Page 1

Palocci diz que Lula renovou MP em troca de dinheiro para filho Pág - 3 ANO 12

NÚMERO 2764

SÃO LUÍS - MA, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2018

CAPITAL E INTERIOR - R$ 2,00 OUTROS ESTADOS - R$ 3,00

Ministério da Saúde atualiza casos de sarampo: 10.197 casos.Pág-4

DOCUMENTOS FISCAIS ILEGAIS

Operação nacional combate empresas que emitem notas frias As Secretarias de Fazenda de 19 estados brasileiros de todas as regiões do país, com o apoio da Secretaria da Receita Federal do Brasil, desencadearam uma operação nacional de combate a empresas que emitem notas fiscais frias, empresas fantasmas e laranjas, nesta primeira semana de dezembro de 2018. A operação visa coibir a expansão das chamadas “empresas Noteiras”, que são estabelecimentos fraudulentamente constituídas e registradas, mas que de fato não exercem suas atividades, sendo notadamente usadas para emitir documentos fiscais ilegais para documentar saídas de mercadorias de outras empresas. Página - 2

Adesão à campanha Fique em Dia com a Caema pode ser feita em qualquer posto de atendimento da Companhia

‘Escola não deve ter partido’, defende vereador Francisco Chaguinhas

Página 3

Pacote anticrise: redução de IPVA para motos e ICMS para pequenas empresas já está valendo Página 2

Mais

Maranhão lidera ranking de gasolina mais barata do Nordeste Pág - 7

Governo reforça atendimento durante período chuvoso nas rodovias da Grande Ilha O período chuvoso tem se intensificado em todo o Estado, e o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura - Sinfra, tem executado um plano de contingência para atender as demandas nas rodovias maranhenses que cortam a Grande Ilha. Página 2

www.oquartopoder.com

Página 6

Mais

Governo do Estado amplia PAA Leite para mais 17 cidades maranhenses Pág - 5

redacao@oquartopoder.com


2 Geral

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Governo reforça atendimento durante período chuvoso nas rodovias da Grande Ilha O período chuvoso tem se intensificado em todo o Estado, e o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura - Sinfra, tem executado um plano de contingência para atender as demandas nas rodovias maranhenses que cortam a Grande Ilha. Durante esta semana, equipes fizeram rondas nas MA’s 201,202,203 e 204, avaliando trechos com pontos prejudicados com as fortes chuvas, para que os reparos necessários sejam realizados de modo emergencial. Na MA-201, no trecho da Barrigudeira, e próximo ao Rio Paciência, foi realizado a implantação de um sistema de drenagem, com a colocação de canaletas para auxiliar no escoamento da água da chuva. Devido aos fortes temporais dos últimos dois dias na capital, um ponto de erosão e alagamento na MA-204 foi prontamente identificado e solucionado pelas equipes, que trabalharam colocando materiais para conter novos rompimentos e desobstruindo a via. No acesso à Raposa, pela MA-203, também houve serviço de reparo e desobstrução na rodovia. Já no corredor Pátio Norte, acesso feito pela MA-

201, a drenagem que será executada no local também irá facilitar o escoamento da água, evitando novos pontos de alagamento. Equipes estão hoje realizando vistorias para também iniciar novos trabalhos com o objetivo de desafogar o trânsito no trecho. No novo percurso, o canteiro central, em frente ao shopping, passará por intervenção, em seguida a colocação de mais dois semáforos, além da construção de dois retornos de quadra. O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, disse que o Governo tem estado em alerta, dando atenção as demandas que tem chegado devido ao período de chuva. “Estamos com toda a nossa frente de trabalho atenta aos

casos, dando suporte e realizando o trabalho o mais rápido possível. Sabemos que esse período de chuvas fortes causa alguns transtornos, e estamos, naquilo que compete ao Estado, cuidando de cada situação”, reforçou. Também já está em andamento um projeto de drenagem profunda nos cruzamentos entre as MA‘s 202 e 204, sentido Cohab. No perímetro dos cruzamentos entre o Maiobão e o Parque Vitória, será realizada uma intervenção para melhorar o fluxo dos veículos e minimizar a lentidão do trânsito naquela região. Ainda na MA-202, mais obras serão feitas também no cruzamento até o Cohatrac. Durante as ações do plano de con-

tingência, a Via Expressa também recebeu limpeza na pista, devido aos resíduos que foram levados pela água da chuva, dando assim, mais segurança para quem trafega pelo local. Investimentos O Governo do Maranhão segue trabalhando na substituição de todas as lâmpadas amarelas por LED das quatro rodovias que interligam a Grande Ilha – MA’s201,202,203 e 204. O investimento vai reforçar a segurança e melhorar a mobilidade urbana dos 43 quilômetros de rodovias na Grande Ilha. “O governo Flávio Dino vem trabalhando para melhorar gradativamente a mobilidade nas rodovias que cortam a Grande Ilha. São investimentos contínuos, que recuperam a malha viária, melhoram a sinalização vertical, horizontal e eletrônica, além de restaurar os canteiros centrais. E agora, a iluminação em LED que vai deixar o tráfego mais seguro nas MA’s”, enfatizou Clayton Noleto. Todas as rodovias também foram requalificadas, e receberam uma nova pavimentação, dando mais trafegabilidade na malha viária. As obras seguem em andamento com serviços nas sarjetas, meio fio e sinalização.

Operação nacional combate empresas que emitem notas frias As Secretarias de Fazenda de 19 estados brasileiros de todas as regiões do país, com o apoio da Secretaria da Receita Federal do Brasil, desencadearam uma operação nacional de combate a empresas que emitem notas fiscais frias, empresas fantasmas e laranjas, nesta primeira semana de dezembro de 2018. A operação visa coibir a expansão das chamadas “empresas Noteiras”, que são estabelecimentos fraudulentamente constituídas e registradas, mas que de fato não exercem suas atividades, sendo notadamente usadas para emitir documentos fiscais ilegais para documentar saídas de mercadorias de outras empresas. As notas fiscais frias, também servem para gerar créditos indevidos de ICMS, para acobertar falsas exportações, para registrar despesas fictícias, para acobertar cargas roubadas ou furtadas, para esconder pagamentos de corrupção e tráfico de drogas, entre outros ilícitos. Segundo o secretário da Fazenda do Maranhão, Marcellus Ribeiro Alves a facilitação dos registros empresariais e a possibilidade de emissão dos documentos fiscais eletrônicos, favoreceu a agilidade para os registros e uso dos cadastros fictícios por fraudadores, que são minoria em relação à maioria dos empresários, que cumprem com suas obrigações tributárias.

