Edvaldo Gomes Rodrigues Júnior, conhecido por Edizinho, e Huxley Sodré Carvalho, conhecido por Spoca, ambos faziam parte da conhecida Gangue da Proab que agia no Anjo da Guarda, então ligada à facção criminosa PCM (Primeiro Comando do Maranhão). O julgamento estendeu-se até as 23h e os acusados foram condenados por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e dissimulação) às penas de 28 e 30 anos, respectivamente. A vítima foi Carlos Augusto Soares Barros, conhecido por Soraque, morto em sua própria casa na Rua Bom Sucesso, Anjo da Guarda, na madrugada de 3 de abril de 2014. A vítima havia se mudado para a residência na tar-

de do dia 2 de abril, ou seja, menos de 12 horas antes de morrer e foi morto simplesmente porque os integrantes da Gangue da Proab, então liderados por Edizinho, descobriram que ela havia cumprido pena no setor ligado ao Bonde dos 40. Após assassinarem barbaramente a vítima, os acusados e dois outros comparsas tentaram invadir a casa vizinha porque perceberam que seus moradores viram o crime e queriam eliminá-los para evitar testemunhas. Esses moradores mudaram-se do local por medo de serem mortos, mas foram testemunhas fundamentais para a condenação dos acusados. Na defesa de Edizinho, atuou o advogado Ítalo Gustavo Leite e na defesa de Spoca, o defensor público Adriano Jorge Campos. Pelo Ministério Público, atuou o promotor de justiça Samaro-

ni de Sousa Maia. FALSO TESTEMUNHO Durante o julgamento, a testemunha de defesa de Edvaldo, Walbert Ferreira de Sousa, que é administrador de empresa e guarda civil da cidade de Sorocaba (SP), prestou testemunho declarando que o acusado estava em São Paulo na data do crime, trabalhando em sua empresa. Submetido à quesitação por falso testemunho, ele foi preso em flagrante, após o Conselho de Sentença votar favorável ao pedido do Ministério Público. As defesas de ambos os acusados recorreram em plenário da condenação. Eles já estavam presos e continuaram presos. Em agosto de 2017, Edvaldo já havia sido condenado na 4ª Vara do Tribunal do Júri por tentativa de homicídio, constrangimento ilegal e roubo.

núncia”, avaliou. A advogada Raiane Vieira disse que a campanha amplia a igualdade de gêneros e vem esclarecer, principalmente, aos homens sobre a forma de abordagem com a mulher. “A violência pode acontecer verbal ou fisicamente. Muitos homens acreditam que as mulheres se sentem bem com qualquer tipo de abordagem. O que poderia ser uma situação boa, às vezes, vira uma agressividade”, ressaltou. A mobilização de combate ao assédio contra as mulheres será realizada durante todo o carnaval, em locais de grande fluxo popular como as passarelas dos blocos, trios, shows e brincadeiras carnavalescas, conscientizando e esclarecendo os foliões. Violência contra a mulher é crime. Denuncie! Central de Atendimento à Mulher – 180 Polícia Militar – 190 Direitos Humanos – 100 Ouvidoria da Mulher do Maranhão – 0800-0984241 / 98427-1002

7

Diversos ritmos e atrações agitam o circuito da folia neste sábado O Sábado Gordo do Carnaval de Todos promete muita diversão e alegria para todas as idades. No circuito oficial da festa realizada pelo Governo do Estado, atrações para agradar a criançada, adultos e idosos. A folia começa às 15h, com atrações em diversos pontos da Madre Deus. A programação conta com tambor de crioula, blocos organizados, alternativos e tradicionais e tribos de índios, além de shows infantis e outros. O Carnaval de Todos prossegue até a terça-feira, 13. No bairro Madre Deus, atrações na Vila Gracinha, Praça da Saudade e Largo do Caroçudo onde Blocos Afro desfilam levando mensagem de união e respeito às manifestações religiosas. Entre as atrações, os blocos Gdam, Abibimã, Officina Affro e Akomabu, a partir das 15 horas. A programação segue com os blocos carnavalescos, tambor de crioula, tribo de índio e show de Arlindo Pipiu. Para a criançada, uma programação diferenciada na Pracinha da Lagoa com Bailinho à Fantasia, Cordão Carnavalesco Foliões de Momo e show da Banda

Unidunitê. Com repertório infantil, o grupo se apresenta caracterizado de personagens infantis. Há três em atividades, o grupo vai alegrar a criançada com histórias, brincadeiras e músicas clássicas do mundo infantil. A banda se apresenta às 18 horas. "A programação deste Carnaval foi pensada para divertir, reunir diversas faixas etárias e garantir a diversão do público que vai brincar o período, destacou o secretário de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino. “A exemplo dos anos anteriores, o Governo do Estado vem organizando as festividades carnavalescas para que as pessoas possam curtir com segurança”, reforçou o secretário. A programação estará na APA Itapair ac ó com Tambor de Crioula do Laborarte, show dos grupos Apoteose e Te Gruda no Meu Fofão; e na Passarela do Samba, com a Tenda do Tambor. “Em todos os pontos de folia, o conjunto de atrações é para atrair todos os públicos e o policiamento reforçado na garantia de uma festa tranquila”, disse Diego Galdino.