Para Marcellus Ribeiro, cabe, portanto, aos órgãos de controle, como os fiscos estaduais, identificar as anomalias, suspender os registros cadastrais, e encaminhar ao Ministério Público e a Justiça os indícios de eventuais crimes que possam ser cometidos, com o uso fraudulento do cadastro e de documentos fiscais. O dirigente fazendário destacou a sofisticação dessas operações fraudulentas, com a utilização destas “Noteiras” para articular operações de compra e venda simuladas, inclusive entre elas, tudo com o intuito de dificultar qualquer forma de rastreamento ou malha fiscal aplicados rotineiramente pelas Secretarias de Fazenda. Maranhão tem ação destacada no combate à sonegação - O Estado do Maranhão notificou pelo seu sistema de Domicílio Tributário Eletrônico (SEFAZNET), mais de 40 mil estabelecimentos que possuem inscrição no castro do ICMS, mas se encontram com o registro suspenso de ofício por mais de 6 meses, pelo descumprimento de obrigações tributárias. A empresa que não atender a notificação da SEFAZ até 10/12/18, terá sua inscrição estadual de contribuinte do ICMS cassada/cancelada, de acordo com o que prevê o § 3º do art. 66 da Lei 7.799/ 2002, que é o Código Tributário do Estado do Maranhão.

Adesão à campanha Fique em Dia com a Caema pode ser feita em qualquer posto de atendimento da Companhia Clientes que moram em cidades diferentes das que possuem imóveis e débitos sob a matrícula da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) também podem aderir à campanha de negociação de débitos. Basta procurar qualquer unidade comercial da Caema na cidade em que estiverem. A campanha Fique em dia com a Caema foi lançada como forma de oportunizar condições especiais de negociações para que o cliente com dívidas possa sanar o débito. A iniciativa parte de Medida Provisória assinada pelo governador Flávio Dino, que instituiu o Programa Especial de Regularização de Débitos junto à Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). No mesmo intuito, a gestão estadual também oportunizou descontos em outras áreas,

como IPVA e ITCD, para que o cidadão possa começar o ano sem dívidas. A Medida Provisória permite que os clientes regularizem sua situação aderindo à campanha e escolhendo uma das propostas de renegociação do débito ou quitação da dívida. Para isso, basta que o cliente compareça a qualquer das unidades de negócio ou postos de atendimento da Caema portando documentos que comprovem sua identificação, contas ou negociações em atraso. De acordo com as condições estabelecidas na MP, quem desejar pagar à vista recebe 30% de desconto do valor principal da dívida, além de desconto de 100% em juros e multas. Para quem preferir parcelamento, as opções permitem que o pagamento seja feito em 3 ou 6 vezes. Nas duas, há desconto de 100% dos juros e mul-

tas acumuladas. Com o parcelamento em 3 vezes, o desconto do valor principal da dívida é de 20%, e para parcelamento em 6 vezes o desconto do valor principal é de 10%. Segundo o diretor de comercialização da Caema, Carlos Alberto Martins, nos casos em que o cliente não esteja presente na cidade onde possui residência fixa ou imóvel, ainda assim, ele poderá procurar qualquer ponto de atendimento para fazer a sua negociação sem qualquer dificuldade. “O cliente que está fora de seu domicílio por razões de trabalho, passeio, viagem para tratamento e consultas médicas, ou qualquer outra situação desta natureza, poderá se deslocar a qualquer um dos pontos de atendimento da Caema em outra cidade do Maranhão munido de documentos de

identificação. Aqueles que estão residindo momentaneamente em outras cidades, mas que ainda possuem ligações ativas em endereços de imóveis em outras localidades sob sua responsabilidade, poderão procurar a Caema para regularizar sua situação em qualquer posto de atendimento, desde que apresente sua identificação”,

explica o diretor. Outro alerta feito pelo diretor comercial é para que os clientes não deixem de aproveitar as oportunidades e atentem para o fato de que, além das condições imperdíveis, a Caema ainda disponibiliza sua grade normal de negociação para os que não se enquadram nas regras da campanha.

A Campanha Fique em Dia com a Caema abre precedentes de negociação para débitos de água e esgoto sem distinção de valores anteriores a 27 de dezembro de 2018, incluindo os parcelamentos já em atrasos. A data limite para adesão à Campanha Fique em Dia com a Caema é o dia 31 de janeiro de 2019.


Política

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Palocci diz que Lula renovou MP em troca de dinheiro para filho Em depoimento à Justiça Federal nesta quinta-feira (6), o ex-ministro da Fazenda do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Antonio Palocci, afirmou que o ex-presidente renovou uma medida provisória em troca de dinheiro para o filho Luís Claudio Lula da Silva. A compra de medidas provisórias é investigada na Operação Zelotes, deflagrada em 2015, que também apura irregularidades em decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda que julga processos das empresas envolvendo questões tributárias. A defesa do ex-presidente Lula disse que as declarações de Palocci tem "nítido objetivo de atacar a honra e a reputação" dele e de seu filho, Luís Claudio. Ainda segundo a defesa de Lula, Palocci sabe que suas afirmações "são mentirosas" e "não poderão ser confirmadas por qualquer testemunha". Em nota, a executiva nacional do PT afirmou que Palocci mentiu no depoimento e "não tem credibilidade para acusar Lula nem ninguém". No depoimento desta quinta, Palocci disse que recebeu o filho do ex-presidente em seu escritório de

consultoria entre o final de 2013 e o início de 2014. Segundo o ex-ministro, ele pediu apoio para fechar o orçamento de um evento que organizaria em 2014. O valor pedido seria em torno de R$ 2 e R$ 3 milhões. "Tenho testemunhas, registro de telefonema dele, agendas", afirmou o ex-ministro. Palocci disse que sempre falava com Lula quando alguém o procurava com pedidos. E que, neste caso, Lula disse que já estava resolvido porque já tinha falado com Mauro Marcondes. Mauro Marcondes era dono da Marcondes e Mautoni que, segundo relatório da Polícia Federal (PF), repassou R$ 2,5 milhões à LFT Marketing Esportivo, empresa de Luís Claudio Lula da Silva, por uma consultoria. Ainda segunda a PF, o conteúdo da consul-

toria foi copiado da internet. Esse pagamento está sendo investigado na Operação Zelotes. “Eu fui falar com o expresidente Lula para ver se ele me autorizava a fazer isso. Sempre que alguém pedia em nome do ex-presidente Lula eu consultava o ex-presidente Lula. Aí que o presidente Lula me falou que não precisa atender o Luís Claudio, porque eu já resolvi esse problema com o Mauro Marcondes", explicou Palocci. Marcondes chegou a ser preso, em 2016, em uma das fases da Operação Zelotes. “Aí eu perguntei inclusive: Mas então porque ele me procurou? Ai o ex-presidente disse: porque ele não sabe que eu fiz isso. Mas pode esquecer que eu já resolvi o problema”, completou. "Aí ele e me contou que

foi através da renovação da 471 [medida provisória], que foi feita através de uma emenda parlamentar, na Câmara dos Deputados, que renovou os benefícios da Caoa e da Mitsubishi a partir daquele ano. E que ele tinha pedido uma contribuição, para que o Mauro Marcondes pedisse uma contribuição às empresas, e essa contribuição seria transferida ao filho dele", concluiu Palocci durante depoimento à Justiça Federal. Operação Zelotes Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula editou a medida provisória para favorecer empresas do setor automotivo em troca de recebimento de propina. Ele é réu por corrupção passiva nesta ação penal desde setembro de 2017. Também são réus o ex-ministro e chefe do gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, e outras cinco pessoas. A defesa do ex-presidente afirmou que o petista jamais praticou qualquer ato ilícito e que é alvo de perseguição política. Em novembro do ano passado, o Ministério Público Federal de Brasília pediu para a Justiça o bloqueio de R$ 24 milhões em bens e valores do ex-presidente e de seu filho, Luís Cláudio. Do G1

Vereador Honorato Fernandes chama atenção para falta de investimentos na previsão orçamentária para 2019 Parlam entar também demonstrou preocupação com número de alunos matriculados que, segundo ele, é maior nas instituições conveniadas que na própria rede de ensino. O primeiro secretário da Câmara Municipal e líder do Partido dos Trabalhadoresvereador Honorato Fernandes, externou, nesta quarta-feira (05/12), em pronunciamento na tribuna do Palácio Pedro de Santana, preocupação com as informações repassadas pela equipe do Executivo Municipal, na audiência pública realizada na terça feira(4), para apresentar os dados da LDO para o ano de 2019. Ao fazer uso da palavra, o parlamentar enfatizou varios pontos preocupantes, entre eles, a falta de autonomia financeira e

a baixa capacidade de investimento do município para o ano que vem. Com base nos dados apresentados pela própria equipe do prefeito Edvaldo Holanda Júnior, Honorato Fernandes apontou uma serie de equívocos no planejamento que indica quanto e onde o chefe do executivo deve gastar os recursos públicos ano que vem. Um dos questionamentos abordados foi com relação aos dados referentes às matriculas de alunos nas séries iniciais, razão pela qual levou o primeiro secretário a solicitar a prorrogação para apresentação de emendas à LDO. "A prorrogação é necessária para que possamos corrigir algumas distorções que nos preocupam. Além da questão orçamentaria,

‘Escola não deve ter partido’, defende vereador Francisco Chaguinhas

Durante a sessão desta quarta-feira,05, o vereador Francisco Chaguinhas (PP) usou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís, para reafirma a sua posição sobre o projeto “Escola sem Partido”. De acordo com o parlamentar, a escola não deve ter partido. “Chegou o momento de acabar com a ideologia partidária nas escolas. Doutrinar não é educar, é totalmente diferente. O que queremos é uma universidade que prepara as pessoas para vida”, disse. SOBRE O PROJETO O Programa Escola sem Partido é uma proposta de lei que torna obrigatória a afixação em todas as salas de aula do ensino fundamental e médio. A doutrinação política e ideológica em sala de aula o f e n d e a li b e r d a d e d e consciência do estudante; afronta o princípio da neutralidade política e ideoló-

gica do Estado; e ameaça o próprio regime democrático, na medida em que instrumentaliza o sistema de ensino com o objetivo de desequilibrar o jogo político em favor de um dos competidores. Por outro lado, a exposição, em disciplina obrigatória, de conteúdos que possam estar em conflito com as convicções morais dos estudantes ou de seus pais, viola o art. 12 da Convenção Americana sobre Direitos Humanos, segundo o qual “os pais têm direito a que seus filhos recebam a educação religiosa e moral que esteja de acordo com suas próprias convicções.” Essas práticas, todavia, apesar de sua manifesta inconstitucionalidade e ilegalidade, tomaram conta do sistema de ensino. A pretexto de “construir uma sociedade mais justa” ou de “combater o preconceito”.

98897-3555 / 99976-6175

outro dado extremamente preocupante e que merece uma atenção maior, diz respeito às matriculas nos primeiros anos iniciais de acesso à educação, onde o número de alunos hoje é maior nas instituições conveniadas do que na própria rede de ensino público", afirmou o petista. O parlamentar informou, ainda, que o objetivo da prorrogação para apresentar

emendas à LOA 2019, que seria até amanhã/sexta feira(07), visa garantir mais tempo para que os vereadores possam contribuir com as emendas que podem melhorar o planejamento, que trata das estimativas de receitas e despesas. A proposta em tramitação no legislativo municipal estima receitas e despesas do município no valor de R$ 3,2 bilhões no próximo ano.

3

(98) 99976-6175 \ (98) 98897-3555 \ (98) 98783-9244


4 Esportes e saúde

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Renato diz que quase foi para o Flamengo e sonho segue vivo

Renato Gaúcho participou de curso da CBF nesta quinta-feira — Foto: CBF/Divulgação

Ainda não foi desta vez que Renato Gaúcho realizou o sonho de treinar o Flamengo. E por opção dele. Procurado pelas duas principais chapas que concorrem à presidência do clube, o treinador optou por renovar com o Grêmio por mais um ano. Segundo ele, o sonho segue vivo.

- É o sonho de treinar o Flamengo, nunca escondi nada de ninguém. Quase que foi dessa vez, mas não foi ainda. Mas não acaba da noite para o dia. Vou permanecer mais um ano no Grêmio, depende do clube também, que futuramente pensa em me ter, mas no momento eu preferi ficar no

Grêmio por alguns motivos que eu prefiro não falar - disse o treinador, durante curso da CBF, nesta quinta, em Teresópolis. Renato voltou a negar que o vazamento da negociação com os candidatos Rodolfo Landim e Ricardo Lomba tenha sido o motivo pela recusa ao convite do

Flamengo. - Tive um contato muito bom com as pessoas do Flamengo, tanto de um lado com do outro. Não foi isso (vazamento) que pesou. São pessoas muito educadas, uma coisa ou outra sempre vaza, mas não foi esse motivo. Do Globoesporte.com