8

Cultura e Variedades celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima blog.oquartopoder.com/celialima

São Luís, sábado, 10 de fevereiro de 2018

Pensamento do Dia Não é preciso que a bondade se mostre; mas sim é preciso que se deixe ver. (Platão)

Ora São Luís e Retiros Culturais

Bloco Serpentina

U

m grande encontro de fé e adoração. Essa é a proposta do Ora São Luís e do Retiros Cultu rais que acontecem, juntos, na quarta-feira (14). O evento, promovido pela Prefeitura de São Luís e pelo Governo do Estado, começa às 15h, na Praça Maria Aragão. Em 2018, a programação dos encontros conta com a participação de convidados internacionais. Os dois eventos são voltados para o público cristão e têm se consolidado como grandes momentos de fé, oração e louvor da capital. O encontro reunirá grandes nomes da música cristã. Além de convidados locais, o Ora São Luís e o Retiros Culturais trazem, em 2018, convidados internacionais e nacionais. A banda Christafari participa pela segunda vez do evento. Originária dos Estados Unidos, a banda de reggae cristão é conhecida por louvores como 'Hosanna', 'Oceans', 'Here i am to workship', 'Christafari', entre outros. Por meio das músicas, o grupo traz para São Luís mensagens de fé, amor e esperança. O evento conta, ainda, com as presenças dos cantores Maurício Paes e Cassiane e da banda Som e Louvor. Entre outras canções esperadas estão 'Com muito louvor' e 'Amigo Espírito Santo', da cantora Cassiane; 'Família debaixo da graça', 'Louvor e Honra' e 'Tua graça me basta', do cantor Maurício Paes; e 'Deus estava lá', 'De janeiro a janeiro' e 'Adora', da banda Som e Louvor. A programação do Ora São Luís e do Retiros Culturais contará, ainda, com a participação de Forró de Crente, Fogo e Glória, Carlos Alfredo, Normando França, Jhonny, Lídia Carollini, Joel Mistokles e Francivaldo Borges. As atrações prometem momentos de animação, louvor e adoração. O encontro reunirá jovens que participaram da Semana Maranhense de Retiros Culturais. O Ora São Luís e o Retiros Culturais vai marcar o encerramento das atividades dos retiros e deve reunir milhares de pessoas.

S

erpentina é um movimento que nasceu no Car naval de 2016 para resgatar alegria do Carna val de rua através da sua musicalidade e irreverência. Serpentina, como o próprio nome sugere, é uma serpente de 15 metros de comprimento confeccionada de armação de arame com papel reciclado e coberta com tecido de chita – o mesmo usado por coreiras no tambor de crioula – onde é conduzida por até 12 pessoas que ficam embaixo dos módulos dando vida e movimento à Serpente. O movimento faz referência à lenda da serpente adormecida na Fonte do Ribeirão e também lugar de partida da Serpentina. Sua finalidade é aproximar o público em geral e principalmente as crianças dos monumentos históricos e suas ruas de paralelepípedos e pedras de cantaria, transformando esse cenário em brilho e magia para o público. Saída na Fonte do Ribeirão sábado de Carnaval às 16h seguindo em cortejo pelas ruas do centro!!! Segunda no Laborarte às 17h no baile das crianças!

JEGUE FOLIA E BANDA MIXIRICU ANIMAM CARNAVAL DO SESI NESTE SÁBADO

O

SESI Folia, Carnaval da alegria, será neste sábado, 10 de fevereiro, a partir das 17h, na Unidade de Promoção da Saúde SESI Araçagi, com apresentação das bandas Mixiricu e Jegue Folia. Os ingressos custam R$ 10,00 para a comunidade, com meia entrada para idosos e estudantes. Trabalhador da indústria não paga (basta levar comprovação) e seus acompanhantes pagam somente R$ 5,00. Informações: (98) 3248-1969. O SESI É uma das entidades do Sistem a FIEMA.

blog.oquartopoder.com/celialima

)

10022018  
10022018  
Advertisement