Corinthians aguarda definição da compra dos direitos para anunciar Richard, do Fluminense Apesar de o volante Richard já ter passado por exames médicos e assinado contrato por três anos, o Corinthians ainda não anunciou de forma oficial o acerto com o jogador do Fluminense. Isso deve ocorrer nos próximos dias, tão logo todos os detalhes do negócio sejam confirmados. Os valores envolvidos ainda não foram divulgados. Com o Fluminense, o ne-

gócio está certo: serão comprados os 50% dos direitos econômicos que pertencem ao clube. Agora, a negociação é com o Atibaia, que venderá outra parte não definida. O clube do interior de São Paulo tem 50%, mas pretende ficar com uma fatia de olho na valorização. Richard passa férias no México. Ele conhecerá o CT Joaquim Grava pela primeira vez apenas na reapresen-

tação do elenco do Corinthians, no dia 3 de janeiro. Titular de Marcelo Oliveira no Fluminense, o volante chegará ao Corinthians para disputar posição com Ralf e Gabriel – o segundo, porém, tem sondagens do futebol italiano e pode sair. Richard é o quarto reforço do Corinthians para 2019. O lateral-direito Michel Macedo e o atacante Gustavo Silva já foram apresen-

tados e treinaram com o elenco neste ano. O atacante André Luis, que jogou a Série B na Ponte Preta, também já tem acerto com o clube alvinegro. O volante chegou ao Flu por empréstimo em agosto de 2017 vindo do Atibaia. Em fevereiro, o Tricolor anunciou a compra de metade dos direitos do jogador, que assinou contrato até 2021. Do Globoesporte.com

Ministério da Saúde atualiza casos de sarampo O Ministério da Saúde atualizou, nesta quinta-feira (6), as informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde sobre a situação do sarampo no país. Desde o início deste ano, até 4 de dezembro, foram confirmados 10.197 casos no Brasil. Atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo: no Amazonas com 9.724 casos confirmados e, em Roraima, com 349 casos. Três estados apresentaram óbitos pela doença: quatro em Roraima, seis no Amazonas e dois no Pará. Os casos confirmados no Amazonas são resultado de uma força-tarefa realizada neste mês em Manaus/AM. Mais de sete mil casos que estavam em investigação foram concluídos. A notificação de casos novos nas últimas semanas no Amazonas e em Roraima diminuiu consideravelmente. No Amazonas, a concentração de casos desta semana se deu nos meses de julho e agosto. No estado de Roraima, o pico da doença ocorreu entre fevereiro e março deste ano. Em ambos os estados, no momento, a curva de novos casos é decrescente. No Amazonas, para acelerar o encerramento dos casos notificados desde o início do surto, em fevereiro deste ano, uma equipe composta por técnicos do Ministério da Saúde e profissionais da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVSAM), avaliaram os resultados laboratoriais e a situação epidemiológica da doença. A ação faz parte do Plano de Enfrentamento do Sarampo. O Ministério da Saúde vem prestando toda a assistência ao estado e também ao município de Manaus no enfrentamento da doença, desde o início do surto. Durante todo o ano, houve o envio de técnicos para apoiar os gestores na vigilância epidemiológica, nas

medidas de imunização e de laboratório in loco. Também houve apoio com equipes de investigação de campo (EpiSUS); realizações de videoconferências, audioconferência com gestores e técnicos; elaboração de notas técnicas informativas; realização de capacitações; repasse de apoio financeiro; envio de kits laboratoriais e envio de vacinas. Os surtos ocorridos esse ano estão relacionados à importação, já que o genótipo do vírus (D8), que está circulando no Brasil, é o mesmo que circula na Venezuela, país com surto da doença desde 2017. Alguns casos isolados, e também relacionados à importação, foram identificados nos estados de São Paulo (3), Rio de Janeiro (19); Rio Grande do Sul (45); Rondônia (2), Bahia (2), Pernambuco (4), Pará (44), Distrito Federal (1) e Sergipe (4). O Ministério da Saúde permanece acompanhando a situação e prestando o apoio necessário aos estados. Cabe esclarecer que as medidas de bloqueio de vacinação, mesmo em casos suspeitos, estão sendo realizadas em todos os estados. IMUNIZAÇÃO SARAMPO - Desde o início do ano, o Ministério da Saúde encaminhou aos Estados de Rondônia, Amazonas, Roraima, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Sergipe e Distrito Federal o quantitativo de 14,8 milhões de doses da vacina tríplice viral para atender a demanda dos serviços de rotina e a realização de ações de bloqueio, além da intensificação e campanha de vacinação para prevenção de novos casos de sarampo. É importante frisar que todos os estados brasileiros recebem doses para vacinação de rotina contra sarampo, que é ofertada nos postos de saúde de todo o país pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Da Agência Saúde


Municípios 5

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Governo do Estado amplia PAA Leite para mais 17 cidades maranhenses O Governo do Estado ampliou o Programa de Aquisição de Alimentos na modalidade Leite para mais 17 cidades maranhenses. A assinatura de adesão aconteceu nesta quarta-feira (5), durante reunião realizada na Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), órgão responsável pela execução do PAA Leite no Maranhão. O programa, que já atende mais de 20 mil pessoas na região dos Cocais, agora atenderá, também, o Médio Mearim e o pólo de Caxias, beneficiando cerca de 15 mil pessoas a mais. De acordo com o titular da Sedes, Francisco de Oliveira Júnior, o PAA na modalidade Leite pertencia a outra secretaria de Estado, o que dificultou a estruturação e organização do programa. Mas que desde o ano de 2016 o projeto vem sendo executado em 7 municípios. “No início da gestão Flávio Dino tivemos muitas dificuldades para estruturar o programa que pertencia a outro órgão. Criamos um setor específico, prestamos conta com o Governo Federal e demos continuidade no projeto que, até então, estava parado. Começamos com 7 municípios em 2016, mas em abril deste ano lançamos um edital para credenciar os municípios interessados em participar do PAA Leite. E os

17 que atenderam a todas as regras do programa já vão começar a distribuição do produto este mês”, explicou o secretário. Para o representante da Associação de Produtores de Matões, Igor Moura, aderir ao PAA Leite é garantir um incremento à alimentação de várias famílias que não têm condições de manter o consumo diário de leite e, ainda, contribuir com os produtores locais que irão fornecer o alimento. "O PAA Leite é um benefício de mão dupla. Serão beneficiadas as famílias que irão receber um produto rico em nutrientes importantes tanto para crianças, quanto para adultos. E serão beneficiados os produtores, pois o projeto também incentiva a produção de leite pelos agricultores familiares, fortalecendo o setor produtivo local”,

disse Igor. Pensamento similar tem o representante da Associação dos Produtores de Leite de Codó (Aplec), Clélio Guerra. Para ele, aderir ao PAA Leite é investir na produção local, mas, principalmente, investir na saúde das famílias que serão contempladas. Segundo o coordenador estadual do PAA Leite, João Batista Fernandes, o programa determina que 50% do produto seja distribuído às famílias inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) e a outra parte destinada às entidades da rede socioassistencial que, atualmente, nos 7 municípios que já executam o PAA Leite, somam 105 instituições. Como funciona - O PAA Leite consiste na aquisição de leite de vaca e de cabra, oriundos da produção inde-

pendente de agricultores familiares, que atendam aos requisitos de controle de qualidade dispostos nas normas vigentes. Os estados que fazem parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS), para execução do PAA Leite, contratam organizações da agricultura familiar e/ou laticínios que são responsáveis por recepcionar, coletar, pasteurizar, embalar e transportar o leite para os pontos de distribuição em locais pré-definidos ou diretamente às unidades recebedoras. As famílias beneficiárias do programa podem receber até 7 (sete) litros de leite por semana ou 14 (quatorze) litros de leite, caso a família possua dois ou mais membros cadastrados como beneficiários consumidores.

Depósitos na poupança em novembro superam saques em R$ 684 milhões, diz BC Os depósitos da caderneta de poupança superaram os saques em R$ 684 milhões em novembro, informou nesta quinta-feira (6) o Banco Central. Ao todo, no mês passado, os depósitos somaram R$ 193,318 bilhões e os saques, R$ 192,633 bilhões. Apesar do ingresso líquido de recursos, foi o pior resultado para meses de novembro desde 2015, quando houve a saída de R$ 1,302 bilhão da modalidade. Em novembro de 2016 e de 2017, respectivamente, houve a entrada de R$ 1,881 bilhão e de R$ 3,917 bilhões na poupança. Com o resultado, a poupança voltou a captar recursos no mês passado, depois de uma retirada de valores em outubro deste ano. No acumulado dos onze primeiros meses deste ano, ainda segundo a instituição, houve um ingresso líquido (depósitos menos retiradas) de R$ 23,653 bilhões na modalidade de investimentos. Saldo da poupança Com o ingresso de recursos na poupança em novembro, o estoque dos valores depositados, ou seja, o volume total aplicado, registrou aumento no mês passado.

No fim de outubro de 2018, o saldo da poupança estava em R$ 776,192 bilhões. No final de novembro, somava R$ 779,807 bilhões. Além dos depósitos e das retiradas, os rendimentos creditados nas contas dos poupadores também são contabilizados no estoque. Em novembro, os rendimentos somaram R$ 2,931 bilhões. Atratividade da poupança Com a queda dos juros básicos da economia em 2017 e no começo deste ano, a caderneta de poupança passou a render menos. Pela norma em vigor, há corte no rendimento da poupança sempre que a taxa Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano. Nessa situação, a correção anual das cadernetas fica limitada a 70% da Selic, mais a Taxa Referencial, calculada pelo BC. Atualmente, a Selic está em 6,5% ao ano. Como a regra prevê que a correção da poupança seja de 70% dessa taxa, ela está hoje em 4,55% ao ano, mais Taxa Referencial. Mas a queda de rendimento afeta também as aplicações conhecidas como prefixadas, ou seja, que têm por base a Selic. Do G1

Vice-governador entrega 60 títulos de terra em São Mateus O vice-governador Carlos Brandão esteve, nesta quarta-feira (5), em São Mateus do Maranhão, onde participou da entrega de 60 títulos de domínio de terra para os produtores rurais da cadeia produtiva do arroz do Projeto Salangô II. Ao entregar a cada produtor os seus tão sonhados títulos de terra, Carlos Brandão reforçou a importância de programas e projetos alinhados com a vocação produtiva dos municípios. “O Governo do Maranhão e entes parceiros atuam na identificação de oportunidades ao desenvolvimento das cadeias produtivas, por meio da articulação entre agentes públicos e privados, definindo ações prioritárias de interesse comum, visando à atuação integrada dos diferentes segmentos produtivos. Assim, alcançamos resultados exitosos como esse. É algo que não acontece de um dia para o outro

porque merece estudo prévio, mas costuma ser positivo quando posto em prática com afinco”, declarou Carlos Brandão. A entrega dos títulos de domínio faz parte de um projeto piloto que envolve os 60 produtores rurais do município de São Mateus. Eles também são contemplados pelo programa Mais Produção, voltado para o fortalecimento das cadeias produtivas no estado e para geração de emprego e renda. Em cada uma das dez cadeias produtivas prioritárias definidas pelo Mais Produção (feijão, arroz, mandioca, carne e couro, ovinocaprinocultura, leite, avicultura (caipira e industrial), piscicultura, hortifruticultura e mel), serão realizadas ações focadas no abastecimento e na busca pela autossuficiência, com um aporte do Governo do Maranhão de mais de R$ 62 milhões.

“Esse projeto, que acontece em parceria com a prefeitura de São Mateus, resulta no envolvimento de todas as instituições que compõem a câmara setorial da cadeia produtiva do arroz e os produtores rurais, visando garantir a produção, o beneficiamento e a comercialização do arroz. Por isso, este momento é tão inspirador e festivo para a cidade”, explicou o prefeito Miltinho Aragão. Além do vice-governador e do prefeito da cidade, estiveram presentes na solenidade de entrega dos títulos o vice-prefeito Ivo Rezende; o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Edjahilson de Souza; o secretário adjunto da Sagrima, Emerson Macedo; o presidente do Instituto de Terras do Maranhão (Iterma), Raimundo Lídio; o presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz, Benedi-

to Mendes; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Camélia dos Santos Casa Nova; os agricultores rurais de São Mateus e os produtores contemplados. Cadeia Produtiva do Arroz - Realizado através

do programa Mais Produção, a Cadeia Produtiva do Arroz tem como estratégia de apoio ao seu desenvolvimento produtivo a instalação de uma câmara setorial composta por várias instituições atuando nos seus

respectivos elos. A câmara setorial visa estabelecer uma atuação conjunta, promovendo o envolvimento de todas as entidades, como ocorreu com o projeto piloto nesta edição de entrega dos títulos.


6

Geral

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

São Luís ainda mais bela e revitalizada nos seus 21 anos como Patrimônio da Humanidade Há 22 anos uma equipe de avaliadores da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) percorreu ruas, becos, ladeiras e escadarias de São Luís para fazer a avaliação que recomendaria a qualificação de Patrimônio Cultural da Humanidade à Ilha do Amor. O reconhecimento oficial veio no dia 6 de dezembro de 1997, em Nápoles, na Itália. Em 2018, a cidade comemora 21 anos do título e contabiliza um pacote de intervenções que contempla 44 obras que integram a política de valorização do Centro Histórico e ações de reocupação do lugar. Executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, essas obras estão resgatando o apogeu da Cidade dos Azulejos e da Atenas Brasileira, como também é conhecida a capital do Maranhão. A bela São Luís, que encantou os avaliadores com os seus belos casarões, azulejos e com toda sua história e conjunto arquitetônico formado por casarões seculares, atualmente recebe o maior volume de obras já realizado nos últimos 30 anos. Uma parte delas já está concluída e outras ainda estão em andamento. O fato é que pouco a pouco São Luís resgata exemplares arquitetônicos e históricos imprescindíveis para a memória cultural da população local e enche os olhos dos turistas nacionais e internacionais.

"Celebramos com muita alegria os 21 anos do título de Patrimônio da Humanidade a esta São Luís que está recebendo dezenas de obras de revitalização do seu Centro Histórico e ações importantes de reocupação do nosso principal cartão-postal. Reafirmamos nosso compromisso de fazer muito mais para a preservação da nossa história, da memória do nosso povo e das suas tradições e cultura", afirmou o prefeito Edivaldo. Com forte influência arquitetônica portuguesa, São Luís teve seu núcleo original fundado por franceses, em 1612. Com cerca de quatro mil imóveis construídos nos séculos XVIII e XIX, o Centro Histórico da capital maranhense agrega um dos mais ricos acervos arquitetônicos do mundo datados do período colonial, com casario, becos, escadarias, ruelas e outros detalhes singulares. Justamente o conjunto que conferiu à cidade o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, considerando, ainda, a representatividade desses

atributos para a memória e a preservação da humanidade. OBRAS - São Luís recebe um dos mais amplos projetos de revitalizações de espaços públicos, prédios e monumentos históricos do país. Para o superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, as obras são de grande relevância para o resgate da memória local e contribuem para estimular o turismo e setores econômicos da capital. "São obras imprescindíveis para o Centro Histórico de São Luís, considerando-se que nas áreas revitalizadas encontram-se os principais pontos turísticos da cidade. É também importante que a população esteja inserida nesse processo, para que façam a sua parte nos ajudando a preservar os espaços que estamos devolvendo à comunidade com todo o esplendor", afirmou Itapary. Os investimentos do PAC Cidades Históricas para a revitalização do patrimônio em São Luís são da ordem de R$ 133 milhões e compreendem 44 intervenções na

área. O pacote prevê obras de revitalização do Complexo Deodoro - que compreende as praças Deodoro e Pantheon e as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro além da Rua Grande, entre outros espaços que contam a história da cidade e dos ludovicenses através dos séculos. Os novos aspectos urbanísticos dessas áreas estão transformando espaços, deixando-os mais bonitos e estimulantes à visitação pública. As obras do Complexo Deodoro estão sendo finalizadas e têm data prevista para serem entregues no dia 18 de deste mês. Já a Rua Grande, que abriga o maior centro de comércio aberto da cidade, está com obras previstas para serem concluídas no próximo ano. Atualmente 60% dos serviços já foram finalizados. Outras intervenções na região do Centro Histórico já foram concluídas, caso da reforma do Palácio Cristo Rei, requalificação da Praça da Alegria; reformas do sobrado 386 da Rua da Estrela, do sobrado onde funciona a Faculdade de História da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na Rua da Estrela; restauração da Fachada de Azulejo do Solar dos Belford, na Praça João Lisboa; reforma e restauração do Sobrado do Fórum Universitário da UFMA, na Rua do Sol. Logradouros como as praças da Faustina, Valdelino Cécio, do Pescador e a Dom Pedro II, também passaram por obras de revitalização, inclusive com a restauração da escultura Mãe d'Água Amazônica.

Pacote anticrise: redução de IPVA para motos e ICMS para pequenas empresas já está valendo As isenções do IPVA para motos de até 110 cilindradas e do ICMS para micro e pequenas empresas previstas no pacote anticrise já estão valendo. Já a alteração da alíquota do ICMS para os combustíveis começa a valer em três meses. O Pr oj eto de Lei f oi aprovado pela Assembleia Legislativa e sancionado pelo governador Flávio Dino nessa quarta-feira (5). A isenção do IPVA vai impactar o exercício de 2019. Ou seja, donos de motos como Biz e Pop, que têm até 110 cilindradas e são muito usadas no Maranhão, não vão precisar pagar o imposto

no começo do ano que vem. Mais de 75 mil donos de motos vão ser beneficiados. Como os veículos muitas vezes são usados para o trabalho, a medida também gera emprego e renda. Esse é um dos objetivos do pacote anticrise. A isenção do IPVA também vale para quem ainda vai comprar as motos de até 110 cilindradas. Pequenas empresas A isenção do ICMS para micro e pequenas empresas que faturam até R$ 120 mil por mês também já está valendo. O ICMS é um imposto mensal, então já não vai incidir no próximo mês, janeiro de 2019.

Mais de 100 mil empresas nessas condições vão ser beneficiadas, o que também vai gerar emprego e renda. As micro e pequenas empresas são responsáveis por muitos postos de trabalho. Cheque Cesta Básica O pacote anticrise também cria o Cheque Cesta Básica. O programa vai direcionar para os mais pobres o valor do ICMS pago nos produtos da cesta básica. A iniciativa ainda precisa ser regulamentada como determina o Projeto de Lei. Tão logo isso aconteça, o sistema começa a funcionar. Combustíveis - A altera-

ção da alíquota do ICMS para a gasolina e para o diesel só começa a valer em 90 dias, ou seja, no início de março. De acordo com o pacote anticrise, será ajustada a alíquota do óleo diesel e da gasolina. O impacto será pequeno para o consumidor. No caso do óleo diesel, de R$ 0,01 por litro. No da gasolina ,de R$ 0,08 por litro. Mesmo com a mudança, o Maranhão ainda vai ter a gasolina e o diesel mais baratos de todo o Nordeste. E também continuarão entre os mais baratos do Brasil. Isso se deve à tributação estadual mais amena e às permanentes fiscalizações.

Brasileiro não está disposto a trabalhar como os chineses, diz jornal do país asiático Os brasileiros não estão dispostos a trabalhar como os chineses por uma questão cultural, que cria barreiras para a indústria do país. Foi com essa opinião que o editorialista chinês Ding Gang apontou, em um texto publicado na quarta-feira (5) em um jornal estatal da China, porque seu país conseguiu a industrialização enquanto o Brasil não. O texto, divulgado na divisão internacional "Global Times", é uma resposta a um artigo publicado por Bret Stephens no jornal “The New York Times” no dia 29 de novembro. Nele, o autor defende que a China não vai conseguir se desenvolver como se imagina, usando como exemplo a decadência da economia brasileira na última década – cuja promessa de ultrapassar grandes potências como o Reino Unido ficou para trás. Leia aqui. Chang, que afirma ter morado no Brasil por três anos, argumentou que, ao contrário da China, o país não tem vocação para a indústria por uma questão cultural. “Os brasileiros não estão dispostos a ser tão diligen-

tes e trabalhadores quanto os chineses. Nem eles valorizam a poupança para a próxima geração, como os chineses. No entanto, eles exigem o mesmo bem-estar e benefícios que os dos países desenvolvidos”, escreveu. Segundo Chang, o Brasil nunca teve uma indústria de manufatura forte e sofisticada e, como resultado, a economia brasileira depende apenas da exportação de matérias-primas e commodities. “Em outras palavras, recursos abundantes limitaram o desenvolvimento da manufatura no Brasil”, disse o editor do jornal. Ele admite que "pode parecer racista" julgar o desenvolvimento do Brasil por sua cultura mas, segundo ele, o artigo do New York Times teria cometido o erro básico de não ver as perspectivas de desenvolvimento de um país “com base no pleno conhecimento de sua cultura e tradição”. "Se a economia brasileira pode alcançar o desenvolvimento sustentável depende, em parte, das instituições, mas, mais importante, da tradição cultural local", escreveu Chang. Do G1

Após encontro com Putin, Nicolás Maduro anuncia investimento bilionário da Rússia na Venezuela O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira (6) que fechou acordos com a Rússia para investimento de mais de US$ 6 bilhões – cerca de R$ 23,5 bi segundo cotação do Banco Central do Brasil. Segundo o próprio Maduro, os investimentos serão destinados a projetos nos setores de petróleo – para onde vai a maior parte do montante – e ouro. "Estamos organizando um investimento petroleiro acima de 5 bilhões de dólares" e "contratos acima de 1 bilhão de dólares" para a exploração de ouro, garantiu Maduro à emissora estatal venezuelana VTV. Além disso, segundo a agência EFE, Maduro assinou um contrato para garantir o fornecimento de 600 mil toneladas de trigo "para o pão para o povo venezuelano". Encontro com Putin Maduro anunciou os acordos um dia depois de se encontrar com o presidente da

Rússia, Vladimir Putin, em Moscou. Na reunião, o líder russo disse repudiar tentativas de mudar o regime venezuelano "a força". "Eu acho que encontramos o ponto que nos ajuda a sobreviver e então lançar um programa econômico completo e extensivo que coopere totalmente com as relações entre Rússia e Venezuela", disse Maduro no encontro em Moscou. O país sul-americano vive uma crise humanitária decorrente da violenta crise política e do colapso econômico. O número de refugiados e migrantes que deixaram a Venezuela chega a 3 milhões em todo o mundo, informou a Organização das Nações Unidas (ONU) no mês passado. A ONU liberou, no fim de novembro, um fundo de emergência de US$ 9,2 milhões – cerca de R$ 35,5 milhões – para ajuda humanitária à Venezuela, a primeira assistência destinada ao país. Do G1


Geral

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Prefeitura leva estudantes a espaços culturais do Centro Histórico no Dia do Patrimônio Conhecendo pela primeira vez alguns dos monumentos, casarões, ruas, escadarias, becos, entre outros espaços mais emblemáticos para a história, a arquitetura e a cultura ludovicense, a estudante Elane Campos, 17 anos, se disse maravilhada pelas belezas de uma São Luís que muitos jovens ainda desconhecem. A estudante é uma das que integra um grupo de alunos da Escola Modelo Benedito Leite que participaram do projeto Caminhos da Memória, em sua versão Roteiro Histórico Cultural. O evento é realizado pela Prefeitura na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), como parte da programação de atividades em comemoração ao Dia do Patrimônio Municipal, celebrado nesta quinta-feira (6), quando completam 21 anos do título concedido pela Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciências e a Cultura (Unesco) à capital maranhense. A ação consiste de um passeio guiado pelo Centro Histórico da capital, oportunidade na qual o grupo passeia pelos principais pontos históricos da cidade e conhece um pouco mais da história local e as peculiaridades que rendaram a São Luís o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. O presidente da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico, Aquiles Andrade, destaca que a educação patrimonial é um fator importante para a construção da cidadania. "Os jovens precisam conhecer os valores que tornam a cidade Patrimônio Mundial e o projeto Caminhos da Mem ór i a, da F um p h, te m esse objetivo. Por isso é importante colocá-los em contato com esses valores. O fortalecimento da identidade cultural e o sentimento de pertencimento le vam o c i dadã o a um comportamento mais positivo em relação ao patrimônio da cidade. Isso estimula uma redução de ações de depredação e vandalismo desse patrimônio", ressaltou Aquiles Andrade. No roteiro do Caminhos da Memória feito pelos alunos da Escola Modelo, os estudantes percorreram as principais vias do Centro Histórico, como as ruas do Giz e Portugal; visitaram a Praça Dom Pedro II e seus

pr incipais m onum entos como o Palácio dos Leões e o Palácio La Ravardière; andaram por becos seculares como o Catarina Mina e conheceram a história dos principais casarões, sobrados e solares que compõem a acervo arquitetônico colonial da São Luís quatrocentenária. "É um mundo de conhecimento que se abre para a gente quando fazemos um roteiro tão espetacular como este. Nós, que somos nativos, não nos apercebemos do quão linda e rica em memórias importantes é nossa cidade. E um passeio guiado por profissionais capacitados nos propicia ainda mais conhecimento sobre o lugar onde vivemos e que é Patrimônio da Humanidade", relatou a estudante Elane Campos. Esse também é o pensamento do estudante Pedro Lucas Mendes Soares, 17 anos, um dos alunos da Escola Modelo que também participou do roteiro guiado pelo Centro Histórico. "Quanto mais conhecemos a importância desses monumentos para a nossa cidade, mais sentimos a necessidade de fazer o que pudermos para ajudar a preservá-los. Isso aqui é pura história e aprendemos muito com ações como esta", disse o adolescente. PROJETO - O projeto Caminhos da Memória realizado em comemoração ao Dia do Patrimônio Municipal também estreou a atividade na versão Roteiro Museus, oportunidade na qual grupos de estudantes de escolas locais realizaram visitações ao Museu Histórico, ao Museu do Reggae e à Casa do Tambor de Crioula. O projeto Caminhos da Memória, que tem foco na

educação patrimonial por meio de ações voltadas à sensibilização da comunidade de São Luís para a valorização do patrimônio cultural da cidade, está inserido no conjunto de iniciativas da Fumph, que envolvem diretamente a população da cidade em ações de preservação e valorização do Patrimônio Cultural, buscando integrar a conservação e o uso desse patrimônio nas estratégias de promoção do desenvolvimento social, econômico e ambiental sustentável do Centro Histórico. TÍTULO - O Dia do Patrimônio Municipal foi instituído em comemoração ao título de Patrim ônio Mundial recebido por São Luís no dia 6 de dezembro de 1997, pela Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciências e a Cultura (Unesco). Desde dezem br o de 2005, de acordo com a Lei nº 4563, a cidade comemora esta data como o Dia Municipal do Patrimônio Histórico. Para celebrar esta data, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior fará uma programação especial que complementa as demais ações implantadas pelo gestor e que têm promovido a valorização do Centro Histórico da capital. Passeio Serenata, exibição de filme, oficinas e tour pelo Centro Histórico compuseram a programação que será encerrada nesta sexta-feira (7). Toda a programação conta com a participação de técnicos, profissionais arquitetos e historiadores da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico, na elaboração e execução das atividades. Para a realização da Semana do Patrimônio, além da Fumph,

diversos outros órgãos públicos e privados também foram envolvidos na organização, como a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Jornal O Imparcial e Sindicato das Indústrias e Construção Civil do Maranhão (Sinduscon).

7

Maranhão lidera ranking de gasolina mais barata do Nordeste De acordo com a pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocom bustíveis (ANP), o Maranhão tem, atualmente, a gasolina mais barata do N o r de s t e , s e g u i d o p o r Pernambuco e Paraíba. Com média registrada de R$ 4,312, o es tado s e mantém, desde o início de 2018, entre os líderes do ranking. Em comparação com os demais estados brasileiros, o Maranhão figura na sétima posição entre os menos caros. Na Grande Ilha, a pesquisa semanal realizada pelo órgão constata os preços m ais baratos c obrados postos. Em primeiro lugar, o pos to Palom a V com o valor de R$ 3,979 em segundo lugar, o Paloma I, com R$ 3,989. Já o posto Paloma III, registrou a marca de R$ 3,999 pelo litro da gasolina. O Pr oc on Mar anhão tem realizado constantemente ações de fiscalização em postos e distribuidoras de combustível por

todo o estado. Para a presidente do órgão, Karen Barros, os resultados são fruto de um efetivo empenho. “Com ações inte gr ad as e v is it as f r e quentes dos fis cais do PROCON, garantimos a redução dos valores abusivos cobrados pelos combustíveis e o reajuste propor c ional à c ada determinação da Petrobrás”, finaliza. Recentemente, o Procon notificou distribuidoras, em todo o Estado, para que reduzam o valor do c om b us tível, de acordo com a nova tabela de pr eços da Petr obrás. A ANP tam bém notificou todas as distribuido r as par a qu e j u s tif iquem o valor repassado aos fornecedores, que se queixam de continuar pagando caro pelo com bustível. Segundo Karen Barros, o órgão de defesa do cons um idor está analisando as respostas dos postos com o intuito de garantir uma redução ainda maior ao consumidor.


8

Cultura e Variedades celialima@oquartopoder.com

COLUNA DA

Célia Lima blog.oquartopoder.com/celialima

São Luís, sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Pensamento do Dia Nada é tão lamentável e nocivo como antecipar desgraças. (Sêneca)

Desfile Têkas Arts

ABERTURA OFICIAL DO PROJETO “NATAL CDL” NESTA SEXTA-FEIRA

H

oje, sexta (07/12), às 20h30, a escadaria do Beco Catarina Mina será mais uma vez a passarela do desfile da estilista maranhense Têka Castellano - Têka Arts. O evento, que está em sua 16ª edição, já faz parte do calendá rio cultural de São Luís e reúne uma centena de pessoas todos os anos, entre amigos, admiradores e turistas. Um pouco da história - A marca Têka Arts teve início no ano de 1998, em Alcobaça- Bahia, o local onde a proprietária abriu sua primeira loja. Em 2002 registrou sua empresa, atuando no mercado de moda alternativa no Maranhão há 17 anos, sempre lançando peças de roupas, bijuterias e acessórios com toque artístico-artesanal. Em 2003 a loja passou a realizar o Desfile de Roupas Alternativas em que apresenta cenicamente a coleção anual da estilista Têka Castellano, proprietária da loja e responsável por toda a criação e design da produção. Localizada no Centro Histórico de São Luís, no Beco Catarina Mina - Praia Grande, a loja é frequentemente visitada por turistas, possui vários clientes de outras regiões do país e de outros países. Têka Artes já exportou peças para França, onde a estilista também já realizou exposição. Porto Alegre, Florianópolis e Argentina, foram outros locais por onde a moda Têka Arts também já passou. As criações de Têka Arts permitem revisitar tendências e estilos, voltando-se para a produção de peças diferentes do circuito da moda tradicional. Chamamos essa tendência de moda alternativa e ela permite a identificação das características culturais local de comunidades e etnias, expressadas na criação de roupas e acessórios para o cotidiano. As roupas alternativas, apresentadas pela estilista, baseiam-se na estética africana e indígena, inspirados na cultura popular maranhense, com suas festas e ritos. Nessa identificação, a artista utiliza-se de matéria prima pouco valorizada no circuito de moda tradicional: são retalhos, chita, tecidos africanos, fibras, sementes, tecido cru e confecção artesanal, que marcam o estilo e a tendência da estilista Têka.

A

Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís pro move nesta sexta-feira (07.12) a abertura ofici al do projeto “Natal CDL” com uma grande festa para a comunidade do Anjo da Guarda, com a presença do Papai Noel e sua Trupe natalina. O projeto conta com o apoio das empresas Potiguar e Centro Elétrico. O evento começa às 18h, na Praça do Anjo, com muita música e alegria para todos que forem prestigiar as apresentações do Coral da UFMA e da Banda do Bom Menino; além de terem a oportunidade de interagir bem de perto com o Papai Noel, que estará disponível para fotos com o público. O Presidente da CDL São Luís, Fábio Ribeiro, diz que o projeto está na terceira edição e tem provocado um impacto muito positivo: “Desde o início a proposta da CDL é envolver a população no espírito natalino; por isso, apresentamos o tema Natal de uma forma bem humanizada, trabalhando seus personagens e seu verdadeiro significado”, explica Ribeiro. O projeto “Natal CDL” além de percorrer centros comerciais da capital maranhense, beneficia também públicos que têm poucas oportunidades de participar de eventos dessa natureza. No total serão realizadas cinco apresentações, incluindo os bairros Vila Luizão (14.12), lojas Potiguar e Centro Elétrico (15.12), Sede da Apae (18.12) e encerrando na Rua Grande (22.12).

blog.oquartopoder.com/celialima

07120218  
07120218  
Advertisement